The Blood of Olympus
Para visualizar o forum é necessário estar cadastrado, por favor registre-se no rpg ou entre em sua conta. É necessário estar cadastrado para ver as informações contidas no forum. Lembre-se de usar nome e sobrenome, não se cadastrar usando nomes geralmente utilizados por Hacker. Exemplo: "Barum" "Hakye" e por ai vai. Bem vindos.

CCFY - Wade & Thomas

Ir em baixo

CCFY - Wade & Thomas

Mensagem por Thomas M. Brynjolf em Sab Jul 07, 2018 12:28 am


When we were young
Our future was so bright



Eu assoprei em minhas mãos para tentar espantar um pouco do frio, o pensamento mais recorrente em minha cabeça era que eu deveria ter levado luvas e talvez uma touca, mas agora já era tarde. Eu coloquei a mão no bolso interno da minha jaqueta surrada e tirei a carta, passando os olhos por ela mais uma vez enquanto me apoiava contra uma árvore. Observei as partes que eu considerava mais importantes da carta enquanto lia para mim mesmo.

- "Você foi designado" blá blá blá "criatura causando problemas" blá blá "Use seu presente de Phobos".

Dei de ombros dobrando a carta e guardando-a de volta em meu bolso. Dei mais alguns passos até perceber um grupo de pegadas no chão. Me abaixei próximo às marcas e comecei a analisá-las. Notei marcas de cascos, provavelmente um cervo ou coisa do tipo, seguida por patas que pareciam ser de um animal grande e com garras. A julgar pela profundidade delas, uma criatura pesada e que havia passado por lá a algumas horas.

Fiquei de pé, cravando meu tridente no chão e tirando meu casaco para pendurá-lo na arma. Andei mais alguns metros alongando meus ombros e minhas costas. Uma onda de pelos escuros crescia em meus braços, que ao mesmo tempo se alongavam até os dedos, e minhas unhas aos poucos tomavam o formato de garras que eram mais longas e grossas do que o comum do meu corpo. Meu rosto, agora apontado para cima, se tornava mais alongado e também começava a se cobrir de pelos, tomando o formato da cabeça de um lobo.

Encarregado de espalhar o medo, um lycan não deveria hesitar em avisar sua presa de que ela estava prestes a morrer, então enchi meus pulmões e um uivo ressoou pela floresta, fazendo alguns pássaros voarem e o chão parecia estremecer um pouco com o meu aviso de que a caçada havia começado. Deixei o peso do meu tronco me jogar para a frente e posicionei-me nas quatro patas. Farejando o solo para encontrar uma pista do meu alvo. Disparei na direção do cheiro que entregava a localização do monstro que seria morto naquela noite.

O fluxo de adrenalina correndo pelo meu sangue continuava alto como em todas as outras transformações, mas meu humor estava muito mais controlado e o que outrora eu fazia com ódio, acabou se tonando divertido. Rastrear e derrotar monstros poderia vir a se tornar um hobbie para mim. Eu não conseguia me comunicar verbalmente. Mas se eu pudesse, com certeza diria "aqui vou eu".

Melpomephy.. Black Set

Poderes:

Passivos:
Humor da Fera I
Descrição: Por natureza, os lycans em sua forma humana são mau humorados e extremamente alertas a tudo.
Audição Aguçada I
Descrição: Independente da forma em que estiverem, os lycans têm esse sentido em especial muito mais desenvolvido que o restante das pessoas. Dessa forma, são capazes de ouvir tudo ao seu redor, sem muito controle sobre isso, o que pode causar desconforto em RPs sociais. Além disso, caso se concentrem unicamente nisso, podem ouvir os batimentos cardíacos alheios. Ambos os efeitos funcionam até 30m de distância.
Olfato Apurado I
Descrição: Independente da forma em que estiverem, os lycans têm esse sentido em especial muito mais desenvolvido que o restante das pessoas. Dessa forma, são capazes de identificar os cheiros ao seu redor, e os gravam para nunca se esquecerem de suas presas. Por outro lado, seu olfato é muito sensível, portanto cheiros fortes ou incomuns lhe incomodam bastante. Podem seguir uma pessoa pelo seu cheiro mesmo que ela se distancie até 30m.
Aura do Medo
Descrição: A simples presença do meio-sangue é capaz de instigar medo em todos ao seu redor, sem distinção entre aliados ou inimigos.

Ativos:
Transformação da Besta I
Descrição: Ao atingir esse nível, o lycan pode enfim se transformar de maneira perfeita. Sua forma feral, como já esperado, tem uma aparência monstruosa e seus prós e contras. Nesse estado, o semideus desfruta de todos os bônus passivos cabíveis pela transformação além aumentar todos os danos físicos que causar. Por outro lado, fica impossibilitado de usar poderes ativos que fujam desta lista, ou empunhar armas que não sejam adaptadas à essa forma.


Última edição por Thomas M. Brynjolf em Qui Jul 12, 2018 3:21 pm, editado 1 vez(es)
avatar
Thomas M. Brynjolf
Lycans
Lycans

Mensagens : 142
Idade : 17
Localização : Wolves' Den/CHB

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: CCFY - Wade & Thomas

Mensagem por Wade Logan Warren em Sab Jul 07, 2018 3:52 pm

WADE LOGAN
WHO
Eles disseram: "você consegue". Eu provei que estavam errados.


- Jenna, eu disse recua!

O barro saiu tão alto da  minha boca que por um momento sequer se assemelhou com a minha voz. Minha camiseta do acampamento já estava toda furada e eu provavelmente parecia um lunático correndo por aí com o corpo cheio de poeira enquanto tentava salvar a minha vida e a de mais três pessoas que me acompanhavam. Três vidas que naquele momento estavam dependendo mais de mim do que de qualquer outra pessoa. Hah, coitados.

A verdade é que meu plano de me esconder de Quíron e Dionísio não funcionou muito bem, principalmente após Sr. D descobrir da existência de um garoto chamado William - e às vezes Watson, Wesley ou Worren - que era indefinido e que, por alguma razão que eu nunca entendi, ele passou a desgostar menos do que os demais campistas. E por essa razão, William - vulgo eu - estava sendo constantemente convocado para os mais diversos tipos de missões de resgate.

Eu odeio missões de resgate.

Jenna, Sidney e eu havíamos sido mandados para resgatar uma garota em sua escola quando estava sendo abordada por uma empousai. Eu realmente não era o maior fã do monstro, mas acabei cedendo às ordens do diretor do acampamento e saí junto da filha de Afrodite e do sátiro para tentar levar a mais nova semideusa para o acampamento. Pra mim, missões de resgate nada mais era do que serviço de correio, podendo variar de serviços bem perigosos e serviços nem tanto.

Eu havia dado o azar de pegar a primeira opção naquele dia.

Nós havíamos conseguido nos livrar da emppousai quando descobrimos que ela não andava sozinha, e como bons semideuses resolvemos bater em retirada. Aparentemente, por causa da maior penetração dos smartphones, os semideuses estão sendo mais encontrados do que nunca, e eu mais ocupado do que gostaria. Eu odiava ter que interromper meus treinos de mentalista para realizar missões tão chatas e nada divertidas.

Maldito Sr. D.

Nós havíamos conseguido alcançar as florestas da colina do acampamento quando fomos abordados por mais um monstro. Eu não havia tido tempo de prestar atenção no que se tratava, mas era grande. Como um bom idiota, eu pedi para que Jenna corresse com a nossa mais nova resgatada para o acampamento enquanto eu tentava ganhar tempo com o bicho para que elas pudessem escapar, e - não para a minha surpresa - Sidney, o sátiro, resolveu correr junto com as meninas.

E agora éramos eu, um monstro desconhecido e muita terra na roupa pela correria. Está valendo.

Senti meu corpo se arrepiar quando escutei um uivo ao longe e toquei a tatuagem que se enrolava por meu braço fazendo com que os espirais escorregassem como uma cobra até meu pulso antes de se tornar uma longa espada. Segurei a arma firmemente entre meus dedos e respirei fundo, balançando a cabeça em negação.

Wade, você é muito burro.

Usando do meu melhor senso de percepção e todos os meus sentidos, me concentrei no espaço a minha volta. Deixei que meus ouvidos captassem todos os tipos de ruídos e me indicassem para qual caminho eu deveria correr. Eu poderia ter ficado mais tempo em minha breve meditação de reconhecimento de espaço, mas quando finalmente escutei movimentação, percebi que estava mais perto de mim do que eu gostaria. E quando tornei a abrir os olhos, me deparei com uma enorme besta.

- Ninguém me disse que eu teria que enfrentar um lobisomem! - Exclamei indignado, erguendo uma mão na direção da besta como um idiota. Segurei a lâmina em minhas mãos, apertando o seu punho. - Bom cãozinho...

Falei em tom leve que não pareceu funcionar. Quando o monstro se mexeu um pouco demais para o meu gosto, não lhe dei chance de atacar.

Por Psiquê.

Rezei brevemente à minha deusa, oferecendo aquele monstro como tributo poucos segundos antes de investir contra ele, minha lâmina erguida e no intuito de explodi-lo em uma pilha de pó.

adendos:


armas:

• Tatuagem Azul [Uma pequena tatuagem azulada, com o desenho de preferência do mentalista, que pode deixar a pele do semideus, se transformando em uma espada de acordo com o desejo do seu portador. | O efeito da espada, quando ativado, faz com que o mentalista seja capaz de se comunicar mentalmente com qualquer forma de vida animal, podendo o controlar por até dois turnos. Sendo que animais de porte pequeno, como insetos, podem ser controlados em quantidade, ao contrário de animais grandes como coelhos, veados etc. Tal poder só poderá ser utilizado até duas vezes por missão, evento, pvp etc. | Ouro Imperial. | Não possui espaço para gemas. | Resistência beta. | 100%, sem danos. | Nível 3. | Lendária. | Presente de Reclamação do grupo Mentalistas de Psiquê.]






Notas: Notas notas ou qualquer coisa.





Última edição por Wade Logan Warren em Qui Jul 12, 2018 3:12 pm, editado 4 vez(es)


Indefinido por certificado®

avatar
Wade Logan Warren
mentalistas de psique
mentalistas de psique

Mensagens : 190
Idade : 16
Localização : CHB

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: CCFY - Wade & Thomas

Mensagem por Thomas M. Brynjolf em Sab Jul 07, 2018 10:18 pm


When I see you again
Isolaaaaaaaaado



Eu disparei com minhas quatro patas pela floresta. Os movimentos pareciam ser ainda mais naturais do que os da minha forma humana, e eu conseguia me desviar de obstáculos com extrema facilidade. Continuava farejando o caminho e percebia o quanto o cheiro da minha presa se aproximava, contudo, também notei outro odor no ar. Suor, terra e adrenalina, não consegui distinguir se era coragem, medo ou uma mistura dos dois. Agora que eu possuía os sentidos aguçados de um animal, o cheiro de semideus era inconfundível.

Saltei por cima de um obstáculo e deslizei pela pequena ladeira, parando no que parecia ser uma trilha entre as árvores. Olhando para minha direita, avistei um semideus com sua espada em mãos. "Esse garoto nem aguenta o peso da espada e está sozinho no meio da floresta?", pensei comigo mesmo. Me coloquei apenas sobre as patas traseiras e, quando estava prestes a voltar à minha forma humana para tentar conversar, fui surpreendido pelas atitudes do semideus, que decidiu correr para cima de mim.

Saltei por cima do garoto e atingi suas costas com minha pata traseira, tal qual um coice, mas sem utilizar muita força. Apenas o bastante para desequilibrá-lo. Novamente em duas patas, comecei a caminhar na direção do garoto. Mantendo minhas costas retas para demonstrar toda a altura que eu tinha em minha transformação. Meu rosnado era baixo, porém, continha uma enorme carga de agressividade.

Ergui minhas patas dianteiras e as bati agressivamente no solo ao lado dos pés do garoto, com a intenção de fazê-lo recuar, mas também para que eu conseguisse olhar seu rosto e reconhecê-lo. Assassinar um semideus aleatório só porque ele acha que eu sou um monstro não é exatamente autodefesa, então eu apenas queria afetá-lo o suficiente para que o mesmo deixasse de ser uma preocupação.

Enchi meus pulmões e, quando prestes a rosnar para ele, escutei uma movimentação entre as árvores, à distância. Recuei um pouco e, ficando em duas patas, fechei meus olhos para prestar atenção na movimentação da criatura e saber onde ele estava indo.

Melpomephy.. Black Set

Poderes:

Passivos:
Humor da Fera I
Descrição: Por natureza, os lycans em sua forma humana são mau humorados e extremamente alertas a tudo.
Audição Aguçada I
Descrição: Independente da forma em que estiverem, os lycans têm esse sentido em especial muito mais desenvolvido que o restante das pessoas. Dessa forma, são capazes de ouvir tudo ao seu redor, sem muito controle sobre isso, o que pode causar desconforto em RPs sociais. Além disso, caso se concentrem unicamente nisso, podem ouvir os batimentos cardíacos alheios. Ambos os efeitos funcionam até 30m de distância.
Olfato Apurado I
Descrição: Independente da forma em que estiverem, os lycans têm esse sentido em especial muito mais desenvolvido que o restante das pessoas. Dessa forma, são capazes de identificar os cheiros ao seu redor, e os gravam para nunca se esquecerem de suas presas. Por outro lado, seu olfato é muito sensível, portanto cheiros fortes ou incomuns lhe incomodam bastante. Podem seguir uma pessoa pelo seu cheiro mesmo que ela se distancie até 30m.
Aura do Medo
Descrição: A simples presença do meio-sangue é capaz de instigar medo em todos ao seu redor, sem distinção entre aliados ou inimigos.
Força I
Descrição: Como demonstrado por Percy na série e é de conhecimento geral que Poseidon é mais forte que a maioria dos deuses por ser um dos três grandes, seus filhos possuem uma força superior à comum dos semideuses.
Força I
Descrição: A força é, sem dúvida alguma, a principal arma de um guerreiro, que o faz vencer seus inimigos mesmo que precise utilizar apenas seus punhos. Independente do porte físico do filho de Ares/Marte ou de sua idade, o semideus terá a força de um atleta de MMA profissional, sendo capaz de suportar mais peso que os demais campistas, bem como causar danos maiores em seus golpes.
Força I
Descrição: A força dos lycans é elevada devido aos músculos naturalmente melhor desenvolvidos para dilacerar e matar suas presas.


Última edição por Thomas M. Brynjolf em Qui Jul 12, 2018 3:24 pm, editado 1 vez(es)
avatar
Thomas M. Brynjolf
Lycans
Lycans

Mensagens : 142
Idade : 17
Localização : Wolves' Den/CHB

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: CCFY - Wade & Thomas

Mensagem por Wade Logan Warren em Qui Jul 12, 2018 3:03 pm

[
WADE LOGAN
WHO
Eles disseram: "você consegue". Eu provei que estavam errados.


Minha adrenalina estava alta e eu não pensava muito bem, mesmo que soubesse que isso era exatamente o que Ariel diria para eu não fazer.

Sempre em que eu me encontrava em uma batalha, eu ainda tinha dificuldade em me centrar. Minha mentora sempre me dizia que eu deveria respirar, focar minhas energias e utilizar minha mente como maior atributo para batalha, mas essa missão parecia impossível quando eu estava diante de um personagem saído diretamente de um livro de terror infantil. Ele era bem rápido, então não pareceu sofrer com o golpe da minha espada, e logo devolveu seus movimentos com uma espécie de coice que tinha como finalidade me desequilibrar.

A força do golpe seria suficiente para derrubar um semideus sem muita dificuldade, mas pendi meu corpo para o lado e rolei, parando perfeitamente de pé e segurando minha espada na posição. Ser mentalista e passar pelos meus treinamentos foi uma grande razão para que eu pudesse conhecer o balanço perfeito do meu corpo e desenvolver equilíbrio impecável, e não seria um pequeno lobinho que me tiraria aquilo. Ou era isso o que eu continuava dizendo para tentar esconder o fato de que talvez eu estivesse com medo pela minha vida.

Ainda assim eu jamais deixaria meu oponente detectar qualquer hesitação. Usei do meu equilíbrio para me movimentar com maior facilidade e desviar utilizando métodos evasivos de rolar, pular e saltar, tentando atacá-lo por diversos lados. Eu nunca havia ouvido falar em um lobisomem como criatura mitológica, e muito menos que eles tinham histórico de atacar semideuses indefesos. Eu provavelmente também não teria parado para perguntar o que ele estava fazendo aos redores do acampamento se não fosse por um barulho baixo, uma movimentação quase silenciosa que fez com que o lobisomem parasse de dar sua total atenção para mim. Na verdade, foi por meio de uma breve leitura do seu corpo que percebi que seus músculos se tensionaram e suas orelhas se viraram em outra direção que não a minha.

E foi na penumbra entre as árvores daquela noite que vislumbrei pela primeira vez a criatura.

Eu não tinha certeza se o lobisomem havia o visto também por conta do esconderijo, mas - mais uma vez em prol dos mentalistas - eu consegui pressentir sua presença não muito distante de nós. E mesmo que meus olhos não permitissem visão perfeita da sua forma, eu sabia que ele era grande. E que o monstro que nos atacava anteriormente também era, talvez maior do que aquele lycan que eu atacava inutilmente.

Segurei a minha espada e mantive minha distância das duas criaturas sem fazer qualquer movimento brusco.

Se algo desse errado, eu não hesitaria em deixar o lobo e o monstrão para se enfrentarem pessoalmente. Afinal, tudo o que eu mais queria era voltar para o acampamento e comer um belo pedaço de pizza.

Observei em silêncio a cena conforme traçava um mapa mental de movimentações e possíveis localizações de conflito. Meus olhos viravam do lobo ao monstro nas sombras, tentando detectar qualquer sentimento de hostilidade ou raiva. E eu detectei de ambas as partes. O lobisomem tinha uma áurea de foco e irritabilidade, mas não estava direcionada a mim. O seu alvo parecia ser o monstro na sombra, enquanto o monstro parecia estar disposto a derrubar sangue de qualquer ser que cruzasse o seu caminho.

E eu não seria esse ser.

Me mantive parado, analisando os movimentos e o cenário conforme traçava a minha rota de fuga. Aquela briga não era minha e eu não gastaria esforços por ela.


adendos:

Poderes:

Nível 4 (passivo)
Nome do poder: Corpo equilibrado I
Descrição: O seguidor de Psiquê tem tanto mente quanto corpo alinhados. Isso acaba por potencializar o equilíbrio corporal. Nesse nível o mentalista ainda começa a aprender noções de seu corpo, tendo um ótimo equilíbrio que um humano treinado teria.
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: +30% de equilíbrio
Dano: Nenhum

Nível 9 (passivo)
Nome do poder: Leitura empática
Descrição: a empatia é a capacidade de sentir e/ou perceber o que os outros estão sentindo no momento. Nesse nível, os mentalistas conseguem interpretar as emoções dos outros seres vivos.
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: Nenhum
Dano: Nenhum

Nível 11 (passivo)
Nome do poder:  Detectar Presenças
Descrição: O seguidor da deusa Psiquê pode notar presenças escondidas dentro do ambiente em que se encontra, mesmo que elas estejam camufladas ou invisíveis. É uma sensação forte de que a algo a mais ali. Caso concentre-se um pouco mais, poderá sentir a origem da presença.
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de HP: nenhum
Bônus: 75% de chance de encontrar coisas invisíveis e camufladas. Caso o item tenha sido encantado por alguém mais forte ou o semideus "escondido" seja alguém mais forte, não conseguirá encontrar a presença, apesar de saber que ele ou o item está ali.
Dano: Nenhum
armas:

• Tatuagem Azul [Uma pequena tatuagem azulada, com o desenho de preferência do mentalista, que pode deixar a pele do semideus, se transformando em uma espada de acordo com o desejo do seu portador. | O efeito da espada, quando ativado, faz com que o mentalista seja capaz de se comunicar mentalmente com qualquer forma de vida animal, podendo o controlar por até dois turnos. Sendo que animais de porte pequeno, como insetos, podem ser controlados em quantidade, ao contrário de animais grandes como coelhos, veados etc. Tal poder só poderá ser utilizado até duas vezes por missão, evento, pvp etc. | Ouro Imperial. | Não possui espaço para gemas. | Resistência beta. | 100%, sem danos. | Nível 3. | Lendária. | Presente de Reclamação do grupo Mentalistas de Psiquê.]






Notas: Notas notas ou qualquer coisa.





Indefinido por certificado®

avatar
Wade Logan Warren
mentalistas de psique
mentalistas de psique

Mensagens : 190
Idade : 16
Localização : CHB

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: CCFY - Wade & Thomas

Mensagem por Thomas M. Brynjolf em Qua Jul 18, 2018 10:36 pm


Run for your life
This is the night of the werewolves



O som da grama se movendo ao redor do nosso local de batalha ficava cada vez mais baixo, como se a criatura soubesse que fora localizada e parecia tentar se esconder novamente. Claro que suas tentativas eram em vão, pois eu já havia sentido seu odor e ela não escaparia de mim não importa o quanto tentasse.

Abri meus olhos e virei a cabeça, enxergando por cima do meu ombro para ver o que o semideus estava fazendo, o mesmo apenas observava a situação de uma certa distância. Voltei minha atenção para o monstro que estava entre os galhos. O mesmo deu um passo para a frente, revelando a sua forma sob a luz do luar.

Ao encarar aquela mantícora se aproximando, senti uma palpitação no coração, os músculos do meu tronco começaram a se contrair e um rosnado baixo escapou da minha boca e foi tomando volume aos poucos. Levei uma das patas em direção ao meu pescoço e comecei a cocá-lo vigorosamente como um tique.

Como aquela criatura ousava vir atrás de mim quando eu claramente era seu caçador? Chae ficaria muito decepcionada se soubesse o que eu havia deixado acontecer, e tudo por causa de um semideus que acabou me atacando.

Soltei o peso do meu corpo para a frente, pousando minhas patas dianteiras no chão e emitindo um rugido antes de disparar na direção da mantícora. Meu oponente ergueu a frente do seu corpo para receber o meu golpe e ambos sentimos o impacto do nosso encontro.

Derrubei-a de costas na grama conforme empurrava sua cabeça para cima com uma das patas dianteiras, evitando levar um ataque da sua boca enquanto eu mesmo lhe mordia perto do pescoço. Mesmo com as presas afiadas dadas por Phobos, o couro da mantícora não era o mais fácil do mundo de ser penetrado, e eu também não era tão experiente para tirar cem porcento de proveito do meu novo corpo, então meu esforço teria que ser dobrado para conseguir causar danos consideráveis.

Um som atrás de mim fez minha orelha se mover, constatando que era algo se movendo rapidamente em minha direção. Saltei para a minha frente bem a tempo de evitar um golpe daquele ferrão. Também tive que correr mais um pouco e pular mais algumas vezes, me desviando dos projéteis venenosos soltados pela mantícora, que agora voltava a ficar em pé. Uma sensação de ardência me fez olhar para meu ombro, foi onde eu percebi que fui arranhado pelas garras da criatura. Aquilo doía um pouco, mas nada que eu não pudesse aguentar, e no fim das contas aquilo se tornou só mais um motivo para eu sentir raiva do meu alvo. "Esse ferrão é perigoso demais, preciso dar um jeito de arrancá-lo", pensei.

Poderes:

Passivos:
Força I
Descrição: A força é, sem dúvida alguma, a principal arma de um guerreiro, que o faz vencer seus inimigos mesmo que precise utilizar apenas seus punhos. Independente do porte físico do filho de Ares/Marte ou de sua idade, o semideus terá a força de um atleta de MMA profissional, sendo capaz de suportar mais peso que os demais campistas, bem como causar danos maiores em seus golpes.
Combate não Armado
Descrição: Nos combates de uma guerra, muitas vezes o combatente acaba sendo desarmado, acabando sua munição ou perdendo sua arma, obrigando-o a utilizar apenas seus punhos para sobreviver. Sendo peritos em combates desarmados, os filhos de Ares/Marte sabem técnicas marciais de todas as artes marciais existentes, mesmo que nunca tenha feito uma aula sequer. As técnicas podem ser utilizadas para a elaboração de movimentos complexos, como mortais, piruetas, ataques acrobáticos e golpes que requeiram uma grande elasticidade.
Audição Aguçada I
Descrição: Independente da forma em que estiverem, os lycans têm esse sentido em especial muito mais desenvolvido que o restante das pessoas. Dessa forma, são capazes de ouvir tudo ao seu redor, sem muito controle sobre isso, o que pode causar desconforto em RPs sociais. Além disso, caso se concentrem unicamente nisso, podem ouvir os batimentos cardíacos alheios. Ambos os efeitos funcionam até 30m de distância.
Olhar da Fera I
Descrição: Os olhos do semideus revelam a fera que existe dentro dele. Qualquer um que olhar em seus olhos ficará paralisado de medo por breves segundos. O efeito é apenas narrativo.
Força I
Descrição: A força dos lycans é elevada devido aos músculos naturalmente melhor desenvolvidos para dilacerar e matar suas presas.
Humor da Fera II
Descrição: Por natureza, os lycans em sua forma humana são mau humorados e extremamente alertas a tudo.
Força I
Descrição: Como demonstrado por Percy na série e é de conhecimento geral que Poseidon é mais forte que a maioria dos deuses por ser um dos três grandes, seus filhos possuem uma força superior à comum dos semideuses.
Velocidade I
Descrição: Como demonstrado por Percy na série e é de conhecimento geral que Poseidon é mais rápido que a maioria dos deuses por ser um dos três grandes, seus filhos possuem uma velocidade superior à comum dos semideuses.
Melpomephy.. Black Set
avatar
Thomas M. Brynjolf
Lycans
Lycans

Mensagens : 142
Idade : 17
Localização : Wolves' Den/CHB

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: CCFY - Wade & Thomas

Mensagem por Wade Logan Warren em Seg Jul 23, 2018 10:50 pm

WADE LOGAN
WHO
Eles disseram: "você consegue". Eu provei que estavam errados.


Eu estava pronto para matar uma das criaturas e provavelmente morrer para a outra quando o enorme lobisomem se jogou contra o... Leão? Morcego? Escorpião? Eu já havia ouvido falar em vários monstros de lendas mitológicas gregas, mas nunca havia encontrado uma coisa tão bizarra - agora visível, uma vez que pulou das sombras para atacar o Scooby Doo.

Seguei minha espada firme em minha mão para não baixar a guarda e recuei alguns passos até que eu me afastasse o suficiente para conseguir correr. Mas não corri ainda. O meu plano era mais do que claro e eu realmente não estava afim de perder uma noite de fogueira, marshmallow e cantoria para arriscar a minha vida por algo desnecessário. Eu conhecia um campista ou dois que adorava entrar em encrencas apenas para contar vantagem mais tarde, mas definitivamente não era do meu interesse.

Arriscar a minha vida para fazer sucesso com as garotas? Eu nem conseguia falar com garotas.

Definitivamente não valeria a pena. Antes de sair, no entanto, tentei enxergar por cima do ombro para ver se as semideusas e o sátiro haviam alcançado o acampamento. Seria péssimo ter desperdiçado aquela missão de resgate toda para falhar no final, mas quando não vi sinal deles, pensei que talvez tivessem chegado em segurança. Ou morrido. Eu realmente esperava que fosse a primeira opção.

Quanto ao resto, bem, não era minha briga, então não era o meu problema.

Assistir dois monstros se matarem era, na verdade, como ganhar na loteria, e eu não tinha problema algum com aquilo. E por isso acabei abrindo um sorriso e acenando conforme seguia com meus passos em recuo.

- Foi um prazer conhecer vocês, espero que curtam a luta, eu vou nessa porque estão servindo Waffles e eu amo Waffles. Scooby-Doo, leão, foi um prazer.

Abri um sorriso de canto e mergulhei nas sombras das árvores conforme me afastava, sempre atento para contra atacar caso alguma das duas criaturas se voltasse contra mim.

Andar sozinho nas florestas definitivamente não era seguro, principalmente longe das barreiras do acampamento, mas era melhor do que ficar para ver como aquele confronto acabaria, e qual dois dois sobreviveria para tentar me fazer de jantar.

adendos:

Poderes:

Sem poderes utilizados nesse post.
armas:

• Tatuagem Azul [Uma pequena tatuagem azulada, com o desenho de preferência do mentalista, que pode deixar a pele do semideus, se transformando em uma espada de acordo com o desejo do seu portador. | O efeito da espada, quando ativado, faz com que o mentalista seja capaz de se comunicar mentalmente com qualquer forma de vida animal, podendo o controlar por até dois turnos. Sendo que animais de porte pequeno, como insetos, podem ser controlados em quantidade, ao contrário de animais grandes como coelhos, veados etc. Tal poder só poderá ser utilizado até duas vezes por missão, evento, pvp etc. | Ouro Imperial. | Não possui espaço para gemas. | Resistência beta. | 100%, sem danos. | Nível 3. | Lendária. | Presente de Reclamação do grupo Mentalistas de Psiquê.]






Notas: Notas notas ou qualquer coisa.





Indefinido por certificado®

avatar
Wade Logan Warren
mentalistas de psique
mentalistas de psique

Mensagens : 190
Idade : 16
Localização : CHB

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: CCFY - Wade & Thomas

Mensagem por Thomas M. Brynjolf em Ter Jul 24, 2018 6:40 pm


Run for your life
This is the night of the werewolves



O ferrão da mantícora parecia estar um pouco mais fino do que antes, provavelmente precisava de um tempo para “recarregar” os seus espinhos. Era a chance que eu precisava para arrancar a sua arma. Meu oponente e eu nos encarávamos, caminhando de lado formando um círculo. Assim como eu, a mantícora parecia estudar os meus movimentos para escolher a melhor opção de ataque.

Parei de andar quando decidi ficar em duas patas, meu olhar era fixo no rosto da criatura enquanto eu enchia os pulmões e soltava um rugido logo em seguida. A mantícora hesitou por um breve momento, dando um passo para trás e era justamente aquela reação que eu queria para atacá-lo.

Aproveitei minhas patas traseiras que estavam flexionadas para saltar em direção ao monstro, que até tentou assumir uma posição de batalha, mas ainda estava intimidado pelo rugido e não conseguiu erguer seu ferrão a tempo. Consegui agarrar a sua cauda com os braços chutar a lateral do seu corpo com as pontas dos pés, fazendo minhas garras traseiras arranharem seu couro.

Usei a brecha que o desequilíbrio da criatura me deu para colocá-la deitada no chão, a mesma tentava se debater para ficar de pé, mas consegui pisar em suas costas e mantê-la lá aplicando o meu peso sobre o seu corpo. A cauda também tentava escapar do meu agarrão, e foi então que eu a mordi um pouco abaixo do ferrão.

Uma voz um pouco ao nosso lado fez minha orelha direita se mover para compreender melhor o que era dito, o semideus de instantes atrás fez um breve discurso constatando o seu amor por Waffles e soltando um breve insulto para o meu lado. Arregalei os olhos quando percebi que aquela voz cujo tom não sabia se era fino ou muito fino, a ironia nas palavras e o jeito irritante só poderiam pertencer a uma pessoa.

Rugi enquanto aumentava a pressão contra as costas da mantícora, puxando a sua cauda para cima ao mesmo tempo com toda a minha força até ouvir um barulho de ossos deslocando. Soltei-a imediatamente e disparei em quatro patas na direção do rapaz. “Wade... Só pode ser ele. TEM que ser ele!”, pensei durante a minha corrida. Meu coração já havia disparado no início do confronto, mas a ansiedade de imaginar ter reencontrado o meu melhor amigo foi quase o suficiente para me fazer ter um ataque cardíaco.

Botei as quatro patas sobre uma rocha que estava no caminho, impulsionando o meu corpo para a diagonal à frente, pulando por cima do semideus e caindo de frente para ele com um enorme estrondo quando todo o peso da minha forma de monstro atingiu o solo em quatro patas. Olhei para ele, ofegante e talvez com a língua para fora (definitivamente com a língua para fora).

Após analisá-lo com um pouco mais de calma, comprovei que era mesmo o Wade que eu conhecia, só que estava um pouco maior do que antes, e também parecia ter amadurecido um pouco, por isso a demora para reconhecê-lo. Parecia que, assim como eu, o rapaz também tinha traços do que um dia seria um bigode. Minhas patas chegaram a tremer um pouco e eu pensei em dar-lhe um abraço, mas a espada nas suas mãos me deu a leve impressão de que não seria uma boa ideia.

Respirei fundo, ficando em pé mais uma vez e apontando para o meu pescoço, torcendo para que ele conseguisse enxergar o colar de contas do acampamento. “Anda logo, seu saco de vacilo, me reconheça!”, eu pensava enquanto olhava o semideus e para trás dele, atento aos movimentos da mantícora que logo voltaria completamente irada para cima de nós dois.

Melpomephy.. Black Set

Habilidades:

Passivas:
- Audição Aguçada I
Descrição: Independente da forma em que estiverem, os lycans têm esse sentido em especial muito mais desenvolvido que o restante das pessoas. Dessa forma, são capazes de ouvir tudo ao seu redor, sem muito controle sobre isso, o que pode causar desconforto em RPs sociais. Além disso, caso se concentrem unicamente nisso, podem ouvir os batimentos cardíacos alheios. Ambos os efeitos funcionam até 30m de distância.
Gasto de Mp: Nenhum.
Gasto de Hp: Nenhum.
Bônus: 20% em audição, 30% se estiver na forma da besta.
Dano: Nenhum.

- Olhar da Fera I
Descrição: Os olhos do semideus revelam a fera que existe dentro dele. Qualquer um que olhar em seus olhos ficará paralisado de medo por breves segundos. O efeito é apenas narrativo.
Gasto de Mp: Nenhum.
Gasto de Hp: Nenhum.
Bônus: Retira 1 ação do afetado no turno em que o poder for utilizado.
Dano: Nenhum.

- Aura do Medo
Descrição: A simples presença do meio-sangue é capaz de instigar medo em todos ao seu redor, sem distinção entre aliados ou inimigos.
Gasto de Mp: Nenhum.
Gasto de Hp: Nenhum.
Bônus: Nenhum.
Dano: Nenhum.

- Força I
Descrição: A força dos lycans é elevada devido aos músculos naturalmente melhor desenvolvidos para dilacerar e matar suas presas.
Gasto de Mp: Nenhum.
Gasto de Hp: Nenhum.
Bônus: 10% em força; 20% em força se estiver na forma da besta.
Dano: Nenhum.

- Força I
Descrição: Como demonstrado por Percy na série e é de conhecimento geral que Poseidon é mais forte que a maioria dos deuses por ser um dos três grandes, seus filhos possuem uma força superior à comum dos semideuses.
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: +15% de força
Dano: +10% de Dano se o ataque do semideus atingir.

- Velocidade I
Descrição: Como demonstrado por Percy na série e é de conhecimento geral que Poseidon é mais rápido que a maioria dos deuses por ser um dos três grandes, seus filhos possuem uma velocidade superior à comum dos semideuses.
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: +15% de velocidade
Dano: Nenhum

- Humor da Fera II
Descrição: Por natureza, os lycans em sua forma humana são mau humorados e extremamente alertas a tudo.
Gasto de Mp: Nenhum.
Gasto de Hp: Nenhum.
Bônus: 20% de percepção ao seu redor, cabendo ao narrador lhe alertar de algo ache cabível durante uma narração.
Dano: Nenhum.

 - Espírito de Guerra
Descrição: Ares/Marte é o deus da guerra, profundo amante de combates e um dos principais deuses amantes da morte. Seus filhos possuem um espírito parecido com o do deus, de modo que todos os conhecimentos referentes a guerra (como sinais de comunicação, técnicas de sobrevivência básica, manuseio de armas e tudo mais o que tiver ligação direta com guerra), surgem naturalmente na mente do semideus, mesmo que ele jamais tenha passado por alguma situação de dificuldade.
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: Conseguem elaborar planos, ler mapas e criar estratégias com mais facilidade.
Dano: Nenhum

- Força I
Descrição: A força é, sem dúvida alguma, a principal arma de um guerreiro, que o faz vencer seus inimigos mesmo que precise utilizar apenas seus punhos. Independente do porte físico do filho de Ares/Marte ou de sua idade, o semideus terá a força de um atleta de MMA profissional, sendo capaz de suportar mais peso que os demais campistas, bem como causar danos maiores em seus golpes.
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: +10% de força
Dano: +5% de dano se o ataque do semideus atingir o adversário.

- Combate não Armado
Descrição: Nos combates de uma guerra, muitas vezes o combatente acaba sendo desarmado, acabando sua munição ou perdendo sua arma, obrigando-o a utilizar apenas seus punhos para sobreviver. Sendo peritos em combates desarmados, os filhos de Ares/Marte sabem técnicas marciais de todas as artes marciais existentes, mesmo que nunca tenha feito uma aula sequer. As técnicas podem ser utilizadas para a elaboração de movimentos complexos, como mortais, piruetas, ataques acrobáticos e golpes que requeiram uma grande elasticidade.
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: Nenhum
Dano: Nenhum
Extra: Seus golpes desarmados dão 20 de dano base.
avatar
Thomas M. Brynjolf
Lycans
Lycans

Mensagens : 142
Idade : 17
Localização : Wolves' Den/CHB

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: CCFY - Wade & Thomas

Mensagem por Wade Logan Warren em Dom Jul 29, 2018 2:23 pm

WADE LOGAN
WHO
Eles disseram: "você consegue". Eu provei que estavam errados.


Eu estava em meio a minha corrida quando senti uma movimentação rápida atrás de mim. Eu realmente achei que os dois monstros levariam mais tempo para acabar com o outro, e o fato de que o lobo era quem estava correndo atrás de mim após matar um manticore em menos de 10 minutos indicava que eu estava muito, muito fodido.

Eu sabia que era o lobisomem quem me perseguia mesmo sem olhar para trás por causa do barulho dos seus passos que eram mais baixos que o do outro monstro por causa do seu peso. Apertei o meu passo e disparei correndo pela mata, apenas freando quando vi a sombra passar sobre minha cabeça, pousando de frente para mim. Quase tropecei ao parar de supetão e recuei um passo, segurando minha espada firme e observando a criatura com os olhos sérios. Meu corpo era guiado pela adrenalina, e eu esperei por um ataque, pronto para me defender e tentar encontrar uma forma de atingir a criatura.

Mas o ataque nunca aconteceu.

Pisquei algumas vezes observando a criatura e tombei a cabeça para o lado em tom curioso. Senti meu corpo ser completamente tomado por um sentimento de "familiaridade", "saudade" e até "amizade" emanando daqueles olhos desconhecidos, e por um momento me encontrei completamente perdido com a situação. Como um monstro poderia ter qualquer um daqueles sentimentos em relação a mim quando o sentimento geral daquela espécie era de "hm, semideus gostoso para o almoço"? Franzi a testa em curiosidade e fitei os olhos que pareciam estar querendo me dizer alguma coisa. Concentrei minha mente no rosto do animal, concentrando meus esforços para tentar captar algum dos seus pensamentos, mesmo suspeitando que fosse ser: "haha, consegui te distrair, semideus burro! Agora eu vou te devorar".

“Anda logo, seu saco de vacilo, me reconheça!”.

Pisquei algumas vezes completamente incrédulo e quase tropecei ao recuar mais dois passos. Saco de vacilo?! Não pode ser! Meu rosto ficou branco e fiquei mais surpreso com a minha realização do que com o fato de eu estar tendo um momento de conexão mental com um bendito lobisomem. Meu coração acelerou no peito, fazendo com que eu perdesse um pouco da força no aperto em minha espada.

THOMAS?!

Berrei mentalmente, encarando seus olhos. Eu senti um turbilhão de emoções e dúvidas me tomar, fazendo com que eu olhasse para ele e para o colar de contas vezes consecutivas. Ele era um lobisomem? Por que ele estava no meio da floresta? Como isso aconteceu? Ele estava lutando contra o manticore? Por que?

Olhei para trás e vi o monstro maior se levantando, parecendo estar com dor após enfrentar meu novo velho amigo logo. Olhei para o rosto canino de Thomas e de novo para a criatura que se levantava atrás de mim. Repeti esse movimento mais umas seis vezes, tentando raciocinar se eu poderia continuar com o meu plano de fuga que era tão maravilhoso, agora que eu sabia que era um dos meus melhores amigos quem estava arriscando a sua vida para detê-lo.

Merda.

Virei as costas para Thomas e respirei fundo, encarando a criatura que agora estava de pé e mais puta do que nunca. Balancei a cabeça em negação.

Ei, Thomas. É bom te ver, mi amigo. Acho que com as... Huh... Recentes mudanças você tá bem forte, né? Bem, eu seguro e você bate?

Mandei minha comunicação mental, abrindo um sorriso de canto. Eu não era o maior fã de brigas, mas não existia sentimento mais gostoso do que o de uma luta, devo admitir. Não precisei olhar para Thomas. Meus olhos se focaram no monstro diante de nós que se preparava para nos atacar e me concentrei.

Era o momento.

adendos:

Poderes:

Nível 9 (passivo)
Nome do poder: Leitura empática
Descrição: a empatia é a capacidade de sentir e/ou perceber o que os outros estão sentindo no momento. Nesse nível, os mentalistas conseguem interpretar as emoções dos outros seres vivos.
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: Nenhum
Dano: Nenhum

Nível 10 (ativo)
Nome do poder: Telepatia II
Descrição: A habilidade de ler os pensamentos está tornando-se melhor. Nesse nível, o telepata já consegue comunicar-se mais claramente com alguém, além de agora conseguir ler o pensamento de três pessoas diferentes. Porém, ainda é necessário estar a uma distância de 50m ou menos. O contato visual da(s) pessoa(s) ajuda a conectar-se com a mente dela mais rapidamente.
Gasto de MP: 5 por turno ativo.
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: Nenhum
Dano: Nenhum
Extra: A telepatia é uma habilidade que permite apenas a leitura e comunicação mental, não há nenhum controle ou influência mental.

armas:

• Tatuagem Azul [Uma pequena tatuagem azulada, com o desenho de preferência do mentalista, que pode deixar a pele do semideus, se transformando em uma espada de acordo com o desejo do seu portador. | O efeito da espada, quando ativado, faz com que o mentalista seja capaz de se comunicar mentalmente com qualquer forma de vida animal, podendo o controlar por até dois turnos. Sendo que animais de porte pequeno, como insetos, podem ser controlados em quantidade, ao contrário de animais grandes como coelhos, veados etc. Tal poder só poderá ser utilizado até duas vezes por missão, evento, pvp etc. | Ouro Imperial. | Não possui espaço para gemas. | Resistência beta. | 100%, sem danos. | Nível 3. | Lendária. | Presente de Reclamação do grupo Mentalistas de Psiquê.]






Notas: Notas notas ou qualquer coisa.





Indefinido por certificado®

avatar
Wade Logan Warren
mentalistas de psique
mentalistas de psique

Mensagens : 190
Idade : 16
Localização : CHB

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: CCFY - Wade & Thomas

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum