The Blood of Olympus
Para visualizar o forum é necessário estar cadastrado, por favor registre-se no rpg ou entre em sua conta. É necessário estar cadastrado para ver as informações contidas no forum. Lembre-se de usar nome e sobrenome, não se cadastrar usando nomes geralmente utilizados por Hacker. Exemplo: "Barum" "Hakye" e por ai vai. Bem vindos.

VII Aula de Combate Corporal -//- Básico de Wushu

Página 2 de 2 Anterior  1, 2

Ir em baixo

VII Aula de Combate Corporal -//- Básico de Wushu - Página 2 Empty Re: VII Aula de Combate Corporal -//- Básico de Wushu

Mensagem por Febo em Qui Out 11, 2018 6:48 pm

Modo de avaliação:
Introdução: 420 XP
Informação: 420 XP
Personagem: 420 XP
Missão: 420 XP
Habilidade: 420 XP
Total: 2100 XP ( +30 por aluno) + 500 dracmas (+50 de dracmas por aluno).

Max Hayes 
Introdução: 420 XP
Informação: 420 XP
Personagem: 420 XP
Missão: 420 XP
Habilidade: 420 XP
Alunos: 7
Total: 2.310XP - 850 dracmas

Atualizado.
Febo
Febo
Deuses Estagiários
Deuses Estagiários


Voltar ao Topo Ir em baixo

VII Aula de Combate Corporal -//- Básico de Wushu - Página 2 Empty Re: VII Aula de Combate Corporal -//- Básico de Wushu

Mensagem por Abramov Levitz em Sab Nov 03, 2018 1:16 am

WUSHU
Embora tenha jurado durante uma brincadeira que nunca participaria de uma das aulas de sua meio-irmã, por temer que ela fosse machucá-lo um pouco mais que o necessário, lá estava Abramov. Motivado pela vontade de aprender técnicas novas para a grande batalha que estava por vir, a aula de combate corporal pareceu interessante para ele.

Seguindo as instruções de Maxine, o primeiro passo foi o alongamento que antecedeu as posturas. O intuito dele era justamente aquecer e relaxar os músculos e ossos, uma vez que estes teriam grande papel a desempenhar no restante da aula. Em seguida, deu início à primeira das três posturas. E já nessa viu que estava realmente enferrujado.

Levitz pareceu um idoso tentando realizar aquelas aulas que pessoas da terceira idade fazem todas as manhãs em praças. Sua coluna, apesar de perfeitamente reta, não se alinhava de jeito maneira com os joelhos dobrados. Aquilo era realmente complicado para ele que tinha as dobras do corpo tão tensas.

Conforme tentou por longos minutos realizar a postura do cavalo, reparou que a respiração contava bastante para aquilo. Com ela, era capaz de manter a calma e não se afobar crendo que iria cair para trás. De olhos fechados, então, dobrou os joelhos da maneira correta e esticou o tronco. Depois, esticou os braços para frente a fim de melhorar a base.

Um sorriso bobo foi exibido pelo jovem adulto em satisfação pelo sucesso. Max, em resposta, sorriu em mesma intensidade (mais parecendo que queria ver até quando aquilo duraria). A postura seguinte à do cavalo foi a do arqueiro e esta foi um pouco mais fácil. Ela consistia em criar uma base ainda mais sólida que a primeira, flexionando as pernas e braços.

Por sorte tinha se alongado, ou então seu erro teria sido ainda pior. Ao passo em que tentou abrir a perna traseira e aumentar o alcance da base, sem querer machucou o músculo da coxa. A dor na verdade foi quase como uma câimbra, não tendo durado tanto pela pausa que fez. Pausa esta que apenas o instigou a continuar com mais afinco.

De pé e com os olhos abertos e atentos, flexionou o joelho da frente e abriu a base com o de trás. Com o tronco ereto, dobrou o braço de trás e esticou o da frente, mantendo-se assim por mais de um minuto. Sem tempo para comemorar, a terceira e última postura foi introduzida na sequência. Aquela parecia ser a predileta da instrutora, dada tamanha animação em explicá-la.

A postura do gato foi, sem a menor sombra de dúvidas, a mais complicada. Até para executar as instruções Abramov teve dificuldades. Talvez pelo déficit de atenção, ou quem sabe pelo cansaço físico das horas praticando as posturas. Seja como for, ele caiu um total de sete vezes antes de enfim conseguir firmar a sola do pé traseiro no chão.

Tendo feito isso, tornou-se mais simples virar a cintura com o tronco ereto para alcançar metade de posição certa. Depois, dobrou parcialmente os cotovelos visando conseguir o apoio superior que precisava e enfim abriu na medida necessária a perna da frente. Com isso conseguiu manter o pé desta sobre a ponta dos pés, alcançando o sucesso após tantas tentativas falhas e dificuldade.

Contente por ter passado na primeira fase, ainda que tenha demorado consideravelmente pelas dificuldades, teve um tempo para descansar. Quando Maxine ressurgiu na área do treinamento avisando que era hora de dar continuidade à aula, notou que o sorriso de antes era para aquela parte. O tal Tan Tui era arma secreta da garota de Júpiter.

O argonauta piscou os olhos em descrença, certo de que estava em algum daqueles desenhos ao estilo Avatar ou Duelo Xiaolin. Captar todos os movimentos já mostrou-se complicado, segui-los com perfeição pareceu impossível. Não fosse seu orgulho de querer sempre conseguir o que deseja, teria desistido.

Obviamente não foi o caso.

Graças às posturas de antes, Abramov conseguiu firmar as solas dos pés com afinco no chão. Assim, matou as três primeiras posições da sequência com uma só cajadada. Os pés juntos na primeira antecederam a abertura da perna direita na mesma direção, assim como o tronco que também a seguiu com os braços abertos para cada direção. Emendando o combo na abertura da base com a flexão de ambos os joelhos e perda de altitude com os braços em guarda fechada.

Após as três primeiras etapas, acabou sentindo os músculos doerem e pediu parar parar um instante. Revigorado após um pouco de descanso, repassou os passos que já sabia e deu continuidade. Do quarto ao sexto também foi capaz de pegar rapidamente, considerando que eram continuações dos anteriores.

A base aberta do terceiro deu lugar a uma postura dianteira com a traseira esticada e a da frente levemente dobrada. O braço ereto foi curvado descendentemente na sequência para a quinta posição. Logo na sequência, moveu a perna esticada de trás para frente mantendo-a pendurada sem dobrá-la.

O equilíbrio exigido pela sexta postura só foi alcançado graças ao controle da respiração perfeito do filho de Zeus. Dessa forma, voltou a perna da frente novamente para trás esticando-a conforme indicou o tronco lateralmente para frente. O movimento foi quase como uma queda controlada, permitindo a abertura dos braços em um soco fictício aéreo.

Por fim, juntou as pernas da mesma maneira como começou tudo e retesou os braços, dando o Tan Tui por encerrado. Exausto e todo dolorido, apenas caiu na arena propícia para tal e deu graças por aquilo ter acabado. Ou então provavelmente quebraria uma pernas se enrolando todo...

Item Utilizado:
Truques não Revelados [Um livro de capa vermelha e simples, com o título entalhado em ouro sobre esta. O conteúdo desse exemplar especial é voltado para a aula escolhida na hora da compra. Ele ensina truques e dá dicas úteis para quem pretende realizar a atividade nele contida. Sua tipografia é grande e fácil de se visualizar, contendo figuras para ajudar no entendimento. Ou seja, é um ótimo complemento para os alunos de qualquer modalidade. | Aumenta em 10% os bônus de uma habilidade aprendida em aula (bônus não cumulativo com ele mesmo - limitado a um uso por aula/habilidade). | Comprado na Contes D'Or.]

Link da compra: Aqui

Habilidades Passivas:
Nome do poder: Perícia em Combate Corporal II
Descrição: Os primeiros argonautas não puderam depender apenas do conhecimento náutico ou perícia em luta com espadas, tendo muitas vezes que lutar com as mãos limpas e dependendo apenas de sua habilidade e força. Os argonautas são hábeis para lutar sem armas e sabem se virar se forem desarmados, sabendo lutar e se defender em quase todas as modalidades de combate corporal conhecidas.
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: +30% força, agilidade e esquiva; bônus aplicável apenas para combate corporal
Dano: Nenhum

Nível 31
Nome do poder: Signo das Constelações V: Hércules
Descrição: Sendo considerada a deusa da noite estrelada devido à criação da Via Láctea, Hera abençoa seus seguidores através das constelações da galáxia e seus significados. Hércules era filho de Zeus, um semideus que tornou-se conhecido pela realização de seus 12 trabalhos e especialmente por sua força, tendo conquistado a imortalidade mais tarde. Com esse signo ativo, o Argonauta é abençoado com um bônus de força em seus golpes, o que também aumenta o dano para quem os recebe.
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: +30% de força.
Dano: +15% de dano no combate corporal
Extra: Válido por até três turnos, necessitando aguardar outros três para usar de novo.

 
Abramov Levitz
Abramov Levitz
Sem grupo
Sem grupo


Voltar ao Topo Ir em baixo

VII Aula de Combate Corporal -//- Básico de Wushu - Página 2 Empty Re: VII Aula de Combate Corporal -//- Básico de Wushu

Mensagem por Hela A. Deverich em Sab Nov 03, 2018 2:17 pm

Critérios de Avaliação

Criatividade: 40
Ortografia: 40
Coerência: 30
Ações Realizadas: 20
Aparência: 20
Total: 150 exp

Abramov

Criatividade: 40
Ortografia: 40
Coerência: 30
Ações Realizadas: 20
Aparência: 20
Total: 150 exp

Nome: Introdução ao Wushu
Descrição: O semideus que possui essa habilidade iniciou o caminho das artes marciais chinesas, o Wushu. Também conhecido como Kung Fu, esse é um estilo de luta com várias ramificações e escolas. Ao participar da aula inicial, o semideus agora possui uma base sobre esse tipo de combate, adquirindo mais força, condicionamento físico e postura para aprender as próximas aulas específicas.
Gasto de MP: Nenhum
Gasto de HP: Nenhum
Bônus: +20% de força, +30% de resistência física
Extra: Há uma melhora na postura corporal do aluno, tornando difícil derrubá-lo com golpes diretos quando em postura de combate.
Atualizado por Juno


Power is a dangerous game
Hela A. Deverich
Hela A. Deverich
Imortais
Imortais

Idade : 21
Localização : xxx

Voltar ao Topo Ir em baixo

VII Aula de Combate Corporal -//- Básico de Wushu - Página 2 Empty Re: VII Aula de Combate Corporal -//- Básico de Wushu

Mensagem por Esmeralda Kyle Santinne em Sab Nov 03, 2018 8:46 pm



"I'm bullet proof, nothing to lose,Fire away, fire away"
I am Titanium


— Você sabe que precisa. – Maria era firme em sua resposta. Por outro lado, Patrick se preocupava em apenas devorar o seu pão de mirtilo. — Não é porque o seu ramo é mágico que precisa relaxar no treinamento físico. Patrick me ajuda!

— Ah, é mesmo! – A cria de Perséfone nem estava interessado. Maria me segurou pelos braços e começou a me puxar refeitório a fora. Para alguém vinda do amor ela era bastante violenta e nem um tanto delicada.

— Não me obrigue a usar meu charme em você. – Ameaçava enquanto alguns campistas nos olhavam passando pelo acampamento. Seguimos a trilha dos chalés, passamos próximos ao estábulo, mas foi na arena que finalmente paramos. Embora meus planos não fossem fazer aquela aula, eu estava vestido apropriadamente. A calça de moletom, a camiseta branca, o tênis para impactos grandes.

Assim que chegamos na arena coberta de tatames pelo chão, Max, a instrutora e amazona estava iniciando a parte teórica. Era a primeira que eu via a menina e se tratando pelo seu tamanho e corpo quase que desnutrido, não parecia oferecer tantos perigos. Mas, ao contrário de muitos semideuses, ela sorria e somente aquilo me conquistou logo de início. Ela chegava a ser mais amigável que Maria, e olha que a minha amiga era filha de Afrodite.

— Presta a atenção babaca. – Recebo um tapa leve na nuca. Volto a me concentrar na modalidade inicial apresentada. A amazona deixou tudo basicamente claro sobre o wushu. E após isso nos deu um tempo para o aquecimento.

Deitado no tatame eu estava praticamente pedindo clemência. Eu não era flexível, mas a minha perna estava quase dando a volta no meu pescoço. Maria forçava o meu membro inferior até o seu limite. E tudo isso com um sorriso sádico no rosto. Quando a organizadora da aula chamou a nossa atenção, praticamente sorri de alegria. Demorei um pouco para ficar de pé, tudo doía.

Havia chego a hora da prática e Max demonstrava três movimentos iniciais.

— Ao dominar essas três posturas, vocês estarão aptos a começar a realizar as técnicas de combate. – Dizia ela com a sua voz alegre.

Logo, comecei a me preparar para a primeira. Como esperado eu não era bom, minha progenitora não era combativa fisicamente. Eu só não cai na primeira tentativa porque consegui me apoiar em um semideus de Hades ao meu lado. Um bem bonito por sinal. Com a coluna reta, os pés a frente dos joelhos. Teoricamente era apenas um jeito de consertarmos nossas posturas. Maria estava divina, era uma eximia dançarina.

— Os joelhos não podem passar a ponta dos dedos dos pés. – Max estava ao meu lado. — Coloque os pés para dentro, isso mesmo. – Eu fazia conforme ela me explicava. — Isso aqui é luta, não ballet. — Ela falou para Maria, o que me fez sufocar um riso. — Nada de primeira posição, o pé é reto mesmo. Flexione mais esses joelhos.

E assim a garota prosseguiu. Eu fiquei parado ali como se estivesse brincando de estátua até a preceptora demonstrar a segunda base. A postura do arqueiro, não era muito difícil aquela, pelo menos eu já tinha aprendido a suporta a dor nas costas ao me manter ereto demais. Eu consegui realizar com proeza, mas ao meu lado os outros participantes estavam melhores.

— Isso mesmo, semideus. Só que esse a gente abre um pouco o pé. – Dizia Max batendo devagar o bastão na minha perna e me forçando a afastar os pés. — A próxima posição chama-se postura do gato. – E demonstrou a postura habilmente. A cada segundo de aula, eu começava a mudar os meus pensamentos sobre a garota. Ela dominava tão perfeitamente aquele estilo que acabaria com um semideus sem muito treinamento em poucos segundos. Resumindo, achava que Max era realmente perigosa.

Tive dificuldades logo de início com aquela postura, era um jogo tão engraçado de pernas que não me surpreendi quando alguém tombou no tatame. Até mesmo a filha de Afrodite demonstrava dificuldade.

— Isso, essa para fora. Agora, essa para dentro. Arrasta um pouco para o lado, flexiona. – Eu me sentia um contorcionista. Por fim acabou rápido. — Agora se espalhem, atenção em mim. Não pisquem, não respirem!

Max tomou a posição de destaque e majestosamente parecia dançar pela arena com os movimentos. Como ela havia dito, os três anteriores eram bases e estavam presentes em quase todos os movimentos.

Brincávamos de espelho, tudo o que ela fazia, era repetido. Muitas das técnicas eram feitas inúmeras vezes para que decorássemos. Antes que eu tivesse me dado conta, meus punhos estavam rígidos e minha postura maleável. Eu repetia alguns movimentos que Max tinha passado no início, e eu nem era o único. Maria parecia dançar, flexionando o joelho e dando um meio chute com o corpo virado para frente. Parei ao perceber que tinha realizado o movimento da garça, pelo menos parecia bastante.

Com o tempo, o suor logo tomou conta do meu rosto. O sol cooperava bastante, minhas pernas tremiam e minha pequena musculatura do braço parecia gelatina. Quando Max anunciou o fim da aula, despenquei no tatame e respirando calmamente. Poderia parecer que não, mas eu estava exausto.        


FPA:

Vestindo: Uniforme do acampamento Acompanhado: Muitos Campistas, irene, irene, irene, iren,irene Aonde: Arena de Espadas Nota: Sofrendo com a brutalidade. Música: Aqui
Esmeralda Kyle Santinne
Esmeralda Kyle Santinne
Sem grupo
Sem grupo

Idade : 19
Localização : Acampamento para Semideuses

Voltar ao Topo Ir em baixo

VII Aula de Combate Corporal -//- Básico de Wushu - Página 2 Empty Re: VII Aula de Combate Corporal -//- Básico de Wushu

Mensagem por Maxine H. Henz em Sab Nov 10, 2018 12:51 am

Critérios de Avaliação

Criatividade: 40
Ortografia: 40
Coerência: 30
Ações Realizadas: 20
Aparência: 20
Total: 150 exp

Ruan

Criatividade: 40
Ortografia: 40
Coerência: 30
Ações Realizadas: 20
Aparência: 20
Total: 150 exp

Nome: Introdução ao Wushu
Descrição: O semideus que possui essa habilidade iniciou o caminho das artes marciais chinesas, o Wushu. Também conhecido como Kung Fu, esse é um estilo de luta com várias ramificações e escolas. Ao participar da aula inicial, o semideus agora possui uma base sobre esse tipo de combate, adquirindo mais força, condicionamento físico e postura para aprender as próximas aulas específicas.
Gasto de MP: Nenhum
Gasto de HP: Nenhum
Bônus: +20% de força, +30% de resistência física
Extra: Há uma melhora na postura corporal do aluno, tornando difícil derrubá-lo com golpes diretos quando em postura de combate.


Mrs.HayesHenz


∆ LYL - FG


Maxine H. Henz
Maxine H. Henz
Amazonas
Amazonas


Voltar ao Topo Ir em baixo

VII Aula de Combate Corporal -//- Básico de Wushu - Página 2 Empty Re: VII Aula de Combate Corporal -//- Básico de Wushu

Mensagem por Rodrik Andrews Lefford em Sex Fev 22, 2019 6:51 pm

The Lord of the Shadows
Príncipe dos Espíritos


Era a primeira vez na minha história no acampamento, que resolvi participar de alguma aula sem pressão alguma.

Eu ouvia muito dos Eruditos dizerem a importância de fortalecer do corpo, visto que nossa mente e espírito eram blindados pela magia. Em alguns momentos e situações, a magia poderia te abandonar. Era importante não somente depender de algo, evoluir e buscar o conhecimento pleno. Afinal, o lema de Prometheus era esse: Aprender tudo o que tiver que aprender enquanto vivo. Do mundo mortal, carregamos somente a nossa sabedoria.

No início me senti bastante frustrado. Eu havia ouvido histórias assustadoras a respeito das amazonas, mas com certeza ela não se referia a Max. A menina tinha uma postura e um jeito adocicado, um sorriso agradável nos lábios e um olhar carinhoso. Não que o perigo não morasse em algumas gentilezas.

A arena tinha sido adaptada para abranger o treinamento.

Tatames estavam espalhados pelo chão em um raio suficiente para caber todos os participantes. Testei a maciez e aprovei, com toda certeza eu poderia cair sem me machucar. E eu cairia.

--- Hey. – Gesticulei para a instrutora e me pus no meu lugar. Ela iniciou falando teoricamente sobre a importância da postura, equilíbrio mental  e disciplina. E foi somente ela demonstrar alguns passos que percebi que não era tão simples quanto os filmes mostrava.

As posturas eram divididas em três e não soube de início qual experimentar primeiro. Colocamos-nos em pose de início e conforme Max fazia a demonstração, a imitávamos. A postura inicial do cavalo, me mostrou que a dor na coluna seria evidente. E que realmente a mente precisava achar um equilíbrio.

--- Respire e inspire. – Disse Max parando ao meu lado. Seus dedos tocaram gentilmente as minhas costas e me fizeram a erguer um pouco mais. --- Isso, sempre ereto. Cuidado com os joelhos, eles não podem ultrapassar as pontas dos dedos. – Ela sorriu. --- Muito bem.

Em seguida se afastou para ajudar outros. Eu fiz e refiz aquela posição algumas vezes somente para fixa-la.

--- A segunda se chama postura do arqueiro. – Disse a amazona com a sua voz audível.

--- Droga. – Resmunguei baixo. --- Sou péssimo com arcos. – Uma filha de Hermes riu.

A cria de Zeus demonstrava a segunda postura.

No meu entendimento era a pior. Exigia um grau de agachamento e flexibilidade que eu não tinha. Assim que tentei fazer a menção de iniciar, meus músculos tremeram e romperam em dor. Cai no tatame e precisei de muito controle para não chorar. Max chegou logo em seguida.

--- Estique as pernas, semideus. – Ela ergueu a minha perna e então respirou aliviada. --- Você apenas atrofiou os músculos. Vai doer, mas não é grave. Quando sair daqui procure a enfermaria. Faça o seguinte, teste as posições ao seu máximo. Se você quer ingressar no mundo das artes corporais, saiba que dores vêm junto com o pacote.

E fiquei ali, sentado por um tempo. Com medo de piscar os olhos e doer as pernas.

Por fim me ergui e voltei novamente ao exercício. Não era fácil, meu corpo inteiro tremia e meu músculo atrofiado reclamava demais. Ergui a manga da camisa laranja e a prendi nos lábios para morder conforme a dor intensificava. Estiquei a perna de trás com muita dificuldade e não consegui permanecer mais que trinta segundos naquela posição.

--- Muito bem, semideuses. – Cortou a amazona. --- Essa se chama postura do gato. E se chama assim porque é preciso imitar a flexibilidade e desenvoltura dos felinos. – E dito isso, ela fez algo que eu jamais conseguiria realizar.

Na primeira tentativa eu parecia uma garça com torcicolo. E nem era por não saber a posição dos animais, já me coloquei de quatro algumas vezes. As pontas dos meus pés pareciam de um dançarino de ballet. O bom era que as pernas não doíam tanto e a simplicidade das mãos era rápida. Eu havia julgado mal ao ver Max apresentando no início.


--- Muito bom. – Disse a instrutora. --- Para finalizarmos a nossa aula de hoje, vamos encerrar com o Tan Tui... – E explicou a sua importância.

Para aquela parte, ela posicionou-se na frente de todos. Me sentia tão idoso, eu parecia os japoneses velhos que iam para os parques com roupas largas e deixava os netos em casa.

Max então ficou na primeira postura e todos automaticamente a imitámos. Ela respirava lentamente e íamos junto com ela. Os meus músculos estavam rígidos, mas minha postura leve e maleável. Os chutes eram baixos, mas não fracos. Minha perna ferida reclamava, principalmente quando mudava de posição do cavalo para o arqueiro. E realmente a maior dificuldade era se lembrar de manter a coluna rígida e ereta.

Aquela parte parecia mais uma dança e o meu corpo rapidamente aprendia a trabalhar perna, braço, pescoço e coluna. Tudo junto e ao mesmo tempo. Meu corpo ao mesmo tempo em que se prendia as posturas que não eram tão fáceis, também se sentia aliviado. Por inúmeras vezes me vi fazendo um movimento diferente de todos porque meus pensamentos haviam se perdido. Era relaxante demais.

Repetiámos as mesmas posições algumas vezes e consegui contabilizar. Ao total, estávamos realizando oito posições, todas com finalidades claras ao seu uso. Após um tempo, a amazona parou de realizar, mas ninguém parou, incluindo a mim. Eu não tinha decorado a sequencia, mas alguns movimentos estavam gravados na minha memória.  

--- Excelente. – Disse ela sorrindo animadamente. --- Quero que vocês não desistam. Continuem com o treinamento e poderão um dia se tornar um verdadeiro mestre das artes marciais. Podem ir.

Deixei a arena mancando em direção a enfermaria. Agora que o meu corpo se esfriava dos exercícios, a dor parecia ficar mais aguda.
 

   
 
FPA:
<< Ao lado <<

Pack de Xp:
Pack de XP [ Todo e qualquer XP ganho pelo personagem sofre um acréscimo de 30% durante os próximos sete dias, válido até o fim do evento.


Observação:
** Link de onde o pack de aulas da Max foi comprado.

Habilidades Passivas :
Nome do poder: Agilidade II
Descrição: O semideus é dotado de uma agilidade superior, caso comparado a outros semideus que não possuem ligação a deuses ágeis.
Gasto de Mp: Nenhum.
Gasto de Hp: Nenhum.
Bônus: +20% de agilidade.
Dano: Nenhum.

Nome do poder: Companhia
Descrição: Ao estarem acompanhados de humanos o semideus em questão se torna mais forte e mais rápido, afim de proteger seus companheiros de batalha.
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: +15% de força e velocidade.
Dano: +20% de dano ao utilizar feitiços.





Traje: Isso Acompanhado: Charlie Aonde: Casamentos das gurias Nota: Tentando ser civilizado Música: Aloka - Let Go
The child possessed


Piloto Automático
O universo é uma harmonia de contrários. As palavras são os suspiros da alma. O ser capaz mora perto da necessidade. Uma vida não questionada não merece ser vivida.
Rodrik Andrews Lefford
Rodrik Andrews Lefford
Líder dos Eruditos
Líder dos Eruditos

Idade : 20
Localização : Acampamento para semideuses gregos

Voltar ao Topo Ir em baixo

VII Aula de Combate Corporal -//- Básico de Wushu - Página 2 Empty Re: VII Aula de Combate Corporal -//- Básico de Wushu

Mensagem por Maxine H. Henz em Sab Fev 23, 2019 7:48 pm

Critérios de Avaliação

Criatividade: 30
Ortografia: 30
Coerência: 30
Ações Realizadas: 20
Aparência: 10
Total: 120 exp

Valor adaptado pela modalidade comprada da aula: Play Piano, que dá apenas 120exp

Rodrik

Criatividade: 40
Ortografia: 40
Coerência: 30
Ações Realizadas: 20
Aparência: 20
Total: 120 exp

Comentário: Você atingiu todos os objetivos, mas apenas dou a dica de em pelo menos uma técnica você descrever um pouco mais. Não é algo obrigatório, apenas um conselho mesmo para seu texto ficar um pouco mais técnico.

Nome: Introdução ao Wushu
Descrição: O semideus que possui essa habilidade iniciou o caminho das artes marciais chinesas, o Wushu. Também conhecido como Kung Fu, esse é um estilo de luta com várias ramificações e escolas. Ao participar da aula inicial, o semideus agora possui uma base sobre esse tipo de combate, adquirindo mais força, condicionamento físico e postura para aprender as próximas aulas específicas.
Gasto de MP: Nenhum
Gasto de HP: Nenhum
Bônus: +20% de força, +30% de resistência física
Extra: Há uma melhora na postura corporal do aluno, tornando difícil derrubá-lo com golpes diretos quando em postura de combate.

Atualizado.


Mrs.HayesHenz


∆ LYL - FG


Maxine H. Henz
Maxine H. Henz
Amazonas
Amazonas


Voltar ao Topo Ir em baixo

VII Aula de Combate Corporal -//- Básico de Wushu - Página 2 Empty Re: VII Aula de Combate Corporal -//- Básico de Wushu

Mensagem por Poseidon em Dom Fev 24, 2019 11:32 am

Max recebe 30 XP + 50 dracmas + 1 moeda de verão pela avaliação.
Poseidon
Poseidon
Deuses Olimpianos
Deuses Olimpianos


Voltar ao Topo Ir em baixo

VII Aula de Combate Corporal -//- Básico de Wushu - Página 2 Empty Re: VII Aula de Combate Corporal -//- Básico de Wushu

Mensagem por Maisie K. Blackwood em Qui Abr 04, 2019 11:25 am

Chain reaction, it's so electric
wuhsu


Aula comprada
Play Piano: Você perdeu o prazo de todas as aulas daquele instrutor, mas anseia por faze-las. Com essa pack você pode fazer as aulas já postadas por seu instrutor. O máximo de XP conquistado em cada uma das aulas será de 120 XP. Valor: 5.500 dracmas.
Link da compra: aqui

Assim que Max começou a explicar que a aula seria sobre uma vertente do Kung Fu, logo lembrei do Pô, de Kung Fu Panda. Lembrar do panda gordinho praticando artes marciais fez com que a aula não parecesse tão complicada ou maçante quanto estava aparentando até então.

– O Kung Fu, ou Wushu, é uma das artes marciais mais conhecidas e admiradas no mundo - a instrutora disse ao começar a aula. Ela continuou explicando sobre a modalidade, e eu juro que não conseguia mais desvincular minha mente do Pô.

Segundo Max, Wushu é um termo chinês que literalmente significa "arte da guerra". Os estilos diferentes do Wushu poderiam ser classificados em escola externa e interna, diferenciando-se por movimentos duros ou leves. – A maioria dos estilos externos se encaixam no estilo principal: tongbeiquan, um estilo baseado no movimento de animais tais como o tigre, o louva a deus, o macaco, a serpente e a garça - ela disse, fazendo com que eu lembrasse dos personagens de Kung Fu Panda.

– Apesar de bonito na mídia, esse estilo de luta exige tanto treinamento quanto qualquer outra arte marcial - a filha de Júpiter ressaltou, para então iniciarmos a parte prática da aula. Após as demonstrações feitas pela amazona, tinha agora que repetir as posturas básicas do Wushu.

A primeira a executar foi Mabu, chamada de postura do cavaleiro. Eu teria rido dela se o assunto não fosse sério, porque a postura era engraçada mesmo. Era semelhante à posição de montar a cavalo, mas com as pernas muito mais abertas. A abertura dos pés tinha que ter o dobro da largura dos ombros. Os pés ficam paralelos e apontados para frente. Os joelhos ficam dobrados em um ângulo de 90°, sem que a ponta do joelho ultrapassasse a ponta do pé. E, por fim, o tronco tinha que ficar ereto.

Apenas vendo de fora, a postura não parecia muito firme. Tinha a impressão de que um empurrãozinho derrubaria a pessoa naquela posução. Mas, ao repeti-la, percebi que ela tava a consistência necessária para se manter em pé e preparado para qualquer golpe. E, ao contrário do que eu pensava, o músculo frontal da coxa não protestou com o movimento.

Spoiler:

VII Aula de Combate Corporal -//- Básico de Wushu - Página 2 Mabu

A postura exercitada a seguir foi a Gong Bu, o arqueiro. Levei a perna esquerda à frente e inclinei o corpo até que o joelho atingisse o ângulo de 90° em relação ao solo. Cerca de 70% do peso do meu corpo ficou apoiado na perna da frente. Já a perna direita tinha que ficar totalmente estendida para trás.

– Apoie toda a planta do pé no solo - Max disse, corrigindo a postura que eu fazia.

Mesmo sentindo a panturrilha, apoiei o pé direito totalmente no chão e não apenas a ponta, como havia feito antes. Agora meu pé formava um ângulo de 45° e a minha perna havia ficado perfeitamente estendida.

Spoiler:

VII Aula de Combate Corporal -//- Básico de Wushu - Página 2 Gong%20bu

A terceira postura exercitada foi Xu Bu, que era a postura do gato ou passo no vazio. Ela parecia complicada e desengonçada, mas tal como a primeira, era mais segura do que aparentava. Comecei inclinando o corpo para trás, dobrando o joelho direito em um ângulo de 90°, apoiando na perna destra 90% do peso do corpo. O pé ficou sutilmente virado para a diagonal.

Já o pé direito ficou posicionado meio metro à frente, apoiado na ponta, exercendo o equilíbrio para o resto do corpo. A perna havia formado uma sutil curvatura. A coluna tinha que ficar reta, como se estivesse apoiada contra a parede. E, assim, eu realmente parecia um gato esquadrinhando uma presa.

Aquela postura provocou uma queimação em diferentes músculos das pernas, principalmente a panturrilha direita. Ergui sutilmente o calcanhar da perna de apoio para aliviar a pressão, mas a instrutora avisou que aquilo não era permitido.

Spoiler:

VII Aula de Combate Corporal -//- Básico de Wushu - Página 2 Xubu

Agora que sabíamos as posturas básicas do Wushu, podíamos avançar para o Tan Tui, que é uma série de exercícios de condicionamento físico. Esses exercícios servem para o fortalecimento dos membros inferiores, devido à postura  baixa e forte. Para mim, que havia vindo de uma aula de Taekwondo, era difícil mudar a chave para um estilo totalmente no solo e sem saltos.

Em pé, totalmente ereta e com as mãos fechadas em punho ao lado da cintura, comecei os exercícios. Ergui as mãos em direção ao ombro direito, enquanto virava o tronco e o quadril para aquele lado, dando um passo para frente. A seguir, o tronco voltou a ficar virado para frente, dando um leve impulso com as mãos para frente.

A seguir, a postura mudou. A perna direita ficou apoiada para frente, com o corpo levemente inclinado para frente e a perna estendida para trás - com toda a sola do pé apoiada no solo. Era semelhante à postura do arqueiro, mas com menos angulações. Feito isso, recuei dois passos e voltei à posição inicial.

Com o corpo totalmente reto de novo, minha mão esquerda foi em direção ao ombro direito, trocando-a de posição com a outra mão enquanto a destra golpeava o ar para cima. Depois, mudamos a posição por completo. Repeti a postura do cavaleiro, enquanto o braço direito estava retesado e o canhoto dobrado à frente do corpo. A seguir, estendi o corpo lateralmente para a esquerda, esticando o braço em um soco. A seguir, o punho esquerdo voltou em direção ao ombro direito, e o punho destro foi para frente. Aquele era o primeiro set de exercícios.

Naqueles sets, notamos o quanto as posturas básicas eram constantemente necessárias e, por vezes, repetidas. Durante os movimentos, podiam sofrer alguma alteração, mas era sempre a mesma base e a mesma forma de executá-las. Assim percebíamos o quanto eram essenciais.

Ao final da aula, estava menos suada que nas aulas de taekwondo, mas os músculos das pernas estavam exaustos. Tudo que eu queria era passar nas casas de banho e dar-me longos minutos de descanso. Estava merecendo!


Habilidades usadas:

Passivos de Athena:

Nome do poder: Sabedoria em Combate
Descrição: Os filhos de Atena conseguem descobrir os pontos fracos de seus inimigos, fazendo com que seus golpes sejam mais efetivos. Em monstros que já conheçam, ou tenham lutado, eles já saberão o ponto fraco.
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: +15% de chance de acertar um ponto crítico em batalha.
Dano: +10% de dano em monstros que já tenham enfrentado anteriormente.
Extra: Precisa avisar ao avaliador quando enfrentou o monstro.

Nome do poder: Memorização
Descrição: A mente do semideus é capaz de arquivar informações com mais facilidade, lembrando-se de caminhos percorridos, dados sobre coisas que já viu ou conheceu. A boa memória do semideus o faz capaz de lembrar informações importantes sobre o cenário ou sobre inimigos que já enfrentou.
Gasto de MP: Nenhum
Gasto de HP: Nenhum
Bônus: +10% de inteligência e +30% de capacidade memorial
Dano: Nenhum
Extra: Caso o semideus já tenha enfrentado determinado inimigo ou passado por alguma situação, se lembrará de detalhes que o ajudem a superar o problema.

Nome do poder: Visão de batalha
Descrição: Com o decorrer dos anos e a inteligência avançada, vem a visão aprimorada de uma batalha. Essa visão permite ao semideus entender a forma como os outros lutam mais rapidamente, e conseguir identificar e se adequar às diferenças. Por exemplo: um romano e um grego não são soldados da mesma maneira, assim como um humano também não o é. Ao compreender isso e adquirir essa visão, o semideus também consegue achar meios mais eficazes de se defender e de derrotar um inimigo, apenas o estudando.
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: +10% de chance de acertar o alvo em pontos críticos.
Dano: + 15% de dano se o golpe acertar.

Nome do poder: Agilidade II
Descrição: Os filhos de Athena/Minerva podem não ser tão fortes quanto os de Ares/Marte, mas possuem um controle corporal ainda mais aprimorado. A agilidade da prole da deusa é apurada, permitindo movimentos cada vez mais elaborados e complexos.
Gasto de MP: Nenhum
Gasto de HP: Nenhum
Bônus: +20% de agilidade.
Dano: Nenhum.

Nome: Aprendizado apurado III
Descrição: A inteligência de um filho de Athena é um dos pontos mais fortes do semideus, quando bem desenvolvida e estimulada. Ao estudar algo, o filho da deusa da guerra estratégica ganha mais domínio sobre o assunto do que qualquer outro semideus.
Gasto de MP: Nenhum
Gasto de HP: Nenhum
Bônus: +15% de bônus em habilidades aprendidas.
Dano:  +15% de dano em habilidades aprendidas.
Extra: Necessário colocar essa habilidade em destaque, para que narrador esteja ciente do aumento no bônus e dano.

Passivos de Belona:

Nome do poder: Combate não Armado
Descrição: A prole da deusa Belona tem um vasto conhecimento sobre combates. Seu corpo e seu espíritos foram forjados para o combate. Assim, eles possuem a capacidade de luta corporal muito elevada, sabendo técnicas marciais mesmo que nunca tenha realizado uma aula sequer antes. As técnicas podem ser utilizadas para a elaboração de movimentos complexos, como mortais, piruetas, ataques acrobáticos e golpes que requeiram uma grande elasticidade.
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: Nenhum
Dano: Nenhum

Nome do poder: Ambidestria
Descrição: A ambidestria nada mais é do que a capacidade de se usar ambas as mãos como predominantes. Tanto a mão destra quanto a canhota possuem um desenvolvimento motor elevado, permitindo o manejo de equipamentos e, principalmente, armas. Assim sendo, filhos da deusa da guerra conseguem manusear com perícia duas armas ao mesmo tempo ou alternando as mãos.
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: Conseguira manusear duas armas com naturalidade, desde que essas não precisem das duas mãos para ser empunhadas (ex: podem usar uma espada curta em cada mão, dois machados mais leves, duas adagas), lutando com a mesma destreza que lutaria apenas com uma arma.
Dano: Nenhum.

Nome do poder: Corpo Guerreiro I
Descrição: O filho de Belona tem o corpo preparado para a guerra e combates de longa duração. Seu metabolismo e funcionamento é diferente de qualquer outro semideus, tendo assim os componentes biológicos potencializados. Isso oferece maior resistência corporal (diminui o cansaço físico e a dor de impactos no corpo), imunológica e permite que a hipercinesia não cause sobrecarga cerebral ou muscular.
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: +15% em resistência corporal, +20% de imunidade a infecções e venenos.
Dano: Nenhum

Habilidades Aprendidas:

Nome: Perícia Corporal I
Descrição: Treinar o corpo e a mente para tornar-se um melhor guerreiro é quase que uma obrigação de cada meio-sangue, caso ele deseje sobreviver nesse mundo louco. Assim sendo, depois de uma aula de perícias, o corpo do semideus foi condicionado e treinado para melhorar a agilidade, a esquiva e o reflexo.
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: +30% em agilidade, esquiva e reflexo.
Dano: Nenhum

Nome: Perícia Corporal II
Descrição: Treinar o corpo e a mente para tornar-se um melhor guerreiro é quase que uma obrigação de cada meio-sangue, caso ele deseje sobreviver nesse mundo louco. Assim sendo, depois de uma aula de perícias, o corpo do semideus foi condicionado e treinado para melhorar a resistência corporal. Irá se cansar mais dificilmente, estando preparado para realizar exercícios físicos mais complexos. Assim, possui um melhor desempenho em combate, podendo permanecer lutando mais tempo que outros.
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: +30% em resistência física.
Dano: Nenhum

Nome: Pontos Críticos
Descrição: Ao participar da aula de combate corporal, o semideus aprendeu quais pontos do corpo humano provocam mais danos. Estes locais são chamados de diversas formas, como pontos críticos, pontos de pressão ou pontos de impacto. Ao aplicar um golpe nas áreas como: traqueia, queixo, têmpora, testículos, costela flutuante, diafragma, lateral do nariz, clavícula, parte interna da coxa e a parte interna da junta do cotovelo; o semideus poderá aumentar as chances de crítico e seu dano.
Gasto de MP: Nenhum
Gasto de HP: Nenhum
Bônus: +30% de acertar os pontos mencionados acima, graças ao treinamento; +40% de dano somados ao dano crítico.
Extra: Funciona principalmente em formas humanoides.

Nome: Magnificência Semidivina
Descrição: Após um longo dia de treinamento, no qual as capacidades físicas do semideus foram postas à prova, o resultado apareceu. Assim sendo, o aprimoramento de seus atributos corporais - força, constituição, destreza, controle corporal e velocidade - agora é evidente.
Gasto de MP: Nenhum.
Gasto de HP: Nenhum.
Bônus: +10% nos atributos corporais.
Dano: Nenhum.


Make a wish change to reality


Maisie Blackwood
intelligence is the only way we have to master our instincts.
Maisie K. Blackwood
Maisie K. Blackwood
Centuriã da III Coorte
Centuriã da III Coorte


Voltar ao Topo Ir em baixo

VII Aula de Combate Corporal -//- Básico de Wushu - Página 2 Empty Re: VII Aula de Combate Corporal -//- Básico de Wushu

Mensagem por Noah Blackburn em Qua Abr 17, 2019 5:47 pm

Critério Avaliativo

Criatividade: 30
Ortografia: 30
Coerência: 20
Ações Realizadas: 20
Aparência: 20
Total: 120 exp Play Piano Pack

Avaliação

Criatividade: 30
Ortografia: 30
Coerência: 20
Ações Realizadas: 20
Aparência: 20
Total: 120 exp

Comentário: Adorei as imagens mostrando os movimentos, foi um "algo a mais" na aula. Parabéns!

Nome: Introdução ao Wushu
Descrição: O semideus que possui essa habilidade iniciou o caminho das artes marciais chinesas, o Wushu. Também conhecido como Kung Fu, esse é um estilo de luta com várias ramificações e escolas. Ao participar da aula inicial, o semideus agora possui uma base sobre esse tipo de combate, adquirindo mais força, condicionamento físico e postura para aprender as próximas aulas específicas.
Gasto de MP: Nenhum
Gasto de HP: Nenhum
Bônus: +20% de força, +30% de resistência física
Extra: Há uma melhora na postura corporal do aluno, tornando difícil derrubá-lo com golpes diretos quando em postura de combate.
Atualizado por Macária!
Noah Blackburn
Noah Blackburn
Mortos
Mortos

Idade : 24
Localização : Ilha de Argos

Voltar ao Topo Ir em baixo

VII Aula de Combate Corporal -//- Básico de Wushu - Página 2 Empty Re: VII Aula de Combate Corporal -//- Básico de Wushu

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 2 de 2 Anterior  1, 2

Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum