The Blood of Olympus
Para visualizar o forum é necessário estar cadastrado, por favor registre-se no rpg ou entre em sua conta. É necessário estar cadastrado para ver as informações contidas no forum. Lembre-se de usar nome e sobrenome, não se cadastrar usando nomes geralmente utilizados por Hacker. Exemplo: "Barum" "Hakye" e por ai vai. Bem vindos.

Logan e Samanta vs Ent.

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Logan e Samanta vs Ent.

Mensagem por Ares em Sex Dez 30, 2016 1:08 pm

Os três campistas foram reunidos na Casa Grande a pedido de Quíron que precisava da ajuda com algo que acontecia na floresta. Reuniu dois rapazes filho dos três grandes, ambos eram relativamente novos e inexperientes dentro do acampamento, junto a mais forte filha de Ares.

A pedido do centauro, os semideuses teriam que averiguar reclamações de outros campistas sobre o bosque. Aparentemente algo estava causando confusão quando alguém botava os pés lá, muitos campistas voltavam muito feridos, às vezes, sem membros. Quíron iria testar os dois rapazes e mandara Samanta apenas por precaução.

Cada um se dispersou para seu chalé e buscaram seus melhores equipamentos para lidar com a criatura que assombrava a floresta.


A caminhada fora rápida, o local não era muito longe, o único problema era encontrar a fonte do problema.

Não demorou para que eles chegassem ao coração da floresta e encontrassem a colossal árvore se erguendo à sua frente. Seu rosto cravejado em seu tronco era furioso e horripilante, seus membros eram feitos de longos e grossos cipós, os quais estavam espalhados por todo chão.

Um rugido poderoso fez com que todas as folhas das árvores ao redor caíssem e que os cabelos sacolejassem com sua potência.



Samanta Sink
HP - 330/330
MP - 330/330


Logan B Archibald  
HP - 160/160
MP - 160/160


Adam Ehlert Nordberg
HP - 210/210
MP - 210/210


Ent
HP - 800/800
MP - 800/800


Regras:

-Minimo de 5 linhas por postagem
-Prazo de 5 dias.
-Poderes e Armas ao fim do post em spoiler
-Que a sorte esteja com você


Última edição por Ares em Qui Jan 05, 2017 9:50 am, editado 1 vez(es)
avatar
Ares
Deuses Estagiários
Deuses Estagiários

Mensagens : 484
Data de inscrição : 30/05/2013
Localização : Olimpo

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Logan e Samanta vs Ent.

Mensagem por Samanta Sink em Seg Jan 02, 2017 2:00 am


Heres something for ya



A lareira, naquela manhã ensolarada, jazia apagada e a sala de estar da Casa Grande se mantinha iluminada apenas pelos raios de sol, que atravessavam janelas abertas, assim como brisas gélidas que arrastavam as cortinas brancas de forma espectral. Estas mesmas brisas resvalavam em minha pele molhada pelo suor do treinamento com meus irmãos, interrompido, pelo chamado extraordinário de Quiron.

Haviam mais dois garotos na sala comigo e os observava de trás. Um deles tinha cabelos da cor dourada e olhos azuis como o mar, porém, a tonalidade de suas írises não era a única coisa que lembrava o oceano. O cheiro que saía da sua pele bronzeada também lembrava as ondas e, de certa forma, me trazia um pouco de paz. Era um filho de Poseidon.

Ao seu lado havia um semideus de cabelos negros, bem aparados nas laterais e comprido no topo, arrepiado. Seu ar de poder me lembrava o de Derek, em uma escala menor... bem menor. Sua postura austera também imperava liderança, mas eu esperava que ele não impusesse suas ordens sobre mim.

— Que bom que vieram. — Seus olhos castanhos, escuros como um abismo de incompreensível experiência, me fitaram por alguns segundos e senti que o peso daquele comunicado estava sobre meus ombros.

— De nada... — Troquei o peso de uma perna para a outra, lançando um olhar para as nucas de cada um dos semideuses, pois estava atrás destes, enquanto deixava escapar um pesado suspiro.

— No bosque, próximo ao lago de canoagem, existe uma criatura causando problemas aos semideuses que lá se aventuram. — Mais uma olhada diminuta para cada um dos semideuses, afim de analisar suas reações. — Precisamos que alguém mais experiente averigue o local e certifique-se de que estes acidentes parem de acontecer. — Nos observou por longos segundos. — Compreendido?

— Claro. — O respondi e virei de costas, girando nos calcanhares, caminhando em direção à porta. A abri e dei passagem para ambos os garotos. A cada um que passava direcionava um olhar profundo em seus olhos, neutro. Quando passaram, encarei o centauro e saí.

Eles caminhavam mais à frente, com o sol já a aquecer seus ombros, o que me fez apertar o passo para chegar às suas costas. Me perguntava se o treinamento dos semideuses, o qual deixara com Norman, estava indo bem ou se meu irmão havia pegado leve com os novatos, como costumava fazer.

Não demorou muito mais para estarmos com frondosas árvores a nos circular. As suas copas repletas de folhas verdejantes nos protegiam dos raios de sol e, quanto mais avançávamos, mais silencioso o lugar ficava. Não haviam cantos de pássaros, sons de animais rastejantes ou cigarras cantando com o calor. O peso daquela missão começava a cair sobre minha cabeça, o escudo incomodou meu antebraço e a espada montante, presente de meu pai, tilintou às costas.

— Isso não tá quieto demais? — A pergunta havia sido retórica, mas logo fora respondida.

No centro de uma vasta clareira havia uma árvore de aspecto doentio, cujo o tronco havia esculpido uma carranca maligna. Cipós desciam de sua copa e se espalhavam pela mata, como veias que parasitavam a saúde daquela floresta. Um rugido grave e retumbante soou daquela criatura e reverberou bem fundo em meu peito. Me fez franzir o cenho com a agressão aos meus ouvidos, derrubando muitas folhas com tamanha violência.

Com um movimento rápido levei a mão destra às costas e saquei a espada montante. O metal cantou agudo com o deslizar da bainha e aquilo me fez sorrir e arrepiar.

— Cuidado com os cipós. — Deixei uma risada anasalada e soltei o escudo no chão.

Em minha esquerda uma esfera flamejante surgiu e o crepitar das labaredas fez um sorriso se desenhar em meus lábios. Aquela árvore precisava ser podada e a lareira de Quiron precisava de nova lenha.

Trouxe a espada para a esfera flamejante e, nisso, a lâmina toda incandesceu com chamas. Aquela coisa era de madeira. Não demoraria para queimar até que apenas cinzas sobrassem ali. Havia um filho de Zeus e um de Poseidon para conter o provável incêndio que se alastraria.

— Se as chamas se espalharem vocês podem apagar elas? — Nada mais disse e apenas corri. — AAAAAAAAAAAAAAAAAAAH! — Ergui a mão para a frente e disparei a esfera flamejante na criatura.

As passadas eram largas e rápidas enquanto tomava cuidado para me esquivar de qualquer possível chicotada que aquela atrocidade natural pudesse me direcionar com seus cipós. Meus olhos analisavam cada pedaço daquela coisa e, quando a distância entre mim e ela foi reduzida a um combate corpo-a-corpo, descrevi um ataque em arco, da direita para a esquerda, e aproveitei a inércia para continuar o giro dos braços, trazer a espada para a nuca e golpear de cima para baixo.
----------------------------------------------

By Sammy




Equipamentos:
Armadura do Drakon Ígneo: Essa armadura concede ao dono uma tatuagem que permite o portador disparar bolas de fogo pela mão marcada. Quando vestida protege completamente o torso de quaisquer ataques físicos e ígneos (Fogo). Sua aparência é a mesma da armadura Daédrica: As bolas de fogo que podem ser disparada são separadas em 3 tipos:  
- Pequena: Custa 15 de MP e causa 10 de dano, sem queimadura. 3 cm de diâmetro.
- Média: Custa 30 de MP e causa 25 de dano, queimadura leves, dificuldade a movimentação da área atingida. 7 cm de diâmetro.
- Grande: 55 de MP e causa 50 de dano, queimadura médias a graves, impossibilitando movimentação das áreas atingidas. 15 cm de diâmetro.

- Faca de Bronze celestial (Presa no cinto, na lombar)

♂ Rage [Sempre que a espada causa dano em um inimigo, ela suga parte da vida retirada – 25% - e passa para o portador, caso este esteja ferido, restaurando assim parte da sua vida.] (Presa à cintura)

♂ Boost [Uma vez a cada dois turnos de combate, o escudo possui a habilidade de absorver completamente um ataque bloqueado por ele, anulando todo o dano que seria causado ao usuário. No turno seguinte, o ataque absorvido é convertido em força física para o semideus, de modo que seu próximo ataque terá dano dobrado.] (Solto no chão)

♂ Vampire [ Quando utilizadas, seu portador pode utilizar a HP no lugar da MP para utilizar poderes ativos. O gasto ainda será o mesmo, mas será descontado na vida, e não na energia. Não é um efeito obrigatório, ativado apenas se o usuário desejar.] (Equipada no braço direito)

♂ Arsenal [Anel brilhante feito em aço polido, com uma pedra preciosa esbranquiçada minúscula em seu centro. Possui o efeito de alterar uma arma, mudando assim sua forma, detalhes, e qualquer outra coisa que o portador desejar, desde que as alterações sejam apenas físicas. Ou seja, utilizando o efeito do anel, é possível transformar uma lança em uma espada ou faca, ou qualquer outro item de ataque. Um escudo circular pode ser transformado em um broquel, ou um escudo de corpo. Os materiais dos itens podem ser alterados, mas seus efeitos sempre serão os mesmos (exemplo: uma espada elétrica ainda causaria dano por eletricidade se transformada em uma lança).] (Equipado no dedo)

Dímios (Δήμιος): Uma espada de 1,91 metros de altura e 23 cm de largura, feita de ossos de dragão negro, serrilhados. Runas celtas que se traduzem para “Melhor pai do ano” estão escritas ao longo da arma e dão ao portador 30% a mais de força, além de ser extremamente leve nas mãos de Samanta Sink. Possui 1 engastes para pedras preciosas. Se torna um anel negro comum.

Dano base: 85
Gemas engastadas: Nenhuma
Espaços para gemas: 1

Anel da força paterna: Um anel prateado com um Berilo Vermelho retangular bem polido encrustado no centro do anel. Fornece 30% de força ao usuário e brilha carmesim na presença de ameaças.

+ Soco-Inglês, feito de Ouro Imperial; o interior de seus quatro orifícios para o encaixe dos dedos são almofadado com couro, evitando que a pele de quem o use seja danificada. Em sua superfície frontal há quatro protuberâncias afiadas, uma ao lado da outra, com a intenção de causar ainda mais dano ao oponente.

Poderes passivos de Afrodite:
1 - Melhor Aparência: Filhos de Afrodite conseguem melhorar a aparência facilmente e sua beleza é capaz de distrair os inimigos por tempo suficiente para um ataque (sem defesa adversária). (Só show off pros meninos)

2 - Olhos Heterocromáticos – Os olhos da maioria dos filhos de Afrodite têm uma cor que as pessoas não conseguem definir com certeza, o que os torna ainda mais belos e intrigantes. Quando um adversário olha para seus olhos, ele se distrai por um breve momento devido ao encanto especial que tem os seus olhos. Isso não dura muito tempo (1 rodada, apenas), e isso apenas lhe dá uma brecha para atacar. (Só show off pros meninos)

4 - Passos de cisne – Seus passos são leves, inaudíveis, dificultando a defesa do inimigo e tornando o seu ataque quase certeiro. (Tornar meu avanço mais fluído e para o caso de alguma esquiva)

Poderes Ativos de Afrodite:
4 - Chicote flamejante - Você pode se concentrar em sua arma e assim, incendia-lo com fogo grego que causam sérias queimadura no inimigo. (Incandescer a espada)

Poderes Passivos de Ares:
1 - Espirito Ancestral - A violência percorre o seio da humanidade desde o seu inicio, e antes disto em todos os seres vivos. Sendo essa a mais primitiva razão da realização de guerras, como filho de Ares você possui os instintos da própria violência em seu corpo, sendo que sempre luta com objetivo de ferir seu oponente. Essa agressividade natural acaba fazendo com que todos os golpes físicos da prole do deus da guerra, causem 50% a mais de dano do que golpes elaborados por outros semideuses. (Aumentar a potência do golpe)

1 – Combate Não-Armado: Nos combates de uma guerra, muitas vezes o combatente acaba sendo desarmado, acabando sua munição ou perdendo sua arma, o obrigando a utilizar apenas seus punhos para sobreviver. Sendo peritos em combates desarmados, os filhos de Ares sabem técnicas marciais de todas as artes marciais existentes, mesmo que nunca tenha feito uma aula se quer. As técnicas podem ser utilizadas para a elaboração de movimentos complexos, como mortais, piruetas, ataques acrobáticos e golpes que requeiram uma grande elasticidade. (Não tomar penalidade em esquivas ou no golpe)

2 – Espírito de Guerra: Ares é o deus da guerra, profundo amante de combates e um dos principais deuses amantes da morte. Seus filhos possuem um espírito parecido com o do deus, de modo que todos os conhecimentos referentes a guerra (Como sinais de comunicação, técnicas de sobrevivência básica, manuseio de armas e tudo mais o que tiver ligação direta com guerra), surgem naturalmente na mente do semideus, mesmo que ele jamais tenha passado por alguma situação de dificuldade. (Manuseio da espada montante)

2 - Velocidade atlética: Um bom combatente sempre está preparado fisicamente para os futuros combates, sendo que as proles do deus da guerra evam a sério seus treinamentos rígidos, buscando sempre serem melhores. Devido a condição física e biológica natural do semideus, e de seu empenho nos treinamentos, são quase tão rápidos e ágeis quanto filhos de Hermes, conseguindo correr longas metragens sem se cansarem. Movimentos de finta, esquiva e outros que requeiram velocidade/agilidade, sempre possuem 50% mais chances de funcionar contra inimigos mais lentos, além de perderem em uma corrida apenas para seres tão velozes quanto filhos do deus mensageiro. (Auxiliar no avanço até a árvore)

4 - Arma em Punhos - As proles de Ares aprendem desde cedo a importância de suas armas, não as deixando ou arriscando perde-las, não importa o que aconteça. Nenhum golpe pode tirar uma arma das mãos de um filho de Ares durante o combate, estes vão segurar suas armas com força e elas apenas irão poder serem removidas caso o semideus não esteja as segurando, ou caso morra. (Manter a arma em minhas mãos, não importando o que aconteça)

4 – Sexto sentido - Em meio a um campo de batalha, descansar não é opção e os filhos de Ares sempre estão atentos. Além de conseguirem notar com mais precisão e facilidade sinais de aproximação (sons, cheiro e etc), esses semideuses possuem uma espécie de sexto sentido, de modo que ao serem alvo de um ataque direta ou indiretamente, pressentirão o perigo, podendo se prepararem melhor para o combate e evitarem serem emboscados. (Auxiliar em possíveis esquivas)

6 – Grito de Guerra- Um bom guerreiro sempre é respeitado pelos demais, sendo muitas vezes escolhido como líder ou ao menos serve como inspiração aos demais. Ao esbravejar um grito de incentivo em meio ao campo de batalha, o filho de Ares é capaz de fazer com que todos os inimigos percam sua coragem por algum momento, exitando em atacar. O grito ainda faz com que seus aliados fiquem mais motivados e encorajados, de modo que poderes referentes ao medo são anulados durante a rodada posterior.

10 - Ossos de Aço - A herança biológica dos filhos de Ares é perfeita, naturalmente preparada para suportar as árduas batalhas de uma prole do deus da guerra. Os ossos não mais sofrem fratura alguma, muito menos se rompem totalmente, aparentando serem feitos de um metal reforçado e indestrutível. Essa característica não reduz os danos sofridos pelo semideus, apenas faz com que seus ossos não possam ser quebrados.

13 - Desvantagem: Ares é um deus que não liga para desvantagens, pelo contrário, a explora a seu favor. Todas as vezes que um filho do deus da guerra estiver lutando tendo vantagem numérica sobre seu oponente (conta-se como vantagem qualquer aliado que esteja lutando a favor do semideus), o gasto de MP ao usar um poder ativo será 25% menor.

24 - Metal abençoado: Quando estiverem em um combate, os filhos de Ares que dependem tanto de suas armas, não aceitarão que elas sejam destruídas. Ao estarem utilizando uma arma em combate, a mesma se tornará indestrutível enquanto estiver nas mãos da prole do deus da guerra, não quebrando ou sendo danificadas de forma alguma. Apenas funciona com armas, não funcionando com equipamentos de defesa ou acessórios.

Poderes Ativos de Ares:
1 –Carga de Poder - O filho de Ares poderá dar um poderoso golpe, armado ou desarmado, cuja intensidade será 10 vezes maior que um golpe normal. Este golpe parecerá uma simples mancha no ar para todos que o verem, sendo um tanto quanto difícil se defender.

Caso precise esquivar:
4 – Esquiva perfeita: Graças ao grande treinamento óbtido através de seu esforço, o filho de Ares consegue evitar um ataque o qual tenha percebido. Esquivando utilizando sua agilidade, pode evitar ser acertado por dois golpes simultâneos, sejam eles socos e chutes, um ataque mágico/elemental, ou de algum projétil lançado contra si. Pode ser utilizado uma vez a cada cinco turnos.

Dano do golpe:
Bola de Fogo Grande
Grande: 55 de MP e causa 50 de dano, queimadura médias a graves, impossibilitando movimentação das áreas atingidas. 15 cm de diâmetro.

Golpes da Deimos
(85 + Dano incandescente [sugestão de +15 HP]) x 1,3 (Anel da Força Paterna) x 1,5 (Espírito Ancestral) x 10 (Carga de Poder) = 1950 x 2


You Want a Battle? Here’s a War
avatar
Samanta Sink
Lider de Ares
Lider de Ares

Mensagens : 263
Data de inscrição : 20/04/2016
Idade : 17

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Logan e Samanta vs Ent.

Mensagem por Logan B. Archibald em Ter Jan 03, 2017 10:51 pm

A gente tenta ficar de boas, mas parece que o mundo simplesmente conspira pra que um semideus nunca tenha sequer um momento de paz e tranquilidade tentando ler alguma coisa no chalé. Eu havia passado a manhã treinando. Voltei para o chalé III por alguns minutinhos, só pra tomar um delicioso gole de café com alguns pães antes de voltar a ativa, mas tive minha pequena refeição interrompida por um filho de Hermes novato que veio me transmitir um recado de Quíron. Eu e mais sei lá quantas pessoas estávamos sendo chamados na Casa Grande. Oh, meus deuses, será que alguém denunciou que Rory fugia do chalé de Nyx pra me ver? Será que eu ia ser xingado por bater numa dríade acidentalmente? Oh, será que ainda era alguém me processando por ter roubado todo o sal do refeitório pra tentar derreter neve?

Bom, quando eu cheguei na Casa Grande, o centauro olhava a mim, a um cara moreno que eu já havia ouvido falar que era filho de Zeus e Samanta Sink, uma valentona que provavelmente era filha de Ares. Eu costumava ter uma relação pacífica com os filhos de Ares que conhecia, mas sabia que eles eram muito imprevisíveis, então eu evitei até mesmo fazer contato visual com a garota. Apenas ouvi a explicação do nosso monitor sobre alguma criatura maligna que estava causando graves acidentes na floresta. Fiquei me perguntando porque ele havia selecionado justamente eu dentre tantos outros semideuses, a maioria mais forte e mais habilidosa que eu. Claramente, eu sou a pessoa mais cagada no azar. No entanto, eu só respondi as imposições de Quíron com acenos de cabeça e uma expressão muito bem fingida de quem estava pronto pra tudo, tal qual eu fizera com Poseidon, algum tempo atrás.

Saindo da Casa Grande, conferi se o pingente que se transformava em minha Espada Marítima estava em meu pescoço e o anel de Sea no meu dedo, obtendo resposta positiva. Não sabia se eu deveria levar algo além disso, porque Quíron não especificou qual era a criatura, mas eu carrego comigo uma filosofia de que não há criatura ou monstro nesse mundo que não se mate com um bom golpe de espada. Eu e os outros dois semideuses adentramos o bosque. Eu não gostava nem um pouco daquele lugar cheio de árvores todas iguais, no qual eu poderia me perder facilmente, mas decidi confiar que meus parceiros de luta tinham instintos melhores que os meus, assim como um senso de direção mais aguçado.

Chegamos então a uma clareira e nela vimos qual seria nosso adversário. Uma árvore gigante, assustadora, com aparência de morta, descansava bem no centro do local. Vários cipós a parasitavam, a deixando ainda mais assustadora. Imaginei que nosso monstro vivesse dentro de algum buraco na planta. Me aproximei dela, passando à frente de Samanta, mas imediatamente a árvore simplesmente soltou um rugido e seus cipós tornaram-se poderosos chicotes. Recuei para trás, observando os movimentos dos meus aliados.

A filha de Ares criou uma esfera incandescente em suas mãos, pedindo que nós apagássemos o incêndio em caso de acidente, sendo respondida com apenas um aceno de cabeça assustado meu. Ela incendiou a própria espada e avançou na direção da criatura. Bem, eu não ia ficar lá só olhando, não é mesmo? Sem chegar muito perto do monstro, me agachei no chão. Se aquilo era uma floresta, significa que havia umidade, se havia umidade, havia muita chuva e se havia chuva havia... água, acumulada no subsolo. Concentrei-me em expulsar do solo uma quantidade suficiente de água a ponto de ela se moldar sozinha, formando um tridente.

Segurei a arma em minhas mãos, a lançando numa linha reta em direção à árvore. Eu não sabia se aquilo ia feri-la ou algo assim, mas deveria servir pelo menos como distração. Da mesma forma, eu não sabia se ela podia enxergar, mas me tornei invisível usando os poderes do Anel de Sea, apenas por precaução. Arranquei o pingente do meu pescoço, transformando-o em minha espada e, tal qual a filha de Ares, avancei contra o tronco da árvore. Concentrando-me em minhas capacidades de mutação aquática para desviar dos golpes dos cipós. A garota tinha golpes magníficos com a espada, eu era meio idiota e tentava feri-la com minha espada como se fosse um machado, mas esperava que minha força física contribuísse naquele momento.

Armas:
*Anel de Sea: Um anel que deixa o semideus invisível por quanto tempo o mesmo desejar, nem mesmo os mais perigosos monstros consegue avista-lo ou senti-lo em uso do anel da invisibilidade. O mesmo também serve como um escudo especial quando tocado no lugar correto. Sempre retorna ao dono.

*Espada Marinha:Espada de dois gumes com o fio em perfeito estado (sempre se restaurando na água) , tem 1m cumprimento e 10cm de largura de lâmina. 15cm de cabo. Lâmina toda revestida com prata e bronze celestial, nunca enferruja e encrustada no meio dos metais há um pedaço de alga marinha na cor verde. Seu cabo é prata revestida com madeira, musgo e couro de cavalo, dando flexibilidade apenas para filhos de Poseidon/Netuno. Em descanso toma a forma de um cordão de couro com um pequeno pingente prata na forma de peixe. Sempre retorna ao pescoço do dono

Poderes passivos:
Rastro d’água – O semideus passa a sentir a presença da água, mesmo que essa se encontre a quilômetros e quilômetros de distância. Essa pode ser a chave para quando a sede ou a necessidade de atacar seu oponente com suas habilidades se torne essencial. (Para achar matéria-prima pro tridente)

Poderes ativos:
Tridente Aquático - Tridente feito de água, poderá ser invocado sempre que necessário. (Autoexplicativo)

Mutação Aquática I - Capacidade de transformar apenas uma parte do corpo em água, podendo assim fazer a arma do adversário passar reto pela parte liquida do corpo sem ser machucado ou atingido pelo golpe. (Para esquivar-se)
.



It's you, it's you...

It's all for you, Everything I do, I tell you all the time. Heaven is a place on earth with you, tell me all the things you want to do...
avatar
Logan B. Archibald
Sem grupo
Sem grupo

Mensagens : 43
Data de inscrição : 23/04/2016
Idade : 19
Localização : Cracolândia.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Logan e Samanta vs Ent.

Mensagem por Ares em Qui Jan 05, 2017 9:56 am

Apenas dois dos três semideuses se encontraram em frente à floresta. Samanta e Logan se encontraram não depois de muito tempo após pegaram todos seus devidos equipamentos. Adam teve problemas em chalé, algum de seus irmãos havia prendido partes corpóreas em lugares inusitados e somente Adam estava lá para ajudar e amparar o pequeno filho de Zeus.

Os dois avançaram rápido por dentro da mata, chegando rápido ao foco do problema. Assim que encontraram o Ent Ancião, imediatamente o braço da ruiva brilhou prateado, evocando uma enorme bola de chamas à frente de seus dedos, logo sendo disparado contra a criatura que recebeu a enorme esfera ígnea. As chamas ensandeciam a antiga criatura que chicoteava seus enormes cipós para todos os lados.

A garota fazia seu caminho por entre as chicotadas que vinham violentas contra seu corpo, porém ela era ágil demais por ser pega por meros tentáculos vegetais.

Os dedos fortes do filho de Poseidon tocaram a vegetação do chão e a mesma começou a morrer à medida que a água saía de si. Agarrou seu novo tridente e lançou em direção ao grosso tronco à sua frente, cessando parte das chamas, sem causar dano algum ao monstro que usava água como fonte de alimento.

Uma das vinhas encontrou o abdome do garoto, o qual fora, um milímetro antes de entrar em contato, transformado em água pura evitando um dano direto ao corpo. Entretanto, o impacto fez com que parte do líquido voasse para longe e a sensação de Logan era que talvez aquilo não fosse tão bom, afinal, acabara de perder parte do seu corpo.

Nesse meio tempo, a filha de Ares desferiu um poderoso golpe na horizontal do Ent. Sua força fora tamanha que partira todo o gigantesco tronco que se estendia à sua frente, o que cessou as rápidas chicotadas. A menina havia acabado de lenhar a maior árvore de toda sua vida com apenas uma espadada.


Samanta Sink
HP - 330/330
MP - 250/330


Logan B Archibald  
HP - 160/160
MP - 140/160


Ent
MORTO


Premiação.:
Samanta: 1450 de XP + 1300 dracmas + Ametista Real: Ao cortar envenena o alvo, causando 20 de dano por turno. (Não enfraquece o alvo com o dano.)  Dura 2 turnos.

Logan: 735 de XP + 700 dracmas + Ametista Real: Ao cortar envenena o alvo, causando 20 de dano por turno. (Não enfraquece o alvo com o dano.)  Dura 2 turnos.

Logan, sei que deve estar se perguntando o porquê de receber menos XP e irei lhe explicar. Você se uniu a uma semideusa muito mais forte com capacidades de terminar um MvP em único turno sozinha (Como fez), e pelas conversas no chat, você sabia que seria assim, sabendo que não teria desafio. Basicamente XP de graça, espero que entenda o motivo, ainda assim lhe dei a premiação do MvP.
avatar
Ares
Deuses Estagiários
Deuses Estagiários

Mensagens : 484
Data de inscrição : 30/05/2013
Localização : Olimpo

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Logan e Samanta vs Ent.

Mensagem por Hefesto em Dom Jan 08, 2017 9:39 am

ATUALIZADO




SENHOR DAS FORJAS
Lorde Hefesto
Quemaqui vai permanecer?
avatar
Hefesto
Deuses Olimpianos
Deuses Olimpianos

Mensagens : 373
Data de inscrição : 28/08/2014

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Logan e Samanta vs Ent.

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum