The Blood of Olympus
Para visualizar o forum é necessário estar cadastrado, por favor registre-se no rpg ou entre em sua conta. É necessário estar cadastrado para ver as informações contidas no forum. Lembre-se de usar nome e sobrenome, não se cadastrar usando nomes geralmente utilizados por Hacker. Exemplo: "Barum" "Hakye" e por ai vai. Bem vindos.

Lago do Camp

Página 7 de 9 Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9  Seguinte

Ir em baixo

Re: Lago do Camp

Mensagem por Dido Wainwright em Qua Jun 13, 2018 5:18 pm



— Que tipo de perguntas? — de repente a conversa sem sentido passou a ser bastante interessante.

Em um movimento rápido, ainda que suave, me virei na grama para poder fitar a menina. Sob a penumbra ambiente a pele dela ficava em um intermédio entre o tom claro e o escuro. Além disso, alguns dos fios sedosos recaíam de maneira peculiar sobre a testa franzida o que deixava sua vibe meio temerosa. Por um breve minuto me perguntei se aquela meio-sangue seria capaz de guardar segredos tão importantes. E se sim, qual seria o tipo deles.

— Vai ver posso te ajudar a achar elas — parei por um segundo. — As respostas.


ATLANTIS
Deep underwater is where I left my love
avatar
Dido Wainwright
Celestiais de Èter
Celestiais de Èter

Mensagens : 176

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Lago do Camp

Mensagem por Aprilla Deapryth em Qui Jun 14, 2018 1:00 am

right here
right now
Deixa isso pra lá. — respondeu, buscando fugir do assunto. — É bobeira.

Aprilla captou a movimentação sutil de Dido pelo canto dos olhos. Sentiu-se desconfortável por ser observada desta maneira, mas se manteve em silêncio, com o olhar decaído, agora, ao reflexo do céu estrelado no lago.

Sua feição começou a ser contraída à medida com que ela matutava, buscando por algo que pudesse falar para mudar o rumo da conversa. No entanto, não conseguiu pensar em nada sequer no incômodo sentido: acabara de conhecer o celestial e ele já se interessava por seus problemas pessoais?

Embora sua chegada no acampamento fosse uma incógnita, ela já tinha ficado no passado e ninguém mais se importava. Quanto a sua nova identidade, Felicity era a única a par do acontecido. Nem mesmo Romeo sabia. Por que Dido deveria saber? Restou-lhe somente um longo e calmante suspiro, sustentando a pose desconfiada e introvertida.
Mayu Amakura
avatar
Aprilla Deapryth
Amazonas
Amazonas

Mensagens : 206
Idade : 18

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Lago do Camp

Mensagem por Dido Wainwright em Qua Jun 20, 2018 8:58 pm



Arqueei a sobrancelha novamente, intrigado com tamanha resistência por parte da semideusa. As perguntas que ela guardava pareciam ser secretas demais, ou então pesadas e culposas ao ponto de fazê-la ficar tão na defensiva.

— Bem, não vou insistir — comentei de supetão, levantando-me logo em seguida. — O que me lembra que não sei seu nome — virei-me mais uma vez para ela.

Confesso que fiquei realmente curioso com o que a garota mantinha em sua mente, mas por mais que a vontade de abrir seu crânio para descobrir fosse grande, me toquei de que não havia muito o que fazer ali.


ATLANTIS
Deep underwater is where I left my love
avatar
Dido Wainwright
Celestiais de Èter
Celestiais de Èter

Mensagens : 176

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Lago do Camp

Mensagem por Aprilla Deapryth em Sex Jun 22, 2018 2:59 am

right here
right now
Ainda que Dido fosse um cara legal, Aprilla não estava totalmente confortável consigo mesma. Exatamente por isso o estranho e confuso encontro rumava de ruim a pior. Era, sim, uma decepção, e logo um desafio: ela precisaria trabalhar muito em cima disso para tratar com naturalidade o que já deveria ser tratado assim.

Eu me chamo Aprilla. — respondeu, encarando o rapaz levantado. Após um suspiro, ela fez o mesmo, e em seguida estapeou sua bunda para livrá-la dos pedacinhos de grama ali presente.

Alguns segundos silenciosos se passaram. Seus olhos volveram à grandiosidade do céu noturno antes de encontrarem os do celestial. Sua expressão era uma incógnita; ela não sabia dizer o que se passava na mente dele. E este fato pouco estimulante contribuiu para que ela se pronunciasse:

Acho melhor irmos embora. Já está tarde. — e enquanto falava, encetava uma lenta caminhada de costas que após uma dezena de passos virou uma corridinha frontal. O semblante constrangido, anunciado pelo franzir do cenho e por um sorriso torto, estampado em seu rosto.

Mayu Amakura
avatar
Aprilla Deapryth
Amazonas
Amazonas

Mensagens : 206
Idade : 18

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Lago do Camp

Mensagem por Kevin H Kingsman em Sab Jul 14, 2018 7:53 pm


Titulo aqui

Filho de Apolo | 18 anos | Argonauta de Hera
Alguma coisa aqui | Outra coisa aqui | Mais outra coisa aqui
Ultimamente os campistas gregos que estavam indo para o acampamento Júpiter, tinham adotado uma postura mais calma e comportada, mas como sabemos sempre existem alguns que causavam problemas. A beira do lago um grupo de semideuses encrenqueiros estavam reunidos a meu pedido, eu precisava dar uma mensagem clara a eles, antes que algo ruim viesse a acontecer.

Como todos sabem, chamei-os aqui por um simples motivo, o coportamento.

Todos formaram um semi-circulo em minha frente, atentos e apreensivos com meu discurso, na maior parte do tempo eu era brincalhão, entretanto não brincava em serviço.Muitos bufaram, outros fingiam desinteresse, é claro que ninguém queria ser acusado de algo, ou sofrer punições, sempre foi mais fácil fugir dos problemas do que enfrentá-los, geralmente os baderneiros assumiam essa postura, não por serem de má índole e sim pela fase a qual passavam, precisavam de alguém para colocar todos nas rédeas, infelizmente esse alguém era eu.

Eu não quero explicações, não quero porquês, apenas peço que todos vocês tomem uma decisão muito clara em suas vidas, ou vieram para cá por quererem colaborar e ajudar os romanos, ou estarão se despedindo e serão enviados de volta para o AMS. Sim, serão enviados novamente para lá, eu confiei em vocês para ajudarem nossos colegas romanos, essa é a última chance de mostrarem o valor de vocês! Estão liberados.

Sorri, acenando com a mão enquanto o silêncio se fez presente, uma simples fala fora o bastante para entenderem onde eu queria chegar. Sem explicações todos foram se retirando do local, a maioria com uma atitude renovada, tentando ajudar outros semideuses nos afazeres, até mesmo a cumprir tarefas, acho que tinha tocado no ponto de pressão correto. Meus dias como embaixador sempre eram produtivos, eu conseguia por algum motivo entender os anseios dos semideuses e acalmar as brigas que eles causavam, isso era gratificante pois todos precisavam de uma boa conversa as vezes, servira meu acampamento era uma honra inestimável.

Pois bem, então creio que todos entenderam minha breve mensagem, afinal, não tem ninguém burro aqui.

Dei de ombros, enquanto admirava o lago, esperando a melhor hora para ir em busca de outra pessoa que precisava de meus cuidados especiais, ela já devia estar acabando seu treino, minha hora era agora.





Nothing is more powerful than the sun


avatar
Kevin H Kingsman
Argonautas de Hera/Juno
Argonautas de Hera/Juno

Mensagens : 121

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Lago do Camp

Mensagem por Violet H. McQueen em Ter Ago 28, 2018 12:54 am


▄▄▄▄▄▄▄▄▄▄▄▄▄▄▄▄▄▄▄
Population keeps on breeding. Nation bleeding, still more feeding economy. Life is funny, skies are sunny, Bees make honey, who needs money? No none for me. I'd love to change the world But I don't know what to do. So I'll leave it up to you.
▄▄▄▄▄▄▄▄▄▄▄▄▄▄▄▄▄▄▄

TSUNAMI


Aos poucos a vida parecia estar voltando ao que fora um dia, Violet sabia que era apenas uma questão de tempo até precisar tomar certas decisões quanto ao seu futuro. A filha de Marte olhou diante do espelho e ordenou o corte. Julia, a filha de Arcus e fiel amiga, passou a tesoura nos cabelos loiros de Violet e os deixou um pouco abaixo do os ombros. A forma ondulada com a qual gostaria de usá-los havia chegado. Após alguns cuidados com cosméticos e loções, eis que a loira balançou as madeixas, estavam divinas.

- Gostei bastante, Juli. Vai ficar mesmo com Eliz? Prometo voltar logo. – A semideusa levantou da cadeira e abriu o roupão de lã.

- Vou sim, amiga, pode ficar tranquila. Vai lá dar o seu mergulho. – A garota largou a tesoura e foi livrar-se dos resquícios de cabelo em suas mãos.

Enquanto aproveitava a ausência da colega, Violet colocou seu maiô de banho vermelho. Aquele havia sido seu último ganho pela Victoria Secret’s juniores, agência da qual fazia parte. A menina analisou o próprio corpo em frente ao espelho e notou que estava voltando ao mesmo tipo físico de antes, isto por conta dos treinamentos iniciados há alguns meses. Já sentia-se confiante o suficiente para utilizar-se peças de roupas como aquela.

Elizabeth havia dormido nos braços de Julia, algo não muito novidade nas últimas semanas. Por conta disso, Violet não despediu-se da filha ao sair para seu mergulho. Vestira um short jeans rasgado e uma camiseta com estampa da Rihanna por cima do maiô. A filha de Marte aproveitou para dar uma corrida pelo perímetro ao redor de Nova Roma, afinal, quanto mais exercícios fizesse, melhor seria para o seu corpo. A loira levou quase uma hora para cruzar todo o território e deparar-se com o grande lago. Não vira muitos rostos relevantes por ali e retirou as roupas de cima do maiô de banho.

A garota passou a esticar os membros e alongar os mesmos, seu corpo de modelo ainda rendia boas fotos se quisesse retornar ao antigo ofício. Enquanto alongava-se, eis que notou a presença de alguém a observá-la. Ao virar-se de costas o viu. Harren parecia assistir um belo “show”.




― i'm a Bitch.
I'm a child, I'm a Mother
[/color]
avatar
Violet H. McQueen
Feiticeiras de Circe
Feiticeiras de Circe

Mensagens : 45
Idade : 17
Localização : No Banco, mon'ange.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Lago do Camp

Mensagem por Harren Oldenburg em Ter Ago 28, 2018 1:33 am








Minhaperdição


P
odia dizer que aquele era um ótimo dia, após minha missão na Itália, tinha recebido um dia de folga para que me recuperasse totalmente dos danos sofridos, mal sabia eu que estava para melhorar. Recostado em uma árvore ao bom estilo Harren de ser, vestindo uma bermuda de sarja e uma camisa preta, fazia um bom lanche, como filho de Mercúrio a fome era algo inevitável no meu dia a dia, então eu dava meu ''jeitinho'' para trazer algumas guloseimas de São Francisco.

''Bem que aquela loira podia vir aqui hoje, não é mesmo? Afinal ela me deve um café''

Bom, eu devia ter alguma ligação especial com o gênio da lâmpada, porque assim que ela saiu dos pensamentos, ressurgiu em forma física, e dio santo, que físico. Algo engraçado ocorreu nesse exato momento, ao olhar em volta, por alguns segundos ela manteve o seu olhar no meu, mas simplesmente ignorou o fato de eu estar ali, será que eu estava invisível e tinha me esquecido?

As coisas iam melhorando e eu não conseguia tirar o olho dela, já tinha visto como a loira tratava os homens do acampamento, e junto disso ouvi todos os boatos sobre ela, minha conclusão? Eles falavam assim porque nunca tiveram uma chance com tal musa. Um arrepio correu em minha espinha quando corri os olhos de baixo para cima na prole de Marte e ao chegar no topo nossos olhares se conectaram novamente, meus amigos poderiam começar os preparativos para o velório, cremação por favor.

— Mea culpa, Mea culpa — nesse momento levantei as duas mãos, dando o mesmo sorriso seguro de sempre, mirando ela com minhas íris esverdeadas, fazia tempo que não a via, um novo corte de cabelo fez com que a jovem se tornasse ainda mais bela, e bruta que combinação perfeita— Não leve como uma ofensa, alías, me devia um café, não é mesmo?

Acenei com a mão, convidando-a para se deleitar comigo nos doces, pães e outros, mantendo sempre meu olhar no dela e um sorriso bobo em meu rosto, um efeito estonteante que ela me aplicava—Desculpa não me levantar, ainda tô meio dolorido de minha viagem, ahn e você está perfeita com o novo corte— bom, agora ela vai me achar o cara mais estranho do mundo, era melhor eu me esconder, mas meu corpo dizia que não estava afim de se esforçar naquele momento.

—Não que eu tenha que achar alguma coisa, é claro— mesmo não bastando eu ter falado uma baboseira, ela com certeza iria rir de um homem que percebe detalhes como cortes de cabelo entre outras, daria a má impressão a ela, quem sabe até mesmo perder a chance que eu quis desde que a conheci.
avatar
Harren Oldenburg
Centurião da IV Coorte
Centurião da IV Coorte

Mensagens : 81

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Lago do Camp

Mensagem por Violet H. McQueen em Ter Ago 28, 2018 5:43 pm


▄▄▄▄▄▄▄▄▄▄▄▄▄▄▄▄▄▄▄
Population keeps on breeding. Nation bleeding, still more feeding economy. Life is funny, skies are sunny, Bees make honey, who needs money? No none for me. I'd love to change the world But I don't know what to do. So I'll leave it up to you.
▄▄▄▄▄▄▄▄▄▄▄▄▄▄▄▄▄▄▄

TSUNAMI


Violet podia dizer adeus ao mergulho e nado, uma vez que, comidas ainda eram seu fraco. Mesmo nos tempos de modelo exemplar, McQueen não absteve-se de comer aquilo que lhe apetecia. Ela possuía um bom físico e sentia-se abençoada por aquilo, ou seja, ela iria comer sim.

Harren estava bem mais falante que da primeira vez na qual ambos haviam se encontrado e sua aparência também estava diferente. Um pouco de machucados pelo corpo e o rosto de cansaço, apesar de ele tentar irradiar a atmosfera com o seu sorriso. A filha de Marte colocou as mãos na cintura em pose de modelo e escutou a cobrança proveniente do filho de Mercúrio, logo dizendo:

- Se eu devo o café, pagarei comendo estas guloseimas. – A loiras sacudiu os cabelos mais curtos e manteve a expressão enigmática de guerreira.

O fato de ele não levantar-se para cumprimentá-la deixava evidente a sua situação, fazendo com que McQueen sentasse ao seu lado e esticasse as pernas para aproveitar dos resquícios solares no céu. Violet assimilou o elogio de Harren e fechou a cara propositalmente, era divertido manter a fachada de durona e brava. Percebendo que ele tentara mudar as palavrar, a loira deu uma gargalhada inesperada e disse:

- Você pode achar, eu permito. Bem, diferente da maioria você não me julga, isto porquê seus olhos são bem expressivos e consigo capturar o intrínseco. O julgamento das pessoas inicia-se em seus olhares para mim e não é difícil distinguir. – A filha de Marte apanhou um punhado de biscoitos de leite e passou a comer educadamente, por mais que seus gestos fossem brutos naturalmente.

Violet observou ao redor e parou seus olhos no rapaz à sua frente, Harren continuava a mesma gracinha que ela vira nas ruas de Nova Roma. A semideusa não gostava de homens totalmente engomadinhos, todavia, Oldemburg era dono de um misto de características que o jogavam para longe deste estereótipo. A moça colocou uma parte do cabelo atrás da orelha e deixou visível os diversos brincos de argola espalhados em sua extensão. Um brinco para cada vitória na arena.

- Eu espero que esteja melhor do que quer que te tenha ocorrido, você não parece muito bem. Estas viagens brutais são as minhas favoritas, o que enfraquece são as escoriações e hematomas. No meu caso, Elizabeth também um ponto ruim, pois não posso mais cumprir missões como antes e deixar minha filha sozinha. É, sou uma mãe adolescente e solteira. – A filha de Marte esticou os braços ao alto e alongou seu corpo esguio. – E já que eu não vou dar o meu mergulho, faça como Kurt Cobain, me entretenha!

A risadinha de Violet foi agradável e o sol parecia iluminar suas feições femininas, feições que ela esquecia que ainda estavam ali.




― i'm a Bitch.
I'm a child, I'm a Mother
avatar
Violet H. McQueen
Feiticeiras de Circe
Feiticeiras de Circe

Mensagens : 45
Idade : 17
Localização : No Banco, mon'ange.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Lago do Camp

Mensagem por Harren Oldenburg em Ter Ago 28, 2018 7:24 pm








Minhaperdição


T
á. Eu não podia negar que a filha de Marte mexia com meu ser a nível celular, isto já era um fato consumado, e todos de minha coorte sabiam disso, só que sentir ciúmes de olhares ao redor, foi algo que eu jamais esperaria de mim mesmo. Com um movimento cheio de dificuldade puxei minha jaqueta, colocando-a sobre os ombros de Violet, era óbvio que eu estava desconfortável com semideuses olhando sem parar para ela, eu queria aquela mulher só para mim, sua atenção total.

—Você vai se resfriar, usa o meu casaco— inventei a desculpa, nesses momentos o dom da eloquencia estava ao meu favor, o cheiro dela ao me aproximar foi convidativo no entanto minha educação jamais permitiria tal disparate. Peguei alguns donuts e um pouco de café, enquanto mastigava não conseguia parar de olhar para a loira, seria uma boa hora para falar sobre minha atração?

—Bom, eu tive uma companhia inesperada na Itália, o Calígula—
por alguns minutos expliquei em detalhes o que ocorreu em Anzio, mostrando cada ferimento, mas também oferecendo alguns pães que tinha recebido do bom senhor que me hospedou naqueles dias difíceis, mas preferi não continuar no assunto, afinal eu não tinha terminado a empreitada da forma que queria.

—Você é mãe solteira porque quer, é bonita, simpática, atraente e inteligente, qual o homem que não iria te querer como companheira? Quem não se sente atraído por você só pode ter problemas mentais— fitei-a de forma séria, eu estava sendo puramente honesto, eu não aceitava o tratamento que ela recebia, até mesmo tinha dado um jeito nos legionários de minha coorte que insistiam a ver ela com outros olhos.

—Você tem todas as qualidades que alguém perfeito precisa ter, então não dê bola para o que os outros falam, e também se afaste do seu ex, ou acha que eu não iria descobrir?— sorri ladino para ela, quando me dei de conta que acabei confessando que estava ''cuidando'' dela, ah meu deus, eu tinha me tornado um stalker.

—Desculpa ter investigado, é que eu não aceito a forma que lhe tratam, você não merece nada disso, você é perfei...—agora tinha me empolgado mais uma vez, desconversar de forma saudável era a melhor forma—Então, provou esse café? Ta maravilhoso!— sorri, oferecendo minha caneca para ela, um ato cotidiano que talvez para a filha de Marte seria totalmente novo.

Eu queria saber, porque na presença da loira, tudo que eu conseguia falar eram elogios, entre outras coisas, será que tinha me apaixonado a primeira vista?



avatar
Harren Oldenburg
Centurião da IV Coorte
Centurião da IV Coorte

Mensagens : 81

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Lago do Camp

Mensagem por Violet H. McQueen em Ter Ago 28, 2018 8:39 pm


▄▄▄▄▄▄▄▄▄▄▄▄▄▄▄▄▄▄▄
Population keeps on breeding. Nation bleeding, still more feeding economy. Life is funny, skies are sunny, Bees make honey, who needs money? No none for me. I'd love to change the world But I don't know what to do. So I'll leave it up to you.
▄▄▄▄▄▄▄▄▄▄▄▄▄▄▄▄▄▄▄

TSUNAMI


De uma coisa Violet tinha certeza, as pessoas podiam julgá-la e difamar, mas todos eles paravam para admirá-la quando ela passava. Estivesse usando roupas ou não, ela era o assunto favorito de qualquer roda de amigos e amigas. A filha de Marte analisou algumas pessoas que passavam e direcionavam os olhares para ele e o rapaz a conversar, aquilo a incomodava. A jaqueta posta em seus ombros a fez raciocinar de duas formas, a primeira delas era a clássica Violet que não gostava de ser coberta porque olhavam demais, ela bateria e resolvia tudo. A segunda forma de raciocínio, mais forte que a primeira, deixava claro o cuidado que ele estava tentando ter para com ela.

Ela não se vestiria por causa dos olhares todas as vezes, mas aceitou a jaqueta e colocou os braços dentro dela em cordialidade. Viu naquele gesto certa doçura e percebeu que ele era melhor naquilo do que ela. Violet configurava-se como uma brutamontes de corpo esguio e aparência deslumbrante. McQueen ouviu acerca da aventura que Harren passara em solo italiano, prestava atenção em cada detalhe. Em seus tempos áureos ela gostaria de ter tido aquela oportunidade. Comia algumas rosquinhas de limão e pigarreava algumas vezes.

- Talvez eu tivesse sido de grande valia nisso, adoraria ter causado alguns hematomas. Na verdade, preciso trabalhar meus golpes sincronizados. – A paixão com a qual afilha de Marte discorria sobre a guerra era inegável, apesar de ela não parar de encarar os olhinhos brilhantes de Harren.

E então vieram os elogios. Violet não era boa em lidar com eles, visto que, passava a maior parte do tempo escutando inverdades e palavras baixas ao seu respeito. Com o tempo ela isolou-se e a autoestima fora destruída. A menina encolheu-se de maneira notável, uma cena tão rara quanto palavras doces provenientes dela.

- Bem, sou mãe solteira porquê o tempo me fez assim. Meu ex nunca me ajudou em nada, tudo que Elizabeth tem vem da minha mãe. Eu acho que não fiquei com mais ninguém porque demorei tempo demais a perceber que sou uma mulher diferente do que esperam de uma garota “normal”. – Violet gesticulou com os dedos e prosseguiu – Sou independente, muito brava e amante das batalhas, gosto de me vestir como eu quero. Seria legal encontrar algum cara que fosse mente aberta o suficiente para me aceitar.

McQueen não percebera, mas seu rosto emitiu certo pesar com as palavras ditas. Sua surpresa com a informação de Harrisson que Harren possuía não foi demonstrada, afinal, Violet mergulhou em seus profundos pesares. A filha de Marte ergueu os olhos para o belo rapaz diante de si e disse:

- Não me preocupo com o que eles falam, Harren. Até para ser uma “Puta”, como eles me chamam, é necessário ter muita coragem em dar a cara a tapa. Esse foi um problema que eu nunca tive, apesar de eu não ser este adjetivo ao qual me maldizem. Eu não sou perfeita e nem sei como ser, Oldemburg, mas eu sou muito vivida e vi coisas que desejaria não ter visto. Eu agradeço as nobres palavras, elas exibem mais cortesia do que qualquer pessoa já teve comigo em vida. – A loira apertou a jaqueta em volta de si e os ventos frios chegaram.

O tempo bom havia partido e uma chuva aproximava-se. A semideusa tomou um gole generoso do café e guiou seus olhos azuis para o outro semideus:

- Está mesmo ótimo, devo dizer que a surpresa foi ótima. – Algo mudara na aura da filha da guerra. Harren estava vendo os traços da antiga Violet voltando. Ele era a razão daquilo, mas nenhum dos dois sabia.




― i'm a Bitch.
I'm a child, I'm a Mother
avatar
Violet H. McQueen
Feiticeiras de Circe
Feiticeiras de Circe

Mensagens : 45
Idade : 17
Localização : No Banco, mon'ange.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Lago do Camp

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 7 de 9 Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9  Seguinte

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum