The Blood of Olympus
Para visualizar o forum é necessário estar cadastrado, por favor registre-se no rpg ou entre em sua conta. É necessário estar cadastrado para ver as informações contidas no forum. Lembre-se de usar nome e sobrenome, não se cadastrar usando nomes geralmente utilizados por Hacker. Exemplo: "Barum" "Hakye" e por ai vai. Bem vindos.

Los Angeles

Página 2 de 7 Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7  Seguinte

Ir em baixo

Re: Los Angeles

Mensagem por Phobos em Sab Fev 14, 2015 11:59 pm


Assim que os músculos da garota se retesaram, já sabia que ela ia tentar correr, e outro suspiro, dessa vez de impaciência, saiu da minha boca. Ouvi o vidro abrir e fechar enquanto a garota saia para a sacada. Me levantei calmamente e, sem me mexer, meu corpo se dissolveu no ar. Milésimos depois, apareceu na sacada. Bem ao lado dela.

Antes que ela pudesse sequer pensar em me ver, olho pra ela e solto um sonoro "BUH". Assim que a garota se assusta e quase cai da sacada lá pra baixo, seguro o corpo dela e a puxo pra trás, caindo com ela no chão da sacada, deixando que ela caísse encima do meu corpo pra que não se machucasse. Levanto-me com a garota, que se debatia tentando se livrar do agarrão, e entro de novo com ela na casa, fechando o vidro com o pé e indo até o quarto, falando calmamente com ela.

- Eu tento ser gentil, ofereço bebida, proponho uma conversa amigável. Adianta de alguma coisa? Não! Depois nós, deuses, que somos malvados, que não sabemos ser bondosos.

Sem cerimônias, deito ela na cama e subo encima dela, não deixando ela sair dali. Rasgo um pedaço do lençol em tiras e a amarro firmemente na cama, que era feita de um ferro pintado na cor dourada. Depois de amarrar a outra mão dela do outro lado, saio de cima dela e volto a me sentar no sofá, olhando pra ela enquanto termino de tomar o whisky do copo.

- Não me obrigue a amarrar os pés.
avatar
Phobos
Deuses Menores
Deuses Menores

Mensagens : 617
Localização : Na sua mente...

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Los Angeles

Mensagem por Mia Lefebvre Martinez em Dom Fev 15, 2015 12:09 am











Sequestrada?


O maior equívoco do homem é acreditar que para ser feliz precisa ter o mundo aos seus pés.


Ela realmente esperava ter dado certo, mas não sabia que o jovem em questão se tratava de um deus, o corpo adornado dele colava no da jovem a fazendo sentir cada centímetro de seu peito esculpido, se debatia tentando soltar-se das garras daquele ser abominável sem muito sucesso, ele era forte demais e quando deu por si já se encontrava presa à cama, tentou chuta-lo, mas tarde demais, ele afastara-se voltando ao copo de whisky a fazendo o olhar com certa raiva- Solta-me quem pensas que é?- Perguntou raivosa ainda tentando soltar as mãos, mas tudo que conseguira era deixar os pulsos doloridos e por fim deu-se por vencida.- Isso não se faz com uma dama- Resmungou ainda o olhando.

Todos os planos jogados por agua abaixo, seus medos confirmados e ainda por cima presa, o que faltava ainda lhe acontecer? Ser enforcada? Pelo menos seria de maneira rápida, morria deixava o trono a irmã gêmea e estaria livre daquele Deus estranho- O que quer comigo? Porque fez isso?- Voltou a questionar, todas as perguntas ele apenas ignorava ou jogava uma evasiva, nada de respostas claras.


♦ Mia Lefbvre Martinez♦
avatar
Mia Lefebvre Martinez
Imortais
Imortais

Mensagens : 161
Idade : 21
Localização : Chale de Eros

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Los Angeles

Mensagem por Phobos em Dom Fev 15, 2015 12:19 am


Depois das perguntas da garota, noto uma breve mudança no tom de voz dela. Era quase como se ela estivesse vencida. Era a voz de alguém que tinha desistido de tudo, e eu conhecia muito bem aquele tom de voz. As pessoas usavam ele o tempo todo, geralmente logo depois de seus medos se confirmarem. Respiro calmamente, olhando pra ela. Ela não tinha respondido nenhuma das minhas perguntas. Talvez eu devesse responder as delas, talvez ajudasse ela a se acalmar.

- Bem garota, já que perguntou quem eu "penso que sou"... Vou te responder. Eu "penso" que sou Phobos, deus do medo e das fobias, truques mentais e algumas outras coisinhas. -
Falo calmamente, sem desviar o olhar dela. - Ainda não sei o que quero com você, e não sei exatamente porque eu fiz isso... Mas saiba que tem algo em você que me interessou profundamente. Não sei o que é ainda, e até eu descobrir, você ficará aqui, quer você queira ou não.

Me levanto do sofá calmamente e me sento do lado dela na cama, suspirando de forma cansada.

- Agora, eu prometo não te machucar nem te maltratar, se você não tentar fugir nem fazer nada contra mim. Você pode ficar tranquilamente aqui, terá tudo o que quer, todas as regalias que pedir... Ou pode tentar fugir e ficar amarrada na cama. -
Digo baixinho, desamarrando as mãos dela calmamente num gesto de confiança. - Agora, se não se importa, qual o seu nome, senhorita?
avatar
Phobos
Deuses Menores
Deuses Menores

Mensagens : 617
Localização : Na sua mente...

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Los Angeles

Mensagem por Mia Lefebvre Martinez em Dom Fev 15, 2015 12:29 am











Sequestrada?


O maior equívoco do homem é acreditar que para ser feliz precisa ter o mundo aos seus pés.


Fechando os olhos a garota tentou controlar a respiração ao senti-lo mais perto, ao menos agora entendia o motivo do medo repentino, ele estava fazendo aquilo com ela, estava atiçando seus medos a provocando- Nunca tive escolha de nada em minha vida mesmo, só será mais uma das muitas tarefas a mim encabidas- Respondeu suspirando quando por fim teve os braços libertos das amarras, sentou-se na cama massageando os pulsos levemente avermelhados por conta dos puxões observando a pele branca marcada.

Ela não queria promessas nem regalias, mas sentiu-se satisfeita por hora em saber que não sairia dali machucada se soubesse como colaborar, seriam apenas alguns dias, suas irmãs ficariam loucas e sua melhor amiga entraria em pânico, mas explicaria a elas a situação depois, por hora se concentraria em manter-se viva- Sou Mia Fiori Lefebvre Martinez- Respondeu ajeitando o cabelo- Mas pode me chamar de Mia.



♦ Mia Lefbvre Martinez♦
avatar
Mia Lefebvre Martinez
Imortais
Imortais

Mensagens : 161
Idade : 21
Localização : Chale de Eros

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Los Angeles

Mensagem por Phobos em Dom Fev 15, 2015 12:38 am


Dei um sorriso calmo enquanto olhava o rosto de Mia por alguns segundos. Por aquele breve tempo, outra vez o mundo pareceu ficar estático. Ela era extremamente bela, mais do que qualquer deusa que eu já tinha visto em toda minha longa vida de deus. Tive que chacoalhar a cabeça um pouco pra voltar a me concentrar.

- Bem... É um prazer, Mia... Mesmo que não seja uma situação tão prazerosa pra você. Agora, se você quiser comer alguma coisa ou sei lá, beber algo que não tenha na geladeira, me avise que eu pego. Não temos dinheiro no momento, e vou ter que... Convencer... As pessoas a me dar o que quero. Você pode dormir na cama, já que eu não preciso dormir, obviamente...

Me levanto da cama rapidamente, olhando pela janela e ficando de costas pra ela por um tempo. Ficar perto da garota era uma tarefa quase impossível, eu perdia a concentração.

- Precisa de alguma coisa? - Pergunto, ainda olhando lá fora.
avatar
Phobos
Deuses Menores
Deuses Menores

Mensagens : 617
Localização : Na sua mente...

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Los Angeles

Mensagem por Mia Lefebvre Martinez em Dom Fev 15, 2015 12:46 am











Sequestrada?


O maior equívoco do homem é acreditar que para ser feliz precisa ter o mundo aos seus pés.


Ele parecia mais simpático a cada momento, ainda assim ela não esqueceria tão fácil onde se encontrava e o porque, Mia ajeitou-se na cama abrançando as próprias pernas contra o corpo enquanto o via se afastar ficando de costas para ela- Não tenho fome obrigado- Murmurou educadamente relaxando o corpo- Mas acho que vou precisar de roupas, já que pretende me deixar aqui por alguns dias- Completou olhando a vestimenta que viera ainda pela manhã.

Uma única roupa no corpo, e ela não pretendia andar pelo quarto nua ainda mais na frente de um deus, precisava de um banho com certa urgência, dormir não queria apesar da cabeça pesada pelo desmaio repentino- Preciso ir embora, minhas irmãs ficarão preocupadas quando não chegar com Argos, Silena deve estar em desespero- Abaixou a cabeça contra os joelhos, repousando ali mesmo.


♦ Mia Lefbvre Martinez♦
avatar
Mia Lefebvre Martinez
Imortais
Imortais

Mensagens : 161
Idade : 21
Localização : Chale de Eros

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Los Angeles

Mensagem por Phobos em Dom Fev 15, 2015 1:03 am


Viro-me de frente pra ela, observando ela falar das irmãs e da amiga. Eu não sentia dó de nenhuma dessas pessoas, não era de minha natureza sentir dó de ninguém. Mas a tristeza da garota atingiu um ponto em mim que, por algum motivo, estava adormecido a um bom tempo.

- Olha... Se te serve de consolo... Te levo direto para o acampamento quando eu descobrir o que você tem de especial pra mim... Ou até mesmo pra França, não sei. O lugar que quiser.

Ando até a porta lentamente, parando com a mão no trinco dela por um momento e me virando para olhar Mia outra vez.

- Vou confiar nos meus instintos de deus... Não acho que você vá tentar suicídio outra vez... Mas saiba que se tentar, vou te pendurar no teto de ponta-cabeça. - Digo, com um sorriso divertido. - Eu já volto, senhorita.

Fecho a porta do quarto e a tranco com cuidado, olhando o corredor grande que levava até o elevador e as portas dali. Não tinha ninguém ali além da semideusa, eu podia sentir isso. Eu saberia pelo medo se alguém estivesse em uma daquelas casas. Olho para a porta da frente, C207, e testo a maçaneta. Trancada obviamente. Sem cerimônias, desapareço no ar e apareço do outro lado da porta, olhando ao redor. O lugar era idêntico ao que eu e a semideusa estávamos, só que os quartos eram invertidos e as cores e vários pertences jogados indicavam que alguém estava morando ali, mas não estavam no momento. Vou até o quarto e começo a abrir as gavetas e guarda-roupas. O primeiro e o segundo móvel tinham apenas coisas masculinas, mas o terceiro tinha roupas femininas, vestidos, roupas intimas, camisetas, calças, enfim. Tudo o que ela precisaria. Ajunto algumas roupas, pensando um pouco e medindo elas no ar, imaginando se caberiam na semideusa e, assim que concluo que provavelmente serviriam, desapareço novamente, aparecendo outra vez no quarto de Mia.

Deixo as roupas na cama ao lado dela.

- Foi o que consegui de um dos quartos, se não couber eu pego de outro. - Digo, com um sorriso calmo antes de voltar a olhar a janela.
avatar
Phobos
Deuses Menores
Deuses Menores

Mensagens : 617
Localização : Na sua mente...

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Los Angeles

Mensagem por Mia Lefebvre Martinez em Dom Fev 15, 2015 11:11 am











Sequestrada?


O maior equívoco do homem é acreditar que para ser feliz precisa ter o mundo aos seus pés.


Frustrada era a palavra que melhor definia a jovem princesa no momento, pensou que ajudaria se apenas pedisse, tão tola, jovem e imponente, naquele momento Mia sabia que não tinha escolha se não permanecer junto ao deus do medo pelo período de tempo que ele queria, ainda assim não estava satisfeita com tal situação- Tudo bem, eu o.. Aguardo- Respondeu o vendo partir e minutos depois corria para porta forçando a maçaneta, trancada como ela já esperava, vasculhou o quarto a procura de outras saídas, que infelizmente não existiam, e ao olhar a janela pode notar onde se encontrava, alguma cidade dos Estados Unidos , qual delas ela não saberia dizer.

Voltou a sentar-se na cama assim que o deus adentrou o quarto lhe entregando a mala de roupas, ela sequer olhou para ele concentrada em tudo que não envolvesse ter que encarar seu belo rosto, ela admitia que ele era muito bonito, mas era mandão, metido e muito imprudente- Obrigado, eu vou, tomar um banho, com licença- Disse pegando o primeiro par de roupas que encontrou e um conjunto de lingerie se dirigindo ao banheiro.

Fechou a porta atrás de si deixando seu corpo escorregar para o chão, como sentia-se burra por ter se deixado ser pega, mas nunca em sua vida se imaginou diante de tal situação, suas mãos foram a cabeça enfiando os dedos por entre os cabelos- Como pode ser tão idiota Mia?- Perguntou a si mesma enquanto se levantava tirando a roupa adentrou o chuveiro deixando que a agua morna escoceses pelo corpo delgado, se sentia o pior e mais burro de todos os semideuses presentes na terra, e as lagrimas não demoraram a escorrer por seu rosto de anjo, não ousaria derramar uma lagrima se quer na frente do deus, longe dele a coisa toda no entanto mudava de figura.

Mordeu a mão para abafar os gemidos se apoiando na parede gelada enquanto a agua continuava a cair em seu corpo, e assim permaneceu por um longo tempo, terminou o banho e lavou o rosto para espantar a cara de choro antes de deixar o boxe, secou-se com a tolha felpuda e pegou um frasco de creme de baunilha passando pelo corpo antes de vestir a roupa, um short jeans curto demais, e uma regata branca que estranhamente couberam perfeitamente nela. Penteou os cabelos e por fim olhou-se no espelho, estava pálida e com os olhos vermelhos, ele ia notar se saísse assim.

Vasculhou os armários a procura de algo que a ajudasse a disfarçar ao menos os olhos, mas nada encontrou, bateu as palmas da mão sobre a bochecha as deixando levemente coradas e respirou fundo erguendo a cabeça e destrancando a porta saindo do recinto, o deus ainda na janela, Mia agradeceu mentalmente por ele não a estar observando, sentou em uma das poltronas erguendo as pernas e abraçando os joelhos, sem nada a dizer.



♦ Mia Lefbvre Martinez♦
avatar
Mia Lefebvre Martinez
Imortais
Imortais

Mensagens : 161
Idade : 21
Localização : Chale de Eros

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Los Angeles

Mensagem por Phobos em Dom Fev 15, 2015 3:05 pm


Enquanto a garota tomava banho, eu entrava no meu momento de meditação. Geralmente, a maioria dos deuses fazem isso quando precisam pensar sobre algo que os incomoda. Ficamos olhando para um ponto fixo, estamos ali mas não estamos, nossa mente está numa espécie de stand-by enquanto meditamos sobre uma questão.

Porque eu tinha raptado a garota? O plano parecia genial na hora, e até agora parecia algo necessário a se fazer, mas o que eu tinha visto nela, porque eu a queria ali? Tentei pensar em tudo que eu sabia sobre Mia, tudo o que tinha visto nela. O que eu pensava dela? A resposta era bem simples, quase decorada, eu poderia falar aquilo de trás pra frente se quisesse. Ela era como um diamante encontrado por um mineiro pobre, que, com medo de que os outros companheiros mineiros tentassem roubar ou tirar a joia rara de si, guardava a mesma no bolso, a escondia e levava para casa. Depois ficava horas apenas olhando pra ela, apreciando a beleza, como ela brilhava posta em diferentes ângulos da luz.

No mesmo momento que eu vi aquela semideusa, algo me ocorreu. Como aquela... Coisa... Podia estar andando desprotegida em meio a mortais insolentes, e os deuses apenas observando ela do Olimpo, calados como se não dessem a mínima? Ela não podia ser levada para um simples acampamento e ser ensinada a lutar contra monstros, ela merecia mais do que isso. Merecia um posto elevado, ser uma divindade, imortal, olhar com altivez para todos os outros mortais, semideuses ou humanos, que ousassem observar ela. Ela merecia comandar, não como uma simples rainha de um país mortal, e sim como uma deusa. Merecia viver ao seu lado.

Tão súbita a ideia veio a minha mente, e ela parecia louca e, ao mesmo tempo, conclusiva. Eu estava apaixonado por uma semideusa. Não da mesma forma que me apaixonava pelas mulheres mortais, que se tornavam mães de meus filhos semideuses, mas de uma forma mais... Real. Quase como se a quisesse pra sempre comigo, sem que ninguém a olhasse ou a tocasse. Um amor tão grande que parecia que minha própria mãe tinha feito aquilo. E quem sabe não fora ela?

A porta do banheiro se abriu e Mia saiu de lá. O rosto corado e os olhos estranhamente vermelhos. Já sabia que ela estava chorando lá dentro, e aquilo mexeu comigo de uma forma que não era normal. Eu sou o deus do medo! Não devo sentir dó de uma semideusa! Mas... Será que ela era uma semideusa qualquer? Ela se sentou no sofá e abraçou as pernas, olhando fixamente pra frente, e aquele sentimento finalmente me dominou de súbito. Andei até a frente dela, me agachando pra ficar no mesmo nível dos olhos dela.

- Eu... - Parei antes de completar a frase, pensando com cuidado em como diria aquilo pra ela. - Eu sei o porque te trouxe aqui. Não é fácil pra mim, portanto não será fácil pra você também. - Respiro fundo, sem tirar os olhos dos dela. Já tinha me apaixonado por mulheres mortais tantas vezes, porque com ela estava sendo tão difícil? - Não acho que devo te dizer ainda. Mas... Quero que saiba que depois de amanhã, a noite, te levarei de volta pra casa. Te ver dessa forma... Não é prazeroso pra mim. Só peço que aguente só mais dois dias.

Sem pensar muito, coloco a mão no bolso e tiro a chave da porta, deixando ela a mostra no meu dedo indicador.

- Vou deixar a chave com você. Você pode sair e ir pra onde quiser, desde que não tente voltar pro Acampamento nem tentar dizer a ninguém onde está. Eu vou estar olhando você o tempo todo, é claro. Não é algo que eu possa controlar... - Sussurro baixinho pra mim mesmo. - Então por favor, não me desaponte. - Deixo a chave do apartamento no colo dela, depois me sento novamente na poltrona, olhando fixamente pra ela.
avatar
Phobos
Deuses Menores
Deuses Menores

Mensagens : 617
Localização : Na sua mente...

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Los Angeles

Mensagem por Mia Lefebvre Martinez em Dom Fev 15, 2015 4:32 pm











Sequestrada?


O maior equívoco do homem é acreditar que para ser feliz precisa ter o mundo aos seus pés.


A atitude dele ainda pairava no ar, a mente da princesa já confusa agora se encontrava em um turbilhão de pensamentos, ainda não conseguia entende-lo, uma hora gentil e doce e na outra um homem cruel e sagaz, estava mexendo com ela e a garota bem sabia disso, seu coração deu um salto no peito quando este abaixou-se a sua frente lhe fitando os olhos, ela não ousou desviar o rosto um minuto sequer, sua mão dizia que faze-lo detonaria fragilidade e ela deveria demonstrar-se superior diante a desafios- Está dizendo que posso ir.. Mas não posso fugir?- Perguntou fitando a chave em mãos ainda tentando entender aquele deus, não adiantava de nada a ela deixar o quarto, se tentasse voltar estaria presa novamente, ainda assim era a chance que precisava para partir, para deixa-lo.

Fazia apenas algumas horas, poucas palavras trocadas, olhares, brigas, e algo mais, Mia só percebera o sentimento percorrendo o ar quando seus olhares se cruzaram pela primeira vez sem que estivessem brigando, ou ela tentada a fugir, a aura dele havia mudado, algo mais e estranhamente aquilo não a incomodara, fechou a chave sobre o punho caminhando até a porta sem olhar para trás então a destrancou girando a maçaneta e espiando o lado de fora, nada que pudesse denunciar onde se encontrava.

Mudando de ideia retornou para dentro encostando a porta atrás de si e voltou-se para ele entregando-lhe a chave- Apenas dois dias, e vai me contar o porque de ter me trazido, então vou embora..- Murmurou seria fitando seus olhos, seu coração batia acelerado contra o peito e um mero sorriso brotou em seus lábios-Isso é uma trégua, serei gentil pelo tempo que permanecer aqui Lorde Phobos, é uma promessa real- Concluiu fazendo uma leve reverencia antes de afastar-se para perto da janela observando o lado de fora.



♦ Mia Lefbvre Martinez♦
avatar
Mia Lefebvre Martinez
Imortais
Imortais

Mensagens : 161
Idade : 21
Localização : Chale de Eros

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Los Angeles

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 2 de 7 Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7  Seguinte

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum