The Blood of Olympus
Para visualizar o forum é necessário estar cadastrado, por favor registre-se no rpg ou entre em sua conta. É necessário estar cadastrado para ver as informações contidas no forum. Lembre-se de usar nome e sobrenome, não se cadastrar usando nomes geralmente utilizados por Hacker. Exemplo: "Barum" "Hakye" e por ai vai. Bem vindos.

[Fixas] Daebak

Ir em baixo

[Fixas] Daebak

Mensagem por Nyx St. Douglas em Dom Set 30, 2018 6:34 pm




no matter what we breed, we still are made of greed. this is my kingdom come
tell me pretty lies, look me in the face, tell me that you love me, even if its fake, cause i don't fucking care at all

SWEET DREAMS ARE MADE OF THIS
B E
U S E
WHO AM I TO DISAGREE?
Aqui estarão as missões fixas de Nyx St. Douglas e seu pet Daebak referentes ao evento Ipseidade. Qualquer post não autorizado e/ou não referente ao assunto em questão deverá ser deletado, pois não serão permitidas estas postagens aqui.


Última edição por Nyx St. Douglas em Seg Out 01, 2018 1:10 am, editado 1 vez(es)
avatar
Nyx St. Douglas
I Coorte
I Coorte

Mensagens : 80

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Fixas] Daebak

Mensagem por Nyx St. Douglas em Dom Set 30, 2018 10:36 pm




no matter what we breed, we still are made of greed. this is my kingdom come
tell me pretty lies, look me in the face, tell me that you love me, even if its fake, cause i don't fucking care at all

SWEET DREAMS ARE MADE OF THIS
B E
U S E
WHO AM I TO DISAGREE?
– Tem certeza de que isso vai ser uma boa ideia? – perguntou o centurião, olhando para a garota que estava dentro da jaula. – Ela não me parece muito apta a isso.

– Vai ser bom para ela, acredite em mim. – falou Felícia, a curandeira. – Ela precisa de coisas que a aproximem do ser humano. Criar um animal pode ser a chave para que consigamos acessar sua mente e ressocializá-la!

Enquanto os dois discutiam sobre levá-la ou não para a feira de adoção de filhotes do espaço Pet, Nyx se ocupava com o objeto novo que a curandeira tinha trazido para si. Ela o chamou de luva quando a entregou, dizendo que a garota deveria usá-la nas mãos e que, quando as fechasse, apareceriam garras entre as juntas dos dedos. Entendendo mais ou menos o princípio da coisa, a filha de Marte examinava o tecido das luvas, procurando por uma maneira de colocá-lo em suas mãos.

Assim que terminaram de discutir, Felícia chamou a garota pelo nome que a deram no acampamento: Nyx. Esse sendo derivado da manifestação de alguns poderes que não condiziam com Marte, como a visão noturna. Mesmo que o nome da deusa seja quase um tabu no acampamento, ainda assim não acharam substituto melhor para chamá-la. Ao ouvir o nome, a garota ergueu o olhar para os humanos, estando com a luva na boca, e fez com que o centurião falasse em meio a risos:

– Ainda não acho que isso é uma boa ideia.

**

A garota foi conduzida até a feira de animais, que era uma parte do grandioso evento para donos e seus pets, promovido pelos pretores do acampamento Júpiter. Nyx observava tudo aquilo com curiosidade, já que nunca tinha passado por uma experiência do tipo. Por estar obediente, retiraram a coleira da garota para que ela pudesse aproveitar melhor o evento, já que parecia estar muito animada para encontrar um companheiro que a fizesse companhia.

Transitando por entre as áreas do local, viu animais de diversos tipos. Porém, foi ao entrar na área de canídeos que se sentiu em casa. Os primeiros a abordá-la foram os pequeninos filhotes de cachorro, que estavam ávidos para conseguir alguém para criá-los. Depois eram os lobinhos, que eram maiores comparado aos cachorros, mas tão gentis quanto eles e com um bônus: a lembravam de sua alcateia. Então, brincando com aqueles pequeninos, deixou-se devanear, uma coisa tão humana que fazia mesmo nos tempos em que estava com os animais.

Seu devaneio foi quebrado quando, ao entrar na segunda parte dos canídeos, deu de cara com um enorme lobo de pelagem mista: avermelhada em cima de seu dorso e esbranquiçada na região do ventre. Parecia um daqueles cachorros de madame, só que sendo um lobo adulto, pelo menos era o que dizia seu comprimento e altura. Porém, quando percebeu seu comportamento, se surpreendeu: Era um filhote. Teve a confirmação quando ele correu para alimentar-se nos seios de sua mãe, que era bem maior comparado ao pequeno.

O animal, ao ver a humana entrar em seu cercadinho, logo pulou em cima dela, querendo brincar. Coisa que, por ter sido criada por lobos, Nyx não negaria, rolando com o bicho pelo local e brincando como tinha aprendido. Agarrada ao lobo, cheirou sua pelagem e deixou que ele a lambesse, para que demonstrasse seu afeto.

– Eu acho que ela já escolheu quem vai ser. – disse a curandeira, apontando para o par enquanto se segurava para não achar a cena fofa.

Nyx voltou para perto dos humanos e olhou para eles, não querendo se separar do lobo. Felícia se abaixou para ficar na altura dela e falou:

– Se você quiser ele, vai ter que ser do jeito humano. Fique de pé e peça, afinal você consegue fazer isso, não é? Eu vi você fazendo muito mais do que isso quando estávamos ajudando as pessoas em Nova Roma.

A garota hesitou, receosa sobre como fazer aquilo. Porém, com uma lambida do canídeo, adquiriu a coragem necessária para tentar, não importando a reação daqueles que a cercavam. Levantou-se, ficando ereta, com somente os pés apoiados no chão, e falou com uma voz tão fraca que mal saia, devido a anos de não uso dela como os humanos utilizavam:

– Quero. Amigo quero.

Aquelas duas palavras fizeram os dois seres humanos estremecerem, pois eram carregadas de determinação em meio ao medo. Antes de abraçá-la e emocionada pelo que tinha acontecido, a curandeira perguntou o nome do novo amigo de Nyx. A garota olhou para o lobo, em uma posição que nunca antes tinha olhado qualquer animal, e se lembrou instintivamente de uma palavra. Ela não sabia o significado, mas sentia que já tinham falado isso para ela antes.

– Daebak. Daebak amigo.

Missão:
Adote um bichinho – Existem inúmeros filhotes precisando de carinho dentro do espaço Pet e eles estão ansiosos para fazerem novos amigos, tente ser um deles! Vá conhecer o espaço Pet e os filhotes, crie uma ligação com um deles e conte-nos como foi que ele prendeu sua atenção. Conte como foi conseguir a confiança dele, dê um nome e mostre seu interesse em adotar esse filhote.
▬ Recompensas 100 XP e 1.000 Dracmas + 1 nível de lealdade para o Pet escolhido + 1 ponto.


Última edição por Nyx St. Douglas em Seg Out 01, 2018 1:09 am, editado 1 vez(es)
avatar
Nyx St. Douglas
I Coorte
I Coorte

Mensagens : 80

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Fixas] Daebak

Mensagem por Nyx St. Douglas em Dom Set 30, 2018 11:42 pm




no matter what we breed, we still are made of greed. this is my kingdom come
tell me pretty lies, look me in the face, tell me that you love me, even if its fake, cause i don't fucking care at all

SWEET DREAMS ARE MADE OF THIS
B E
U S E
WHO AM I TO DISAGREE?
O centurião e a curandeira resolveram deixá-la no espaço Pet a convite de uma das cuidadoras de lá. Enquanto Felícia instruía a mulher para incentivar Nyx a agir como um ser humano, a garota ainda brincava com o lobo, rolando de um lado a outro no perímetro que o cercado permitia. Depois de algum tempo, os dois resolveram ir embora, deixando a garota aos cuidados da cuidadora que iria atendê-la. A mulher suspirou pesadamente antes de ir interromper a brincadeira dos dois.

– Nyx, venha aqui, por favor. – sua voz era firme o suficiente para fazer a garota acatar a decisão. – Cuidar do Daebak não vai ser fácil. Posso confiar que você vai cuidar dele? – a garota assentiu, agarrando o lobo que estava brincando com seus dedos. – Hm... Não sei. Você sabe por acaso o que o Daebak pode comer?

Nyx olhou para o lobo, pensativa.

– Carne? – falou, sua voz mal saindo devido a falta de uso.

– Quanto de carne?

Nyx pensou por um bom tempo, analisando as opções que tinha, antes de fazer um sinal com as mãos, demonstrando o quão grande ela achava que a comida daquele lobo tinha que ser para conseguir alimentá-lo. A cuidadora deu alguns risinhos quando o bicho resolveu que as mãos estendidas de sua dona dariam um ótimo descanso de pata enquanto ele esperava o término da conversa.

– Tudo bem, vamos fazer algo mais simples. – ela pegou um saco que tinha a ração que o filhote comia, já que ele estava se separando da mãe em pouco tempo, e pegou uma jarra de plástico. – Esta é a ração que você tem que dar para o Daebak. É a comida dele para que cresça sem nenhum tipo de doença. Quantos desses copos você acha que eu tenho que dar para ele?

Nyx olhou para cima, encarando a pelagem do animal enquanto pensava na quantidade que ele deveria comer. Ergueu dois dedos, ainda um pouco incerta sobre a resposta. Ao ver o olhar da cuidadora não mudar, diminuiu um dos dedos, pois lembrava que filhotes, por não terem o porte físico dos adultos, comiam em poucas quantidades, mas frequentemente.

– Ele come metade dessa jarra de ração. Dá cerca de umas 500g. Quando ficar do tamanho da mãe dele, vai comer a jarra cheia. – disse e pegou alguns grãos para dar para o lobo. – Agora, de quanto em quanto tempo você acha que ele tem que ser escovado?

Assim que a garota inclinou a cabeça e demonstrou sua confusão, a cuidadora pegou uma escova que estava ali perto e chamou o lobo, que pulou por cima de Nyx e se assentou no colo da mulher, comendo os grãos de ração que lhe foi dado enquanto era escovado. Surpresa com aquilo, a garota observou o tratamento que era dado ao animal, que balançava o rabo indicando sua felicidade.

– Isso é escovar. Os lobos gigantes precisam ser escovados todo dia, se possível. Ajuda a acalmá-los.

Nyx começou a aprender mais sobre algo que já conhecia por convivência: a criação de lobos. Enquanto ficava quieta e atenta, o filhote brincava com os dedos da garota, já que tinha muita energia para gastar. Aprendeu um pouco mais sobre os hábitos e porquês que tinha assimilado na sua criação com a alcateia, entendendo um pouco da hierarquia que era estabelecida nela, assim como o porquê de alguns machos seguirem caminho sozinhos quando ficavam adultos: eles queriam ser os alfas de suas próprias alcateias ou trabalhavam melhor sozinhos.

Após a aula sobre o comportamento dos lobos, a cuidadora colocou uma coleira no pequeno e convidou a garota para segurar a guia, da maneira que o centurião e a curandeira faziam consigo.

– Agora vá para sua coorte. Seu superior te espera para mais instruções.

Missão:
Confiança e aprendizado – Você está interessado em adotar um bichinho, mas ainda não tem ideia dos cuidados que precisa ter com ele. Uma das cuidadoras do espaço Pet sugeriu que você passasse um dia com o filhote para aprender mais sobre ele e você aceitou. Agora precisa brincar com ele, descobrir qual o tipo de dieta ele segue (o que ele come) e o que precisa para ficar bem. Conte como descobriu que tipos de cuidado seu bichinho precisa.
▬ 100 XP e 2.000 Dracmas + 1 nível de lealdade e 50 XP para o pet escolhido + 1 ponto.


Última edição por Nyx St. Douglas em Seg Out 01, 2018 1:09 am, editado 1 vez(es)
avatar
Nyx St. Douglas
I Coorte
I Coorte

Mensagens : 80

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Fixas] Daebak

Mensagem por Nyx St. Douglas em Seg Out 01, 2018 12:23 am




no matter what we breed, we still are made of greed. this is my kingdom come
tell me pretty lies, look me in the face, tell me that you love me, even if its fake, cause i don't fucking care at all

SWEET DREAMS ARE MADE OF THIS
B E
U S E
WHO AM I TO DISAGREE?
Assim que chegou na coorte, sendo forçada a guiar o seu bicho de estimação e, desta forma, andar como um ser humano, Nyx viu o centurião na frente de uma ala do enorme prédio de alojamentos. Forçando a parada, teve que segurar firmemente a guia para conseguir parar o lobo, enquanto se mantinha em uma distância segura do superior, já que ele estava com aquele olhar esquisito. O homem a chamou, conduzindo-a para dentro do alojamento.

A garota o acompanhou, até chegarem no hall do alojamento feminino, onde era sua jaula. Procurando por seu canto com os olhos, ficou extremamente assustada quando não o encontrou e olhou com receio para o centurião, que sorriu brevemente ao vê-la com uma surpresa genuína no olhar. Ele a conduziu para um dos quartos do alojamento: um quarto vazio que foi adequado para comportá-la, com grades de metal para a proteção dela e das outras garotas até que ela tenha adquirido habilidades para conviver socialmente.

– Como você é uma de nós, estava na hora de receber seu quarto. – falou, indicando o local. – Colocamos as mantas em que você dormia na cama e você tem um banheiro para por em prática o seu treinamento de usar um. Quero poder dizer bem-vinda, mas só o direi quando você for capaz de responder.

A garota sentiu algo esquisito que fazia seu coração bater mais rápido. Queria chorar, mas não de tristeza, o que era uma coisa bem estranha em sua opinião. Deixou que uma lágrima escorresse em seu rosto, sendo seca pelo homem antes que ele fosse tratar de seus assuntos. Só saiu de seus pensamentos quando o lobo ao seu lado começou a morder levemente sua perna, querendo brincar. Foi isso que a fez entrar no quarto, encostando a grade atrás de si.

A primeira coisa que fez foi examinar o ambiente. Tinha o seu cheiro, mas era mesclado com algo novo, algo limpo. Ao sentar-se na cama, soltou a guia e deixou que o filhote explorasse o espaço, antes de agarrá-lo contra si. Segurou a vontade de chorar e inalou o cheiro do animal, que também fazia o mesmo consigo. Após isso, resolveu sair do recinto e levar o pequeno para correr – depois de amarrar a guia no braço, como via o centurião fazer com a sua –, afinal se ele ficasse ali, ele provavelmente destruiria tudo.

Segurando a guia com firmeza, aprendeu logo que o pequeno reagia da mesma forma que ela quando a guia era puxada de diferentes maneiras. Por exemplo, se desse um puxão firme para o lado oposto de onde o lobo corria, ele parava. Se desse dois puxões leves, ele diminuía a velocidade. Se quisesse que ele ficasse quieto, era só reafirmar o puxão firme toda vez que algo tentava distrai-lo. Prestando atenção nas reações de Daebak, ela conseguiu traçar uma série de ações para controlá-lo e mantê-lo calmo, como se ela fosse o alfa do pequeno. Além disso, notou que era mais fácil dele assimilar os comandos se recebesse recompensas. Assim como ela, quando teve que fazer o treinamento para aprender como fazer as necessidades básicas como um ser humano e quais tipos de cuidados extras deveria ter, o comportamento virava hábito com o reforço positivo.

Pelo menos parecia ser a dona perfeita para o animal, já que a energia de sobra dele combinava com a curiosidade e ânimo que a garota tinha. Naquela hora de corrida, misturada com brincadeiras e pequeninos treinamentos, aprendeu que o animal, além de ser muito ativo, gostava muito de demonstrar carinho, já que vez ou outra se aninhava perto da garota quando esta estava tirando um tempo para respirar.

Ah, ele era bem babão, mas passava longe de incomodar a garota, que estava bem feliz com tudo que tinha acontecido.

Missão:
Conhecendo – Bichinhos precisam de ar livre, precisam passear, correr, brincar, criar confiança em seu companheiro. Leve seu filhote para conhecer um espaço pessoal seu, deixe que ele aprenda sobre o lugar e ensine a eles os limites que não deve ultrapassar, afinal cada criatura tem seu próprio cantinho e o dele (em partes) será alguns locais do acampamento. Faça ele interagir com o ambiente, deixe que conheça seu cheiro, seus gostos e suas manias, brinque com ele e o leve para passear e conhecer outros semideuses, mostre a ele como ter interação para não se tornar uma criatura violenta.
▬ 100 XP e 2.000 Dracmas + 1 nível de lealdade e 50 XP para o pet escolhido + 1 ponto.
avatar
Nyx St. Douglas
I Coorte
I Coorte

Mensagens : 80

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Fixas] Daebak

Mensagem por Nyx St. Douglas em Seg Out 01, 2018 2:59 pm




no matter what we breed, we still are made of greed. this is my kingdom come
tell me pretty lies, look me in the face, tell me that you love me, even if its fake, cause i don't fucking care at all

SWEET DREAMS ARE MADE OF THIS
B E
U S E
WHO AM I TO DISAGREE?
Nyx levou seu lobo para o treino que ele deveria fazer para conseguir farejar seu cheiro e encontrá-la se acaso estivesse em perigo. Era algo muito importante, pois se estivesse em apuros, ele seria a criatura que avisaria a outros onde ela estaria. O centurião da I coorte a ajudou com o treinamento – afinal fora dele a ideia para tal –, pegando a manta favorita da semideusa e a escondendo enterrada em algum lugar da floresta que ela não tinha ideia de qual.

Assim sendo, quando ele indicou que estavam prontos para começar, a garota soltou a guia do animal. De início, o pequeno filhote só estava interessado em correr e brincar, mas a não reação da dona o fez estranhar. Estendendo a mão para que cheirasse, Nyx o observou atentamente, sentindo-o lambê-la enquanto ele esperava que ela brincasse. Porém, sem receber a reação que queria, ele correu para dentro da floresta, sendo acompanhado pela garota.

Depois de um bom tempo acompanhando o lobo, Nyx parou para descansar, exausta da corrida que teve que fazer. A garota observou o lobo rodear a região sem exatamente um rumo, gastando parte da energia que tinha. O animal rolou pela terra, pedindo atenção, e se assentou ao lado da dona, querendo o carinho que ela pudesse lhe dar.

Numa dessas corridas, ele parou e cheirou o chão, intrigado. Como ainda estava no campo de visão da garota, mesmo que parcialmente coberto por uma árvore, ela conseguiu vê-lo ir em uma direção específica enquanto cheirava o solo e, percebendo que ele tinha rastreado alguma coisa, levantou-se para acompanhá-lo de longe.

O filhote andou por muito tempo seguindo aquele cheiro familiar de sua dona, mas que não estava nela. Embora por muitas vezes se distraísse com os animais da floresta, ele sempre acabava voltando para cheirar aquilo. Quando Nyx pensou em levá-lo de volta para casa, afinal estava bem tarde da noite para continuarem a busca, o pequeno começou a uivar e rodear um local específico da floresta. Ela o viu cavando desesperadamente, como se tivesse certeza do que tinha encontrado.

Quando menos percebeu, lá estava sua manta: puxada pelos dentes do animal.

– Isso! – exclamou extremamente feliz, a voz saindo com uma mistura de uivo e fala.

A filha de Marte abraçou o animal com força, dando o petisco que guardara para aquela ocasião. Estava orgulhosa do pequeno, a ponto do sorriso não consegui sair de sua face. Os dois ainda brincaram um pouco antes que ela recolocasse a guia na coleira dele, o trazendo de volta para casa juntamente com a manta que tinha achado.

Passivo:
Como legado de Nyx, tenho acesso a esse poder:

Nível 1
Nome do poder: Visão Noturna
Descrição: Têm sua íris dilatada, aumentando o foco, e consequentemente a distância a que se pode enxergar. O personagem toma posse da concentração para que consiga perceber se há pessoas no local através de pontos cegos, sendo capazes de detectar inimigos através de suas sombras. A sombra durante a noite, torna o corpo ainda mais vulnerável, e para os filhos de Nyx/Nox ela se tinge de negro no corpo dos inimigos. Assim sendo, quando essa visão está ativa, eles conseguem detectar essa sombra, e rastrear seus inimigos, mesmo que eles estejam invisíveis.
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: Conseguirão detectar até mesmo inimigos invisíveis, desde que não estejam protegidos por uma magia, ou poder de nível superior ao seu.
Dano: Nenhum
Missão:
• Em busca do tesouro
Há um pequeno baú enterrado na Floresta do Acampamento ou submerso no Lago do Acampamento. Seu mascote tem a tarefa de encontrar o baú do tesouro, onde estão itens pessoais seus para que seu mascote possa farejá-lo. Você precisa incentivá-lo e orientá-lo pelo caminho, mas não pode interferir diretamente no resultado da missão dele.
Recompensa: 500 XP + 5.000 dracmas + 150 xp e 1 nível de lealdade para o mascote + 2 pontos
Observações: Missão destinadas a pets terrestres ou aquáticos.
avatar
Nyx St. Douglas
I Coorte
I Coorte

Mensagens : 80

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Fixas] Daebak

Mensagem por Nyx St. Douglas em Seg Out 01, 2018 3:27 pm




no matter what we breed, we still are made of greed. this is my kingdom come
tell me pretty lies, look me in the face, tell me that you love me, even if its fake, cause i don't fucking care at all

SWEET DREAMS ARE MADE OF THIS
B E
U S E
WHO AM I TO DISAGREE?
Um gemido agudo foi ouvido.

Nyx estava brincando na floresta com seu companheiro canídeo, rolando ou fingindo uma luta entre iguais. Depois de receber algumas mordidas de amor, a garota se encostou em uma árvore enquanto o filhote corria atrás de sua própria cauda. Respirando ofegantemente, recuperava o fôlego enquanto tocava na grama, que estava em uma temperatura agradável.

Esse gemido agudo chamou a atenção da garota, que se levantou e seguiu o som. Foi então que encontrou um campista machucado em meio as árvores, dependurado por meio de suas roupas nos galhos destas. Com toda certeza, ele tinha quebrado a perna, já que ela, além de estar em um ângulo estranho, estava com um rombo aberto pela parte do osso que saiu. O garoto gemia, mal estando consciente para fazê-lo.

Uivou para chamar Daebak, que estava ali próximo. Enquanto pegava cipós, indicou para o lobo fazer o mesmo. Foram duas tentativas para que ele trouxesse o que lhe era pedido. Com cuidado, começou a subir a árvore usando os cipós. Não foi fácil, já que ainda se acostumava com a posição bípede e nunca tinha subido uma árvore, embora tivesse visto a técnica sendo usada por outros semideuses.

Ao chegar no galho onde o garoto estava, tentou não olhar para baixo, enquanto o desenroscava dos galhos. Passando diversos cipós pela cintura do garoto, conseguiu descê-lo até o chão, mesmo que para isso tivesse que tomar uma porrada fortíssima do galho ao colocá-lo em terra e cair no chão de costas, batendo seu corpo sem dó contra o solo.

Atordoada, recebeu algumas lambidas do lobo antes de levantar seu torso, ficando sentada. Ao ver que o garoto ainda gemia, indicou os cipós para o lobo e começou a procurar gravetos que pudessem ser usados como apoio para manter a perna do garoto imóvel, já que deveria doer se ela se movesse. O lobo, ao ver que ela procurava gravetos, decidiu procurar também, ignorando a ordem dos cipós.

Algum tempo depois, ele voltou com um pedaço bem grande de um tronco seco. O primeiro instinto da garota foi repreender o animal, mas, ao ver que aquela madeira era suficiente para apoiar o corpo do outro e deixá-lo imóvel para que não doesse mais do que já doía, afagou o lobo e o abraçou como agradecimento pelo que tinha feito.

– Bom. – falou entre grunhidos. – Muito bom.

Os cipós foram usados para amarrar o corpo do semideus à madeira encontrada. Amarrando parte da maca improvisada no lobo e erguendo a outra parte, direcionou o filhote de lobo gigante à enfermaria para que pudessem cuidar da pessoa ferida.

Passivos:
Nível 8
Nome do poder: Velocidade Atlética
Descrição: Um bom combatente sempre está preparado fisicamente para os futuros combates, sendo que as proles do deus da guerra levam a sério seus treinamentos rígidos, buscando sempre serem melhores. Devido a condição física e biológica natural do semideus, e de seu empenho nos treinamentos, são quase tão rápidos e ágeis quanto filhos de Hermes, conseguindo correr longas metragens sem se cansarem. Movimentos de finta, esquiva e outros que requeiram velocidade/agilidade, sempre possuem mais chances de funcionar contra inimigos mais lentos, além de perderem em uma corrida apenas para seres tão velozes quanto filhos do deus mensageiro.
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: 15% de chance de conseguir se esquivar, pular, e saltar em uma luta com inimigos mais fracos, ou mais lentos.
Dano: Nenhum

Nível 25
Nome do poder: Força III
Descrição: O filho do deus da guerra sempre soube que sua força sobrepujava os demais campistas, e agora seus golpes ficaram ainda mais potentes. Carregar peso, dobrar armas ao meio e até ajudar a carregar um colega sozinho lhe parece uma tarefa muito mais fácil do que para os demais campistas.
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: +30% de força
Dano: +15% de Dano se o ataque do semideus atingir.
Missão:
• Dia de Enfermeiro
Você e seu mascote encontraram um semideus ferido que precisa receber primeiros socorros antes de se levantar e ir para a enfermaria. Seu pet tem a tarefa de ajudá-lo nos atendimentos iniciais, buscando qualquer coisa que você precise para ajudar o semideus ferido.
Recompensa: 300 XP + 3.000 dracmas + 150 xp e 1 nível de lealdade para o mascote + 2 pontos
avatar
Nyx St. Douglas
I Coorte
I Coorte

Mensagens : 80

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Fixas] Daebak

Mensagem por Nyx St. Douglas em Qua Out 03, 2018 2:50 am




no matter what we breed, we still are made of greed. this is my kingdom come
tell me pretty lies, look me in the face, tell me that you love me, even if its fake, cause i don't fucking care at all

SWEET DREAMS ARE MADE OF THIS
B E
U S E
WHO AM I TO DISAGREE?
O vento cálido trespassava o corpo dos semideuses que estavam de vigília naquela noite. Nyx estava em sua primeira noite de ronda sem supervisão, o que era um feito ainda inédito na vida da semideusa. Ainda desacostumada com o frio da madrugada, a jovem esfregou os braços com suas mãos, transmitindo um pouco do calor dessas, que estavam quentinhas devido as luvas que usava, para as partes superiores.

Pelo fato de considerarem que suas capacidades de socialização e convívio com outros seres humanos estavam no ponto mínimo para que lhe fossem designadas ordens de baixa complexidade, ela passou a ter o dever, como todos os outros campistas com o mínimo treinamento, de patrulhar os limites do acampamento quando solicitado. A audiência de decisão não estava tão lotada, já que era um problema mais particular do que geral, mas, mesmo assim, demorou algum tempo para que recebesse seu primeiro horário de ronda, devido ao problema causado pela sua chegada e consequente tratamento de ressocialização. Por isso, foi uma surpresa quando recebeu finalmente a convocação para a ronda daquela noite e notou que não mais havia outro semideus na mesma patrulha.

Ou seja, dessa vez ela estava sozinha em um raio de um quilômetro.

Trazendo seu pet consigo por recomendação do centurião de sua coorte, acariciou o pelo do animal, que estava bem ativo por ser biologicamente noturno, e o trouxe para mais perto. Esperava, pela experiência das rondas acompanhadas, que não tivesse muitos problemas decorrentes de invasões, já que era muito raro um monstro aparecer por aquelas bandas. Por isso, ao avançar em passadas largas pelo perímetro que deveria vigiar, estava mais preocupada em ensinar o pequeno lobo a acompanhar seu ritmo do que em se preparar para algum tipo de ataque surpresa.

Por isso, não percebeu a aproximação de duas harpias por sua lateral, entretidas em uma caça a um semideus novato. Somente percebeu o ocorrido quando o ser humano passou correndo pelos limites do acampamento, deixando para trás as criaturas que o perseguiam. Com a atenção desviada,  Nyx finalmente fitou os dois seres, lentamente processando o que ocorria.

As harpias atacaram, obviamente.

Ao tentar desviar, a garota soltou a guia por reflexo, preocupada em minimizar possíveis danos ao seu corpo. Por isso, o lobo gigante filhote conseguiu pular para o outro lado e, impulsivamente, atacar uma das harpias, mordendo uma parte de sua asa. Porém, por ser muito pequeno e não ter tanta experiência para causar danos, seu ataque fora inútil mesmo tendo ferido um pouco a oponente, já que o contra-ataque fora muito mais danoso, tendo rasgado parte do ventre do pequeno.

Nyx ficou furiosa ao ver o acontecido. Cega de raiva, partiu para cima da outra harpia, desferindo socos consecutivos de suas mãos, enquanto estas estavam com uma aura avermelhada as circundando. Quando a criatura pensou em se afastar, a jovem ativou as lâminas de sua luva e jogou seu peso contra a oponente, a ferindo com o metal em suas asas e com os dentes em sua face. Quando o monstro finalmente se soltou, estava com um ferimento perfurante em sua sobrancelha e um furo enorme no tecido das asas.

Em retaliação, a segunda harpia grasnou alto, tentando confundi-la, e atacou com suas garras, que se fincaram no braço direito da semideusa. Como selvagem que era, mesmo que doesse horrores, ela teve alguma força de vontade para agarrar as patas do bicho, retirar suas garras do braço, puxá-lo para baixo e largar o braço ferido com toda a força contra o rosto da criatura, a derrubando no chão.

Então uivou, não conseguindo segurar a dor do acontecido.

Antes que a harpia se levantasse, ela pôs o pé direito em cima de sua cabeça para impedi-la e a esmagou com o peso de seu corpo. Porém, assim que fez isso, perdeu o equilíbrio e, ao cair, se pôs de quatro patas – ou três, se contar o fato de que ela estava com o braço ferido retraído contra o corpo, protegendo-o. Agora, estando na sua posição costumeira, rosnou ameaçadoramente para a primeira, exibindo a arcada dentária como gesto de intimidação.

Seja por tê-la intimidado, seja por simplesmente funcionar como distração, o certo é que a harpia fora atacada pelo lobo gigante filhote pelas costas, ele tendo finalmente a ferido com um pouco mais de substância, já que seu ataque pegou na nuca da outra, que estava em uma altura baixa o suficiente para que o pequeno a alcançasse com um pulo.

Ferida, foi gradualmente acuada contra uma das paredes do acampamento pela dupla de companheiros, sendo finalizada ao ser ferida na asa pela lâmina da semideusa e no pescoço pelo pequeno lobo gigante, que fez questão de arrancar parte da região atacada. Desfazendo-se em poeira – esta que o lobo tentou cuspir ou tirar da sua boca de qualquer forma –, a harpia e sua amiga não iriam ser problema por algum tempo.

Nyx levantou-se do chão e inspecionou o ferimento em seu braço, antes de continuar a ronda como se nada tivesse acontecido.

(Depois ela levou uns gritos da curandeira que a tratava, mas aí já é outra história.)

Passivos:
Como legado de Nyx, considerar:

Nome do poder: Visão Noturna
Descrição: Têm sua íris dilatada, aumentando o foco, e consequentemente a distância a que se pode enxergar. O personagem toma posse da concentração para que consiga perceber se há pessoas no local através de pontos cegos, sendo capazes de detectar inimigos através de suas sombras. A sombra durante a noite, torna o corpo ainda mais vulnerável, e para os filhos de Nyx/Nox ela se tinge de negro no corpo dos inimigos. Assim sendo, quando essa visão está ativa, eles conseguem detectar essa sombra, e rastrear seus inimigos, mesmo que eles estejam invisíveis.
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: Conseguirão detectar até mesmo inimigos invisíveis, desde que não estejam protegidos por uma magia, ou poder de nível superior ao seu.
Dano: Nenhum

Como prole de Marte, considerar:

Nível 4
Nome do poder: Combate não Armado
Descrição: Nos combates de uma guerra, muitas vezes o combatente acaba sendo desarmado, acabando sua munição ou perdendo sua arma, obrigando-o a utilizar apenas seus punhos para sobreviver. Sendo peritos em combates desarmados, os filhos de Ares/Marte sabem técnicas marciais de todas as artes marciais existentes, mesmo que nunca tenha feito uma aula sequer. As técnicas podem ser utilizadas para a elaboração de movimentos complexos, como mortais, piruetas, ataques acrobáticos e golpes que requeiram uma grande elasticidade.
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: Nenhum
Dano: Nenhum
Extra: Seus golpes desarmados dão 20 de dano base.

Nível 8
Nome do poder: Velocidade Atlética
Descrição: Um bom combatente sempre está preparado fisicamente para os futuros combates, sendo que as proles do deus da guerra levam a sério seus treinamentos rígidos, buscando sempre serem melhores. Devido a condição física e biológica natural do semideus, e de seu empenho nos treinamentos, são quase tão rápidos e ágeis quanto filhos de Hermes, conseguindo correr longas metragens sem se cansarem. Movimentos de finta, esquiva e outros que requeiram velocidade/agilidade, sempre possuem mais chances de funcionar contra inimigos mais lentos, além de perderem em uma corrida apenas para seres tão velozes quanto filhos do deus mensageiro.
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: 15% de chance de conseguir se esquivar, pular, e saltar em uma luta com inimigos mais fracos, ou mais lentos.
Dano: Nenhum

Nível 13
Nome do poder: Percepção estratégica
Descrição: Para vencer um combate, não é preciso apenas possuir a maior força, os melhores golpes e as principais vantagens, também é necessário saber utilizar as desvantagens e fraquezas dos adversários, fazendo com que eles percam para si mesmo. Ao olharem atentamente para o corpo de um oponente, os olhos do filho de Ares/Marte conseguem notar quais são as principais fraquezas do sujeito, quais os melhores pontos a se golpear e o que pode fazer para vencê-lo. As informações são dadas pelo narrador, cabendo á prole do deus da guerra as utilizarem da melhor forma possível. (só pode ser usado por uma vez em cada batalha)
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: Pode pedir ao narrador que aponte dois pontos fracos no corpo do inimigo, mas cabe a você conseguir acertá-los.
Dano: Nenhum

Nível 19
Nome do poder: Preparo Físico
Descrição: Cultivadores de seus corpos e exímios treinadores, os filhos do deus da guerra, sempre buscam ultrapassar seus limites, trabalhando arduamente para isso. Sempre serão os últimos a cansar em batalha, de modo que em caso da MP do semideus ser gasta a ponto de chegar a zero, ele não irá desmaiar e poderá continuar lutando, desde que não gaste mais energia em poderes ativos. (Será impedido de usar poderes ativos, mas poderá continuar lutando, diferente de outros campistas que se chegarem a 0 de MP desmaiam e são incapazes de continuar em campo).
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: Nenhum
Dano: Nenhum

Nível 24
Nome do poder: Pericia com lâminas III
Descrição:  Você está se desenvolvendo bem, e agora além de atacar, arremessar e aprender a lidar com diversas laminas diferentes (espadas, lanças, adagas e facas), também consegue se defender com ela, e dificilmente é desarmado.  
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: +55% de chance de acerto no manuseio de lâminas.
Dano: +20% de dano se o adversário for atingido pelo semideus.

Nível 25
Nome do poder: Força III
Descrição: O filho do deus da guerra sempre soube que sua força sobrepujava os demais campistas, e agora seus golpes ficaram ainda mais potentes. Carregar peso, dobrar armas ao meio e até ajudar a carregar um colega sozinho lhe parece uma tarefa muito mais fácil do que para os demais campistas.
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: +30% de força
Dano: +15% de Dano se o ataque do semideus atingir.
Ativo:
Nível 1
Nome do poder: Punhos de ferro
Descrição: Ao concentrarem suas forças nos punhos, os filhos de Ares/Marte conseguem fazer com que uma aura avermelhada circunde suas mãos fechadas, sendo capazes de desferirem socos com a força de um martelo feito de ferro. O efeito possui duração de duas rodadas, sendo que também protege a mão do semideus, não deixando que a mesma se machuque.
Gasto de Mp: 10 MP
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: Nenhum
Dano: 15 HP
Missão:
• Ajudando na patrulha
Você e seu mascote estão ajudando na patrulha das fronteiras do Acampamento ou estão na guarda noturna da central do seu grupo extra. Era pra ser só você nessa tarefa, mas com a companhia do seu pet as coisas ficam muito melhores, não é mesmo? Seria uma noite tranquila, mas duas harpias surgiram de repente e prometiam causar confusão e tirar a paciência de vocês dois. Vençam-nas e mantenha as coisas em ordem no local.
Recompensas: 600 XP + 5.000 dracmas + 150 xp e 1 nível de lealdade para o mascote + 3 pontos
avatar
Nyx St. Douglas
I Coorte
I Coorte

Mensagens : 80

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Fixas] Daebak

Mensagem por Nyx St. Douglas em Qua Out 03, 2018 3:34 am




no matter what we breed, we still are made of greed. this is my kingdom come
tell me pretty lies, look me in the face, tell me that you love me, even if its fake, cause i don't fucking care at all

SWEET DREAMS ARE MADE OF THIS
B E
U S E
WHO AM I TO DISAGREE?
Era mais um dia comum no acampamento Júpiter. Nyx, por sua vez, estava um tanto receosa com o treinamento que teria que fazer naquele dia. Porém, sabia que seria necessário a longo prazo, mesmo que não pudesse perceber esse perigo. Com o coração na mão, se dirigiu até a I coorte para pegar seu companheiro, afinal ele seria o protagonista desse treinamento. Sendo recebida com lambidas, afagou o lobo filhote que adotara, colocando a coleira nele logo depois de brincar um pouco.

Demorou algum tempo até que se apresentasse para o treinamento.

Com a consciência pesada, deixou que o instrutor levasse o pequeno até uma gaiola, onde fora preso. A única tarefa que podia fazer era incentivá-lo a sair do local, utilizando-se de palavras, sons ou gestos, mas sem interferir diretamente na prova. O lobo filhote deveria escapar sozinho, utilizando-se de certa quantidade de inteligência e destreza para isso.

Nos primeiros minutos do treinamento, o pequeno olhava para si animado, mas não entendendo exatamente o que era para fazer. Nyx apontou diversas vezes para a chave, tencionando fazê-lo ao menos olhar para ela, porém sem sucesso. Então, tentou unir rosnares, que usava para chamar a atenção dele, e os gestos que fazia para fazê-lo observar os arredores – comando que treinou com ele em suas rondas. Mesmo assim, não funcionou. Pior, enquanto ela pensava em outra maneira de unir as coisas que sabia fazer para fazê-lo entender o que queria, o lobo andou em círculos até parar e se deitar, parecendo um tanto entediado por estar ali.

Depois de algum tempo tentando diversos métodos, ele finalmente percebeu a chave brilhante ao seu lado. Tentou pegá-la com a boca, mas não conseguiu devido ao seu tamanho. Após isso, andou de um lado para outro, às vezes tentando usar a boca em ângulos diversos, às vezes só empurrando a grade da gaiola com a cabeça, mas não deu resultado. Sentou-se, inclinando a cabeça de um lado a outro, sem entender porque não funcionava. Sabia que a grade tinha papel fundamental para isso, mas não sabia como ultrapassá-la.

Foi depois de tudo isso que pensou em usar suas patas. Primeiro, tentou empurrar a grade com elas, porém foi mal-sucedido nisso. Depois, finalmente, começou a usar suas patas como pás e, ao descobrir que elas passavam pelas frestas da gaiola, usou-as para arrastar a chave para dentro desta, o que demorou algum tempo. Quando finalmente conseguiu, colocou-a entre os dentes e mostrou o feito pra dona, que uivou, demonstrando sua aprovação com o feito.

Porém, ele não tinha ideia do que fazer com aquilo, soltando-o no chão logo após.

Nyx olhou para os instrutores, pedindo por alguma alternativa para dizer ao companheiro que ele teria que por a chave na fechadura da gaiola. Quando, enfim, ganhou uma fechadura e uma chave avulsas para conseguir transmitir a mensagem. Por isso, chamou a atenção do pequeno e demonstrou o feito com as mãos, colocando e retirando a chave do buraco.

Por alguns minutos, não houve reação pelo fato dele ainda estar processando a informação que ela o dava. Assim que processou, no entanto, teve um longo trabalho de colocar a chave na fechadura da gaiola, já que a boca tinha menos coordenação do que a mão. Quando conseguiu, recebeu outros uivos de aprovação da dona, no qual ele conseguiu alcançar logo após bater com a pata na chave, a girando e abrindo a gaiola. Recebendo diversos afagos, foi novamente direcionado à gaiola para treinar a habilidade que adquirira.

Missão:
• Liberte-se
A fim de treinar e ensinar o seu mascote a fugir de armadilhas, seu pet foi preso em uma gaiola, amarras ou correntes (dependendo do tamanho do seu pet). Ele precisa se livrar sozinho, sem a sua ajuda, você só poderá incentivá-lo com palavras. Acompanhe o progresso do seu pet e narre como ele conseguiu se livrar da prisão.
Recompensas: 250 XP + 2.500 dracmas + 150 xp e 1 nível de lealdade para o pet + 2 pontos
avatar
Nyx St. Douglas
I Coorte
I Coorte

Mensagens : 80

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Fixas] Daebak

Mensagem por Romeo Bernocchi em Qua Out 03, 2018 5:27 am





Daebak e Nyx


Método de avaliação:
Realidade de postagem + Ações realizadas – 50%
Escrita: Gramática, erros, pontuação, coerência, concordância, etc – 20%
Criatividade/Estratégia em combate + inteligência – 30%

Adote um Bichinho
Avaliação obtida:
Realidade de postagem + Ações realizadas – 50%
Escrita: Gramática, erros, pontuação, coerência, concordância, etc – 20%
Criatividade/Estratégia em combate + inteligência – 30%

Recompensas: 100 XP e 1.000 Dracmas + 1 nível de lealdade para o Pet escolhido + 1 ponto.

Confiança e Aprendizado
Avaliação obtida:
Realidade de postagem + Ações realizadas – 50%
Escrita: Gramática, erros, pontuação, coerência, concordância, etc – 20%
Criatividade/Estratégia em combate + inteligência – 30%

Recompensas: 100 XP e 2.000 Dracmas + 1 nível de lealdade e 50 XP para o pet escolhido + 1 ponto.

Conhecendo
Avaliação obtida:
Realidade de postagem + Ações realizadas – 50%
Escrita: Gramática, erros, pontuação, coerência, concordância, etc – 20%
Criatividade/Estratégia em combate + inteligência – 30%

Recompensas: 100 XP e 2.000 Dracmas + 1 nível de lealdade e 50 XP para o pet escolhido + 1 ponto.

Em busca do tesouro
Avaliação obtida:
Realidade de postagem + Ações realizadas – 50%
Escrita: Gramática, erros, pontuação, coerência, concordância, etc – 20%
Criatividade/Estratégia em combate + inteligência – 30%

Recompensas: 500 XP + 5.000 dracmas + 150 xp e 1 nível de lealdade para o mascote + 2 pontos

Dia de Enfermeiro
Avaliação obtida:
Realidade de postagem + Ações realizadas – 50%
Escrita: Gramática, erros, pontuação, coerência, concordância, etc – 20%
Criatividade/Estratégia em combate + inteligência – 30%

Recompensas: 300 XP + 3.000 dracmas + 150 xp e 1 nível de lealdade para o mascote + 2 pontos

Ajudando na patrulha
Avaliação obtida:
Realidade de postagem + Ações realizadas – 50%
Escrita: Gramática, erros, pontuação, coerência, concordância, etc – 20%
Criatividade/Estratégia em combate + inteligência – 30%

Recompensas: 600 XP + 5.000 dracmas + 150 xp e 1 nível de lealdade para o mascote + 3 pontos

Liberte-se
Avaliação obtida:
Realidade de postagem + Ações realizadas – 50%
Escrita: Gramática, erros, pontuação, coerência, concordância, etc – 20%
Criatividade/Estratégia em combate + inteligência – 30%

Recompensas: 250 XP + 2.500 dracmas + 150 xp e 1 nível de lealdade para o pet + 2 pontos

Comentários:
Embora eu tenha encontrado um ou outro errinho de digitação ou palavras repetidas, Nyx, eu não achei justo descontar no quesito escrita pelo simples fato de que foram deslizes bem pequenos e que de maneira alguma atrapalharam a leitura. Na real, só posso te parabenizar por 1- a personagem ser super cativante e aparentemente bem trabalhada, 2- você parece saber muito sobre lobos e cuidados com pets! e 3- de algum jeito, seus posts saem de forma extremamente fluída e envolvente.

Eu confesso que respirei fundo antes de começar a ler, porque, bem, foram 7 posts de uma só vez. Mas à medida que seguia, sequer percebi que o tempo passou e eu acabei. Foi uma leitura leve e super interessante, com enredos bem desenvolvidos. Portanto, lobinha: muitos parabéns!

RESUMO DE RECOMPENSAS:

- Nyx recebe 1.950 XP + 20.500 dracmas + 12 pontos + pet Daebak [Lobo Gigante | Macho | Jovem]
- Daebak recebe 700 XP + 6 níveis de lealdade

DESCONTOS:
- Nyx: - 50 HP / - 15 MP
- Daebak: - 20 HP


Atualizado por Poseidon.
avatar
Romeo Bernocchi
Pretores
Pretores

Mensagens : 684
Idade : 20
Localização : Acampamento Júpiter

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Fixas] Daebak

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum