The Blood of Olympus
Para visualizar o forum é necessário estar cadastrado, por favor registre-se no rpg ou entre em sua conta. É necessário estar cadastrado para ver as informações contidas no forum. Lembre-se de usar nome e sobrenome, não se cadastrar usando nomes geralmente utilizados por Hacker. Exemplo: "Barum" "Hakye" e por ai vai. Bem vindos.

Restaurante, Bar e Café

Página 5 de 7 Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7  Seguinte

Ir em baixo

Restaurante, Bar e Café - Página 5 Empty Re: Restaurante, Bar e Café

Mensagem por Beau G. Edmond em Qui Jan 31, 2019 3:01 pm






Drinkin' that ice cold beer
Runnin' them red dirt roads out, kicking up dust



A voz feminina familiar me fez virar o rosto em sua direção ao mesmo tempo em que dava um gole na bebida entregue pela garçonete. Finalmente alguém conhecido, mesmo que aquela área não fosse a ideal para alguém menor de idade. Aislynn se aproximou arrastando um garoto, até então, desconhecido - mas que eu lembraria de seu rosto até a morte. Meu olhar o percorreu de baixo para cima. Se eu não tivesse tão exausto para utilizar poderes, visualizaria suas emoções para entender seus reais desejos.

— O que você está fazendo aqui dentro?! — Perguntei assim que ela se aproximou. Deixei o copo em cima da bancada para cumprimentar o filho de Phobos com um aperto firme e forte — Prazer, Beau. Filho de Eros e ex-líder dessa garota aí — apontei com a cabeça na direção da filha de Apolo.

Por mais que eu não me importasse com essa questão de liderança, fiz questão de falar tal fato para intimidar e ficar claro pro novato que eu estaria de olho nele caso fizesse algo com ela, protegendo-a por ser mais velho. Eu já iria reclamar da presença de ambos naquele ambiente quando o outro guardião. Prowler estava quase um típico filho de Afrodite de tão estiloso. Se os filhos de Ceres possuíam algum poder relacionado ao charme, eu não sabia, mas que ele poderia conseguir qualquer um ali, isso eu tinha certeza.

— Uau! — voltei a pegar a bebida e tomei um gole antes de puxar o romano para perto pela gola de sua camisa exterior — parece que ambos tivemos a mesma ideia de vir com uma camisa aberta por fora. Sintonia? Destino? Talvez! Veio assim para me seduzir, Prow? Já disse que tenho um fraco por romanos?

A piscada com o olho direito foi automática após o termino da frase. Sabia dos gostos do loiro, mas sempre que podia eu tentava jogar uma cantada só para brincar com ele, principalmente para tentar quebrar a seriedade que ele carregava. Desta vez essa seriedade estava junta com outro sentimento que eu conhecia bem: ciúmes. Era possível sentir aquilo sem precisar de nenhum poder.

Levei a destra até a nuca do guardião, dando uns tapinhas fracos e apertando o local como se fosse uma espécie de consolo. Talvez aquela tenha sido a primeira vez em que tinha um contado físico direto com ele, espero que ele não tenha se importado. Mais uma vez fitei o "amigo" da Aislynn antes de cair na gargalhada com o pedido deles e de lembrar que eles não deviam estar ali.

— Vocês não perceberam que estão em um ambiente adulto? — falei ao mesmo tempo em que segurava cada um dos dois pelos braços — vamos sair daqui para que as crianças consigam tomar seu café no local correto, mas se fizerem eu perder algum boy, vão descobrir a fúria de um filho de Eros. E vocês com certeza não vão querer conhecer, acreditem.

Chamei o Prowler com a cabeça enquanto saíamos do bar em direção a área da cafeteria que ficava ao lado.


x wearing this







OBSESSIONS
Beau G. Edmond
Beau G. Edmond
Guardiões das Hesperides
Guardiões das Hesperides


Voltar ao Topo Ir em baixo

Restaurante, Bar e Café - Página 5 Empty Re: Restaurante, Bar e Café

Mensagem por Romeo Bernocchi em Dom Fev 03, 2019 7:40 pm

pós guerra
Eu não sei exatamente o que me motivou a ir até a Pandevie depois de um costumeiro e exaustivo dia, no qual me dividi entre os afazeres com Becka e os da universidade de Nova Roma. Talvez tenha sido a curiosidade por conta da tal comemoração que chegou aos meus ouvidos, e eu, como pretor, precisava saber que limite algum seria ultrapassado, ainda mais na agora tranquila cidade.

Suspirei, ajeitando as alças da mochila jeans nas costas. Ao empurrar a porta de entrada do restaurante, bar e café, vi que minha camiseta preta e lisa, a calça jeans clara e os coturnos negros estavam de acordo com o que os semideuses ali presente vestiam. Não eram muitos, o que por um lado era bom, e eu claramente não me lembrava de seus rostos enquanto inutilmente estreitava os olhos para encará-los.

Caminhei pelo estabelecimento em um ritmo lento, tendo um sorriso torto estampado em meu rosto. Deixei o restaurante moderno para trás, seguindo diretamente até o bar. Ao ser recebido por uma moça bastante simpática, pedi a desejada água e ri diante da reação surpresa dela.

Após o primeiro gole, percebi algo errado. Aislynn, a garotinha que conheci havia um bom tempo, estava ali. Suas companhias eram outra criança, Prowler e o moço bonito que enfrentou Mammon junto a mim. Arqueei a sobrancelha esquerda, analisando a cena, e logo sorri por ver o desconhecido arrastar as crianças para o outro lado, onde existia um café.

Contente por rever a filha de Apolo depois de tanto tempo, apertei o passo em sua direção, esbanjando um sincero e contagiante sorriso. Quando finalmente próximo, me abaixei um pouco para tentar assustá-la pelas costas, apertando suas costelas com os indicadores: — Bú! — ri, endireitando a coluna. — Como você 'tá, Aislynn? Faz tempo que não te vejo!

E aí percebi, pelos cantos dos olhos, que eu aparentemente tinha cagado pros demais. Então cocei a garganta, me adiantando: — Oi, pessoal! Eu sou o Romeo, mas podem me chamar só de Meo.

Romeo Bernocchi
Romeo Bernocchi
Pretores
Pretores

Idade : 21
Localização : Acampamento Júpiter

Voltar ao Topo Ir em baixo

Restaurante, Bar e Café - Página 5 Empty Re: Restaurante, Bar e Café

Mensagem por Prowler em Seg Fev 04, 2019 1:29 pm


Let the celebrations begin, Nox fell
After the terrible clashes in the Tartar, it's tea time
As palavras de Beau demonstravam preocupação com as convenções sociais das quais todos ali faziam parte. No entanto para Prowler, idade em si não significava qualquer coisa, no fim das contas, Aislynn era poderosa o suficiente para lutar lado a lado com eles, sendo assim, teria sempre um lugar à mesa do guardião fosse onde fosse. Todavia, o grupo de semideuses não estava nos bosques dos quais os loiro cresceu. Dentro daquela sociedade, certas regras normativas pareciam dar a impressão de controle e por isto, Prowler apenas pegou a água, tomou-a de uma vez e seguiu os demais, sem muito pestanejar.

No caminho, o legionário percebeu o pretor de seu acampamento, Romeo Bernochi, uma figura extremamente conhecida do Júpiter. Em sua percepção, a prole de Ceres sabia do grau de poder daquele ser, não apenas pelo título que ostentava, mas por ver com seus próprios olhos suas capacidades de combate. Era possível dizer que Prowler o respeitava, mesmo sem conhecê-lo tão bem.

— Nunca imaginei um apelido desta maneira para o senhor. — colocou o jovem à fala de Romeo. Havia de se lembrar que ambos foram treinados em um acampamento militar e desta maneira, certas maneiras de se tratar superiores permaneciam, mesmo em meios sociais, o que demonstrava o respeito à hierarquia.

Poderes:
Passivos:
-
Ativos:
-

Observações:
- FPA
- Roupas

Itens:
-




PROWLER • SON OF CERES
Prowler
Prowler
Lider dos Guardiões
Lider dos Guardiões

Idade : 18
Localização : Jardim das Hespérides

Voltar ao Topo Ir em baixo

Restaurante, Bar e Café - Página 5 Empty Re: Restaurante, Bar e Café

Mensagem por Aislynn Prescott em Seg Fev 04, 2019 10:29 pm

O mundo é grande demais para permanecermos apenas em um lugar
Aventure-se
— Você me convidou! Vi você de longe e quis cumprimentar. — Respondeu a pergunta sem sequer compreender a gravidade de estar em um bar. Aislynn fez careta ao notar como Beau aparentou ser intimidador ao se apresentar para Aloy, chegava a ser estranho vê-lo “serio”. Não demorou muito para Prowler aparecer e se juntar, a semideusa abriu um sorriso enorme ao ver o amigo, contudo franziu o cenho ao notar que ele não estava de bom humor. Sequer teve tempo de responder ou pensar sobre e muito menos ter o pedido escrito, pois Beau já foi empurrando tanto ela quanto Aloy para longe. — Hey, mas fui convidada por você. Eu não sou criança tenho quase 14! — Reclamou enquanto estava sendo arrastada contra a sua vontade. — Não entendi porque vamos ficar separados. — comentou com Aloy. — Acredite em mim, os dois são legais! Só não sei o que deu neles. — Tratou logo de acrescentar.

Um pequeno grito foi solto de sua boca ao se assustar com alguém tocando a sua cintura. Olhou para trás imediatamente e um sorriso enorme seguido de um abraço apertado foi dado em Romeo. — Assim irá me matar do coração. — Disse animada ao se afastar. — Tirando o pequeno infarto que me fez passar agora estou ótima. Estou feliz em rever você. — A semideusa estava repleta de pessoas que continha um afeto e isso enchia o seu coração de alegria. Ao ouvir Prowler falar de forma tão formal com Romeo a semideusa colocou a mão nos lábios tentando conter uma risada. — Prowler, você tem que se soltar mais. — Falou descontraída e cutucando-o com o  cotovelo. — Se quiser posso até ajudar com uma dança! — Os olhos da pequena filha do Sol brilharão com a possibilidade de dançar.
ROUPA


The A³B Squad
Aislynn Prescott
Aislynn Prescott
Filhos de Apolo
Filhos de Apolo

Idade : 13
Localização : Tomando um Sol por ai

Voltar ao Topo Ir em baixo

Restaurante, Bar e Café - Página 5 Empty Re: Restaurante, Bar e Café

Mensagem por Peter C. Gallagher em Ter Fev 05, 2019 12:22 am



 
 
  
comemoração
ᚉᚑᚌᚐᚇᚆ, πόλεμος, war
------  ✖️  ------


V
esti a jaqueta e observei o reflexo. Alexander surgiu atrás de mim, com blusa de botões até o pescoço. O filho da mãe era estiloso. Havia um sorriso que deixava escapar uma pequena dose de sarcasmo.

— Por que você veste a camisa e a jaqueta se você vai tirar?  

— Porque você pode me deixar de carro lá no Acampamento. — Eu tentei sugerir em um tom despretensioso. Ele também ia sair.

Alex riu.

— Na costa de Long Island? — Ele ia para algum restaurante perto jantar amigos. Mas definitivamente o Acampamento não ficava no caminho para o seu destino final. — De jeito nenhum. Posso te dar uma carona até uma região mais próxima e você vai voando até o Acampamento.

Passei um pouco de perfume e sorri para o homem. Conferi uma sétima e última vez minha aparência. Agradável.

Partimos.




Cheguei um pouco menos arfante ao ponto de encontro. Tivera que voar rapidamente do Upper East Side até o Acampamento Meio-Sangue e de lá atravessar o portal para o Acampamento Júpiter. Beau, meu meio-irmão e um dos filhos de Eros mais poderosos, falara-me sobre uma comemoração devido ao fim da guerra no Restaurante, Bar e Café — sim, os três, Evie sabia como empreender — da Pandevie.  

Não foi difícil localizar o estabelecimento. A morada dos romanos era muito bem organizada, Nova Roma era uma cidade planejada, muito fácil de ser encontrada. Assim que entrei observei o interior. Eu não sabia em qual das três partes eles estariam, então só me restava a opção de buscar. Atravessei o restaurante sem me deter mais e só parei no bar.  

Pedi à moça atrás do balcão por uma lata de Coca-Cola e um copo. Logo que ela me entregou ambos, perguntei se vira um relativamente bonito, de cabelos castanhos. Ela indicou o segmento seguinte do local e eu me direcionei para ele após um agradecimento e um sorriso. Bebericava a Coca-Cola — bastante gelada, desceu com um ardor/frescor pela minha garganta — quando os avistei. Beau estava acompanhado principalmente de pessoas conhecidas. Prowler eu havia conhecido na guerra, quando lutamos contra um demônio. Aislynn também havia batalhado ao meu lado, assim como me curado; ao seu lado estava a única pessoa não conhecida, uma criança assim como ela.

Assim que terminei de tomar o último gole no copo, o enchi novamente e andei com o copo na mão direita, a latinha na esquerda e a jaqueta pendurada no braço. A última pessoa eu tinha pouquíssimo contato, talvez por sua patente. Contudo, com tamanha beleza eu ficaria muito feliz em ser mais próximo de Romeo.  

— Boa noite, fiquei sabendo que teríamos uma comemoração hoje. Desculpa o atraso, eu tentei vir voando. — Cumprimentei um por um deles. Primeiro Aislynn, depois Prowler, Beau, Romeo e por fim o rapaz desconhecido. — Não acho que te conheço. — Estendi minha mão a ele. — Meu nome é Peter. Peter Gallagher, filho de Eros.  

Bebi a Coca. Era como se parte do grupo que combateu Mammon estivesse reunido de novo. Dessa vez, contudo, não existia nenhum demônio comedor de tesouros a ser combatido.





✖️
Peter C. Gallagher
Peter C. Gallagher
Celestiais de Èter
Celestiais de Èter

Idade : 21

Voltar ao Topo Ir em baixo

Restaurante, Bar e Café - Página 5 Empty Re: Restaurante, Bar e Café

Mensagem por Beau G. Edmond em Ter Fev 05, 2019 12:43 am






Drinkin' that ice cold beer
Runnin' them red dirt roads out, kicking up dust



A fala da adolescente sobre ter quatorze anos me fez rir baixinho, típico comentário de menores de idade quando se sentem adultos. Paramos próximo ao café quando o “desconhecido” se aproximou. Ao julgar pela maneira como a Aislynn e o Prowler se dirigiu a ele parecia que apenas eu não o conhecia. O verdinho até se referiu a ele com um ‘senhor’, que não fazia jus a sua idade aparente.

— “Ah, Romeu... Por que és tu, Romeu?” – mudei a voz para uma rouquidão dramática ao recitar a fala da peça em que uma das personagens possuía o mesmo nome que o rapaz a frente, logo após ele ter se apresentado, além de levantar a destra na direção da luz mais próxima – Shakespeare – falei com um largo sorriso enquanto observava os outros. Talvez fosse demais esperar aplausos pela breve apresentação, então apenas pigarreei enquanto desfazia o sorriso. Estendendo a mão direita agora na direção do não-personagem – Beau, muito prazer.

Foi durante o movimento para cumprimenta-lo que pude observá-lo melhor. Ele não era tão desconhecido quanto eu pensei, era o homem que também estava no tártaro, em cima de um cão infernal e usando um manto roxo. Apertei com um pouco de força sua mão durante o cumprimento, não de uma maneira que intimidasse como foi no caso anterior, mas sim, um “forte confortável” se é que essa denominação existia.

— Pet! – exclamei assim que o outro filho de Eros se aproximou, soltando a mão do shakespeariano logo em seguida – Aislynn, pirralho de Phobos, tapem os ouvidos – aproximei dos outros dois maiores de idade ali presente, para falar baixo – Espero que tenham resistência as emoções, pois dois filhos do deus do amor no mesmo lugar, pode complicar um pouco as coisas. Inclusive, se sentirem um formigamento no meio das pernas, aconselho a comer logo um chocolate pois vai liberar uma sensação de prazer tão boa quanto sexo, logo se sentirão ‘aliviados’ e não passarão vergonha na frente dos outros. Embora eu não ache que seja vergonhoso essas coisas.

Não contive a risada, olhando para o lardo para me certificar de que nenhum dos dois menores de idade estavam prestando atenção. Minha boca secou, indicando a falta de liquido que bebia há pouco tempo, olhei para os lados procurando a bebida até confirmar que havia deixado no bar. Para não parecer feio sair logo após a chegada de outros, decidi esperar um pouco mais, colocando as mãos nos bolsos da calça.

— Fico feliz que esteja bem, Pet. O último lugar que achei que nos encontraríamos seria ali, na guerra. Como está o chalé? Novos irmãos surgiram? – há tempos não pisava lá, muito provavelmente não reconheceria muita gente. Foi então que percebi nunca ter visto o loiro não-guardião por lá – E você, Romeo? É filho de quem? Acho que nunca o vi no acampamento.

x wearing this







OBSESSIONS
Beau G. Edmond
Beau G. Edmond
Guardiões das Hesperides
Guardiões das Hesperides


Voltar ao Topo Ir em baixo

Restaurante, Bar e Café - Página 5 Empty Re: Restaurante, Bar e Café

Mensagem por Alöysius Lecter em Ter Fev 05, 2019 3:44 pm



OK,
DONT BE FREAK
PANDEVIE, acompanhado de Aislynn.



Alöy não pode se conter ao franzir o cenho quando um dos maiores o arrastou para fora com Ais. Ele gostaria de ter reagido, mas ao olhar para a morena ao seu lado, preferiu se resguardar ainda que aquilo o houvesse incomodado: ele era um bom rapaz, mas tinha revezes que só com situações assim aprenderia a reprimir, e amenizar. Querendo ele ou não, ser tratado pela faixa etária que possuía era algo necessário para que não se perdesse em sua arrogância prematura (não que ele não houvesse passado por tanto para ser assim).

Ais tentou se esclarecer o comportamento dos homens ali, mas não era preciso. Alöy sabia perceber quando era uma presença contestável, ele já se sentira assim muitas vezes ao lado do falecido Bern, e Alek. O menor só soltou o ar por entre os lábios quando enfim foi solto, e quando mais terceiros se aproximaram, deu um passo para trás ao se resguardar. Ele os olhava. A intimidade que eles tinham faziam-no se sentir um tanto quanto desconfortável - e seu rosto passou a enrubecer. Alöy gostaria de se sentir à vontade com aquilo, e não era só porque se tratava de mais um da prole de Phobos, ou porque suas feições eram sempre rígidas, que ele conseguia negar sensações tais quais aquelas.

Um deles o estendeu a mão, o que o pegou desprevenido:

- Alöysius Lecter, de Phobos - respondeu rouco ao cumprimentá-lo, ainda que olhando-o nos olhos com firmeza: - Não faz muito tempo que cheguei, então é bem possível.

E assentindo com a cabeça, deixou a mão descer antes de volver-se ao seu redor. Arranhando a garganta, espreitava o horizonte na pretensão de saber se viria mais alguém.

- Ais, - surrupiou próximo da face da mesma, - Serão só eles?

Enquanto isso, os homens murmuravam sobre algo à sua esquerda. Não prestou muita atenção.



ROUPA
Alöysius Lecter
Alöysius Lecter
Filhos de Phobos/Timmos
Filhos de Phobos/Timmos

Idade : 14

Voltar ao Topo Ir em baixo

Restaurante, Bar e Café - Página 5 Empty Re: Restaurante, Bar e Café

Mensagem por Prowler em Ter Fev 05, 2019 11:05 pm


Let the celebrations begin, Nox fell
After the terrible clashes in the Tartar, it's tea time
O modo como os semideuses presentes se tratavam, mostrava bem o foco daquele acampamento em si: família. Boa parte deles tiveram que ser retirado de seus lares para aprender sobre suas habilidades e mesmo os que tiveram a oportunidade de crescer junto aos seus, passavam a maior parte do tempo entre seus companheiros. Sendo assim, era de se esperar que eles estreitassem relações entre si, afim de poderem espairecerem suas mentes e não serem sufocados, ante o dever que suas vidas os incumbia.

Alöysus parecia diferente dos demais e Prowler não deixaria passar em branco. Ele não transpassava tantas emoções alegres, parecendo manter um cenho fechado sempre que se olhava diretamente aos olhos. Talvez fosse típico de um filho de Timmor. Já os demais pareciam esquecer as preocupações divinas, ao tempo que se divertiam entre as conversas. Aisllynn era uma das que sugeriam ao guardião soltar-se um pouco mais, todavia mal sabia que aquela era a face mais espontânea da prole de Ceres poderia ter.

— Ficarei devendo a dança. — falou, tratando de limitar o comentário em uma bufada rápida. — Aliás, não tive a oportunidade de comentar o quão precisos foram no Tártaro. Não imaginei que fossem tão poderosos, não nessa escala ao menos. — disse, dirigindo-se a Peter, Beau, Romeo e Prescott. — Mas e a partir de agora? O que irá acontecer? — questionou inocentemente, buscando talvez compreender o que se passaria no mundo depois daquela fatídica vitória.

Poderes:
Passivos:
-
Ativos:
-

Observações:
- FPA
- Roupas

Itens:
-




PROWLER • SON OF CERES
Prowler
Prowler
Lider dos Guardiões
Lider dos Guardiões

Idade : 18
Localização : Jardim das Hespérides

Voltar ao Topo Ir em baixo

Restaurante, Bar e Café - Página 5 Empty Re: Restaurante, Bar e Café

Mensagem por Romeo Bernocchi em Qua Fev 06, 2019 2:59 pm

pós guerra
— É meu apelido desde pequeno. — respondi Prowler ao findar o abraço em Aislynn. — Prefiro ser tratado com informalidade em momentos assim, não sei bem porquê. — e esbocei um sorrisinho, esperando que o guardião deixasse de lado sua seriedade e tampouco me julgasse por querer me desvincular da pretoria quando de fato não estou exercendo a função.

No instante seguinte, foquei-me em Peter e no garoto desconhecido, ouvindo-o se apresentar. Ele parecia tão fofo quanto a filha de Apolo, mas tinha um quê a mais que provavelmente advinha do seu parentesco divino, compartilhado logo em seguida. Sorri de canto enquanto o encarava, até ser fisgado do devaneio aleatório por Beau.

— Sou filho de Belona, uma deusa unicamente romana. E eu nasci aqui em Nova Roma, porque meu pai também foi um legionário, então nunca saí. — expliquei, cravando os olhos no rapaz. — Quer dizer... eu já saí daqui, e inclusive já fui para o acampamento grego, mas vivo aqui. Acho que por isso que nunca, exceto pela guerra, a gente se viu.

Ergui a garrafa de água para encher a boca e falar menos, deixando que Prowler conduzisse a conversa do pequeno grupo ao mencionar nossa mais recente aventura no Tártaro. Eu apenas assenti a cabeça em forma de agradecimento, crispando os lábios logo após em virtude do seu questionamento.

— Boa pergunta. — falei ao achar uma brecha. — Acho que o melhor é aproveitarmos a quase paz, mas sem nos esquecermos de treinar bastante. Afinal de contas, somos semideuses. Sempre vai ter uma baguncinha aqui e ali.
Romeo Bernocchi
Romeo Bernocchi
Pretores
Pretores

Idade : 21
Localização : Acampamento Júpiter

Voltar ao Topo Ir em baixo

Restaurante, Bar e Café - Página 5 Empty Re: Restaurante, Bar e Café

Mensagem por Peter C. Gallagher em Ter Fev 12, 2019 9:45 pm



 
 
  
comemoração
ᚉᚑᚌᚐᚇᚆ, πόλεμος, war || OUTFIT
------  ✖️  ------


O
discurso do meu irmão fez-me rir alto. Eu acompanhava suas palavras alternando minhas expressões entre diversão e choque. Olhei para o lado assim como Beau no objetivo de conferir se as duas crianças não nos escutavam.

Eu sorvi mais um pouco da Coca-Cola. Ela logo acabaria. Observei o rapaz mais novo, Alöysius. Ele parecia acanhado e um pouco deslocado no ambiente, mas eu conseguia entender a razão para isso. Excetuando-se Aislynn, ele não parecia ser próximo de ninguém ali. Observei-o pouco, porém.

Beau chamou-me para perguntar sobre o chalé. Ele não costumava ficar muito no Acampamento Meio-Sangue, nem sempre o via.

— O Chalé vai bem. Um pouco cheio, Eros é meio... incansável quando se trata de parceiros. — Bebi mais — E acredite: você não foi o único a pensar que eu morreria no Tártaro. O Alexander pensava o mesmo. É muito bom estar de volta.

Surpreendi-me logo em seguida com o elogio de Prowler e respondi com um singelo “Obrigado” quase não audível. Romeo respondeu à pergunta feita pelo legionário e eu dei um sorriso com o canto dos lábios. Parado ao lado do meu meio-irmão, eu me inclinei em sua direção com o olhar relaxado sobre o senador romano.

— O Romeo é bem bonito, né, Bobo? — Eu comentei em um murmúrio para que apenas ele ouvisse. Olhei para o meu irmão. — E eu acho que ele é meio que o seu número.

Dei um sorriso atrevido para Edmond antes de consertar minha postura.

— Agora eu só estou tentando não pensar muito no futuro. Mas tenho a intuição que logo alguma coisa vai surgir. Se não for um problema com o Acampamento, vai ser um problema na minha vida. — Dei um sorriso resignado.

Olhei para Aislynn e Alöysius e sorri. Eu era capaz de sentir a conexão emocional entre eles. Era genuína e afável.

— Vocês dois são amigos há muito tempo?  





✖️
Peter C. Gallagher
Peter C. Gallagher
Celestiais de Èter
Celestiais de Èter

Idade : 21

Voltar ao Topo Ir em baixo

Restaurante, Bar e Café - Página 5 Empty Re: Restaurante, Bar e Café

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 5 de 7 Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7  Seguinte

Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum