The Blood of Olympus
Para visualizar o forum é necessário estar cadastrado, por favor registre-se no rpg ou entre em sua conta. É necessário estar cadastrado para ver as informações contidas no forum. Lembre-se de usar nome e sobrenome, não se cadastrar usando nomes geralmente utilizados por Hacker. Exemplo: "Barum" "Hakye" e por ai vai. Bem vindos.

O Labirinto da Morghul

Página 24 de 26 Anterior  1 ... 13 ... 23, 24, 25, 26  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Re: O Labirinto da Morghul

Mensagem por Phobos em Sab Mar 28, 2015 1:27 pm

Tessa S. Henz

A filha de Poseidon decide seguir as instruções ao pé da letra, fechando os olhos e respirando mais calmamente.
No começo, pareceu que aquilo era uma perda de tempo, e logo ela se mexia de forma impaciente. Mas então, uma mudança sutil ocorreu, algo que ela quase não percebeu. O som do giz sendo riscado contra a parede tinha sumido. Na verdade, todos os sons pareciam ter sido sugados do mundo. Apreensiva com o ataque de algum monstro, Tessa abre os olhos, olhando para o teto e levantando-se outra vez. Nada parecia ter mudado, a não ser a completa falta de sonoridade.
Ela tentou bater palmas, mas assim que as mãos se encontraram, nenhum som saiu. Tentou gritar, mas obteve o mesmo resultado. Ela olhou para baixo, confusa, e então percebeu outra mudança.
Ela estava sentada, mas havia outra Tessa deitada ali no chão, com os olhos fechados.
Com o coração aos pulos, ela olhou ao redor e percebeu que tinha funcionado. Uma das garotas olhava diretamente para ela, com um sorriso. Ao seu lado, um dos desenhos que retratavam a porta estava mais vívido que os outros, e a luz verde pintada logo acima parecia piscar de verdade. Sem ignorar a loucura da ideia, Tessa se aproxima da parede e toca a porta com o dedo indicador. Uma luz muito forte se faz presente, cegando a filha de Poseidon enquanto ela sente o corpo queimar como se estivesse no meio de uma fogueira.
Então a luz foi se apagando aos poucos, e uma risada cruel invadia os seus ouvidos enquanto ela abria os olhos...

Continua na situação abaixo.

Arya Doprav / Becka Klasfox La'Fontaine / Paul Foster / Tessa S. Henz

RESUMO DA BATALHA

Arya fez com que os clones sumissem ao seu comando, e mesmo que Becka tivesse controle da movimentação deles, não tinha controle sobre a vida dos mesmos. Os clones de Arya desaparecem, deixando Becka completamente indefesa. Enquanto isso, Paul tenta fazer com que as pedras se levantem e voem contra a filha de Baco, mas novamente seu ataque falha (Dado = 14) e as pedras apenas tremem, sem se erguer no chão. Becka tenta fazer com que um clone apareça atrás de Arya, mas a mesma ainda estava invisível, e por isso nenhum clone aparece. Usando da Umbracinese, Arya faz com que uma massa escura saia do chão diretamente abaixo de Becka, se enrolando no pescoço da garota e sufocando ela aos poucos. Sem mais força pra lutar, um sonoro "crec" é ouvido quando o pescoço de Becka é quebrado pela intensidade do aperto, e a mesma cai sem vida no chão.
O deus Phobos, ainda em seu trono, bate palmas:
- Bravo! Bravo! Um exemplo de covardia em busca de uma arma poderosa. Que orgulho! - Ele solta uma gargalhada alta, olhando o corpo de Becka que começa a sumir lentamente.
Ao mesmo tempo, uma imagem aparece no meio da arena, aos poucos. Depois de alguns segundos, Tessa se materializa, literalmente, no meio do local, e vê por poucos instantes o corpo de Becka diretamente a sua frente, antes do mesmo sumir por completo. Phobos chama a atenção da garota com outra risada.
- E agora temos a nossa última semideusa ainda viva! Devo avisar-lhe, minha cara, que tome cuidado. Digamos que "o inimigo não pode ser visto". - Ele ri de sua própria piada. - Vamos, matem-se logo!

Notas e Estado Mental - Tessa S. Henz:
Ortografia/Gramática => 0
Movimentação NPC/Player => 0
Interação Semideus/Labirinto => 0
Realismo => 0
Solução do Problema => 0
Ação => 0
Perda Fixa => -3

ESTADO MENTAL => 38% (Aterrorizada)
Atingiu o Nível 6! => III Pontos de Vida

Notas e Estado Mental - Arya Doprav:
Ortografia/Gramática => 0
Movimentação NPC/Player => 0
Interação Semideus/Labirinto => 0
Realismo => 0
Solução do Problema => 0
Ação => 0
Perda Fixa => -3

ESTADO MENTAL => 68% (Amedrontada)
III Pontos de Vida

Notas e Estado Mental - Paul Foster:
Ortografia/Gramática => 0
Movimentação NPC/Player => 0
Interação Semideus/Labirinto => 0
Realismo => 0
Solução do Problema => 0
Ação => -2 (Dado = 14)
Perda Fixa => -3

ESTADO MENTAL =>
29% (Aterrorizado)
III Pontos de Vida

Notas e Estado Mental - Becka K. La'Fontaine:
Ortografia/Gramática => -1
Movimentação NPC/Player => 0
Interação Semideus/Labirinto => 0
Realismo => 0
Solução do Problema => 0
Ação => 0
Perda Fixa => -3

ESTADO MENTAL => 57% (Amedrontada)
0 Pontos de Vida => ELIMINADA

--//--

Avisos Importantes:
~> Campistas Amedrontados: Se tirarem um número nos dados entre 15 e 20, sua ação será considerada errada, mesmo que seja a certa.
~> Campistas Aterrorizados: Se tirarem um número nos dados entre 10 e 20, sua ação será considerada errada, mesmo que seja a certa.
Prazo máximo para a postagem: 30/03/2015, 23:59.
Boa sorte!

Regras do PvP:
A partir de agora, as PvPs não contarão mais tanto com a sorte, pois isso se torna injustos e tira o mérito de posts feitos cuidadosamente. Logo, usaremos os quesitos do labirinto, que vocês já conhecem (Ortografia/Gramática, Realismo, etc.). As regras gerais são:
~> Você pode atacar qualquer campista que tiver interesse. A combinação das suas 5 notas vão ser comparadas com a dele (Perceba que eu disse as CINCO notas, logo a ação ter falhado ou não nos dados não será relevante). Se você tiver perdido menos Estado Mental que o outro campista, você consegue tirar 1 ponto de vida dele. Se você tiver perdido mais Estado Mental que o outro campista, ele defenderá o seu ataque com sucesso e, portanto, não tira nada de vida. No caso de empate, ganha a disputa o semideus com o melhor Estado Mental.
~> Cada campista tem 3 pontos de vida, ou seja, ele só aguenta ser acertado três vezes até que morra, sendo eliminado do Labirinto.
~> Cada campista deve realizar NO MÍNIMO 1 ação de ataque contra UM oponente em específico, e NO MÍNIMO 1 ação de defesa geral (semideuses não são adivinhos. Não tente adivinhar o movimento do oponente).
~> No caso dos dados derem uma ação errada, você perderá os 2 pontos no quesito "Ação", como de costume, e sua ação de ATAQUE irá falhar. Sua ação de DEFESA continuará normalmente.

Ranking (Distância Percorrida / Estado Mental):
1º - Arya Doprav (Nível 6 / 68%)
2º - Tessa S. Henz (Nível 6 / 38%)
3º - Paul Foster (Nível 6 / 29%)
4º - Becka Klasfox La'Fontaine (ELIMINADA) (Nível 6)
5º - James Lane (ELIMINADO) (Nível 3)
6º - Annabeth Chase (ELIMINADA) (Nível 3)
6º - Alexia Z. Watts (ELIMINADA) (Nível 3)
8º - Isabella Fields (ELIMINADA) (Nível 2)
9º - Dimitri Romanov (ELIMINADO) (Nível 1)
avatar
Phobos
Deuses Menores
Deuses Menores

Mensagens : 618
Data de inscrição : 18/11/2014
Localização : Na sua mente...

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Labirinto da Morghul

Mensagem por Paul Foster em Seg Mar 30, 2015 8:48 pm


A Batalha Final


Um grito sufocado na garganta. Por que aquilo tudo acontecia? A minha vontade era sentar ali, de pernas cruzadas, colocar minha espada no chão ao meu lado e ficar esperando tudo aquilo acabar. Eu não conseguia mais ter o controle de meus próprios poderes e não fosse Arya, estaríamos ainda em três. Quero dizer, em quatro competidores, pois Phobos pareceu tirar uma semideusa da manga de última hora.

“Emmanuelle?” foi minha primeira impressão e quase gerou uma expressão. Mas aquela garota parecia ter meses ou alguns anos a mais que a caçadora, como se fosse uma gêmea que não entrou na caça e deixou que o tempo lhe trouxesse mudanças.

De qualquer modo, a semelhança da garota com Henz me assustava bastante.

Outra coisa que me incomodava, era a falta de noção de tempo. Há quanto tempo eu estava dentro daquilo? Eu não poderia desistir por nada daquela espada, mesmo com as mínimas chances, era tarde demais para recuar.

Cansado de ser frustrado por meus poderes, decidi focar meu ataque em golpes físicos, o que era de fato muito perigoso, mas para que eu treinara durante tanto tempo? Minha intenção era lançar minhas foices, presas nas correntes em meu pescoço, e lançar no clone de minha cunhada, ao mesmo tempo em que partia para cima dela com minha espada em punhos, pronto para por o treinamento e a experiência de batalha à prova.

Eu tinha certeza de que era rápido, mas sabia que ela poderia ser mais. Sabia que golpes aleatórios vindo de um oponente que você sequer estava vendo, é algo bastante complexo de se defender, mas sabia que uma pessoa que chegara àquele nível do labirinto não era pouca coisa, eu precisava ter uma garantia de que minhas habilidades não seriam a única defesa em meu favor e, para isso, tentaria apelar mais uma vez aos meus poderes, invocando um cão infernal que não atacaria, pois eu tinha receio de que isso causasse a perda de minha invocação e tal fato geraria a necessidade de usar novamente o poder, eu apenas queria que ele me fizesse cobertura e me impedisse de ser atingido através de um contra ataque ou algo do tipo.

Pouco antes de chegar  na garota, eu deixaria de ficar invisível para tentar fazer a invocação, mas mesmo correndo até ela, não traçaria uma linha reta, a fim de não ser localizado com facilidade nem sequer lançando as armas no início do plano.

Poderes:
✝ Invocação das Trevas: Com essa habilidade, você poderá invocar cães infernais ou outras raças provenientes do Submundo. Quanto maior seu level, mais difícil fica invocar. Cada criatura (não importa se grande ou pequena) possui 200 de HP.
Hades – 16 anos – Britânico –Guardião do Medo
credits ‹›



Paul Foster

Son of Hades – Nyx’s Demon – 16 Years Old

credits @
avatar
Paul Foster
Demônios de Nyx
Demônios de Nyx

Mensagens : 163
Data de inscrição : 19/06/2014
Idade : 18

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Labirinto da Morghul

Mensagem por Athena em Seg Mar 30, 2015 8:48 pm

O membro 'Paul Foster' realizou a seguinte ação: Lançar dados

'Campeonato do Medo' : 10


Palas Athena...
Sometimes the power must bow to wisdom. You can be strong, may have power, but if you are wise, you are all well. And more than that, yes you can defeat them. Once warned that to save the world destruiri you-your friends, maybe I was wrong.
avatar
Athena
Deuses Olimpianos
Deuses Olimpianos

Mensagens : 6446
Data de inscrição : 26/05/2013
Idade : 22
Localização : Por ai

http://www.bloodolympus.org

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Labirinto da Morghul

Mensagem por Arya Doprav em Seg Mar 30, 2015 10:38 pm



Fight...    

A satisfação é proveniente de uma ação bem sucedida. Mas aquele foi o único sentimento que não me envolveu ao ver Becka perdendo o ar. A garota caiu imóvel, minhas pálpebras não poderiam estar mais abertas. Aquela sensação de peso se intensificou e me desnorteou por milésimos de segundos. E como tudo que é ruim pode piorar, naquele Labirinto não seria diferente. Não tive tempo de deixar que as palavras de Phobos me afetassem de alguma maneira, pois o choque ao visualizar a silhueta que se materializava foi maior. Meu corpo enrijeceu e a respiração, assim como todo o resto, pareceu paralisar.
A imagem ainda tinha certa transparência, os longos cabelos castanhos emolduravam a pele branca. Se haviam sentimentos bons em minha pessoa, aquela figura era uma das que os despertava. Emmanuelle fora minha inspiração desde o primeiro contato. Uma guerreira que ganhava a admiração de todos por onde passava. Ser minha meia irmã só reforçava um dos raros laços que tenho na vida. Porém, imediatamente eu percebi que a garota que havia surgido apenas era um “clone” de Emmanuelle, era Tessa, sua irmã gêmea. Eu não a conhecia muito bem, mas poderia diferenciar pelas expressões faciais. Havia um conflito interno sobre atacar àquela que além de ter o rosto da tenente das caçadoras de Ártemis, era minha irmã. Mas a mente já estava bagunçada o suficiente para não pensar muito nessas coisas. O sentimento inexplicável por Foster jamais deixaria, mesmo sem consciência, que eu o atacasse enquanto tivesse outra escolha.
Em um piscar de olhos tudo pareceu ganhar movimento novamente. Antes que Phobos terminasse seu discurso o plano já estava traçado. Não ver Paul já não era um total problema, afinal meu alvo já estava decidido. A dificuldade seria se tentassem me atacar, mas contra isso eu manteria a invisibilidade. Continuei me deslocando pelo salão. Os pés empurravam o solo com agilidade e a dor frequente da mão machucada aumentava meu desconforto. Era a hora de meus clones voltarem. Busquei toda a minha concentração. Invoquei-os o mais rápido que poderia, um na frente, outro atrás e o terceiro no lado de Henz. Sem delongas e para evitar uma forte defesa da adversária, eles a atacariam o corpo com as foices.
Spoiler:
*Anel de Sea: Um anel que deixa o semideus invisível por quanto tempo o mesmo desejar, nem mesmo os mais perigosos monstros consegue avista-lo ou senti-lo em uso do anel da invisibilidade. O mesmo também serve como um escudo especial quando tocado no lugar correto. Sempre retorna ao dono.
Level  4

Clone das sombras – Os ceifadores podem criar Três clones cada um com um terço do poder do original que duram por ate 10 posts.
Gasta em torno de 20 de energia.
code designed by doll from the pretty odd


Arya Doprav
Poseidon's daughter -x- Thanato's reaper
avatar
Arya Doprav
Sem grupo
Sem grupo

Mensagens : 369
Data de inscrição : 11/06/2014
Idade : 19
Localização : Atrás da sua alma.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Labirinto da Morghul

Mensagem por Athena em Seg Mar 30, 2015 10:38 pm

O membro 'Arya Doprav' realizou a seguinte ação: Lançar dados

'Campeonato do Medo' : 3


Palas Athena...
Sometimes the power must bow to wisdom. You can be strong, may have power, but if you are wise, you are all well. And more than that, yes you can defeat them. Once warned that to save the world destruiri you-your friends, maybe I was wrong.
avatar
Athena
Deuses Olimpianos
Deuses Olimpianos

Mensagens : 6446
Data de inscrição : 26/05/2013
Idade : 22
Localização : Por ai

http://www.bloodolympus.org

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Labirinto da Morghul

Mensagem por Tessa S. Henz em Ter Mar 31, 2015 12:41 am


Em um minuto seus pensamentos rodam o desconhecido, fica claro que suas chances são mínimas, independente das ações que resolve implantar. Um pequeno suspiro abandonou meus lábios conforme meus pensamentos tomavam caminhos que antes eu havia repelido, os minutos se passavam rapidamente, e o temor começava a dominar meu corpo. Meus olhos se abriram em curiosidade e certo temor, aquele labirinto guardava mais suspeitas desagradáveis do que eu poderia imaginar, portanto manter meus olhos fechados por tempo em demasia poderia significar m ataque surpresa de algum monstro determinado a acabar com a minha. Grunhi frustrada, pela falta de mudanças ao mesmo tempo em que minhas sobrancelhas arqueavam-se em surpresa.

A sonoridade ali, parecia completamente nula, como se alguém houvesse roubado o som e me deixado ali para morrer com minha loucura. Bati palmas, gritei, mas nada parecia surtir efeito. A situação era enlouquecedora. Meus olhos fixaram-se no chão abaixo de mim, fazendo com que meus lábios se entreabrissem em surpresa. Eu sabia que estava sentada, no entanto havia um corpo idêntico ao meu, como um clone deitado no chão. Fosse qual fosse a loucura preparada por tio Phobos eu definitivamente não me encontrava preparada para tal coisa. Meu coração batia em disparada ao passo em que meus olhos se fixaram diretamente na garota que parecia me encarar. O sorriso em seus lábios chamou minha atenção bem antes que eu pudesse me concentrar no desenho ao seu lado.

Este parecido bem mais nítido que os outros, ao passo em que uma luz verde brilhava exultante em seu topo. A mesma luz verde que vinha me acompanhando desde de minha estrela. Sem me deixar impedir pela loucura da ideia, me aproximei da parede, tocando a porta com meu dedo indicador . Uma intensa luz se fez presente fazendo com eu ficasse temporariamente sem visão. A luz foi se apagando aos poucos, ao passo em que uma risada visivelmente cruel tomava seu lugar. Foi então que meus olhos se abriram para um novo ambiente, local esse aonde o corpo de uma garota parecia desaparecer aos poucos, ao passo em que o meu tomava seu lugar. As palavras de tio Phobos ecoaram em minha mente ao passo em que, eu preparava minha estratégia.

O inimigo poderia estar invisível, no entanto eu definitivamente não era tola a ponto de não saber como me proteger. Para minha defesa eu tentaria envolver meu corpo em uma redoma formada por fogo grego, aquele que tudo queima, ao passo em que tentaria envolver minha mente com um escudo mental impenetrável para qualquer ataque que tentassem fazer a minha mente. Esqueletos seriam invocados para me proteger cada um posicionado em um lugar estratégico. Quatro esqueletos no total, um protegeria minhas costas, outra minha frente, e os demais, cada um ficaria em um lado de meu corpo. Eu claramente poderia entrar no jogo dos demais, fossem lá em quantos eles fossem e me tornar invisível. Mas, se havia uma coisa que não valia a pena, isso seria retardar aquele jogo que estava praticamente no fim.

A parte boa, de se ter controle mental era que, apesar de você não vê quem o cerca, pode sentir sua mente. Meu alvo seria aquela que me parecia menos conturbada, e visivelmente desprotegia. Eu não poderia dizer aonde se encontrava sua posição exata, mas eu obtinha certa ideia da onde ela poderia se encontrar. Eu tentaria invadir sua mente, enviando mensagens perturbadoras a respeito de seu amado, e da pessoa da qual ela obtinha mais ciúmes. Brincar um pouco com sua mente, ao passo em que minha mão livre criaria balas de energia buscando acerta-la. Oh sim! Eu sabia que eles eram dois, no entanto eu sabia que se tentasse atacar ambos, estaria completamente enfraquecida. Poderia se dizer covardia tendo dois contra um, no entanto eu definitivamente não me importava. Como diria mamãe, uma Henz deve lutar mesmo quando tudo parece perdido. A espada balançando em meu pescoço ainda em sua forma de colar era apenas um lembrete disso.
Poderes:
Bala de Energia
O campista pode disparar pequenas esferas de energia elétrica no adversário. Não é fatal, mas pode ser útil, principalmente para fazer com o que adversário hesite ou se machuque gravemente.(benção de Zeus)
Benção de Hera - Controle mental
A semideusa agora tem o poder de controlar a mente de outro semideus e de si próprio sem dificuldade alguma. Alem disso, a semideusa pode manipular as memorias de seus adversários a seu favor, implantando a discórdia amorosa, mesmo que o mesmo não possua alguma relação. O adversário ficará atordoado e não atacara por 2 turnos.


Fogo Grego 2
O semideus pode criar e controlar um pequena quantidade de Fogo Grego, equivalente a três tochas. ( Presente de Natal de Héstia)

Submissão: Invoca Esqueletos que servem/protegem o usuário. Há cada 1 level, o tempo de vida dos esqueletos no mundo humano aumenta em 1 turno. Só podem ser usados 1 vez em batalha ou missão. (Benção de Hades) (premio do concurso de Natal)
avatar
Tessa S. Henz
Filhos de Poseidon
Filhos de Poseidon

Mensagens : 266
Data de inscrição : 21/06/2013

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Labirinto da Morghul

Mensagem por Athena em Ter Mar 31, 2015 12:41 am

O membro 'Tessa S. Henz' realizou a seguinte ação: Lançar dados

'Campeonato do Medo' : 4
avatar
Athena
Deuses Olimpianos
Deuses Olimpianos

Mensagens : 6446
Data de inscrição : 26/05/2013
Idade : 22
Localização : Por ai

http://www.bloodolympus.org

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Labirinto da Morghul

Mensagem por Phobos em Qui Abr 02, 2015 6:50 pm

Arya Doprav / Paul Foster / Tessa S. Henz

RESUMO DA BATALHA

Cansado de ver seus poderes falharem repetidas vezes, Paul tenta um ataque mais direto, e mesmo assim não conseguiu acertar o ataque contra a garota (Dado = 10), as foices passaram longe de Tessa que continuou "bem". O ataque de Tessa, no entanto, tampouco surtiu efeito. Apesar de ser um ataque mental e sagaz, ela ainda não sabia a localização de Arya, e por esse motivo nenhum de seus ataques não deu certo (nada na descrição da habilidade usada diz que "localiza mentes próximas"). A Ceifadora tenta o mesmo ataque que tinha usado contra Becka outra vez, e talvez por sorte, ele dá certo. Os esqueletos invocados por Tessa ainda tentam impedir os ataques dos clones, mas mesmo assim uma das foices ainda acerta a barriga de Tessa, abrindo um corte profundo e tirando I Ponto de Vida dela.

Notas e Estado Mental - Paul Foster:
Ortografia/Gramática => 0
Movimentação NPC/Player => 0
Interação Semideus/Labirinto => 0
Realismo => 0
Solução do Problema => 0
Ação => -2 (Dado = 10)
Perda Fixa => -3

ESTADO MENTAL => 24% (E.d.I.)
III Pontos de Vida

Notas e Estado Mental - Arya Doprav:
Ortografia/Gramática => 0
Movimentação NPC/Player => 0
Interação Semideus/Labirinto => 0
Realismo => 0
Solução do Problema => 0
Ação => 0
Perda Fixa => -3

ESTADO MENTAL => 65% (Amedrontado)
III Pontos de Vida

Notas e Estado Mental - Tessa S. Henz:
Ortografia/Gramática => 0
Movimentação NPC/Player => 0
Interação Semideus/Labirinto => 0
Realismo => -1
Solução do Problema => 0
Ação => 0
Perda Fixa => -3

ESTADO MENTAL => 34% (Aterrorizada)
II Pontos de Vida

--//--

Avisos Importantes:
~> Campistas Amedrontados: Se tirarem um número nos dados entre 15 e 20, sua ação será considerada errada, mesmo que seja a certa.
~> Campistas Aterrorizados: Se tirarem um número nos dados entre 10 e 20, sua ação será considerada errada, mesmo que seja a certa.
~> Campistas no Estado de Insanidade (E.d.I.): Se tirarem um número nos dados entre 05 e 20, sua ação será considerada errada, mesmo que seja a certa.
Prazo máximo para a postagem: 04/04/2015, 23:59.
Boa sorte!

Regras do PvP:
A partir de agora, as PvPs não contarão mais tanto com a sorte, pois isso se torna injustos e tira o mérito de posts feitos cuidadosamente. Logo, usaremos os quesitos do labirinto, que vocês já conhecem (Ortografia/Gramática, Realismo, etc.). As regras gerais são:
~> Você pode atacar qualquer campista que tiver interesse. A combinação das suas 5 notas vão ser comparadas com a dele (Perceba que eu disse as CINCO notas, logo a ação ter falhado ou não nos dados não será relevante). Se você tiver perdido menos Estado Mental que o outro campista, você consegue tirar 1 ponto de vida dele. Se você tiver perdido mais Estado Mental que o outro campista, ele defenderá o seu ataque com sucesso e, portanto, não tira nada de vida. No caso de empate, ganha a disputa o semideus com o melhor Estado Mental.
~> Cada campista tem 3 pontos de vida, ou seja, ele só aguenta ser acertado três vezes até que morra, sendo eliminado do Labirinto.
~> Cada campista deve realizar NO MÍNIMO 1 ação de ataque contra UM oponente em específico, e NO MÍNIMO 1 ação de defesa geral (semideuses não são adivinhos. Não tente adivinhar o movimento do oponente).
~> No caso dos dados derem uma ação errada, você perderá os 2 pontos no quesito "Ação", como de costume, e sua ação de ATAQUE irá falhar. Sua ação de DEFESA continuará normalmente.

Ranking (Distância Percorrida / Estado Mental):
1º - Arya Doprav (Nível 6 / 65%)
2º - Tessa S. Henz (Nível 6 / 34%)
3º - Paul Foster (Nível 6 / 24%)
4º - Becka Klasfox La'Fontaine (ELIMINADA) (Nível 6)
5º - James Lane (ELIMINADO) (Nível 3)
6º - Annabeth Chase (ELIMINADA) (Nível 3)
6º - Alexia Z. Watts (ELIMINADA) (Nível 3)
8º - Isabella Fields (ELIMINADA) (Nível 2)
9º - Dimitri Romanov (ELIMINADO) (Nível 1)
avatar
Phobos
Deuses Menores
Deuses Menores

Mensagens : 618
Data de inscrição : 18/11/2014
Localização : Na sua mente...

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Labirinto da Morghul

Mensagem por Tessa S. Henz em Sab Abr 04, 2015 9:39 pm


Quando sua vida estava por um fio, era momento de se fazer uma escolha. Naquele caso, eu deveria fazer uma escolha extrema da qual eu não obtinha certeza de nada. Dor, era aquela a palavra que melhor poderia definir o modo como eu me encontrava. Um corte, um único corte havia sido capaz de coisas que até aquele momento nenhum monstro, nenhum fantasma e nem mesmo o cavalinho da morte havia sido capaz de fazer. O sangue saia de minha barriga em uma constante assustadora, eu teria de tomar a decisão entre tentar novamente acertar a garota dos clones de localização incerta com minhas balas de energia ou utilizar meus poderes sobre a água fazendo com que meu ferimento obtivesse contato com a mesma curando-me pelo menos minimamente.

Qualquer coisa era melhor do que ver todo aquele sangue manchando minhas roupas sem poder fazer absolutamente nada. Foi ai que decidi o que deveria fazer. Como defesa, eu tentaria manter os esqueletos a minha volta, defendendo-me de qualquer ataque físico que viessem a tentar. Meus poderes sobre a mente, continuariam a tentar repelir qualquer ataque que pudessem tentar fazer contra mim, e é claro eu utilizaria o presente de tio Zeus para fazer com que meu corpo obtivesse contato com a água e assim quem sabe conseguisse se curar. Minhas chances eram praticamente nulas, portanto ficar parada sem nada fazer não era bem o que eu poderia chamar de escolha. Como ataque, eu já não poderia escolher alguém em particular. Eu claramente não sabia localizações, mas eu definitivamente sabia quem eu gostaria de atingir. E mesmo que eu me ferisse no processo, não haveria nem se quer a mínima importância.

Esboçando um pequeno sorriso, busquei dar forma ao meu ataque. Utilizando de meu controle sob o fogo grego, busquei faze-lo se espalhar por todo o local. Localização não seria o problema por ali, nada pode apagar aquilo que tudo queimava, nem mesmo aqueles que se tornam invisíveis seriam capazes de se manter imune. Claro se isso desse certo, e eu esperava que desse, meu alvo havia sido definido. Mesmo que Arya nada sofresse, o que provavelmente ocorreria, mesmo que minha defesa fosse precária, mesmo que nada desse certo eu poderia ao menos dizer que havia tentado. Que tio Hades ficasse preparado, para minha visita final ao seu reino. Tessa Samantha Clarissa Henz, havia feito uma escolha e ela não iria mudar.
Poderes:

Benção de Hera - Controle mental
A semideusa agora tem o poder de controlar a mente de outro semideus e de si próprio sem dificuldade alguma. Alem disso, a semideusa pode manipular as memorias de seus adversários a seu favor, implantando a discórdia amorosa, mesmo que o mesmo não possua alguma relação. O adversário ficará atordoado e não atacara por 2 turnos.

Hydrokinesis- Pode controlar a água em estado líquido, podendo levitá-la ou apenas movê-la; Isso também vai a critério de sua energia; Quanto mais energia  que você possuir, maior o controle de água;

Fogo Grego 2
O semideus pode criar e controlar um pequena quantidade de Fogo Grego, equivalente a três tochas. ( Presente de Natal de Héstia)

Ampulheta Cristal- Em formato de gota possui um estoque extra de agua, trata-se de agua do mar que jamais acaba no entanto  precisa de tempo para carregar, o efeito dura cerca de 5 minutos mas leva 10 para carregar novamente. (presente de Zeus)

Submissão: Invoca Esqueletos que servem/protegem o usuário. Há cada 1 level, o tempo de vida dos esqueletos no mundo humano aumenta em 1 turno. Só podem ser usados 1 vez em batalha ou missão. (Benção de Hades) (premio do concurso de Natal)


Tessa Samantha Clarissa Henz
It's no rigth, but is okay!


avatar
Tessa S. Henz
Filhos de Poseidon
Filhos de Poseidon

Mensagens : 266
Data de inscrição : 21/06/2013

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Labirinto da Morghul

Mensagem por Athena em Sab Abr 04, 2015 9:39 pm

O membro 'Tessa S. Henz' realizou a seguinte ação: Lançar dados

'Campeonato do Medo' : 1


Palas Athena...
Sometimes the power must bow to wisdom. You can be strong, may have power, but if you are wise, you are all well. And more than that, yes you can defeat them. Once warned that to save the world destruiri you-your friends, maybe I was wrong.
avatar
Athena
Deuses Olimpianos
Deuses Olimpianos

Mensagens : 6446
Data de inscrição : 26/05/2013
Idade : 22
Localização : Por ai

http://www.bloodolympus.org

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Labirinto da Morghul

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 24 de 26 Anterior  1 ... 13 ... 23, 24, 25, 26  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum