The Blood of Olympus
Para visualizar o forum é necessário estar cadastrado, por favor registre-se no rpg ou entre em sua conta. É necessário estar cadastrado para ver as informações contidas no forum. Lembre-se de usar nome e sobrenome, não se cadastrar usando nomes geralmente utilizados por Hacker. Exemplo: "Barum" "Hakye" e por ai vai. Bem vindos.

[TREINAMENTO ESPECIAL] Ataque aos Portais #vemmonstro (Romanos)

Página 1 de 2 1, 2  Seguinte

Ir em baixo

[TREINAMENTO ESPECIAL] Ataque aos Portais #vemmonstro (Romanos) Empty [TREINAMENTO ESPECIAL] Ataque aos Portais #vemmonstro (Romanos)

Mensagem por Maisie K. Blackwood em Qua Jan 02, 2019 2:57 pm


Ataque aos Portais
deslize a imagem!

#vemmonstro
Atividade especial
[TREINAMENTO ESPECIAL] Ataque aos Portais #vemmonstro (Romanos) 6XBmhYA


– Ei! Vocês já ouviram o sinal. Vocês têm que ir para o refeitório - Maisie disse alto, tentando usar o seu melhor tom repreensivo. Alguns garotos da III Coorte ainda estavam nos bancos em torno do Campos de Marte, recuperando o fôlego após os treinos, mas o sinal para o jantar já havia soado. E regras sempre são regras.

– Ah, qual é, Mai. A gente nem conseguiu ir pra Casa de Banho ainda… - o mais jovem começou a protestar.

Em resposta, a centuriã ergueu os ombros despreocupada. Afinal, aquilo não era problema seu. – Vocês sabem as regras e o horário das coisas por aqui - disse, para então dar as costas aos garotos e rumar em direção ao refeitório. O recado era claro: o assunto estava encerrado e não havia espaço para contestações. E pensar que ela ainda teria os demais legionários da sua coorte para coordenar durante o jantar e os Jogos de Guerra...

Assim que a loira se virou, viu uma das estátuas adquirir vida e exibir um semblante preocupado em seu rosto. Era Término, o deus protetor das fronteiras romanas, que tinha o hábito de se manifestar através de estátuas. Mas ele raramente saía da Linha Pomeriana… Algo estava errado.

– Maisie! Os portais…

A filha de Athena imediatamente olhou para o portal que havia sido aberto ali mesmo, nos Campos de Marte, pela senadora Evie Farrier. O destino daquela passagem mágica era o Tártaro, o último nível do Submundo, levando alguns semideuses para o Palácio de Nyx em um ataque ousado e determinante. Daquele portal, uma criatura humanoide de corpo negro estava saindo, aterrissando diretamente ali no Acampamento Júpiter. E, infelizmente, ele não estava sozinho.

– Término, soe o alarme de emergência! - ela pediu, mantendo os olhos na primeira criatura a deixar o portal. – E, por favor, proteja as fronteiras de Nova Roma como nunca antes - disse, fitando a estátua brevemente antes de desembainhar sua adaga.



Missão
O que fazer:

Entenda a atividade
[TREINAMENTO ESPECIAL] Ataque aos Portais #vemmonstro (Romanos) HFogtXL


Alguns monstros do Submundo encontraram os portais que ligam os Acampamentos até o Tártaro e estão entrando nos acampamentos. São monstros de periculosidade menor ou que ficaram enfraquecidos ao deixar o Submundo. Mas eles ainda trazem um desafio para os semideuses que estão no Júpiter ou no Meio-Sangue.

O objetivo desta atividade é óbvio: matar os monstros e impedir que causem estragos no acampamento. Escolha um monstro para enfrentar clicando aqui, sorteie um dado e narre a atividade como um MvP solo.

Em seu post, considere que era fim de tarde e que os legionários já deveriam estar no Refeitório quando os alarmes soaram.



Instruções
O que fazer:

Confira aqui as informações
importantes para a atividade
[TREINAMENTO ESPECIAL] Ataque aos Portais #vemmonstro (Romanos) 6XBmhYA


• Sorteie um D6 neste tópico para definir qual vai ser o seu desafio;
• É permitido postar nesta atividade duas vezes no máximo, enfrentando apenas um monstro por post.
• Caso enfrente mais de um monstro por post, sua recompensa não será aumentada.
• É possível postar nesta atividade em dupla. Para isso, apenas players que tiraram o mesmo dado podem postar em dupla e enfrentar o mesmo monstro juntos. A recompensa final será dividida entre os dois.
• Os monstros disponíveis para batalha são os mesmos do bestiário da Night War, que podem ser conferidos neste tópico. Considere que os monstros perderam a força ao deixar o Mundo Inferior, ficando com o status de HP e MP 30% menor.
• Lembre-se que o cenário é o acampamento. Qualquer ataque em área ou ativos que atingem o espaço ao seu redor vão causar um prejuízo não só ao monstro. Seja sensato.
• Os gastos e dano serão computados, portanto, cuidado com excessos.

Personagem: Maisie Knight Blackwood é filha de Athena e legado de Belona. Apesar da ascendência grega, está no acampamento Júpiter devido ao seu pai, que foi um legionário da I Coorte. Maisie é alguém de pavio curto e marcada por sua volatilidade. Às vezes ela é uma pessoa difícil de lidar devido ao sarcasmo que usualmente está em sua voz e o fato de ser insuportavelmente inteligente. Como líder e instrutora, irá controlar seu estresse e impaciência, mas algum aluno pode ser vítima de um comentário irônico se fizer uma pergunta óbvia demais ou um comentário infeliz. Maisie tornou-se centuriã apenas para provar que os romanos estão errados sobre os filhos de Athena e para levar orgulho ao seu pai.



Regras
Regras, prazo e habilidade

Confira aqui as informações
importantes para a postagem
[TREINAMENTO ESPECIAL] Ataque aos Portais #vemmonstro (Romanos) 97z7g3s


• O mínimo exigido são 500 palavras por postagem;
• Não use templates estreitos, fontes pequenas ou cores desconfortáveis à leitura;
• Estão livres para interagirem com Maisie, mas sigam o que foi descrito sobre ela;
• Este tópico é destinado aos romanos. Os gregos devem postar [url=neste link]neste link[/url][url=neste link][/url];
• É obrigatório incluir o link da sua FPA no final do post, sob risco de perder 30% da recompensa final;
• As dúvidas podem ser solucionadas via chatbox ou MP;
• Prazo da aula até o dia 10/02
• Recompensas: 4.000 XP e dracmas por post.



Última edição por Maisie K. Blackwood em Ter Fev 05, 2019 9:46 pm, editado 1 vez(es)


Maisie Blackwood
intelligence is the only way we have to master our instincts.
Maisie K. Blackwood
Maisie K. Blackwood
Centuriã III coorte
Centuriã III coorte


Voltar ao Topo Ir em baixo

[TREINAMENTO ESPECIAL] Ataque aos Portais #vemmonstro (Romanos) Empty Re: [TREINAMENTO ESPECIAL] Ataque aos Portais #vemmonstro (Romanos)

Mensagem por Cha Myung Dae em Qui Jan 03, 2019 6:11 pm

Cha Myung Dae

Dados:
Dado nº 2. O monstro está se dirigindo para a Linha Pomeriana e poderá causar um grande pânico em Nova Roma. Impeça-o.




Banshee
    TártaroCamp Júpiter
HP800560
MP800560

Banshee Info:

Descrição
Uma mulher esquelética e branca, uma típica alma penada - mesmo que ela seja palpável - com olhos vermelhos e uma roupa velha que está parcialmente rasgada. Os cabelos são longos e flutuam ao seu redor como se ela estivesse mergulhada em um lago. Possui longas unhas nos dedos esqueléticos, que são bem afiadas.

Poderes Passivos
Nome da habilidade: Imunidades
Descrição: Imunidade ao charme, ilusões e ao medo. A mente e o emocional dela são inabaláveis.
Bônus: ---

Nome da habilidade: Resistência Gélida
Descrição: poderes relacionado ao gelo/frio não têm quase efeito algum sobre esta criatura.
Bônus: 90% de redução de dano baseados neste elemento

Nome da habilidade: Aura da Morte
Descrição: o ambiente ao redor do garra fica estranhamente negativo, exalando uma sensação ruim o tempo inteiro, mesmo que seja impossível nomeá-la propriamente.
Bônus: Pode provocar medo.


]Poderes Ativos
Nome da habilidade: Nevoeiro
Descrição: Pode criar um intenso nevoeiro no local onde se encontra.
Gasto de MP: 60
Bônus: Reduz a visibilidade em 80%.

Nome da habilidade: Friagem
Descrição: Baixa a temperatura local para um frio de até 0°.
Gasto de MP: 50 por turno
Bônus: -15% em velocidade e controle físico.

Nome da habilidade: Grito aterrorizador
Descrição: Um grito é liberado, tão horrendo que machuca o aparelho auditivo. As ondas são poderosas o suficiente para quebrar os vidros do ambiente.
Gasto de MP: 100
Bônus: Provoca atordoamento.


O Sol quase tocava a linha do horizonte quando Myung finalmente havia terminado a sua tarefa de organizar as armas utilizadas para os treinos diários dos campistas. Uma punição para uma brincadeira que fizera com um dos centuriões, mostrando-lhe pequenas ilusões bastante atraentes durante a noite. A lembrança o fez rir sozinho, embora estivesse cansado e totalmente preparado. Atrás do garoto o enorme portal mágico se erguia, silencioso e sombrio enquanto alguns campistas do Júpiter se aventuravam na guerra contra a deusa da noite... Sua avó.

Myung olhou para o portal, um arrepio lhe percorrendo a espinha enquanto imaginava como devia ser o tártaro, e os perigos que os semideuses deviam estar correndo quando uma densa névoa começou a se espalhar pelo campo. A origem inicialmente desconhecida porém a cada segundo a névoa se tornava mais densa e cobria mais campo de modo que logo o jovem não conseguia ver quase nada, além de alguns poucos metros a sua frente.

Uma estranha sensação tomou conta do garoto que cada vez mais se encolhia perto das armas. Uma sensação quase indescritível, um vazio no peito que lhe causava tremores no corpo, além de um intenso frio na barriga, como se uma gigante nuvem de borboletas houvesse entrado por suas vias respiratórias e agora se acumulassem agitadas em seu estômago... Medo, era essa a sensação que dominava os pensamentos do garoto.

Lentamente ele levou as mãos para os bolsos e retirou dali um par de luvas de couro sintético que haviam chegado apenas alguns dias antes pelo Hermes Express com um simples bilhete de sua amada mãe “Presentinho para a sua proteção meu anjo, use-as com sabedoria”. E as colocou nas mãos, que gerou um leve conforto na mente do garoto. Não sabia exatamente quais eram as propriedades daquelas luvas, mas esperava que fossem realmente boas em protege-lo.

À sua frente devia estar o portal, começou a pensar, então à sua direita devia estar Nova Roma que ficava mais perto do que os alojamentos das coortes se ele conseguia lembrar direito de onde haviam montado as coisas naquele dia. Esperava que estivesse certo e então com passos incertos o garoto avançou para a sua direita, em direção a nova Roma, à linha pomeriana que o colocaria a salvo.

Myung dava passo por passo, tentando se manter em uma linha reta, sabia como era difícil manter-se em uma mesma linha sem enxergar e podia acabar dando voltas pelos campos de marte sem nem perceber, então, apesar do medo que insistia em se fazer presente, o garoto avançava lentamente.

Cerca de quinze passos haviam sido dados quando o garoto parou subitamente. O alívio dominando seus sentidos quando encontrou uma mulher com mais ou menos a sua altura e longos cabelos negros escorridos que pareciam molhados, mas esse alívio logo deu lugar ao medo novamente quando a mulher se virou com um sorriso assombroso em seu rosto magro ao nível esquelético.

-Ah não – falou o jovem garoto em um tom de lamentação, sua voz trêmula, o que fez a mulher aumentar o sorriso, sua a cabeça levemente inclinada enquanto avaliava sua presa e pelo olhar que suas íris vermelhas refletiam, aquela seria uma presa fácil para a Banshee.

Antes que o garoto pensasse direito a mulher avançou contra ele em uma velocidade considerável e o agarrou pelo pescoço, o sorriso era ainda mais assombroso de perto. Myung sentiu as mãos geladas envolverem seu pescoço e unhas afiadas espetavam-lhe o pescoço, o impedindo de se mexer para que não tivesse o pescoço cortado por aquelas garras frias, ainda assim em um reflexo involuntário o garoto segurou os pulsos da mulher, apertando para que se livrasse deles, um esforço inútil.

-Não se preocupe jovenzinho, vai ser uma morte rápida – disse a Banshee, removendo uma das mãos da garganta do garoto e desfilando uma unha pela bochecha do garoto, abrindo um longo corte de onde o sangue começou a sair. Talvez a dor tenha despertado novamente a inteligência do garoto que olhou fundo naqueles olhos assustadores e buscou dentro de si aquele poder que o fazia criar ilusões na mente de outras pessoas, o mesmo poder que o havia feito ir parar ali.

Ao perceber o que o garoto tentava fazer a mulher soltou uma verdadeira gargalhada que para o filho de Baco soou como gelo quebrando. - Isso não vai funcionar comigo, filho de Baco - disse rindo ainda mais ao ver o rosto do garoto. O desapontamento foi marcante no semblante do semideus.

-Ora, não fique tão desapontado meu querido, sou completamente imune a qualquer tipo de jogos mentais - Disse a Banshee de um modo que soava quase carinhoso, uma informação que despertou novamente o lado inteligente do cérebro do semideus. Ela era imune a jogos mentais, então se tinha uma fraqueza devia ser física e por seu porte, talvez, apenas talvez Myung conseguisse derrubá-la à força.

Em uma bela atuação o jovem Myung fecha lentamente os olhos e deixa que suas mãos escorreguem dos pulsos da assombração que lhe agarrava. Um modo de demonstrar que se rendia, mas antes que as mãos caíssem totalmente ao lado do corpo ele fecha a mão direita em um forte soco dirigido contra o estômago de criatura, ou ao menos onde devia estar, voltando a abrir os olhos.

As mãos que agarravam seu pescoço se soltaram desesperadas, arranhando-lhe o pescoço. Com olhos arregalados a mulher encarava o garoto, surpresa tomava-lhe o semblante. Myung começava a imaginar se possuía mais força do que pensava, quando percebeu que seu pulso fechado ainda se encontrava preso à barriga da mulher, por algo que havia afundado dentro dela. Com um puxão forte o garoto libertou a mão. A luva que a cobria estava coberta de um líquido dourado e 4 enormes garras se projetavam dos metacarpos [ossos da mão] do garoto, tão douradas e brilhantes quanto o líquido que agora escorria da barriga da mulher que em um acesso de fúria liberou uma onda de frio devastadora e avançou novamente contra o filho de baco.

As garras estendidas para o rosto do semideus, prontas para dilacera-lo e o jovem Myung percebeu que ali provavelmente seria o seu fim, mas algo dentro de si parecia querer se libertar, um instinto que acordava sob sua pele, uma energia escura que o fez estender a mão aberta em direção ao rosto da mulher.

Uma esfera branco-prateada surgiu em um piscar de olhos, iluminando os arredores e disparando contra a face da criatura. Surpresa e choque se demonstraram no rosto da criatura antes que a esfera explodisse contra seu rosto em um clarão prateado. Aquele era o poder de sua patrona, Nyx, mas aquele garoto tinha o sangue de Baco em suas veias, como era possível que tivesse também os dons da deusa na noite, se perguntava, enquanto esperava desesperadamente que sua vista voltasse ao normal e conseguisse enxergar novamente.

Myung viu a brecha e decidiu rapidamente aproveitá-la. Fechando ambas as mãos em punhos as garras surgiram douradas, brilhantes e mortais. Antes que mudasse de ideia o garoto avançou e enterrou ambas as garras no pescoço da criatura, uma sobre a outra, vendo então o sangue dourado e esquisito daquilo vazar abundantemente antes que aquela assombração se tornasse pó dourado.

O nevoeiro que antes cobria o campo rapidamente começou a se desfazer revelando ao jovem um campo de batalha cheio de suas próprias lutas, os sons começando a chegar a ele junto com a visão. Legionários e monstros se enfrentavam e a Myung restava apenas sair dali. Havia vencido aquela luta pela sorte de descobrir novos poderes e por estar com as suas luvas mágicas.

Poderes dos Filhos de Baco:

PASSIVOS
Nível 4
Nome do poder: Talento Natural I
Descrição: Você tem aptidão para a interpretação e disfarce. Aprenderá a falar e se vestir como uma outra pessoa. Seu personagem é bom em peças de teatro por natureza, tornando coisas convincentes com a simples encenação. Os espectadores podem ficar tão impressionados a ponto de instigarem, querendo saber mais sobre o assunto falado, ainda que não seja real. É claro que em um nível tão básico, seu talento ainda está em desenvolvimento e falhas são comuns quando você passa a atuar como outra pessoa ou outro objeto.
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: Conseguira entreter e distrair outras pessoas por até dois turnos inteiros, ganhando a chance perfeita para atacar, ou dar brechas para aliados fazerem.
Dano: Nenhum
ATIVOS
Nível 3
Nome do poder: Ilusionista I [só para constar no gasto de MP, pois não surtiu efeito, devido ás passivas do mosntro]
Descrição: Com esta habilidade você pode criar em seus inimigos pequenas ilusões, como, por exemplo, fazê-los te ver tremulamente, ver um soco ou corte indo mais para cima ou mais para baixo, ou, caso você prefira, deixá-lo levemente bêbado. No caso das ilusões, funciona melhor se o inimigo olhar diretamente para seus olhos. As ilusões não duram muito tempo, apenas alguns momentos, ou enquanto você estiver se concentrando nela.
Gasto de Mp: 15 de MP por turno ativo.
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: Nenhum
Dano: A critério do narrador.
Extra: Consegue manter as ilusões por até dois turnos se o contato visual se mantiver ativo, do contrário, dura apenas um turno.
Poderes Legado de Nox:

ATIVOS
Nível 3
Nome do poder: Brilho Estelar I
Descrição: O semideus consegue produzir uma esfera de luz prateada, semelhante ao brilho das estrelas, e disparar contra o inimigo. Nesse nível a esfera apenas ofusca a visão do oponente, o impedindo de ver durante um turno, mas não causa feridas graves.
Gasto de Mp:  10 MP
Gasto de Hp:  Nenhum
Bônus: Nenhum
Dano: 5 HP
Extra: Nenhum
Armas:
• Luva do carcaju [Feita completamente de um couro sintético (salve os animais!) e com feitiços especiais que impedem a mesma de acumular calor em contato com a pele, tal luva parece perfeita para ser utilizada em um combate, afinal a mesma permite que você crie garras no punho (Wolverine pode estar com inveja). | Efeito 1: Ao ativar o efeito, a luva irá fazer crescer quatro garras de ouro imperial em seu punho (fechado, por favor). | Efeito 2: A luva irá permanecer sempre em uma temperatura agradável, mesmo que você esteja visitando o tártaro ou fazendo uma tour pelo Olimpo. | Ouro Imperial e tecido mágico de couro sintético. | Sem espaço para gemas | Beta | Status: 100% sem danos | Mágico | Arsenal do acampamento]




MADNESS
®
Cha Myung Dae
Cha Myung Dae
V Coorte
V Coorte

Idade : 20

Voltar ao Topo Ir em baixo

[TREINAMENTO ESPECIAL] Ataque aos Portais #vemmonstro (Romanos) Empty Re: [TREINAMENTO ESPECIAL] Ataque aos Portais #vemmonstro (Romanos)

Mensagem por Bae Zoey em Dom Jan 06, 2019 8:49 pm


Ataque aos Portais
deslize a imagem!

#vemmonstro
Atividade especial
[TREINAMENTO ESPECIAL] Ataque aos Portais #vemmonstro (Romanos) 6XBmhYA


• Aos que desejam se curar antes de iniciar a segunda batalha: Sim, é possível! Mas com algumas condições para não haver descontos por incoerências.

1. A sua saída do ambiente da luta deverá ser narrado durante o primeiro post de batalha, seja por conta própria, ou com a ajuda de NPCs.
2. O post na enfermaria do acampamento deve ser feito antes de postar a segunda parte, não sendo permitido a cura no tópico do treino.
3. Sua saída da enfermaria e retorno ao treino deve ser direto, ou seja, não poderá postar dizendo que vai tirar um chochilo antes do próximo monstro, ou sequer beber uma água para descansar, seja objetivo, afinal, estamos em uma guerra.
4. No segundo post sua cura na enfermaria deve aparecer em spoiler, junto com as informações da quantidade de HP/MP recuperados na enfermaria e também os gastos da última rodada. Iremos conferir as informações para ver se realmente batem uma com a outra. Caso você esteja achando meios de burlar esta oportunidade que daremos a vocês, a recompensa será cortada em 80%.
5. Esta cura somente é permitida para aqueles que estiverem com menos de 50% de sua vida total, independente se é HP ou MP, ao final da primeira batalha, ou seja, sem condições de realmente permanecer lutando com energia e força.
6. Aqueles que terminarem os dois posts com menos de 5% de energia devem postar imediatamente na enfermaria para se curarem, havendo sim riscos de morte do seu personagem.
7. Para os que estão atualmente em outra atividades como missões ou narradas, seu status somente será restaurado para este treinamento, mantendo-se o mesmo durante a outra atividade. Atentem-se para os gastos, afinal, sempre há o risco de morte caso aconteça de as duas atualizações de HP/MP aconteçam no mesmo dia ou época. Lembrem-se sempre de se curar, por favor, não queremos que morram por descuidos!



starlight
look at the stars high in the sky
Bae Zoey
Bae Zoey
Sem grupo
Sem grupo


Voltar ao Topo Ir em baixo

[TREINAMENTO ESPECIAL] Ataque aos Portais #vemmonstro (Romanos) Empty Re: [TREINAMENTO ESPECIAL] Ataque aos Portais #vemmonstro (Romanos)

Mensagem por Amber K. Blackwood em Seg Jan 07, 2019 10:37 pm

Chain reaction, it's so electric
Arpagnagrobis

3. Vários legionários correram ao seu redor em um efeito manada. Você acabou deixando sua arma cair no meio disso e logo encontrou o seu oponente. Terá que lutar desarmado.

Monstro enfrentado: Arpagnagrobis
Vida e energia: 900 (original), com -30% fica 630
Nível de dificuldade no bestiário: 35
Mais informações Aqui

Desde que a ideia do combate no submundo tinha sido lançada, eu tinha pedido folga no trabalho no mundo humano para permanecer em Nova Roma. Meu pai, filho de Belona, não poderia se dar a esse luxo por trabalhar diretamente na comunidade de nosso bairro; mas eu sabia que o velho estava mais tranquilo por eu estar aqui, ao lado de minha irmã mais nova e centuriã de coorte.

Estava no refeitório, enquanto Maisie tentava caçar todos os membros da terceira coorte para cumprir com o horário estipulado para as refeições. Foi quando legionários adentraram o ambiente, arfantes e com evidentes semblantes de pânico. Poucas palavras foram ditas, afinal não era preciso frases articuladas pra que aquela mensagem fosse passada.

Estávamos sendo atacados.

Com todos os meus instintos de irmã mais velha acionados, eu não esperei que todos compreendessem o que estava acontecendo. Apenas pesquei a informação de onde os monstros estavam vindo e corri em direção aos Campos de Marte. Os romanos ainda possuíam fresca em suas mentes as lembranças do famigerado dia em que os Endth apareceram. Isso pareceu ocasionar o pânico em massa, fazendo com que muitos legionários corressem para longe do campo de batalha. A multidão me pegou em meio de caminho, me fazendo derrubar a minha espada invocada enquanto eu corria até o meu destino. Em meio a isso, ela tinha sumido entre chutes e empurrões. Não importava, a recuperaria depois, eu só não poderia perder tempo ali!

Ao chegar no local mais comum de treinamento para os romanos, pude ver que pequenas batalhas já aconteciam. Eu não queria interferir em nenhuma, meu único objetivo era encontrar Maisie e saber que ela estava bem! Por isso, comecei a correr em meio aos combates, o olhar e minha mente buscando pela minha irmã mais nova. Porém, ali ainda era um campo de batalha, e o inevitável aconteceu.

O som agudo de um trotar veio acompanhado de um esbarrão poderoso em meu corpo. Eu me sentia atropelada por um grupo de cavalos selvagens, não tardando a perceber que esta tinha sido uma comparação assertiva. Ergui o meu corpo, instintivamente tentando pegar a minha espada, esquecendo por um breve momento – o que era irônico para uma mentalista – que eu a tinha perdido na multidão desesperada. A minha frente estava um centauro diferente, alto e mais feroz do que eu já tinha visto. Sendo que meu único ponto de referência para comparação era o sereno e prestativo treinador Quíron.

Desarmada e enfrentando um oponente que parecia ter o olhar recheado de perversidade, eu não hesitei em clamar por um aliado. Minha mente focou em minha mão por um breve segundo, fazendo uma marca avermelhada surgir sobre minha pele. “Espírito guerreiro dos Fionna, venha até mim Diarmuid!” foi o grito mental que dei, invocando o meu companheiro espiritual.

Diarmuid surgiu glorioso e altivo a minha frente, toda a sua nobreza irlandesa sendo transmitida através de sua postura. Ele era um herói do passado cuja alma fez contrato comigo, para existir uma vez mais nesse plano mundano. Em sua mão, ele tinha uma lança curta dourada, em seu rosto um olhar feroz contra o inimigo.

Pensei que os Centauros fossem criaturas aliadas aos seus deuses! — Diarmuid falou posicionando-se para a batalha.

Não este, saiu literalmente do inferno! Estarei dando suporte o máximo que eu puder, Diar!

Como meu espírito contratante, o herói irlandês sabia o que isso significava. Ele seria a frente de batalha, enquanto eu trataria de protege-lo e distrair o inimigo. Sendo uma mentalista, essa era uma combinação que funcionava. Ao menos nos treinamentos! O centauro infernal não esperou para que a conversa se prolongasse. Afastei a passos largos, vendo Diarmuid preparar a lança para o ataque. Aquele homem cavalo usava de arco e flecha, então minha primeira estratégia era derivada em incapacita-lo. Meus olhos focaram no monstro que trotava em nossa direção, fazendo contato visual direto enquanto me concentrava em presenteá-lo com uma forte dor de cabeça. O efeito disso veio através do tiro da flecha, que passou rente ao nosso lado, mas sem atingir nenhum dos dois. Isso deu ao espírito a chance perfeita para quebrar o restante da distância entre os corpos, atingindo a ponta pontiaguda da lança em sua cintura, propositalmente com o intuito de apenas cortar a lateral e não fincar, pois assim o movimento continuou fluído o permitindo realizar um segundo ataque. Ele girou o item bélico ao seu redor, dessa vez atingindo com força o cabo do outro extremo da lança nas costelas do corpo equino.

Isso não impediu o “centauro” de avançar em minha direção. O monstro usou do arco como um item de ataque físico, tentando acertá-lo em minha cabeça. Esquivei para o lado, mas isso não impediu que o coice da parte cavalar dele atingisse o meu ombro, o deslocando e me empurrando para longe. Rosnei e olhei séria para Diarmuid, sabendo que a intenção dele era de vir me ajudar. Mas estávamos em batalha, ele não poderia se compadecer! O espírito fez uma careta assustadora, irritado pelo ato ofensivo do monstro. Sabendo que ele estava pronto para o contra-ataque, ajustei a minha postura voltando a focar minha atenção no homem cavalo.

Criei uma ilusão simples, de um legionário armado que vinha pela lateral esquerda. Minhas ilusões não eram perfeitas, mas em meio ao combate, o monstro demoraria a perceber a ausência – por exemplo – de uma sombra. Reagindo por impulso, o centauro pulou para o lado e começou a se defender contra o nada, aos olhos de qualquer um que assistisse ao combate, mas na mente dele, enfrentava alguém similar a um filho de Marte ou Belona. Diarmuid aproveitou a chance, saltando agilmente sobre a lombar do animal. Dessa vez o golpe foi de estocada, a lança atravessando o corpo do centauro na altura mediana de seu tronco. O espírito irlandês saltou para o lado como se estivesse descendo de um cavalo – poderia ser considerado facilmente uma coisa lógica e similar – puxando a sua lança para trazê-lo consigo. Quando vi o monstro erguendo uma flecha para ataca-lo, fiz com que minha ilusão gritasse ao lado dele, mesmo que agora mais deformada por conta da falta de foco. Porém, foi o suficiente para atrair a atenção involuntária do mesmo, dando a chance de Diarmuid atacar as patas dele o fazendo cair de joelhos sobre o terreno da arena.

O lanceiro olhou em minha direção. Era um olhar que esperava consentimento e eu não precisava ler a mente dele para entender o que ele questionava. Acenei com a cabeça de leve, permitindo que o espírito girasse a lança ao seu redor produzindo um corte diagonal no peito do monstro antes de estocar em um ataque brutal em seu pescoço. Desviei o olhar para baixo, sabendo que aquilo era algo comum em combate. A crueldade pertencia aos dois lados em uma guerra, pois nunca deixaríamos de nos vangloriar perante a morte do inimigo ou de nos sentir aliviados depois de ter sobrevivido.


Ativos:
Nome do poder: Ilusionismo I
Descrição: O ilusionismo nada mais é do que a habilidade de alterar a percepção dos outros, criando imagens e sons falsos capazes de enganar todos os cinco sentidos. O mentalista inicialmente consegue dominar apenas um pouco a arte de criar ilusões, podendo mexer com apenas uma mente por vez. A ilusão criada é perfeita com os sentidos de visão e audição, porém não irá emitir cheiros ou ter algum tipo de tato.
Gasto de MP: 10 por turno ativo.
Bônus: Nenhum
Dano: Nenhum
Extra: Consegue fazer ilusões simples, nada muito elaborado como um cenário inteiro. É possível ser um objeto ou uma pessoa, por exemplo.

Nome do poder: Dor de Cabeça
Descrição: Pode lançar uma forte dor de cabeça no adversário, assim o impedindo-o de usar ataques mágicos ou que exijam pontaria.
Gasto de Mp: 20 MP
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: Nenhum
Dano: 35 de HP
Extra: Nenhum
Espírito - Diarmuid:
Maiores informações aqui

Diarmuid | Invocação | (Uma marca tribal vermelha, que deverá aparecer nas costas da mão canhota da mentalista. Aparece apenas quando usada para a invocação.) | Permite a invocação de um espirito. Focalizar na marca na mão, a fazendo surgir e então fazer um chamado (que pode ser silencioso, ou seja, mental): “Espírito guerreiro dos Fionna, venha até mim Diarmuid!” | (Mão canhota) | marca pequena | Permanente.


Dano da lança
Estou baseando em minha própria FPA já que Diamuird usa de minha energia para existir

Força 2 – 30
Destreza 3 – 40 – 15% de bônus crítico
Dano do material – 35

30 / 2 = 15 + 30 = 45 + 35 = 80
80 x 1,5 = 120 de dano normal
120 x 1,15 = 138 de dano com crítico

• Gáe Buidhe [Uma lança curta, de tom amarelado e entalhes por toda a sua extensão. Tem 1,4 metros de cumprimento e, quando com a habilidade ativa, inflige feridas que dificilmente podem ser curadas, mesmo com magia. Foi um presente dado a Diarmuid Ua Duibhne por Manannán mac Lir, o rei das fadas, e ele normalmente o mantém envolto em um pano de talismã para selar suas habilidades e impedir que ele revele sua identidade. Em sua lâmina há as runas ᚷ ᛒ ᛞ ᚺ ᛏ desenhadas em sua extensão. | Efeito 1: Quando ativado a habilidade The Golden Rose of Mortality, a arma passa a desferir golpes que dificilmente são curados | Material desconhecido | Espaço para 1 gema | Beta | Dano base: 35 para todos | Status: 100%, sem danos | Mágico | Arma do Espírito]

Nível 1
Nome do poder: Vigor de combate.
Descrição: Quando em combate, o vigor do herói se torna enorme, dificilmente se cansando ou sentindo dor. Graças a isso, Diarmuid conseguia batalhar durante horas e enfrentar ondas de inimigos.
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: Não se cansa facilmente e possui a capacidade de ignorar a dor.  
Dano: Nenhum

Nível 10
Nome do poder: Aprendizado de Batalha
Descrição: Em batalha, o irlandês aprende rapidamente o estilo do inimigo, ganhando vantagem sobre eles ao aprender como ele se movimenta em combate.
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: Aumenta as chances de defesa de um golpe que já sofreu ou assistiu a execução.
Dano: +15% de dano no contra-ataque.

Nível 15
Nome do poder: Maestria com lanças II
Descrição: É nesse momento que o guerreiro atinge seu auge como lanceiro, recobrando toda a sua capacidade e conhecimento no uso dessa arma. Agora ele já pode lutar com as duas lanças.
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: +90% de assertividade com lanças
Dano: +50% de dano.
Passivas:
Mentalista:
Nível 1
Nome do poder: Capacidade cerebral aumentada
Descrição:  Ao se tornar um Mentalista, o semideus potencializa a capacidade cerebral. Suas sinapses são mais eficientes e sistema nervoso funciona melhor do que qualquer outro semideus ou ser vivo. Isso permite que o Mentalista use de sua mente como sua principal arma, sem enlouquecer ou sofrer danos cerebrais durante o uso das habilidades.
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: Nenhum
Dano: Nenhum

Nível 2
Nome do poder: Memória Fotográfica
Descrição: Os mentalistas possuem uma memória perfeita. Ao se depararem com um estímulo, ele irá lembrar futuramente, mesmo depois de um longo tempo. A memória aqui não se prende apenas ao visual, envolve também os outros sentidos do corpo. Senso assim, poderá lembrar de um som, de um cheiro, de um gosto em específico.
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: Nenhum
Dano: Nenhum

Nível 5
Nome do poder: Inteligência Múltipla – Lógica.
Descrição: O cérebro possui múltiplas inteligências que os seres humanos desenvolvem com treinos ou a desenvolvem naturalmente. O mentalista agora possui a inteligência lógica apurada, tendo o seu “Centro de Broca” mais ativo no momento. Essa é a inteligência empregada para resolver problemas lógicos e matemáticos. É a capacidade para utilizar o raciocínio dedutivo e de calcular corretamente. É a inteligência que costumam ter os cientistas, matemáticos, engenheiros e aqueles que utilizam cálculos e deduções (trabalham com conceitos abstratos, elaboram experimentos).
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: Suas estratégias ganham mais credibilidade; +20% de assertividade em arremesso de itens, graças aos cálculos realizados
Dano: Nenhum

Nível 9
Nome do poder:  Leitura empática
Descrição: a empatia é a capacidade de sentir e/ou perceber o que os outros estão sentindo no momento. Nesse nível, os mentalistas conseguem interpretar as emoções dos outros seres vivos.
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: Nenhum
Dano: Nenhum

Nível 10
Nome do poder:  Blindagem Psíquica
Descrição: A mente dos seguidores de Psiquê é sua principal benção. Assim, eles se tornam imunes contra poderes mentais que visam ler, alterar ou subjugar a sua mente ou danificar o cérebro. Apenas seres com 10 níveis a mais de diferença conseguem provocar efeitos em um mentalista.
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de HP: nenhum
Bônus: 90% de defesa contra poderes mentais de todos os tipos.
Dano: Nenhum

Nível 11
Nome do poder:  Detectar Presenças
Descrição: O seguidor da deusa Psiquê pode notar presenças escondidas dentro do ambiente em que se encontra, mesmo que elas estejam camufladas ou invisíveis. É uma sensação forte de que a algo a mais ali. Caso concentre-se um pouco mais, poderá sentir a origem da presença.
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de HP: nenhum
Bônus: 75% de chance de encontrar coisas invisíveis e camufladas. Caso o item tenha sido encantado por alguém mais forte ou o semideus "escondido" seja alguém mais forte, não conseguirá encontrar a presença, apesar de saber que ele ou o item está ali.
Dano: Nenhum

Nível 15
Nome do poder: Inteligência Múltipla – Espacial
Descrição: O cérebro possui múltiplas inteligências que os seres humanos desenvolvem com treinos ou a desenvolvem naturalmente. O mentalista agora possui a inteligência espacial apurada, tendo o hemisfério direito mais ativo no momento. É a habilidade para pensar em três dimensões. Uma capacidade que nos possibilita perceber imagens externas, internas, transformá-las ou modificá-las e produzir ou decodificar informações gráficas. Pilotos, escultores, pintores, marinheiros e arquitetos são exemplos claros. Pessoas que gostam de elaborar mapas, quadros, desenhos, esquemas, plantas de casas.
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de HP: nenhum
Bônus: Ganha uma visão espacial, podendo ter noções de tamanho, profundidade e densidade de prédios e ambientes urbanos. Sabe ler qualquer tipo de mapa.
Dano: Nenhum
Legado de Belona:
Nível 1
Nome do poder: A arte da guerra
Descrição:  Filhos da deusa da fúria da guerra, esses semideuses possuem um conhecimento apurado em estratégias básicas e de sobrevivência. É similar a um instinto, uma intuição, uma sequência de pensamentos que permitiam ao romano a analisar o combate como se fosse uma arte. Graças a isso, raramente entra em estado de desespero quando situações de risco surgem.
Gasto de Mp:  Nenhum
Gasto de Hp:  Nenhum
Bônus:  Conseguem elaborar planos e estratégias, assim como não são abalados com a eminência de um combate ou situações de perigo.
Dano: Nenhum

Nível 3
Nome do poder: Combate não Armado
Descrição: A prole da deusa Belona tem um vasto conhecimento sobre combates. Seu corpo e seu espíritos foram forjados para o combate. Assim, eles possuem a capacidade de luta corporal muito elevada, sabendo técnicas marciais mesmo que nunca tenha realizado uma aula sequer antes. As técnicas podem ser utilizadas para a elaboração de movimentos complexos, como mortais, piruetas, ataques acrobáticos e golpes que requeiram uma grande elasticidade.
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: Nenhum
Dano: Nenhum

Nível 4
Nome do poder: Ambidestria
Descrição: A ambidestria nada mais é do que a capacidade de se usar ambas as mãos como predominantes. Tanto a mão destra quanto a canhota possuem um desenvolvimento motor elevado, permitindo o manejo de equipamentos e, principalmente, armas. Assim sendo, filhos da deusa da guerra conseguem manusear com perícia duas armas ao mesmo tempo ou alternando as mãos.
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: Conseguira manusear duas armas com naturalidade, desde que essas não precisem das duas mãos para ser empunhadas (ex: podem usar uma espada curta em cada mão, dois machados mais leves, duas adagas), lutando com a mesma destreza que lutaria apenas com uma arma.
Dano: Nenhum.

Nível 5
Nome do poder: Corpo Guerreiro I
Descrição: O filho de Belona tem o corpo preparado para a guerra e combates de longa duração. Seu metabolismo e funcionamento é diferente de qualquer outro semideus, tendo assim os componentes biológicos potencializados. Isso oferece maior resistência corporal (diminui o cansaço físico e a dor de impactos no corpo), imunológica e permite que a hipercinesia não cause sobrecarga cerebral ou muscular.
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: +15% em resistência corporal, +20% de imunidade a infecções e venenos.
Dano: Nenhum
Athena:
Nome do poder: Estratégia
Descrição: O campista é bom em elaborar planos e estratégias de batalha, o que torna a chance de erro para ataques diretos, ou criação de armadilhas, menor, ou seja, a margem de erro será inferior ao dos outros semideuses.
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: +10% de acerto em ataques planejados previamente.
Dano: Nenhum

Nome do poder: Inteligência
Descrição: Um filho de Athena é naturalmente inteligente, por sua mãe ser a deusa da sabedoria, o semideus aprende as coisas mais rápido, o que também permite que ele note coisas que outras pessoas não percebem. O semideus de Athena sempre procura uma saída lógica, consegue bolar um plano e encontrar pontos chaves, pois tudo aquilo que não consegue entender lhe deixa frustrado. Ele sempre buscará respostas.
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: +10% de descobrir alguma coisa, ou aprender alguma coisa. (Aumenta conforme em +5% a cada 2 níveis que o semideus adquirir).
Dano: Nenhum.

Nome do poder: Conhecimento de Monstros
Descrição:  Duas vezes por evento o filho de Athena pode solicitar ao narrador que indique algo sobre o monstro que possa ajudar na batalha. As dicas dependem do narrador.
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: Nenhum
Dano: Nenhum

Nome do poder: Sabedoria
Descrição: Os filhos de Atena conseguem descobrir os pontos fracos de seus inimigos, fazendo com que seus golpes sejam mais efetivos. Em monstros que já conheçam, ou tenham lutado, eles já saberão o ponto fraco.
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: +15% de chance de acertar um ponto crítico em batalha.
Dano: Nenhum

Nome do poder: Visão de batalha
Descrição: Com o decorrer dos anos e a inteligência avançada, vem a visão aprimorada de uma batalha. Essa visão permite ao semideus entender a forma como os outros lutam mais rapidamente, e conseguir identificar e se adequar às diferenças. Por exemplo: um romano e um grego não são soldados da mesma maneira, assim como um humano também não o é. Ao compreender isso e adquirir essa visão, o semideus também consegue achar meios mais eficazes de se defender e de derrotar um inimigo, apenas o estudando.
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: +10% de chance de acertar o alvo em pontos críticos.
Dano: + 15% de dano se o golpe acertar.


Make a wish change to reality
Amber K. Blackwood
Amber K. Blackwood
mentalistas de psique
mentalistas de psique

Localização : São Francisco - CA

Voltar ao Topo Ir em baixo

[TREINAMENTO ESPECIAL] Ataque aos Portais #vemmonstro (Romanos) Empty Re: [TREINAMENTO ESPECIAL] Ataque aos Portais #vemmonstro (Romanos)

Mensagem por Aprilla Deapryth em Seg Jan 07, 2019 11:04 pm

ataque aos portais
makhai
Com Elena atendendo o pedido, fora ao Acampamento Júpiter para ajudar na proteção do portal ligado ao Tártaro, que tinha grandes chances de ser atravessado por uma criatura indesejada. Quando deparou-se com a realidade, arqueou os lábios em um singelo e confuso sorriso.

Era bom, por um lado, lutar. Mas, pelo outro, ter o acampamento invadido pela segunda vez era revoltante. Teoricamente, por ser um dos refúgios para semideuses, deveria ser seguro! Talvez tal segurança devesse ser dever dos próprios semideuses, não é mesmo?

Aprilla engoliu em seco assim que pôs os pés nos Campos de Marte. Não esperava encontrar um makhai, ainda mais em um ambiente repleto de armas. Mas não hesitaria, não, de forma alguma. Era uma semideusa relativamente experiente, uma amazona. A maldita criatura invadira sua antiga casa, ainda que não fosse a verdadeira. E definitivamente não seria pacífica.

Ei! — gritou, a fim de chamar a atenção do monstro para si, assim que puxou o pequeno bastão do bolso. Em um único movimento, ele expandiu-se até os três metros de comprimento.

Um urro gutural acompanhou o avanço do makhai, que trazia consigo um machado duplo e uma espada, ambos aparentemente de bronze celestial. A moça estreitou os olhos, certificando-se da identidade do monstro, e sentiu um arrepio percorrer sua coluna em virtude da aflição sentida ao ver a dupla e guerreiros unida pelas costas. Literalmente.

Ela rosnou baixinho, inclinando o tronco para frente. Tormenta permaneceu segurada pelas duas mãos de sua portadora e, anexado a um clique, as lâminas de vibranium foram expelidas nas extremidades do bastão. Seu olhar não desviou do inimigo por um mísero segundo, até que ele se aproximou demais.

Uma ágil e eficiente esquiva, descrita em um rolamento à diagonal direita, deixou que o par de mãos armadas do makhai atingisse o ar o solo da arena romana. O tilintar metálico foi apreciado pela amazona, que aproveitou o curto espaço de tempo de vantagem para, ao se recompor, estocar a lança contra o tronco alheio.

Ele grunhiu pela dor sentida e no instante seguinte investiu. April recuou em uma cambalhota inversa, mas não foi o suficiente: a espada do makhai alcançou seu bíceps direito e conseguiu perfurá-lo em pouquíssimos centímetros. Isso a fez gemer e despertou um sentimento colérico, claramente, porém não a atrapalhou ou a fez pensar em fugir.

Aproveitando que estava no chão, ganhou um ralado nos joelhos ao se jogar para o lado oposto à espada, passando a sentir o filete quente de sangue escorrer pelo braço. O grito de guerra do makhai, adjacente ao seu pequeno avanço, pareceu se sobressair ao alarme que ressoava no complexo romano, e foi acompanhado pelo brandir de suas armas.

Entretanto, a filha de Victoria pensou rápido. Apontou a mão vaga para o monstro, conjurando uma corda mágica no momento em que seu machado foi usado para o ataque. Um puxão voraz para o lado fez o laço se prender no antebraço da criatura e consequentemente fazê-la errar o golpe, deixando a arma dupla atingir o ar.

O movimento fez o oponente da amazona se virar, ficando de perfil para ela. Assim, mesmo com o braço ferido, conseguiu devolver a porrada, inferindo uma dor e um dano absurdamente maiores por Tormenta ter penetrado pelo flanco esquerdo do guerreiro mais próximo e sair somente no peito do outro.

Durante alguns segundos o maikhai ficou imóvel. Os olhos vazios da primeira cabeça fuzilando Aprilla. Ela, por sua vez, com os dentes trincados em uma expressão raivosa, soltou a corda e usou ambas as mãos para girar a lança, aumentando o diâmetro do ferimento.

O monstro explodiu em poeira dourada, deixando suas armas caírem no chão, e a legionária suspirou aliviada, caindo para trás para evitar ser coberta pelos flocos brilhantes. Passado um minuto, respirou fundo e se levantou, recuperando sua arma. Depois devolveu a espada e o machado ao arsenal, conferindo se não havia mais monstros por ali logo em seguida.

Dado sorteado:
5. O monstro permaneceu nos Campos de Marte e nada poderia ter sido pior que isso. Ele sabe utilizar armas muito bem e tem várias dela ao redor...

FPA:

habilidades aprendidas:
Nome: Pontos Críticos
Descrição: Ao participar da aula de combate corporal, o semideus aprendeu quais pontos do corpo humano provocam mais danos. Estes locais são chamados de diversas formas, como pontos críticos, pontos de pressão ou pontos de impacto. Ao aplicar um golpe nas áreas como: traqueia, queixo, têmpora, testículos, costela flutuante, diafragma, lateral do nariz, clavícula, parte interna da coxa e a parte interna da junta do cotovelo; o semideus poderá aumentar as chances de crítico e seu dano.
Gasto de MP: Nenhum
Gasto de HP: Nenhum
Bônus: +30% de acertar os pontos mencionados acima, graças ao treinamento; +40% de dano somados ao dano crítico.
Extra: Funciona principalmente em formas humanoides.

Nome: Perícia com Bastões e Lanças II
Descrição: O usuário entendeu como funciona a arma e como ter um bom manuseio de armas de extensão como bastões e lanças e pode se mostrar melhor nisso do que aqueles que nunca tiraram um tempo para treinar a habilidade de fato.
Gasto de HP: Nenhum.
Gasto de MP: Nenhum.
Extra: +25% de assertividade ao usar qualquer uma das armas citadas nesta habilidade.
Dano: +15% de dano ao realizar golpes com fazendo uso de uma das armas.

Nome do poder: Speed and Strength
Descrição:Todos sabem que a força e a velocidade são diretamente ligadas, sendo uma companheira da outra para diversas tarefas onde o corpo é exigido ao máximo. Após um árduo treinamento, o semideus que adquiriu essa habilidade corpórea, consegue utilizar igualmente as duas característica para fins como, subir em locais de difícil acesso, correr sobre terrenos inclinado que exijam mais de seu corpo entre outros cenários problemático. Sempre onde as duas grandezas trabalham em dupla.
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: +35% de Velocidade e 15% de força.

Nome do poder: Corpo Adaptável
Descrição: Após um treinamento árduo, onde o semideus arriscou e se acostumou com situações adversas, sua habilidade de esquiva conseguiu sobrepôr até mesmo situações onde o terreno prejudicaria. Também consegue flexionar o corpo mais facilmente, sendo capaz de fazê-lo adaptar-se para potencializar sua esquiva.
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: +20% de flexibilidade e esquiva.

Nome: Magnificência Semidivina
Descrição: Após um longo dia de treinamento, no qual as capacidades físicas do semideus foram postas à prova, o resultado apareceu. Assim sendo, o aprimoramento de seus atributos corporais - força, constituição, destreza, controle corporal e velocidade - agora é evidente.
Gasto de MP: Nenhum.
Gasto de HP: Nenhum.
Bônus: +10% nos atributos corporais.
Dano: Nenhum.

Nome do poder: Temperatura máxima
Descrição: O semideus não é afetado pelo calor e altas temperaturas que possa vir a enfrentar. Com isso, ele consegue batalhar normalmente em ambientes quentes sem se sentir afetado fisicamente pela alteração da pressão arterial. O semideus também é capaz de respirar em meio às chamas sem se sentir afetado pela fumaça.
Gasto de MP: Nenhum
Gasto de HP: Nenhum
Bônus: -30% de dano por queimaduras. +30% de resistência corporal.
Dano: Nenhum

habilidades passivas (victoria):
Nível 1
Nome do poder: Marca das Asas
Descrição: Os fihos de Nice/Victória possuem duas marcas em forma de fenda, na altura das omoplatas, que são apenas um resquício do poder provindo de sua mãe, selado na hora de seu nascimento pela própria deusa da vingança, justiça e equilíbrio, Nêmesis. Por mais que Nice seja representada como a deusa da vitória, seus filhos são semi-divinos e a parte humana é regida pela lei do equilíbrio, sendo Nêmesis uma constante em suas vidas.
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: Nenhum
Dano: Nenhum

Nível 4
Nome do poder: Sorte de Principiante
Descrição: Em determinado momento de um MvP, Missão ou Interação o filho de Nice/Victória poderá encontrar ou receber exatamente o que precisa ou ainda precisará. Uma carta perfeita para fechar a melhor mão do jogo, uma senha para desbloquear uma porta, escrita em um post ite jogada no lixo ou uma informação que fará alguém gostar dele. A sorte acompanha os vitoriosos.
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: Uma vez por MvP, Missão ou interação o filho de Nice receberá algo valioso para o seu propósito, momentâneo ou futuro.
Dano: Nenhum.
Extra: Esse bônus é definido pelo narrador quando solicitado pelo filho da deusa.

Nível 10
Nome do poder: Espírito Competitivo
Descrição: Filhos de Nice/Victória são competitivos por natureza, o que os faz mais determinados para partir atrás de uma vitória. Isso é traduzido em um bônus de força de vontade para resistir às adversidades, podendo ajudar contra possessões, ataques desmotivacionais ou auras intimidadoras.
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: 10% em força de vontade;
Dano: Nenhum.

Nível 30
Nome do poder: Fôlego Melhorado
Descrição: Como bons maratonistas e corredores, filhos de Nice/Victória não se cansam rapidamente em batalhas além de conseguirem lutar normalmente em lugares com ar rarefeito.
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: Não são afetados por poderes que atrapalham a respiração nem se cansam rapidamente em batalhas
Dano: Nenhum.

Nível 33
Nome do poder: Equilíbrio II
Descrição: Como bons atletas, os filhos de Nice/Victória possuem um equilíbrio nato que os ajuda em qualquer tipo de situação (não só em questão de esportes mas também em batalha ou situações simples).
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: 25% em Equilíbrio
Dano: Nenhum

Nível 34
Nome do poder: Resistência Física Elevada II
Descrição: Os filhos de Nice/Victória possuem uma resistência física superior à da grande maioria, ajudando-lhes em questão de dano quando são atingidos por golpes físicos.
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: 20% resistência física (não acumula com armaduras e itens, apenas se atingir o corpo do semideus direto)
Dano: Nenhum

Nível 42
Nome do poder: Pericia com lanças III
Descrição: O filho de Nice/Victória sempre soube que seria um excelente herói ao lutar com lanças, mas comprovou isso conforme evoluiu em seu treinamento, agora, consegue se tornar um mestre na arte de empunha-las. As lança com perfeição, e acerta pontos críticos com uma facilidade impressionante.
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: +70% de assertividade no manuseio da espada.
Dano: + 25% de dano ao ser acertado pela arma do semideus.

Nível 43
Nome do poder: Satisfação Vitoriosa III
Descrição: Para cada vitória alcançada, seja sobre um inimigo, ou um obstáculo a julgar pelo narrador, o filho de Nice/Victória se satisfaz com o júbilo do êxito e a sua aura aumenta de intensidade recuperando um pouco de seu vigor.
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: + 65 HP e +65 MP para o filho de Nice.
Dano: Nenhum;

Nível 45
Nome do poder: Vigor Atlético III
Descrição: Filhos de Nice/Victória são competidores implacáveis, tendo suas habilidades comparadas, até mesmo, com as habilidades inimagináveis para os mortais comuns, mas a questão é que, por serem filhos da deusa patrona das Olimpíadas, elevaram seus corpos à perfeição física, podendo ser vencidos em suas modalidades apenas por especialistas, sendo estes especialistas aqueles possuidores de técnicas herdadas pelo divino, como exemplo a velocidade dos filhos de Hermes, a força dos filhos de Ares ou a perícia dos filhos de Athena.
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: + 50% de eficácia em qualquer movimento físico ao nível humano, com exceção de ataques. + 20% de bônus de dano em ataque corporal (Com armas ou sem armas).
Dano: Nenhum

Nome do poder: Velocidade III
Descrição: Você aprendeu que a velocidade pode ser uma grande aliada em campo de batalha, e com isso treinou ainda mais arduamente, agora ficou mais rápido, esquiva-se com facilidade, e domina a luta ao seu favor. É difícil combater seu herói desse jeito.
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: +30% de velocidade
Dano: Nenhum


Nível 47
Nome do poder: Força III
Descrição: O semideus treinou e evoluiu ainda mais e agora consegue carregar ainda mais peso, levantar coisas mais pesadas e efetuar lançamentos com uma facilidade tremenda. Conforme se desenvolveu, ficou ainda mais forte.
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: +30% de força
Dano: +20% de Dano se o ataque do semideus atingir.

Nome do poder: Destreza Natural III
Descrição: Sendo bons lutadores, os filhos da deusa da vitória possuem uma destreza melhorada naturalmente pelos treinos e genes. Dessa forma, qualquer golpe com arma em suas mãos, ou até mesmo combate desarmado, são mais efetivos e fortes.
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: 20% em força e chance de acerto de golpes físicos
Dano: Nenhum

habilidades ativas (victoria):
Nível 17
Nome do poder: Corda de Guerra
Descrição: Ao se concentrar em alguma pessoa, o semideus consegue criar uma corda grossa e resistente entre ele e seu alvo. Pode servir para emboscadas ou até mesmo salvar alguém de uma queda, ou até mesmo puxar um aliado em uma ação rápida para ajudá-lo a se mover/reposicionar em batalha. Não há limites para a criatividade usando esse poder, desde que siga seus moldes de funcionamento.
Gasto de Mp: 20 MP
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: Nenhum;
Dano: Nenhum;
Extra: Nenhum;

habilidades passivas (amazonas):
Nível 1
Nome do poder: Instinto Guerreiro
Descrição: Agora que é uma guerreira Amazona, a jovem semideusa sente-se mais próxima da guerra como se essa arte sempre tivesse feito parte de si. Sendo parte de um grupo que inicialmente foi abençoado por Ares/Marte, a jovem agora começa a desenvolver um instinto guerreiro, aprendendo a manusear armas que nunca usou, aprendendo a desenvolver estratégias em batalha e sabendo o básico de táticas de sobrevivência.
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: Tem facilidade para manusear armas, bolar estratégias e técnicas de sobrevivência;
Dano: Nenhum

Nível 10
Nome do poder: Sentidos Bélicos I
Descrição: Todos os sentidos tornam-se essenciais ao estar em batalha e as guerreiras sabem aproveitar cada um deles ao máximo. Visão não é apenas visão quando utilizada atentamente para esquadrinhar todo o ambiente, olfato não é apenas olfato quando utilizado com atenção para rastrear um alvo ou identificar irregularidades no ambiente, assim como audição não é apenas audição quando é essencial para identificar a aproximação do inimigo e evitar emboscadas. Dessa forma, visão, audição e olfato são aprimorados em 20% sobre as Amazonas quando estiverem em batalha ou guerra.
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: +20% de audição, olfato e visão;
Dano: Nenhum

Nível 15
Nome do poder: Ambidestria
Descrição: A ambidestria é do que a capacidade de se usar ambas as mãos como predominantes. Tanto a mão destra quanto a canhota possuem um desenvolvimento motor elevado, permitindo o manejo de equipamentos e, principalmente, armas. Dessa forma, essas guerreiras conseguem manusear com perícia duas armas ao mesmo tempo ou alternando as mãos.
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: Nenhum
Dano: Nenhum

Nível 17
Nome do poder: Flexibilidade Corporal
Descrição: A flexibilidade e elasticidade corporal das guerreiras Amazonas é desenvolvida desde o início em seus treinamentos rigorosos, de modo que aprendem a executar movimentos tão perfeitos quanto ginastas profissionais. Seus movimentos são bem pensados e precisos, assim como os músculos parecem responder ao mínimo comando. É quase impossível para um guerreiro mediano e iniciante acertá-las.
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: +25% em elasticidade e flexibilidade
Dano: Nenhum

Nível 21
Nome do poder: Conhecedora do Bestiário
Descrição: As Amazonas sabem que conhecer os inimigos é tão importante quanto conhecer a si mesmas. Por isso, seus estudos levaram elas a conhecerem os monstros mitológicos catalogados por elas próprias e sabem as melhores alternativas para derrotá-los.
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: Nenhum
Dano: Nenhum
Extra: Válido para o Bestiário do BO ou monstros utilizados em eventos do fórum; Se necessário, narrador tem que dar alguma informação sobre o monstro


Nível 25
Nome do poder: Resistência corporal II
Descrição: Tendo um corpo mais forte e resistente devido aos treinamentos aos quais as Amazonas são submetidas, as guerreiras têm maior capacidade de ignorar a dor, podendo lutar normalmente mesmo se estiverem com luxação, dedos quebrado ou ferimento profundo e não letal. Nesse nível, caso o golpe incapacite um membro do semideus, a dor poderá ser ignorada durante três turnos.
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: +50% resistência corporal; +40% imunidade à dor;
Dano: Nenhum
Extra: Podem ignorar a dor de queimaduras de grau médio, desde que não sejam em grande escala de estrago, luxações, cãimbras, pequenas fraturas e etc. Apesar de serem afetadas e sentirem dor, conseguem ignorá-la e continuar lutando.

Nome do poder: 180 Graus
Descrição: Quando em combate, a guerreira consegue ter percepção do ambiente em um ângulo de 180 graus. Assim, aumenta a esquiva e reduz as chances de ser pego de surpresa.
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: +50% de chance de esquiva em um ataque surpresa.
Dano: Nenhum

Nível 29
Nome do poder: Agilidade II
Descrição: Através da perícia corporal que começa a adquirir, o corpo da Amazona torna-se mais ágil para executar movimentos mais complicados e mais rápidos que o normal.
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: +40% de agilidade
Dano: Nenhum

Nível 30
Nome do poder: Sentidos Bélicos II
Descrição: Descansar em campo de batalha nunca é opção para uma Amazona, de modo que elas sempre estão atentas ao ambiente mesmo que tudo pareça tranquilo. Devido aos seus sentidos mais aguçados, elas são capazes de notar com mais precisão sinais de aproximação, como sons, e possuem um sexto sentido bélico, de modo que se forem alvos de um ataque direta ou indiretamente irão pressentir o perigo e se preparar ou evitar uma emboscada.
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: Nenhum
Dano: Nenhum
Extra: Poderão, durante um único turno, pressentir o inimigo se aproximando, podendo saber de onde o ataque virá, e se preparar para ele.

Nome do poder: Regeneração Vitoriosa II
Descrição: O corpo da Amazona começa a se acostumar com a guerra, levando-a a seguir naturalmente o seus instintos de combate e tornar-se melhor a cada inimigo derrotado. Para continuar sempre batalhando e vencedor, a cada inimigo que cai ou desiste, a guerreira ganha HP e MP, conseguindo energias e vitalidade para permanecer sempre vencendo em combate.
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: +50 de HP e MP a cada vitória
Dano: Nenhum

Nível 32
Nome do poder: Andróctone
Descrição: Um dos significados atribuídos às Amazonas era o de “matadoras de homens”, o hoje é traduzido como “andróctone”. Devido à crença das Amazonas de que os homens são inferiores e dispensáveis para o sucesso de uma sociedade, as Amazonas adquirem uma vantagem física ao lutar contra adversários do sexo masculino. Isso não é válido para monstros, pois eles não são definidos por seu sexo, mas sim por sua espécie.
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: +50% de efetividade nos ataques contra homens
Dano: +35% de dano por ataque recebido

Nível 41
Nome do poder: Aprendizagem de Batalha II
Descrição: A observação e percepção de batalha cresceram e se desenvolveram na guerreira. Agora, atingir a Amazona com o mesmo ataque tornou-se ainda mais complicado e difícil.
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: +80% de chance de bloquear ou esquivar do mesmo golpe que já tenha recebido ou presenciado a execução.
Dano: Nenhum

Nível 42
Nome do poder: Perícia com Lâminas III
Descrição: A Amazona treinou e desenvolveu sua habilidade de usar armas laminares para atacar e se defender. Agora, além de atacar, arremessar e aprender a lidar com diversas lâminas diferentes (espadas, lanças, adagas e facas), também consegue se defender com ela, e dificilmente será desarmada.
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: +55% de assertividade no manuseio de lâminas
Dano: +20% de dano se o adversário for atingido pela amazona

Nível 44
Nome do poder: Velocidade Atlética
Descrição: Um bom combatente sempre está preparado fisicamente para as futuras batalhas, de modo que as Amazonas levam muito a sério seus treinamentos rígidos, buscando sempre serem melhores. Devido à condição física e biológica natural dessas guerreiras e de seu empenho nos treinamentos, são quase tão rápidos e ágeis quanto filhos de Hermes, conseguindo correr longas metragens sem se cansarem. Movimentos que exijam velocidade/agilidade têm mais chances de efetividade contra inimigos mais lentos.
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: +30% velocidade
Dano: Nenhum

Nível 45
Nome do poder: Estrategista em batalha
Descrição: Não são as armas ou a força física que definem o vencedor de uma batalha, mas a capacidade estratégica de definir como as armas e as forças serão empregadas em uma campanha militar ou batalha. Dessa forma, as Amazonas não são apenas força bruta e perícia com armas, mas aprendem a desenvolver um raciocínio estratégico para desenvolver bons planos em batalha.
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: +40% de percepção e efetividade na elaboração de estratégias
Dano: Nenhum

Nível 47
Nome do poder: Força IV
Descrição: Mesmo com o desenvolvimento da força física das Amazonas, seu aspecto físico não fica avantajado, mantendo as características femininas de seu corpo. Agora, sua força é facilmente comparada a um filho de Ares/Marte ou Belona, sobrepujando facilmente qualquer outro homem.
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: +40% de força
Dano: +30% de dano se o ataque da amazona atingir o adversário

Nível 49
Nome do poder: Esquiva III
Descrição: Com os reflexos apurados devido ao treinamento recebido, as Amazonas têm mais facilidade para esquivar e desviar de ataques diretos e físicos. Com a capacidade física aprimorada e reflexo aguçado, a Amazona tem 60% de chances de desviar de um ataque com sucesso.
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: +60% em esquiva
Dano: Nenhum

itens:
• Bridge [Piercing mediano com duas bolinhas nas pontas, é feito de aço que foi purificado por uma vestal. É aplicado no fim do nariz (entre os olhos). | Efeito 1: Aumenta em 30% a mira do usuário | Efeito 2: Não enferruja, infecciona ou causa irritação. | Aço Purificado | Sem espaço para gemas | Sigma | Status: 100% sem danos | Comprado no F&S Joia Rara]

• Coroa de Louros [Composta por ramos entrelaçados de louro, cujas folhas apresentam-se em ouro imperial, o item símbolo de Victoria foi dado ao seu filho no momento em que ela o enviou para a Legião, como uma dádiva afetuosa. | Efeito 1: Amplia os atributos físicos do portador em 10%. | Efeito 2: Quando colocada, a coroa parece não estar ali porque ela não cai e não pesa. | Efeito 3: Transforma-se em qualquer tipo de acessório para a cabeça, basta mentalizar. | Ramos de louro e ouro imperial | Sem espaço para gemas | Beta | Status: 100% sem danos | Mágico | Herança de Victoria]

• Curadores Unissex [Camiseta branca básica do tipo sem estampas, o tecido é liso e bastante leve, gruda no corpo como se fosse uma sobre-pele, mas mais confortável. Manga curta de cor única. | Efeito 1: A blusa pode restaurar até 50% do HP do usuário dentro de dois turnos, 25% no primeiro turno, 25% no segundo turno. O efeito só funciona uma única vez por evento, luta ou missão. Efeito 2: Foi feito de forma que possa ser usado por baixo de outras roupas, o tecido é fino, o que faz parecer com que o semideus não esteja vestindo nada, além disso, possui uma mágia que o impede de sentir calor. Efeito 3: Se ajusta perfeitamente ao corpo do usuário. | Tecido mágico | Sem espaço para gemas | Beta | Status: 100% sem danos | Mágico | Comprado na Ferreli & García - Mode et style]

• Fura Olhos [Dois finos e lisos anéis de falange que assumem a forma de um arco curto de 1,3m e uma aljava, ambos de adamantino. Os dois itens possuem entalhes simples, dourados e simétricos de ramos de louro, como se estes tivessem se desenvolvido ali. As 20 flechas presentes na aljava, por outro lado, são igualmente divididas entre ferro estígio e ouro imperial. Para auxiliar na escolha, as de ferro estígio possui o cabo mais áspero e fino, já a de ouro imperial é liso. | Efeito mecânico: transforma-se em dois anéis de falange | Efeito 1: As flechas são repostas por uma troca de 20MP (1MP para cada flecha). | Bônus de forja: +15% de dano; bônus FPA: +30 de dano; bônus lendário: + 8% de chance de crítico. | Ouro Imperial e Ferro Estíge (Flechas); Adamantino (Arco e Aljava) | Alfa (flechas) e Super Alfa (Arco) | Espaço para 3 gemas | Status 100%, sem danos | Lendário | Forjado por Nikolaev]

• Tormenta [Sua forma reduzida é de um bastão de 10cm com dois aros em alto relevo nas extremidades, sendo o externo ligeiramente mais estreito e diminuto que o interno. Em seu centro está escrito "equilíbrio" e, pressionar o entalhe ativa o mecanismo expansor/retrátil, de modo que a arma pode crescer até 3 metros ou permanecer com um comprimento inferior a este. Os movimentos horário e anti-horário realizados simultaneamente no centro do bastão servem para expelir lâminas de 35cm - também de vibranium - nas duas extremidades, e o mesmo é necessário para retraí-las. |  Efeito de ligação: retorna a usuária depois de 2 turnos, em caso de perda ou roubo; Efeito de mecanismo: Altera o seu cumprimento entre 10cm e 3m | Efeito 1: Encantado com o veneno Kanima, as lâminas ganharam propriedade de veneno paralisante. Caso a lâmina produza um corte que entre em contato com a corrente sanguínea, pode provocar paralisia por até 3 turnos no membro atingido. Não afeta o corpo inteiro | bônus de forja: +15% de dano; bônus de FPA: +30 de dano; Bônus lendário: + 30 de dano ao usar qualquer habilidade elemental. | Vibranium | Espaço para 3 gemas | Super Alfa | Dano base (com todos os bônus): 86 | Status 100%, sem danos | Lendário | Forjada por Nikolaev]

Mayu Amakura
Aprilla Deapryth
Aprilla Deapryth
V Coorte
V Coorte

Idade : 17

Voltar ao Topo Ir em baixo

[TREINAMENTO ESPECIAL] Ataque aos Portais #vemmonstro (Romanos) Empty Re: [TREINAMENTO ESPECIAL] Ataque aos Portais #vemmonstro (Romanos)

Mensagem por Akali em Ter Jan 08, 2019 9:45 pm


A loira se dirigia ao acampamento, havia acabado de voltar de um encontro com suas irmãs, amazonas. Sabia que o clima no acampamento não estava nada favorável, por isso, se preparou com uma roupa confortável pensando no que estaria por vir. Chegando ao centro, era perceptível os olhares dos terceiros enquanto mostravam o medo interno dentro de si. Respirou. Ouvindo o som dos portais abrindo pouco a pouco, a loira pode ouvir "lutem", o que já era o suficiente para ela dedilhar seu próprio destino a partir dali. De fato, o único defeito da loira era ter colocado um salto alto, erro fatal, o que dificultaria seu jeito de andar e a deixava um pouco desconfortável. De qualquer forma, era necessário ter estilo.

Ela não queria entrar naquela multidão, por isso, decidiu seguir seu próprio caminho. Iniciando um tipo de "ronda", ela poderia verificar se haviam escapados monstros além dos olhos dos outros semideuses. Chegando as fronteiras do acampamento, ela podia notar bem brevemente uma visão de uma mulher com cabelos brancos e roupas rasgadas. Ela sabia que não era uma semideusa, e sim, uma criatura. Sem mesmo esperar, correu de salto e tudo diretamente a criatura, apenas a olhando nos olhos, pode sentir toda a fúria de Belona só de pensar que aquele bicho poderia fazer mal as pessoas amadas a seu redor.

— Pronta pra apanhar? — Disse a loira, logo mandando um breve soco na criatura e tirando seus saltos. Já bastava. Rapidamente, a loira pode empunhar sua espada a altura, brilhante, logo a apontando para a Banshee de forma agressiva usando sua mão esquerda. Num ato rápido, a criatura segura a espada e morde a mão direita da prole de Belona, não causando um efeito muito grave, porém suficiente para machucar.

— Sinta-se honrada, vou te matar rapidamente, não sabe como isso é desconfortável para uma baixinha que gosta de uma boa guerra. — Disse, logo correndo e dando um ataque certeiro na criatura, cortando seu braço fora usando a espada. Assim, logo a loira pode sentir seu ferimento sendo curado, pelo porcentual retirado da criatura. Logo, não hesitou em desferir um outro ataque, enfiando a ponta da espada nos dois olhos da criatura, uma vez de cada, deixando-a cega rapidamente. Usando a fúria flamejante em sua espada, a arma ficou envolta por uma aura avermelhada, e rapidamente resultou em um corte profundo na barriga da Banshee, que estava paralisada pela dor de seus olhos, sem poder reagir.

Porém, mesmo cega, a criatura reagiu. Soltou um grito ardente de sua boca, que queimava os ouvidos da Loira. Aquilo havia deixado a amazona em desvantagem, mesmo assim, a Banshee não poderia atacar com um dos braços cortados e cega. A loira cambaleou durante um tempo, até que sua consciência pode voltar. A prole de Belona queria logo acabar com aquilo, se dirigindo calmamente a criatura, ela procurava um meio para acabar com aquela pobre vida. Empunhando com força sua espada,  vendo a Banshee de joelhos, apenas deu um ataque definitivo. Simples assim. A cabeça da criatura havia sido cortada. Sua vida enfim, finalizada. Akali so pode voltar ao acampamento para peitar novos monstros, sem nem pensar na luta que havia ocorrido.

2. O monstro {Banshee} está se dirigindo para a Linha Pomeriana e poderá causar um grande pânico em Nova Roma. Impeça-o.

FPA + Armas usadas + Situação final/Ataques dados:

FPA: clica, gato (a).
Arma:  Rage [Espada longa, com cerca de um metro de comprimento e largura consideravelmente grande. É tão afiada que um mero toque é capaz de causar ferimentos, possuindo setenta centímetros da ponta à base. Abaixo da base, a guarda da arma é o entalhe da cabeça de um javali, feita em ferro e com dois rubis em seus olhos, aparentemente foscos e apagados. O punho é feito de madeira, e seu design permite que a espada seja segurada com uma ou duas mãos – embora a força exigida seja bem maior caso seja empunhada com apenas uma. | Madeira e bronze celestial | Quando o dono da espada entra em combate, as joias do javali começam a brilhar em um tom intenso de vermelho. Sempre que a espada causa dano em um inimigo, ela suga parte da vida retirada – 25% - e passa para o portador, caso este esteja ferido, restaurando assim parte da sua vida | Não possui espaços para gemas | Comum | Resistência: Gama | Status: 100%, sem danos | Comum | Comprado na loja ].

Situation/Attacks para calculo:
Banshee: 560HP
+1 soco no rosto. {-80HP}
+1 espadada, cortando o braço direito da criatura. {-25%HP/+10% dano }
+1 espadada no olho direito.{-25%HP/+10% de dano}
+1 espadada no olho esquerdo. {-25%HP/+10% de dano}
+1 espadada na barriga. {Fúria flamejante - 25%HP/+25% de dano}*
+1 espadada, cortando sua cabeça. (+Fúria - Golpe Crítico)
obs: queimadura pela fúria flamejante.

*= {Pericia aumenta 10% de dano, espada suga  25% da vida do ser a cada ataque, e um ataque de fúria retirou +15%.})
15+10=25%
Poderes de Belona:

Passivos
Nível 1
Nome do poder: A arte da guerra
Descrição:  Filhos da deusa da fúria da guerra, esses semideuses possuem um conhecimento apurado em estratégias básicas e de sobrevivência. É similar a um instinto, uma intuição, uma sequência de pensamentos que permitiam ao romano a analisar o combate como se fosse uma arte. Graças a isso, raramente entra em estado de desespero quando situações de risco surgem.
Gasto de Mp:  Nenhum
Gasto de Hp:  Nenhum
Bônus:  Conseguem elaborar planos e estratégias, assim como não são abalados com a eminência de um combate ou situações de perigo.
Dano: Nenhum

Nível 2
Nome do poder: Perícia com Espadas I
Descrição: Constantemente o atributo de Belona é a espada. Filhos dessa deusa possuem facilidade com esse tipo de arma e suas derivações. Mesmo sem nunca terem usado uma espada, o semideus conseguirá se sair bem em seu manejo e no improviso.
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: +15% de assertividade no manuseio da Espada.
Dano: + 10% de dano ao ser acertado pela arma do semideus.

Nome do poder: Corpo Guerreiro I
Descrição: O filho de Belona tem o corpo preparado para a guerra e combates de longa duração. Seu metabolismo e funcionamento é diferente de qualquer outro semideus, tendo assim os componentes biológicos potencializados. Isso oferece maior resistência corporal (diminui o cansaço físico e a dor de impactos no corpo), imunológica e permite que a hipercinesia não cause sobrecarga cerebral ou muscular.
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: +15% em resistência corporal, +20% de imunidade a infecções e venenos.
Dano: Nenhum

Nível 9
Nome do poder: Ignorando a dor I
Descrição: Capacidade que o filho de Belona tem de ignorar a dor. Essa habilidade permite apenas enganar a mente, não processando a dor física, permitindo que o semideus guerreiro permaneça lutando ignorando a dor sentida. Porém, ao passar o efeito, as dores retornaram e poderão ser piores pois ao ignorá-las o semideus deixa de trata-las ou, corre o risco de piorá-las. Nesse nível apenas é possível ignorar a dor de golpes que não causem ferimentos profundos, ou que incapacite um membro do semideus. (cortes leves, e feridas pequenas)
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: Continuará lutando normalmente desde que os ferimentos sejam de grau baixo, como cortes superficiais, queimaduras de grau baixo ou hematomas.
Dano: Nenhum

Ativos

Nível 10
Nome do poder: Fúria flamejante I
Descrição: Um dos símbolos de Belona é a tocha, assim como ela é conhecida por transformar em chamas o seu inimigo ao dar o golpe de misericórdia. Seus filhos possuem uma pequena ligação com esse lado da deusa, podendo transpor a fúria flamejante para seus armamentos. Nesse nível inicial, o item que o semideus esteja segurando assumirá uma aparência peculiar, parecendo veias flamejantes por todo o material. Assim, provoca queimaduras de primeiro grau ao atingir o inimigo.
Gasto de Mp: 30MP (+10MP para manter)
Gasto de Hp: 10HP
Bônus:  nenhum.
Dano: +15% de dano da arma.
Extra: Não funciona em seres vivos, apenas em itens. É necessário o toque para a habilidade funcionar.

Luta!
do not worry about the opinions of others, but about yours; LOOK;'
Akali
Akali
II Coorte
II Coorte

Idade : 17

Voltar ao Topo Ir em baixo

[TREINAMENTO ESPECIAL] Ataque aos Portais #vemmonstro (Romanos) Empty Re: [TREINAMENTO ESPECIAL] Ataque aos Portais #vemmonstro (Romanos)

Mensagem por Enzo Hawley em Qui Jan 10, 2019 10:12 am



Jogos de Guerra

Com a guerra explodindo na cabeça dos semideuses os celestiais acabaram por se estabelecer no acampamento a fim de dar reforço aos demais campistas, afinal aquele lugar um dia tinha sido nosso lar.

Vinte e quatro horas atrás os mais experientes tinham partido até o inferno para armar uma emboscada e até agora não tínhamos tido noticias de nenhum deles, mas os portais de ida e retorno ainda estavam armados em locais estratégicos do acampamento.

Eu estava de plantão com outros campistas e fazia ronda pelo acampamento, checando pontos da cidade e da colina para garantir que tudo ficaria bem e nada daria errado.

— Está na hora da janta, temos que voltar — Um dos garotos ao meu lado avisou, fazendo meu estomago roncar em euforia por saber que finalmente era hora do jantar.

— Bora pro rango galera — Me virei, colocando as armas no coldre preso a cintura para seguir com eles colina acima e foi nesse momento que o alarme disparou, deixando nós três apavorados e um pouco perdidos.

— Alguém entrou — Fergus avisou.

— Rápido, vamos para entrada! — Jordan completou, mas nesse momento um grito soou na floresta.

— Vão, eu cuido disso — Avisei antes de iniciar uma corrida desenfreada para o meio das arvores, sem parar para pensar nas consequências que aquilo me traria.

A floresta de todos os lugares do acampamento era o mais perigoso, monstros e espíritos da natureza viviam rondando por ali e aclaro, era ali que todos eles se esconderiam se adentrassem o Júpiter, eu sabia disso e mesmo assim não parei. O grito ficou mais alto, me fazendo parar na entrada da floresta para ouvir melhor e saber a direção correta a seguir. Ao ter certeza virei para esquerda e disparei em uma corrida frenética, saltando troncos, galhos e arbustos para poder alcançar a pessoa que precisava de ajuda, até que a encontrei encurralada em uma arvore por um escorpião gigante.

Demorei para reconhecer o espirito preso contra a arvore e quando entendi que se tratava de um dos lares do acampamento praguejei mais ainda. Saquei então o par de lâminas de vento e os prendi de maneira correta sobre os dedos, então saltei por sobre o monstro parando bem ao seu lado, para em seguida descer uma das lâminas contra a pinça da direita – eu estava erguida sobre a cabeça do lar – a partindo ao meio.

O baque surdo da lâmina do escorpião caindo no chão veio seguido de um gemido alto e um grunhido que me fez recuar bons passos, afinal tinha atraído a atenção da criatura para mim e agora quem estava enrascado era eu.

— Saia daqui e encontre um lugar seguro, eu lido com ele — Ordenei ao espirito sem tirar os olhos do meu inimigo, com as lâminas já colocadas em frente ao corpo em uma postura defensiva.

O escorpião sibilou antes de investir com o rabo em minha direção, me obrigando a esquivar para o lado para não ser atingido e fazendo sua pinça ficar presa na lama. Me aproveitando disso investi novamente contra ele, ajeitando as lâminas nas mãos antes de executar um golpe em forma de “x” e mutilar seu rabo, o cortando ao meio.

— Eu tenho pinças, você tem pinças, então vamos se pinçar meu chapa! — Provoquei, fazendo o escorpião agitar sua segunda pinça em minha direção enquanto avançava rapidamente, me encurralando contra uma arvore. Para minha sorte – ou não – eu era rápido e ágil, embora não tão forte.

Usei meu corpo para poder encontrar a melhor maneira de posicionar os pés, então peguei impulso e saltei para cima, apoiando a parte baixa do tênis na pinça do monstro antes de me jogar por sobre ele, montando em suas costas e descendo a lâmina com força bem no meio delas. Ruídos animalescos preencheram a floresta, fazendo o escorpião se debater abaixo de mim e me sacudir sobre seu corpo. Firmei as coxas sobre ele para não cair, puxei as lâminas e as afundei sobre sua cabeça, me recusando a solta-lo por saber que se fizesse, estaria perdido.

Ao fazê-lo o escorpião deu um solavanco forte para frente e fez meu corpo voar de cima do dele até se chocar contra uma arvore. Por conta disso as lâminas escorreram de minha mão e caíram no chão, mas o monstro não estava morto e aproveitou essa brecha para se aproximar de mim.

Saquei a que estava mais perto no exato momento que ele veio de encontro ao meu corpo, então rolei para baixo dele a fim de não ser atingido e ergui as lâminas para cortar sua barriga, fazendo um fedor podre preencher minhas narinas. Sendo filho de Éolo eu não sufocava com o ar poluído, embora isso não me impedisse de sentir enjoo e dor de cabeça.

— Que nojo! — Resmunguei antes de repetir o gesto e afundar a lâmina abaixo dele, puxando-a para baixo em um corte profundo até fazê-lo explodir em pó, virando assim um Enzo de ouro.

6. O monstro se deslocou até a floresta e está prestes a devorar alguns dos semideuses mais jovens do Acampamento (entre 3 e 5 anos). Você ouviu os gritos deles e conseguiu chegar a tempo de impedir esse massacre. Impeça o monstro, mas tenha cuidado. As sombras das árvores são muito propícias para ele.

Minha FPA bem aqui
Poderes Passivos:

Nome: Vigor Egrégio
Descrição: Após árduos treinos onde seu condicionamento físico foi elevado e testado além do limite, o semideus passou a desenvolver uma resistência mais notável. Golpes desarmados mal o afetam e condicionamentos ruins são suavizados. Dores simples são facilmente ignoradas por ele também.
Gasto de MP: Nenhum.
Gasto de HP: Nenhum.
Bônus: 15% no atributo constituição.
Dano: Nenhum.
Extra: Nenhum.

Nome da habilidade: Perícia em lâminas II
Descrição: Uma habilidade primordial para se entender bem como usar armas dotadas de lâminas, melhorando uma habilidade nata ou dando uma habilidade por prática para quem não tem intimidade com tais.
Gasto de HP: Nenhum.
Gasto de MP: Nenhum.
Bônus: +35% de assertividade ao usar qualquer uma das armas citadas nesta habilidade.
Dano: +25% de dano ao realizar golpes com fazendo uso de uma das armas.

Nível 9
Nome do poder: Despercebido
Descrição: O vento é sentido, mas não é visto, por esse motivo os filhos de Éolo sempre passam despercebidos pelos demais, conseguem ser furtivos, e os monstros não sentem seu cheiro com muita facilidade, pois o vento o dispersa.
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: +10% de furtividade +50% de chance de passar despercebido por monstros, +15% de conseguir um ataque surpresa.
Dano: Nenhum


Nível 14
Nome do poder: Velocidade II
Descrição: Com um bom treinamento, você se tornou mais veloz, mas ainda não é nada comparado aos filhos de Iris ou Hermes, e nem vai ser, ainda assim consegue ser mais rápido que a maioria dos campistas.
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: +25% de Velocidade
Dano: Nenhum

Nível 25
Nome do poder: Ginasta III
Descrição: Sua perícia se desenvolveu como o esperado, agora além de conseguir cair de altas altitudes, e conseguir realizar saltos e cambalhotas perfeitamente, também consegue encontrar onde se segurar, agarrar ou pendurar. O filho de Éolo é perito em escaladas e montanhas, e como as grandes altitudes não lhe afetam, ele se torna um mestre em acrobacias perigosas.
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: +30% de Agilidade e +22% de altura em saltos, ao cair de altitudes baixas não ira se machucar.
Dano: Nenhum


Nível 25
Nome do poder: Força Estelar II
Descrição: Durante a noite, quando o brilho das estrelas se torna mais perceptível, o celestial fica ainda mais forte e resistente.
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: +30% de força e resistência corporal.
Dano: +15% de dano.

Nome do poder: Determinação
Descrição: O celestial é um guerreiro com determinação inabalável, determinação e força interior. Sabe aquela coragem de passar por algo difícil? Suportar a dor? Eles têm ela dentro de si, por isso, dificilmente se deixam abalar em situações de tortura ou que exijam coragem.
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: +10% de coragem para o celestial. +10% de resistência a dor.
Dano: Nenhum

Nível 11
Nome do poder: Atributos melhorados II
Descrição: O celestial agora está mais evoluído. A experiência em batalhas melhorou ainda mais as suas condições físicas. O semideus seguidor de Éter torna-se ainda mais veloz e esquiva-se com mais facilidade. Seus reflexos também melhoraram.
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: +30% de velocidade, esquiva e reflexos.
Dano: Nenhum
Arma:

Soco Laminado [É uma arma que mistura um soco inglês com uma lâmina de 17cm, extremamente afiada | Efeito 1: A arma está encantada com runas baseadas no elemento vento, criando uma camada extremamente fina em sua lâmina, a deixando altamente afiada, sendo capaz de arranhar facilmente até mesmo material superior | Ferro estígio | Beta | Espaço para uma gema | Status: 100%, sem danos | Mágico | Comprado no Pandevie Magie] (x2)


Enzo Hawley
Enzo Hawley
Enzo Hawley
Celestiais de Èter
Celestiais de Èter


Voltar ao Topo Ir em baixo

[TREINAMENTO ESPECIAL] Ataque aos Portais #vemmonstro (Romanos) Empty Re: [TREINAMENTO ESPECIAL] Ataque aos Portais #vemmonstro (Romanos)

Mensagem por Black Cat em Sab Jan 26, 2019 1:49 pm

Attack


4. Um monstro conseguiu se deslocar até o Aqueduto e está destruindo a construção. Não deixe que ele termine o que começou. Durante a batalha contra ele, alguns destroços podem cair ou ser arremessados em sua direção. Cuidado.

Monstro enfrentado: escorpião negro


Aceitar viver na floresta do Acampamento Júpiter permitiu um certo conforto a Blake, por estar mais próxima do que ela conhecia. Uma floresta ainda era uma floresta independente do mundo ou até mesmo dimensão. Encontrar criaturas que já faziam da flora seu lar não foi uma surpresa para a felina, mas sim descobrir espécies tão diferentes das que rodeavam a sua tribo. Ninfas, faunos, animais selvagens, formigas gigantes... Tudo isso deixava a forasteira beirando entre a curiosidade e o estado de alerta.

Sua primeira relação amigável foi com uma dríade, protetora de uma bela árvore cerejeira que crescia próximo ao rio do Acampamento. Cherry, como gostava de ser chamada, permitiu que Blake permanecesse em seu território, em troca de deixar brincar com suas orelhas pelo menos uma vez no dia. Algo que Blake particularmente achava ultrajante, pois não era um animal que poderia ser acariciado como um pet. Mas que considerou pouco em consideração ao que a ninfa oferecia em troca: um local para ficar.

A gata negra estava amolando a espada com uma pedra apropriada para o trabalho, prestando atenção parcialmente ao que a ninfa tagarelava, pois tinha escutado inúmeras vezes o mesmo enredo sobre um fauno chamado Troy. Porém, o falatório cessou repentinamente, fazendo com que Blake parasse a pedra em meio ao processo de amolar, erguendo o olhar desconfiada. Cherry estava paralisada no lugar, com os olhos alarmados e evidentemente em pânico.

▬ Estamos sendo atacados! Pelos deuses, aqueles semideuses estúpidos não fecharam o portal ao passarem pro Submundo! ▬ A dríade resfolegou, usando de seu tom mais fino e urgente.

▬ Atacados? ▬ Blake repetiu, erguendo o corpo prontamente. ▬ Pelo que?

Cherry colocou o dedo indicador sobre a boca, olhando ferozmente para a gata negra. Blake tinha aprendido rapidamente que as ninfas possuíam uma rede de comunicação própria, sussurrando através da natureza ao redor. O que gerava uma rede muito eficaz de fofoca e informações aleatórias. Cherry poderia passar uma tarde inteira entretida em falar dos erros que os meios humanos faziam.

▬ Oh no! ▬ Cherry colocou a mão sobre a boca entrando em estado de choque. ▬ Há um monstro do Tártaro que desviou do caminho e está atacando o aqueduto, se aquilo tudo desmoronar de novo, não sei se a natureza próxima vai aguentar e...

▬ Eu vou na frente, mas se possível, mande ajuda!

Não fazia mais do que alguns dias que a felina adentrou aquele novo mundo. Reconhecer as próprias limitações não era um sinal de fraqueza, mas sim um modo de sobreviver. Não conhecia as criaturas e perigos que rondava o mundo dos romanos, por isso tinha pedido por reforços, mesmo que estes só chegassem posteriormente. Blake corria pela floresta com fluidez e naturalidade, tinha crescido em um local similar afinal de contas. Isso permitiu que a felina chegasse na região dos aquedutos romanos em pouco tempo, ainda que arfante.

Cherry estava certa. Existia um escorpião enorme e de cor negra, as pinças gigantes colidiam contra a estrutura de pedra, causando rachaduras cada vez mais profundas a cada impacto. Olhando para o lado, Black Cat viu alguns humanos correndo em diversas direções, mas nenhum parecia se atentar para a imensa criatura. Segurou na empunhadura de sua espada, a retirando em um único e determinado movimento. Ela não teria tempo de planejar ou fazer qualquer coisa, precisava avançar rapidamente ou o monstro destruiria parte da arquitetura. Então ela correu, tentando controlar a respiração para ter domínio sobre seu próprio corpo.

No entanto, o escorpião pareceu pressentir a sua chegada, virando o corpo de modo a jogar a cauda para o lado, atingindo a gata negra em um golpe não tão forte, mas perfeito para desestabilizar a corrida e arremessa-la para o lado. Blake girou no chão, ficando de pé o mais rápido possível, pronta para atacar... Mas sendo obrigada a se defender, recuando passos largos para trás assim que as pinças tentaram agarrá-la. Foi apenas graças a um vislumbre e instintos de sobrevivência que a felina jogou o corpo para o lado, escapando de um bote da pinça peçonhenta. Blake, meio desengonçada, levantou e correu para a parte de trás do escorpião, antes que ele fizesse outra manobra. Atingiu a espada com tudo o que tinha contra o cabo, apenas para conseguir finca-la até menos da metade já que a cauda ainda era revestida por um exoesqueleto protetor.

Foi o suficiente para irritar a criatura, não ofertando a felina uma chance de defesa dessa vez. O corpo enorme girou com uma estúpida velocidade, a pinça agarrando Blake pela cintura e a jogando contra um pilar do aqueduto. O oxigênio fugiu completamente dos pulmões de Blake, fazendo com que a cabeça girasse diversas vezes. Por um momento, ela enxergou borrão de vários escorpiões, o que fez com que seu corpo inteiro tremesse de medo. Os semideuses enfrentavam aquele tipo de coisa constantemente?!

A gata negra poderia jurar que perderia um membro de seu corpo quando viu a pinça vindo em sua direção, não descartando a possibilidade de que fosse a própria cabeça! No último segundo, Blake abaixou o corpo fazendo com que o agarrão atingisse a estrutura atrás de si. Próxima do escorpião como estava, não deixou de contra-atacar, pois não sabia quando teria outra chance como aquela. Moveu a espada no que achava ser o rosto do escorpião, pois nunca teria certeza de como interpretar o rosto de uma criatura como aquela. Porém tinha olhos, existindo poucas criaturas que possuíam resistência no globo ocular.

Esquivando para o lado, Blake colocou a mão sobre o chão para ter mais contato com o seu elemento. Os anciões de sua tribo sempre disseram que ela possuía dons especiais, diferentes dos outros membros de sua raça. Desde pequena aprendeu a não teme-los, apesar de ainda não ter tanto controle sobre. Naquele momento a felina desejou com todas as forças um tremor, pois mais do que nunca precisava desestabilizar a criatura, acreditando não ser tão capaz de continuar esquivando dos ataques. Felizmente, o chão começou a tremer, fazendo o escorpião cambalear para o lado.

Uma ventania poderosa veio por trás da gata negra, quase a desequilibrando e fazendo cair de vez no chão. Era um vento estranho e poderoso, direcionado perfeitamente contra ela e o escorpião. Por sofrer com os tremores, a corrente de ar pareceu manipular ainda mais a condição do escorpião, o fazendo cair primeiro de lado. O desespero da criatura forneceu o elemento final para que as costas blindadas pelo exoesqueleto chocassem contra o chão. Blake escutou o som de uma flauta, seu olhar espantado encontrando Dave – um fauno – tocando o instrumento com facilidade. O som pareceu encantar a flora ao redor, pois cipós começaram a brotar do chão e segurar a enorme criatura negra.

▬ Ataque de uma vez, gata!

Blake não identificou a dona da voz, mas não tardou a obedecê-la. Correu em direção ao escorpião, o escalando com um pouco de dificuldade já que era uma criatura que ainda se debatia. Começou a atacar a barriga dele com sua espada, tentando acertar ao menos a mesma área para deixar a região frágil. Assim, quando fez um movimento de descida com a lâmina, conseguiu penetrá-la até a metade dentro do corpo do escorpião. Isso ainda não foi o suficiente para mata-lo, fazendo com que ela repetisse a ação por mais pelo menos três vezes antes que ele desaparecesse em pó dourado.

A garota de orelhas de gato caiu no chão ofegante. Sentia dores por todo o corpo por conta dos golpes que levou. Talvez com uma costela fraturada. Dave se aproximou, ao lado dele uma espécie de ninfa do ar. Blake não tinha visto uma ainda, o que a deixaria encantada se não tivesse sentindo dores por todo pedaço de seu corpo. O fauno já era considerado como algo mais próximo de amigo, tendo sido Dave quem a guiou até o acampamento em primeiro lugar.

▬ Precisamos continuar protegendo a floresta. A maioria está assustada demais, desde o último ataque... Nós perdemos muito dos nossos com a destruição. ▬ Dave falou em um tom sombrio e preocupado. ▬ Consegue levantar?

▬ Tente me impedir. ▬ Foi a resposta um tanto ríspida, mas acompanhada de um sorriso de lado.

Blake levantou usando de todo o orgulho e teimosia que possuía. Com aquelas poucas palavras, a Black Cat entendeu que não era a primeira vez que o acampamento era invadido. Perguntaria sobre depois, pois naquele momento, tinha um local para proteger.

Rawwrr:
Item:
• Ebonee [Uma espada estilo khopesh, uma arma característica do antigo Egito. Sua lâmina é curvada e possui corte único, de tonalidade negra graças ao seu material. Sua empunhadura adequa-se perfeitamente a mão de seu portador, sendo de peso perfeito para sua dona manejar com segurança. | Efeito 1: xxxx | Efeito 2: xxxx | Efeito 3: xxxx | Adamantino | Espaço para 3 gemas | Alfa | Status 100%, sem danos | Lendária | Roleta de Natal 2018]
Habilidades:
Nível 1
Nome: Atributos Felinos
Descrição: Catfolk é uma raça que une aspectos felinos. Isso é refletido em seus atributos físicos.
Gasto de MP: Nenhum
Gasto de HP: Nenhum
Bônus: +30% de agilidade, equilíbrio e esquiva.
Dano: Nenhum
Extra: Nenhum

Nível 2
Nome do poder: Terremoto Iniciante
Descrição: Devido ao controle de Hades/Plutão sobre o reino do inferno, e a terra, e sua habilidade em entender rochas e controla-las, seu personagem também desenvolve  a habilidade de criar pequenos terremotos. Nesse nível, só consegue criar tremores mais leves, fazendo o inimigo desequilibrar, mas não a ponto de cair, apenas se distrair. Ainda não abre fendas, e nem causa estrago ao redor, só consegue criar tremores leves.
Gasto de Mp: 20 MP
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: Nenhum
Dano:Nenhum
Extra: Dura um Turno, pra ativar novamente precisa gastar mais MP.
FPA:
(C) ROSS


[TREINAMENTO ESPECIAL] Ataque aos Portais #vemmonstro (Romanos) Tumblr_ooir5nYONh1u9msabo1_500
Black Cat
Black Cat
Monstros mitologicos
Monstros mitologicos


Voltar ao Topo Ir em baixo

[TREINAMENTO ESPECIAL] Ataque aos Portais #vemmonstro (Romanos) Empty Re: [TREINAMENTO ESPECIAL] Ataque aos Portais #vemmonstro (Romanos)

Mensagem por Maisie K. Blackwood em Dom Fev 03, 2019 9:45 pm

Chain reaction, it's so electric
vemmonstro #1



Monstro escolhido: Banshee
Nível mínimo: 25
Status Base: 800 HP/MP → -30% = 560 HP/MP
Mais informações: aqui

Dado sorteado:
2. O monstro está se dirigindo para a Linha Pomeriana e poderá causar um grande pânico em Nova Roma. Impeça-o.

O som dos alarmes preencheu minha cabeça de um jeito avassalador. Parecia que não havia nenhum outro som além daquele que anunciava o perigo. Por dentro, eu estava assustada com as criaturas horrendas que saíam daquele portal, que parecia um formigueiro de monstruosidades. Mas não poderia demonstrar os meus temores. Era necessário permanecer firme e inabalável, para convencer a mim mesma que era capaz de me manter em pé no campo de batalha e porque agora tinha uma coorte a representar.

O primeiro monstro a aparecer em minha direção era alto e parecia uma alma penada vindo diretamente dos domínios de Melinoe ou de algum filme de terror de mau gosto. Sua pele era absurdamente pálida e seus cabelos eram compridos e ressecados. Ela não havia levado nenhum creme capilar para os domínios de Plutão ao morrer. Pior ainda: suas roupas estavam com as bordas rasgadas, como se ela tivesse brigado com toda a alcateia de Lupa. As suas unhas eram compridas, formando garras da ponta de seus dedos brancos.

O som metálico de espadas e adagas começava a preencher o espaço ao meu redor, dando-me a certeza de que os legionários atenderam rapidamente o chamado de emergência. Logo, o cenário de guerra estava formado e certamente atraía a atenção de alguns deuses naquele momento. Um deles seria Thanatos, o qual esperava que não tivesse nenhum trabalho naquele dia.

A mulher fantasmagórica manteve os olhos vermelhos fixos em mim, o que começou a causar uma sensação negativa e estranhamente desagradável. Seu semblante era mórbido, e ela parecia trazer aquela morbidez para minhas emoções, a fim de me atordoar.

“Hoje não...”, pensei comigo mesma, apertando os olhos e concentrando-me novamente nos sons das batalhas que ocorriam ao meu redor. Tudo era uma questão de onde eu aplicava o foco das minhas atenções. Se me deixasse distrair por seu olhar sem vida, logo estaria como ela. Portanto, apliquei-me em prestar atenção nos sons ao meu redor e manter os instintos de batalha alertas. Afinal, é bem difícil desconcentrar um filho de Athena.

Minha mente pareceu perder a turbidez na qual a fantasma havia tentado me colocar, então lembrei do óbvio: atacar. Com ferocidade, avancei contra ela, mesmo que ela fosse translúcida e não fosse sofrer o dano de imediato. Avancei com a lâmina de Fire empunhada, saltando no instante final para alcançar o monstro e golpeá-la, apenas para ouvir seu grito ensurdecedor mais de perto.

O som agudo percorreu todo o campo de batalha, quebrou algumas peças de vidro e atordoou semideuses e monstros que se encontravam ao redor. Em uma reação instintiva, agachei-me e levei as mãos aos ouvidos, sentindo minha cabeça latejar com a quantidade de decibéis que estava encarando repentinamente. E aquela infeliz não parava de gritar!

Minha mão esquerda foi imediatamente de encontro ao colar que havia em meu pescoço, lembrando-me que o item que havia ali era abençoado pelos deuses da música. No mesmo instante, o som cessou, como se houvesse uma proteção mágica em torno de minha cabeça protegendo meus ouvidos. Mas aquilo estava funcionando apenas comigo, os demais semideuses estavam sendo prejudicados por aquela gritaria. Então, agindo puramente por instinto e em uma tentativa desesperada de fazê-la parar, usei o poder de minha mente para fazer algumas pedras e armas que estavam ao meu redor levitar. Com um comando mental, todas foram de encontro à fantasma em um ataque improvisado. Ela interrompeu o seu grito para desviar, o que no mesmo instante me deu um click. Fantasmas não precisavam desviar de armas ou pedras.

Ao descobrir os ouvidos e olhar para cima, a fantasma estava fugindo dali e indo em direção à Linha Pomeriana. Ao ver aquilo, eu fiquei tranquila por um segundo. Sabia que Término iria proteger a fronteira da cidade como nunca antes e que não deixaria aquele monstro passar.

“Mas e se…?”, comecei a considerar. O deus das fronteiras poderia estar ocupado com outro invasor maior e mais perigoso. Ou a fantasma poderia se tornar invisível e ultrapassar a barreira sem que o deus visse.

Levantei-me às pressas e corri atrás dela, pois não poderia permitir que ela atravessasse a Linha e provocasse terror aos cidadãos de Nova Roma. E, como esperado, a monstra já estava aplicando seus truques para passar despercebida. Uma névoa começou a emanar dela, de modo que ela teria passado sem ser notada se eu não tivesse gritado.

Colhi uma pedra no caminho e joguei-a contra a mulher, sabendo agora que ela não era translúcida. O pedregulho atravessou o ar e, ao atingi-la na cabeça, explodiu e deixou-a atordoada no processo. Meus olhos percorreram toda a extensão de seu corpo naquele breve intervalo de tempo, procurando identificar o ponto fraco de seu corpo e onde teria êxito se atingisse.

Apontando em direção à sua cabeça, instiguei a dor em seu crânio, uma dor tão intensa que a impediria de atacar pelos próximos segundos. Era tudo o que eu precisava. Ela levou as mãos à cabeça atordoada e estava prestes a emitir outro de seus gritos aterrorizantes. Sendo mais rápida, avancei com minha adaga de fogo e cravei-a em seu peito.

Em poucos segundos, a fantasma tornou-se pó e minha adaga já não estava apoiada em mais nada. Dessa forma, acabei por me desequilibrar e cair contra o chão. Era apenas uma das dezenas de monstros que estavam ali, mas estava morta.

–  Maisie! - ouvi a voz de Amber gritar por mim, sem tempo de entender o porquê.


Informações:

Passivos de Athena:

Nível 1
Nome do poder: Estratégia
Descrição: O campista é bom em elaborar planos e estratégias de batalha, o que torna a chance de erro para ataques diretos, ou criação de armadilhas, menor, ou seja, a margem de erro será inferior ao dos outros semideuses.
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: +10% de acerto em ataques planejados previamente.
Dano: Nenhum

Nível 4
Nome do poder: Inteligência
Descrição: Um filho de Athena é naturalmente inteligente, por sua mãe ser a deusa da sabedoria, o semideus aprende as coisas mais rápido, o que também permite que ele note coisas que outras pessoas não percebem. O semideus de Athena sempre procura uma saída lógica, consegue bolar um plano e encontrar pontos chaves, pois tudo aquilo que não consegue entender lhe deixa frustrado. Ele sempre buscará respostas.
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: +10% de descobrir alguma coisa, ou aprender alguma coisa. (Aumenta conforme em +5% a cada 2 níveis que o semideus adquirir).
Dano: Nenhum.

Nome do poder: Conhecimento de Monstros
Descrição:  Duas vezes por evento o filho de Athena pode solicitar ao narrador que indique algo sobre o monstro que possa ajudar na batalha. As dicas dependem do narrador.
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: Nenhum
Dano: Nenhum

Nível 7
Nome do poder: Sabedoria
Descrição: Os filhos de Atena conseguem descobrir os pontos fracos de seus inimigos, fazendo com que seus golpes sejam mais efetivos. Em monstros que já conheçam, ou tenham lutado, eles já saberão o ponto fraco.
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: +15% de chance de acertar um ponto crítico em batalha.
Dano: Nenhum

Nível 15
Nome do poder: Perícia com Lâminas III
Descrição: O semideus filho de Athena se sente completamente confortável para atacar e defender-se com lâminas. Espadas, adagas, armas de arremesso como facas, qualquer lamina de curto ou longo alcance pode virar uma arma mortal na mão do semideus filho de Athena. Por serem inteligentes, aprendem a manuseá-las mais rapidamente.
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: +45% de chance de acerto no manuseio de lâminas de mão (facas, espadas, adagas, punhais, lanças, etc)
Dano: + 25% de dano ao ser acertado pela arma do semideus, pois a precisão será mais certeira.

Nível 18
Nome do poder: Visão de batalha
Descrição: Com o decorrer dos anos e a inteligência avançada, vem a visão aprimorada de uma batalha. Essa visão permite ao semideus entender a forma como os outros lutam mais rapidamente, e conseguir identificar e se adequar às diferenças. Por exemplo: um romano e um grego não são soldados da mesma maneira, assim como um humano também não o é. Ao compreender isso e adquirir essa visão, o semideus também consegue achar meios mais eficazes de se defender e de derrotar um inimigo, apenas o estudando.
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: +10% de chance de acertar o alvo em pontos críticos.
Dano: + 15% de dano se o golpe acertar.

Passivos de Belona:

Nível 1
Nome do poder: A arte da guerra
Descrição:  Filhos da deusa da fúria da guerra, esses semideuses possuem um conhecimento apurado em estratégias básicas e de sobrevivência. É similar a um instinto, uma intuição, uma sequência de pensamentos que permitiam ao romano a analisar o combate como se fosse uma arte. Graças a isso, raramente entra em estado de desespero quando situações de risco surgem.
Gasto de Mp:  Nenhum
Gasto de Hp:  Nenhum
Bônus:  Conseguem elaborar planos e estratégias, assim como não são abalados com a eminência de um combate ou situações de perigo.
Dano: Nenhum

Nível 4
Nome do poder: Ambidestria
Descrição: A ambidestria nada mais é do que a capacidade de se usar ambas as mãos como predominantes. Tanto a mão destra quanto a canhota possuem um desenvolvimento motor elevado, permitindo o manejo de equipamentos e, principalmente, armas. Assim sendo, filhos da deusa da guerra conseguem manusear com perícia duas armas ao mesmo tempo ou alternando as mãos.
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: Conseguira manusear duas armas com naturalidade, desde que essas não precisem das duas mãos para ser empunhadas (ex: podem usar uma espada curta em cada mão, dois machados mais leves, duas adagas), lutando com a mesma destreza que lutaria apenas com uma arma.
Dano: Nenhum.

Nível 5
Nome do poder: Corpo Guerreiro I
Descrição: O filho de Belona tem o corpo preparado para a guerra e combates de longa duração. Seu metabolismo e funcionamento é diferente de qualquer outro semideus, tendo assim os componentes biológicos potencializados. Isso oferece maior resistência corporal (diminui o cansaço físico e a dor de impactos no corpo), imunológica e permite que a hipercinesia não cause sobrecarga cerebral ou muscular.
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: +15% em resistência corporal, +20% de imunidade a infecções e venenos.
Dano: Nenhum

Ativos de Athena:

Nível 16
Nome do poder: Dor de Cabeça
Descrição: Pode lançar uma forte dor de cabeça no adversário, assim o impedindo-o de usar ataques mágicos ou que exijam pontaria.
Gasto de Mp: 20 MP
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: Nenhum
Dano: 35 de HP
Extra: Nenhum

Nível 19
Nome do poder: Enxergar Ponto Fraco
Descrição:  O conhecimento de Athena somado com a visão da coruja, permite que o filho de Athena enxergue os pontos fracos do alvo. Os lugares onde a dor (e o dano) serão maiores quando for atingido, lembrando que um ponto fraco pode não ser algo físico, mas mental, uma ferida, uma mágoa do passado, uma lembrança. Tudo isso servirá para o filho de Athena descobrir como derrotá-lo.
Gasto de Mp: 25 MP
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: Nenhum
Dano: Nenhum
Extra: Nenhum

Nível 30
Nome do poder: Telecinese III
Descrição: Consegue levitar qualquer tipo de objeto com peso até 100 Kg aproximadamente. Esses objetos podem se mover pelo ar com o controle da telecinese do semideus com mais precisão, pois seu controle já está mais aprimorado.
Gasto de Mp: 50 MP
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: Nenhum
Dano: 20 a 85 dependendo de como for utilizada. (Dano a critério do narrador).
Extra: Nenhum

Ativos de Belona:

Nível 3
Nome do poder: Bombas de Energia I
Descrição: Ao tocar um objeto qualquer – de sua escolha – poderá fazê-lo se transformar numa espécie de explosivo. O objeto será rodeado por uma aura vermelha, e ao atingir o inimigo explode causando um dano considerável. Nesse nível só consegue fazer pequenos objetos vivarem explosivos – como pregos, parafusos, pedras pequenas ou etc – que funcionam como bombinhas e não causam muitos ferimentos.
Gasto de Mp: 10 MP (cada vez)
Gasto de Hp:Nenhum
Bônus: Nenhum
Dano: 15 (Cada uma)
Extra: Nenhum

Habilidades aprendidas:

Nome da habilidade: Perícia em lâminas I
Descrição: Uma habilidade primordial para se entender bem como usar armas dotadas de lâminas, melhorando uma habilidade nata ou dando uma habilidade por prática para quem não tem intimidade com tais.
Gasto de HP: Nenhum.
Gasto de MP: Nenhum.
Bônus: +15% de assertividade ao usar qualquer uma das armas citadas nesta habilidade.
Dano: +10% de dano ao realizar golpes com fazendo uso de uma das armas.

Nome da habilidade: Perícia em lâminas II
Descrição: Uma habilidade primordial para se entender bem como usar armas dotadas de lâminas, melhorando uma habilidade nata ou dando uma habilidade por prática para quem não tem intimidade com tais.
Gasto de HP: Nenhum.
Gasto de MP: Nenhum.
Bônus: +35% de assertividade ao usar qualquer uma das armas citadas nesta habilidade.
Dano: +25% de dano ao realizar golpes com fazendo uso de uma das armas.

Nome: Perícia Corporal I
Descrição: Treinar o corpo e a mente para tornar-se um melhor guerreiro é quase que uma obrigação de cada meio-sangue, caso ele deseje sobreviver nesse mundo louco. Assim sendo, depois de uma aula de perícias, o corpo do semideus foi condicionado e treinado para melhorar a agilidade, a esquiva e o reflexo.
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: +30% em agilidade, esquiva e reflexo.
Dano: Nenhum

Nome: Perícia Corporal II
Descrição: Treinar o corpo e a mente para tornar-se um melhor guerreiro é quase que uma obrigação de cada meio-sangue, caso ele deseje sobreviver nesse mundo louco. Assim sendo, depois de uma aula de perícias, o corpo do semideus foi condicionado e treinado para melhorar a resistência corporal. Irá se cansar mais dificilmente, estando preparado para realizar exercícios físicos mais complexos. Assim, possui um melhor desempenho em combate, podendo permanecer lutando mais tempo que outros.
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: +30% em resistência física.
Dano: Nenhum

Nome: Pontos Críticos
Descrição: Ao participar da aula de combate corporal, o semideus aprendeu quais pontos do corpo humano provocam mais danos. Estes locais são chamados de diversas formas, como pontos críticos, pontos de pressão ou pontos de impacto. Ao aplicar um golpe nas áreas como: traqueia, queixo, têmpora, testículos, costela flutuante, diafragma, lateral do nariz, clavícula, parte interna da coxa e a parte interna da junta do cotovelo; o semideus poderá aumentar as chances de crítico e seu dano.
Gasto de MP: Nenhum
Gasto de HP: Nenhum
Bônus: +30% de acertar os pontos mencionados acima, graças ao treinamento; +40% de dano somados ao dano crítico.
Extra: Funciona principalmente em formas humanoides.

Nome: Magnificência Semidivina
Descrição: Após um longo dia de treinamento, no qual as capacidades físicas do semideus foram postas à prova, o resultado apareceu. Assim sendo, o aprimoramento de seus atributos corporais - força, constituição, destreza, controle corporal e velocidade - agora é evidente.
Gasto de MP: Nenhum.
Gasto de HP: Nenhum.
Bônus: +10% nos atributos corporais.
Dano: Nenhum.

Armas e Itens:

• Arsenal [Anel brilhante com uma pedra preciosa, esbranquiçada e minúscula em seu centro | Aço | . Possui o efeito de alterar uma arma, mudando assim sua forma, detalhes, e qualquer outra coisa que o portador desejar, desde que as alterações sejam apenas físicas. Ou seja, utilizando o efeito do anel, é possível transformar uma lança em uma espada ou faca, ou qualquer outro item de ataque. Um escudo circular pode ser transformado em um broquel, ou um escudo de corpo. Os materiais dos itens podem ser alterados, mas seus efeitos sempre serão os mesmos (exemplo: uma espada elétrica ainda causaria dano por eletricidade se transformada em uma lança) | Não possui espaços para gemas | Comum | Resistência: Sigma | Status: 100%, sem danos | Comum | Comprado na loja ].

Ice and Fire [Adagas gêmeas, feitas de bronze celestial. As lâminas possuem 30cm de cumprimento e são mais afinadas na ponta, facilitando o ato de perfuração. As adagas possuem efeitos únicos e elementais | Efeito 1: Uma das adagas possui runas e escritos antigos que confere o poder do elemento fogo. Assim, ao atingir alguém, também poderá causar queimaduras intensas a depender da eficácia do ataque; Efeito 2: A outra adaga também possui escritos e runas em sua lâmina, o que lhe confere um encantamento do elemento gelo. Ao atingir alguém com essa adaga, provocará um leve resfriamento do local ou até mesmo o congelamento a depender da eficácia do golpe. Também poderá provocar lentidão pelos músculos estarem frios | Bronze Celestial | Beta | Espaço para uma gema | Status: 100%, sem dano | Mágica | Dano base: +10 de dano pelos encantamentos elementais | Comprado no Pandevie Magie]

• Corda de violão encantado [Uma corda de violão feita de ferro estígio, que pode formar o fio para um colar, que aparenta ser completamente comum. | Efeito 1: A corda, abençoada por Orfeu e por Apolo, o protege de ataques baseados no som ou ruídos, emudecendo os sons à sua volta uma vez por evento ou missão. | Efeito 2: A corda nunca irá se perder ou romper, sempre retornando para o seu dono. | Ferro estígio. | Sem espaço para gemas. | Beta. | Status 100%, sem danos. | Mágica. | Arsenal do acampamento]



Make a wish change to reality


Maisie Blackwood
intelligence is the only way we have to master our instincts.
Maisie K. Blackwood
Maisie K. Blackwood
Centuriã III coorte
Centuriã III coorte


Voltar ao Topo Ir em baixo

[TREINAMENTO ESPECIAL] Ataque aos Portais #vemmonstro (Romanos) Empty Re: [TREINAMENTO ESPECIAL] Ataque aos Portais #vemmonstro (Romanos)

Mensagem por Maisie K. Blackwood em Dom Fev 03, 2019 10:43 pm

Chain reaction, it's so electric
vemmonstro #2



Monstro escolhido: Arpagnagrobis
Nível mínimo: 35
Status Base: 900 HP/MP → -30% = 630 HP/MP
Mais informações: aqui

Dado sorteado:
3. Vários legionários correram ao seu redor em um efeito manada. Você acabou deixando sua arma cair no meio disso e logo encontrou o seu oponente. Terá que lutar desarmado.

Se não fosse por Amber, eu estaria naquele momento indo conferir por conta própria como estavam as coisas no Submundo. Algum monstro estava prestes a me atacar pelas costas, após minha batalha contra a mulher fantasmagórica. Mas, em tempo, ela surgiu para salvar a pátria.

– Você está bem? - perguntou de imediato, me ajudando a levantar e bater o pó.

– Por enquanto sim. Mas o aqueduto não vai ficar - disse, levando o olhar para o monstro que quase havia feito churrasquinho de Maisie.

Eu não havia conseguido enxergá-lo muito bem, mas agora conseguia vislumbrar seu corpo humanoide de quatro metros de altura e pele negra como breu. E ele estava indo bem belo em direção ao aqueduto, sem ninguém que conseguisse detê-lo. Por um segundo, minha irmã oscilou entre ir e impedi-lo de avançar ou atender ao seu instinto de irmã mais velha e ficar perto de mim e garantir que eu sobrevivesse àquela noite. Mas seu instinto de legionária falou mais alto.

– Cuide-se. Te vejo no jantar - ela disse, com um tom de convicção que era difícil de acreditar naquele momento atribulado.

– Não prometo nada - retruquei, mas com um sorriso travesso nos lábios.

Tão logo minha irmã virou as costas, após revirar os olhos, a ocasião provou que era melhor não ter feito promessas. Algum monstro grande e aterrorizante saiu pelo portal e pegou todo mundo desprevenido. Os legionários em fuga correram em todas as direções para não ser o alvo daquele monstro horrendo, mas tudo foi desordenado.

Naquela correria, alguém esbarrou em mim e, mais uma vez, lá estava eu no chão. Minhas adagas acabaram por cair no chão também, e pés aleatórios fizeram o favor de chutá-las para longe. Soltei alguns xingamentos em latim antigo antes de me levantar e tentar encontrá-las, mas um monstro me encontrou antes disso.

No primeiro momento, pensei que estava tudo bem, pois era apenas um centauro. E centauros eram aliados dos semideuses, certo? Errado. Aquele não era um centauro comum, embora tivesse a aparência de um. Ele tinha parte do corpo de um cavalo e parte do corpo de um homem, tal como um centauro, e empunhava um arco, como seria de se esperar. Seus cabelos eram claros, e seu dorso equino era castanho claro. Seus olhos, entretanto, eram escuros e maldosos, nos quais era possível sentir a perversidade e a crueldade.

Olhei de soslaio para trás, perguntando-me se conseguiria encontrar minhas adagas antes de enfrentar aquela criatura, mas ele trotou rapidamente em minha direção e deixou claro que aquilo não seria possível. Posicionando uma flecha no arco, ele disparou-a em minha direção. Girei rapidamente o corpo para esquivar da seta, que acabou por atingir uma árvore. O vegetal congelou no mesmo instante, fazendo-me arregalar os olhos em surpresa.

Mesmo sem armas, eu sabia que era capaz de enfrentar aquela criatura em pé de igualdade. E, olhando pelo lado positivo, ele não tinha nenhuma arma que permitisse uma batalha de curto alcance. De certa forma, estávamos empatados.

Ele retirou uma flecha de sua aljava e ameaçou usá-la para me golpear, mas rolei sobre meu corpo habilmente para evitar ser atingida. Ao me levantar, chutei suas canelas equinas, sabendo que aquilo o machucaria, Afinal, era uma parte em seu corpo que era mais frágil do que a de um ser humano.

Em resposta, ele relinchou e colocou as patas dianteiras para o alto. Ah, se eu estivesse com minha adaga… Seria o momento perfeito para avançar e golpear o seu coração equino e acabar com aquela batalha de uma vez por todas. Mas é claro que as coisas não eram fáceis para mim.

E, com o avançar da noite no campo de batalha, as coisas ficariam ainda mais difíceis, considerando que aquelas criaturas eram oriundas do Tártaro. As sombras que surgiam no terreno eram suscetíveis ao comando do centauro do mal e um sinal negativo para mim. Uma sombra enroscou-se em meu tornozelo e puxou-me para frente, fazendo com que eu caísse com poupança, costas e tudo no chão. Foi um baque doloroso, principalmente quando a sombra começou a me arrastar para mais perto do homem-cavalo.

Com raciocínio rápido, pensei em uma solução temporária, mas eficiente. Ao ser levada perto o suficiente do monstro, disse-lhe uma única sentença: – den boreíte - disse-lhe, amaldiçoando-o com a incapacidade.

Em um primeiro momento, ele não entendeu nada, mas as sombras se dissiparam e me libertaram. Ele tentou atacar novamente, aproveitando que a escuridão estava tomando conta do cenário, mas simplesmente não conseguiu.

Soltei o ar pesadamente, agora pensando em como me livraria de uma vez por todas daquele monstro. Foi quando me dei conta de algo que eu já deveria saber fazer. Amber, há poucos segundos, havia invocado uma arma do nada e agora estava usando-a com maestria para derrotar o outro centauro. Quando vi aquilo, pensei ser uma de suas novas habilidades ao seguir a deusa da mente e da alma. Mas minha intuição me disse para tentar.

Levei a mão direita em frente ao corpo e desejei que uma espada média surgisse à minha frente, e tal como solicitado, aconteceu. Era uma arma comum, tão simples quanto àquelas do arsenal, mas eu ainda tinha outro truque na manga. O anel mágico em minha mão fez com que o material se tornasse bronze celestial, fazendo com que a espada fosse letal ao monstro.

Permanecendo incapaz de atacar devido à maldição que havia sofrido, minha aproximação pôde ser rápida e certeira, atingido-o de uma vez por todas no peito e fazendo-o virar pó. Ao mesmo tempo, o centauro que lutava contra Amber também havia sido reduzido a poeira e estava voltando ao Tártaro naquele instante.

Informações:

Passivos de Athena:

Nível 1
Nome do poder: Estratégia
Descrição: O campista é bom em elaborar planos e estratégias de batalha, o que torna a chance de erro para ataques diretos, ou criação de armadilhas, menor, ou seja, a margem de erro será inferior ao dos outros semideuses.
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: +10% de acerto em ataques planejados previamente.
Dano: Nenhum

Nível 4
Nome do poder: Inteligência
Descrição: Um filho de Athena é naturalmente inteligente, por sua mãe ser a deusa da sabedoria, o semideus aprende as coisas mais rápido, o que também permite que ele note coisas que outras pessoas não percebem. O semideus de Athena sempre procura uma saída lógica, consegue bolar um plano e encontrar pontos chaves, pois tudo aquilo que não consegue entender lhe deixa frustrado. Ele sempre buscará respostas.
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: +10% de descobrir alguma coisa, ou aprender alguma coisa. (Aumenta conforme em +5% a cada 2 níveis que o semideus adquirir).
Dano: Nenhum.

Nome do poder: Conhecimento de Monstros
Descrição: Duas vezes por evento o filho de Athena pode solicitar ao narrador que indique algo sobre o monstro que possa ajudar na batalha. As dicas dependem do narrador.
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: Nenhum
Dano: Nenhum

Nível 7
Nome do poder: Sabedoria
Descrição: Os filhos de Atena conseguem descobrir os pontos fracos de seus inimigos, fazendo com que seus golpes sejam mais efetivos. Em monstros que já conheçam, ou tenham lutado, eles já saberão o ponto fraco.
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: +15% de chance de acertar um ponto crítico em batalha.
Dano: Nenhum

Nível 15
Nome do poder: Perícia com Lâminas III
Descrição: O semideus filho de Athena se sente completamente confortável para atacar e defender-se com lâminas. Espadas, adagas, armas de arremesso como facas, qualquer lamina de curto ou longo alcance pode virar uma arma mortal na mão do semideus filho de Athena. Por serem inteligentes, aprendem a manuseá-las mais rapidamente.
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: +45% de chance de acerto no manuseio de lâminas de mão (facas, espadas, adagas, punhais, lanças, etc)
Dano: + 25% de dano ao ser acertado pela arma do semideus, pois a precisão será mais certeira.

Nível 18
Nome do poder: Visão de batalha
Descrição: Com o decorrer dos anos e a inteligência avançada, vem a visão aprimorada de uma batalha. Essa visão permite ao semideus entender a forma como os outros lutam mais rapidamente, e conseguir identificar e se adequar às diferenças. Por exemplo: um romano e um grego não são soldados da mesma maneira, assim como um humano também não o é. Ao compreender isso e adquirir essa visão, o semideus também consegue achar meios mais eficazes de se defender e de derrotar um inimigo, apenas o estudando.
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: +10% de chance de acertar o alvo em pontos críticos.
Dano: + 15% de dano se o golpe acertar.

Passivos de Belona:

Nível 1
Nome do poder: A arte da guerra
Descrição: Filhos da deusa da fúria da guerra, esses semideuses possuem um conhecimento apurado em estratégias básicas e de sobrevivência. É similar a um instinto, uma intuição, uma sequência de pensamentos que permitiam ao romano a analisar o combate como se fosse uma arte. Graças a isso, raramente entra em estado de desespero quando situações de risco surgem.
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: Conseguem elaborar planos e estratégias, assim como não são abalados com a eminência de um combate ou situações de perigo.
Dano: Nenhum

Nível 4
Nome do poder: Ambidestria
Descrição: A ambidestria nada mais é do que a capacidade de se usar ambas as mãos como predominantes. Tanto a mão destra quanto a canhota possuem um desenvolvimento motor elevado, permitindo o manejo de equipamentos e, principalmente, armas. Assim sendo, filhos da deusa da guerra conseguem manusear com perícia duas armas ao mesmo tempo ou alternando as mãos.
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: Conseguira manusear duas armas com naturalidade, desde que essas não precisem das duas mãos para ser empunhadas (ex: podem usar uma espada curta em cada mão, dois machados mais leves, duas adagas), lutando com a mesma destreza que lutaria apenas com uma arma.
Dano: Nenhum.

Nível 5
Nome do poder: Corpo Guerreiro I
Descrição: O filho de Belona tem o corpo preparado para a guerra e combates de longa duração. Seu metabolismo e funcionamento é diferente de qualquer outro semideus, tendo assim os componentes biológicos potencializados. Isso oferece maior resistência corporal (diminui o cansaço físico e a dor de impactos no corpo), imunológica e permite que a hipercinesia não cause sobrecarga cerebral ou muscular.
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: +15% em resistência corporal, +20% de imunidade a infecções e venenos.
Dano: Nenhum

Ativos de Athena:

Nível 14
Nome do poder: Amaldiçoar IV - Maldição da Incapacidade
Descrição: Os filhos de Athena podem ser vingativos assim como sua mãe de forma que aprendem a jogar maldições contra seus adversários, lembrando que esse dom é aprimorado com o decorrer do tempo e novas maldições podem entrar na sua lista de poderes. O adversário será incapaz de usar os poderes ativos por uma única rodada, pois não se sentirá seguro para executar qualquer movimento.
Gasto de Mp: 55 MP
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: Nenhum
Dano: Nenhum
Extra: Só pode ser usado uma vez por missão, evento, luta, MvP, PvP, etc.

Ativos de Belona:

Nível 5
Nome do poder: Summon Weapons I
Descrição: Belona era conhecida pela sua capacidade de invocar armas durante suas batalhas. A prole da deusa nesse nível consegue invocar armas pequenas e de resistência sigma. As armas irão retirar os danos referentes ao metal que a constitui e apareceram próximo do corpo do semideus. Essa habilidade é possível graças a telumkinesis. Duração de 2 turnos.
Gasto de Mp: 10MP (por arma invocada)
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: Nenhum
Dano: Nenhum
Extra: Consegue invocar armas pequenas como adagas e facas, realizando no máximo 2 invocações por turno.

Habilidades aprendidas:

Nome da habilidade: Perícia em lâminas I
Descrição: Uma habilidade primordial para se entender bem como usar armas dotadas de lâminas, melhorando uma habilidade nata ou dando uma habilidade por prática para quem não tem intimidade com tais.
Gasto de HP: Nenhum.
Gasto de MP: Nenhum.
Bônus: +15% de assertividade ao usar qualquer uma das armas citadas nesta habilidade.
Dano: +10% de dano ao realizar golpes com fazendo uso de uma das armas.

Nome da habilidade: Perícia em lâminas II
Descrição: Uma habilidade primordial para se entender bem como usar armas dotadas de lâminas, melhorando uma habilidade nata ou dando uma habilidade por prática para quem não tem intimidade com tais.
Gasto de HP: Nenhum.
Gasto de MP: Nenhum.
Bônus: +35% de assertividade ao usar qualquer uma das armas citadas nesta habilidade.
Dano: +25% de dano ao realizar golpes com fazendo uso de uma das armas.

Nome: Perícia Corporal I
Descrição: Treinar o corpo e a mente para tornar-se um melhor guerreiro é quase que uma obrigação de cada meio-sangue, caso ele deseje sobreviver nesse mundo louco. Assim sendo, depois de uma aula de perícias, o corpo do semideus foi condicionado e treinado para melhorar a agilidade, a esquiva e o reflexo.
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: +30% em agilidade, esquiva e reflexo.
Dano: Nenhum

Nome: Perícia Corporal II
Descrição: Treinar o corpo e a mente para tornar-se um melhor guerreiro é quase que uma obrigação de cada meio-sangue, caso ele deseje sobreviver nesse mundo louco. Assim sendo, depois de uma aula de perícias, o corpo do semideus foi condicionado e treinado para melhorar a resistência corporal. Irá se cansar mais dificilmente, estando preparado para realizar exercícios físicos mais complexos. Assim, possui um melhor desempenho em combate, podendo permanecer lutando mais tempo que outros.
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: +30% em resistência física.
Dano: Nenhum

Nome: Pontos Críticos
Descrição: Ao participar da aula de combate corporal, o semideus aprendeu quais pontos do corpo humano provocam mais danos. Estes locais são chamados de diversas formas, como pontos críticos, pontos de pressão ou pontos de impacto. Ao aplicar um golpe nas áreas como: traqueia, queixo, têmpora, testículos, costela flutuante, diafragma, lateral do nariz, clavícula, parte interna da coxa e a parte interna da junta do cotovelo; o semideus poderá aumentar as chances de crítico e seu dano.
Gasto de MP: Nenhum
Gasto de HP: Nenhum
Bônus: +30% de acertar os pontos mencionados acima, graças ao treinamento; +40% de dano somados ao dano crítico.
Extra: Funciona principalmente em formas humanoides.

Nome: Magnificência Semidivina
Descrição: Após um longo dia de treinamento, no qual as capacidades físicas do semideus foram postas à prova, o resultado apareceu. Assim sendo, o aprimoramento de seus atributos corporais - força, constituição, destreza, controle corporal e velocidade - agora é evidente.
Gasto de MP: Nenhum.
Gasto de HP: Nenhum.
Bônus: +10% nos atributos corporais.
Dano: Nenhum.

Armas e Itens:

• Arsenal [Anel brilhante com uma pedra preciosa, esbranquiçada e minúscula em seu centro | Aço | . Possui o efeito de alterar uma arma, mudando assim sua forma, detalhes, e qualquer outra coisa que o portador desejar, desde que as alterações sejam apenas físicas. Ou seja, utilizando o efeito do anel, é possível transformar uma lança em uma espada ou faca, ou qualquer outro item de ataque. Um escudo circular pode ser transformado em um broquel, ou um escudo de corpo. Os materiais dos itens podem ser alterados, mas seus efeitos sempre serão os mesmos (exemplo: uma espada elétrica ainda causaria dano por eletricidade se transformada em uma lança) | Não possui espaços para gemas | Comum | Resistência: Sigma | Status: 100%, sem danos | Comum | Comprado na loja ].

Ice and Fire [Adagas gêmeas, feitas de bronze celestial. As lâminas possuem 30cm de cumprimento e são mais afinadas na ponta, facilitando o ato de perfuração. As adagas possuem efeitos únicos e elementais | Efeito 1: Uma das adagas possui runas e escritos antigos que confere o poder do elemento fogo. Assim, ao atingir alguém, também poderá causar queimaduras intensas a depender da eficácia do ataque; Efeito 2: A outra adaga também possui escritos e runas em sua lâmina, o que lhe confere um encantamento do elemento gelo. Ao atingir alguém com essa adaga, provocará um leve resfriamento do local ou até mesmo o congelamento a depender da eficácia do golpe. Também poderá provocar lentidão pelos músculos estarem frios | Bronze Celestial | Beta | Espaço para uma gema | Status: 100%, sem dano | Mágica | Dano base: +10 de dano pelos encantamentos elementais | Comprado no Pandevie Magie]

• Corda de violão encantado [Uma corda de violão feita de ferro estígio, que pode formar o fio para um colar, que aparenta ser completamente comum. | Efeito 1: A corda, abençoada por Orfeu e por Apolo, o protege de ataques baseados no som ou ruídos, emudecendo os sons à sua volta uma vez por evento ou missão. | Efeito 2: A corda nunca irá se perder ou romper, sempre retornando para o seu dono. | Ferro estígio. | Sem espaço para gemas. | Beta. | Status 100%, sem danos. | Mágica. | Arsenal do acampamento]



Make a wish change to reality



Maisie Blackwood
intelligence is the only way we have to master our instincts.
Maisie K. Blackwood
Maisie K. Blackwood
Centuriã III coorte
Centuriã III coorte


Voltar ao Topo Ir em baixo

[TREINAMENTO ESPECIAL] Ataque aos Portais #vemmonstro (Romanos) Empty Re: [TREINAMENTO ESPECIAL] Ataque aos Portais #vemmonstro (Romanos)

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 1 de 2 1, 2  Seguinte

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum