The Blood of Olympus
Para visualizar o forum é necessário estar cadastrado, por favor registre-se no rpg ou entre em sua conta. É necessário estar cadastrado para ver as informações contidas no forum. Lembre-se de usar nome e sobrenome, não se cadastrar usando nomes geralmente utilizados por Hacker. Exemplo: "Barum" "Hakye" e por ai vai. Bem vindos.

[RPs] Ivy e Otto

Ir em baixo

[RPs] Ivy e Otto

Mensagem por Luna Minn em Seg Set 24, 2018 11:03 am

Ivy & Otto
reproduzindo os mascotes

Tópico destinado às missões fixas de amizade e reprodução
feitas durante o evento "Ipseidade"!




life has made me
TOUGHER & STRONGER
avatar
Luna Minn
Imortais
Imortais

Mensagens : 1443
Idade : 21
Localização : Camp Half Blood

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RPs] Ivy e Otto

Mensagem por Luna Minn em Sex Set 28, 2018 1:23 pm

for my Ivy
A NEW FRIEND

O grande dia havia chegado. Finalmente Otto e Ivy se conheceriam, e aquele era  momento decisivo para o resultado de como tudo aconteceria a partir dali. Eu já havia passado a semana toda conversando com Ivy a respeito dos meus planos, e queria que ela se sentisse confortável com a ideia de estar sendo preparada para gerar um bebê.

- Você se lembra de como foi com a Seren e o Haul? - Pergunto enquanto aguardava Romeo chegar com o Otto, o futuro namoradinho da mascote. - Prometo que você será muito bem cuidada, eu vou acompanhar cada passo que você der com ele, certo? - Acariciava o pescoço da mascote que apoiava a cabeça em minhas pernas em uma tentativa de acalmá-la, Ivy sempre teve um retraimento social e medo de chegar perto de outros mascotes, especialmente os maiores que ela. Seu tamanho já ultrapassava o de um hipopótamo, mas o sentimento ainda era o mesmo.

- Você não acha que eu escolheria qualquer um para você, não é? - Pergunto fazendo um biquinho para a mascote, ansiosa pela chegada do romano e seu pet da mesma espécie. A confirmação de que Ivy confiava em meu olhar e em minhas decisões chegava logo depois, através de pensamento. Eu não havia colocado qualquer item na mascote, com esperanças de que isso a deixasse menos na defensiva. Como Romeo deveria passar a noite na minha casa, o quarto extra estava arrumado com perfeição já que Caim havia forçado por livre e espontânea vontade, compartilhado com os propósitos daquela situação.

FPA

• Faça um amigo:Você e outro player combinaram de se encontrar em um local do acampamento ou da central do seu grupo para que seus mascotes se conheçam. Será ótimo para os pets terem com quem brincar ou aprenderem a conviver com espécies diferentes. Caso sejam de naturezas diferentes (presa e predador), sejam prudentes e não deixem eles se matarem.

Recompensas: 650 XP + 15.000 dracmas + 120 xp e 1 nível de lealdade para o pet + 2 pontos (já com o bônus da faculdade)

PS: Bônus de 30% do XP total + 50% de Dracmas total pela ligação com a profissão de Medicina Veterinária.

Habilidades Universidade:
Nome do poder: Conhecimento Animal
Descrição: O semideus conhece a fisiologia e anatomia dos animais comuns, sabendo classificá-los e sobre as particularidades de cada família de espécies. Com isso, conhece o comportamento das espécies, os riscos que podem oferecer e características para domesticação ou neutralização.
Gasto de Mp: Nenhum
Bônus: Nenhum

Nome do poder: Conhecimento Aplicado ao Bestiário
Descrição: As universidades comuns ensinam os alunos sobre os animais naturais, mas a Universidade de Nova Roma também ensina sobre as criaturas mitológicas que os médicos veterinários semidivinos podem vir a encontrar. Além de conhecer os animais comuns, existentes no mundo mortal, o veterinário também conhece a fisiologia e anatomia dos animais mitológicos existentes, sabendo sobre seu comportamento, características, possibilidades de adestramento, tratamento de doenças e ferimentos.
Gasto de Mp: Nenhum
Bônus: Válido para o Bestiário do BO.

Habilidades Adquiridas:
Nome da Habilidade: Afinidade
Descrição: Cuidados podem criar ligação entre semideuses e mascotes, mas para isso, é necessário técnica. Conforme o semideus vai aprendendo a lidar com seu bichinho, também ganha certa afinidade com ele, aprende a ler seus movimentos, seus gestos, a forma com que ele expressa, acaba refletindo em seu dono, que mesmo imperceptivelmente pode descobrir se algo está certo ou errado. É como a lei de Newton: para toda reação, existe uma reação. Neste caso, os cuidados criam ligações, o mascote, acaba se afeiçoando mais rapidamente ao seu dono, pois, sabe que nele, poderá ver uma segurança única.
Gasto de MP: Nenhum
Gasto de HP: Nenhum
Bônus: +50% de percepção em reações relacionadas ao mascote, saberá distinguir quando este está com raiva, com fome, confuso, arisco, entre outras coisas. Tais demonstrações também podem alertá-lo do perigo, afinal, quando o animal se sente ameaçado tende a demonstrar mais facilmente, além de perceber antes mesmo dos humanos, eles sentem quando algo está errado.
Dano: Nenhum
Extra: Nenhum

Nome da Habilidade: Coordenada empática
Descrição: Olhares, lábios movendo-se em silêncio e gestos fazem parte da comunicação não-verbal desenvolvida por semideus e mascote com a proximidade que começam a adquirir. Com essa habilidade, o meio-sangue será entendido pelo seu mascote mesmo que não utilize palavras e mesmo que se encontrem distantes um do outro. É uma habilidade muito útil dentre as adversidades que podem enfrentar na vida semideusa.
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: O semideus pode dar uma ordem ou orientação ao mascote à distância e sem a necessidade de palavras, sendo compreendido por ele.
Dano: Aumenta +20% dano de golpe utilizado pelo mascote com essa habilidade ativa.

Poderes Passivos - Filha de Perséfone:
Nome do poder: Fazer Florescer
Descrição: Apenas a presença dos filhos de Perséfone/Prosérpina , já faz com que as flores cresçam, e fiquem alegres, ou seja, elas florescem mais rápido, e as pétalas que outrora estavam feias, ficam bonitas, tudo se torna mais bonito na presença do filho da deusa.
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: Nenhum
Dano: Nenhum

Poderes Passivos - Curandeiros de Asclépio:
Nome do poder: Mãos gentis
Descrição: Suas mãos são leves e delicadas para tratar de feridos. A dor que você causa é mínima, e você saberá muito bem como colocar ataduras, talas, bandagens, torniquetes e etc. no lugar correto, do jeito correto, e com o mínimo de tempo e dor possível.
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: Nenhum
Dano: Nenhum

Nome do poder: Aura apaziguadora
Descrição: Um bom curandeiro tem que apaziguar o coração dos feridos e familiares, portanto você possui uma aura pacifista que acalenta os corações dos enfermos e familiares.
Gasto de Mp: Nenhum.
Gasto de Hp: Nenhum.
Bônus: O poder irá apenas funcionar caso o indivíduo esteja possuído.
Dano: Nenhum.

Nome do poder: Convicção Inabalável
Descrição: Médicos não podem deixar-se abalar por nada: eles dificilmente ficarão assustados ou abalados com algo, assim como serão surpreendidos com menos eficácia e nenhuma mentira lhes escapa, embora às vezes os mentirosos mais hábeis, como os filhos de Éris, consigam ocultar em parte sua mentira. Omissão não é afetada, pois não é uma mentira.
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: Capazes de detectar facilmente mentiras de semideuses com nível igual ou inferior, exceto os semideuses com habilidades para tal.
Dano: Nenhum

Nome do poder: Comunicação dos Curandeiros
Descrição: Não, não quer dizer que sua caligrafia é ruim, mas os curandeiros conseguem comunicarem-se telepaticamente com serpentes e cachorros, símbolos de Asclépio, bem como com outros curandeiros.
Gasto de Mp: Nenhum.
Gasto de Hp: Nenhum.
Bônus: Nenhum.
Dano: Nenhum.

Poderes Ivy:
Nome da habilidade: Imortalidade
Descrição: Como qualquer outro monstro mitológico o cão infernal não pode ser morto. Ele renasce no tártaro assim que é destruído, contudo pode ter sua lealdade e personalidade – ou simpatia – alterada, caso isso aconteça. O único metal que verdadeiramente pode acabar com um cão infernal é o ferro estigio, caso esse seja atingido/morto por ferro estigio, então desaparecera por completo, para cães infernais esse material serve como um calcanhar de Aquiles.
Tipo: Passivo
Dano: Nenhum
Bônus: Nenhum

Nome da habilidade: Olhos demoníacos
Descrição: Ao olhar diretamente nos olhos do inimigo, poderá causar um medo terrível, o fazendo arrepiar e hesitar durante dois turnos. O oponente da fera fica aterrorizado, errando os golpes e tendo dificuldade de atacar.
Tipo: Passivo
Dano: Nenhum
Bônus: Faz o inimigo hesitar durante dois turnos, tornando-o alguém amedrontado.

Nome da habilidade: Aliado Sombrio
Descrição: Durante a noite ou em locais sombrios e desprovidos de luz, o cão infernal se torna mais rápido e mais forte, tornando-se mais letal para seus inimigos.
Tipo: Passivo
Dano: Nenhum
Bônus: +30% de força e velocidade durante a noite.

Nome da habilidade: Trevoso
Descrição: Ao lutar ao lado de criaturas trevosas, o cão infernal fica mais forte e mais rápido.
Tipo: Passivo
Dano: Nenhum.
Bônus: +50% de força e velocidade ao lutar ao lado de criaturas trevosas.


life has made me
TOUGHER & STRONGER
avatar
Luna Minn
Imortais
Imortais

Mensagens : 1443
Idade : 21
Localização : Camp Half Blood

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RPs] Ivy e Otto

Mensagem por Romeo Bernocchi em Sex Set 28, 2018 2:39 pm

fazendo amigos
w/ luna n' ivy
Mais uma vez, cheguei na residência de Luna de uma maneira não convencional. Sentado nas costas de Otto, nós brotamos de uma das muitas sombras presentes no quintal, criadas pela majestosa lua no céu.

Luna! — gritei, descendo do cão infernal e ajeitando a mochila que pendurava nas costas em uma só alça. Nela, algumas roupas estavam postas, porque eu passaria uns poucos dias por ali, acompanhando Ivy e Otto em seu primeiro contato que, se exitoso, acarretaria na reprodução. — Estamos aqui!

A poucos metros atrás de mim, Otto estava agitado. Seu olfato talvez o permitisse compreender o estado de cio da cadela de Luna. Quando o olhei, o encontrei roendo uma árvore, e corri para fazê-lo parar. — OTTO! — abanei os braços, um pouco desesperado e com medo de a semideusa visse a cena. — Pelos deuses, pare com isso!

mascote:
Otto - cão infernal

habilidade do mascote:
Nível 8
Nome da habilidade: Viagem pelas Sombras III
Descrição: O cão infernal é agora um adulto, e virou um grande tanque de guerra. Seu peso e altura lhe proporcionam uma tremenda vantagem em campo, mas também o tornam um aventureiro. Agora o cão infernal ao viajar pelas sombras consegue avançar grandes distancias, além disso, pode levar até três pessoas consigo. Mas atenção, não abuse demais das habilidades do seu pet, ele pode ficar cansado ou desgastado.
Tipo: Ativo
Dano: Nenhum
Gasto de MP: 20
Bônus: Nenhum

habilidade aprendida:
Coordenada empática
Descrição: Olhares, lábios movendo-se em silêncio e gestos fazem parte da comunicação não-verbal desenvolvida por semideus e mascote com a proximidade que começam a adquirir. Com essa habilidade, o meio-sangue será entendido pelo seu mascote mesmo que não utilize palavras e mesmo que se encontrem distantes um do outro. É uma habilidade muito útil dentre as adversidades que podem enfrentar na vida semideusa.
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: O semideus pode dar uma ordem ou orientação ao mascote à distância e sem a necessidade de palavras, sendo compreendido por ele.
Dano: Aumenta +20% dano de golpe utilizado pelo mascote com essa habilidade ativa.

missão fixa:
• Faça um amigo
Você e outro player combinaram de se encontrar em um local do acampamento ou da central do seu grupo para que seus mascotes se conheçam. Será ótimo para os pets terem com quem brincar ou aprenderem a conviver com espécies diferentes. Caso sejam de naturezas diferentes (presa e predador), sejam prudentes e não deixem eles se matarem.

Recompensas: 500 XP + 10.000 dracmas + 120 xp e 1 nível de lealdade para o pet + 2 pontos

avatar
Romeo Bernocchi
Pretores
Pretores

Mensagens : 684
Idade : 20
Localização : Acampamento Júpiter

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RPs] Ivy e Otto

Mensagem por Luna Minn em Sab Set 29, 2018 7:30 pm

for my Ivy
A NEW FRIEND

"Eles estão aqui" Ivy me informou mentalmente antes de meu nome ser chamado por além das árvores frutíferas no quintal. Me levantando e observando cuidadosamente a reação de Ivy com aquela situação, podia sentir o nervosismo pelo primeiro encontro de toda a sua vida. "Vai ficar tudo bem, é só relaxar e aproveitar o momento." Dou um sorriso breve ainda olhando a cão infernal, começando a dar passos em direção ao caminho pouco iluminado, somente criando sombras pela luz da lua. Uma bronca logo de cara e tento não rir muito ao me deparar com o cão infernal do outro semideus roendo uma das minhas árvores, talvez a preferida de Isaac.

- Não se preocupe com isso, ele parece gostar do sabor da madeira. - Sorrindo abraço forte Romeo, deixando um beijo em cada uma de suas bochechas, assim como ele fazia sempre que me via, um costume que já pegamos. Ivy, retraída ainda, se escondia atrás do meu corpo, enquanto eu tentava uma primeira aproximação com Otto, afinal, aquilo poderia atrair um pouco de confiança para a mascote. - É um prazer te conhecer, Otto, eu sou a Luna. E... - Abro espaço para a imagem dos olhos vermelhos contra a penugem negra que somente era vista pelo seu brilho impecável contra a luz da lua. - Esta é a Ivy. - Em minha mente, eu enviava mensagens para Ivy como "ele é bonitão", "vamos, não se acanhe, sei que vão ser bons amigos" e "partidão, e muito amigável". E tudo o que eu recebo é "Luna, para, eu sou capaz de fazer isso sozinha".

Meu olhar vai direto para Ivy com uma expressão de "Ei!", era engraçado a forma que nos comunicávamos, afinal, bastava um pensamento e tudo poderia ser compreendido. - Desculpem pela indelicadeza, vamos entrar. - Falo brevemente apontando com a cabeça em direção á porta dupla da cozinha. Acompanho então, Ivy não fazer o que eu falo e simplesmente se aproximar do macho com confiança. Minha garota. Olho para Romeo na mesma hora, tentando compreender se ele estava captando a mesma sensação que eu e logo, uma conversa em latidos e grunhidos se inicia, meus olhos se estreitam com a qualidade do flerte e rezo à Asclépio para que durante a noite eu não escute absolutamente nada do que se passa do lado de fora da minha casa.


FPA

• Faça um amigo:Você e outro player combinaram de se encontrar em um local do acampamento ou da central do seu grupo para que seus mascotes se conheçam. Será ótimo para os pets terem com quem brincar ou aprenderem a conviver com espécies diferentes. Caso sejam de naturezas diferentes (presa e predador), sejam prudentes e não deixem eles se matarem.

Recompensas: 650 XP + 15.000 dracmas + 120 xp e 1 nível de lealdade para o pet + 2 pontos (já com o bônus da faculdade)

PS: Bônus de 30% do XP total + 50% de Dracmas total pela ligação com a profissão de Medicina Veterinária.

Habilidades Universidade:
Nome do poder: Conhecimento Animal
Descrição: O semideus conhece a fisiologia e anatomia dos animais comuns, sabendo classificá-los e sobre as particularidades de cada família de espécies. Com isso, conhece o comportamento das espécies, os riscos que podem oferecer e características para domesticação ou neutralização.
Gasto de Mp: Nenhum
Bônus: Nenhum

Nome do poder: Conhecimento Aplicado ao Bestiário
Descrição: As universidades comuns ensinam os alunos sobre os animais naturais, mas a Universidade de Nova Roma também ensina sobre as criaturas mitológicas que os médicos veterinários semidivinos podem vir a encontrar. Além de conhecer os animais comuns, existentes no mundo mortal, o veterinário também conhece a fisiologia e anatomia dos animais mitológicos existentes, sabendo sobre seu comportamento, características, possibilidades de adestramento, tratamento de doenças e ferimentos.
Gasto de Mp: Nenhum
Bônus: Válido para o Bestiário do BO.

Habilidades Adquiridas:
Nome da Habilidade: Afinidade
Descrição: Cuidados podem criar ligação entre semideuses e mascotes, mas para isso, é necessário técnica. Conforme o semideus vai aprendendo a lidar com seu bichinho, também ganha certa afinidade com ele, aprende a ler seus movimentos, seus gestos, a forma com que ele expressa, acaba refletindo em seu dono, que mesmo imperceptivelmente pode descobrir se algo está certo ou errado. É como a lei de Newton: para toda reação, existe uma reação. Neste caso, os cuidados criam ligações, o mascote, acaba se afeiçoando mais rapidamente ao seu dono, pois, sabe que nele, poderá ver uma segurança única.
Gasto de MP: Nenhum
Gasto de HP: Nenhum
Bônus: +50% de percepção em reações relacionadas ao mascote, saberá distinguir quando este está com raiva, com fome, confuso, arisco, entre outras coisas. Tais demonstrações também podem alertá-lo do perigo, afinal, quando o animal se sente ameaçado tende a demonstrar mais facilmente, além de perceber antes mesmo dos humanos, eles sentem quando algo está errado.
Dano: Nenhum
Extra: Nenhum

Nome da Habilidade: Coordenada empática
Descrição: Olhares, lábios movendo-se em silêncio e gestos fazem parte da comunicação não-verbal desenvolvida por semideus e mascote com a proximidade que começam a adquirir. Com essa habilidade, o meio-sangue será entendido pelo seu mascote mesmo que não utilize palavras e mesmo que se encontrem distantes um do outro. É uma habilidade muito útil dentre as adversidades que podem enfrentar na vida semideusa.
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: O semideus pode dar uma ordem ou orientação ao mascote à distância e sem a necessidade de palavras, sendo compreendido por ele.
Dano: Aumenta +20% dano de golpe utilizado pelo mascote com essa habilidade ativa.

Poderes Passivos - Filha de Perséfone:
Nome do poder: Fazer Florescer
Descrição: Apenas a presença dos filhos de Perséfone/Prosérpina , já faz com que as flores cresçam, e fiquem alegres, ou seja, elas florescem mais rápido, e as pétalas que outrora estavam feias, ficam bonitas, tudo se torna mais bonito na presença do filho da deusa.
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: Nenhum
Dano: Nenhum

Poderes Passivos - Curandeiros de Asclépio:
Nome do poder: Mãos gentis
Descrição: Suas mãos são leves e delicadas para tratar de feridos. A dor que você causa é mínima, e você saberá muito bem como colocar ataduras, talas, bandagens, torniquetes e etc. no lugar correto, do jeito correto, e com o mínimo de tempo e dor possível.
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: Nenhum
Dano: Nenhum

Nome do poder: Aura apaziguadora
Descrição: Um bom curandeiro tem que apaziguar o coração dos feridos e familiares, portanto você possui uma aura pacifista que acalenta os corações dos enfermos e familiares.
Gasto de Mp: Nenhum.
Gasto de Hp: Nenhum.
Bônus: O poder irá apenas funcionar caso o indivíduo esteja possuído.
Dano: Nenhum.

Nome do poder: Convicção Inabalável
Descrição: Médicos não podem deixar-se abalar por nada: eles dificilmente ficarão assustados ou abalados com algo, assim como serão surpreendidos com menos eficácia e nenhuma mentira lhes escapa, embora às vezes os mentirosos mais hábeis, como os filhos de Éris, consigam ocultar em parte sua mentira. Omissão não é afetada, pois não é uma mentira.
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: Capazes de detectar facilmente mentiras de semideuses com nível igual ou inferior, exceto os semideuses com habilidades para tal.
Dano: Nenhum

Nome do poder: Comunicação dos Curandeiros
Descrição: Não, não quer dizer que sua caligrafia é ruim, mas os curandeiros conseguem comunicarem-se telepaticamente com serpentes e cachorros, símbolos de Asclépio, bem como com outros curandeiros.
Gasto de Mp: Nenhum.
Gasto de Hp: Nenhum.
Bônus: Nenhum.
Dano: Nenhum.

Poderes Ivy:
Nome da habilidade: Imortalidade
Descrição: Como qualquer outro monstro mitológico o cão infernal não pode ser morto. Ele renasce no tártaro assim que é destruído, contudo pode ter sua lealdade e personalidade – ou simpatia – alterada, caso isso aconteça. O único metal que verdadeiramente pode acabar com um cão infernal é o ferro estigio, caso esse seja atingido/morto por ferro estigio, então desaparecera por completo, para cães infernais esse material serve como um calcanhar de Aquiles.
Tipo: Passivo
Dano: Nenhum
Bônus: Nenhum

Nome da habilidade: Olhos demoníacos
Descrição: Ao olhar diretamente nos olhos do inimigo, poderá causar um medo terrível, o fazendo arrepiar e hesitar durante dois turnos. O oponente da fera fica aterrorizado, errando os golpes e tendo dificuldade de atacar.
Tipo: Passivo
Dano: Nenhum
Bônus: Faz o inimigo hesitar durante dois turnos, tornando-o alguém amedrontado.

Nome da habilidade: Aliado Sombrio
Descrição: Durante a noite ou em locais sombrios e desprovidos de luz, o cão infernal se torna mais rápido e mais forte, tornando-se mais letal para seus inimigos.
Tipo: Passivo
Dano: Nenhum
Bônus: +30% de força e velocidade durante a noite.

Nome da habilidade: Trevoso
Descrição: Ao lutar ao lado de criaturas trevosas, o cão infernal fica mais forte e mais rápido.
Tipo: Passivo
Dano: Nenhum.
Bônus: +50% de força e velocidade ao lutar ao lado de criaturas trevosas.


life has made me
TOUGHER & STRONGER
avatar
Luna Minn
Imortais
Imortais

Mensagens : 1443
Idade : 21
Localização : Camp Half Blood

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RPs] Ivy e Otto

Mensagem por Romeo Bernocchi em Seg Out 01, 2018 2:07 am

fazendo amigos
w/ luna n' ivy
Retribuí o típico cumprimento com Luna, rindo de nervoso diante da resposta dela e logo confirmando com a cabeça para mostrar entendimento. Ainda assim chamei Otto outras duas vezes, mas desconfio que ele só deixou de roer a árvore quando se deu conta da presença de Ivy.

Oi, bonita. — falei, sorrindo em seguida e esticando a mão destra para que a cadela infernal cheirasse e visse que eu era do bem. Diferente de mim, Otto, com seu jeito extrovertido e estabanado, tropeçou nas próprias patas e caiu diante de Ivy. Todavia, ele se ergueu com a mesma rapidez com que foi pro chão e retomou o avanço.

Otto! Seja educado! — chamei-o inutilmente outra vez. Ele estava bastante interessado na cadela. Inclusive, era a primeira da mesma espécie que conhecia. Então não se restringiu no primeiro contato, aproximando-se o máximo que podia - sem ter certa cautela, o que me deixou preocupado - para cheirar a traseira da nova amiga.

Para a minha surpresa, porém, Ivy também investiu contra Otto e, ao olhar Luna, notei aprovação estampada em seu rosto. Seu olhar e sua fala felizmente me instruíram. E, como previsto, deixaríamos a dupla a sós no grande quintal da residência banhado pela luz da lua.

Nossa saída foi acompanhada por uma sequência de rosnados e latidos - que claramente eram altos, o que me pôs apreensivo sobre a vizinhança e, mais, sobre Seren e Haul. Acenei brevemente com a cabeça, fechando a porta dupla às minhas costas. Antes de puxar as cortinas, dei uma última olhada no exterior e não pude não sorrir com o que vi: entre as árvores, Ivy e Otto brincavam de se morder e rolar por sobre o outro.

Se deram bem. Amém. — anunciei, relaxando os ombros. — Agora eu preciso de um chá, Luna. Por favorzinho!

mascote:
Otto - cão infernal

habilidade aprendida:
Coordenada empática
Descrição: Olhares, lábios movendo-se em silêncio e gestos fazem parte da comunicação não-verbal desenvolvida por semideus e mascote com a proximidade que começam a adquirir. Com essa habilidade, o meio-sangue será entendido pelo seu mascote mesmo que não utilize palavras e mesmo que se encontrem distantes um do outro. É uma habilidade muito útil dentre as adversidades que podem enfrentar na vida semideusa.
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: O semideus pode dar uma ordem ou orientação ao mascote à distância e sem a necessidade de palavras, sendo compreendido por ele.
Dano: Aumenta +20% dano de golpe utilizado pelo mascote com essa habilidade ativa.

missão fixa:
• Faça um amigo
Você e outro player combinaram de se encontrar em um local do acampamento ou da central do seu grupo para que seus mascotes se conheçam. Será ótimo para os pets terem com quem brincar ou aprenderem a conviver com espécies diferentes. Caso sejam de naturezas diferentes (presa e predador), sejam prudentes e não deixem eles se matarem.

Recompensas: 500 XP + 10.000 dracmas + 120 xp e 1 nível de lealdade para o pet + 2 pontos

avatar
Romeo Bernocchi
Pretores
Pretores

Mensagens : 684
Idade : 20
Localização : Acampamento Júpiter

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RPs] Ivy e Otto

Mensagem por Luna Minn em Ter Out 02, 2018 1:37 pm

for my Ivy
A NEW FRIEND

Tento não rir da interação estranha que Ivy tinha com o novo amigo Otto, eu me sentia literalmente arranjando um novo namorado para a minha filha e assim que eles se conheceram, começaram a flertar. Era incrivelmente desconfortável, coisa que eu não esperava, mas definitivamente deixava tudo muito mais fácil e mais direto. Com a cabeça indico para Romeo me acompanhar até dentro da casa, me oferecendo para carregar sua mochila com roupas, mas com a oferta negada simplesmente o permito me acompanhar. Deixando Otto e Ivy sozinhos para se conhecerem melhor.

Assim que entramos na cozinha que emanava um cheiro típico de frango com legumes assados, vestígios do jantar de mais cedo. Sorri espiando pela cortina com Romeo, era divertido ver como os dois cães estavam se dando bem, ter alguém da mesma espécie por perto, para Ivy era como estar no meio de várias crianças, e se tinha uma coisa que ela gostava, era de crianças. As vezes ela se sentia inclusive brava por eu estar fazendo os gêmeos crescerem tão rápido, agora, já tinham quase quatro anos e em breve, quando eu os alimentasse com os últimos potinhos de papinha que peguei do Tea Drop, chegariam aos cinco.

- Se deram bem. Amém. - Dou uma risada concordando com a afirmação, definitivamente Romeo estava certa, a dupla se deu bem logo de cara e aquilo me deixava extremamente satisfeita. - Agora eu preciso de um chá, Luna. Por favorzinho! - Não tinha como negar, eu definitivamente estava deixando as pessoas viciadas em chá, muito melhor do que café! - Para já! Colhi e sequei algumas ervas desde o nosso último encontro e fiz um novo sabor, ele ajuda a descansar melhor e te faz dormir feito uma pedra! Perfeito para você que trabalhou tanto com a reconstrução de Nova Roma! - Após a breve conversa, a noite foi cheia de chá, um pouco de pipoca, leitura de livros para ajudar na distração do convidado, além de conversas por toda a noite.

Seren e Haul já estavam dormindo desde antes da chegada do convidado, e permiti que ele entrasse no quarto para dar boa noite quando eu o fiz. Apresentei o quarto em que Romeo ficaria, para a nossa sorte, a casa tinha proteção sonora e raramente nos quartos se ouvia alguma coisa vindo do lado de fora. Tudo graças à Isaac e sua capacidade de pensar a respeito do bom sono e qualidade de descanso para todos.

O sábado se passou totalmente tranquilo, Ivy e Otto continuavam se dando perfeitamente bem, e Seren, Haul e Romeo me acompanharam para um passeio por Nova Roma, que, felizmente agora estava intacta e com construções magníficas. O Tea Drop que havia sido totalmente destruído finalmente estava de volta ao seu estado original, era como se um peso tivesse sido tirado de meus ombros. Quando retornamos para a casa, a dupla de cães infernais estava passeando pelo jardim, dormindo sob a sombra de uma das árvores, estavam tão tranquilos que me perguntei internamente se tinham feito algo na noite anterior.

Para a garantia do sucesso da operação, deixamos que ficassem livres para curtir o resto do fim de semana juntos, o próximo dia seria o último de Otto ali e, considerando o momento e a boa relação, definitivamente algo rolaria. Ivy parecia distante de mim, tanto que cheguei a me questionar se havia feito algo de errado com ela, mas não. Pelo o que me lembrei das aulas de medicina veterinária, era comum os mascotes ficarem mais sensíveis com relação aos seus donos na época do cio.

O domingo chegou e finalmente, a hora de se despedir também. Consequentemente, Ivy não queria se distanciar de Otto, o que me deixou com o coração totalmente partido por ter que separá-los. A relação dos dois tinha sido tão boa que era quase como se eu estivesse obrigando-a a nunca mais vê-lo. - Obrigada pelo tempo que passou por aqui Romeo e Otto, minha casa está aberta sempre que quiserem passar e tomar um chá, nos visitar! - Falo abraçando o romano na despedida e enfim, acariciando Otto, que ao contrário de Ivy estava muito próximo de mim, era estranho aquele tipo de relação, mas acontecia.

Ivy não se comunicava comigo, o que me deixava preocupada, mesmo compreendendo a situação, deixando que Ivy se despedisse de sua maneira da dupla, continuo. - Evio uma mensagem de Iris quase acontecer, sim? - Informo Romeo antes de ele e seu mascote partirem para o Acampamento Júpiter, deixando eu e Ivy sozinhas em um bom tempo. “Você está bem?” Pergunto mentalmente, ainda temendo que nossa relação tivesse sido fragilizada. “Nunca estive melhor!” Ivy me responde lambendo minha perna com afeto e em seguida pulando em meus ombros para um abraço companheiro e quase me derrubando no chão.

FPA

• Reprodução 1:Você tem um mascote de uma espécie e um personagem que você conhece tem outro mascote daquela mesma espécie, porém do sexo oposto. Então vocês tiveram a brilhante ideia de colocá-los juntos, para... sabe... Fazerem um filhotinho. Não seria lindo? Mas não quer dizer que vai ser fácil, afinal, os dois pets em questão precisam se aceitarem também. Você e o outro player devem ter postado a missão Faça um Amigo antes, para que os dois pets se conheçam. Nesta missão fixa, vocês devem deixar os dois mascotes interagirem, garantindo que serão amigáveis, e deixá-los a sós para ver se o plano dá certo.

Requisitos: Os pets precisam ter se conhecido antes, através da missão Faça um Amigo. Os dois não podem ser filhotes (mínimo nível 3), nem animais-fada, já que estes são filhotes para sempre. Válido para a mesma espécie, unindo macho e fêmea.

Recompensas: 520 XP + 12.000 dracmas + 150 xp e 1 nível de lealdade para o pet + 2 pontos (já com o bônus da faculdade)

PS: Bônus de 30% do XP total + 50% de Dracmas total pela ligação com a profissão de Medicina Veterinária.

Habilidades Universidade:
Nome do poder: Conhecimento Animal
Descrição: O semideus conhece a fisiologia e anatomia dos animais comuns, sabendo classificá-los e sobre as particularidades de cada família de espécies. Com isso, conhece o comportamento das espécies, os riscos que podem oferecer e características para domesticação ou neutralização.
Gasto de Mp: Nenhum
Bônus: Nenhum

Nome do poder: Conhecimento Aplicado ao Bestiário
Descrição: As universidades comuns ensinam os alunos sobre os animais naturais, mas a Universidade de Nova Roma também ensina sobre as criaturas mitológicas que os médicos veterinários semidivinos podem vir a encontrar. Além de conhecer os animais comuns, existentes no mundo mortal, o veterinário também conhece a fisiologia e anatomia dos animais mitológicos existentes, sabendo sobre seu comportamento, características, possibilidades de adestramento, tratamento de doenças e ferimentos.
Gasto de Mp: Nenhum
Bônus: Válido para o Bestiário do BO.

Habilidades Adquiridas:
Nome da Habilidade: Afinidade
Descrição: Cuidados podem criar ligação entre semideuses e mascotes, mas para isso, é necessário técnica. Conforme o semideus vai aprendendo a lidar com seu bichinho, também ganha certa afinidade com ele, aprende a ler seus movimentos, seus gestos, a forma com que ele expressa, acaba refletindo em seu dono, que mesmo imperceptivelmente pode descobrir se algo está certo ou errado. É como a lei de Newton: para toda reação, existe uma reação. Neste caso, os cuidados criam ligações, o mascote, acaba se afeiçoando mais rapidamente ao seu dono, pois, sabe que nele, poderá ver uma segurança única.
Gasto de MP: Nenhum
Gasto de HP: Nenhum
Bônus: +50% de percepção em reações relacionadas ao mascote, saberá distinguir quando este está com raiva, com fome, confuso, arisco, entre outras coisas. Tais demonstrações também podem alertá-lo do perigo, afinal, quando o animal se sente ameaçado tende a demonstrar mais facilmente, além de perceber antes mesmo dos humanos, eles sentem quando algo está errado.
Dano: Nenhum
Extra: Nenhum

Nome da Habilidade: Coordenada empática
Descrição: Olhares, lábios movendo-se em silêncio e gestos fazem parte da comunicação não-verbal desenvolvida por semideus e mascote com a proximidade que começam a adquirir. Com essa habilidade, o meio-sangue será entendido pelo seu mascote mesmo que não utilize palavras e mesmo que se encontrem distantes um do outro. É uma habilidade muito útil dentre as adversidades que podem enfrentar na vida semideusa.
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: O semideus pode dar uma ordem ou orientação ao mascote à distância e sem a necessidade de palavras, sendo compreendido por ele.
Dano: Aumenta +20% dano de golpe utilizado pelo mascote com essa habilidade ativa.

Poderes Passivos - Filha de Perséfone:
Nome do poder: Fazer Florescer
Descrição: Apenas a presença dos filhos de Perséfone/Prosérpina , já faz com que as flores cresçam, e fiquem alegres, ou seja, elas florescem mais rápido, e as pétalas que outrora estavam feias, ficam bonitas, tudo se torna mais bonito na presença do filho da deusa.
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: Nenhum
Dano: Nenhum

Poderes Passivos - Curandeiros de Asclépio:
Nome do poder: Mãos gentis
Descrição: Suas mãos são leves e delicadas para tratar de feridos. A dor que você causa é mínima, e você saberá muito bem como colocar ataduras, talas, bandagens, torniquetes e etc. no lugar correto, do jeito correto, e com o mínimo de tempo e dor possível.
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: Nenhum
Dano: Nenhum

Nome do poder: Aura apaziguadora
Descrição: Um bom curandeiro tem que apaziguar o coração dos feridos e familiares, portanto você possui uma aura pacifista que acalenta os corações dos enfermos e familiares.
Gasto de Mp: Nenhum.
Gasto de Hp: Nenhum.
Bônus: O poder irá apenas funcionar caso o indivíduo esteja possuído.
Dano: Nenhum.

Nome do poder: Convicção Inabalável
Descrição: Médicos não podem deixar-se abalar por nada: eles dificilmente ficarão assustados ou abalados com algo, assim como serão surpreendidos com menos eficácia e nenhuma mentira lhes escapa, embora às vezes os mentirosos mais hábeis, como os filhos de Éris, consigam ocultar em parte sua mentira. Omissão não é afetada, pois não é uma mentira.
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: Capazes de detectar facilmente mentiras de semideuses com nível igual ou inferior, exceto os semideuses com habilidades para tal.
Dano: Nenhum

Nome do poder: Comunicação dos Curandeiros
Descrição: Não, não quer dizer que sua caligrafia é ruim, mas os curandeiros conseguem comunicarem-se telepaticamente com serpentes e cachorros, símbolos de Asclépio, bem como com outros curandeiros.
Gasto de Mp: Nenhum.
Gasto de Hp: Nenhum.
Bônus: Nenhum.
Dano: Nenhum.

Poderes Ivy:
Nome da habilidade: Imortalidade
Descrição: Como qualquer outro monstro mitológico o cão infernal não pode ser morto. Ele renasce no tártaro assim que é destruído, contudo pode ter sua lealdade e personalidade – ou simpatia – alterada, caso isso aconteça. O único metal que verdadeiramente pode acabar com um cão infernal é o ferro estigio, caso esse seja atingido/morto por ferro estigio, então desaparecera por completo, para cães infernais esse material serve como um calcanhar de Aquiles.
Tipo: Passivo
Dano: Nenhum
Bônus: Nenhum

Nome da habilidade: Olhos demoníacos
Descrição: Ao olhar diretamente nos olhos do inimigo, poderá causar um medo terrível, o fazendo arrepiar e hesitar durante dois turnos. O oponente da fera fica aterrorizado, errando os golpes e tendo dificuldade de atacar.
Tipo: Passivo
Dano: Nenhum
Bônus: Faz o inimigo hesitar durante dois turnos, tornando-o alguém amedrontado.

Nome da habilidade: Aliado Sombrio
Descrição: Durante a noite ou em locais sombrios e desprovidos de luz, o cão infernal se torna mais rápido e mais forte, tornando-se mais letal para seus inimigos.
Tipo: Passivo
Dano: Nenhum
Bônus: +30% de força e velocidade durante a noite.

Nome da habilidade: Trevoso
Descrição: Ao lutar ao lado de criaturas trevosas, o cão infernal fica mais forte e mais rápido.
Tipo: Passivo
Dano: Nenhum.
Bônus: +50% de força e velocidade ao lutar ao lado de criaturas trevosas.


life has made me
TOUGHER & STRONGER
avatar
Luna Minn
Imortais
Imortais

Mensagens : 1443
Idade : 21
Localização : Camp Half Blood

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RPs] Ivy e Otto

Mensagem por Romeo Bernocchi em Ter Out 02, 2018 6:05 pm

reprodução I
w/ luna n' ivy
Meu olhos brilharam e meus lábios emolduraram um singelo sorriso quando Luna comentou sobre as ervas recém preparadas para chá, ainda acrescentando uma observação sobre minha dedicação à reconstrução de Nova Roma. De fato, com a ajuda de tantos semideuses, ela foi bastante exitosa e resultou na cidade belíssima outra vez.

Assim, depois de ver os pequenos Haul e Seren dormindo e fazer o mesmo após ser levado ao meu quarto provisório, pudemos sair. O dia seguinte - o sábado - estava bem bonito. Preferimos deixar Ivy e Otto na casa da curandeira enquanto passeávamos com seus filhos pela cidade. Eu não pude evitar levá-los até a praça dos legionários, onde estava localizada a única sorveteria dali. Com a permissão de Luna, comprei sorvetes para as crianças e também para ela, pegando o típico cascão de chocolate para mim.

Era incrível ver que minha ajuda reerguera Nova Roma. Eu tremendo alívio tomava conta de mim, deixando-me mais leve, alegre e disposto. Também, a possibilidade de Otto se tornar papai era extremamente divertida. Nós ainda não tínhamos pensado com quem o filhote ficaria, mas levaria certo tempo para que ele nascesse. Em outras palavras, poderíamos pensar com calma.

Eu vi! — falei, mega entusiasmado, quando me aproximei de Luna. Já era sábado a noite e, após o nosso passeio, brincamos um pouco com a dupla de cães infernais antes de deixá-los a sós no quintal mais uma vez. Eu não queria invadir a privacidade deles ao espiá-los pela janela, mas não me contive. Queria ter certeza de que haveria um Ottozinho ou uma Ivyzinha.

Comemoramos com uma maravilhosa garrafa de chá gelado de pêssego, e depois fomos dormir mais satisfeitos do que nunca. Por alguma razão, o que eu desconfiava ser obra de Luna e Isaac, eu não pude ouvir nenhum ruído provindo do quintal, mesmo que minha janela fosse voltada para ele. Preferi não fuxicar outra vez, sabendo que agora, pela noite, Ivy e Otto estaria mais ativos do que nunca. Eu estava realizado!

No domingo, almoçamos junto das mascotes que pelo horário estavam um pouco indispostas. Todavia, estavam bem próximos um do outro, vez ou outra trocando lambidas e mordidas amistosas. Infelizmente, quando a noite chegou, a hora de dar tchau veio junto. Para a minha surpresa, Otto choramingou em resposta aos meus gestos que indicaram nossa partida.

Abracei forte minha amiga, sorrindo ao vê-la cumprimentar Otto em seguida. Ivy, que estava mais distante, pareceu animadinha com a minha aproximação. Cocei seu pescoço, como costumava fazer com Otto, e murmurei uma despedida. — Voltaremos em breve, pode deixar!

Então pendurei minha mochila nas costas e finalizei o enésimo copo de chá que jazia na mesa próxima de nós. Estalei um beijinho em cada bochecha de Luna, pouco me importando se já havíamos nos despedido, e sorri outra vez. — Avise mesmo, por favor. Não esquece!

Nos afastamos um pouco delas, Otto ainda abalado por ter somente lambido a namoradinha três vezes na hora de ir embora. Deitando-se no chão, consegui montar em seu lombo e logo fomos sugados por uma das muitas sombras, teletransportando para a casa do meu pai. A última cena que vi foi uma Ivy entusiasmada quase derrubando sua dona ao tentar abraçá-la.

mascote:
Otto - cão infernal

habilidade da mascote:
Nível 8
Nome da habilidade: Viagem pelas Sombras III
Descrição: O cão infernal é agora um adulto, e virou um grande tanque de guerra. Seu peso e altura lhe proporcionam uma tremenda vantagem em campo, mas também o tornam um aventureiro. Agora o cão infernal ao viajar pelas sombras consegue avançar grandes distancias, além disso, pode levar até três pessoas consigo. Mas atenção, não abuse demais das habilidades do seu pet, ele pode ficar cansado ou desgastado.
Tipo: Ativo
Dano: Nenhum
Gasto de MP: 20
Bônus: Nenhum

habilidade aprendida:
Coordenada empática
Descrição: Olhares, lábios movendo-se em silêncio e gestos fazem parte da comunicação não-verbal desenvolvida por semideus e mascote com a proximidade que começam a adquirir. Com essa habilidade, o meio-sangue será entendido pelo seu mascote mesmo que não utilize palavras e mesmo que se encontrem distantes um do outro. É uma habilidade muito útil dentre as adversidades que podem enfrentar na vida semideusa.
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: O semideus pode dar uma ordem ou orientação ao mascote à distância e sem a necessidade de palavras, sendo compreendido por ele.
Dano: Aumenta +20% dano de golpe utilizado pelo mascote com essa habilidade ativa.

missão fixa:
• Reprodução 1:Você tem um mascote de uma espécie e um personagem que você conhece tem outro mascote daquela mesma espécie, porém do sexo oposto. Então vocês tiveram a brilhante ideia de colocá-los juntos, para... sabe... Fazerem um filhotinho. Não seria lindo? Mas não quer dizer que vai ser fácil, afinal, os dois pets em questão precisam se aceitarem também. Você e o outro player devem ter postado a missão Faça um Amigo antes, para que os dois pets se conheçam. Nesta missão fixa, vocês devem deixar os dois mascotes interagirem, garantindo que serão amigáveis, e deixá-los a sós para ver se o plano dá certo.

Requisitos: Os pets precisam ter se conhecido antes, através da missão Faça um Amigo. Os dois não podem ser filhotes (mínimo nível 3), nem animais-fada, já que estes são filhotes para sempre. Válido para a mesma espécie, unindo macho e fêmea.

Recompensas: 400 XP + 8.000 dracmas + 150 xp e 1 nível de lealdade para o pet + 2 pontos



Última edição por Romeo Bernocchi em Qua Out 03, 2018 7:34 pm, editado 1 vez(es) (Razão : esqueci de mudar o título :P)
avatar
Romeo Bernocchi
Pretores
Pretores

Mensagens : 684
Idade : 20
Localização : Acampamento Júpiter

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RPs] Ivy e Otto

Mensagem por Luna Minn em Qua Out 03, 2018 9:10 am

for my Ivy
A NEW FRIEND

Duas energias.

Duas!

DUAS ENERGIAS!!!!!

Eu sentia.

Era Ivy e mais uma! Dois batimentos cardíacos, duas fontes de energia vital, todas vindo do mesmo corpo! - Ivy! - Falo com os olhos cheios de lágrimas, realmente surpresa por ter funcionado, pelo plano e pelas condições terem todas entrado em sincronia, e claro a vantagem em ser uma veterinária que ajudou mais ainda. - Você está grávida! - Sorrio olhando a grande cão infernal tocando-a ainda no abraço que me acostumei a dar todos os dias para verificar a situação.

Para conferir o que estava acontecendo, utilizo minha visão raio-x para me certificar de que o bebê estava bem. A cão infernal mandava pensamentos a todo momento cheios de animação, dúvidas, comemorações, preocupações e o principal “temos que contar”. - Você tem razão. - Falo pegando meu amuleto de Íris, colocando-o sobre a luz do sol no jardim, deixando a sombra da macieira com certa relutância, mas extremamente animada e feliz.

Uma breve prece à Deusa e finalmente, o semideus aparece através do arco-íris. - Romeo! - Exclamo dando um pequeno susto no garoto que estava ocupado comendo um cupcake no Senado. - Funcionou! Ivy está grávida! Vamos ter um bebê! - Solto cada parte da frase com muita animação e energia, havia se passado apenas alguns dias e considerando o período em que foi feita a fecundação, em algumas poucas semanas o filhote estaria correndo por aqui.

(...)

Era o grande dia! A bolsa de Ivy havia estourado e eu havia corrido com ela para o Hospital do Fauno, que para nossa enorme sorte, não era tão longe da nossa casa. Sim, a mascote havia andado para chegar até o hospital, não iria deixá-la gastar energia antes de chegar a hora e com calma e paciência, a chegada no Hospital foi rápida e indolor. Eu queria poder carregá-la, mas ela era extremamente grande e pesada para isso, e eu não queria nunca, jamais, machucar ela ou o bebê. Afinal, durante todo o período de gestação, pouco mais que duas semanas, eu havia cuidado de sua alimentação e dado o apoio necessário para ela se preparar para o parto.

- A doutora Hastings está? Eu conversei com ela a respeito de um parto que deveria ser feito com a minha cão infernal e a hora chegou. - Eu falava totalmente tranquila e em paz, mas no fundo eu estava um pouco nervosa, afinal, complicações poderiam acontecer e a última coisa que eu queria era perder minha Ivy. - Ela está, pode ir até a área de recreação e avisar para os enfermeiros. Você frequenta muito aqui, não? - Ela diz com certo interesse, já havia me visto pelo Hospital com a faculdade e durante os estágios então, a partir do próximo semestre ela passaria a me ver ali muito mais.

Ivy choramingava ao meu lado, me fazendo limitar a dar um sorriso para a recepcionista e então seguir para a ala indicada. Imediatamente alguns enfermeiros se juntaram para dar os primeiros tratamentos à mascote. Era a hora e eu nem acreditava! Ivy estava com uma barriga enorme, tão grande que quase tocava o chão e chegava a me preocupar com a possibilidade de explodir. Seren e Haul estavam tão animados quanto eu para a chegada do bebê, mas ainda não havíamos decidido com quem ficaria o filhote, claro, era importante ele se manter com a mãe por um tempo, mas também eu sabia que ele cresceria e, consequentemente, ficaria tão grande quanto os papais.

Otto! Eu precisava avisar o Romeo!

Pego correndo o colar que me possibilitava enviar mensagens pelos arco-íris e posiciono-o contra a luz do sol na fresta de uma das janelas. Imediatamente a prece à Deusa me levou até um Romeo que praticava sua luta corporal no que reconheci ser Acampamento Júpiter. - Romeo, é hoje! - Aviso-o da situação. - Já estou no hospital, venha correndo com o Otto! - Não conseguia parar de sorrir com aquilo, minha Ivy realmente estava tendo um bebêzinho!

A Sra. Hastings não demorou muito para aparecer entre os corredores enquanto Ivy era cuidadosamente preparada pelos enfermeiros, eles estavam fazendo um bom trabalho pré-natal e eu sabia que podia confiar em cada um deles, afinal, já os vi atuando. - Venham logo!!! - Reforço antes da mensagem de Íris desaparecer, mal percebendo a reação do outro semideus, de tão nervosa e impaciente que eu estava, coisa que raramente acotecia.

- Luna, você vai acompanhar? - Ela me pergunta já com certa intimidade, passei o começo da faculdade todo estudando com ela, ela sabia de minhas habilidades e competências. Aquela pergunta havia me feito parar um pouco para pensar, eu não sabia se queria me manter na sala de cirurgia, afinal, se a situação se complicasse, eu não queria estar lá para ver, e eu conhecia muito bem os riscos. - Acho que vou aguardar do lado de fora, mas posso assistir, não? - Pergunto mordendo o lábio inferior, enquanto isso, nos aproximávamos da mascote que estava deitada toda desconfortável no chão, literalmente com o barrigão de lado e pernas esticadas.

- Pode sim! O pai vem? - Ela olha agora para Ivy, naturalmente se aproximando dela e de sua barriga, minha relação com a professora havia deixado a cão infernal tranquila, ela podia confiar na médica. Ela fazia tudo o que deveria ser feito, checando inclusive dilatação, coisa totalmente diferente para mim, que só ajudei em um parto cesariano. - Sim, deve estar à caminho. Romeo e Otto estão tão animados quanto nós duas. - Me sentei ao lado de Ivy enquanto ela era examinada, dando um sorriso orgulhoso, minha mão ficava toda hora acariciando sua patinha, ela era capaz, e eu sabia disso.

- Assim que Romeo e Otto chegarem, mandem entrar na sala. - Ela instrui os enfermeiros que de prontidão memorizam os nomes, não era tão difícil de lembrar. “Você vai ficar bem, vai dar tudo certo”. Minha mente ia até a da mascote, que retribuia com choramingos de que estava sentindo dores das contrações, aquilo cortava o meu coração pois eu já havia passado por situação semelhante. Tinha certeza que a Sra. Hastings seria para a Ivy o que Charlotte foi para mim.

Suspirando, deixo a mascote ser levada pela equipe até a sala em que receberia o filhote. Romeo e Otto ainda não haviam chegado, então, espero por eles do lado de dentro, acompanhando a cão infernal. O trabalho do parto, porém, se inicia antes de eu sequer ter tempo para pensar, e Romeo e Otto aparecem correndo pelo corredor, Romeo particularmente molhado de suor, totalmente compreensível e Otto ofegante como nunca o vi. - Se acalmem, vai começar. - Falo serenamente, eu tinha uma aura que trazia conforto e segurança, mas aquilo era mais para mim do que para eles. - Querem entrar na sala? Vou ficar vendo daqui. - O medo em minha voz era bastante claro, mas não deixo que isso afete na decisão dos dois homens.

O parto corre totalmente bem, eu assistindo pelo vidro que separava corredor da sala de parto e a equipe de recreação muito bem organizada trabalhando em equipe perfeitamente bem para ajudar a mascote a trazer ao mundo seu primeiro filhotinho. Meus olhos definitivamente brilhavam acompanhando a cena, não ouvia nada devido ao abafamento sonoro do Hospital, muito bem pensado afinal. - Nasceu! - Romeo me fala todo animado, me fazendo finalmente, chorar.

Quando tudo se acalma e o processo de parto acaba, entro na sala e abraço a mascote que apesar de cançada, estava visivelmente muito feliz. “Parabéns, minha Ivy! Você é uma mamãe agora!” Acaricio gentilmente sua enorme bochecha e de quebra recebo uma bela lambida no rosto, ela estava totalmente agradecida e ansiosa para ver o filhote. - É uma menininha. - Sra. Hastings aproxima o filhote que era extremamente parecido com a minha própria mascote quando ela era um simples bebê, quando ela chegou em minha vida, porém, não ouso tocar, eu sabia o quanto era importante para os pais permitirem isso antes. - Ela é linda, bem vinda pequena! - Olho de Ivy para Otto com extremo orgulho, eles tinham feito um belíssimo trabalho.

Me aproximo de Otto como fiz com Ivy e sorrindo para o cão infernal, além de dar espaço para a primeira amamentação de Ivy e a filhote, parabenizo-o mentalmente também pelo filho. - Muito obrigada. - Termino ao abraçar o mascote cheia de felicidade, as lágrimas de alegria nunca pararam de sair de meus olhos e enfim, abraço Romeo com o mesmo sentimento, totalmente emocionada pela situação. Definitivamente aquilo criou um elo entre nós também, passamos de simples conhecidos para amigos. Definitivamente nos tornamos muito amigos durante aquele processo todo, e além de tudo, viramos avós.

FPA

• Reprodução 2:Oh, meus deuses! A fêmea ficou grávida/pôs um ovo e vai dar a luz a um lindo filhotinho! A gestação foi bastante rápida, considerando que são animais mitológicos, e está chegando a hora do parto/quebra do ovo. Você e o outro player devem postar ajudando a mamãe a ter o bebê, e o papai também vai querer estar perto nesse momento tão lindo. A seguir, deixem o filhote com os pais para que a pequena família possa descansar.

Observações: O filhote concebido pode ficar com um dos personagens, ser doado para alguém, ser vendido para alguém (o lucro será dividido entre os semideuses) ou vendido para a Fantastic Beasts.

Recompensas: 650 XP + 15.000 dracmas + 150 xp e 1 nível de lealdade para os pets + 3 pontos + Um filhotíneo!(já com o bônus da faculdade)

PS: Bônus de 30% do XP total + 50% de Dracmas total pela ligação com a profissão de Medicina Veterinária.

Habilidades Universidade:
Nome do poder: Conhecimento Animal
Descrição: O semideus conhece a fisiologia e anatomia dos animais comuns, sabendo classificá-los e sobre as particularidades de cada família de espécies. Com isso, conhece o comportamento das espécies, os riscos que podem oferecer e características para domesticação ou neutralização.
Gasto de Mp: Nenhum
Bônus: Nenhum

Nome do poder: Conhecimento Aplicado ao Bestiário
Descrição: As universidades comuns ensinam os alunos sobre os animais naturais, mas a Universidade de Nova Roma também ensina sobre as criaturas mitológicas que os médicos veterinários semidivinos podem vir a encontrar. Além de conhecer os animais comuns, existentes no mundo mortal, o veterinário também conhece a fisiologia e anatomia dos animais mitológicos existentes, sabendo sobre seu comportamento, características, possibilidades de adestramento, tratamento de doenças e ferimentos.
Gasto de Mp: Nenhum
Bônus: Válido para o Bestiário do BO.

Habilidades Adquiridas:
Nome da Habilidade: Afinidade
Descrição: Cuidados podem criar ligação entre semideuses e mascotes, mas para isso, é necessário técnica. Conforme o semideus vai aprendendo a lidar com seu bichinho, também ganha certa afinidade com ele, aprende a ler seus movimentos, seus gestos, a forma com que ele expressa, acaba refletindo em seu dono, que mesmo imperceptivelmente pode descobrir se algo está certo ou errado. É como a lei de Newton: para toda reação, existe uma reação. Neste caso, os cuidados criam ligações, o mascote, acaba se afeiçoando mais rapidamente ao seu dono, pois, sabe que nele, poderá ver uma segurança única.
Gasto de MP: Nenhum
Gasto de HP: Nenhum
Bônus: +50% de percepção em reações relacionadas ao mascote, saberá distinguir quando este está com raiva, com fome, confuso, arisco, entre outras coisas. Tais demonstrações também podem alertá-lo do perigo, afinal, quando o animal se sente ameaçado tende a demonstrar mais facilmente, além de perceber antes mesmo dos humanos, eles sentem quando algo está errado.
Dano: Nenhum
Extra: Nenhum

Nome da Habilidade: Coordenada empática
Descrição: Olhares, lábios movendo-se em silêncio e gestos fazem parte da comunicação não-verbal desenvolvida por semideus e mascote com a proximidade que começam a adquirir. Com essa habilidade, o meio-sangue será entendido pelo seu mascote mesmo que não utilize palavras e mesmo que se encontrem distantes um do outro. É uma habilidade muito útil dentre as adversidades que podem enfrentar na vida semideusa.
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: O semideus pode dar uma ordem ou orientação ao mascote à distância e sem a necessidade de palavras, sendo compreendido por ele.
Dano: Aumenta +20% dano de golpe utilizado pelo mascote com essa habilidade ativa.

Poderes Passivos - Curandeiros de Asclépio:
Nome do poder: Mãos gentis
Descrição: Suas mãos são leves e delicadas para tratar de feridos. A dor que você causa é mínima, e você saberá muito bem como colocar ataduras, talas, bandagens, torniquetes e etc. no lugar correto, do jeito correto, e com o mínimo de tempo e dor possível.
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: Nenhum
Dano: Nenhum

Nome do poder: Aura apaziguadora
Descrição: Um bom curandeiro tem que apaziguar o coração dos feridos e familiares, portanto você possui uma aura pacifista que acalenta os corações dos enfermos e familiares.
Gasto de Mp: Nenhum.
Gasto de Hp: Nenhum.
Bônus: O poder irá apenas funcionar caso o indivíduo esteja possuído.
Dano: Nenhum.

Nome do poder: Convicção Inabalável
Descrição: Médicos não podem deixar-se abalar por nada: eles dificilmente ficarão assustados ou abalados com algo, assim como serão surpreendidos com menos eficácia e nenhuma mentira lhes escapa, embora às vezes os mentirosos mais hábeis, como os filhos de Éris, consigam ocultar em parte sua mentira. Omissão não é afetada, pois não é uma mentira.
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: Capazes de detectar facilmente mentiras de semideuses com nível igual ou inferior, exceto os semideuses com habilidades para tal.
Dano: Nenhum

Nome do poder: Comunicação dos Curandeiros
Descrição: Não, não quer dizer que sua caligrafia é ruim, mas os curandeiros conseguem comunicarem-se telepaticamente com serpentes e cachorros, símbolos de Asclépio, bem como com outros curandeiros.
Gasto de Mp: Nenhum.
Gasto de Hp: Nenhum.
Bônus: Nenhum.
Dano: Nenhum.

Poderes Ativos - Curandeiros de Asclépio:
Nome do poder: Visão de Raio X
Descrição: Conhecer o estado de seus pacientes é vital para um curandeiro, para checar com mais acurácia e sem precisar de aparelhos, Asclépio abençoa seus seguidores com a habilidade de enxergar através da pele, como um raio X.
Gasto de Mp: 10 MP
Gasto de Hp: 10 HP (Maldição Sacrifício Verdadeiro)
Bônus: Nenhum
Dano: Nenhum
Extra: Nenhum

Poderes Ivy:
Nome da habilidade: Imortalidade
Descrição: Como qualquer outro monstro mitológico o cão infernal não pode ser morto. Ele renasce no tártaro assim que é destruído, contudo pode ter sua lealdade e personalidade – ou simpatia – alterada, caso isso aconteça. O único metal que verdadeiramente pode acabar com um cão infernal é o ferro estigio, caso esse seja atingido/morto por ferro estigio, então desaparecera por completo, para cães infernais esse material serve como um calcanhar de Aquiles.
Tipo: Passivo
Dano: Nenhum
Bônus: Nenhum

Nome da habilidade: Olhos demoníacos
Descrição: Ao olhar diretamente nos olhos do inimigo, poderá causar um medo terrível, o fazendo arrepiar e hesitar durante dois turnos. O oponente da fera fica aterrorizado, errando os golpes e tendo dificuldade de atacar.
Tipo: Passivo
Dano: Nenhum
Bônus: Faz o inimigo hesitar durante dois turnos, tornando-o alguém amedrontado.

Nome da habilidade: Aliado Sombrio
Descrição: Durante a noite ou em locais sombrios e desprovidos de luz, o cão infernal se torna mais rápido e mais forte, tornando-se mais letal para seus inimigos.
Tipo: Passivo
Dano: Nenhum
Bônus: +30% de força e velocidade durante a noite.

Nome da habilidade: Trevoso
Descrição: Ao lutar ao lado de criaturas trevosas, o cão infernal fica mais forte e mais rápido.
Tipo: Passivo
Dano: Nenhum.
Bônus: +50% de força e velocidade ao lutar ao lado de criaturas trevosas.


life has made me
TOUGHER & STRONGER
avatar
Luna Minn
Imortais
Imortais

Mensagens : 1443
Idade : 21
Localização : Camp Half Blood

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RPs] Ivy e Otto

Mensagem por Romeo Bernocchi em Qua Out 03, 2018 7:32 pm

reprodução II
w/ luna n' ivy
Com as pernas esticadas sobre a minha mesa no escritório da pretoria no novo prédio do senado, eu estava relaxado e feliz saboreando um cupcake feito pelas crianças que ficaram na casa do meu pai enquanto suas casas eram reconstruídas. A imagem trêmula de Luna que surgiu diante de mim espantou minha paz, fazendo-me, com o susto, reagir com desespero e cair com tudo no chão.

Luna! — falei assim que me reergui, levando a cadeira em seguida. Em uma rápida olhada, constatei que o doce rolara alguns metros até a parede, o que me deixou um pouco decepcionado, mas a notícia recebida afastou esse sentimento e eu logo comecei a pular de alegria. — Que maraviiiiilhaaa!

Por sorte, Becka não estava ali comigo, ou me lançaria um olhar confuso. A mensagem de Íris durou poucos segundos, nos quais eu e Luna nos certificamos de uma visita em alguns segundos. Eu mal me aguentava de felicidade! Precisava contar para o meu pai e principalmente para Otto, embora ele não fosse entender nada do que eu dissesse.

Luna e eu promovemos alguns encontros entre Ivy e Otto durante a gestação da cadela, para que eles matassem as saudades e se divertissem um pouco mais. Pelo tamanho de ambos e o tipo de brincadeira - mordidas, roladas etc -, eu temia que o bebê fosse afetado, mas aparentemente, de acordo com as análises feitas pela filha de Perséfone, ele seguia perfeitamente bem.

Quando o dia finalmente chegou, Luna reapareceu para mim através de uma mensagem mágica. Eu estava deitado no solo emborrachado após a mais recente aula de Max, praticamente acabado. O informe dado, porém, me deu forças para me levantar e encetar uma corrida desenfreada em direção a casa do meu pai em Nova Roma, onde Bolt e Otto estavam. Eu sequer notei o quão ofegante, cansado e suado estava quando enfim cheguei ao Hospital de Fauno.

E-eu... — tentei falar, mas foi impossível. Toquei o coração com a mão direita e me abanei com a esquerda, as narinas super dilatadas por conta do esforço físico exercido. — Otto. Pai. — continuei, conquistando a atenção da recepcionista e de um enfermeiro que passava por ali. — Meu Júpiter, ah! Ele... — toquei no cão infernal que estava pleno ao meu lado, absorto ao que acontecia. — ELE VAI SER PAI!

Felizmente, tendo Luna e Ivy chegado primeiro, a recepcionista já estava ciente do parto vindouro da cadela. Oferecendo-me um copo de água e algumas folhas de papel-toalha, ela me guiou com Otto até a grande sala na qual o parto seria realizado. Às pressas, nos aproximamos, encontrando a curandeira de Asclépio com seus filhos.

Oi! — foi o que consegui falar, apoiando-me na parede para recuperar forças. Otto sequer deu atenção aos semideuses, sentando-se diante do vidro que o separava de Ivy. Esporadicamente ele choramingava, assistindo o parto com extrema atenção. — Prefiro ficar aqui, na verdade. Não gosto muito de ver essas coisas. — confessei assim que recuperei o fôlego, agachando-me para evitar a aflição que seria sentida ao ver o que rolava na sala e ao mesmo tempo para dar um hi five com Haul e Seren.

Após um tempo agonizante, resolvi espiar o andamento do parto em virtude da curiosidade. Eu nunca vi um, portanto não tinha ideia de quanto tempo levaria. Por sorte, os gritinhos agudos disparados pelo recém nascido fizeram-se presente neste instante, roubando-me um baita sorrisão. — Nasceu! — e agora, próximo de Otto, eu o abracei e comecei a esfregar as mãos sobre sua pelagem espessa e negra, super feliz.

O cão infernal entendia o que estava acontecendo. E, para a minha surpresa, quando Luna invadiu a sala, ele não a seguiu. Por mais que fosse muito agitado e impulsivo, conteve-se nesta hora. Ivy precisava de calma depois de tanto esforço e, ademais, por mais que Otto fosse o pai, não sabia se a cadela permitiria seu avanço.

Abri espaço para Luna abraçar minha mascote, aproximando-me do vidro para espiar o bichinho que nascera. Ele era um pouco feio, confesso, mas era fruto de Ivy e Otto. Eu não podia estar mais feliz! O cansaço e as dores musculares pareciam não existir naquele momento.

Ver minha nova grande amiga chorar me fez fazer o mesmo, mas em escala menor. O abraço confortável que ela me deu me deixou com pena dela, porque agora ela tinha suor de Romeo em seu corpo e roupas, mas talvez isso também não importasse. O que realmente importava era que tudo correra bem e o bebezinho nasceu saudável!

Eu vivi pra ver isso! — confessei, puxando a camiseta regata para limpar o rosto suado e cheio de lágrimas.

mascote:
Otto - cão infernal

habilidade da mascote:
Nível 8
Nome da habilidade: Viagem pelas Sombras III
Descrição: O cão infernal é agora um adulto, e virou um grande tanque de guerra. Seu peso e altura lhe proporcionam uma tremenda vantagem em campo, mas também o tornam um aventureiro. Agora o cão infernal ao viajar pelas sombras consegue avançar grandes distancias, além disso, pode levar até três pessoas consigo. Mas atenção, não abuse demais das habilidades do seu pet, ele pode ficar cansado ou desgastado.
Tipo: Ativo
Dano: Nenhum
Gasto de MP: 20
Bônus: Nenhum

habilidade aprendida:
Coordenada empática
Descrição: Olhares, lábios movendo-se em silêncio e gestos fazem parte da comunicação não-verbal desenvolvida por semideus e mascote com a proximidade que começam a adquirir. Com essa habilidade, o meio-sangue será entendido pelo seu mascote mesmo que não utilize palavras e mesmo que se encontrem distantes um do outro. É uma habilidade muito útil dentre as adversidades que podem enfrentar na vida semideusa.
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: O semideus pode dar uma ordem ou orientação ao mascote à distância e sem a necessidade de palavras, sendo compreendido por ele.
Dano: Aumenta +20% dano de golpe utilizado pelo mascote com essa habilidade ativa.

missão fixa:
• Reprodução 2
Oh, meus deuses! A fêmea ficou grávida/pôs um ovo e vai dar a luz a um lindo filhotinho! A gestação foi bastante rápida, considerando que são animais mitológicos, e está chegando a hora do parto/quebra do ovo. Você e o outro player devem postar ajudando a mamãe a ter o bebê, e o papai também vai querer estar perto nesse momento tão lindo. A seguir, deixem o filhote com os pais para que a pequena família possa descansar.

Recompensas: 500 XP + 10.000 dracmas + 150 xp e 1 nível de lealdade para os pets + 3 pontos + Um filhotíneo!

Observações: O filhote concebido pode ficar com um dos personagens, ser doado para alguém, ser vendido para alguém (o lucro será dividido entre os semideuses) ou vendido para a Fantastic Beasts.

avatar
Romeo Bernocchi
Pretores
Pretores

Mensagens : 684
Idade : 20
Localização : Acampamento Júpiter

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RPs] Ivy e Otto

Mensagem por Elena C. García em Sex Out 05, 2018 6:40 pm





Ivy e Otto


Método de avaliação:
Realidade de postagem + Ações realizadas – 50%
Escrita: Gramática, erros, pontuação, coerência, concordância, etc – 20%
Criatividade/Estratégia em combate + inteligência – 30%

Faça um amigo

Resultado obtido:
Realidade de postagem + Ações realizadas – 50%
Escrita: Gramática, erros, pontuação, coerência, concordância, etc – 20%
Criatividade/Estratégia em combate + inteligência – 30%
– Recompensas: 500 XP + 10.000 dracmas + 120 xp e 1 nível de lealdade para o pet + 2 pontos


Reprodução 1

Resultado obtido:
Realidade de postagem + Ações realizadas – 50%
Escrita: Gramática, erros, pontuação, coerência, concordância, etc – 20%
Criatividade/Estratégia em combate + inteligência – 30%

– Recompensas: 400 XP + 8.000 dracmas + 150 xp e 1 nível de lealdade para o pet + 2 pontos


Reprodução 2

Resultado obtido:
Realidade de postagem + Ações realizadas – 50%
Escrita: Gramática, erros, pontuação, coerência, concordância, etc – 20%
Criatividade/Estratégia em combate + inteligência – 30%

– Recompensas: 500 XP + 10.000 dracmas + 150 xp e 1 nível de lealdade para os pets + 3 pontos + Um filhotíneo!


Comentários:

Eu, que também vi meu bebêzinho se tornar pai, entendo perfeitamente como é essa sensação mista de orgulho, felicidade e emoção. *Tira o "cisco" do olho*. Parabéns aos avós e café é melhor que chá.


Resumo das recompensas
- Luna recebe 1.820 XP + 42.000 dracmas + 7 pontos (com bônus da UNR)
- Ivy recebe 420 XP + 3 niveis de lealdade
- Romeo recebe 1.400 XP + 28.000 dracmas + 7 pontos
- Otto recebe 420 XP + 3 níveis de lealdade

O filhote será comprado por Kalel Levitz pelo valor de 15.000 dracmas. O pet, porém, será dado para Ekko. Ambos os players se conheceram aqui.

Portanto, pedimos para:
• Incluir no perfil do player: Aquaria [Cão Infernal | Fêmea | Filhote]
• Acrescentar 7.500 dracmas nas contas de Luna e Romeo.


Atualizado por Juno





Elena Castillo García

Filha de Afrodite ⋆ Legado de Marte ⋆ Rainha das Amazonas

Minha FPA encontra-se aqui ~
avatar
Elena C. García
rainha das amazonas
rainha das amazonas

Mensagens : 737
Idade : 24

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RPs] Ivy e Otto

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum