The Blood of Olympus
Para visualizar o forum é necessário estar cadastrado, por favor registre-se no rpg ou entre em sua conta. É necessário estar cadastrado para ver as informações contidas no forum. Lembre-se de usar nome e sobrenome, não se cadastrar usando nomes geralmente utilizados por Hacker. Exemplo: "Barum" "Hakye" e por ai vai. Bem vindos.

Campeonato de Gladiadores

Página 6 de 10 Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9, 10  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Re: Campeonato de Gladiadores

Mensagem por Amber Höff Spielgeman em Sab Ago 30, 2014 9:37 am

Campeonato de Gladiadores...
I'm feeling sexy and free... Like glitter's raining on me...


Eu havia usado minha força, minha determinação e confiança e investido num golpe, eu não conseguira. Algo saiu errado e então minha perna fora preenchido pelos dentes do tridente da garota. Meus olhos enxiam-se de lágrimas, e minha perna de repente ficara sem conseguir mexer, a dor impossibilitava de que eu conseguisse me livrar dela. Eu não podia gritar, a voz quase me faltava, eu queria fugir, queria sair dali, deixar Arya longe de mim e ao mesmo tempo a queria mais perto, abraçá-la e aperta-la até a dor esvaziar. Mas não podia. Eu continuava olhando nos seus olhos e até mesmo o tempo não existia mais, queria fugir, mas é como aqueles pesadelos que se tem de vez em quando, quando se fica com muito medo, ou quando a dor parece realmente te preencher e você fica tentando fugir, mas tudo é câmera lenta e não sai do lugar. Isso estava acontecendo.

Podia me debater ali, gritar, mas eu ainda segurava minha espada, e lutaria com ela enquanto houvesse esperança. Mas os olhos de Arya podiam bem me matar sozinhos. Sua raiva era tamanha a dor que corria. Minha perna doía, mas eu ainda estava inteira, eu ainda podia lutar. Desistir nunca e clamar por piedade jamais, eu precisaria de mais que isso se quisesse chances de vencer.

- Ignore a dor! –  uma voz gritou dentro de mim, eu não estava mais com Arya, era outro lugar. - Veja isso! Olha o que ela fez com você! Olha! Mate-a! Mate-a agora! - meu subconsciente continuava a gritar. Dor e raiva me preenchiam, a vontade era grande. - Não! Esta é Arya Doprav, filha de Poseidon e minha suposta prima em todos os efeitos. Irmã de Emmanuelle Saint Heinz, qual tenho muita consideração, semideusa e bem sucedida como campista e líder de caçada. Eu não posso machucá-la! - Minhas palavras eram ditas com raiva e mesmo assim, não faziam todo o efeito. Eu estava gritando-as a mim mesma, para tudo que via a minha volta, um lugar vermelho sangue e vinho. Arya não as ouvia e nem ninguém, apenas eu e meu subconsciente. Eu estava sozinha lá e minha perna estava em perfeitamente condição. - Tomo-lhe a dor, e tome-a por Carolinne, sua impiedosa mãe. Tome esta espada por suas lâminas e então faça se sentir melhor. Mate-a.

Meu subconsciente queria-me vela fazer gritar, mas eu não o podia fazer. Mas Carolinne me ensinara muitas lições, e uma delas era de nunca deixar a dor maior vencer. Minha dor emocional causada por minha mãe se esvaziava devido minhas lâminas. A dor emocional pela dor física. Minha perna era minha dor física, e a emocional seria não consegui-la matar. Neste momento eu não saberia qual era a pior delas, mas eu superaria. Meu subconsciente lembrou-me uma antiga fobia que fora finalmente desenterrada dos meus medos mais profundos. Atelofobia, o medo da imperfeição e não ser suficientemente boa para completar uma tarefa. Não podia deixar meus medos vencerem, eu a venceria primeiro. Não havia mais dor, apenas pura raiva e muito ódio. Agora Arya estava comigo também, comigo dentro de mim.

Eu esperaria o momento que o tridente começasse a ser tirado de mim, então seguraria a sua mão livre e puxaria com força para mim. Com a espada empunhada na outra mão, eu deferir-lhe-ia um forte golpe no braço em que estaria a meu cuidado e a machucaria, causando-a uma demonstração de dor. Eu então lhe daria mais um golpe na mão que a garota segurava o tridente e então jogaria a espada em direção a seu estômago, para debilita-la.




Necromante | Amber Höff Spielgeman | Love u Ollie <3
avatar
Amber Höff Spielgeman
V Coorte
V Coorte

Mensagens : 78
Data de inscrição : 29/06/2014
Idade : 17
Localização : Na minha, mas se quiser eu fico na sua... -q

Voltar ao Topo Ir em baixo

O autor desta mensagem foi removido do fórum - Ver a mensagem

Re: Campeonato de Gladiadores

Mensagem por Paul Foster em Dom Ago 31, 2014 2:22 pm



Cada Um e Sua Morte

Floresta




Vyolet não era a garota mais sortuda do mundo, mas eu também não. A maldita havia caído sobre mim e isso não fora confortável. Meu plano não deu certo, mas pelo menos ela não estava longe. Apenas nossas armas eram inalcançáveis agora. Estávamos enlameados e encharcados de água, mas agora era chegado o momento de adicionar sangue a esta mistura. A seguidora de Hera me irritava com sua atitude arrogante, porém eu não estava provando nada ao seguir agindo de modo desengonçado e sem objetivo.
Pretendia agora me livrar do corpo desta sobre o meu. Caindo por cima de mim, esta provavelmente tentaria me imobilizar, mas eu tinha um conhecimento básico de algumas artes marciais como judô, que basicamente nos ensina a lutar no chão. Caso a garota se virasse, ficando sobre mim, antes que pudesse terminar de se colocar em posição favorecida, receberia fortes golpes no estômago, deixando-a sem ar e sem forças e então eu a empurraria para longe, ficando de pé para então golpeá-la com a força e crueldade que Quione queria que um de nós fizesse. Eu reconhecia ser apenas um brinquedo da deusa da neve. Mas seria um brinquedo sanguinário e vencedor a partir de agora.
Mas como tudo tinha um porém, a garota poderia ser mais rápida e acertar-me antes mesmo de virar, desta forma, caso me acertasse e me fizesse incapaz de acertá-la de modo a deixa-la incapacitada, eu pretendia proteger o rosto com os doía braços em sua frente, esticando um deles com força para acertá-la também na face. Se a garota saísse de cima de mim, eu partiria para cima dela com chutes nas pernas, braços ou estômago, os três locais que não a matariam, mas a fariam ficar extremamente limitada durante a luta.
Vyolet era perspicaz e forte, mas seu ponto forte era o ataque a distância. De todos os meus objetivos o maior era não deixa-la se afastar, afinal, se ela o fizesse, eu precisaria me aproximar. Fazer isso parecia suicídio, eu não tinha escolha, ela quero a manter próxima de mim custe o que custar.

Coded by: IG & SA


Paul Foster

Son of Hades – Nyx’s Demon – 16 Years Old

credits @
avatar
Paul Foster
Demônios de Nyx
Demônios de Nyx

Mensagens : 163
Data de inscrição : 19/06/2014
Idade : 19

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Campeonato de Gladiadores

Mensagem por Quione em Dom Ago 31, 2014 8:39 pm






Campeonato


   

PRIMEIRA DUPLA
Uma trégua?! Era isso mesmo?! Uma maldita trégua?! Quione socou o braço direito de seu trono de cristal de gelo com força, neste surgiram pequenas frestas. A mulher estalou os dedos e ambas as semideusas surgiram no salão do trono. A deusa virou-se as fitando com certo nojo. — EU TENHO VERGONHA DE VOCÊS! EU TENHO NOJO DE VOCÊS! DUAS INUTEIS!—  Um urso polar adentrou o salão fitando a deusa com um certo medo, ele estava ali para conter a mesma caso ela tivesse algum acesso total de ódio e tentasse matar um dos semideuses, quebrando uma das regras que a mesma criara. — Se eu fosse Ártemis retiraria você da caçada. Uma garota como você não merece. E fique atenta... Eu estarei por perto.— Um sorriso maléfico surgiu nos lábios da deusa, ela virou-se para a tenente das caçadoras e riu debochadamente para a mesma. — Você treina mal as caçadoras, não é, Emmanuelle?!— A mulher deu as costas a semideusa voltando-se para seu trono.
.
Brigitte: HP 80/110 MP 110/110
Silena: HP  70/105 MP 105/105

SEGUNDA DUPLA
Ambas as garotas haviam se tornado sanguinárias. Ambas estavam desejando o sangue da outra escorrendo pela areia quente do deserto, uma queria a outra morta. Aquela era a única batalha a qual a deusa da neve não estava se decepcionando. A única cujo a mulher acompanhava atentamente cada detalhe que ia ocorrendo. Arya ia tirando os dentes de sua arma da coxa da filha de Zeus lentamente como se esperasse tortura-la. Porém a outra jovem fora mais rápida, segurou a mão livre da cria da agua e a puxou. Estando com a espada empunhada aquele seria um ataque rápido e certeiro, a lamina da espada atravessou a lateral da barriga da jovem, fazendo com que jorrasse sangue ali. Como consequência os dentes do tridente foram recolocados na coxa de Alysson fazendo com que este atravessasse a carne da garota. Ambas estavam sangrando e aquilo agradava imensamente Quione.

Arya: HP 90/140 MP 135/140
Alysson: HP 60/140 MP 130/140

TERCEIRA DUPLA
Edith era uma boa garota, havia conseguido ferir seu oponente de uma forma grave, o que deixava Quione orgulhosa de ter escolhido aquela jovem, e neste momento planejava algo extremamente novo para aquela garota de Hécate. A menina tornou a armar seu arco, o menino de Hermes estava perdido em seus pensamentos dando espaço para um outro ataque. O arco fora armado e a flecha fora lançada, a mesma acertou levemente a coxa esquerda do semideus, porém ele chutou o arco logo em seguida desarmando sua oponente.
Em seguida o mesmo jogou-se sobre sua oponente a imobilizando. Melação. Exatamente isso foi o que se seguiu. Quione teve apenas um momento de paz e orgulho, um único momento e novamente o desgosto preenchia seu ser. Um estralo de dedos e ambos foram transportados para a sala do trono. A mulher encarou o jovem ainda com a flecha na coxa. — QUAL É O PROBLEMA DE VOCÊS?!— O urso polar voltou a se aproximar da mulher a fitando, a deusa logo estava frente a frente com Klaus o encarando com nojo.
A mão de Quione fechou-se em punho, em questão de segundos ela estava socando a flecha que estava na coxa do garota afundando a mesma e a fazendo transpassar a carne. A mulher levou um dedo aos próprios lábios o soprando, em seguida tocou o ferimento no ombro do semideus com um sorriso maléfico nos lábios, uma brisa gelada começou a adentrar o corpo do rapaz lhe causando dor. — Tenha cuidado com a vida, filho de Hermes... Estarei sempre a sua procura... E tente tirar a brisa de dentro de si... Duvido que consiga...— As ninfas adentraram o salão e logo saiam dali com o rapaz.

.

Klaus: HP 40/105 MP 80/105
Edith: HP 80/110 MP 100/110


QUARTA DUPLA
-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x

Lucc: HP 85/110 MP 95/110
Emmanuelle: HP 140/145 MP 145/145






QUINTA DUPLA


Os dois estavam no chão agora ambos determinados a seres cruéis e sanguinários para eles a brincadeira já tinha dado um grande basta, e para Quione mais ainda que olhava a cena dos dois enojada. A devota de Hera fora ágil, virou-se para o rapaz e desferiu um golpe contra a face de seu oponente, porém o menino fora mais rapido, protegeu seu rosto com o braço, mas mesmo assim o soco da semideusa fora suficiente para causar dor no braço do menino e consequentemente um hematoma. Paul não deixou a desejar, com um dos braços desferiu um golpe contra a face da devota mandando-a para o chão. Vyolet tinha um plano caso fosse para o chão, ela iria chutar as costelas do semideus deixando o mesmo incapacitado de respirar por alguns segundos. E fora exatamente isto que a cria da noite fez, chutou as costelas do rapaz com força, com o golpe além do rapaz ficar com uma séria falta de ar ele também ganharia um grande hematoma naquela área.

Paul: HP 110/140 MP 130/140
Vyolet: HP 85/105 MP 105/105



REGRAS DE BATALHA:

— Cada semideus só poderá usar a arma que fora concedida por Quione;
— Poderes são terminantemente proibidos, aquele que usufruir de tal acessório será eliminado da competição e sofre danos em seu HP;
— O prazo é até Quarta (03/09) ás 18hrs, depois disso o turno é encerrado; (Não enrole para postar, eu não irei quebrar o prazo, após as 18hrs eu irei postar com a Vyolet e em seguida com esta conta, dando o turno como encerrado. Caso não poste, o player sofre o ataque e perde 10HP extra.)
— Cada um tem direito a dois movimentos. Sendo que eles não podem ser, ataque-ataque, defesa-defesa;
— Os post devem conter no mínimo 400 palavras no word;
— As duplas são:
Silena vs Brigitte: O gelo, uma montanha no Alaska, sendo esta muito sensível, qualquer barulho alto pode desencadear uma mortal avalanche;
Alysson vs Arya:  O deserto, um lugar com sol a pino sem nenhum sinal de agua, sendo que a qualquer hora uma tempestade mortal pode afetar os gladiadores;
Edith vs Klaus: A caverna, um local completamente escuro, tendo luz apenas na sua entrada. Vez ou outra sente-se o pingo de agua que escorre do teto;
Emmanuelle vs Lucc: O vulcão, é um lugar de calor extremo, a batalha se passa sobre uma ponte de bambu que é usada para se fazer a travessia sobre o mesmo, sendo que a qualquer momento ele pode entrar em erupção;
Paul vs Vyolet: A floresta, um lugar frio onde esta ocorrendo uma chuva que certamente deixara os gladiadores encharcados. A qualquer momento esta chuva pode se tornar uma tempestade e destruir toda a floresta;

PERGUNTAS FREQUENTES:

— Como faz a inscrição? Simples, você deve postar neste mesmo tópico dando seu ponto de vista sobre os acontecimentos que eu narrei. Indo desde o surgimento das misteriosas mulheres no acampamento, passando pela minha aparição e finalizando com a quebra do selo, pela sua descoberta sobre as armas e sua teletransportação. (Que é feita pelo envelope, você será tecnicamente sugado por este.)

— É só para o acampamento meio sangue? Definitivamente não. O post que eu fiz narra sim o que aconteceu no acampamento meio sangue. Mas, você como bom campista romano pode narrar todos os acontecimentos do seu ponto de vista. Podendo até mesmo acrescentar que eu digo que ambos os acampamentos participam.

— Como vou saber qual envelope veio parar em minhas mãos? Facil, isso eu deixarei a sua escolha. Isso mesmo, você irá escolher qual envelope pairou em sua mão e dirá a cor dele.

— O que são os envelopes? Além de um portal para o castelo de Quione, os envelopes representam o deus que lhe escolheu e a única arma que poderá usar durante todo o campeonato.

— Porque os envelopes são coloridos? Porque cada cor representa um deus e sua arma, sendo estas:

Poseidon: Tridente; (Arya)
Hades: Foice; (Paul)
Zeus: Espada; (Alysson)
Apolo: Arco e flexa; (Edith)
Ártemis: Maçã; (Brigitte)
Ares: Lança; (Vyolet)
Athena: Adaga; (Emmanuelle)
Persefone: Chicote; (Silena)
Eolo: Chakrams; (Lucc)
Hera: Machado; (Klaus)


— Podera haver mortes? Talvez. Por ser um campeonato ON é bem capaz que saia alguém morto. Mas, como sou alguém amável (-q) acatei a ideia de que quando o semideus estiver com apenas 15HP ele é retirado da arena. Porém, cuidado, mortes ainda podem acontecer.

— Quem esta em missão/mvp/pvp pode participar? Bom, poder até pode, mas tem que ter consciência de que seus atos trarão consequências. Por este motivo, aconselho que pause sua missão/mvp/pvp para participar do campeonato.[/b]

PREMIAÇÃO:

— 10º lugar: 100 dracmas; LUCC
— 9º lugar: 200 dracmas; KLAUS
— 8º lugar: 300 dracmas;
— 7º lugar: 400 dracmas;
— 6º lugar: 500 dracmas;
— 5º lugar: 1 level  -x- 800 dracmas;
— 4º lugar: 1 level  -x- 800 dracmas;
— 3º lugar: 2 level  -x- 900 dracmas  -x- Arma;
— 2º lugar: 3 level  -x- 1000 dracmas  -x- Arma  -x- Item especial;
— 1º lugar: 3 level  -x- 1000 dracmas  -x- Arma  -x- Item especial;

Thank's for @Lovatic, Cupcake Graphics
avatar
Quione
Deuses Menores
Deuses Menores

Mensagens : 520
Data de inscrição : 12/07/2013

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Campeonato de Gladiadores

Mensagem por Paul Foster em Ter Set 02, 2014 9:55 pm



Cada Um e Sua Morte

Floresta




Eu fui rápido, de fato, mas não o suficiente. A garota acertara um soco e isso já passava do que eu gostaria que acontecesse. Em seguida, após eu derrubá-la, esta me acertou um chute nas costelas. A dor me cegaria, mas eu estava treinado para aquelas situações. Deixaria a adrenalina correr pelo corpo e rolaria com rapidez para o lado oposto, me pondo de pé em fração de segundos, recuando alguns passos assim que estivesse em pé. Se fosse para ficar atordoado, ficaria depois, eu só não podia parar de me movimentar e garantir que a adrenalina tomasse conta da dor por alguns instantes.
Tudo que se passava pela minha mente era a decepção. Aos poucos minha mente dava razão à Vyolet por ela me subestimar. Se considerarmos que em boa parte do que fiz contei com a sorte, a devota têm sido uma lutadora muito melhor do que eu, inclusive a curta distância, que era para ser meu ponto forte. Eu sempre tentara ser o melhor, desde que era uma criança em um orfanato de Londres e assim continuei quando cheguei à Nova York. Senti-me um garoto mimado e tolo. A garota, agora, representava para mim a chance de me redimir por minha falta de sabedoria, a chance de ser alguém admirável e responsável, talvez, pela primeira vez.
Balancei a cabeça, nem um segundo se passara e a dor ameaçava voltar, não hesitei. Se meu destino era fracassar, eu fracassaria do jeito mais honroso possível, marcando a filha de Nyx de modo que esta nunca esquecesse. Não deixaria que a garota tivesse tempo para pensar ou elaborar. Tentaria pressioná-la a agir por impulso. Torcia, então, para que o impulso dela não fosse bom...
Não tenho certeza, mas acredito que ao me mover eu grunhi, talvez de raiva, talvez por determinação, ou talvez apenas pela razão de que me mover agora era um sacrifício que eu teria de superar para deter Vyolet.
Se ela fosse me atacar, partiria para me chocar contra ela, deixando o braço esquerdo à frente do corpo para me defender de um possível golpe e o direito pegando impulso para acertá-la em cheio na parte de baixo do queixo, fazendo-a voar para trás. Confiava nas chances do golpe, pois ele seria rápido.
Se a garota ficasse parada, partiria para cima desta, como acima, em minha maior velocidade. Nesta ocasião, eu pretendia mover meu corpo para o lado pouco antes de acertá-la e então pular ainda mais para longe, girando o corpo no ar e mirando o pé direito no peito dela, jogando-a para trás, em seguida rolar e me erguer antes que ela pudesse reagir, colocando-me em posição defensiva.
Por fim, como última alternativa, se ela corresse na direção das armas ou qualquer outra, eu a seguiria, sem deixa-la ganhar distância. Pretendia puxá-la, chutar suas pernas para fazê-la cair ou até me atirar sobre ela e soca-la como fosse possível. Não a deixaria escapar desta vez, pois era uma chance e eu não desperdiçava chances.
Em minha mente, por fim, imaginava se Quione me via como um boneco sem graça ou se, pela primeira vez, ela se divertia com minha atuação naquele ridículo campeonato.


Coded by: IG & SA


Paul Foster

Son of Hades – Nyx’s Demon – 16 Years Old

credits @
avatar
Paul Foster
Demônios de Nyx
Demônios de Nyx

Mensagens : 163
Data de inscrição : 19/06/2014
Idade : 19

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Campeonato de Gladiadores

Mensagem por Amber Höff Spielgeman em Qua Set 03, 2014 6:09 pm

Campeonato de Gladiadores...
I'm feeling sexy and free... Like glitter's raining on me...


Machucá-la e tentar matá-la não me faria alguém melhor. Matar Arya não me daria orgulho, pelo contrário, me daria uma chance de sofrer. Descontar em minha prima meus problemas passados não seria nada de que me orgulharia. Jamais mataria alguém e me enxeria de orgulho em seguida, as únicas coisas que tenho prazer em matar são monstros, que não sentem nem dó nem piedade, nem por você e nem por ninguém. Sendo assim, Carolinne também se encaixa perfeitamente na categoria. Um monstro, que me machucou e me perturbou por anos, me chamou de feia, imprestável e coisas piores. Não discordo. Não concordo também. Agora, eu estava me parecendo com minha mãe.

Não a julgo por ter-me julgado, não me sinto mal ou ofendida. Sou parecida com minha mãe às vezes até. Não levando a mal ninguém. Foram amores perdidos, corações quebrados e despedaçados, dias chorando e clamando por morte ou algo que me melhorasse, não estou me saindo muito bem. Não digo com todas as letras que quero ser sanguinária, sem sentimentos, sem alma ou cor. Sou só uma garota procurando o sentido na vida. Ou melhor, uma semideusa, com obstáculos no caminho, coisas terríveis tentando-me fazer perder. Todos tentando me matar desde que era pequena, aqui, meu único objetivo era sobreviver, e não iria terminar esta luta sem matar a Arya primeiro.

Aqui, sou apenas alguém buscando sobrevivência. Enfrentar um medo, superar meus limites. Quero mata-la. Mas não quero ser como ninguém. Não quero ser como Quione, Carolinne, meu pai, ou qualquer outro, quero ser eu. Arya não estava com pena de mim. Eu não estava com pena dela, pois desde que a vi no começo desta batalha, decidi não conhecer Arya alguma. Já ouviu a expressão “trate as pessoas como quer ser tratado”? Esta é a maior regra no momento, decidido nos últimos cinco segundos que se passaram. A única coisa que queria agora era vê-la morrer. Machucar quem me machuca.

Eu havia então puxado sua mão para junto de mim, neste momento o tridente fora recolocado em minha perna, a dor era agoniante, eu concordo, mas eu estava disposta a ignorá-la como ignorava a dor que minhas lâminas me proporcionavam. Sangue jorrava de Arya, e de mim também, porém, aquele era o momento de pará-la. Eu iria aprofundar a espada até ver parte da lâmina do outro lado da semideusa. Então, puxaria um pouco para cima, para cortá-la mais e tortura-la. Então, eu puxaria a espada para mim e colocaria como uma estada em seu coração. Minhas palavras de despedidas, caso conseguisse, seriam somente um simples “adeus”.




Necromante | Amber Höff Spielgeman | Love u Ollie <3
avatar
Amber Höff Spielgeman
V Coorte
V Coorte

Mensagens : 78
Data de inscrição : 29/06/2014
Idade : 17
Localização : Na minha, mas se quiser eu fico na sua... -q

Voltar ao Topo Ir em baixo

O autor desta mensagem foi removido do fórum - Ver a mensagem

Re: Campeonato de Gladiadores

Mensagem por Arya Doprav em Qua Set 03, 2014 8:37 pm



Lutar para viver...

Cada pedacinho de mim foi morrendo aos poucos, exceto um, a integridade. Ela é pequena e frágil, mas é a única coisa no mundo que ainda vale a pena se ter. O que fizeram comigo, criou-me.  É um princípio básico do universo. Que toda ação cria uma reação igual e oposta. Imagine uma gota vermelha caindo sobre uma folha de papel em branco. Este se encarregará de absorver o máximo possível do líquido. Agora imagine várias gotas o atingindo, o papel ficará nitidamente manchado e não retornará ao normal. Cada acontecimento por que passei na vida foi uma gota. Sou um pedaço de papel manchado pela vingança, pelo individualismo, pelo egoísmo e pelo orgulho. Não sou incomodada por isso, pois estas foram às experiências que vivi. Se eu não tivesse conhecido o lado obscuro das coisas, não chegaria até aqui. Seria apenas mais uma alma a ser contabilizada no submundo. E pretendo ficar sem fazer parte desses números por um bom tempo. Tudo isso me diverge dos meus irmãos, eu escolhera a solidão e uma barreira invisível que me separa do mundo. Por isso, não abaixaria minha cabeça diante do inimigo, nem permitiria que meu corpo se curvasse para tal. Eu morreria lutando, mas jamais desistiria.
-x-x-x-
Inúmeros golpes passavam rapidamente pela minha cabeça, eu precisava de um que fosse certeiro e não desse chances para a semideusa me atacar. Acabei por não realizar nenhum. No momento em que comecei a retirar as lâminas da perna da garota, esta foi incrivelmente ágil, eu subestimara por alguns instantes minha oponente, um terrível erro da minha parte. A garota tinha potencial e determinação. E o melhor de tudo, estava me proporcionando uma luta digna e sem facilidades.
Detectei os movimentos dela, porém não fui rápida o suficiente para detê-los. A lâmina rasgou minha pele e uma sensação de ardência se encrustou naquela região. Imediatamente estoquei mais profundamente o tridente na coxa da campista, fazendo a arma atravessar sua carne. Senti um líquido preencher minha camisa, meus olhos se direcionaram até o ferimento. Eu pisquei algumas vezes e então meu olhar refletia a cor intensa do sangue. Meus dentes pressionaram os lábios como se de alguma maneira eu achasse que aquilo poderia aliviar a dor. Claro que não aliviava. A dor se disseminava, querendo me imobilizar. Foi então que a imagem da pequena garotinha jogada na areia da praia se formou no meu subconsciente, eu a via imóvel, indefesa, machucada e com lágrimas que brotavam dos pequenos olhos cor de mar. Eu enxergava o mesmo sangue. Toda a ação se passava em milésimos de segundos na minha cabeça.  
Naquele exato momento a dor foi sendo substituída por outro sentimento, pelo ódio. Meu corpo tremia de raiva. Ergui o olhar e deparei com a imagem de Luna nitidamente a minha frente, seus lábios se curvavam em um sorriso maléfico. A vingança me possuiu. Não havia mais nada que eu pensasse naquele instante, apenas queria aquela mulher morta, eu mesma teria o maior prazer do mundo em vê-la morrendo na minha frente e era exatamente isso que eu tentaria fazer. A garota havia puxado a minha mão, mas provavelmente não seguraria com muita força, pois estava focada com o golpe que me acertara na barriga. Eu aproveitaria isso a meu favor. Faria com que meu braço desse um giro de 180 graus, livrando-me da mão da semideusa. Fecharia o punho e o usaria com força para afastar a espada do meu corpo, impedindo que a garota me acertasse um golpe ainda mais profundo, não permitiria que essa minha defesa falhasse, apesar de poder ferir o punho com tal ação. Então não daria mais nenhum espaço para minha oponente, retiraria rapidamente as lâminas do tridente da coxa dela e o ergueria com toda a minha força, pretendendo afinca-las no estômago da minha adversária sem dó, nem piedade. Querendo apreciar cada segundo da sua agonia.
code designed by doll from the pretty odd


Arya Doprav
Poseidon's daughter -x- Thanato's reaper
avatar
Arya Doprav
Sem grupo
Sem grupo

Mensagens : 370
Data de inscrição : 11/06/2014
Idade : 20
Localização : Atrás da sua alma.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Campeonato de Gladiadores

Mensagem por Quione em Qua Set 03, 2014 9:53 pm






Campeonato


   

SEGUNDA DUPLA

Estaria Arya perdendo sua fama de tão boa guerreira? Quione não sabia e não se importava. Seus olhos pediam pela visão de sangue.
Alysson havia levado a espada para cima, fazendo com que o corte na lateral do estomago de sua oponente aumentasse de tamanha. Após isto a jovem retirara a espada dali, a cria de Poseidon tentou evitar que algo acontecesse com seu corpo e colocou o braço em frente a lamina da espada, Quione gargalhou com a imagem que via em sua frente, a lamina da espada estava sendo cravada no braço da garota da agua. Porém esta não deixara por desejar, retirou o tridente da coxa de sua inimiga e tentou crava-lo no estomago da mesma, e o ataque fora feito com sucesso. Os dentes do tridente atravessaram a lateral do estomago da cria de Zeus, dando a mesma uma imensa dor.
Quione respirou fundo observando a cena enquanto limpava as lagrimas que rolavam de seus olhos, estalou os dedos e trouxe as jovens para o castelo.

Arya: HP 60/140 MP 135/140
Alysson: HP 30/140 MP 130/140

QUINTA DUPLA

Os dois mostravam-se cada vez mais violentos no decorrer da batalha, Quione estava adorando ve-los se machucando, o sangue sendo derramado lhe dava prazer, e de todas as cinco lutas essa fora a unica que ainda não lhe trouxera desgosto no fim das contas, afinal nenhum desistira, lutariam até a morte.
Vyolet massacraria sua cabeça com pisões se o garoto de Hades não agisse de maneira rápida.
Paul fora rápido em se jogar para o lado e postar-se de pé dessa forma os dois agora se encontravam de frente um para o outro, Vyolet não  aceitaria perder o duelo mas o garoto de Hades jamais se renderia. Os golpes calculados agora eram ferozes um batia o outro defendia e nenhum acertava o outro.
Por fim Vyolet conseguiu acertar-lhe a perna com um chute, mas o filho de Hades também a acertou com um segundo chute e os dois desabaram no chão um para cada Lado.
Um suspiro escapou dos lábios da deusa do gelo, e ela estalou os dedos, os dois semideuses foram levados de volta ao palácio, dando um empate a luta de ambos, que agora estavam confusos.

Paul: HP 100/140 MP 130/140
Vyolet: HP 75/105 MP 105/105


NOVAMENTE NO CASTELO

Todos os oito guerreiros estavam novamente no salão do trono do castelo da rainha do gelo. A mulher encontrava-se em pé em frente a todos. Alysson e Arya sangravam. Vyolet estava espantada com o que via ao seu lado: Seu oponente estava vivo. Os outros gladiadores apenas olhavam-se preocupados ou não. Cada um segurava sua arma, a arma que usaram para batalhar naquela primeira etapa.
Nos lábios avermelhados de Quione estava estampada a felicidade que existia dentro da mesma em ver o sangue escorrendo pelo piso. As mãos da mulher se uniram e ela começou a aplaudir enquanto gargalhava. — Parabéns aos oito sobreviventes e não desistentes. E Vyolet, parabéns por novamente ter sido uma inútil!— A rainha olhava de forma debochada para a cria da noite, o que causava imensa fúria na mesma.
A deusa desceu os degraus ficando próxima aos semideuses, seus bonecos. Os olhos da mesma percorreu cada face cansada e cada machucado que havia nos guerreiros. — Não irei enrolar, irei direto ao ponto. Não haverá descanso para vocês, nenhum descanso!— A mulher fez um sinal com os dedos chamando os jovens para que estes a seguissem, ela caminhou por um corredor imenso de gelo, a caminhada durou em torno de oito minutos e logo todos estavam parados em frente a uma porta.
— Atrás desta porta há o próximo desafio de vocês. Aqueles que desejarem prosseguir fiquem a vontade para recostar-se na parede. Os que não quiserem apenas deem as costas e saiam daqui.— A mulher desviou o olhar para as crias de Poseidon e Zeus esperando que ambas desistissem.


Brigitte: HP 80/110 MP 110/110
Silena: HP  70/105 MP 105/105
Arya: HP 60/140 MP 135/140
Alysson: HP 30/140 MP 130/140
Edith: HP 80/110 MP 100/110
Emmanuelle: HP 140/145 MP 145/145
Paul: HP 100/140 MP 130/140
Vyolet: HP 75/105 MP 105/105



FASE NOVA, REGRAS NOVAS:

— A nova fase do campeonato se inicia, e desta vez não haverá molezinha, as regras mudaram e espero que todos as sigam;
— Aquele que estiver em missão/pvp/mvp enquanto estiver durante o campeonato será morto sem aviso prévio;
— O prazo continua o mesmo, 72hrs para postar. Porém não adiarei um segundo a mais. As 19hrs do ultimo dia do prazo eu posto “ENCERRADO” e nenhum outro post será aceito. Ou seja, não vou me importar se sua mãe morreu, o cachorro urinou no seu teclado, ou um vulcão destruiu sua casa. Ou você posta no prazo ou perde a rodada e é DESCLASSIFICADO;
— Os posts devem conter no mínimo 15 linhas, post com menos disto serão desconsiderados;
— O atual prazo é até o dia 6/09 as 19hrs, nem um milésimo a mais;
— Poderes estão TERMINANTEMENTE PROIBIDOS, quem usa-los será DESCLASSIFICADO e não receberá nenhum premio.


PERGUNTAS FREQUENTES:

— Como faz a inscrição? Simples, você deve postar neste mesmo tópico dando seu ponto de vista sobre os acontecimentos que eu narrei. Indo desde o surgimento das misteriosas mulheres no acampamento, passando pela minha aparição e finalizando com a quebra do selo, pela sua descoberta sobre as armas e sua teletransportação. (Que é feita pelo envelope, você será tecnicamente sugado por este.)

— É só para o acampamento meio sangue? Definitivamente não. O post que eu fiz narra sim o que aconteceu no acampamento meio sangue. Mas, você como bom campista romano pode narrar todos os acontecimentos do seu ponto de vista. Podendo até mesmo acrescentar que eu digo que ambos os acampamentos participam.

— Como vou saber qual envelope veio parar em minhas mãos? Facil, isso eu deixarei a sua escolha. Isso mesmo, você irá escolher qual envelope pairou em sua mão e dirá a cor dele.

— O que são os envelopes? Além de um portal para o castelo de Quione, os envelopes representam o deus que lhe escolheu e a única arma que poderá usar durante todo o campeonato.

— Porque os envelopes são coloridos? Porque cada cor representa um deus e sua arma, sendo estas:

Poseidon: Tridente; (Arya)
Hades: Foice; (Paul)
Zeus: Espada; (Alysson)
Apolo: Arco e flexa; (Edith)
Ártemis: Maçã; (Brigitte)
Ares: Lança; (Vyolet)
Athena: Adaga; (Emmanuelle)
Persefone: Chicote; (Silena)
Eolo: Chakrams; (Lucc)
Hera: Machado; (Klaus)


— Podera haver mortes? Talvez. Por ser um campeonato ON é bem capaz que saia alguém morto. Mas, como sou alguém amável (-q) acatei a ideia de que quando o semideus estiver com apenas 15HP ele é retirado da arena. Porém, cuidado, mortes ainda podem acontecer.

— Quem esta em missão/mvp/pvp pode participar? Bom, poder até pode, mas tem que ter consciência de que seus atos trarão consequências. Por este motivo, aconselho que pause sua missão/mvp/pvp para participar do campeonato.[/b]

PREMIAÇÃO:

— 10º lugar: 100 dracmas; LUCC
— 9º lugar: 200 dracmas; KLAUS
— 8º lugar: 300 dracmas;
— 7º lugar: 400 dracmas;
— 6º lugar: 500 dracmas;
— 5º lugar: 1 level  -x- 800 dracmas;
— 4º lugar: 1 level  -x- 800 dracmas;
— 3º lugar: 2 level  -x- 900 dracmas  -x- Arma;
— 2º lugar: 3 level  -x- 1000 dracmas  -x- Arma  -x- Item especial;
— 1º lugar: 3 level  -x- 1000 dracmas  -x- Arma  -x- Item especial;

Thank's for @Lovatic, Cupcake Graphics
avatar
Quione
Deuses Menores
Deuses Menores

Mensagens : 520
Data de inscrição : 12/07/2013

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Campeonato de Gladiadores

Mensagem por Paul Foster em Qui Set 04, 2014 3:44 pm



Cada Um e Sua Morte

Floresta – Trono de Quione




A luta ficava cada vez pior. Começamos agindo pouco, mas agora lutassem as armas, usando o corpo a fim de destruir o oponente. Vi o rosto de Vyolet sangrar onde lhe acertei e imaginei que ela tinha uma visão parecida de mim. Eu estava quebrado, mas nunca desistiria, nunca. Enquanto eu não morresse, Vyolet ainda teria um inimigo. Ambos lutávamos e acertávamos, mas esse ritmo duraria pouco tempo. Eu precisava de uma estratégia melhor, o último golpe que tentei desferir não funcionou muito bem. Este dificilmente seria diferente, mas eu tinha de pensar em algo.
E então algo inacreditável acontece. Vyolet e eu surgimos com as armas nas mãos no maldito templo de gelo. Oito semideuses estavam ali, cada um mais ferido que o outro. Olhando por cima, exceto por Emmanuelle, nenhum gladiador havia se machucado menos do que Vyolet e eu. Foi realmente uma luta chata se de assistir, acredito, mas quando se intensificou, nenhum de nós desistiu. De fato, senti que eu tinha chances no torneio.
- Parabéns aos oito sobreviventes e não desistentes. E Vyolet, parabéns por novamente ter sido uma inútil! – a deusa disse. Isso me deixou levemente irritado, havia algo errado no modo como ela falava. Deuses tinham a mania de abusar de nós, por serem mais fortes, mas Quione fazia isso rindo da nossa cara e debochando de nós. Ela se aproximou. - Não irei enrolar, irei direto ao ponto. Não haverá descanso para vocês, nenhum descanso! – caminhamos atrás dela, que nos chamou. Uns mancando, outros se apressando. Fiquei para trás, vendo Arya caminhar com dificuldade devido a um ferimento seríssimo. Ela não tinha condições de lutar, mal caminhava direito. Fiquei imaginando qual era o problema de Quione. - Atrás desta porta há o próximo desafio de vocês. Aqueles que desejarem prosseguir fiquem a vontade para recostar-se na parede. Os que não quiserem apenas deem as costas e saiam daqui. – ela olhou com expressão de desafio para alguns semideuses. Eu podia lutar, podia vencer, acredito, mas não era isso que eu queria. Não nasci para ser manipulado e aceitar isto com facilidade. Olhei novamente para Arya e sussurrei no seu ouvido.
- Vamos embora daqui... – falo, em um tom que expressava bastante desapontamento. Eu queria voltar para o Acampamento Meio-Sangue, minha casa, agora. Treinar e um dia me tornar algo devido ao que fiz em missões, salvando pessoas que precisam de alguém que, ao contrário dos deuses, esteja disposto a lutar por elas. Eu não era o cara mais sociável do mundo, de fato, mas preferia dar minha vida por alguém a ser um brinquedo. Dou minha vida, mas a dignidade é minha.
Deixei a foice cair no chão enquanto me virando, ajudei Arya a fazer o mesmo. Ela não lutaria, nem que quisesse. Emmanuelle e eu não deixaríamos. Mesmo assim, duvidava que ela gostasse da ideia de continuar.

Coded by: IG & SA


Paul Foster

Son of Hades – Nyx’s Demon – 16 Years Old

credits @
avatar
Paul Foster
Demônios de Nyx
Demônios de Nyx

Mensagens : 163
Data de inscrição : 19/06/2014
Idade : 19

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Campeonato de Gladiadores

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 6 de 10 Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9, 10  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum