The Blood of Olympus
Para visualizar o forum é necessário estar cadastrado, por favor registre-se no rpg ou entre em sua conta. É necessário estar cadastrado para ver as informações contidas no forum. Lembre-se de usar nome e sobrenome, não se cadastrar usando nomes geralmente utilizados por Hacker. Exemplo: "Barum" "Hakye" e por ai vai. Bem vindos.

Ficha para Fantasma (Mortos)

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Ficha para Fantasma (Mortos)

Mensagem por Artemis em Ter Jan 20, 2015 10:06 am


NOME COMPLETO

HISTÓRIA DE COMO MORREU COM NO MÍNIMO 20 LINHAS. (WORD/ARIAL-12)
A historia deve narrar sua morte e conter um motivo viável para que tenha permanecido preso à Terra, seja uma maldição, uma pendência em vida inacabada, seja criativo e surpreenda.
OBS: NÃO SERÃO TOLERADOS ERROS ORTOGRÁFICOS.
IDADE DA MORTE
OPÇÃO SEXUAL
MÃE/PAI DIVINO


Mais sobre você on.
CARACTERÍSTICAS FÍSICAS

Mínimo cinco linhas (word/arial - 12)

CARACTERÍSTICAS PSICOLÓGICAS.

Mínimo cinco linhas (word/arial - 12)

Responda :

Por que escolheu esse grupo ?
Porque devo aceita-lo no grupo?
Apelidos :
Um segredo ?
O que mais te irrita ?



Adicionais
Sobre você

Um medo?
Gostos e Desgostos?
Se descreva em apenas uma palavra?

Redes sociais

Facebook :
Twitter :
Tumblr :
Skype :

OBS : Apenas se quiser colocar. Caso não queira deixe os espaços acima em branco.

Fale um pouco de você.

Não tem mínimo de linhas. Mas fale como costuma agir com as pessoas, faz amizade fácil ? É esperto(a) ?
Conte-nos sobre você.


Código por Oyuki ♣ 2012


Spoiler:

Código:
<link href='http://fonts.googleapis.com/css?family=Yanone+Kaffeesatz:200' rel='stylesheet' type='text/css'><div style="width: 500px; margin: 0 auto; background: ‪#‎423A5F‬; padding: 10px 0px; border-top-left-radius: 300px; border-bottom-left-radius: 100px; border-right: solid 20px #755779" >
<div style="height: 210px;"><div style="width:200px; height: 200px; border: solid 5px #755779; border-radius: 50%; float: left; background: url(IMAGEM DO SEU PP 200X200);"></div><div style="float:right; width: 290px;"><div style="font-family: Yanone Kaffeesatz; font-size:36px; color: ‪#‎FFF‬; text-align:right; padding: 8px 4px;">NOME COMPLETO</div><div style="background: #755779; border-radius: 30px 0px 0px 30px; margin-left: 5px; font-size:11px; padding: 10px 0px 10px 15px; text-align:justify; font-family: calibri; color: white; height:110px; line-height: 110%; margin-right: -20px;"><div style="height:110px; padding-right:5px; overflow: auto; opacity: 0.6;">
HISTÓRIA DE COMO MORREU COM NO MÍNIMO 20 LINHAS. (WORD/ARIAL-12)
A historia deve narrar sua morte e conter um motivo viável para que tenha permanecido preso à Terra, seja uma maldição, uma pendência em vida inacabada, seja criativo e surpreenda.
OBS: NÃO SERÃO TOLERADOS ERROS ORTOGRÁFICOS.
</div></div><div style="background: ‪#‎D08077‬; border-radius: 10px 0px 0px 10px; padding: 0px 5px; margin-left: 33px; color: #423A5F; font-size:11px; font-family: calibri; text-transform: uppercase; text-align: right; letter-spacing: 2px;">IDADE DA MORTE</div><div style="background: ‪#‎F9B07D‬; border-radius: 10px 0px 0px 10px; padding: 0px 5px; margin-left: 66px; color: #423A5F; font-size:11px; font-family: calibri; text-transform: uppercase; text-align: right; letter-spacing: 2px;">OPÇÃO SEXUAL</div><div style="background: ‪#‎FDD18A‬; border-radius: 10px 0px 0px 10px; padding: 0px 5px; margin-left: 100px; color: #423A5F; font-size:11px; font-family: calibri; text-transform: uppercase; text-align: right; letter-spacing: 2px;">MÃE/PAI DIVINO</div></div></div>

<div style="font-family: Yanone Kaffeesatz; font-size:36px; color: white; text-align:right; padding: 8px 4px;">Mais sobre você on.</div><div style="background: #755779; border-radius: 20px 0px 0px 20px; margin-left: 50px; font-size:11px; padding: 15px 0px; text-align:right; font-family: calibri; color: white; line-height: 115%; letter-spacing:1px;"><div style="background: #423A5F; border-radius: 10px 0px 0px 10px; padding: 1px 20px; margin-left: 100px; color: #D08077; font-size:18px; font-family: calibri; text-transform: uppercase; text-align: left; letter-spacing: 5px; margin-bottom: -5px; margin-right:-20px;">CARACTERÍSTICAS FÍSICAS</div>
Mínimo cinco linhas (word/arial - 12)

<div style="background: #423A5F; border-radius: 10px 0px 0px 10px; padding: 1px 20px; margin-left: 200px; color: #F9B07D; font-size:18px; font-family: calibri; text-transform: uppercase; text-align: left; letter-spacing: 5px; margin-bottom: -5px; margin-right:-20px;">CARACTERÍSTICAS PSICOLÓGICAS. </div>
Mínimo cinco linhas (word/arial - 12)

<div style="background: #423A5F; border-radius: 10px 0px 0px 10px; padding: 1px 20px; margin-left: 200px; color: #F9B07D; font-size:18px; font-family: calibri; text-transform: uppercase; text-align: left; letter-spacing: 5px; margin-bottom: -5px; margin-right:-20px;">Responda : </div>
Por que escolheu esse grupo ?
Porque devo aceita-lo no grupo?
Apelidos :
Um segredo ?
O que mais te irrita ?

</div><div style="background: #D08077; border-radius: 10px 0px 0px 10px; padding: 0px 5px; margin-left: 100px; color: #423A5F; height:10px;"></div><div style="background: #F9B07D; border-radius: 10px 0px 0px 10px; padding: 0px 5px; margin-left: 150px; height:10px;"></div><div style="background: #FDD18A; border-radius: 10px 0px 0px 10px; padding: 0px 5px; margin-left: 200px; height:10px;"></div>

<div style="font-family: Yanone Kaffeesatz; font-size:36px; color: white; text-align:right; padding: 8px 4px;">Adicionais</div><div style="background: #755779; border-radius: 20px 0px 0px 20px; margin-left: 50px; font-size:11px; padding: 15px 0px; text-align:right; font-family: calibri; color: white; line-height: 115%; letter-spacing:1px;"><div style="background: #423A5F; border-radius: 10px 0px 0px 10px; padding: 1px 20px; margin-left: 100px; color: #D08077; font-size:18px; font-family: calibri; text-transform: uppercase; text-align: left; letter-spacing: 5px; margin-bottom: -5px; margin-right:-20px;">Sobre você</div>
Um medo?
Gostos e Desgostos?
Se descreva em apenas uma palavra?

<div style="background: #423A5F; border-radius: 10px 0px 0px 10px; padding: 1px 20px; margin-left: 200px; color: #F9B07D; font-size:18px; font-family: calibri; text-transform: uppercase; text-align: left; letter-spacing: 5px; margin-bottom: -5px; margin-right:-20px;">Redes sociais</div>
Facebook :
Twitter :
Tumblr :
Skype :

OBS : Apenas se quiser colocar. Caso não queira deixe os espaços acima em branco.

<div style="background: #423A5F; border-radius: 10px 0px 0px 10px; padding: 1px 20px; margin-left: 50px; color: #FDD18A; font-size:18px; font-family: calibri; text-transform: uppercase; text-align: left; letter-spacing: 5px; margin-bottom: -5px; margin-right:-20px;">Fale um pouco de você.</div>
Não tem mínimo de linhas. Mas fale como costuma agir com as pessoas, faz amizade fácil ? É esperto(a) ?
Conte-nos sobre você.
</div><div style="background: #D08077; border-radius: 10px 0px 0px 10px; padding: 0px 5px; margin-left: 100px; color: #423A5F; height:10px;"></div><div style="background: #F9B07D; border-radius: 10px 0px 0px 10px; padding: 0px 5px; margin-left: 150px; height:10px;"></div><div style="background: #FDD18A; border-radius: 10px 0px 0px 10px; padding: 0px 5px; margin-left: 200px; height:10px;"></div>

<div style="text-align:right; color: #755779; font-size: 10px; font-family: calibri; text-transform: uppercase; padding: 0px 2px;">Código por <a href="http://www.oursourcecode.net/u16" style="color: #755779; text-decoration:none;">Oyuki</a> ♣ 2012 </div></div>


Artemis
goddess of
the moon
avatar
Artemis
Deuses Olimpianos
Deuses Olimpianos

Mensagens : 150
Data de inscrição : 08/06/2014
Idade : 19
Localização : Monte Olimpo

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ficha para Fantasma (Mortos)

Mensagem por Martus Sheen Hyung em Dom Fev 01, 2015 2:56 pm


Martus Sheen Hyung

É exatamente como dizem a vida é difícil a morte? Bem essa é muito fácil para aqueles que podem descansar em paz...
Eu tinha cerca de 15 anos quando tudo aconteceu nunca pensei encontrar uma garota pela qual pudesse me apaixonar completamente e sua historia de vida e agora minha historia de morte, eu sabia minha descendência divina desde muito novo cresci cercado por armas em um acampamento em São Francisco esse pertencia aos romanos e fui incubido a uma missão para proteger a filha de Plutão durante sua jornada na cidade, deveria lhe passar informações conforme essa se desenvolvesse eu seria seu protetor fiel. Adentrei a escola um mês antes de sua chegada na época eu não sabia o que o futuro reservara para mim ainda mais como filho de vênus, digamos que não se espera muito dos proles da deusa mesmo sabendo que somos mais capacitados que muitos na maioria das vezes, eu dominava cada sentimento proveniente em meu corpo até conhecer a senhorita Yongwa em sua cidade, ela era mais nova na época por apenas dois anos e ainda assim eu descobrira que aquela garota em tão pouco tempo era incrível e eu a queria a todo custo.
Durou apenas um mês talvez um pouco mais eu ia contar-lhe naquele dia que amava quando o ginásio fora invadido pelo leão de Nemeia Ailee desprotegida sequer sabia lutar não tinha dado tempo pra muita coisa e quando vi já havia me jogado em sua frente lutando com o monstro e sendo consumido por chamas fazendo minha alma se depreender de meu corpo me levando aos grandes salões do julgamento- Ele ira para os campos Elísios- Alguém bateu o martelo ao canto- Não ele não vai! -Outra voz falou a fundo- A alma dele é um tributo a mim e com ele eu decidirei o que fazer- Era uma mulher quem falava pude notar pelo timbre suave e quando voltei a piscar já não me encontrava mais no mundo inferior e sim em um cemitério onde uma bela ruiva chorava por cima do tumulo, do meu tumulo e a garota era Ailee e acima dela se encontrava a presença impotente de minha mãe amaldiçoando a garota que eu amava- Não pode fazer isso Lady Vênus- Tentei me impor- Me deixe livre e deixe a garota em paz- A todo custo tentou se fazer ouvido nada funcionou e em uma maldição que duraria tempo demais Martus estava condenado a terra preso a alma de Ailee até que a garota alcançasse seus 21 anos de idade.

IDADE DA MORTE-17 Anos
OPÇÃO SEXUAL-Hetero
MÃE/PAI DIVINO-Vênus


Mais sobre você on.
CARACTERÍSTICAS FÍSICAS

Coreano de olhos puxados e pele branca cabelos levemente avermelhados lisos em um corte retro com a moda de dois anos atras, rosto assimétrico com um sorriso brincalhão agora um tanto entristecido pelos anos amaldiçoado, olhos castanhos corpo sarado com um tanquinho lindo porque por favor né eu sou muito gostoso, estatura mediana para um rapaz da idade que morreu.

CARACTERÍSTICAS PSICOLÓGICAS.

Divertido, brincalhão e protetor faria tudo por alguém que ama comprovado logo acima após morrer por uma garota que deveria a todo custo proteger, em vida gostava de fazer brincadeiras na verdade ainda gosta estando com Ailee tem a função de encher seu saco até a garota ficar muito irritada pois ele a acha linda quando está zangada, gosta de aprontar com os outros os assustando vez ou outra, ou fazer casais se desenrolarem em suas conquistas.

Responda :

Por que escolheu esse grupo ?  Trama pessoal em desenvolvimento da caçadora de Artemis Ailee, como ela precisava de um parceiro fantasma me dispus a ajuda-la alem do que creio que sou apto a fazer um personagem legal estando com a conta.
Porque devo aceita-lo no grupo? Porque eu fiz uma ficha enorme só pra ganhar a cor do grupo '-' se me recusarem seria sacanagem com a minha cara.
Apelidos : Tutuzinho ¬¬ mentira não tenho um.
Um segredo ? Queria voltar a vida pra fazer Ailee desistir de ser caçadora.
O que mais te irrita ? Ter morrido ser se quer ter beijado a garota



Adicionais
Sobre você

Um medo? Perder aqueles que ama
Gostos e Desgostos? Muitas coisas se for fazer a lista ficara grande demais, desgostos? Cada ser que pisa na terra e não da valor na vida que tem.
Se descreva em apenas uma palavra? Morto

Redes sociais

Facebook :
Twitter :
Tumblr :
Skype :

OBS : Apenas se quiser colocar. Caso não queira deixe os espaços acima em branco.

Fale um pouco de você.

Não tem mínimo de linhas. Mas fale como costuma agir com as pessoas, faz amizade fácil ? É esperto(a) ?
Conte-nos sobre você.
Tenho nada pra falar não


Código por Oyuki ♣ 2012
avatar
Martus Sheen Hyung
fantasmas
fantasmas

Mensagens : 23
Data de inscrição : 01/02/2015

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ficha para Fantasma (Mortos)

Mensagem por Artemis em Dom Fev 01, 2015 7:35 pm

Ficha Aceita.


Artemis
goddess of
the moon
avatar
Artemis
Deuses Olimpianos
Deuses Olimpianos

Mensagens : 150
Data de inscrição : 08/06/2014
Idade : 19
Localização : Monte Olimpo

Voltar ao Topo Ir em baixo

O autor desta mensagem foi removido do fórum - Ver a mensagem

Re: Ficha para Fantasma (Mortos)

Mensagem por Afrodite em Dom Abr 05, 2015 9:49 pm

Ficha aceita.
avatar
Afrodite
Deuses Olimpianos
Deuses Olimpianos

Mensagens : 506
Data de inscrição : 01/03/2014
Localização : Olimpo

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ficha para Fantasma (Mortos)

Mensagem por Shin Baek Hyun em Sab Out 15, 2016 11:20 am


Shin Baek Hyun

A história de um semideus geralmente é repleta de glória e batalhas contra monstros, geralmente a última ele vence com aparente facilidade. Ele tem um nêmesis, um grande desafio, que sempre é vencido por sua perspicácia e a grande extensão de seus poderes.

Mas nem todo semideus consegue um ticket de entrada para o grupinho seleto de heróis. Alguns poucos vivem se esforçando, e antes que de fato consigam esse status, acabam superados de forma súbita por algum infortúnio, um infeliz acaso do destino. Esse é o meu caso.

Imagine você, que minha vida toda fora relativamente normal, apesar da ausência de um pai. Minha mãe, uma flautista de renome em Seoul, tinha me criado sozinha, com o dinheiro que ganhava de shows por toda a Coreia, junto com seu grupo de músicos. Eu tinha rodado o país junto com ela, sem nunca imaginar que era filho de um deus grego. De fato, eu só iria descobrir minha descendência quando completara 16 anos, durante uma viagem com minha mãe para os Estados Unidos. Ela me levara até uma floresta perto de uma Rodovia, para uma aparente caminhada, até um arco de pedra. O Acampamento Meio-Sangue. Pacientemente, ela me explicou da história dela com o deus Apolo, como eles viveram um romance longo e duradouro, mas para minha própria segurança ele tinha deixado eu e ela sozinhos, para evitar a atenção de monstros e etc.

Pois é, essa bomba de informações veio em um dia. Em apenas um dia, eu fora deixado em um Acampamento cheio de gente estranha, acompanhado logo que entrei por um homem que tinha o corpo de um cavalo. Quíron, o centauro dos mitos que eu tinha visto no colégio. Mas agora, você deve imaginar que eu fui levado para a Casa Grande, e então descansei um pouco depois de comer um delicioso jantar, no chalé lotado de Hermes, certo? Errado. A curiosidade sempre tinha sido um ponto negativo meu, e logo depois da janta eu aproveitei o tumulto momentâneo para escapar para a praia. Sempre tinha gostado do mar, ele despertava em mim uma sensação de paz que eu nunca, jamais conhecera em nenhum outro lugar. Sentando na areia, eu assisti as ondas arrebentando silenciosamente, respirando fundo enquanto começava a pensar sobre todas as informações que tinha acabado de descobrir.

E foi então que a vi, saindo do mar. Seria uma deusa? Com certeza era a garota mais bela que eu já tinha visto em toda a minha vida. O ar se recusava a entrar enquanto eu a olhava silenciosamente e em espanto. Seus cabelos molhados grudados contra a pele, o corpo escultural da garota. Ela esbanjava perigo e sedução, pureza e veneno ao mesmo tempo. Quem era aquela mulher? Ainda hoje não tenho certeza de como ela não me viu parado ali, na areia, completamente boquiaberto com sua beleza, mas ela passou direto por mim, e como um zumbi eu a segui, na direção da floresta, sem pensar muito sobre o que estava fazendo. Meu coração batia rapidamente, e tudo o que eu queria era poder tocá-la, segurar um pouco da luz que ela passava. Eu queria aquela luz para mim. Depois de alguns passos dentro da floresta, ela olhou para trás e pareceu notar minha presença, seus olhos verdes pareceram me congelar onde estava, uma mescla de fúria e surpresa.

De repente ela sumiu. A luz acabara. O ar invadiu meus pulmões como um corte gelado e penetrante, me fazendo ofegar por alguns segundos. Eu gritei para a garota que não conhecia, as lágrimas desciam pelo meu rosto de forma inconsciente, enquanto andava as cegas pela floresta escura. Por horas eu andei, sem parar pra respirar, a procurando, até que um par de olhos vermelhos logo adiante me fez estacar. Aqueles eram diferentes da calmaria que os olhos verdes dela me passavam. Eram mortais, cheios de ódio. Eles foram se aproximando de mim, e logo ele saiu dos arbustos, revelando um corpo enorme de um cachorro, expondo dentes afiados com uma baba que pingava no chão, com a gana de esmagar ossos. Antes que eu pudesse gritar, o monstro pulou sobre mim, e sua mandíbula se fechou contra o meu peito, me jogando com um tranco violento no chão.

Não tive tempo de pensar enquanto ele trucidava meu corpo. Não tive tempo de chorar, de sentir dor, de ter um "flashback" da minha vida. Meus olhos permaneceram abertos enquanto o monstro acabava com a minha vida, e por entre as árvores, eu a vi novamente, olhando a cena fixamente, como que quisesse ajudar mas algo a impedisse. Levantei a mão inconscientemente, com um esforço quase que impossível, como se um pedregulho estivesse amarrado contra ela. E a boca do monstro se fechou contra o meu rosto. E era escuridão. E silêncio. Permaneceu assim por muito tempo. Será que eu conseguiria abrir os olhos se quisesse? Tentei, mas não consegui. Eu queria acordar, mas não podia. Queria correr atrás dela. Eu não podia morrer sem saber quem ela era, não era justo. A imagem dela pareceu brilhar no fundo da escuridão, primeiramente fraco, ficando cada vez mais forte, e mais forte, até que me cegou. A luz era muita. Queimava meu corpo por inteiro.

Abri os olhos. Eu estava olhando para o céu, por entre árvores. Assustado, eu me levantei, olhando ao redor. Eu estava na floresta, na mesma floresta que aquele monstro tinha me esquartejado. Com medo, comecei a olhar pra baixo. Aquele era meu tênis, coberto de sangue. Levantei a cabeça de forma brusca, com medo de olhar o resto. Eu não queria me ver morto (sim, eu sabia que tinha morrido), aquilo era a própria definição de "aterrorizante". Levantando-me, "respirei fundo", virando o que pensava ser meu corpo para o lado contrário de onde eu tinha acabo de ser morto, e caminhei para fora da floresta. Assim que cheguei nos arredores, vi que alguns semideuses já faziam suas atividades diárias, e sem ter certeza se eles me viam, fui andando cautelosamente na direção dos chalés. Eu tinha que avisar a Quíron o que tinha acontecido. Não tinha certeza se ele podia fazer alguma coisa por mim, mas acho que nesse momento eu devia estar no Mundo Inferior, e não andando na terra como um Gasparzinho.

Passando pelos chalés, uma luz estranha me fez estacar novamente. Eu conhecia aquela vibração. Aquele cheiro de mar. Aqueles olhos que olhavam pela janela. Penetrando minha alma, agora exposta, me analisando por dentro. Era ela. A garota da praia. Com meu coração batendo rapidamente (se eu tivesse ele, provavelmente estaria batendo), corri para a entrada do chalé. Eu precisava falar com ela, precisava pedir desculpas pelo que tinha feito. Ela tinha se assustado com minha presença, tinha visto uma cena horrenda de morte. Não deixaria ela sozinha. Atravessei o portal, sem nem reparar no tridente desenhado na porta do Chalé nº 3.
16
Hétero
Apolo


Mais sobre você on.
CARACTERÍSTICAS FÍSICAS

Cabelo loiro e curto, a tão conhecida face asiática, comumente encontrada em Seoul. Não tem um corpo muito atlético, mas também não é exatamente magro, graças a sua constante prática de esportes no colégio coreano. Seus olhos são castanho claro, mas que parecem se tornar escuros quando expostos ao sol, em resposta a sua descendência. Tem cicatrizes pelo corpo, provavelmente resultado de sua morte, refletida no seu corpo fantasmagórico agora.

CARACTERÍSTICAS PSICOLÓGICAS.

Costumava ser um garoto divertido, sempre piadista, durante a sua vida. Era o tipo de garoto que buscava qualquer desculpa para fazer uma festa ou um encontro com garotas. Sempre foi leal com seus amigos e amigas, e tinha um apego imenso a mãe, que deixou de ver ao entrar no Acampamento. Pelo dinheiro que sua mãe fazia, costuma ser um pouco "nojento" com relação ao que come e veste, mas não chega a ser esnobe com outras pessoas.

Responda :

Por que escolheu esse grupo? R.: Porque tenho uma trama para fazer com uma certa pessoa aí :3
Porque devo aceita-lo no grupo? R.: Porque a minha ficha ficou boa e a história aceitável?
Apelidos: Baek / B
Um segredo? R.: Baek já teve um caso homossexual durante uma das turnês de sua mãe.
O que mais te irrita? R.: Perfume forte.



Adicionais
Sobre você

Um medo? R.: Aranhas
Gostos e Desgostos? R.: Chocolate / Azeitona
Se descreva em apenas uma palavra? R.: Rapper

Redes sociais

Facebook :
Twitter :
Tumblr :
Skype :

OBS : Apenas se quiser colocar. Caso não queira deixe os espaços acima em branco.

Fale um pouco de você.

Hmm... Acho que as pessoas já conhecem o meu jeito. Não tenho muito o que dizer -q


Código por Oyuki ♣ 2012
avatar
Shin Baek Hyun
fantasmas
fantasmas

Mensagens : 8
Data de inscrição : 14/10/2016

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ficha para Fantasma (Mortos)

Mensagem por Zeus em Dom Out 16, 2016 11:23 am

Ficha aceita bem vindo.


Lorde Zeus
avatar
Zeus
Deuses Olimpianos
Deuses Olimpianos

Mensagens : 1097
Data de inscrição : 01/09/2014

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ficha para Fantasma (Mortos)

Mensagem por Calum Käldestad Norlander em Dom Out 30, 2016 9:26 pm

CALUM NORLANDER
Por alguma razão naquela noite, após ter tido feito todo o meu trajeto do dia, resolvi voltar para o acampamento com todas as minhas bagagens. As almas infantis tremeluziam chorosas, caídas em cada lado dos meus braços.  Elas suspiravam lamentando, aliviadas por terem morrido naquele bombardeio pouco abaixo da faixa litorânea européia.

E eu estava contente, pois já estava particularmente cansado de simplesmente estender os meus braços e roubar cada alma. É como se o gosto nojento de atentados viessem me alimentando a dias e modéstia parte, não suporto ganhar peso. Sou o tipo de morte atlética. Quero estar com uma boa aparência através do capuz escuro para pegar o meu presente.

Pisei entre o céu dos semideuses, ali haviam cores muito diferentes das quais me habituei a enxergar nas últimas semanas. Verde, azul, laranja e um lindo tom rosa muito mais gentil que o vermelho bordado que assistia cair melindrosamente dos corações iraquianos.- ou o da noiva que ontem abracei, vendo largar o noivo no altar com um último suspiro e olhos lacrimejados.- estava sendo uma boa razão para sorrir abobado. Aqui existe uma atmosfera que dali um tempo todos se despediriam. Por bem, ou por mal.

Sabe por que eu sei? Porque eu sou um sábio, oras! Nenhum escritor até hoje soube manifestar o dado real de como é partir. Eu por exemplo vi dezenas, centenas ou bilhares delas. As vezes,  me bate pena e outras uma vontade absurda de rir. Mas no fim sempre acabo de braços cruzados, fingindo estar confuso como entender que um bebê que nasce hoje, algum dia estará em meus dois braços.

Por fim, me sentei na beira do lago. Era de noite e começava a bocejar até sentir um movimento em minhas costas. Um garoto, estranhamente outro garoto. Ele estava com algo metálico debaixo do braço logo logicamente, uma espada e uma mão próxima ao rosto como se escondesse alguma marca que cruzavam lances galáticos de sua pele.  Não pude deixar de notar que seu corpo sangrava porém.

Aos fundos uma voz vinha incessante, fazendo com que me contorça para enxergar através das folhas. O sujeito era idêntico a ele no entanto, seria o legítimo portador da arma que feriu o outro. Carregava um semblante obscuro e uma intenção tão negra propriamente reconhecida por alguém como eu. Gritos exasperados foram trocados, deveriam estar brigando a inúmeras horas e estaria longe de terminar. Ele então eleva a lâmina e o gêmeo em defesa, apenas exclama ser um saco de ossos.

A meus ouvidos, sentia agudos infiéis. Provavelmente eles não enxergam que o meu serviço é sério e por isto, não dão crédito em se ameaçarem.

Um grito então ecoou e vi um rastro vermelho colorir o gramado esverdeado. Meus braços automaticamente se esticaram pendendo a pegar o meu novo prêmio. A água sacolejou e uma luz cegante a meus olhos me fez cambalear. Uma última frase como “... eu sei a verdade.”, me fez ficar imóvel. O corpo se chocou ensanguentado com um furo impermeável no eixo do pescoço e um corte diagonal no peito.

Sei que isso é ser como um juiz, mas uma das causas que defendo entre os humanos é a vingança e naquele momento em que percrustei-me pensando ; Por que não?

As íris azuis daquele pequeno rebento estavam ainda abertas quando deslizei como um espírito para observá-lo e ao tocar seus dedos oscilantes acima da cabeça, vi toda a memória. Uma traição humana sempre é podre. A quem dotava-se de Calum já tinha seus dias contados. Me contive ponderado em não rir e é claro, os reflexos dos dias anteriores e suas supostas zonas de riscos já corridos, o abracei com um braço.

Apesar de seu corpo ter afundado e sido dilacerado por apenas peixinhos mais que carnívoros, aprofundei em resgatar a sua alma desbotada de vértebras visíveis me cuidado para que não derretesse nas profundezas do inferno e naveguei.

Ele suava mesmo já sem vida e contra as manchas crescentes do solo agora encoberto por sombras substâncias de nossos corpos, o vi murmurar uma oração.  Deparei-me calado enquanto analisava sua fisionomia magra e olhos revirados. Aproximei meus lábios de um de seus ouvidos e murmurei o que somente era verdade.  “ Você não tem rosto. Você não tem corpo. Precisará satisfazer a informação que tens para que descanse em paz. Considere que a morte foi boazinha somente por hoje. Sua maldição será  cobiça.”
17 ( Quando morreu ) 27 ( Hoje )
DESCONHECIDO
PERSÉFONE
Mais sobre você on.
CARACTERÍSTICAS FÍSICAS

Pele extremamente pálida e olhos azulados. Um lado de seu rosto é marcado por uma mancha escura e sua blusa, sempre laranja como corresponde tal acampamento,  possui uma mancha longa irreversível de sangue. Tem uma estatura alta apesar de sempre andar encurvado e tem o grande costume de coçar a nuca mantendo a cabeça sempre voltada para o chão. Seus cabelos são curtos e grisalhos como um topete onipresente. É magro, pouco atlético e exibe lábios corados e dentes assustadoramente alinhados.
CARACTERÍSTICAS PSICOLÓGICAS.


Calum possui uma personalidade bastante variada. Dificilmente conseguiremos acertar um traço de sua personalidade já que ele vive em um limbo constante entre o garoto-duelista-divertido-vivo ao garoto-simplesmente-morto. Ele finge diante dos vivos, ser algo que um dia foi. Diante dos dele, ele é algo misterioso. Comunica-se boa parte do tempo como alguém muito velho e age quase sempre com sabedoria. Fica violento quando pressionado mostrando o real poder do que é estar aprisionado num mundo que nem sequer desejou abandonar e muito receoso quando assiste algo que não pode impedir. Quando era vivo, admitia haver um comportamento rebelde, mas hoje tudo perceptível devido a esse novo título é a covardia contra os outros.
Responda :
Por que escolheu esse grupo ? Porque devo aceitaálo no grupo? Acho que Calum tem muito potencial. Apesar de ser um grupo pouco optado, a ideia é querer abordar um lado melo-macabro além disso, a ideia de ser um “Stephen King” do PJ pode ser divertido.
Apelidos : Call, Caly, Lander.
Um segredo ?
O que mais te irrita ?
Adicionais
Sobre você

Um medo?
Ir para o inferno.
Gostos e Desgostos?
Gostos - Chuva, escuro e florestas.
Desgosto - Soberania, lugares quentes e abafados, pessoas infantis e dramáticas.
Se descreva em apenas uma palavra?
Desinteressado.
Redes sociais

Facebook :
Twitter :
Tumblr :
Skype :
OBS : Apenas se quiser colocar. Caso não queira deixe os espaços acima em branco.
Fale um pouco de você.
Faço amizades com dificuldade,  mas creio que se me conhecerem, possam gostar. q
Código por Oyuki ♣ 2012
avatar
Calum Käldestad Norlander
fantasmas
fantasmas

Mensagens : 4
Data de inscrição : 04/10/2016
Localização : 404 File Not Found

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ficha para Fantasma (Mortos)

Mensagem por Hefesto em Seg Nov 21, 2016 10:14 am

Aceito bem vindo




SENHOR DAS FORJAS
Lorde Hefesto
Quemaqui vai permanecer?
avatar
Hefesto
Deuses Olimpianos
Deuses Olimpianos

Mensagens : 377
Data de inscrição : 28/08/2014

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ficha para Fantasma (Mortos)

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum