The Blood of Olympus
Para visualizar o forum é necessário estar cadastrado, por favor registre-se no rpg ou entre em sua conta. É necessário estar cadastrado para ver as informações contidas no forum. Lembre-se de usar nome e sobrenome, não se cadastrar usando nomes geralmente utilizados por Hacker. Exemplo: "Barum" "Hakye" e por ai vai. Bem vindos.

Aula Fixa I - Pericia com Arcos

Página 8 de 8 Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8

Ir em baixo

Aula Fixa I - Pericia com Arcos  - Página 8 Empty Re: Aula Fixa I - Pericia com Arcos

Mensagem por Aprilla Deapryth em Ter 02 Abr 2019, 11:16

arquearia
aula fixa 1
Aproveitando os dias passados no Acampamento Meio-Sangue, Aprilla decidiu, em uma pausa do treinamento ministrado por Ariel e Halsey, que precisava praticar um pouco com o arco. Fazia um bom tempo que não usava dita arma, o que a fez partir diretamente à instância de tiro, localizada dentro da arena.

Bom dia. — respondeu a saudação da instrutora, juntando-se aos demais semideuses que estavam presentes. Não conhecia ninguém, obviamente, mas não se importou. No atual momento, ela preferia não ter amigos.

Esperou alguns minutos, até que enfim a explicação foi dada. Por ser uma aula inicial, era bastante simples, mas ainda assim precisava se dedicar e mostrar um bom desempenho, principalmente por ser uma legionária e uma ex amazona. Seu histórico exigia um comportamento e um desenvolvimento quase impecáveis.

Posicionou-se mais distante, mais ao canto, onde deu forma a Fura Olhos com um simples toque. O majestoso arco cinzento, com ramos em alto relevo em todo o seu corpo, apareceu nas mãos da filha de Victoria em um piscar de olhos, acompanhado pela aljava do mesmo material e igualmente detalhada, a qual foi ajustada na cintura para promover facilidade do uso. Isso já significava certa facilidade para com a aula, mas mesmo assim a moça queria representar.

Quando o anúncio da instrutora foi dado, referente ao início da aula, April retraiu a primeira flecha da aljava. Ao encaixá-la no arco, ergueu-o ao mesmo tempo em que puxou o cordel, preparando o disparo. Com o afastamento das amazonas, parte de suas habilidades com armas havia enfraquecido, porém seu conhecimento prévio sobre arco e flecha permitiram que, cortando a respiração por um segundo, o disparo fosse feito.

O projétil foi cravado próximo do centro do primeiro alvo, localizado a vinte metros da semideusa. E assim ela persistiu nele, recorrendo à segunda flecha para atirar. Desta vez, o disparo foi exitoso e, em frações de segundos, o projétil rasgou o ar até fincar-se bem no centro da madeira pintada. Em resposta, Deapryth sorriu, avançando para a etapa seguinte.

Do pequeno grupo que a acompanhava, fora a primeira a conseguir. Tudo bem que já detinha certa experiência, mas como filha de Victoria era sempre bom estar na frente, não importando muito outros fatores. Era uma característica que não apreciava, mas tampouco conseguia reprimir.

Na segunda fase, a romana gastou mais tempo do que o esperado. Repetiu o processo algumas vezes, cerrando o olho esquerdo - já que que usava respectiva mão para puxar a flecha - e segurando a respiração ao longo dos segundos dedicados ao tiro. Simultaneamente, ajustou a postura algumas vezes, separando e unindo um pouco mais as pernas para aprimorar a estabilidade e realizar um bom disparo.

Somente na sexta tentativa conseguiu atingir seu objetivo: o exato centro do alvo. Sorriu largamente sem pensar, bem contente. Antes de passar para a parte final, percorreu os trinta metros do estande para recuperar as flechas lançadas, puxando-as com cuidado da placa de madeira para devolvê-las à aljava.

Na última etapa, April já estava aquecida. Muniu o arco três vezes, sendo uma flecha por vez, e disparou contra o alvo posicionado a quarenta metros de si. Agora, tinha a perna esquerda mais à frente da direita, o que possibilitava uma ação melhor ao estirar a corda do arco. Em todas as tentativas conseguiu atingir o perímetro do círculo central, e por isso ficou insatisfeita.

Insistiu mais algum tempo, gastando quase metade de suas flechas de ouro imperial, para conseguir cravar uma delas no centro do alvo. Quando finalmente o fez, abriu outro sorriso largo e reprimiu uma dancinha comemorativa, correndo para recuperar os projéteis. A instrutora, também sorridente, se aproximou para parabenizar a mais nova aluna pelo trabalho, e em seguida dispensá-la.

Por incrível que fosse, esquecera dos males que a importunavam enquanto estava ali. Portanto, assim que possível, retornaria. Precisava se distrair bastante.

FPA:

itens:
• Bridge [Piercing mediano com duas bolinhas nas pontas, é feito de aço que foi purificado por uma vestal. É aplicado no fim do nariz (entre os olhos). | Efeito 1: Aumenta em 30% a mira do usuário | Efeito 2: Não enferruja, infecciona ou causa irritação. | Aço Purificado | Sem espaço para gemas | Sigma | Status: 100% sem danos | Comprado no F&S Joia Rara]

• Fura Olhos [Dois finos e lisos anéis de falange que assumem a forma de um arco curto de 1,3m e uma aljava, ambos de adamantino. Os dois itens possuem entalhes simples, dourados e simétricos de ramos de louro, como se estes tivessem se desenvolvido ali. As 20 flechas presentes na aljava, por outro lado, são igualmente divididas entre ferro estígio e ouro imperial. Para auxiliar na escolha, as de ferro estígio possui o cabo mais áspero e fino, já a de ouro imperial é liso. | Efeito mecânico: transforma-se em dois anéis de falange | Efeito 1: As flechas são repostas por uma troca de 20MP (1MP para cada flecha). | Bônus de forja: +15% de dano; bônus FPA: +30 de dano; bônus lendário: + 8% de chance de crítico. | Ouro Imperial e Ferro Estíge (Flechas); Adamantino (Arco e Aljava) | Alfa (flechas) e Super Alfa (Arco) | Espaço para 3 gemas | Status 100%, sem danos | Lendário | Forjado por Nikolaev]

habilidades aprendidas:
Nome: Pericia em Mira de Arcos II
Descrição: O semideus ao executar certo treinamento, acabou aprimorando sua mira, de forma que, atirar em alvos com um arco se tornou muito mais fácil. O tempo com essa arma é um inimigo, mas agora que possui o conhecimento adequado, a vantagem está a seu favor e sua mira, está muito melhor.
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: +40% de mira com arcos, tendo facilidade em atirar em alvos em movimento.
Dano: +25% de dano se o inimigo for atingido pelo arco do semideus.
Extra: Nenhum

Nome: Pericia em Movimentos com Arco II
Descrição:  Não basta saber atirar uma flecha, manusear um arco ou mirar um inimigo com precisão, também é preciso aprender a movimentar o corpo e descobrir como ele pode influenciar sua batalha no armamento escolhido. Um arqueiro precisa se tornar esquivo, precisa saber saltar, precisa saber cair e rolar enquanto atira, tudo isso sem perder a precisão e a mira, afinal seu inimigo não vai ficar esperando você se posicionar para ataca-lo mais uma vez.  Essa habilidade busca aprimorar exatamente isso, tornando o arqueiro um hábil acrobata, um gatuno esquivo e um atirador de elite em relação a arma em que esta portando. Agora ele será capaz de realizar movimentos mais precisos, pular e atirar ao mesmo tempo e rolar em seguida para buscar uma nova posição e atacar ou contra-atacar seus inimigos.
Gasto de MP: Nenhum
Gasto de HP: Nenhum
Bônus: +30% de agilidade, flexibilidade e precisão ao lutar com arcos.
Dano: +50 de dano se a arma do semideus (arco e flecha) atingir o inimigo.

habilidades passivas:
Nível 1
Nome do poder: Marca das Asas
Descrição: Os fihos de Nice/Victória possuem duas marcas em forma de fenda, na altura das omoplatas, que são apenas um resquício do poder provindo de sua mãe, selado na hora de seu nascimento pela própria deusa da vingança, justiça e equilíbrio, Nêmesis. Por mais que Nice seja representada como a deusa da vitória, seus filhos são semi-divinos e a parte humana é regida pela lei do equilíbrio, sendo Nêmesis uma constante em suas vidas.
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: Nenhum
Dano: Nenhum

Nível 3
Nome do poder: Orgulho Competitivo
Descrição: Detentores de um orgulho fora do comum, filhos da deusa Nice/Victória não se deixam ser vencidos até que tenham certeza de que não podem vencer. Ao chegar em 0 MP um filho de Nice/Victória não desmaia, ele simplesmente não é mais capaz de usar poderes ativos, sendo a sua força de vontade o único combustível que continua a movê-lo.
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: Nenhum
Dano: Nenhum.

Nível 4
Nome do poder: Sorte de Principiante
Descrição: Em determinado momento de um MvP, Missão ou Interação o filho de Nice/Victória poderá encontrar ou receber exatamente o que precisa ou ainda precisará. Uma carta perfeita para fechar a melhor mão do jogo, uma senha para desbloquear uma porta, escrita em um post it e jogada no lixo ou uma informação que fará alguém gostar dele. A sorte acompanha os vitoriosos.
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: Uma vez por MvP, Missão ou interação o filho de Nice receberá algo valioso para o seu propósito, momentâneo ou futuro.
Dano: Nenhum.
Extra: Esse bônus é definido pelo narrador quando solicitado pelo filho da deusa.

Nível 10
Nome do poder: Espírito Competitivo
Descrição: Filhos de Nice/Victória são competitivos por natureza, o que os faz mais determinados para partir atrás de uma vitória. Isso é traduzido em um bônus de força de vontade para resistir às adversidades, podendo ajudar contra possessões, ataques desmotivacionais ou auras intimidadoras.
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: 10% em força de vontade;
Dano: Nenhum.
Mayu Amakura
Aprilla Deapryth
Aprilla Deapryth
V Coorte
V Coorte

Idade : 17

Voltar ao Topo Ir em baixo

Aula Fixa I - Pericia com Arcos  - Página 8 Empty Re: Aula Fixa I - Pericia com Arcos

Mensagem por Josephine Diëhl Nieckhale em Ter 02 Abr 2019, 11:23

Modelo de Avaliação
Criatividade: 40
Ortografia: 40
Coerência: 30
Ações Realizadas: 20
Aparência: 20
Total: 150 exp

Aprilla Deapryth
Criatividade: 40
Ortografia: 40
Coerência: 30
Ações Realizadas: 20
Aparência: 20
Total: 150 exp

Nome do poder: Pericia com Arcos I
Descrição: Você aprendeu e se desenvolveu com o seu treinamento, e agora já consegue acertar as flechas em alvos com mais precisão, mas tende a ter dificuldades se esses se moverem muito depressa. É recomendado realizar um pouco mais de treinamento. Contudo, seu manejo com arco é muito melhor do que aqueles que nem mesmo treinaram.
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: +20% de assertividade no manuseio de arcos.
Dano: +10% de dano se a arma do semideus atingir o alvo.


I’m scared to begin, because I can taste the bitter scent in my mouth If you close your eyes and want me Even if it’s a lie, I’ll make you happy With the sweetest lie in the world I tell yousweet lies
Josephine Diëhl Nieckhale
Josephine Diëhl Nieckhale
Filhos de Quione
Filhos de Quione

Localização : Sei la to nem sabendo

Voltar ao Topo Ir em baixo

Aula Fixa I - Pericia com Arcos  - Página 8 Empty Re: Aula Fixa I - Pericia com Arcos

Mensagem por Nêmesis em Ter 02 Abr 2019, 12:18

Atualizado, Josephine recebe 30xp e 50 dracmas.


if you must faulter, be wise
Nêmesis
Nêmesis
Deuses Menores
Deuses Menores


Voltar ao Topo Ir em baixo

Aula Fixa I - Pericia com Arcos  - Página 8 Empty Re: Aula Fixa I - Pericia com Arcos

Mensagem por Eliel Belikov em Qua 10 Abr 2019, 18:49

i'm the best

Arquearia era uma aula praticamente obrigatória para os filhos de Eros. Sendo o deus da paixão, ele sempre era representado como um anjo de cabelos dourados e cacheados, usando uma fralda ridícula e com um arco e flecha nas mãos, prestes a fisgar qualquer um desavisado que estivesse com o seu coraçãozinho frio e de pedra endurecido pela falta de uma paixão arrebatadora. Sendo assim, eu tinha uma espécie de aptidão natural com essa arma e inclusive havia sido agraciado com uma no meu primeiro dia no acampamento. Eu era bom naquilo, tinha uma facilidade muito grande com esse instrumento e me sentia bem usando essa arma.

Pondo uma camisa preta, bermuda jeans e indo descalço pelo chão fértil e gostoso do acampamento que sempre estava belo e florido, fui direto para a arena e então fui agraciado pela companhia de uma bela jovem que só poderia ser filha de Eros ou Afrodite. Ela tinha um ar de superioridade, o que já foi mudando minha perspectiva e me fazendo achar que ela era filha de Zeus ou Hades. Apesar do ar arrogante, ela era muito clara em sua explicação acerca do manuseio de arco e então fui apenas absorvendo todas as informações com cuidado.

Deveria escolher um arco que combinasse comigo, não no estilo, propriamente dito, mas sim no tamanho do arco, seu peso e flexibilidade em minhas mãos. Haviam diversos ali dispostos, peguei vários, um a um, avaliando seu peso e testando-os em minhas mãos, segurando o arco com a mão direita e com a esquerda segurando a corda, buscando comprovar se havia algum que fosse bom em minhas mãos. Por fim, encontrei um arco muito belo, lembrando levemente chifres de búfalo ou de touro por conta da sua curvatura nas pontas, onde havia um círculo onde a cordas eram amarradas em ambas as pontas do arco. A madeira era feita de algo que lembrava vagamente a de eucalipto, pois ela não era pesada e sim bastante leve, quase que como se fosse preenchida por espuma do lado de dentro.

Testando-o em minhas mãos, decidi que iria usar aquele arco e então assenti para a minha instrutora, de nome Emmanuelle, garantindo que estava pronto para o treinamento. Estávamos numa arena ampla, onde começaríamos treinando com um alvo a uma distância de vinte metros. Acabei sendo escolhido primeiro, o que não era nenhuma surpresa dado o meu destaque entre todos aqueles moleques feiosos. Triunfante, fui para a linha vermelha que demarcava os bonecos de palha com o típico pano com o desenho de alvo. Haviam várias aljavas ali dispostas, com diferentes tipos de flechas, de todos os tamanhos.

Caçando entre elas, notei que uma das aljavas tinha flechas enormes que combinavam com o arco escolhido, inclusive as cores eram semelhantes – vinho, como sangue rubro e seco. O material das pontas das flechas era de ferro estígio pelo que pude notar, o resto do corpo da flecha era feito de madeira também, porém revestida com prata, sendo o final da mesma adornado com penas de pavão. Era uma bela de uma flecha, na verdade. Peguei a aljava de couro sintético que parecia ser de tigre, porém não o era por motivos óbvios de; todo mundo aqui é muito certinho para usar couro de animal de verdade. Pus a alça da aljava em torno do meu peito e pude compreender o motivo dela ter sido escolhida por último: ela era pesada. Ajeitando-a, logo comecei a mirar, inflando o peito enchendo meus pulmões de ar e então prendi o ar, fechando um olho e encostando o dedão de minha mão direita no meio da flecha, onde havia uma insígnia de um coração entalhado discretamente. Provavelmente um filho de Eros fizera ou encomendara aquele arco e eu, por coincidência, havia escolhido aquele arco. Poderia ter trazido o meu, mas poderia ter sido reprovado por minha professora por trapacear.

Mirando, utilizei o meio de meu arco, onde havia bem no meio uma ponta comprida que parecia mais uma lança, e então fechei um dos olhos e fixei total atenção no alvo vermelho. Haviam cinco círculos, cada um de uma cor, sendo o maior círculo o mais claro e o menor o mais vermelho. Puxei bem o braço esquerdo, concentrando-me em manter meus dois braços numa linha reta e com isto diminuir as câimbras. Puxei bem a corda, mas puxar demais a flecha para não ocorrerem tremedeiras e, soltando o ar de meus pulmões, deixei a flecha sair junto de minha expiração e então acertei em cheio o terceiro círculo, cuja cor alaranjada indicava provavelmente um B+ nas minhas notas de arquearia. O terceiro círculo estava mais próximo do primeiro, vermelho e intenso.

Recebendo o aval de Emma para irmos para a próxima fase, agora partíamos para o próximo boneco, cuja posição aumentara de vinte para trinta metros. Tentei ajeitar a aljava, porém a mesma era pesada por conta das flechas e do material de couro grosso. A alça apertava em meu peito, quase que me puxando para trás e, prendendo a respiração, mantive-me o mais ereto o possível e tentei equilibrar meus ombros e deixar meus braços retos para poder mirar melhor, além de dar um espaçamento médio entre um pé e outro, mantendo a perna dominante – a direita – na frente. Soltei o ar de meus pulmões, soltando a flecha e acertando de novo o terceiro círculo laranja. Desta vez, acertei bem na beiradinha, quase chegando ao segundo, mais escuro e avermelhado.

— Droga! — Soltei, perdendo a compostura e batendo com força o pé no chão, chutando a poeira da arena e recebendo alguns olhares de advertência, especialmente de minha instrutora, Emmanuelle.

— Algum problema, garoto? Está indo bem, não precisa se preocupar com acertar sempre o círculo principal e ser perfeito. Numa luta nem sempre estamos longe o suficiente do nosso inimigo e precisamos usar o arco e as próprias flechas como machado e faca, às vezes miramos na cabeça e acertamos o peito, mas o importante é que acertou o alvo bem próximo do local onde queria atingir, e é isso que importa. — Salientou a morena e fazendo-me acalmar meus ânimos e assentir em concordância. Ela estava certa.

— Tudo bem. — Assenti, bufando e tentando ser o mais cordial que pude, quase arrancando um sorriso da mulher séria e de ar maduro e imponente.

Dos trinta metros passamos para os quarenta, e então tentei mirar com a aljava pesando no meu peito. Foi então que uma ideia me ocorreu e, retirando-a de meus ombros, tentei deixa-la no chão apoiada na minha perna esquerda. Recebi apenas um maneio negativo de cabeça de Emma reprovando. Deveríamos sempre ter conosco a aljava, afinal o inimigo não iria apenas esperar para ser atingido por uma flecha nossa enquanto ficávamos parado e mirando. Pegando a aljava, peguei a alça e então coloquei-a em volta de minha cintura, de forma que o peso ficava agora concentrado no meio da minha cintura, na parte da frente. De alguma forma, o peso da aljava ficava mais balanceado ao estar atada à minha cintura, além de ficar melhor para eu conseguir pegar as flechas.

Com o peitoral livre e os braços também, deixei o peso da aljava presa à minha cintura e senti-me bem mais livre. Mirando agora com as pernas bem separadas, fechei um dos olhos e mirei mais uma vez, utilizando o dedo polegar e a ponta de metal do arco como mira, e então prendi a respiração e soltei-a enquanto a flecha cortava o ar rumo ao seu destino. Levava em média cinco segundos para ela atravessar os quarenta metros até seu destino, justamente pelo peso da flecha. Acertando o primeiro círculo, gritei de felicidade e dei um pulo socando o ar, recebendo olhares que mesclavam surpresa, inveja e interesse.

— Obrigado pelas dicas, Emma, nos vemos na próxima. — Agradeci, fazendo uma continência rápida e então saindo dali o quanto antes.


poderes usados:
Código:
nenhum
itens usados:
Código:
nenhum
observações:
pus nenhum item ou poder pois ainda não possuo cor

treino fixo I


Thanks to @Evil Queen
Eliel Belikov
Eliel Belikov
Filhos de Eros
Filhos de Eros


Voltar ao Topo Ir em baixo

Aula Fixa I - Pericia com Arcos  - Página 8 Empty Re: Aula Fixa I - Pericia com Arcos

Mensagem por Pietro Di Giorgio em Dom 14 Abr 2019, 00:08

Modelo de Avaliação
Criatividade: 40
Ortografia: 40
Coerência: 30
Ações Realizadas: 20
Aparência: 20
Total: 150 exp

Eliel Belikov
Criatividade: 40
Ortografia: 40
Coerência: 30
Ações Realizadas: 20
Aparência: 20
Total: 150 exp

Nome do poder: Pericia com Arcos I
Descrição: Você aprendeu e se desenvolveu com o seu treinamento, e agora já consegue acertar as flechas em alvos com mais precisão, mas tende a ter dificuldades se esses se moverem muito depressa. É recomendado realizar um pouco mais de treinamento. Contudo, seu manejo com arco é muito melhor do que aqueles que nem mesmo treinaram.
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: +20% de assertividade no manuseio de arcos.
Dano: +10% de dano se a arma do semideus atingir o alvo.

É nóiz que tah!
Pietro recebe 30 de XP + 50 dracmas.


Triunfam aqueles que sabem quando lutar e quando esperar.

Pietro Di Giorgio
Pietro Di Giorgio
Líder dos Argonautas
Líder dos Argonautas

Idade : 21

Voltar ao Topo Ir em baixo

Aula Fixa I - Pericia com Arcos  - Página 8 Empty Re: Aula Fixa I - Pericia com Arcos

Mensagem por Astaroth Wright em Dom 14 Abr 2019, 01:13


Ideais adiante
Estava aquele dia no acampamento a fim de treinar arquearia, um dia de folga dos ceifadores apenas para fazer aquilo. Dirigiu-se rapidamente até o local marcado para o desenrolar do treinamento e logo esperou pelas instruções passadas pela pessoa responsável. Logo após pegou um arco curto, uma aljava com algumas flechas e encaminhou-se diretamente para a marca que iria iniciar seus primeiros contatos com a arquearia.

Parou em frente a um alvo que ficava cerca de 20 metros de si, como não tinha nenhuma experiência ativa com arcos pensava que não saberia nem mesmo colocar a flecha da maneira correta no cordame e, para a sua surpresa não foi o que aconteceu, por um milagre tinha um conhecimento básico sobre o que estava fazendo e isso já seria de grande valia para o desenrolar de sua pequena aventura com armas diferentes do habitual. Ergueu o arco com a mão na linha do ombro, flexionando o joelho que se encontrava um passo a frente da outra perna, o arco era curto e nada pesado, a munição também não era grande coisa.

Posicionou uma flecha no cordame e em seguida retesou a arma até o máximo de sua flexibilidade. Deu o primeiro tiro acompanhando  pacientemente a flecha até vê-la passar longe do primeiro alvo. Repetiu o processo novamente, desta vez tentando fazer os ajustes necessários, inclinando o arco mais para cima, visto que seu último tiro tinha passado muito abaixo. Respirou fundo com a calma clássica que somente os servos de Thanatos conseguiriam ter, soltando o projétil que cortou o vento de maneira graciosa até encontrar-se com a superfície do alvo reproduzindo um som seco por todo o lugar. A primeira etapa estava vencida.

Sorriu ladino  e partiu para a próxima tentativa, agora cerca de 30 metros separavam Astaroth de seu alvo. Analisou friamente o que tinha feito no tiro anterior e o que estava prestes a fazer, lembrando-se que no primeiro precisou elevar até certo ponto o arco, agora deveria elevar um pouco mais, além de causar um pouco mais de flexão no arco. O movimento de preparo do disparo estava decorado, então soltou a flecha e o cordame, observando o projétil acertar um pouco acima do alvo,  bom não era tão alto que deveria elevar o arco para acertar daquele ponto, talvez aquela elevação fosse a ideal para acerta o alvo de 40 metros.  Suspirou entediado, colocando mais uma flecha no cordame, posicionou o arco mais uma vez, ajustando o ângulo de disparo de maneira mais cuidadosa levando em consideração o último tiro, após feitos todos os ajustes finalmente soltou a flecha, vendo-a chocar-se conta o objetivo, agora era o último tiro.

Talvez aquele fosse o mais fácil de todos, visto que no alvo anterior tinha conseguido um tiro que provavelmente se encaixava perfeitamente no que precisava para este. Puxou a última flecha da aljava, ajustando a mira enquanto retesava a estrutura de madeira ao seu máximo de flexibilidade, observando atentamente o alvo que queria acertar. As pernas formavam uma base forte e bem equilibrada, os braços fortes deixavam o arco imóvel enquanto fazia os ajustes finais. Soltou a flecha e abaixou a arma vendo o trajeto todo com muita atenção o alvo sendo acertado em cheio por sua flechada, apenas dando de ombros de dirigindo-se novamente ao chalé.  Tinha compreendido o básico de arquearia e descoberto que no fundo tinha algo escondido em relação a isto.
Spoiler:
Nome do poder: Pericia com Arcos I
Descrição: Apesar de não ter o mesmo domínio de um arco que os filhos de Apolo/Febo, ou as caçadoras, os filhos de Iris/Arcus aprendem a manusear o arco com facilidade e pratica. Com o tempo, essa habilidade pode se aperfeiçoar.
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: + 15% de assertividade no manuseio da espada.
Dano: + 5% de dano ao ser acertado pela arma do semideus


criado por ; modificado por


Time to let go
Astaroth Wright
Astaroth Wright
Ceifadores de Thanatos/Leto
Ceifadores de Thanatos/Leto


Voltar ao Topo Ir em baixo

Aula Fixa I - Pericia com Arcos  - Página 8 Empty Re: Aula Fixa I - Pericia com Arcos

Mensagem por Fred Ashford em Ter 16 Abr 2019, 13:32

Modelo de Avaliação
Criatividade: 40
Ortografia: 40
Coerência: 30
Ações Realizadas: 20
Aparência: 20
Total: 150 exp

Astaroth Wright
Criatividade: 40
Ortografia: 40
Coerência: 30
Ações Realizadas: 20
Aparência: 20
Total: 150 exp

Nome do poder: Pericia com Arcos I
Descrição: Você aprendeu e se desenvolveu com o seu treinamento, e agora já consegue acertar as flechas em alvos com mais precisão, mas tende a ter dificuldades se esses se moverem muito depressa. É recomendado realizar um pouco mais de treinamento. Contudo, seu manejo com arco é muito melhor do que aqueles que nem mesmo treinaram.
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: +20% de assertividade no manuseio de arcos.
Dano: +10% de dano se a arma do semideus atingir o alvo.

É nóiz que tah!
Fred recebe 30 de XP + 50 dracmas.
Fred Ashford
Fred Ashford
Argonautas de Hera/Juno
Argonautas de Hera/Juno

Idade : 23
Localização : Ilha de Argos

Voltar ao Topo Ir em baixo

Aula Fixa I - Pericia com Arcos  - Página 8 Empty Re: Aula Fixa I - Pericia com Arcos

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 8 de 8 Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum