The Blood of Olympus
Para visualizar o forum é necessário estar cadastrado, por favor registre-se no rpg ou entre em sua conta. É necessário estar cadastrado para ver as informações contidas no forum. Lembre-se de usar nome e sobrenome, não se cadastrar usando nomes geralmente utilizados por Hacker. Exemplo: "Barum" "Hakye" e por ai vai. Bem vindos.

[Trama Pessoal] Helvetesfönster

Ir em baixo

[Trama Pessoal] Helvetesfönster Empty [Trama Pessoal] Helvetesfönster

Mensagem por Phoenix Holm Sundström em Seg Set 30, 2019 12:04 pm

Maybe...I like it I’m twenty five. When I’m not a kid or an adult When I’m just me I shine the brightest
Prólogo

– Rainha Hera, eu sinto dúvidas se realmente sou capaz de manter meu estado como argonauta... – Eu tentei argumentar, não que estivesse insatisfeito, mas poderia estar ocupando o lugar que seria bem mais justo para outra pessoa.

– E o que te faz pensar assim? – A deusa em questão me questionou e eu levei os olhos azuis até os olhos dela em total timidez em resposta, tinha que ser transparente para que ela soubesse o que se passava comigo.

– Eu fico olhando para outros deuses como Esculápio e até mesmo Psiquê e tenho me sentindo muito atraído... Talvez a área médica seja a melhor área para mim. – Fiz o comentário com toda calma possível para não gerar uma sensação desconfortável na deusa em minha frente.

– Não posso privar um semideus do destino dele. Se o seu for se unir a um deles, você terá que cumprir uma missão para mim antes que saia oficialmente. – Ela respondeu.

– Eu ainda não tenho certeza... Talvez demore um pouco para lhe dar a resposta. – A conversa continuara para coisas além destas, mas essa parte era a essencial para que eu pudesse saber o que estava se passando na minha cabeça e porque havia tanta insegurança minha no grupo dos argonautas. Enfim, na Ilha de Argos, eu dormi o suficiente para que, no dia seguinte, fosse pescar para trazer recursos para a ilha em questão. A verdade era que eu sempre gostava de fazer diversas coisas ao mesmo tempo e também provar meu valor sendo útil para os demais semideuses que dividiam a Ilha comigo.


-x-

Agora acordado, encontrava-me a bordo de um barco com a principal missão de pescar alguns peixes enquanto refletia sobre acontecimentos passados da minha vida, inclusive o momento em que descobri o legado em Hipnos. O momento com Hera/Juno havia sido o suficiente para que a dúvida sobre minha permanência no grupo ainda ficasse pouco a pouco me consumindo e me fazendo repensar diversas coisas. Ao sentir uma brusca puxada da vara de pescar, comecei a girar a engrenagem para puxar o peixe ou peixes em questão para a superfície e então, por num freezer em isopor do meu lado.

– Talvez eu esteja no lugar certo... Talvez não... – Eu disse alisando a superfície da água enquanto aguardava um novo peixe ser fisgado pela isca que eu havia trocado momentos depois de pegar o primeiro deles. O clima estava quente e fazia calor, o suficiente para que eu ficasse sem camisa e deixasse o resto das vestimentas de cima sobre o barco. A missão de pesca era a mais simples que poderia me ser sugerida e eu aceitava ela rapidamente e sem nenhum problema.

Naquele momento, eu também notava que tinha aptidão para a pesca e também em ser paciente, pois o tempo de espera para que pudesse enfim pescar um peixe era moderadamente alto naquela ocasião. Eu prossegui pescando vários peixes até que o freezer em poliestireno expandido se enchesse por completo. Com o sentimento de missão cumprida, remei no barco de madeira cor marrom-clara até chegar na costa.

– E aí, Pho! Andou pescando? – Disse um argonauta em questão.

– Opa! Eu passei a manhã inteira pescando e já está esse calor... – Dizia com a camiseta em mãos pronto para me vestir, lentamente fui colocando cada uma das mãos nas entradas e por fim, vesti a roupa sem mais e sem menos.

– Mais tarde podemos ir caçar se você quiser. Sei que é uma das suas atividades favoritas. – Ele me respondeu já me fazendo uma proposta e eu ficava completamente feliz por estar recebendo o apoio dos argonautas que também sentiam a minha insegurança em questão.

– Caçar? Parece uma boa ideia! – Eu já concordava de imediato com a caça segurando o isopor com um grande peso com vários peixes em seu interior. Os peixes da Ilha de Argos tinham um gosto muito característico e me deixavam com água na boca só de pensar. Os demais problemas em relação aquele ambiente nem me passavam mais na minha cabeça, estava completamente focado em continuar melhorando o meu lado social com as demais pessoas.

Algumas horas depois...

Eu estava completamente preparado para a caça e já estava com minha espada e faca de bronze celestial prontas para que pudesse pegar alguns animais. Naquela hora, a notícia de um ente querido doente havia me deixado completamente amargurado como se eu pudesse ter a chance de salvá-lo de alguma forma. “Se fosse curandeiro, você conseguiria” – Meus pensamentos me crucificavam e eu tinha que dar ouvidos para ele e piorar por completo a minha situação. Minha dúvida perpassava os momentos e eu me sentia completamente inseguro por dentro e por fora, algo que poderia influenciar nas minhas ações também em todo o grupo ao meu redor.

A caça enfim começou e começamos atrás de alguns cervos preparando emboscadas e coisas que não fossem dolorosas aos animais visto que, quando em situação de nervosismo, eles liberam uma substância que deixa a carne ainda mais dura e que não é nada agradável de se comer. A noite de caça havia sido completamente proveitosa e tínhamos pegado vários animais e estávamos prontos para o banquete daquela noite. Corroído pela dúvida, eu esperava ter uma resposta de mim mesmo na próxima semana, sabendo que esse prazo poderia ser imediatamente prolongado por questões pessoais.

O que será que Hera/Juno estava preparando para mim caso eu optasse pela saída do grupo? Afinal ela havia dito de uma missão... Talvez, fosse a missão mais difícil de receber e de cumprir pois eu ainda me encontrava numa situação nem um pouco favorável.

“Não são só vidas... São pessoas...” – O lado curandeiro me disparava.

"Os argonautas também precisam de você" – O lado restante também impulsionara algo contra mim.

Eu não merecia tamanha dúvida e indecisão, droga...


are you here?
Phoenix Holm Sundström
Phoenix Holm Sundström
V Coorte
V Coorte

Idade : 19
Localização : Acampamento Júpiter - Nova Roma

Voltar ao Topo Ir em baixo

[Trama Pessoal] Helvetesfönster Empty Re: [Trama Pessoal] Helvetesfönster

Mensagem por Letus em Ter Out 01, 2019 6:20 pm


Avaliação


Método de Avaliação:

Valores máximos que podem ser obtidos

Máximo de recompensa a ser obtida: 500 xp e 500 dracmas

Realidade de postagem + Ações realizadas – 50%
Escrita: Gramática, erros, pontuação, coerência, concordância, etc – 20%
Criatividade/Estratégia em combate + inteligência – 30%

Realidade de postagem + Ações realizadas: 50%
Escrita: Gramática, erros, pontuação, coerência, concordância, etc: 20%
Criatividade/Estratégia em combate + inteligência: 30%

RECOMPENSAS: 500 de Xp + 500 Dracmas

Atualizado por Hefesto
Letus
Letus
Deuses Estagiários
Deuses Estagiários


Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum