The Blood of Olympus
Para visualizar o forum é necessário estar cadastrado, por favor registre-se no rpg ou entre em sua conta. É necessário estar cadastrado para ver as informações contidas no forum. Lembre-se de usar nome e sobrenome, não se cadastrar usando nomes geralmente utilizados por Hacker. Exemplo: "Barum" "Hakye" e por ai vai. Bem vindos.

Alekay, Allyria e Arya VS Alecto (Benevolente)

Página 2 de 3 Anterior  1, 2, 3  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Re: Alekay, Allyria e Arya VS Alecto (Benevolente)

Mensagem por Alexander Belmont em Dom Fev 19, 2017 11:03 pm


son of ares

Eu te disse criança não me siga para casa, você é muito perfeita para as minhas mãos segurar. Se você optar por ficar vai jogar tudo fora e eu só irei ficar com sua alma!  

 ㅤㅤAquela névoa começava a despicar, finalmente eu conseguia enxergar.... Maldita filha de Hecate e sua névoa, pensei comigo mesmo. Levantei meu olhar e ali estava aquele estorvo que tinha causado aquelas confusões, era um alecto, nossa como ela era grande e suas asas era deslumbrantes, por um momento eu sentia pena de ter sido obrigado a derrotar aquela criatura. Entretanto eu tinha um contratempo, como acertar um ser com asas ? Essa pergunta ecoava em minha mente por um certo momento até que olhei para Allyria e corri em sua direção dizendo o tal plano de usar as pedras que ela conseguia controlar para derrubar o tal monstro.
        Por um momento eu dei uma risada olhando para o Alecto e ergui minha mão em sua direção, precisamente aonde a flecha tinha encostado nela e feito uma ferida um tanto pequena, mas que provavelmente tinha causado uma dor não tão agoniante, mas já servia. Olhei para cima e comecei a rir - Que tal reviver essa dor, criatura insolente. Seu sofrimento apenas começa. Fechei minha mão como se realmente eu tivesse desferido um ataque sobre ela. Em seguida me virei para elas e pensei por um momento, - Ally, você consegue tentar acertar as asas dela ? Isso já ajudaria bastante. Por mais que ela estivesse distante, o Alecto podia realizar alguma investida, ou seja, era sempre bom estar atento com seus movimentos.
         Aquele talvez fosse um momento de se unir e pensar na estratégia definitiva, mas de principio nós devia nos juntar para tentar mante-lá no chão, assim eu talvez conseguisse dar um dano considerável nela, mas não matando por enquanto, afinal ela era uma criatura gigantesca. Segurei minha lança e passei a mão em minha cabeça pensando em o que fazer se a garota conseguisse derrubar o Alecto. Tudo que me restava era tentar guardar um pouco da minha energia para que parecia ser uma grande luta que ia começar.


INTERAGINDO COM | HUMOR | NOTAS DO AUTOR    



Habilidades:
Passivas: Passivas:

Nível 10
Nome do poder: Atributos melhorados II
Descrição: Os demônios da noite conforme evoluem, conseguem desenvolver um pouco mais seus movimentos de esquiva, velocidade e salto, ganhando uma vantagem extra de campo ainda maior.
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: Durante o dia ganham + 15% de velocidade, esquiva, e salto, durante a noite essa porcentagem dobra, vira +30%.
Dano: Nenhum

Nível 9
Nome do poder: Esquiva Perfeita
Descrição: Graças ao grande treinamento obtido através de seu esforço, o filho de Ares/Marte consegue evitar um ataque o qual tenha percebido. Esquivando utilizando sua agilidade, pode evitar ser acertado por dois golpes simultâneos, sejam eles socos e chutes, um ataque mágico/Elemental, ou de algum projétil lançado contra si. Pode ser utilizado uma vez a cada cinco turnos.
Gasto de Mp: 20 MP
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: Pode se esquivar de um golpe (desde que tenha percebido ele), uma vez a cada cinco turnos.
Dano: Nenhum

Nível 6
Nome do poder: Sexto Sentido
Descrição: Em meio a um campo de batalha, descansar não é opção e os filhos de Ares/Marte sempre estão atentos. Além de conseguirem notar com mais precisão e facilidade sinais de aproximação (como sons) esses semideuses possuem uma espécie de sexto sentido, de modo que ao serem alvo de um ataque direta ou indiretamente, pressentirão o perigo, podendo se prepararem melhor para o combate e evitarem serem emboscados.
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: Poderão durante um único turno, pressentir o inimigo se aproximando, podendo saber de onde o ataque vira, e se preparar para ele.
Dano: Nenhum

Ativas

Nível 10
Nome do poder: Feridas Reabertas.
Descrição: Ao se deparar com adversários que possuam cicatrizes ou ferimentos antigos ganhados em combate, sem nem mesmo encostar no indivíduo, a prole de Ares/Marte é capaz de reabrir a ferida, fazendo com que toda a dor seja revivida. Funciona apenas sobre cicatrizes, luxações, ossos quebrados e ferimentos internos.
Gasto de Mp: 20 MP por ferida reaberta.
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: Pode solicitar ao narrador que instrua seu oponente (em caso de pvp), ou diga se o npc possui alguma cicatriz.
Dano: 25 HP por ferida reaberta.

Armas:
* Lança Mortífera: Essa lança é feita da madeira das lanças de várias guerras mortais; sua ponta é feita de bronze celestial e é banhada com o sangue de vários generais. Se o adversário estiver perto, o dano é menor. Mas se ele estiver longe e for um alvo fácil, o dano sera maior.

*Pingente de Sangue: Pingente feito do sangue dos guerreiros mais vitoriosos. Ao utilizar esse item, as almas dos guerreiros virão em seu favor e lhe proporcionarão um exército de até 4 guerreiros zumbis.


You magic, shall not save you!
XOXO, Liiz from TPO
avatar
Alexander Belmont
Demônios de Nyx
Demônios de Nyx

Mensagens : 85
Data de inscrição : 20/09/2015

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Alekay, Allyria e Arya VS Alecto (Benevolente)

Mensagem por Convidado em Ter Fev 21, 2017 2:07 pm



Fire and Fury

Alecto se mantinha no céu, as asas vampirescas batendo em constância enquanto seus olhos infernais se mantinham fixos em nosso grupo, ainda mais agora que a névoa se dissipava. A luz do sol machucava de leve meus olhos, mas não tanto quanto as garras da criatura das trevas em meus ombros. O sangue escorria pela pele, sujando o tecido laranja, agora de vermelho. O dor aguda e ardida ali me fazia esboçar uma careta de dor, mostrando os dentes em reflexo quase inconsciente.

— Seu resto de deus, como tem a audácia de me ferir? VOU MASTIGAR VOCÊ! — Ri da criatura, em puro deboche.

— Bite me! — Gritei em resposta, mas a voz em minha cabeça me fez calar. Era como se eu estivesse usando fones de ouvido.

“Escutem bem vocês dois, estamos andando num labirinto sem saída, e o centro dele, é a criatura sobre nossas cabeças, descobrir o ponto fraco não é o essencial aqui, quando nem mesmo conseguimos acertá-la, estamos andando em círculos, sem chegar a lugar nenhum”

Voltei os olhos rapidamente para a outra garota do grupo, sem entender se ela falava comigo e, aparentemente com o guerreiro, mas seus olhos se mantinham focados na bruxa alada. Talvez eu estivesse ficando louca, não sabia dizer, a inconstância de minha sanidade era algo que eu devia lutar diariamente, mas ao olhar para o provável filho de Ares, observando-o por cima do ombro, vi que também observava a garota de forma estranha.

“Ufa, não estou ficando louca.” – Comentei no canal empático mental temporal que ela havia estabelecido entre os três.

“ Eu vou tentar prender o monstro, e não sei se isso vai dar certo, ou quanto tempo pode durar, mas, esperem a deixa, e se eu conseguir, o ataquem sem hesitar, venham com tudo que vocês tiverem, enquanto eu aguentar, vou manter Alecto distraído, e focado em mim, será apenas uma chance, acredito que se juntarem forças, comigo, e entre vocês mesmo, podemos acabar com isso mais rapidamente.”

Antes de escapar para executar o plano proposto pela garota super-poderosa, recebi um último recado, mentalmente, que acredito ter sido direcionado apenas a mim, então pus a mão em seu bolso, os dedos se fechando em um saco de pano volumoso, aveludado, e quanto o peguei, analisei-o rapidamente, até ouvir a voz melodiosa da semideusa.

— Dê o seu melhor, vou proteger você. — Olhei-a dos pés à cabeça, dando um sorriso em resposta.

— Obrigada, princesa.

Corri para trás de uma das paredes de pedra levantadas pela loira e me agachei ali, observando o conteúdo do saquinho aveludado. Haviam várias pedras preciosas, roxas, de pequeno porte. Sabia que elas explodiriam com o comando específico graças às instruções dadas pela dobradora de terra.

Usei a adaga para cortas a barra da blusa e, assim, removendo uma tira de pano laranja. Usei esta tira para amarrar a pequena pedra na haste da seta, próxima da ponteira. Aquela flecha seria destruidora, não importando onde pegasse.

Virei de frente para onde a criatura do submundo estava voando e encaixei a flecha na corda, segurando com firmeza o centro da arma e, então, puxei. As lâminas retesaram com força, fazendo o arco todo ranger, as penas roxas da extremidade oposta à ponta da seta tocando em minha bochecha...

Frigus reptant... — Murmurei baixinho, encantando a flecha

... até que a mira se fez, compensando a velocidade do vento e a distância... e os dedos relaxaram.

Só precisei esperar a flecha se aproximar o suficiente, ou atingir o alvo, para usar uma citação de um dos animes que ouvira algum dos meus irmãos comentando sobre.

— Katsu! — Este era o comando para a explosão. Se possível, além de explodir a criatura, faria o membro atingido paralisar.



Itens:
☪ Faca de Bronze celestial;

☪ Camiseta do acampamento Meio Sangue/Jupiter;

☪ Colar de Contas do acampamento;

☪ Arco Magico: Consiste em um arco de material escuro, tende-se a crer que seja ferro estígio. A corda da arma é de tom claro, quase transparente. Em toda a extensão do arco vê-se o nome do filho da Magia entalhado. As flechas são magicas, surgem ao esticar da corda, as mesma são envoltas por uma aura negra que é capaz de aumentar em 5% o dano causado no oponente. [Transforma-se em um colar.] (Efeito ativo)

☪ Capa das Trevas: Uma capa negra, com um tecido mágico de textura semelhante à seda, que pode ser usado preso nos ombros. Quando ativado é capaz de esconder o semideus em sombras, tornando-o impossível de ser usado em lugares iluminados demais e, portanto, sem sombras.

☪ Guardião dos sonhos: Para aqueles que veem de longe apenas um pedaço de giz nas mãos de um semideus, um giz feito de material completamente transparente. Nas mãos de seu portador, um cajado repleto de magia. Ao toque do semideus o pequeno pedaço translucido transforma-se em um cajado completo, quase do tamanho de seu portador, com um brilho arroxeado, ou azulado – a cor fica a critério do dono – e um cristal em seu topo. O Cajado solta faíscas brilhantes, e amplia o controle do semideus sobre seus poderes, ou seja, torna seus ataques mágicos mais precisos, dando equilíbrio ao seu portador. O Artefato está coberto de runas de equilíbrio, pensamento positivo, e perseverança, o que permite foco em batalha. Seu nome foi dado de acordo com sua propriedade, pois o cajado é capaz de captar os sonhos presentes em outro ser, e estimular a mente do inimigo com imagens de tais sonhos, de forma a distrai-lo por pelo menos dois turnos, dando chance ao portador de atacar.

☪ Ametista Especial: Saquinho contendo 10 pequenas pedras de ametista que ao comando do semideus explode quem a toca, no caso se o semideus jogar contra seu adversário, monstro ou afins ao comando deste a pedra explode, mesmo no ar. Pego emprestado da Allyria.
Poderes Passivos:
Nível 1
Nome do poder: Descendente da Magia I (Potencializar o uso de Frigus reptant.)
Descrição: O filho de Hectare/Trivia é descendente direto da magia, ela corre por seu sangue, e para ele, age como um condutor natural. Essa ligação lhe permite uma aprendizagem rápida de feitiços, conhecimento de livros antigos, bem como realização dos mesmos. Ao aprender sobre magia, a prole de Hécate/Trivia, também fica mais forte.
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus:  Ganha 10% de força em seus feitiços (em poderes ativos).
Dano: +5% de dano se os feitiços acertarem.  
Poderes Ativos:

Nível 2
Feitiço: Frigus reptant
Descrição: Congela o membro atingido por um turno.
Gasto de Mp: - 20 de MP.
Gasto de Hp: Nenhum.
Bônus: Caso seja realizado durante a lua nova, há uma chance de +30% de que ele funcione corretamente.
Dano: - 15 de HP.
Extra: Com certo treino, pode ser realizado de forma não verbal.
avatar
Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Alekay, Allyria e Arya VS Alecto (Benevolente)

Mensagem por Érebus em Seg Mar 06, 2017 1:56 am


Enfrente a sua própria Fúria!
O monstro havia realmente ficado com raiva. Era perceptível de longe, sua expressão era feroz, mas antes que pudesse se mexer, uma duzia de estacas de pedra se ergueu ao céus. Não se ouviu mais nada, se não o bater das asas interrompido por um barulho de grandes projeteis voando em direção a criatura. A besta teve dificuldade de desviar de tudo, eram muitos pedaços de pedra voando até ela, as primeiras eram fáceis de se esquivar, mas a quantidade de pedregulhos começou a aumentar e pequenos cortes e ferimentos começaram a ser inevitáveis, quando uma estaca voou em direção de seu peito e um movimento brusco para trás garantiu uma brecha, os problemas da benevolente começaram. Ao desviar da pedra perigosa que ia em direção a seus seios, Alecto bateu com força as costas em projétil destinado a seu calcanhar.

Aquele era o momento perfeito, Arya armou seu arco e lançou sua fecha explosiva, o monstro não estava preso, mas seria acertado em cheio, contudo naquela altura a parecia da garota não era eficiente, ela sequer era filha de Apolo, como lançaria uma flecha perfeitamente aquela distância? Não tinha como, contudo, era necessário arriscar, e devido ao fator explosão, tudo que ela precisava era que a seta se aproximasse do corpo do monstro. E se aproximou, passou longe de acertar em cheio o inimigo, mas passou perto o suficiente para...! - KATSU! - Pronunciou a semideusa, ao mesmo tempo que bloqueava um dos membros do adversário, que por sorte, acabara por ser a sua asa direita. Entendendo tudo que estava acontecendo, Alecto se prontificou de receber o minimo de dano, usando uma explosão de energia rodou no ar, a tempo de usar sua asa esquerda para se proteger da explosão, contudo, o ataque era muito pior do que parecia, e agora o monstro despencava dos céus, com seu chicote em mãos, era incrível o que um pouco de comunicação foi capaz de fazer.

Agora eles tinham uma brecha livre de ataque, ou sera que a luta estava apenas começando?

Situação:

Gente ta foda de estudar, trabalhar e ser deus. Pqp, desculpem a demora, mas eu vou postar de fds em fds, então podem se planejar melhor, pois a parada vai ficar séria agora, ela vai bailar com vocês três na porrada, eu acho em. Se houverem erros de escrita, me perdoem, deu tempo nem de revisar que eu trabalho amanha, mas se ficou alguma duvida, me chamem por mp ou skype, bj na boca <3
Vocês estão progredindo, e isso é muito bom. Agora, vocês não criaram defesa alguma, coisa que eu comentei ser necessária, não precisava ser em narrativa, podia ser, sei lá, em spoiler, descrevendo as intenções de defesa (mesmo que narrando não fosse tão ruim) e também, recomendo um spoiler com as intenções resumidas da narração de vocês, um spoiler descrevendo rapidamente o movimento de vocês, pra ficar mais claro até mesmo pra mim. Alekay outra vez não se enquadrou muito no time, pelo fator de não seguir a tatica de comunicação mental, que eu permiti, devido as situações da Ally. Então, Alekay, você tem que se comunicar mais com as garotas em on e em off, elas fizeram uma boa dupla, e se fossem um trio, talvez tivessem se saído muito melhor, muito mesmo.

Acho que não tem muito mais a comentar aqui, a dupla Ary e Ally, foi boa, vocês unificaram poderes e mesmo ficando um tanto confuso (Por isso a sugestão do spoiler com os movimentos de voces) acredito estarmos indo na direção certa. Vocês atacaram Alecto e ela vocês, ficamos com isso por enquanto, eu vou parar de pegar leve, sério, vocês tem que se acertar como time, eu vou dar uma dica boa pra se organizarem aqui e vocês verão que vai dar muito mais certo, não só para mim, como para todas as narrações de vocês, é um passo a passo.

Avaliar - Ver o que se passou no final da rodada (o post do narrador) quais situações terminaram, começaram e tiveram continuação. Ver a situação individual e coletiva, ver a situação do inimigo.
Bolar um plano - Em conjunto, nesse caso, decidir qual medida deve ser tomada e qual a maneira mais potente e eficaz de realizar tal ato.
Procurar brechas - tente procurar brechas no plano e tente tampar o maximo de brechas possiveis, sem narrar por conta.
Realizar o plano - Dividam as tarefas, vocês são três, ao realizar um plano de ataque e/ou defesa, deve-se dividir as tarefas, voces são aliados. (Meninas, vocês progrediram nisso).
Notificar o plano - Descrever seus detalhes ocultos, ou até mesmo descrever a situação, os movimentos e até o plano, com um spoiler, como eu costumo indicar para voces, pode ser muito bom para tirar minhas duvidas e esclarecer pontos a cerca da estrategia.
Narrar ou garantir uma defesa/ataque - Talvez nem todos os narradores considerem isso, mas se vocês estão em um turno de ataque, podem descrever como montariam uma defesa (UMA SÓ) para um grande leque de possibilidades (Por exemplo dizer que usaria o escuto, ou uma magia, ao falar da magia, tem o risco de que ela se ative), outra vezes você tem que defender no turno, pois o monstro ou inimigo esta com ataques mais potentes, ai você pode descrever um ataque que usaria se tivesse oportunidade.
Tirar suas duvidas com o narrador - Isso é muito importante, pois também erramos viu?

Eu não quis parecer idiota fazendo esse passo a passo, mas quando lutamos em conjunto, é bom que se tenha uma organização, não que precise ser tudo organizado nas narrativas, mas como vocês querem que eu veja as ideias de vocês?

ARYA MORGENSTERN:

Nível: 04
HP: 120/130
MP: 90/130
Situação Pessoal: Sangramento estancado.

ALEKAY CONNINGTON:

Nível: 10
HP: 190/190
MP: 190/190
Situação Pessoal: Perfeitamente saudável.

ALLYRIA:

Nível: 8
HP: ??/??
MP: ??/??
Situação Pessoal: Perfeitamente saudável.

ALECTO:

Nível: 25
HP: 550/650
MP: 650/650
Situação Pessoal: A somatória de danos causou duas asas ineficazes, uma pela magia da semideusa, outra pelo ataque da mesma.
Todas as informações disponíveis a respeito do monstro: AQUI!


Regras da Narrativa:


  • Vocês devem se lembrar de descrever o melhor possível os seus movimentos, seus planos e lembrar de nunca ser concentro na hora de dizer se o movimento deu certo, mesmo quando temos bônus de acerto, o correto é dizer: "Possível mente deu certo." ou semelhantes.
  • Como eu estou tendo que estender meu próprio prazo para postar, vocês não terão prazo definido, mas quando mais tempo levarem para postar, mais tempo eu levo, se não postarem essa semana, eu só vou narrar daqui a dois finais de semana, se atentem a isso.
  • Armas, itens e poderes, todos em spoiler no final dos post. Lembrando que eu dei uma brecha para vocês levarem todos os itens desejados, vocês tem direito a duas armas não portáteis e quantas armas portáteis forem capaz de carregar.
  • Caso tenha alguma dúvida ou precisar de algum contato: MP ou Skype (Mande uma MP pedindo).
  • Você deve escolher de onde começar a narrar, como eu disse, seria bom se fossemos todos dinâmicos, não precisam enrolar demais quanto ao contexto em que se meteram na luta, acima de tudo, foi escolha de vocês.
  • Por fim e mais importante: Boa sorte semideuses!



I'm the Fucking Dark Lord
A VIDA É SÓ UM POUCO DE LUZ EM MEIO A ESCURIDÃO
avatar
Érebus
Deuses Estagiários
Deuses Estagiários

Mensagens : 258
Data de inscrição : 01/09/2014

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Alekay, Allyria e Arya VS Alecto (Benevolente)

Mensagem por Allyria em Sab Mar 18, 2017 8:12 pm


Vida e Morte

As oportunidades multiplicam-se à medida que são agarradas.... Dissera o autor de um livro qualquer, e bem, ele não podia estar mais certo. Para aquela deusa a oportunidade perfeita surgira no momento em que as pedras distraíram e derrubaram o monstro, contudo, foi a flecha da jovem que lutava ao seu lado que criou a situação perfeita, e mudou o jogo para torna-los vitoriosos. Com Alecto no chão as coisas mudavam o curso da batalha para algo bem menos propenso a erros e falhas, o que também lhes permitia barganhar de maneira justa. Não que Ally acreditasse que tal jogatina fosse feita através de discussões e acordos, mas a palavra seria bem para atingir o proposito, indo para a parte do pague pelas consequências de seus atos.

Arya tinha tido sucesso em parte de seus ataques, o estrondo ao lado do corpo da jovem deusa tinha sido o suficiente para se certificar de que as coisas corriam conforme o planejado. Ally sorriu de canto, e apesar de não se sentir totalmente ligada aos dois semideuses em campo, de alguma forma conseguia entender que era responsável por eles. “ A parte difícil já foi”. Ally sorriu, internamente comemorava a descoberta do novo dom, e no momento, pretendia abusar dele com mais vigor do que naturalmente faria. “ Eu vou tentar prender Alecto no chão, vou segura-lo pelo máximo de tempo que conseguir, e então vocês dois atacam, o jovem demônio tem certa vantagem, certamente mais do que eu e a feiticeira possuímos sobre a terra, então de tudo de si para acabarmos com isso rapidamente”.

Ally continuava a se comunicar com ambos mentalmente, se sentia revigorada, poderosa e única, mas ao mesmo tempo, não passava de uma jovem tola que acabara de conquistar um novo brinquedo. “Vai!”, Ally deixou que a ultima palavra escapasse apenas para Alexander, o demônio da noite, e então avançou. Pretendia manipular a terra ao redor do campo, e usa-la para prender a criatura contra o chão, tinha certa vantagem daquele ângulo, pois poderia fazer crescer a prisão bem abaixo do corpo dela, e amarra-la o mais rápido que conseguisse, começaria pelos pés, certificando-se de mantê-la no mesmo local, e então envolveria todo o restante do corpo com a terra, deixando apenas as partes mais vulneráveis a mostra para serem atingidas. Se conseguisse fazê-lo, então também abriria a brecha necessária para os outros dois atacarem.

Ally virou a cabeça de lado para encontrar a loira, e estendeu a espada favorita em direção a ela, ao mesmo tempo que deixou o sorriso sádico lhe preencher o rosto. — Como diria uma velha amiga, corte-lhe a cabeça! — Vamos confessar que qualquer fã de Alice sempre desejou dizer a frase mais impactante de todo o livro – ou filme, o importante é conhecer a obra – E Ally, como uma boa apreciadora de histórias que era, também não ficava para trás quando queria causar impacto, mesmo que com uma frase tão idiota quanto a que acabara de dizer. — Eu cubro sua retaguarda, se ela tentar te pegar, vou proteger você — Afirmou, e o faria. Se Alecto tentasse pegar ou atingir qualquer uma delas, Ally dobraria a terra, manipularia as pedras ao redor, e criaria escudos naturais ou barreiras em frente aos copos – tanto dela quanto de Arya – impedindo impactos mais pesados, ou perfurações.
Resumo de movimentos:

• Ally tentara manipular a terra ao redor para conseguir prender Alecto sobre o solo, ao mesmo tempo, usara dessa mesma técnica para pressionar seu corpo – na tentativa de causar algum dano, ou até mesmo esmagar algumas partes, ajudando na movimentação dos outros dois semideuses em campo.

• Em todo o momento vai manter-se comunicando com o Alexandre e Arya através dos pensamentos, pois acredita que além de ser mais eficaz, poderá ajuda-los a sincronizar os ataques, que até então, tem sido um tanto bagunçado.

• A deusa entregou a espada (Disappointing) para Arya, para que ela a manejasse em campo e avançasse contra Alecto com um poder mais eficaz do que o arco.

• Por último, a defesa formada é apenas para o caso de um possível ataque por parte de Alecto, Arya é mais fraca do que Allyria, e, portanto, a deusa pretende protege-la enquanto essa se movimenta em campo. Caso detecte qualquer movimento suspeito, tentara criar barreiras de pedra em frente a ela para impedir os ataques, ou seja, as barreiras servirão como peões descartáveis, tomando qualquer ataque no local da semideusa, A mesma proteção será válida para o corpo de Allyria, que não pretende ser atingida no momento.
Armas em campo:

Disappointing – É uma espada gigante (cerca de 1,80 de cumprimento, com largura de 45 cm).  A lamina em si é fina, extremamente afiada, e apresenta dois recortes com um círculo no topo – ajustável e apropriado literalmente para decapitação - . Além disso, apresenta uma propriedade mágica relacionado ao tamanho, podendo virar apenas uma espada curta de dois gumes. Apesar da aparência monstruosa, a espada se torna muito leve nas mãos da deusa do equilíbrio, tendo um manuseio fácil, contudo, esse efeito não se apresenta nas mãos de outras pessoas, a arma dobra o peso, tornando o manuseio difícil para qualquer um que tente rouba-la, ou empunha-la. É feita de ferro estigio, banhada pelo sangue dos mortos, portanto, apresenta processo de regeneração, o que a faz parecer sempre nova em folha, brilhante, e com a lamina mais afiada. Quando não está em uso, se transforma em um bracelete de cristal negro, com o nome de sua portadora entalhado na parte interna, Allyria. Esse mesmo entalhe pode ser visto na superfície da lamina brilhosa.

*Garras do submundo: Uma par de luvas roxo-escuro que cria três garras negras, elas correm pelas mãos e soltam uma pequena nevoa cinza. Servem para atacar oponentes a curtas distancias e assim que atravessam a pele do inimigo injetam veneno em sua corrente sanguínea.

Uma corrente de ouro celestial de aparência delicada ajustável conforme o tamanho do portador (Allyria), carrega um medalhão cravado com linhas formando desenhos florais, dentro possui a foto dela com seus pais em um dos lados e o outro as palavras "Amamos você luz de nossas existências" no antigo latim; Quando a pequena desejar tornasse um longo chicote com espinhos sortidos ao seu comprimento (também ajustável ao seu tamanho) que injetam veneno paralisando o inimigo.(Presente de Persefone)

Ametista Especial: Saquinho contendo 10 pequenas pedras de amestista que ao comando do semideus explode quem a toca, no caso se o semideus jogar contra seu adversário, monstro ou afins ao comando deste a pedra explode, mesmo no ar.
Poderes:

Controle da Terra: A terra para ela nunca foi um problema, terremotos, levitar pedras, criar pedras, e invoca-las é um dom natural para a criança, que pode chegar a molda-la, abrir passagens, criar crateras e barreiras.

Projeção de Pensamentos – O deus nutre a capacidade de projetar pensamentos na mente de outra pessoa, ou seja, é a capacidade que permite falar mentalmente com outro ser, animal, criatura, ou pessoa viva. Isso não significa que ele seja capaz de ler a mente de seus oponentes, e sim que não encerramento precise falar para se comunicar com eles.

Regeneração – Todo e qualquer corte feito sobre a deusa, ou machucado, se cura instantaneamente após alguns minutos, e a pele volta ao normal como se nada tivesse acontecido. Deuses se curam depressa, sendo que feridas fundas demoram apenas dois turnos para se fecharem completamente, desaparecendo e restaurando a beleza do jovem deus, e as mais leves, desaparecem no turno seguinte em que foram marcados.

Mistério de Deus – O deus consegue se mover em uma velocidade surpreendente, sendo capaz de desaparecer e reaparecer onde bem entender, quando some – viaja ou teletransporta-se – deixa apenas uma nevoa colorida para trás (geralmente sua cor favorita), e o cheiro de seu perfume.


Fantasmas são lembranças, e os carregamos porque aqueles que amamos não deixam o mundo.
“Sempre achei que ninguém pudesse se perder de verdade se conhecesse o próprio coração. Mas temo ficar perdido sem conhecer o seu (…)”
 
avatar
Allyria
Descendentes
Descendentes

Mensagens : 177
Data de inscrição : 09/06/2013
Idade : 8

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Alekay, Allyria e Arya VS Alecto (Benevolente)

Mensagem por Convidado em Dom Abr 02, 2017 7:05 pm



Fire and Fury

AA bola de fogo arroxeado que engoliu metade do corpo de Alecto foi linda e extremamente quente. O calor emanado por ele, de origem mágica ígnea, me forçou a levar a mão à frente dos olhos, pois eles ardiam com a luz e a alta temperatura. O som estrondoso ecoou dentro de minha caixa torácica e arremessou rochas para os lados, me forçando a voltar para atrás da parede de pedras que a princesa do submundo invocara afim de me proteger. Só voltei a espiar quando não escutei mais nenhum impacto no solo.

“A parte difícil já foi.”

“Não amolece ainda, princesa...”

“Eu vou tentar prender Alecto no chão, vou segurá-lo pelo máximo de tempo que conseguir, e então vocês dois atacam, o jovem demônio tem certa vantagem, certamente mais do que eu e a feiticeira possuímos sobre a terra, então dê tudo de si para acabarmos com isso rapidamente”

“Não amolece ainda, princesa...”

Espiando pelo canto da parede maneei a cabeça em positivo em conjunto com o último pensamento. Em questão de segundos a areia passou a se mover com velocidade estupenda, indo em direção à criatura infernal como formiga em açúcar, o que me fez sorrir e armar outra flecha em meu arco, passando a língua pelos lábios, secos e rachados do esforço daquela batalha. Armei a seta, retesando a corda e fazendo os limbos curvarem para trás, rangendo com o esforço.

Frigus reptant... — Sussurrei uma vez mais, para aquela outra seta, como se lhe contasse um segredo. Um segredo que acabaria com a alegria de Alecto. E soltei a flecha, mirando no peito da criatura.

— Como diria uma velha amiga, corte-lhe a cabeça! — Observei a espada ser estendida em minha direção, sendo oferecida. Mas aquele trabuco era muito maior do que eu. — Eu cubro sua retaguarda, se ela tentar te pegar, vou proteger você.

— Eu não acho que eu vá conseguir usar isso... — Segurei o cabo da espada, após colocar o arco enviesado no tronco, mas assim que a arma foi solta pela deusa, foi direto para o chão, com a ponta perfurando a terra, de lado. — Não... não vai rolar. — Disse para ela, com uma careta de sofrimento.



Itens:
☪ Faca de Bronze celestial;

☪ Camiseta do acampamento Meio Sangue/Jupiter;

☪ Colar de Contas do acampamento;

☪ Arco Magico: Consiste em um arco de material escuro, tende-se a crer que seja ferro estígio. A corda da arma é de tom claro, quase transparente. Em toda a extensão do arco vê-se o nome do filho da Magia entalhado. As flechas são magicas, surgem ao esticar da corda, as mesma são envoltas por uma aura negra que é capaz de aumentar em 5% o dano causado no oponente. [Transforma-se em um colar.] (Efeito ativo)

☪ Capa das Trevas: Uma capa negra, com um tecido mágico de textura semelhante à seda, que pode ser usado preso nos ombros. Quando ativado é capaz de esconder o semideus em sombras, tornando-o impossível de ser usado em lugares iluminados demais e, portanto, sem sombras.

☪ Guardião dos sonhos: Para aqueles que veem de longe apenas um pedaço de giz nas mãos de um semideus, um giz feito de material completamente transparente. Nas mãos de seu portador, um cajado repleto de magia. Ao toque do semideus o pequeno pedaço translucido transforma-se em um cajado completo, quase do tamanho de seu portador, com um brilho arroxeado, ou azulado – a cor fica a critério do dono – e um cristal em seu topo. O Cajado solta faíscas brilhantes, e amplia o controle do semideus sobre seus poderes, ou seja, torna seus ataques mágicos mais precisos, dando equilíbrio ao seu portador. O Artefato está coberto de runas de equilíbrio, pensamento positivo, e perseverança, o que permite foco em batalha. Seu nome foi dado de acordo com sua propriedade, pois o cajado é capaz de captar os sonhos presentes em outro ser, e estimular a mente do inimigo com imagens de tais sonhos, de forma a distrai-lo por pelo menos dois turnos, dando chance ao portador de atacar.

☪ Ametista Especial: Saquinho contendo 9 pequenas pedras de ametista que ao comando do semideus explode quem a toca, no caso se o semideus jogar contra seu adversário, monstro ou afins ao comando deste a pedra explode, mesmo no ar. Pegado emprestado da Allyria.
Poderes Passivos:
Nível 1
Nome do poder: Descendente da Magia I (Potencializar o uso de Frigus reptant.)
Descrição: O filho de Hectare/Trivia é descendente direto da magia, ela corre por seu sangue, e para ele, age como um condutor natural. Essa ligação lhe permite uma aprendizagem rápida de feitiços, conhecimento de livros antigos, bem como realização dos mesmos. Ao aprender sobre magia, a prole de Hécate/Trivia, também fica mais forte.
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus:  Ganha 10% de força em seus feitiços (em poderes ativos).
Dano: +5% de dano se os feitiços acertarem.  
Poderes Ativos:

Nível 2
Feitiço: Frigus reptant
Descrição: Congela o membro atingido por um turno.
Gasto de Mp: - 20 de MP.
Gasto de Hp: Nenhum.
Bônus: Caso seja realizado durante a lua nova, há uma chance de +30% de que ele funcione corretamente.
Dano: - 15 de HP.
Extra: Com certo treino, pode ser realizado de forma não verbal.
avatar
Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Alekay, Allyria e Arya VS Alecto (Benevolente)

Mensagem por Convidado em Ter Abr 18, 2017 11:38 pm


son of ares

Eu te disse criança não me siga para casa, você é muito perfeita para as minhas mãos segurar. Se você optar por ficar vai jogar tudo fora e eu só irei ficar com sua alma!  

 ㅤㅤA grande explosão reverberou no peito do filho de Ares como o estopim de um canhão. Ele não sabia dizer ao certo como tinha conhecimento de tal ruído, mas sabia. Suas mãos suaram enquanto mantinha a lança bem presa entre os seus dedos e o olhar na criatura que, agora, caía dos céus.

A garota de cabelos prateados disparou outra seta na direção de Alecto e, com o desenrolar das cenas seguintes, notei uma abertura, com a deusa entregando à bruxa uma espada tão grande quanto o seu próprio corpo.

“Ela não vai conseguir levantá-la...”

Tomado por um surto de adrenalina, ciente de que não poderia falhar ou as suas vidas estariam totalmente à mercê daquele monstro ctônico, Alexander deslizou o pé direito para trás, fazendo terra subir, enquanto jogava sua lança levemente para cima, apenas para mudar a pegada de mão. A canhota foi para frente, contrabalanceando o novo centro de peso e, tencionando todos os músculos do abdome, peito e braço destro, arremessou a lança com toda a força disponível.

“Filhos de Ares não costumam errar...”

Com o arremesso dado, correu, impondo o máximo de força possível às pernas, sabendo que sua velocidade superava a de ambas as garotas ali na arena graças ao sangue divino de seu pai. Poderia chegar ao corpo da bruxa alada em poucos segundos, mas se permitiu um pequeno desvio.

— Meninas! A espada!

Soou retumbante, sabendo que ambas as garotas ainda estavam em estado de alerta, e esperando que ambas entendessem, passou pelas duas companheiras, segurando o cabo da espada com toda a sua força. Deuses! Era pesada! Seus músculos sentiam todo o peso da arma encantada, que não fora projetada para ser tomada de súbito, mas usaria aquilo em seu favor.

— AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAH!

Correu com todo o vigor de Ares para cima de Alecto, elevando a espada acima da cabeça, com a ponta empunhada à frente, e desceu contra o peito do demônio de Hades, visando empalar a criatura contra o solo, perfurar caixa torácica, coração, pulmões, espinha... tudo o que tivesse no caminho até o outro lado.



Com a Arya linda e a Allyria gatíssima :9 | Meio sumido | Branquela assumindo o controle do boy <3 



Poderes Passivos de Demônio de Nyx:
Nível 7
Nome do poder: Força I
Descrição: Os demônios de Nyx/Nox se tornam mais fortes do que semideuses comuns, por serem atribuídos a uma características demoníacas, e adquirirem um lado animal único, tornam-se mais astutos, e sua força fica avantajada.
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: Durante o dia os demônios conquistam +10% de força, durante a noite essa força dobra para +20%.
Dano:  Nenhum

Nível 9
Nome do poder: Possessão assistida  
Descrição: Como um demônio, seu corpo se torna resistente a possessões (apenas o corpo, sendo a mente é sucessível a possessões), podendo suportar até mesmo ser controlado por um Deus Menor sem que o corpo sofra para suportar tanto poder. E, justamente por isso, quando possuídos por outros seres, os demônios se mantem ativos e cientes do que está ocorrendo, assim como podem conversar conscientemente com o ser que o possuiu, caso o mesmo tenha consciência.
Gasto de Mp: Nenhum.
Gasto de Hp: Nenhum.
Bônus: Nenhum.
Dano: Nenhum.

Nível 10
Nome do poder: Atributos melhorados II
Descrição: Os demônios da noite conforme evoluem, conseguem desenvolver um pouco mais seus movimentos de esquiva, velocidade e salto, ganhando uma vantagem extra de campo ainda maior.
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: Durante o dia ganham + 15% de velocidade, esquiva, e salto, durante a noite essa porcentagem dobra, vira +30%.
Dano: Nenhum
Poderes Passivos de Ares:
Nível 7
Nome do poder: Pericia com laminas I
Descrição: O semideus filho de Ares/Marte tem certa facilidade em lidar com laminas, por hora, apenas aquelas de curto alcance, facas, espadas curtas, ou adagas, em suas mãos essas armas parecem se encaixar perfeitamente.
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: +10% de assertividade no manuseio de laminas.
Dano: +5% de dano se o adversário for atingido pelo semideus.

Nível 8
Nome do poder: Velocidade Atlética.
Descrição: Um bom combatente sempre está preparado fisicamente para os futuros combates, sendo que as proles do deus da guerra levam a sério seus treinamentos rígidos, buscando sempre serem melhores. Devido a condição física e biológica natural do semideus, e de seu empenho nos treinamentos, são quase tão rápidos e ágeis quanto filhos de Hermes, conseguindo correr longas metragens sem se cansarem. Movimentos de finta, esquiva e outros que requeiram velocidade/agilidade, sempre possuem mais chances de funcionar contra inimigos mais lentos, além de perderem em uma corrida apenas para seres tão velozes quanto filhos do deus mensageiro.
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: 50% de chance de conseguir se esquivar, pular, e saltar em uma luta com inimigos mais fracos, ou mais lentos.
Dano: Nenhum

Nível 9 Caso Alexander seja atingido
Nome do poder: Ignorando a dor I
Descrição: A dor é um estado psicológico e biológico, tida como uma auto defesa do corpo humano. Contudo, os filhos de Ares/Marte possuem a capacidade de ignorarem a dor de ferimentos, podendo lutar normalmente mesmo se estiverem coma luxação ou dedo quebrado. Nesse nível apenas é possível ignorar a dor de golpes que não causem ferimentos profundos, ou que incapacite um membro do semideus. (cortes leves, e feridas pequenas)
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: Continuará lutando normalmente desde que os ferimentos sejam de grau baixo, como cortes superficiais, queimaduras de grau baixo ou hematomas.
Dano: Nenhum

Nível 10 Caso sangue espirre em Alexander
Nome do poder: Sanguinário
Descrição: Ares/Marte ama ver o sangue de seus inimigos jorrando de seus corpos, sendo esse um inevitável atrativo das guerras. Ao ser tocado pelo sangue de um inimigo, ou por algum fluído vital que se assemelhe ao sangue (Ents - seiva, deuses - icor e etc), o filho de Ares/Marte recupera parte de sua energia e força, ficando com ainda com mais vontade de ferir inimigos.
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: Recupera +10 HP e +10 HP
Dano: Nenhum
Observação:
Considerar o poder abaixo, pois ele foi usado no turno anterior, mas acho que não foi contabilizado. Ou se foi, descontar da MP do Alexander, porque sou justa :3

Nível 10
Nome do poder: Feridas Reabertas.
Descrição: Ao se deparar com adversários que possuam cicatrizes ou ferimentos antigos ganhados em combate, sem nem mesmo encostar no indivíduo, a prole de Ares/Marte é capaz de reabrir a ferida, fazendo com que toda a dor seja revivida. Funciona apenas sobre cicatrizes, luxações, ossos quebrados e ferimentos internos.
Gasto de Mp: 20 MP por ferida reaberta.
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: Pode solicitar ao narrador que instrua seu oponente (em caso de pvp), ou diga se o npc possui alguma cicatriz.
Dano: 25 HP por ferida reaberta

Eu não acredito que o Alexander levou SÓ ISSO pro campo de batalha...

Armas:
*  Lança Mortífera: Essa lança é feita da madeira das lanças de várias guerras mortais; sua ponta é feita de bronze celestial e é banhada com o sangue de vários generais. Se o adversário estiver perto, o dano é menor. Mas se ele estiver longe e for um alvo fácil, o dano sera maior.

*Pingente de Sangue: Pingente feito do sangue dos guerreiros mais vitoriosos. Ao utilizar esse item, as almas dos guerreiros virão em seu favor e lhe proporcionarão um exército de até 4 guerreiros zumbis.
avatar
Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Alekay, Allyria e Arya VS Alecto (Benevolente)

Mensagem por Érebus em Sab Abr 22, 2017 4:21 am


Enfrente a sua própria Fúria!
- MALDITOS FILHOTES DE DEUSES! - Foi a última coisa a se ouvir antes do grande estrondo de Alecto ao encontrar o chão. Uma leve cortina de poeira se ergueu na arena de combate, enquanto Allyria não dava descanso aos seus companheiros, liderando um novo ataque contra a fúria. Ainda inconsciente deitada sobre a terra, uma grande massa de pedras, areia e poeira cobriu seu corpo, como uma grande coberta de terra. Logo em seguida, por alguns instantes, um silêncio se instaurou.

Arya armou seu arco e Alekay começou a correr. - AGORA SEMIDEUSES, ATAQUEM! - Ordenou Allyria com fervor, que se manteve pronta para ir em defesa do semideus que avançava. Antes que pudessem fazer qualquer outro movimento, o barulho de uma explosão aconteceu, ainda mais intensa e poderosa que a explosão mágica contra Alecto. Então um bafo de calor se alastrou pelo campo de batalha, vindo exatamente da localização de onde a Benevolente estava. Uma torrente de fogo se levantou, iluminando a visão dos três, chamas negras e vermelhas em combinação de uma forma assustadoramente bela. Mesmo com a intensa onda de calor, que o garoto resistiu, ele seguiu avançando, indo em direção ao inimigo. Ao mesmo tempo, Arya e o semideus atiraram projéteis contra o monstro, primeiro, a flecha, que viajou mais rápido, foi desintegrada pelas chamas da Benevolente, e logo em seguida, a lança do filho de Ares cortou o fogo e foi em direção a coxa da inimiga.

Alecto vociferou um grito de dor, sangue escorria por sua perna de forma lenta. O filho da guerra pegou a espada de Allyria e continuou avançando. O chão em torno do monstro pegou fogo, tamanha era sua irritação. Ela estava sendo feita de brinquedo por três adolescentes, e isso a irritava de uma forma inexplicável. O garoto se aproximou o suficiente para erguer sua espada e então, algo surpreendente aconteceu: - Pare, querido. - Disse Alecto, com um sorriso nos lábios, desintegrando a lança com fogo. Logo em seguida o filho de Ares abaixou sua espada, como um filhotinho. Ela segurou a face do garoto e olhou no fundo de seus olhos. - Eu não sou sua inimiga, meu querido. - Continuou, envenenando o filho de Ares com suas palavras, até mesmo Arya ficou tentada a abaixar suas armas, e Allyria olhava incrédula.

“Não escute essa megera, ela está querendo controlar você”, tentava dizer Ally mentalmente para o semideus, contudo, uma voz completamente controlada, por parte de Kay, denunciou que ele caia nos encantos do inimigo: - Não? Então quem sãos os inimigos, minha senhora? - Indagou o semideus.

A fúria sorriu e lançou um olhar sombrio para Allyria. - Você está vendo aquela garota? - Disse, apontando em direção as duas meninas, por um segundo Allyria levantou sua guarda, esperando que Alecto fosse covarde o suficiente para mandar que seu companheiro lhe atacar. Alekay fez sim com cabeça.

O filho de Ares olhou sua "mestra". : - Aquela com a aura poderosa? Allyria é seu nome. - Disse, parecendo entender que aquela era sua inimiga.: - É ela quem eu devo atacar, senhora? - Questionou com um olhar que já demonstrava sanguinolência.

- Não, meu querido. Seu alvo é a garota ao lado desta, a filha de Hecate, vá e ataque-a. - Disse, e com um grito de guerra ele partiu em direção a menina. Allyria estava incrédula, o garoto nem ao menos havia prestado atenção em sua presença na mente dele. Alecto tinha uma mente muito mais poderosa que a sua, nesse quesito ela havia treinado para ser assim, era filha da noite, talvez do próprio Érebus. Em um instante Alekay e Arya se encararam, e o primeiro golpe foi desferido, com o início do combate, Ally se sentiu maluca, não sabia quem proteger e de que. Poderiam tentar derrubar Alekay juntas, mas mesmo assim a fúria já vinha em sua direção, empunhando uma espada de chamas negras.

Alecto, com toda sua fúria atirou uma bola de fogo em Allyria, que usou uma cortina de areia para se defender, formando pequenos grãos de vidro no chão. - Se concentre, garota. Deixe os brinquedos de lado. - Afirmou, com um sorriso maldoso. - Eles vão se matar mais cedo ou mais tarde, eu apenas dei um empurrãozinho. - Completou. Allyria cerrou os dentes, estava “puta” de raiva, sua pele assumiu um tom dourado, enquanto seus olhos emitiam um leve brilho, ela estava a ponto de mostrar sua verdadeira forma, pela pura irritação que estava sentindo.

- Eu vou te derrotar, Alecto, e não vou precisar da minha forma divina para isso. - Disse, controlando a raiva e se concentrando. - Eu acho bom, você preparar seu traseiro, porque suas asas foram só o começo.

Situação:

Devidos aos meus problemas com tempo, a narração se tornou atemporal, então nao se importem se demorar para postar, vocês podem fazer outras coisas enquanto isso.

Agora eu vou começar a pegar pesado. Eu dei acho que todas as dicas de como vocês vão vencer a Alecto, enquanto não conseguem, eu irei continuar narrando a batalha. Normalmente. Se não for pelo método que eu desejo, vocês vencerão, ou perderão, pelo esgotamento de HP, então eu recomendo que vocês descubram a chave para a vitoria.

Allyria, você quem controlara a Alekay contra a Arya, e lutara contra a benevolente. Faz parte da narração esse combate entre os dois, e com você, o mano a mano, não peguem leve um com o outro, quero ver porrada brava, enquanto lutam, podem pensar em um método de quebrar o encantamento, lembrando que os poderes de controle da Alecto, são superiores que os da Allyria, por isso ela só mandar eles pararem não vai dar certo, justamente pela experiência, eu recomendo sempre levarem em consideração os poderes da Fúria ao fazer movimentos contra ela, visto que nao temos alguem a controlando, eu mesmo tenho que fazer essa montagem de ideias a respeito. Sobre quebrar o encanto, acho que dificilmente vão quebrá-lo sem primeiro enfraquece-lo, contudo, se quiserem provar o contrario, sem problemas.

ARYA MORGENSTERN:

Nível: 04
HP: 120/130
MP: 90/130
Situação Pessoal: Sangramento estancado.

ALEKAY CONNINGTON:

Nível: 10
HP: 190/190
MP: 190/190
Situação Pessoal: Perfeitamente saudável.

ALLYRIA:

Nível: 8
HP: ??/??
MP: ??/??
Situação Pessoal: Perfeitamente saudavel.

ALECTO:

Nível: 25
HP: 450/650
MP: 650/650
Situação Pessoal: Sangramento mediano, já tirou a lança da coxa, mas continua com o ferimento sangrando, perderá mais 30HP na próxima rodada por isso.
Todas as informações disponíveis a respeito do monstro: AQUI!

Poderes usados, ativamente:
Induzir culpa/ dúvida - Ataque visual, atinge a todos em seu campo de visão, fazendo com que vacilem em combate, diminuindo o ataque e defesa dos inimigos em 50% por 3 turnos, independente do nível do semideus. Esse ataque tambem os torna mais suscetíveis à persusão usada por elas.

Voz melodiosa - Fúrias podem encantar seus inimigos para que fiquem menos hostis ou respondam seus interrogatórios. Afeta mesmo aqueles imunes a tais poderes, mas não pode forçá-los a atentar contra a própria vida ou a se ferir, ou o efeito se quebra.

Pirocinece e Pirocinece negra - Fogo é um dos elementos que elas controlam, usando-o normalmente, criando e controlando chamas e até encantando suas armas com ele, seja fogo comum ou fogo infernal.ectá-las nesta forma.



Regras da Narrativa:


  • Vocês devem se lembrar de descrever o melhor possível os seus movimentos, seus planos e lembrar de nunca ser concentro na hora de dizer se o movimento deu certo, mesmo quando temos bônus de acerto, o correto é dizer: "Possível mente deu certo." ou semelhantes.
  • Como eu estou tendo que estender meu próprio prazo para postar, vocês não terão prazo definido, mas quando mais tempo levarem para postar, mais tempo eu levo, se não postarem essa semana, eu só vou narrar daqui a dois finais de semana, se atentem a isso.
  • Armas, itens e poderes, todos em spoiler no final dos post. Lembrando que eu dei uma brecha para vocês levarem todos os itens desejados, vocês tem direito a duas armas não portáteis e quantas armas portáteis forem capaz de carregar.
  • Caso tenha alguma dúvida ou precisar de algum contato: MP ou Skype (Mande uma MP pedindo).
  • Você deve escolher de onde começar a narrar, como eu disse, seria bom se fossemos todos dinâmicos, não precisam enrolar demais quanto ao contexto em que se meteram na luta, acima de tudo, foi escolha de vocês.
  • Por fim e mais importante: Boa sorte semideuses!



I'm the Fucking Dark Lord
A VIDA É SÓ UM POUCO DE LUZ EM MEIO A ESCURIDÃO
avatar
Érebus
Deuses Estagiários
Deuses Estagiários

Mensagens : 258
Data de inscrição : 01/09/2014

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Alekay, Allyria e Arya VS Alecto (Benevolente)

Mensagem por Allyria em Sab Abr 29, 2017 3:43 pm


Vida e Morte

Essa narradora prefere não entrar em detalhes sobre o que aconteceu. Entendam que a quantidade de coisas acontecendo ao mesmo tempo foi grande, e que, até para uma deusa, é difícil digerir. O que importa é: Alecto tinha perdido as asas, mas de alguma maneira ferrara com tudo. Alex tinha se virado contra a dupla, e agora caminhava em direção a Arya. Enquanto isso, nossa protagonista encarava o monstro e teria que enfrenta-lo sozinha. Ally não estava gostando disso, para todos os efeitos tinha sido irritada, estava frustrada e dominada, dominada pelo espirito vingativo e marrento que vivia dentro de si. Allyria era uma deusa sem controle, enviada ao acampamento para treinar o equilíbrio, mas nada, NADA, a prepara para conter sua reação perante uma situação que para ela, parecia desfavorável. Estavam julgando errado o caráter daquela deusa, e se achavam mesmo que ela ia continuar amarrada como um cãozinho na coleira, que excluíssem esse pensamento, ela não ia.

A jovem deusa ergueu a mão em direção ao casal que brigava para se matar, estalou os dedos e recuperou a espada, deixando o menino desarmado. Para compensar o ato desleal para com o colega, criou também uma barreira, separando a dupla que se enfrentaria na arena. Se eles queriam brigar, primeiro teriam que se livrar de um muro de pedra, ou dar a volta por ele, não era grande, e só os deteria por um curto período de tempo. Ela esperava que fosse o suficiente. Voltou-se então para Alecto e estalou o pescoço, se preparando para a verdadeira batalha. Seus olhos mudaram o tom, tornando-se vermelho berrante, a aura ao redor de si brilhou mais forte, denunciando parte do seu verdadeiro poder.

“Não olhem”

Alertou ela mentalmente aos dois idiotas na arena, estava cansada de medir as consequências, se eles queriam se matar enquanto encaravam um requisitos da força divina de uma deusa, que fizessem, ela não se importava. A deusa então correu em direção ao monstro, ergueu a espada sobre a cabeça e a girou, estocando-a em direção ao peito de Alecto uma única vez, sabia que aquilo não bastaria, então puxou a arma de volta. Se desse certo, ótimo, mais um feito para vangloriar-se, mas se não, bem, era hora de apelar para o poder do esquecimento e bani-la de uma vez por todas da superfície terrestre. A jovem deusa encarou o monstro, sorriu sadicamente, então lançou. Bolas e mais bolas de energia em direção a ela, até envolve-la na escuridão, deixando a energia monstruosa de seu verdadeiro poder tomar forma, até que mais nada existisse.
Armas em campo:

Disappointing – É uma espada gigante (cerca de 1,80 de cumprimento, com largura de 45 cm).  A lamina em si é fina, extremamente afiada, e apresenta dois recortes com um círculo no topo – ajustável e apropriado literalmente para decapitação - . Além disso, apresenta uma propriedade mágica relacionado ao tamanho, podendo virar apenas uma espada curta de dois gumes. Apesar da aparência monstruosa, a espada se torna muito leve nas mãos da deusa do equilíbrio, tendo um manuseio fácil, contudo, esse efeito não se apresenta nas mãos de outras pessoas, a arma dobra o peso, tornando o manuseio difícil para qualquer um que tente rouba-la, ou empunha-la. É feita de ferro estigio, banhada pelo sangue dos mortos, portanto, apresenta processo de regeneração, o que a faz parecer sempre nova em folha, brilhante, e com a lamina mais afiada. Quando não está em uso, se transforma em um bracelete de cristal negro, com o nome de sua portadora entalhado na parte interna, Allyria. Esse mesmo entalhe pode ser visto na superfície da lamina brilhosa.

*Garras do submundo: Uma par de luvas roxo-escuro que cria três garras negras, elas correm pelas mãos e soltam uma pequena nevoa cinza. Servem para atacar oponentes a curtas distancias e assim que atravessam a pele do inimigo injetam veneno em sua corrente sanguínea.

Uma corrente de ouro celestial de aparência delicada ajustável conforme o tamanho do portador (Allyria), carrega um medalhão cravado com linhas formando desenhos florais, dentro possui a foto dela com seus pais em um dos lados e o outro as palavras "Amamos você luz de nossas existências" no antigo latim; Quando a pequena desejar tornasse um longo chicote com espinhos sortidos ao seu comprimento (também ajustável ao seu tamanho) que injetam veneno paralisando o inimigo.(Presente de Persefone)

Ametista Especial: Saquinho contendo 10 pequenas pedras de amestista que ao comando do semideus explode quem a toca, no caso se o semideus jogar contra seu adversário, monstro ou afins ao comando deste a pedra explode, mesmo no ar.
Poderes:

Controle da Terra: A terra para ela nunca foi um problema, terremotos, levitar pedras, criar pedras, e invoca-las é um dom natural para a criança, que pode chegar a molda-la, abrir passagens, criar crateras e barreiras.

Projeção de Pensamentos – O deus nutre a capacidade de projetar pensamentos na mente de outra pessoa, ou seja, é a capacidade que permite falar mentalmente com outro ser, animal, criatura, ou pessoa viva. Isso não significa que ele seja capaz de ler a mente de seus oponentes, e sim que não encerramento precise falar para se comunicar com eles.

Regeneração  – Todo e qualquer corte feito sobre a deusa, ou machucado, se cura instantaneamente após alguns minutos, e a pele volta ao normal como se nada tivesse acontecido. Deuses se curam depressa, sendo que feridas fundas demoram apenas dois turnos para se fecharem completamente, desaparecendo e restaurando a beleza do jovem deus, e as mais leves, desaparecem no turno seguinte em que foram marcados.

Life and Death: A vida em sua forma mais pura, a morte em sua forma mais violenta. O poder do equilíbrio visa transformar a vida de uma pessoa por completo, pois com ele, vem a capacidade de trazer a vida de volta em sua forma mais genuína, restaurar uma alma por completo, em contrapartida, o lado cruel, e a morte, seriam também a destruição de uma alma por completo, pois essa seria extinta. O poder apagaria a alma, afazendo deixar de existir, ninguém se lembraria dela, ninguém saberia que um dia existiu. Já na vida, a alma seria restaurada em sua forma mais pura, sem doença, jovem de volta, e com a saúde completa, seria como se nada jamais tivesse acontecido. (Deusa do Equilíbrio entre a vida e a morte)


Fantasmas são lembranças, e os carregamos porque aqueles que amamos não deixam o mundo.
“Sempre achei que ninguém pudesse se perder de verdade se conhecesse o próprio coração. Mas temo ficar perdido sem conhecer o seu (…)”
 
avatar
Allyria
Descendentes
Descendentes

Mensagens : 177
Data de inscrição : 09/06/2013
Idade : 8

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Alekay, Allyria e Arya VS Alecto (Benevolente)

Mensagem por Allyria em Sab Abr 29, 2017 3:45 pm


Post do Alekay


Ele tinha sido dominado por uma força oculta, e agora só conseguia pensar em sangue, no sangue da semideusa cuja existência se tornara insignificante para ele. Era movido pela raiva, pelo sentimento de enganação continuo que crescia no peito, e só agia. Alekay avançou contra a prole da magia, mas foi detido em algum momento no caminho, e se viu desarmado. Como se isso não bastasse para deixa-lo enfurecido, o garoto ainda foi detido por um muro gigante, que simplesmente surgiu ali, do nada.

▬ Maldita! ▬ Ele resmungou, gritando entre dentes antes de desferir um soco potente contra a construção. Desviar-se dela seria muito mais fácil claro, mas quem disse que ele estava pensando? Queria apenas se mover, destruir tudo que encontrasse, desferir golpes e mais golpes contra seu inimigo. Ele queria irrita-la, quebrar cada pedacinho do seu corpo, transformar seus ossos em pó, mas para isso, precisaria se livrar daquela barreira, e se conseguisse derruba-la contra Arya, seria melhor ainda. Ela teria que ser ferida, precisava ser ferida.
Armas em campo:

* Lança Mortífera: Essa lança é feita da madeira das lanças de várias guerras mortais; sua ponta é feita de bronze celestial e é banhada com o sangue de vários generais. Se o adversário estiver perto, o dano é menor. Mas se ele estiver longe e for um alvo fácil, o dano sera maior.

*Pingente de Sangue: Pingente feito do sangue dos guerreiros mais vitoriosos. Ao utilizar esse item, as almas dos guerreiros virão em seu favor e lhe proporcionarão um exército de até 4 guerreiros zumbis.
Poderes:

Nível 1
Nome do poder: Espírito de Guerra
Descrição: Ares/Marte é o deus da guerra, profundo amante de combates e um dos principais deuses amantes da morte. Seus filhos possuem um espírito parecido com o do deus, de modo que todos os conhecimentos referentes a guerra (Como sinais de comunicação, técnicas de sobrevivência básica, manuseio de armas e tudo mais o que tiver ligação direta com guerra), surgem naturalmente na mente do semideus, mesmo que ele jamais tenha passado por alguma situação de dificuldade.
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: Conseguem elaborar planos, ler mapas e criar estrategias com mais facilidade.
Dano: Nenhum

Nível 3
Nome do poder: Força I
Descrição: A força é sem dúvida alguma a principal arma de um guerreiro, que o faz vencer seus inimigos mesmo que precise utilizar apenas seus punhos. Independente do porte físico do filho de Ares/Marte e da sua idade, o semideus terá a força de um atleta de MMA profissional, sendo capaz de carregar forças superiores aos demais campistas, e causar danos maiores.
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: +10% de força
Dano: +5% de Dano se o ataque do semideus atingir.

Nível 1
Nome do poder: Punhos de ferro
Descrição: Ao concentrarem suas forças nos punhos, os filhos de Ares/Marte conseguem fazer com que uma aura avermelhada circunde suas mãos fechadas, sendo capazes de desferirem socos com a força de um martelo feito de ferro. O efeito possui duração de duas rodadas, sendo que também protege a mão do semideus, não deixando que a mesma se machuque.
Gasto de Mp: 10 MP
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: Nenhum
Dano: 15 HP


Fantasmas são lembranças, e os carregamos porque aqueles que amamos não deixam o mundo.
“Sempre achei que ninguém pudesse se perder de verdade se conhecesse o próprio coração. Mas temo ficar perdido sem conhecer o seu (…)”
 
avatar
Allyria
Descendentes
Descendentes

Mensagens : 177
Data de inscrição : 09/06/2013
Idade : 8

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Alekay, Allyria e Arya VS Alecto (Benevolente)

Mensagem por Convidado em Dom Maio 07, 2017 2:56 pm



Fire and Fury

Quando diziam que as coisas nunca são tão ruins que não podem piorar eu sempre ria em suas caras, de suas expressões “sábias”, achando que tudo em minha vida me levava à pior parte da existência, como se minha vida fosse regida por uma lei de Murphy distorcida em que tudo sempre tendia a mostrar o seu pior lado e, bem, lá estava ela se mostrando presente mais uma vez.

O semideus que, agora a pouco, se mostrara extremamente agressivo e forte, se voltara contra mim, esboçando um sorriso embriagado e bobo, como se estivesse hipnotizado. Franzi o cenho, buscando a outra garota, num pedido mudo por ajuda, mas ela não estava prestando muita atenção em mim, porém, como se sentisse que eu precisava de ajuda, ergueu a mão na direção do guerreiro e, num passe de mágica, a espada voou dali diretamente para a posse da loira.

Um grande muro de pedras se levantou do chão, interpondo-se entre mim e o semideus. Abri um sorriso, agradecendo pelo tempo que ganhara. Assim, armei uma flecha em meu arco e me afastei até ficar longe o suficiente do muro para que não houvesse chance de aquela coisa cair sobre minha cabeça.

Retesei o arco, ouvindo-o gemer com a força, e mirei com apenas um dos olhos, meu preferencial – O direito – e sussurrei para a seta como se lhe contasse um segredo.

— Frigus reptant... — Precisava atingir meu algoz em um local que o paralisaria de forma efetiva, porém, sabia que seria complicado acertar pernas e braços, então miraria em seu peito, mesmo. Não me importava se o mataria ou não, apenas queria prezar pela vida daqueles que não viravam a casaca.


Itens:
☪ Faca de Bronze celestial;

☪ Camiseta do acampamento Meio Sangue/Jupiter;

☪ Colar de Contas do acampamento;

☪ Arco Magico: Consiste em um arco de material escuro, tende-se a crer que seja ferro estígio. A corda da arma é de tom claro, quase transparente. Em toda a extensão do arco vê-se o nome do filho da Magia entalhado. As flechas são magicas, surgem ao esticar da corda, as mesma são envoltas por uma aura negra que é capaz de aumentar em 5% o dano causado no oponente. [Transforma-se em um colar.] (Efeito ativo)

☪ Capa das Trevas: Uma capa negra, com um tecido mágico de textura semelhante à seda, que pode ser usado preso nos ombros. Quando ativado é capaz de esconder o semideus em sombras, tornando-o impossível de ser usado em lugares iluminados demais e, portanto, sem sombras.

☪ Guardião dos sonhos: Para aqueles que veem de longe apenas um pedaço de giz nas mãos de um semideus, um giz feito de material completamente transparente. Nas mãos de seu portador, um cajado repleto de magia. Ao toque do semideus o pequeno pedaço translucido transforma-se em um cajado completo, quase do tamanho de seu portador, com um brilho arroxeado, ou azulado – a cor fica a critério do dono – e um cristal em seu topo. O Cajado solta faíscas brilhantes, e amplia o controle do semideus sobre seus poderes, ou seja, torna seus ataques mágicos mais precisos, dando equilíbrio ao seu portador. O Artefato está coberto de runas de equilíbrio, pensamento positivo, e perseverança, o que permite foco em batalha. Seu nome foi dado de acordo com sua propriedade, pois o cajado é capaz de captar os sonhos presentes em outro ser, e estimular a mente do inimigo com imagens de tais sonhos, de forma a distrai-lo por pelo menos dois turnos, dando chance ao portador de atacar.

☪ Ametista Especial: Saquinho contendo 9 pequenas pedras de ametista que ao comando do semideus explode quem a toca, no caso se o semideus jogar contra seu adversário, monstro ou afins ao comando deste a pedra explode, mesmo no ar. Pegado emprestado da Allyria.
Poderes Passivos:
Nível 1
Nome do poder: Descendente da Magia I (Potencializar o uso de Frigus reptant.)
Descrição: O filho de Hectare/Trivia é descendente direto da magia, ela corre por seu sangue, e para ele, age como um condutor natural. Essa ligação lhe permite uma aprendizagem rápida de feitiços, conhecimento de livros antigos, bem como realização dos mesmos. Ao aprender sobre magia, a prole de Hécate/Trivia, também fica mais forte.
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus:  Ganha 10% de força em seus feitiços (em poderes ativos).
Dano: +5% de dano se os feitiços acertarem.  
Poderes Ativos:

Nível 2
Feitiço: Frigus reptant
Descrição: Congela o membro atingido por um turno.
Gasto de Mp: - 20 de MP.
Gasto de Hp: Nenhum.
Bônus: Caso seja realizado durante a lua nova, há uma chance de +30% de que ele funcione corretamente.
Dano: - 15 de HP.
Extra: Com certo treino, pode ser realizado de forma não verbal.
avatar
Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Alekay, Allyria e Arya VS Alecto (Benevolente)

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 2 de 3 Anterior  1, 2, 3  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum