The Blood of Olympus
Para visualizar o forum é necessário estar cadastrado, por favor registre-se no rpg ou entre em sua conta. É necessário estar cadastrado para ver as informações contidas no forum. Lembre-se de usar nome e sobrenome, não se cadastrar usando nomes geralmente utilizados por Hacker. Exemplo: "Barum" "Hakye" e por ai vai. Bem vindos.

Restaurante, Bar e Café

Página 6 de 7 Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7  Seguinte

Ir em baixo

Restaurante, Bar e Café - Página 6 Empty Re: Restaurante, Bar e Café

Mensagem por Beau G. Edmond em Qua Fev 13, 2019 10:07 pm






Drinkin' that ice cold beer
Runnin' them red dirt roads out, kicking up dust



Não podia negar que tinha ficado frustrado por ter sido completamente ignorado pela citação do autor. Principalmente pelo que devia ter prestado mais atenção, já que a brincadeira veio por causa de seu nome. De duas uma: ou eles não entenderam a referência, não conhecem romeu e julieta (meio impossível isso), ou não se importaram mesmo.

A frustração teria sido ainda maior se a segunda brincadeira tivesse sido ignorada por todos também, por sorte, o Peter chegou a rir, o que me forçou a dar um sorriso de lado sem jeito, como se agradecendo por não ter desprezado. O pessoal ali aparentemente não curtia muito brincadeira.

O comentário do meu meio-irmão fez com que eu tornasse a olhar o shakespeariano, de fato tinha que concordar, mas talvez não estivesse em meu melhor dia para paqueras, principalmente depois do banho de água fria recebido. Não sabia o que responder para o outro filho de Eros, então apenas deu uma risada baixa e um tapa leve em seu ombro esquerdo.

— Pois bem, os pequenos não estão mais sozinhos, vocês podem ficar de babá enquanto eu retorno para o bar pra tomar a saideira – não estava mais tão animado como antes e meu corpo começou a reagir pós guerra: cansaço e dores espalhadas — Ais, pirralho de Phobos, não fiquem até tarde – falei na direção dos menores — E vocês, aproveitem a noite, acho que tô velho demais pra aguentar ficar mais tempo.

E com um sorriso torto, dirigi a ultima frase aos três outros semideuses do sexo masculino. Acenei com a cabeça antes de retornar a área do bar, fazendo mais um pedido da bebida solicitada anteriormente a mesma garçonete, ou melhor, eu achava que era a mesma, até perceber que eram gêmeas. Já paguei os dois consumos do local enquanto tomava o drink para retornar ao jardim.

x wearing this







OBSESSIONS
Beau G. Edmond
Beau G. Edmond
Filhos de Eros
Filhos de Eros


Voltar ao Topo Ir em baixo

Restaurante, Bar e Café - Página 6 Empty Re: Restaurante, Bar e Café

Mensagem por Choi Yoon Jin em Sex Mar 01, 2019 1:59 am


Yoonjin virou a página com o dedo médio, os olhos não se desprendendo nem por um segundo da trilha de palavras que compunha o romance que lia. Sua mente trabalhava recriando as cenas em uma perfeita harmonia com a leitura, cada frase criando vida na cabeça da mentalista. Agatha Christie e seus livros policiais criavam uma consistência tremenda na cabeça da Choi, principalmente quando o envolvido era seu tão admirável detetive Poirot. O francês era, por mais que a mulher não se sentisse atraída por pessoas do gênero masculino, era o mais próximo de um crush literário sendo homem que a morena poderia ter. Todas as outras eram mulheres. Naquele momento, desbravava o exato momento em que o detetive desvendava o caso, mordendo o lábio inferior pela tensão que cada palavra despejava sobre os seus ombros. Sentia-se como uma adolescente novamente, vivenciando as percepções dos livros como se fossem de verdade.

Até que uma voz a alarmou. "Onde está a merda do bar?", as palavras foram proferidas com tanta fúria e exasperação que o clima do local ficou imediatamente pesado para as suas habilidades herdadas pelas bênçãos de Psiquê. Sua primeira reação foi desviar as orbes azuis das páginas, o livro fechando-se ao redor do marca-páginas em formato de borboleta; seu olhar fixou-se imediatamente na xícara de café que repousava sobre a mesa, à sua frente, o líquido preto e espumante enchendo o recipiente de porcelana até a metade. Esquecido em prol da história; frio. Depois, ela fixou sua atenção na direção da origem daquelas palavras, e de repente deparou-se com uma aura enegrecida e fria. Yoonjin arrepiou-se, apesar de não ter em momento algum desviado o olhar daquele homem.

Você precisa de ajuda? — perguntou num tom manso, aproveitando-se que ele havia parado bem próximo a si, como se amaldiçoasse aquele balcão por vender café e não bebidas alcoólicas. Bem, era exatamente isso que ele fazia, a mentalista conseguia ler em sua mente e, acima de tudo, em suas expressões.

Beauty and Darkess. Maxwell Wittelsbach. Pandevie Magie.
(C) Ross


Última edição por Choi Yoon Jin em Sab Mar 02, 2019 12:15 pm, editado 2 vez(es)


words don't
come easy
grabbing your
body between us
Choi Yoon Jin
Choi Yoon Jin
I Coorte
I Coorte

Idade : 23
Localização : I Coorte.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Restaurante, Bar e Café - Página 6 Empty Re: Restaurante, Bar e Café

Mensagem por Maxwell Wittelsbach em Sab Mar 02, 2019 12:13 am

a bottle of vodka

Maxwell conseguira conter a raiva dentro de si ao longo daqueles dias após seu retorno de Dresden. É claro, porque tinha sempre a carteira de cigarros consigo. Passara a fumar o dobro do que costumava anteriormente apenas porque sentia a urgência de conter a fera que borbulhava dentro de si sempre que sua consciência relembrava-o que havia falhado; sempre que lembrava-se de que a vida de Cheryl havia escorrido por entre os seus dedos e que ele fora lento demais em sua missão de resgate. Agora, ele não dispunha de nada além do enorme peso que era ter a morte da irmã em suas costas, e de uma vingança iminente que ainda precisava ser posta em prática.

Por isso, naquele dia, o filho de Plutão procurou pelo bar existente nas dependências da loja da senadora Farrier, atravessando o andar correspondente em busca das garrafas de bebidas diversas. Se não seria a nicotina a aliviar aquela intensa raiva que nutria em seu âmago, seria o álcool, e ele não ligava pro horário ou se havia pessoas ali que poderiam julgá-lo. Mais que nunca ele não dava a mínima foda pra ninguém, e só queria desmaiar de tão bêbado que iria ficar. Ao infiltrar-se no recinto, dirigiu-se diretamente ao balcão, a boca salivando pelas doses de tequila que pediria para sanar aquelas sensações explosivas. Contudo, tudo o que os seus olhos negros conseguiram contemplar foi um monte de pilhas de xícaras de porcelana, e o cheiro de café quente entrou por suas narinas.

Onde está a merda do bar? — ele rosnou, sentindo a pele ferver de uma raiva acumulada. Uma atendente pareceu tê-lo ouvido e olhou para si, mas talvez sua expressão fosse demasiadamente grotesca, pois tudo o que fez foi pedir para que aguardasse por um momento ao sair pelas portas dos fundos. Nesse momento, entretanto, alguém o abordou, e seu olhar intenso voltou-se para a figura desconhecida de uma mulher.

Os cabelos negros adornavam um rosto escultural. Ela era, decerto, uma verdadeira beldade naquele acampamento, de uma forma divina que só havia presenciado em crias da deusa da beleza. Maxwell, entretanto, tinha seus sentidos anuviados pela raiva e pelo desespero, por mais que não entendesse este último. Tudo o que fez foi soltar um riso sarcástico diante da pergunta da mulher, como se ela fosse insignificante perante o estado em que se encontrava. Olhou ao redor, mas ninguém mais parecia notar sua exaltação.

Não, não preciso de ajuda — ele respondeu de uma maneira seca. Céus, estava fora de si, realmente. Diante de uma mulher tão bela e tudo o que conseguia pensar é que estava puto de raiva! — A não ser que você tenha álcool aí.
i am become death, the destroyer of worlds
Maxwell Wittelsbach
Maxwell Wittelsbach
V Coorte
V Coorte

Idade : 25
Localização : [20:29:13] Genevra E. Diarmaid : A PADARIA FOI AÇALTADA

Voltar ao Topo Ir em baixo

Restaurante, Bar e Café - Página 6 Empty Re: Restaurante, Bar e Café

Mensagem por Choi Yoon Jin em Sab Mar 02, 2019 6:13 pm


Yoonjin já esperava aquela postura de prepotência, principalmente depois de ter se aproximado. Era uns bons centímetros mais baixa que o homem a quem agora encarava, as íris extremamente azuis, um tom cerúleo que era refletido pelas inúmeras fontes de iluminação contidas no interior da cafeteria, contra íris negras opacas, de ônix, que pareciam sugar toda a claridade e jogá-la para um fundo vazio. A mentalista, entretanto, não deixou-se intimidar pela aura massivamente agressiva de — Maxwell, filho de Plutão, legado de Éris e que continha em si dor e perda suficientes para toda uma vida. Yoonjin saiu da cabeça do homem ao erguer as mãos.

Tenho algo melhor que álcool, sr. Han Jihoon — havia pescado aquela informação como se fosse uma pepita de ouro em meio a seixos. E quando o nome deixou seus lábios, a coreana notou que aquelas simples sílabas coreanas provocaram um efeito enorme no homem mais alto; a expressão de surpresa foi imediata, e foi o suficiente para deixá-lo sem reação pelos segundos precisos. Yoonjin tocou-lhe, com as mãos erguidas, as têmporas, e por fim fechou os olhos. Ainda precisava se concentrar para usar aquele poder, porque demandava de si uma energia psíquica muito grande, a fim de compartilhá-la com o próximo. Sentiu a aura plácida erguer seus muros contra ambos, e a paz reinar enquanto a mentalista induzia um alívio mental ao filho de Plutão. — Apenas relaxe — sua voz era pacífica, quase etérea, enquanto utilizava suas habilidades.

Ao fim, quando sentiu que não era mais necessário continuar, abriu os olhos e desfez o toque, recuando um passo por conveniência. Ainda não gostava de toques físicos e os evitava de todo, mas naqueles momentos ela tinha consciência de que eram precisos. Yoonjin observou Maxwell permanecer de olhos fechados, como se estivesse entregue às sensações provocadas pela indução de alívio mental, mas lentamente voltou a abrir os olhos e estes não estavam mais tão opacos, embora ainda parecessem pedras de ônix. A mentalista respirou fundo, satisfeita com aquilo.

Sente-se melhor, correto? — ela perguntou, ainda esbanjando sua entonação calma. — Não quer se sentar um pouco? — Yoonjin apontou para a mesa a qual ocupava, o livro de Agatha Christie ainda abandonado sobre a superfície desta. Ela voltou-se, então, para um barista e acenou. — Um capuccino. Sem açúcar. — havia pescado aquela informação na mente do homem também.

Beauty and Darkness + Maxwell Wittelsbach + Pandevie Magie.
(C) Ross


words don't
come easy
grabbing your
body between us
Choi Yoon Jin
Choi Yoon Jin
I Coorte
I Coorte

Idade : 23
Localização : I Coorte.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Restaurante, Bar e Café - Página 6 Empty Re: Restaurante, Bar e Café

Mensagem por Romeo Bernocchi em Dom Mar 03, 2019 5:15 pm

pós guerra
Franzi o cenho ao assistir Beau se afastar, visivelmente incomodado por alguma coisa. Ao meu ver, por não ser o centro das atenções como na guerra, o filho de Eros se incomodou. Realmente, apesar de poucos semideuses, a fala simultânea de todos causou uma confusão mental.

— Peraí, pessoal, já volto. — falei, tendo acompanhado o moreno com o olhar. Assim, deixei o pequeno grupo e segui em direção ao bar, terminando de beber a água da garrafinha que há pouco pegara. Nisso, me aproximei do rapaz.

— Ei. — chamei-o, abrindo um sorriso tímido. Aí percebi que não havia planejado nada e, por costume, cocei a cabeça, deixando o silêncio se alastrar entre nós por alguns segundos, nos quais me peguei analisando as feições do moço. — Ahm... então, você vai embora mesmo? Acabamos de chegar!
Romeo Bernocchi
Romeo Bernocchi
Pretores
Pretores

Idade : 21
Localização : Acampamento Júpiter

Voltar ao Topo Ir em baixo

Restaurante, Bar e Café - Página 6 Empty Re: Restaurante, Bar e Café

Mensagem por Beau G. Edmond em Dom Mar 03, 2019 5:39 pm

Drink, more one! please.
With: Romeo || Where: Pandevie
Já estava finalizando a bebida quando ouvi a voz recém conhecida. O shakespeariano se aproximou quando dei o último gole no drink azul e coloquei a taça no balcão. O silêncio após o seu 'ei' serviu para que eu me virasse em sua direção antes dele iniciar uma tentativa de convencimento a permanecer no local ou apenas uma puxada de assunto mesmo.

— Ah, talvez eu não seja tão entrosado quanto achei que fosse — levei o indicador até a borda da taça, girando-o por toda extensão dela — digamos que sempre fico deslocado em meio a semideuses que chegaram ao acampamento recentemente, Prowler e Peter são as únicas exceções ali.

Apontei com a cabeça na direção da saída do bar, para onde estariam os demais. De fato eu tinha um pouco de dificuldade de socializar com os novatos, não sei se o fato da "traição" com as hespérides se espalhou e causou uma imagem negativa sobre mim ou se por ter pego o desejado do acampamento semideus que fez os outros sentirem um pouco de raiva. Claro, também tem a opção que parece ser a mais plausível, utilizada pelos meus meio-irmãos: idas e vindas constante ao acampamento, sumiços repentinos.


— De qualquer forma, acho que os resquícios da batalha no tártaro começou a afetar, meu corpo deve estar esfriando, pois sinto alguns incômodos nas costas. A propósito, bela luta, digo, era você de manto roxo em cima de um cão infernal né?



OBSESSIONS
Beau G. Edmond
Beau G. Edmond
Filhos de Eros
Filhos de Eros


Voltar ao Topo Ir em baixo

Restaurante, Bar e Café - Página 6 Empty Re: Restaurante, Bar e Café

Mensagem por Romeo Bernocchi em Dom Mar 03, 2019 5:49 pm

pós guerra
— Eu penso que isso é uma coisa mutável, sabe? Basta um esforcinho que você não ficará deslocado. Pelo menos não comigo. — falei, sincero. E aí percebi que poderia haver uma interpretação ambígua sobre a minha frase. Para tanto, me apressei a me corrigir: — Porque eu gosto de conversar com todo mundo...

De repente, fiquei feliz por Beau comentar sobre a guerra. Fazia pouco tempo desde que voltamos do Tártaro, e menos tempo ainda que os deuses olimpianos decretaram as sentenças dos aliados de Nox. Apesar do comentário sobre as dores nas costas, o que veio em seguida me fez esbanjar um largo sorriso. Afinal de contas, eu amava quando era reconhecido.

— Sim, eu mesmo! E o Otto, o melhor cão infernal do mundo! Me lembro de você lá também, na última luta. Mandamos bem! — desta vez medi as palavras, a fim de não me constranger diante do rapaz. — Ah, e sobre o incômodo nas costas, eu acho que talvez possa te ajudar. Curso educação física na Universidade de Nova Roma e tenho como melhor amiga a Luna, sabe? Aprendi uma técnica de cura através do meu próprio chi. Posso te ajudar, se quiser.

Romeo Bernocchi
Romeo Bernocchi
Pretores
Pretores

Idade : 21
Localização : Acampamento Júpiter

Voltar ao Topo Ir em baixo

Restaurante, Bar e Café - Página 6 Empty Re: Restaurante, Bar e Café

Mensagem por Beau G. Edmond em Dom Mar 03, 2019 6:00 pm

Drink, more one! please.
With: Romeo || Where: Pandevie
Não tive como conter o riso após a frase dele, ou melhor, após a reação dele. Não era preciso nenhum poder de leitura de aura para saber que ele havia se constrangido com a sua própria frase que possuía um duplo sentido. Apenas sorri após a risada, confirmando com a cabeça. Levantei a taça vazia na direção das gêmeas e fiz o numero 2 com os dedos, indicando que queria mais dois da mesma bebida. Se ele não bebesse, eu tomaria a dele.

— Que bom que você se dá bem com ele, apesar de como seguidor das Hespérides já ter uma afinidade com animais/feras, tenho bastante dor de cabeça com o meu, mas no fundo ele é um bom amigo. Bem lá no fundo. — revirei os olhos ao lembrar das discussões com o Kero.

Pelo visto tínhamos uma pessoa em comum em nossa rede de conhecidos. Luna. A curandeira que um dia me curou no acampamento, pelo menos, acredito que seja ela, já que ele falou em cura. Não era tão próximo o quanto ele aparentava ser, só tínhamos nos encontrado uma única vez, mas sabia quem era.


— Luna? Conheço, se for a curandeira. ela me curou uma vez no acampamento — arqueei as sobrancelhas quando ele propôs me ajudar — Se não for incômodo para você, acho que aceito sim. Normalmente eu me curaria só, mas não estou vendo nenhuma fonte de amor por aqui ou algo da natureza — dei outro sorriso antes das bebidas chegarem. Empurrei uma das taças na direção do rapaz — Por minha conta — levei a segunda aos lábios, tomando um gole lento — Desculpe-me se estiver sendo invasivo, mas universidade? Você consegue estudar sem sofrer ataques de monstros? De quem é filho mesmo?




OBSESSIONS
Beau G. Edmond
Beau G. Edmond
Filhos de Eros
Filhos de Eros


Voltar ao Topo Ir em baixo

Restaurante, Bar e Café - Página 6 Empty Re: Restaurante, Bar e Café

Mensagem por Romeo Bernocchi em Dom Mar 03, 2019 7:36 pm

pós guerra
— Você também tem um cão infernal? — perguntei, concluindo pelo que Beau dissera, assim que parei de rir do seu comentário a respeito de sua mascote. Seria legal para Otto conhecer outro de sua espécie além de Ivy.

Fiz que sim com a cabeça quando o rapaz repetiu o nome da curandeira, confirmando. Ela provavelmente já tinha curado centenas de semideuses, portanto era famosa, querendo ou não. Adjacentemente, as duas taças pedidas por ele foram postas no balcão diante de nós. A fim de fugir delas por não ser fã de bebidas alcoólicas, adiantei-me às costas do semideus. — Não é incômodo não. Só preciso que me diga onde dói.

E, assim, passei a tocá-lo. Usei os dedões para pressionar pontos distintos em suas costas, buscando sentir algum nó que denunciasse o mal estar, ou então que o próprio moço se manifestasse por conta dos apertos. Todavia, interrompi o projeto de massagem para recusar a bebida, justificando-me da maneira mais sincera possível: — Desculpa, mas eu não gosto muito disso aí. Mas obrigado!

Observei-o ao longo do instante em que bebericou o líquido azulado, deixando os dedos estáticos sobre suas costas proporcionais e definidas. Só voltei a pressioná-la quando Beau perguntou sobre a UNR, o que me deixou surpreso por sua falta de conhecimento.

— Pera... você não sabe que existe uma universidade bem aqui em Nova Roma? É lá que eu estudo. É super tranquila e tem um portal que te leva direto ao seu acampamento, então tem vários gregos por aqui. — resumi brevemente, saindo de trás do rapaz para olhá-lo nos olhos. — E eu sou filho de Belona, por quê?
Romeo Bernocchi
Romeo Bernocchi
Pretores
Pretores

Idade : 21
Localização : Acampamento Júpiter

Voltar ao Topo Ir em baixo

Restaurante, Bar e Café - Página 6 Empty Re: Restaurante, Bar e Café

Mensagem por Beau G. Edmond em Seg Mar 04, 2019 5:01 pm

Drink, more one! please.
With: Romeo || Where: Pandevie


— Não, não! — de fato minha fala dava uma interpretação de que eu também tinha um — antes fosse... O Kero é um... — era difícil dar uma classificação para aquele ser lendário — é um grande felino alado. Em resumo da obra é isso  Infelizmente é o único de sua raça existente, se não eu já teria trocado por um que tivesse um temperamento um pouco melhor.

Soltei uma risada baixa antes de apontar o local das dores, no centro das costas e na lateral superior direita, próximo ao ombro. Já iria relaxar com os seus toques quando ele negou a bebida, me fazendo arquear as sobrancelhas. Tudo bem que eu não me importava em tomar a dele, mas quem vem ao bar e não bebe?

— Como sabe que não gosta? Já provou essa especificamente? Tem gosto de chiclete.

O "ai" escapuliu de minha boca assim que terminei de tentar convencê-lo a beber, reação de quando ele apertou um dos nós de tensão que procurava em minhas costas. Se eu tivesse um pouco mais de intimidade com ele, talvez teria dado um tapa por ter me pego desprevenido.

— Te juro, não fazia ideia que tinha isso aqui. Digamos que eu não seja muito antenado com as coisas que acontecem nos acampamentos, principalmente no júpiter. Minha única ligação com o júpiter era a que eu acredito ser a dona deste local por causa do nome, Evie e o Prowler. É uma amiga distante que não a vejo ha tempos. Conhece? — peguei a taça que tinha deixado para o romano enquanto ele se movia para retornar a minha frente e ambos nos olharmos — Tá explicado, filhos de deuses relacionados a guerra se saem muito bem no campo de batalha, mas na hora de se divertirem, fogem — toda aquela fala teve um tom malicioso ao mesmo tempo em que estendia a mão com a bebida na direção dele. O sorriso em meu rosto e o olhar fixo no loiro indicava o que eu estava tentando fazer: persuadi-lo a beber o líquido.

Poderes a serem considerados:

Nível 2
Nome do poder: Perfume primaveril
Descrição: As Hespérides possuem atributos semelhantes às horas, espíritos que presidem as estações do ano, sendo taxadas como deusas primaveris. Os guardiões da deusa possuem um natural perfume agradável, que remete aos que o sentem a doces e agradáveis tardes da primavera, ficando mais calmos e amorosos. O que evita que sentimentos negativos como raiva, medo, angústia e depressão passem e deem lugar para a felicidade e amor. O perfume de seus corpos pode ser sentido apenas por aqueles que estiverem em uma distância máxima de cinco metros.
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: Nenhum
Dano: Nenhum
Extra: O efeito é narrativo e funciona para apaziguar ânimos em rps sociais, não funcionando em meio a uma batalha ou derivados.

Nível 11
Nome do poder: Luxuria e Sedução
Descrição:  Os filhos de Eros/Cupido conseguem seduzir os outros com extrema facilidade, usando desde o seu andar até o seu tom de voz para seduzir. Funciona normalmente com seres de ambos os sexos independente da opção sexual das vítimas desse poder. Você consegue despertar o desejo nos outros sem se esforçar para isso, com pequenos gestos e olhares. Isso acontece porque as crias do deus são naturalmente belas, e acabam despertando a libido dos outros pelo charme natural que exibem, sejam gestos, o corpo estonteante, o olhar, ou a aparência meticulosamente diferente, sensual e atrativa.
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: Pode fazer o inimigo se sentir atraído por você durante um turno, nesse turno, você dificilmente será atacado. Mas se o filho de Eros/Cupido tentar algo agressivo, o efeito passa.
Dano: Nenhum

Nível 26
Nome do poder: Voz graciosa II
Descrição: Assim como as graças, as Hespérides são capazes de cantar melodias sublimes ecoadas por vozes realmente encantadoras. A voz dos guardiões também é dotada de grande beleza e encanto. Poderes que envolvam a utilização da voz se tornam duas vezes mais poderosos quando utilizados por esses semideuses.
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: 30% em status dos poderes que utilizam voz por parte do guardião.
Dano: Nenhum





OBSESSIONS
Beau G. Edmond
Beau G. Edmond
Filhos de Eros
Filhos de Eros


Voltar ao Topo Ir em baixo

Restaurante, Bar e Café - Página 6 Empty Re: Restaurante, Bar e Café

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 6 de 7 Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7  Seguinte

Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum