The Blood of Olympus
Para visualizar o forum é necessário estar cadastrado, por favor registre-se no rpg ou entre em sua conta. É necessário estar cadastrado para ver as informações contidas no forum. Lembre-se de usar nome e sobrenome, não se cadastrar usando nomes geralmente utilizados por Hacker. Exemplo: "Barum" "Hakye" e por ai vai. Bem vindos.

Rock in Roma ♪

Página 6 de 8 Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Re: Rock in Roma ♪

Mensagem por Renly d'Alviano em Seg Abr 17, 2017 1:07 am



walk the line

Pior do que ser idiota é ser otimista; na verdade, não há mais desesperador do que um semideus que ainda acredita na ínfima possibilidade de ter um final feliz e morrer de velhice em algum ponto da cidade de Roma que foi reproduzida aqui, no acampamento. Respire fundo, não se deixe irritar era o que passava pela minha cabeça enquanto eu continuava sendo tocado por aquela garota de forma aleatória e repentina até que ela me soltou e me pediu desculpas. — É, é... Que se foda. — Meu humor já não estava lá nos seus melhores momentos e a dor de cabeça continuava como se milhares de agulhas estivessem perfurando minha cabeça, uma por uma, em intervalos curtos e profundamente até encostar no cérebro e voltar para a superfície.

Como humanos, somos produtos de uma falha; um erro da natureza que insiste em continuar vivo mas eu devo dizer que a perturbada diante de mim não era um erro da natureza qualquer, não. Sun é o próprio inferno em formato de mulher ou pelo menos é para mim, um ser ranzinza e amargurado pela vida e por tudo de bom que ela possa trazer e você deve estar se perguntando por que estou pensando nisso, certo? Por que ela cisma em dizer que eu serei feliz, oras, e quem disse que eu não posso ser feliz sendo infeliz? Senti vontade de estourar alguma coisa e, quando percebi, meus dedos ardiam com o corte do metal feito em meus dedos após esmagar a latinha em minha mão. — Eu não pedi por isso. — Foi o que sussurrei de início, lançando a latinha no chão e então esmagando o objeto com o pé até que me sentisse suavemente confortável por estar fazendo isso; por estar esmagando algo. — Felicidade é algo que só vem quando você deseja isso e, sinceramente, eu não desejo isso. Eu não pedi para ser feliz, apenas para que essa porra toda terminasse logo. — Resmunguei e então, com calma, afastei a garota de perto e a olhei no fundo dos olhos enquanto abria um sorriso irônico. — Seu erro é achar que todo mundo precisa de felicidade para estar completo quando, na verdade, infelicidade também serve de combustível para muita coisa... — Conclui enquanto dava de ombros.

Poucos passos a frente, me virei para olhar a campista de novo e neguei com a cabeça lentamente. — Você não precisa do meu beijo, você precisa apenas de um aleijado para saciar seu complexo de messias. — Então abri os braços, tocando no ombro de vários campistas que olhavam para mim com certa curiosidade ou nojo devido ao sangue em meus dedos, vai saber. — Todos somos amaldiçoados; peguei um e boa sorte. — Lhe disse antes de me misturar à multidão e tentar voltar para o ponto das bebidas de novo para conseguir fumar e beber sem ser atrapalhado novamente.

Ask me again if i give a fuck
avatar
Renly d'Alviano
Lycans
Lycans

Mensagens : 171
Data de inscrição : 09/02/2017
Idade : 22

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Rock in Roma ♪

Mensagem por Pandora M. Drumachesky em Seg Abr 17, 2017 10:39 pm




O humor de Lauren mudou como da água para o vinho, e eu simplesmente não fazia ideia do que podia ter desencadeado aquela reação. Fiquei surpresa – surpresa demais – ao ver a explosão repentina da minha namorada, e foi justamente isso que me fizera ficar parada, sem reagir, nos primeiros minutos que se sucederam aquele estranho acontecimento. — Que diabos foi isso? — Perguntei a Evie, mas ao entender que tudo não passava de ciúme, gargalhei alto. Fui incapaz de conter a explosão de risos que se apoderou do meu corpo, era estranho pensar em Evie como uma amante, deus, era quase nojento, ela era minha família, e eu amava, mas namorar, pegar, beijar, ou até mesmo transar com a garota? Simplesmente fora de cogitação, e tudo porque meu amor por ela era muito diferente.

— E se eu quiser destruir a sala? — Brinquei, zombando para provoca-la, mas acabei rindo novamente, dando de ombros e me aproximando para lhe beijar a bochecha. — Obrigada, desculpe por isso, vou contar a ela o que aconteceu, e bem, amansar gostosinho, se é que entende — Pisquei antes de me afastar, rindo sozinha do momento. Tinha sido tenso é claro, mas nada que não pudesse ser resolvido com conversas e beijos. Minha namorada tinha um temperamento difícil, mas podia ser amansada com o jeitinho certo, e eu conhecia esse jeitinho, e contaria com esse conhecimento naquele momento.

Fui atrás dela tão rapidamente quanto pude, sem perder de vista a cabeleira ruiva e inconfundível na multidão. Lauren era alta, e seus cabelos cor de fogo se destacavam, não fora difícil encontrá-la. A segui para trás do palco, e a alcancei rapidamente, lhe tomando as mãos entre as minhas antes de chamar baixinho. — Amor, meu deus amor — Apertei a mão dela. — Evie é como uma irmã para mim, é como, dormir com um homem — Fiz uma careta. — Ou uma irmã, é nojento, ela é minha família Lauren, e está doida para conhecer você — Mordi o lábio, repentinamente nervosa.

— Amor eu nunca te trairia, eu te amo, e tanto você quanto a morena ali atrás são tudo que eu tenho, ela é a família que eu nunca tive, e você? Deus amor você é meu porto seguro, minha luz e minha vida, não precisa ter ciúme de nada, porque ninguém, NUNCA, vai tomar o seu lugar — Eu olhava nos olhos da garota enquanto falava, e tudo porque queria fazê-la entender que não importava, nada importava quando eu a tinha, as pessoas ao redor desapareciam em sua presença, porque a luz era ela no meio da escuridão.




Pandora Maya Drumachesky



Não tenha pena dos mortos, e sim dos vivos.
avatar
Pandora M. Drumachesky
feiticeiros de Circe
feiticeiros de Circe

Mensagens : 455
Data de inscrição : 17/01/2016

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Rock in Roma ♪

Mensagem por Lauren L. Hill em Seg Abr 17, 2017 11:53 pm

focus on me
wearing
Não demorou muito tempo para que Lauren pudesse sentir as mãos magras da namorada puxando as dela para longe do rosto da ruiva e apesar de ter as mãos longes do próprio rosto, os olhos continuaram fechados até que a voz doce atingisse os ouvidos uma primeira vez. De repente, tudo se focou somente em Pandora. O aperto nas mãos chamou a atenção da ruiva ainda mais e o apelido carinhoso fez seu coração derreter, mas as mãos rapidamente se soltaram das da namorada.

Mas não era o suficiente, Lauren não sabia o que estava fazendo mas se sentia extremamente acuada ao lado da outra morena qual Pandora as vezes falava irritantemente várias vezes ao dia. — Eu também quero conhecer ela, mas eu queria entender porque de alguma forma me sinto ameaçada. – a filha de Ares disse repentinamente, num tom de voz alto e um pouco descontrolado. O medo a tomava toda vez que pensava na possibilidade, a feiticeira era como se fosse tudo o que a demônio tivesse.

A boca de Lauren se fechou e abriu várias vezes, tentando criar coragem pra interromper a prole de Melinoe, mas foi impossível. A declaração repentina e desesperada, afoita, que saia dos lábios da jovem entrou por um ouvido e saiu por outro, o ciúmes ainda permanecia em si. — Eu não vou e não quero te perder de novo, Pandora. – disse num tom mais calmo e respirou fundo, se perdendo nos azuis em sua frente. — Mas as brincadeiras que vocês fazem, a intimidade que vocês têm, eu não estou acostumada com isso. Não é normal pra mim. Qualquer um ao redor diria que são namoradas. – cuspiu tentando controlar a raiva, fechando os olhos com força mais uma vez.

Suspirou prendendo o ar e soltando-o em seguida, perdendo os verdes nos azuis enquanto tentava dizer algo. — Tem algo acontecendo e você não quer me contar... – disse atropelando cada palavra, desconfiada enquanto se recostava na caixa de aparelhagem mais uma vez, tombando a cabeça pra trás igualmente. Sentia a raiva se esvair aos poucos e o medo lhe tomar, o medo de a perder por ser tão idiota àquele ponto, porque sabia que estava sendo, mas o seu temperamento difícil e orgulhoso não a deixava mudar da água pro vinho.









HUMAN
Don't ask me to lie

avatar
Lauren L. Hill
Líder dos Celestiais
Líder dos Celestiais

Mensagens : 316
Data de inscrição : 04/09/2016
Idade : 19
Localização : Lotus Home.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Rock in Roma ♪

Mensagem por Pandora M. Drumachesky em Ter Abr 18, 2017 2:28 pm




Eu entendia o que ela queria dizer, mas ao mesmo tempo não via motivos para seus medos, e tudo porque nunca tinha lhe dado motivos para que fosse tão insegura. Eu a amava, e sempre tinha deixado isso claro para ela, mas aparentemente, teria que fazer melhor que aquilo se quisesse fazer Lauren entender o quanto eu a amava. — Lauren, pelo amor, parecemos irmãs, amigas, não namoradas, nunca nos confundiriam — Me aproximei dela novamente, sentindo o olhar escurecer enquanto a pegava pela cintura. — Então pelos deuses Hill, cala essa maldita boca e me beija — Mas ao dizer isso, não esperei resposta nem atitude. Ela estava irritada e insegura, e eu só conhecia uma maneira de acabar com tudo aquilo, agindo.

Peguei a garota pela cintura e a ergui sobre a caixa, a deixando sentada antes de me posicionar entre suas pernas. — Quietinha, não faça barulho, não queremos ninguém ouvindo o que vai acontecer — Alertei, levando o dedo indicador aos lábios da minha namorada apenas para impedi-la de falar. Então subi a mão livre para seus cabelos, e os puxei para trás a obrigando a expor o pescoço. Minha boca foi automática, salivou ao ver a pele branquinha tão exposta, mas me contive, queria aprecia-la por completo, cada pedacinho, tomar para mim o que me pertencia de maneira sedenta e urgente, mas com a provação certa.

Comecei passando a ponta do nariz em seu pescoço, me inebriando com seu cheiro único, mas sabendo que isso não seria suficiente, comecei a agir. Minha língua deslizou por sua garganta, foi afoita, e subiu em direção ao seu queixo, onde meus lábios se fecharam e sugaram forte, raspando os dentes até deixa-la mais acesa. A mão que outrora estivera em seus lábios desceu, tocou seus ombros, seus braços e foi em direção a cintura, onde agarrei e puxei até cola-la ao meu quadril. — Você é minha — Sussurrei em seu ouvido, possessiva e rouca pelo que pretendia, e eu pretendia fazer muita coisa, nenhuma delas era pura ou sensata, estávamos em público, e a única coisa que eu conseguia pensar era em como retiraria cada uma de suas peças de roupa. Eu a devoraria, e mostraria a ela o quanto me pertencia.




Pandora Maya Drumachesky



Não tenha pena dos mortos, e sim dos vivos.
avatar
Pandora M. Drumachesky
feiticeiros de Circe
feiticeiros de Circe

Mensagens : 455
Data de inscrição : 17/01/2016

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Rock in Roma ♪

Mensagem por Lauren L. Hill em Ter Abr 18, 2017 3:44 pm

focus on me
wearing
Parecia que nada mais fazia sentido, muito menos as coisas que saíam da boca de Lauren. E quanto mais Pandora repetia que ela e a pretora não tinham nada, aos poucos a frase parecia ter algum fundo de verdade. Lauren estava insegura como há muito tempo não se sentia desde que havia ido para o Acampamento e com um turbilhão de pensamentos, todas as inseguranças tomaram conta de si a deixando irritada e parcialmente irracional.

Para a prole de Ares, ouvir o pedido de Pandora foi como jogar todas as inseguranças pro ar e só ter uma certeza: ela a queria. Talvez não tanto como Lauren, mas a queria e isso bastava. Céus, ela ficava tão sexy dizendo o sobrenome da demônio. O corpo ficou aceso e atento e o ato rápido da feiticeira a fez soltar um gritinho surpreso, sendo repreendida logo depois. — Pare de falar, estou com saudades. – deixou o orgulho se esvair no momento em que sentiu a língua da namorada percorrer seu pescoço e mordeu o próprio lábio inferior, prendendo-o entre os dentes com força.

As mãos seguraram os fios de cabelo castanho-claro e os puxaram fraquinho com carinho, num desejo implícito e silencioso de que queria mais, a puxando para trás de forma que tivesse espaço pra pular da caixa e se por em frente à namorada; com um aperto firme em sua cintura, num ato rápido, as posições mudaram e com uma perna entre as de Pandora, Lauren a pressionou contra a caixa delicadamente. — E você não pertence à mais ninguém, senão à mim. – murmurou próxima demais com os lábios quase roçando nos dela, o maxilar trincado, deixando o olhar transparecer o desejo pela namorada.

Não deixou que mais nada fosse falado naquele momento e terminou com o espaço que ainda restava entre elas. As bocas se encontrando com ousadia e ainda assim, com carinho e gentileza. As mãos da filha de Ares passearam pelo corpo alheio a apertando deliciosamente por onde passava. Lauren aprofundou o beijou e por um momento sentiu as pernas fraquejarem ao encontrar a língua da namorada. No contato intenso, ela fez questão de deixar diretamente claro que a pequena aventura só estava começando.








HUMAN
Don't ask me to lie

avatar
Lauren L. Hill
Líder dos Celestiais
Líder dos Celestiais

Mensagens : 316
Data de inscrição : 04/09/2016
Idade : 19
Localização : Lotus Home.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Rock in Roma ♪

Mensagem por Bethany A. Laurent em Ter Abr 18, 2017 4:02 pm



Reckless Serenade
Topless models Doing semaphore Wave their flags as she walks by And get ignored Illuminations On a rainy day When she walks her footsteps sing A reckless serenade I've been trying to figure out exactly what it is I need Call up to listen to the voice of reason And got the answering machine The type of kisses Where teeth collide When she laughs the heavens hum a stun gun lullaby




Era bem nítido que Bethany não era uma menina tímida, mas ela não podia esconder o nervosismo que estava sentindo naquele momento. O acampamento meio-sangue já parecia um lugar um tanto assustador e agora ela se locomovia para outro acampamento cheio de pessoas desconhecidas só por causa de sua paixão pela banda Arctic Monkeys, agora Bethany tinha certeza que seu fanatismo por certos artistas teria chegado ao limite, mas o que ela poderia fazer? Amava aquela banda que escutava desde seus 13 anos, amava tanto que sacrificou seu descanso para vim assisti-los em um lugar desconhecido.

Mas não podia negar que poderia que poderia ser uma experiência para conhecer novas pessoas e quem sabe amizades, já que ela tem sido bastante azarada nesse campo desde que chegou no acampamento meio sangue. Não a entenda mal, ela é uma menina amigável, só que a ideia de ser filha de um deus ainda não entrou bem na sua cabeça.
Quem sabe ela até faça amizade com alguns dos seus irmãos do outro acampamento, se é que poderia chamá-los de irmãos. Tentar raciocinar essa coisa a deixava com dor de cabeça e essa era última coisa que ela queria agora que estava praticamente no festival. O freio brusco do carro a tirou dos seus devaneios, o taxista que com certeza não estava apto a dirigir já que o mesmo tinha quase batido em vários carros e passados em três sinais vermelhos. – 40.- O taxista falou em relação ao preço, a menina estranhou a quantia, mas não reclamou porque queria sair dali o mais rápido possível.

Depois de pagar ao taxista e sair do carro, a menina foi em direção a entrada do acampamento e se assustou com a quantidade de pessoas que se encontravam naquele lugar, sabia que o evento seria grande, mas não esperava que fosse quase um Coachella. Sua mão tremia um pouco, mas ela tentou se acalmar fazendo exercícios respiratórios como aprendeu na escola.

Ela foi se aproximando de uma das barracas de comida, já que seu estômago já reclamava por falta de comida. Pediu um doce que chamou sua atenção e se sentou para comer, esperava que alguém se aproximasse dela para conversa porque com certeza ela não teria coragem de chegar em uma pessoa qualquer. Depois de terminar de comer o doce, ela foi se aproximando do palco principal para esperar a banda que veio para assistir e esperava que esse dia fosse mais divertidos daquelas que ela passou no acampamento grego.



● ● ● ● Reckless

i'm at jupiter camp ● wearing this ●  with everybody ● waiting for the arctic monkeys


@fallenangel made this code for wild graphics



Tastes so sweet, looks so real Sounds like something that I used to feel But I can't touch what I see We're not who we used to be We're just two ghosts standing in the place of you and me Trying to remember how it feels to have a heartbeat
avatar
Bethany A. Laurent
Filhos de Eros
Filhos de Eros

Mensagens : 73
Data de inscrição : 21/03/2015

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Rock in Roma ♪

Mensagem por Sun Hee em Qua Abr 19, 2017 7:55 pm




이 순 히


Fala
Pensamentos
Fala alheia


Twenty


One


Pilots




A noite estava com um clima agradável, além da própria aura multicor dos campistas, o brilho dos holofotes e do jogo de luzes do palco faziam uma sincronia perfeita com os acordes que se iniciavam.

A melodia era jovem e as letras diziam muitas verdades sobre a vida jovem, talvez ainda mais verdades sobre a vida humana. Apesar de vivermos conflitos adolescente, a guerra constante nos fazia responsáveis e velhos demais para a nossa puberdade.

Eu adoraria poder ter unicamente preocupações adolescentes sobre quem eu devia ou não beijar em uma noite como aquela.

Pelo menos, eu estava tendo um bom tempo com a garota Grega, o que me fazia imaginar um pouco que eu lembraria dela quando a garota voltasse ao acampamento meio sangue.

Quando a jovem me questionou se eu não conhecia muitas pessoas, lembrei que eu morava em Nova Roma desde os 7 anos e nunca havia saído de lá a não ser por missão ou para visitar meu fofo papai. Contudo, conhecia quase todos os romanos! Eu não tinha certeza se isso contava e ainda estava pensando no assunto quando senti a mão grande da garota me puxar pelo pulso.

Foram dezenas de “licença!”, “desculpa!”, “opa, foi mal!” enquanto atravessávamos um mar de campistas meio bêbados. Samanta era quase 30 centímetros maior do que eu, além de ser grande e forte, ela passava abrindo a multidão e eu tomando o vácuo da passagem dela.

Chegamos a um lugar que eu jamais imaginaria consegui chegar, quase na frente. Eu era muito pequena para chegar tão longe sozinha, logo nas primeiras fileiras eu usava da baixa estatura e da magreza para desviar e me embrenhar entre as pessoas, mas na multidão densa, eu não possuía resistência para forçar a abertura de espaço, o que a Sam fez.

Achei fantástico! Fiquei muito emocionada de estar tão perto, ainda processando que eu estava ali quando a ouvi falar no meu ouvido. Foi um pequeno teste de resistência, a voz da garota era alta para superar a cacofonia ao redor, ainda assim era melodiosa e tinha um tom forte e decidido que me fez duvidar.

Camarote, algo assim... Meu coração começou a bater forte e minhas bochechas ficaram rubras como os meus cabelos, instantaneamente mudei o tom do cabelo para preto como se isso fosse ajudar a disfarçar a vermelhidão do rosto. A filha de Ares seguiu falando.

Quando dei por mim, estava cercada pelos longos braços da garota e eu mal conseguia disfarçar minha timidez. Virei para a garota, para comentar algo sobre as nossas posições, mas quando virei meu rosto para cima e me deparei com os olhos verde entusiasmados com a aura azul celeste de animação contornando os cabelos vermelhos, qualquer frase que eu iria dizer se perdeu e fiquei admirando o conjunto de cores que ela representava nomeio da multidão.


... Somewhere over the rainbow ...



· · · · · · · · · · · ·


Quando estiver

triste... eu serei a

sua luz!
avatar
Sun Hee
II Coorte
II Coorte

Mensagens : 191
Data de inscrição : 08/01/2017

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Rock in Roma ♪

Mensagem por Allyria em Qui Abr 20, 2017 2:53 pm


Vida e Morte

Era surpreendente, apenas isso. Allyria esperava por outra resposta, outra explicação que não aquela, mas Joyce a pegara de surpresa ao responder que não conhecia o acampamento, mesmo depois de semanas vivendo nele. — Isso é curioso — Respondeu ela, e de fato era, mas ao mesmo tempo, também a entendia. A jovem deusa conhecia aquela garota, seus propósitos e o quanto era cabeça dura, isso por si só deveria ser o suficiente, mas não era. A loirinha suspirou baixo, e caminhou em silencio com ela pelo que pareceram longos minutos, e tudo porque não sabia o que dizer. Ela parou ao ver o olhar da garota, e ficou a olhando, analisando sua face, estudando suas feições e se afundando em seus olhos.

A cena por si só devia ser bastante engraçada, mas tranquila. Ally afundou as mãos nos bolsos ao ouvir a frase da mais nova, suspirou mais alto e recostou as costas sobre o tronco de uma arvore qualquer. — Eu gostaria, de ir para casa, mas você sabe que não vou retornar ao acampamento com você, vou descer ver meus pais e receber meu castigo — A deusa respondeu, dando de ombros como se não importasse, mas de alguma maneira importava, para ela importava. Era perceptível o cansaço e o peso presente em seus ombros, mas naquele momento, deixaria tudo de lado, e os esqueceria.

— Podemos partir juntas, mas não chegaremos ao mesmo destino — A jovem deusa ergueu o olhar e abriu um sorriso, voltando a encarar os olhos escuros da mais velha, prendendo-se neles como nunca fizera antes. — Não tenho mais o que fazer aqui, e adiar algo inevitável me parece perda de tempo — Riu baixinho, estendendo a mão em direção a ela. — Tem algo que queira pegar? — Perguntou, apenas para confirmar antes que ambas partissem pelas sombras. Ally fechou a mão em torno da dela e a puxou para si, encostando a mão na arvore para iniciar a abertura das sombras, moldando-as para abrir o que seria uma passagem para o reino de seu pai. — Se sim, diga-me enquanto temos tempo — Pediu baixinho, apertando a mão dela de leve e relaxando a postura.


Fantasmas são lembranças, e os carregamos porque aqueles que amamos não deixam o mundo.
“Sempre achei que ninguém pudesse se perder de verdade se conhecesse o próprio coração. Mas temo ficar perdido sem conhecer o seu (…)”
 
avatar
Allyria
Descendentes
Descendentes

Mensagens : 177
Data de inscrição : 09/06/2013
Idade : 8

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Rock in Roma ♪

Mensagem por Pandora M. Drumachesky em Qui Abr 20, 2017 3:22 pm




+18 não gosta não leia, sai daqui.

Lauren sabia como me deixar louca, bastava fazer aquele olhar, falar de um jeito mais brusco, me ordenando a fazer algo, impondo seu jeito mandão e altamente sexy. Aquilo tudo combinado com a perfeição que era o corpo da minha namorada e sua voz maravilhosa, era suficiente para me deixar maluca, acesa e querendo mais. Eu já tinha parado de falar é claro, mas ouvir suas palavras só me fizeram ter vontade de rir, era gostoso ver minha namorada daquele jeitinho, alterada e cheia de saudade. Devo admitir que também estava, meus projetos tinham ocupado boa parte do meu tempo, junto a isso vinham as responsabilidades da filha de Ares com a liderança de seu grupo, e o resultado era a falta de tempo para ambos os lados. Não tínhamos nos visto nas últimas semanas, e eu bem, sentia falta da minha namorada, do cheiro dela, do sabor de sua pele clara, dos beijinhos e do carinho, das brincadeiras até tarde da noite, e até das conversas. Resumindo, sentia falta de tudo, porque sentia falta dela.

Suspirei baixinho ao sentir a pegada no cabelo, o corpo se arrepiando muito facilmente, Lauren sabia que a região da nuca, do pescoço, e principalmente nos meus cabelos era sensível ao seu toque. Eu arrepiava fácil, estremecia, e ficava toda acesa com aquele jeitinho dela, ela abusava disso, e eu gostava. Sua pegada firme em minha cintura mudou o jogo, eu tinha provocado, e estava adorando a consequência. Arfei ao sentir as costas se chocarem contra a caixa, mas foi a perna dela que me deixou ainda mais sedenta por seus beijos. Meus seios eriçaram quase automaticamente, seu olhar puxou o meu em um jogo de sedução intensa, e minhas pernas tremeram diante da promessa muda de que eu seria tomada de um jeito único naquela noite. Estava tudo ali, implícito no olhar da mulher que eu amava.

Desviei os olhos para a boca dela, e gemi dengosa enquanto subia as mãos por sua barriga lisa, por dentro da camisa da ruiva. Tocava sua pele com delicadeza, tocando-a como bem entendia, apreciando a maciez e a textura do corpo da minha namorada, mas foi só quando a boca dela que desmontei. Já não pensava em nada, explorava a boca da garota com a língua enquanto agarrava a barra de sua blusa e a levantava com fome, não a tirei do corpo dela, era arriscado demais, e se fossemos pegas estaríamos fritas.

Isso tudo era tremendamente emocionante, a adrenalina rolava solta junto com o perigo, e só servia para me deixar ainda mais doida para provoca-la e atiça-la, pedir que me pegasse com força como bem queria. Suguei seu lábio com gosto para sentir o sabor, sabendo que os deixaria vermelho, o prendi entre os dentes e puxei para mim de maneira provocativa, e ao solta-lo, não deixei por isso, voltei a beija-la enquanto soltava sua camisa. Minhas mãos subiram, voaram para o pescoço e os cabelos da mais velha, puxando os fios arruivados de maneira ousada enquanto minha língua mergulhava em sua boca, explorando com vontade num pedido mudo para que ela não parasse. Eu queria mais dela, queria tudo.




Pandora Maya Drumachesky



Não tenha pena dos mortos, e sim dos vivos.
avatar
Pandora M. Drumachesky
feiticeiros de Circe
feiticeiros de Circe

Mensagens : 455
Data de inscrição : 17/01/2016

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Rock in Roma ♪

Mensagem por Joyce Karin Overwhite em Sex Abr 21, 2017 11:16 am





Os fatos mostravam-se esmagadores entre deusa e campista. Como tudo, os atos tomados por Allyria haviam desencandeado consequências que não agradavam a nenhum lado, mas, era o que deveria ser levado em conta. — Estive focada demais no propósito de estar aqui, que acabei esquecendo do restante. Não estava com cabeça para passeios, na verdade e não conhecer ninguém afeta isso, de qualquer forma. — sibilou, vazia demais para tentar demonstrar qualquer coisa. A maldição provocara certas mudanças que não teriam como voltar atrás para um desfecho diferente do acontecido, ou que fizessem as coisas regredirem para como eram antes.Todo o sofrimento, dor... Tinham tornado-a mais forte. E com isso, menos propensa a entregas. — Não, precisam fazer uma vistoria antes. Depois mandam, então... — ergueu um pouco a mão para representar que aquele gesto era tudo o que precisava pegar naquele instante. O significado daquele gesto parecia conter uma infinidade de suposições, o que acabou por causar um rubor crescendo pelo pescoço até alcançar a parte de trás das orelhas de Joyce, que não tentou clarear a mente e achar alguma explicação. — Não falta mais nada. — um longo suspiro escapava de seus lábios, fundamentando o desconcerto com aquela situação. Não tinha muito o que fazer, se não, aguardar pelo momento em que atravessaria uma dimensão, chegando ao acampamento da forma mais ágil existente.

Quando os dedos apertaram-se aos da deusa, os olhos escuros arrastaram-se para sua silhueta em conjunto. Allyria estava diferente de momentos anteriores, ou até mesmo de meses atrás. Abatida poderia não ser a palavra certa, mas algo muito próximo disso exalava de sua aura. A filha  de Thânatos perguntava-se em silêncio se ela estava daquele jeito por algum motivo em especial, ou se apenas encontrava-se chateada por ter de retornar aos confins do inferno por algum tempo. Talvez, não mais voltasse. Aquele pensamento... Ela... Ela precisava de uma última coisa. — Vamos. — Quando o portal finalmente se completou e a passagem fora aberta para paradeiros de diferentes lados, Joyce avançou sobre a deusa. O momento seguinte aconteceu rápido demais para que alguma delas reagissem de alguma forma. Os lábios encontraram-se ligeiramente, com uma pressão suave demais para alguém tão brutal como Joyce, implementando a despedida com aquele único ato. Quando afastou-se, atravessou a passagem, deixando-se ser engolida pelo transporte que as afastaria por muito tempo.
 
Tell me what you want from me


MAKE WAY FOR
THE DREAM TEAM
avatar
Joyce Karin Overwhite
Filhos de Thanatos/Leto
Filhos de Thanatos/Leto

Mensagens : 34
Data de inscrição : 18/01/2017

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Rock in Roma ♪

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 6 de 8 Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum