The Blood of Olympus
Para visualizar o forum é necessário estar cadastrado, por favor registre-se no rpg ou entre em sua conta. É necessário estar cadastrado para ver as informações contidas no forum. Lembre-se de usar nome e sobrenome, não se cadastrar usando nomes geralmente utilizados por Hacker. Exemplo: "Barum" "Hakye" e por ai vai. Bem vindos.

MvP - Cassidy

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

MvP - Cassidy

Mensagem por Chronos em Ter Set 01, 2015 4:22 pm


O mundo mágico de Cassy
O céu azul a cor do meio dia dava boa tarde a todos os campista do acampamento meio sangue, o lago cintilava com a forte luz, pássaros voavam de um lado ao outro, o aroma doce dos morangos prontos para serem colhidos enchia o paladar de quem passava por lá, até mesmo quem odiava a fruta não podia negar que o aroma doce era bom. A maioria dos campistas se dirigiam ao refeitória, era hora do almoço, uma hora excelente para fazer oferenda da comida maravilhosa do acampamento. Nínfas corriam saltitantes, pois esse era o horário que elas podiam sair sem que os rapazes ficassem paquerando elas, muitas delas odiavam esse tipo de atitude.

O vento soprava e fazia as folhas secas balançaram de um lado a outro, como se estivessem em um baila da realeza. Dente-de-leão voarão por todos os cantos e se juntava a beleza da natureza. As nínfas davam as mãos e dançavam e sorriam. Uma delas se direcionou a uma semideus, filha de Afrodite, e a chamou para dançar, gentilmente a jovem recusou o convite.  Ficou se pé e caminhou em direção ao refeitório. Ela segurava se saco de jujubas, vez  outra comia uma das guloseimas. Foi então que ela viu algo, pequenas estrelas cintilantes em forma de um circulo rodavam e entoavam badalos, como de pequenos sinos de igreja. A menina olhou para os lados para ver se era apenas ela que estava vendo aquela cena, e na verdade era mesmo. Seu corpo todo parecia esta sendo chamado pelas estrelas e ela acabou se deixando levar a tal.


A menina adentrou ao circulo e todo o seu corpo começou a bilhar, ela começou a ver cores de todos os tipos, até umas que ela nunca viu na vida. Ela conseguiu ver águas-vivas movimentando-se bem próximo dela. Viu então plantas carnívoras que cuspiam fragmentos de fogo. Então tudo ganhou forma, após ela ver diversas outras coisas. Ela caiu de joelhos no chão, deixando um ferimento, ela olhou para os lados e viu que duas armas suas estavam lá, sem ao menos ela ter pego, isso não era bom sinal, nada bom mesmo. Em sua direção vinha um grupo de seres estranhos, suas faces eram cobertas por mascaras, como aquelas de executores da morte da era medieval, três deles seguravam foices e giravam de um lado ao outro, como ninjas, e outros dois deles estava sem arma, porém, tinham duas luvas de boxe nas mãos. Todos os seres tinham a estatura de anões, Cassidy se perguntava: Onde eu fui parar.


LEIA TODAS AS VEZES:

Regras:

1 - Leve apenas DUAS ARMAS.
2 - Post com menos de 8 linhas será desconciderados.
3 - Narre seu ponto de vista de tudo, seja bem detalhista quero sentir o que seu player sentiu.
4 - Você terá o prazo de 7 dias para postar, após isso postarei na certa.
5 - Quando antes você postar mais rápido acabará.
6 - Novas regras e afins surgiram fique sempre de olho.


Extra:

Cassidy: 115/115 MP - 115/115 HP.

CeifaKonga: 50/50 MP - 50/50 HP - CeifaKonga são criaturas estranhas e raivosas, sempre que encontra alguém que não seja da mesma especie um familia atacam sem dor e nem piedade. Seus principais ataques são: Soco explosivo: Sequência de socos que tira 3HP por soco. e Hiper soco: A mão do CeifaKonga fica gigante e ele soca o oponente até cinco metros de distância, além de tirar 15HP.

CaiefaKapa: 80/80 MP - 80/80HP - Versão mais violenta de CeifaKonga, em sua mão ele porta uma foice e sabe dar golpes perfeitos com ela. Poderes extra com a foice são: Mega foice: A foice ficará gigante e ferá um corte na alma do oponente drenando 30HP. E Lança boomerangue: Ele lança a foice na direção do oponente e a mesma volta para ele.





Não tenhamos pressa, mas não percamos tempo.
®
avatar
Chronos
Deuses Estagiários
Deuses Estagiários

Mensagens : 55
Data de inscrição : 05/05/2015

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: MvP - Cassidy

Mensagem por Cassidy B. Lisenbröder em Qua Set 02, 2015 5:32 pm

Video Games
Dando cor àquele início de tarde estava o azul mais claro e nítido que Cassidy já vira em toda sua vida. Seu corpo era envolvido por uma leve e agradável brisa, a qual balançava árvores e distribuía folhas de dentes-de-leão por todo o ambiente próximo ao refeitório. Manchando o azul impecável do céu estavam os desenhos vivos de pássaros aventureiros, os quais se atreviam a atravessar em meio à correria de semideuses e a espiar a dança das ninfas.
Definitivamente, a fome que sentia era mínima e, tampouco gostaria de fazer parte do congestionamento de tantos meios-sangues famintos. Enquanto observava todos os detalhes de cada ser vivo por ali, a jovem prole de Afrodite descansava sobre um banco velho de madeira, degustando de suas jujubas preferidas. Mantendo a devida pose de uma filha do amor, Caissy cruzava as pernas e mantinha a postura ereta, exibindo sua classe e graça.
O olhar escuro de suas íris pairava sobre a dança das ninfas da natureza. As criaturas contemplavam e agradeciam a todos os deuses e principalmente a Deméter por todas as graças da natureza, aquelas que eram concebidas através das colheitas. Surpreendentemente, uma das ninfas dançantes afastou-se do círculo e aproximou-se da semideusa do amor, convidando-a para juntar-se ao ritual de agradecimento. Receosa por ser pega fora do refeitório em tal horário a menina recusou o convite, esbanjando o seu melhor sorriso como sinal de gratidão pela consideração que a criatura tivera.
Contudo, levantou-se de onde estava e apressou seus passos na direção do pavilhão onde todos estavam se alimentando, roubando algumas de suas jujubas em meio ao seu trajeto. De repente, seus olhos estacionaram, assim como seu corpo, para que pudessem examinar algo que surgira no céu. Um círculo com pequenas estrelas cintilantes coreografavam uma dança assim como as ninfas, rodopiando e girando em círculos sobre o ar. Estas emitiam um som semelhante ao de sinos, um som fino e envolvente que atraia a atenção da semideusa mais do que deveria.
Preocupada, Cassidy balançou a cabeça para ambos os lados, buscando alguém naquele ambiente que também estivesse vendo e sendo chamado por tais estrelas. Nada. Ninguém sequer notava a confusão estampada em seu semblante. Rendendo-se ao chamado feito pela aparição dançante a menina se deixou levar, permitindo que seu corpo fosse envolvido pelo brilho pálido das estrelas.
As cores rodeavam seu corpo, tão nítidas que deixavam claro serem obras sobrenaturais. Águas-vivas passeavam rente ao seu corpo, porém não ousavam tocá-lo. Pequenas bolas de fogo eram jogadas contra a prole do sexo, mas estas nunca a acertavam, aparentavam serem tipos de hologramas. Um mundo mágico e fora do comum surgia diante de seus olhos, tornando-se cada vez mais vivo e realista. Caissy girava lentamente, boquiaberta e totalmente desnorteada por ver todas aquelas coisas formando-se do nada e ganhando vida. “Onde eu estou?”
Seu corpo fora ao chão. De joelhos, fitava as armas de seu arsenal que pareciam fazer parte daquele ambiente sobrenatural, porém elas a pertenciam. Em seu joelho era desferido um corte devido ao impacto bruto entre sua pele e o solo úmido. Não ousou tocar em sequer uma de suas armas, deixou que estas ficassem exatamente onde estavam.
Subitamente, cinco criaturas de estatura realmente baixa e de rostos cobertos por máscaras negras e assustadoras viam em sua direção. Três daquelas mini-criaturas giravam foices de um lado ao outros com enorme precisão, como se quisessem amedrontar a filha da beleza. Os outros dois tinham como armas apenas luvas de boxe. A confusão em sua mente era tanta que a única coisa que podia fazer naquele primeiro momento era se perguntar onde havia parado.
Expirou o seu ar mais profundo na tentativa de manter a calma e de pensar em algo, afinal, ali haviam cinco anões assassinos contra uma semideusa. Dessa forma, não hesitou em envolver o punhal de sua espada com os seus dedos da mão direita, prendendo o objeto em meio a sua mãe cerrada em punho. Seu antebraço esquerdo logo tratou de escorregar para dentro do apoio que havia atrás do escudo de bronze, o prendendo ali para que sua defesa pudesse ser mais eficaz.
Fechou os olhos e desejou que a espada empunhada por sua mão transformasse-se em um chicote de tamanho suficiente para alcançar uma daquelas criaturas assustadoras. Suspirou e logo afastou suas pálpebras, dando às suas íris a visão da mutação que ocorria na prata, cuja se tornava uma longa e flamejante superfície. Seus olhos brilhavam assim como as chamas formadas em torno do chicote. Sorrindo, a menina iniciou a execução de seu primeiro golpe, tendo confiança de que ele ocorreria de modo como fora pensado.
Seus pés passaram a se mover mais rapidamente, iniciando uma corrida em direção aos seus adversários. Com movimentos estratégicos e calculados a morena agarrou mais forte o cabo de sua arma, flexionando seu braço e o jogando para trás, buscando impulso suficiente para que seu golpe ocorresse como planejado. Atingiu a altura de seu ombro com a arma por trás de seu corpo e então se abaixou, tornando a jogar o braço para frente, imaginando que a extensão flamejante pudesse atingir um daqueles anões que seguravam foices, calculando perfeitamente seu movimento para que o chicote envolvesse seu pescoço e diminuísse suas chances de vida. Abraçada pelo calor do momento, se perguntava se conseguiria atingir sua meta.

Armas:
*Espada Cupido-Espada de prata com a lâmina cheia de desenhos em ouro. Quando o semideus aperta em um rubi que está no cabo da espada, os desenhos brilham e emitem um perfume agradável que faz o oponente ver e ouvir as vozes das pessoas amadas sofrendo.

*Escudo Ilusionista - escudo aparentemente normal de bronze com desenhos de pombos, mas quando ativado por um pequeno botão em seu lado interior ele faz com que o oponente veja, ao invés dos desenhos de pombos, o desenho de seu amado.

Poderes e Habilidades:
♥ Chicote flamejante: Você pode transformar qualquer coisa em um chicote, e ele terá fogo grego em sua forma.
♥ Perícia com chicotes e adagas: Filhos de Afrodite manuseiam com perfeição chicotes e adagas, mesmo segurando-os pela primeira vez.
♥ Melhor Aparência: Filhos de Afrodite conseguem melhorar a aparência facilmente e sua beleza é capaz de distrair os inimigos por tempo suficiente para um ataque (sem defesa adversária).
#tags | XX words | notes ©




avatar
Cassidy B. Lisenbröder
Filhos de Afrodite
Filhos de Afrodite

Mensagens : 25
Data de inscrição : 04/05/2015
Idade : 18
Localização : Atrás de você.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: MvP - Cassidy

Mensagem por Chronos em Qui Set 03, 2015 8:19 pm


O mundo mágico de Cassy
Cassidy havia chegado a pouco tempo neste mundo tão diferente e logo de cara encontrou grandes perigos, meio irônico para o tamanho dos vilões. A jovem filha da deusa do armo em toda sua postura e delicadeza não mostrou ser intimidada pelas criaturas estranhas, armou-se com sua espada e escudo e avançou contra os seres portadores de foices. Um deles ativou seu efeito foice gigante e desferiu um golpe contra o escudo da moça, em vão. O golpe fez um grande rasgo no escudo. Os seres portadores de luvas de box foram atiçados e começaram a dar sequência de socos para todos os lados, frenéticos. Cassidy conseguiu enformar uma das criaturas que foi consumida pelo poder do fogo grego, que pareceu mortal para eles, pois logo que atingido o pequeno ser explodiu em fagulhas cintilantes.

CeifaKonga fez suas luvas crescerem e começou a golpear o escudo da menina com força, tanta força seria capaz de fazer com que ela fosse lançada para longe. O outro CeifaKonga deitou-se no chão e começou a rolar, algo estranho estava ocorrendo, seria uma evolução? Seu corpo brilhou e quando ele levantou estava segurando uma foice, ele havia tomado a forma de um CeifaKapa. Ele vez o outra junto com seu outro amigo Kapa lançavam suas foices na direção da menina, cada foice levava 10 segundos para voltar ao seu dono. Cassidy sobreviveria aos socos fortes de Konga e aos golpes de Kapa, só o destino diria.

LEIA TODAS AS VEZES:

Regras:

1 - Leve apenas DUAS ARMAS.
2 - Post com menos de 8 linhas será desconciderados.
3 - Narre seu ponto de vista de tudo, seja bem detalhista quero sentir o que seu player sentiu.
4 - Você terá o prazo de 7 dias para postar, após isso postarei na certa.
5 - Quando antes você postar mais rápido acabará.
6 - Novas regras e afins surgiram fique sempre de olho.


Extra:

Cassidy: 115/115 MP - 115/115 HP.

CeifaKonga: 50/50 MP - 50/50 HP - CeifaKonga são criaturas estranhas e raivosas, sempre que encontra alguém que não seja da mesma especie um familia atacam sem dor e nem piedade. Seus principais ataques são: Soco explosivo: Sequência de socos que tira 3HP por soco. e Hiper soco: A mão do CeifaKonga fica gigante e ele soca o oponente até cinco metros de distância, além de tirar 15HP.

CaiefaKapa: 80/80 MP - 80/80HP - Versão mais violenta de CeifaKonga, em sua mão ele porta uma foice e sabe dar golpes perfeitos com ela. Poderes extra com a foice são: Mega foice: A foice ficará gigante e ferá um corte na alma do oponente drenando 30HP. E Lança boomerangue: Ele lança a foice na direção do oponente e a mesma volta para ele.





Não tenhamos pressa, mas não percamos tempo.
®
avatar
Chronos
Deuses Estagiários
Deuses Estagiários

Mensagens : 55
Data de inscrição : 05/05/2015

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: MvP - Cassidy

Mensagem por Cassidy B. Lisenbröder em Qua Set 09, 2015 3:44 pm

Video Games
O choque de sonoridade aguda e agonizante era proveniente do contato de uma das foices prateadas contra o escudo da herdeira do amor. Consequentemente, um grande arranhão surgira em meio aos desenhos de pombos, empurrando a garota devido ao atrito e fazendo-a cambalear para trás.
Felizmente, o golpe desferido pela criatura da foice não possuíra tanto efeito sobre a semideusa, cuja permanecia imune aos ataques de seus oponentes. No entanto, a ira das duas criaturas portadoras de luvas de boxe parecia aflorar, tomando conta de seus mini-corpos e fazendo-as iniciar uma série de socos inquietos que procuravam unicamente atingir a prole de Afrodite.
No instante em que começara a ser atingida pelas luvas, Caissy pode perceber as chamas de seu chicote se apossando do corpo de uma daquelas quatro criaturas que restavam. O fogo o enlouquecia de uma forma totalmente estranha, resultando na desmaterialização do anão mascarado, dando a ele a forma de minúsculas partículas cintilantes que enfeitavam o solo de cor inebriante daquela espécie de vídeo game real.
Um sorriso de vitória surgia em meio aos lábios rosados da morena, que pela tamanha felicidade que sentia mal pode perceber o tamanho que as luvas de um dos anões adquiriam, sendo capaz de desferir golpes muito fortes contra o escudo da jovem, que por sua vez, protegia toda a região de seu tronco.
Os golpes continuavam a serem realizados, enquanto era atingida, a menina utilizava de sua força para tentar proteger-se do anão maligno, procurando defender-se dele com seu escudo de bronze, acompanhando os movimentos feitos por ele com a superfície rígida de sua arma de defesa. Lembrou-se então do poder que seus gritos possuíam, o poder de enfraquecimento, tontura e fraqueza contra seus oponentes. Sem pensar duas vezes, Caissy entreabriu seus lábios e pressionou seus olhos, forçando suas cordas vocais para que aquele fosse um grito totalmente estridente e infernal, e para que obtivesse o resultado que buscava.
Após ter contaminado todo o ambiente hologramático vivo com seu grito, a jovem prole do sexo percebera que um dos anões deitava-se sobre o chão, começando a ter algum tipo de convulsão de transformação que o fazia rolar de um lado para o outro constantemente. Seu corpo era tomado pelo mesmo brilho que destruira o primeiro homenzinho, porém dessa vez tratava-se de uma evolução, a qual dava à criatura uma foice no lugar de suas luvas.
A união dos dois anões com foices realmente começava a intimidar Cassidy. Nervosa, a menina percebeu que ambas as foices eram lançadas como bumerangues em sua direção. Sua única reação fora a movimentação de seu braço esquerdo, o qual levava consigo o escudo ilusionista, buscando proteger o corpo esguio da semideusa em questão. Logo, aproveitou a espada que tinha em mãos, cuja voltara a sua forma normal e a utilizou para aprimorar sua defesa, movimentando-a de forma eficaz.
Logo, seus dedos da mão direita largavam o punhal da espada prateada, passando a apontarem na direção do solo daquele ambiente exótico e jamais visto. Seus olhos foram ocultados por suas pálpebras e então, aproveitou para se concentrar no golpe que tentaria desferir contra as criaturas em meio àquela sequência de tentativas de defesa. Flexionou o braço e ergueu sua mão livre, pedindo a sua mão que fizesse aquilo funcionar. Tinha como objetivo fazer espinhos crescerem e envolverem todos os anões maléficos, fazendo-os sofrer e ficarem presos para que ela pudesse acabar com aquilo de uma vez por todas. Bastava saber se aquilo daria certo ou não.


Armas:
*Espada Cupido-Espada de prata com a lâmina cheia de desenhos em ouro. Quando o semideus aperta em um rubi que está no cabo da espada, os desenhos brilham e emitem um perfume agradável que faz o oponente ver e ouvir as vozes das pessoas amadas sofrendo.

*Escudo Ilusionista - escudo aparentemente normal de bronze com desenhos de pombos, mas quando ativado por um pequeno botão em seu lado interior ele faz com que o oponente veja, ao invés dos desenhos de pombos, o desenho de seu amado.

Poderes e Habilidades:
♥ Chicote flamejante: Você pode transformar qualquer coisa em um chicote, e ele terá fogo grego em sua forma.
♥ Perícia com chicotes e adagas: Filhos de Afrodite manuseiam com perfeição chicotes e adagas, mesmo segurando-os pela primeira vez.
♥ Melhor Aparência: Filhos de Afrodite conseguem melhorar a aparência facilmente e sua beleza é capaz de distrair os inimigos por tempo suficiente para um ataque (sem defesa adversária).
1- Grito Maléfico – O filho de Afrodite pode dar um grito alto e estridente que deixa o inimigo tonto, fraco e enjoado.
2- Domínio das Rosas - As rosas, além de lembrarem atitudes românticas, representam por vezes a deusa Afrodite. Com esse poder, você pode criar rosas e manipulá-las, podendo fazer as pétalas e os espinhos como armas. As pétalas sob seu domínio que forem usadas contra seu inimigo o ferirão como se fossem lâminas muito afiadas, ou podem apenas atrapalhar sua visão. Você também pode fazer com que os espinhos cresçam até, aproximadamente, a cintura do adversário, envolvendo-o para deixa-lo preso e ferindo-o.
#tags | XX words | notes ©




avatar
Cassidy B. Lisenbröder
Filhos de Afrodite
Filhos de Afrodite

Mensagens : 25
Data de inscrição : 04/05/2015
Idade : 18
Localização : Atrás de você.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: MvP - Cassidy

Mensagem por Chronos em Seg Set 14, 2015 11:30 am


O mundo mágico de Cassy
O tempo parecia parar, tudo ocorreu basicamente muito rápido. As flores e animais começaram a se movimentar em câmera lenta, o vento passava leve entre os duelistas, o clima no local parecia mudar da água para o vinho, um vinho vermelho sangue. Os seres kappas explodiram em uma faísca cintilante, Cassidy ficou ali perplexa com tudo. Ela havia conseguido se livrar das criaturas, mas não havia volta para casa.

Ela continuou a caminhar, o clima no local havia mudado e pequenos flocos de neve começaram a cair. Em minutos o chão estava coberto por uma geada e os lagos estavam petrificado, assim, ficando escorregadio. Pequenas criaturas, muito parecidas com pinguins, saltavam na direção da menina, eles deslizaram com as barrigas contra o piso liso com a intenção de derrubar a garota, por sorte ela conseguiu saltar de dois dos pinguins.

Passando pela a armadilha de pinguins a jovem Cassidy conseguiu chegar até outra área, menos escorregadia, onde avistou um ser feito de neve, seus olhos eram dois botões, seu nariz uma cenoura e seus braços feitos de galhos de árvore. Um boneco de neve. Nas mãos da criatura formou-se uma bola branca de neve e então ele lançou contra a garota, uma bola de neve acertou próximo a perna da moça, ela crendo que as bolas eram inofensivas nem relutou em pular, o gelo petrificou sua pé até a altura do calcanhar. A outra bola por sua vez acertou um cano onde estavam saindo pinguins, assim, tapando o mesmo.

Ao fundo Cassidy viu que havia uma estrelas brilhosas, como as mesmas que ela havia entrado antes, seu desafio era enfrentar esse ser de neve e chegar em casa, mas como ela faria isso já que todas as vezes que ela tentava usar seu chicote de fogo grego as chamas se extinguiam.



LEIA:

Regras:

1 - Leve apenas DUAS ARMAS.
2 - Post com menos de 8 linhas será desconciderados.
3 - Narre seu ponto de vista de tudo, seja bem detalhista quero sentir o que seu player sentiu.
4 - Você terá o prazo de 7 dias para postar, após isso postarei na certa.
5 - Quando antes você postar mais rápido acabará.
6 - Novas regras e afins surgiram fique sempre de olho.


Extra:

Cassidy: 105/115 MP - 115/115 HP.

Homem de neve: 200/200 MP - 200/200HP.




Não tenhamos pressa, mas não percamos tempo.
®
avatar
Chronos
Deuses Estagiários
Deuses Estagiários

Mensagens : 55
Data de inscrição : 05/05/2015

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: MvP - Cassidy

Mensagem por Cassidy B. Lisenbröder em Qua Set 16, 2015 3:45 pm

Video Games
O clamor proveniente de todos aqueles timbres em perfeita união agonizavam a audição de Caissy. Deliciando-se com a imagem de seus inimigos sendo torturados pelos espinhos, mal pode perceber a mudança que ocorria em meio àquele ambiente holográfico.
As espécies vivas daquele lugar pareciam entrar em estado retardatário, pois seus movimentos eram semelhantes ao de câmera lenta. Todavia, a brisa adquiria uma velocidade mais rápida que a normal, chegando a atingir uma quilometragem maior em um tempo mínimo enquanto passeava em meio aos envolvidos naquela batalha. A água presente ali alterava-se como em um dos milagres de Jesus, tornando-se um vinho de tonalidade sangrenta e com isso, trazendo um aroma amargo ao recinto.
Em meio a toda aquela mudança repentina, faíscas cintilantes coloriam e davam brilho ao céu morto e sem cor daquele lugar.  Perplexa, mal podia acreditar que vencera seus adversários. A felicidade em seu peito era tão grande que ofuscava o fato de que não havia uma saída e muito menos uma volta para casa.
Os passos realizados pela semideusa eram lentos e tristonhos, acompanhados de lágrimas que atreviam-se a escapar de seus olhos e a se derramarem sobre suas bochechas rosadas. Lamentava por tudo ter acabado como havia acabado, por não ter uma saída e nenhuma pista sobre como poderia retornar ao acampamento. Em abrupto, sentiu superfícies gélidas e sólidas em contato com seu corpo, entrelaçando-se em seus cabelos e formando desenhos abstratos sobre o chão e lagos que eram cobertos por gelo rígido.
“De onde diabos vieram essas coisas?” Perguntava-se enquanto saltava sobre o solo escorregadio, procurando desviar daquelas espécies de pinguins que deslizavam com suas barrigas sobre o gelo. As criaturas tentavam derrubar a prole de Afrodite a todo custo, porém, os reflexos desta eram mais rápidos e seu equilíbrio ajudava muito a cada vez que se movia para livrar-se daqueles que a atrapalhavam. “Era só o que me faltava.” Bufou.
Naquele momento, seus pés já possuíam mais segurança ao solo, pois o gelo diminuíra assim como o efeito escorregadio. Suas mãos deslizavam por suas vestes, retirando os flocos de neves que ainda se agregavam a ela. Balançou a cabeça freneticamente por um momento, a fim de livrar seus fios escuros daquelas coisinhas irritantes. Dessa forma, voltou o seu olhar para frente, e inesperadamente dava de cara com um boneco de neve.
O homem de neve possuía basicamente a altura da semideusa. Seus olhos eram representados por dois botões negros, seu nariz correspondia a uma cenoura que tinha a cor do mais puro laranja. Seus braços e mãos eram compostos por dois galhos de árvores velhos e, em uma daquelas mãos de graveto havia uma formação de bola de neve. Cassidy precisou conter sua risada que levava as lágrimas embora. Acreditando que aquela bola seria totalmente inofensiva, nem teve o cuidado de tentar desviar desta quando fora lançada em sua direção.
Seu pé esquerdo tornava-se pedra, gelo. Endurecido e totalmente petrificado pela bola amaldiçoada de Olaf, nome que dera a seu novo oponente. Incapaz de mover seu calcanhar esquerdo, a morena pressionava os olhos e tentava puxá-lo com toda a sua força para desgruda-lo no chão.
Novamente uma outra bola fora lançada, porém, esta atingira um cano de onde estavam vindo os pinguins atrevidos que até então Caissy não soubera de onde se originavam. Com o congelamento do cano, houve o impedimento de que mais criaturas daquelas escaparem.
Aliviada por pelo menos não ter que lidar com dois problemas, a menina aproveitou para observar tudo o que estava a sua volta rapidamente. Buscando um meio de deter aquele atirador de bolas de neve, percebeu que atrás dele estavam aquelas mesmas estrelinhas dançantes que a trouxeram.
O ar de esperança brotava em seus olhos. Entretanto, a decepção ao perceber que estava presa ao chão voltara a perturbar a herdeira do amor. Logo, sua mente associou a ideia de que o fogo de seu chicote poderia derreter a neve pela qual o boneco era formado. Nesta perspectiva, a menina pôs seu pé direito à frente do congelado e flexionou ambos os joelhos, tendo o impulso necessário enquanto manuseava o cabo que segurava a extensão flamejante. Jogou o braço para trás e logo o direcionou para frente com todo o seu impulsionamento, esperando que o calor derretesse o que havia de ser derretido.
Infelizmente, seu golpe fora desferido em vão. As chamas não possuíam efeito algum sobre o Olaf e isso começara a preocupar a semideusa.
Em seguida, uma nova ideia surgira em sua mente, mas que era realmente arriscada. A precisão ao desferir tal golpe teria de ser perfeitamente calculada, e assim, com as estratégias que havia adquirido em seus treinos de arremessos passou a executar o plano.
Soltou o escudo de seu antebraço esquerdo sutilmente, sem que o homem de neve pudesse perceber. Com isso, analisou as divisões que compunham o corpo dele, notando que haviam três grandes bolas em sua formação: a cabeça, o tronco e as “pernas”.
“Pense um pouco Caissy. Se você atingir a cabeça dele, o tronco e as mãos ainda podem funcionar, mas se você conseguir atingir o tronco do Olaf poderá voltar para casa.” Conversava consigo mesma enquanto calculava seus movimentos. Assim, segurou com ambas as mãos nas extremidades do escudo de bronze, tendo um afastamento razoável entre elas para que o impulso com que fosse jogado se tornasse maior. Girou somente o seu tronco um pouco para a esquerda e voltou a semi-flexionar os joelhos. Olhou por cima do ombro uma última vez o seu alvo, checando se todos os seus movimentos estavam de acordo com o que deveria ser feito.
- Pode desaparecer, Olaf! – Gritou. Logo, o escudo fora lançado como um bumerangue na direção do tronco do boneco de neve. Receosa, a menina torcia para que tivesse o objetivo desejado e para que pudesse retornar o quanto antes ao seu lar.


Armas:
*Espada Cupido-Espada de prata com a lâmina cheia de desenhos em ouro. Quando o semideus aperta em um rubi que está no cabo da espada, os desenhos brilham e emitem um perfume agradável que faz o oponente ver e ouvir as vozes das pessoas amadas sofrendo.

*Escudo Ilusionista - escudo aparentemente normal de bronze com desenhos de pombos, mas quando ativado por um pequeno botão em seu lado interior ele faz com que o oponente veja, ao invés dos desenhos de pombos, o desenho de seu amado.

Poderes e Habilidades:
♥ Chicote flamejante: Você pode transformar qualquer coisa em um chicote, e ele terá fogo grego em sua forma.
♥ Perícia com chicotes e adagas: Filhos de Afrodite manuseiam com perfeição chicotes e adagas, mesmo segurando-os pela primeira vez.
♥ Melhor Aparência: Filhos de Afrodite conseguem melhorar a aparência facilmente e sua beleza é capaz de distrair os inimigos por tempo suficiente para um ataque (sem defesa adversária).
1- Grito Maléfico – O filho de Afrodite pode dar um grito alto e estridente que deixa o inimigo tonto, fraco e enjoado.
2- Domínio das Rosas - As rosas, além de lembrarem atitudes românticas, representam por vezes a deusa Afrodite. Com esse poder, você pode criar rosas e manipulá-las, podendo fazer as pétalas e os espinhos como armas. As pétalas sob seu domínio que forem usadas contra seu inimigo o ferirão como se fossem lâminas muito afiadas, ou podem apenas atrapalhar sua visão. Você também pode fazer com que os espinhos cresçam até, aproximadamente, a cintura do adversário, envolvendo-o para deixa-lo preso e ferindo-o.
#tags | XX words | notes ©




avatar
Cassidy B. Lisenbröder
Filhos de Afrodite
Filhos de Afrodite

Mensagens : 25
Data de inscrição : 04/05/2015
Idade : 18
Localização : Atrás de você.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: MvP - Cassidy

Mensagem por Chronos em Sab Set 19, 2015 11:15 am


O mundo mágico de Cassy
Cassidy se mostrava uma jovem esperta, mesmo com todos os empecilhos que lhe impedia de alcançar sua meta. O clima naquele mundo surreal mudava rápido, tanto para positivamente quanto negativamente. Dois canos verdes de pressão de água explodiram respectivamente lançando águas, que mesmo mornas, congelaram no meio do ar, assim, formando espinhos entre a jovem e o boneco de neve. Cassy se viu presa a usou seu escudo como um bumerangue, poderia dar certo se não fosse o fato dos vários bloqueios pontiagudos no caminho. O escudo rompeu vários pilares de gelo e atingiu o abdômen de neve do boneco. O impacto só foi suficiente para mover a bola do meio um pouco.

O boneco de neve pareceu sorri, seus olhos de botão adquiriram um aspecto malicioso. Sua boca traçada de pequenas bolinhas pretas formaram se contraiu, como se fosse uma boca normal, ele mexeu os dedos de pau e fez um movimento com a cabeça, como se estivesse estralando a mesma. Seu nariz de cenoura começou a brilhar em um tom azul e por fim um raio disparou na direção da jovem menina, poucos centímetros dela o raio se dividiram em três. Um atingiu uma árvore que virou um exemplar de bloco de neve no mesmo instante. Cassidy estava quase fadada a virar gelo se um dos raios restantes tocar pelo menos de raspão nela.




LEIA:

Regras:

1 - Leve apenas DUAS ARMAS.
2 - Post com menos de 8 linhas será desconciderados.
3 - Narre seu ponto de vista de tudo, seja bem detalhista quero sentir o que seu player sentiu.
4 - Você terá o prazo de 7 dias para postar, após isso postarei na certa.
5 - Quando antes você postar mais rápido acabará.
6 - Novas regras e afins surgiram fique sempre de olho.


Extra:

Cassidy: 100/115 MP - 115/115 HP.

Homem de neve: 180/200 MP - 200/200HP.




Não tenhamos pressa, mas não percamos tempo.
®
avatar
Chronos
Deuses Estagiários
Deuses Estagiários

Mensagens : 55
Data de inscrição : 05/05/2015

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: MvP - Cassidy

Mensagem por Afrodite em Sex Dez 11, 2015 8:46 am

MvP cancelada por falta de post

Recompensa: 40 XP




avatar
Afrodite
Deuses Olimpianos
Deuses Olimpianos

Mensagens : 596
Data de inscrição : 01/03/2014
Localização : Olimpo

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: MvP - Cassidy

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum