The Blood of Olympus
Para visualizar o forum é necessário estar cadastrado, por favor registre-se no rpg ou entre em sua conta. É necessário estar cadastrado para ver as informações contidas no forum. Lembre-se de usar nome e sobrenome, não se cadastrar usando nomes geralmente utilizados por Hacker. Exemplo: "Barum" "Hakye" e por ai vai. Bem vindos.

[Trama Pessoal] Overtime

Ir em baixo

[Trama Pessoal] Overtime Empty [Trama Pessoal] Overtime

Mensagem por Phoenix Holm Sundström em Seg Set 23, 2019 5:27 pm

Overtime!can i be excused for the rest of my life?
Bem vindo ao tópico da minha trama pessoal.
Pegue uma pipoca, um café, um refrigerante, o que seja e divirta-se lendo.
Minha FPA encontra-se abaixo da minha foto de perfil e caso queira juntar-se a minha trama, mande-me uma MP!


are you here?
Phoenix Holm Sundström
Phoenix Holm Sundström
Curandeiros de Asclépio
Curandeiros de Asclépio

Idade : 20
Localização : Acampamento Júpiter - Nova Roma

Voltar ao Topo Ir em baixo

[Trama Pessoal] Overtime Empty Re: [Trama Pessoal] Overtime

Mensagem por Phoenix Holm Sundström em Seg Set 23, 2019 6:18 pm

Maybe...I like it I’m twenty five. When I’m not a kid or an adult When I’m just me I shine the brightest
Aquela tarde era completamente magnífica e me deixaria com os olhos extremamente brilhantes se eu não estivesse num sono imensamente profundo enquanto estava dentro de uma pequena canoa de madeira com alguns irmãos pescando. Finalmente longe dos treinamentos, eu tinha a grande vantagem de ficar completamente tranquilo na natureza para descansar e por o sono em dia, que não andava muito bem por sinal. Era uma tarde completamente linda e o ambiente encontrava-se favorável para a pesca. Meu sono era bem profundo e eu não queria acordar do mesmo tão cedo ou tão rápido. Meus irmãos respeitavam a minha vontade de permanecer dormindo e não faziam barulho, o que tornava meu sono ainda mais intenso.

Depois de longos dias sofrendo até mesmo por amor, minha mente tratava de continuar pregando cenas nas quais eu sempre me encontrava acompanhado de uma figura loira cujo rosto nunca era nítido pra mim. Quando eu me encontrava naquele estado adormecido, eu jamais iria querer acordar novamente pois realmente estava no céu com tamanho carinho que eu recebia. Talvez fosse uma grande ilusão por parte de meu corpo propor aquilo pra mim por uma pessoa que eu tinha acabado de conhecer, mas eu queria muito acreditar que aquele beijo inicialmente havia sido algo que mudaria minha vida completamente.

Rodrik era a principal atração dos meus sonhos desde quando começamos a conversar e depois teve a festa... Meu corpo vivia me dizendo que eu já havia encontrado aquilo que eu tanto procurava, mas eu sabia que o filho de Nyx poderia me trazer coisas ruins também visto que sua mãe não havia sido nada amistosa em guerras passadas. O fardo que Nyx carregava era algo que a meu ver era bem pesado de ser conciliado e os filhos pareciam ser devotos a ela de alguma forma. Talvez Rodrik fosse a exceção, ele fosse aquele que quisesse mudar e por isso havia se tornado um dos eruditas e também o seu líder. Eu sentia um grande interesse nele, não era somente sexual mas também intelectual. Ele realmente despertava a minha vontade de me tornar uma pessoa melhor e uma pessoa inteligente. Talvez ele fosse uma pessoa complicada e caberia a mim corrigi-lo de alguma forma e eu de fato o faria se fosse necessário.

Não posso negar que não tinha sonhos mais pesados em relação a ele depois dos nossos longos beijos para além dos da festa e do lago do Acampamento Júpiter. Curiosamente, o Rodrik do sonhos disse que tinha uma grande coisa para me contar e naquele momento eu percebi que alguém estava querendo interferir no meu sonho. Mas como? Não havia nenhum semideus próximo de mim que pudesse moldar meus sonhos, todos ali eram filhos de Belona e não tinham essa capacidade.

Nos olhos, eu percebi que semicerrei os olhos e vi que ele havia parado de me oferecer carinho e por alguns instantes, pensei que meu corpo fora do sonho pudesse estar em grande perigo. Mas eu certamente estava enganado. Fora de mim, os irmãos pescavam tranquilamente e meu sono era tamanho que o ronco era evidente e fazia todos ouvirem e até mesmo tirarem um pouquinho de sarro mas sem me desrespeitar, eles sabiam da minha rotina pesada e que eu precisava mesmo daquele descanso.

“Semideus, você se encontra nos meu principal domínio: o sono.” – Eu ouvi a voz de Rodrik modificar-se e aquilo me deu um susto e uma súbita vontade de acordar, em vão. Não era possível abandonar o sono com um possível deus me segurando contra o mesmo. Naquela altura, o cenário do meu sonho e sono moveu-se aos céus.

– E o que isso quer dizer? – Eu perguntei automaticamente querendo uma resposta que justificasse aquela invasão.

“Seu pai acaba de ser reclamado como meu filho depois de um longo tempo como indeterminado.” – Rodrik enfim falava com a voz do deus, não com a sua respectiva voz e eu finalmente entendia o porquê de alguns poderes meus relacionados ao sono serem tão influentes, assim como a voz melodiosa que fazia alguns caírem na dormência de maneira mais fácil.

– Isso quer dizer que eu possuo seus traços? – Questionei de maneira óbvia. O deus em questão que eu também descendia era Hipnos. De fato, eu sabia que possuía descendência grega, mas não sabia qual deus e tampouco meu pai que permanecera longos anos até enfim ser reclamado. Naquele momento, o deus optou por também revelar o meu legado para mim para que eu pudesse ter ciência do que eu também era capaz de fazer, meus poderes relacionados ao sono, o bocejo, a voz... Tudo fazia sentido.

“Agora, acorde...” – Rodrik então falou e eu forcei a vista dentro do sonho e comecei a me debater dentro do barco até que enfim acordasse.


O cenário que eu acordei era extremamente caótico e meus irmãos lutavam contra criaturas que eu nem sabia que existiam com espadas, arco e flechas e demais armas. – O que aconteceu aqui? – Eu perguntei já empunhando a espada e cortando a mão de algumas das criaturas que ameaçavam subir no barco que já encontrava-se próximo a costa onde enfim voltaríamos ao acampamento. Escutava barulho de zumbis e algumas outras criaturas levando um tiro de arco e flecha e até mesmo socos.

Levantei-me e subi a costa momentos depois do barquinho de madeira enfim encostar na areia e comecei a lutar com alguns zumbis. Meus movimentos com a espada eram extremamente precisos e minha perícia com lâminas havia aumentado bastante desde a minha última vez que havia me envolvido em combate. No momento encontrava-me cercado por vários zumbis e desferi um golpe rotatório com a espada cortando a cabeça de três zumbis que caíram ao chão. – Vocês não disseram que esse lugar era seguro? – Eu perguntei com um certo tom de ironia, afinal a batalha estava no meu sangue e eu estava esperando a grande hora para que pudesse dar o fim naqueles zumbis todos. – Peguem a carga de peixes e levem pro mais longe que puderem, eu dou um jeito aqui fazendo hora extra! -Ordenei como um verdadeiro líder e observei todos responderem ao meu chamado.

Passei um grande tempo lutando contra os zumbis e cortando cada parte do corpo deles com a minha espada. Naquela ocasião até sentia a falta do meu machado que era extremamente preciso em cada golpe que eu dava com ele. Mas, a vinda da espada havia sido completamente útil e facilitado a minha vida para que eu desse um fim naqueles zumbis e pusesse um fim total no ataque dos monstros. Agora restava voltar para o Acampamento e reportar o que havia acontecido conosco ou teríamos problemas. – Acabei por aqui. – Disse limpando a espada com o líquido derramado pelos zumbis que haviam sido abatidos a esfregando na madeira, aproveitando para afiar a lâmina pelo menos um pouquinho.

A descoberta do meu legado havia sido completamente oportuna e eu agora tinha ciência dos meus poderes mesmo que eles já houvessem se manifestado antes. Agora bastava eu chegar no acampamento e chamar o meu pai de lado para comemorar a enfim demorada reclamação do mesmo para que pudesse também contar da minha experiência com o deus grego Hipnos invadindo o meu sono e sonho para contar sobre o feito do mais velho. Animado e de maneira rápida, aproximei-me de meu grupo e juntos levamos o peixe para Nova Roma e posteriormente para o acampamento, mal poderia esperar para ver a cara de meu pai enfim reclamado por um deus, uma demora que nem mesmo eu saberia explicar e muito menos saberia como e porquê ela havia ocorrido. O que mais poderia ter sido?

Naquela noite eu teria um outro sonho relacionado com o deus Hipnos, mas eu não estava ciente de que ele retornaria dessa vez com uma nova missão. Passo a passo, minha parte semideusa provinda desse deus ressurgia em mim e me fazia ter ainda mais convicção de que eu tinha uma outra figura divina por trás de mim.

OFF: Tentativa para legado de Hipnos.
Poderes:
Nome do poder: A arte da guerra
Descrição:  Filhos da deusa da fúria da guerra, esses semideuses possuem um conhecimento apurado em estratégias básicas e de sobrevivência. É similar a um instinto, uma intuição, uma sequência de pensamentos que permitiam ao romano a analisar o combate como se fosse uma arte. Graças a isso, raramente entra em estado de desespero quando situações de risco surgem.
Gasto de Mp:  Nenhum
Gasto de Hp:  Nenhum
Bônus:  Conseguem elaborar planos e estratégias, assim como não são abalados com a eminência de um combate ou situações de perigo.
Dano: Nenhum

Nome do poder: Perícia com Espadas I
Descrição: Constantemente o atributo de Belona é a espada. Filhos dessa deusa possuem facilidade com esse tipo de arma e suas derivações. Mesmo sem nunca terem usado uma espada, o semideus conseguirá se sair bem em seu manejo e no improviso.
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: +15% de assertividade no manuseio da Espada.
Dano: + 10% de dano ao ser acertado pela arma do semideus.

Nome do poder: Perícia com Espadas II
Descrição: Conforme o treinamento do semideus foi evoluindo, sua habilidade com as espadas se tornaram ainda mais evidentes. Agora, torna-se difícil desarmar a prole de Belona quando ele está portando esse tipo de arma.
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: +40% de assertividade no manuseio da espada.
Dano: +20% de dano ao ser acertado pela arma do semideus.

Poderes de Hipnos:
Nome do poder: Bocejo
Descrição: Um simples bocejo do filho de Hipnos/Somnus basta para deixar todos ao redor mais sonolentos e reduzir o desempenho dos mesmos em batalha.
Gasto de Mp: 10 MP
Gasto de Hp: Nenhum.
Bônus: Reduz 5% de todos os atributos de todos afetados por dois turnos.
Dano: Só pode ser usado 1 vez a cada 3 turnos.

Nome do poder: Dormência
Descrição: Através de sua voz suave o semideus poderá causar uma dormência (uma paralisação) no adversário. Dessa forma os movimentos dele ficarão um pouco mais lentos. Dura dois turnos.
Gasto de Mp: 15 MP.
Gasto de Hp: Nenhum.
Bônus: - 10% velocidade do alvo.
Dano: Nenhum.

Poderes Argonautas:
Nome do poder: Perícia com Espadas II
Descrição: O argonauta treinou e evoluiu mais, aprimorando sua habilidade de manusear uma espada com maestria. Agora consegue executar esquivas, atacar e defender com a arma com uma vantagem impressionante, com movimentos que parecem mais elaborados, diferente de campistas que não tem esse dom natural com a arma.
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: +25% de assertividade no manuseio da espada.
Dano: +20% de dano ao ser acertado pela arma do semideus.

Nome do poder: Determinação
Descrição: Os argonautas adquirem a mesma força de determinação que sua deusa matrona, que nunca desistia de seus objetivos mesmo quando as situações eram adversas.
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: +15% chances de acerto nos ataques quando envoltos por essa determinação para alcançar seus objetivos.
Dano: Nenhum


Última edição por Phoenix Holm Sundström em Ter Set 24, 2019 7:38 pm, editado 1 vez(es)


are you here?
Phoenix Holm Sundström
Phoenix Holm Sundström
Curandeiros de Asclépio
Curandeiros de Asclépio

Idade : 20
Localização : Acampamento Júpiter - Nova Roma

Voltar ao Topo Ir em baixo

[Trama Pessoal] Overtime Empty Re: [Trama Pessoal] Overtime

Mensagem por Letus em Ter Set 24, 2019 6:59 pm


Avaliação


Método de Avaliação:

Valores máximos que podem ser obtidos

Máximo de recompensa a ser obtida: 4.000 xp e 4.000 dracmas

Realidade de postagem + Ações realizadas – 50%
Escrita: Gramática, erros, pontuação, coerência, concordância, etc – 20%
Criatividade/Estratégia em combate + inteligência – 30%

Realidade de postagem + Ações realizadas: 40%
Escrita: Gramática, erros, pontuação, coerência, concordância, etc: 18%
Criatividade/Estratégia em combate + inteligência: 25%

RECOMPENSAS: 1.260 de Xp + 1.660 Dracmas + Legado (Desconto de experiência se deu pelo ganho de legado)

Comentários:
Veja bem, sua avaliação será um pouco longa. Primeiro eu gostaria que lesse em voz alta a primeira passagem do seu texto até o ponto final. É uma passagem extremamente corrida, sem vírgulas e até ser pontuado, o leitor acaba ficando sem ar. Esse erro geralmente acontece muito e o que indico é que tente reler o texto em voz alta antes de postá-lo e pontue conforme for dando suas pausas. Em si esse erro aconteceu poucas vezes e tirando um ou outro erro ortográfico, como por no lugar de pôr (Ambas escritas estão certas, mas o sentido diferenciá-se), não é o que me chama a atenção.

Pensei bastante sobre lhe conceder tal legado. Basicamente o deus entrou em seus sonhos e falou "Você é minha família" sem nenhuma motivação aparente. Veja bem, mesmo os filhos mais amados dos três grandes deuses não são visitados pelos deuses de forma tão incomum, tanto pessoal quanto de forma astral. Fora isso, assim que acordou você estava em um ataque sem qualquer explicação.

Veja bem, esse tipo de postagem acabou sendo muito curta e sem nenhuma dificuldade ou grandes explicações. Irei lhe conceder o legado, o que tira um pouco do seu xp final. Mas entenda que essa é uma forma de lhe dar uma motivação e seguir essas dicas. Tente ler, trabalhar a imaginação e criar situações que sejam prováveis, você escreve bem e acredito que tenha um futuro promissor. Entretanto lembre-se que todo semideus dentro desse rpg, independente do nível, é tão especial quanto o de menor nível.
Atualizado por Hefesto
Letus
Letus
Deuses Estagiários
Deuses Estagiários


Voltar ao Topo Ir em baixo

[Trama Pessoal] Overtime Empty Re: [Trama Pessoal] Overtime

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum