The Blood of Olympus
Para visualizar o forum é necessário estar cadastrado, por favor registre-se no rpg ou entre em sua conta. É necessário estar cadastrado para ver as informações contidas no forum. Lembre-se de usar nome e sobrenome, não se cadastrar usando nomes geralmente utilizados por Hacker. Exemplo: "Barum" "Hakye" e por ai vai. Bem vindos.

VI Aula de Combate Corporal -//- Taekwondo II

Página 1 de 2 1, 2  Seguinte

Ir em baixo

VI Aula de Combate Corporal -//- Taekwondo II

Mensagem por Max Hayes em Dom Jul 29, 2018 5:35 pm



Aula de Taekwondo Pt 2







Introdução;
O que é?



Taekwondo ou Tae kwon do é uma arte marcial que foi criada, pelo general sul-coreano Choi Hong Hi, em 11 de abril de 1955. Em coreano a palavra taekwondo possui o seguinte significado: caminho dos pés e das mãos através da mente. Apesar de ser uma luta, possui, assim como quase todas as artes marciais, uma filosofia que consiste na valorização da perseverança, integridade, autocontrole, cortesia, respeito e lealdade.

No sentido mais prático, o Taekwondo é um instrumento de defesa e resposta perante “ataques”, não apenas físicos, mas também simbólicos – as dificuldades e adversidades que o quotidiano nos coloca. O termo é composto pelas palavras “Tae”, “Kwon” e “Do”, cada uma delas com vários significados, semelhantes entre si, mas que permitirão uma interpretação mais lata do conceito. “Tae” pode significar “pernas”, “pés” ou mesmo “pisar” (ou “manter-se em”); “kwon” pode ser interpretado como “punho” ou “lutar”; e “do” entende-se como “caminho” ou “disciplina”.





Cenários e Personagem;
Onde quando quem


O cenário de treinamento

Ambas as arenas foram adaptadas para esse treinamento a céu aberto. O chão foi coberto por um material emborrachado que é propício a treinamento de saltos, aliviando as quedas e com o atrito ideal para evitar escorregões. Nas laterais existiam sacos de pancada em diversos tamanhos e estilos, além de alguns bonecos de treinamento. Camas elásticas também foram posicionadas nas arenas do acampamento, pois seriam bastante úteis naquele treinamento.

A instrutora

Max, como gosta de ser chamada, é uma filha de Júpiter e amazona. Apesar de ter um corpo franzino e uma aura naturalmente travessa, ela possuía força e conhecimento graças as suas filiações. Sempre de bom humor e disposta a conversar com qualquer pessoa, aprendeu com sua mãe a como misturar-se em qualquer grupo social. Portanto, poderá interagir livremente com Hayes, sabendo que ela possui sempre uma resposta divertida ou um comentário irônico para fazer.

Enredo da Aula

A segunda aula de Taekwondo tinha como objetivo aprimorar o conhecimento e tornar os chutes dos semideuses ainda mais eficazes e letais. Para tanto, Max convidou dois conhecidos semideuses mestres no taekwondo para fazer uma demonstração impecável de saltos bonitos, mas extremamente perigosos e difíceis de serem defendidos por sua velocidade e força. O tema da aula seria basicamente os saltos aéreos, que quando feitos de maneira errada, poderiam colocar qualquer um em uma posição de risco e até mesmo de morte. Depois da exibição, Max demonstraria devagar, junto com os outros dois semideuses, como realizar cada chute.







A técnica;
Aprendendo a defesa pessoal

As técnicas avançadas do Taekwondo

Para essa aula serão treinados os chutes aéreos dessa modalidade de luta. Você poderá encontrar uma variedade de chutes demonstrados no vídeo abaixo, com seu nome execução.



Dicas Iniciais

Acerte o alvo com a sola do pé. Essa parte é importante, pois a sola do pé ou o calcanhar são as partes mais duras do pé. Caso chute com os dedos do pé, eles provavelmente vão quebrar.

A força também está no quadril! Muitas vezes, não é o quão forte você chuta algo, mas como você usa o quadril para harmonizar e completar o movimento.



Missão e Regras


Missão da aula

As técnicas avançadas de taekwondo são, em sua maioria, baseados na técnica básica. Por isso o foco dessa missão será treinar, primeiro, o equilíbrio do semideus e a maneira como está saltando. Max irá incentivar que todos façam piruetas e que usem das camas elásticas para acostumar com os saltos e, principalmente, com a sensação de queda e de enjoo por causa dos giros rápidos.

Depois, será feito o acompanhamento no treinamento da técnica dos chutes aéreos. Poderá escolher Max ou um dos outros dois convidados. É necessário treinar de maneira detalhada pelo menos um chute, com erros e acertos.

Para finalizar, a prova final será quebrar tábuas de madeira que Max e os outros dois estarão segurando em diferentes alturas, mas que só conseguiriam ser atingidos com chutes aéreos. Sinta-se livre para usar o chute que quiser.

NPC Convidados
• Yan possui cerca de um metro e setenta e sete, mas com um corpo a primeira vista franzino. Seus músculos são definidos e bem trabalhados, e apesar de ter uma falta no quesito força, ninguém vence o filho de Mercúrio em termos de agilidade. Tem cabelos castanhos claros e olhos bastante escuros.
• Jackson por sua vez é um ruivo de apenas um metro e sessenta e oito, de porte corporal similar ao amigo. Mas, mesmo com sua estatura menor do que a de Max e a de Yan, é o que consegue saltar mais alto durante as execuções dos chutes. Filho de Belona, tem os olhos azuis.

Regras
- Mínimo de 25 linhas
- Necessário 80% de rendimento para ganhar a habilidade da aula
- Ordem mínima necessária na postagem: Aquecimento nas camas elásticas, aprendizado das técnicas, narrando detalhadamente pelo menos uma. Demonstração dos chutes quebrando as tábuas de madeira fina, que estão sendo seguradas por Max e os outros dois garotos.
- Treinamento aberto até 31 de agosto.
- IMPORTANTE: Necessário Taekwondo I, caso não tenha feito essa aula, poderá realizá-la nesse mês.
- Será proibido uso de poderes ativos.

Habilidade
Nome: Taekwondo II
Descrição: O taekwondo é uma arte marcial milenar da Coreia. Em coreano a palavra taekwondo possui o seguinte significado: caminho dos pés e das mãos através da mente. Após assistir a aula de combate, o aluno agora possui noções básicas e sabe melhor do que ninguém aplicar chutes referentes ao taekwondo. Agora o semideus que possui essa habilidade conhece técnicas mais complexas de combate que envolvem chutes.
Gasto de MP: Nenhum
Gasto de HP: Nenhum
Bônus: +35 de dano em chutes; +40% equilíbrio, agilidade e flexibilidade.
Extra: +70% de chance de sucesso em um salto e no pouso



Maxine Hayes


∆ LYL - FG


avatar
Max Hayes
Amazonas
Amazonas

Mensagens : 519

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: VI Aula de Combate Corporal -//- Taekwondo II

Mensagem por Thomas M. Brynjolf em Ter Ago 21, 2018 3:06 am


Run for your life
This is the night of the werewolves



Hábitos noturnos e pontualidade são duas coisas que não caminham muito bem juntas, então acordar atrasado tornava-se muito comum em minha vida.

Como de costume, eu corria para a arena. Mas desta vez, não estava correndo para me aquecer antes do treinamento, e sim porque eu havia me atrasado para a aula de taekwondo. Me transformar em lobo só para chegar mais rápido ao local do treino era uma opção que passou pela minha cabeça, mas iria chamar muita atenção desnecessária e a tolerância de Quiron com a minha condição talvez tivesse um limite.

Parei para recuperar o fôlego quando cheguei à arena. Como sempre, o tatame havia sido montado e Max estava lá com dois assistentes, que estavam pulando e girando pelo ar feito uns loucos. Tirei meus sapatos e fiz uma reverência antes de subir ao tatame, sem conseguir tirar os olhos daqueles dois.

Os semideuses pareciam desobedecer as leis da física, voando acima do tatame e quebrando tábuas com seus chutes provenientes de piruetas. A elasticidade e velocidade dos dois era notável, mas o que não saía da minha cabeça era a força que eles precisavam ter para saltar àquela altura, e o equilíbrio e resistência para pousarem em pé e sem se machucarem.

Assim como os demais alunos, eu batia palmas a cada chute que obtinha êxito, sempre com o queixo caído e repetindo mentalmente as palavras “eu quero fazer isso”. Uma salva de palmas ressoou pela arena quando a demonstração teve fim, meus olhos provavelmente estavam brilhando de pensar que eu teria uma aula que me daria o pontapé inicial para fazer aquilo algum dia.

- Espera só até o Wade me ver fazendo isso. Ele vai pirar por não ter vindo.

Sussurrei para mim mesmo, sorrindo enquanto me reposicionava para prestar atenção nas instruções de Max, que começou a explicar detalhada e lentamente todos os chutes que foram demonstrados. Obviamente que todos os movimentos estavam em sua forma básica, sem os saltos de dois metros de altura, ou as piruetas que antecediam os golpes, mas a amazona nos incentivava a tentar os saltos.

Eu sempre percebi que minha facilidade para aprender golpes era maior que a dos outros semideuses. Exceto os filhos de Ares, que pareciam peritos em qualquer tipo de coisa que envolvesse destruição e espancamento. Não que eu não gostasse de um pouquinho de violência, mas eles viviam para isso.



Andei até uma das camas elásticas sobre o tatame e subi vagarosamente, um pouco preocupado com os efeitos que a gravidade tinha sobre mim, principalmente considerando que eu nunca havia subido numa cama elástica e não fazia ideia do que esperar. Era quase como se eu estivesse pisando em uma gelatina com uma camada firme por cima, e cada movimento meu fazia um barulho nas molas. Eu torcia com todas as minhas forças que eu não precisasse usar aquilo pelo resto da tarde, ou acabaria ficando louco.

Comecei dando uns passinhos meio desengonçados, erguendo e abaixando um pé de cada vez até que estivesse confiante o bastante para me impulsionar para cima e para baixo, mas sem tirar os pés daquela superfície.

Respirei fundo, aumentando a intensidade dos impulsos e dando um mais forte, que se transformou em um salto.

- Whoa!

Abri os braços para equilibrar o meu pouso, ofeguei por alguns instantes, estático e com os olhos arregalados apontando para baixo.

- Ok, eu estou vivo. Estou bem... Você consegue, Thomas, o pior que pode acontecer é cair daqui de cima e quebrar o pescoço.

Conversei comigo mesmo, me impulsionando para cima mais uma vez. Aterrissei e dei um passo para a frente, equilibrando a minha queda. Passei mais alguns minutos praticando para conseguir saltar sem me desequilibrar, e sem precisar tomar pausas entre os saltos, tornando o movimento contínuo.



Seguindo a instrução da Amazona, eu precisava girar no ar. Comecei rodando de lado, em parafusos. Aquele movimento até que era fácil se eu não o fizesse muito rápido ou frequentemente para não ser afetado pela tontura. Mas o real desafio ainda estava por vir. Eu sabia realizar saltos mortais, mas no chão firme ou em cima d’água, mas cair em água não machucava. Cair de cara no chão a dois metros de altura, por outro lado...

Respirei fundo, flexionando os meus joelhos e franzindo a testa, ficando preparado para aumentar a intensidade do meu salto. Deixei escapar um “hup” dentre meus lábios e esforcei mais a musculatura das minhas pernas, minha cabeça se inclinava para trás e o mundo começava a girar. Mas percebi que eu havia me movimentado demais para cair em cima da cama elástica e entrei em pânico, abrindo meus braços e pernas e caindo de costas no tatame. Fiquei em pé praticamente em um salto.

- Eu estou bem! Eu estou... Bem.

Abaixei a cabeça, ignorando as reações dos presentes. Mas alguém naquele lugar tinha 100 porcento da minha atenção, e era Clemente, a cama elástica que acabou de ser batizada. Eu jurei em nome de todos os deuses do Olimpo que não deixaria que ela me derrotasse, voltando para cima dela e tentando novamente.  

Depois de mais um tombo e uma tentativa que resultou num pouso desengonçado, finalmente consegui pegar o jeito daquela superfície elástica, e foi quando a voz de Freddie Mercury apareceu na minha imaginação, entoando “We Are The Champions”.



Depois de mais uns vinte minutos, eu já estava confiante o bastante para adicionar os golpes demonstrados por Max aos saltos na cama elástica. Surpreendentemente, golpear fazia os saltos ficarem muito mais fáceis, então era a hora de abandonar as rodinhas e pedalar como um garotinho crescido. Desci da cama elástica, um pouco triste, confesso que eu havia me afeiçoado à sensação e queria muito comprar uma. Mas tudo na vida tem um fim, e minha relação com Clemente havia acabado.

Me interessei para tentar o chute de costas em 360 graus, que foi explicado pela filha de Athena. Me aproximei de um dos seus assistentes, o rapaz de cabelos castanhos que foi escolhido por ter uma altura mais próxima à minha, e pedi para que ele me ajudasse com a prática segurando uma das tábuas.

Alonguei o meu pescoço e me posicionei, fazendo um ângulo com as pernas. Esquerda na frente e direita atrás. Punho esquerdo um pouco à frente do rosto, e o direito junto ao queixo, joelhos um pouco flexionados e parado a cerca de 1 metro de distância do semideus.

Dobrei mais os joelhos e me impulsionei para cima e para frente, girando o meu corpo no sentido anti-horário. A prática na cama elástica me fez acreditar que, para mim, seria mais fácil girar impulsionando o corpo com um pequeno chute lateral da perna traseira que, no caso, era a direita. Fiz o possível para manter os olhos na tábua segurada por Yan durante todo o meu movimento, obviamente não conseguindo olhar quando estivesse completamente de costas, mas movendo o pescoço para conseguir encará-lo novamente.

Expirei no momento do chute principal, que consistia em esticar a minha perna esquerda assim que ela ficasse na mesma direção da tábua, acertando-a com o calcanhar. Meu pouso não foi tão bom quanto esperado, perdi um pouco o equilíbrio e precisei dar uns passos para o lado, evitando assim que caísse de costas no chão, mas pelo menos a tábua havia sido quebrada.

- Eu quero tentar de novo.

O rapaz assentiu com a cabeça e pegou mais uma tábua. Ajustei a intensidade do meu giro para que não rodasse tanto e não caísse tão fora da minha base de apoio, resolvendo assim o problema do desequilíbrio, mas aquele movimento ainda poderia ser aprimorado.



Pedi que Yan pegasse mais uma tábua, e chamasse Jackson para segurar mais duas. O rapaz mais alto subiu em uma cadeira, ficando mais alto. O menor, segurou uma das tábuas na altura do seu tronco, e a segunda um pouco acima da sua cabeça.

Tomei um pouco mais de distância e corri na direção dos dois. Saltei e quebrei a primeira tábua com o chute utilizado para impulsionar o giro, e este resultou em mais um chute com o calcanhar que quebrou o segundo alvo. Aterrissei com os joelhos dobrados e pulei, dando um salto mortal para a frente, passei um pouco longe demais da tábua, mas pelo menos consegui manter o meu equilíbrio durante a queda.

- Tá, eu consigo! Me deixa tentar de novo.
Habilidades Passivas:

- Força I
Descrição: A força dos lycans é elevada devido aos músculos naturalmente melhor desenvolvidos para dilacerar e matar suas presas.
Gasto de Mp: Nenhum.
Gasto de Hp: Nenhum.
Bônus: 10% em força; 20% em força se estiver em alguma forma lupina.
Dano: Nenhum.
- Força I
Descrição: A força é, sem dúvida alguma, a principal arma de um guerreiro, que o faz vencer seus inimigos mesmo que precise utilizar apenas seus punhos. Independente do porte físico do filho de Ares/Marte ou de sua idade, o semideus terá a força de um atleta de MMA profissional, sendo capaz de suportar mais peso que os demais campistas, bem como causar danos maiores em seus golpes.
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: +10% de força
Dano: +5% de dano se o ataque do semideus atingir o adversário.
- Combate não Armado
Descrição: Nos combates de uma guerra, muitas vezes o combatente acaba sendo desarmado, acabando sua munição ou perdendo sua arma, obrigando-o a utilizar apenas seus punhos para sobreviver. Sendo peritos em combates desarmados, os filhos de Ares/Marte sabem técnicas marciais de todas as artes marciais existentes, mesmo que nunca tenha feito uma aula sequer. As técnicas podem ser utilizadas para a elaboração de movimentos complexos, como mortais, piruetas, ataques acrobáticos e golpes que requeiram uma grande elasticidade.
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: Nenhum
Dano: Nenhum
Extra: Seus golpes desarmados dão 20 de dano base.
- Velocidade I
Descrição: Como demonstrado por Percy na série e é de conhecimento geral que Poseidon é mais rápido que a maioria dos deuses por ser um dos três grandes, seus filhos possuem uma velocidade superior à comum dos semideuses.
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: +15% de velocidade
Dano: Nenhum
Habilidades Extras:

Nome: Muay Thai
Descrição: O Muay Thai é uma arte marcial de origem Tailandesa conhecida como Thai Boxe ou Boxe Tailandês e revela um método de combate corpo a corpo (full contact) muito agressivo. É conhecido mundialmente como “a arte das oito armas”, pois caracteriza-se pelo uso combinado da técnica e da força dos membros do corpo humano, nomeadamente: os dois punhos; os dois cotovelos; as duas canelas das pernas e os dois joelhos. O semideus que participou dessa aula tem conhecimento sobre o muay thai, podendo usar de suas técnicas para golpear o seu adversário, principalmente ao usar os cotovelos e os joelhos para atingir o inimigo.
Gasto de MP: Nenhum
Gasto de HP: Nenhum
Bônus: +25 de dano ao usar cotovelos e joelhos no golpe; +30% força, agilidade e flexibilidade.
Extra: Nenhum
Melpomephy.. Black Set
avatar
Thomas M. Brynjolf
Lycans
Lycans

Mensagens : 179
Idade : 17
Localização : Wolves' Den/CHB

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: VI Aula de Combate Corporal -//- Taekwondo II

Mensagem por Louise S. Mitchell em Sex Ago 31, 2018 12:10 am


Princesa de Afrodite
A rose with thorns



A feiticeira abriu os olhos satisfeita, tinha dormido um sono de realeza no acampamento meio sangue. A cama do chalé de Afrodite ainda era macia e o melhor de tudo, podia ouvir as fofocas de suas irmãs. Circe não ficaria satisfeita com a sua líder, mas pelo menos Louise teria um momento de sossego, algo difícil de conseguir após ter se tornado líder. Algumas garotas abusavam da semideusa achando que ela tinha a obrigação de ensinar o básico das poções, sendo os livros explicavam aquilo.

— Você é feiticeira de Circe, não feiticeira de Louise. – Explicou certa vez a uma recém chegada, abusada e cheia de manias. — Querida, para você sobreviver aqui na ilha precisará aprender alguns pontos importantes. Primeiro, sou sua líder e não empregada, quer comida mastigada me pague antes. Segundo, mimada e de Afrodite aqui no momento somente eu, se você não é filha da deusa do amor, esse brilho que você acha que tem é oleosidade.

E igual a aquela tinham muitas, por isso na véspera do novo treinamento de Max a prole da deusa da beleza achou melhor “fugir” para o acampamento grego. Antes do sol nascer de fato, ela já passeava com uma máscara de pepino no rosto, os cabelos envolvidos em uma touca de massagem e as unhas dos pés devidamente pintadas.

— É disso que eu falo, minha beleza é muito maltratada na ilha. – Comentou indo para o banheiro. — Me passem o shampoo de morango. – Gritou.

Horas depois estava envolvida em beleza e glamour. Tinha pegado uma calça de ginástica emprestada, uma camiseta escrita “Queen since 2001” e o seu tênis de corrida. Quando chegou à arena percebeu que a instrutora tinha acrescentado mais alguns itens; Camas elásticas, sacos de pancada, tatames e dois rapazes bonitos. O mais alto de todos era o mais bonito, Louise imaginou a imagem de Prowler em sua mente e então focou no treinamento e não na paquera. Filhos de Afrodite se perdem rapidamente na presença de beldades.

— Max. – Disse entrando na entrada e sorrindo. Não abraçou a instrutora, sabia que Amazonas não era propícia a contatos físicos e nem a feiticeira sentia vontade de tocar em outra mulher. — Se superou hoje. – Confessou. — Obrigada por me avisar com antecedência do treinamento. – Ficaria ali batendo papo durante toda a manhã se pudesse, mas decidiu procurar um canto afastado para aquecer. Esticou as pernas, os braços, alongou o pescoço, a coluna, girou os pés algumas vezes.

Após algum tempo de aquecimento, a instrutora incentivou todos a escolherem uma cama elástica. Louise ficou logo em uma das primeiras, tinha malhado o bumbum durante semanas seguidas para o verão e precisava mostrar naquela calça colada. Iniciou o exercício pulando normalmente e inseriu as piruetas com o tempo, tomando o cuidado para não respirar muito forte. Ela não sofria enjôos facilmente, mas de vez em quando sua vista ficava turva. Acostumou-se a pular sem entender a finalidade daquilo tudo. Quando no final daquela parte percebeu o que a amazonas queria suprimiu uma vontade absurda de chamá-la de louca.

A segunda parte seria preciso escolher alguém dos três instrutores, óbvio que Louise escolheu o mais baixinho e raquítico. Max a espancaria até a morte, o rapaz grandão era um risco ao seu namoro e o baixinho era fofo de um tipo... só fofo mesmo.

— Ok, pegue leve comigo. – Jogou os cabelos para atrás e o prendeu em um coque. Piscou os olhos para o menino, tentaria convencê-lo que ela não era um alvo importante. Entretanto, ele não parecia se abalar nem um pouco pelas suas curvas, seios e lábios carnudos. Não olhou para a sua bunda só poderia ser gay.

— Vou ver o que posso fazer por você. – Respondeu ele. — Jackson.

— Lola. – Respondeu ela de volta.

— Então Lola, quero que você tente me acertar um chute aéreo. Consegue?

A feiticeira balançou a cabeça positivamente, só que estava mentindo. A última vez teve que usar complexas de água quente nos pés, agora com certeza enfaixaria a cabeça. Tentou se lembrar dos golpes treinados na aula passada, a posição dos pés, a flexão dos joelhos e a força no quadril. Afastou-se alguns centímetros e então girou o corpo e pulou. Não saiu do lugar, só se deslocou alguns centímetros do chão. Jackson ficou atônico olhando para ela.

— Isso era para ser um golpe? – Ele disse sério.

O chute lateral era complicado demais, deveria iniciar com o frontal, embora percebesse que os chutes aéreos eram diferentes. Sem pensar muito em técnicas, ela jogou a perna direita no ar em forma de chute e pulou no peito do semideus, passou direto. Ele aparentava ter bastante paciência.

— Lola, não seria melhor você começar com algo fácil? Já pensou na técnica com os dois pés juntos? – Ele foi até o boneco e fez a demonstração. Ele poderia ser baixinho, mas o pulo era gigantesco. Aquele movimento era bem mais fácil, não envolvia muita coisa. Sentindo-se preparada, ela uniu as pernas e mirou no boneco. Os dois pés bateram no peito do mesmo e ela flexionou o joelho, o resultado foi uma queda horrorosa do outro lado. Levantou-se consertando o cabelo e sorriu fracamente.

— Estou pronta para tentar novamente. – Se posicionou na frente do boneco e uniu as duas pernas.

— Não desflexione quando atingir o alvo, somente quando estiver próximo do chão. A força que derruba e o seu peso. Vamos lá, tente. – A prole de Afrodite uniu as pernas e pulou no peito do boneco, o mesmo se balançou e quando ela estava retornando para o solo voltou o joelho ao normal. — Viu, não é difícil. De novo! – E assim Louise treinou, unindo as pernas e acertando o alvo, sempre percebendo mais fácil que a vez anterior. — Agora me acerte com um chute lateral voador. – O instrutor demonstrou como fazer. — Viu? Venha!

Louise percebeu que aquele era sem dúvidas mais fácil que o primeiro, consistia apenas em esticar uma das pernas no ar, nem precisava se locomover muito. Treinou por algum tempo até perceber a pior parte não era as voadoras. Com uma tabua nas mãos, cada participante daquela aula deveria chutar e quebrar,  o que consistia em força e técnica.

— Você se superou hoje, Max. – Brincou Louise.

Foi a última da fila, queria se preparar bem. A cada passo ela repassava as coisas aprendidas.

— Calcanhar, sola do pé. Força nos quadris, enrijece os músculos das coxas,flexiona o joelho, pula, acerta, desflexiona, volta ao chão. – Sussurrava sozinha. Quando chegou a sua vez estava assustada, suas mãos tremiam, parecia as provas escolares. Os instrutores estavam observando a tudo, prontos para citar os erros na frente de todo mundo. A semideusa respirou fundo e se aproximou da tabua junta com o rapaz alto e galanteador. Não fez gracinhas, não poderia brincar com ele.

Pulou do chão esticando as pernas no ar e acertou a tabua bem no meio, entretanto não houve força o suficiente. Voltou a última da fila e quando teve a chance de repetir o exercício, cometeu o mesmo erro. Repensou sobre o que estava fazendo de errado e chegou a conclusão que era o golpe usado. Para maior força deveria usar as duas pernas iguais ao primeiro exercício.

— Tudo bem, eu consigo. Sou poderosa, arraso e esculacho. – Juntou as duas pernas e atacou, fez com quê o jovem tivesse que se afastar, mas rachou a madeira. Comemorou rapidamente e voltou a fila. Repassou durante várias o mesmo golpe, sempre rachando ou ameaçando quebrar. Para os instrutores era uma melhora, para ela um erro que precisava ser melhorado.                

Habilidades Utilizadas :
Nome do poder: Elasticidade Natural III
Descrição: A elasticidade de tais semideuses atinge seu ápice, sendo tão perfeitos quanto dançarinos profissionais. Seus movimentos são bem pensados e precisos, assim como os músculos parecem responder ao mínimo comando. É quase impossível para um guerreiro mediano e iniciante acertá-los.
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: + 50% em esquiva e flexibilidade
Dano: Nenhum

Nome do poder: Eterna Boa Forma
Descrição: A boa forma que você possui não confere apenas belas curvas, no caso das meninas, ou músculos definidos, no caso dos meninos, mas também confere certa agilidade e destreza para se esquivar de alguns ataques. Isso permite que você ganhe certa facilidade em se esquivar, ou defender em ataques diretos.
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: +20% de defesa, esquiva e agilidade.
Dano: Nenhum

Nome: Prática de Asanas
Descrição: O corpo é tão jovem quanto flexível. Exercícios de yoga enfatizam a saúde da coluna vertebral, a sua força, equilíbrio e flexibilidade. A prática dos Asanas (exercícios de Yoga) aumenta esses três atributos do semideus.
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: +30% em equilíbrio e flexibilidade.
Extra: + 10% em Força.
     

FPA:

Melpomephy.. Black Set


Aphrodite's Sorceress Princess
Royalty of Olympus
avatar
Louise S. Mitchell
Lider das feiticeiras
Lider das feiticeiras

Mensagens : 342

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: VI Aula de Combate Corporal -//- Taekwondo II

Mensagem por Lim YeongMi em Sex Ago 31, 2018 2:15 pm


Aula

A confusão mesclava-se com infinidades de possibilidades nos primeiros cinco segundos da consciência experimentada, a realidade ainda se curvando e buscando uma conceituação do que poderia estar ocorrendo. Naqueles breves segundos, Lim ignorava os problemas que possuía e o resto do mundo. Não existia medo, a falsidade ou o medo do fracasso. Ela era apenas ela, em paz. A névoa do espaço entre seus sonhos e o plano físico era tão sedutora, acalentando-a para ficar adormecida e mergulhar ainda mais no reino do sono. Ela sabia que tinha que lutar contra a sonolência, a lembrança de que existia um compromisso para ir naquele dia soando como um peso no fundo da mente de Lim. Os cílios tremulavam enquanto os olhos apertados lutavam para se abrir.

Todo o processo de realmente levantar, arrumar-se e ir para o local do treinamento de Max durou menos tempo do que o esperado. Ainda que o cérebro dela estivesse nublado pelo sono. E o cenário, como um todo, já lhe era comum. Os tatames organizados pelo chão, os sacos de pancada e bonecos de treino mais ao canto, construíram uma familiaridade que se misturava as lembranças das dores musculares que ela veio a sentir um dia após a primeira aula.

E, de imediato a garota de olhos claros e aparência bastante impressionante, deu início a aula, apresentando dois homens que viriam a ajudá-la com a aula. O conhecimento que ambos eram mestres na arte ensinada era um ponto óbvio, mas que servia para tranquilizar os semideuses. Os rapazes de chamavam Yan e Jackson, a constituição física — principalmente de Yan — chamando atenção da semideusa de imediato, em uma admiração pelo esforço nítido. A demonstração não demorou a ser iniciada, para a total preocupação de Lim. Os rapazes demonstraram chutes aéreos, saindo completamente do chão — Jackson certamente poderia voar, caso fosse seu desejo, YeongMi suspeitava — e chutando de forma poderosa. E, para completar, Max avisou que caso fossem feitos de forma errada poderiam resultar em algumas coisas bastante desagradáveis e até em morte. Bastante animador.

Ela pensou seriamente em dar meia volta e ir dormir no chalé 27, fingindo que nunca havia saído da cama naquela manhã. Porém YeongMi nunca desistiu de nada sem antes tentar. Pensando nisso a semideusa passou a se alongar assim que os três terminaram de demonstrar cada um dos chutes — de forma mais coordenada do que na última aula —, sem contar com tantos ossos estalando como da última vez, parecendo bastante despreocupada. Mas quem a conhecesse melhor poderia notar os sinais claros da desmotivação presentes em Lim. Veja bem, ela nunca foi uma criança voltada para os esportes, ela mal se exercitava e ser uma semideusa a forçava em tal direção caso ela quisesse sobreviver, claro.

O equilíbrio e flexibilidade dela eram, por falta de palavra melhor, um quase completo fiasco. Se pedissem para ela correr em linha reta ela certamente iria desviar para o lado ou cair. E, apesar dela não ter muita confiança em si mesma, tudo só não era horrível por conta da última aula de Max que havia frequentado. Por isso ela possuía uma pequena confiança de que as coisas poderiam funcionar.

E, após o alongamento, Lim olhou em volta vendo os semideuses já iniciando o treinamento de alguns dos chutes, se sentindo perdida até um dos rapazes — especificamente, Yan — a chamar. Ele parecia bastante prestativo e paciente, mesmo que Lim soubesse que em algum momento o rapaz poderia classificá-la como incapaz de realizar os movimentos propostos.

- Então, você precisa de ajuda? — O rapaz questionou de imediato e Lim assentiu lentamente.

- Eu não acho que vou conseguir fazer qualquer um desses chutes, sou bem ruim. — Ela comentou, com um sorriso de desculpas no rosto.

O rapaz lhe ofereceu um outro sorriso e pediu que ela demonstrasse o que havia aprendido durante a outra aula. E, sem qualquer receio — ou medo do que pudesse dar errado, por já saber que daria —, Lim passou a demonstra o chute frontal que havia aprendido e treinado algumas vezes quando o chalé de Nyx ficava vazio (afastando as camas um pouco e às vezes ficando sentada, mas ninguém precisava saber disso). Durante a última aula YeongMi conseguia chutar em apenas uma altura, mas agora ela quase conseguia atingir a segunda, visto que a sua flexibilidade ainda não a ajudava nem um pouco. E, de alguma forma, Yan achou que ela conseguia continuar a aula. Então ela não iria questionar.

- Acho que talvez você devesse tentar fazer o chute com pés juntos. — Yan indicou, passando a demonstrar o chute sem que Lim pedisse para ele o fazer. Obviamente sendo apreciado pela semideusa.

Porém ela sabia que seria difícil para ela executar o chute, não confiando no próprio equilíbrio. O que foi comprovado assim que Yan indicou que ela deveria realizar o chute. A primeira tentativa acabou que Lim caiu no tatame quando tentou erguer os o pés em conjunto para chutar. Perceptivelmente lhe faltava força abdominal para realizar o movimento. E Yan percebeu isso quando YeongMi tentou chutar pela segunda vez e caiu novamente.

- Você conseguiria chutar com a cama elástica, mas depois não iria conseguir fazer, por faltar força no abdômen. — O rapaz indicou e ela concordou, anotando mentalmente que talvez devesse se preocupar em fortalecer o corpo fisicamente, talvez fosse uma boa ideia realizar corridas pela praia… — Talvez o chute lateral voador você consiga fazer.

Yan comentou, passando a demonstrar o chute. Que consistia em pegar velocidade e chutar ao pular, dobrando o joelho da outra perna. Era óbvio que Lim não havia prestado muita atenção na demonstração inicial dos chutes, bastante empenhada em achar que não iria conseguir. Mas ao analisar aquele chute ela achou que se treinasse bastante poderia ficar boa nele. Talvez não naquela aula.

- Eu acho que posso fazer. — Lim indicou, se preparando.

Primeiro a semideusa tentou alongar novamente, esticando as pernas e ignorando o olhar divertido de Yan ao seu lado. Após isso ela tentou chutar, em uma primeira tentativa. E, ao contrário do esperado, Lim não caiu e nem passou longe do chute… na realidade havia faltado impulso, já que ela quase não saiu do chão. Elevando o pé da maneira correta e sem esquecer de fazer o movimento com a outra perna.

O olhar de surpresa no rosto de Yan demonstrava que ele também não esperava um progresso tão rápido dela. Mas isso não a ofendia. E, em uma troca rápida de palavras, o filho de Mercúrio disso que logo voltaria e que continuasse a praticar. E assim ela o fez. Das vezes que Lim tentou realizar o chute a maioria foi realizada de forma correta, uma ou duas vezes ela sequer saiu do chão, por não possuir impulso o suficiente. Para a felicidade da semideusa, obviamente.

Quando o instrutor voltou, ele estava com um saco de pancada e um sorriso que indicava que YeongMi deveria chuta-lo.

Com isso a semideusa passou a tentar fazer o chute da maneira mais correta que conseguia, ouvindo tudo que Yan indicava a cada tentativa. Primeiro havia corrigido a falta de impulso e, por último, havia tentado corrigir a elevação da perna. Mas o semideus não demorou a perceber que YeongMi não possuía flexibilidade o suficiente para isso. Se contentando com os resultados apresentados até aquele momento.


+ tag Max e NPC.
+ notes Aula.
BY MITZI




FOXY

Don’t misunderstand, my easy smiles are for myself.
avatar
Lim YeongMi
Filhos de Nyx/Nox
Filhos de Nyx/Nox

Mensagens : 38

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: VI Aula de Combate Corporal -//- Taekwondo II

Mensagem por Max Hayes em Sex Ago 31, 2018 10:12 pm

A muitos pedidos e solicitações, estou prorrogando o prazo da aula para o dia (05/09), quarta feira.


Maxine Hayes


∆ LYL - FG


avatar
Max Hayes
Amazonas
Amazonas

Mensagens : 519

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: VI Aula de Combate Corporal -//- Taekwondo II

Mensagem por Romeo Bernocchi em Ter Set 04, 2018 5:22 pm

aula de taekwondo
parte II
Esbugalhei os olhos ao chegar nos Campos de Marte. A fim de proporcionar aos alunos uma forma melhor de aprendizado, Max inovou: preencheu parte da arena com camas elásticas. Inevitavelmente, um sorriso travesso despontou nos meus lábios.

E aí, Max! — cumprimentei a amazona, erguendo os dedos indicador e médio da mão direita em um v. No segundo seguinte, reconheci os rostos dos outros dois semideuses que estavam ao lado dela. Pelo visto, eles seriam seus ajudantes. — Senhores. — e acenei brevemente com a cabeça, na falha tentativa de mostrar polidez enquanto pretor.

Mantive-me analisando as camas elásticas, imaginando o que a instrutora havia programado para a aula, durante o tempo em que os semideuses chegavam. Quando enfim deu a hora, a filha de Júpiter bateu algumas palminhas e todos nos reunimos em um semi-círculo diante dela.

De braços cruzados, meus dedos da mão esquerda tamborilavam incessantemente o cotovelo oposto, em uma clara manifestação da minha hiperatividade e ansiedade. A proposta da aula me pareceu muito interessante e divertida, principalmente por fugir do comum. Entretanto, com a demonstração feita por Yan e Jackson, concluí que as chances dessa ser a minha aula favorita aumentaram consideravelmente.

Deixei os tênis esportivos do lado da grande estrutura de camas elásticas e então subi, seguindo as ordens de Max. O primeiro passo, já tendo a base técnica do taekwondo, seria acostumar com os saltos ali. Com receio de cair sem querer em alguém, rumei até um ponto mais distante, em uma triste e lenta velocidade proporcionada pela estranheza que era andar em uma cama elástica.

Concentrar-se em um ponto fixo distante, Romeo. Equilíbrio. — repeti sucintamente o que a semideusa me disse depois que, estabanado e inexperiente, eu fui parar na cama elástica vizinha ao pular algumas vezes. Respirei fundo, fazendo força nas pernas sutilmente flexionadas para me manter parado enquanto crava o olhar nos longínquos prédios dos quartéis das coortes.

Então reiniciei os saltos, sem desviar o olhar, em um ritmo gradativo, de modo a evitar a repetição do erro. De repente, a instrutora se aproximou e com extrema facilidade sincronizou seus pulos com os meus, sorrindo e assentindo como forma de aprovação. Olhei-a por um instante, suficiente para retribuir o sorriso, e me foquei outra vez no horizonte.

Passados alguns minutos, dificultamos os saltos. Pelo menos as vinte primeiras piruetas que eu dei foram um fiasco, mas não importava. Eu estava ali para aprender, no final das contas. E pelo menos fazia alguns outros semideuses rirem.

Max nos havia alertado sobre uma possível sensação de enjoo, mas em momento algum a senti. Eu estava me acostumado a viajar por portais, a coisa mais complicada do mundo, e às vezes nem vomitava mais. Perto disso, o que eram algumas piruetas?

Confesso que eu estava longe de ser o aluno com melhor desempenho, mas eu estava tentando. Quando Max, Yan ou Jackson paravam para demonstrar outra vez a como dar o giro no ar, eu parava, prestava atenção e então tentava outra vez. Das incontáveis tentativas, as últimas das últimas foram as que eu consegui quase parar de pé e não sair desgovernado para o lado.

Esfreguei as mãos na testa, livrando-a do excesso de suor, e as passei no short. Pelo esforço já exercido, eu sentia meu corpo quente, suava e tinha as narinas alargadas ao respirar um pouco ofegante. No entanto, ainda não tínhamos aprendido nada relativo ao taekwondo, o que significava que o pior estava por vir.

A demonstração dos chutes feita já no chão me deixou boquiaberto. Já fora incrível a primeira aula, na qual aprendemos chutes como o lateral e o circular, mas essa explorava muito mais o estilo de luta. A complexidade dos chutes era maior e por isso exigia muito mais de nós.

O primeiro dele foi o chute com os pés juntos. Era semelhante a uma voadora, mas a principal diferença era a ausência da corrida antecessora em busca de impulso. Ele viria atrás de um pulo, no qual, em seu ápice, contava com o esticar das pernas unidas para efetuar o chute.

Ao iniciar a prática, quebrei a cara. Era bem mais difícil do que eu imaginei. Os saltos na cama elástica serviram como aquecimento e preparação, portanto a parte da impulsão foi um pouco mais tranquila. Ao emendar o chute, caí de bunda no chão.

Ai! — gritei, massageando o cóccix por conta da dor sentida. Max se aproximou prontamente, questionando o que havia acontecido. — Deu erradíssimo, menina.

Ri de nervoso com a instrutora, aceitando sua ajuda para me levantar. Em seguida, ela ofereceu seu ombro para eu me apoiar na hora de saltar, de modo a não me esborrachar no tatame outra vez. Lentamente eu progredi, até que, ao aterrissar, somente perdi um pouco de equilíbrio.

Boa, Meo! — ela disse, fazendo um hi-five comigo.
Avançamos para os chutes seguintes, sendo que o que eu mais achei divertido foi o chute dividir. Eu tinha certa flexibilidade, mas era melhor me alongar bastante antes de realizá-lo ou, do contrário, ficaria com sérias dores nos músculos posteriores.

Levantei-me após o preparo e dei alguns pulinhos antes de saltar, olhando alternadamente para Max, que estava diante de mim, e seus braços esticados em ambas diagonais superiores, lugares nos quais eu deveria acertar com a sola dos pés. Ela fez que sim com a cabeça, me incentivando, e então fui.

Com os braços em frente ao peito, na típica posição de guarda, eu flexionei meus joelhos rapidamente e me lancei para cima. Minhas pernas foram erguidas simultaneamente, sendo esticadas para a realização do chute. E os dois objetos acolchoados que a amazona segurava no alto foram atingidos corretamente pelos meus pés.

Emiti outro grito ao voltar para o chão, a parte mais difícil para mim. Por alguma razão, minhas pernas não retesaram como deveriam e, assim, meus joelhos dobraram e eu caí pela enésima vez. Meu olhar descontraído encontrou o da filha de Júpiter e, ao segurar em uma de suas mãos para me reerguer, rimos juntos.

Felizmente a instrutora era descontraída e tornava o aprendizado muito mais fácil do que deveria ser. Pelo menos até chegar na parte final da aula: quebrar madeiras.

Sua vez, senhor pretor. — ela anunciou, preparando, juntamente com Yan, as plaquinhas de madeira que eu deveria quebrar na altura dos seus rostos..

Respirei fundo e dei outra alongadinha depois de me posicionar. Minha escolha foi o chute dividir, o que mais havia gostado, ainda que não fosse um exemplo a ser seguido no taekwondo. E agora, ao invés de chutar o almofadado, deveria acertar as placas de quebrá-las. Tranquilo.

’Simbora. — falei, reiniciando os pulinhos antecessores do golpe, as mãos cerradas próximas do peito.

Quando quiser. — Max informou, escondendo falhamente um sorriso em resposta ao meu comentário. Confesso que eu estava um pouco nervoso.

Então após um suspiro, repeti o dito chute, forçando a não focar os olhos em um dos alvos depois de observá-los por um instante. O solado já sujo dos meus pés atingiram as plaquinhas de madeira, dividindo-as no meio como era previsto, assim que estiquei minhas pernas quando estava no alto.

Exibi uma careta meio desesperada quando voltei ao chão, dando somente alguns passinhos para trás pela ligeira perda de equilíbrio. Recompus-me em seguida e relaxei os ombros, contente por ter conseguido

Após ser parabenizado, me afastei para que os alunos remanescentes pudessem concluir o exercício proposto. Por ter feito atividade física, me mantive em constante movimento - uma caminhada lenta pelos limites dos tatames - para não causar complicações no meu corpo por conta da pausa brusca.

fpa:

habilidades aprendidas:
Muay Thai
Descrição: O Muay Thai é uma arte marcial de origem Tailandesa conhecida como Thai Boxe ou Boxe Tailandês e revela um método de combate corpo a corpo (full contact) muito agressivo. É conhecido mundialmente como “a arte das oito armas”, pois caracteriza-se pelo uso combinado da técnica e da força dos membros do corpo humano, nomeadamente: os dois punhos; os dois cotovelos; as duas canelas das pernas e os dois joelhos. O semideus que participou dessa aula tem conhecimento sobre o muay thai, podendo usar de suas técnicas para golpear o seu adversário, principalmente ao usar os cotovelos e os joelhos para atingir o inimigo.
Gasto de MP: Nenhum
Gasto de HP: Nenhum
Bônus: +25 de dano ao usar cotovelos e joelhos no golpe; +30% força, agilidade e flexibilidade.
Extra: Nenhum

Prática de Asanas
Descrição: O corpo é tão jovem quanto flexível. Exercícios de yoga enfatizam a saúde da coluna vertebral, a sua força, equilíbrio e flexibilidade. A prática dos Asanas (exercícios de Yoga) aumenta esses três atributos do semideus.
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: +30% em equilíbrio e flexibilidade.
Extra: + 10% em Força.

Taekwondo I
Descrição: O taekwondo é uma arte marcial milenar da Coreia. Em coreano a palavra taekwondo possui o seguinte significado: caminho dos pés e das mãos através da mente. Após assistir a aula de combate, o aluno agora possui noções básicas e sabe melhor do que ninguém aplicar chutes referentes ao taekwondo. Ainda sabe apenas o básico do taekwondo, mas logo estará preparado para os golpes mais complexos que esta modalidade permite aprender.
Gasto de MP: Nenhum
Gasto de HP: Nenhum
Bônus: +25 de dano em chutes; +30% equilíbrio, agilidade e flexibilidade.
Extra: Nenhum

habilidades da universidade:
Desenvolvimento Motor
Descrição: Aprender sobre o desenvolvimento do corpo e seus movimentos é crucial para um estudante de educação física. Agora saberá os limites e possibilidades, além de ganhar uma noção maior sobre si próprio.
Gasto de Mp: Nenhum
Bônus: +30% coordenação motora

Cinesiologia
Descrição: A palavra Cinesiologia vem do grego, kinesis significa movimento, sendo assim cinesiologia é a ciência que estudo o movimento. No caso da área da saúde a cinesiologia aplicada vem para estudar os movimentos humanos. Quando falamos em movimento humano estamos falando de músculos. Através da contração muscular e das estruturas articulares que nosso corpo se movimenta. Portanto, para entender e estudar cinesiologia humana é necessário entender o funcionamento de músculos e articulações.
Gasto de Mp: 30MP por análise do movimento do corpo, totalizando 60MP.
Bônus: +10% em atributos corporais (passiva). Duas vezes por missão, poderá ativar a análise do movimento do corpo do inimigo, podendo predizer um movimento corporal do mesmo em poucos segundos.

habilidades passivas:
Nível 3
Nome do poder: Combate não Armado
Descrição: A prole da deusa Belona tem um vasto conhecimento sobre combates. Seu corpo e seu espíritos foram forjados para o combate. Assim, eles possuem a capacidade de luta corporal muito elevada, sabendo técnicas marciais mesmo que nunca tenha realizado uma aula sequer antes. As técnicas podem ser utilizadas para a elaboração de movimentos complexos, como mortais, piruetas, ataques acrobáticos e golpes que requeiram uma grande elasticidade.
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: Nenhum
Dano: Nenhum

Nível 10
Nome do poder: Força superior
Descrição: Os filhos de Belona são mais fortes do que a maioria dos campistas, podendo aguentar grandes cargas em suas costas sem alterar sua postura ou desempenho. Podem carregar até 3 sacos de farinha sobre os ombros, ou até mesmo uma pessoa em suas costas por uma longa distância, sem alterar seu desempenho físico.
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: +15% de força.
Dano: +5% de dano caso usem para atacar alguém.

Nível 20
Nome do poder: Corpo Guerreiro II
Descrição: Seu corpo desenvolveu-se e tornou-se ainda mais pronto para a batalhas de longa duração. O metabolismo evoluiu e a fisiologia do semideus filho de Belona foi potencializada. A resistência corporal tornou-se melhor ainda, assim como a imunologia.
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: +30% em resistência corporal, +40% de imunidade a infecções, venenos e doenças corriqueiras como viroses.

Nível 25
Nome do poder: Força Interna
Descrição: A prole da deusa da fúria em guerra detém uma força interna que se transforma em força física. Com isso, o impacto dos seus golpes físicos passa a ter uma taxa de dano maior, além de ser capaz de levantar uma quantidade de peso muito maior do que um humano comum.
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: +30% em danos físicos, capacidade de erguer até 150kg com facilidade e amassar metais comuns (resistência sigma).

Nível 45
Nome do poder: Hipercinesia III
Descrição: Esse é o momento em que mente e corpo encontra-se em completa sintonia. Você não apenas pensa e age, mas como pode fazer os dois ao mesmo tempo. A leitura do ambiente torna-se perfeita, permitindo assim o combo de muitas outras habilidades ativas com a sua capacidade hipercinética. Sua mente e corpo tornam-se a sua maior e principal arma.
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: +50% em equilíbrio, coordenação motora e reflexos
Dano: Nenhum

Nível 50
Nome do poder: Ignorar a dor II
Descrição: Parar de combater por causa de seus machucados não faz parte dos planos do semideus filho de Belona. Ignorar a dor provocada nos combates tornou-se ainda mais fácil e corriqueiro, permitindo assim o seu desenvolvimento.
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: Bônus: Podem ignorar a dor de queimaduras de grau médio, desde que não sejam em grande escala de estrago, luxações, câimbras, fraturas em dedos e etc. Apesar de serem afetados, e sentirem dor, conseguem continuar lutando. Fraturas em braços, pernas, costelas e outros membros não entram nesse poder.
Dano: Nenhum


avatar
Romeo Bernocchi
Pretores
Pretores

Mensagens : 725
Idade : 20
Localização : Acampamento Júpiter

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: VI Aula de Combate Corporal -//- Taekwondo II

Mensagem por Aislynn Prescott em Ter Set 04, 2018 5:57 pm



— Feche a boca ou entrará mosquito.
— Enzo comentou ao seu lado, fazendo-a lembrar dos lábios que permaneceram abertos durante toda a apresentação do trio. Aislynn limpou a garganta na tentativa de disfarçar, o filho de Ares conseguia ser insuportável até nas horas mais importunas. Na busca de ignorar o ser insignificante, focou na instrutora que se aproximava com o rosto repleto de suor. Ela, Yan e Jackson fizeram uma ótima apresentação do que iriam aprender na aula. Aislynn observava Jackson com admiração, pois, entre o trio, ele era o menor e mesmo assim não ficava para trás. Ela possuía um corpo miúdo e franzino, esperava mesmo assim pular tão alto quanto ele.    

Como sempre, antes de entrar de cabeça no aprendizado do dia, Max orientou seus alunos a fazer os alongamentos. A maioria não esperou o comando visto que já se habituaram a maneira da instrutora, a filha do Sol era uma delas. Depois de deixar o corpo aquecido, se aproximou de uma das camas elásticas. Por haver várias, não teve dificuldade em encontrar uma vaga. Nesta aula optou por usar moletom e regata, sentia-se mais confortável do que com a legging utilizada anteriormente.    

Ao adentrar na camela elástica, sorriu ao sentir a mudança drástica do solo. Cada movimento proporcionava um vai e vem, era a sua primeira vez em algo assim e, como a infantilidade ainda presente, não deixou de achar divertido. Sem demora, começou a realiza o que foi pedido: treinar os saltos. Forçou o peso para baixo para que começasse a ir e a voltar, aos poucos começou a pular ganhando uma altura boa o suficiente para começar os saltos. Lembrava-a um pouco a aula de parkour que fez, com a diferença de que agora não faria os saltos no chão, mas na cama elástica.  

Saíram algumas piruetas, mortais incompletos ao ponto de cair mais de uma vez de nádegas, o que não a impediu de continuar, pelo contrário, sentia-se desafiada, motivada a persistir. Conforme foram aumentando as tentativas uma sensação ruim no estomago a incomodou, parou um pouco para beber água e esperar a tontura que também veio junto passar. Prosseguiu ao se recuperar, mas o incomodo não demorou a retornar. O objetivo principal era a fazer se acostumar com as reações de seu corpo devido aos giros por mais que sejam incomodas. Não era fácil, porém longe de ser impossível.  

Com persistência os intervalos realizados foram diminuindo, o mal-estar não, entretanto tornou-se mais sustentável. Descendo da cama elástica pronta para prosseguir, Aislynn sentiu seus pés flutuarem no chão como se seu corpo ainda estivesse lá dentro, algo que mais uma vez arrancou sorrisos. Aproximando-se de Jackson, uma vez que ele estava livre, a semideusa pediu auxílio para as técnicas dos chutes aéreos. Os olhos azuis do filho de Belona brilharam com o seu pedido, demonstrava o quanto gostava desta arte e aceitou de imediato. Posicionando em uma aria afastada dos demais, a filha do Sol ajeitou-se para começar o treinamento propriamente dito.  

— Vamos iniciar com chute divido. — Sugeriu ao se preparar para a demonstração. — Posicione seus braços frente ao rosto desta forma, mantendo sempre a sua guarda fechada. — Disse fechando os punhos. — Mantenha as pernas afastadas, flexione os joelhos para dar impulso ao pulo e, assim que pular, abra as pernas ao mesmo tempo no ar. — Assim que terminou de falar, Jackson flexionou os joelhos, pulou e realizou o chute com os dois pés. Aislynn ficou impressionada ao ver tão de perto a capacidade do rapaz. — Agora é a sua vez. — Ela assentiu e começou a realizar. Manteve a postura de defesa com as mãos, afastou os pés e flexionou-os, todavia antes de realizar o pulo ele a impediu.  

— Abra um pouco mais as pernas. — Ao fazer como pedido ele voltou a interromper, rindo desta vez. — Não, tanto. — As bochechas da filha de Apolo coraram com a sua falta de postura, mas fazia parte do processo. Ajustando-a mais uma vez, Jackson se afastou dando espaço para que ela tentasse. Assim que pulou, seus pés tornaram-se desobediente e um chute saiu mais alto que o outro, sem qualquer sincronia. — É um começo. — Tentou incentivá-la. — De novo. — Ela assentiu e mais uma vez flexionou os joelhos e pulou. Ocorreu quase o mesmo do pulo anterior, ele pediu para ela repetir mais e mais vezes. — Não pense, tente fazer seu corpo acostumar com o movimento, logo a memoria corporal acontecera.  

Após mais uma dica, Aislynn pulou e chutou com as duas pernas. Pela primeira vez o movimento saiu sincronizado, ambas as pernas chutaram ao mesmo tempo e em uma altura elevada. Ao voltar ao chão os olhos da semideusa estavam arregalados, desacreditando em seu processo, mas feliz por finalmente conseguir um avanço. Jackson bateu palmas comemorando com a sua aluna temporária. Após mais algumas repetições para ter a certeza que ela aprendeu, passaram para os demais chutes aéreos. Depois de muito treinamento e persistência, finalmente foram para a etapa final.  

Uma fila foi feita para que colocassem em execução o que foi aprendido. Yan segurava uma tábua fina frente ao seu joelho, Max posicionou a sua na altura do peito enquanto Jackson esticou o braço para que o objeto ficasse acima de sua cabeça. Aislynn engoliu seco conforme foi chegando a sua vez, o que mais temia era a que Jacson segurava, precisaria se esforçar para conseguir alcançar. Nitidamente eles não estavam ajustando de acordo com o tamanho do aluno, o que significava que seu tamanho era inerente neste momento, o que fazia todo sentido visto que o adversário pode ter qualquer altura.  

Ao chegar a sua vez, a semideusa se afastou para pegar distancia antes de começar o processo. A corrida a daria mais impulso, mesmo que fosse de curta distância. Buscou sincronizar sua respiração com os batimentos cardíacos na busca de conter o nervosismo, respirava fundo para que seu cérebro recebesse oxigênio suficiente. Como em uma pista de dança, Aislynn se imaginou dançando com os movimentos acrobáticos que aprendeu neste dia. Ainda estava parada, mas seus pés imploravam para iniciar o procedimento. Esquecendo-se do publico ao redor, a semideusa correu até o seu primeiro obstáculo.

Para acertar o primeiro chegou de lado, deu um pulo e esticou o pé direito realizando um chute lateral voador. Não esqueceu em nenhum momento de bater com o peito do pé e não com os dedos, assim que tocou a tábua ela se quebrou em dois. Mesmo com a corrida, Yan não foi para trás como ocorreu com outros participantes. Não se sentindo frustrada por este detalhe mínimo, feliz por ter conseguido quebrar a primeira, tratou de ganhar um pouco de espaço antes de partir para o próximo. Girou o corpo e utilizando o pé direito de apoio antes de terminar o giro, chutou com o pé direito atingindo o peito do pé na tábua realizando assim o chute peito de pé 360°.

Dessa vez o objeto não quebrou, fez um barulho mínimo e apenas com este resultado a semideusa lembrou-se de focar no quadril também, não podendo deixa-lo uma vez que ele ajudava na força. O ultimo a fez travar, era muito alto, Aislynn não sabia se conseguiria alcançar. Todavia, quando seus olhos encontraram o do Jackson, o sorriso travesso do garoto e o olhar determinado à fez jogar este pensamento para o canto. Treinou por horas para chegar aqui e não ao menos tentar? Não iria jogar os esforços do rapaz juntamente com os seus ralo abaixo.  

Com um sorriso de canto, querendo concertar sua falta de confiança, Aislynn Prescott girou o corpo lembrando-se da importância do seu quadril no processo, diferente do anterior, seu pé direito foi mais alto ao ser impulsionado pelo pulo do esquerdo ao ponto dos dois pés saírem do chão. Na metade do giro o peito do pé direito atingiu a tábua fazendo um grande estrondo. Ao terminar, Aislynn olhou para as mãos de Jakson e um sorriso enorme surgiu em sua face, ele estava segurando metade da tábua em cada mão.

HABILIDADES APRENDIDAS:
Nome: Perícia em Parkour
Descrição: Parkour é a capacidade de usar movimentos naturais do corpo humano como correr, saltar e escalar combinadas com técnicas específicas que melhoram o desempenho do praticante perante obstáculos do ambiente. Com essa habilidade, o semideus potencializa sua habilidade corporal podendo realizar movimentos complicados e acrobáticos por causa do treino. Pode realizar saltos complexos, pular de um ponto a outro (dentro dos limites lógicos), escalar paredes, andar em locais inclinados, passar por obstáculos do cenário, escalar mais rápido.
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: +30% em equilíbrio, velocidade e flexibilidade.
Dano: Nenhum
PODERES PASSIVOS:
Nível 28
Nome do poder: Corpo Atlético III
Descrição: Apolo sempre foi descrito como um Deus jovem e no auge do seu vigor físico. Filhos de Apolo herdaram essa característica de seu pai, sempre são vistos praticando esportes e atividades físicas para se manterem atléticos.
Gasto de Mp:: Nenhum
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus:+40% de agilidade e esquiva
Dano: Nenhum


The A³B Squad
avatar
Aislynn Prescott
Filhos de Apolo
Filhos de Apolo

Mensagens : 180
Idade : 12
Localização : Tomando um Sol por ai

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: VI Aula de Combate Corporal -//- Taekwondo II

Mensagem por Luna Minn em Qui Set 06, 2018 9:38 am

taekwondo
BE BETTER THAN BEFORE

A disposição da arena era totalmente nova e à céu aberto, diferente da primeira aula de taekwondo, aquela trazia uma novidade um tanto animadora, camas elásticas! Após a aula perguntaria para a instrutora se eu poderia deixar Seren e Haul brincando um pouco por ali, aliviando assim, a necessidade de Isaac ficar cuidando delas o tempo todo. A introdução era feita conforme o grupo de pessoas descalços se reunia em frente à instrutora de cabelos loiros, todos muito mais do que prontos para dar início às instruções da aula. Para a nossa surpresa, uma apresentação da luta seria a abertura daquele módulo, o que sem dúvidas nos instigaria e nos deixaria muito mais animados em começar com a aula.

Um coro de “wow’s” e “uuuh’s” preenchia o ambiente, mesmo aberto, com facilidade, grunhidos de animação, aplausos, assovios vindos de todas as direções do início até o encerramento daquela demonstração que, particularmente, me deu arrepios. Os dois convidados de Max eram realmente muito bons, minha inspiração que já era grande para aquele estilo de luta somente foi multiplicado por cem, assim como a incerteza de que eu fosse realmente capaz de copiar os golpes, ou ao menos, metade deles.

Com o fim da apresentação, somos mais uma vez lembrados de que partes como dedos dos pés poderiam ser facilmente quebrados caso fossem utilizados como parte do golpe, eu sabia que como aquela parte era mais flexível as chances de isso realmente acontecer eram altíssimas. Enfim, as camas elásticas eram nosso primeiro desafio, segundo a instrutora, deveríamos  nos acostumar com a sensação do pular e cair, coisa importante nos golpes que em sua maioria, eram aéreos, mas também, com a sensação de fazer piruetas no ar. Uma técnica que aprendi quando era bem criança era, fixar em um ponto, e enquanto o seu corpo gira, manter-se olhando fixamente à ele, caso seu pescoço não suporte mais ficar olhando-o por apenas um lado, rapidamente trocar de lado, sem perder o foco. E era aquilo que eu iria fazer.

Os saltos na cama elástica me faziam ter lembranças de um treinamento passado por Evie a respeito de saltos, claro que eu tinha uma vantagem quanto aos saltos em si, mas não arriscaria passar mal logo de cara na primeira tentativa de golpe, sabia que exigiria muita força. Quando me sinto preparada o suficiente, abandono a cama elástica e enquanto os instrutores estavam muito ocupados para demonstrar os saltos, tento imitar alguns, no início sem grande sucesso, então apenas desisto pois no mínimo iria me machucar e vou até um dos sacos de areia para treinar os golpes que já havia aprendido na primeira aula.

Assim que Maxine se livra de tantos alunos, recorro à sua ajuda, claro que eu não me importaria em chamar um dos outros instrutores, mas aparentemente eles eram os mais ocupados naquela aula. - Acho que estou pronta. - Falo dando um riso nervoso logo em seguida. Eu havia observado os golpes que foram apresentados para outros alunos, mas definitivamente fazê-los com técnica era muito melhor. - Vamos começar pelo chute com pés juntos. É bastante simples, mas exige muito de sua força abdominal e do quadril. Vou demonstrar primeiro e você tenta depois, me observe de lado, assim facilita o compreendimento do golpe. - Faço como ela me pede, ficando ao lado do saco de areia, aguardando pela demonstração.

Max pega impulso e lança as pernas, juntas, para cima e para a frente, acertando o saco de areia com os calcanhares ao mesmo tempo. Acho que eu poderia fazê-lo, não era lá o mais difícil de todos eles. - Sua vez. - Ela arruma o cabelo loiro que agora se desprendia do rabo de cavalo e deixa o espaço livre para mim. Respiro fundo e enfim, tomo impulso, me recordando de todas as outras aulas de combate corporal que já participei, com a ajuda dos músculos do abdômen puxo minhas pernas para cima e com a do quadril, impulsiono meu corpo para frente. As pernas ficam em uma posição quase perfeita de 90º e enfim, meus calcanhares se batem contra o plástico duro do saco de areia, fazendo com que ele vá para trás e volte em um movimento de pêndulo enquanto meu corpo voltava ao chão, tendo o impacto absorvido pelos joelhos que doem um pouco, mas logo passa.

Max segura o saco de areia e enfim, o primeiro golpe havia sido concluído e com bastante sucesso. - Muito bom! Agora vamos para o próximo, este se chama chute de costa 360º, recomendo que fique um pouco mais longe desta vez. - O mesmo processo se repete, Max demonstrava e eu, com maior dificuldade em alguns dos chutes, tentava acertar. A cada falha, uma nova tentativa, até que todos os chutes são aprendidos, o que eu mais estava ansiosa para demonstrar era o chute dividir, que basicamente era perfeito para alguém que tinha uma flexibilidade tão boa quanto a minha.

Então aquele seria o meu repertório para a próxima fase, o chute com pés juntos e o chute dividir. Max e os dois ajudantes chamam todos para se reunirem novamente, nosso período de treinamento acabou, agora era hora de demonstrar, o que me deixava, em partes, ansiosa. Mordendo os meus lábios e retirando pele morta, assisto à várias das apresentações de colegas, e enfim, quando chega a minha vez, me preparo entre os três instrutores que seguravam as pranchas finas de madeira que deveríamos quebrar, seria vergonhoso caso eu não conseguisse.

Mais uma vez, respiro fundo tentando me acalmar e concentrar, me recordando da aula de Elena a respeito da respiração para concentração, como eu não poderia deitar, somente fiz aquilo em pé, uma simples respirada fundo. Enfim, impulsiono meu corpo para cima e levo os pés juntos para a cima e para frente, acertando a tábua de madeira que Max segurava e quebrando-a em alguns pedaços, e assim que meus pés tocam o chão, me impulsiono novamente, abrindo as pernas e acertando, mais uma vez, as tábulas que agora os dois convidados seguravam, ao cair no chão, tenho que dar um passo para trás para me segurar. Claro que eu ainda deveria treinar muito e os golpes mais difíceis preferi não arriscar na demonstração, mas, definitivamente, eu estava contente por ter aprendido golpes tão legais e diferentes.

FPA

LEMBRETE FPA INTELIGÊNCIA: Devido aos 5 pontos em tal atributo, toda habilidade aprendida ganha o bônus de 30 HP de dano.
LEMBRETE TATUAGEM INVICTO: Bônus de 5% em habilidades adquiridas em aula.

Sendo assim, peço que atentem-se à mudança da descrição da habilidade quando ela for computada na FPA.


Tatuagem:
Invicto | Inteligência | Um galho com pequenas flores e folhas em suas ramificações. (Imagem ilustrativa) | Amplia a mente do semideus, o fazendo aprender mais rapidamente tudo que lhe é ensinado. Além disso, sua capacidade de descobrir coisas e sua percepção sobre situações aumenta em 20%, seus planos e estratégias com isso, ganham bônus de 20% de chance para darem certo| Ainda recebe bônus de 5% em habilidades adquiridas em aula. | Nuca | Marca pequena | Permanente.

Infinite Power | Atributos | Tatuagem pequena na lateral do dedo mindinho da mão dominante do semideus. Forma o símbolo do infinito em cores diversas, que mudam conforme o humor do seu portador sempre que este entra em combate, ativando seu efeito automaticamente. | Aumenta todos os atributos que o semideus já possui em +20%. | Lateral do dedo mindinho | Marca pequena | Permanente.

Habilidades Adquiridas:
Nome da Habilidade: Perícia Corporal I
Descrição: Treinar o corpo e a mente para tornar-se um melhor guerreiro é quase que uma obrigação de cada meio-sangue, caso ele deseje sobreviver nesse mundo louco. Assim sendo, depois de uma aula de perícias, o corpo do semideus foi condicionado e treinado para melhorar a agilidade, a esquiva e o reflexo.
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: +30% em agilidade, esquiva e reflexo.
Dano: Nenhum

Nome da Habilidade: Perícia Corporal II
Descrição: Treinar o corpo e a mente para tornar-se um melhor guerreiro é quase que uma obrigação de cada meio-sangue, caso ele deseje sobreviver nesse mundo louco. Assim sendo, depois de uma aula de perícias, o corpo do semideus foi condicionado e treinado para melhorar a resistência corporal. Irá se cansar mais dificilmente, estando preparado para realizar exercícios físicos mais complexos. Assim, possui um melhor desempenho em combate, podendo permanecer lutando mais tempo que outros.
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: +30% em resistência física.
Dano: Nenhum

Nome da Habilidade: Perícia Acrobática - Saltos
Descrição: Treinar a técnica de diversos saltos deu ao semideus a experiência necessária para aplicá-lo nas mais diversas situações, inclusive em combate ou durante a fuga. Com essa aula, você pode justificar movimentos mais complexos em sua narração, além de ter melhorado a sua condição física com o treinamento recebido.
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: +30% agilidade, flexibilidade e equilíbrio
Dano: Nenhum

Nome da Habilidade: Perícia em Ambidestria
Descrição: Depois de treinar, o semideus é capaz de usar ambas as mãos e pernas em combate, distribuindo força e equilíbrio necessário para já ter a mesma eficiência no uso. Será capaz de, por exemplo, usar duas armas ao mesmo tempo além de equilibrar-se mais fácil por ter ambas as pernas como dominantes.
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: +15% de força e equilíbrio.
Dano: Nenhum

Nome da Habilidade: Prática de Asanas
Descrição: O corpo é tão jovem quanto flexível. Exercícios de yoga enfatizam a saúde da coluna vertebral, a sua força, equilíbrio e flexibilidade. A prática dos Asanas (exercícios de Yoga) aumenta esses três atributos do semideus.
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: +30% em equilíbrio e flexibilidade.
Extra: + 10% em Força.

Nome: Pranayama
Descrição: Inspire; expire; respire; aspire; não pire. Com o aprendizado sobre a prática do Pranayama, o semideus sabe a forma mais proveitosa de respirar e beneficiar o corpo com a distribuição correta do oxigênio. Isso o ajuda a controlar a sua energia vital adequadamente, ajudando-o a encontrar o equilíbrio entre seu corpo e sua mente. Com isso, consegue manter-se tranquilo diante de situações adversas e isso melhora seu controle corporal durante atividades físicas.
Gasto de MP: Nenhum
Gasto de HP: Nenhum
Bônus: +30% concentração, percepção e destreza corporal.
Dano: Nenhum
Extra: O semideus tem mais chances de manter o controle emocional diante de situações adversas.

Nome da Habilidade: Taekwondo I
Descrição: O taekwondo é uma arte marcial milenar da Coreia. Em coreano a palavra taekwondo possui o seguinte significado: caminho dos pés e das mãos através da mente. Após assistir a aula de combate, o aluno agora possui noções básicas e sabe melhor do que ninguém aplicar chutes referentes ao taekwondo. Ainda sabe apenas o básico do taekwondo, mas logo estará preparado para os golpes mais complexos que esta modalidade permite aprender.
Gasto de MP: Nenhum
Gasto de HP: Nenhum
Bônus: +25 de dano em chutes; +30% equilíbrio, agilidade e flexibilidade.
Extra: Nenhum

Poderes Passivos - Filhos de Perséfone:
Nome do poder: Primavera
Descrição: É na primavera que Perséfone/Prosérpina, fica mais forte, e assim como ela, que vem revigorada para o mundo terreno, e fica por seis meses no monte Olimpo, é nessa estação, que seus filhos também ficam mais fortes. Durante a primavera, os filhos da deusa, sentem seus poderes ganharem uma força maior, ficam mais rápidos, e mais fortes.
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: +20% de força e velocidade em campo. +20% de força em poderes ativos.
Dano: +10% de dano em golpes executados pelo semideus durante a primavera.

Nome do poder: Esquiva II
Descrição: Se antes você era ágil, com certo treino, se tornou um gatuno ágil, em batalha, é mais rápido que a maioria dos campistas, e consegue se defender, se esquivar de forma rápida e eficaz, o que a maioria não consegue fazer.
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: +30% de esquiva e velocidade
Dano: Nenhum

Poderes Passivos - Curandeiros de Asclépio:
Nome do poder: Conhecimento de anatomia
Descrição: O corpo humano não é um segredo para você, o nome de cada veia e por onde ela passa, levando o que pra onde, cada ínfimo detalhe dos músculos, ossos e demais tecidos são conhecidos por você.
Gasto de Mp: Nenhum.
Gasto de Hp: Nenhum.
Bônus: Consegue tratar o paciente com maior precisão.
Dano: Nenhum.
Extra: – 10% de chance de causar danos colaterais na hora de tratar ferimentos.

Nome do poder: Agilidade III
Descrição: Os procedimentos médicos exigem certa agilidade, portanto, curandeiros são um pouco mais ágeis que os humanos normais.
Gasto de Mp: Nenhum.
Gasto de Hp: Nenhum.
Bônus: 20% agilidade
Dano:  Nenhum.


life has made me
TOUGHER & STRONGER
avatar
Luna Minn
Imortais
Imortais

Mensagens : 1514
Idade : 21
Localização : Camp Half Blood

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: VI Aula de Combate Corporal -//- Taekwondo II

Mensagem por Max Hayes em Sex Set 07, 2018 1:50 pm

Aula encerrada, logo mais sairá a avaliação


Maxine Hayes


∆ LYL - FG


avatar
Max Hayes
Amazonas
Amazonas

Mensagens : 519

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: VI Aula de Combate Corporal -//- Taekwondo II

Mensagem por Max Hayes em Dom Set 09, 2018 3:23 pm

Primeiro gostaria de agradecer a todos os que postaram nessa aula, pois ela é apenas complementar a primeira. Valeu pelo esforço seus lindos!

Base avaliativa
Criatividade: 40
Ortografia: 40
Coerência: 30
Ações Realizadas: 20
Aparência: 20
Total: 150 exp

Thomas M. Brynjolf

Criatividade: 40
Ortografia: 40
Coerência: 30
Ações Realizadas: 20
Aparência: 20
Total: 150 exp

FPA: http://www.bloodolympus.org/t3532-fpa-thomas-m-brynjolf#75631

Nome: Taekwondo II
Descrição: O taekwondo é uma arte marcial milenar da Coreia. Em coreano a palavra taekwondo possui o seguinte significado: caminho dos pés e das mãos através da mente. Após assistir a aula de combate, o aluno agora possui noções básicas e sabe melhor do que ninguém aplicar chutes referentes ao taekwondo. Agora o semideus que possui essa habilidade conhece técnicas mais complexas de combate que envolvem chutes.
Gasto de MP: Nenhum
Gasto de HP: Nenhum
Bônus: +35 de dano em chutes; +40% equilíbrio, agilidade e flexibilidade.
Extra: +70% de chance de sucesso em um salto e no pouso


Louise S. Mitchell

Criatividade: 40
Ortografia: 40
Coerência: 30
Ações Realizadas: 20
Aparência: 20
Total: 150 exp

FPA: http://www.bloodolympus.org/t3045-fpa-louise-s-mitchell#68723

Nome: Taekwondo II
Descrição: O taekwondo é uma arte marcial milenar da Coreia. Em coreano a palavra taekwondo possui o seguinte significado: caminho dos pés e das mãos através da mente. Após assistir a aula de combate, o aluno agora possui noções básicas e sabe melhor do que ninguém aplicar chutes referentes ao taekwondo. Agora o semideus que possui essa habilidade conhece técnicas mais complexas de combate que envolvem chutes.
Gasto de MP: Nenhum
Gasto de HP: Nenhum
Bônus: +35 de dano em chutes; +40% equilíbrio, agilidade e flexibilidade.
Extra: +70% de chance de sucesso em um salto e no pouso


Lim YeongMi

Criatividade: 40
Ortografia: 40
Coerência: 30
Ações Realizadas: 15
Aparência: 20
Total: 145 exp
Comentário: Deu para sentir bem como seu personagem está aprendendo a valorizar a própria capacidade, mas o treino em si ficou pequeno e generalizado. Se atente a isso, pois todo o resto está muito bom!

FPA: http://www.bloodolympus.org/t3705-fpa-lim-yeongmi

Nome: Taekwondo II
Descrição: O taekwondo é uma arte marcial milenar da Coreia. Em coreano a palavra taekwondo possui o seguinte significado: caminho dos pés e das mãos através da mente. Após assistir a aula de combate, o aluno agora possui noções básicas e sabe melhor do que ninguém aplicar chutes referentes ao taekwondo. Agora o semideus que possui essa habilidade conhece técnicas mais complexas de combate que envolvem chutes.
Gasto de MP: Nenhum

Romeo Bernocchi

Criatividade: 40
Ortografia: 40
Coerência: 30
Ações Realizadas: 20
Aparência: 20
Total: 150 exp

FPA: http://www.bloodolympus.org/t2764-fpa-romeo-bernocchi

Nome: Taekwondo II
Descrição: O taekwondo é uma arte marcial milenar da Coreia. Em coreano a palavra taekwondo possui o seguinte significado: caminho dos pés e das mãos através da mente. Após assistir a aula de combate, o aluno agora possui noções básicas e sabe melhor do que ninguém aplicar chutes referentes ao taekwondo. Agora o semideus que possui essa habilidade conhece técnicas mais complexas de combate que envolvem chutes.
Gasto de MP: Nenhum


Aislynn Prescott

Criatividade: 40
Ortografia: 40
Coerência: 30
Ações Realizadas: 20
Aparência: 20
Total: 150 exp

FPA: http://www.bloodolympus.org/t3140-fpa-aislynn-prescott#69336

Nome: Taekwondo II
Descrição: O taekwondo é uma arte marcial milenar da Coreia. Em coreano a palavra taekwondo possui o seguinte significado: caminho dos pés e das mãos através da mente. Após assistir a aula de combate, o aluno agora possui noções básicas e sabe melhor do que ninguém aplicar chutes referentes ao taekwondo. Agora o semideus que possui essa habilidade conhece técnicas mais complexas de combate que envolvem chutes.
Gasto de MP: Nenhum


Luna Minn

Criatividade: 40
Ortografia: 40
Coerência: 30
Ações Realizadas: 20
Aparência: 20
Total: 150 exp

FPA: http://www.bloodolympus.org/t2672-fpa-luna-minn

Nome: Taekwondo II
Descrição: O taekwondo é uma arte marcial milenar da Coreia. Em coreano a palavra taekwondo possui o seguinte significado: caminho dos pés e das mãos através da mente. Após assistir a aula de combate, o aluno agora possui noções básicas e sabe melhor do que ninguém aplicar chutes referentes ao taekwondo. Agora o semideus que possui essa habilidade conhece técnicas mais complexas de combate que envolvem chutes.
Gasto de MP: Nenhum

PS: Luna, eu não sei se tenho liberdade para alterar a habilidade de acordo com a tatuagem e a FPA, estou deixando isso a cargo de quem for atualizar as coisas.


Maxine Hayes


∆ LYL - FG


avatar
Max Hayes
Amazonas
Amazonas

Mensagens : 519

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: VI Aula de Combate Corporal -//- Taekwondo II

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 1 de 2 1, 2  Seguinte

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum