The Blood of Olympus
Para visualizar o forum é necessário estar cadastrado, por favor registre-se no rpg ou entre em sua conta. É necessário estar cadastrado para ver as informações contidas no forum. Lembre-se de usar nome e sobrenome, não se cadastrar usando nomes geralmente utilizados por Hacker. Exemplo: "Barum" "Hakye" e por ai vai. Bem vindos.

The Game - O Massacre

Página 4 de 7 Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Re: The Game - O Massacre

Mensagem por Afrodite em Qui Ago 27, 2015 1:02 pm

.
avatar
Afrodite
Deuses Olimpianos
Deuses Olimpianos

Mensagens : 613
Localização : Olimpo

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: The Game - O Massacre

Mensagem por Afrodite em Sab Ago 29, 2015 5:51 am


A quem atacar?


Traição pelas costas. O mais clássico das traições, não é? Foi isso que acabou acontecendo entre a prole de Zeus e de Nice. Arthur havia confiado na prole de Nice, achando que se , os dois atacassem a Harpia, tudo estaria bem. O que realmente não aconteceu. As grades desapareceram assim que Arthur pensou em atacar a Harpia.  A tentativa de hipnose de Arthur acabou não dando certo graças ao bloqueio mental do mentalista. A prole de Nice aguardou enquanto Arthur tentava atacar a Harpia, e o golpe de Theodore seria totalmente fatal se não fosse pela luz que Arthur havia conjurado para cegar a Harpia, o que acabou atingindo também o mentalista. Um tanto desorientado por causa da intensidade da luz, Theodore se desequilibrou um pouco em seus passos na areia quando partiu para cima de Arthur, acertando parcialmente a katana em suas costas, abrindo um corte moderadamente profundo, e o sangue púrpura começou a escorrer da prole de Zeus o deixando zonzo.  A Harpia por sua vez fechou os olhos ao ver a luz intensa e elevou voo, partindo para cima de Arthur com as garras em punho, mirando o rosto do mesmo. A areia não ajudou em nada nos movimentos dos dois, e ainda desorientado por causa da luz intensa, Theodore acabou não acertando um golpe que seria fatal, ainda assim ficando em posição de ataque após desferir aquele golpe.

Companheirismo se fez presente entre os dos dois romanos. Assim que os dois decidiram atacarem juntos o Leão, as grades desapareceram os deixando frente a frente ao monstro. Não seria nada fácil derrotar algo tão difícil de se atacar. O leão pisa com a pata direita sobre a areia, e para ele, a areia era tão estável como um piso normal, ao contrário do que era pros semideuses. Videiras surgem da areia se prendendo ao forte corpo do Leão. Os ramos se enrolavam com certa força ao redor do leão, que permaneceu imóvel enquanto os ramos subiam. Para ele seria lucro as videiras fecharem sua boca, e contorcendo o corpo com toda a força que tinha, ele consegue quebrar os galhos que prendiam suas patas dianteiras, já que a areia não era uma terra muito fértil de se criar videiras saudáveis o bastante. Ainda com as patas traseiras e a boca presas, o Leão se debatia ferozmente para escapar.

Mais uma vez a traição foi o estopim para um massacre sangrento, dessa vez entre dois loucos, Joe e Becka. Joe achou que, a romana sendo louca como ele, se juntaria ao mesmo para atacar a Quimera, o que não aconteceu. A Quimera ficou por alguns minutos paralisada enquanto observava os movimentos da prole de Afrodite, ao contrário de Becka, que usando de traição, fez o ataque contra o mesmo. Os fios da luva da prole de Dionísio se prenderam as costas de Joe, e ela o fez arrastar pela areia do deserto, já que as jaulas desapareceram no momento em que tomaram a decisão de quem atacar. A Quimera nem observava que a prole de Dionísio existia, e nem notaria, uma vez que estava focado na prole de Afrodite. Joe estava caído na areia e precisaria se defender, uma vez que a Quimera estava saindo de seu estado de torpor.

Quando não há traição e companheirismo, há sede por sangue. A prole de Nyx fora rápida ao se defender dos clones de água que a cria de Poseidon havia conjurado. Tais clones batiam contra a bolha que protegia o corpo da devota, sabendo talvez que em algum momento aquela defesa falharia. O jato de água lançado sobre a devota corroeu parte de seu escudo, a deixando levemente desestabilizada. A cupula de água que a prole dos mares havia conjurado, não conseguiria fazer com que sua visão clareasse ante o feitiço que a devota lançou, explodindo assim e lançando uma névoa negra, prejudicando levemente sua visão. Além da névoa prejudicando sua visão, um feitiço de Appril atacou a área mental da prole, sussurros começam a ressoar dentro da bolha de Tessa, a deixando desconcentrada e levemente aterrorizada, como se aquela cupula estivesse se fechando em torno dela.


Novamente o companheirismo talvez pudesse salvar duas vidas, era isso que Amélia e Gregory esperavam. Gregory usou de seu arco e flechas para tentar acertar uma das três cabeças enormes da fera, o que não deu muito certo. Apenas duas flechas acertaram a cabeça da direita e fizeram com que o Cérbero se irritasse mais, avançando a cabeça da esquerda contra ele, seus dentes a mostra perfuraram o braço esquerdo do garoto, não tão fundo, uma vez que o ceifador rolou para o lado. O Cérbero estava um pouco distraído quando recebeu os beijos flamejantes de Amélia, e logo sua cabeça do meio se virou em direção a ela. Erguendo sua enorme pata, o Cérbero fez com que uma onda de areia fosse em direção a ela, tirando sua visão momentaneamente, enquanto a mesma pata que fez a areia se espalhar, abriu um corte profundo em seu braço esquerdo.




- Tessa 200 HP/175 MP x Appril 200 HP/155MP

- Joe 190 HP /195MP x - Becka 200HP/180MP – Quimera 500HP/500MP

- Amélia 160HP/180 MP x - Gregory 185 HP/185MP – Cérbero - 470 HP/500MP

- Arthur 170HP/185 MP x - Theodore 200HP/200 MP – Harpia Infernal - 500 HP/500MP

- Gena 200HP/200 MP X -Thomas 200HP/190MP – Leão de Neméia -500HP/500MP

Regras:

   - Todos os semideuses devem lutar entre si, alianças até podem ocorrer por um instante, mas só pode restar apenas um, então não será uma aliança permanente.
   - É permitido o uso de Poderes PASSIVOS e ATIVOS.
   - Armas poderão ser levadas, mas apenas DUAS de seu arsenal.
   - Todos os semideuses ganharão DRACMAS, LEVEIS E PRESENTES.
   - Para se inscreverem, basta fazer a ficha que logo postarei aqui embaixo.
   - MASCOTES ESTÃO PROIBIDOS DE USO!
   - BENÇÃOS JÁ OBTIDAS TAMBÉM ESTÃO PROIBIDAS DE USO! (Poderes ATIVOS já estão liberados e TODOS poderão usá-los e muitos tem poderes BEM PODEROSOS e MAIS PODERES, então, não tem porque as bençãos também serem liberadas, vamos deixar um jogo justo. Qualquer crítica, RECLAME COMIGO!)
   - Como os três grandes deuses estarão jogando contra vocês, as regras podem mudar no decorrer no evento, como também podem surgir novas regras e etc...
   - Cenários mudarão constantemente, como 20 de vocês se iniciarão na floresta e 10 irão para outro tipo de cenário.
   - Os cenários mudarão constantemente, de acordo e vontade de nós: Afrodite e Dionísio.
   – Morrerá o semideus que desobedecer alguma regra imposta de um deus no decorrer do evento

Informações importantes:

– Terão QUATRO dias de prazo para postar. Se atrasarem, sabem o que acontece né?
– As jaulas possuem 3m de comprimento e 2m de altura
– Além de morte em combate, poderão morrer de desidratação ou desnutrição. A garrafa d'água que vocês tem poderão os salvar se usarem bem. Cada gole fará com que 20 de HP seja acrescido, podendo ao todo dar 5 goles durante todo o evento.
–Todos terão o mesmo tanto de HP, mas os níveis são diferentes. Escolham se preferem atacar o monstro ou o semideus ao seu lado.
– Não AFIRME seus movimentos, você está planejando fazê-lo apenas. Qualquer afirmação sofrerá consequências.
– Poderes e habilidades SEMPRE em spoiler no final do post, dividos em Ativos e Passivos.
– Qualquer dúvida ou reclamação, me contate por MP ou whatsapp quem tiver, ANTES QUE A RODADA TERMINE. Depois que a rodada terminar, não aceitarei reclamação nenhuma.
Nesse post já poderão atacar. Ou o monstro, ou o semideus. LEMBRANDO: Se o semideus A escolher atacar o monstro e o semideus B escolher atacar o semideus A, o semideus A terá que se proteger dos dois. Por isso pensem bem, e alianças são permitidas nesse caso. Boa sorte !
- Quem tem o poder de conjurar ou se virar com água, não poderá usar dessas habilidades para encher a garrafinha ou afins. A água que você conjurar não subirá seu HP. Apenas os cinco goles da garrafa. Mas, ta água poderá ajudar a não desidratar sim, apenas não subirá o HP.

Sistema de PvP:


– Poderão ter apenas DOIS ataques e UMA defesa por post.
– De resto, são as mesmas regras do evento em si.

Observações gerais:


– Aprendam a ler: DOIS ataques e UMA defesa. Não saiam fazendo 16463155712316 movimentos, da próxima vez, além de IGNORAR esses movimentos (Como fiz com a Becka e Amélia ) vou descontar HP.
– Além de que, se você escolheu atacar o semideus, o monstro não irá te atacar.
– Sobre a Cupula de Tessa, "Você se envolve nesta cúpula e fica protegido contra qualquer ataque físico, sonoro, magico ou de veneno. " pela minha interpretação não defende de todos ao mesmo tempo. Por isso considerei o ataque físico que você narrou, já que colocou ele primeiro.
– Sobre o poder da Amélia lunar: Não considerei pois estão em um deserto durante o DIA. Na minha concepção, esse poder funcionaria a noite para ter a LUA como canalizadora.
– Vocês precisam especificar melhor o quanto usam de ataque. Foram quantos beijos? Um? Cinquenta? Quantas flechas? Duzentas? Isso ajudará vocês, pelo amor.
– QUALQUER RECLAMAÇÃO DEVERÁ SER FEITA A MIM, SOMENTE A MIM.
– Tirei HP da Amélia a mais do ataque pelo atraso.
– COLOQUEM SE SÃO ATIVOS OU PASSIVOS.  

avatar
Afrodite
Deuses Olimpianos
Deuses Olimpianos

Mensagens : 613
Localização : Olimpo

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: The Game - O Massacre

Mensagem por Joe McDean em Sab Ago 29, 2015 3:25 pm

Can U fell my hot sex
heart stop beating?

A arrombada da filha de Dionísio preferiu me atacar ao invés de se aliar a minha super beleza. Será que ela sabe que eu mesmo sendo um filho do amor, eu posso acabar com aquele vadia sem sentir medo algum? Fala sério, eu ia fazer de tudo pra destruí-la, pois ela realmente me deixou com muita raiva, e eu só aceito sair daquele massacre quando vê-la de joelhos à mim. – Baranga! – Falava lambendo meus lábios enquanto era arrastado na direção da Quimera.

O monstro ainda estava meio paralisado, e eu... bem... até mesmo sem o controle do meu corpo eu conseguia ser todo estabanado, sim eu estava caído ao chão, e a Quimera saía do seu estado, senti que não demoraria muito para que ela me atacasse, mas eu sou um Curandeiro, e no momento que os fios da prole do vinho atingiu minhas costas, eu já tinha vários planos em minha mente, ser um seguidor de Asclépio me custava isso, para salvar vidas temos que ter um rápido raciocínio, e com a ajuda do sol ao meu favor, eu fico mais lindo e mortal a cada segundo.

Eu colocaria meu plano em prática no momento que eu olhava para a Quimera, recuperando aos poucos suas ações: Primeiramente eu iria criar de mim um clone identicamente sexy como eu, ele sairia de dentro de mim e usando uma de suas flechas ele cortaria fio por fio que se prendia em minhas costas. No momento que eu pudesse sentir os meus movimentos, eu conjuraria uma chuva de milhares de pétalas, as lindas rosas vermelhas cairiam na direção de nós, Joes sedutores, e com a quantidade de pétalas, isso impediria que ambos os oponentes nos enxergasse (além de distraí-los), e isso daria mais tempo para todo o plano ser um sucesso. Enquanto a chuva caía sobre nós, ambos seguimos rapidamente, meu clone Joe retirou cinco agulhas do meu kit de primeiros socorros, agulhas de 15 centímetros e um pouco mais finas que o normal. Minhas unhas cresceram alguns centímetros e já pingava veneno, o Joe falso envenenaria as agulhas e as atiraria na direção de Becka, ambas armas afiadas eram tão finas e voariam tão rápidas que seria um pouco impossível da filha de Dionísio enxergar.

Após ter tentado colocar o veneno nas agulhas, eu sairia da chuva de pétalas em direção ao monstro, mas não muito próximo. Eu usaria minha energia espiritual para me deixar mais poderoso, minha aura ficaria mais forte que o normal e meus poderes também teriam mais chances de darem certos além de ficaram mais fortes. O sol tocaria minha pele e ela brilharia intensamente, a luz solar me deixava mais belo que o comum e talvez hipnotizaria até mesmo a Quimera. Eu olharia com sedução dentro dos olhos da fera, jogando todo o meu charme para o monstro, isso por alguns segundos talvez o deixasse confuso. Levantei minha mão na direção da Quimera fazendo um sinal para que parasse enquanto da minha boca saía leves palavras sensualmente. - δεν επιτίθενται μόνο σε μένα , σάρκα της είναι τόσο καλή όσο γλύκα μου – Falei em grego (que eu havia aprendido nos 12 meses que eu tinha ficado preso em uma ilha, tentando sobreviver com Asclépio), tais palavras eram para persuadir o monstro, e ele entenderia, meu plano principal era para que quando a Quimera olhar para a prole de Dionísio, uma má impressão seria causada, então ela atacaria a garota, e o jogo seria justo mais uma vez.  Caminharia para trás novamente sem atacar o monstro, apenas para não mostrar ser uma grande ameaça (pelo fato de não querer mais matar esse monstro e sim a putinha da filha do Senhor D.) e me juntaria novamente dentro da chuva de pétalas.

Para a minha defesa, eu apenas expandiria cada vez mais minha energia espiritual, e tentaria criar sobre minha pele uma espécie de barreira energética, e isso impediria que os fios de Becka dominassem meu corpo.  O gostoso do meu clone entraria novamente dentro do meu corpo e eu correria para o lado, assim quando a chuva de pétalas cessou, a Quimera e a prole do teatro estariam na mesma direção, e se tudo fosse sucesso, ela estaria envenenada e o monstro iria querer atacá-la, pela mal impressão que seria criada pelos dois, sem contar que se a menina tivesse algum outro plano, eles teriam grandes chances de darem errado, pelo fato de meninas ficarem confusas na minha presença, elas sempre falam e fazem algo comprometedor, eu sou lindo né.


Equipamentos/Armas:
❥ Arco Cupido - Arco com uma Aljava de flechas infinitas que nunca erram o alvo, se transforma em um Diadema ou um Colar.

♣ Kit de Primeiros (e Segundos) Socorros – Kit super-mega completo. Contém comprimidos para febre, gaze, curativos, xarope para tosse, analgésicos, bisturis pequenos para incisões externas, seringas, algumas agulhas, linha, pomadas e cremes para cicatrização e cura, algumas poções regeneradoras perfeitas para a Técnica de Cura e Ressuscitação, ataduras e muito mais. Apresenta-se numa maletinha pequena com a típica cruz vermelha, tudo feito de plástico, mas surpreende no tamanho e capacidade de transporte formidável e ampliado magicamente. O melhor de tudo: além de imperdível e indestrutível, todo seu conteúdo nunca acaba.

*Garrafa D'água.

Poderes/Habilidades:
Passivos:
♥ Melhor Aparência: Filhos de Afrodite conseguem melhorar a aparência facilmente e sua beleza é capaz de distrair os inimigos por tempo suficiente para um ataque (sem defesa adversária).
♥ Boa Aparência – Os filhos da deusa do amor tem uma beleza sobrenatural para os padrões de sua era.
♥ Simpatia/Antipatia – O filho do amor tem o poder de criar uma boa/má impressão entre duas pessoas.
♥ Confusão comprometedora: A presença dos filhos de Afrodite deixa as garotas (exceto suas irmãs) confusas, fazendo com que acabem falando ou fazendo algo comprometedor.
♥ Flexibilidade: Por serem ágeis, os filhos de Afrodite têm mais chances de esquivas, ter mais força para correr e para escaladas.
Luz solar - Asclépio era filho de Apolo, cuje um dos campos de poder era o sol, por tanto, quando o curandeiro estiver em contato com a luz será mais poderoso, eficiente de forma geral.
Atenção Profissional - Atenção sempre foi algo requerido dos curadores, e não poderia ser diferente com os curadores do deus Asclépio, por tanto, seus seguidores possuem uma atenção espetacular, enquanto se mantem focados em determinada coisa não perdem a concentração, não importa o que ocorra em seu entorno.
Controle Energético e Espiritual – Curandeiros são pessoas de grande energia, que são capazes de molda-la e controla-la. Tal energia é existente nos corpos de todos, mas os Curandeiros tem especial perícia em controlar e medir o uso delas, podendo aplica-las em várias utilizações.

Ativos:
♥ Pétalas do Amor -  Os filhos de Afrodite tem a habilidade de lançar pétalas de flores nos inimigos, fazendo com que estes se distraiam.
♥ Confusion - Os filhos de Afrodite podem confundir o monstro/humano/semideus através da própria beleza, deixando-os avulsos do que estavam fazendo, parando tudo para contemplar a beleza do  filho de Afrodite.
Clonagem - Curandeiros agora poderão criar apenas um clone idêntico. Possui a mesma força, agilidade e pensamentos, mas não possuem poderes. Seus clones possuem a mesma quantidade de HP que tal semideus.
Unhas Venenosas – As unhas dos Curandeiros se tornam momentaneamente afiadas como de cães poderosos e são envenenadas com um simples veneno de serpente, durando uma rodada o efeito e 3 rodadas o dano do veneno. Pode ser retirado o veneno de suas unhas para criação de poções venenosas ou até mesmo para antídotos.

obs:
~ Meu primeiro ataque foi quando meu clone envenenou as agulhas e desferiria contra a kénga da Becka.
~ Meu segundo ataque foi quando me dirigi até a Quimera e usaria meu poder para persuadi-la e criar uma má impressão entre ela e a Becka.
~ Para minha defesa, eu aumentaria minha energia, assim criaria uma barreira energética sobre minha pele, impedindo que os fios da Becka dominassem meu corpo.


Thanks Lari @ CG



Δ 666
Δ Aphrodite
Δ Asclepius
Δ My anaconda DON'T!

sexy boy!

♥️ ♣️ ♦️ ♠️
@
avatar
Joe McDean
Filhos de Afrodite
Filhos de Afrodite

Mensagens : 174

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: The Game - O Massacre

Mensagem por Becka Klasfox La'Fontaine em Dom Ago 30, 2015 3:34 pm



Becka gargalhava alto enquanto via o garoto ser arrastado pela areia, e ainda melhor com um monstro em sua cola, a garota se divertia em fazer o filho de Afrodite sua marionete pessoal, e sabia que comprara uma tremenda briga ao rebelar-se contra ele. Mas quem liga? Ela que não era, odiava receber ordens, e as pessoas precisavam aprender que, quando queriam algo dela, sempre pedissem o oposto, e então ela faria o que queriam de fato. Sim é um pensamento estranho, mas a filha de Baco fazia tudo ao contraposto do que lhe pediam, pois odiava qualquer um dando ordens a si mesma, quando mais alguém abaixo dela, e de seu cargo tão almejado- Obrigado pelo elogio, mas eu já sabia que era- Gritou de volta rindo horrores do loiro gritando palavrões para ela, não passavam de musica a seus ouvidos.

Becka se aproveitaria da pequena estratégia, agora que os fios se encontravam devidamente presos contra o corpo de Joe, lançaria uma segunda camada, ainda mais resistente que a primeira, prendendo também os braços e a cintura do semideus. Tal instrumento fora programado por Vulcano e dificilmente se rompiam, isso se devia ao fato de os fios serem feitos por bronze celestial e não apenas serviam para criar espetáculo, mas também para cortar aos poucos o corpo dos que eram pegos em sua rede de armadilha. Não importava nem mesmo se Joe conseguisse de alguma maneira romper sua barreira, ela lançaria mais deles em sua direção, dificultando ao máximo para o semideus se livrar de sua brincadeira, estava se divertindo demais para deixa-lo acabar com ela do nada.

Aproveitar-se-ia também do elemento surpresa, como fora pego em sua rede a jovem teria chance suficiente de invadir a mente do semideus, o levanto a ter seus delírios mais loucos. Faria com que Joe tivesse alucinações de seus piores medos, fazendo com que o garoto sentisse dores em locais que nem mesmo foram tocados, tirando dele pessoas que amava e se precisasse o deixaria beirando a loucura, aquele jogo era um de seus favoritos, onde podia manipular todo um cenário ao seu favor a fim de suprir seus desejos mais loucos e insanos. Por fim como forma de defesa criaria para si o golem de pedra, qualquer ataque desferido contra ela seria retido por aquela criatura o que impediria pelo menos 80% dos ataques, salvo casos em que pudesse escapar daquela criaturinha tão adorável.

Poderes:

Nível 17- Ilusionista III: Agora, você pode criar grandes ilusões em seus inimigos, fazendo-os ter sensações reais, como dores, ou coisa do tipo, e também pode deixá-los fortemente bêbados, como gambás. Os efeitos agora duram entre 3 e 4 rodadas, ou o tempo que você estiver se concentrando na habilidade.

O guardião –Lv 1 – O filho de Dionísio consegue criar um golem feito de pedra que obedecem ordens simples: Proteja esse lugar ou pessoa, ataque qualquer um que chegar perto ou essa pessoa.

armas:
♦Luvas da Ilusão - Um par de luvas negras que permite ao seu dono criar diversos fios afiados de diversas cores que podem cortar quase tudo, o filho de Dionisio pode usar esses fios para criar “cenários” tão perfeitos que enganariam até mesmo um deus e assim criar diversas armadilhas para seus oponentes.

♦Sementes Explosivas - É uma sacola de pano verde em que se encontram algumas dezenas de sementes de uvas. Essas sementes quando são plantadas na terra se tornam como minas terrestres, explodindo quando qualquer um o tocar.





Quer ser feliz? Seja louco, sorria sempre mesmo sem motivo. Meu estilo de vida liberta minha mente.Enquanto houver um louco, um poeta e um amante haverá sonho, amor e fantasia. E enquanto houver sonho, amor e fantasia, haverá esperança.
❄️
avatar
Becka Klasfox La'Fontaine
Pretores
Pretores

Mensagens : 393
Idade : 22
Localização : Camp Jupiter

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: The Game - O Massacre

Mensagem por Afrodite em Seg Ago 31, 2015 2:42 am

A campista Appril desistiu do Massacre. Tessa enfrentará a Mantícora sozinha
avatar
Afrodite
Deuses Olimpianos
Deuses Olimpianos

Mensagens : 613
Localização : Olimpo

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: The Game - O Massacre

Mensagem por Gregory Cotton Clark em Ter Set 01, 2015 5:20 am




A bold move implies victory


Opções, era algo que eu não tinha muito. Era correr ou morrer. Um aprova de fogo. Uma aventura selvagem no deserto. As duvidas eram muitas em minha cabeça, como eu mataria um cão dos infernos nível master usando um arco. Eis a questão, era praticamente impossível. Contudo a palavra impossível não se enquadrava ao vocabulário de um semideus filho da magia como eu. A magia não estava mais ao meu favor, então sobrava para mim fazer milagre com o que me restava em mãos. Um arco com flechas infinitas, uma capa e um cantil de água. Deixei um breve sorriso escapar de meus lábios, era hora de ser suicida.


Eu iria correr ao redor do monstro em uma velocidade constante de 60km/h silenciosamente, tal velocidade seria capaz de percorrer um quilometro de distância em menos de um minuto, então os poucos metros que cercavam meu alvo seriam cobertos tão rápido que ele mal notaria o que lhe acertou. Meus sentidos aguçados deveriam denunciar quando o cérbero tentasse me atacar e minha capa protegeria contra as mordidas, que provavelmente seriam superficiais. As voltas seriam apenas duas, mas ao longo das duas voltas tentaria atirar o máximo de flechas, apenas puxando o fio e levando minha mão até a altura da boca, apoiando o osso do meu polegar no meu maxilar, meu indicador tocaria abaixo da minha boca e meu dedo mindinho não tocaria o fio nenhuma das vezes que meus três dedos, indicador, dedo médio e anelar tocassem a corda, a sequência seria no minimo vinte flechas, dez para cada uma das voltas. A distância seria de mais ou menos dois metros de distância do meu oponente.

Poderes:


ʤ - Beleza sombria: [És tão belo que causa ciúmes a qualquer filho de Afrodite, sua beleza deixa qualquer homem ou mulher aos seus pés.]

ʤ - Resistencia magica: [O semideus possui uma resistência a magias de nível até três vezes maior que o dele. Também terá menos gasto de energia ao utilizar um encantamento.]

ʤ - Presença poderosa: [O semideus possui uma áurea negra que envolve seu corpo a mesma faz com que qualquer monstro de nível igual ao dele se afaste de sua presença.]

ʤ - Cinco sentidos: [O semideus possui os cinco sentidos três vezes mais aguçado do que os outros humanos, podendo sentir cheiros e ver coisas numa distancia de até oito metros, ouvir até mesmo o mais baixo som, ter a sensibilidade de sentir a presença de coisas muito antes de tocar sua pele e sentir o gosto mais profundo de qualquer coisa que comer.]

ʤ - Pulmões de aço: [Habilidade que permite que o semideus possa respirar em qualquer tipo de situação, até mesmo em locais onde não existe oxigênio.]

ʡ Silenciosos – Quando os Ceifadores se mechem eles não fazem barulho os deixando menos propícios a ataques de monstros.

ʡ  Deadbody – Como um “corpo morto” você é imune à venenos e qualquer ação natural (fome, sede, dormir) ou induzida (bebidas ou alimentos, sem exceção, não terão efeitos no seu organismo).  



Poderes:

ʡ Visão da Morte I – Uma nevoa negra toma conta de seu corpo formando sobre todo o seu corpo uma capa negra. Sua velocidade máxima chega a 60Km/H.

ʡ Visão da Morte II – Agora sua carne se torna transparente, revelando os ossos do ceifador. Tornando-o mais parecido com o esteriótipo de morte.


Armamento:


*Arco Magico: Consiste em um arco de material escuro, tende-se a crer que seja ferro estígio. A corda da arma é de tom claro, quase transparente. Em toda a estenção do arco vê-se o nome do filho da Magia entalhado. As flechas são magicas, surgem ao esticar da corda, as mesma são envoltas por uma aura negra que é capaz de aumentar em 5% o dano causado no oponente. [Transforma-se em um colar para as garotas e em um bracelete para os rapazes.]

*Capa Negra: Uma capa desfiada que cobre completamente o corpo do ceifador, escondendo sua identidade e tem a resistência de uma armadura. Protege em 40% dos ataques desferidos, não é possível outra pessoa retira-la apenas o ceifador pode.


.

valeu @ carol!



Pray for their souls
Sacrilege
avatar
Gregory Cotton Clark
Ceifadores de Thanatos/Leto
Ceifadores de Thanatos/Leto

Mensagens : 67
Localização : Difícil saber de onde vem tanta coragem pra se locomover.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: The Game - O Massacre

Mensagem por Thomas Wayne em Ter Set 01, 2015 6:45 pm


Me abraça e me dê um beijo, faça um filho comigo...


Por mais que o calor pudesse trazer desconforto, ser um brinquedo dos deuses pouco agradava meu ser e aquele deserto parecia uma estúpida ampulheta gigante contando o tempo final de nosas vidas, ao menos podia ficar orgulhoso de ter conseguido prender aquele leão [Afrodite sua deusa da putaria do amor, esse cara me faz sentir como uma espécie de homem-aranha selvagem].

Notando parte do corpo de meu inimigo sem mobilidade por causa de minhas videiras, sabia que aquele era o melhor momento para um ataque mais intenso. O plano estava formado em minha mente, restaria executá-lo. Buscando apoiar minha mão esquerda sobre o solo arenoso, intensionava criar um golem feito de pedra, uma grande "Coisa" que poderia atacar por mim. Sendo criado poderia olhar para o grandalhão, com um sorriso no rosto. - Ataque aquele ser! Meu dedo estaria apontado em direção ao leão de Neméia.

Sorrindo ainda mais, desejava visualizar minha criação avançando em direção ao meu oponente, desferindo inúmeros socos em direção de seu corpo animalesco, como se estivesse chovendo pequenos meteoros sobre o felino. - Gosto muito de te ver, leãozinho caminhando sob o sol, gosto muito de você, leãozinho... Cantarolando em uma distância até então segura, desejava visualizar a continuação do possível ataque de minha criatura, o qual seria segurar o leão em seus braços com certa força, o lançando em direção á minha aliada.

Gena por sinal estava um tanto quanto bela sobre a luz dourada solar, a cada instânte ficava grato por ter aquela semideusa ao meu lado. Não sabia ao certo o que a filha de Vulcano faria mas visando defender minha integridade física, a menor menção de avanço de algum inimigo em minha direção, utilizaria meu controle sobre as videiras para mais uma vez prender o leão. - Vamos lá garota, é hora do pau! Com um de meus punhos fechados, batia contra minha outra mão aberta, que aquele ataque causasse um grande dano sobre o pequeno e carinhoso leãozinho.

Legenda:

Fala Thomas
[Quebra da quarta parede]

Equipamentos:

*Espada Banhada em Vinho Sagrado - Metade prateada e metade roxa, ela tem o poder de fazer o vinho que passa por seu material (cujo nunca desaparece e é sempre renovado) envenenar o inimigo num simples corte que penetra o corpo inteiro. Sem contar a dor do corte, que queima em contato com a pele, o oponente sofrerá um envenenamento que só parará após três rodadas de veneno circulando. Se transforma em Colar com Pingente de Espada.

* Chicote das Vinhas - Chicote inquebrável feito das vinhas abençoadas do próprio deus. Este chicote possui um leve veneno, que pode paralisar somente a parte em que ele encostou. Transforma-se em uma pulseira dourada.

* Mochila com uma garrafa d'água.
Poderes e habilidades:

Passivos:
Nível 1-Videiras: Pode controlar as videiras quase que de acordo com sua vontade. As trepadeiras geradas por você podem produzir um cacho de uva e chegar a sete metros de comprimento. Além disso quando passar próximo a plantação de uvas essas ficarão mais vivas. (Utilizado para controlar ás videiras e dar ordens para elas)

Nível 2- Carisma Natural: O herói tem a capacidade de fazer amizade mais facilmente, podendo às vezes usar essa personalidade em suas missões para conseguir informações ou então passar por dificuldades de uma forma louca e divertida. (Não dei atenção ativa para essa habilidade em meu post, pois por ser uma habilidade passiva é um dom natural o qual existe sem que eu precise fazer algo. Coloquei aqui na esperança de que seu efeito faça com que Gena em on prefira atacar o mosntro)
Ativos:
Crushing Vines –Lv 1 – Nesse nível o filho de Dionísio consegue invocar videiras que se enroscam ao redor de seu oponente, dificultando seus movimentos e o apertando cada vez que tenta se mover, até que o sufoca como uma Jiboia. (Utilizado apenas caso o leão venha em minha direção, como uma defesa)

O guardião –Lv 1 – O filho de Dionísio consegue criar um golem feito de pedra que obedecem ordens simples: Proteja esse lugar ou pessoa, ataque qualquer um que chegar perto ou essa pessoa. (Invocado e fez minhas duas ações de ataque)
Observação:
- O narrador citado pelo personagem sou eu.
- Sim coloquei uma carinha na quarta barreira, não foi um erro... como é a quebra da quarta barreira, o personagem fala e demonstra suas emoções como sendo algo em off mesmo.
- Vamos dançar todos nu, todos nu \o/



That justice accompanies freedom!
avatar
Thomas Wayne
IV Coorte
IV Coorte

Mensagens : 31

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: The Game - O Massacre

Mensagem por Theodore W. Börtzler-Rose em Qua Set 02, 2015 2:34 am



Diga-me, você sangra?


 Apesar de minha boa movimentação e qualidade dos golpes desferidos sobre o filho de Zeus, graças a uma maldita luminosidade pouco consegui ferir o semideus em relação ao que desejava. Mesmo tendo falhado em não conseguir decepar a cabeça de meu adversário, ao menos ainda estava em posição de combate, pronto para mais uma investida.

Não tendo tempo de apreciar a beleza do sangue escorrendo pela lâmina de minha espada, desejava mais e mais, o demônio ainda estava vivo, logo, sua divida por ofender minha família não estava quitada. Antes que pudesse mais uma vez efetuar algum ataque físico, buscava algo um tanto quanto mais interessante; utilizar minha mente para deixar Arthur confuso em tempo/espaço, tendo a intenção de deixa-lo suscetível aos ataques que seriam desferidos tanto por mim quanto pela harpia que avançava em direção ao jovem.

Sorrindo após tal ato, foco meu olhar em direção as pernas da prole do rei dos deuses, pretendendo aproveitar tanto a provável fragilidade do rapaz após ter sido ferido em suas costas, o que certamente atrapalharia sua velocidade de reação e a velocidade de seus movimentos, quanto a possível confusão em meio á mente do demônio; com "Heaven" em punhos planejo cortar ao meio a coxa direita de Arthur, em um golpe desferido de baixo para cima, de modo que minha movimentação não deixasse meu corpo tão vulnerável a possíveis ataques.

Apesar de satisfeito com as vantagens adquiridas naquele combate, sabia que não estava lutando contra um boneco de pano, não seria estúpido o suficiente de deixar meu corpo indefeso. Em qualquer possibilidade de um ataque ser desferido em minha direção, utilizaria meus poderes de Mentalista para teletransportar para um outro local seguro que estivesse em uma distância de até cinco metros; já sabia que aquele semideus sangrava, agora apenas precisava fazer com que o mesmo sangrasse até a morte.

Armas e equipamentos:


✧ Manto da Vitória: Manto de seda que emite um certo brilho dourado. É, na verdade, uma armadura grega impenetrável. Apenas o filho de Nice pode retirá-lo e o manto só funciona com seu legítimo dono. Para qualquer outra pessoa, é apenas um manto comum. Caso o semideus queira, ele se transforma em uma roupa comum, porém, não deixa de emitir o brilho dourado. [Vestindo em forma de roupa]

✧ Heaven [Espada Elemental do tipo katana feita do elemento gelo. É feita de bronze celestial, e sempre que quiser ela poderá aparecer. [Embainhado na cintura]

✧ Mochila com uma garrafa d'água.

Poderes e habilidades:

Passivos:


Psiquê

* Nível 1. Telepatia Iniciante: Você consegue escutar os pensamentos dos outros sem controle, não sabe quando vai funcionar ou não, ainda não consegue se comunicar com os outros através dos pensamentos. [Não citei, apenas no caso de minha mente captar algum pensamento; mas para essa rodada é irrelevante]

* Nível 2. Memória fotográfica: Tudo o que você ver ou ler ficará gravado em sua memória por anos, serve tanto para imagens para textos. [Irrelevante, porém coloquei para que todos os movimentos sejam memórizados por minha mente.]

* Nível 3. Bloqueio Mental: Nenhum ataque, leitura ou ilusão mental funciona com os mentalistas. [Apenas para demonstrar que não sou afetado por ataques mentais, como hipnose.]

Nice

Nível 1:
+ Integridade Os filhos de Nice tem fama de ter uma integridade e valores impecáveis. Então sua palavra sempre é ouvida como a verdade absoluta, jamais sendo poluídos pela visão turva de mentiras.

+ Instinto natural Como filhos da deusa da vitória, os filhos de Nice tem um instinto natural sobre qual o melhor movimento em uma batalha ou atividade que envolva esportes. [Para aumentar minhas chances de sucesso em minhas movimentações.]

Nível 2:
Espírito  vencedor: Como filhos da deusa representante da vitória, por serem muito competidores e desgostar em imensamente da idéia de perder uma competição, esses semideuses sempre darão o máximo de si para vencer, ignorando qualquer dor que possua os atrapalhar.

Nível 3:
+ Instinto natural aguçado: Como bons competidores, os cinco sentidos naturais dos filhos de Nice são mais aguçados, de modo que ao utiliza-lo (tato em escalada, visão para arremesso de objetos... e etc) esses semideuses tem 25% mais sucesso do que um semideus que não tenha perícia sobre o instinto usado. [Para aumentar minhas chances de sucesso em relação ás movimentações, principalmente em relação aos ataques.]

Ativos:
Psiquê

*Nível 1. Confusão: Faço o inimigo ficar confuso em tempo e espaço, fazendo-o perguntar-se por um tempo onde está e quando, ou até atacar seus companheiros. Dura apenas um turnos. [Utilizado para deixar a mente de Arthur perdida, de modo que o rapaz fique suscetível aos ataques que foram desferidos em direção a ele.]

*Nível 3.Efeito Borboleta: Você consegue se teletransportar num acurta distancia (5 metros) isso gasta 10 MP.

Dúvidas me envie uma MP.


Vai sangrar!!!
------------------------------------------------------------------------------
@Lilah



GREEK ✖️ NICE ✖️ IN LOVE ✖️ MENTALIST
Theddy Bear
All Rights Reserved for Lari
avatar
Theodore W. Börtzler-Rose
mentalistas de psique
mentalistas de psique

Mensagens : 23

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: The Game - O Massacre

Mensagem por Caim Dähl Bouwknech em Qua Set 02, 2015 5:05 pm



Mr. Langdon You're a Freak

O escravo. Aprisionado pelo temor de alguém tão assombrado quanto você, caro alfaiate. És aquele que em seus melhores momentos, a insanidade lhe vem como a melhor amiga que pode ter. Basta apenas não renegar o carinho oferecido pelo seu desiquilíbrio. Abrace-o e seja aquele quem realmente é. Dê boas-vindas ao verdadeiro eu.
A loucura lhe surpreende com a sensatez com que trabalha, está caminhando tão ao lado de sua razão que perde-se o olhar em seus devaneios, acalme-se meu garoto, está apenas começando.
Os pés arrastaram-se na areia até que fosse capaz de firmar e equilibrar-se novamente, sua lamina quase tocava a areia quando deteve seus movimentos, bufou sem saber ao certo se tudo aquilo o surpreendia, o que seria o esboço de um sorriso atravessou seus lábios e agora a postura se apresentava completamente ereta, estava diante do semideus e voltado parcialmente para a Harpia, era capaz de sentir a ardência provocada pelo corte superficial que lhe atingira suas costas, apenas desejava que sua capa não houvesse sido danificada ou isso realmente frustraria o rapaz. O sangue lhe corria pelas costas aderindo e misturando-se ao suor e areia, a respiração por detrás do pano de sua camisa se tornava amena novamente, estava ciente que inalar grandes quantidades de areia logo surtiriam efeito. A prole de Zeus precisava reverter o cenário para si, estar diante de ambos os adversários tornaria tudo mais desorientador, o lugar era amplo e isso era vantajoso para o mesmo. Arthur desejou que a escuridão lhe cobrisse como aliada, sua iris vagava de ambos os adversários, curvou-se sutilmente ao dobrar os joelhos e colocar ambas as espadas em posição, moveu-se para ficar mais distante da Harpia e ser capaz de reagir a qualquer ataque da mesma, tensionou o maxilar e deixou o semideus aproximar-se, o desejo de vingança do outro era visivel e atordoante, ele ficaria cego por tamanha loucura. Tentou arrastar a perna para trás ficando com sua lateral exposta para ele, seu braço que agora estava rente ao garoto ergueria para que então fosse de encontro a tempora dele visando acertar-lhe com o punho de sua Katana, a outra cobriria a lateral de seu corpo de forma imediata e assim bloquando quaisquer ataque desferido pela espada única do garoto. Não o mataria, apenas precisava atordoar seus movimentos e afasta-lo, estando livre ou não de Theodore era necessário reagir contra a Harpia, seu corpo fora posicionado durante os atos para que ficasse oculto pelo do outro campista e este por sua vez ficasse de costas contra o monstro.
considerações:
- Arthur estava de frente para ambos, ou seja, recuado e distante da Harpia.
- Arthur havia afastado-se o suficiente para que fosse capaz de ver a aproximação de Theodore e assim reagir.
-Portando duas armas, uma foi usada para golpear a tempora do rapaz já que ele havia se curvado na ação de tentar cortar a perna, a qual ele havia tentado recuar, caso acertasse ele ficaria zonzo e incapaz de prosseguir na ação. A outra foi usada para bloquear qualquer ataque dele.
-No instante dos ataques a Harpia dificilmente atacaria o semideus com perfeição, já que Theodore postava-se na direção dela e Arthur oculto pelo corpo do jovem.

Armas Utilizadas:
Capa da Noite: A capa de seda negra, extremamente leve e confortável, pode parecer apenas uma questão de vaidade... Mas a roupa, abençoada por Nyx, possui a propriedade de armadura, podendo reduzir até 50% do dano total causado em seu usuário, além de tornar o demônio praticamente invisível de noite. (Para a invisibilidade o portador deve deixar bem claro que usa essa habilidade, mas dependerá também do narrador - em casos de missão, PvP ou MvP - se sentir convencido de que você está usando direito o presente. Caso esteja, poderá se esconder até seu próximo ataque ou até o narrador achar que falhou com sua descrição) - Só pode ser retirada pelo dono - {By Tay}
-Katanas Infernais (Dead e Pool) - Duas Katanas forjadas para ter corte igual a espadas comuns mais com menos peso, agilizando mais o golpe. E nas pontas de ambas as espadas possuem um veneno letal, que deixa seu oponente confuso a ponto de querer se matar

Poderes Utilizados:
PASSIVOS
Nível I

Pericia em batalha: Qualquer arma se encaixa perfeitamente na mão do filho de Zeus, espadas, adagas, lanças, arcos, não importa, ele consegue usá-la e lutar facilmente.


Perícia com Armas Duplas – O semideus manuseia armas como espada, lanças e machados que usem as duas mãos com grande maestria.

Fôlego: Dificilmente um filho de Zeus fica cansado, consegue aguentar uma corrida de vários quilômetros e uma batalha longa, uma seguida da outra.

Respeito: Assim como um filho dos céus é ouvido é respeitado por todo o habitante dos domínios de seu pai, desde aves até criaturas mitológicas, como deuses e ninfas das nuvens.
Rapidez: Em batalha o filho de Zeus é rápido e veloz, podendo desviar facilmente de qualquer golpe contra seu corpo e podendo correr atravessando o campo de batalha com suas armas.


 

Notes x Notes x Notes
© mr. houdini




kill.er
knew i was a killer, at first time that you
saw me.
avatar
Caim Dähl Bouwknech
Filhos de Hades
Filhos de Hades

Mensagens : 228

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: The Game - O Massacre

Mensagem por Tessa S. Henz em Qui Set 03, 2015 1:06 am


Era um tanto quanto entediante quando algo que você havia planejado dava errado, ou melhor sofria uma reviravolta extrema fazendo com que sua escolha se transformasse de água para vinho. Um pequeno suspiro abandonou meus lábios ao passo em que eu pensava na forma correta de atacar meu oponente. Pelo que eu sabia sobre a Mantícora a única forma de derrota-la era cortando seu rabo fora. O veneno que ali continha varia com que o monstro se fosse. No entanto, apesar de saber seu ponto fraco, eu temia que fosse um pouco mais difícil chegar até ele. A partir daquele instante eu teria de me ater a duas coisas.

Derrotar a mantícora o mais rapidamente possível e utilizar o mínimo de poderes possíveis pra fazer isso. Segurando minha espada com firmeza, eu fazia meu plano de ataque, com aquilo que obtinha ao meu dispor. Se havia uma coisa que eu deveria admitir de primeira era que aquele monstrengo era bem assustador. Suas garras causariam grande estrago se eu deixasse que ele as encostasse no meu corpo razoavelmente magro. “Vamos lá Tessa! Pense, e seja rápida nesses pensamentos”- refleti comigo mesma mordendo o lábio inferior antes de esboçar um pequeno sorriso. O monstro não esperaria que eu formasse um plano completo e com o mínimo de falhas possíveis para vir em meu ataque.

Com a espada em riste, busquei visualizar os movimentos que eu faria. Meu corpo se deslocaria com o máximo de rapidez possível em direção a manticora. Eu tentaria fincar a espada em seu flanco algumas vezes em pontos estratégicos, para que o veneno pudesse penetrar em sua pele. Caso o monstro tentasse me atacar com seu rabo, eu tentaria desviar, utilizando a flexibilidade de meu corpo. Instaurar-me na cúpula de água naquele momento só atrapalharia minha agilidade, além do que, eu sempre poderia transformar partes do meu corpo em água, ou ele inteiro para me defender de um ataque.  Como ultima parte de meu ataque para enfraquecer a manticora, eu tentaria fazer com que ela obtivesse as sensações obtidas em auto mar por aqueles que temiam as águas. Isso poderia fazer com que meus ataques com a espada fossem facilitados.
Armas:
Invisible Heart- uma espada dilapidada em ferro estígio,  ao tocar na pele de um semideus faz com que veneno paralisante adentre sua pele. Além é claro das feridas normais. Em descanso, o objeto se transforma em um fino anel, com três pequenos tridentes. Ao toque do tridentes do meio, o corpo da semideusa se torna total e completamente invisível, tanto para monstros quanto para demais semideuses, o cheiro e o caminhar são camuflados pelos sons e cheiros do local aonde o semideus se encontra. Ao tocar os três tridentes, o anel se transforma na espada.
Poderes Ativos:
Mutação Aquática II - Capacidade de transformar todo do corpo em água, podendo assim fazer a arma do adversário passar reto pela parte liquida do corpo sem ser machucado ou atingido pelo golpe.
Poderes Passivos:
Enjoo Naval Severo: Agora você consegue gerar um forte desconforto em seus alvos, podendo fazê-los ficarem tontos, com a visão embaçada, e ter a sensação de que tudo está girando e se dissolvendo sob seus pés.


Tessa Samantha Clarissa Henz
It's no rigth, but is okay!


avatar
Tessa S. Henz
Filhos de Poseidon
Filhos de Poseidon

Mensagens : 294

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: The Game - O Massacre

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 4 de 7 Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum