The Blood of Olympus
Para visualizar o forum é necessário estar cadastrado, por favor registre-se no rpg ou entre em sua conta. É necessário estar cadastrado para ver as informações contidas no forum. Lembre-se de usar nome e sobrenome, não se cadastrar usando nomes geralmente utilizados por Hacker. Exemplo: "Barum" "Hakye" e por ai vai. Bem vindos.

6º Aula de Arquearia

Página 1 de 2 1, 2  Seguinte

Ir em baixo

6º Aula de Arquearia

Mensagem por Emmanuelle S. Henz em Ter 12 Set - 12:47


Aula de Arquearia.


O vídeo abaixo pode ajuda-los a descrever os bonecos de lava mencionados, são os mesmos desse vídeo.

Introdução: Arquearia consiste basicamente em qualquer tipo de movimento com o arco, seja curvar, dar forma, manejo dentre outros. Como introdução para as aulas de arquearia não temos muito a fazer, basta saberem que coloquei abaixo algumas dicas de como manusear o arco, para melhor desenvolvimento da aula, de forma que, os campistas podem estar aprimorando seu conhecimento, se alguns já não o tinham, e adquirindo novas tendência. O arqueiro perfeito não é aquele que tem pericia ou facilidade com a arma, mas que aquele que treina com ela continuamente, e se aprimora em usa-la.

Personagem: Emmanuelle para muitos pode aparentar ser um tanto arrogante, não da brechas para conversar que não tenham a ver com instruções de batalha e manuseio de armas. Não se dá bem aparentemente com o sexo masculino, algo comum sendo ela caçadora de Ártemis, muito seria e concentrada a garota detesta que a toquem, ou que tentem qualquer tipo de contato físico, caso queira tentar a sorte não se surpreenda se sair sem um braço, perna ou outra parte do corpo.

Dicas de Astucia para aula: O arco é uma arma de longa distancia, portanto, é normal que muitos se sintam intimidados por não saberem bem como comporta-la. Até porque um arqueiro precisa de certa habilidade, treino, postura dentre outras coisas que podem auxilia-lo para um melhor disparo. Muitos não fazem, ou não treinam arquearia por não saberem o que descrever sobre tal armamento, e convenhamos que dizer, miro, atiro, acerto o alvo se torna algo chato e monômio. Portando, preparei algumas dicas que podem ajuda-lo a descrever sua arma, postura, e deixar a aula minimamente mais interessante.
Manual aqui, ou dicas:

 Descrever altura da arma, peso, a forma com que ela se equilibra em sua mão, arcos tendem a ser diferentes entre si, algumas cortas são mais pesadas e mais rijas, outras mais soltas e maleáveis, depende muito do material com que é fabricada. Descreva a madeira, se ela pesa em suas mãos ou se é de fácil manuseio, algumas fazem aquela curva graciosa, e tem detalhes que as diferem dos demais.

 As flechas e a aljava, um conjunto completo para um arqueiro perfeito, geralmente a aljava do arco é feita de couro, um material resistente o suficiente com uma tira para circular e prender no ombro, tronco ou corpo, algo que permite rápido movimento do arqueiro em campo de batalha. Alguns tem peso mediano, outros são tão leves que quase se tornam imperceptíveis, descreve-los ajuda o narrador a entender a forma com que você se porta diante da batalha.

 Flechas, tipos e tamanhos, existem flechas comuns, especiais, moderadas, moldadas, com veneno, sem veneno, que podem pegar fogo em meio ao ar, incendiar as penas da calda. Cada flecha foi criada com uma percepção diferente, apesar de parecerem semelhantes para muitos, elas não são, tem detalhes que as diferem, como a ponta, que pode ser mais fina, mais rija, mais detalhada. Ou o final dela, que dependendo da forma pode torna-la mais rápida, mais lenta ou mais pesada. Para treinamentos usamos flechas comuns, geralmente de peso médio, por que assim os semideuses podem se acostumar a um peso mediano, e não estranhar quando são tão mais leves ou tão mais pesadas.

 Postura, pernas separadas, geralmente uma um paço em frente a outra, o primeiro joelho dobra o segundo nem tanto. O arqueiro não deve levantar tanto o ombro, e sim mantê-lo em uma posição considerada confortável. O cotovelo deve estar em altura media, e usar o queixo para apoiar o arco pode ser uma ótima saída para sempre acertar o alvo. Mire com apenas um olho, respire fundo e solte, é questão de técnica. Lembre-se de sempre manter a postura firme, o que lhe permite melhor acerto de alvos.

 O alvo, a maioria dos alvos tanto de treino quanto fora tem tendência a ser móvel, isso porque o inimigo não fica parado esperando que você o acerte, na vida real não é assim que funciona. Contabilizar e calcular o tempo da flecha antes de acerta-lo pode ser uma saída de mestre. Tente mentalizar a forma com que ele se move, calculando o tempo que a flecha leva para acertar seu alvo, e só então atire.

 Dica de astucia. O Arco é uma arma de longa distancia, mas nem sempre teremos essa ao nosso favor, por isso, use tudo que estiver ao alcance para vencer uma batalha. Não pode atirar as flechas? Crave-as em seu inimigo, isso mesmo, a use de faca, use as mãos e finque em pontos que alcançar. Não pode usar o arco para atirar? Use ele de porrete, acerte o rosto, tronco, pernas, ele pode ser usado de outras maneiras também. Ser criativo pode ser a diferença entre vida e morte.

Missão: Missão: Os semideuses serão guiados a uma sala de simulação diferente, criada por filhos de Hefesto. Sua missão será derrotar os guerreiros de lava, que são parte dessa simulação, ilusões criadas apenas para esse treinamento em especifico. Atire em pelo menos cinco dos guerreiros de lava antes que eles peguem você, a cada 40 segundos, um novo guerreiro surge em campo, enquanto você não derrotar cinco deles, não poderá sair da simulação. Para essa tarefa só é permitido o uso do arco, seu conhecimento e seu corpo, poderes ativos estão totalmente vetados, pensar e agir rapidamente, é essencial.

A SALA: Se assemelha a uma grande caixa de metal do lado de fora, dentro, e dividido em duas alas, uma para simulação com janelas de vidro, e uma sala de espera com sala de controle, onde Emmanuelle estará manuseando as maquinas para tornar difícil que o semideus concluía a tarefa. A princípio, apenas um único boneco de lava irá aparecer, depois desse outro e outro, junto a eles, bolas de fogo começam a ser atiradas em direção ao seu personagem, e lembrando que, apesar de ser uma simulação, a dor será real. O programa foi criado de modo a simular a dor dos golpes dos bonecos de lava e das bolas de fogo, de forma que sempre que seu personagem for atingido por essas, ou por golpes da criatura, sentira a dor de uma queimadura.


Habilidade:
Nome do poder: Pericia em Mira de Arcos II
Descrição: O semideus ao executar certo treinamento, acabou aprimorando sua mira, de forma que, atirar em alvos com um arco se tornou muito mais fácil. O tempo com essa arma é um inimigo, mas agora que possui o conhecimento adequado, a vantagem está a seu favor e sua mira, está muito melhor.
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: +40% de mira com arcos, tendo facilidade em atirar em alvos em movimento.
Dano: +25% de dano se o inimigo for atingido pelo arco do semideus.
Extra: Nenhum


Instruções e Regras:

-Mínimo de 20 linhas e sabemos que são capazes de fazer bem mais que isso
-Aula aberta por um mês inteiro, data limite: 12/10/2017
-Essa aula é continuação da aula pericia com arcos I, logo, apenas semideuses que participaram da 5º aula de arquearia poderão estar fazendo a sexta aula de arquearia.
-Duvidas devem ser enviadas por meio de Mp
-Boa aula a todos.
Ao avaliador, considerar duplicadores:

Pack de Dracmas – Durante um mês OFF todo ganho de dracmas do personagem será duplicado. (Valido até 09/10/17)

Ultra XP Pack [D$ 55.000] – O personagem ganha 3000 XP automaticamente. Por 1 mês OFF, todo ganho de XP do semideus é duplicado. (xp, não níveis).



Emmanuelle Sophie Henz
I'M A QUEEN OF DARKNESS!!!
avatar
Emmanuelle S. Henz
Filhos de Poseidon
Filhos de Poseidon

Mensagens : 1045
Idade : 22
Localização : Seguindo em frente..

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 6º Aula de Arquearia

Mensagem por Emmanuelle S. Henz em Ter 3 Out - 17:39

Estou estendendo o prazo dessa aula para o dia 30/10/2017.



Emmanuelle Sophie Henz
I'M A QUEEN OF DARKNESS!!!
avatar
Emmanuelle S. Henz
Filhos de Poseidon
Filhos de Poseidon

Mensagens : 1045
Idade : 22
Localização : Seguindo em frente..

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 6º Aula de Arquearia

Mensagem por Luna Minn em Seg 23 Out - 14:17




Archery Classes

burning sensation



Após pegar o material que eu estava acostumada a usar para as aulas de arquearia, me junto ao grupo de pessoas que se reuniam com Emanuelle, cada um com seu equipamento, alguns pareciam ser realmente deles, outros também vindos do arsenal, a minoria eu diria. O arco de tamanho médio e leve já se encontrava firme em minha mão, flechas simples e de peso mediano dentro da aljava de couro claro apenas para me auxiliar ao carregar as flechas, já colocado em meu ombro, em posição estratégica para pegar as flechas com facilidade.

Meus olhos estudam a caixa de metal ao nosso lado enquanto a instrutora Emanuelle nos apresentava a aula do dia e o que deveríamos fazer para completá-la com sucesso. Quem ouvisse de fora, sem ter conhecimento básico em arquearia diria que era uma aula fácil. Mas estariam completamente enganados.

Emanuelle nos direciona para a sala de espera dentro da caixa de metal, apesar de tudo era bastante aconchegante, haviam bancos não muito confortáveis para esperarmos, uma segunda sala com computadores e coisas do tipo, e a terceira sala, nos dava visão para tudo o que aconteceria naquele lugar. Era a temida sala de simulação.

Saber que poderíamos observar os erros alheios e sermos observados pelos nossos erros me fazia ficar nervosa, perder um pouco da confiança que eu tinha antes de entrar na caixa de metal. Mas eu sabia que seria divertido de qualquer forma. - Muito bem, quem quer começar? - Ouço Emanuelle falar em bom tom. Os semideuses se olhavam e ninguém aparentava estar disposto a começar, portanto, respiro fundo e ergo a mão livre. - Posso? - Pergunto e então sem mais enrolação, Emanuelle abre a porta para mim. Entro na sala de simulação, era engraçado pois apesar de conseguir ver de um lado do vidro, do outro tudo o que vejo é meu reflexo. Um falso espelho.

- Está pronta? - Ouço a voz de Emanuelle ecoar pela sala, era espaçosa, mas não tão grande, me pergunto se eu conseguiria manter essa noção espacial depois que a simulação começasse. - Estou. - Falo firme e então me preparo, segurando o arco mais firme, eu não tinha noção de onde o primeiro filho de Hefesto sairia. E admito, estava com medo de ser atingida por uma das bolas de fogo, só o fato de sentir dor já me assustava um pouco.

- Boa sorte, semideusa. - Novamente a voz feminina ecoa. Na paisagem nada muda, a mesma parede branca continuava lá, a única diferença era que agora o vidro estava opaco, não refletindo mais a minha imagem.

Sinto a parte traseira da minha coxa queimar forte, como uma reação de adrenalina, minha mão imediatamente alcança uma flecha e a puxa da aljava, encaixando-a no arco rapidamente. Me viro para trás e me deparo com uma simulação de um filho de Hefesto. Relaxo meus ombros, separo o suficiente minhas pernas e então juntando o final da flecha em meu queixo e fechando um dos meus olhos, miro no boneco, respiro fundo e enfim atiro a flecha. Vejo o caminho dela até que acerta o peito do boneco, fazendo-o desaparecer.

De canto de olhos, percebo que outro boneco já surgia, 40 segundos realmente passava muito rápido. Pego uma nova flecha e me posicino da mesma maneira, diferente do outro, ele não havia me atacado com a bola de fogo. Porém, quando eu me preparava para mirá-lo, vejo que a bola de fogo saia das mãos dele em minha direção, imediatamente pulo para o lado, saindo da rota da bola de fogo. Mirando novamente, respirando fundo e logo em seguida, soltando a flecha. - Errou. - Falo pensando duas vezes imediatamente depois de falar, lembrando que quem controlava os bonecos era Emanuelle. Mesmo assim, ele recebe a flecha no pescoço some, dando lugar mais um terceiro boneco.

Este terceiro, assim que me viro para ele, me atinge com a bola de fogo simulada. Minha barriga parece queimar com ácido com esta bola de fogo. - Que droga. - Não perco tempo esfregando o local da queimadura, mas volto a repetir os movimentos. Correndo para o lado e me posicionando, mirando deixando os ombros relaxados e apoiando a mão no queixo. Respiro fundo e com um som abafado, o boneco some atingido no ombro.

Olho ao redor, nenhum outro boneco aparecera, seria aquilo sinal de que havia acabado? Não, ainda faltavam dois pelas minhas contas.

Olho para trás e lá estava ele, pronto para me atacar com mais uma bola de fogo. Praticamente fico de quatro no chão para desviar de uma bola de fogo que me acertaria o rosto. Me sentando no chão, pego rapidamente mais uma flecha, arrumo-a no arco, arrumo minha postura e relaxo os ombros, miro no boneco e respirando fundo solto a flecha na direção da barriga dele. Aquilo era algo novo que eu nunca tinha tentado, então minha flecha acerta um pouco mais para cima o que eu esperava pegando o peito do boneco. Mas mesmo assim, acertando-o e fazendo com que ele desaparecesse.

Mais um, era tudo o que me faltava. Do meu lado esquerdo um novo filho de Hefesto se formava, eu via a mão dele brilhando laranja uso o tempo que eu tinha pra pensar para me levantar e correr para o lado, me esquivando por pouco de queimar os pés, sinto o calor passar perto e sumir depois de atingir o chão. Agarro a última flecha que seria usada ali e encaixando-a no arco, puxo a corda flexível porém dura e meus ombros reclamam do uso contínuo e rápido. Tento mantê-los relaxados, arrumo minha postura e por fim, usando meu queixo de apoio, miro no boneco. Solto a flecha que eu puxava com força entre meus dedos e a mesma acerta a lateral da cabeça do boneco. Finalizando, assim, o meu último inimigo.

Eu sentia o meu corpo reclamar tanto do esforço feito quanto pelas queimaduras que deixaram uma memória de dor leve, não era uma queimadura real, mas a dor que senti fez com que partes do meu corpo ficassem mais sensíveis do que normal. - Pode sair, Luna. - Ouço a voz e a porta se abrindo do outro lado da sala, eu nem imaginava onde estava porta ou janela. A janela virava novamente espelho enquanto eu passava pela porta. - Uh, foi difícil. Boa sorte. - Falo para o semideus que me seguiria, os demais olhavam encantados para a janela, ansiosos por suas vezes e arrependidos por não terem sido os primeiros.

- Está liberada, Luna. Até mais! - Ouço Emanuelle dizer de dentro a cabine e então a porta da simulação se fecha. Abro a porta de saída da caixa de simulação tentando não atrapalhar e aceno para todos, em uma despedida breve. Vou para o arsenal devolver o material que utilizei. Minha mão que segurava o arco estava dolorida, eu estava segurando o arco a todo momento com muita força. Meus dedos da outra mão estavam sensíveis por segurar as flechas e puxá-las. Volto para a minha rotina na enfermaria. Lado positivo de arquearia, você não suava muito.


aula de arquearia



Habilidades Adquiridas:
Nome do poder: Pericia com Arcos I
Descrição: Você aprendeu e se desenvolveu com o seu treinamento, e agora já consegue acertar as flechas em alvos com mais precisão, mas tende a ter dificuldades se esses se moverem muito depressa. É recomendado realizar um pouco mais de treinamento. Contudo, seu manejo com arco é muito melhor do que aqueles que nem mesmo treinaram.
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: NenhumDano: +10% de dano se a arma do semideus atingir o alvo.
Bônus: +20% de assertividade no manuseio de arcos.

Nome do poder: Pericia com Arcos II
Descrição: O seu manejo com o arco melhorou, e agora acertar alvos parados já não é mais um problema, além disso você desenvolveu certa habilidade em atirar contra inimigos em movimento, ou objetos que se encontram da mesma maneira. Mais um pouco de treino e seu personagem se tonara um ótimo arqueiro.
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: +40% de assertividade no manuseio de arcos.
Dano: +20% de dano se a arma do semideus atingir o alvo.

Nome do poder: Pericia em Mira de Arcos I
Descrição: Aprender a atirar com o arco as vezes não é suficiente, o semideus também precisa da mira para aprimorar essa habilidade, assim sendo, ao treinar com esse tipo de arma, automaticamente acaba aprimorando sua mira. Agora acertar alvos em movimentos a longa distância ficou muito mais fácil, além de aprimorar sua técnica com arcos, também consegue atingir pontos mais precisos com essa arma.
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: +30% de mira com arcos, tendo facilidade em atirar em alvos em movimento.
Dano: +10% de dano se o inimigo for atingido pelo arco do semideus.
Extra: Nenhum

Nome: Perícia Corporal I
Descrição: Treinar o corpo e a mente para tornar-se um melhor guerreiro é quase que uma obrigação de cada meio-sangue, caso ele deseje sobreviver nesse mundo louco. Assim sendo, depois de uma aula de perícias, o corpo do semideus foi condicionado e treinado para melhorar a agilidade, a esquiva e o reflexo.
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: +30% em agilidade, esquiva e reflexo.
Dano: Nenhum

Nome: Perícia Corporal II
Descrição: Treinar o corpo e a mente para tornar-se um melhor guerreiro é quase que uma obrigação de cada meio-sangue, caso ele deseje sobreviver nesse mundo louco. Assim sendo, depois de uma aula de perícias, o corpo do semideus foi condicionado e treinado para melhorar a resistência corporal. Irá se cansar mais dificilmente, estando preparado para realizar exercícios físicos mais complexos. Assim, possui um melhor desempenho em combate, podendo permanecer lutando mais tempo que outros.
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: +30% em resistência física.
Dano: Nenhum

Poderes Passivos - Filhos de Perséfone:
Nome do poder: Esquiva I
Descrição: O semideus é mais ágil do que a maioria dos campistas, e aprende a se esquivar mais naturalmente, sendo veloz, e bastante escorregadio. Isso permite que em batalha, frente a frente com o inimigo, ele ganhe certa facilidade em defender e escapar de golpes de armas diretas contra si.
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: +20% de esquiva e velocidade
Dano: Nenhum

Poderes Passivos - Curandeiros de Asclépio:
Nome do poder: Agilidade II
Descrição: Os procedimentos médicos exigem certa agilidade, portanto, curandeiros são um pouco mais ágeis que os humanos normais.
Gasto de Mp: Nenhum.
Gasto de Hp: Nenhum.
Bônus: 15% agilidade
Dano:  Nenhum.

Nome do poder: Força aprimorada
Descrição: Carregar pacientes e imobilizar pacientes em estado de eclampsia e epilepsia exige força, por isso, os abençoados do deus Asclépio são mais fortes que o comum.
Gasto de Mp: Nenhum.
Gasto de Hp: Nenhum.
Bônus: 15% Força
Dano:  Nenhum.


life has made me
TOUGHER & STRONGER
avatar
Luna Minn
Imortais
Imortais

Mensagens : 1443
Idade : 21
Localização : Camp Half Blood

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 6º Aula de Arquearia

Mensagem por Frannie A. Blackwell em Ter 24 Out - 14:35


Aula de Arquearia



Eu imagino que aquela fosse a sensação que um X-Men tinha ao entrar na sala do perigo. Existia agora uma sala de simulação criada pelos brilhantes filhos de Hefesto, sendo este o local para uma das aulas da Tenente das Caçadoras. Já não era um segredo que eu apreciava as aulas de arquearia. Talvez isso surpreendesse o meu eu novato, pois no início eu mal sabia como segurar aquele item bélico. Agora era como se fosse uma própria extensão de mim, sendo estranho lutar com algo diferente. Por conta disso, tinha me tornado uma das alunas mais presentes na aula de arquearia. Não importava o quanto eu evoluísse, se tivesse algo que envolvessem aquele instrumento de combate, eu estaria lá.

Não me surpreendi por ser uma das primeiras a aparecer ali, trocando um sorriso discreto com Emanuelle. A filha de Poseidon, algo que eu tinha descoberto recentemente, já que eu sempre a vi como líder das caçadoras e mestra da arquearia, manuseava um painel como se estivesse preparando os detalhes finais. Infelizmente, apenas mais algumas cabeças meio-sangues apareceram para a aula. Mas Manu não pareceu abalar-se por esse detalhe, pois logo passava as instruções e solicitava o voluntário.

Luna, a líder dos curandeiros, alguém que eu tinha conhecido e aprendido a admirar em plena ação em New York, tinha se voluntariado. Eu observei atentamente a batalha da garota, apenas para tomar nota e ponderar minha própria estratégia. Quando a garota oriental finalizou o treino, avisei a Manu de que seria a segunda.

A caçadora apontou para a porta a qual eu deveria adentrar a câmera de simulação. Movi meus ombros para relaxar os músculos, pois os braços costumavam ficar tensos depois de treinos com os arcos. A porta deslizou atrás de mim e as luzes acenderam por todos os lados. Segundo a tenente, eu teria de derrotar uma certa quantidade de inimigos para poder sair dali. Peguei o meu arco, soltei um longo suspiro enquanto selecionava uma das flechas em minha aljava e a repousava sobre o item bélico. O primeiro boneco surgiu no canto esquerdo da sala, retesei o cordão de meu arco prateado e fechei um dos olhos para potencializar o ato de mirar. Ao soltar o projétil, ele cortou o espaço em um curto período de tempo, atingindo em cheio o peito do boneco de lava.

Ajeitei os meus óculos sobre o nariz, deixando o meu olhar atento a minha frente. Bem, não atento o suficiente. A sensação de ardência na parte de trás de meu ombro surpreendeu-me, pois desde que havia me tornado uma seguidora da deusa dos lares, as chamas raramente provocavam-me dor. Minha mente rapidamente lembrou-me das instruções de Emanuelle: o poder de fogo era uma simulação, porém a dor seria real. Não era fogo de verdade, minha resistência ao elemento em nada valia ali! Resmungando baixinho e mordiscando o lábio inferior, girei meu corpo e o abaixei ficando sobre um dos meus joelhos. Foi sem querer a ação, mas isso impediu que outra bola de fogo atingisse minha cabeça, a esfera em chamas passando por cima de mim exalando um calor perigoso. Meus dedos rapidamente capturaram outra flecha, a montando sobre o arco e quase no mesmo segundo a puxando contra o cordão resistente. A mira fora feita de maneira rápida e, apesar de meu alvo ter sido o peito, o tiro não deixou de ser menos efetivo ao atingir a barriga. O boneco recuou para trás, dando-me a chance de carregar outra flecha e atirar em sua cabeça.

Naquele treino eu aprendi que 40 segundos passavam rapidamente. O terceiro boneco surgiu a minha lateral esquerda e avançava mais rápido do que os outros. Rolei para o lado, pondo-me de pé e buscando distância entre mim e o inimigo. Capturei outra flecha, o coração disparado e a adrenalina intensa fazia com que meu corpo inteiro tremesse, pronto para fugir ou lutar. Talvez fosse por estar tão agitada que minha flecha foi atingiu um ponto errado do que eu tinha mirado, acertando em cheio o ombro e não o pescoço. O boneco não sentia dor, isso não fez parar o avanço insistente. Resmunguei ao perceber que ele estava próximo demais para que um tiro efetivo fosse efetuado, então eu apenas aguardei a sua aproximação. Esquivei de um soco girando o corpo para o lado, usando de meu próprio arco como uma arma branca de curto alcance, atingindo o estômago dele com a estrutura de metal como o faria se fosse um bastão. O boneco curvou-se, dando-me a chance de capturar uma flecha e finca-la em suas costas.

O tempo com aquele inimigo fora mais longo do que eu tinha imaginado. Dois bonecos se aproximavam em extremos opostos. Respirei fundo, segurando o meu arco de maneira correta. Eu precisava acalmar a minha respiração e concentrar-me no aqui e agora, minha mente não podia deslizar por uma corrente de incertezas ou iria afogar-me em dúvidas. Ao erguer meu olhar, ele estava mais frio e calculista. Peguei uma flecha entre meus dedos e rapidamente a armei no item bélico, retesei o cordão e mantive minha postura ao erguê-lo em direção ao boneco mais próximo. Usei da seta de metal como ponto de referência, contando até dois antes de deixar o projétil deslizar para fora do aperto de meus dedos. Ela deslizou pelo ar e atingiu em cheio a cabeça do meu inimigo. Aquilo havia sido um perfeito headshot.

No entanto, eu não tinha apenas um inimigo para lidar. O último boneco lançou duas bolas de fogo em minha direção, uma atingindo a parte de trás de minha coxa e a outra a base de minhas costas. Travei a mandíbula para não deixar escapar nenhum impropério ou gemido de dor. Impulsionada pela raiva de ter sido atingida, capturei uma flecha e atirei rapidamente contra ele, mal realizando a mira. Com uma agilidade que provinha de todo o meu treinamento, eu lancei mais duas flechas seguidas, somando três tiros consecutivos no boneco. Um atingiu a coxa, outro o estômago e o último o rosto. Ele se fragmentou um pouco depois, finalmente me permitindo respirar.

Fui de encontro a saída da simulação, soltando um suspiro quando esta se abriu. Tocava a parte de trás de minhas costas, incomodada com o resíduo de sensação de que aquela área estava queimada. Era um sentimento similar ao de traição, pois havia me habituado com o fogo sendo meu aliado e não o meu inimigo.

Arco usado:
☼ Arco e Flechas de Fogo e Aljavas Infinitas - Sendo os filhos de Apolo extremamente bons usando arco e flecha, está será sua principal arma. As flechas, quando atiradas à luz solar, pegam fogo.
Habilidades:
Nome do poder: Pericia com Arcos II
Descrição: O seu manejo com o arco melhorou, e agora acertar alvos parados já não é mais um problema, além disso você desenvolveu certa habilidade em atirar contra inimigos em movimento, ou objetos que se encontram da mesma maneira. Mais um pouco de treino e seu personagem se tonara um ótimo arqueiro.
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: +40% de assertividade no manuseio de arcos.
Dano: +20% de dano se a arma do semideus atingir o alvo.

Pericia em Mira de Arcos I
Descrição: Aprender a atirar com o arco as vezes não é suficiente, o semideus também precisa da mira para aprimorar essa habilidade, assim sendo, ao treinar com esse tipo de arma, automaticamente acaba aprimorando sua mira. Agora acertar alvos em movimentos a longa distância ficou muito mais fácil, além de aprimorar sua técnica com arcos, também consegue atingir pontos mais precisos com essa arma.
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: +30% de mira com arcos, tendo facilidade em atirar em alvos em movimento.
Dano: +10% de dano se o inimigo for atingido pelo arco do semideus.
Extra: Nenhum
Nível 30
Nome do poder: Concentração de Arqueiro III
Descrição: Arqueiros precisam se concentrar para acertarem o alvo, pois qualquer distração, podem fazer seu tiro certeiro sair pela culatra. Os filhos de Apolo têm a benção de seu pai, que faz com que eles sejam mais calmos e objetivos quando precisam realizar uma tarefa que exija concentração. Ao estarem usando o arco/bestas, essa concentração torna-se natural, fazendo do filho de Apolo/Febo um prodígio.
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: Nhum
Bônus:+ 50% de vantagem ao realizarem uma tarefa que exija concentração. +75% de facilidade em concentrar-se ao estar usando o arco/bestas.
Dano: Nenhum

Nível 28
Nome do poder: Corpo Atlético III
Descrição: Apolo sempre foi descrito como um Deus jovem e no auge do seu vigor físico. Filhos de Apolo herdaram essa característica de seu pai, sempre são vistos praticando esportes e atividades físicas para se manterem atléticos.
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: Nhum
Bônus:+40% de agilidade e esquiva
Dano: Nenhum

Nível 26
Nome do poder: Arqueiro IV
Descrição: Você aprendeu que um arco pode ser uma arma perfeita para seu personagem, além de aprender a atirar mais de quatro flechas ao mesmo tempo, agora também consegue atingir o alvo com mais facilidade, sua precisão com essa arma cresceu num nível em que a margem de acerto é maior do que a de erro. Além disso, agora consegue utilizar flechas com veneno, ou elementos mágicos, mas para isso, precisa tê-las em seu arsenal, ou combina-las com um poder ativo que possua,
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: +55% de assertividade no manuseio do arco.
Dano: + 30% de dano ao ser acertado pela arma do semideus.



E aqui vem os detalhes que quiser colocar, frases, música, com que esteve etc



Frannie Alyss Blackwell
It's a new dawn . It's a new day . It's a new life . for me... And I'm feelin good
avatar
Frannie A. Blackwell
Filhos de Apolo
Filhos de Apolo

Mensagens : 203
Localização : Where the sun is up

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 6º Aula de Arquearia

Mensagem por Charlotte A. Blackwell em Seg 30 Out - 19:48

▬Aula de Arquearia

Meus pés se posicionaram perfeitamente no epicentro da sala de simulação, um em frente ao outro, com os joelhos levemente separados e as pernas flexionadas de um jeito confortável. Minha respiração era falha, e o arco em minhas mãos não se encaixa direito. O peso era diferente, as flechas eram um tanto mais pesados e a curva sinuosa não me parecia muito delicada, além disso, a madeira áspera estava me fazendo sentir cocegas na palma das mãos.

— Preparada? — Emmanuelle questionou. Maneei a cabeça positivamente, sem olhar para os lados, de onde sabia que ela me observava.

Eu estava na aula de arquearia mais uma vez, tinha observado os treinos anteriores na simulação pelo vidro, mas não me sentia muito preparada para ele. Meu arco especial tinha sido barrado com a desculpa perfeita, nem sempre o teria disposto e a minha mercê, logo, precisaria treinar com armas diferentes, não podia ser boa com uma só.

As luzes da sala se acenderam, um zumbido incomodo preencheu meus ouvidos, fechei os olhos e me deixei sentir o ambiente ao meu redor, a simulação começou. Puxei uma das flechas da aljava presa em minhas costas, ignorei o peso extra e posicionei a mesma sobre a corda do arco, puxando e testando algumas vezes antes de ver o primeiro soldado de fogo surgir a minha frente e correr em minha direção. Não fui capaz de testar outros movimentos, me limitei a sentir a pressão familiar, puxar a corda pelo cabo da flecha e atirar sem mirar direito, o que me fez errar o alvo de primeira.

Grunhi frustrada, puxei uma segunda flecha e aguardei, a essa altura, o soldado brilhante já tinha se aproximado, me obrigando a saltar para o lado, esquivando-me de seu golpe antes de cravar a flecha em seu ombro, usando as mãos mesmo para fazê-lo desaparecer. Enquanto lidava com esse, um segundo surgiu ao longe, correndo pela parte de cima da sala de simulação, atirando chamas em minha direção e se protegendo por entre pilastras.

Puxei uma nova flecha da aljava, desviei de duas bolas de fogo e me abaixei na lateral, usando a parede para ganhar visibilidade antes de mirar para cima, testar a corda, fazer a pressão e ajustar o cotovelo. Outra bola de fogo veio em minha direção. Ajustei minha posição, rolei para o lado e voltei a arrumar a flecha no arco, em seguida, mirei um pouco à frente da posição do meu alvo em movimento, puxei a corda, tomando cuidado com a pressão, então atirei. Pude sentir as penas da calda da flecha roçando em meu rosto assim que efetuei o disparo, contudo, ignorei esse fato para ver o exato momento em que minha flecha se cravou no inimigo, explodindo em centelhas de luzes brilhantes.

Outros dois soldados de fogo se materializaram ao meu lado, um na esquerda, um na direita. Esquivei do primeiro rapidamente, puxei uma flecha e cravei em seu joelho, contudo, não tive a mesma sorte com o segundo. O soldado chutou minhas pernas e me fez cair de bunda no chão. A dor se espalhou rapidamente, atingiu minha panturrilha com o efeito de queimadura e me deixou levemente atordoada, mas a ignorei ao perceber que o monstro de lava já avançava contra mim, pronto para me atacar uma segunda vez. Rolei para o lado com certa dificuldade devido a aljava presa ao ombro. Cravei a ponta esquerda do arco no pé da criatura, subi-a para cima e bati com ela entre suas pernas, a usando como porrete para me livrar do boneco da simulação, que frágil como era, se desmaterializou rapidamente.

Arfei baixinho, me levantei meio tonta e puxei outras duas flechas do meu arco, incendiei as pontas de ambas e aguardei os outros soldados, que não demoraram a aparecer. Quatro deles surgiram em meu campo de visão, bem à frente, outros dois atrás – identificados através da audição elevada que eu possuía – mas, diferente do que fiz anteriormente, não tentei lidar com um de cada vez. Apontei o arco para cima, mirei e atirei, provocando uma centelha de milhares de pequenas flechas que rapidamente cobriram meus alvos, explodindo todos rapidamente. Ao meu redor, apenas pontos brilhantes restavam. A simulação tinha terminado, e com isso, Emanuelle finalmente me liberara de sua aula.
Poderes Passivos:

Nível 26
Nome do poder: Arqueiro IV
Descrição: Você aprendeu que um arco pode ser uma arma perfeita para seu personagem, além de aprender a atirar mais de quatro flechas ao mesmo tempo, agora também consegue atingir o alvo com mais facilidade, sua precisão com essa arma cresceu num nível em que a margem de acerto é maior do que a de erro. Além disso, agora consegue utilizar flechas com veneno, ou elementos mágicos, mas para isso, precisa tê-las em seu arsenal, ou combina-las com um poder ativo que possua,
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: +55% de assertividade no manuseio do arco.
Dano: + 30% de dano ao ser acertado pela arma do semideus.

Nível 27
Nome do poder: Resistência III
Descrição: Sua resistência ao fogo aumentou de uma forma bastante satisfatória, nesse nivel temperaturas mais elevadas - como um incêndio de escala média - não afetara seu personagem, apesar de ainda poder queima-lo, e incêndios maiores também poderão fazê-lo, porém as chances de permanecer vivo também aumentou.
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: + 45% de chance ao fogo/calor.
Dano: Nenhum

Nível 28
Nome do poder: Corpo Atlético III
Descrição: Apolo sempre foi descrito como um Deus jovem e no auge do seu vigor físico. Filhos de Apolo herdaram essa característica de seu pai, sempre são vistos praticando esportes e atividades físicas para se manterem atléticos.
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: Nhum
Bônus:+40% de agilidade e esquiva
Dano: Nenhum

Nível 29
Nome do poder: Visão Aguçada III
Descrição: Um bom arqueiro precisa de uma visão perfeito, e os filhos de Apolo/Febo herdam de seu pai olhos perfeitos, melhores que os dos mortais comuns. Seus olhos são tão perfeitos como do melhor predador existente.
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: 50% de assertividade com qualquer habilidade de lançamento, disparo ou afins.
Dano: + 15 de dano ao lançar algo em algum inimigo.

Nível 30
Nome do poder: Concentração de Arqueiro III
Descrição: Arqueiros precisam se concentrar para acertarem o alvo, pois qualquer distração, podem fazer seu tiro certeiro sair pela culatra. Os filhos de Apolo têm a benção de seu pai, que faz com que eles sejam mais calmos e objetivos quando precisam realizar uma tarefa que exija concentração. Ao estarem usando o arco/bestas, essa concentração torna-se natural, fazendo do filho de Apolo/Febo um prodígio.
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: Nhum
Bônus:+ 50% de vantagem ao realizarem uma tarefa que exija concentração. +75% de facilidade em concentrar-se ao estar usando o arco/bestas.
Dano: Nenhum

Nível 33
Nome do poder: Audição Aguçada II
Descrição: Músicos não possuem só uma capacidade técnica apurada, eles também têm um ouvido muito sensível e com os filhos de Apolo isso não seria diferente. O Semideus neste nível consegue distinguir os sons a sua volta. E com bastante concentração, poderá distinguir sons até de outra quadra. Essa concentração é tamanha que ele não poderá estar movimentando-se bruscamente – como em uma batalha ou correndo – para poder captar os estímulos sonoros tão distantes.
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: Nhum
Bônus:+ 60% de vantagem em escutar ao seu redor, diminuindo a chance de ataques surpresas contra ele.
Dano: Nenhum
Aprendida:

Pericia em Mira de Arcos I
Descrição: Aprender a atirar com o arco as vezes não é suficiente, o semideus também precisa da mira para aprimorar essa habilidade, assim sendo, ao treinar com esse tipo de arma, automaticamente acaba aprimorando sua mira. Agora acertar alvos em movimentos a longa distância ficou muito mais fácil, além de aprimorar sua técnica com arcos, também consegue atingir pontos mais precisos com essa arma.
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: +30% de mira com arcos, tendo facilidade em atirar em alvos em movimento.
Dano: +10% de dano se o inimigo for atingido pelo arco do semideus.
Extra: Nenhum






Charlotte Aimée Blackwell
One of the happiest moments is when you find the courage to let go of what you can’t change.
avatar
Charlotte A. Blackwell
Curandeiros de Asclepios
Curandeiros de Asclepios

Mensagens : 298

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 6º Aula de Arquearia

Mensagem por Peter C. Gallagher em Ter 31 Out - 11:11

ciontacht agus cothromaíocht

Cheguei correndo esbaforido à parte interna da estrutura montada para a aula. Um rapaz do chalé de Atena riu ao ver minha face vermelha devido ao esforço físico. Saíra dali com pressa para buscar meu Loving Arc, agora em volta do meu tronco, que esquecera dentro do chalé de Éter na noite anterior.

Emmanuelle pareceu não notar toda essa movimentação atrás de si. Pareceu apenas. Eu sabia que ela havia percebido, seu instinto de caçadora era aprimorado o suficiente para capturar qualquer agitação ao redor de si, mesmo a mais sutil. Tinha consciência que ela apenas não perdera seu tempo fazendo nenhuma investigação mais profunda acerca da minha maratona.

Retirei meu arco de sua posição – ao redor do meu tronco – e segurei-o na mão esquerda enquanto observava através do vidro uma semideusa um pouco mais nova que eu se movimentando dentro da outra ala do cubo de metal. Com o olhar atento sobre ela, estudava seus movimentos, apontando mentalmente seus erros e reconhecendo também algumas das minhas falhas. Ela não era muito ágil fisicamente, assim como eu, e também não tinha grande domínio sobre o uso da arma de madeira que trazia em mãos, as flechas apresentavam uma mira imprecisa e ela se esforçava, algumas vezes, apenas para posicionar corretamente o projétil.

Seria uma aula fácil para mim. Foi o que pensei.

Estava errado.


Assim que a porta se fechou, aquela coisa surgiu. Era parecido com os hologramas que eu criava, porém mais ágil. Avançou em minha direção. Armei uma flecha, mirei com um olho só. Disparei. O projétil rasgou o ar.

Fincou-se a parede!

Mal tive tempo de praguejar em grego antes de puxar novamente a corda do arco mágico até uma flecha prateada se materializar por completo. Repeti o processo que para mim era quase mecânico, mirei com mais cautela e disparei outra flecha. O golpe atingiu a lateral da sua barriga, ele não se desfez, mas diminuiu de velocidade. Na terceira vez que me preparava para um disparo, eu senti. A queimação me fez soltar um grito. Um simulacro de bola de fogo atingira meu ombro esquerdo, a dor pungente me desconcentrou totalmente. Estava tão focado nos disparos que esquecera que a sala tinha outros mecanismos de ataque além dos bonecos.

Por instinto, leve a mão livre às costas, apenas para conferir que não havia nenhum ferimento, apenas a ardência absurda.

Apesar da dor, voltei a focar no boneco que já estava bem mais próximo agora. Sabia que se ele se aproximasse mais e em atingisse, seus golpes me fariam sentir ainda mais dor. Enquanto xingava em alto e bom som, reagindo de forma passional a agonia que se espalhava desde a minha omoplata esquerda até o meio das costas, mirei e atirei de novo. A proximidade ajudara, a flecha atravessou a garganta dele pouco antes do homem se desfazer em luz.

Cerrei os olhos, respirei fundo, tentando ignorar a dor. Abri os olhos com choque ao perceber o calor de uma esfera de fogo passando raspando pela minha orelha. Entendi que aquele fora apenas um alerta da instrutora da aula para que eu permanecesse atento ou seria atingido de novo.

Alguns segundos depois, outro guerreiro surgiu. Mais bolas de fogo voavam pela sala agora. Mais concentrado e determinado a conseguir terminar aquele exercício, bastou dois disparos para que aquele boneco se desfizesse. Ao final, ainda consegui me esquivar de uma bola de fogo abaixando-me um segundo antes que ela pudesse me atingir.

Quando o terceiro boneco surgiu, eu mal consegui puxar a corda do arco antes de uma bola de fogo atingir meu tornozelo. Novamente, a dor súbita atrapalhou meu foco e a flecha atingiu o teto. Respirei fundo e preparei um novo disparo, mas meus dedos tremiam devido a dor e a ansiedade para acertar. As coisas saíram totalmente do controle quando eu me esquivei oscilantemente de mais um projétil de fogo, mas tombei ao chão devido ao tornozelo ferido e isso deu tempo do boneco de lava se aproximar o suficiente para atingir meu rosto com a mão.

O tapa tinha uma força mínima, quase nenhuma, mas a dor de queimadura era tão real que eu senti meus olhos lacrimejarem e enquanto berrava numa tentativa chula de aliviar o incômodo, reagi de modo agressivo e golpeei o tronco do boneco com o corpo do meu arco, com tanta força que parte de sua construção se desfez. Antes que ele pudesse me atingir eu disparei uma flecha em seu peito.

Faltavam dois.

Enquanto um novo não aparecia eu me ergui do chão, atento às bolas de fogo e tentando transformar toda a dor que sentia em ira e foco. Assim que a criatura humanoide se materializou a alguns metros de mim eu trouxe a corda até meu rosto, mas desfiz o tiro quando fui forçado a me movimentar para evitar duas grandes esferas em chamas que se aproximavam. De joelhos no chão, eu mirei novamente e disparei um projétil diretamente contra o tronco do holograma; por ser a parte do seu corpo de maior área era fácil de ser atingida. O disparo atravessou o lado direito de seu peito e duas flechas depois – e dois acertos em regiões adjacentes a do primeiro impacto – ele se desfazia.

No intervalo entre o fim do penúltimo e o surgimento do último boneco de lava, a quantidade de esferas de fogo aumentou e eu fui forçado a me manter em movimento constantemente. Suava, mas naquele momento já estava no ápice da minha agitação, portanto quase conseguia achar divertida aquela aula, excetuando a parte da dor no ombro, tornozelo e rosto.

Em dado momento, eu estava de costas para o fundo da sala e quando me virei notei que o último holograma já havia percorrido metade da distância que nos separava. Preparei uma flecha o mais rápido que pude, mas assim que disparei ele saltou, usou a parede como apoio e se impulsionou em minha direção pronto para desferir um chute. Saltei para trás para me esquivar e antes que pudesse tentar outro disparo, mais bolas de fogo se aproximaram e eu me concentrei apenas em me esquivar delas. O meu adversário também não facilitava e eu tentava manter uma distância segura entre nós para ter tempo de preparar uma flecha, entretanto não conseguia manter uma posição adequada já que a todo momento uma nova esfera de fogo surgia.

Eventualmente, porém, eu consegui ter quatro ou cinco metros de vantagem e parar por alguns segundos, tempo suficiente para puxar a corda do Loving Arc e preparar um tiro. Aguardei um curto espaço de tempo para que meu adversário se aproximasse mais e no instante em que ele saltou na minha direção eu disparei contra seu corpo amarelado enquanto este estava no ar. Assim que ele se desfez todas as esferas de fogo pararam.

Quando saí da sala, a diminuição de adrenalina permitiu que eu notasse o quanto o meu corpo estava dolorido, não só pelos bolos de fogo holográficas, mas também devido ao esforço físico. Entretanto, estava aliviado por ter conseguido chegar até o final relativamente intacto.


Wake me slowly Or watch me fall;


Arma Utilizada:
Loving Arc - Uma réplica do próprio arco de Eros. Este é feito de ouro branco com detalhes coberto de bronze celestial, sua corda é coberta pela mais pura prata, é bastante elástica e jamais arrebenta. O arco materializa flechas mágicas assim que o filho de Eros toca na corda, sendo que as flechas possuem duas propriedade, uma é fazer com que pessoas fiquem apaixonadas ( durante 3 turnos ) pela primeira pessoa ou coisa que ver, e, a outra é que a flecha pode causar danos. A flecha materializada é toda feita de uma mistura de ouro branco e bronze celestial, sendo sua ponta um rubi vermelho no formato de um coração, tornando-a totalmente mortal. Quando não utilizado o arco se transforma em uma pulseira com um pingente no formato de coração. [Indestrutível] [Caso o semideus perca, o item volta ao seu pulso depois de um turno].
Poderes e Habilidades Utilizados:
Nível 8
Nome do poder: Mira do Cupido
Descrição: A principal arma de Eros/Cupido e sua mais famosa era o arco-e-flecha, no qual Eros/Cupido acertava os deuses e mortais, criando e desfazendo casais. Por conta disto, os filhos de Eros/Cupido possuem uma mira muito boa, comparada a dos filhos/seguidores dos Gêmeos Arqueiros. Isso não funciona apenas com flechas, mas com facas, e armas de arremesso.
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: +30% de chance de acertar pontos críticos em lançamento de armas, arremesso de armas, como facas, adagas, lanças e flechas.
Dano: Nenhum

Nível 10
Nome do poder: Precisão
Descrição: É a capacidade que permite ao semideus ter grande foco e atenção aos detalhes, de forma que sempre que realize uma mesma tarefa mais de uma vez o faça com perfeição. Eles aprendem com muita facilidade, e isso permite que dominem armas, resolvem enigmas e descubram alguma coisa de maneira mais rápida e precisa.
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: +30% de percepção e inteligência. +20% de descobrir algo. Pode pedir ao narrador uma única pista ao resolver um enigma ou uma charada.
Dano: Nenhum

Nível 11
Nome do poder: Atributos melhorados II
Descrição: O celestial agora está mais evoluído. A experiência em batalhas melhorou ainda mais as suas condições físicas. O semideus seguidor de Éter torna-se ainda mais veloz e esquiva-se com mais facilidade. Seus reflexos também melhoraram.
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: +30% de velocidade, esquiva e reflexos.
Dano: Nenhum

Nível 23
Nome do poder: Pericia com Arcos III
Descrição: O filho de Eros/Cupido, descobriu que o arco é a arma perfeita para ele, agora consegue acertar o alvo com uma precisão impressionante, e também aprendeu a atirar mais de uma flecha ao mesmo tempo.
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: +65% de assertividade no manuseio do arco.
Dano: +25% de dano se a arma do semideus acertar.

Nível 25
Nome do poder: Determinação
Descrição: O celestial é um guerreiro com determinação inabalável, determinação e força interior. Sabe aquela coragem de passar por algo difícil? Suportar a dor? Eles têm ela dentro de si, por isso, dificilmente se deixam abalar em situações de tortura ou que exijam coragem.
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: +10% de coragem para o celestial. +10% de resistência a dor.
Dano: Nenhum

Habilidade Adquirida

Nome: Perícia em Mira
Descrição: Mirar é a capacidade de usar de seus movimentos corporais e visualização de um objeto para atingi-lo. Ao fazer essa aula, o campista possui o treino o básico para acertar um alvo parado ou em movimento com diferentes objetos, desde armas a qualquer item corriqueiro. É necessário atentar-se para a equação de: quanto mais concentrado, mais precisa é a mira.
Gasto de MP: Nenhum
Gasto de HP: Nenhum
Bônus: +30% em mira
Dano: Nenhum
Extra: Uma vez por missão, você pode solicitar o Acerto Perfeito, acertando o alvo caso ele esteja a menos de 100m de distância. O post também deverá conter a narrativa de como foi realizada a mira. Ações como “mirei e acertei” serão invalidadas.
avatar
Peter C. Gallagher
Celestiais de Èter
Celestiais de Èter

Mensagens : 273
Idade : 20

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 6º Aula de Arquearia

Mensagem por Emmanuelle S. Henz em Ter 31 Out - 17:34

Aula Encerrada, notas em breve.



Emmanuelle Sophie Henz
I'M A QUEEN OF DARKNESS!!!
avatar
Emmanuelle S. Henz
Filhos de Poseidon
Filhos de Poseidon

Mensagens : 1045
Idade : 22
Localização : Seguindo em frente..

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 6º Aula de Arquearia

Mensagem por Nêmesis em Qua 1 Nov - 13:18

Modo de avaliação:
Introdução: 300 XP
Informação: 300 XP
Personagem: 300 XP
Missão: 300 XP
Habilidade: 300 XP
Total: 1.500 XP ( +30 por aluno) + 500 dracmas (+50 de dracmas por aluno).

Emmanuelle S. Henz
Introdução: 300 XP
Informação: 300 XP
Personagem: 300 XP
Missão: 300 XP
Habilidade: 300 XP
Total: 1.500 XP ( +30 por aluno) + 500 dracmas (+50 de dracmas por aluno).

Total = 1.620 XP + 700 dracmas


a ordem nunca falha, a justiça não desmerece o seu caminho
aqueles que furtam as sementes plantadas sucumbirão diante do veneno alimentado
avatar
Nêmesis
Deuses Menores
Deuses Menores

Mensagens : 99

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 6º Aula de Arquearia

Mensagem por Emmanuelle S. Henz em Qui 2 Nov - 21:58


Modelo de Avaliação
Criatividade: 40
Ortografia: 40
Coerência: 30
Ações Realizadas: 20
Aparência: 20
Total: 150 exp
Bônus do destaque: + 50
Bônus da Aula: 200 XP.
TOTAL MÁXIMO: 400 XP.

Luna Minn
Criatividade: 40
Ortografia: 35
Coerência: 30
Ações Realizadas: 20
Aparência: 20
Total: 145 exp
Bônus da Aula: 200 XP.
TOTAL FINAL:  345 XP


Frannie A. Blackwell
Criatividade: 40
Ortografia: 40
Coerência: 30
Ações Realizadas: 20
Aparência: 20
Total: 150 exp
Bônus da Aula: 200 XP.
TOTAL FINAL:  450 XP.

Peter C. Gallagher
Criatividade: 40
Ortografia: 40
Coerência: 30
Ações Realizadas: 20
Aparência: 20
Total: 150 exp
Destaque: 50 exp
Bônus da Aula: 200 XP.
TOTAL FINAL:  400 XP.

Charlotte A. Blackwell
Criatividade: 40
Ortografia: 35
Coerência: 30
Ações Realizadas: 20
Aparência: 20
Total: 145 exp
Bônus da Aula: 200 XP.
TOTAL FINAL:  345XP



Emmanuelle Sophie Henz
I'M A QUEEN OF DARKNESS!!!
avatar
Emmanuelle S. Henz
Filhos de Poseidon
Filhos de Poseidon

Mensagens : 1045
Idade : 22
Localização : Seguindo em frente..

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 6º Aula de Arquearia

Mensagem por Vênus em Qui 9 Nov - 12:14

Aula Atualizada


Vênus, love's lady
..
diva, déesse de l'amour et de la beauté ♦️
avatar
Vênus
Deuses Olimpianos
Deuses Olimpianos

Mensagens : 1981

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 6º Aula de Arquearia

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 1 de 2 1, 2  Seguinte

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum