The Blood of Olympus
Para visualizar o forum é necessário estar cadastrado, por favor registre-se no rpg ou entre em sua conta. É necessário estar cadastrado para ver as informações contidas no forum. Lembre-se de usar nome e sobrenome, não se cadastrar usando nomes geralmente utilizados por Hacker. Exemplo: "Barum" "Hakye" e por ai vai. Bem vindos.

Alekay, Allyria e Arya VS Alecto (Benevolente)

Página 1 de 3 1, 2, 3  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Alekay, Allyria e Arya VS Alecto (Benevolente)

Mensagem por Érebus em Dom Fev 05, 2017 8:51 pm


Enfrente a sua própria Fúria!


Alekay, Allyria e Arya, foram todos escalados juntos para uma um combate contra monstros, Quíron em pessoa estava supervisionando tudo. Os outros dois ali não sabiam, mas Ally não era uma semideusa, e seu pai estava interessado em aprimorar as habilidades da filha, mandando para ela uma de suas servas mais confiáveis. A garota não apreciou muito o combate em grupo, contudo, era necessário, deveria aprender a se controlar, e aprender a lidar com heróis era um papel importante para os deuses. Os três entraram na arena, trocando algumas poucas palavras, estavam armados até os dentes, mas ainda não sabiam o que iriam enfrentar.

O centauro entrou ao outro lado da arena, bateu seu casco no chão, prendendo a atenção dos três, mas ao contrário do que se esperava não disse mais do que um encantamento de invocação, da profundeza do submundo Alecto subiu aos céus, com sua forma natural revelada, estralou o chicote aos céus e deu um sorriso, finalmente olhando para os semideuses: - Sei que não posso matar você Allyria, mas não pense que não darei meu melhor. - Disse sibilante, a esse passo o supervisor já havia deixado a arena. - Meu mestre foi claro, ele deseja aprimorar suas habilidades, devo atacar com tudo que tenho. - Completou, escarnecendo com um sorriso. - Quanto esses outros dois, foi um infortúnio, receio que não vão sobreviver. - E desceu em um rasante em direção aos três.

Situação:

Gente, isso não é uma missão, isso aqui é tiro e queda, é dinâmico, por isso a narração foi bem curta, vocês não precisam nem fazer uma introdução com mais de um paragrafo se não quiserem, mas eu vou sugerir que já comecem fazendo seus movimentos. A intenção de vocês e a minha é a dinamicidade, entendeu? Isso inclui a postagem, se postarem rápido, posto também. Vocês devem saber as regras padrões de narração: Vocês arquitetam, mas eu quem defino se um movimento deu certo ou não. Podem narrar que fizerem um movimento, mas não dar a certeza que ele deu certo. Tudo que estiver rolando, que não estiver incluso nas narrações, estará aqui. Por enquanto não tem nada demais, vocês entraram, e ela foi invocada, agora ela está descendo em um ataque em direção a vocês.

ARYA MORGENSTERN:

Nível: 04
HP: 130/130
MP: 130/130
Situação Pessoal: Perfeitamente saudável.

ALEKAY CONNINGTON:

Nível: 10
HP: 190/190
MP: 190/190
Situação Pessoal: Perfeitamente saudável.

ALLYRIA:

Nível: 8
HP: ??/??
MP: ??/??
Situação Pessoal: Perfeitamente saudável.

ALECTO:

Nível: 25
HP: 650/650
MP: 650/650
Situação Pessoal: Perfeitamente saudável.
Todas as informações disponíveis a respeito do monstro: AQUI!


Regras da Narrativa:


  • Vocês devem se lembrar de descrever o melhor possível os seus movimentos, seus planos e lembrar de nunca ser concentro na hora de dizer se o movimento deu certo, mesmo quando temos bônus de acerto, o correto é dizer: "Possível mente deu certo." ou semelhantes.
  • Vocês tem prazo para postar, são três dias. Sim, um ótimo tempo, se até o dia 08/02 ás 21h00min vocês não tiver postado, essa MvP será passada para frente para um(uns) outro(s) semideus(es). Claro que, se você tiver problemas off, pode me contatar, e mais, podemos até estender o prazo se for esse o caso.
  • Armas, itens e poderes, todos em spoiler no final dos post. Lembrando que eu dei uma brecha para vocês levarem todos os itens desejados, vocês tem direito a duas armas não portáteis e quantas armas portáteis forem capaz de carregar.
  • Caso tenha alguma dúvida ou precisar de algum contato: MP ou Skype (Mande uma MP pedindo).
  • Você deve escolher de onde começar a narrar, como eu disse, seria bom se fossemos todos dinâmicos, não precisam enrolar demais quanto ao contexto em que se meteram na luta, acima de tudo, foi escolha de vocês.
  • Por fim e mais importante: Boa sorte semideuses!



I'm the Fucking Dark Lord
A VIDA É SÓ UM POUCO DE LUZ EM MEIO A ESCURIDÃO
avatar
Érebus
deuses primordiais
deuses primordiais

Mensagens : 306
Data de inscrição : 01/09/2014
Idade : 17

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Alekay, Allyria e Arya VS Alecto (Benevolente)

Mensagem por Convidado em Seg Fev 06, 2017 2:39 am



Fire and Fury

E mais uma vez estava às portas de algo que eu não desejava fazer por causa de Quíron, com toda a sua mania de grandeza. Ao meu lado haviam mais dois semideuses, um garoto de porte alto, aproximadamente 1,80 de altura, e uma menina de belos traços. Sua presença era um tanto quanto arrebatadora, assim como a sua potência mágica. Ela não era normal, eu podia sentir o seu ar de superioridade.

Os portões se abriram e o sol entrou na antessala para a Arena. A luz forte de Apolo cegou meus olhos, acostumados àquela penumbra do aposento em que estávamos, mas não foi o suficiente para me fazer desistir.

E assim me pus de pé.

O arco mágico pesando em minha mão canhota conforme os passos, seguintes aos da garota misteriosa, pois ela, aparentemente, era a líder do time, galgavam o chão arenoso do local. Lá em cima, o Cavalo Imundo do Quíron se prostrava numa bancada elevada, acima de todos nós. Ele recitou uma magia de invocação, o que foi fácil de ouvir, devido à entonação da sua voz, mas o que foi trazido à luz do dia me fez flexionar os joelhos e preparar uma flecha em meu arco.

— Aaah... não fode, Quíron. — Murmurei mais para mim do que para qualquer um dos outros semideuses.

— Sei que não posso matar você Allyria, mas não pense que não darei meu melhor. — Passeava meus olhos bicolores da criatura do submundo, Alecto, como ouvira o seu nome ser chamado pelo Cavalo. — Meu mestre foi claro, ele deseja aprimorar suas habilidades, devo atacar com tudo que tenho. — Quanto a esses outros dois, foi um infortúnio, receio que não vão sobreviver.

A criatura veio em um rasante e a única coisa que pude pensar em fazer foi me proteger, me esconder daquele monstro e, depois, conseguir um plano melhor para incapacitá-lo na surdina. Com a mão destra saquei a adaga presa em minha coxa e fiz um corte em meu antebraço esquerdo, o sangue pingando no chão e, ali, um buraco se formou, como a boca de um caldeirão, e uma névoa espessa começou a surgir, nos cobrindo em uma bolha de fumaça cinzenta e impossível de ser vista.

Talvez aquele monstro visse nossas almas, mas poderia ver objetos inanimados como uma parede de pedras?

— BENEVOLENTE EM ZONA DE IMPACTO! — Gritei para meus companheiros, esperando que me dessem ouvidos. Até o efeito da Névoa passar eu seria o grilo falante deles.



Itens:
-Faca de Bronze celestial
-Camiseta do acampamento Meio Sangue/Jupiter
-Colar de Contas do acampamento

☪ Arco Magico: Consiste em um arco de material escuro, tende-se a crer que seja ferro estígio. A corda da arma é de tom claro, quase transparente. Em toda a extensão do arco vê-se o nome do filho da Magia entalhado. As flechas são magicas, surgem ao esticar da corda, as mesma são envoltas por uma aura negra que é capaz de aumentar em 5% o dano causado no oponente. [Transforma-se em um colar.] (Efeito ativo)

☪ Capa das Trevas: Uma capa negra, com um tecido mágico de textura semelhante à seda, que pode ser usado preso nos ombros. Quando ativado é capaz de esconder o semideus em sombras, tornando-o impossível de ser usado em lugares iluminados demais e, portanto, sem sombras.

☪ Guardião dos sonhos: Para aqueles que veem de longe apenas um pedaço de giz nas mãos de um semideus, um giz feito de material completamente transparente. Nas mãos de seu portador, um cajado repleto de magia. Ao toque do semideus o pequeno pedaço translucido transforma-se em um cajado completo, quase do tamanho de seu portador, com um brilho arroxeado, ou azulado – a cor fica a critério do dono – e um cristal em seu topo. O Cajado solta faíscas brilhantes, e amplia o controle do semideus sobre seus poderes, ou seja, torna seus ataques mágicos mais precisos, dando equilíbrio ao seu portador. O Artefato está coberto de runas de equilíbrio, pensamento positivo, e perseverança, o que permite foco em batalha. Seu nome foi dado de acordo com sua propriedade, pois o cajado é capaz de captar os sonhos presentes em outro ser, e estimular a mente do inimigo com imagens de tais sonhos, de forma a distrai-lo por pelo menos dois turnos, dando chance ao portador de atacar.

Poderes Passivos:
Nível 1
Nome do poder: Descendente da Magia I (Identificar o ritual de invocação de Quíron, se possível, e ver se consigo aprendê-lo.)
Descrição: O filho de Hectare/Trivia é descendente direto da magia, ela corre por seu sangue, e para ele, age como um condutor natural. Essa ligação lhe permite uma aprendizagem rápida de feitiços, conhecimento de livros antigos, bem como realização dos mesmos. Ao aprender sobre magia, a prole de Hécate/Trivia, também fica mais forte.
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus:  Ganha 10% de força em seus feitiços (em poderes ativos).
Dano: +5% de dano se os feitiços acertarem.

Nome do poder: Detector de Magia
Descrição: Filhos de Hécate/Trivia sentem quando se aproximam de uma natureza mágica - seja outro filho de Hécate/Trivia, um feiticeiro, item mágico ou criatura que esteja sob o efeito de algum encantamento.
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: Sempre sabem quando estão na presença de outra pessoa com magia, item, ou monstro.
Dano: Nenhum

Poderes Ativos:
Nível 3
Nome do poder: Invocação do Caldeirão Fumegante I
Descrição: O semideus corta a palma da mão e pinga gotinhas do próprio sangue sobre a terra, então invoca um caldeirão no meio do campo. O caldeirão é totalmente negro, e de seu interior começa a sair uma nevoa espeça que cobre toda a região impedindo qualquer um num raio de 100 metros de identificar qualquer coisa que não seja a nevoa. O único semideus em campo que não será afetado pelo poder, é o próprio filho de Hécate/Trivia.
Gasto de Mp: 20 MP
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: Nenhum
Dano: Nenhum
Extra: O efeito em campo dura dois turnos
avatar
Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Alekay, Allyria e Arya VS Alecto (Benevolente)

Mensagem por Allyria em Ter Fev 07, 2017 12:19 pm


Vida e Morte

Estar no acampamento contra sua vontade deveria ser castigo suficiente, mas não era. Hades sempre gostou de testar a família, lhe dando desafios muito além do esperado para uma criança comum, eis a questão, Allyria nunca foi comum. Sendo uma deusa descontrolada, com poderes faiscando de cada membro do corpo, a jovem precisava de certo treinamento, controle, e entrar em um consenso entre os dois lados que viviam adormecidos dentro de si. Quando um despertava, o outro entrava em guerra, e então ambos batalhavam em seu corpo, na tentativa de tomar o controle que não lhe pertencia. Ally, como gostava de ser chamada, podia ser considerada um ser bipolar, instável, e muito perigoso. E mais uma vez ali estava ela, prestes a enfrentar um desafio de morte, mesmo sabendo que não poderia sofrer como os demais ali presente.

Lhe desagrava a ideia de ter que batalhar com dois semideuses ao seu lado, primeiro porque não suportava o fato de que se qualquer um deles morresse, isso acabaria por recair sobre suas costas. Segundo porque, bem, ela não era do tipo que costumava proteger as pessoas ao redor, muito menos semideuses. Estava um patamar acima deles, e podia ser considerada um tanto desprezível. Como se toda essa situação não bastasse para deixa-la irritadiça, para completar o circo, seu pai tinha enviado uma das poucas servas com a qual não podia perder o controle. Isso porque, se apagasse, ou usasse seus poderes de morte contra ela, acabaria causando um tremendo desastre, e deixando o lorde do inferno furioso. Era algo, realmente perturbador, e em sua mente, a criança desejava exigir vingança.

Os olhos de Ally faiscaram ao ver os outros dois presentes na arena, avaliando-os, como se estudasse seu potencial, algo que não durou muito. Quiron adentrou a arena, batendo os cascos de uma maneira irritante para lhe despertar a atenção, mas nada disse. O encantamento foi proferido, e ali, de pé ao centro da arena, o monstro surgiu com as provocações costumeiras de dor, seguido pelos ensinamentos idiotas de seu pai, Hades. Ally não tinha tempo a perder com tais ladainhas, e se limitou a revirar os olhos, os lábios entortando em uma careta de desgosto irritadiça. Ally não tinha um plano em mente, e agia guiada pelo instinto primitivo que lhe assolava durante anos.

A menina ergueu as mãos para o alto, e fechou as palmas para comandar a terra, um plano simples, e rápido se formando em mente. Alecto desceu voando, e a garota tentou erguer a terra, a fim de formar uma parede de pedra a frente dos três, ela mesma, e os dois semideuses na arena. Se conseguisse, Alecto teria que desacelerar a descida contra os corpos, dando chance a eles de atacar, e se tivesse sorte, se chocaria contra o monte de pedra, o que causaria um estrago considerável devido ao impacto. Contudo, se isso não desse certo, a garota continuaria a mover as mãos, formando a segunda parte de seu plano. Faria surgir uma fissura sobre o teto, e criaria ali uma espécie de espinho pontudo – feito de roxa – e o deixaria despencar contra o corpo do monstro, o guiando para atingi-lo bem no centro, e possivelmente, derriba-lo sobre o solo da arena.
Armas em campo:

Disappointing – É uma espada gigante (cerca de 1,80 de cumprimento, com largura de 45 cm). A lamina em si é fina, extremamente afiada, e apresenta dois recortes com um círculo no topo – ajustável e apropriado literalmente para decapitação - . Além disso, apresenta uma propriedade mágica relacionado ao tamanho, podendo virar apenas uma espada curta de dois gumes. Apesar da aparência monstruosa, a espada se torna muito leve nas mãos da deusa do equilíbrio, tendo um manuseio fácil, contudo, esse efeito não se apresenta nas mãos de outras pessoas, a arma dobra o peso, tornando o manuseio difícil para qualquer um que tente rouba-la, ou empunha-la. É feita de ferro estigio, banhada pelo sangue dos mortos, portanto, apresenta processo de regeneração, o que a faz parecer sempre nova em folha, brilhante, e com a lamina mais afiada. Quando não está em uso, se transforma em um bracelete de cristal negro, com o nome de sua portadora entalhado na parte interna, Allyria. Esse mesmo entalhe pode ser visto na superfície da lamina brilhosa.

*Garras do submundo: Uma par de luvas roxo-escuro que cria três garras negras, elas correm pelas mãos e soltam uma pequena nevoa cinza. Servem para atacar oponentes a curtas distancias e assim que atravessam a pele do inimigo injetam veneno em sua corrente sanguínea.

Uma corrente de ouro celestial de aparência delicada ajustável conforme o tamanho do portador (Allyria), carrega um medalhão cravado com linhas formando desenhos florais, dentro possui a foto dela com seus pais em um dos lados e o outro as palavras "Amamos você luz de nossas existências" no antigo latim; Quando a pequena desejar tornasse um longo chicote com espinhos sortidos ao seu comprimento (também ajustável ao seu tamanho) que injetam veneno paralisando o inimigo.(Presente de Persefone)

Ametista Especial: Saquinho contendo 10 pequenas pedras de amestista que ao comando do semideus explode quem a toca, no caso se o semideus jogar contra seu adversário, monstro ou afins ao comando deste a pedra explode, mesmo no ar.
Poderes:

Controle da Terra: A terra para ela nunca foi um problema, terremotos, levitar pedras, criar pedras, e invoca-las é um dom natural para a criança, que pode chegar a molda-la, abrir passagens, criar crateras e barreiras.


Fantasmas são lembranças, e os carregamos porque aqueles que amamos não deixam o mundo.
“Sempre achei que ninguém pudesse se perder de verdade se conhecesse o próprio coração. Mas temo ficar perdido sem conhecer o seu (…)”
 
avatar
Allyria
Descendentes
Descendentes

Mensagens : 185
Data de inscrição : 09/06/2013
Idade : 8

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Alekay, Allyria e Arya VS Alecto (Benevolente)

Mensagem por Alexander Belmont em Qua Fev 08, 2017 1:37 am


son of ares

Eu te disse criança não me siga para casa, você é muito perfeita para as minhas mãos segurar. Se você optar por ficar vai jogar tudo fora e eu só irei ficar com sua alma!  

 ㅤㅤNão aparentava ser um dia como qualquer outro, ao acordar existia um pedaço de papel cravado com minha adaga em uma parede - Uma convocação. Pensei comigo mesmo, isso vai me parecer divertido. Resolvi sair com meu armamento até o local destinado, ao chegar me deparo com duas pessoas que possivelmente faria um grupo para tal "missão" entretanto eu não sabia se podia confiar totalmente nelas, uma delas tinha uma aura forte, muito forte por sinal... algo que nunca tinha sentido antes.
  Eis que surge aquele centauro, Quíron. Seus gestos eram curiosos, algumas batidas do deus centauro e em seguida um movimento com sua boca, algo talvez acontecesse, e essa sensação foi realizada. Do chão surge uma criatura alada que subiu ao céus se revelando, portando um chicote, não consegui enxergar direito por conta da claridade azul, porém foi possível escutar o estalo da tal arma. Tal criatura intimou com suas palavras dizendo que era um treinamento para Allyria, a tal garota da aura forte, Dei um sorriso e em seguida um assovio forte e de cima da arena um vulto preto passava soltando alguma coisa que atingindo o solo se revelava uma lança, presente de meu pai por sinal.
  Ao pega-lá escuto um grito da outra garota, acho que Arya era seu nome, avisando que o tal Alecto estava descendo dos céus em nossa direção, enquanto do meu outro lado a garota da aura forte começava a fazer algo que movimentava o chão, parecia uma espécie de muro de contenção. Olhei por um momento a verdadeira força daquela garota, ou uma parte da sua força, eu não ia ficar para trás, de novo. Aquela sensação começava a tomar meu corpo, por um momento me ajoelhava colocando as mãos em meu rosto, como se sentisse uma queimação, mas quando eu realmente percebia era meus punhos que estavam quase em chamas, aquela força, uma verdadeira força... meus ossos pareciam de metal, talvez aquilo fosse meus verdadeiros poderes.Uma risada ecoava enquanto eu segurava minha lança, por mais que fosse difícil essa luta seria divertida, pensei comigo mesmo.
     Pensei por um momento que aquela parede não fosse segurar aquela criatura, isso até escutar um som de uma batida e essa era minha chance, por mais que eu parecesse pequeno diante dela, aquela força parecia maior, muito maior, dei um pulo e atirei minha lança aonde tinha escutado aquele som em seguida segurei minhas mãos como se formasse uma só e levei atrás da minha nuca para tentar acertar com o que sobrava. Por mais que estivesse perto da criatura era sempre bom manter uma certa distância dela para tentar uma esquiva de qualquer ataque, um golpe dela e provavelmente eu estaria enrascado. 


INTERAGINDO COM | HUMOR | NOTAS DO AUTOR    



Habilidade:

Passivas:
Nível 9
Nome do poder: Esquiva Perfeita
Descrição: Graças ao grande treinamento obtido através de seu esforço, o filho de Ares/Marte consegue evitar um ataque o qual tenha percebido. Esquivando utilizando sua agilidade, pode evitar ser acertado por dois golpes simultâneos, sejam eles socos e chutes, um ataque mágico/Elemental, ou de algum projétil lançado contra si. Pode ser utilizado uma vez a cada cinco turnos.
Gasto de Mp: 20 MP
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: Pode se esquivar de um golpe (desde que tenha percebido ele), uma vez a cada cinco turnos.
Dano: Nenhum

Ativas

Nível 1
Nome do poder:  Punhos de ferro
Descrição: Ao concentrarem suas forças nos punhos, os filhos de Ares/Marte conseguem fazer com que uma aura avermelhada circunde suas mãos fechadas, sendo capazes de desferirem socos com a força de um martelo feito de ferro. O efeito possui duração de duas rodadas, sendo que também protege a mão do semideus, não deixando que a mesma se machuque.
Gasto de Mp: 10 MP
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: Nenhum
Dano: 15 HP

Nível 5
Nome do poder: Ossos de Aço
Descrição: A herança biológica dos filhos de Ares/Marte é perfeita, naturalmente preparada para suportar as árduas batalhas de uma prole do deus da guerra.  O semideus consegue revestir os ossos com uma pequena camada de metal reforçado e indestrutível, impedindo que sua estrutura óssea seja rompida, ou quebrada, podendo suportar ataques diretos com mais facilidade, sem romper seus ossos.
Gasto de Mp: 15 MP por turno ativo.
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: Nenhum
Dano: Nenhum

Armas:
*  Lança Mortífera: Essa lança é feita da madeira das lanças de várias guerras mortais; sua ponta é feita de bronze celestial e é banhada com o sangue de vários generais. Se o adversário estiver perto, o dano é menor. Mas se ele estiver longe e for um alvo fácil, o dano sera maior.

*Pingente de Sangue: Pingente feito do sangue dos guerreiros mais vitoriosos. Ao utilizar esse item, as almas dos guerreiros virão em seu favor e lhe proporcionarão um exército de até 4 guerreiros zumbis.


You magic, shall not save you!
XOXO, Liiz from TPO
avatar
Alexander Belmont
Demônios de Nyx
Demônios de Nyx

Mensagens : 86
Data de inscrição : 20/09/2015

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Alekay, Allyria e Arya VS Alecto (Benevolente)

Mensagem por Érebus em Dom Fev 12, 2017 10:59 pm


Enfrente a sua própria Fúria!
Alecto descia violentamente em direção aos semideuses, mas Allyria fora rápida, levantando uma parede de pedras na frente de todos, contudo, a dose havia sido um tanto exagerada, e a parede levantada foi alta demais, algo parecido com um muro, cinco metros de altura. A arena havia sido dividida na metade, coberta por uma extensa parede, no momento haviam se separado do rasante, contudo, Alecto apenas desviou subindo aos céus, sem suas habilidades de voo, ela teria virado pastel, mas parando no topo do parede a fúria observou o território, o chão de terra, e até mesmo os semideuses estavam cobertos, uma nevoa magica não convencional cobria tudo, nem mesmo os aliados da filha de Hecate eram capaz de ver algo, tudo que Ally e Alecto eram capazes de saber era onde cada um deles se encontrava, nada mais. - Você acha, garota, que pode se esconder? Eu vejo tudo, até essa sua magiazinha, aposto que o corte esta dolorido, não é? - Disse, sibilante.

O ponto mais fraco naquela situação era Alekay, mesmo sendo mais experiente que Arya, ele não enxergava absolutamente nada, tentou dispersar a nevoa, mas foi em vão. Sendo filho de Ares, lhe foi natural a noção de que ele, naquela situação, seria atacado, imaginou que a fúria repetiria o rasante, pois era um ataque efetivo. Assim ela fez, contudo, sem muito efeito, ele rolou para o lado, no último segundo, se safando graças a seus poderes, contudo, a Fúria não desistiria de forma tão simples. Ainda sem parar o rasante, ela continuou avançando até a filha de Hecate, um segundo alvo preferível, se eles não fizessem nada, ela continuara avançando, seguindo a aura da garota.

Situação:

Eu vou ser muito, muito bonzinho, tudo bem? Então vamos lá, vocês criaram a parede e tals, mas naturalmente as habilidades de voo da Alecto são perfeitas, ela pode fazer praticamente qualquer manobra, desde que tenha tempo. Eu vou ressaltar a vocês, para prestarem a atenção em tudo que eu falo, pois podem conter informações importantes, em post e fora dele, se vocês me perguntarem algo, pode ter uma informação importante, prestem a atenção, se eu narrar algo, pode ter uma dica e etc, até aqui nesse chat informal entre a gente. Ela descobriu a magia que a Arya fez, assim como, a partir de agora Arya vai ter um buff de poderes magicos, por que aprendeu a magia com quíron, muito bem. Agora, eu notei alguns problemas, primeiro que vocês não combinaram nada ou quase nada antes de postar. Galera, vocês foram como um time, tem que agir como um time, em on e em off, poxa. Agora a Arya fodeu o Alekay, com a magia dela, por que Arya é filha de Hecate, Alecto sente auras, e Ally idem, mas o menino não, isso poderia muito bem ferrar ele. Outra coisa, que eu ignorei, foi o fato de a Ally narrar um teto, como não tinha essa informação, eu nao prejudicaria ngm de toda forma por isso, mas não tem galera, a arena é a céu aberto, chãozin de terra e tutu mais.

Alekay meu fillho, você incluiu na sua narração, como se a Alecto tivesse sido pega na armadilha da Allyria, mas não foi, não narre as coisas, incluam dialogos para que vocês estejam atentos aos planos um dos outros em on e em off vocês planejam as coisas juntos, não é 3x1 singular, vocês estão juntos, façam as coisas juntas, eu já falei para Arya, trabalhem como equipe, esse é meu objetivo aqui com vocês, alem claro de dinheiro, xp e etc. Isso é mt importante tbm, vocês tem que saber dos planos um do outro, em teoria, em on tanto quanto em off, se seu movimento você diz depender do plano do amiguinho, mas o amiguinho não conta o plano, não vai dar certo né galeris, eu acho que não esqueci de nada. Trabalhem juntos e salvem a Arya, eu não vou dar essa colher de chá pra vocês outra vez, vocês estão lidando com uma fucking fúria, não é pq a Ally não morre, que vocês não morrem também. Se eu confundi algo, ou errei algo, me avisem e me perdoem, sou deus mas erro tbm.

PS: Antes, eu demorei mais pela conta de ter ficado doente, peço desculpas pelo atraso.

ARYA MORGENSTERN:

Nível: 04
HP: 130/130
MP: 110/130
Situação Pessoal: Aprendeu uma magia recente, bônus em ataques mágicos até o fim desse combate.

ALEKAY CONNINGTON:

Nível: 10
HP: 190/190
MP: 190/190
Situação Pessoal: Perfeitamente saudável.

ALLYRIA:

Nível: 8
HP: ??/??
MP: ??/??
Situação Pessoal: Perfeitamente saudável.

ALECTO:

Nível: 25
HP: 650/650
MP: 650/650
Situação Pessoal: Perfeitamente saudável.
Todas as informações disponíveis a respeito do monstro: AQUI!


Regras da Narrativa:


  • Vocês devem se lembrar de descrever o melhor possível os seus movimentos, seus planos e lembrar de nunca ser concentro na hora de dizer se o movimento deu certo, mesmo quando temos bônus de acerto, o correto é dizer: "Possível mente deu certo." ou semelhantes.
  • Vocês tem prazo para postar, são três dias. Sim, um ótimo tempo, se até o dia 15/02 ás 23h00min vocês não tiver postado, essa MvP será passada para frente para um(uns) outro(s) semideus(es). Claro que, se você tiver problemas off, pode me contatar, e mais, podemos até estender o prazo se for esse o caso.
  • Armas, itens e poderes, todos em spoiler no final dos post. Lembrando que eu dei uma brecha para vocês levarem todos os itens desejados, vocês tem direito a duas armas não portáteis e quantas armas portáteis forem capaz de carregar.
  • Caso tenha alguma dúvida ou precisar de algum contato: MP ou Skype (Mande uma MP pedindo).
  • Você deve escolher de onde começar a narrar, como eu disse, seria bom se fossemos todos dinâmicos, não precisam enrolar demais quanto ao contexto em que se meteram na luta, acima de tudo, foi escolha de vocês.
  • Por fim e mais importante: Boa sorte semideuses!



I'm the Fucking Dark Lord
A VIDA É SÓ UM POUCO DE LUZ EM MEIO A ESCURIDÃO
avatar
Érebus
deuses primordiais
deuses primordiais

Mensagens : 306
Data de inscrição : 01/09/2014
Idade : 17

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Alekay, Allyria e Arya VS Alecto (Benevolente)

Mensagem por Allyria em Qua Fev 15, 2017 2:09 pm


Vida e Morte

Não era educado para uma moça bem-criada sair praguejando pelos cantos, mas Ally não era exatamente uma donzela bem-educada, muito menos uma princesinha delicada, e mesmo que o título lhe caísse bem, ela não se portaria como uma. Seus olhos percorriam cada um dos cantos ao redor da parede, e a nevoa espessa a impedia de ver com clareza, mesmo que soubesse a localização de cada um dos presentes em campo. Soltou um palavrão baixo, e virou o corpo de forma estratégica, batendo sobre o punho no minuto seguinte. A espada cresceu majestosa, o cabo se prendeu entre seus dedos, e a lamina monstruosa se fez presente em campo. Tinha quase o tamanho da jovem deusa, e era deveras larga, poderia é claro, causar um estrago e tanto.

Contudo, a preocupação de Ally não era com o monstro, mas sim, com o que ele faria caso ela não se movesse depressa. Parte do objetivo de estar ali presente era saber defender a vida alheia, basicamente, proteger aqueles em campo sem causar grande estrago. Em outras circunstâncias, a garota teria simplesmente derrubado a parede sobre o monstro, feito chover grandes rochedos ao redor de Alecto e afunda-la até não existir mais nada. Agora, com outros dois seres presentes na batalha, não tinha essa alternativa na manga, pois, caso se utilizasse dessa, poderia matar não apenas o monstro, mas ambos os outros dois semideuses ali presentes.

Frustrada, a menina acompanhou cada movimento da criatura infernal, e sentiu, mesmo antes que ele atacasse a garota, o arrepio conhecido subir pela espinha. A morte estava presente, e prometia levar o primeiro que encontrasse, mas Ally, não podia permitir o feito, porque estava ali justamente para aprimorar as habilidades, julgar a vida como uma igual, e ser a protetora. Resmungou baixo, não gostava daquele trabalho, e gostava menos ainda de ter que se preocupar com outro individuo, costumava pensar que eram insignificantes, e em outra ocasião, os teria deixado morrer.

E porque não deixa? Perguntava-se ela, mas sabia que não tinha essa resposta. Tais pensamentos a levaram a se mover de forma rápida ao redor do campo, e sabendo a localização de cada um dos presentes, poderia também, ser a única capaz de fazer algo de útil. Ally tentaria usar as sombras para se colocar em frente a prole de Hecate, viajando por meio dessas para proteger a garota. A espada em mãos seria empunhada para frente, a lamina brilhante cortaria o ar, a fim de espantar ou ferir Alecto, ela ainda não sabia dizer.

Enquanto isso, a garota manteria a mente focada no muro de pedra, fazendo-o se mover, diminuir e modificar, para formar um par de mãos – feitos de pedra – e se enroscar nas pernas do monstro, a fim de puxa-lo para o chão, tais rochedos deveriam prendê-lo por completo. Caso desse certo, aquela seria a oportunidade perfeita para os outros dois carinhas em campo – vulga-se Arya e Alekay – para atacarem o monstro, e possivelmente causarem um estrago maior. Ally daria o suporte que ambos precisavam, e ao mesmo tempo, tentaria manter o monstro preso com as mãos de rocha, apertando-o das pernas a cintura, e um pouco acima disso.
Armas em campo:

Disappointing – É uma espada gigante (cerca de 1,80 de cumprimento, com largura de 45 cm).  A lamina em si é fina, extremamente afiada, e apresenta dois recortes com um círculo no topo – ajustável e apropriado literalmente para decapitação - . Além disso, apresenta uma propriedade mágica relacionado ao tamanho, podendo virar apenas uma espada curta de dois gumes. Apesar da aparência monstruosa, a espada se torna muito leve nas mãos da deusa do equilíbrio, tendo um manuseio fácil, contudo, esse efeito não se apresenta nas mãos de outras pessoas, a arma dobra o peso, tornando o manuseio difícil para qualquer um que tente rouba-la, ou empunha-la. É feita de ferro estigio, banhada pelo sangue dos mortos, portanto, apresenta processo de regeneração, o que a faz parecer sempre nova em folha, brilhante, e com a lamina mais afiada. Quando não está em uso, se transforma em um bracelete de cristal negro, com o nome de sua portadora entalhado na parte interna, Allyria. Esse mesmo entalhe pode ser visto na superfície da lamina brilhosa.

*Garras do submundo: Uma par de luvas roxo-escuro que cria três garras negras, elas correm pelas mãos e soltam uma pequena nevoa cinza. Servem para atacar oponentes a curtas distancias e assim que atravessam a pele do inimigo injetam veneno em sua corrente sanguínea.

Uma corrente de ouro celestial de aparência delicada ajustável conforme o tamanho do portador (Allyria), carrega um medalhão cravado com linhas formando desenhos florais, dentro possui a foto dela com seus pais em um dos lados e o outro as palavras "Amamos você luz de nossas existências" no antigo latim; Quando a pequena desejar tornasse um longo chicote com espinhos sortidos ao seu comprimento (também ajustável ao seu tamanho) que injetam veneno paralisando o inimigo.(Presente de Persefone)

Ametista Especial: Saquinho contendo 10 pequenas pedras de amestista que ao comando do semideus explode quem a toca, no caso se o semideus jogar contra seu adversário, monstro ou afins ao comando deste a pedra explode, mesmo no ar.
Poderes:

Controle da Terra: A terra para ela nunca foi um problema, terremotos, levitar pedras, criar pedras, e invoca-las é um dom natural para a criança, que pode chegar a molda-la, abrir passagens, criar crateras e barreiras.

Nível 5
Nome do poder: Viagem das sombras I
Descrição: Assim como seu pai e boa parte das criaturas do inferno, o semideus terá a capacidade de viajar por entre as sombras, podendo usa-las para acessar qualquer parte do mundo, mas cuidado. Em tal nível o semideus consegue apenas viajar sozinho, com a próprias armas e roupas. Quanto o filho de Hades/Plutão passa muito tempo viajando entre sombras, começa a desaparecer.
Gasto de Mp: - 15 de MP.
Gasto de Hp: Nenhum.
Bônus: Nenhum
Dano: Nenhum
Extra: Nenhum.


Fantasmas são lembranças, e os carregamos porque aqueles que amamos não deixam o mundo.
“Sempre achei que ninguém pudesse se perder de verdade se conhecesse o próprio coração. Mas temo ficar perdido sem conhecer o seu (…)”
 
avatar
Allyria
Descendentes
Descendentes

Mensagens : 185
Data de inscrição : 09/06/2013
Idade : 8

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Alekay, Allyria e Arya VS Alecto (Benevolente)

Mensagem por Convidado em Qua Fev 15, 2017 2:51 pm



Fire and Fury

O plano parecia muito bom, mas a nossa experiência – Ou a falta dela – contra uma criatura de alto nível do submundo era muito superior e nos ofereceu a desvantagem, assim como a falta de entrosamento entre os membros do time e, aparentemente, a força da garota divina, que não tinha total controle sobre seus poderes.

O chão tremeu e, antes que a Névoa que escapava da boca do caldeirão nos envolvesse por completo, uma parede grande o suficiente para segurar um pequeno contingente de semideuses se ergueu, parcialmente coberta pela Névoa, mas também serviu de barragem para a neblina, que não a envolveu para ocultá-la. O que aconteceu foi que minha magia foi barrada e Alecto, se aproveitando disso, não sofreu dano algum. Logo a criatura infernal estava em cima do muro.

— Você acha, garota, que pode se esconder? Eu vejo tudo, até essa sua magiazinha, aposto que o corte esta dolorido, não é? — Sorri em deboche, mantendo o arco na mão canhota e um plano em mente.

— Talvez. Você quer uma prova? — Gritei em desafio, mas o monstro do submundo deu um rasante para tentar capturar o guerreiro, que habilmente esquivou. Só então ela veio em minha direção, como se eu fosse um prêmio de consolação.

"Vem, vadia... vou te ensinar a não me subestimar."

Seus olhos estavam cravados em mim, eu sabia que ela podia me sentir ali, mas não podia me ver. Aproveitei disto para sacar a adaga de Bronze Celestial presa em minha cintura, com a mão destra, e aguardei. Respirei fundo duas vezes e quando a distância para o impacto era simbólica, Allyria surgiu em minha frente e golpeou na direção do monstro, me deixando bastante frustrada.

— Ela era minha! — Soei frustrada, talvez até um pouco mais estridente do que realmente queria, mas agora, não havia outra coisa a fazer.

Guardei a faca em sua bainha, presa ao cinto na área de minhas costas, e empunhei o arco, disparando quantas flechas conseguisse na direção do monstro do submundo e, caso a pegada de pedra atingisse Alecto, me aproveitaria da possível distração que aquilo causaria e golpearia a sua asa mais próxima, gritando em alto e bom tom enquanto a segurava com a mão, em seguida.

— Frigus reptant! — Após o grito, um recuo estratégico para evitar de ser atingida.




Itens:
☪ Faca de Bronze celestial;

☪ Camiseta do acampamento Meio Sangue/Jupiter;

☪ Colar de Contas do acampamento;

☪ Arco Magico: Consiste em um arco de material escuro, tende-se a crer que seja ferro estígio. A corda da arma é de tom claro, quase transparente. Em toda a extensão do arco vê-se o nome do filho da Magia entalhado. As flechas são magicas, surgem ao esticar da corda, as mesma são envoltas por uma aura negra que é capaz de aumentar em 5% o dano causado no oponente. [Transforma-se em um colar.] (Efeito ativo)

☪ Capa das Trevas: Uma capa negra, com um tecido mágico de textura semelhante à seda, que pode ser usado preso nos ombros. Quando ativado é capaz de esconder o semideus em sombras, tornando-o impossível de ser usado em lugares iluminados demais e, portanto, sem sombras.

☪ Guardião dos sonhos: Para aqueles que veem de longe apenas um pedaço de giz nas mãos de um semideus, um giz feito de material completamente transparente. Nas mãos de seu portador, um cajado repleto de magia. Ao toque do semideus o pequeno pedaço translucido transforma-se em um cajado completo, quase do tamanho de seu portador, com um brilho arroxeado, ou azulado – a cor fica a critério do dono – e um cristal em seu topo. O Cajado solta faíscas brilhantes, e amplia o controle do semideus sobre seus poderes, ou seja, torna seus ataques mágicos mais precisos, dando equilíbrio ao seu portador. O Artefato está coberto de runas de equilíbrio, pensamento positivo, e perseverança, o que permite foco em batalha. Seu nome foi dado de acordo com sua propriedade, pois o cajado é capaz de captar os sonhos presentes em outro ser, e estimular a mente do inimigo com imagens de tais sonhos, de forma a distrai-lo por pelo menos dois turnos, dando chance ao portador de atacar.

Poderes Passivos:
Nível 1
Nome do poder: Descendente da Magia I (Potencializar o uso de Frigus reptant.)
Descrição: O filho de Hectare/Trivia é descendente direto da magia, ela corre por seu sangue, e para ele, age como um condutor natural. Essa ligação lhe permite uma aprendizagem rápida de feitiços, conhecimento de livros antigos, bem como realização dos mesmos. Ao aprender sobre magia, a prole de Hécate/Trivia, também fica mais forte.
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus:  Ganha 10% de força em seus feitiços (em poderes ativos).
Dano: +5% de dano se os feitiços acertarem.

Nome do poder: Pericia com Punhais I
Descrição: O semideus tem certa facilidade em lidar com punhais, sendo uma arma sagrada em rituais e ligada diretamente a magia, o semideus se sente mais à vontade em lidar com elas, e mesmo sem nunca ter empunhado um punhal, se sentira familiarizado com a arma. Nesse nível, ainda comete erros.
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: +15% de assertividade no manuseio de punhais.
Dano:  +5% de dano se o inimigo for acertado pela arma do semideus.

Poderes Ativos:
Nível 2
Nível 2
Feitiço: Frigus reptant
Descrição: Congela o membro atingido por um turno.
Gasto de Mp: - 20 de MP.
Gasto de Hp: Nenhum.
Bônus: Caso seja realizado durante a lua nova, há uma chance de +30% de que ele funcione corretamente.
Dano: - 15 de HP.
Extra: Com certo treino, pode ser realizado de forma não verbal.
avatar
Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Alekay, Allyria e Arya VS Alecto (Benevolente)

Mensagem por Alexander Belmont em Qua Fev 15, 2017 3:53 pm


son of ares

Eu te disse criança não me siga para casa, você é muito perfeita para as minhas mãos segurar. Se você optar por ficar vai jogar tudo fora e eu só irei ficar com sua alma!  

 ㅤㅤAquele ataque acabou sendo inútil, mas ao menos eu sabia com o que estava lidando, além disso isso seria uma boa hora. Mesmo não enxergando muita coisa eu sabia que aquela criatura estava próxima, seu bater de asas era suficiente para que soubesse sua verdadeira localização, seguindo ao leste com certeza, fui em direção para recuperar minha lança que havia atirando contra o ser alado, era tudo ou nada, de certa forma eu me sentia muita fraco perante ela... uma sensação que um filho de Ares nunca sentia antes.
         Não poder enxergar me quebrava muito, ao menos eu podia usar meus outros sentidos, ao longe eu conseguia escutar a voz da criatura dizendo que iria atras da filha de Hecáte, isso seria um problema pois não sabia onde ela estava se não fosse pelo corte em sua mão que ela tinha feito recentemente, aquele cheiro de sangue conseguia me levar até ela. Mas primeiro, puxei meu pingente na expectativa de chamar alguns servos de meu pai, o que parecia ter funcionado ou não. Seguindo corri em direção até aquele cheiro de sangue, pensando no pior ao menos eu conseguia ter controle do meu sexto sentido.
          Ao sentir aquelas aproximações começava a escutar algumas provocações causadas pelo Alecto, dei uma risada e parei um momento para me concentrar um momento e localizar sua voz, em seguida dei uma risada apontando minha lança em sua direção. Pensei por um momento em atirar minha lança, mas ao mesmo tempo eu tinha em mente que podia acertar a garota o que causaria um problema ainda maior. Por mais que eu soubesse aonde ela se encontrava eu não devia chegar muito perto, uma vez que por pouco eu me livrei de um ataque daquela criatura, tudo que podia fazer era me manter em uma posição segura e prestar atenção em meus sentido para desviar ou revidar uma investida direta.
            Aquela batalha estava começando a ficar divertida fiquei pensando comigo mesmo, afinal não era todo dia que se enfrentava um servo do submundo. Mesmo estando em posição de guarda eu sabia que devia ajudar a garota, mas ao menos tempo devia tomar cuidado com a garota de aura forte, afinal ela conseguia erguer um muro isso tinha me chamado muita atenção.     


INTERAGINDO COM | HUMOR | NOTAS DO AUTOR    



Habilidades:
Passivas: Passivas:

Nível 10
Nome do poder: Atributos melhorados II
Descrição: Os demônios da noite conforme evoluem, conseguem desenvolver um pouco mais seus movimentos de esquiva, velocidade e salto, ganhando uma vantagem extra de campo ainda maior.
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: Durante o dia ganham + 15% de velocidade, esquiva, e salto, durante a noite essa porcentagem dobra, vira +30%.
Dano: Nenhum

Nível 9
Nome do poder: Esquiva Perfeita
Descrição: Graças ao grande treinamento obtido através de seu esforço, o filho de Ares/Marte consegue evitar um ataque o qual tenha percebido. Esquivando utilizando sua agilidade, pode evitar ser acertado por dois golpes simultâneos, sejam eles socos e chutes, um ataque mágico/Elemental, ou de algum projétil lançado contra si. Pode ser utilizado uma vez a cada cinco turnos.
Gasto de Mp: 20 MP
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: Pode se esquivar de um golpe (desde que tenha percebido ele), uma vez a cada cinco turnos.
Dano: Nenhum

Nível 6
Nome do poder: Sexto Sentido
Descrição: Em meio a um campo de batalha, descansar não é opção e os filhos de Ares/Marte sempre estão atentos. Além de conseguirem notar com mais precisão e facilidade sinais de aproximação (como sons) esses semideuses possuem uma espécie de sexto sentido, de modo que ao serem alvo de um ataque direta ou indiretamente, pressentirão o perigo, podendo se prepararem melhor para o combate e evitarem serem emboscados.
Gasto de Mp: Nenhum
Gasto de Hp: Nenhum
Bônus: Poderão durante um único turno, pressentir o inimigo se aproximando, podendo saber de onde o ataque vira, e se preparar para ele.
Dano: Nenhum


Armas:

*  Lança Mortífera: Essa lança é feita da madeira das lanças de várias guerras mortais; sua ponta é feita de bronze celestial e é banhada com o sangue de vários generais. Se o adversário estiver perto, o dano é menor. Mas se ele estiver longe e for um alvo fácil, o dano sera maior.

*Pingente de Sangue: Pingente feito do sangue dos guerreiros mais vitoriosos. Ao utilizar esse item, as almas dos guerreiros virão em seu favor e lhe proporcionarão um exército de até 4 guerreiros zumbis.


You magic, shall not save you!
XOXO, Liiz from TPO
avatar
Alexander Belmont
Demônios de Nyx
Demônios de Nyx

Mensagens : 86
Data de inscrição : 20/09/2015

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Alekay, Allyria e Arya VS Alecto (Benevolente)

Mensagem por Érebus em Qui Fev 16, 2017 10:25 pm


Enfrente a sua própria Fúria!
Alecto de fato estava determinada a matar os dois semideuses e causar o máximo de dano possível na divindade. Seu rasante certamente seria efetivo, se não fosse pela deusa. Seu teletransporte, se é que podemos chamar assim, foi feito a tempo. De uma forma muito inteligente ela ergueu sua espada e no segundo seguinte estava protegendo Arya, descendo sua arma em direção a Fúria. Contudo o monstro era astuto, se esquivou rapidamente do ataque de Allyria, manobrando em alta velocidade, não sendo acertada por pouco.

Em seguida, ainda em alta velocidade, ameijoou seu alvo inicial, o ombro da garota. Desejava levar a mesma aos céus, mas a filha de Hecate estava muito bem protegida, então, devido a sua manobra rápida, Alecto não conseguiria realizar seus desejos,ela passou pela deusa mas não esperava encontrar uma Arya bem preparada. A semideusa disparou duas flechas em sua direção, tentando acertar a mesma com toda sua força, mas Alecto desviou dos disparos e ainda em velocidade, arranhou o ombro da garota, encravando suas garras em cortes não profundos. A filha de Hecate não ficou nada contente com o ferimento, que ardia rebeldemente, sagrando um pouco: "Sua desgraçada, você não perde por esperar", pensou, enquanto a Fúria voltava a subir de seu rasante, ainda de costas. A semideusa preparava uma fecha, a benevolente logo se voltaria a eles, tentando um novo rasante, afinal, era só isso que tinha feito até agora.

Arya concentrou-se por alguns instantes, enquanto o monstro subia aos céus, então ela parou, prendeu a respiração e disparou, no exato momento em que o ser asqueroso parou no céu. A flecha zuniu, até mesmo Alekay ficou apreensivo, já que aquela altura a nevoa desparecia, e pensou que nada poderia dar errado. Mas quase que pressentindo o ataque, a fúria se virou no exato momento, fazendo com que flecha, mirada no tórax, acabasse acertando a costela. Alecto trincou os dentes, em um semideus um disparo daqueles iria afetar muito mais, mas em um monstro daquele nível, não houveram tantos estragos, a não ser no quesito controle emocional: - Seu resto de deus, como tem a audácia de me ferir? VOU MASTIGAR VOCÊ! - Bradou, ameaçando a garota.

Situação:

Vocês estão progredindo, a partir da próxima postagem, a nevoa não está mais presente, então Alekay volta a ver naturalmente. Vocês pensaram mais em conjunto, ao menos no quesito off, Alekay evitou fazer algo, pois está sem a visão, mesmo assim fez uma boa narrativa de defesa, muito bem nesse aspecto, e as garotas conseguiram pensar em um ataque. Eu sugiro, que deixem sempre uma opção de Defesa preparada, pois naturalmente a Alecto não vai só se esquivar, mas vamos trabalhando isso também; o que eu estou falando é em deixar uma defesa narrada de como voce iria se defender caso viesse acontecer, e não tentar muitos ataques de uma só vez. De forma que eu vou captar as intenções de como vocês desejam atacar, de como desejam defender e o q?ue Alecto faria, bolar um plano seria intenção de atacar em conjunto. Mas enfim, isso vamos acertando aos poucos, eu vou tentando orientar quanto a isso.

Acho que não tem nenhuma dúvida, tem? Ah sim, não vou narrar as intenções da fúria sempre, e mesmo que narradas, não quer dizeres que elas planejem mais coisas ou que mudem seus planos. Como eu disse, pensem em atacar e defender, não existe lei para as coisas aqui. E sim, vocês só vão derrotar ela quando bolarem um planos juntos, em off é mais pratico, agora tem que fazer funcionar em on.

ARYA MORGENSTERN:

Nível: 04
HP: 125/130
MP: 110/130
Situação Pessoal: Leve arranhão no ombro, sangramento leve.

ALEKAY CONNINGTON:

Nível: 10
HP: 190/190
MP: 190/190
Situação Pessoal: Perfeitamente saudável.

ALLYRIA:

Nível: 8
HP: ??/??
MP: ??/??
Situação Pessoal: Perfeitamente saudável.

ALECTO:

Nível: 25
HP: 640/650
MP: 650/650
Situação Pessoal: Flecha encravada no corpo, mas não muito profunda, sangrando um pouco.
Todas as informações disponíveis a respeito do monstro: AQUI!


Regras da Narrativa:


  • Vocês devem se lembrar de descrever o melhor possível os seus movimentos, seus planos e lembrar de nunca ser concentro na hora de dizer se o movimento deu certo, mesmo quando temos bônus de acerto, o correto é dizer: "Possível mente deu certo." ou semelhantes.
  • Vocês tem prazo para postar, são três dias. Sim, um ótimo tempo, se até o dia 19/02 ás 23h00min vocês não tiver postado, essa MvP será passada para frente para um(uns) outro(s) semideus(es). Claro que, se você tiver problemas off, pode me contatar, e mais, podemos até estender o prazo se for esse o caso.
  • Armas, itens e poderes, todos em spoiler no final dos post. Lembrando que eu dei uma brecha para vocês levarem todos os itens desejados, vocês tem direito a duas armas não portáteis e quantas armas portáteis forem capaz de carregar.
  • Caso tenha alguma dúvida ou precisar de algum contato: MP ou Skype (Mande uma MP pedindo).
  • Você deve escolher de onde começar a narrar, como eu disse, seria bom se fossemos todos dinâmicos, não precisam enrolar demais quanto ao contexto em que se meteram na luta, acima de tudo, foi escolha de vocês.
  • Por fim e mais importante: Boa sorte semideuses!



I'm the Fucking Dark Lord
A VIDA É SÓ UM POUCO DE LUZ EM MEIO A ESCURIDÃO
avatar
Érebus
deuses primordiais
deuses primordiais

Mensagens : 306
Data de inscrição : 01/09/2014
Idade : 17

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Alekay, Allyria e Arya VS Alecto (Benevolente)

Mensagem por Allyria em Dom Fev 19, 2017 11:47 am


Vida e Morte

A situação era de fato desesperadora. Allyria já tinha estado em inúmeras batalhas, mas nunca em uma que precisasse tomar cuidado com outras pessoas que não a si mesma. Entendam que os mortos não podem ser feridos novamente, eles já estão no estado onde a vida já não faz mais sentido, e o medo se tornou algo insignificante, e inexistentes. A situação ali era inusitada, nova, e assustadora para ela. Como deusa, jamais pensou que deveria proteger outros dois entes, e que precisaria mantê-los vivos em uma batalha, ou pior, confiar neles para garantir a própria sobrevivência. Isso deixava seus pensamentos turvos e difusos, e a fazia crer que pela primeira vez, estava sendo desafiada de verdade, a ter autocontrole e a confiar em outras pessoas.

Foi quando a nevoa desapareceu do campo que a garota conseguiu clarear os pensamentos, e em um clarão de luz, fazer surgir ideias inesperadas, e que ela não garantia que daria certo. Seu pai, por mais de uma vez tinha lhe intimidado usando a voz dentro da cabeça dela, em uma conversa silenciosa, onde ela ouvia, e ele lhe transmitia pensamentos sobre estratégias e compensações. Pedidos de desculpas e outras coisas, sempre eram proferidos em voz alta, mas os segredos de Lorde Hades, e seus pensamentos mais íntimos em relação a ela, sempre vinham em forma de pensamento, e eram reproduzidos diretamente sobre sua cabeça.

Aquela recordação a fizera descobrir que talvez, só talvez, pudesse fazer o mesmo. Não era sensato usar a voz para proferir estratégias com o monstro em campo. Alecto podia ser cego, mas, surdo não era, e burlar algo ao entender o inimigo, era fácil demais. Tinha que dar certo, e mesmo que não desse, ela faria funcionar. Allyria respirou fundo, e concentrou todas as energias para transmitir sua mensagem, e apesar de não saber se funcionaria, também entendia que não podia falhar. “Escutem bem vocês dois, estamos andando num labirinto sem saída, e o centro dele, é a criatura sobre nossas cabeças, descobrir o ponto fraco não é o essencial aqui, quando nem mesmo conseguimos acertá-la, estamos andando em círculos, sem chegar a lugar nenhum”. A garota respirou fundo antes de continuar.

Seus olhos estavam sérios, e nutriam um desejo sanguinário. Nada ajudava o fato do cheiro da morte estar impregnando suas narinas, e fazendo seus ouvidos apitarem de um jeito constante, com sentimentos ruins impregnados um pouco abaixo de sua costela. “ Eu vou tentar prender o monstro, e não sei se isso vai dar certo, ou quanto tempo pode durar, mas, esperem e a deixa, e se eu conseguir, o ataquem sem hesitar, venham com tudo que vocês tiverem, enquanto eu aguentar, vou manter Alecto distraído, e focado em mim, será apenas uma chance, acredito que se juntarem forças, comigo, e entre vocês mesmo, podemos acabar com isso mais rapidamente. “ Concluiu ela. A esperança de dar certo era tudo que tinha, e se não desse, bem, ela continua tentando.

Usar a mão de pedra para puxa-la para baixo ainda lhe parecia um bom plano, mas já tinha falhado uma vez. Então... porque não fazer com que as pedras caíssem sobre a cabeça do monstro? Se ele se esquivasse, sempre nos mesmos pontos, manteria um padrão, e acerta-lo em pontos críticos ficaria mais fácil para Alekay e Arya, e o ponto ali não era o trabalho em equipe? Ao que tudo indicara, era sim. Allyria não sabia como chegara a essa conclusão, mas de alguma maneira conseguira fazê-lo, e usaria essa vantagem a seu favor da melhor maneira que conseguisse.

A garota criaria rochas pedras grandes o suficiente para machucar alguns pontos precisos, com formar diversas e pontas perfeitas. Se conseguisse, tentaria derruba-las, uma a uma em diferentes pontos do corpo de Alecto. Cabeça, asas, parte direita e parte esquerda, e nas costas, deixando a frente livre para ser atingida pelos dois campistas. – A frente é sua – Murmurou ela para a garota ao lado. – Dê o seu melhor, vou proteger você – Sorriu de canto ao completar, e iniciou o plano. Alecto teria dificuldade em desviar de tantas roxas, e isso dava a brecha perfeita para Alekay e Arya, se a deusa conseguisse manipular as pedras por tempo suficiente, e atingir os pontos citados, então, eles teriam alguma chance. Como defesa, caso o monstro tentasse atingir ela ou Arya, Ally manteria o corpo atento, e se visse o monstro voando em direção a ambas, criaria uma barreira de rochas ao redor das duas, protegendo seus corpos.
Armas em campo:

Disappointing – É uma espada gigante (cerca de 1,80 de cumprimento, com largura de 45 cm).  A lamina em si é fina, extremamente afiada, e apresenta dois recortes com um círculo no topo – ajustável e apropriado literalmente para decapitação - . Além disso, apresenta uma propriedade mágica relacionado ao tamanho, podendo virar apenas uma espada curta de dois gumes. Apesar da aparência monstruosa, a espada se torna muito leve nas mãos da deusa do equilíbrio, tendo um manuseio fácil, contudo, esse efeito não se apresenta nas mãos de outras pessoas, a arma dobra o peso, tornando o manuseio difícil para qualquer um que tente rouba-la, ou empunha-la. É feita de ferro estigio, banhada pelo sangue dos mortos, portanto, apresenta processo de regeneração, o que a faz parecer sempre nova em folha, brilhante, e com a lamina mais afiada. Quando não está em uso, se transforma em um bracelete de cristal negro, com o nome de sua portadora entalhado na parte interna, Allyria. Esse mesmo entalhe pode ser visto na superfície da lamina brilhosa.

*Garras do submundo: Uma par de luvas roxo-escuro que cria três garras negras, elas correm pelas mãos e soltam uma pequena nevoa cinza. Servem para atacar oponentes a curtas distancias e assim que atravessam a pele do inimigo injetam veneno em sua corrente sanguínea.

Uma corrente de ouro celestial de aparência delicada ajustável conforme o tamanho do portador (Allyria), carrega um medalhão cravado com linhas formando desenhos florais, dentro possui a foto dela com seus pais em um dos lados e o outro as palavras "Amamos você luz de nossas existências" no antigo latim; Quando a pequena desejar tornasse um longo chicote com espinhos sortidos ao seu comprimento (também ajustável ao seu tamanho) que injetam veneno paralisando o inimigo.(Presente de Persefone)

Ametista Especial: Saquinho contendo 10 pequenas pedras de amestista que ao comando do semideus explode quem a toca, no caso se o semideus jogar contra seu adversário, monstro ou afins ao comando deste a pedra explode, mesmo no ar.
Poderes:

Controle da Terra: A terra para ela nunca foi um problema, terremotos, levitar pedras, criar pedras, e invoca-las é um dom natural para a criança, que pode chegar a molda-la, abrir passagens, criar crateras e barreiras.


Fantasmas são lembranças, e os carregamos porque aqueles que amamos não deixam o mundo.
“Sempre achei que ninguém pudesse se perder de verdade se conhecesse o próprio coração. Mas temo ficar perdido sem conhecer o seu (…)”
 
avatar
Allyria
Descendentes
Descendentes

Mensagens : 185
Data de inscrição : 09/06/2013
Idade : 8

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Alekay, Allyria e Arya VS Alecto (Benevolente)

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 1 de 3 1, 2, 3  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum