The Blood of Olympus
Para visualizar o forum é necessário estar cadastrado, por favor registre-se no rpg ou entre em sua conta. É necessário estar cadastrado para ver as informações contidas no forum. Lembre-se de usar nome e sobrenome, não se cadastrar usando nomes geralmente utilizados por Hacker. Exemplo: "Barum" "Hakye" e por ai vai. Bem vindos.

[MvP SOLO] Casey vc Dracaena

Ir em baixo

[MvP SOLO] Casey vc Dracaena Empty [MvP SOLO] Casey vc Dracaena

Mensagem por Casey Fitzgerald em Seg Ago 12, 2019 2:19 pm

INFORMAÇÕES DA CRIATURA MITOLÓGICA:

DRACAENA

Com a aparência de mulheres belíssimas na metade superior do corpo, com a metade inferior reptiliana, com duas caudas serpentinas. São ágeis e possuem grande habilidade em combate. Possuem garras afiadas, mas em geral preferem o uso de armas como a lança, a rede e boleadeiras, mas podem usar outras. Em geral, usam escudo e armaduras. Com a pele escorregadia, são difíceis de serem agarradas por métodos normais, por outro lado, sua cauda é forte o suficiente para ataques constritores. Possuem pele fria ao toque, e escamosa, levemente brilhantes em padrões reptilianos quase translúcidos, pupilas verticais e língua bifurcada. Em ultimo caso, podem injetar veneno no oponente pela mordida, paralisando-o, mas este é um ataque especial que gasta uma quantidade relativamente grande de mp.


Passivas:

► Sentido termostático - Como cobras, as dracaenas podem sentir o calor dos inimigos. Tal habilidade detecta especificamente as emanações dos semideuses, além de servir como uma visão aprimorada, permitindo que se localizem com facilidade em qualquer ambiente.

► Pele escorregadia - Ataques de constrição tem efetividade reduzida em 50%

► Perícia marcial - Redes/ Boleadeiras/ Espadas/ Lanças - São as armas que manuseiam com mais facilidade. A perícia é equivalente ao nível do monstro.

► Perícia com armaduras e escudos - Dracaenas não tem dificuldade em manusear tais equipamentos.

► Garras afiadas - Em último caso, ou quando desarmadas, dracaenas podem utilizar suas próprias garras em batalha. Não são tão eficazes como armas, mas ainda assim são mais resistentes que o comum.

► Vulnerabilidade a frio: como criatura reptialan, o frio a afeta mais do que outros elementos, causando dano adicional.

► Imunidade a veneno: venenosas por natureza, outros tipos de substância não fazem efeitos em dracaenas, que conseguem processá-las normalmente em seu organismo.


Ativas:

► Constrição - Se conseguirem agarrar o oponente, enrolarão sua cauda nele, esmagando-o com sua força

► Presas venenosas - Dracaenas podem fazer um ataque venenoso, mordendo o alvo. Suas presas são afiadas, mas não causam tanto dano - o perigo está no veneno, que além de dano causa certa debilidade. O veneno age por 3 turnos. Dracaenas, contudo, só podem usar esse tipo de ataque uma vez a cada 5 turnos.

Status base: 100/100
Nível mínimo: 1
Taxa de variação: Aumento de 5 HP/MP por nível.


INFORMAÇÕES PARA ROLAGEM DE DADO



1. DADO PARA O PERÍODO DO DIA (D10):

1 ou 6 : Amanhecer (05:00 - 06:00 horas)
2 ou 7 : Dia (07:00 - 12:00 horas)
3 ou 8 : Tarde (13:00 - 18:00 horas)
4 ou 9 : Crepúsculo (19:00 - 20:00 horas)
5 ou 10 : Noite (21:00 - 04:00 horas)


2. DADO PARA CONDIÇÕES CLIMÁTICAS (D6):

1 ou 4 : Céu limpo (calor)
2 ou 5 : Nublado e ventando (fresco)
3 ou 6 : Chuva com raios e trovões (frio)


3. DADO DO LOCAL EM QUE A LUTA ACONTECE (D6):

1 ou 4 : Arena de Treinamentos
2 ou 5 : Floresta do Acampamento
3 ou 6 : Fronteiras do Acampamento
Casey Fitzgerald
Casey Fitzgerald
Filhos de Nice
Filhos de Nice


Voltar ao Topo Ir em baixo

[MvP SOLO] Casey vc Dracaena Empty Re: [MvP SOLO] Casey vc Dracaena

Mensagem por Casey Fitzgerald em Seg Ago 12, 2019 2:21 pm

Rolagem de dados para informações da narrativa.
Casey Fitzgerald
Casey Fitzgerald
Filhos de Nice
Filhos de Nice


Voltar ao Topo Ir em baixo

[MvP SOLO] Casey vc Dracaena Empty Re: [MvP SOLO] Casey vc Dracaena

Mensagem por Narrador Principal em Seg Ago 12, 2019 2:21 pm

O membro 'Casey Fitzgerald' realizou a seguinte ação: Lançar dados


#1 'D10' : 7

--------------------------------

#2 'D6' : 2, 3
Narrador Principal
Narrador Principal
Deuses Olimpianos
Deuses Olimpianos

Idade : 24
Localização : Por ai

http://www.bloodolympus.org

Voltar ao Topo Ir em baixo

[MvP SOLO] Casey vc Dracaena Empty Re: [MvP SOLO] Casey vc Dracaena

Mensagem por Casey Fitzgerald em Seg Ago 12, 2019 4:41 pm

your mind is not a game. you gotta play on your own.::
Casey retornava para o chalé após sua execução de limpeza na enfermaria quando notou estar completamente equivocado ao seguir por uma direção contrária da que realmente o levaria até o destino desejado. Passar pela trilha da floresta pelo lado de fora e encontrar as margens do lago lhe surpreenderam e de supetão deu meia volta para refazer a rota principal. Sua pouca experiência geográfica lhe enganara como um peixe indo diretamente para a isca do pescador, e novamente se colocara na posição de vítima da própria ignorância. Nos limites da fronteira, percebeu que estava mais longe do chalé do que realmente gostaria, naquele instante. Mas, aquilo não lhe fora a pior das constatações feitas no momento. Entre as árvores da clareira, uma criatura alada entrava em seu foco de visão, e pela vista daquela área, não estava em boas condições de sair correndo ou gritar por socorro.

Além de ter a certeza de que estava sozinho naquele embate, tinha suas dúvidas de que sairia dele com vida. Não tinha a menor preparação para concorrer com a dracaena, e notando os olhares de ódio direcionados para sua pessoa, só podia constatar de que aquela encrenca era séria o bastante para despertá-lo. O instinto divino em sua metade do DNA corria por seu corpo, alertando-o para o perigo evidente, ativando uma espécie de energia cósmica dotada somente por seus semelhantes, semideuses e criaturas nascidas do poder olimpiano. A mão esquerda apalpou a espada transformada no bolso, sem a intenção de utilizá-la em primeira instância. Apesar de ser um completo leigo na arte da guerra, tinha o tato de dedução que lhe orientava a não ser o primeiro a golpear o inimigo.

A dracaena tinha uma estrutura corpórea bela da cintura para cima, com traços reptilianos evidentes, apesar do charme que não o atraía em nada, apenas lhe prendia a atenção numa primeira vista. A investida de sua oponente veio através da lança na mão esquerda, apontada na direção de sua cabeça. Poderia não ser o melhor dos guerreiros, mas tinha alguma inteligência utilizável e perfeitamente ativa naquele instante. Moveu-se antes de ser atingido e terminar com uma perfuração craniana e uma decaptação que serviria como enfeite para a dracaena, forçando o próprio corpo a se jogar para o lado direito e se esquivar dos golpes. Com três tentativas de acertá-lo de algum modo, a criatura emitia sonoros e irritantes barulhos semelhantes ao de uma cobra tagarela, é claro, se uma existisse.

Demonstrando não estar ali para brincadeiras, a criatura se submeteu a uma nova tentativa diferente da esperada pelo semideus e tentou prendê-lo com sua cauda. Entre lançadas e o movimento com a cauda, o ruivo fora obrigado a dar vários passos desordenados para trás e por muito pouco não perdeu o equilíbrio. Porém, o que para si não passou por “muito pouco” se concretizou através de um segundo movimento orquestrado pela dracaena, que retornou a cauda para o ponto inicial ao completar um simples giro lateral com o próprio corpo, aumentando o alcance na tentativa de capturá-lo.

Apesar de ter sido atingido e levado ao chão com o impacto, o Fitzgerald se vira no direito de utilizar sua espada e golpear o monstro antes que sua cauda conseguisse se enrolar completamente por volta das pernas e acabar sendo esmagado pela força devastadora de sua constrição. A divisão da lâmina no segmento principal fora de grande ajuda na expansão do dano pelo golpe dado sem muita força. Fora o bastante para afastá-la além de sujeitar um corte na superfície com a propensão de puxar a espada ao tempo de não deixá-la presa na criatura. Naquele contra-ataque, tinha visado danificá-la muito mais com o impacto da lâmina em sua crosta do que feri-la mortalmente.

Escute, serpente. Eu não sei se você entende alguma coisa além da língua das cobras, mas vamos fazer um acordo aqui, certo? — Com a respiração descompensada, se ergueu do chão antes de ser atingido outra vez. Agora, pelo cabo de ouro da lança, que o arremessou para trás com força.

Ssssssssssssssssseja o que for, vamossssssssssssssss terminar logo, sssssssssssssssssemideussssssssssssss! Diga-me, qual é o sssssssssssseu último desssssssssssssssssssssssejo? — A criatura sorriu desinibida, feliz com sua própria desenvoltura. Do fundo do Tártaro, os demais de sua espécie poderia comemorar por ela.

Se eu conseguir te ferir, você se rende. Se você me ferir, eu me rendo. — A tentação estava impregnada na constatação do acordo, e banhada pelo orgulho infernal de uma criatura movida pela impulsão de suas vontades, deu a Casey a concordância que o semideus precisava para seguir com o embate.

Entrava em vigor uma de suas habilidades fornecidas no DNA em seu nascimento, mas desenvolvidas em sua puberdade, no ingresso ao acampamento. O semideus consagrou o juramento pelo Estige junto da dracaena tão feliz com a sua vitória antecipada, que mal premeditou o movimento furtivo da criança de Nice ao aproveitar a distração e obrigar a criatura a levantar voo. Acontece que, apesar do monstro dominar bem suas capacidades, era pesada demais para orquestrar uma ação ligeira sem deixar brechas para um ataque direto. A cauda pesava mais do que gostaria e somente quando estava bons metros acima do solo, percebeu a falta do semideus.

Seus sensores termostáticos lhe deram a direção através do calor do corpo grudado em sua cauda, bem ao tempo de vê-lo e sentir o golpe atingi-la em cheio. Desta vez, Casey havia sido mais esperto. Enquanto a distraia uma com a promessa juramentada pelo Estige, se preparava para o ataque. Com o peso de seu corpo puxando a dracaena um pouco mais para baixo, acertou a lâmina bifurcada na causa com força para machucá-la. A espada ficaria presa naquela dimensão, e quando se esquivou das garras pontiagudas da mão que lhe tentava agarrar, se soltou para cair de encontro ao chão.

O semideus utilizou o reflexo para deslizar pela cauda o quanto pudera e diminuir o impacto da queda, recebendo um segundo golpe com a lança agitada em sua direção. A dracaena poderia tê-lo ferido fatalmente caso a dor do ferimento na cauda não estivesse nublando sua mente e motivando-a a agir somente pelo impulso de matá-lo, o que viria a ser sua ruína. A prole de Nice tirou da bainha a adaga fornecida pelo acampamento e antes de cair, fincou a ponta da lâmina curta para impedir um massacre contra a própria coluna.

Quando desfincou a ponta, foi de encontro ao chão enquanto agia para não ter que embolar para fugir da clássica investida promovida pela fúria da criatura. Com o que ela não contava, era a transformação metamórfica das pernas do semideus para patas de coelho, possibilitando o amortecimento do impacto ao girar o corpo e pular, numa altura de quase dois metros e meio e se lançar para frente. Quando pousou, derrapou no chão e marcou o terreno com as patas ao tentar se segurar e não perder o próprio equilíbrio.

Casey iniciou uma corrida, e apesar de ser tão ágil quanto ele estava sendo naquele momento, a dracaena mal conseguia conciliar a dor pelos golpes na cauda e atribuir sua atenção para ele. Se não fosse pelos seu sentido termostático, estaria findada muito antes de perceber o que acontecia. Invocando uma coroa de louro constituída por ouro imperial enquanto o seu orgulho competitivo entrava em vigor. Ele sabia que aquela batalha poderia ser vencida naquele ponto do embate. Nenhuma de suas tentativas fora feita de encontro ao corpo revestido pela armadura, golpes e investidas pesadas foram evitadas com algum esforço e todo o seu ataque era destinado a única parte do corpo reptiliano desprovido de proteções: A cauda, já ferida pela espada, adaga e a agora pela coroa apontada em sua direção.

A primeira fora usada como distração para fazê-la se inserir ainda mais na violência furiosa de sua vingança contra tudo o que lhe acontecia, desacreditada por estar sendo vencida por um pivete despreparado. O faro de criaturas como a dracaena eram efetivos, podia deduzir a força de um semideus pelo seu cheiro e deparando-se com aquele cretino de meia tigela, garantiu antecipadamente uma vitória que estava se voltando contra suas expectativas. Casey invocou duas outras coroas, lançando-as ao mesmo tempo em que corria e saltava, desviando das investidas da criatura mal posicionada.

O semideus percebeu suas intenções para levantar voo, e saltou para perto de onde sua espada estava encravada. Para não ser pego pelas garras afiadas do monstro, lançou a adaga na direção delas para ter alguns segundos em vantagem. Puxou a arma com força, causando uma hemorragia negra que escapava pela fenda aberta no lugar onde antes as lâminas foram cravadas. A dracaena tinha em mente que havia conseguido escapar da segunda e terceira coroas lançadas em sua direção, não percebendo que o Fitzgerald tinha usado-as como ferramentas para o golpe final.

Caindo de pés sobre o chão, saltou outra vez, agora pelas costas da criatura e lhe feriu gravemente ao lhe dar uma espadada rente ao pescoço, por onde sangue negro escorria aos montes. No movimento de uma das asas, a prole de Nice foi lançada para o chão, sofrendo um desfalque no braço esquerdo ao amortecer a queda por aquele lado. — Honre o seu juramento, serpente. Você está ferida. Perdeu esta luta. — A fera estava incitada pelo ódio crescente e o juramento já não lhe fazia nenhum sentido. Tudo o que importava era acabar com a vida daquele cabeça de fogo impertinente. Tentou mordê-lo, uma vez que suas presas estavam próximas das patas de coelho que já se transformavam em pés humanos novamente, quando o laço de um chicote lhe prendeu a boca.

Gelo passou pela extensão da arma, atingindo-a com uma fraqueza extrema para as de sua espécie. O frio crescente a cercava por dentro e por fora, enquanto uma amazona e provável filha de Quione se fazia presente ao lado de quatro outros semideuses que apontavam para a criatura suas armas afiadas e carrancas desprovidas de misericórdia. Afastado por um deles, viu o momento de seu juízo final e arrebatamento violentado por um golpe unânime. Era o fim. — Ninguém quebra um juramento para o Estige sem sofrer as consequências. — Sussurrou, enquanto caía aos braços de sabe-se lá quem, exausto. Estava enjoado, com camadas de suor encobrindo o corpo. Estava no limite para alguém com escalas rasas de treinamento, mas sairia daquele embate como o grande vencedor. Era o suficiente para reerguer-se das sombras de uma guerra antiga.




#informação introdutória
Casey retorna da Casa Grande após completar a missão de organizar a enfermaria dada por Quíron, e ao não reconhecer claramente o caminho de volta para o chalé, termina indo parar nas fronteiras do acampamento.



adendos complementares:
habilidades passivas:
Nível 1
Nome do poder: Promessas do Estige
Descrição: Nice é filha da ninfa/rio Estige. Seus filhos são abençoados por ambas divindades, de modo que todos os inimigos e competidores das proles da deusa alada aceitarão fazer um juramento pelo Estige, de que não irão quebrar nenhuma regra estabelecida em uma competição, e de que darão ao filho de Nice o que o mesmo desejar em caso da vitória do mesmo, desde é claro que tenha o que foi pedido.
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: Nenhum
Dano: Nenhum

Nível 3
Nome do poder: Orgulho Competitivo
Descrição: Detentores de um orgulho fora do comum, filhos da deusa Nice/Victória não se deixam ser vencidos até que tenham certeza de que não podem vencer. Ao chegar em 0 MP um filho de Nice/Victória não desmaia, ele simplesmente não é mais capaz de usar poderes ativos, sendo a sua força de vontade o único combustível que continua a movê-lo.
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: Nenhum
Dano: Nenhum.
habilidades ativas:
Nível 2
Nome do poder: Coroa de Louro
Descrição: A coroa de louro é um dos sagrados símbolos de Nice, que geralmente é dada como prêmio a um campeão olímpico. Os filhos da deusa conseguem invocar uma coroa dourada de louro, feita de Ouro Imperial. Tal objeto pode ser utilizado como um chakram afiado, em um único golpe. Após ser utilizado se dissolve em uma pequena nuvem de pó dourado e vermelho. Ele pode ser arremessado também para dar dano de impacto.
Gasto de Mp: 10 MP
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: Nenhum
Dano: 10 HP
Extra: Nenhum

Nível 3
Nome do poder: Metamorfismo Atlético: Pernas I
Descrição: Os filhos de Nice são os melhores competidores, fazendo de tudo para vencerem. Uma vez por missão/evento e com duração de três rodadas, o filho da deusa alada consegue fazer com que suas pernas adquiram uma forma semelhante a patas de coelho, de modo que passam a conseguir fazer saltos de até cem metros de distância.
Gasto de Mp: 10 MP
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: Podem saltar até 3 metros de distância em combate ou para se locomover;
Dano: Nenhum
Extra: Nenhum
arsenal:
• Faca de Bronze Celestial [ Uma faca de lâmina curta - cerca de 10 cm - com cabo em madeira envolvido em couro para tornar o manuseio melhor. | Não produz feridas em mortais. | Bronze celestial, madeira e couro. | Sem espaço para gemas. | Alfa. | Status 100%, sem danos. | Comum. | Nível 1. | Item inicial. ]

• Espada do Carrasco [Forjada por acidente a espada possui uma aparência bastante incomum: sua lâmina possui um seguimento principal como os das outras espadas, porém na sua lateral a lâmina se divide em outras pequenas laminas que são capazes de provocar ainda mais dano contra seus inimigos. | Efeito 1: A lâmina é capaz de suportar as mais elevadas temperaturas sem modificar a sua forma, apenas ficando incandescente. |Efeito 2: A espada possui uma espécie de consciência magica e se afeiçoa ao seu primeiro portador e, dificilmente, irá deixar ser portada por outro semideus. | Ferro estígio. |Sem espaço para gemas | Beta | Status: 100% sem danos | Mágico | Arsenal do acampamento]

Casey Fitzgerald
Casey Fitzgerald
Filhos de Nice
Filhos de Nice


Voltar ao Topo Ir em baixo

[MvP SOLO] Casey vc Dracaena Empty Re: [MvP SOLO] Casey vc Dracaena

Mensagem por Hans Nikolai Kültzer em Qui Ago 15, 2019 12:15 am


Casey Fitzgerald


Método de Avaliação:

Valores máximos que podem ser obtidos

Máximo de recompensa a ser obtida: 3.000 xp
Realidade de postagem + Ações realizadas – 50%
Escrita: Gramática, erros, pontuação, coerência, concordância, etc – 20%
Criatividade/Estratégia em combate + inteligência – 30%

Realidade de postagem + Ações realizadas: 50%
Escrita: Gramática, erros, pontuação, coerência, concordância, etc: 18%
Criatividade/Estratégia em combate + inteligência: 30%

RECOMPENSAS: 2.940 de XP e 2.000 Dracmas (pela dificuldade do monstro ser baixa)

STATUS
HP: 130/130
MP: 90/130



Hans Nikolai Kültzer
Hans Nikolai Kültzer
Lider de Apolo
Lider de Apolo

Idade : 19

Voltar ao Topo Ir em baixo

[MvP SOLO] Casey vc Dracaena Empty Re: [MvP SOLO] Casey vc Dracaena

Mensagem por Minerva em Sex Ago 16, 2019 3:39 pm

Atualizado.
Hans recebe 50 XP e 1000 dracmas.
Minerva
Minerva
Deuses Olimpianos
Deuses Olimpianos


Voltar ao Topo Ir em baixo

[MvP SOLO] Casey vc Dracaena Empty Re: [MvP SOLO] Casey vc Dracaena

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum