The Blood of Olympus
Para visualizar o forum é necessário estar cadastrado, por favor registre-se no rpg ou entre em sua conta. É necessário estar cadastrado para ver as informações contidas no forum. Lembre-se de usar nome e sobrenome, não se cadastrar usando nomes geralmente utilizados por Hacker. Exemplo: "Barum" "Hakye" e por ai vai. Bem vindos.

Violet H. McQueen [Fixas]

Ir em baixo

Violet H. McQueen [Fixas]

Mensagem por Violet H. McQueen em Qua Ago 08, 2018 12:45 am

I Believe in Unicorns
Tópico destinado à realização das missões fixas de Violet McQueen.

"Esse é um mundo de homens, mas ele não seria nada sem uma mulher ou uma garota." - BROWN, James
avatar
Violet H. McQueen
Feiticeiras de Circe
Feiticeiras de Circe

Mensagens : 20
Idade : 17
Localização : No Banco, mon'ange.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Violet H. McQueen [Fixas]

Mensagem por Violet H. McQueen Ontem à(s) 5:06 am


▄▄▄▄▄▄▄▄▄▄▄▄▄▄▄▄▄▄▄
Population keeps on breeding. Nation bleeding, still more feeding economy. Life is funny, skies are sunny, Bees make honey, who needs money? No none for me. I'd love to change the world But I don't know what to do. So I'll leave it up to you.
▄▄▄▄▄▄▄▄▄▄▄▄▄▄▄▄▄▄▄

Nova Roma pede ajuda!


Feiticeira de Circe, Violet podia nomear-se assim. O intervalo de tempo após o grupo de treinamento intensivo proporcionou o desencadeamento de uma série de eventos na vida da semideusa. Primeiros passos da filha, Joyce, o chamado de Circe. Como Violet não gostava de enquadrar-se como alguém comum, foi normal adaptar-se aos dias passados na ilha. Ou melhor, fácil em alguns aspectos, não podia classificar como fácil a ausência da filha e sua necessidade exacerbada de cuidá-la. Todavia, a filha de Marte estava aprendendo a ter algo que sua vida não lhe proporcionou, independência.

O nascimento de Elizabeth a mudara por completo, mesmo que algumas coisas não fossem tão evidentes quanto outras. Por dentro ela sabia das convenções que ainda teria de abandonar, uma vez que, ser mãe exigia muito de si. Sentia-se fortalecida e confiante ao extremo com os ensinamentos passados por Circe, bem mais preparada do que antes e, sem dúvidas, uma mãe deveras forte para proteger sua cria.

A destruição de Nova Roma havia mexido com seu psicológico, sendo poucas coisas capazes de o fazer. Estabilizada e disciplinada mentalmente como só ela, Violet precisou recolher no âmago de seu ser cada ínfima partícula de coragem e sangue frio. Foi assim que encontrara o porão de uma das residências vizinhas e ocultou sua presença dos destruidores. O choro de Liz ainda estava presente em sua memória e lhe dilacerava a alma. Provações não funcionavam como novidade na vida da semideusa, mas aquela havia sido a pior, de longe. Fosse por aquilo ou por reconhecer que um soldado deve erguer a mão em prol do colega, que Violet decidiu escutar o chamado e ajudar na reconstrução do lugar. Seu alojamento havia escapado com apenas alguns buracos na parede, no entanto, possuía ciência de que a realidade de muitos outros não era a mesma.

Júlia adaptava-se com Elizabeth conforme os dias passavam, um ponto muito positivo para que a filha de Marte pudesse retornar aos treinos, bem como, tentar encontrar sua parte perdida. Violet gostaria de poder se conectar com a sua “eu” anterior e aprender com ela a importar-se consigo outra vez. Deu um beijo na testa da filha e disse:

- Mamãe volta ao fim do dia, ok?  – – A loira observou os pequenos olhos cheios de lágrimas de Elizabeth, aquilo quebrava o seu coração. A feiticeira acariciou os cabelos loiros da menina e a deixou na companhia da filha de Arcus.

O choro ainda foi capaz de chegar aos seus ouvidos, por isso Violet preferia não permanecer para ter de encarar o choro de Liz, aquilo já machucava o suficiente. A faca de bronze celestial estava presa à cintura, a pulseira com o símbolo de Circe adornava o pulso direto, McQueen podia dizer que encontrava-se pronta para por em prática o que havia aprendido com Luna e Ariel. O caminho até o centro de Nova Roma exibia o horror passado naquelas horas de desespero, eram reflexos expostos de diversas formas nas construções do local. Em alguns pontos era preciso subir os escombros e desviar de paredes ao chão.

A loira estava certa de que teria lutado para combater os demônios, mas o coração de mãe a privou daquilo. Elizabeth era sua prioridade. A filha de Marte não esperava que chegaria tão cedo ao encontro inicial dos reconstrutores da cidade, o que foi um choque inevitável para ela. Violet nunca fez a linha das que chegavam cedo demais, do contrário, acreditava que aquilo justificava muito bem os CDF’s, grupo ao qual a garota de Marte passava bem longe. E por falar nos detentores do conhecimento infindável, um deles adiantou-se para Violet ao perceber a aproximação:

- Alguns líderes estão tendo uma pequena reunião, amiga. Não pode passar agora. – Um rapaz educado, porém dono de um nariz em pé. Violet odiava aquilo.

- Como é? Eu me preparei para ficar aguardando a autarquia decidir a hora de passar para o outro lado? Sai fora, Einstein! – A loira cruzou o perímetro entre o menino e o pavimento de escombros seguinte.

O short deveras curto de Violet ajudou nas passadas longas dadas por ela, bem como, atraiu o olhar de alguns que haviam obedecido o garoto do nariz em pé. A voz dele fora ouvida mais uma vez, Sr. Nariz em Pé estava enfurecido:

- Você não sabe com quem está falando!

- Mas como é que eu vou saber?! – Violet girou o corpo para trás e os cabelos voaram –  Há sete bilhões de pessoas no mundo, eu não possuo satélite em casa para identificar quem é você.

- Eu sou Joffrey Stanley, filho de Belona. – A voz era segura de si e presunçosa.

A loira chutou o pau da barraca, não conseguiu se contar diante do outro:

- Foda-se quem é você! – Deixando-o esbravejar, Violet seguiu o caminho. Os rapazes ergueram vaias quando ela se foi.

A filha de Marte encostou-se ao que teria sido um antigo banco da pracinha. Observando os diligentes mais afastados, Violet aguardou a chegada de outras pessoas. Aquele aborrecimento havia dado uma prévia do que o seu dia poderia vir a se tornar e, indubitavelmente, sabia que o próximo receberia uma surra de cortesia. A loira colocou um chiclete na boca no instante em que os comunicados iniciaram-se, o sono parecia querer apoderar-se dela outra vez.


Anexos:

Armas Levadas:
• Faca de Bronze Celestial [ Uma faca de lâmina curta - cerca de 10 cm - com cabo em madeira envolvido em couro para tornar o manuseio melhor. | Não produz feridas em mortais. | Bronze celestial, madeira e couro. | Sem espaço para gemas. | Alfa. | Status 100%, sem danos. | Comum. | Nível 1. | Item inicial. ]

• Cajado do Falcão [De aparência comum o cajado parece, caso analisado de forma não exatamente minuciosa, ser feito de madeira, porém é possível encontrar algumas rachaduras – que na realidade são desenhos de runas – e um brilho metálico através das mesmas. | A arma se torna uma pulseira fina com um pequeno pingente de falcão – animal símbolo de Circe -.|  A arma, em sua fabricação divina, foi feita de uma forma que permite a portadora da mesma a ativa-la, a fazendo ter um gasto menor na quantidade de MP (- 30%) durante dois turnos, podendo ser ativada apenas uma vez por missão/mvp/evento etc. Sendo que, ao ativar qualquer das runas existentes no cajado as mesmas irão durar um turno a mais. | Arambarium e Madeira. | Não possui espaço para gemas. | Resistência beta. | 100%, sem danos. | Nível 3. | Lendária. | Presente de Reclamação do grupo Feiticeiras de Circe.]
Poderes Utilizados:
AQUI
Missão Fixa:
• Nova Roma pede ajuda - Dada a situação atual da cidade, muitos semideuses se mobilizaram para ajudá-la, fossem eles romanos ou gregos. Aqueles que não vivem no Acampamento Júpiter precisam ir até ele e é através desta missão fixa que o fazem. Ela é obrigatória aos jogadores que não se encontram no acampamento romano.
Recompensas: 500xp + 500 dracmas + 1 insígnia.

― i'm a Bitch.
I'm a child, I'm a Mother
avatar
Violet H. McQueen
Feiticeiras de Circe
Feiticeiras de Circe

Mensagens : 20
Idade : 17
Localização : No Banco, mon'ange.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Violet H. McQueen [Fixas]

Mensagem por Término Ontem à(s) 9:13 am


Violet H. McQueen
Método de Avaliação:

Valores máximos que podem ser obtidos

Máximo de XP da missão: 500 XP e 500 Dracmas.

Realidade de postagem + Ações realizadas – 50%
Escrita: Gramática, erros, pontuação, coerência, concordância, etc – 20%
Criatividade/Estratégia em combate + inteligência – 30%

Realidade de postagem + Ações realizadas: 50%
Escrita: Gramática, erros, pontuação, coerência, concordância, etc: 20%
Criatividade/Estratégia em combate + inteligência: 30%

RECOMPENSAS: 500 XP, 500 Dracmas e 1 Insígnia. 

comentários:
Não vi coisas "assustadoras" em seu texto. O que me fez vir avaliar foi o fato de possuir uma escrita bem abordada para fazer uma justificativa plausível ao mesmo tempo que corajosa e aparentemente, muito forte. Admiro esse tipo de personagem ainda mais com esse aditivo de já ter uma filha - que inclusive, me despertou curiosidades se ela é PC ou NPC - e a claro, um interesse em saber mais sobre o que há por trás dessa seguidora de Circe. No mais, boa sorte com o evento.

Necessita de atualização.

avatar
Término
Deuses Estagiários
Deuses Estagiários

Mensagens : 18

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Violet H. McQueen [Fixas]

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum