The Blood of Olympus
Para visualizar o forum é necessário estar cadastrado, por favor registre-se no rpg ou entre em sua conta. É necessário estar cadastrado para ver as informações contidas no forum. Lembre-se de usar nome e sobrenome, não se cadastrar usando nomes geralmente utilizados por Hacker. Exemplo: "Barum" "Hakye" e por ai vai. Bem vindos.

A verdadeira alma de um Herói (Missão para Paul e Arya)

Página 4 de 11 Anterior  1, 2, 3, 4, 5 ... 9, 10, 11  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Re: A verdadeira alma de um Herói (Missão para Paul e Arya)

Mensagem por Athena em Ter Jul 22, 2014 7:07 pm

A ajuda vem de quem menos se espera...

O plano do filho de Hades dera cerco, e com a ajuda da caçadora logo os espíritos foram afugentados para a escuridão novamente, engolidos por um redemoinho de sombras, e não voltariam tão cedo. Manu e Arya apagaram o fogo com uma pequena onda. Então subiram mais acima, onde uma porta barrava a entrada.
Emanuelle testou a mesma, estava trancada, teriam de arrombar, Paul testou também, a unica saída seria derruba-la, e como madeira estava velha, não seria difícil, juntos logo derrubaram a mesma. Era a porta que levava ao farol.
O lugar era horrível,tinha cheiro de mofo e a umidade era forte. Teias de aranhas cobriam o local, o que não seria legal se fosse um filho de Athena ali, sorte que não era.

-Está la em cima- disse Emanuelle
Outra escada levava ao fim do farol, essa de ferro, em forma de caracol, subiram a mesma. Viram então uma segunda porta que dava para a sala de comando do forte. Uma frase em grego antigo se formou na porta da sala quando nós chegamos.
“O encontro das almas se dá através de sangue”


[/color]
Spoiler:
-Descrevam com detalhes todo o ambiente, como o plano deu certo, como arrombaram a porta, e sobre a frase no final, terão de descobrir como entrar tbm, mas não devem afirmar nada sobre a porta abrir ou que conseguira.


Palas Athena...
Sometimes the power must bow to wisdom. You can be strong, may have power, but if you are wise, you are all well. And more than that, yes you can defeat them. Once warned that to save the world destruiri you-your friends, maybe I was wrong.
avatar
Athena
Deuses Olimpianos
Deuses Olimpianos

Mensagens : 6398
Data de inscrição : 26/05/2013
Idade : 22
Localização : Por ai

http://www.bloodolympus.org

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A verdadeira alma de um Herói (Missão para Paul e Arya)

Mensagem por Paul Foster em Ter Jul 22, 2014 8:33 pm

ENTRE O PASSADO E O FUTURO – POST 10

O plano era insano, mas aos poucos se tornou real. Emmanuelle percebe a intenção e me ajuda com a reprodução da ideia. O fogo pareceu surtir efeito, em algum tempo, as chamas fizeram os espíritos recuarem. Eles se foram mais rápido do que vieram, se isto era possível. Todos de uma vez, para não mais voltarem. Uma onda das filhas de Poseidon apagou as chamas e eu limpei a espada em alguns segundos, sem guarda-la, não estava disposto a soltar ela por um bom tempo. Voltei a subir, eu me coloquei atrás do grupo mais uma vez, lançando constante - e não padronizados – olhares para trás.
A caçadora tentou abrir a porta que nos levaria à sala do farol, mas esta estava emperrada ou trancada. Fui até a porta e balancei o trinque desta algumas vezes. Abaixei a maçaneta e bati com o ombro de leve na porta. Até mesmo tentei usar geocinese, entretanto, lancei um olhar interrogativo à garota mais velha. A porta larga era feita de uma madeira velha.
- Será que posso arromba-la? – Eu me afastei alguns passos da porta. – Ou isso, ou não sei direito o que podemos fazer... Vamos nós três e então nenhum aplica muita força. Da maneira que esta porta está, se um for com força, ele voa de encontro à primeira coisa que estiver na frente da porta. É mais seguro os três irem de leve. – Em poucos segundos estávamos dou outro lado da porta sobre pedaços de madeira podre, só estava em melhor estado se comparada àquilo ela guardava.
A sala era horrivelmente podre e malcheirosa. Nada me faria ficar por ali por mais um segundo, não fosse o destino do mundo. Teias de aranha enfeitavam totalmente a sala, do chão ao teto e passando pelas paredes. Era o sonho de consumo de qualquer um que fugisse de filhos de Athena. A caçadora mais uma vez se pronunciou. Ela realmente tinha espírito de liderança. Ela me fez pensar que tenho espírito de liderado. Estava perdido em pensamentos quando sua voz me fez voltar à sala e enxergar a escada que levava ao topo da sala.
- Ok. Vamos lá... – Disse, esperando-as tomar a frente. Por algum motivo, minha intuição temia qualquer ataque vindo detrás de nós. Um ataque como o que chegou à escada. Era muito pior do que um ataque vindo de onde esperamos. Queria garantir que nenhumas das duas passassem por algo parecido outra vez. Estávamos agora no topo da construção. A escada de ferro ofereceu-nos melhor proteção e segurança que a de madeira, mas nos colocou diante da primeira situação complicada. Um trecho do que já havíamos lido no pergaminho de Quíron. O encontro das almas, através do sangue. Era esta a novidade. Por alguns momentos pensei se teríamos que passar sangue em torno da porta ou na própria porta. Se teríamos que tocar nossos sangues ou algo do tipo.
- O que acham que isto quer dizer? – Disse, corrigindo-me em seguida. – Digo... Temos o sangue, o que devemos fazer com ele exatamente?
Filho de Hades – 17 anos - Britânico
credits ‹›

avatar
Paul Foster
Demônios de Nyx
Demônios de Nyx

Mensagens : 163
Data de inscrição : 19/06/2014
Idade : 18

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A verdadeira alma de um Herói (Missão para Paul e Arya)

Mensagem por Arya Doprav em Ter Jul 22, 2014 11:14 pm



Desvendando o passado...

"Lutar sempre, desistir jamais..."





Senti uma pontada de duvida quanto ao plano da prole de Hades. Mas logo o garoto foi ajudado por Emmanuelle e uma quantidade suficiente de fogo ardia na espada de Paul. As almas começaram a se afastar e logo sumiam da mesma maneira que apareceram. Minha respiração mantinha-se um tanto pesada devido à rapidez dos fatos ocorridos anteriormente. Agora tínhamos que dar um jeito naquele fogo, ele se alastraria facilmente se entrasse em contato com aquela madeira da escada envelhecida. Minha irmã me fitava e logo assenti sabendo o que deveríamos fazer. Concentrei-me vagamente junto a Emmanuelle e em instantes uma onda apagava as chamas.
Continuamos subindo. O ranger daqueles degraus ainda fazia uma pequena pontada de insegurança percorrer minha espinha. Então encontramos nossa próxima barreira. Uma porta de madeira. A tenente das caçadoras verificou-a, mas a mesma parecia está trancada. Depois foi a vez de Paul, que talvez tenha chegado a mesma conclusão de minha irmã. O garoto começou a dizer que a melhor opção era arrombarmos, mas tinha que ser os três de uma vez só e sem implicar muita força. Sem mais delongas fomos de encontro à porta, derrubando-a em milésimos de segundos.
Meu estomago se contorceu levemente assim que aquele cheiro se impregnou em minhas narinas. O local era horrível, teias de aranhas o enfeitavam de cima a baixo. Então Emmanuelle apontou para cima. Meus olhos seguiram para onde minha irmã mostrava. Uma escada de ferro emoldurava as paredes em forma de caracol. Logo começamos a subi-la. Agora eu pisava em um material mais denso, o que me deixava um pouco mais tranquila. Mas minha atenção estava a mil, eu temia sofrer outro ataque. Desta vez eu estaria mais preparada. Para minha surpresa, a subida foi tranquila. Revirei os olhos ao perceber outra porta. Já estava impaciente. “O encontro das almas se dá através de sangue.” Era o que dizia na entrada da tal. Coloquei a mão no queixo, pensativa.
- O que acham que isto quer dizer? - A voz de Paul me tirou dos meus pensamentos. – Digo... Temos o sangue, o que devemos fazer com ele exatamente?
- Eis a pergunta que estou me fazendo também. – Eu disse, observando as letras em grego. – Será que devemos fazer um sacrifício? - Poderia até ser besteira o que eu disse, mas era o que me vinha à mente. Ou talvez pudesse ser algo bem mais simples... Ou não. – Eu ofereço meu sangue, se for necessário, não me importo. – Terminei a frase, me aproximando da porta para analisa-la melhor.



Notes: Hope, determination and courage...    

Template por +Lia at Ops


Arya Doprav
Poseidon's daughter -x- Thanato's reaper
avatar
Arya Doprav
Sem grupo
Sem grupo

Mensagens : 369
Data de inscrição : 11/06/2014
Idade : 19
Localização : Atrás da sua alma.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A verdadeira alma de um Herói (Missão para Paul e Arya)

Mensagem por Emmanuelle S. Henz em Qua Jul 23, 2014 6:33 pm

Meu espírito. Isso é uma novidade. Não sei exatamente o que significa, mas indica que eu sou uma lutadora. De uma maneira mais ou menos corajosa.❝ lari ❞
Oplano dera cerco, e logo chamas cobriam o local, e os espíritos voltaram a sua escuridão por quanto tempo duraria eu não sabia dizer, mas esperava que não fosse tão cedo.
Com uma onda criada por mim e minha irmã apagamos o fogo, não queria ver o lugar caindo tão cedo.

Subimos a escadas e logo nos deparamos com uma porta, testei a mesma, estava trancada, forcei o trinco, nada. O filho de Hades tentou também, mas deu no mesmo, estava trancada, e era muito velha, teríamos de arrombar a mesma. E o fizemos logo em seguida, os três juntos, e assim agora madeira jazia sobre nossos pés. Bati a roupa cheia de poeira, o lugar era horrível, coberto de pó e teias de aranhas, e o cheiro, esse me dava náuseas.

-Ali- apontei a escada em formato de caracol e assim subimos a mesma, deparando-nos com uma segunda porta, nela inscrições em grego antigo se encontravam, ouvi as palavras dos semideuses me acompanhando e suspirei.

-Sim, um sacrifício de sangue- disse- Eu vou dar o sangue- disse seria- Não te quero machucada irmã.- disse seria.

Virando Imortal



Emmanuelle Sophie Henz
I'M A QUEEN OF DARKNESS!!!
avatar
Emmanuelle S. Henz
lider das caçadoras
lider das caçadoras

Mensagens : 558
Data de inscrição : 06/06/2013
Idade : 21
Localização : Seguindo em frente..

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A verdadeira alma de um Herói (Missão para Paul e Arya)

Mensagem por Athena em Qua Jul 23, 2014 6:47 pm

A ajuda vem de quem menos se espera...

Alguém vai ter que dar o sangue para entrar na sala.-Manu falou cortando a mão. Ela encostou na porta,e sua mão foi empurrada por uma força.- Como pensei- suspirou ela sabia que não poderia faze-lo ainda sim queria tentar- Eu tenho sangue divino desde que entrei na caçada, sou considerada imortal não posso entrar ai- disse a garota seriamente- Foi por isso que disse que não podia pegar a pedra, mas era uma hipótese, agora confirmei- disse num resmungo irritada.

–Então eu vou dar o sangue.- falou o filho de Hades. Pegou a faca na mão da caçadora,e cortou o dedo. Passando na madeira da porta,mas nada funcionou.

–Acho que erramos!-Disse o garoto confuso.

–Não. Mana corte o dedo,e coloque o seu sangue em cima do sangue de Paul.-Manu  disse dando uma faca para a garota com certo desagrado. Ela a olhou sem entender,mas o fez. Quando ela encostou a gota de sangue dela na porta,e a porta destravou.

–Como isso?-Ela balbuciou sem entender. Manu deu um sorriso de lado, irônico, não muito feliz com a situação.

O encontro das almas! O encontro dos amantes!-Arya ficou vermelha,e o garoto deve ter corado também.  Paul adentrou a  sala,e deixou Arya passar.

–Eu fico esperando vocês aqui fora, não posso entrar- disse Manu seria.



[/color]
Spoiler:
-A pedra está presa dentro do farol no caso da luz que reluz, a sala é ampla e dentro estara sentado duas caveiras como um casal olhando pro ceu, descrevam bem a cena e peguem a pedra.


Palas Athena...
Sometimes the power must bow to wisdom. You can be strong, may have power, but if you are wise, you are all well. And more than that, yes you can defeat them. Once warned that to save the world destruiri you-your friends, maybe I was wrong.
avatar
Athena
Deuses Olimpianos
Deuses Olimpianos

Mensagens : 6398
Data de inscrição : 26/05/2013
Idade : 22
Localização : Por ai

http://www.bloodolympus.org

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A verdadeira alma de um Herói (Missão para Paul e Arya)

Mensagem por Arya Doprav em Qua Jul 23, 2014 8:52 pm



Desvendando o passado...

"Lutar sempre, desistir jamais..."





- Sim, um sacrifício de sangue – disse Emmanuelle – Eu vou dar o sangue – Sua expressão era séria. –Não te quero machucada irmã.
Fitei a tenente das caçadoras com certo olhar desapontado. Mas não adiantava retrucar, pois Emmanuelle não perdia o jeito protetor. Logo ela cortava a mão, não me agradou nenhum pouco ver o sangue de minha irmã gotejando. Suspirei enquanto ela tocava a porta. Algo inesperado aconteceu, Emmanuelle foi afastada por uma força invisível. Dei um passo largo e ligeiro, segurando a caçadora pelas costas, impedindo que esta caísse. Meu olhar dirigiu-se até a porta, eu estava bastante intrigada. A frase exigia sangue e Henz havia oferecido o seu. O que havia de errado? Então, minha irmã voltou a pronunciar-se, desta vez ela dizia que seu sangue não serviria, pois era divino. Por esse motivo ela havia nos falado que não poderia pegar a pedra. Agora tudo fazia sentido para mim. Dei um passo para frente, iria abrir a boca e dizer que eu estava disposta a oferecer o meu sangue desde o início e o faria agora. Mas o filho de Hades foi mais rápido.
- Então eu vou dar o sangue. – disse o garoto. E antes que eu pudesse protestar, o mesmo cortava o dedo e passava o líquido na porta. Franzi o cenho a espera que a porta destravasse, mas para minha total surpresa nada ocorreu. – Acho que erramos! – falou Paul.
No mesmo momento, Emmanuelle ordenou que eu me cortasse e colocasse meu sangue sobre o de Foster. Olhei confusamente para ela, enquanto esta me entregava uma faca, era nitidamente explicito o quanto aquela ação desagradava a tenente das caçadoras de Artemis. Encostei a lâmina na ponta do dedo e logo um líquido brotava ali. Passei o mesmo em cima do sangue que Paul deixara marcando a porta. Rapidamente a porta destravou.
- Como isso? - Perguntei, olhando confusa para Emmanuelle. Eu não entendia o sentido daquilo.
- O encontro das almas! O encontro dos amantes! – Respondeu ela, percebi o desgosto na sua voz. Meus olhos se arregalaram levemente e pude sentir um aquecimento nas bochechas. Meus lábios ficaram em linha reta, sem saber o que dizer. Evitei olhar para o filho de Hades, evitei pensar no assunto. O garoto entrou e abriu passagem para que eu fizesse o mesmo. Minha irmã não podia entrar e ficou nos esperando. A primeira coisa que me chamou a atenção foram duas caveiras sentadas uma próxima a outra. Suas cabeças estavam posicionadas para cima, como se fitassem a janela, apreciando a paisagem do céu. Um arrepio percorreu meu corpo, olhei de relance para Paul, que não demonstrava nenhuma reação com aquilo.
Resolvi ignorar a cena. Coloquei as mãos na cintura, enquanto observava mais atentamente a sala, imaginando onde poderia estar a pedra. Haviam algumas janelas de vidro, que rodeavam a sala dando vista para o mar. Um painel de controle velho e meio quebrado enfeitado com poeira. Sem perder mais tempo comecei a vasculhar o cômodo. Revirei os mais diversos cantos do lugar, abri algumas gavetas e portas pequenas, Paul fazia o mesmo, estávamos em uma buscar árdua para achar aquela pérola. Aquilo não estava sendo fácil e o tamanho da pedra dificultava mais ainda. Suspirei, minhas mãos repousavam no painel, ou o que restara dele, meus olhos fitavam as ondas que brincavam na água. Sem querer minha visão encontrou o lugar da onde deveria sair a luz do farol, provavelmente esta não funcionava fazia tempo, ela estava posicionada para fora, pouco acima de uma das janelas. Tinha uma grande probabilidade do nosso pequeno objeto estar ali. Subi no painel de controle. Dei um chute em uma das janelas de vidro, quebrando-a em mil pedacinhos. Coloquei a cabeça para fora e forcei a vista para ver se enxergava algo. Foi quando o leve e pequeno brilho chamou-me a atenção. Não pude evitar um sorriso, empurrei-me mais para fora. Olhei para baixo, as ondas chocavam-se com rochas a uma velocidade impressionante, uma queda dali e eu não viveria para contar a história. Respirei fundo, esperando que meu apoio não se rompesse, pois tudo naquele farol era velho. Vários espelhos refletores a cobriam, fiz a primeira coisa que me veio a mente, soquei os espelhos pela lateral, tomando cuidado para que a pedra não despencasse. E lá estava a pequena coisa oval, que reluzia um pouco mais com o sol. Peguei-a com a mão que não estava ensanguentada devido aos socos.  
- Finalmente... Achamos. – eu disse, pulando do painel de controle e mostrando a Paul. - Agora só faltam duas. - Terminei a frase caminhando até minha irmã.



Notes: Hope, determination and courage...    

Template por +Lia at Ops


Arya Doprav
Poseidon's daughter -x- Thanato's reaper
avatar
Arya Doprav
Sem grupo
Sem grupo

Mensagens : 369
Data de inscrição : 11/06/2014
Idade : 19
Localização : Atrás da sua alma.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A verdadeira alma de um Herói (Missão para Paul e Arya)

Mensagem por Paul Foster em Sex Jul 25, 2014 4:52 pm

ENTRE O PASSADO E O FUTURO – POST 11

Bom, se eu soubesse, teria me oferecido, mas foi tarde, quando foi confirmada minha suspeita, a caçadora já agia. Porém a garota não teve sucesso. Seu sangue divino não era aceito pela porta. Logo era minha vez, cortei-me com a arma no dedo e o passei na porta, deixando um risco em arco nesta. Nada mudou, não era bem isso que pensávamos. Ergui uma sobrancelha, fitando a garota.
- Acho que erramos... – Falei, mas Emmanuelle já afastava a ideia, e o que ela falou em seguida me fez ficar confuso. O que significava aquilo? Apenas um ritual? Selamento de um destino? Eu nunca quis ter um relacionamento antes de tornar real minha vingança. Por fim, coloquei a cabeça no lugar, acabando com o pânico que se iniciava com a possível mudança de planos. Aqueles não eram MEUS planos. Se fosse acontecer, teria que se aliar a mim, não tentar bater de frente.
A sucessão de acontecimentos fez a porta abrir com o sangue de Arya sobre o meu. Entrei na frente, abrindo a porta para que a filha de Poseidon passasse. Duas caveiras chamavam muito a atenção na sala. Elas olhavam para cima, como se suas vidas tivessem passado ali, com elas tendo esperanças de algo que nunca aconteceu. Olhei em volta, era uma sala bonita, bem iluminada – não exageradamente, mas na medida – os vidros davam uma boa decoração, se juntos com os velhos moveis de madeira antiga.
Arrastei moveis, abri gavetas e portas mais de uma vez. Até estudei um pouco as caveiras, estava intrigado com elas. Por fim, Arya pareceu brilhar, seu semblante voltou a trazer esperanças e ela foi atrás da pérola. Depois de um pouco batalhar e fazer alguns vidros quebrarem, a garota se ergueu, mostrando-me a pedra. Agora faltavam mais duas. Ela se dirigia à porta. Encarei as caveiras uma última vez.
- Vocês estão aqui por nada? É isso? – Falei, incrédulo. – Enfim... Não tenho tempo para vocês... Se tiverem que fazer algo, façam agora!
--
- Dê-me ela. – Falei, já fora da sala, enquanto pegava o mapa dentro da mochila. – Talvez seja hora de descobrirmos o próximo destino.
Filho de Hades – 17 anos - Britânico
credits ‹›

avatar
Paul Foster
Demônios de Nyx
Demônios de Nyx

Mensagens : 163
Data de inscrição : 19/06/2014
Idade : 18

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A verdadeira alma de um Herói (Missão para Paul e Arya)

Mensagem por Emmanuelle S. Henz em Sab Jul 26, 2014 9:48 am

Meu espírito. Isso é uma novidade. Não sei exatamente o que significa, mas indica que eu sou uma lutadora. De uma maneira mais ou menos corajosa.❝ lari ❞
Cortei a mão com a adaga, a dor não era nada, sabia que logo iria se fechar a ferida de qualquer maneira, rapidamente coloquei o sangue na porta.
Uma força invisível me jogou para trás, a oferenda recusada, minha irmã e segurou, dessa forma não cai.

-Como pensei- suspirei, eu já sabia disso, desde o inicio, eu não era mais mortal, meu sangue não servia mais, ainda sim queria tentar- Eu tenho sangue divino desde que entrei na caçada, sou considerada imortal não posso entrar ai- disse seriamente- Foi por isso que disse que não podia pegar a pedra, mas era uma hipótese, agora confirmei-Disse resignada, eu nem sei como ainda acreditara que poderia fazer mais, sabia que hora ou outra, quem teria que assumir cercos riscos, seria minha irmã, ainda assim me recusava a aceitar.
O filho de Hades então se ofereceu, cortou o dedo e colocou o sangue sobre a porta, outra vez nada aconteceu, olhei aquilo intrigada, então encarei a frase novamente.

"O encontro dos amantes, se da através de sangue"

Mas é claro, o que mais poderia ser, como eu havia sido burra. "Afrodite sua maldita" Esbravejei mentalmente, pense em uma deusa que sempre se metia, essa era ela, que ódio.

-Mana, coloque seu sangue sobre o do garoto- disse a minha irmã, que nada entendeu, o sangue deveria ser de um casal, não de um semideus.

Como esperado, a porta se abriu, mas eu não poderia seguir em frente, junto a eles.

-Vão, eu os espero aqui- disse seria, não estava feliz com a situação. os dois adentraram a sala, e eu fiquei sozinha no local.


Virando Imortal



Emmanuelle Sophie Henz
I'M A QUEEN OF DARKNESS!!!
avatar
Emmanuelle S. Henz
lider das caçadoras
lider das caçadoras

Mensagens : 558
Data de inscrição : 06/06/2013
Idade : 21
Localização : Seguindo em frente..

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A verdadeira alma de um Herói (Missão para Paul e Arya)

Mensagem por Athena em Sab Jul 26, 2014 10:11 am

A ajuda vem de quem menos se espera...

O filho de Hades e a filha de Poseidon rapidamente adentraram o local. A sala era redonda,e tinha no centro um farol enorme que reluzia uma pedra lá dentro. Duas jaziam caveiras sentadas olhado pro céu. Um casal, presos eternamente, em seu mundo de amor.
Procuraram por alguns momentos, mas logo tinham a pedra, a filha de Poseidon a encontra-la.
Ela se encaminhou a ir, com Paul atras de si, a pedra começou a reluzir rapidamente.


-Vamos embora.-Manu falou pegando na mão da irmã. Foi ai que aconteceu o inferno. A torre começou a sacudir. Uma voz atrás dos semideuses berrava.

–FUJAM APAIXONADOS. A VIDA É CURTA!-Uma das caveiras falava apontando para eles. A outra ria histericamente. Arya arregalou os olhos.

–CORRE!-Manu berrou me puxando para fora da sala.Paul nos olhava assustado.

–CORRE!-Arya berrou para ele quando viu a torre desmoronando a cada passo que davam. Corriam iguais a uns loucos pela escada de caracol. Saindo da torre,e quase caindo no precipício.

–E AGORA?-Paul berrou para as garotas.

–VAMOS NADAR!-Manu fez um sinal para pularem. O garoto de Hades odiou a ideia, mas não tinha outra saída.

–NO TRÊS!-Berrou a caçadora ouvindo as rezas de Paul.

–UM...DOIS...TRÊS!-Pularam a tempo dos sedimentos da torre cair no mar. A altura era enorme,o coração de Manu e Aryal quase saiu pela boca,mas logo foram tomadas por uma ótima sensação. Estavam no mar. O filho de Hades estava emburrado, as garotas o ajudaram, sua feridas curadas, e sua energia renovada.

Saíram do mar, duas garotas la se encontravam já quase secas, com exceção dos cabelos que ainda escorriam.


–Vocês destruíram o farol?-Thalia apontou para aonde estava a cinco minutos atrás o maldito farol.

–Mas conseguimos a pedra!-Arya falou mostrando a pedra para todos.

–Pelo menos isso!-Paul disse sentando na areia, ainda emburrado.

-Bem acho que aqui nos despedimos, a pedra vai mostrar pra onde devem seguir- disse Emanuelle seria- O que eu podia fazer por vocês, eu tentei fazer- Disse se virando pra Thalia- Pegou o que pedi?- Perguntou ela, a caçadora lhe passou a mochila- Obrigado, aqui irmã, peguem, é tudo que posso fazer por vocês, irão precisar- disse entregando a mochila a irmã, beijou-lhe a testa e sorriu- Você consegue, confio em você, volte com vida- sorriu a garota, ela raramente sorria.

E assim as caçadoras partiram, deixando os semideuses para trás, para traçar seu próprio caminho a partir daquele momento.


[/color]
Spoiler:
-Os itens na mochila são, duas passagens de navio, dinheiro mortal, aproximadamente uns 400 dólares, casacos quentes, uns poucos dracmas,néctar e ambrosia, a próxima pista aparece quando aproximam a pedra do mapa, não esqueçam.


Palas Athena...
Sometimes the power must bow to wisdom. You can be strong, may have power, but if you are wise, you are all well. And more than that, yes you can defeat them. Once warned that to save the world destruiri you-your friends, maybe I was wrong.
avatar
Athena
Deuses Olimpianos
Deuses Olimpianos

Mensagens : 6398
Data de inscrição : 26/05/2013
Idade : 22
Localização : Por ai

http://www.bloodolympus.org

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A verdadeira alma de um Herói (Missão para Paul e Arya)

Mensagem por Paul Foster em Sab Jul 26, 2014 12:30 pm

ENTRE O PASSADO E O FUTURO – POST 12

Eu sabia. Duas caveiras nunca estariam ali apenas como enfeite. Quando as suas vozes atingiram-nos, precisamos tomar coragem e correr, tendo escadas de madeira quase podre sob nossos pés durante a corrida. Eu estava logo atrás delas e quase passei reto quando pararam à beira de um precipício. Eu estava assustado, era uma altura muito alta, será que eu não quebraria nada na queda?
- No três! – Tarde demais, eu não pensava em nada melhor do que o que ela dissera. Eu estava caindo quando pensei que Nico Di Angelo viajava pelas sombras enquanto eu me atirava de um penhasco em uma tentativa ironicamente suicida de salvar minha vida. Escapamos vivos e somente eu encharcado – achei uma piada elas saírem da água como se acabassem de sair de um banho revigorante, pois o sal da água penetrara minhas feridas, fazendo-as arder ainda mais- para encontrarmos as duas caçadoras novamente.
Foi o momento de uma despedida. Ganhamos uma mochila das garotas que logo partiram, nos deixando novamente à própria sorte – o que era péssimo, sabendo que éramos semideuses e sorte não era nosso ponto forte – para seguirmos a busca. Faltavam duas pedras. Peguei o mapa e entreguei-o à filha de Poseidon, enquanto eu circulava o local pensando em como me secar.
- Faltam duas pedras ainda e já se foi um dia. Se pelo menos soubéssemos quanto tempo ainda temos. Se trabalharmos por uma pedra a cada dia, daqui a três dias estaremos livres para descobrir como elas salvarão o mundo... – Minha mão agitou meu cabelo, fazendo água saltar dele para todo o lado. – Se eu conseguisse nos transportar pelas sombras, seria muito mais rápido, mas não dá, precisamos de algo muito veloz e eu duvido que as coisas facilitem nosso caminho. Acredito que a partir de agora, cada segundo será pior que o anterior.
Filho de Hades – 17 anos - Britânico
credits ‹›

avatar
Paul Foster
Demônios de Nyx
Demônios de Nyx

Mensagens : 163
Data de inscrição : 19/06/2014
Idade : 18

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A verdadeira alma de um Herói (Missão para Paul e Arya)

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 4 de 11 Anterior  1, 2, 3, 4, 5 ... 9, 10, 11  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum