The Blood of Olympus
Para visualizar o forum é necessário estar cadastrado, por favor registre-se no rpg ou entre em sua conta. É necessário estar cadastrado para ver as informações contidas no forum. Lembre-se de usar nome e sobrenome, não se cadastrar usando nomes geralmente utilizados por Hacker. Exemplo: "Barum" "Hakye" e por ai vai. Bem vindos.

Nova York

Página 1 de 3 1, 2, 3  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Nova York

Mensagem por Héstia em Dom Mar 02, 2014 10:31 am


Nova York

Nova York é uma belíssima cidade com enormes arranha- céus. Tendo seus pontos de destaque com Harvard, Colombia e Juliard, Nova York é a maior cidade dos Estados Unidos.
avatar
Héstia
Deuses Menores
Deuses Menores

Mensagens : 397
Data de inscrição : 13/06/2013
Idade : 21

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Nova York

Mensagem por Athena em Dom Abr 27, 2014 7:30 pm

Teste para Emmanuelle

Seus teste para tenente de caçadoras será criar uma caçada em que você está presente com as caçadoras, antes de virar tenente, com sua senhora, em uma floresta,boa sorte.
Regras:
-Você tem até amanhã para postar.
-Devera enfrentar pelo menos um monstro.
-Por hora não sera tenente e sim uma simples caçadora.
-Deve criar uma situação criativa.
-Boa sorte
- Se passar além de virar tenente será bem recompensada por seu desenvolvimento.

[/center]


Palas Athena...
Sometimes the power must bow to wisdom. You can be strong, may have power, but if you are wise, you are all well. And more than that, yes you can defeat them. Once warned that to save the world destruiri you-your friends, maybe I was wrong.
avatar
Athena
Deuses Olimpianos
Deuses Olimpianos

Mensagens : 6805
Data de inscrição : 26/05/2013
Idade : 22
Localização : Por ai

http://www.bloodolympus.org

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Nova York

Mensagem por Emmanuelle S. Henz em Dom Abr 27, 2014 7:35 pm

Se Fortalecendo
Não importa o que as pessoas pensam. Se você acredita que vale a pena, lute por isso.

O medo me consumia. Minhas mãos suavam de tanto nervoso enquanto eu corria pela floresta em busca de um monstro que a algum tempo não era visto, um longo tempo para ser mais exata, sequer sabíamos como eles estavam voltando e agora corríamos pelas florestas do mundo a fora os caçando novamente.
A Equidna e o Minotauro voltaram a exatamente 3 dias, e nesses 3 dias nenhuma de nós paramos, caçávamos os monstros incessavelmente pelas fronteiras da florestas da cidade de Washinton.
E foi então que do nada Thalia nossa líder parou.
-O que foi?- sussurrou Bela a filha de Apolo, e a mais nova de nosso grupo.-
-Tem algo errado-disse Thalia olhando a nossa volta.
-Como assim Thali?-perguntei me aproximando da mesma que fez uma careta.
-Suabam e fiquem quietas.-disse ela e como mandando fizemos o que a mesma pediu, subimos na arvore e nos escondemos entre os galhos,eu estava intrigada, o que estava acontecendo afinal?
E foi então que o enorme monstro apareceu, metade touro metade humana, eramos apenas 4, eu,Thalia, Gabi e Bela por hora, nada de nossa senhora ou o resto do grupo, tínhamos nos separado em equipes, para poder percorrer o perímetro mais rápido e o monstro veio bem atras de nós, isso era uma grande injustiça.
Thalia quando o viu arregalou os olhos, ela não tinha medo, mas estávamos em desvantagem, dois monstros atras de nós,e fomos pegas desprevenidas de certa forma.
- PULEM! – Thalia gritou, agarrando meu braço e pulando ao meu lado. Vi a grama verde aproximando-se de mim a cada segundo. Eu não conseguia gritar. Minha voz estava presa em minha garganta. O vento não ajudava muito. Meus olhos queimavam, recusando-se a fechar. Atingi o chão. Meu corpo inteiro latejou de dor. Ouvi o som das outras duas caindo ao meu lado. Forcei meus braços. Alguém me agarrou pelos cotovelos e me ajudou a levantar. Olhei para cima. Gabi. Sorri para a loira, triste. Levantei-me rapidamente e a agarrei pelo braço.
- Vou te proteger! Custe o que custar. – eu disse para a pequena. Ela sorriu triste. Mas era verdade, Gabi era minha melhor amiga, apesar de ser quase 5 anos mais nova do que eu, nós nos dávamos super bem.
- Vamos meninas. – Thalia disse agarrando meu outro braço e puxando-me em direção as profundezas da floresta. Os pingos batiam fortes contra meu corpo, tinha começado a chover e meu vestido branco estava encharcado. Minha visão já estava completamente embaçada. Sentia a mais intensa vontade de chorar, mas eu sabia que tinha que me manter forte. Eu era a segunda mais velha de nós cinco. Tinha que ser forte até o fim. Thalia adentrou cada vez mais fundo a floresta. Bem, era noite e isso dava a floresta o ar de amaldiçoada. Deixei a coragem tomar conta de mim, e deixei que Thalia nos arrastasse para lá.
As arvores estavam velhas. Algumas tinham metade do tronco podre. Outras estavam quase que caindo. Algumas poucas estavam tombadas no chão. Teias de aranhas empesteavam o lugar. Aranhas peludas do tamanho da minha mão passeavam pelos troncos das arvores, galhos, as teias enormes e até mesmo pelo chão. Gabi passava aos choros. Eu tremia só de imaginar uma daquela perto. Cobras rastejavam pelo chão e pelos galhos. Corujas piavam no topo das arvores.
- Fiquem por perto! É fácil se perder aqui. – Thalia soou autoritária. Sua personalidade mudará desde que Equidna adentrou nosso campo de visão logo após o minotauro.
Paramos num canto da floresta ofegante com o grito de Gabi.
- Meu Deus! Onde está Bianca? – Gabi gritou exasperada. Thalia tampou-lhe a boca no mesmo momento.
- Silêncio! – ela sussurrou para nós. Assentimos. Passos pesados se aproximavam de onde estávamos. Foram ficando mais alto, mais alto, e mais alto. Mantivemos-nos imóveis. Os galhos de uma árvore recém cortada mexeram-se próximo a minha cabeça. Um focinho comprido com uma argola de ouro emperrada nele apareceu. Farejou o ar lentamente. Thalia nos deu sinal com as mãos. Dei um passo lento até ela. Pisei num galho. Um estalo alto ecoou pela mata. Pássaros dispararam a voar por todos os lados. O monstro pulou para perto de nós. Só pudemos correr. Infelizmente ele movia-se pelo som e pelo cheiro. Gabi ainda estava de mãos dadas comigo. Eu praticamente a arrastava. Algo agarrou meu tornozelo direito. Minha mão deslizou das mãos de Gabi, que até então me puxavam. Fiquei de cabeça para baixo. Por pouco meu colar não deslizou do meu pescoço. O bafo nojento de monstro golpeou meu rosto. Senti uma terrível vontade de devolver meu almoço.
- Manu, não se mova! – pude ouvir a voz dura e fria de Thalia. – Preparar para a batalha– ela ordenou. Peguei meu colar com dificuldade, pois o monstro agarrara meu braço esquerdo e o puxava. Toquei o colar duas vezes. Uma espada de bronze de cerca de 95 cm apareceu na minha mão. Golpeei o rosto do monstro com dificuldade. Caiu no chão, mas não sem antes bater a cabeça num galho de arvore. Uma flecha passou zunindo ao lado da minha cabeça, acertando o monstro na canela. Levantei-me com dificuldade, mas o monstro bateu o braço em meu tórax. Senti meu corpo encostando-se a algo quente. Thalia. Minha espada estava jogada ao meu lado, assim como a de Thalia.Ela levantou-me pelo cotovelo e agarrou sua espada. Gabi havia levado um chute no tórax. O monstro estava pronto para esmagá-la quando uma flecha de prata atingiu o joelho do minotauro. O mesmo urrou de raiva e caiu sentado. Bela correu até Gabi com um arco prateado nas mãos.
Ela ajudou a mesma a ficar de pé enquanto Thalia fincava a espada no monstro o transformando em pó.
Palmas foram ouvidas de dentro da floresta. Ficamos imóveis, observando todos os lados que podíamos. S Equidna estava logo a nossa frente com um sorriso superior nos lábios roxos. Thalia postou-se ao nosso lado.
- Não acredito que mataram meu filhinho. – Equidna disse com um tom de preocupação falso. Seus olhos tinham um brilho vermelho. Sua boca curvou-se para baixo, de modo que seus dentes estragados ficaram a mostra. Seu corpo foi ganhando uma espécie de textura escamosa.
Equidna avançou em minha direção. Num piscar de olhos seu corpo havia mudado – ou pelo menos metade dele. Da cintura para cima tinha o corpo de uma mulher. Os cabelos ondulados e negros igual a carvão cobriam os seios. Os olhos se fechavam lateralmente, igual aos verdadeiros répteis. Da cintura para baixo possuía uma grande cauda de serpente. Bati duas vezes no meu colar e a espada mista apareceu. Com ajuda cauda, ela deu-me uma rasteira, mas não sem antes receber um corte na cauda pela minha espada. Minha cabeça bateu no chão com certa força. A dor focou-se apenas na nuca. Lágrimas escorreram pelos meus olhos. Rolei, ficando com a barriga pressionada no chão. Minha mão novamente foi na nuca. Não, não havia sangue. Pude ver a cena em que Bela atirava milhares e milhares de flechas contra Equidna. Um liquido verde e gosmento escorria pela parte em que ela era cobra. . Forcei-me a ficar de pé. Cambaleei para o lado, completamente tonta. Escorei-me em algo pegajoso. Foquei meus olhos no objeto ao meu lado. Minha espada presa num galho da arvore tombada. O sangue verde de Equidna nele. Agarrei a espada e esqueci a fraqueza. Corri até Bela que puxava Gabi para trás. Joguei-me ao lado de Bela, observando com as duas agora a luta de Thalia.
- Tive um plano! – eu disse baixo. Gabi despertou atrás de nós.- Quando eu disser já, atire flechas contra Equidna. – disse.
Quando vi que a nossa The Flash Thalia, não aguentaria mais, apertei o braço de Bela.
Já! – disse ao ver Equidna sibilar a língua grotesca para lá e para cá. A flecha acertou-lhe na cauda. – CORRAM! – gritei. Todos me seguiram para dentro da floresta. Thalia logo ao meu lado, dando-me um sorriso aprovador. Um rugido ecoou novamente atrás de nós. Equidna não estava detida. Thalia parou.
E deixando-se tomar pela raiva a mesma. Correu em direção ao monstro e depois de vários golpes a mesma conseguiu. Equidna foi acertada fortemente na lateral de seu corpo. Manu respirava cansadamente quando Equidna foi reduzida a pó. A filha de Zeus cambaleou completamente tonta, para trás, segurei-a antes que caísse no chão.Bela sorriu animada.
-Conseguimos- a mesma deu um gritinho e nesse momento nossa senhora apareceu junto as outras caçadoras sorridente e orgulhosa do que tínhamos feito.
Montamos nosso acampamento por ali mesmo, depois de dias tão agitados. cuidamos dos ferimentos e em fim pudemos descansar.






Emmanuelle Sophie Henz
I'M A QUEEN OF DARKNESS!!!
avatar
Emmanuelle S. Henz
lider das caçadoras
lider das caçadoras

Mensagens : 650
Data de inscrição : 06/06/2013
Idade : 21
Localização : Seguindo em frente..

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Nova York

Mensagem por Ares em Dom Abr 27, 2014 7:53 pm


Aprovada,

Recompensas de Tenente das caçadoras
- Réplica do arco de Ártemis: Um arco de prata muitíssimo semelhante aos da deusa Ártemis e com quase os mesmos poderes. Assim como o Arco da Lua, só seria destruído se a tenente descumprir sua promessa ou cair em batalha. Transformado em presilha de cabelo quando não utilizada.

- Réplica das flechas de Ártemis: Basicamente as mesmas flechas utilizadas pela deusa, delicadas e infinitas.

-Diadema de prata: Um fino diadema prateado decorado com luas que apenas a tenente usa.

350 Dracma
300 xp

avatar
Ares
Deuses Estagiários
Deuses Estagiários

Mensagens : 484
Data de inscrição : 30/05/2013
Localização : Olimpo

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Nova York

Mensagem por Victoria Rolstroy Kovac em Qua Maio 28, 2014 2:54 am


Passeando pelas calçadas de Nova York
Murmuras de uma jovem em crise



Victoria havia saido recentemente do acampamento. Não tinha nenhum amigo, afinal ajovem não era uma das mais sociáveis naquele lugar, então preferiu deixar o acampamento sozinha e seguir para sua cidade natal, Nova York. Seus passos eram lentos pelas ruas da cidade. Em suas mãos carregava um copo de café e na outra um mp3 player onde ouvia suas musicas favoritas. Completaria 18 anos na próxima semana e já estava pensando em comprar um telefone novo, coisas de jovens – Coisa velha! – resmungou a garota espremendo o celular contra a mao em tom de raiva. Odiava seu aparelho de telefone, era uma coisa que ela não escondia de ninguém. Tentou por vaias vezes comprar um novo, mas seus dracmas não lhe serviriam de nada no momento – Pois é, eu filha de Zeus com uma antiguidade dessa, aaargh! – murmurou alto e tacou o celular no lixo. Sem pensar duas vezes o retirou e então limpando, guardou-o em seu bolso da jaqueta – Velharia, mas e a única que tenho. – refletiu decepcionada bebericando mais um gole de sua bebida e então se retirou dali.





Chances, todas as chances do mundo estavam em suas mãos. Ela podia viver e amar, aprender a lutar, mas a única coisa que ela queria era apreciar o mar.
(+) Victoria Rolstroy Kovac
avatar
Victoria Rolstroy Kovac
Filhos de Zeus
Filhos de Zeus

Mensagens : 77
Data de inscrição : 06/03/2014
Idade : 20
Localização : Acampamento meio-sangue

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Nova York

Mensagem por Marte em Seg Jun 16, 2014 12:26 am

Brincando de deus



 

Estava tão arrumado quanto podia. Usava uma roupa formal e elegante. Seu cheiro era masculino, mas sem deixar de ter sua delicadeza no sentir. Marte sentia-se confiante com o que faria na noite. Sabia que iria se encontrar com a deusa do amor e também era de seu conhecimento que isso era errado, porém não se importava.

Materializou-se ao lado de um restaurante luxuoso, mas não extravagante. Sentia-se poderoso e imponente. Passou pela entrada como se todos o conhecessem e sentou-se a uma mesa com um garçom a se aproximar quase que de imediato.

- Bebida senhor? - disse o empregado do lugar.

- Champanhe, hoje comemoro. - pediu o deus sorrindo.

Agora só tinha de esperar um pouco, tinha certeza que a deusa não lhe daria um bolo e queria te-la durante essa noite para si. Estaria se sentindo completo com isso.  

TAGGED:

Encontro?
Clothes:

Formal e sensual.
Notes:

Thanks, Baby Doll @ Oops!
avatar
Marte
Deuses Estagiários
Deuses Estagiários

Mensagens : 102
Data de inscrição : 30/06/2013

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Nova York

Mensagem por Vênus em Seg Jun 16, 2014 12:57 am



Uma noite para a diversão..




A deusa finalizou a maquiagem com um batom claro, pois o vestido preto colado garantia a atenção necessária. Deixou o aroma adocicado do perfume espalhar-se por sua pele. Observou brevemente sua imagem refletida no espelho, para ter certeza que não se esquecera de nenhum detalhe. Sorriu confiante e caminhou até o carro, onde o motorista a aguardava.

Poucos minutos depois, pararam em frente a um restaurante. O chofer abriu a porta do carro, permitindo que a deusa saísse. Vênus adentrou o lugar e logo os olhares voltaram-se para ela, como era de se esperar. Observou cautelosamente o local a procura de seu acompanhante, o mesmo já estava acomodado em uma das mesas. Caminhou pomposamente sabendo que todos os olhares a acompanhavam, parou ao lado da cadeira de Marte.

- Espero não tê-lo feito esperar muito tempo... - Sorriu sedutoramente.



.
©Jay

Roupa


Última edição por Vênus em Qua Jun 18, 2014 12:34 am, editado 1 vez(es)


Vênus, love's lady
..
diva, déesse de l'amour et de la beauté ♦️
avatar
Vênus
Deuses Olimpianos
Deuses Olimpianos

Mensagens : 1327
Data de inscrição : 16/05/2014

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Nova York

Mensagem por Marte em Qua Jun 18, 2014 12:28 am

Brincando de deus



 

Vê-la entrar no restaurante foi como se transformar em um humano e ter a sensação de ter visto um deus, ou até mesmo Deus. Vênus estava bela como sempre e linda como nunca. Difícil explicar o qual atraente e perfeita a deusa estava, mas os sentimentos eram confusos e contraditórios. Marte levantou-se quando a deusa da beleza se aproximou a mesa e por um segundo se sentiu tão mal vestido quanto um mendigo.

- Espero não tê-lo feito esperar muito tempo. - disse a deusa com uma voz tão doce e sensual que atraiu olhares masculinos de outras mesas. Marte puxou a cadeira para que Vênus pudesse se sentar e quando ela o fez o senhor da guerra respondeu.

- Nenhuma espera por você é longa suficiente para que me perturbe. - depois sentou-se a frente dela.

O garçom chegou novamente a mente, só que dessa vez se dirigiu a deusa que acabara de chegar. E com uma voz fraca e pasma o servente perguntou.

- Bebida senhora?

Marte ainda estava perdido mesmo depois de todo aquele tempo que Vênus tinha adentrado no restaurante. Quando finalmente voltou a si, sentia-se melhor e poderoso como antes. Voltara a se sentir capaz e a altura de uma mulher tão linda como a que o acompanhava agora. Sorriu levemente para a deusa e deu um gole no champanhe e por fim disse.

- Bom que veio até aqui. Por alguns instantes antes de eu chegar achei que não viria devido ao fator Sr. do Fogo. Então estamos comemorando certo?

TAGGED:

Encontro?
Clothes:

Formal e sensual.
Notes:

Thanks, Baby Doll @ Oops!
avatar
Marte
Deuses Estagiários
Deuses Estagiários

Mensagens : 102
Data de inscrição : 30/06/2013

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Nova York

Mensagem por Vênus em Qui Jun 19, 2014 1:34 am



Uma noite para a diversão..




- Nenhuma espera por você é longa suficiente para que me perturbe. – Disse o deus da guerra, puxando a cadeira para que Vênus pudesse sentar.

A deusa assentiu com um sorriso de lado, sentando com postura ereta e cruzando com sensualidade as pernas. Seus olhos rapidamente elevaram-se a altura dos de Marte, observando-o com um toque de mistério.

- Bebida senhora? - A voz do garçom interrompeu os pensamentos da deusa do amor.

- Vinho branco, por favor. – Disse a mulher com uma voz em melodia, fazendo com que o serviçal ficasse aturdido por alguns instantes, antes de voltar a si e realizar o pedido.

Sua atenção volta novamente para o homem a sua frente. Seus lábios delineiam um sorriso leve, seus olhos procuram penetrar o ser do deus. Vênus tinha o dom de hipnotizar os homens e os deuses com sua beleza. Mas para aquele deus ela não queria apenas oferecer uma hipnose, ele mexia com as emoções da deusa e aquilo não era algo recente. Um romance perigoso é um dos temas favoritos da mesma. O deus bebericou o champanhe e disse:

- Bom que veio até aqui. Por alguns instantes antes de eu chegar achei que não viria devido ao fator Sr. do Fogo. Então estamos comemorando certo? -  

- Não é tão fácil ficar arranjando desculpas para sair, meu querido. Mas esse fator não me impediria de desfrutar de tamanha companhia. – O sorriso no rosto da deusa se prolongou logo o rapaz trouxe a taça de champanhe, servindo a deusa, enquanto a observava bobamente. Vênus sorriu gentilmente para o garçom, que pareceu se derreter ali antes de sair. Saboreou o primeiro gole da bebida, sem deixar de manter os olhos fixos no deus. – Poder ter momentos como esse, sempre é uma comemoração. Não acha?




.
©Jay

Roupa


Vênus, love's lady
..
diva, déesse de l'amour et de la beauté ♦️
avatar
Vênus
Deuses Olimpianos
Deuses Olimpianos

Mensagens : 1327
Data de inscrição : 16/05/2014

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Nova York

Mensagem por Marte em Sex Jun 20, 2014 4:25 pm

Brincando de deus



 

Marte sorriu ao perceber que a deusa também se sentia bem por estar ali. Pensava em como ela era bonita e nobre. Pensava tanto nisso que obrigou-se a esquecer um pouco desse detalhe. Agora o deus só queria estar ali. 

-Concordo completamente com você. - diz o deus sorridente e confiante. - Bom, espero que esteja com fome. Talvez essa seja o melhor restaurante da cidade, ou pelo menos o que tem a melhor comida. Sei nós preferimos apenas o sacrifício dos mortais e não necessitamos da vontade carnal, mas posso lhe dizer que nada melhor que um bom jantar em noites como essa... - parou por alguns segundos pensativo e voltou a dizer - Pensando bem, há um coisa melhor.

O garçom aproximou-se de novo esperando um possível pedido. Marte apenas o olhou de relance, mas não conseguia deixar de admirar Vênus por muito tempo. 


TAGGED:

Encontro?
Clothes:

Formal e sensual.
Notes:

Thanks, Baby Doll @ Oops!
avatar
Marte
Deuses Estagiários
Deuses Estagiários

Mensagens : 102
Data de inscrição : 30/06/2013

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Nova York

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 1 de 3 1, 2, 3  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum