The Blood of Olympus
Para visualizar o forum é necessário estar cadastrado, por favor registre-se no rpg ou entre em sua conta. É necessário estar cadastrado para ver as informações contidas no forum. Lembre-se de usar nome e sobrenome, não se cadastrar usando nomes geralmente utilizados por Hacker. Exemplo: "Barum" "Hakye" e por ai vai. Bem vindos.

Festival de Música ♫

Página 1 de 6 1, 2, 3, 4, 5, 6  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Festival de Música ♫

Mensagem por Evie Farrier em Sab Mar 25, 2017 8:04 pm

Festival   de    Música

Festival de Música (Dia) – Campos de Marte



Hora de início: 10 am
Clima: Poucas nuvens no céu, temperatura amena.
Hora do encerramento: 6 pm


O local estava sendo preparado há três dias. Construções sendo feitas, barracas e tendas sendo montadas e, até mesmo, alguns brinquedos. Porém, finalmente havia chegado o grande dia do Festival de Música. Havia sido difícil concentrar tantos artistas famosos mundialmente, porém, quem diria que alguns deles também eram semideuses com o lado divino mais adormecido? Porém, para alguns artistas e músicos, seria necessário usar uma poção que os fariam achar que todo o dia no festival havia sido apenas um bom e maravilhoso sonho.

Durante o dia o festival será orquestrado no Campos de Marte. Todo e qualquer equipamento de treino e combate havia sido removido. A grama bem aparada e cuidada, as árvores ao redor cheias de luzes, cartazes e adereços. O lugar era vasto o suficiente para comportar um evento grande como aquele. Barracas foram espalhadas por todo o lugar, dos mais diversos tipos e temas. O palco principal era digno para as grandes bandas que viriam prestigiar os jovens semideuses do local. Por todos os lados, bandeiras com estampas indies estavam espalhadas. Certamente, durante as longas horas de festival, os meios-sangues encontrariam espaços para fazer o que quiserem! Desde deitar na grama, pintar o rosto e o corpo, brincar ou pular na frente do palco assistindo a sua banda favorita. O principal é se divertir!

Veja o que você pode encontrar pelo local!

Ambiente:
• Barracas de comida e bebida – elas são marcadas pelas cores verdes e brancas, espalhadas o mais afastado possível do palco principal, dando conforto e espaço para quem queria apenas sentar e comer um pouco. Elas possuíam o tradicional do fast-food e alguns doces em especial. Sempre a frente da barraca havia mesas e diversas cadeiras, todas as mesas com desenhos aleatórios e alguns até mesmo divertidos e criativos. Já as barracas de bebidas... Bem, elas estão por todos os lados! O curioso? Não era o fato de terem bebidas alcóolicas, mas sim terem pequenos tubos com néctar e ambrósia para recuperarem quem já tinha passado da conta!

• A Tenda – Uma enorme tenda, que lembrava a de um circo, encontrava-se ali para bandas locais, feitas pelos campistas com direito a um palco e bancos feitos de madeira. Na tenda, qualquer semideus pode apresentar-se ou apenas curtir uma apresentação mais casual, geralmente com músicas covers. É aqui também onde se encontra filhos de Arcus e Vênus dispostos a fazerem desenhos corporais ou oferecerem o material necessário para que vocês mesmo os façam!

• A Torre – Nada mais é do que uma torre com um escorregador, atinge quase metros de altura, mostrando assim uma boa visão de todo o festival.

• Roda Gigante – Uma clássica roda gigante encontrava-se a lateral esquerda do palco principal. Durante a noite, luzes especiais são ligadas dando diversos efeitos luminosos ao brinquedo. Do alto da roda gigante, é possível ver todo o acampamento romano, até mesmo Nova Roma.

• Cabine de Fotos – Uma cabine espaçosa, sendo permitido a entrada de até seis pessoas por vez. O intuito é o de tirar fotos, mas graças a magia de filhos de Trivia e a capacidade construtiva de filhos de Vulcano, o resultado final são fotos que se movimentam ou fotos holográficas! Não deixe de registrar o momento com seus amigos!

• Chair Swing (Imagem Representativa) – Um dos brinquedos mais populares em parques de diversão, também está presente no festival. Do lado oposto a Roda Gigante, a direita do palco principal, você encontra o brinquedo!

• Canecas Relaxantes – Um tanto exótico, mas completamente relaxante, são as banheiras de água quente em formato de canecas gigantes! Cada caneca tem espaço para até cinco pessoas e são extremamente relaxantes.

• Palco Principal - Disposto em um lugar bem chamativo, o palco era o que qualquer músico sonhava: ótimo equipamento de som, aparelhagem, espaço e muitos efeitos especiais. A frente do palco havia uma grade de segurança.

• Barraca da Pandora - Uma barraca única e especial, vendendo artigos da feiticeira de Circe. Há uma novata como vendedora, obedecendo ordens de sua veterana de não permitir nenhuma gracinha e sempre ser cordial. Era jovem, com cabelos ruivos cenoura e olhos verdes, seu nome era Elisa e não se engane por seu sorriso jovial, ela possui as respostas mais afiadas. Para comprar algum item basta clicar (Aqui) e realizar a compra.

As atrações serão exibidas em uma ordem e uma sugestão de músicas que serão tocadas também será listada, porém, se o campista assim desejar, poderá interpretar o momento de sua postagem com a música que quiser! Elas acontecem no palco principal do evento, com direito a efeitos especiais de grandes shows e concertos! Confira a ordem das atrações e a lista de músicas logo abaixo e não deixe de prestigiar ou conhecer as bandas:

Beyoncé
Crazy in love
7/11
Single Lady
Partition
Run the world
Flawless Remix
Halo
Drunk in Love
Dance for you
End of time
.
Maroon 5
Sugar
Cold
Don’t wanna know
She will be loved
Moves like Jagger
Animals
Payphone
Maps
This love
One More Night
EDEN
XO
rock + roll
Drugs
Gravity
Fumes
Crazy in Love feat Leah Kelly
Iris (Friendzone feat The Eden Project)
Circles
Wake Up
Sex
Halsey
Colors
Gasoline
Not Afraid Anymore
New Americana
Hurricane
Hold me down
Castle
Control
Ghost
Young God
The Neighbourhood
Sweater Weather
Daddy Issues
Afraid
Cry Baby
RIP 2 my youth
The beach
Single
#icanteven
Prey
Wires
Mc Kevinho
Olha a explosão
Tumbalatum
Turutum
Elas Gostam
Jogando o Bumbum
Clima tropical
Joga a bunda
Mais um dos 4M
Então vai
Olha a explosão
O sorteio!

Sabendo que seria uma estratégia para animar os semideuses, as pretoras romanas tiveram a ideia de fazerem sorteios com prémios bastante peculiares e interessantes! Para entenderem a forma de funcionamento do sorteio, click AQUIe confira as regras. Porém, relembro aqui o básico do básico: realize um post com no mínimo 400 palavras e ganhará direito a um número para o sorteio!


Dicas de postagem

Essas são apenas dicas que estamos dando para facilitar a interação e passagem de tempo durante o festival!

• Coloque em seu post com quem está interagindo no momento, assim se você falar com alguém, a pessoa saberá pois viu o nome na postagem alheia, ou até mesmo para ajudar os jogadores a saberem quem está participando da roda de amigos!

• Deixe claro a música que está sendo tocada ou o artista que está se apresentando! Combine isso com as pessoas que estão com você, levando em consideração a ordem de apresentação. Isso deixa mais ou menos evidente em que momento do tempo você ou a turma se encontra. Por exemplo: se Jake está vendo a apresentação de Beyoncé, certamente é entre as 10 e 11 horas da manhã. Mas Jonas já está curtindo o Kevinho, então provavelmente é em algum momento das 17h e 18h!




EVIE FARRIER
I am the bone of my sword. Steel is my body and fire is my blood.
avatar
Evie Farrier
Filhos de Nyx/Nox
Filhos de Nyx/Nox

Mensagens : 476
Data de inscrição : 26/12/2016
Idade : 20
Localização : Acampamento Romano

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Festival de Música ♫

Mensagem por Guitti em Dom Mar 26, 2017 9:29 pm

Festival de Música
Já faz algum tempo que estou no Acampamento Júpiter. Aqui as coisas são muito mais sofisticadas que o Acampamento Meio-Sangue. O que faz muitos pedirem intercâmbio de lá pra cá. Sinceramente, eu prefiro a simplicidade do Meio-Sangue. Ao menos, lá é menos barulhento. Isso aqui realmente parece com uma cidade.

Quanto ao barulho, está acontecendo uma festa e provavelmente há muitos cantores e bandas famosas, o que me faz ter interesse no evento. Afinal, quem perde a memória tem muito o que conhecer, não é mesmo? E eu simplesmente ainda não conhecia nenhuma música ou banda. Engraçado pensar isso agora, me faz lembrar que minha vida tem sido uma correria danada desde que meu pai me deixara no Acampamento Meio-Sangue.

Estou usando uma jaqueta por cima de uma camisa cinza, calça jeans preta e quanto aos pés, os famosos all star’s. Vejo algumas garotas passarem por mim, dando risos baixos, provavelmente sobre alguma fofoca. Ainda é cedo, provavelmente umas 13h. A festa ainda está nas primeiras bandas. Já posso ouvir o som ali de onde estou mas, não sabia dizer qual banda está tocando.

Mais um grupo de semideuses passam por mim, juntamente com dois sátiros Protetores Júnior’s a julgar pelo tamanho de seus chifres. Levanto-me, saindo dali, seguindo o caminho que todos cursam para a festa. Depois de alguns minutos caminhando, pude visualizar já algumas decorações. Principalmente a roda gigante.

A festa é no Campos de Marte. O local que fica em cima de onde realizei meu treinamento aqui no Acampamento Júpiter. Quando chego na entrada da festa, nem parecia que aquilo era um lugar onde semideuses treinavam. A grama está bem cortada, havia bastante barracas e tendas. As luzes ainda não estavam acesas, afinal ainda é tarde.

Caminhei por alguns minutos ali dentro, explorando o ambiente e pude ver alguns brinquedos, incluindo um carrossel. Havia algumas bandeiras com estampas indies. Avistei um grupo de campistas ali, sentados no gramado de baixo de uma árvore e resolvo fazer o mesmo. Vou até o local e me sento no gramado dando leves suspiros. A brisa é boa e me faz relaxar.

Olho para o telão, onde mostra a atual banda que está tocando para os que estavam mais longe do palco. Logo abaixo está escrito “Maroon 5” e logo ao lado o nome da música “This Love”. A direita do palco principal tem um brinquedo muito interessante para quem gosta de adrenalina. Ria mentalmente com os gritos desesperados das garotas. Pobre coitadas.

Por fim, saco do meu bolso um maço de cigarro e escolho um. Sempre o que está aparentemente no meio. Mania boba. Pego meu isqueiro e o acendo, dando algumas tragadas no decorrer do tempo. Definitivamente gostei da música que está tocando. Ela é sensual e ao mesmo tempo divertida. Sou um cara de poucos momentos de diversão mas, música é música, cara. Não tem como não curtir o momento ouvindo uma música. Deito-me e fecho os olhos, a tranquilidade me apetece.

LOOK:

@




DEATH ITSELF
Guitti
HELLO DARKNESS MY OLD FRIEND
avatar
Guitti
Lider dos Demonios
Lider dos Demonios

Mensagens : 242
Data de inscrição : 09/03/2017
Localização : Acampamento Meio-Sangue.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Festival de Música ♫

Mensagem por Kyra C. Ferreli em Seg Mar 27, 2017 1:55 pm

Never was a girl with a wicked mind
But everything looks better when the sun goes down



A agitação dos legionários pela madrugada tinha sido tremendamente tempestuosa. A excitação rolava solta pelo acampamento, e os campistas se dividiam em grupos estranhos para realizar bandas e ajudar nos preparativos. Em pouco tempo tudo estava montado, o que pode surpreender alguém que acabara de juntar aquele tumulto. Essa sou eu, uma garota perdida no meio de soldados bem treinados, e que sabem bem como trabalhar em equipe. A princípio permaneci no topo da colina, ouvindo as bandas ensaiarem de longe, enquanto cuidava de recepcionar os gregos, uma tarefa fácil diga-se de passagem. Tinha sido designada para ajuda-los e guia-los durante o dia, algo simples se comparado as tarefas dos demais.

Já passavam das nove da manhã quando me juntei a multidão presente nos campos de marte. Tinha me vestido de maneira confortável, mas não para a ocasião. O vestido verde cintilava sobre os raios solares, batia um pouco acima das coxas e tinha um decote generoso na região dos seios, combinava perfeitamente com o par de sapatilhas peroladas, algo simples, porém bonito. A maioria dos presentes tinha passado os primeiros minutos saltando e pulando com a cantora do momento, eu, contudo tinha me atrasado para a diversão e perdera boa parte do show. A vantagem disso é que podia simplesmente culpar os gregos por estar atrasada, quando na verdade tudo não passava de uma desculpa ignorante por ter demorado tempo demais escolhendo a roupa perfeita, já descrita anteriormente como algo simples e casual.

Era simplesmente impressionante o que os legionários tinham conseguido fazer, e tudo isso graças a uma pessoa, uma semideusa da qual ouvira falar, mas não conhecia. A pretora era filha de Nox, o que por si só já devia ser bastante estranho, me pergunto como não notam que a garota pode pender para o lado da mãe a qualquer momento, ou até mesmo estar trabalhando para ela, bancando a espiã e direcionando ataques ao próprio lar. Não sei muito sobre isso, apenas boatos e historias, comentários dos semideuses da terceira e da quarta coorte com os quais convivo diariamente. Tudo pode ser mera consciência, mas os fatos apontados até o momento me deixaram com um pé atrás, desconfiada e com uma leve repulsa. Só saberei a verdade quando conhece-la de fato, mas no momento isso não é algo importante, é relativo e pode ser deixado de lado, ou até mesmo esquecido.

O cenário ao redor tinha virado um verdadeiro festival de celebridades e sorrisos, o clima era agradável, divertido, a excitação presente nos corpos dos jovens ali presentes me deixava um tanto eufórica. Eu não esperava que um dia um campo de treinamento pudesse virar uma tremenda festa, com direito a comida, roda gigante, e um festival de música com artistas conhecidos no mundo inteiro. Isso deveria ser suficiente para manter uma jovem entretida pela noite inteira, mas foi só quando “Single Lady” começou a tocar que me joguei de fato na festa. Isso é apenas uma maneira de dizer que me misturei as pessoas na pista e comecei a dançar, não me importava se o desconhecido ao lado cantava mais alto ou desafinadamente, ou se a garota a minha esquerda não parava de jogar água para cima cada vez que pulava, eu só queria curtir, aproveitar, e esquecer toda a maluquice de ser semideusa, mesmo que por poucas horas.



DO YOU EVER WONDER IF THE STARS SHINE OUT FOR YOU?
avatar
Kyra C. Ferreli
mentalistas de psique
mentalistas de psique

Mensagens : 351
Data de inscrição : 23/03/2017
Idade : 19

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Festival de Música ♫

Mensagem por Evie Farrier em Seg Mar 27, 2017 6:04 pm



Festival de Música


O grande dia havia chegado. Depois de semanas de preparação, longas conversas e estresse que poderia ter sido evitado... Finalmente havia começado! Uma ideia que no início fora pequena, parecia ter ganhado vida própria e se transformado em um grande evento.  Sistematizar doze apresentações de bandas internacionalmente conhecidas, manter a segurança dentro e fora do festival, tentar manejar todos que estavam trabalhando... Sinceramente? Era mais fácil lutar contra monstros do que lidar com a organização e um festival em um acampamento de seres místicos.

- Evie, está faltando alguns cabos na tenda de apresentações.

- Pretora, alguns faunos estão perdendo o controle...

- Eu acho que não temos gente o suficiente nas entradas e saídas!

Levantei bruscamente da mesa, fazendo com que os oficiais se calassem quase que instantaneamente. Meu olhar sério vagava de um a um enquanto minha mente fervia por respostas rápidas e eficazes. Uma ordem errada, um simples comando equivocado ou ineficiente, era o suficiente para por o festival inteiro em risco.

- Chame algum filho de Vulcano e um filho de Mercúrio, o primeiro para substituir os cabos e o segundo para analisar a área para ver se foi roubado – ordenei com a voz fria e calma, a minha voz de comando, olhando de oficial para oficial enquanto falava – Convoque alguns voluntários para ficar de olhos nos faunos e ofereçam recompensas para quem se voluntariar a fazer a patrulha por pelo menos uma hora.

Dito isso, balancei a cabeça de um lado para o outro e retirei a capa roxa que pesava em meus ombros. Os oficiais olharam-me confusos e eu apenas dei um olhar cortante, um comando mudo para que eles não ousassem perguntar nada do que pretendia fazer a seguir. Abandonei o escritório escutando os murmúrios atrás de mim, porém ignorei completamente. As ordens haviam dadas e, por um momento, Becka poderia ser a vítima da vez para lidar com os problemas. Qual era meu plano? Me divertir um pouco com o festival que trabalhei tanto para acontecer.

◘◘◘

O local estava mais cheio do que eu imaginava. Semideuses por todos os lados faziam do Campos de Marte parecer maior do que realmente era. Depois de sair do escritório, havia partido para casa com o intuito de trocar de roupas e virar apenas uma meio-sangue comum. Pensando assim, havia optado por uma roupa bem simples. Shortinho jeans, coturnos, blusa folgada e cavada nas laterais, uma blusa flanela amarrada na cintura. O melhor de tudo? Haviam dezenas de outras garotas vestidas de uma forma similar. Eu não almejava me destacar ou ser reconhecida tão facilmente, ou os problemas me perseguiriam e eu não conseguiria nem ao menos curtir um pouco.

A fila para a roda gigante já se formava, eu escutava risos e os gritos a frente do palco. Mas como poderia ser diferente? Era a Beyoncé se apresentando, em carne e osso, com todos a extravagância e singularidade. Ninguém jamais seria igual aquela mulher, jamais! Coloquei os óculos escuros estilo aviador, não porque o sol estava incomodando, mas para tentar ainda mais disfarçar a minha identidade como pretora. Comecei a avançar me aproximando um pouco mais do palco enquanto ainda tocava 7/11, era impossível não remexer naquele ritmo contagiante.

Porém, foi em Single Ladies que tudo se tornou ainda mais interessante. Semideuses dançavam como mandava a coreografia, garotos ou garotas. Eu poderia jurar que tinha até mesmo um grupo competindo entre si nos passos! Sorrindo distraída, comecei a olhar ao redor registrando aquela cena em minha mente. E, talvez apenas por isso, eu notei o que ia acontecer. Uma garota de vestido verde estava dançando sozinha, parecendo perdida em si mesmo e gostando de estar assim. No entanto, havia uma dupla muito animada ao seu lado.

Eu havia agido no puro instinto quando me aproximei a passos largos. A dupla estava tão animada que perderam a noção de espaço e retrocediam de costas em direção a garota. Iriam esbarrar nela e pela energia com que dançavam, não seria um encontro suave. Poucos segundos antes que o desastre acontecesse, eu já estava próxima da garota. Meus atos foram impensados, repousar as mãos de maneira firme na cintura dela e a puxar para trás. Foi por muito pouco, mas a dupla seguiu dançando sem nem desconfiar que quase esbarraram em alguém.

-Hey vocês dois! – minha voz era firme, eles pararam prontamente – Tomem mais cuidados, se querem uma coreografia mais elaborada, vão mais para trás! - Eles deram de ombros e apenas se afastaram. Resmunguei baixinho, recuei dois passos e busquei a garota – Tudo bem? Desculpe pelo puxão, mas era isso ou ser, literalmente, atropelada.


--------------------
Música: Single Ladies ♠ Usando: Isso ♠ Falando com: Kyra
--------------------


thanks juuub's @ cp!  


EVIE FARRIER
I am the bone of my sword. Steel is my body and fire is my blood.
avatar
Evie Farrier
Filhos de Nyx/Nox
Filhos de Nyx/Nox

Mensagens : 476
Data de inscrição : 26/12/2016
Idade : 20
Localização : Acampamento Romano

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Festival de Música ♫

Mensagem por Sun Hee em Ter Mar 28, 2017 6:14 pm






Fala · · · Pensamentos · · · Fala alheia



Beyoncé





Como estou:



Finalmente o festival de música estava iniciando! Passei a semana inteira pensando e me preparando para esse evento, desde a hora de acordar até a hora de dormir! Estava estampado na minha cara ansiosa o quanto eu, euzinha mesmo, estava empolgada. Em momentos aleatórios do dia eu me via imaginando como seriam as bandas, que músicas tocaria, qual seria o melhor show, quem da coorte iria e o tanto de gente nova que eu poderia conhecer, principalmente os gregos!

Sem contar que, depois de viver tanto tempo em Nova Roma, tudo que eu queria era ver umas pessoas novas, fazer umas coisas divertidas! Bater a poeira da minha velha cara de trouxa de todo o santo dia. Eu estava possuída pelo ritmo ragatanga, tocada pela magia de Vênus... pronta para causar tombamento, amores, só sentia a vibração de festinha passando no ar enquanto eu me arrumava para ir.

“Só vem, festival!”


Como o evento seria de dia, e fazia um sol gostoso e uma temperatura agradável, resolvi usar roupas leves: usei um cropped rosa e um short Jeans com tênis floridos. Levei alguns dracmas no bolso e uma plaquinha que eu havia preparado para a ocasião.

Muitos gregos apareceriam no festival e não fazia muito que uma filha de Vênus havia voltado maravilhada do lado grego da vida e contado maravilhas sobre as bocas de lá. Ela disse que eu deveria me permitir ter alguns lances de festa, me ensinou vários truques e disse que o melhor momento para eu me libertar do vício de crushar e me decepcionar era o festival.

Então eu estava disposta a me divertir sem crushs ou peso na consciência, sendo assim iria distribuir beijos pelo evento. E para isso, nada melhor que uma plaquinha de beijo! Eu soube que no carnaval do Brasil as pessoas faziam plaquinhas como essa para beijarem umas às outras. Estranho, mas parecia divertido.


Fui para o meio do evento e segurei a plaquinha disposta a conversar com quem quer que passasse por mim, eu imaginei que o limite para eu decidir beijar ou não seria a forma com que a pessoa requisitaria o brinde dela.

A final, não tinha nada tão chato quanto pessoas que chegam e saem te puxando e te agarrando como se você fosse uma boneca inflável.
O beijo era grátis, mas deveria ser requisitado com o mínimo de bom senso e diálogo. Depois do beijo, o cliente satisfeito – ou não, vai que não desse certo... – deveria seguir com sua festa enquanto eu continuaria dançando e recebendo novos “clientes” da minha barraca particular Sunny kisses.



... Somewhere over the rainbow ...




The darkness sparks

in her bloody heart
avatar
Sun Hee
Demônios de Nyx
Demônios de Nyx

Mensagens : 319
Data de inscrição : 08/01/2017

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Festival de Música ♫

Mensagem por Kyra C. Ferreli em Qua Mar 29, 2017 4:20 pm

Never was a girl with a wicked mind
But everything looks better when the sun goes down



Meu corpo se movia por vontade própria, os quadris rebolavam de um lado para o outro enquanto as pernas elaboravam os passos agitados, imitando os dançarinos presentes no palco. Em algum momento comecei a cantar, agitando-me um tanto mais enquanto seguia pulando, dançando e requebrando. Normalmente não sou assim tão agitada, mas não é pedir demais por alguns minutos de diversão e esquecimento, e nesse tempo, literalmente cair na pista. Se jogar na dança e apenas se deixar levar. Os acordes da banda soaram mais alto e a voz da cantora repercutiu por todos os cantos do acampamento, deixando os campistas mais animados. Ri alto, me aproximando mais do palco para curtir o momento de um jeito mais prazeroso.

Meus olhos se fecharam por um curto período de tempo e meu sorriso se alargou gradativamente. Esqueci do mundo, das pessoas ao redor, e de onde estava, deixando que aquele sentimento me tomasse por completo, fazendo os passos me levarem a um ambiente conhecido, prazeroso, no qual o ritmo e minha paixão pela dança buscavam conhecer minha alma. Suspirei me virando na pista, e foi aí que trombei com uma completa desconhecida. Eu não esperava ser puxada de maneira brusca, nem mesmo perder o equilíbrio com a agilidade da morena sobre meu corpo. Fora tudo repentino, desnorteara meus pensamentos e me impedira de fazer qualquer outra coisa. Segui com ela ainda meio bamba, piscando surpresa algumas vezes até deixar que os pensamentos clareassem, ao conseguir fazê-lo foquei em seu rosto.

Ela não deveria ter mais de 18 anos, era baixa e muito bonita, falava de maneira firme, com o olhar penetrante preso a dois outros idiotas as minhas costas. Suas palavras me atingiram em cheio, me fazendo voltar o olhar em direção aos dois outros jovens que dançavam descontroladamente, certamente sob o efeito de alguma droga ilícita ou bebida com um teor forte de álcool. Eu nem os tinha percebido, e droga, eu deveria ter feito. Normalmente sou mais atenta as coisas ao meu redor, mas a dança, ah essa faz parecer que estou andando sobre as nuvens, nubla minha mente e me faz esquecer o restante do mundo. Posso dizer que é algo tão prazeroso quanto... bom, esqueçamos essa parte, não vou compartilhar com vocês meus pensamentos promíscuos.

Voltemos a história, e a repercussão causada pelo estranho momento vivenciado por nossa protagonista, ou seja, eu. Ajeitei o vestido e os cabelos, apenas conferindo se tudo estava em seu devido lugar, sou perfeccionista e naturalmente neurótica com uma coisinha ou outra, mas isso não quer dizer que fico maluca com facilidade, e sim que gosto de seguir à risca uma coisinha ou outra. É como um cronograma, um dedo fora da linha e tudo vira uma bagunça, minha cabeça funciona assim também, e por isso as vezes posso parecer detalhista demais. Mas ali, tudo estava dentro dos conformes, nem mesmo um arranhão entre as pernas lisas, o que me fez suspirar audivelmente.

Voltei a atenção para a morena a minha frente, abrindo um sorriso largo, gentil e acolhedor. — Olha, se fosse qualquer outra pessoa eu teria estapeado — Brinquei, apenas para descontrair o clima. — Mas não é todo dia que uma garota bonita vira um escudeiro de prata e salva uma jovem donzela de ser massacrada por dois malucos, não é mesmo? — Completei risonha, estendendo a mão em direção a ela. — Sou Kyra, a dançarina maluca que você acabou de salvar, mas já que você salvou a minha vida, pode me chamar como bem entender — Pisquei marota, esperando-a pousar a mão sobre a minha para puxa-la e beijar sua bochecha. — Não vou me desculpar por isso, porque geralmente a donzela agradece ao seu escudeiro com um beijo, e eu não me arrependo de ter dado um em você — Dei de ombros, a soltando e voltando a tomar uma distância confortável para ambas, sem querer deixa-la incomodada com meu jeito eufórico, e no momento, isso era tudo que eu não queria.



DO YOU EVER WONDER IF THE STARS SHINE OUT FOR YOU?
avatar
Kyra C. Ferreli
mentalistas de psique
mentalistas de psique

Mensagens : 351
Data de inscrição : 23/03/2017
Idade : 19

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Festival de Música ♫

Mensagem por Evie Farrier em Qui Mar 30, 2017 8:49 pm



Festival de Música


Eram poucas as coisas que me surpreendiam. Não depois de tudo o que eu vi e escutei sobre. Mas ali, bem a minha frente, havia uma ruiva delicada e um tanto atrevida, provando-me que eu ainda era capaz de me surpreender com pequenas atitudes. Pequena atitude? Oh não, aquilo havia sido exatamente o contrário! Minha expressão denunciava o que eu sentia, sobrancelhas erguidas, o olhar preso na garota a minha frente. As pontas dos dedos tocavam a bochecha bem sobre onde os lábios carnudos dela roçaram a minha pele.

Um beijo no rosto e uma fala divertida, talvez fosse algo simplório para qualquer legionário ou grego ali. Mas quem iria se atrever a agir dessa forma com a pretora? A não ser, é claro, que ela não soubesse quem eu era. Meus olhos se abriram em expectativa, assim como os dela me encaravam de volta em aguardo. Eu não havia pensado duas vezes antes de abrir um sorriso animado. A ideia de ter alguém que não sabia minha identidade me entretinha mais do que o esperado.

-Obrigada pela parte da garota bonita – finalmente reagi a garota, o sorriso ainda se mantendo no canto de meus lábios – Mas de prata? Vamos, eu devo ser pelo menos ouro imperial – brinca com a comparação que ela havia feito, o tom divertido fingindo uma soberba que eu não tinha, era apenas graça do momento – Se você quiser ainda dançar ao ritmo da Queen B, acho mais seguro ir um pouco mais para trás onde esses – olhei para as pessoas dançando de maneira quase descontrolada, seguindo o efeito que Beyoncé tinha em seus fãs. Sem conseguir achar um adjetivo adequado para descrever os grupos de jovens dançantes, apenas apontei para eles fazendo gestos enquanto buscava uma palavra – Esses seres possuídos pelo ritmo ragatanga não representem tanto perigo – passei a mão no cabelo com vontade de rir pela minha resolução, voltei a olhar para Kyra e fiz uma pequena reverência, como se ela fosse uma princesa e eu apenas um mero cavaleiro – A escudeira de ouro imperial fará a escolta, se assim o desejar!

Propositalmente, não havia mencionado meu nome para a garota. Esperava que o tom de diversão e gracejo desviassem a atenção para esse fato, pois eu queria aproveitar um pouco mais do anonimato. Ser uma simples semideusa curtindo o festival com alguém que também me considerava tão simples quanto... Sem o peso da capa roxa, sem os olhares desconfiados por ser filha daquela deusa louca e gananciosa. Oh sim, eu poderia aproveitar muito um momento em que eu seria alguém.

Assim que desfiz a pose de reverência, meus olhos sem querer flagraram uma criatura... Peculiar. O sorriso se fez presente automaticamente enquanto reconhecia a Sun Hee com uma placa em mãos. Eu não conseguiria evitar de seguir o impulso de não cumprimenta-la, não depois de saber do seu grande feito no refeitório.

-Podemos até encontrar uma conhecida, venha!

Exclamei já indo em direção a Sun Hee, acenando para a garota assim que seus olhos encontraram os meus. Só esperava que ela fosse discreta o suficiente para sustentar um pouco meu anonimato.



--------------------
Banda: Beyoncé ♠ Usando: Isso ♠ Falando com: Kyra e Sun Hee
--------------------


thanks juuub's @ cp!  


EVIE FARRIER
I am the bone of my sword. Steel is my body and fire is my blood.
avatar
Evie Farrier
Filhos de Nyx/Nox
Filhos de Nyx/Nox

Mensagens : 476
Data de inscrição : 26/12/2016
Idade : 20
Localização : Acampamento Romano

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Festival de Música ♫

Mensagem por Eloy em Qui Mar 30, 2017 9:13 pm



 O garoto estava deitado em sua cama no chalé de Eros, brincava de jogar uma bolinha “pula-pula” na parede. A bolinha ia e voltava como se estivesse contente e… - Já chega. - O loiro se colocou de pé. Caminhou para fora do chalé trajando uma jeans escura e uma camisa branca com a gola em V. Era simples, mas eles parecia um modelo saído de uma revista.

Sabia que no lado romano estava tendo um festival de música e não demorou muito para que ele se decidisse em ir para lá. Caminhou até o meio do bosque, precisava de companhia e Allyria parecia ter se misturado às sombras havia muito, já que ele não via a amiga desde o fatídico dia da Festa do Chalé 10.

O garoto procurava por uma certa menina de bochechas proeminentes, boca pequena e rosada, cabelos castanhos e feições asiáticas. Não demorou muito para que as outras ninfas indicassem onde ele poderia encontrá-la e lá estava ele, parado em frente a árvore com uma expressão perdida. - Hye Mi? - chamou um tanto confuso. Foi quando ouviu uma voz atrás de si. - Olá! Eu estou indo ao festival romano de música. Sei que está meio cedo e talvez você tenha mais o que fazer… mas eu queria saber se você gostaria de ir comigo. - ele murmurou baixo, sentindo-se um tanto sem jeito. A menina sempre o olhava de uma forma engraçada.

Um sorriso surgiu em seus lábios quando ela concordou e ele apenas deu de ombros. - Podemos pegar um dos Pégasos no Estábulo, sim? A viagem será rápida! - ele disse com calma, tentando disfarçar as empolgação. Talvez, ele pudesse transportar a menina de outro modo, mas era bom manter a discrição.

*****

Algum tempo depois, eles chegaram no local e bem a tempo de pegar uma das músicas favoritas de Eloy. - Ah, cara! Eu amo essa música! - ele disse com certa empolgação, olhando para a menina. - Quer comer ou beber alguma coisa?
Everything is blue...
...his pills, his hands, his jeans and I'm uncovered in the colors...


Dá pra viver mesmo depois de descobrir que o mundo ficou mau é só não permitir que a maldade do mundo te pareça normal pra não perder a magia de acreditar na felicidade real e entender que ela mora no caminho e não no final. Dava para ser herói no mesmo dia em que escolhia ser vilão ao ver a ingenuidade e a inocência cantando no tom.
Lost Angel
avatar
Eloy
Descendentes
Descendentes

Mensagens : 55
Data de inscrição : 30/12/2016

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Festival de Música ♫

Mensagem por Guitti em Sab Abr 01, 2017 6:30 am

Segurança
Acabo de voltar de um pequeno problema que enfrentamos no Pretorian Gate e infelizmente, já vejo um encarregado do evento vindo em minha direção. Provavelmente com outra tarefa. Estou de saco cheio de tarefas, será que eu não poderia ao menos curtir o festival em paz? Sem ninguém me dando ordens ou me fazendo desgastar a minha energia espiritual.

Ele se aproxima com um pano vermelho amarrado em seu braço esquerdo, o que denuncia que está trabalhando ali. Ele é bem forte, possui cabelos grisalhos e é alto. Talvez fosse um dos responsáveis pela segurança do evento. Ele para na minha frente e põe as duas mãos em cada lado de sua cintura, com uma pose reta.

▬ Jovem, eu vi como lutou no Pretorian Gate. ▬ Ele remove um pano vermelho do bolso, me oferecendo. ▬ O que acha de fazer parte da equipe de segurança?

Respiro fundo para não perder a cabeça.

▬ Será que eu poderia descansar em paz? Curtir meu festival em paz? ▬ Pauso. ▬ Ou tá difícil?

▬ Tudo bem se não quiser. Só acho que seria bem recompensado pelo trabalho, sabe? ▬ Ele fala guardando o pano. ▬ E não teria que fazer nada além de curtir o show. E caso visse algum problema, como brigas ou algo do tipo é só apartar a mesma.

▬ Espere! ▬ Falo num tom mais alto. ▬ Neste caso, já que irei ser recompensado, tudo bem.

Ele sorri e me entrega o pano. Não me julguem. Não há nada de errado em estar sempre a procura de melhorias e evolução, há? Uns dracmas pra ficar de olho em alguns jovens não me parece tão ruim. E ainda assim, eu poderia curtir minha festa numa boa. Bom... Pelo menos até algum babaca entrar em alguma confusão. Mas pensando bem, de certo modo, até que isso me divertiria. Dar umas pancadas em alguém é sempre legal.

▬ Obrigado, semideus. Tenho certeza de que serás de grande ajuda. ▬ Ele acena, se despedindo e saindo do local.

Amarro o pano vermelho em meu braço esquerdo enquanto dou um leve suspiro. Estava com um bom pressentimento quanto a isso. Se Hades quiser, hoje serei bem recompensado. Felizmente, a banda que está tocando agora agrada mais os meus ouvidos. Não que a anterior seja ruim mas, essa me passa um certo sentimento cujo não consigo identificar. Havia acabado de começar a tocar, portanto, olho para o palco na intenção de conhecer o nome da banda que está a amostra no telão. Está escrito “EDEN”. Nome esquisito. Peculiar, de certa forma. De qualquer maneira, guardarei em minha memória para que possa escutá-lo depois com mais calma.

Enquanto andava pela festa, aproveito o meu saboroso cigarro, que tem um gostinho delicioso de menta. Passo a mão no meu cabelo, arrumando-o. Tudo parecia estar tranquilo. Já nem estava mais prestando tanta atenção nos acontecimentos ao meu redor. Aparentemente, o cigarro abaixara a minha pressão mas, não tanto para me impossibilitar de fazer algo, caso eu precisasse.

Mais alguns minutos se passaram e então eu pude ouvir.

▬ SOCORRO! ▬ Alguém gritou, clamando por ajuda. Aparentemente, uma voz feminina.

Rapidamente, tento achar a fonte da voz, de onde ela saíra mas, não encontro. Só encontro quando vários semideuses olham para a garota que está em apuros. Aparentemente, de alguma maneira – que eu não sabia como – ela ficou pendurada na Torre, onde as pessoas subiam para ver o festival melhor. Infelizmente, ainda é dia e eu não posso simplesmente utilizar meu teleporte para chegar lá e acudir a moça. Neste caso, começo a correr de imediatamente pelo Campo de Marte, tentando chegar o mais rápido possível na torre. Acabo esbarrando em alguns campistas e pude ouvir os seus xingamentos de longe.

Assim que chego na torre, vejo a sua amiga embaixo, chorando, desesperada.

▬ Por favor, ajude-a! ▬ Ela implora.

Sem perder mais tempo algum, entro na torre e vou subindo a mesma o mais rápido possível. Ouço gritos do lado de fora, provavelmente a garota está agora se segurando apenas com uma mão. Ela não iria aguentar por muito mais.

Finalmente, chego ao topo da torre e quando estou prestes a segurar a sua mão ela solta, sem forças. Entretanto, eu consigo alcançar a sua mão ainda no ar, antes que ela estivesse fora do meu alcance e fosse tarde demais. Se eu demorasse mais um segundo, aquela semideusa estaria morta no chão. Seria um completo desastre para o festival. Primeiro o ataque no portão do acampamento e agora isso. Provavelmente, temos um infiltrado por aqui.

Com toda a minha força, levanto a garota. Depois de trazê-la para a segurança, ela fica ali, agachada e com as duas mãos apoiadas uma em cada joelho com uma respiração ofegante. Ela recupera o fôlego e me abraça ainda trêmula mas com força e lágrimas nos olhos.

▬ Obrigada! ▬ Ela desaba em choro enquanto me acaricia.

Fico meio embaraçado com a situação mas, retribuo o abraço apenas para acalmá-la mais rápido. Não é da minha personalidade salvar os outros porém, como é o meu trabalho hoje, era o meu dever. Eu tinha que fazer e o fiz apenas por isso. Caso contrário, não me desgastaria para salvar uma desconhecida. Credo, eu não sei nem mesmo se faria o mesmo esforço por um conhecido. O abraço dela me incomoda de certa forma por causa destes pensamentos afinal, deixaria ela morrer facilmente numa outra situação. Dracmas: é o que eu quero.

▬ O que aconteceu aqui? ▬ Pergunto.

▬ E-eu não sei! Eu estava aqui, so-sozinha e encostada, olhando o festival de cima... ▬ Ela pausa, para respirar. Está até gaguejando, coitada. ▬ ... quando de rep-p-pente alguém me empurrou.

▬ Você sabe quem foi? ▬ Me afasto dela, para que acabasse aquele contato físico.

▬ Não. Droga! ▬ Sua mão treme, provavelmente de raiva agora. ▬ Ele ou ela saiu correndo logo depois do ato.

▬ Venha. Vamos descer. Sua amiga está desesperada lá em baixo. ▬ Faço um sinal, pedindo para que ela vá na frente e a garota obedece.

Ao chegar lá em baixo, a amiga dela a abraça, perguntando se está tudo bem.

▬ Graças a ele, sim. ▬ Ela aponta para mim e sua amiga me abraça também, tornando a situação ainda mais desconfortável.

▬ Ok, senhoritas. Agora se não se importam, tenho mais pessoas para acudir. ▬ Aceno, me despedindo delas.

Enquanto eu saia do local, pude ouvir vários aplausos das pessoas que estavam ali presentes na hora. Mas que droga, eu não gosto de ser visto como herói. Entretanto, pensando por um lado, talvez fosse algo bom. Afinal, facilmente ganharia a confiança das pessoas, com elas sabendo que eu fiz bons atos, salvando donzelas em perigo e coisas do tipo. É, talvez mas só talvez isso me beneficiasse um dia.

Voltei a andar pelo Campo de Marte. Todo esse tempo custou algumas músicas do show que eu estava gostando tanto de assistir. Infelizmente agora, o mesmo estava chegando ao final, tocando a sua penúltima música. Vou até a barraca de comida e bebida e pego um Subway de 30cm e devoro o mesmo. Hades abençoe essa comida! Como é boa. Me dá água na boca só de pensar em comer outro novamente. Para saciar minha sede, tomo um copo de chope.

Após me alimentar e recuperar minhas energias, resolvo ir até a tenda para ver como as coisas estavam lá. Felizmente, quando chego no local, está tudo em ordem. Há uma banda tocando, um monte de garotos, todos com o cabelo loiro, o que tornava a situação um pouco engraçada até. Será que o nome da banda é “sunshines”? Piadas mentais são as melhores, devo admitir.

Vou até o bar e pego uma cerveja. Aparentemente, a clássica americana. Tomo-a, saboreando devagar, afinal, desde que eu me lembre – sendo que não me lembro de nada – essa é a primeira vez que eu estava bebendo a cerveja tradicional da América. E eu gostei dela. Tomarei mais vezes.

Dou um segundo gole e ouço gritos. Não de uma briga mas, de festejo. Quando olho para trás, o cantor da banda está beijando uma bela garota. Encosto no balcão do bar e fico os observando. Por alguns segundos, penso na Julia. Será que a veria novamente? Ela salvara a minha vida hoje, mesmo que eu não precisasse ser salvo mas, ainda assim, ela o fez. Estranho eu nunca ter visto ela no Acampamento Meio-Sangue, visto que ela é de lá.

Enquanto eu estava perdido em meus pensamentos, um garoto se aproxima do palco. Este, por sua vez é moreno e alto. Ele puxa o garoto que estava deliciando-se nos lábios da semideusa, o tirando de seu prazer e lhe soca, dando início a baderna. Todos começaram a gritar “briga, briga, briga”. Realmente, um bando de JOVENS semideuses.

Deixo o meu copo com cerveja em cima do bar e caminho em direção à eles, sem pressa alguma. Apenas caminhando mesmo. O que não significa que eu não estava extremamente puto com a situação. Só queria beber a minha cerveja em paz.

O garoto loiro é socado no estômago pelo garoto moreno, o que o deixa sem reação por estar sem ar. Antes de eu chegar, o pobre loirinho ainda toma mais dois socos na cara. Que merda de banda, não é mesmo? Ninguém ao menos se mexeu para ajudar o companheiro deles.

Quando finalmente chego ao lado deles, seguro o moreno na cabeça com a palma da minha mão e o jogo para longe, fazendo com que ele caia e fique atordoado – por conta da minha pele que é fria como o gelo, ou melhor, como a de pessoa morta – com medo. O loiro está sem ar demais para fazer alguma coisa, portanto, nem encosto nele mas, ainda assim ele me olha com o mesmo medo.

▬ CHEGA! ▬ Grito, na intenção de intimidá-los, já com raiva por não conseguir curtir a minha cerveja por completa. ▬ É suposto para todos se divertirem hoje, não brigarem.

Minha mão chega tremia. Que vontade eu estava de socar aqueles dois mas, infelizmente eu não podia fazê-lo afinal, é para eu manter a segurança, não causar o caos, não é mesmo? Mesmo com medo, agora que o garoto loiro havia recuperado o seu fôlego, ele tenta ir pra cima do moreno. Fico no caminho e seguro ele pela sua gola com certa firmeza, olhando diretamente em seus olhos.

▬ Você conhece o tártaro? ▬ Grito na cara dele, e vejo até a sua pupila dilatar pela sensação amedrontadora que causei em seu estômago. ▬ Quer conhecer?!

▬ N-não, senhor! ▬ Ele gagueja, e lentamente, tira minhas mãos de sua gola e sai correndo do local.

▬ Foi o que pensei. ▬ Suspiro, ajeitando a minha blusa. ▬ Não quero ninguém mais aqui causando problema. Ouviram?! Se não, pedirei ao próprio Hades para vir buscar vocês.

Falei alto, para que todos ouvissem. Volto até o bar e pego o copo da minha cerveja e viro, não deixando nem uma gota sequer. Bato o fundo do copo no galpão do bar e também me retiro do local. Assim que saio, vejo o mesmo garoto de cabelos grisalhos passando pela minha frente.

▬ Ei, você! ▬ Chamo-o e assim que ele para, vou até ele tirando o pano vermelho do meu braço esquerdo. ▬ Já chega! Salvei uma garota hoje da morte e ainda separei uma briga. Tem noção do quão isso não é minha cara? Eu não sirvo para esse trabalho.

▬ Eu soube, Guitti. Gostaria inclusive de parabenizá-lo. ▬ Ele segura o pano e o põe de volta no bolso. ▬ Tudo bem. Seu trabalho aqui está concluído.

▬ Como sabe meu nome? ▬ Pergunto, curioso.

▬ Notícias correm. Aparentemente, alguém do Acampamento Meio-Sangue viu o seu feito ▬ Ele acena para alguns amigos que estavam passando ▬ e foi assim que eu soube que salvaste a garota na torre.

▬ Whatever. Adeus. ▬ Mostro-me indiferente afinal, eu realmente não me importava.

Me despeço e saio dali e o garoto de cabelos grisalhos retorna a seguir seu caminho. Talvez devesse voltar para debaixo daquela árvore. Fumar meus cigarros lá estava mais interessante. Afinal, toda essa confusão me fez perder um maravilhoso show de uma banda que aparentemente é maravilhosa! Um absurdo. Enfim, acho que já chega de problemas por um único festival. Caso haja algum outro, que se dane. Tomei a minha decisão. Vou apenas curtir o resto do dia, para que não seja uma completa droga.

HABILIDADES PRESENTES::
Nível 5
Nome do poder: Pele Fria
Descrição: Os filhos de Hades/Plutão são naturalmente gelados, sua pele se assemelhava a temperatura de um cubo de gelo, e ao tocarem o inimigo – por estarem gelados – podem causar certo atordoamento.

Nível 12
Nome do poder: Aura do Medo
Descrição: Os filhos de Hades/Plutão irradiam um medo intenso de morte, como seu pai, mas em um grau de escala menor. Essa aura pode ser tão forte, que inicialmente pode fazer adversários se afastarem. Mesmo enfraquecido até semideuses mais forte acabam por sentir medo, e é tudo devido a essa aura, algo natural e que não controlam. Essa aura fica mais forte quando o semideus está com raiva.
@




DEATH ITSELF
Guitti
HELLO DARKNESS MY OLD FRIEND
avatar
Guitti
Lider dos Demonios
Lider dos Demonios

Mensagens : 242
Data de inscrição : 09/03/2017
Localização : Acampamento Meio-Sangue.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Festival de Música ♫

Mensagem por Alexandra Nikolaev em Sab Abr 01, 2017 8:27 pm



As barracas tinham sido montadas com certa pressa, e pareciam um tanto desleixadas, mas íamos receber artistas por pouco tempo, então eles deviam se contentar com aquilo. Somos semideuses, não astros do Rock acostumados a luxuria, aquilo havia de servir, e se não? Bem, paciência meus caros, ninguém aqui é multimilionário não. Isso sou apenas eu resmungando enquanto limpo a tenda da Beyonce, o primeiro show começaria em breve e a cantora já tinha saído a algum tempo. Vou te contar, apesar de ser alguém famosa, linda, e maravilhosa, aquela diva é um pouco bagunceira, deixou tudo para trás e me obrigou a limpar.

Tudo bem, estou aumentando um pouco, não foi culpa dela eu estar de faxineira, e sim dos meus superiores, ao contrário do acampamento grego, no romano obedecemos aos sargentos malucos – os chamados centuriões – e recebemos castigos pesados quando não cumprimos com essas ordens. O resultado de tudo isso está bem aqui, a minha frente, uma doida sendo obrigada a bancar a faxineira quando podia simplesmente estar fazendo muitas coisas melhores. Mas... sabe a pior parte de tudo isso? Esse castigo é um pouco complicado, não posso reclamar dizendo que não fui eu a infratora, porque uma parte de mim sabe que foi sim culpa minha, a parte malvada, que me toma sempre na calada da noite.

Lexi tinha cortado o cabelo de uma das garotas da terceira coorte, e fora denunciada para as pretoras, o que me garantiu longas horas de serviço, e um cache um pouco baixo. Ah sim! Quase tinha esquecido de dizer, mas estou sendo paga para ajudar os artistas, e isso é bom, também passo boas horas em sua presença, algo que muitos tentaram conquistas, mas até então não conseguiram. Em duas horas vi mais gente sendo barrada do que semideuses treinando em toda a minha vida, parece loucura, mas é verdade. Quem diria que o mundo mitológico pode ser assim tão interessante em alguns momentos.

Juntei a toalha da Beyonce e dobrei, colocando ao canto, ajeitei a sexta de frutas e pedi mais alguns mimos pelo aparelho improvisado – uma espécie de celular velho com um chiado irritante, acredito que tenha sido uma criação muito malfeita, e que se pudesse melhoraria em poucos minutos, mas meus poderes e minha falta de tempo não me permitiram fazê-lo rapidamente – detalhes a parte. Arrumei os cobertores e me certifiquei de checar os arredores, mais cedo naquele mesmo dia tinha criado algumas armadilhas, e agora estas já estavam espalhadas por vários locais diferentes, era aguardar para ver os idiotas que conseguiriam desarma-las, ou cair em algumas delas.

Eu acho que meu humor está um pouco estranho nessa manhã, talvez Lexi tenha me afetado de alguma maneira, me fazendo dizer palavras e ter pensamentos que normalmente prefiro evitar. Talvez seja apenas o clima complicado, o jeito ativo com que me colocaram para trabalhar arduamente logo cedo, me separando das forjas amadas e me mudando de cenário completamente. Não sei dizer, só sei que meu temperamento não está muito normal.

Com tudo pronto apenas separei algumas garrafinhas de água, reabasteci o mini frigobar e os chocolates, ajeitando também a quantidade de ar para a temperatura ambiente. A tecnologia de Vulcano era impressionante, e em pouco tempo tudo estava em seu devido lugar. Sem mais o que fazer deixei a barraca, agora era aproveitar o show e me deliciar com a batida, torcendo internamente para que Lexi parasse de arrumar confusão. Sei que não vai acontecer, mas gosto de sonhar achando que sim.




Everyone has an untold story hidden behind closed doors. Try to understand that people are not always as they first seem.
Alexandra
avatar
Alexandra Nikolaev
feiticeiros de Circe
feiticeiros de Circe

Mensagens : 87
Data de inscrição : 16/02/2017

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Festival de Música ♫

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 1 de 6 1, 2, 3, 4, 5, 6  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum