The Blood of Olympus
Para visualizar o forum é necessário estar cadastrado, por favor registre-se no rpg ou entre em sua conta. É necessário estar cadastrado para ver as informações contidas no forum. Lembre-se de usar nome e sobrenome, não se cadastrar usando nomes geralmente utilizados por Hacker. Exemplo: "Barum" "Hakye" e por ai vai. Bem vindos.

Royal Blood [Trama Pessoal]

Ir em baixo

Royal Blood [Trama Pessoal] Empty Royal Blood [Trama Pessoal]

Mensagem por Joshua Humphrey em Seg Set 23, 2019 4:08 pm


—The Royal Blood

Tópico destinado para as postagens referentes a trama pessoal do Joshua.
Joshua Humphrey
Joshua Humphrey
Argonautas de Hera/Juno
Argonautas de Hera/Juno


Voltar ao Topo Ir em baixo

Royal Blood [Trama Pessoal] Empty Re: Royal Blood [Trama Pessoal]

Mensagem por Joshua Humphrey em Seg Set 23, 2019 4:37 pm

Prologue
Two households,
both alike in dignity.



As estrelas brilhavam mais forte naquela noite, a visão do céu estrelado no observatório era magnifica. Entretanto, Joshua não estava ali para observar os astros celestes, mas sim porque tinha recebido o chamado da deusa ao qual se tornou seguidor: Hera. Há duas semanas, no chalé dois, recebia o primeiro contato com a deusa do casamento. O filho de Eos não acreditou que a rainha do olimpo pudesse ter interesse nele e diferentemente do que ouviu falar dela, ela pareceu ser bastante simpática ante sua presença.

O convite para ingressar o grupo surgiu não apenas pela boa conduta e lealdade que o rapaz vinha tendo em seus dias no acampamento meio-sangue, mas também por um segredo muito bem guardado que até o determinado momento não tinha sido esclarecido: sua família tinha alguma proximidade com a deusa, principalmente seu pai. Ou seja, além dele ter mentido sobre sua origem dizendo que a mãe do garoto tinha falecido, ainda mantinha contato com a esposa de Zeus.

Joshua aceitou não só para descobrir o que sua família tinha com tal deusa, mas também porque sentiu que era o certo a se fazer, afinal, não é todo dia que um deus aparece para você convidando-o a ingressar um grupo seleto, sabia também que a participação no grupo podia torna-lo um guerreiro melhor. Foi então que se tornou o argonauta com o elmo da pena de cor verde – cada um dos integrantes possuíam um elmo com uma cor diferente em suas penas.


Uma forte ventania indicava a chegava da deusa, o que fez o semideus fechar os olhos com força até que a claridade surgisse e cessasse. Ao abrir os olhos encontrou a rainha do olimpo em sua forma apresentável para meio-sangues: usava um belo vestido grego branco com detalhes dourados e uma faixa translúcida rosa que caia de seus ombros até os pés. Os cabelos castanhos presos em um penteado estilo um grande coque e adornado por uma tiara dourada e pedras preciosas. Sua pele reluzia assim como as estrelas no céu.

— Rainha Hera — ajoelhou-se como forma de cumprimento — em que posso servi-la?

— Querido — sua voz graciosa ecoava em todo o ambiente que se encontravam — tenho uma missão para você — ela falou estendendo um pergaminho de coloração bege — você deve entregar esta carta a rainha do olhos verdes. Nesta época do ano ela não se encontra em seu castelo, mas passando uns dias com sua mãe.

Hera sorriu de forma carinhosa quando seu seguidor pegou o papel enrolado e segurou-o firme com a destra. Joshua sabia que a deusa íris era a mensageira fiel de Hera e que se ela estava pedindo que ele fizesse aquela entrega é porque era uma maneira de testar seu comprometimento com o grupo, ou melhor com ela mesma. Ele apenas assentiu com a cabeça indicando que realizaria o serviço sem mais questionamentos.

— Você carrega a confiança que eu tenho nos Humphreys.

E ao falar aquilo, seu coração acelerou. Com certeza o barulho dos batimentos rápidos pôde ser ouvido pela deusa. Joshua levantou sua cabeça e a encarou por alguns segundos. Seus olhos brilhavam indicando a curiosidade latente sobre a relação entre ela e sua família.

— Tenha paciência, tudo tem seu tempo, ou, caso esteja muito apressado, converse com seu pai.

Como uma das deusas da família, claro que ela prezaria pelo bem estar entre pai e filho. Mas a raiva de ter sido enganado por tanto tempo sobre sua mãe ainda perdurava em seu coração, não queria falar com seu pai, pelo menos não agora. Saber que ele escondia mais coisa talvez não lhe deixaria mais feliz, então o melhor a se fazer era aguardar até o momento certo. Mais uma vez ele se ajoelhou baixando a cabeça e com um “até logo” a deusa brilhou fortemente até desaparecer.

O recém-argonauta colocou seu elmo e guardou a carta dentro de um dos bolsos secretos de sua camisa, tinha uma missão que provavelmente não seria nada simples, afinal, Hera era conhecida por seus desafios. Então o loiro desceu as escadas e partiu em busca da deusa da colheita, ou melhor, de sua filha, Perséfone, a rainha do submundo.

am a child of a money hungry,
prideful country.



Joshua Humphrey
Joshua Humphrey
Argonautas de Hera/Juno
Argonautas de Hera/Juno


Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum