The Blood of Olympus
Para visualizar o forum é necessário estar cadastrado, por favor registre-se no rpg ou entre em sua conta. É necessário estar cadastrado para ver as informações contidas no forum. Lembre-se de usar nome e sobrenome, não se cadastrar usando nomes geralmente utilizados por Hacker. Exemplo: "Barum" "Hakye" e por ai vai. Bem vindos.

Louise S. Mitchell&Ella Grace Harris [Fixas]

Ir em baixo

Louise S. Mitchell&Ella Grace Harris [Fixas]

Mensagem por Louise S. Mitchell em Seg Ago 06, 2018 8:22 pm

Amour mort

Il y a une certaine beauté dans la mort. Il suffit de savoir comment choisir la cible, l'instrument et le site de saignement.

Nome: Louise Sarah Mitchell


Aqui ocorrerão as missões fixas do evento Reconstruindo Nova Roma de Louise S. Mitchell e Ella Grace Harris. Qualquer interação não programada pelas semideusas estão proibidas. Olha a macumba no rabo lixa E a Ella senta em cima.




Aphrodite's Sorceress Princess
Royalty of Olympus
avatar
Louise S. Mitchell
Lider das feiticeiras
Lider das feiticeiras

Mensagens : 320

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Louise S. Mitchell&Ella Grace Harris [Fixas]

Mensagem por Ella Grace Harris em Seg Ago 06, 2018 10:03 pm


Sou Ella Croft
Being Angeline Jolie



Gordolícia escreveu:
• Nova Roma pede ajuda - Dada a situação atual da cidade, muitos semideuses se mobilizaram para ajudá-la, fossem eles romanos ou gregos. Aqueles que não vivem no Acampamento Júpiter precisam ir até ele e é através desta missão fixa que o fazem. Ela é obrigatória aos jogadores que não se encontram no acampamento romano.
Recompensas: 500xp + 500 dracmas + 1 insígnia.

Eu estava super nervosa, andando de um lado ao outro esperando aquela cachorra da filha da Afrodite surgir. Eu estava sendo a informante do acampamento grego para Louise desde que a mesma tinha se mudado de vez para a ilha. Sempre que surgia um treinamento, uma missão ou algo que era super babadeiro e impossível de se guardar para si, eu pegava meu telefone móvel e ligava para a mesma.

Em troca tudo o que eu pedia era que me fosse levada por portal quando os lugares fossem longe.

— Estou esperando uma amiga. – Respondo ao ver um grupo de irmãos subir em direção a colina. Eles iriam usar um carro para viajar até São Francisco, local onde se localizava o Acampamento Júpiter. Eu não estava muito ciente de mais detalhes visto que eu havia sido ignorada. Na maior cara lavada fui descartada, me disseram que eu ocupava o lugar de mais três no carro. Engoli minha raiva e entrei em comunicação com Louise. Entretanto, a morena parecia bastante atrasada. — A gente se vê lá. – Acenei minhas mãos para Silena de Hefesto e voltei a caminhar em direção a entrada do chalé de Circe.

Meu machado estava preso como pingente na minha pulseira, mesmo sendo convocada para construção, nunca se sabe quando será preciso descer o cacete em alguém. Observo ao longe a silhueta feminina de Louise e abro um sorriso. Eu estava curiosa, ela tinha lançado o portal em quê lugar? Logo depois entendo a minha duvida, galopando contra a sua vontade e atrás da feiticeira estava o danado do Redwind. Eu odiava aquele pegasus com todas as minhas forças, principalmente após o coice que levei na minha nádega tentando ajudá-lo.

— Fique com esse monstro longe de mim. – Estendo as mãos em aviso. — Isso não é um pet, é um assassino. – Completei me lembrando do ocorrido. Por resposta Redwind relinchou para mim, ele gostava de me provocar. E ainda tem aqueles que dizem que pegasus são animais sagrados, para mim são todos safados, violentos, ingratos. — Aonde você vai levar essa coisa? Espero que esteja mudando ele para a ilha.

Embora Louise parecesse a mesma, ela estava diferente, mudada. Até mesmo as suas palavras pareciam outras. Da prole antiga de Afrodite só restava a beleza, a pele e as roupas, o restante era tudo novidade.

A feiticeira abriu a porta do chalé e entramos. Não era novo para mim aquele lugar, a poeira, a ausência de móveis eram todas conhecidas. Inclusive o desenho entalhado na parede. A semideusa do amor molhou o entalhe e então um portal se abriu. Eu estava costumada, porém mesmo assim dei alguns passos para trás até sentir um focinho gelado encostando-se às minhas costas. Olhei para trás observando o animal de Louise me olhando cinicamente, só faltava piscar para mim. Como ninguém poderia ver que o pegasus era implicante? Caminhei a frente e atravessei a barreira, era aquilo ou perder a minha credibilidade caindo no soco com um pet.

No outro lado o cenário mudou. Uma cidade que antes era atrativa e bonita, agora estava destruída em frangalhos. Semideuses e legados caminhavam para todos lados ajudando em tudo que pudessem ser úteis.

— Você vai fazer o quê agora? – Perguntei, porém ao olhar para o lado observo que eu estava sozinha. — Cadê essa feiticeira?    

Adendos:

• Mordor [Um machado de guerra com cerca de setenta centímetros de cumprimento, mais pesado do que um machado comum e com as duas extremidade afiadas. É necessário usar as duas mãos para melhorar o manejo da arma. | Efeito 1: O machado possui veneno em sua lâmina que, ao entrar em contato (através do corte) com o oponente irá paralisar o local atingido (como a mão, o antebraço etc), durando até dois turnos, sendo que, ao ser atingido mais do que duas vezes pelo veneno durante uma batalha o semideus/monstro atingido ficara imune a ele temporariamente. | Efeito 2: O machado pode diminuir, assim como aumentar caso seja o desejo do seu portador, podendo ser encaixado em pulseiras, colares etc. | Ouro imperial. | Sem espaço para gemas. | Beta. | Status 100%, sem danos. | Mágica. | Arsenal do acampamento]
   


Tag: Interagindo com Louise S. Mitchell & RedWind   

Melpomephy.. Black Set
avatar
Ella Grace Harris
Ceifadores de Thanatos/Leto
Ceifadores de Thanatos/Leto

Mensagens : 79
Localização : Acampamento das Arábias

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Louise S. Mitchell&Ella Grace Harris [Fixas]

Mensagem por Netuno em Ter Ago 07, 2018 1:54 am


Ella Grace Harris
Método de Avaliação:

Valores máximos que podem ser obtidos

Máximo de XP da missão: 500 XP e 500 Dracmas.

Realidade de postagem + Ações realizadas – 50%
Escrita: Gramática, erros, pontuação, coerência, concordância, etc – 20%
Criatividade/Estratégia em combate + inteligência – 30%

Realidade de postagem + Ações realizadas: 50%
Escrita: Gramática, erros, pontuação, coerência, concordância, etc: 20%
Criatividade/Estratégia em combate + inteligência: 30%

RECOMPENSAS: 500 XP, 500 Dracmas e 1 Insígnia. 

comentários:
Cara... Eu não sei nem o que te dizer, de verdade! Eu já estava louco para ver uma narração sua desde quando te vi no fórum, porém nunca tive a oportunidade. Te ver online no chat deixou meu hype extremamente alto, e menina tu conseguiu superar eles. Não tenho nada pra dizer, inclusive digito com os pés, por que com a mão eu to aplaudindo.

Atualizado pelo doutor




_ Netuno_
Soberano dos mares

avatar
Netuno
Deuses Estagiários
Deuses Estagiários

Mensagens : 129

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Louise S. Mitchell&Ella Grace Harris [Fixas]

Mensagem por Louise S. Mitchell em Sex Ago 24, 2018 7:48 pm





Louise escreveu:• Nova Roma pede ajuda - Dada a situação atual da cidade, muitos semideuses se mobilizaram para ajudá-la, fossem eles romanos ou gregos. Aqueles que não vivem no Acampamento Júpiter precisam ir até ele e é através desta missão fixa que o fazem. Ela é obrigatória aos jogadores que não se encontram no acampamento romano.
Recompensas: 500xp + 500 dracmas + 1 insígnia.

 — Definitivamente essa não é uma ótima idéia. – Disse Louise a uma das feiticeiras ao ver a mesma acrescentando um ingrediente extra a poção. — Acho melhor preparar como se instrui no livro. – Olhou o relógio e logo percebeu encontrar-se atrasada para os seus compromissos fora da ilha. Como recém nomeada líder das feiticeiras, entendia que o cargo inclui boas comunicações externas, incluindo a ajuda a outros grupos. — Tenho que me ausentar. – Esticou as mãos e chamou uma feiticeira veterana que estava por perto. — Wanda, ajude a nossa recém chegada nessa preparação da poção, por favor. Ela estava aprendendo ainda e temo que ela poderá explodir a ilha. – Riu e afastou-se subindo ao seu quarto. Preparou o seu tradicional manto de feiticeira e banhou-se.

Alguns minutos depois estava tentando chegar ao paredão para atravessar a barreira. Inúmeras feiticeiras recorriam a Louise sobre questões simples, fáceis de resolver.

— Não, eu acho que Lady Circe não ficará contente. – Respondeu a uma garota. — Reúna o máximo que vocês puderem das feiticeiras e vão ao acampamento romano. Hera sabe o quanto está destruído aquele lugar, precisam da nossa ajuda. — Certificou-se que a espada, o cajado e a adaga estavam presos no corpo e desceu as escadas ignorando os pedidos. Se ela desse razão a todas, jamais sairia dali. Desenhou com a ajuda de sua runa um cadeado aberto e banhou com o seu sangue, em seguida sentiu a sua energia sendo drenada e um portal se abrindo. Atravessou e logo se viu no acampamento grego, seu antigo lar.

O chalé de Circe ainda encontrava-se imundo, anotou mentalmente voltar até aquele lugar para limpar. Deixou o local indo em direção a ala dos animais. Ella com certeza já estava a esperando, mas ela teria que se conter um pouco mais. Assim que Redwind a viu, logo galopou por todo o estábulo. O seu pegasus de estimação estava crescendo, podia-se ver claramente a mescla entre preto e vermelho da sua pelagem.

— Mamãe não falou que te levaria para sair? – Abaixou-se esfregando o focinho e a crina do animal. Ele farejou a sua mão por alguns minutos e então entendendo a mensagem galopou para fora do seu habitat ganhando vida no acampamento. — Hey, rapazinho. Espera-me! – A prole de Afrodite correu atrás do animal alado. Conseguiu alcançá-lo e então se dirigiu até o ponto que a filha de Hefesto a esperava.

Ella parecia ainda mais redonda se isso ainda fosse possível, com a camisa laranja do acampamento, ela parecia mais uma abóbora grande do quê uma semideusa. Sorriu para Louise e logo murchou a sua animação. A feiticeira sabia que o pégasus e a outra menina tinha certo desprezo um pelo outro, mas não imaginava a proporção daquilo.

— Ele não vai te machucar de novo. – Virou-se para o cavalo. — Não é mesmo? – Redwind galopou ao redor da negra ferreira e então relinchou para ela. Se Louise pudesse entender aquilo, poderia supor que era um xingamento. O pegasus relinchou mais algumas vezes e então bateu com as patas no chão em sinal de protesto. — Parou vocês dois. Francamente, Ella se trocando com um animal, que baixeza. E você, Redwind, se ela sacar aquele machado nas costas, você está ferrado. Nem voar sabe ainda. – Por precaução, a feiticeira caminhou no meio dos dois. Molhou o símbolo do cadeado ainda incrustado na parede do chalé de Circe e abriu o portal para Nova Roma.

O acampamento parecia completamente diferente, destruído. Os romanos eram orgulhosos de seus impérios, logo Louise entendia o olhar de pesar e sofrimento nos primeiros moradores que encontrou. Abobada, foi passeando pelo lugar sem se dar conta que se afastava de Ella. Quando lembrou-se da outra semideusa, estava parada entre escombros com apenas a sua arma e o animal de estimação.    


Observações:
Poderes Utilizados :
Nome do poder: Portais II
Descrição: Agora a feiticeira já consegue abrir fendas de portais, e passagens para o Monte Olimpo e o reino inferior, mas não possui permissão para transitar por esses reinos. A abertura de portais pode faze-la viajar de forma confortável, e segura – sem se perder entre a abertura das fendas dimensionais criadas por ela – mas, não garante sua segurança em outros reinos.
Gasto de Mp: 50 MP
Gasto de Hp: Nenhum.
Bônus: Nenhum.
Dano: Nenhum.
Extra: Nenhum.
Redwind:

Meu Pet de estimação utilizado nessa primeira parte e em muitas outras que virão.





Aphrodite's Sorceress Princess
Royalty of Olympus
avatar
Louise S. Mitchell
Lider das feiticeiras
Lider das feiticeiras

Mensagens : 320

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Louise S. Mitchell&Ella Grace Harris [Fixas]

Mensagem por Melinoe em Sab Ago 25, 2018 5:03 pm


Louise S. Mitchell
Método de Avaliação:

Valores máximos que podem ser obtidos

Máximo de XP da missão: 500 XP e 500 Dracmas.

Realidade de postagem + Ações realizadas – 50%
Escrita: Gramática, erros, pontuação, coerência, concordância, etc – 20%
Criatividade/Estratégia em combate + inteligência – 30%

Realidade de postagem + Ações realizadas: 50%
Escrita: Gramática, erros, pontuação, coerência, concordância, etc: 20%
Criatividade/Estratégia em combate + inteligência: 30%

RECOMPENSAS: 500 XP + 500 Dracmas + 1 Insígnia. 

STATUS:
HP: 530/530
MP: 430/530

comentários:
Sempre fui muito fã dos seus textos e sinto que você está evoluindo cada dia mais. Sua escrita é bem gostosa e crio que cumpriu a missão como deveria ser feita. Parabéns, Loulou!

Atualizado pelo doutor




Ghost Queen
avatar
Melinoe
Deuses Estagiários
Deuses Estagiários

Mensagens : 195

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Louise S. Mitchell&Ella Grace Harris [Fixas]

Mensagem por Louise S. Mitchell em Sab Ago 25, 2018 8:54 pm





Louise escreveu:• • Materiais necessários - Para que as edificações sejam reconstruídas é óbvio que são necessários materiais como cimento, tijolos, telhas e tintas. Nesta missão, o objetivo é adquiri-los, seja por meio mágico ou indo à loja de Caleb Jensen, um filho de Atena que vive em São Francisco, para buscá-los.

Ela nem ao menos se deu o trabalho de voltar, já não conseguiria achar Ella de qualquer jeito. Redwind ao seu lado começava a farejar o ar e atrair atenções, muitos romanos não tinha contato com Pegasus por eles serem animais mitológicos gregos. Alguns temerosos não se aproximavam, o que levou Redwind a se sentir ainda mais confiante.

— Não assuste ninguém. Estamos aqui para ajudar e não atrapalhar. – Falou Louise. Ela em aproximou-se de uma construção em andamento, aparentava ser uma loja antiga. — Precisam de ajuda? – Perguntou automaticamente. Logo arrependeu-se, não sabia fazer trabalhos manuais e construções civis nunca foram a sua praia. No entanto quando um soldado romano sorriu e pareceu respirar aliviado, a feiticeira percebeu que poderia fazer a diferença mesmo como pouco.

— Os materiais estão acabando? Precisamos de mais tijolos, pedras, areias e cimentos. Só que é longe demais. – Disse o soldado romano parecendo apreensivo. — Poderia nos ajudar? O engenheiro das construções está logo ali... – Apontou para uma direção. — Ele pode dar-lhe mais informações.

Sorridente, a prole de Afrodite logo observou um senhor de aproximadamente uns cinquenta anos. Ele estava sentado com rolos de pergaminhos a sua frente, distribuindo ordens para outros homens que logo abaixavam a cabeça e partiam para os afazeres.  

— Com licença. – Disse Louise enfática e séria. Estendeu as mãos apenas por respeito na direção do homem. — Sou Louise Mitchell, filha de Afrodite e líder das feiticeiras de Circe. Ouvi que estão precisando de ajuda? – O senhor logo observou a garota com bastante atenção, talvez com um pouco até demais. Contendo o incomodo, ela forçou o olhar duro, mostrando através dos olhos que qualquer gracinha não seria tolerada facilmente, mesmo que aquele fosse um local que não a pertencesse.

— Pois bem... – Corou o homem. — Temos uma lista de novos materiais para receber, mas o lugar fica em São Francisco. Além de longe, é perigoso. Alguns de nós começaram a produzir aqui mesmo, mas a demanda é grande demais, logo acaba. Precisamos de alguém que nos apresente uma solução viável, uma saída.

— Então esse alguém sou eu. – Disse a garota. — Reúna homens fortes, capazes de suporta grades pesos. Coloque-me em contato com o fornecedor e cuidarei do restante. – Findou confiante. Desde que Circe a havia escolhido para liderar, Louise muitas vezes se pegava capaz de concretizar quase qualquer missão, só era preciso utilizar a cabeça.

O engenheiro logo afastou-se, voltando minutos depois com sete homens brutamontes. Louise desconfiava que grandes partes daqueles fossem proles de Ares ou talvez de Hefesto. Dois deles traziam um mini fonte de cerâmica nos baços, que após ser liberado um dispositivo, criou um arco-íris. No outro lado alguém atendeu posicionando as mãos no coração, um sinal claro romano.

— Sou Louise, Prole de Afrodite. Peço que me mostre o lugar onde habita e escolha um local para abertura de uma barreira mágica. – Ela sabia dos riscos, mas ainda sim ninguém escolheria São Francisco se não tivesse um plano de manter os monstros longes. A visão de Íris logo se alargou, mostrando um galpão velho de tijolos. O chão era de cimento e por todo o depósito, madeiras, pedras, telhados e outros utensílios de construções poderiam ser visto. Uma imagem suficiente para a feiticeira saber onde desejava ir.

Deixou os homens sozinhos e a observando, escolheu uma parede já construída e retirando a adaga da bota desenhou o símbolo do cadeado. Em seguida cortou a ponta do dedo e banhou a runa selando assim o feitiço. A parede logo se tornou imaterial e do outro lado uma nova construções poderia ser vista. Ela voltou ao senhor e retirou o bloco de pedidos, checando cautelosamente a listagem.

— Os fundos para as compras estão com o senhor? – Após receber uma resposta positiva, afastou-se e atravessou a barreira sozinha. Depositou a cabeça pelo portal e observou os homens pasmos. — Não creio que rapazes fortes estão com medo de um portal? – Alguns logo começaram a caminhar incertos.

Redwind atravessou logo ao seu lado, posicionando-se ao lado de sua dona. Relinchou em sinal de querer ajudar. No outro lado um homem a esperava, um jovem perdido na casa dos trinta aos quarenta anos. Louise e o mesmo apertaram-se as mãos.

— Temos pressa. Essa é a nota fiscal solicitada com os pedidos, creio que os senadores romanos logo virão sanar as dívidas. – Olhou para atrás. — Vocês dois, ajude o vendedor a despojar os pedidos, o restante pegue os materiais liberados e leve para Nova Roma. Cuidado para não avariar os produtos, precisaremos de cada um deles em bons estados. Use meu pegasus para ajudar, é para isso que ele se encontra aqui.  

Logo amarraram duas latas de tinta nas costas de Redwind, ele partiu galopante pelo portal. Os tijolos liberados em fileiras também eram pegos pelos homens. Louise sentou-se no balcão e cruzou as pernas, não poderiam esperar que ela fizesse um trabalho braçal firme. E, os homens ali estavam para servi-la.

— Você, pegue essas telhas e leve para o outro lado do portal. – Ordenava. — Esse tijolo está quebrado, troque por outros.

O seu animal de estimação voltava e retornava sempre levando baldes de tinta e outros materiais leves que iriam ser usados. Louise conferia os pedidos e com a ajuda de uma caneta riscava os já realizados. Aquela função demorou longas horas, os ajudantes eram lerdos. Mentalmente ela repensava sobre os ensinamentos romanos, eles poderiam ser mais treinados, obedientes e disciplinados, mas de nenhuma forma eram mais fortes que os gregos.

— Traga-me uma vasilha média de água, por favor. – Quando teve o pedido realizado, ela levantou-se do balcão e esperou que Redwind retornasse pelo portal. Segurou o eqüídeo pelo pescoço. — Venha beber água, está se esforçando demais. E depois descanse, é para você ajudar e não fazer o trabalho completo. – Esperou mais alguns minutos até todo o pedido ser atravessado e sorridente agradeceu a prole de Athena. — Logo alguém fará contato. Peço que reabasteça a sua loja, precisaremos de mais produtos em breve. – Atravessou o portal e fechou, parando em frente ao senhor de anteriormente e entregando as notas fiscais preenchidas. — Prontinho!            
           


Observações:
Passivos:
Nome do poder: Feiticeira III
Descrição: Você está ficando cada dia mais forte, Circe está orgulhosa de você. Sua personagem dominou a arte da feitiçaria conforme o esperado, tornando seus feitiços experientes, fortes e controláveis. Você dominou sua magia por completo.
Gasto de Mp:
Gasto de Hp:
Bônus: +20% de força em feitiços (poderes ativos).
Dano: +15% de dano se o feitiço acertar o oponente.

Nome do poder: Pericia com Cajados e Varinhas IV
Descrição: Você dominou o cajado por completo, e agora luta com ele como se fosse parte de seu corpo. Em posse de uma varinha, vai realizar feitiços únicos e perfeitos, sem gastar muita energia. Já com o cajado, seu combate é simplesmente sensacional, podendo lançar feitiços, atacar e se defender com perfeita disposição, em suas mãos essa arma se tornou mortal.
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: 100% de assertividade ao lutar com essa arma. O semideus pode usar o cajado para executar os feitiços e reduzir o gasto de MP pela metade, assim sendo, um feitiço que gasta 30 MP gastaria apenas 15 com a empunhadura dessa arma.
Dano: +20% de dano se for acertado por feitiços ou pela arma do semideus.

Nome do poder: Charme natural
Descrição: Ao se afiliarem a tal Deusa, tais mulheres passam a possuir determinado charme e brilho natural, sendo todas bastante bonitas e atraentes mesmo desarrumadas e após longas batalhas.
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: Nenhum.
Dano: Nenhum.

Nome do poder: Persuasão
Descrição: Circe é uma Deusa bastante persuasiva e manipuladora, suas palavras soam como veludo e são capazes de enevoar os sentidos até mesmo da mais inteligente das criaturas. E, como seguidoras de tal Deusa, as feiticeiras são dotadas de palavras persuasivas, no entanto não no mesmo nível que Circe. Conseguindo, por exemplo, que peguem um copo d'água ou, em meio a uma batalha, seus aliados sejam mais estimulados a lutar.
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: Nenhum.
Dano: Nenhum.

Nome do poder: Incentivo
Descrição: As palavras das prole de Afrodite/Vênus, independente da animação do mesmo, podem motivar semideuses a continuarem lutando, mesmo cansados, por exemplo. É apenas um poder de incentivo, não irá manipular ninguém. Apenas crescer as esperanças dos aliados do filho de Afrodite/Vênus.
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: + 15% de motivação p/ aliados.
Dano: Nenhum.

Nome do poder: Voz Melodiosa
Descrição: Sua voz tem uma melodia que agrada aos ouvidos das outras pessoas. Nem todos escutam a sua voz com o mesmo timbre, será de acordo com aquilo que mais agrada ao ouvinte. Isso facilitará persuasão com pessoas do sexo oposto drasticamente, e com do mesmo sexo influenciará um pouco.
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: O poder ativo “charme” do filho de Afrodite/Vênus, ao ser combinado com essa passiva ganha um bônus de força de 20%, podendo causar um estrago ainda maior.
Dano: Nenhum
Ativos:
Nome do poder: Portais II
Descrição: Agora a feiticeira já consegue abrir fendas de portais, e passagens para o Monte Olimpo e o reino inferior, mas não possui permissão para transitar por esses reinos. A abertura de portais pode faze-la viajar de forma confortável, e segura – sem se perder entre a abertura das fendas dimensionais criadas por ela – mas, não garante sua segurança em outros reinos.
Gasto de Mp: 50 MP
Gasto de Hp: Nenhum.
Bônus: Nenhum.
Dano: Nenhum.
Extra: Nenhum.


Obs¹: Feitiços com uso do cajado gastam -50% de MP.
Obs²: Utilizando o meu pet Redwind na missão, favor avaliá-lo.





Aphrodite's Sorceress Princess
Royalty of Olympus
avatar
Louise S. Mitchell
Lider das feiticeiras
Lider das feiticeiras

Mensagens : 320

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Louise S. Mitchell&Ella Grace Harris [Fixas]

Mensagem por Hades em Ter Ago 28, 2018 7:29 am


Louise S. Mitchell
Método de Avaliação:

Valores máximos que podem ser obtidos

Máximo de XP da missão: 750 xp + 750 dracmas + 2 insígnias..

Realidade de postagem + Ações realizadas – 50%
Escrita: Gramática, erros, pontuação, coerência, concordância, etc – 20%
Criatividade/Estratégia em combate + inteligência – 30%

Realidade de postagem + Ações realizadas: 50%
Escrita: Gramática, erros, pontuação, coerência, concordância, etc: 20%
Criatividade/Estratégia em combate + inteligência: 30%

RECOMPENSAS: 750 XP + 750 Dracmas + 1 Insígnia. 
Mascote: 120 XP

STATUS:
HP: 530/530
MP: 380/530

comentários:
Não existe nenhum ponto negativo a ser pontuado, semideusa. Seu texto foi bem elaborado, utilizando a personagem de forma condizente e essencial para o andamento da missão. Parabéns!

Acabou que eu atualizei;
avatar
Hades
Deuses Olimpianos
Deuses Olimpianos

Mensagens : 930
Localização : Importa? A morte ainda será capaz de te achar.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Louise S. Mitchell&Ella Grace Harris [Fixas]

Mensagem por Louise S. Mitchell em Sex Ago 31, 2018 10:59 pm


Princesa de Afrodite
A rose with thorns



Deusa Louise escreveu:Reforço das fronteiras - Após o ataque a Nova Roma, houve um acordo entre os pretores do acampamento, os senadores e o deus Término para que as entradas ao complexo (cidade e acampamento) recebessem auxílio, uma vez que a invasão dos Endths e de demônios Shax fragilizou as fronteiras.
Recompensas: 850xp + 650 dracmas + 2 insígnias.

— Se precisarem de mim para qualquer outra coisa, somente falar. – Disse a feiticeira para o senhor responsável pela construção de um dos templos. — Coloco as feiticeiras a disposição.

Sendo assim afastou-se para fugir do sol. O dia estava limpo, o que era cômico porque não ajudava em nada em relação a beleza de Nova Roma. Louise encontrou andando pelos lugares uma das poucas lojas abertas para consumo. Na fachada dizia ser uma padaria, mas dentro ela conseguia ver vitrines de doces, pães e salgados. Redwind estava ao seu lado, ele parecia faminto. Tinha comido apenas pela manhã, precisava se alimentar.

— Vou ver se consigo algo útil para você. – Dizendo isso entrou no comércio, observando o que poderia ceder ao seu pegasus sem atrapalhar o seu crescimento ou a saúde. — Com licença, vocês possuem frutas? – Era óbvio que não. A mulher observou o cavalo do lado de fora e tentou não se preocupar.

— Me desculpa, senhorita. Vendemos pães, doces e alguns salgados. Se for para o seu animal ali do lado de fora, aconselho pão sem fermento. – Ela sorriu. Parecia bem para alguém que morava em uma cidade atacada por monstros.

— Então desejo dois pães médios, uma garrafa de água, um pedaço desse bolo de frutas e também um suco em latinha, se tiver. – A atendente começou a recolher o pedido e depositar sobre o balcão. — Obrigada. – Disse Louise entregando os dracmas. Ela sabia que a moeda romana era o denário, mas deveria ter um sistema de cambio. A mulher pegou a moeda um pouco incerta e logo após um tempo pareceu se convencer que o dinheiro valia alguma coisa.

A feiticeira pegou o pão e jogou para o pegasus que cheirou por um tempo e logo tratou de devorar os dois pedaços tão rápidos quanto pôde.

— Sabe, Nova Roma é uma cidade muito bonita. Quando ela for reconstruída te trago aqui novamente para provar os pastos verdes romanos. – O animal parecia entender, relinchou por um tempo e deitou observando sua dona comer o pedaço de frutas e o suco de uva. Ela estava relaxada até que um soldado romano veio ao seu encontro.

— Você é Louise, feiticeira de Circe? – Disse o rapaz nervoso. A fama de que as meninas não gostavam de rapazes estavam se espalhando. — O deus Término disse que a encontraria aqui. Estamos cheios de funções e trabalhos, alguns de nós estão esgotados e faltam guardas nas fronteiras. Poderia nos ajudar. — A prole do amor já tinha ouvido falar sobre o deus Término, embora nunca o tenha visto. Observou ao redor com a sensação de que alguém a vigiava de longe. Colocou-se de pé e limpou a boca. Jogou o lixo na lixeira e sorriu amistosamente.

— Me leve até lá. – Pediu.

Guiada por uma entrada que ainda não conhecia, viu inúmeros soldados que mudavam de turno, muitos esgotados e pálidos. Rodou a pulseira no pulso e ativou o seu cajado. As pessoas olhavam para ela, embora entre eles muitas guerreiras se encontrassem. Foi levada até o ápice de um morro e ao descer observou um rio e uma entrada em forma de portal construída de concreto. Estendeu as mãos gentilmente para rejeitar o uniforme tradicional, ela já usava o seu manto sagrado.

Foi posicionada na entrada com o seu pegasus que parecia sério, ele entendia a situação e farejava o ar. Algumas vezes o animal caminhava para longe de Louise, cheirando as árvores e o solo.

— Sente cheiro de alguma coisa? – Perguntou a garota recebendo um trotar nervoso. Ergueu o cajado e logo uma guarda ao seu lado preparou o arco. — Tem algo de errado. – Ao dizer isso passou o cajado pelos braços, automaticamente o desenho de águas se instaurou. Sua visão e audição se tornaram mais ativas. Ela ouvia o barulho das árvores e o seu movimento. Entre uma delas um olho amarelo piscou. Alguém observava a fronteira de longe. Deu alguns passos disfarçados para frente e então concentrou a sua bola de energia nas mãos. A magia fluiu de sua alma esquentando o seu corpo e fisicamente iluminou o que já estava claro. Ela rapidamente atirou, sem ter a intenção de acertar.

O poder passou pelas folhas e acertou algo que despencou no chão. Em seguida três outras coisas voaram.

— Harpias! – Gritou. Era de se esperar que os monstros estivessem fazendo plantão, esperando o momento certo de devorar semideuses e legados. A notícia da fraqueza de Nova Roma deveria ter se espalhado. Uma flecha passou pelo seu ouvido que tudo ouvia e acertou uma harpia que levantava vôo. Ela correu em direção a caída, o pegasus ao seu lado, um mero projeto de guerreiro. Girou o cajado no ar e a acertou quando a mesma tentava se levantar. Outra criatura desceu em sua direção, pulou em cima de Redwind e ambos rolaram pelo solo. — Redwind? – Gritou a feiticeira. Invocou as chamas mágicas, mas poderia acertar o seu animal.

Por fim mirou no monstro abaixo e acertando fez o mesmo evaporar. A harpia era fraca, talvez apenas uma informante. O cavalo do outro lado abriu as suas pequenas asas e desequelibrando a invasora, mirou as duas patas traseiras e acertou um coice que a faz voar alguns metros. Sem tempo para ficar impressionada, a prole de Afrodite sacou a adaga e pulou em cima da atacante do seu pet. Rolaram ambas pela grama, por fim em um corte diagonal certeiro no rosto, feriu a oponente. Juntou as pernas e deu um chute duplo e finalizou cravando o metal no peito da mulher-pássaro.

Viu a outra harpia vindo em sua direção, a última sobrevivente. Uma flecha a pegou no ar e antes da mesma cair no chão já era pó de monstro. Correu para o Redwind e viu um ferimento superficial nas suas costas.

— Você não deveria ter vindo lutar, ainda é muito novo. – Ela passou a mão pela crina do animal. — Mas você foi maravilhoso.

Retornou ao seu posto, não quis ir à enfermaria. Estava apenas com alguns arranhões bobos, nada sério. Permaneceu imóvel por longas horas em pé. Se perguntava como conseguiam ficar ali sem se cansar, era tedioso aquela função para se fazer todos os dias. A partir daquele momento enxergaria as feiticeiras que guardavam a ilha com mais respeito, não era uma função tão simples quanto parecia.  

 
Armamentos:
Aqui

Habilidades Divinas:
Podres Passivos de Afrodite:
Nome do poder: Pericia com Adagas IV
Descrição: O semideus evoluiu conforme o esperado, ataca e se defende com a lamina com uma maestria impressionante. Seu manejo melhorou, e agora sua mira com a arma está mais letal em suas mãos, também consegue acertar pontos críticos, tornando seus ataques precisos e perfeitos.
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: +100% de assertividade no manejo de Adagas.
Dano: +30% de dano se a arma do semideus acertar o oponente.

Nome do poder: Elasticidade Natural III
Descrição: A elasticidade de tais semideuses atinge seu ápice, sendo tão perfeitos quanto dançarinos profissionais. Seus movimentos são bem pensados e precisos, assim como os músculos parecem responder ao mínimo comando. É quase impossível para um guerreiro mediano e iniciante acertá-los.
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: + 50% em esquiva e flexibilidade
Dano: Nenhum

Nome do poder: Eterna Boa Forma
Descrição: A boa forma que você possui não confere apenas belas curvas, no caso das meninas, ou músculos definidos, no caso dos meninos, mas também confere certa agilidade e destreza para se esquivar de alguns ataques. Isso permite que você ganhe certa facilidade em se esquivar, ou defender em ataques diretos.
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: +20% de defesa, esquiva e agilidade.
Dano: Nenhum
Poderes Ativos de Afrodite:
Nenhum

Habilidades de Feiticeira:
Poderes Passivos de Circe:
Nome do poder: Pericia com Cajados e Varinhas III
Descrição: Agora a feiticeira se tornou uma ótima combatente, podendo usar a arma em rituais, lutas, e lançamentos de feitiços com uma precisão impressionante, em combate, se torna sua arma ideal.
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: 75% de assertividade ao lutar com essa arma. O semideus pode usar o cajado para executar os feitiços e reduzir o gasto de MP pela metade, assim sendo, um feitiço que gasta 30 MP gastaria apenas 15 com a empunhadura dessa arma.
Dano: +15% de dano se for acertado por feitiços ou pela arma do semideus.

Nome do poder: Pericia com Adagas III
Descrição: O semideus ataca e se defende com adagas com perfeição, essa arma se encaixa em suas mãos com uma precisão impressionante, e o deixa se sentindo completamente confortável.. Além de atacar e se defender, agora consegue causar danos consideráveis ao acertar pontos estratégicos no corpo do oponente.
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: +65% de assertividade no manuseio da arma.
Dano: +25% de dano se a arma do semideus atingir o oponente.

Nome do poder: Feiticeira III
Descrição: Você está ficando cada dia mais forte, Circe está orgulhosa de você. Sua personagem dominou a arte da feitiçaria conforme o esperado, tornando seus feitiços experientes, fortes e controláveis. Você dominou sua magia por completo.
Gasto de Mp:
Gasto de Hp:
Bônus: +20% de força em feitiços (poderes ativos).
Dano: +15% de dano se o feitiço acertar o oponente.
Poderes Ativos de Circe:
Nome do poder: Chamas de Energia
Descrição: A feiticeira pode concentrar parte da energia magica nas palmas de suas mãos, formando esferas ou chamas de energia branca. As chamas se assemelham ao fogo comum, e causam uma ardência consideravelmente semelhante, porém, também sugam energia natural, podendo causar um estrago considerável.
Gasto de Mp: 15 MP por bola de energia
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: Nenhum
Dano: 20 HP por bola de energia
Extra: Nenhum

Nome do poder: Marcas e Tatuagens II
Descrição: A semideusa – na posse de um cajado, ou de uma varinha – consegue marcar a pele com uma pequena tatuagem em forma de Água. Ao marcar a pele com esse desenho, a semideusa dobra sua visão e sua audição, podendo ouvir e ver até 1km de distância em relação a posição atual.
Gasto de Mp: 30 MP
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: Nenhum
Dano: Nenhum
Extra: Dura dois turnos, nesses turnos, a velocidade da semideusa será 50% maior.
 

Habilidades de Redwind:
NOME DA HABILIDADE: COICE
DESCRIÇÃO: MESMO FILHOTE, DESDE QUE CONSEGUIU FIRMAR SUAS QUATRO PATINHAS NO CHÃO, O PÉGASO POSSUI UM COICE DIGNO DE DERRUBAR OS DESAVISADOS, JÁ QUE GRAÇAS A SUA ESTATURA TENDE A ACERTAR PRINCIPALMENTE AS PERNAS.
TIPO: PASSIVO
DANO: NENHUM
BÔNUS: NENHUM

NOME DA HABILIDADE: MONTARIA
DESCRIÇÃO: PRESTES A SE TORNAR JOVEM, O PÉGASO CONSEGUE SUSTENTAR O PESO DE UMA PESA EM SUAS COSTAS.
TIPO: PASSIVO
DANO: NENHUM
BÔNUS: NENHUM
   

FPA:

Melpomephy.. Black Set


Aphrodite's Sorceress Princess
Royalty of Olympus
avatar
Louise S. Mitchell
Lider das feiticeiras
Lider das feiticeiras

Mensagens : 320

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Louise S. Mitchell&Ella Grace Harris [Fixas]

Mensagem por Louise S. Mitchell em Sex Ago 31, 2018 11:56 pm


Princesa de Afrodite
A rose with thorns



Deusa Louise escreveu:• Mão de obra braçal - Depois de construídas, as lojas, casas e demais edificações necessitam do serviço de carpintaria e pintura. Você está encarregado de uma delas!
Recompensas: 600xp + 600 dracmas + 1 insígnia.

Quando por fim se viu livre e rendida, Louise afastou-se das fronteiras deixando três novos guardas em seu lugar. O seu animal parecia já conhecer o lugar, chegou na cidade primeiro que ela.  

— Foi... um aprendizado. – Não poderia dizer que foi um privilégio, afinal ficar em pé durantes horas tinha tornado suas pernas duras. Voltou para o centro da cidade, deveria ser quase hora do almoço. As pessoas ainda trabalham com todo fervor, sorriam e brincavam entre si. Muitas construções estavam prontas.

Passou por um prédio próximo e sorriu ao ver a beleza arquitetônica, tinham bons construtores ali. Parou e ficou se embelezando com o lugar até que viu um possível perigo, um rapaz subia as escadas com uma lata pesada, enquanto uma moça passava por baixo. Automaticamente esticou as mãos e tomou através da telecinese o controle do objeto, fazendo levitar. Ela gostava daquilo, lembrava sua época de criança.

— Querem ajuda? – Se ofereceu sem cerimônias.

— Ah, sim senhorita. Estamos com as partes manuais, pintando as janelas e portas. Poderia pegar um pincel? – Disse a moça que chegou intacta e limpa do outro lado.

— Claro! – Disse simplesmente.

Foi levada até o “almoxarifado” improvisado, um galpão com latas de tintas e outros objetos de pintura.  Observou as cores usadas, o marrom era o mais comum. Recolheu um pincel pequeno e a lata e deixou o galpão sendo guiada até uma casa ao lado. Ao chegar encontrou com inúmeras outras mulheres, algumas com crianças que brincavam com as tintas no chão. Enquanto algumas coloriam, outras limpavam o chão sujo. Colocou a lata em uma mesa e abriu, não tinha cheiro e também não conhecia a marca. Poderia ter sido criada por um semideus, eles produziam quase tudo encontrado em Nova Roma.

Foi até a janela e molhou o pincel e passou levemente pela madeira. Era um serviço simples e delicado, embora sua roupa já estivesse com respingos. Olhou do outro lado e viu o pegasus servindo de carga para os produtos. Aos poucos os romanos aprendiam que o animal mitológico descendente de Poseidon era mais bonito que perigoso. As crianças até alisavam a crina de Redwind e ele parecia se divertir lambendo o rosto dos outros.

Pintar não tinha segredos. Escolhia-se uma posição e então deslizava o pincel sempre no mesmo ponto para não criar bolhas de ar.

As janelas por si não eram baixas, em algum momento a feiticeira precisou subir em uma cadeira para alcançar o ponto mais alto.

— Não sou casada. – Respondeu a uma das artesãs. — Circe não proíbe que suas feiticeiras se relacionem com homens, mas nenhuma de nós tem uma vida conjugal. Eu tenho um namorado, mas não sabemos como se desenrolará a relação. – Pensou a feiticeira em voz alta. — Homens não são permitidos na ilha e como líder não posso me ausentar grandes períodos, o que me faz pensar que talvez um projeto de família será apenas um mero projeto mesmo.  – Aqueles pensamentos a incomodavam a algum tempo. Amava Prowler e sabia que era amada também, mas eram diferentes demais. Ambos tinham resolvido viver o presente e deixar o futuro para frente, nadar conforme a maré. — E vocês são casadas?

Ela se surpreendeu com as respostas. Muitas ali já eram mães. Desceu do banco e partiu para a próxima janela. Antes observou de longe o seu trabalho artístico. Não estava bonito, apenas apresentável e algumas presentes achavam o mesmo pelas suas caretas. Ninguém poderia culpá-la, filhas de Afrodite não são boas em serviços braçais.

Começou a nova janela elaborando o mesmo processo, molhando o pincel e deslizando pela madeira.

— Redwind? – Gritou pelo pegasus que levantou as orelhas ao ouvir o seu nome. — Mamãe precisa de mais tinta. – Olhou para um dos rapazes do lado de fora. — Poderia colocar uma lata de tinta nas costas dele, por favor? – O rapaz assentiu e logo após alguns minutos o cavalo entrou na casa em construção com duas latas presas em cada lado, um rolo de pintar parede e um pacote de pinceis menores. A semideusa foi ao encontro do animal e pegou os produtos. — Obrigada. – Recebeu uma lambida em resposta, uma língua áspera. O cavalo logo mudou a careta para algo feio, tinha passado a boca em um pouco de tinta presente no rosto da meio sangue e galopou para fora indignado. — Ninguém mandou você querer me beijar. – Disse alto e sorrindo.

Ele já tinha se embolado com duas crianças que tentavam montar em suas costas, as graça eram suas asas preta e vermelha.  

Louise voltou ao trabalho e terminou de pintar as janelas, partiu para a única porta ainda de madeira intocada. Demorou mais tempo que o necessário. Quando por fim revelou ser uma filha de Vênus na linguagem romana, choveu perguntas de dicas para os relacionamentos.

— Você é muito bonita, mulher. Homem nenhum deve pisar em você e não importa se ele é centurião ou não. Você é a mãe e ele o pai, você não fez sozinha com o dedo. – Arrancou gargalhas. — Se ele não arcar com as obrigações familiares e conjugais, troque-o por outro. Se quiser depois te passo um poção que fará você arrumar um novo marido rapidinho. A gente não muda um homem quando ele não presta, a gente muda de homem. – Piscou e voltou a porta.

Ao terminar a sua função ali, passou para a parte de fora. Pintou as mesmas janelas e portas e quando a casa estava apresentável, o grupo de damas sorridentes partiram para a outra construção. Louise se divertia ali, encontrava nelas um futuro se quisesse com Prowler. Casa, filhos, escola, faculdade, Nova Roma era uma Nova Iorque para legados e semideuses.

Embora fosse fácil a pintura, ao cair da tarde a garota sentia os braços doloridos. Sua roupa estava preta e marrom e Redwind mal conseguia andar de cansaço.

— Vamos procurar um lugar para descansar e depois continuamos. – Se despediu das mulheres e sorrindo se afastou das construções.  

 
Habilidades Mágicas:
Poderes Passivos:
Nome do poder: Feiticeira III
Descrição: Você está ficando cada dia mais forte, Circe está orgulhosa de você. Sua personagem dominou a arte da feitiçaria conforme o esperado, tornando seus feitiços experientes, fortes e controláveis. Você dominou sua magia por completo.
Gasto de Mp:
Gasto de Hp:
Bônus: +20% de força em feitiços (poderes ativos).
Dano: +15% de dano se o feitiço acertar o oponente.
Poderes Ativos:
Nome do poder: Telecinese II
Descrição: Seu dom começa a desenvolver-se melhor e seu personagem já tem mais controle sobre ele, agora é capaz de levantar objetos mais pesados como armas de bronze e ferro, mesas e cadeiras e até mesmo animais menores e o corpo de uma criança.
Gasto de Mp: 25 MP por turno usado
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: Nenhum
Dano: Nenhum
Extra: O dano é contabilizado de acordo com o uso da telecinese, pois pode ser uma habilidade ofensiva ou defensiva.
   
 

Habilidades de Redwind:

NOME DA HABILIDADE: MONTARIA
DESCRIÇÃO: PRESTES A SE TORNAR JOVEM, O PÉGASO CONSEGUE SUSTENTAR O PESO DE UMA PESA EM SUAS COSTAS.
TIPO: PASSIVO
DANO: NENHUM
BÔNUS: NENHUM
   

FPA:

Melpomephy.. Black Set


Aphrodite's Sorceress Princess
Royalty of Olympus
avatar
Louise S. Mitchell
Lider das feiticeiras
Lider das feiticeiras

Mensagens : 320

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Louise S. Mitchell&Ella Grace Harris [Fixas]

Mensagem por Netuno em Qua Set 26, 2018 11:40 pm


 Louise S. Mitchell

Método de Avaliação:

Valores máximos que podem ser obtidos

Máximo de XP da missão: 850xp + 650 dracmas + 2 insígnias.

Realidade de postagem + Ações realizadas – 50%
Escrita: Gramática, erros, pontuação, coerência, concordância, etc – 20%
Criatividade/Estratégia em combate + inteligência – 30%

Realidade de postagem + Ações realizadas:50%
Escrita: Gramática, erros, pontuação, coerência, concordância, etc: 20%
Criatividade/Estratégia em combate + inteligência: 30%

RECOMPENSAS: 850 xp + 650 dracmas + 2 insígnias.

Comentários:
Louise, não tenho muito o que dizer a respeito da sua missão se não que foi muito gostosa de ler. A narração foi leve, fluida e descomplicada, de modo que me fez imaginar as cenas sem dificuldades.  Também não encontrei erros que me fizeram fazer algum desconto. A interação com seu mascote foi adorável, apresentando dificuldades em combate já que se trata de um pégaso jovem e uma impulsividade característica dessa fase, o que eu achei muito coerente.
Parabéns.

Método de Avaliação:

Valores máximos que podem ser obtidos

Máximo de XP da missão: 850xp + 650 dracmas + 2 insígnias.

Realidade de postagem + Ações realizadas – 50%
Escrita: Gramática, erros, pontuação, coerência, concordância, etc – 20%
Criatividade/Estratégia em combate + inteligência – 30%

Realidade de postagem + Ações realizadas:50%
Escrita: Gramática, erros, pontuação, coerência, concordância, etc: 20%
Criatividade/Estratégia em combate + inteligência: 30%

RECOMPENSAS: 600 xp + 600 dracmas + 1 insígnias.

Comentários:
Lola, Lola... Em questões técnicos repito tudo o que disse na avaliação anterior, e acrescento que adorei a personalidade que atribuiu ao seu texto. Há muito de você nele, e eu acho isso incrível. Foi uma missão bem leve e descontraída, mas sinto que deu para desenvolver vários pensamentos que implicam diretamente na trama da personagem. Gostei de ver, continue assim.
Parabéns.

RECOMPENSA FINAL: 1450 xp + 1250 dracmas + 3 insígnias.


Atualizado por Hades.



_ Netuno_
Soberano dos mares

avatar
Netuno
Deuses Estagiários
Deuses Estagiários

Mensagens : 129

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Louise S. Mitchell&Ella Grace Harris [Fixas]

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum