The Blood of Olympus
Para visualizar o forum é necessário estar cadastrado, por favor registre-se no rpg ou entre em sua conta. É necessário estar cadastrado para ver as informações contidas no forum. Lembre-se de usar nome e sobrenome, não se cadastrar usando nomes geralmente utilizados por Hacker. Exemplo: "Barum" "Hakye" e por ai vai. Bem vindos.

[OP Externa para Alysia] Haunted House

Ir em baixo

[OP Externa para Alysia] Haunted House

Mensagem por Luna Minn em Sex Jun 01, 2018 12:59 am


Haunted House
A rainha das Amazonas havia convocado alguns semideuses que não estavam envolvidos em atividades extras para uma reunião breve e de urgência. O assunto principal: a coroa roubada de Psiquê. A localização mais provável era uma casa abandonada em uma pequena cidade do interior de Nova York. Como tentativa de se provar ser capaz de fazer algo grandioso, Alysia se aproveitou da situação e ofereceu seu trabalho à Elena, prometendo que não retornaria enquanto não conseguisse recuperar o objeto sagrado para a Deusa, desde que em troca, também ganhasse um presente do qual tinha interesse.

BICHO PAPÃO: Basicamente é uma ilusão criada para dificultar a revelação de algo, é uma representação do maior medo da pessoa para quem se apresenta, e enfrentá-lo é um desafio que você mesma deve compreender.

PASSAGENS OBRIGATÓRIAS NA OP:
• Como você foi parar na casa;
• Enfrentar o bicho papão;
• Como você achou a coroa de Psiquê;

Instruções:
- Sinta-se livre para fazer descrições mais detalhadas dos acontecimentos, das ambientações e também do próprio item a ser encontrado, a criatividade será a parte que mais irá contar na pontuação final.
- Você tem 30 dias para postar (prazo final: 12/07/2018).
- Não há limite de itens a serem levados, desde que seja coerente com o que você suporta carregar.
- Seus NPC’s não devem ser pessoas reais dentro do fórum, caso aconteça haverá descontos na pontuação final, não queremos conflitos e desentendimentos.
- Como se trata de uma missão difícil, deverá conter pelo menos 80 linhas, o template não poderá ter menos do que 500 px de largura.
- Cores chamativas e berrantes no template podem dificultar a leitura, assim como letras muito pequenas, portanto preste atenção à isso para não sofrer descontos desnecessários na pontuação final.
- Caso o prazo não seja cumprido sem aviso prévio, haverá desconto de 20 pontos na barra de conduta, portanto se atente à isso!
- O item desejado será ganho ao final da missão, uma troca entre você e Elena, você dá a ela o item recuperado e ganha como recompensa aquilo que deseja.
- Boa sorte, semideusa, qualquer coisa me envie uma MP, tudo pode ser conversado a respeito de prazos e questões acerca dos objetivos.


Casa mal assombrada:


life has made me
TOUGHER & STRONGER
avatar
Luna Minn
Imortais
Imortais

Mensagens : 1538
Idade : 21
Localização : Camp Half Blood

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [OP Externa para Alysia] Haunted House

Mensagem por Zeus em Qui Jul 12, 2018 2:34 pm

Restaurada para Alysia.


Lorde Zeus
avatar
Zeus
Deuses Olimpianos
Deuses Olimpianos

Mensagens : 1403

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [OP Externa para Alysia] Haunted House

Mensagem por Febo em Qua Ago 08, 2018 6:24 pm

Postagem permitida até o dia 31/08/2018.
avatar
Febo
Deuses Olimpianos
Deuses Olimpianos

Mensagens : 384

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [OP Externa para Alysia] Haunted House

Mensagem por Alysia Nyree em Sex Ago 31, 2018 11:58 pm




Haunted House

One Post ━ Missão Reciclada



Alysia estava treinando seus golpes com a faca de bronze celestial na área de treino quando ouviu por cima a conversa de dois campistas que passava por ali por perto. Parecia que a Rainha das amazonas estava convocando alguns semideuses para uma possível tarefa e a curiosidade da ruiva bateu. Largou o treino básico que fazia por si só e seguiu os campistas até perto da praia, onde Elena esperava os interessados. Chegando no local se notava que Elena estava um pouco nervosa sobre algo, alguma coisa séria parecia ter acontecido e Alysia queria saber o que havia ocorrido.

Uns minutos depois observando que mais ninguém ia se aproximar, apenas possuía uns poucos campistas reunidos, Elena começou explicando o motivo do seu chamado. Haviam roubado a coroa de Psiquê e precisavam recuperar, a Rainha das Amazonas não poderia ir pessoalmente em busca do objeto, por isso, estava ali no acampamento a procura de algum voluntário que buscasse um pouco de ação. Ela avisou que a jornada poderia ser complicada, entretanto, a ideia de devolver um item “perdido” de um Deus era quase uma oportunidade de se destacar no acampamento.

Elena passou o olhar pelos campistas a espera da tal pessoa que fosse à jornada, silêncio reinava ali. Os outros campistas não pareciam muito confiante em ir atrás de um objeto onde a localização era incerta e suas dificuldades que poderia encontrar pelo caminho. Alysia, por outro lado, parecia interessada. Em meio de uma suposta guerra entre sua mãe, Nyx, e os semideuses, seria uma boa oportunidade de demonstrar que poderia ser diferente. Outra coisa também passava pela cabeça dela: As adagas gêmeas, Ice e Fire, que havia visto no Arsenal e era o motivo de estar economizando dracmas.

Levantou o braço ao mesmo tempo, que falava com um tom firme. ━ Eu vou! ━ Não sabia muito bem o que esperava, ou se Elena iria aceitar sua contra-oferta, mas Alysia tinha certeza que se não tentasse nunca saberia a resposta ou que poderia acontecer. Logo, as duas foram para um canto onde Elena começou a explicar mais detalhes que tinha sobre o roubo. A localização do objeto era incerta, a única certeza que ela tinha era que estava redor de uma pequena cidade no interior de Nova York, era provável após terem analisado a região que estivesse em uma casa abandonada que ficava por ali.

Não parecia difícil, porém, sendo filha da Deusa da Noite tudo era mais complicado e Alysia sabia disso, principalmente, por ser Alysia. Ignorou esse detalhe por um momento e focou no que queria. ━ Tentarei o que estiver ao meu alcance para retornar com a coroa na mão… ━ Parou de falar por um segundo, mordeu o lábio inferior meio incerta se realmente poderia pedir, mas não teria outra oportunidade. ━ Porém… Vou querer algo em troca, uma arma do Arsenal, se eu realmente conseguir recuperar a coroa de Psiquê. ━ Elena analisou a proposta feita pela Alysia, que não pedia muito em troca comparada a muitos pedidos que já ouviu, era um simples de fazer. Aceitou a contra-oferta de Alysia. ━ Quando você retornar com a coroa, conversaremos sobre sua tal recompensa. ━ Respondeu a amazona para a ruiva e com um aperto de mão, estava decidido Alysia ia a caminho de uma jornada.

Alysia voltou ao seu chalé para pegar suas armas e trocar de roupas já que estava usando roupa de treinamento, mas preferiu trocar por uma calça jeans e camiseta mais discreta que alaranjada do acampamento. Pegou as adagas e guardou na bainha que possuía em ambas coxas, depois colocou sua faca de bronze celestial na bainha que havia dentro da bota, caso fosse preciso. Não possuía muitas armas e pensou seriamente se não já estava passando da hora de investir em mais algumas, de preferência um cajado ou algo diferente, porém, gostava tanto de adagas por lhe permitir mais liberdade de movimento.

Deu uma olhada ao redor do seu quarto para confirmar se não faltava pegar nada e logo partiu atrás de alguém que pudesse abrir um portal para ela. Sabia que poderia pegar um transporte como, barco ou ônibus, até o local, entretanto, sendo filha de Nyx seria quase impossível disfarçar o seu cheiro. Foi o que ela descobriu após conhecer de quem era filha, após perguntar se era comum ser praticamente todos os dias perseguidas por monstros e foi assim que conheceu sobre que as criaturas sentiam o cheiro dos semideuses, porém, alguns possuíam odores mais fortes que outros dependo de quem eram filhos.

Encontrou Lara, uma filha de Hécate que havia visto durantes os eventos fazendo o portal que ia até o acampamento romano e se aproximou dela. Explicou sua situação, que precisa chegar até o local para uma missão e sem dar muito detalhes no que tinha que fazer, apenas perguntou se ela poderia abrir o portal até a cidade que precisava ir. Lara estava meio acostumada às pessoas pedirem portal de um canto para outro, porém, como Alysia falou que ia fazer uma missão a pedido de Elena, achou melhor não enrolar muito.

Após atravessar o portal, um pouco distante da cidade perto da floresta que fazia parte daquela pequena vila. Se possuísse mais de trinta casa era muito e as casas possuíam aspectos simples comparando com os das cidades grandes, assim que, não seria difícil encontrar uma abandonada. Um pouco depois de um tempo a semideusa já havia percorrido praticamente toda a cidade com discrição a procura da tal casa abandonada.

O único local que faltava procurar seria na floresta, talvez alguma cabana ou poderia encontrar por ali e sabia que após dela havia uma colina. Seguiu o caminho de terra que havia, mas parecia que fazia tempo que ninguém se aventurou por aqueles lados já que a trilha era quase não era mais visível. Alysia era boa com direções, acostumada a andar pelo meio de árvores, sabia se locomover sem se perder. Já havia passado uns minutos andando, quase anoitecendo e ainda não havia encontrado o final da floresta ou começo da colina.

Algo de estranho possuía a floresta, mas a semideusa não sabia distinguir o que era. Sentia que estava sendo impedida de chegar no local que deveria, mas poderia ser coisa da cabeça dela ou ela havia perdido o seu toque de andar pela natureza? Talvez a pressa de querer encontrar a tal casa abandonada havia distraído ela, porém, um barulho fez ela sair dos seus pensamentos e concentrar ao seu redor. Se abaixou do lado de um tronco de árvore para detectar de onde havia vindo o som.

Logo escutou passos que aos poucos se aproximavam, Alysia manteve-se calma, para que as batidas do seu coração não aumentasse e fosse detectada controlando sua respiração e espiou um pouco para ver o que era. Minotauro vagava por ali, parece que procurava algo ou alguém, rapidamente Alysia voltou a se esconder atrás do tronco mantendo silenciosa. A noite havia surgido, se aproveitando da escuridão havia manipulado a energia ao seu redor para deixar seu corpo translúcido, assim ocultar sua da criatura e foi andando com calma para se afastar do monstro.

Alysia estava perdida mas nunca ia admitir aquilo, não sabia para que direção ir. Buscar uma casa abandonada parecia ser simples de fazer, a semideusa olha para o céu e viu as estrelas brilhando entre a abertura das árvores. “Por favor estrelas, me mostrem qual caminho tenho que seguir. Seja meu guia no meio dessa floresta desconhecida” Pensou antes de realizar um feitiço. Siderea Circuntum. Observando as estrelas notou que algumas brilhavam mais forte, mostrando em qual direção deveria seguir e logo começou a se guiar pela estrelas.

Não demorou para conseguir encontrar a saída da floresta e encontrar a colina, onde podia observar uma casa no topo da mesma. ━ Finalmente! ━ Soltou junto com um suspiro de alívio. Por julgar o vidro quebrado e as ervas daninhas subindo pela parede, além da grama alta que havia por todos lugares, havia encontrado a tal casa abandonada.

Quando mais Alysia ia subindo o caminho pela colina, mais algo estranho ela notava pelo ar, não gostava da sensação que a casa passava. Sentia um ar frio, mas não ventava. “Queria poder dizer que não acredito em fantasmas, mas seria hipocrisia minha…” Não sabia se realmente iria encontrar algum fantasma ou qual criatura por aquela casa, porém, estava muito calmo para nada acontecer. A semideusa podia ser muitas vezes negativa, ao menos assim ela estava preparava para o que poderia acontecer ou ao menos ela gostava de pensar assim.

Ao se aproximar da casa, logo viu uma sombra passar pela janela e automaticamente sua mão esquerda foi no cabo da adaga, seus dedos a segurava firmemente removendo a arma da bainha. Antes de abrir a porta com a mão direita, respirou fundo e abriu com tudo segurando a adaga na sua frente em forma de defesa. Nada houve, nenhum ataque assim que entrou com precaução e com tanta poeira que tinha ali dentro a fez tossir. Sacudiu a mão tentando se livrar um pouco do pó que estava no ar, parou para observar o ambiente.

Móveis cobertos de poeira, quebrados, teia de aranhas pelos cantos e se não fosse pela sua habilidade de ver no escuro, não conseguiria enxergar nada pela falta de luz. Para esquerda dava para ver a cozinha atrás do arco que separava da sala e havia uma escada no canto direito que levava para o segundo andar da casa, Alysia decidiu começar a busca pela coroa pela parte de cima. Porém, ao chegar no meio da sala foi impedida por um fantasma, deu uns passos para trás e havia outro, logo, o local estava cheio. Eles começaram a tentar atacar ela, que tentava desviar e deferir golpes, mas sua arma apenas passava pelo corpo inexistente das criaturas.

Cercada por elas, aproveitou a oportunidade para terminar aquele contratempo. Nom manes! Gritou em um tom firme o feitiço que fez com que todos os fantasmas ali presente fossem expulso do ambiente. ━ Feitiços… Como havia vivido anteriormente sem magia? ━ Brincou com o fato que não sabia que pelas suas veias corriam um toque de mágica. Ela gostava de usar magia, era umas das coisas que fascinava ela nesse novo mundo que em um pouco mais de uma ano havia conhecido.

Chegou no pé da escada e começou a subir, havia alguns degraus quebrados e tinha que ter cuidado durante a subida. Ao chegar no segundo andar apenas havia três portas, seria uma busca rápida. Abri a mais perto, a do lado direito, onde era o quarto principal. Entrando no quarto, apenas tinha uma cama, um armário no mesmo estado que o resto da casa. Foi até a frente da porta do guarda-roupa, abriu rapidamente e se preparou para um possível ataque, mas nada saltou dali de dentro. Vazio estava, nem criatura e, nem a coroa. Fechou as portas, deu uma olhada rápida nas duas gavetas que havia na parte de baixo e foi olhar embaixo da cama.

Se houvesse algo ali, já teria a atacado foi o que pensou antes de se baixar para verificar se haviam escondido algo debaixo da cama, como ela imaginou tampouco estava ali. Sentiu que alguém a observava e olhou em direção da porta, não havia nada. Ela não gostava daquela sensação, mas seguiu procurando pela coroa. Igual no primeiro quarto que nos outros dois havia absolutamente nada, além de poeira e teia de aranha.

Desceu em direção a cozinha, era o único cômodo que faltava procurar e só poderia está por ali ou Elena havia recebido uma possível localização errada. O estado da cozinha era deplorável, resto de comida que tinha sido esquecido ali a anos ou séculos atrás, ratos e baratas. Sentiu uma ânsia de vômito, sentia nojo até de procurar, porém, a vontade de completar o seu objetivo era maior. Para a sua sorte, havia poucos possíveis locais onde poderia estar a coroa escondida.

Quando terminou de escanear toda a cozinha, Alysia se sentia frustrada, já havia olhado em todas as partes e nada da coroa de Psiquê. “Maldições! Onde que está essa bendita coroa? Se não for nessa casa, sinceramente, perdi meu tempo atoa…” Mordendo o lábio inferior enquanto pensava no que fazer voltou para sala e notou algo que não lhe agradou muito. Havia uma porta embaixo da escada, mas tinha certeza de que não estava ali antes. O ar da casa parecia que havia ficado pesado, uma faixa de luz saia debaixo da porta, piscando chamando atenção da semideusa que apreensiva se aproximou.

Alysia com cuidado empurrou a porta e pode ver um quarto que aparentemente era como os outros, mas algo nele lhe provocava arrepios. Algo ali não estava certo, ela podia sentir, mas não sabia o porque sentia aquilo. O silêncio parecia tão alto, as luzes do quarto faiscavam, ela nunca foi que sentia medo sem motivos e aquele quarto, especificamente aquele, a fizeram ficar com todos os sentidos em alerta. Apreensiva, duvidou por um segundo se realmente deveria entrar ali, mas teria se quisesse encontrar o item que estava buscando, assim que, respirou fundo segurando firmemente a sua adaga e deu um passo para dentro.

No meio do quarto se podia ver uma mesa com um pequeno objeto coberto na qual Alysia pensou que era a coroa de Psiquê, se aproximou com cuidado, guardou a adaga de volta na bainha e com a mão trêmula se acercou do tecido. Seus dedos sentiram a maciez do tecido, um pouco de sujeira e o agarrou puxando de uma vez para revelar o que havia embaixo. Nada. Não havia nada embaixo do pano. Alysia soltou um suspiro, mistura de decepção e alívio, poderia sair daquele quarto. Ao se virar para ir em direção a porta, a luz começou a cintilar mais forte, a ruiva apressou os passos, mas a porta fechou bem na sua frente e as luzes se apagaram.

Rapidamente agarrou o cabo da sua adaga e se preparou para puxar, ia ativar a sua visão noturna quando as luzes voltaram. Seus olhos não acreditavam no que estava vendo. Estava no quarto, mas dessa vez, ele era feito de espelho, todas as paredes e inclusive o teto era de vidro espelhado. Até mesmo onde havia a porta, não havia mais saída. Ela se via espelhada em todas as direções, começava a se sentir incomoda, estranha. Veneficia. ━ Ativou um feitiço que ajudaria a revelar se havia algum encantamento ou armadilha mágica presente no ambiente, entretanto, nada foi revelado o que a deixou mais intrigada e receosa.

Seus dedos apertavam o cabo da adaga, ela tentava pensar uma maneira de sair. Olhou para adaga e para o vidro, a ideia de o quebrar era tentadora. “Poderia ser uma ilusão.” Concluiu já que não havia magia no local e com isso terminou de tirar a arma da bainha e se preparou para quebrar o painel. ━ Eu não faria isso se fosse você. ━ Uma voz soou do nada, era quase como um sussurro ao seu lado esquerdo que a fez pular apontando a arma naquela direção. ━ Quem está aí? Apareça! ━ Exclamou assustada pela voz que apareceu do nada, sentia seu coração batendo rápido. ━ Bem-vindo ao quarto do pânico. ━ A voz ecoou pelo quarto, parecia que vinha de todas as direções, Alysia se afastou da parede indo direção a onde ficava a mesa para poder ter uma visão melhor do local.

Confusa queria perguntar o que a voz pretendia dizer com “quarto do pânico”, mas não teve tempo, pois logo a voz respondeu sua dúvida como se tivesse lido seus pensamentos. ━ Onde todos os seus medos mais sombrios vão aparecer para você. ━ Seu rosto ficou pálido, a ruiva não possuía muitos medos, mas os mais sombrios, os que ela escondia e ignorava diariamente. Esses sim, a assustavam quando conseguia escapar para superfície. ━ Eu não tenho medo, podem vir. ━ Gritou em forma de enganar a voz, ou a si mesma. ━ Estou pronta para o pior, afinal, já enfrentei monstros muitos maiores! ━ Gritava para o nada, para si refletida no espelho.

A espera de que conseguisse obter um pouco de sanidade ou coragem. Ao terminar de falar escutou uma risada, quase como maligna e de deboche. ━ Você saberá que eu não estava brincando quando você os vês também. ━ Após rir, a voz soltou e silêncio reinou no local. ━ Alysia… ━ Uma voz familiar soou atrás da ruiva que se virou, no espelho podia ver o reflexo do seu pai. A garota ficou branca mais do que já era, o reconhecia devido a única foto que tinha que conseguiu por usurpar um antigo jornal da biblioteca da sua antiga escola. Seu pai havia sido morto quando ela era pequena devido a uma criatura que a perseguia.

A cena do acontecimento ia passando no espelho, como se fosse projetado. Ela fechou os olhos, não era real, era uma ilusão, repetia para si mesma em uma tentativa de fazer aquilo desaparecer. ━ Por sua culpa eu morri. ━ Aquelas palavras foram como uma apunhalada, ela sempre havia se culpado pelas mortes dos que a rodeava e nunca havia conseguido se perdoar. “Não é verdade.” Pensou, porém, sabia que não conseguiria se enganar. ━ Em troca da sua vida… ━ Outra voz familiar vinha da sua direita, ela sabia muito bem quem era. ━ Dei a minha… ━ Ao olhar na direção da voz, podia ver Yago, um garoto mais velho que havia crescido junto no orfanato., uns dos únicos que conversava com a ruiva.

Um dia quando ela pequena e estava no lago nadando quando uma Náiade, a puxou para o fundo do mar. Yago que passava por ali perto, escutou os pedidos de socorros e tentou salvar ela, conseguiu, mas invés de Alysia a náiade puxou o garoto que esse, infelizmente, se afogou e como não era semideus a criatura deixou de mão.

Alysia já não olhava mais pro espelho, não queria reviver aquelas cenas outra vez. Quanta vezes, acordou aos gritos no meio da noite por conta dos pesadelos que tinha. ━ Oh, Alysia… ━ Uma voz feminina agora vinha da sua esquerda e no momento que escutou, seus olhos encheram de água. Aquela suave voz, havia quase dois anos que não escutava, seu coração apertou. Uma garota de longos cabelos pretos e olhos azuis aparecia no espelho, era Brenda, seu primeiro amor. ━ Por que você não foi mais rápida? ━ Era por quem Alysia se sentia mais culpada, a morte da garota foi a mais trágica para a ruiva.

Haviam se conhecido na escola e estavam voltando após a aula, quando Brenda convidou para ir até à casa dela. Chegando lá o local estava calmo, rapidamente Alysia estranhou e tudo aconteceu tão rápido, um grito e logo, vidros quebraram e Brenda estava nos braços do Zumbi. Rapidamente, ela pegou uma faca da cozinha e cravou na cabeça da criatura que se desfez em pó e segurou a amada antes que a mesma pudesse cair no chão.

Sangue jorrava da mordida que o monstro havia feito no pescoço de Brenda, a semideusa estava em pânico, não sabia o que fazer. Colocou a mão tentando parar o sangramento, mas era em vão. ━ Preciso pedir ajuda. ━ Tentou levantar, mas foi impedida pela mão da morena que segurou seu pulso, estava com pouca força e com a outra mão levou até o rosto de Alysia. ━ Seja forte… ━ Falou com a voz fraca, Alysia pediu desculpas e com um beijo de despedida, antes do último suspiro de Brenda.

Todas aquelas cenas, repetia e repetia nos espelhos, a fazendo reviver os momentos que a assombravam. Alysia agora estava ajoelhada no centro da sala, tampando os ouvidos e com os olhos fechados. “Não é real… É uma ilusão… Acalme-se! Ignore as vozes...” Repetia para si mesma em pensamento. ━ Por sua culpa, todos morremos. ━ Ecoou pela sala, a voz dos três juntos. Repetiam uma vez atrás da outra, palavras maldosas, palavras que ela cresceu ouvindo.

Você está maldita!
Morra!
Sua culpa!

Alysia queria que tudo acabasse, pegou a adaga para quebrar o vidro, mas não as vozes ecoando em todas as direções, as cenas passando nos painéis a faziam se sentir sem força para se mover. ━ Todos a seu redor apenas irão sofrer se você permanecer viva! ━ Gritou uma voz que já não conseguia distinguir quem era, pois, não eram mais a mesma daqueles que ela conhecia. ━ Por que você, não usa essa sua adaga e tira a própria vida? ━ Sugeriu a voz distorcida, Alysia olhou para adaga.

Não seria a primeira vez a pensar nisso, em forma de coro, as vozes repetiam “morra… morra…” e cada vez mais ficava alto. Tentava acalmar sua respiração, precisava se acalmar, se concentrar em outra coisa. “Seja forte…” Lembrou das palavras últimas palavras de Brenda. “Alysia, escuridão nem sempre é a mesma coisa que maldade, assim como, a luz nem sempre traz coisas boas…”  A voz de Erik veio a sua mente, ele sempre sabia como a fazer se sentir melhor. SILÊNCIO! ━ Gritou Alysia, não queria ouvir mais eles: fantasmas do passado.

Às vozes se calaram, a semideusa ainda conseguia se sentir observada. ━ Você pode pensar que conseguiu me derrubar… ━ Falou Alysia levantando o olhar. ━ Estou escutando as provocações, mas… ━ Parou por um segundo para olhar ao seu redor e se via refletida em todos, lembrou de todos os momentos que enfrentou monstros e venceu… ━ Eu não estou morta ainda! ━ Falou enquanto levantava. ━ Eu ainda não terminei por aqui… ━ Girou sabia que algo a observava e não era por que se via refletida. ━ Lutei contra monstros, posso ter vivido tragédias, mas sobrevivi! ━ Aquele monte de espelhos começava a incomodá-la, queria ver a cara de quem ou que estava fazendo aquilo com ela. ━ Irei lutar enquanto houver ar percorrendo pelos meus pulmões.━ Falava gritando para que pudesse ser ouvida, deixando claro seu pensamento.

Risada, era a mesma voz de quando entrou na sala havia voltado. ━ Que patético… ━ Após falar isso, voltou a projetar as mesmas cenas que estava antes misturas. Alysia fechou os olhos e apertou o punho antes de gritar. Crepitus. E todos os espelhos restauram, a ruiva levou o braço até o rosto para se proteger dos cacos. Não havia mais nada ali, apenas cacos e a porta que antes havia desaparecido estava no local de antes.

Começou a andar para sair daquele local, quando estava quase perto da porta, todos os pedacinhos de vidros começaram a se mexer e se juntaram, segurando firmemente a arma e pronta para lutar. Entretanto, para sua surpresa, os cacos se juntaram e uma brilhante luz se formou e logo, sumiu. Apenas restando, uma coroa de cristal, muito bonita e com pequenas pedras em coloração azulada decorava. Era a coroa de Psiquê, a semideusa guardou a arma na bainha e foi pegar objeto que causara tanto problemas.

Seu caminho de volta pro acampamento, não foi tão calmo, se sentia transtornada por todas as emoções que havia vivido. Porém, algo havia mudado em Alysia, talvez ter enfrentado seus fantasmas mudou algo dentro dela. Ao chegar no acampamento, procurou Elena para entregar a coroa.

A rainha das amazonas a esperava no arsenal, se sentiu aliviada quando viu que a ruiva segurava a coroa. Elena agradeceu pela ajuda e perguntou se havia sido muito difícil a missão, mas Alysia não queria muita conversa, mas perguntou sobre o trato que havia feito com Elena, que comentou que não havia esquecido, porém, que seria bom a ruiva passar primeiro na enfermaria para uma rápido exame médico. Mesmo apenas possuindo alguns cortes causado pelos vidros, fisicamente estava bem, emocionalmente? Um pouco abalada.



Poderes Passivos:

Nivel 1
Nome do poder: Visão Noturna
Descrição: Têm sua íris dilatada, aumentando o foco, e consequentemente a distância a que se pode enxergar. O personagem toma posse da concentração para que consiga perceber se há pessoas no local através de pontos cegos, sendo capazes de detectar inimigos através de suas sombras. A sombra durante a noite, torna o corpo ainda mais vulnerável, e para os filhos de Nyx/Nox ela se tinge de negro no corpo dos inimigos. Assim sendo, quando essa visão está ativa, eles conseguem detectar essa sombra, e rastrear seus inimigos, mesmo que eles estejam invisíveis.
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: Conseguirão detectar até mesmo inimigos invisíveis, desde que não estejam protegidos por uma magia, ou poder de nível superior ao seu.
Dano: Nenhum

Nível 5
Nome do poder: Proteção
Descrição: Nyx/Nox é uma mãe zelosa quando se trata dos filhos, e concede a eles uma proteção invejável. Seus corpos tem um escudo e resistência natural, que impede criaturas, e espíritos malignos, bem como demônios, de tomarem seu corpo e sua mente.
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: Qualquer criatura que tentar violar o corpo do filho de Nyx/Nox de maneira baixa, será expulso, e terá uma parte da alma machucada.
Dano: 10% de dano na barra de HP (retirado do total), da criatura que tentar violar o corpo do filho de Nyx/Nox.

Nível 6
Nome do poder: Aliado da Noite
Descrição: Quando lutam durante a noite os filhos de Nyx/Nox ganham uma força extra de campo, que permite que suas habilidades sejam aprimoradas de uma maneira surpreendente. Os atributos de força, agilidade, esquiva, e velocidade, são melhorados.
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: +25% de força, velocidade, agilidade, e esquiva.
Dano: Nenhum

Nível 8
Nome do poder: Pericia com Laminas I
Descrição: Há boatos de Nyx/Nox era uma ótima dominadora de laminas. Seus filhos não ficam para trás, sabem manusear qualquer lamina de forma surpreendente. Nesse nível aprendem a manusear facas, adagas e espadas curtas de uma forma que causa inveja em outros semideuses, são mais assertivos e furtivos, rápidos e dominadores, podendo acertar seu manejo de uma forma impressionante.
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: +35% de assertividade no manuseio de laminas (adagas, espadas, lanças, e etc).
Dano: +20% de dano se o oponente for acertado pela arma do semideus.

Nível 14
Nome do poder: Imunidade Noturna
Descrição: À noite o corpo do filho de Nyx/Nox fica mais resistente a ataques que envolvam venenos, magias e ataques mentais que envolvam sua fisiologia e psicologia (habilidade que deixam tonto, paralisados, com medo, que obedeça a outros e etc.). Esse poder não funciona durante o dia.
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: Ataques relacionados a veneno, magia, ataques mentais, ou etc, terão o dano reduzido em 50% durante a noite. Não funciona durante o dia.
Dano: Nenhum

Nível 15
Nome do poder: Pericia com Laminas II
Descrição: Conforme o treinamento do semideus evoluiu, sua precisão com laminas se tornou ainda mais evidente. Agora, outros tipos de laminas também se tornam perfeitas em suas mãos, e mesmo sem nunca ter manejado essa arma, terá certa facilidade em lutar com elas. Espadas longas e lanças, podem virar armas tão mortais em suas mãos, que é melhor seus inimigos se afastarem.
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: +70% de assertividade no manuseio de laminas (adagas, espadas, lanças, e etc).
Dano: +35% de dano se o oponente for acertado pela arma do semideus.
Poderes Ativos:

Nível 2
Feitiço: Veneficia
Descrição: Um feitiço que serve para revelar se alguma magia, armadilha mágica ou encantamento foi usado em algo presente no ambiente – ou até mesmo presente no próprio ambiente. Entretanto é necessário permanecer olhando para o ambiente afim de descobrir outras armadilhas em demais ambientes.
Gasto de Mp: 10 de MP, enquanto estiver ativo.
Gasto de Hp: Nenhum.
Bônus: Caso seja realizado durante a lua crescente, há uma chance de +30% de que ele funcione corretamente.
Dano: Nenhum.
Extra: Com certo treino, pode ser utilizado não verbalmente.

Nível 5
Feitiço: Non manes
Descrição: Um feitiço que serve para que você expulse fantasmas de um determinado ambiente – ou pessoa, caso alguém esteja possuído.
Gasto de Mp: - 15 de MP.
Gasto de Hp: Nenhum.
Bônus: Caso seja realizado durante a lua minguante, há uma chance de +30% de que ele funcione corretamente.
Dano: Nenhum.
Extra: Com certo treino, pode ser utilizado não verbalmente.

Nível 9
Feitiço: Siderea Circuntum.
Descrição: Só sendo útil durante a noite, esse feitiço permite que as estrelas lhe mostrem em que direção ir. Aquelas na direção para onde deve ir, irão brilhar mais forte.
Gasto de Mp: - 15 de MP.
Gasto de Hp: Nenhum.
Bônus: Caso seja realizado durante a lua crescente, há uma chance de +30% de que ele funcione corretamente.
Dano: Nenhum.
Extra: Com certo treino, pode ser utilizado apenas com o olhar.

Nível 13
Feitiço: Crepitus.
Descrição: Esse feitiço faz com que todos os vidros, cristais e materiais quebráveis irão simplesmente estourar, causando uma distração.
Gasto de Mp: - 30 de MP.
Gasto de Hp: Nenhum.
Bônus: Caso seja realizado durante a lua minguante, há uma chance de +30% de que ele funcione corretamente.
Dano: Nenhum.
Extra: Com certo treino, pode ser utilizado apenas com o olhar.

Nível 14
Nome do poder: Invisibilidade Noturna I
Descrição: Durante a noite, o filho de Nyx/Nox consegue manipular a energia ao redor do seu corpo, e ficar parcialmente invisível, nesse nível, só consegue deixar o corpo translucido, como de um fantasma, mas serve para se disfarçar e ocultar do inimigo, durante a noite pode acabar se escondendo, ou sendo confundido com um fantasma.
Gasto de Mp: 10 MP por turno ativo
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: Nenhum
Dano: Nenhum
Habilidades Adquiridas:

Nome da habilidade: Oponente
Descrição: Ao lutar com uma espécie completamente diferente do que é comum encontrar, o semideus consegue identificar os padrões de movimentação do monstro com mais facilidade, o raciocínio lógico dele tornou-se um pouco mais rápido e prático.
Gasto de HP: Nenhum.
Gasto de MP: Nenhum.
Bônus: 20% de raciocínio e estratégia ao lutar com monstros.
Extra: Funciona apenas com espécies que não estão na sessão de bestiário na biblioteca sagrada.

Nome da Habilidade: Perícia com facas e adagas III
Descrição: Uma habilidade primordial para se entender bem como usar essas armas leves e afiadas, melhorando uma habilidade nata ou dando uma habilidade por prática para quem não tem intimidade com tais.
Gasto de HP: Nenhum.
Gasto de MP: Nenhum.
Extra: +40% de assertividade ao usar qualquer uma das armas citadas nesta habilidade.
Dano: +25% de dano ao realizar golpes com fazendo uso de uma das armas.


Nome: Prática de Asanas
Descrição: O corpo é tão jovem quanto flexível. Exercícios de yoga enfatizam a saúde da coluna vertebral, a sua força, equilíbrio e flexibilidade. A prática dos Asanas (exercícios de Yoga) aumenta esses três atributos do semideus.
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: +30% em equilíbrio e flexibilidade
Extra: + 10% em força

Nome do Poder: Controle melhorado
Descrição: É a habilidade que permite ao semideus ter certo controle sobre si mesmo. Isso faz com que ele seja capaz de diminuir as batidas de seu coração, respirar de uma maneira mais calma e não demonstrar tanto medo quanto deveria. Esse controle faz com que as reações naturais que temos quando estamos nervosos, ou com medo – seja transpirar mais aumentando os odores do corpo, fazer suas batidas ficarem mais rápidas, a voz tremula e a respiração rápida – sejam controladas com um pouco de calma, o tornando mais firme em relação a si mesma. Esse tipo de reação faz com que monstros identifiquem semideuses com mais facilidade, e ter controle sobre elas também o torna um ágil gatuno na hora de escapar, atacar ou pegar seus inimigos de surpresa.
Gasto de MP: Nenhum
Gasto de HP: Nenhum
Bônus: +60% de controle sobre reações desencadeadas por nervosismo ou medo. O semideus também se torna mais silencioso, seus passos ficam mais controlados o que o impede de ser detectado diretamente por inimigos sem audição aguçada.
Dano: Nenhum
Extra: Os bônus e o controle dados por essa habilidade não garantem imunidade contra poderes desencadeados por fatores externos (como criação de medo e descontrole, e até mesmo a audição aguçada). O personagem ainda pode ser encontrado por outras maneiras ou ter descontrole do corpo por ativas relacionadas a habilidades de outros personagens.

Nome do Poder: Perícia com Adagas.
Descrição: Com o simples manuseio de uma arma simples como a adaga, você é capaz de ser multifacetado : A utiliza para fazer cortes de materiais difíceis e resistentes como corda, consegue utilizá-la para escalar algo ao se fincá-la em sua superfície e até usar como degrau ao se manter por um tempo numa superfície sólida e pisar em seu cabo. Melhor que isso, é apenas a capacidade que está desenvolvendo em desferir ataques simples, mas fatais em seus inimigos podendo causar desde pequenos arranhões até perfurações que podem infeccionar em casos mais avançados ou até mesmo, partir um membro ao meio - o que exige muito esforço de si próprio como também narrativo e utilizar para caças. Além disso, essa arma é fácil de se esconder e até mesmo de se carregar. Você está ganhando capacidade de portar um dos itens que todo semideus possui.
Gasto de MP: Nenhum.
Gasto de HP: Nenhum.
Bônus: +50% de assertividade no manuseio de adagas, +20% de velocidade e agilidade em movimentos que exijam o tronco e braços +20% de assertividade e condicionamento para lutas que envolvam mais exposição física e autodefesa.
Dano : - 25 do HP do inimigo quando acertá-lo podendo causar perfurações com sangramentos em diferentes níveis. (Leve, médio e grave) que se perdura com descontos ao decorrer dos turnos até que esse oponente se cure ou feche o ferimento impedindo a hemorragia de agravar. Facilmente manipulável por um narrador.

Nome: Pranayama
Descrição: Inspire; expire; respire; aspire; não pire. Com o aprendizado sobre a prática do Pranayama, o semideus sabe a forma mais proveitosa de respirar e beneficiar o corpo com a distribuição correta do oxigênio. Isso o ajuda a controlar a sua energia vital adequadamente, ajudando-o a encontrar o equilíbrio entre seu corpo e sua mente. Com isso, consegue manter-se tranquilo diante de situações adversas e isso melhora seu controle corporal durante atividades físicas.
Gasto de MP: Nenhum
Gasto de HP: Nenhum
Bônus: +30% concentração, percepção e destreza corporal.
Dano: Nenhum
Extra: O semideus tem mais chances de manter o controle emocional diante de situações adversas.
FPA:
Recompensa:

Ice and Fire
[Adagas gêmeas, feitas de bronze celestial. As lâminas possuem 30cm de cumprimento e são mais afinadas na ponta, facilitando o ato de perfuração. As adagas possuem efeitos únicos e elementais | Efeito 1: Uma das adagas possui runas e escritos antigos que confere o poder do elemento fogo. Assim, ao atingir alguém, também poderá causar queimaduras intensas a depender da eficácia do ataque; Efeito 2: A outra adaga também possui escritos e runas em sua lâmina, o que lhe confere um encantamento do elemento gelo. Ao atingir alguém com essa adaga, provocará um leve resfriamento do local ou até mesmo o congelamento a depender da eficácia do golpe. Também poderá provocar lentidão pelos músculos estarem frios | Bronze Celestial | Beta | Espaço para uma gema | Status: 100%, sem dano | Mágica | Dano base: +10 de dano pelos encantamentos elementais | Comprado no Pandevie Magie]
Missão Reciclada:

Promo Recicladas 2.0

Para incentivar a busca por missões que já foram criadas, a staff está lançando uma nova bonificação para quem realiza missões recicladas. Dessa vez, irá ser o dobro de dracmas. Essa promoção irá durar até o final do mês, aproveitem! façam os estagiários trabalharem.

Link





FPA

avatar
Alysia Nyree
Filhos de Nyx/Nox
Filhos de Nyx/Nox

Mensagens : 75
Idade : 17
Localização : Wherever you go becomes a part of you somehow.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [OP Externa para Alysia] Haunted House

Mensagem por Circe em Sab Set 01, 2018 3:57 pm


Alysia Nyree

Valores máximos que podem ser obtidos

Máximo de XP da missão: 4.000 XP/Dracmas
Realidade de postagem + Ações realizadas – 50%
Escrita: Gramática, erros, pontuação, coerência, concordância, etc – 20%
Criatividade/Estratégia em combate + inteligência – 30%

Avaliação:

Realidade de postagem + Ações realizadas – 45%
Escrita: Gramática, erros, pontuação, coerência, concordância, etc – 19%
Criatividade/Estratégia em combate + inteligência – 26%
Total: 3.600 XP e 13.200 dracmas

Comentários:
Encontrei poucos erros, por isso o pouco desconto. Achei que poderia ser mais fluido. Entretanto, gostei bastante. Dei mais 6.000 em dracmas para comprar as adagas na loja. Parabéns!

Atualizado.


Circe, The lady of magic


∆ LYL - FG
avatar
Circe
Deuses Menores
Deuses Menores

Mensagens : 201

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [OP Externa para Alysia] Haunted House

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum