The Blood of Olympus
Para visualizar o forum é necessário estar cadastrado, por favor registre-se no rpg ou entre em sua conta. É necessário estar cadastrado para ver as informações contidas no forum. Lembre-se de usar nome e sobrenome, não se cadastrar usando nomes geralmente utilizados por Hacker. Exemplo: "Barum" "Hakye" e por ai vai. Bem vindos.

Treinamento Especial - Infiltrados

Ir em baixo

Treinamento Especial - Infiltrados

Mensagem por Becka Klasfox La'Fontaine em Ter Jan 23, 2018 11:36 am



↞ Infiltrados↠

Introdução:
O veneno é colocado aos poucos na bebida a sua frente, em punhados pequenos para que a diferença não seja notada e do nada você morre. As pessoas se espantam com o fato de você ter caído mesmo quando parecia bem, o mesmo acontece quando o ataque é fechado. Em um minuto tudo parece pacato, um dia qualquer na vida de um semideus, no outro a explosão acontece, o sorriso morre e a vida se esvai como veneno na água a descer pela garganta do envenenado.

A metáfora acima a respeito do veneno serve para explicar a missão da vez. A ideia é que assim como uma determinada empregada é colocada em um castelo para envenenar um rei durante suas refeições sem ser pega, vocês serão colocados dentro dos acampamentos para concretizar uma tarefa e assim como aquela empregada, não podem ser descobertos.

Local: Pinheiro de Thalia
Horário: 7 p.m.
Clima: 19°C. Com o pôr-do-sol, uma brisa fresca começa a rondar o ambiente.

Instrutora: Para quem não a conhece podem taxa-la de louca, e de fato ela é mesmo um tanto fora da casinha, mais eis que vos falo, se ela está aqui, ensinando algo para você é porque sabe o que está fazendo. Divertida, animada, e de pavio curto, são características que podem marca-la com certa facilidade no âmbito que nos encontramos. Interajam com ela sem se preocupar dela responder atravessado, até porque ela muitas vezes fara isso de maneira irônica, ainda mais se seu personagem for um idiota completo.

▬ MISSÃO
O treinamento foi elaborado no intuito de preparar e habitar semideuses a se infiltrarem em determinados locais, aprimorando suas habilidades e capacidades de manipulação, disfarce e estratégia. A ideia é que esse treinamento permita um semideus ser capaz de misturar-se bem em um lugar que precisa e passar despercebido para realizar uma determinada tarefa. Ou seja, assim como um espião consegue se infiltrar para conseguir informações e um soldado inimigo é capaz de colocar uma bomba ser notado, o semideus será capaz de fazer algo semelhante.

Esse treinamento será dividido da seguinte maneira, para os gregos a tarefa é se disfarçar e conseguia se infiltrar no romano para realizar uma determinada tarefa ou missão sem ser descoberto. Para romanos o mesmo acontece, contudo, a infiltração deve ocorrer no grego. É crucial que o semideus não seja pego e realize a missão como um verdadeiro soldado, caso não consiga e seja pego terá consigo uma pílula de escape para que nenhuma informação a respeito do treino seja vazada. Ou seja, assim como treinados vão para missões de guerra com risco de não voltar e não tem permissão para passar informações – preferindo a morte a trair seu país – o semideus também deverá fazer o mesmo.

Assim sendo as sete da noite todos os participantes do treino devem estar posicionados na colina meio sangue, mais precisamente no pinheiro de Thalia para realizar a infiltração. Quiron e Elena são os únicos que foram informados da realização desse treinamento, portanto nada seria prejudicial na aliança formada pelo Júpiter e Meio sangue. Abaixo se encontram algumas tarefas e o semideus poderá escolher uma delas para realizar na infiltração, sendo esse seu objetivo de treinamento ou sua missão dentro do acampamento.

TAREFAS
Tarefa 1: Infiltrar-se no acampamento para jogar uma bomba com gás sonífero em um chalé/coorte de sua escolha, deixando todos ali dentro vulneráveis a um ataque;

Tarefa 2: Infiltrar-se no acampamento para instalar em um lugar movimentando uma bomba de som. A bomba vai ser colocada e, assim que acionada, emite o ruído de uma explosão (feita para assustar, não machucar) que será usada para a simulação.

Tarefa 3: Infiltrar-se no acampamento para roubar um símbolo ou algo importante para a coorte/chalé/acampamento. Exemplo: Águia da quinta coorte. Para realizar essa tarefa o semideus terá que persuadir alguém dentro do acampamento a lhe ajudar, tornando-o um aliado temporário que não vai saber o que está acontecendo. (esse irá descobrir que era um treinamento apenas no final, então você deve engana-lo para que ele te ajude).

Tarefa 4: Infiltrar-se no acampamento com o intuito de realizar um sequestro, sendo que você poderá sequestrar as seguintes criaturas: Senhora O’Leary (mascote do Acampamento Meio-Sangue) ou o Hannibal (mascote do Acampamento Júpiter).

EQUIPAMENTOS
Pílula de escape [Uma pequena capsula azul que ao ser ingerida faz o usuário desaparecer em questão de segundos ao teletransportalo novamente para o pinheiro de Thalia. Caso insira a pílula terá falhado em sua missão]

Camalecoat [ Um casaco comprido, que vai até abaixo dos joelhos. Seu tecido tem a capacidade de se camuflar e adotar a cor do ambiente, proporcionando uma oportunidade de disfarce. | Efeito 1: Camufla-se a praticamente qualquer ambiente, adquirindo as variações de cor necessárias para prover um disfarce | Efeito 2: Tem efeitos regenerativos. Caso rasgue, fure ou sofra algum dano, o tecido se regenera em até dois turnos, mas deixa de funcionar corretamente enquanto estiver danificado. | Tecido mágico | Sem espaço para gemas | Beta | Status: 100% sem danos | Mágico | Comprado na Ferreli & García - Mode et style ]

Kit Make E.K [ Maleta de maquiagem completa, com batom, sombras diversas, pincéis de maquiagem, rímel, delineador, pó e outros. | Efeito 1: A maquiagem aqui presente foi modificada com genes dos filhos de Afrodite, mais precisamente o poder de transformação, de forma que, se a pessoa passar pó no rosto (da cor desejada, já que tem diversas), pode mudar a cor da pele, o batom pode transformar o formato e os lábios, as sombras mudam as cores dos olhos, o delineador pode torná-los mais atraentes e o rímel alongar os cílios. A maquiagem foi criada para dar ao semideus a mudança radical completa, o fazendo parecer outra pessoa, criando um disfarce perfeito. Efeito 2: Não sai com água, o efeito desaparece magicamente depois de 3 turnos ou 3 horas em on game. | Indefinido | Sem espaço para gemas | Beta | Status: 100% sem danos | Sigma | Comprado na Ferreli & García - Mode et style]

Spray E.K [ Tudo de spray de cabelo feito de ouro. Aplicação fácil, vem com efeito relativo de atração, de forma que o cheiro do tubo que ficará presente nos cabelos é mutável, feito para agradar, terá o odor do perfume que mais lhe agrada no mundo. | Efeito 1: Ao ser aplicado cria uma ligação direta com a mente, de forma que a cor dos cabelos será alterada de acordo com o desejo do semideus. Efeito 2: Da mesma forma que a cor pode ser alterada, o corte de cabelo também pode, criando assim uma transformação completa. O efeito, no entanto, só dura quatro turnos em on, ou no máximo, cinco horas em post. | Tudo cheio, para ser usado cinco vezes. (5/5) | Indefinido | Sem espaço para gemas | Sigma | Status: 100% sem danos | Mágico | Comprado na Ferreli & García - Mode et style]

Habilidade da tarefa 4.
Nome do poder: Nocaute
Descrição: É a habilidade que permite ao semideus atingir três pontos preciso no corpo de um indivíduo para causar um desmaio temporário (20 minutos ON game ou 1 turno). Em caso de inimigos cuja a resistência é ampliada demais esse golpe causa apenas atordoamento.
[b]Gasto de MP:
Nenhum.
Gasto de HP:  Nenhum.
Bônus: Ganha conhecimento de anatomia humana, podendo causar mais estragos no corpo de seu oponente, descobrindo seus pontos de precisão para ampliar danos causados pelos punhos ou pelas armas.
Dano: 30 HP.

Habilidade da tarefa 3
Nome do poder: Espião sedutor
Descrição: Consiste na habilidade de conseguir enganar um outro individuo através das palavras. Isso faz com que uma pessoa seja persuadida por seu personagem mais facilmente, dessa forma ele se sentira atraído por sua causa e vai ceder a sua vontade. Isso te permite manipular a situação a seu favor para criar situações que lhe tornam um ótimo mentiroso capaz de fazer alguém lhe ajudar em algo ou alguma coisa, aderindo aos seus propósitos.  
[b]Gasto de MP:
Nenhum.
Gasto de HP:  Nenhum.
Bônus:  +40% de manipulação.
Dano: Nenhum

Habilidade da tarefa 1 e 2.
Nome do poder: Gatuno Perfeito
Descrição: É a habilidade que permite ao semideus se camuflar e não fazer barulho, podendo assim não apenas conseguir informações mais facilmente como também criar armadilhas ou instalar armadilhas de uma maneira quase perfeita. Dessa forma o semideus aprende a controlar o ruído dos passos, tornando-se mais silencioso, também saberá encontrar esconderijos e descobrir o momento certo de atacar.  
[b]Gasto de MP:
Nenhum.
Gasto de HP:  Nenhum.
Bônus:  +20% de furtividade. +30% de chance de não provocar ruídos ao andar.
Dano: Nenhum

Habilidade Geral da aula
Nome do poder: Ás da Espionagem
Descrição:  O semideus é capaz de se disfarçar e se infiltrar em um local inimigo sem ser percebido, movendo-se com discrição pelo ambiente para que não seja notado e cumpra seus objetivos naquele local com poucas chances de ser descoberto.
Gasto de MP:  Nenhum.
Gasto de HP:  Nenhum.
Bônus:   +20% controle corporal, manipulação e raciocínio. O semideus tem 60% de chance de não ser notado no campo inimigo.
Dano:   Nenhum.


Regras:
• Mínimo de 30 linhas e sabemos que podem fazer mais do que isso.
• Não usem templates com menos de 500 de largura, fontes pequenas ou que apresentem cores que cegam e fazem arder os olhos.
• Esse treinamento poderá dar no máximo 2.000 de XP + bônus de 50xp por cada aluno que participar da aula.
• Esse treinamento está disponível até 23/02/2018 23h59
• Cada semideus poderá realizar uma única tarefa, sendo que todos aqueles que conseguirem um rendimento acima de 80% ganham a habilidade geral da aula (Asá espionagem) + a habilidade pela tarefa realizada.
• Duvidas enviem MP!
• Bom divertimento

❄️


Becka Klasfox La'Fontaine
Quer ser feliz? Seja louco, sorria sempre mesmo sem motivo..
avatar
Becka Klasfox La'Fontaine
Pretores
Pretores

Mensagens : 500
Idade : 23
Localização : Camp Jupiter

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Treinamento Especial - Infiltrados

Mensagem por Romeo Bernocchi em Qua Fev 21, 2018 2:08 pm

Infiltrados

A ideia proposta por Becka era simplesmente fantástica. Invadir o Acampamento Meio-Sangue com disfarces perfeitos e criar uma baguncinha? Não tinha coisa melhor. Meu lado desordeiro herdado de Discórdia clamava para que o treino tivesse início o mais rápido possível.

As lembranças de um natal e de um ano novo repletos de pegadinhas com Normani não estavam mais tão frescas na minha mente. Por sorte, no Júpiter contávamos com uma filha de Baco como pretora. Então nada melhor do que esse treino para matar as saudades.

Atentei-me às informações que foram dadas pela jovem, mexendo involuntariamente o pé direito por conta da ansiedade. Trajando apenas a camiseta alaranjada do acampamento grego, um short jeans e chinelos, eu inspirava fundo a brisa fresca que corria pela Colina Meio-Sangue.

Logo que recebemos os equipamentos necessários para a missão, eu guardei a pílula no bolso. Apliquei o spray mágico sobre os meus cabelos, fazendo-os crescer até que minhas orelhas fossem cobertas. Sua pigmentação também foi mudada, assumindo um tom castanho mais puxado para o ruivo.

A pior parte foi a maquiagem. Eu não tinha familiaridade alguma com esse tipo de coisa. Por isso tratei de espionar os outros romanos que se preparavam para a invasão, imitando-os o mais perfeito que conseguia. Minha pele ganhou certo bronze e meus lábios, realçados por um batom presente no kit, murcharam um pouco e perderam de leve a cor. Por fim, usei um pincel aleatório para cobrir a parte superior dos meus olhos com sombra verde, fazendo-os ganharem tal coloração.

Meus deuses... — comentei assim que me olhei no pequeno espelho presente no kit. Eu não era eu. Quer dizer, eu era, mas estava muito diferente. Com o meu porte físico, talvez parecesse um filho de Ares ou até mesmo de Hefesto. Eu já conheci alguns em minhas visitas ao Meio-Sangue, portanto tinha certa noção do que estava fazendo. Ou esperava ter.

Com o assentimento de Becka, apanhei a bomba de sonífero que ela me oferecia e a guardei num dos bolsos internos da jaqueta mágica que acabara de vestir. As bochechas infladas da jovem denunciavam seu divertimento perante o meu disfarce. Preferi me prender à ideia de que ela só estava bêbada e rindo de tudo e todos.

Vou levar como um elogio. Obrigado. — e parti colina abaixo, guinando à esquerda para evitar entrar com os demais participantes do treino.

Encetei uma caminhada calma para observar o meu redor. Essa era a melhor hora para aprontarmos. Depois de mais um dia rotineiro e cansativo, os semideuses se reuniam em seus chalés para em seguida irem ao pavilhão do refeitório. Em virtude disso eu me apressei para alcançar a trilha dos chalés, reavaliando minha decisão a respeito de quem seriam as minhas vítimas.

Como Belona era romana, eu optei por Ares. Seria mais fácil assim, já que por alguma razão eu moldei meu disfarce para algo semelhante a isso. Então, em passadas largas e apressadas, eu me desloquei em direção ao chalé de número 5. Por não estar muito habituado com o esquema dos chalés, eu demorei mais do que o esperado para encontrar a construção correta.

Ainda que achasse o lugar certo, não sabia como colocaria a bomba lá dentro. Se entrasse, provavelmente seria enchido de perguntas pelo simples fato de nunca ter sido visto ali. E mesmo que me desse bem nessa parte (o que eu não tinha muita certeza, já que não agia muito bem sobre pressão), ficaria muito óbvio que fui eu quem implantou a bomba lá.

Minha ideia surgiu no curto espaço de tempo em que eu passava diante do chalé de Ares. Ao invés de entrar, eu simplesmente passei reto, caminhando até o fim daquela trilha. Depois, virei à esquerda e passei a andar pela parte traseira deles, voltando para o meu chalé-vítima.

Os nós dos meus dedos estavam um pouco avermelhados por eu cerrar a mão com força. Para disfarçar, as meti nos bolsos do casaco, notando que este adquiria um tom escuro e mesclado de verde e laranja - as cores da grama sob o sol poente. Meu olhar percorria meu âmbito numa falsa distração, como se eu estivesse somente caminhando por ali, longe de pensar em jogar uma bomba.  

Suspirei aliviado ao encontrar a janela central do chalé - que provavelmente dava na sala de entrada - aberta. Antes de me aproximar, no entanto, corri meio agachado até a parede traseira de pedra, me escondendo. Então caminhei furtivo até a abertura, fisgando a bomba de gás sonífero no bolso.

Posicionado, encarei o item que tinha em mãos, meus lábios se curvando sutilmente em um sorriso. Puxei o pequeno pino no topo do artefato e o joguei às pressas para dentro do chalé, puxando a janela para fechá-la. O baque surdo da bomba no chão amadeirado do interior cortou o falatório das proles do deus da guerra. Eles mal puderam concluir seus gritos pois o tempo de ativação havia chegado.

Bum!

Contive um riso ao cobrir a boca com as mãos. À medida que o gás ia se espalhando, os corpos brutamontes dos semideuses iam tombando. Contei onze, com um bônus de um estilhaçar de uma mesa de vidro. Mas a missão ainda não estava concluída: eu precisava sair dali logo.

Joguei-me no chão, ganhando um pouco de grama e terra na roupa, e me levantei. Fingindo uma tosse, manquei até a trilha de chalés, apontando para o de Ares enquanto resmungava coisas sem sentido para ninguém em específico. Simulando, assim, que mesmo vítima do misterioso ataque, eu havia escapado por uma janela.

Quando uma aglomeração de campistas começou a se formar na entrada do chalé 5, eu parei de encenar e acelerei meus passos em direção à Colina. De soslaio, pude ver outro chalé sendo vítima do sonífero, assim como mais semideuses ao longe sofrerem com uma bomba sonora. Não perdi tempo com nada disso. Apenas corri mais e mais.

Ainda bem que você foi o primeiro. — Becka comentou assim que reapareci no topo da colina, arfante. — Talvez eu precisasse beber gasolina se um centurião falhasse nessa missão. Obrigada.

Ri junto dela, contente pela conclusão do treino. Próximo da pretora, aguardei pela chegada dos demais participantes. Ela saboreava um vinho cujo aroma era incrível. Embora eu quisesse experimentar, tinha receio de qual seria a reação dela. Achei melhor ficar na minha.

habilidades:
passivas:
Nível 1
Nome do poder: A arte da guerra
Descrição: Filhos da deusa da fúria da guerra, esses semideuses possuem um conhecimento apurado em estratégias básicas e de sobrevivência. É similar a um instinto, uma intuição, uma sequência de pensamentos que permitiam ao romano a analisar o combate como se fosse uma arte. Graças a isso, raramente entra em estado de desespero quando situações de risco surgem.
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: Conseguem elaborar planos e estratégias, assim como não são abalados com a eminência de um combate ou situações de perigo.
Dano: Nenhum

Nível 4
Nome do poder: Ambidestria
Descrição: A ambidestria nada mais é do que a capacidade de se usar ambas as mãos como predominantes. Tanto a mão destra quanto a canhota possuem um desenvolvimento motor elevado, permitindo o manejo de equipamentos e, principalmente, armas. Assim sendo, filhos da deusa da guerra conseguem manusear com perícia duas armas ao mesmo tempo ou alternando as mãos.
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: Conseguira manusear duas armas com naturalidade, desde que essas não precisem das duas mãos para ser empunhadas (ex: podem usar uma espada curta em cada mão, dois machados mais leves, duas adagas), lutando com a mesma destreza que lutaria apenas com uma arma.
Dano: Nenhum.

Nível 10
Nome do poder: Força superior
Descrição: Os filhos de Belona são mais fortes do que a maioria dos campistas, podendo aguentar grandes cargas em suas costas sem alterar sua postura ou desempenho. Podem carregar até 3 sacos de farinha sobre os ombros, ou até mesmo uma pessoa em suas costas por uma longa distância, sem alterar seu desempenho físico.
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: +15% de força.
Dano: +5% de dano caso usem para atacar alguém.

Nível 20
Nome do poder: Corpo Guerreiro II
Descrição: Seu corpo desenvolveu-se e tornou-se ainda mais pronto para a batalhas de longa duração. O metabolismo evoluiu e a fisiologia do semideus filho de Belona foi potencializada. A resistência corporal tornou-se melhor ainda, assim como a imunologia.
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: +30% em resistência corporal, +40% de imunidade a infecções, venenos e doenças corriqueiras como viroses.

Nível 45
Nome do poder: Hipercinesia III
Descrição: Esse é o momento em que mente e corpo encontra-se em completa sintonia. Você não apenas pensa e age, mas como pode fazer os dois ao mesmo tempo. A leitura do ambiente torna-se perfeita, permitindo assim o combo de muitas outras habilidades ativas com a sua capacidade hipercinética. Sua mente e corpo tornam-se a sua maior e principal arma.
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: +50% em equilíbrio, coordenação motora e reflexos
Dano: Nenhum
ativas:
none
duplicador:
Nome: Pacote intermediário de XP - Nível 3
Descrição: Por 2 meses em OFF, todo ganho de XP do semideus é duplicado. (valido até 23/02/2017)
avatar
Romeo Bernocchi
Centurião da V Coorte
Centurião da V Coorte

Mensagens : 310
Idade : 19
Localização : Acampamento Júpiter

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Treinamento Especial - Infiltrados

Mensagem por Norfalcon Hool Shieldhear em Qui Mar 15, 2018 2:45 am


Invasão a gregos
Uma invasão ao acampamento meio-sangue era uma idéia absolutamente fantástica. Horas antes da missão oficialmente, Norfalcon havia sido convocado pela Pretora afim de conversar sobre a hipótese de conseguir persuadir um grego e realizar com eficácia aquilo que havia designado. Sem pestanejar, concordara.

Agora, ali na Colina Meio-Sangue, estudava as hipóteses de como fazer a infiltração ser um sucesso. Becka dava as instruções da invasão e Norfalcon escutava tudo atentamente, dividindo a sua atenção com o turbilhão de pensamentos que lhe vinham. Escolhera a opção de roubar a águia do Chalé de Zeus — a figura grega de seu pai —, já que aquilo lhe pertencia também. Tudo estava preparado conforme deveria.

Ao receber os itens para personalização, começou a trabalhar instantaneamente. Os equipamentos de maquiagem lembravam os que sua mãe utilizava antes de uma jornada árdua no Senado, de forma que conhecia mais ou menos como deveria aplicar. Aplicou ligeiramente a maquiagem em partes estratégicas do corpo: os olhos, as bochechas, os lábios e, por fim, nos cabelos. Utilizou o reflexo do arco para poder conferir o visual: estava minimamente parecido com um nova iorquino, o que era, definitivamente, do seu interesse. Os cabelos haviam crescido um pouco mais, também, fugindo do estilo romano e assumindo características dos semideuses gregos — desleixados, sujos, inacabados. Por fim, colocara o casaco preto e guardara a pílula no bolso interno.

— Suas instruções são um pouco diferentes, Falcon — comentou Becka, aproximando-se do menino. Norfalcon observou que tudo na menina denunciava sua descendência romana, do falar ao caminhar. Bom, muito bom — Já está a par do que realmente deve fazer, certo? — perguntou, para se certificar, embora já tivesse explicado trilhões de vezes como funcionaria. O semideus concordou com a cabeça e se afastou, começando a pôr em prática o seu plano.

O semideus precisava de calma, avaliar as possibilidades. Tinha de agir rapidamente, no entanto; assim, avançou colina abaixo, utilizando bem dos seus disfarces para adaptar-se entre os campistas vestidos de laranja. Os adolescentes avançavam em passos lentos em direção a uma trilha, em meio a balbúrdia e vozerio sobre assuntos diversos. Norf observava todas as pessoas, procurando alguma vítima que pudesse lhe ajudar a realizar a tarefa. Fingia costume junto as outras pessoas, como se fizesse aquele mesmo caminho diariamente, mesmo que não soubesse direito para onde estava indo.

Ei, você! — bradou, caminhando em direção a um menino. Ele estava aparentemente sozinho, já havia reparado. O menino utilizava um jeans bem surrado, tênis Adidas comuns e o laranja ofuscante e cafona do meio-sangue. Diante do comando, reagiu instintivamente: olhou em busca da ordem. Quase tão bom quanto um romano. QuaseVenha cá, garoto! — falou, utilizando um tom mais suave, mais parecido com um grego — Eu preciso da sua ajuda, são ordens restritas de... — falou, e parou. Quem os gregos obedeciam mesmo? No acampamento Júpiter, recebiam ordens dos Pretores e dos Centuriões romanos. Mas ali? Quem era? — Quíron! Isso, são ordens restritas de Quíron! — falou, com um leve sorriso.

— E o que exatamente Quíron deseja? — perguntou o menino, arqueando uma sobrancelha. Norfalcon reparara agora em seu porte físico: o menino era assombrosamente forte, com os músculos bem definidos. Seus cabelos se modelavam na cabeça com suor e formavam cachos negros, caindo-lhe na testa. Claramente um filho de Vulcano — Aliás, quem é você? — perguntou, realmente desconfiado.

Norfalcon agiu naturalmente, embora estivesse nervoso. Em uma outra oportunidade, se ofenderia com essa pergunta. Não estava acostumado a não ser reconhecido pelas outras pessoas, sendo filho de uma das mais importantes senadoras de Nova Roma. E, por ser também, estava acostumado a agir naturalmente, sem ficar nervoso, independente de qual fosse a situação. Era, segundo sua mãe, uma característica de um bom embaixador.

Na verdade, Quíron deseja algo simples. E a ordem vem restritamente do Olimpo — falou, em um tom de quem não quer nada — Como não se lembra de mim? Sou Barry, do 6. É realmente lamentável você não conhecer um filho de Min... Athena. Realmente lamentável — falou, tropeçando ao dizer o nome da deusa. Com um ligeiro gesto de cabeça, fingiu que não havia acontecido — Bom, basicamente Quíron disse que Zeus não estava tão feliz com aquela águia acima do seu chalé. Um papo meio louco, sabe como são esses deuses, né? — falou, deixando um sorriso leve dançar na face. Tateou o rosto e retirou fios de cabelo do rosto, como se fosse hábito comum — Daí só preciso de ajuda para tirá-la de lá, o resto é comigo. Levarei a Quíron — falou, com um sorriso animador no rosto.

— Eu não sei não — falou o menino, agora em tom de dúvida. As palavras de Norfalcon caíam pesadamente sobre ele, característica nata de um filho de Júpiter. O rosto do filho do grego passavam um misto de vários sentimentos indecifráveis — Você tem certeza que Quíron realmente quer isso? — perguntou, ainda hesitante.

Sim, claro. Acha que eu colocaria você em uma enrascada? Jamais! — falou, projetando a voz docemente, como havia sido treinado por anos para fazer. Sentia suas costas correndo suor livremente, devido ao nervosismo da situação em que estava. Nesse momento, as vozes entrelaçadas dos semideuses já estavam longe, pois se afastavam da trilha, indo em diferentes direções – chalés, campos de morango, etc — Vamos lá, qualquer coisa eu me responsabilizo! — essas últimas palavras pareceram surtir efeito no menino que, dando de ombros, avançou.


— XXX —

O chalé de Zeus era uma estrutura imponente e que se destacava em meio a tantas habitações. Sendo o primeiro dos chalés, representava a beleza Daquele que era refletido — como se o próprio rei do Olimpo fosse habitar ali. Em meio a noite que já se aproximava, Norfalcon contemplou a majestosa águia que residia na parte de cima da construção de madeira. Era menor do que a águia da Legião, no entanto. Bem menor. Do tamanho de uma cadeira, pensou. Uma vez estando ali, precisava agir rápido e estrategicamente.

Façamos o seguinte: subo eu e você aguarda aqui embaixo, para segurar a águia e daí poderemos levar a Quíron. Certo? — perguntou, ainda com um sorriso simpático no rosto. O filho de Vulcano concordou com a cabeça, dando um leve sorriso também. Ele estava caindo facilmente, como uma presa.

Norfalcon subiu na beirada do chalé e apoiou os pés na beirada de uma das janelas, impulsionando o corpo para cima e segurando o telhado com as mãos. Um pouco de poeira desceu, atingindo seu corpo e o fazendo espirrar. Maldita rinite, pensou, com raiva. Hesitante, apoiou o segundo pé e fez todo o impulso possível para cima, atingindo o telhado. Dali, conseguia contemplar um pouco o restante do acampamento: os outros chalés, o pavilhão, um pedaço da Casa Grande e aos fundos os campos de morango. Mas não tinha tempo, precisava ser furtivo.

Avançou em direção a águia de Zeus e tocou-a. Sentia suas veias pulsarem mais rapidamente: o item continha poder, eletricidade; era mágico. Respirou por um momento e sentiu a onda de energia o invadir e preencher cada parte do seu corpo, dando vitalidade e ânimo novo.

— Está tudo bem aí em cima? — perguntou o filho de Vulcano, com preocupação visível na voz. A colisão da voz com os ouvidos romano o retirou do transe repentino, devolvendo-lhe a dolorosa realidade.

Sim, claro! Só estou retirando-a... para Quíron! — respondeu, recobrando as forças. Estava convicto que daria certo, talvez pela presença do símbolo de seu pai. Com força, empurrou a base da águia e começou a girá-la, provocando um leve grunhido devido ao material enferrujado. Executou a tarefa o mais rápido possível, erguendo a estátua no ar. Agora era a parte final da tarefa: precisava ser rápido — Ei, cara, segura aí! — falou, jogando a águia em direção aos braços do menino. Houve um barulho quando a estrutura colidiu contra os músculos firmes do filho de Vulcano, mas ele aguentou — Vamos! — falou, pulando do teto do chalé de Zeus.


— XXX —


Bum. A explosão das bombas nos chalés assustou Norfalcon, que caminhava em passos rápidos com a estatueta de águia nos braços, acompanhado de seu novo “melhor amigo”. O semideus sabia de onde estava vindo todas aquelas explosões ritmadas: das diversas bombas que os outros romanos haviam plantado em diversas regiões do acampamento. O grego, no entanto, não havia conhecimento.

— O que é isso?! — perguntou, com os olhos arregalados. Suas narinas instintivamente se arreganharam, demonstrando o pavor que revestia seu corpo. Seu olhar se dirigiu a trilha que antes faziam em direção aos chalés, de onde, ao fim, saía uma fumaça negra e espessa.

É melhor verificar — falou Falcon, entrando também no jogo. A explosão havia sido a oportunidade perfeita para se separar do semideus, a oportunidade de ouro. Mascarou a melhor cara de preocupação e apontou a trilha, indicando para que o menino voltasse — Vai! Eu digo a Quíron que você me ajudou, ele irá te bonificar — diante da idéia da bonificação e de enfrentar Quíron pessoalmente, o menino concordou com a cabeça. Passou a estátua de águia para as mãos do romano e correu senda acima.

Norfalcon concentrou-se em utilizar um pouco da Névoa para encobrir a estátua em suas mãos. Utilizava dessa capacidade, dada a todos os semideuses, para romper o véu da realidade humana — para os que olhassem, era apenas uma miniatura da estátua original de Zeus. Com passos rápidos, utilizou do seu casaco mágico para disfarçar sua presença ali, até parecer quase impossível. Avançou Pinheiro acima, já conseguindo avistar as madeixas da Pretora e de alguns outros semideuses, que já haviam retornado da invasão. Com um sorriso, desfez o lance de Névoa. Só ali percebia que sustentar a camada de magia havia consumido parte da sua energia. Com esforço, deixou a estátua encostada aos pés da Pretora.

Senatus Populusque Romanus! — bradou, em frente a pretora. Com um sorriso digno de um filho de Júpiter, sentou-se, a espera dos outros para que pudessem voltar ao lar dos heróis: Roma.

Itens utilizados:
Camalecoat [ Um casaco comprido, que vai até abaixo dos joelhos. Seu tecido tem a capacidade de se camuflar e adotar a cor do ambiente, proporcionando uma oportunidade de disfarce. | Efeito 1: Camufla-se a praticamente qualquer ambiente, adquirindo as variações de cor necessárias para prover um disfarce | Efeito 2: Tem efeitos regenerativos. Caso rasgue, fure ou sofra algum dano, o tecido se regenera em até dois turnos, mas deixa de funcionar corretamente enquanto estiver danificado. | Tecido mágico | Sem espaço para gemas | Beta | Status: 100% sem danos | Mágico | Comprado na Ferreli & García - Mode et style ]Emprestado

Kit Make E.K [ Maleta de maquiagem completa, com batom, sombras diversas, pincéis de maquiagem, rímel, delineador, pó e outros. | Efeito 1: A maquiagem aqui presente foi modificada com genes dos filhos de Afrodite, mais precisamente o poder de transformação, de forma que, se a pessoa passar pó no rosto (da cor desejada, já que tem diversas), pode mudar a cor da pele, o batom pode transformar o formato e os lábios, as sombras mudam as cores dos olhos, o delineador pode torná-los mais atraentes e o rímel alongar os cílios. A maquiagem foi criada para dar ao semideus a mudança radical completa, o fazendo parecer outra pessoa, criando um disfarce perfeito. Efeito 2: Não sai com água, o efeito desaparece magicamente depois de 3 turnos ou 3 horas em on game. | Indefinido | Sem espaço para gemas | Beta | Status: 100% sem danos | Sigma | Comprado na Ferreli & García - Mode et style]Emprestado

Spray E.K [ Tubo de spray de cabelo feito de ouro. Aplicação fácil, vem com efeito relativo de atração, de forma que o cheiro do tubo que ficará presente nos cabelos é mutável, feito para agradar, terá o odor do perfume que mais lhe agrada no mundo. | Efeito 1: Ao ser aplicado cria uma ligação direta com a mente, de forma que a cor dos cabelos será alterada de acordo com o desejo do semideus. Efeito 2: Da mesma forma que a cor pode ser alterada, o corte de cabelo também pode, criando assim uma transformação completa. O efeito, no entanto, só dura quatro turnos em on, ou no máximo, cinco horas em post. | Tudo cheio, para ser usado cinco vezes. (5/5) | Indefinido | Sem espaço para gemas | Sigma | Status: 100% sem danos | Mágico | Comprado na Ferreli & García - Mode et style]Emprestado

Poderes utilizados:
Poderes de Trivia:
Nome do poder: Nevoa I
Descrição: O semideus tem certo controle sobre a nevoa que povoa e esconde o mundo mitológico do reino dos humanos, e pode inclusive usa-la para criar ilusões, ou deixar humanos e monstros cegos de sua presença. No entanto, com esse nível, só consegue mudar pequenas coisas, como fazer um coqueiro parecer uma laranjeira, ou um cachorro pequeno parecer algo grande. Também consegue encobrir seu rastro e cheiro dos monstros, mas isso só dura dois turnos, e ele não consegue criar esses disfarces para outro amigo ou semideus, apenas para si mesmo.
Gasto de Mp: 15 MP
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: Nenhum
Dano: Nenhum
Extra: A magia dura apenas dois turnos nesse nível.

Poderes de Júpiter:
Nome do poder: Seguido
Descrição: Naturalmente a prole de Zeus/Júpiter possui uma aura de líder que faz com que os campistas e demais semideuses aliados os sigam naturalmente, esperando ordens e afins. No entanto, vale ressaltar que, dificilmente campistas de nível superior ou com grande força mental sejam afetados.
Gasto de Mp: Nenhum.
Gasto de Hp: Nenhum.
Bônus: Nenhum.
Dano: Nenhum.


avatar
Norfalcon Hool Shieldhear
mentalistas de psique
mentalistas de psique

Mensagens : 30

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Treinamento Especial - Infiltrados

Mensagem por Pietro Di Giorgio em Sex Mar 16, 2018 8:52 pm

type='text/css'>
Son of war

A notícia de um treinamento especial, correu pelo acampamento, porém quando a maioria soube quem era a instrutora, acabou por desistir, pois chamavam ela de "louca", porém com Di Giorgio era diferente, ele praticamente a idolatrava, pois pessoas fortes eram cativantes e faziam com que ele tivesse objetivos altos na vida.


Após somente alguns fortes e corajosos aceitarem a missão, o real teor dela foi exposto, o que deixou o jovem cada vez mais animado uma invasão era a coisa mais excitante que tinha acontecido até então.


Di Giorgio então decidiu cumprir o objetivo n°1, para ele esse tipo de infiltração era o mais divertido, e também não seria algo tão fácil, para o filho do deus da guerra, gerar confusão dentro do " núcleo inimigo" era algo extremamente divertido.


O local combinado para o início da era a colina meio sangue, porém antes disso ele tinha que se preparar, alguns minutos antes do horário combinado, a beira de um riacho, fazendo a maquiagem completa.


Se olhou no reflexo da água, observando que tinha tomado as feições que queria, estava parecido com um filho de Hermes, como eram muitos no chalé do deus, seria mais fácil agir em direção a eles—Eu sou mais bonito sem essa maquiagem.


Chegou no local marcado, vendo mais alguns semideuses que iriam participar da missão mirabolante e extremamente inovadora, alguns pareciam nervosos, outros já aparentava o contrário quase pulando de felicidade.


Pegou a bomba de gás sonífero, se dirigiu até a sua infiltraçao, o seu alvo seria o chalé de Hermes pois já tinha feito seu disfarce em torno disto, era um dos chalés mais populosos e também a maioria dos campistas dele eram desconhecidos no acampamento.


Após estudar a planta do acampamento, decidiu que faria as rota onde tinha mais pessoas pois em meio a multidão seria difícil seria 50/50, a chance de ser notado ou não, fora a diversão que seria fazer isso.


Alongou o corpo, para deixar ele mais relaxado e eliminar a postura de militar e caminhar com a mesma postura de todos os gregos.


Os passos rígidos e firmes, começaram a se tornar mais leves e despreocupados, passou pela casa grande, por incrível que pareça, nenhum dos semideuses de lá sequer olhava para ele, aos poucos se dirigia até os chalés mantendo um ritmo normal, sem olhar muito para os lados para não ter contato visual com os campistas.


"Então tudo está funcionando perfeitamente, o problema vai ser sair", passou por alguns chalés, quando sentiu alguns olhares dos filhos de Ares, sabia que todos como generais de nascença conheciam seus soldados, porém manteve a compostura, até avistar, o chalé que era seu alvo.


O sol tinha se escondido fazia algum tempo então tudo seria mais fácil, "Um bom soldado sempre se adapta e cumpre suas missões", notou a porta fechada do chalé,  pegou um pequeno pedaço de madeira que estava no chão, olhou ao seu redor vendo que não tinha ninguém voltado para aquele lado, no momento, colocou a trava na parte de cima da porta, fazendo com que a mesma ficasse travada.


Caminhou, até a parte de trás do chalé, vendo uma pequena janela, soltou o pino, da granada e a soltando dentro do chalé, vendo que a maioria dos semideuses brincavam de gritavam não perceberam que a fumaça começava a tomar conta do espaço.


Um começou a tossir e desmaiou, quando os outros notaram, já era tarde demais, todos correram em direção a porta, se chocando sem conseguir sair, Di Giorgio quase deixou uma risada escapar ouvindo o barulho dentro do chalé.


"Pelos deuses! Caíram como patinhos" pensou enquanto se dirigia para perto do anfiteatro, pois o barulho do chalé tinha chamado atenção, quando a sensação de felicidade que tinha, era inigualável a missão estava cumprida, so mais alguns metros e estaria novamente no pinheiro de Thalia para sua retirada do local.


Ao ver um grupo de campistas vindo na sua direção, a alguns metros de distância, Di Giorgio, colocou o casaco, para esconder sua presença ao máximo possível, após eles passarem por ele, caminhou até um local que tinha um pasto alto, perto da fronteira da barreira mágica.
bounce
Com o pasto na altura de seus joelhos, ele estava praticamente invisível, só precisava se concentrar para caminhar cerca de 200 metros sem fazer muito barulho.


Após algum tempo, passou novamente pela Casagrande, se dirigindo, até o pinheiro de Thalia, —Adeus gregos, até outro dia. se retirou do acampamento grego, enquanto uma confusão estava plantada para os próximos dias, ter uma caça as bruxas lá dentro.
Candy Crazy ♥️ GD@


Vamos morrer só um pouquinho?.


avatar
Pietro Di Giorgio
Argonautas de Hera/Juno
Argonautas de Hera/Juno

Mensagens : 36
Idade : 18

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Treinamento Especial - Infiltrados

Mensagem por Daron A. Herzl em Ter Mar 20, 2018 2:42 am


Infiltração romana


Era necessário admitir que o ocaso era muito bonito daquele lado do país, quando a luz alaranjada do astro-rei deitava-se por detrás do pinheiro de Thalia e desenhava sua sombra com delicadeza e sutileza sobre a relva. A abóbada celeste era contornada por tons de laranja e lilás que coloriam as nuvens com harmonia, fazendo com que qualquer um que contemplasse aquele espetáculo se sentisse em paz. E pelas cores, parecia que o firmamento já havia presestinado que haveria paz entre o Acampamento Júpiter e o Meio-Sangue algum dia.

▬ Não vai ter nenhum problema mesmo?

La’Fontaine desenhou um sorriso divertido em seus finos lábios, escolhendo alguma resposta zombeteira para aquela pergunta que já esperava ouvir. A pretora podia aparentar ser fora da casinha, mas não colocaria a aliança entre os acampamentos em risco só por um treinamento divertido. Ela sabia o que estava fazendo e Daron confiaria naquilo, ainda que tivesse ficado relutante nos primeiros segundos.

A proposta do treinamento que seria realizado durante aquele anoitecer era interessante e parecia divertida: simular uma infiltração ao acampamento grego e realizar uma tarefa, realmente como um soldado infiltrado em terreno inimigo. Para passar desapercebidos, os legionários foram contemplados com roupas e produtos que tinham o poder de ajudar a montar o disfarce perfeito, além de camisetas laranjas com o símbolo do Acampamento Meio-Sangue.

A primeira coisa que Daron fez foi despir a camisa roxa do acampamento para vestir a outra, logo se sentindo estranho com a cor laranja. Os gregos realmente usavam aquela camiseta para sair em missões? Era como vestir um anúncio com giroflex ligado dizendo ”venham comer monstros, sou um semideus”. Olhando ao redor, os demais legionários também pareciam sentir o mesmo estranhamento com aquela cor, mas logo o foco mudava para a missão do treinamento.

O jovem semita não compreendeu a necessidade de mudar a fisionomia do rosto e a aparência dos cabelos com aqueles produtos, já que nenhum grego o conhecia, mas podia ser útil. Em posse de um spray capilar, aplicou-o sobre a cabeça para que suas madeixas se tornassem negras, curtas e mais cacheadas, o oposto da sua aparência original. ▬ Pode me ajudar com isso? - Herzl pediu a uma legionária também da I Coorte, pois realmente não sabia usar os demais produtos do kit de maquiagem. Provavelmente ficaria parecendo com Patati ou Patatá caso tentasse.

Em alguns minutos, estava irreconhecível e pronto para iniciar sua missão em território inimigo.Toda a parte visível de sua pele foi coberta por maquiagem, adquirindo mais pigmentação e mudando a coloração de sua pele. Com lentes de contato, seus olhos também abandonaram o tom azulado para se tornarem castanho escuro, deixando-o totalmente irreconhecível no resultado final. Era hora de começar.

A portadora do manto roxo entregou a Daron uma pílula, que seria o remédio caso fosse flagrado durante a sua missão de infiltração. Nenhuma informação podia ser extraída dele, tal como um soldado em defesa de seu país. Com a faca de bronze discretamente embainhada e aparência nova, o legionário atravessou a fronteira delimitada pelo pinheiro de Thalia e ingressou nos domínios gregos.

Mapas haviam sido estudados sobre a geografia do Acampamento Meio-Sangue, de modo que Daron rapidamente reconheceu uma grande residência azul que era chamada de Casa Grande pelos gregos. A partir dela, sabia que encontraria os chalés onde os semideuses residiam, numerados a partir dos olimpianos e em formato de U. Conforme se aproximava da construção azul, pressionava dentro do bolso da calça a bomba de que seria colocada dentro de algum dos chalés, enquanto caminhava com tranquilidade em direção à trilha.

Entretanto, seu coração quase saltou pela boca ao ouvir o som de uma trombeta prolongar-se pelo terreno grego, e o garoto temeu que a presença dos infiltrados tivesse sido revelada. Sua mão automaticamente foi ao bolso onde estava a pílula de escape, mas soltou o ar preso em seus pulmões com alívio ao perceber que era apenas um sinal para que os semideuses se dirigissem ao pavilhão do refeitório para o jantar. Os semideuses logo se acumularam em uma nuvem laranja e foram até o local das refeições, deixando os chalés mais vazios, salvo um ou outro que ainda precisava fazer algo no interior das construções.

Daron fingiu estar indo para algum chalé buscar algo antes de se dirigir ao refeitório, ingressando imediatamente no primeiro lugar vazio que encontrou. E o chalé no qual acabou ingressando podia ser facilmente confundido com a casa da Barbie, tamanha quantidade de rosa que seus olhos viram de uma única vez. O aroma do local era agradável e inebriante, distraindo-lhe por alguns segundos antes de voltar a atenção para sua missão ali, e rápido, pois havia detectado que havia alguém no banheiro. Herzl retirou o pino da bomba e repousou-a delicadamente atrás da porta, onde inevitavelmente o bloco de madeira iria colidir quando alguém entrasse ou saísse do recinto.

O barulho de descarga alertou Daron para sair rapidamente dali, saltando a janela posterior e caindo sobre a grama na parte de trás da trilha de chalés. E ali permaneceu agachado enquanto ouvia a porta do banheiro abrir e fechar, os passos ecoarem em direção à porta… e a explosão junto a um grito assustado. O legionário vestiu o casaco de camuflagem que lhe fora dado para cobrir aquele laranja ridículo que estava usando, para então contornar o U dos chalés discretamente em direção ao pinheiro de Thalia.

O casaco se comportava como um camaleão a cada vez que a paisagem ao redor mudava, e as calças escuras do semideus ajudavam a passar sem ser notado, aproveitando que os gregos foram apressadamente até o chalé cor-de-rosa para ver o que havia acontecido.

▬ Você que atacou o chalé de Afrodite? - um dos centuriões perguntou em um tom meio surpreso e meio divertido, ao que Daron apenas concordou com a cabeça. O garoto tinha uma expressão divertida no rosto, um misto de ”cara, foi divertido” e ”cara, você tá ralado”. Ignorando a segunda possibilidade, os romanos aguardaram por ali até que todos retornassem para junto da pretora para que pudessem retornar ao Acampamento Júpiter com boas histórias para contar - e antes que fossem pegos ali.

Tarefa realizada:

• Tarefa 2: Infiltrar-se no acampamento para instalar em um lugar movimentando uma bomba de som. A bomba vai ser colocada e, assim que acionada, emite o ruído de uma explosão (feita para assustar, não machucar) que será usada para a simulação.






avatar
Daron A. Herzl
Senadores
Senadores

Mensagens : 36
Idade : 25

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Treinamento Especial - Infiltrados

Mensagem por Jody Myers em Qua Mar 21, 2018 5:48 pm

Jody sempre quis visitar o Acampamento Meio-Sangue. Richard costumava passar horas contando sobre suas aventuras com os gregos, cada uma mais louca que a outra. Algumas eram tão acolhedoras que davam uma sensação gostosa no fundo da barriga. Foi por isso que assim que a pretora sugeriu um treinamento de infiltração na morada dos semideuses gregos o filho da Discórdia se voluntariou.

Deixou de lado sua camisa roxa e fez uma visita escondida a Nova Roma para surrupiar uma das blusas do padrasto, a qual ficou parecendo um vestido no corpo pequeno e mirrado do garoto. Mordeu os lábios e tentou colocá-la para dentro da calça, o que fez a roupa parecer ainda mais ridícula.

— Hum... — Coçou a cabeça enquanto se encarava no grande espelho do apartamento dos pais.

— O que é que você está fazendo?

Jody deu um pulinho.

— Nada.

— Hum... E “nada” quer dizer vestir a blusa do Richard?

— É. — Virou-se para o homem que tanto parecia com ele. — Me ajuda?

Segurou o excesso de pano nas pequenas mãos. Lucca franziu os lábios para suprimir um sorriso.

— Não dando mais informação do que precisa. É um bom começo para essa missão de infiltração.

— Você sabe?

— Saber do...? Ah, então realmente tem uma missão? — Balançou a cabeça — Você fez errado. Devia ter falado algo tipo “hã?” — Fez uma cara de pura confusão.

— Assim? — Limpou a garganta e copiou a expressão do pai. — Hã?

O filho de Mercúrio bagunçou seus cabelos.

— Melhorou. Agora eu sei, mas o Richard ainda não. Então é melhor você sair daqui.

— Mas a blusa...

— Tenta dar um nó de lado. Vai parecer que é estilo.

Lucca só se esqueceu de avisar que o tal “estilo” era feminino, mas isso Jody descobriu pouco tempo depois. Recebeu vários comentários sobre o que uma grega estava fazendo na Legião antes de sair para o ponto de encontro.

Os legionários se encontraram sob um grande pinheiro, onde a instrutora passou-lhes um kit de apetrechos que parecia ter saído de Três Espiãs Demais e explicou os detalhes da missão: alguns deveriam implantar bombas nos chalés, outros roubar algo importante e por último havia aqueles que precisavam sequestrar um cão infernal. Jody escolheu a missão que fazia mais sentido para um legado de Mercúrio: afanar coisas alheias. Sua motivação, no entanto, era bem menos prática.

As histórias que o menino mais gostava de ouvir eram sobre as noites ao redor da fogueira: lá os gregos cantavam, assavam marshmallows e faziam todas aquelas coisas típicas de um acampamento. Ou pelo menos de um acampamento que não parecia mais um quartel. Sua missão requeria que recrutasse alguém do “time inimigo” para ajudá-lo, o que era uma desculpa perfeita para ir socializar.

Não se preocupou em aplicar a maquiagem e o spray de cabelo mágico que recebera – ninguém o conhecia ali. Foi correndo para as luzes e barulho da fogueira assim que a instrutora terminou de falar.

O filho da Discórdia sentou-se timidamente em um dos troncos e bateu palmas no ritmo da cantoria. Era uma música simples e animada contando a história de um sátiro que não conseguia achar suas calças. Depois de alguns minutos Jody já conseguia cantar o refrão junto a todos.

Ninguém parecia reparar muito nele – era só mais um menino novato se divertindo com os outros. Sua alegria genuína não deixava espaço para dúvidas sobre suas motivações. De fato, não demorou até que o próprio garoto se esquecesse delas. Quando viu estava falando animadamente com uma moça do chalé de Apolo. Ela tinha cabelos dourados que caíam como uma cascata por suas costas, e foi com um elogio a eles que Jody começou a conversa. Agora a discussão começava a sair de comentários sobre como manter um bom amarelo e entrar em campos mais pessoas.

— Você é nova por aqui, não é? Não lembro de ter te visto antes.

— É. Eu cheguei hoje — confessou sem se dar o trabalho de corrigir o gênero.

— Já sabe quem é seu parente divino?

— Sei.

Ela ficou encarando-o. Quando viu que Jody já tinha dado a pergunta como respondida coçou a nuca e complementou:

— Hã, e ele é...?

— Ah. — O garoto arregalou os olhos, de repente lembrando-se que estava em uma missão de infiltração. — Ele é meu pai.

A loira franziu a testa. Estava começando a ficar desconfiada, sem saber se ele era meio lento ou estava escondendo alguma coisa. Jody mordeu o lábio. Precisava dar um jeito de sair daquela enrascada.

— Eu tenho uma ideia de brincadeira — falou rápido.

— “Não responder as perguntas da Anna”?

— Quase isso. — Riu. — A gente vai fazer um jogo, e no final você tenta adivinhar quem é o meu pai. O que você acha?

— Parece desnecessariamente complicado. — Ela levantou uma sobrancelha, ao que os lábios do menino se projetaram para frente em uma expressão entristecida. — Mas... Complicado pode ser legal, eu acho.

Jody colocou-se de pé na mesma hora e abriu um sorriso.

— Vai sim! Eu vou fazer divertido, você vai ver.

Ele começou a correr para longe da fogueira. A filha de Apolo gritou e foi atrás dele:

— Ei, para onde é que você está indo?

Esperou que ela se aproximasse para responder.

— Eu não sei. Cheguei aqui hoje, lembra?

— Seu pai é o deus das pessoas perdidas, então?

— Existe um deus das pessoas perdidas?

— Não.

— Ah. — Jody coçou a cabeça e olhou para os lados. — Err... Ali é a Casa Grande?

Apontou para uma construção à distância. Na escuridão da noite seus muros perdiam a cor.

— É, eu acho que é. Por quê?

— Tem uma sala de vídeo lá dentro. E o Quíron está na fogueira. — Levantou as sobrancelhas.

— Você não está sugerindo...

— Vamos, vai ser divertido! E ninguém vai ficar sabendo.

— É claro que vai! O Seymour vai nos dedurar!

— O Seymour?

— A cabeça de tigre na parede...

— Ah! — fingiu saber do que se tratava. — Mas ele não pode nos dedurar se não souber quem nós somos.

Anna franziu o cenho enquanto Jody tirava um kit de maquiagem do bolso.

— O que é isso?

— É de Afrodite. Olha.

Pegou um batom e passou sobre seus lábios. Eles ficaram vermelhos e inchados, como se tivessem sido picados por uma abelha.

— Deuses! Esquece, onde você conseguiu isso?

— Foi antes de chegar no acampamento. História grande.

— Nós temos tempo.

— Não temos, não. Não se a gente for ver o filme.

— Ver o...

— Na sala de vídeo. Se o Quíron voltar não dá mais.

Ela lançou um olhar curioso para o estojo em suas mãos. Jody fez um biquinho.

— Por favor. Depois disso eu te conto tudo.

— Promete? — Ergueu uma sobrancelha.

— Prometo. De dedo mindinho.

Levantou seu mindinho e laçou-o com o dela. Anna suspirou.

— Então vamos logo. Eu estou doida para saber quem é seu pai.

— Obrigado!

Os dois passaram os minutos seguintes brincando com a maquiagem. A filha de Apolo sabia o que estava fazendo, terminou parecendo uma verdadeira boneca. Enquanto isso Jody saiu com a cara de quem foi atacado por um enxame de abelhas. Anna riu.

— Vem cá, deixa eu te ajudar...

Quando o semideus voltou a ter uma aparência humana os dois desceram correndo para a grande casa de muros azuis. A porta estava trancada, mas aquilo não foi grande problema para o legado de Mercúrio. Ele pediu para que a garota vigiasse o corredor e colocou sua mão sobre a tranca, fechando os olhos com força enquanto concentrava-se nos mecanismos intrincados em seu interior. Sentiu um puxão no estômago e a porta destravou com um “tlec” baixo.

A grande cabeça de tigre estava dormindo, o que facilitou a travessia dos dois até a sala de vídeo. Jody pediu para que Anna fosse à frente com a desculpa de que era sua vez de vigiar a retaguarda.

— Onde está a fita? — perguntou quando chegaram ao projetor.

— Que fita?

— A gente invadiu a Casa Grande para ver um filme e você não trouxe uma fita?

— Eu pensei em pegar as do Quíron. Ele deve ter alguma coisa legal, não deve?

Anna soltou um bufo frustrado.

— “Semideuses 101” é legal para você?

— Ele não deve ter só isso. Você já viu todas as fitas?

— Bem... Não.

— Vamos! Com certeza deve ter O Rei Leão.

Infelizmente não tinha, mas aquela foi uma ótima desculpa para localizarem e empilharem todas as fitas de vídeo guardadas naquela casa. Agora Jody só precisava encontrar um jeito de se livrar da filha de Apolo.

— Eu acho que não.

— É... — Coçou a cabeça. — Ei, abaixa!

Puxou a semideusa para o chão.

— O que f...

— Shhh! Você ouviu isso?

— Do que você está falando? Eu não estou ouvindo nada. — Apesar das palavras ela mudou o tom da voz para um sussurro.

— Eu acho que ouvi cascos.

— Droga, quanto tempo a gente ficou aqui?

— Eu não sei!

— É sério, se eu for obrigada a lavar louça com lava por causa de...

— Você não vai. Confia em mim. — Lançou um olhar nervoso para a janela e mordiscou o lábio. — Deixa comigo, só sai daqui. Me encontra no... No pinheirão.

Ela pareceu hesitar. Era claro seu desejo de sair correndo dali, mas também não queria jogar o novo amigo aos lobos.

— Você tem certeza?

— Eu cheguei hoje, lembra? — Deu um sorrisinho fraco. — Vou falar que queria ver o vídeo de novo.

Anna foi para a porta. Lançou um último olhar dúbio para Jody antes de fugir dali. Seus lábios sibilaram “obrigada”. A prole da Discórdia sentiu uma leve pontada de culpa por enganá-la assim, mas mais do que isso sentiu orgulho. Estava a um passo de completar sua missão.

O semideus pegou uma caixa e encheu seu interior de fitas. Escondeu-a sob o casaco camuflador que a pretora lhe dera. Depois disso foi só esperar o som das explosões na área dos chalés e aproveitar o caos para se esgueirar até a árvore de Thalia, onde uma Anna muito irritada já tinha conseguido suas respostas sobre a tal maquiagem mágica.
#005 // TREINAMENTO ESPECIAL: INFILTRADOS // COM: BECKA; ANNA (NPC) // ONDE: AMS

— Ross


Poderes ativos (Mercúrio):
Nível 2
Nome do poder: Especialista em arrombamentos
Descrição: Os filhos de tal divindade possuem a habilidade de arrombar qualquer fechadura existente, apenas aquelas encantadas por deuses conseguem escapar dessas crianças.
Gasto de Mp: 10 MP
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: Nenhum
Dano: Nenhum
Extra: Nenhum
avatar
Jody Myers
V Coorte
V Coorte

Mensagens : 33

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Treinamento Especial - Infiltrados

Mensagem por Lee Chae-rin em Qua Mar 21, 2018 11:59 pm







Infiltrados - Romanos no meio sangue
Moon Walker

" Até que enfim algo para me orgulhar" pensava enquanto recebia as ultimas instruções da pretora ante a colina meio sangue. Estava próximo das sete horas da noite e junto a min haviam outros semideuses romanos que estavam prontos para iniciar pequenas " brincadeiras" pelo acampamento, cada um com uma missão diferente. Cada aluno recebera um determinado item para que pudesse realizar aquela tarefa, mas tinha em minhas mãos tudo o que precisava, meus tênis e minha jaqueta negra, mas antes que pudesse ir para o local indicado, fui vetada de usar tais itens e usar somente aqueles que me eram fornecidos... brava? um pouco, mas nada que não pudesse facilmente contornar.

Becka havia me dado um longo casaco e disse que ele poderia me ajudar na camuflagem, um pouco estranho se tratando de uma filha de vênus que pode facilmente se transformar em um lobo, mas ainda sim era um traje interessante e merecia ser usado; junto ao mesmo haviam pílulas de coloração brilhante, mas estas só poderiam ser usadas caso a missão falhasse —Não vou falhar—  comentava enquanto guardava as mesmas no bolso da calça que usava Como pode ter tanta certeza ? A voz do espírito lupino ecoava em minha mente enquanto eu colocava o casado "Já tenho um alvo, e com os dons de minha mãe vai ser fácil conseguir. Eu só preciso manter a calma." a risada acabou escapando dos  lábios e os semideuses acabaram olhando para min  —Ta olhando o que babaca? Não posso lembrar de coisas engraçadas ?— a irritação licantrópica era quase tão presente quanto a beleza de uma filha de vênus, nesse caso, eu.

Já fazia um tempo na verdade que estava no acampamento grego, mas não conhecia muitas pessoas naquele local, então para o plano dar certo e a brincadeira ser geral, eu precisaria de alguém tão rápido e esquivo quanto eu mesma. Aos poucos andava pelo acampamento e fintava os rostos desavisados de semideuses que poderiam ser alvos muito fáceis, mas ainda sim queria algo mais desafiador e diferente do costumeiro. Rumei até o chalé de Zeus onde sabia que poderia haver algum semideus se preparando para dormir e comecei a tacar pequenas pedras na parte interior do mesmo, uma menina com traços árabes saiu aos poucos do chalé coçando os olhos calmamente —O que deseja?— a mesma perguntava com o pesado sotaque —Eu sei que não devia te chamar a essa hora, mas vi a uns dias atrás a galera do chalé de Ares falando que os filhos de Zeus são um bando de engomadinhos— mentir não era legal, mas precisava de um motivo para a garota me ajudar —Eu não achei isso legal e queria saber se você me ajuda a dar uma lição neles— a pergunta foi um tanto vaga e a garota parecia desconfiada —Mas você não é filha de Afrodite?— touche, ela sabia da verdade, então precisava pensar em algo rápido  —Ah, mas meu pai é filho de Zeus, então me senti meio incomodada com isso — a garota se aproximou de min olhando com certo carinho, diferente de antes —Porque não falou isso antes?— de meus lábios uma risada sem graça saia e em minha mente Hakkeshu ria psicoticamente " Que feio chae-rin, mentindo para a doce menina" abracei a menina e comecei a andar de forma calma —Então, eu preciso que você distraia quem estiver lá dentro para eu pegar a cabeça de javali deles, ok? — a menina concordou de forma calma e enquanto andávamos, ativei as propriedades do do casaco passando frente a garota que logo encontrou um pequeno grupo.

Ei babacas!— ela começou enquanto eu passava pelo grupo sem ser notada —Quer dizer que vocês acham os filhos de Zeus uns engomadinhos?— o grupo riu enquanto a menina continuava a falar e eu sequer dar atenção a mesma. O javali estava a cima de uma das camas, que parecia estar sendo limpo —Fácil demais— sussurrei enquanto caminhava para o lado de fora, mas o que não contava era o fato de não conseguir camuflar a cabeça de javali, e logo o grupo de Ares acabou correndo para fora do chalé com medo de ser alguma intervenção de Zeus naquele momento. A garota começou a rir e logo retirei o casaco  —Item legal — a garota comentou enquanto eu me dirigia para fora do local —Obrigada por ajudar na brincadeira — falei indo em direção a Colina, mas não contava com a garota me seguindo e vendo que entregava o pequeno prêmio nas mãos da Pretora juntamente com o casaco e as pílulas —Fácil e molinho como pudiim — falei rindo e me juntando aos que já tinham terminado a tarefa.


Poderes passivos de vênus:

Nível 6
Nome do poder: Passos de Cisnes
Descrição: O semideus possui uma capacidade natural de se movimentar sem fazer barulho. Seus passos são leves, graciosos e charmosos, o que permite ao semideus se mover com facilidade sem ser detectado pela audição normal (audição aguçada ainda poderá captar o semideus se ele provocar ruídos através de folhas e galhos por exemplo).
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: Não será detectado por inimigos que não possuam audição elevada.
Dano: Nenhum

Nível 7
Nome do poder: Eterna Boa Forma
Descrição: A boa forma que você possui não confere apenas belas curvas, no caso das meninas, ou músculos definidos, no caso dos meninos, mas também confere certa agilidade e destreza para se esquivar de alguns ataques. Isso permite que você ganhe certa facilidade em se esquivar, ou defender em ataques diretos.
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: +20% de defesa, esquiva e agilidade.
Dano: Nenhum

Nível 9
Nome do poder: Enganador Inocente
Descrição: Você pode fingir ser um fraco ou aparentar ser inocente, de um modo belo e intrigante, fazendo o adversário pensar que você não é alvo dele e fazendo-o também sentir-se culpado caso te machuque.
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: Faz o inimigo ficar confuso por dois turnos, evitando atacar, mas desconfiando, ainda poderá se defender.
Dano: Nenhum

Nível 16
Nome do poder: Voz Melodiosa
Descrição: Sua voz tem uma melodia que agrada aos ouvidos das outras pessoas. Nem todos escutam a sua voz com o mesmo timbre, será de acordo com aquilo que mais agrada ao ouvinte. Isso facilitará persuasão com pessoas do sexo oposto drasticamente, e com do mesmo sexo influenciará um pouco.
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: O poder ativo “charme” do filho de Afrodite/Vênus, ao ser combinado com essa passiva ganha um bônus de força de 20%, podendo causar um estrago ainda maior.
Dano: Nenhum


Kyra




♥️
Lee Chae-rin

''A força do lobo é sua matilha, a força da matilha é o lobo''
avatar
Lee Chae-rin
Lycans
Lycans

Mensagens : 272
Idade : 22
Localização : Acampamento Romano

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Treinamento Especial - Infiltrados

Mensagem por Elena C. García em Qui Mar 22, 2018 11:30 am



Treino Encerrado!




Olá, coirmãos romanos! Como a pretora Becka está ausente, estarei fazendo a avaliação dessa edição do treino também.


- - - - Modo de Avaliação dos Alunos


Pontuações máximas que podem ser adquiridas:

Criatividade: 300
Ortografia: 500
Coerência: 500
Ações Realizadas: 400
Aparência: 300
Bônus: 6 alunos ✕ 50 xp = 300xp
Total: 2.300xp


Adendos:

Para as finalidades deste treinamento, a principal avaliação foi nos quesitos coerência e ações realizadas, pontuando-os de acordo com a descrição das ações da missão do treino e a forma como narraram as ações para executá-la. A criatividade foi um quesito particular a cada um, considerando o desenvolvimento de seus personagens em suas tramas pessoais e o quanto o post tenha sido inovador para o treino. A ortografia, indispensável para qualquer post que seja feito, foi considerada da primeira à última linha, e para a aparência considerou-a a legibilidade do post dentro do template ou table utilizado. Foi dado um bônus de 200xp àqueles que postaram dentro do primeiro prazo do treino.


- - - - Avaliação


Romeo Bernocchi

Criatividade: 300
Ortografia: 490
Coerência: 500
Ações Realizadas: 400
Aparência: 300
Bônus: 300 xp + 200
Total: 2.490
Link da FPA: aqui

Spoiler:

❥ Habilidades Adquiridas:
Nome do poder: Ás da Espionagem
Descrição: O semideus é capaz de se disfarçar e se infiltrar em um local inimigo sem ser percebido, movendo-se com discrição pelo ambiente para que não seja notado e cumpra seus objetivos naquele local com poucas chances de ser descoberto.
Gasto de MP: Nenhum.
Gasto de HP: Nenhum.
Bônus: +20% controle corporal, manipulação e raciocínio. O semideus tem 60% de chance de não ser notado no campo inimigo.
Dano: Nenhum.

Nome do poder: Gatuno Perfeito
Descrição: É a habilidade que permite ao semideus se camuflar e não fazer barulho, podendo assim não apenas conseguir informações mais facilmente como também criar armadilhas ou instalar armadilhas de uma maneira quase perfeita. Dessa forma o semideus aprende a controlar o ruído dos passos, tornando-se mais silencioso, também saberá encontrar esconderijos e descobrir o momento certo de atacar.  
Gasto de MP: Nenhum.
Gasto de HP:  Nenhum.
Bônus:  +20% de furtividade. +30% de chance de não provocar ruídos ao andar.
Dano: Nenhum

Norfalcon Hool Shieldhear

Criatividade: 275
Ortografia: 450
Coerência: 490
Ações Realizadas: 400
Aparência: 290
Bônus: 300 xp
Total: 2.205 xp
Link da FPA: aqui

Spoiler:

❥ Habilidades Adquiridas:
Nome do poder: Ás da Espionagem
Descrição: O semideus é capaz de se disfarçar e se infiltrar em um local inimigo sem ser percebido, movendo-se com discrição pelo ambiente para que não seja notado e cumpra seus objetivos naquele local com poucas chances de ser descoberto.
Gasto de MP: Nenhum.
Gasto de HP: Nenhum.
Bônus: +20% controle corporal, manipulação e raciocínio. O semideus tem 60% de chance de não ser notado no campo inimigo.
Dano: Nenhum.

Nome do poder: Espião sedutor
Descrição: Consiste na habilidade de conseguir enganar um outro indivíduo através das palavras. Isso faz com que uma pessoa seja persuadida por seu personagem mais facilmente, dessa forma ele se sentira atraído por sua causa e vai ceder a sua vontade. Isso te permite manipular a situação a seu favor para criar situações que lhe tornam um ótimo mentiroso capaz de fazer alguém lhe ajudar em algo ou alguma coisa, aderindo aos seus propósitos.  
Gasto de MP: Nenhum.
Gasto de HP:  Nenhum.
Bônus:  +40% de chance de conseguir convencer alguém a te ajudar de alguma maneira. +20% de chance de não ser pego na mentira.
Dano: Nenhum

Pietro Di Giorgio

Criatividade: 250
Ortografia: 400
Coerência: 400
Ações Realizadas: 250
Aparência: 250
Bônus: 300 xp
Total: 1.850
Link da FPA: aqui

Spoiler:

Você foi muito breve na narrativa da sua missão, fazendo-a aparentar simples ou fácil, o que não deveria ser. Há informações sobre o acampamento grego que seu personagem também não teria como saber, como a aparência comum aos filhos de Hermes ou o fato de eles terem o chalé mais populoso e com novatos desconhecidos. Algum intercambista poderia ter informado isso, mas faltou incluir de onde essas informações vieram no seu post. Também recomendo ter cuidado com frases longas. Tem frases tão longas no seu post que chegam a ser um parágrafo.

❥ Habilidades Adquiridas:
Nome do poder: Ás da Espionagem
Descrição: O semideus é capaz de se disfarçar e se infiltrar em um local inimigo sem ser percebido, movendo-se com discrição pelo ambiente para que não seja notado e cumpra seus objetivos naquele local com poucas chances de ser descoberto.
Gasto de MP: Nenhum.
Gasto de HP: Nenhum.
Bônus: +20% controle corporal, manipulação e raciocínio. O semideus tem 60% de chance de não ser notado no campo inimigo.
Dano: Nenhum.

Nome do poder: Gatuno Perfeito
Descrição: É a habilidade que permite ao semideus se camuflar e não fazer barulho, podendo assim não apenas conseguir informações mais facilmente como também criar armadilhas ou instalar armadilhas de uma maneira quase perfeita. Dessa forma o semideus aprende a controlar o ruído dos passos, tornando-se mais silencioso, também saberá encontrar esconderijos e descobrir o momento certo de atacar.  
Gasto de MP: Nenhum.
Gasto de HP:  Nenhum.
Bônus:  +20% de furtividade. +30% de chance de não provocar ruídos ao andar.
Dano: Nenhum

Daron A. Herzl

Criatividade: 275
Ortografia: 480
Coerência: 500
Ações Realizadas: 350
Aparência: 300
Bônus: 300 xp
Total: 2.205 xp
Link da FPA: Não possui

Spoiler:

A intenção era colocar a bomba de som em um lugar movimentado, mas você acabou escolhendo um chalé que estava praticamente vazio, diminuindo o impacto da sua ação para vitimar apenas um (talvez dois) semideuses. Ainda assim, acredito que você teve uma solução inteligente de usar o horário de ir ao refeitório para agir, e você usou uma explicação coerente para dizer como sabia algumas coisas sobre o acampamento grego.

❥ Habilidades Adquiridas:
Nome do poder: Ás da Espionagem
Descrição: O semideus é capaz de se disfarçar e se infiltrar em um local inimigo sem ser percebido, movendo-se com discrição pelo ambiente para que não seja notado e cumpra seus objetivos naquele local com poucas chances de ser descoberto.
Gasto de MP: Nenhum.
Gasto de HP: Nenhum.
Bônus: +20% controle corporal, manipulação e raciocínio. O semideus tem 60% de chance de não ser notado no campo inimigo.
Dano: Nenhum.

Nome do poder: Gatuno Perfeito
Descrição: É a habilidade que permite ao semideus se camuflar e não fazer barulho, podendo assim não apenas conseguir informações mais facilmente como também criar armadilhas ou instalar armadilhas de uma maneira quase perfeita. Dessa forma o semideus aprende a controlar o ruído dos passos, tornando-se mais silencioso, também saberá encontrar esconderijos e descobrir o momento certo de atacar.  
Gasto de MP: Nenhum.
Gasto de HP:  Nenhum.
Bônus:  +20% de furtividade. +30% de chance de não provocar ruídos ao andar.
Dano: Nenhum

Jody Myers

Criatividade: 280
Ortografia: 475
Coerência: 490
Ações Realizadas: 375
Aparência: 300
Bônus: 300 xp
Total: 2.220 xp
Link da FPA: aqui

Spoiler:

Sabe, eu particularmente não gosto de usar muitas falas nos textos, mas você usando fica ótimo, torna o texto fluido e mais vivo. Quando você escolheu a missão de roubar algo, esperava que fosse um dos símbolos do acampamento ou algo importante para o acampamento, não uma pilha de fitas ou DVDs. Imagine se você tivesse roubado o baralho de cartas do Quíron e do Senhor D! Teria sido incrível, e mesmo algo simples assim podia encrencar você.

❥ Habilidades Adquiridas:
Nome do poder: Ás da Espionagem
Descrição: O semideus é capaz de se disfarçar e se infiltrar em um local inimigo sem ser percebido, movendo-se com discrição pelo ambiente para que não seja notado e cumpra seus objetivos naquele local com poucas chances de ser descoberto.
Gasto de MP: Nenhum.
Gasto de HP: Nenhum.
Bônus: +20% controle corporal, manipulação e raciocínio. O semideus tem 60% de chance de não ser notado no campo inimigo.
Dano: Nenhum.

Nome do poder: Espião sedutor
Descrição: Consiste na habilidade de conseguir enganar um outro indivíduo através das palavras. Isso faz com que uma pessoa seja persuadida por seu personagem mais facilmente, dessa forma ele se sentira atraído por sua causa e vai ceder a sua vontade. Isso te permite manipular a situação a seu favor para criar situações que lhe tornam um ótimo mentiroso capaz de fazer alguém lhe ajudar em algo ou alguma coisa, aderindo aos seus propósitos.  
Gasto de MP: Nenhum.
Gasto de HP:  Nenhum.
Bônus:  +40% de chance de conseguir convencer alguém a te ajudar de alguma maneira. +20% de chance de não ser pego na mentira.
Dano: Nenhum

Lee Chae-rin

Criatividade: 250
Ortografia: 450
Coerência: 450
Ações Realizadas: 300
Aparência: 290
Bônus: 300 xp
Total: 2.040 xp
Link da FPA: aqui

Spoiler:

Chae, a narrativa da sua missão de infiltração acabou sendo muito breve, fazendo a tarefa parecer simples e fácil - o que não é. Dois parágrafos acabaram sendo poucos para descrever a dificuldade de se infiltrar (ainda mais se já era conhecida no local), invadir um chalé cheio de brutamontes como os de Ares e ainda com a ajuda de uma filha de Zeus tão facilmente enganada e motivada a sair do conforto de sua cama para questionar algo que os integrantes do chalé 5 poderiam ter dito.

❥ Habilidades Adquiridas:
Nome do poder: Ás da Espionagem
Descrição: O semideus é capaz de se disfarçar e se infiltrar em um local inimigo sem ser percebido, movendo-se com discrição pelo ambiente para que não seja notado e cumpra seus objetivos naquele local com poucas chances de ser descoberto.
Gasto de MP: Nenhum.
Gasto de HP: Nenhum.
Bônus: +20% controle corporal, manipulação e raciocínio. O semideus tem 60% de chance de não ser notado no campo inimigo.
Dano: Nenhum.

Nome do poder: Espião sedutor
Descrição: Consiste na habilidade de conseguir enganar um outro indivíduo através das palavras. Isso faz com que uma pessoa seja persuadida por seu personagem mais facilmente, dessa forma ele se sentira atraído por sua causa e vai ceder a sua vontade. Isso te permite manipular a situação a seu favor para criar situações que lhe tornam um ótimo mentiroso capaz de fazer alguém lhe ajudar em algo ou alguma coisa, aderindo aos seus propósitos.  
Gasto de MP: Nenhum.
Gasto de HP:  Nenhum.
Bônus:  +40% de chance de conseguir convencer alguém a te ajudar de alguma maneira. +20% de chance de não ser pego na mentira.
Dano: Nenhum


Treinamento Especial - Infiltrados



Alunos atualizados por Afrodite. As instrutoras serão avaliadas em breve




Elena Castillo García

Filha de Afrodite ❖ Legado de Marte ❖ Rainha das Amazonas

Minha FPA encontra-se aqui ~
avatar
Elena C. García
rainha das amazonas
rainha das amazonas

Mensagens : 492
Idade : 23

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Treinamento Especial - Infiltrados

Mensagem por Deimos em Sex Mar 23, 2018 5:31 pm

MODELO DE AVALIAÇÃO

Introdução: 420 XP
Informação: 420 XP
Personagem: 420 XP
Missão: 420 XP
Habilidade: 420 XP
Total: 2.100 XP + 30 por aluno
Dracmas: 500 fixos + 50 por aluno

AVALIAÇÃO

Introdução: 210 XP (- 50%)
Informação: 378 XP (- 10%)
Personagem: 210 XP (- 50%)
Missão: 420 XP
Habilidade: 420 XP
Total: 1.743 XP + 30 por aluno (6 x 30 = 180 exp a mais) = 1.818 exp
Dracmas: 500 fixos + 50 por aluno (6 x 50 = 300 dracmas a mais) = 800 Dracmas

Comentários: Achei o treinamento bastante válido e, assim como a contraparte que diz respeito à Elena, bastante sucinto e claro,
já que os dois textos são iguais, então não me apegarei aos mesmos detalhes, apenas o que tiver diferença. Eu senti falta de uma introdução interpretativa de Becka dando algumas instruções para seus alunos, afinal, isto é um RPG e para que a descrição do personagem faça sentido ela precisa ser comparada a uma interpretação. Eu descontei pontos da Introdução, Informação e Personagem por este motivo: Acho que as instruções precisariam ser passadas por Becka, como uma parte interpretativa, para que, assim, eles pudessem pegar uma ideia básica de como ela agiria e,  assim, interpretar com ela. São pesos referentes aos atos de personagem, informação e introdução, ao meu ver.

Embora tenham avido estas faltas, foi um bom treino. Parabésn!


Atualizado por Juno.
Becka recebeu uma MP para escolha de uma das habilidades do treino, além da habilidade geral do treino.
avatar
Deimos
Deuses Estagiários
Deuses Estagiários

Mensagens : 98

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Treinamento Especial - Infiltrados

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum