The Blood of Olympus
Para visualizar o forum é necessário estar cadastrado, por favor registre-se no rpg ou entre em sua conta. É necessário estar cadastrado para ver as informações contidas no forum. Lembre-se de usar nome e sobrenome, não se cadastrar usando nomes geralmente utilizados por Hacker. Exemplo: "Barum" "Hakye" e por ai vai. Bem vindos.

Rock in Roma ♪

Página 4 de 8 Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Re: Rock in Roma ♪

Mensagem por Izzy Sawyer Blankenheim em Qua Abr 05, 2017 7:31 pm

☾ Batle ☽
Everyone has an untold story hidden behind closed doors. Try to understand that people are not always as they first seem.



“You can destroy your now by worrying about tomorrow.”

As amazonas estavam por toda parte, tinham se espalhado pelo perímetro e trabalhavam na busca de possíveis penetras do festival, a maioria tinha se refugiado na floresta e estavam ali apenas como equipe de apoio. Izzy tinha sido convocada dias antes e retornara ao Júpiter como membro oficial da segunda coorte, algo que por mais de uma vez sentira falta. A jovem tinha um histórico de conduta perfeito no acampamento, algo que tornava seu passado menos nebuloso, e dava ênfase para uma jovem que tinha se desenvolvido sozinha, crescido e amadurecido. Aos 20 anos de idade a morena já tinha sofrido mais ataques do que poderia contar, tinha vencido inúmeras batalhas, e agora quase gritava por um descanso. Receber o convite para parecer normal por uma noite? Era o mesmo que lhe dar o benefício de um cupom de desconto no mundo humano, ou melhor ainda, ganhar na loteria.

Isabelle estava convicta de que a noite lhe traria grandes surpresas, e que as ameaças permaneceriam do lado de fora, portanto, relaxar e parecer normal lhe parecera uma boa escolha. Assim sendo, as sete da noite tinha se aprontado, vestido roupas confortáveis e um par de tênis escuros. Penteara os cabelos e os prendera numa trança lateral, rumando para os campos de Marte no minuto seguinte. A arena de treinos tinha sido modificada por completo, pilastras e barracas tomaram o lugar dos autômatos e dos alvos, e um palco gigante tinha sido colocado onde outrora ficava o campo aberto. Campistas de todas as cortes dançavam animados, e não se distinguiam entre si. E o melhor de tudo, aparentemente os parentes gregos também tinham se juntado a festa. Izzy não gostava muito deles, mas isso era apenas uma consequência de seu passado conturbado, do qual a jovem preferia esquecer.

A amazona caminhou entre a multidão sem ser notada, para todos não passava de uma garota comum, e isso a satisfazia tremendamente. Pegou uma bebida e se recostou na bancada, ingerindo longos goles apenas para se aquecer, tomar coragem e se juntar a diversão. Mais tarde adentrara o meio do grupo na pista de dança, e se juntara a eles nos movimentos elaborados, algo que antigamente não faria. Parecia sensato se misturar daquela maneira, sem pressa, esquecendo tudo, e se libertando. Izzy estava feliz por uma vez na vida se permitir tamanha diversão, e não se importava com que os outros diriam, apenas desejava curtir a noite, o momento, e a agitação estranha da normalidade.





Everyone wants happiness without any pain, but you can't have a rainbow without a little rain.






●Isabelle Luna Sawyer Blankenheim●
Gostaria que você soubesse que existe dentro de si uma força capaz de mudar sua vida, basta que lute e aguarde um novo amanhecer.
avatar
Izzy Sawyer Blankenheim
Amazonas
Amazonas

Mensagens : 261
Data de inscrição : 22/08/2014
Localização : Em algum lugar

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Rock in Roma ♪

Mensagem por Sun Hee em Qua Abr 05, 2017 8:58 pm






Fala · · · Pensamentos · · · Fala alheia


The

Pretty

Reckless




Ele parecia estar se divertindo o que me fez estragar tudo, café e guaraná e um pouquinho de ansiedade fazem as coisas darem um pouco errado no fim do dia, quase sempre fazem. De repente a aura dele se fechou em um tom escuro de incômodo, eu nem tinha certeza se era capaz de reconhecer o que estava parecendo, mas sentia que tinha dado um pequeno vacilo.

Mas tudo bem, eu não desistiria de me divertir e fazer o garoto emburrado se divertir também, a noite ainda seria muito longa ainda e no final da festa eu tinha planos de estar pronta para pegar um turno de guarda. Bem, assim eu esperava e por isso já havia abandonado as cervejas ilícitas à minha idade.

- Sinto muito, Ren! – Gritei por cima do som alto e dos gritos abafados de outros semideuses.

Mesmo me sentindo culpada, não tive como não abrir um sorriso largo e animado para cima do rapaz. Não é que eu sofresse de algum problema mental, mas eu gostava de ser feliz e de divertir as pessoas ao meu redor, mesmo que eu falhasse... eu não sabia viver sem ser otimista e tentar tornar as coisas melhores.
E as coisas melhorariam mais cedo ou mais tarde, era uma questão de tempo até que tudo se ajustasse, mesmo que nós semideuses sofrêssemos tanto, eu ainda tinha uma esperança na mudança e algumas cartas na manga. No fim, seríamos felizes, com certeza!

- Renly, você ainda vai ser feliz, sabia? – Eu fiz uma promessa boba de colocar aquilo nas minhas prioridades da vida. Renly era um menino forte e que já tinha tocado o lado amargo da vida vezes demais para entender que eu estava falando sério, mas não tinha problemas, eu sabia que estava e isso – por hora – era o bastante.

Pensamentos aleatórios de lado, voltei a pular como uma louca e gritar um trecho da música seguinte, enquanto sacudia meus cabelos longos que estavam temporariamente avermelhados. Em seguida virei para ele com um sorriso largo e em voz de zombaria, ainda pensando no clima de festa e me divertindo ao pensar em qual seria a reação do garoto, gritei:

- Depois dessa música você vai me dar um beijo?


... Somewhere over the rainbow ...


avatar
Sun Hee
Demônios de Nyx
Demônios de Nyx

Mensagens : 282
Data de inscrição : 08/01/2017

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Rock in Roma ♪

Mensagem por Sun Hee em Qua Abr 05, 2017 9:12 pm




이 순 히


Fala
Pensamentos
Fala alheia


Twenty


One


Pilots




Como estou:



Eu demorei um pouco para perceber o que deveria ter sido óbvio desde o início.

- Você tocou no chifre do meu unicórnio! – Gritei desorientada.

Antes de nos habilitarmos a guiar os gregos pelas nossas instalações, recebemos uma série de instruções sobre como lidar em casos de urgência e emergência. Sobre exagero nas bebidas, possíveis doenças intestinais ou alergias, mas em nada do que nos explicaram havia um tópico sobre como lidar com gregos drogados de unicórnios!

Ao tocar o chifre do meu unicórnio Yokie, presente de Mommy poderosa, qualquer não filho de Arcus sofreria um período de alucinações infantis. Eu sempre havia me perguntado que tipo de coisa havia naquele raio daquele chifre... mas isso não viria ao caso nesse momento.

Acontece, que nunca precisei me preocupar que alguém sentisse vontade de tocar no meu unicórnio que apesar de lindo e majestoso, era extremamente vaidoso e como uma criatura orgulhosa e selvagem, nunca deixava outros semideuses se aproximarem.

"Em dezoito anos de vida, isso nunca me aconteceu!"

E lá vinha a garota ruiva falando de um gnomo e de chutar moedas, mas antes que eu estivesse preparada para lidar com as informações e tentar explicar à grega que não havia gnomos... antes de eu ter a chance de ao menos jogar uma água no rosto da semideusa, ela chutou o Higa.

Em minutos, tudo havia se transformado em um completo desastre! O Higa era um autômato muito inteligente, tinha 50cm e era mesmo um amor comigo, mas acontece que o temperamento desregulado de Marte pairava sobre os circuitos do pequeno robô que não tinha nada de gnomo e ao invés de moedas, soltou faíscas furiosas.

Corri para segurar o autômato vermelho que já voava para cima da garota grega, gritando com a voz de um esquilo cantor:

- Semideusa imunda! Venha provar da ira dos meus punhos! Vou arrancar seus olhos e servir para os monstros do tártaro!

Aquela voz não era nada intimidadora, mas eu realmente comecei a me preocupar com o rumo que aquela história iria tomar, então desliguei o autômato, dando um riso amarelo e sem graça.

- Você não devia ter chutado esse gnomo... ele é meio esquentadinho... - Comentei.

E agora, o que eu faria com a garota? Eu também não podia contar aos meus superiores... se os centuriões da segunda soubessem o que eu fiz com a visitante, não... eu tinha que leva-la para o meio da multidão e fingir que ela só estava um pouco bêbada... isso...
Andei na direção da Samanta, com a intenção de segurá-la pela cintura e nos conduzir de volta aos campos de Marte.


... Somewhere over the rainbow ...


avatar
Sun Hee
Demônios de Nyx
Demônios de Nyx

Mensagens : 282
Data de inscrição : 08/01/2017

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Rock in Roma ♪

Mensagem por Evie Farrier em Sex Abr 07, 2017 10:41 pm



Rock'n'Roll


Finalmente havia chegado a noite, mas o festival de música encontrava-se apenas na metade! A parte do dia havia sido um sucesso, mesmo que com alguns problemas aqui e acolá... Ninguém tinha morrido ou saiu com ferimentos muito graves. Isso que era o importante, certo?

Para a noite todo o coliseu foi montado para sustentar grandes artistas do rock. A estrutura era como a de um grande evento, assim como deveria ser. De longe era possível ver as luzes dos holofotes preenchendo a noite. Eu havia escutado todo o show de Twenty One Pilots enquanto fazia uma patrulha pelo perímetro do Acampamento e Nova Roma. Afinal, durante o dia, alguns monstros haviam tentado invadir o lugar.

Porém, mesmo que fosse a pretora do Acampamento, líder dos legionários... Assim que foi anunciado que The Pretty Reckless iria começar a tocar, eu simplesmente não pude impedir minhas pernas de correrem para a arena do coliseu. Felizmente, antes de iniciar a patrulha, havia trocado de roupa. Agora minhas vestes não se diferenciavam muito dos outros semideuses que curtiam o show noturno. Calça jeans escura com um rasgo enorme no joelho, uma camiseta igualmente escura. Botas de cano mediano e com alguns detalhes roqueiros. O cabelo seguia com algumas tranças que, com o tempo, eu havia conquistado a habilidade de fazê-las rapidamente.

Ao entrar o coliseu um enorme sorriu brindou meus lábios. Estava cheio e as pessoas pareciam ir ao delírio quando os primeiros acordes de TPR começou. Homens e garotas gritavam por Taylor, a vocalista sexy e um tanto louca da banda. Vendo ali, ainda um tanto distante da grande massa de meios-sangues eu finalmente sentia orgulho por tudo o que havia realizado. Tinha sido uma tarefa praticamente impossível organizar um festival como aquele e manter a ordem. Mas ali, naquele momento, tudo o que eu via eram jovens seres sendo... Bem, apenas jovens cheios de energia.

Ansiando me tornar um desses jovens, não fiquei mais parada. Comecei a caminhar por meio da multidão buscando rostos conhecidos. Sabia que Pandora estava ali no coliseu em algum lugar e, se desse sorte, a encontraria. Ou ela me encontraria na verdade?




--------------------
Banda: TPR ♠ Usando: Isso ♠ Falando com: Nobady
--------------------


thanks juuub's @ cp!  


EVIE FARRIER
I am the bone of my sword. Steel is my body and fire is my blood.
avatar
Evie Farrier
Pretores
Pretores

Mensagens : 422
Data de inscrição : 26/12/2016
Idade : 20
Localização : Acampamento Romano

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Rock in Roma ♪

Mensagem por Allyria em Dom Abr 09, 2017 3:41 pm


Vida e Morte

Infelizmente para os deuses a ressaca dura pouco, como feridas, dores de cabeça ou qualquer outro efeito colateral relacionado aos humanos, ele se cura sozinho e então tudo volta ao normal. Para Ally isso não foi diferente, foi como levar um choque de realidade e estar desperta, só que pior, porque ela se lembrava de tudo o que tinha feito, e se arrependia profundamente. Seus olhos azuis estavam eletrificados pelo pânico, mais brilhantes do que nunca, e a floresta ao redor parecia ter ganhado vida. A garrafa em suas mãos parecia ter dobrado de peso e tamanho, e a boca da jovem se tornou repentinamente seca. Que mico! Grande mico, não tinha outra palavra para definir o quão envergonhada estava, tinha acabado de parecer patética na frente da garota que vinha protegendo a semanas. – Que lindo Ally, parabéns – Ela estava parabenizando a si mesma, e se pudesse teria dado tapinhas no próprio ombro apenas para completar a cena.

A loira gemeu baixinho, recostou-se na lateral do palco e respirou fundo uma, duas, três vezes antes de se recuperar, sentia o corpo meio dormente, mas a mente já tinha desperto e conseguia focalizar e entender tudo ao redor. A música tinha mudado, e Taylor cantava mais alto para estremecer as estruturas do palco a medida que os semideuses erguiam a voz e se juntavam ao refrão. Era uma cena bonita, divertida para muitos, mas que estava deixando a jovem deusa enjoada. Ally estalou os dedos para reanimar a aparência, e fechou os olhos na tentativa de procurar Eloy, a aura dele era mais forte do que de todos os outros, seria fácil encontra-lo na multidão. Alyria procurou pelo odor conhecido, pelo poder que o filho de Eros exalava, mas encontrou outra coisa, algo mais intenso e quase morto. Arfou baixinho com a sensação e levou aos mãos ao peito ao mesmo tempo que a garota entrava em sua linha de visão. Tinha aberto os olhos e pior, focado direto contra ela.

Joyce estava presente, mas apenas fisicamente, a dor da garota e a força de sua aura estavam tão mortas que ficava difícil acreditar em alguma coisa, o que ela estava suportando para estar daquela maneira? Que diabos tinha acontecido com ela afinal? Ally tinha muitas perguntas, mas não possuía nenhuma resposta, e por pior que isso possa parecer, não sabia se queria descobrir a verdade por trás de toda aquela situação. Sentia que podia desmoronar se soubesse, e isso a assustava de alguma maneira, o que pode parecer irônico, deuses não deviam sentir medo, nem raiva, nem amor e nem nada, mas sentiam, e de uma forma muito mais ampla do que qualquer mortal que residia na terra. Ally suspirou, prendeu o lábio inferior entre os dentes e travou uma batalha interna entre sua mente e seu coração, algo que pareceu durar infindáveis minutos, mas que na verdade não passaram de segundos no tempo terrestre.

Ela se aproximou a passos rápidos, ocupou o assento ao lado da morena e pediu ao garçom que lhe trouxesse uma água, não lhe dirigiu a palavra nos primeiros minutos, pois sentia que precisava encontra-las. Acontece que situações como aquela pedem silencio, e as vezes algo mais do que isso, mas Ally não sabia, era deusa, fora criada de maneira diferente, tinha sido mimada durante boa parte da infância e muitas coisas para ela eram simplesmente incompreensíveis. Quando não tinha o que queria ou não entendia algo que muito importava simplesmente recuava ou surtava, com Joyce não fora diferente, ela surtara a ponto de jogar uma maldição na garota, e depois disso simplesmente recuara por medo de se entregar. Ally agradeceu pela água, bebeu boa parte do liquido branco e então tomou coragem para se virar para ela. – Foi um erro, eu não estava no meu melhor estado e já passou, não irá se repetir – Murmurou audível, seria demais para a garota que normalmente se portava com adolescente e não como adulta. – Você já se decidiu quanto a sua dispensa? – Questionou, em partes porque queria mesmo saber o resultado, e em partes porque desejava apenas que ele não existisse.


Fantasmas são lembranças, e os carregamos porque aqueles que amamos não deixam o mundo.
“Sempre achei que ninguém pudesse se perder de verdade se conhecesse o próprio coração. Mas temo ficar perdido sem conhecer o seu (…)”
 
avatar
Allyria
Descendentes
Descendentes

Mensagens : 208
Data de inscrição : 09/06/2013
Idade : 8

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Rock in Roma ♪

Mensagem por Pandora M. Drumachesky em Dom Abr 09, 2017 7:58 pm




Fechar a loja minutos antes do The Pretty Reckless tocar me pareceu uma boa estratégia, tinha marcado de encontrar Lauren no centro do show, e a loja estava me tomando tempo demais, algo que eu não queria. Eu merecia curtir a música como qualquer outro, por isso encantei as marionetes para ficarem atendendo o balcão no meu lugar, cobrando os trocos, e fazendo rondas nos arredores para garantirem que não sofreria surtos. Eu sei sou um gênio, e posso me gabar disso algumas vezes. Abri um sorriso ao saltar da barraca e caminhei direto para o meio da multidão.

Taylor já tinha tomado o palco e sacudia a galera ao ritmo de Heaven Knows, mas eu ainda estava perdida, procurando minha namorada e minha melhor amiga. Evie tinha se tornando muito presente nas últimas semanas, e isso nos fez descobrir que juntas somos muito melhores, devo admitir que me apeguei a garota, e vejo nela a irmã que nunca tive, é simples, fácil e muito divertido. Quando estamos juntas a coisa simplesmente flui naturalmente, e quando paramos para ver a cena, já estamos rindo, não uma da outra, mas uma com a outra.

Sorri sozinha, cantando e agitando os quadris enquanto me misturava entre os semideuses, foi então que a vi, e não perdi tempo, corri em direção aos braços da morena e me atirei em seu colo, cantando mais alto. – WAY DOWN BELOW, WAY DOWN BELOW – Um coro se juntou aos meus gritos, e o refrão da música ficou mais alto, uivei apenas para fazer graça, assoviando enquanto me agitava no colo de Evie. – TAYLOR DEIXA EU APERTAR SUA BUNDA LINDA – Gritei de novo, rindo alto antes de beijar a bochecha de Evie e descer de seu colo.

– Oi maravilhosa, como foi o dia? Viu minha namorada por aí? – Perguntei, olhando ao redor a procura da ruiva mais linda do lugar, que claro era minha namorada. Evie não a conhecia, e vise versa, o que tornava minha pergunta idiota, mas isso são apenas detalhes bregas da minha vida e da minha falta de senso, gosto assim. – Fiquei de encontrar ela por aqui, mas até agora nada – Suspirei, me pendurando no pescoço da romana com um dos braços em um abraço lateral, dançando e pulando animadamente. Eu já estava no ponto de encontro então Lauren logo me encontraria, e eu aproveitaria a oportunidade de apresentar a pessoa que morava comigo para ela, no caso, apresentar Evie.




Pandora Maya Drumachesky



Não tenha pena dos mortos, e sim dos vivos.
avatar
Pandora M. Drumachesky
feiticeiros de Circe
feiticeiros de Circe

Mensagens : 592
Data de inscrição : 17/01/2016
Idade : 21

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Rock in Roma ♪

Mensagem por Joyce Karin Overwhite em Dom Abr 09, 2017 9:21 pm





Joyce estava ali, literalmente, em termos físicos. A mente vagava para locais e lembranças distintas, mantendo-a distraída para tudo o que acontecia ao redor. Não sentia-se a vontade naquele lugar repleto de uma multidão de desconhecidos, onde não se deu o trabalho de procurar algum campista meio-sangue, sabendo que alguns haviam sido enviados para lá não visando o intercâmbio, mas sim, o evento que acontecia naquele momento. Por uma fração de segundos, parou para puxar uma longa respiração, questionando-se o que diabos havia feito numa outra vida para ser tão azarada. Nunca, jamais, havia sentido algo e quando o despertar de um broto fazia menção de nascer em seu interno, tudo transformava-se numa maldição. Aquilo passava longe de ser um lamento, tratava-se de um pensamento sôfrego que não tinha permissão para se passar entre os demais. Havia sido uma surpresa ter algum tipo de afeição por alguém, e a decepção tinha sido muito mais dolorosa ao cumprir o ciclo dos fatos até aquele instante.

Não sabia dizer quanto tempo passou. A vocalista em cima do palco distraía os semideuses com sua beleza e talento, envolvendo a massa num ritmo generalizado no qual não se incluía. Estava ali, mas não queria. Havia alguém sentando-se ao seu lado, e o simples fator aromático lhe fez identificar quem era. Estava com os cotovelos apoiados um em cada coxa, as mãos unidas e o rosto levantado, olhando um ponto qualquer no chão. Não fez qualquer menção de respondê-la no início, uma vez que a atitude realmente não deveria se repetir. — Já foi decidido. Não irei mais prestar serviços a você ou seu pai. O novo instrutor irá assumir na segunda-feira. Já o instrui, é bastante competente. — Omitiu o fato de que estaria assumindo o lugar do novo instrutor, onde treinaria uma das filhas de Afrodite que tinha sérios problemas com combate desarmado e que teriam de dividir o mesmo CT para treinarem seus respectivos acompanhantes. — Não avisaram a você? — Finalmente, depois de muito tempo, virou o rosto para fitá-la nos olhos e encontrar o céu imenso nos olhos da deusa. Era óbvio que ela não estava ciente do decorrido, mas perguntou assim mesmo, numa tentativa interna - e insana - de manter o assunto.

Tinha todos os motivos do mundo para ignorá-la, mas estava cansada de apenas evitar tudo. As coisas não sumiriam ou desapareceriam de sua cabeça ao agir daquela forma. — Não me force mais a dormir. Não ajuda. — A voz permaneceu num estado de calmaria, contrariando a loucura ao redor das duas. — Você pode cobrir seu rastro ao sumir com a flor que fica onde antes você esteve, mas o seu cheiro não some com mágica. — Voltou a olhar em seus olhos, a expressão combinando perfeitamente com o tom de voz. Aquele se consumava, de fato, o primeiro diálogo sem nenhum tipo de farpas trocadas em que eram as protagonistas.
 
Tell me what you want from me










In what you believe
human
avatar
Joyce Karin Overwhite
Guardiões das Hesperides
Guardiões das Hesperides

Mensagens : 79
Data de inscrição : 18/01/2017
Localização : New York.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Rock in Roma ♪

Mensagem por Allyria em Dom Abr 09, 2017 9:55 pm


Vida e Morte

Ela já esperava por isso, estava aguardando apenas a confirmação de um ato do qual já obtinha certa certeza, mas isso não significava que fora menos doloroso para ela. Ally suspirou, levou a água aos lábios e ingeriu um longo gole antes de voltar a se pronunciar. — Eu entendo — Dissera, mas não entendia de fato, o coração estava em briga com a mente, porque enquanto a mente dizia que era certo, o coração insistia em dizer que aquilo não podia acontecer, não podia ser certo. É claro que a jovem deusa não disse nada, preferindo guardar para si os próprios pensamentos, afinal ainda era dona de suas vontades, e capaz de controlar pelo menos uma fissura de si mesma. — Não, mas de qualquer maneira passarei uma temporada em casa, meu pai me preparou algo e fui convocada a voltar o mais breve possível, essa é minha última noite vendo um céu com estrelas — Ally murmurou, virando-se de frente para ela e focando seu rosto, pela primeira vez naquela noite sentiu o ar faltar, e o coração disparar de leve.

Odiava a sensação, pois não conseguia controla-la ou disfarçar o quanto se sentia fisgada, e isso a incomodava de alguma maneira, ainda assim quase se parabenizou por conseguir ficar tão neutra, mas persistiu batalhando internamente. Estava prestes a puxar um novo assunto e pateticamente comentar sobre o tempo quando ela voltou a falar, surpreendendo-a com suas palavras, porque notoriamente tinha sido pega em flagrante. A jovem deusa sentiu as bochechas corarem e desviou o olhar, levando a mão a nuca ao sentir que tinha ficado ainda mais quente. — Achei que não tinha percebido, não gosto da ideia de saber que você não descansa, e mesmo sabendo que não era certo te forçar, foi a maneira que encontrei de me redimir pelos meus erros — Ally explicou, a voz saindo baixa e rouca ao mesmo tempo que os dedos se entrelaçavam sobre o colo.

— De qualquer maneira não poderei mais fazer isso, como te disse estou retornando ao mundo inferior, e não tenho certeza de quando voltarei, está livre — A garota deu de ombros, como se isso não importasse tanto, mas ambas sabiam que importava. — Já está voltando? — Questionou, voltando a erguer o olhar ao mudar o assunto de maneira brusca, não queria ficar batendo naquelas teclas, não quando pela primeira vez estavam conversando como pessoas normais e não como vira latas de rua. — Não pensei que viria para cá, e nem que os romanos podiam ser assim tão divertidos, achei que fizeram um bom trabalho no festival, mesmo que eu tenha saído da linha em algum momento — A garota riu para descontrair o clima, cruzou as pernas e se ajeitou sobre o assento. — Quase me dá vontade de curtir a noite — Suspirou e respirou fundo, em partes porque sentiria falta do ar e da terra ali em cima, e em partes porque queria aproveitar seus últimos momentos de liberdade enquanto podia.


Fantasmas são lembranças, e os carregamos porque aqueles que amamos não deixam o mundo.
“Sempre achei que ninguém pudesse se perder de verdade se conhecesse o próprio coração. Mas temo ficar perdido sem conhecer o seu (…)”
 
avatar
Allyria
Descendentes
Descendentes

Mensagens : 208
Data de inscrição : 09/06/2013
Idade : 8

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Rock in Roma ♪

Mensagem por Joyce Karin Overwhite em Dom Abr 09, 2017 11:13 pm





Diante das notícias, não havia muito o que comentar. Seria bom para as duas um período de afastamento, onde teriam tempo para colocar a cabeça no lugar. Suspirou, voltando os olhos para frente, ignorando as reações do próprio corpo. Aquilo tudo era necessário, ou acabariam se destruindo. — Eu não sou como os outros. Você sabe bem disso, além do mais, conheço o seu cheiro. — Deu de ombros, brincando com os dedos das própria mão, movendo-as lentamente. A atenção da jovem semideusa não era voltada para o show que acontecia, literalmente não combinava com o seu estilo, apesar de pensarem como tal. Resolveu deixar o assunto seguir sem dizer mais nada. Era o melhor a se fazer. — Quíron achou que seria bom me afastar de você. — Contou a verdade, desconfiando de que Allyria não estava sabendo de muita coisa. — Eu concordei em vir para cá. — Explicou com o mínimo de palavras, evitando um monólogo cheio de rodeios, como o centauro havia feito. — Também tive de resolver algumas coisas. Receber treinamento específico para lidar com filhos de Afrodite. Vou treinar uma, então preciso estar preparada para as reações que ela pode causar sem o mínimo esforço. Persuasão é uma coisa difícil de lidar.. — Prosseguiu, os olhos fitando o movimento dos dedos. Joyce era tão boa em esconder expressões ou qualquer reação do corpo, que Allyria jamais notaria o incômodo emanando por todo o corpo da morena ao saber que a temporada no inferno não tinha prazo.

Levantando-se do lugar, olhou de um lado para o outro enquanto escolhia bem as palavras. — Bom, eu não acho que vou prolongar minha estadia aqui. Não faz muito o meu estilo, então irei me retirar e deixar minhas coisas arrumadas e quem sabe, voltar ainda hoje. — Disse tudo devagar, esperando que ela entendesse que não tinha nada a ver com o fato de estarem uma na presença da outra, como tinha acontecido nos últimos tempos. Uma evitando a outra. — Vou dar uma caminhada e me despedir daqui. É um lugar legal. — Se fosse o tipo de pessoa que sorria, estaria fazendo isso agora, mas o semblante não se alterou. — Diga a seu pai que eu sinto muito em não ter feito o trabalho que ele me deixou. — Desviou os olhos dela, uma vez que nunca era boa com despedidas. — Então... Até qualquer dia, Allyria. — Estava em dúvida se a convidava para sair dali, e acabou por não fazer. Seria um martírio... Apesar de querer aquilo. Depois de olhá-la por algum tempo, longo demais para se considerar uma olhada comum, começou a caminhar em linha reta, onde em poucos segundos estaria longe do olhar de qualquer um.
 
Tell me what you want from me










In what you believe
human
avatar
Joyce Karin Overwhite
Guardiões das Hesperides
Guardiões das Hesperides

Mensagens : 79
Data de inscrição : 18/01/2017
Localização : New York.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Rock in Roma ♪

Mensagem por Lauren L. Hill em Dom Abr 09, 2017 11:32 pm

focus on me
wearing
Lauren ainda estava fazendo sua ronda pela fronteira do acampamento e a hora que terminasse, seria a hora perfeita, não teria maiores problemas em enrolar num banho relaxante antes de partir para o festival. Seu corpo implorava por uma cama e a lombar doía irritantemente por causa do treino no dia anterior, mas a saudade da namorada falava mais alto e se sentiria culpada caso perdesse oportunidade de aproveitar um festival como aquele ao lado de Pandora.

Não havia visto a garota dos seus sonhos nos últimos dias e isso estava a torturando. Ambas estavam ocupadas, mas a demanda de trabalho da morena qual pertencia era maior. Enquanto pensava na roupa que vestiria terminou o banho saindo do cubículo quente. Se sentia com as energias renovadas depois de passar meia hora embaixo da água quente. A roupa que colocara era simples, como de praxe: roupas pretas, a não ser a blusa que naquele dia, era uma xadrez vermelha abotoada.

Assim que colocou os pés no festival, seus olhos percorreram todo o ambiente aberto enquanto batia as mãos na coxa procurando pela feiticeira. Seria difícil achá-la naquela multidão apenas com o olhar distante, por isso entrou entre a multidão de corpos pulantes pela vocalista da banda que estava tocando, Taylor Momsen. Não poderia negar que a loira era bonita e realmente atrante, mas com certeza não era ela quem tomava os pensamentos da ruiva.

A filha de Ares estava perto do ponto de encontro quando reconheceu uma voz gritando pela vocalista, seu sorriso alargou e seguiu a direção da voz com o olhar até vê-la no colo de alguém. Seu sorriso morreu. Seus punhos se fecharam com força e pode sentir o ciúmes e a raiva percorrer por todo o corpo vendo Pandora sobre uma morena. Fechou os olhos e respirou fundo as observando conversar até perceber a namorada voltar a ficar no chão, passando o olhar ao redor, claramente procurando a ruiva.

— Me procurando? – questionou ao pé do seu ouvido ao se aproximar das duas. — Ou talvez não, hm? Já está muito bem acompanhada. – comentou fechando a cara, fingindo um sorriso simpático para a morena que acompanhava Pandora, voltando a olhá-la séria. Tentou ao máximo disfarçar o que estava sentindo e agir normalmente esperando que a feiticeira a abraçasse com força do melhor jeito que conhecia. Sentia falta dos seus toques e mesmo que sentisse raiva naquele momento, não seria orgulhosa o suficiente pra não admitir isso.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Rock in Roma ♪

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 4 de 8 Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum