The Blood of Olympus
Para visualizar o forum é necessário estar cadastrado, por favor registre-se no rpg ou entre em sua conta. É necessário estar cadastrado para ver as informações contidas no forum. Lembre-se de usar nome e sobrenome, não se cadastrar usando nomes geralmente utilizados por Hacker. Exemplo: "Barum" "Hakye" e por ai vai. Bem vindos.

II Aula de Combate Corporal -//- Krav Maga

Página 3 de 4 Anterior  1, 2, 3, 4  Seguinte

Ir em baixo

II Aula de Combate Corporal -//- Krav Maga - Página 3 Empty Re: II Aula de Combate Corporal -//- Krav Maga

Mensagem por Seel C. García em Sex Fev 22, 2019 1:49 pm

Maxwell Wittelsbach
Criatividade: 40
Ortografia:40
Coerência: 30
Ações Realizadas: 20
Aparência: 20
Total: 150 exp

Obs: Você escreve bem e eu acredito que deveria investir mais em lutas corporais. ^^


Habilidade adquirida:

Nome: Krav Maga - Defesa Pessoal
Descrição: O krav maga é um sistema de combate corpo-a-corpo desenvolvido em Israel que se baseia em uma abordagem que não necessita de equipamentos ou armas. Graças ao comparecimento na aula e o árduo treinamento, este personagem consegue usar de técnicas para defender-se e escapar de situações complicadas, tais como enforcamentos, agarrões, socos diretos, abordagens com facas e armas de fogo como pistola e revolveres.
Gasto de MP: Nenhum
Gasto de HP: Nenhum
Bônus: Maiores chances de escapar de situações em que se possa aplicar a defesa pessoal; +30% de esquiva, equilíbrio e agilidade.
Extra: Nenhum



Atualizado por Macária



Seel García
if i could make amends with all my shadows, i'd bow my head and welcome them. but i feel it burning, like when the winter wind stops my breathing; are you really gonna love me when i'm gone? i fear you won't, i fear you don't.
Seel C. García
Seel C. García
Centurião da IV Coorte
Centurião da IV Coorte

Idade : 18

Voltar ao Topo Ir em baixo

II Aula de Combate Corporal -//- Krav Maga - Página 3 Empty Re: II Aula de Combate Corporal -//- Krav Maga

Mensagem por Noah Blackburn em Ter Mar 26, 2019 6:55 am

.: Krav Maga :.


Na época em que vivemos, não era apenas a Seita que incomodava meus pensamentos e sim muito dos humanos que habitavam as cidades mundanas onde eu passava grande parte de minha vida. Mortes, roubos, estupros e outras coisas tão cruéis quanto estas, rodeavam o mundo e uma aula de defesa pessoal era perfeita para quando não pudesse usar meus poderes semidivinos para me defender, por isso resolvi aparecer na primeira aula da senhorita Hayes.

Sem nenhum tipo de arma, ou item mágico, me apresentei como aluno, sendo um dos primeiros a chegar. Max explicou o que precisávamos aprender, por isso me atentei a cada palavra, não tirando os olhos da loira nem por um segundo. Ela mostrou movimento por movimento, dando dicas de como executá-los e de como não deveríamos fazer, sendo uma ótima professora do início ao fim.

Confesso que, para alguém que entendia pouco de defesa pessoal, ainda assim me senti um idiota por ter que repetir diversas vezes dois movimentos que me deixaram de cabelo branco. Contudo, seria necessário aprendê-los, eu diria, pois seriam a base que me manteriam vivo caso fosse interceptado por algum algum bandido ou, até mesmo, membros da maldita Seita.

Minha companheira de aula foi uma ruiva de longos cabelos encaracolados que estava presos em uma trança, suas sardas no nariz aumentava ainda mais sua beleza, está que era tanta me fez pensar que fosse filha de Afrodite, mas Deméter também sabia fazer filhas lindas. Mas vamos focar no que realmente importa: A aula.

O normal da aula foi eu repedir três vezes vezes cada movimento, tendo a amazona sempre em meus encalços informando se estava certo ou errado. Quando achava algum erro, a menina avisava e mandava repetir até que fosse executado corretamente. A defesa de golpe com faca foi o que levei mais tempo para aprender, talvez porque ficava preocupado com a lâmina bronzeada que vinha em minha direção e me deixava nervoso. A instrutora havia pedido para que tivéssemos calma e que não agíssemos com eloquência, pois poderíamos acabar nos machucando e eu deveria ter ouvido mais ela. Numa das tentativas falhas, acabei por me arranhar com a lâmina, tendo que parar a aula por alguns minutos e estacar o pequeno corte que liberou o líquido rubro do meu corpo. Assim que o sangue cessou eu já voltei para o ensinamento, tendo que fazer duas ou três vezes para que conseguisse executar o movimento da melhor forma possível.

Krav Maga era uma interessante, de fato. Aprendemos a fazer aquelas cenas de filme que eu adorava assistir quando criança, tendo vontade de aprender porque teria uma forma de se defender. Porém, antes de saber que era um semideus, nunca pensei que precisaria usar algo assim para me manter vivo, até que fui apresentado ao sangue semidivino que corria em meu corpo. Deuses, aquela vida de criança era tão melhor que esta, mas um desejo de antes agora me completava, pelo menos aprenderia o que tanto quis.

Minha segunda maior falha foi com as armas de fogo, outro momento entristecedor quando você já esteve num quartel general da maldita organização que matava semideuses. Lembro de ter que torturar Abramov e Eleonor de forma covarde e tendo que ameaçá-los do mesmo jeito que Liza, a filha de Deméter, apontava a pistola - de plastico, descobri isso depois - entre meus olhos. Minhas mão suavam e deixavam que a arma escorregasse delas. Mesmo sendo um movimento fácil, exigia agilidade e reflexos, coisas que meu corpo possuíam, só que não quando eu estava nervoso demais e aquela situação me fez voltar num tempo que eu odiava lembrar.

Tive de dar uma pausa para que pudesse bebericar alguns goles de água, voltando para o movimento assim que terminei.

— Fred, nem parece que você é um argonauta! - Riu a ruiva. — Você precisa focar nos seus objetivos e esquecer o passado. Se você soubesse o que está aprendendo hoje, talvez não tivesse passado pelo o que passou.

Talvez ela estivesse certa, por isso tentei limpar minha mente dos pensamentos insanos. Liza apontou a arma e deu um grito, como se estivesse me mandando calar a boca e agindo como se quisesse me matar, coisa que ativou meus sentidos e o movimento foi feito com precisão e agilidade, me fazendo perceber que eu precisava de mais intensidade para quando estivesse naquela situação. Maxine me fez repetir outras vezes, estas que eram exercidas da mesma forma que a anterior, com agilidade e precisão.

Por fim, só me restou agradecer à ambas as meninas que me auxiliaram, mas principalmente para Max que me proporcionara algo tão inteligente e tão importante para minha sobrevivência.

Passivos Argonautas:
Nível 35
Nome do poder: Perícia em Combate Corporal IV
Descrição: Os primeiros argonautas não puderam depender apenas do conhecimento náutico ou perícia em luta com espadas, tendo muitas vezes que lutar com as mãos limpas e dependendo apenas de sua habilidade e força. Os argonautas são hábeis para lutar sem armas e sabem se virar se forem desarmados, sabendo lutar e se defender em quase todas as modalidades de combate corporal conhecidas.
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: +30% de força, esquiva e agilidade no combate corporal.
Dano: +25% de dano em combate corporal.

Krav Maga
Max H. Henz
Arena

Noah Blackburn
Noah Blackburn
Mortos
Mortos

Idade : 24
Localização : Ilha de Argos

Voltar ao Topo Ir em baixo

II Aula de Combate Corporal -//- Krav Maga - Página 3 Empty Re: II Aula de Combate Corporal -//- Krav Maga

Mensagem por Maxine H. Henz em Sex Mar 29, 2019 10:08 pm

Tag: Avaliação
Krav Maga


Critério Avaliativo

Criatividade: 30
Ortografia: 30
Coerência: 20
Ações Realizadas: 20
Aparência: 20
Total: 120 exp Play Piano Pack

Avaliação

Criatividade: 30
Ortografia: 30
Coerência: 20
Ações Realizadas: 20
Aparência: 20
Total: 120 exp

Comentário: Você já ter um conhecimento avançado em combate como passiva te ajudou bastante, não vi porque retirar pontos em nenhum dos critérios.

Nome: Krav Maga - Defesa Pessoal
Descrição: O krav maga é um sistema de combate corpo-a-corpo desenvolvido em Israel que se baseia em uma abordagem que não necessita de equipamentos ou armas. Graças ao comparecimento na aula e o árduo treinamento, este personagem consegue usar de técnicas para defender-se e escapar de situações complicadas, tais como enforcamentos, agarrões, socos diretos, abordagens com facas e armas de fogo como pistola e revolveres.
Gasto de MP: Nenhum
Gasto de HP: Nenhum
Bônus: Maiores chances de escapar de situações em que se possa aplicar a defesa pessoal; +30% de esquiva, equilíbrio e agilidade.
Extra: Nenhum


(C) Ross


Mrs.HayesHenz


∆ LYL - FG


Maxine H. Henz
Maxine H. Henz
Amazonas
Amazonas


Voltar ao Topo Ir em baixo

II Aula de Combate Corporal -//- Krav Maga - Página 3 Empty Re: II Aula de Combate Corporal -//- Krav Maga

Mensagem por Perséfone em Sab Mar 30, 2019 7:39 pm

Atualizado +120 XP e + 50 Dracmas.


Qu’il soit infini aussi
longtemps qu’il durera!
Perséfone
Perséfone
Deuses Olimpianos
Deuses Olimpianos


Voltar ao Topo Ir em baixo

II Aula de Combate Corporal -//- Krav Maga - Página 3 Empty Re: II Aula de Combate Corporal -//- Krav Maga

Mensagem por Maisie K. Blackwood em Seg Abr 01, 2019 11:09 pm

Chain reaction, it's so electric
Krav Maga


Aula comprada
Play Piano: Você perdeu o prazo de todas as aulas daquele instrutor, mas anseia por faze-las. Com essa pack você pode fazer as aulas já postadas por seu instrutor. O máximo de XP conquistado em cada uma das aulas será de 120 XP. Valor: 5.500 dracmas.
Link da compra: aqui

Eu vou ser sincera: eu não gostava das aulas de Combate Corporal. Esse papo de treinamento físico e levar uns sopapos na cara não era a minha praia. Preferia usar meu cérebro e minha inteligência em qualquer outro lugar fazendo qualquer outra coisa, mas cá estamos.

Por quê?”, você deve estar se perguntando. Bem, eu tinha que estar preparada para qualquer situação nessa vida semidivina, e um fracasso recente nos jogos de guerra haviam me motivado a treinar mais. A inteligência e o raciocínio iriam me salvar 85% das vezes, tenho certeza. Mas os outros 15% não eram sorte, eram treinamento.

Mesmo sem muito interesse ou boa vontade, compareci aos Campos de Marte naquela manhã para aprender a dar uns socos na cara dos outros.

Max começou a explicar o Krav Maga como um estilo de luta reconhecido como defesa pessoal, e não necessariamente arte marcial. Segundo ela, trata-se de uma técnica israelense que dispensa o uso de qualquer equipamento, podendo ser útil até em um ataque no meio da rua. – Essa técnica visa impedir que o ataque atinja o alvo e ao mesmo tempo simplifica e aumenta a força dos movimentos do contra-ataque - a amazona disse.

Os movimentos de ataque seriam racionalizados matematicamente, utilizando a transferência de peso e a força de explosão para potencializar o golpe, independente da força física. Essa parte era comigo. Força bruta não era comigo, mas estava ali para aprender golpes eficientes que me garantissem o mínimo de sobrevivência em uma luta.

– Mas antes de mais nada: alongamento! - ela anunciou, conduzindo um breve alongamento para preparar os músculos para a atividade da aula.

Respirei fundo duas vezes antes de me mover, tentando relaxar o corpo antes de começar. A seguir, imitei os movimentos da filha da Júpiter ao levar os braços para cima pausadamente, esticando-os ao máximo e mantendo-os assim por algum tempo.

Logo após, movi os braços para frente, alongando agora outra parte dos músculos braquiais. Outros alongamentos foram feitos para os braços, segurando os cotovelos por um determinado tempo, seguindo para as pernas. E, após uns 10 minutos, havíamos completado o aquecimento e nossos corpos estavam prontos para a aula.

A filha de Júpiter deu sequência à aula demonstrando os principais golpes de defesa pessoal usados no Krav Maga, eficientes para começar o aprendizado. Eram técnicas úteis para parar um soco, fugir de agarramentos ou estrangulamentos e até escapar de ataques com armas de fogo ou facas. Eu assisti-os com atenção, pois além de serem úteis, eu teria que repeti-los em breve.

– Mai! - ouvi a voz de Chloe, agora que os alunos podiam interagir entre si e começar a treinar juntos. – Vamos praticar juntas?

– Demorô!

Nós revezamos o treinamento. Primeiro ela tentaria se defender e eu atacaria, o que também me daria a chance de entender como teria que ser a perfeita execução dos movimentos.

Comecei tentando aplicar um soco nela, mirando a lateral do seu queixo. Na primeira tentativa, ela não firmou o braço o suficiente para deter o soco, mas freei o punho antes de atingi-la. – Não, Chloe! - corrigi. – Você precisa firmar o braço sem medo de machucar. Antes no braço que na cara, né!

Pedi que ela tentasse repetir aquilo comigo, de modo que eu pudesse deter o golpe e demonstrar para ela. Porque se tinha ao menos uma coisa que eu sabia fazer era observar e repetir. Apesar do receio, ela fez o que pedi.

Chloe fechou a mão em punho e dirigiu-o à lateral meu rosto. Em resposta, ergui o antebraço esquerdo para amparar o golpe, levantando o braço com o cotovelo levemente dobrado. Enquanto sentia o seu soco atingir meu braço, me esforcei para mantê-lo rigidamente no lugar. Concomitante a isso, meu punho direito foi em direção ao seu rosto, mas atingi-o sem brutalidade para não feri-la.

– É isso que você precisa fazer - disse, depois que ela se reequilibrou.

Ainda repetimos aquele movimento algumas vezes, ora ela como vítima, ora eu, até que tivéssemos compreendido o movimento e tornado-o mais familiar ao nosso sistema muscular e reflexos.

– Pode praticar o mata-leão comigo? - pedi, dispondo-me a ajudá-la com outro golpe depois. Pouco após, Chloe havia se posicionado atrás de mim e usou o seu antebraço em uma tentativa de me sufocar.

Minha primeira atitude foi levar as mãos ao braço dela, evitando que ela pressionasse minha traqueia e me deixasse sem ar. Também ergui os ombros, para amenizar a pressão exercida em meu pescoço. A seguir, baixei um pouco o tronco e girei para o lado.

Mas deu errado. Eu me desequilibrei e esbarrei em Chloe, o que fez com que nós duas acabássemos caindo sobre o tatame. Eu até teria ficado com vergonha da falha, mas a vontade de rir foi maior. O meu rosto estava corado, devido à atividade física e eu já começava a sentir as gotas de suor pelo meu corpo.

Acho que a amazona quis rir também, mas não demonstrou - tinha que tentar ser uma instrutora séria. Ela se aproximou e estendeu a mão para que eu me levantasse, repetindo o gesto com Chloe.

– Você precisa firmar bem os pés no solo para continuar o movimento, pra garantir o seu equilíbrio - ela explicou, demonstrando aquilo com seu próprio corpo. – Tentem de novo. Soltei o ar brevemente, limpando o suor da testa que logo teria escorrido para meu queixo.

Chloe se aproximou novamente e eu repeti o movimento. Levei as mãos ao seu antebraço, ergui os ombros e firmei os pés contra o solo. Sentindo que estava firme e equilibrada, abaixei um pouco o tronco e girei para o lado, mantendo o pulso de Chloe em minhas mãos. Tendo completado o giro e estando, agora, ao lado da semideusa, atingi seu diafragma com o cotovelo.

Não foi com uma força muito bruta, apenas o suficiente para ela relaxar o braço. Por fim, me soltei de seus braços, recuando dois passos para trás após isso.

Maxine havia assistido a reprodução dos movimentos e assentiu com a cabeça ao ver que obtive êxito. Havia reproduzido o movimento da maneira correta e estava pronta para ser atacada por algum desconhecido na rua. De preferência, que não acontecesse, né.

Mantive-me nos Campos de Marte praticando os golpes com Chloe, deixando-a ser a vítima da vez e ajudando-a a reproduzir os movimentos corretamente. Além disso, pude assistir mais vezes a repetição dos outros alunos e as correções que Max fazia, podendo arquivar aquelas informações para mim.

Informações:


Passivos de Athena:

Nome do poder: Sabedoria em Combate
Descrição: Os filhos de Atena conseguem descobrir os pontos fracos de seus inimigos, fazendo com que seus golpes sejam mais efetivos. Em monstros que já conheçam, ou tenham lutado, eles já saberão o ponto fraco.
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: +15% de chance de acertar um ponto crítico em batalha.
Dano: +10% de dano em monstros que já tenham enfrentado anteriormente.
Extra: Precisa avisar ao avaliador quando enfrentou o monstro.

Nome do poder: Memorização
Descrição: A mente do semideus é capaz de arquivar informações com mais facilidade, lembrando-se de caminhos percorridos, dados sobre coisas que já viu ou conheceu. A boa memória do semideus o faz capaz de lembrar informações importantes sobre o cenário ou sobre inimigos que já enfrentou.
Gasto de MP: Nenhum
Gasto de HP: Nenhum
Bônus: +10% de inteligência e +30% de capacidade memorial
Dano: Nenhum
Extra: Caso o semideus já tenha enfrentado determinado inimigo ou passado por alguma situação, se lembrará de detalhes que o ajudem a superar o problema.

Nome: Aprendizado apurado III
Descrição: A inteligência de um filho de Athena é um dos pontos mais fortes do semideus, quando bem desenvolvida e estimulada. Ao estudar algo, o filho da deusa da guerra estratégica ganha mais domínio sobre o assunto do que qualquer outro semideus.
Gasto de MP: Nenhum
Gasto de HP: Nenhum
Bônus: +15% de bônus em habilidades aprendidas.
Dano:  +15% de dano em habilidades aprendidas.
Extra: Necessário colocar essa habilidade em destaque, para que narrador esteja ciente do aumento no bônus e dano.

Nome do poder: Agilidade II
Descrição: Os filhos de Athena/Minerva podem não ser tão fortes quanto os de Ares/Marte, mas possuem um controle corporal ainda mais aprimorado. A agilidade da prole da deusa é apurada, permitindo movimentos cada vez mais elaborados e complexos.
Gasto de MP: Nenhum
Gasto de HP: Nenhum
Bônus: +20% de agilidade.
Dano: Nenhum.

Passivos de Belona:

Nome do poder: Combate não Armado
Descrição: A prole da deusa Belona tem um vasto conhecimento sobre combates. Seu corpo e seu espíritos foram forjados para o combate. Assim, eles possuem a capacidade de luta corporal muito elevada, sabendo técnicas marciais mesmo que nunca tenha realizado uma aula sequer antes. As técnicas podem ser utilizadas para a elaboração de movimentos complexos, como mortais, piruetas, ataques acrobáticos e golpes que requeiram uma grande elasticidade.
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: Nenhum
Dano: Nenhum

Nome do poder: Corpo Guerreiro I
Descrição: O filho de Belona tem o corpo preparado para a guerra e combates de longa duração. Seu metabolismo e funcionamento é diferente de qualquer outro semideus, tendo assim os componentes biológicos potencializados. Isso oferece maior resistência corporal (diminui o cansaço físico e a dor de impactos no corpo), imunológica e permite que a hipercinesia não cause sobrecarga cerebral ou muscular.
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: +15% em resistência corporal, +20% de imunidade a infecções e venenos.
Dano: Nenhum

Habilidades aprendidas:

Nome: Perícia Corporal I
Descrição: Treinar o corpo e a mente para tornar-se um melhor guerreiro é quase que uma obrigação de cada meio-sangue, caso ele deseje sobreviver nesse mundo louco. Assim sendo, depois de uma aula de perícias, o corpo do semideus foi condicionado e treinado para melhorar a agilidade, a esquiva e o reflexo.
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: +30% em agilidade, esquiva e reflexo.
Dano: Nenhum

Nome: Perícia Corporal II
Descrição: Treinar o corpo e a mente para tornar-se um melhor guerreiro é quase que uma obrigação de cada meio-sangue, caso ele deseje sobreviver nesse mundo louco. Assim sendo, depois de uma aula de perícias, o corpo do semideus foi condicionado e treinado para melhorar a resistência corporal. Irá se cansar mais dificilmente, estando preparado para realizar exercícios físicos mais complexos. Assim, possui um melhor desempenho em combate, podendo permanecer lutando mais tempo que outros.
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: +30% em resistência física.
Dano: Nenhum

Nome: Magnificência Semidivina
Descrição: Após um longo dia de treinamento, no qual as capacidades físicas do semideus foram postas à prova, o resultado apareceu. Assim sendo, o aprimoramento de seus atributos corporais - força, constituição, destreza, controle corporal e velocidade - agora é evidente.
Gasto de MP: Nenhum.
Gasto de HP: Nenhum.
Bônus: +10% nos atributos corporais.
Dano: Nenhum.

Make a wish change to reality


Maisie Blackwood
intelligence is the only way we have to master our instincts.
Maisie K. Blackwood
Maisie K. Blackwood
Vestais de Héstia
Vestais de Héstia


Voltar ao Topo Ir em baixo

II Aula de Combate Corporal -//- Krav Maga - Página 3 Empty Re: II Aula de Combate Corporal -//- Krav Maga

Mensagem por Noah Blackburn em Qua Abr 17, 2019 4:29 pm

Critério Avaliativo

Criatividade: 30
Ortografia: 30
Coerência: 20
Ações Realizadas: 20
Aparência: 20
Total: 120 exp Play Piano Pack

Avaliação

Criatividade: 30
Ortografia: 30
Coerência: 20
Ações Realizadas: 20
Aparência: 20
Total: 120 exp

Comentário: Você descreveu maravilhosamente bem a aula e eu não encontrei nenhum erro. Você não cansa de ser uma irritante sabe-tudo?

Nome: Krav Maga - Defesa Pessoal
Descrição: O krav maga é um sistema de combate corpo-a-corpo desenvolvido em Israel que se baseia em uma abordagem que não necessita de equipamentos ou armas. Graças ao comparecimento na aula e o árduo treinamento, este personagem consegue usar de técnicas para defender-se e escapar de situações complicadas, tais como enforcamentos, agarrões, socos diretos, abordagens com facas e armas de fogo como pistola e revolveres.
Gasto de MP: Nenhum
Gasto de HP: Nenhum
Bônus: Maiores chances de escapar de situações em que se possa aplicar a defesa pessoal; +30% de esquiva, equilíbrio e agilidade.
Extra: Nenhum
Atualizado por Macária!
Noah Blackburn
Noah Blackburn
Mortos
Mortos

Idade : 24
Localização : Ilha de Argos

Voltar ao Topo Ir em baixo

II Aula de Combate Corporal -//- Krav Maga - Página 3 Empty Re: II Aula de Combate Corporal -//- Krav Maga

Mensagem por Puermina em Qui Abr 18, 2019 12:52 pm


Krav Maga
Aula de Combate Corporal

Era cedo quando levantei e me aprontei para treinar com Max. A amazona havia marcado na arena às nove horas da manhã uma aula de combate corporal ao estilo krav maga! Estava um pouco triste naquela manhã por não ter conseguido controlar tão bem a habilidade de manipular as trevas, porém, a professora Hayes me prometeu treinar especialmente comigo assim que eu aprimorasse minhas habilidades de luta e adquirisse assim mais experiência. Foi o que me animou a levantar cedo, tomar um café rápido no refeitório e partir para a arena do acampamento.

O espaço destinado ao treino era delimitado por tatames de segurança - para reduzir os machucados - e alguns sacos de pancadas nos limites da montagem. Max introduzia a técnica pela história, sendo uma luta israelita, utilizada como forma de autodefesa, quando fugir não fosse uma opção. Após a breve introdução, a instrutora conduziu um alongamento, já aquecendo com os sacos de pancadas - os quais estavam pedindo para serem espancados! - e já demonstrava uma série de movimentos, dando nomes auto explicativos. Logo, era hora de praticar, sendo que ela dizia que a chave para conquistar a técnica era memória muscular, ou seja, repetição!

Para começar, escolhi o movimento de defesa de um agarrão pela frente. Perguntava se Max poderia ser minha parceira de treino e, assim que ela ficava frente a meu corpo, pedia para agarrar meu pescoço. Tinha em mente as palavras dela enquanto realizava minhas ações.

"(...) recue um passo para trás para fazê-lo perder a postura e equilíbrio (...). Segure uma das mãos que está sobre seu ombro, (...). Estique o outro braço girando a parte superior do corpo para fazer com que o braço do oponente perca o contato com seu outro ombro, então golpeie o braço que ainda segura usando o cotovelo. Finalize golpeando o rosto do inimigo (...)."

Dei então um passo para trás, e ela acompanhava, com seu corpo, ficando levemente desequilibrada. Como eu era menor que a maioria, meus movimentos teriam de ser mais precisos. Pedi para repetirmos e lançava a perna mais atrás, tendo a vista a perda da postura de quem me segurava. Segurando então, com uma das mãos, um dos pulsos dela, adjacente ao meu lado esquerdo. Com firmeza, mantinha alguma força naquela mão e com a outra elevada, girava o tronco e abaixava, num bom golpe de braço usando o cotovelo. Fazia tudo isso encenando os movimentos de como seria na vida real. Não queria machucar Max. Terminava o golpe afastando ela com os punhos próximo ao rosto dela, que gerou ainda mais afastamento. Agradecia a disponibilidade de Max. Ela respondia animada, mas corrigia minha postura em relação aos golpes de braço, mas elogiou que eu acertei meu jogo de pernas sem que ela precisasse falar. Repeti a técnica com ajuda dela. Desta vez, um pouco mais veloz, para criar a memória muscular. Max ainda corrigia minha postura e falava para eu não olhar onde realizaria os movimento e sim nos olhos do oponente, pois do modo como fazia, revelava o que estava por vir. Sendo assim, me concentrei no rosto de Max e dava minha longa passada para trás e a desvencilhava do meu corpo com o jogo de corpo e golpe de cotovelo. Ela pediu mais uma vez e assim repetir, ainda mais depressa, quase que automático.

Após achar que estava bom na defesa de frente, bebia uma água e dizia que tentaria me defender de um golpe de faca, dando uma das que foi disponibilizada no treino para ela, mas não sem antes brincar demonstrando alguma perícia com instrumentos curtos. Dei a língua e recordava as palavras dela.

"Essa técnica exige uma boa leitura de movimento (...) Em um golpe direto, deixe que o adversário com a faca se aproxime. Segure em seu pulso e mude a direção do movimento (...) Ao mesmo tempo, gire o corpo ao redor do agressor para ficar atrás dele (...), dobre o cotovelo para acertá-lo nas costas."

Assim que Max tomava sua postura e tomava lugar de um esfaqueador, analisava o lugar de onde ela vinha. Partia para um golpe direto com a arma branca e eu tinha de virar o corpo, segurando no pulso dela, mudando a direção do movimento. Fizemos esse teste devagar e ela confirmou que era por aí, eu só precisava ter mais confiança e destreza. Pedi para recomeçar. Agia da mesma força só que um pouco mais veloz. Ao mudar o golpe de direção, me posicionava por trás do outro corpo com um giro, ainda segurando a mão da faca, e dobrava o cotovelo do braço livre para acertar as costelas alheias. Era um movimento bem válido, porém, mais difícil de ser executado que o restante, pois era levado em conta que eu conseguiria desviar do golpe de faca para poder me defender. Tentávamos de novo, ainda no mesmo ritmo, pois ainda esquecia como fazia a mudança de sentido para o giro e ficar atrás do inimigo. Repetia até que conseguisse acertar sem pensar, então passava a conectar as partes. Esquivar do golpe de faca, mudar a direção do pulso e me conectar às costas para golpear. Se minhas soqueiras com diamantes estivessem ativadas, aqueles golpes teriam muito efeito. Animada com a ideia, agia como se elas realmente estivessem ali. De novo e de novo praticava a defesa até que, exausta, aquilo estivesse na memória do meu corpo.

adendos:
Info:
Compra das Aulas: Link Aqui
FPA: Link Aqui
poderes e habilidades:
Nível 9
Nome do poder: Bom ator
Descrição: Devido a sua habilidade em contar mentiras, você acaba sendo um improvisador nato e essa habilidade pode lhe ser muito útil para sair de momentos difíceis.
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: +10% de força em poderes ativos que necessitem de persuasão, ilusão ou mentiras. +15% de chance de sair de uma situação complicada usando tal habilidade.
Dano: Nenhum



♥️ Puermina ♥️
embaixadora do amor próprio e protetora da infância
Filha de Éris & Legado de Afrodite
Puermina
Puermina
Filhos de Éris
Filhos de Éris


Voltar ao Topo Ir em baixo

II Aula de Combate Corporal -//- Krav Maga - Página 3 Empty Re: II Aula de Combate Corporal -//- Krav Maga

Mensagem por Maxine H. Henz em Sex Maio 03, 2019 9:01 pm





Avaliação
Combate

Método avaliativo

Habilidade ofertada

Nome: Krav Maga - Defesa Pessoal
Descrição: O krav maga é um sistema de combate corpo-a-corpo desenvolvido em Israel que se baseia em uma abordagem que não necessita de equipamentos ou armas. Graças ao comparecimento na aula e o árduo treinamento, este personagem consegue usar de técnicas para defender-se e escapar de situações complicadas, tais como enforcamentos, agarrões, socos diretos, abordagens com facas e armas de fogo como pistola e revolveres.
Gasto de MP: Nenhum
Gasto de HP: Nenhum
Bônus: Maiores chances de escapar de situações em que se possa aplicar a defesa pessoal; +30% de esquiva, equilíbrio e agilidade.
Extra: Nenhum
Método de avaliação

Criatividade: 30
Ortografia: 40
Coerência: 30
Ações Realizadas: 10
Aparência: 10
Total base: 120 exp




Avaliações


Puermina

Criatividade: 30
Ortografia: 40
Coerência: 30
Ações Realizadas: 10
Aparência: 10
Total: 120 exp + Habilidade



Treinamento -//- fallen angel made this code ♔



Mrs.HayesHenz


∆ LYL - FG


Maxine H. Henz
Maxine H. Henz
Amazonas
Amazonas


Voltar ao Topo Ir em baixo

II Aula de Combate Corporal -//- Krav Maga - Página 3 Empty Re: II Aula de Combate Corporal -//- Krav Maga

Mensagem por Athena em Sab Maio 04, 2019 10:14 am

Atualizado
+50 XP e 150 Dracmas.


Palas Athena...
Sometimes the power must bow to wisdom. You can be strong, may have power, but if you are wise, you are all well. And more than that, yes you can defeat them. Once warned that to save the world destruiri you-your friends, maybe I was wrong.
Athena
Athena
Deuses Olimpianos
Deuses Olimpianos


Voltar ao Topo Ir em baixo

II Aula de Combate Corporal -//- Krav Maga - Página 3 Empty Re: II Aula de Combate Corporal -//- Krav Maga

Mensagem por Meiying Liuwei em Dom Jul 14, 2019 3:57 pm


II Aula de combate corporal - Krav Maga
Aula comprada! escreveu:Essa aula foi adquirida pelo play piano, clique.
Aquela manhã claramente poderosa me trazia empoderamento, mesmo amanhecendo com meu cabelo todo desarrumado estaria com uma determinação incrível, como se pudesse realizar qualquer tarefa sem pestanejar. — É hora de acordar, Marie! — Eu poderia muito bem estar disposta mas meu subconsciente parecia discordar de mim naquele momento. Sem prestar a atenção, lembrei que estava no chalé de Nyx e que podia dormir em ambos chalés de minhas avós. Uma vantagem enorme para um legado, assim pensava. — É melhor eu arrumar essa cama antes que desmaie aqui de novo. — Mesmo sendo neta de Nyx/Hécate, poderia ver certo preconceito de seus filhos por não aceitarem que eu tivesse tal liberdade para dormir onde quisesse, por isso, me encaravam sempre com um olhar sarcástico e desfavorecido quando me viam. Algo que eu já teria presenciado muitas vezes e teria já longamente me acostumado.

Com bocejos provindos do meu organismo, demonstrando que eu ainda poderia estar cansada internamente, calcei meus sapatos e penteei meus cabelos, no intuito de deixá-los mais organizados, bem.. Pelo menos melhor em relação a situação horrenda em que estavam. Me movimentei ao ponto principal do acampamento, quando puderam me notificar de que uma aula de combate corporal estaria prestes a começar. — Jura? — Mesmo tentando conter minha animação, falhei denunciando um sorriso extravagante ao saber que poderia melhorar minhas habilidades físicas. Estava na hora de ir dar uma esquentada na gordura, não acha?

Quando me vi com um grupo de semideuses encarando a instrutora, me perguntei se aquilo seria realmente certo. O local, totalmente seguro, era forrado por tatames que simbolizavam que o assunto ali era sério. Eu só podia ficar cada vez mais intrigada esperando que a aula se iniciasse. Quando ela realmente abriu seus lábios, deu uma breve introdução sobre o que seria a aula e o que estaríamos fazendo ali, algo que me permitiu sorrir a cada ponto em que ela explicava, ansiosa. Ela recomendou que um aquecimento fosse feito antes que realmente partissem para a porrada, algo que eu integralmente pude obedecer. De um jeito cauteloso, me movi em frente a um boneco de pancadas, firmando minha pose corporal e fechando meus punhos, semelhante a aqueles lutadores de boxe maravilhosos que conhecia.

Com movimentos rápidos, socava o boneco usando um punho após o outro de modo impulsivo. Meus punhos já teriam começado a doer, simbolizando que já era o suficiente como aquecimento, mesmo eu demonstrando minha teimosia forçando-os contra o homem de plástico por mais alguns minutos. A instrutora parecia auxiliar todo mundo que precisava de ajuda, como uma verdadeira profissional ela esperava que todos aprendessem com a aula e eu torcia para que isso se aplicasse a mim também. Após um certo tempo de aquecimento, ela notificou que a aula oficialmente seria dada por começada, disponibilizando alguns ajudantes para cada aluno. Eles provavelmente nos ajudariam nas lições, e um homem gentilmente atraente parou em minha frente. — Prazer, sou Richard. — Seu modo elegante encantou-me, não negando-o um aperto de mãos.

— Sou Marie, prazer! — O apito da instrutora apenas nos chocou com a realidade, mostrando que não estaríamos ali para flertar e sim para treinar nossas habilidades. — Se alguém for te bater ou socar, você pode se defender usando o braço. Ser atingido no braço não é tão ruim quanto ser atingido na cara, não é mesmo? Com a aproximação do atacante, abra seus braços, estenda os dedos e dobre levemente os cotovelos. — Ela falava para todos, explicando vivamente com um aluno auxiliar. A partir dali, todos iriamos praticar a técnica, um por um. Quando se deu por minha vez, não hesitei em usar meu braço também de um jeito aberto, longamente estendendo os dedos e dobrando os cotovelos para atingi-lo na garganta. Nunca achei que realmente daria certo, mas parecia ter machucado um pouco o auxiliar bonitão.

— Me desculpe! — Eu realmente estava feliz por ter conseguido, mesmo que ele estivesse um tanto angustiado. — Não se preocupe, é assim mesmo que você precisa agir, vai com tudo! — Ele parecia realmente motivado e animado por eu estar aprendendo tão rápido. Meus reflexos pareciam já aguçados, como se respondessem as tentativas de ataque bem mais agilmente e eu não conseguia manter minha excitação só para mim. A próxima técnica a ser treinada seria a defesa contra armas de fogo, o que fez a instrutora dar algumas armas mortais para os auxiliares - obviamente descarregadas - para que a gente conseguisse executar tal movimento.

— Para que esse desarme funcione direito, é necessário calcular a distância entre você e a arma. Aqui é importante um pouco de dissimulação, pois terá de evitar que a pessoa puxe o gatilho antes que você possa se defender. Assim, deixe-a pensar que estar no controle da situação e que você será passivo. Mantenha as mãos erguidas como se fosse render-se, mas será isso o que irá permitir que fique próximo a arma de fogo. A técnica mais conhecida envolve dois movimentos simultâneos. Com a palma da mão aberta, bata no corpo da arma, de preferência no cano, ao mesmo tempo em que a outra mão irá bater contra o pulso do agressor. Os movimentos são contrários, fazendo com que ele largue a arma automaticamente. — Ela se mantinha focada, mostrando tudo com o auxiliar a sua frente.

Seria minha hora, logo, abri a palma de minha mão, batendo no cano da arma como ensinado e dirigindo o outro movimento no pulso do agressor, fazendo com que ele largasse a arma no mesmo instante. Após algum tempo em que os alunos treinaram as ténicas, eu fiquei mais um pouco para praticar algumas outras, antes que ficasse totalmente fadigada e voltasse para o refeitório dar uma bela pratada de comida para meu estômago parcialmente desesperado.


Meiying Liuwei
Meiying Liuwei
Curandeiros de Asclépio
Curandeiros de Asclépio

Idade : 19
Localização : Hospital de Asclépio.

Voltar ao Topo Ir em baixo

II Aula de Combate Corporal -//- Krav Maga - Página 3 Empty Re: II Aula de Combate Corporal -//- Krav Maga

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 3 de 4 Anterior  1, 2, 3, 4  Seguinte

Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum