The Blood of Olympus
Para visualizar o forum é necessário estar cadastrado, por favor registre-se no rpg ou entre em sua conta. É necessário estar cadastrado para ver as informações contidas no forum. Lembre-se de usar nome e sobrenome, não se cadastrar usando nomes geralmente utilizados por Hacker. Exemplo: "Barum" "Hakye" e por ai vai. Bem vindos.

Evento Relâmpago - Time vermelho

Página 1 de 2 1, 2  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Evento Relâmpago - Time vermelho

Mensagem por Ares em Seg Dez 12, 2016 11:59 am

Os romanos também não tinham descanso, recém haviam derrotado criaturas poderosas protegendo seu lar e já tinham mais animais atacando-os. Adam passara a tarde inteira se recuperando dos danos recebidos pelo maldito monstro de gelo e agora teria que enfrentar outra criatura, por sorte era um semideus e a ambrosia acelerava todo seu processo regenerativo.

Guilherme ainda tentava se recuperar do baque de perder uma irmã, uma que recém havia conhecido.

Os dois foram os únicos que perceberam o segundo ataque do dia. Ambos não conseguiram dormir e às 3 horas da manhã em ponto outra ruptura espaço-temporal, que tanto Adam quanto Guilherme sentiram a perturbação no pequeno Tibre. Correram com suas armas em punho, para darem de cara com um minotauro de pelagem rubra, empunhando uma espada de 2 metros de altura e 35 cm de largura. Uma verdadeira montante.

A criatura esperava parada, em pé, com sua pose imponente que algum dos dois o atacasse. Poderia ser uma armadilha ou apenas a arrogância da criatura, mas uma coisa era certa, os dois teriam que tomar cuidado ao engajarem à luta.



Adam Köhler Bradshaw
HP - 290/290
MP - 290/290


Guilherme R. Mckinnon
HP - 160/160
MP - 160/160



Minotauro
HP - ???/???
MP - ???/???


Informações e regras:

• É obrigatório a identificação dos poderes utilizados, assim como as armas, através do spoiler. Caso algo não seja constado a arma/poder não terá sido utilizado.
• A MP e HP de cada um será contado de acordo com o nível de cada um, por exemplo, a HP de alguém pertencente ao nível dois (2) será igual a 110.
• Mascotes são PROIBIDOS.
• Proibido o uso de qualquer item que seja igual ou superior a velocidade do som.
• Tenham plena ciência de que mortes poderão ocorrer, de forma que, caso você poste algum turno e não poste os demais sem alguma justificativa plausível poderá ser considerado morto.
• O narrador sou eu (Ares), portanto tenho plenos direitos de decidir qual é a melhor interpretação. Alguns dos poderes tem ampla interpretação e não informam gasto de MP, por exemplo, reclamar informando que sua interpretação é a correta não irá leva-lo a lugar algum.
• Qualquer reclamação e afins a minha caixa de MP está aberta, assim como a do Athena.
• Edições nos posts só serão toleradas até as vinte e três (23 horas) da noite do dia 12/12/2016 no horário de Brasília.
• Em tal turno, ao iniciar o ataque, vocês deverão fazer APENAS três ações. Por exemplo, corri até ciclano, dei uma rasteira e pulei para trás. Mais do que isso as ações serão desconsideradas. O USO DE PODER ATIVO CONTA COMO AÇÃO.
• O mínimo de linhas é igual a cinco (5).
• Vocês terão até as doze (12) horas do dia 13/12/2016 para postar, lembrando que estamos no horário de Brasília. Não se atrasem.
avatar
Ares
Deuses Estagiários
Deuses Estagiários

Mensagens : 484
Data de inscrição : 30/05/2013
Localização : Olimpo

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Evento Relâmpago - Time vermelho

Mensagem por Adam Köhler Bradshaw em Ter Dez 13, 2016 12:21 am


 
Apesar do resto do dia e boa parte da manhã tranquilas enquanto ele recuperava-se dos ferimentos com uma parcela de ajuda da fruta ao qual os deuses costumavam comer sentindo o gosto de seu doce preferido, enquanto voltava a se espreguiçar na cama já melhor após ingerir aquele doce. Um arquejo escapou-lhe pelos revirando os olhos ainda cansado e finalmente conseguindo apagar sobre a cama da enfermaria revirando-se algumas vezes ainda demonstrando certo incomodo com as feridas já melhores que quando havia chego. A sensação de perigo voltou novamente a sua mente rapidamente despertando em meio a um pesadelo, fazendo com que o jovem abrisse ambos os olhos bruscamente olhando para ambos os lados e percebendo a tenda vazia e os que haviam restado estavam a dormir tranquilamente logo voltando a se deitar, antes olhando o relógio que marcavam uma hora da manhã e naquele momento buscando tentar fechar os olhos, mas não conseguia se concentrar naquilo e seu cérebro parecia lhe pregar uma peça fazendo com que as imagens do ataque sofrido voltassem a sua cabeça.

— Estou começando a pirar e caso eu continue deitado aqui, irei pirar!    — admitiu em um sussurro consigo mesmo. Pegou a camiseta que haviam trazido para ele antes de acordar devido aos ferimentos, e sentindo a perturbação no pequeno tibre, arrumando-se rapidamente e pegando a espada que havia acompanhado-lhe até a enfermaria no lado da cama. Não tardou a partir em direção ao local notando que não havia sido o primeiro a chegar ao local e postando-se ao lado do garoto que parecia ser um campista do acampamento. —  Acho que eu e você vamos ter que resolver isto.  — comentou em voz alta o moreno sem afastar os olhos da criatura que estava à exatos dez metros. — E ai feioso... Perdeu o caminho pra casa? Acho que posso ajuda-lo com isso!    — gritou, demonstrando confiança e certa ousadia que transpareceu em seu rosto através de um sorriso.

Vitória. Naquele momento a mente do jovem apenas protestava para que ele pedisse mais ajuda com aquele monstro enorme com uma espada enorme nos punhos. — Então vamos ataca-lo, não?    — indagou para o desconhecido que parecia querer proteger o seu lar também. O garoto deu um último sorriso antes que sua presença fosse completamente apagada daquele local em que estava e lentamente afastou-se do garoto antes de utilizar a sua luva para que liberasse a escuridão no local preparando-o para que sua estratégia tivesse inicio, mesmo que aquilo lhe causasse uma dor de cabeça ao qual era resultado da utilização de sua luva que roubava-lhe a atenção por meros segundos. Ao se recuperar daquele pequeno e previsto desconforto fez com que tentáculos sai-sem do chão buscando prender o monstro no lugar em que se encontrava, em seguida percebendo plantas florescerem e expandir-se pelo local todo observando o aliado por cima dos ombros, ao final, deu os ombros fazendo com que as pétalas fossem em direção ao minotauro como lâminas, mas estás ao contrário de outras eram venenosas.


Mesmo sem a certeza se iria ou não acertar o seu oponente já com a espada em punhos colocou-se em posição de defesa ainda ansioso esperando que o atacasse realmente funciona-se com o monstro, mas lembrando-se que não viria à ser fácil derrubar o monstro que estava a uma distância de dez metros considerada razoável para o moreno que fez com tachinhas surgissem a sua frente, as escondendo-a com a sua habilidade escuridão tornando elas imperceptíveis para os olhos do monstro e criando um meio de defesa além do reflexo que este possuía como principal característica para o caso de o minotauro consegui-se atravessar aquela cilada para se defender, e ao final repetir os movimentos contra o próprio na intenção de feri-lo com a sua espada.

Observações Importantes:

1. Gostaria de deixar claro que as ações foram com base na TENTATIVA, ou seja, não quero afirmar que consegui fazer tal coisa.
2. Vale lembrar que ativei a minha habilidade Perícia Ajustável no inicio de meu ataque.
3. E que também o local está envolvido por sombras ao qual criei e também encontra-se escuro por conta do horário.




Poderes passivos:
>Nível 9, Perícia ajustável. Nesse nível, os filhos de Perséfone, conseguem se camuflar em regiões de extrema escuridão, ou até mesmo em campos ou locais em que reine a natureza e a primavera. Ao fazerem isso, não podem ser encontrados por nenhum monstro ou semideus, sendo visíveis apenas aos Deuses.

> Nível 7, Estratégia – Sempre tem uma boa estratégia em mente, e estas dificilmente falham. São estratégias dignas de Athena, mas não se comparam a um filho de Athena, do mesmo nível.

> Nível 3, Escuridão – Meus necros são capazes de criar escuridão, a sua vontade.

>Nível 3, Plantas Amigas: Onde os proles de Perséfone forem as plantas irão crescer mais e se multiplicarem pelo solo, mesmo se o solo, ou o tempo não estiver agradável. Além de conseguirei fazer isso eles podem fazer as plantas surgirem em qualquer lugar para ajuda-los a atacar.

>Nível 6, Juntos são mais: Os proles tem um lado bom e um lado ruim, puxando os dois lados da mãe. Ele pode transformar flores belas em flores super venenosas, que tira 20% de Hp.

>Nível 4,Reflexo Divino: Eles possuem um reflexo sem comparações. Todos os movimentos que alguém faz pode ser voltado contra ele [dependendo se o prole quer repetir ou não] e volta com o dobro de força.



Poderes Ativos:
> Nível 7, Tentáculos – Tentáculos feitos de escuridão irrompem do chão, e se enroscam no inimigo, prendendo-o.

>Nível 3, Fúria de pétalas I. Combinando o poder que os possibilita a criação de flores a esse, o filho de Perséfone, pode usar as pétalas das mesmas como lâminas, as pétalas cortam como adagas de bronze celestial, em geral serem em grande quantidade, sendo assim dão vantagem em uma batalha de curta, média, ou longa distância.

> Nível 10, Tachinhas – Você pode criar pequenas tachinhas, feitas de sombra, no chão, impedindo a movimentação do inimigo. A habilidade ‘’ Escuridão ‘’ é uma boa camuflagem para esta habilidade.






Armas:
§ - Sword of the VACUUM - Uma espada com a lamina negra, que quando o jovem a utiliza, ela pode lançar uma rajada de vácuo, que ai invés de jogar o alvo para longe, faz com que o local acertado seja contraído/esmagado de certa forma (não esmaga completo, apenas causa grande dor).

§ - Glove of Darkness - Uma luva feita da escuridão, pelo próprio Érebus, a mesma contem \\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\"escuridão\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\" assim, sempre que o necromante do mesmo desejar escuridão sairá da mesma, para que ele controle tal coisa, podendo materializar e moldar como quiser. (Sempre que utilizar sente fortes dores de cabeça)

✖ Lança Negra - Lamina curta e negra que pode ser utilizada para  atacar, defender, prender,  essa lança serve como receptor de energia escura, ou seja qualquer dom do mundo inferior, ou que não pertença ao mundo dos vivos pode ser absorvido deixando o oponente mais fraco pois possui dentro de si uma aura sugadora.  Transforma-se em um anel de poder dourado que também conduz seu dom, não pode ser retirado do dedo ou roubado por um individuo qualquer, a não ser que seja dado por boa vontade o anel gruda em seu dedo de forma que nem mesmo o mais forte dos deuses é capaz de arranca-lo de si.

✖ Relógio Tic Tac: Feito de bronze e aparentemente banhado por ouro celestial o relógio funciona conforme qualquer um dos mortais marcando horas, minutos e até mesmo segundos. Porém ao se apertar o botão ao canto direito ao do meio torna-se mais rápido em sua percepção.
 


acquainted
baby you're no good cause they warned me bout your type girl, i've been ducking left and right. baby you're no good, think i fell for you. you got me puttin' time in, time in, nobody got me feeling this way. you probably think i'm lying, lying, i'm used to bitches comin' right 'way. you got me touchin' on your body, to say that we're in love is dangerous, but girl i'm so glad we're acquainted
avatar
Adam Köhler Bradshaw
V Coorte
V Coorte

Mensagens : 385
Data de inscrição : 02/05/2014
Idade : 20
Localização : P.P

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Evento Relâmpago - Time vermelho

Mensagem por Guilherme R. Mckinnon em Ter Dez 13, 2016 9:28 am



Pela Legião

Eu  acabara de queimar a mortalha de uma irmã que eu mal conhecia, alguém que eu não fui capaz de proteger, mas  os ataques ao acampamento não iriam acabar, eu não senti calmaria senti apenas o caos.

Me encontrava tenso, sem sono, sem apetite, eu não me sentia confortável, me sentia inquieto, acuado em perigo, cada barulho dentro de meu dormitório me deixava aéreo, cada ruído era como se milhares de cães latissem em avanço, meus ferimentos superficiais estavam cobertos por gazes e ataduras, eu bebericava néctar para me acalmar, um pequeno copo de doze para ser preciso e rezava pela alma de minha irmã, que a alma dela fosse para o melhor lugar possível do submundo e para meu pai.

— Marte, Ares ou melhor meu progenitor, me de força, eu nasci para guerra, mas me conceda mais força, me conceda o poder de não perder mais ninguém —.

Com feridas em aberto, não só físicas como psicológicas me vesti para um novo combate, sobrepus minha regata do acampamento queimada de acido com minha couraça Panic, em minha mão girava rapidamente algo brilhante, minha faca passava entre meus dedos enquanto eu a colocava em seu descanso de couro, em minhas costa novamente meu machado de guerra, e em meus olhos marejados lagrimas de ódio eram oprimidas.

Avancei rapidamente mas dessa vez para o pequeno tibre, algo não me deixara dormir, e isso não me agradava nenhum pouco, ao me aproximar da localidade logo avistei Adam e com a cabeça acenei, mas não houve tempo para desferir muitas palavras ao ar.

—Quinta Coorte ótimo
Avistei a Fera, o monstro carregava uma espada gigantesca, o tipo de arma que eu gostaria em ter como premio, mas não tive tempo para aprecia-la , foi quando eu parei e coloquei meu pé sobre o chão o afundando sobre o barro que meu ouvido zuniu, mal pressentimento.

— Vamos mostrar para o Chifrudo como lidamos com o gado por essas bandas —

Movimentei minhas mãos no ar pedindo força a meu pai e assim evocando uma lança, um `` Dardo De Guerra ´´ que usando de minha força para o lançar contra o peito de fera, o girei e o braço levei para trás esticando-o e o arremessando ainda a rezar e em sincronia com o movimento Berrei o mais alto que pude.
— POR ROMA, POR MARTE E POR JUPITER !!!!—.

Apenas vi o dardo voar na direção da besta como uma bala, ele fazia espirais no ar enquanto se locomovia, parecia se movimentar em câmera lenta e eu percebi seu avanço cada centímetro era como se aquilo, tivesse sido feito milhares de vezes por mim, franzi meu cenho mudei meu semblante e  agora não só a fúria da batalha me dominava mas o ódio da besta que atacava meu atual lar o acampamento.

Após isso em recuo retirei meu machado de sua bainha e o brandi, fazendo com que seu brilho negro criasse um ruído de metal batendo em rocha, meus punho fechados apertavam firme o apoio da arma, enquanto eu sentia minha força parcialmente dobrar, meu poder e minha força cresceram dez da ultima besta .. ontem ... colocando  meu machado como proteção afrente de corpo posicionado em vertical, meu pé de apoio se encontrava fixo dando me força extra para defesa e meu braço firme no cabo de madeira se encontrava em perfeito L assim tendo ampla gama de recuo tanto defensivo quanto ofensivo.



Armas:
Double Breaking– Um grande machado duplo com o cabo feito de uma mistura de ouro imperial com prata e a lamina feita de uma mistura de ferro estígio com titânio, Esse machado foi abençoado por Marte para que desse seus filhos uma força quase tão grande como a de Héracles, podendo facilmente ser usado para cortar grandes rochas ao meio, além disso esse machado também possui a habilidade de sempre que o filho de Marte o lançar voltar para ele como um bumerangue, ou caso a arma seja tirada da mão do semideus, ele retorna com um simples gesto.

Pecados negros – Um par de espadas gêmeas de aproximadamente sessenta centímetros feitas de uma mistura de ouro imperial com ferro estígio, as laminas dessas espadas foram banhadas no sangue de uma cobra rara e venenosa as tornando assim além de extremamente afiadas, muito venenosas, essa espada possui duas habilidades únicas, sendo que a primeira é ser guardada em uma dimensão paralela de onde pode ser tirada sempre que quiser e a segunda é a de conforme a vontade de seu dono ter sua lamina aumentada de tamanho até mais trinta centímetros ou diminuir até o tamanho de uma adaga. O veneno dessa lamina é único, que mesmo que o oponente sobreviva a luta contra o filho de Marte, sem o antidoto (Que se encontra escondido no cabo da espada) ele começara a perder a capacidade de mover seu corpo por dois dias, após quatro horas depois de infectado.
Faca de Bronze celestial.

♈ Panic [Couraça de armadura feita em ferro, de modo a proteger todo o peitoral, barriga, e costas do usuário(não acompanha outras peças de armadura). Possui espinhos longos nos ombros, e o desenho de um rosto em fúria no peitoral, além de um design bárbaro e acabamento bruto. Seu efeito é o de causar medo em qualquer semideus inimigo dentro de um raio de quinze metros, tornando-os hesitantes em combate. Dessa maneira, nenhum inimigo será capaz de atacar o usuário dessa armadura, a não ser que este seja atacado primeiro. Desse modo, a iniciativa do combate será sempre do portador do item.]
Poderes Passivos :
1 - Espirito Ancestral - A violência percorre o seio da humanidade desde o seu inicio, e antes disto em todos os seres vivos. Sendo essa a mais primitiva razão da realização de guerras, como filho de Ares você possui os instintos da própria violência em seu corpo, sendo que sempre luta com objetivo de ferir seu oponente. Essa agressividade natural acaba fazendo com que todos os golpes físicos da prole do deus da guerra, causem 50% a mais de dano do que golpes elaborados por outros semideuses.

1 - Fúria Sangrenta: Os filhos de Ares possuem uma personalidade muito irritadiça e temperamental, perdendo a calma com grande facilidade e por motivos muitas vezes medíocres. Ao ser provocado o filho de Ares irá fazer de tudo para lutar contra aquele ou aquilo que o estiver incomodando, sendo que nenhum poder referente a sentimentos (charme, medo, pânico e etc) irão impedi-lo de despejar sua fúria. Apenas é efetivo quando o semideus é provocado por seus adversários ou quando algo o enfurece (a morte de um aliado, a tentativa de o atacar, barulhos muito altos e incômodos, e etc).

1 – Combate Não-Armado: Nos combates de uma guerra, muitas vezes o combatente acaba sendo desarmado, acabando sua munição ou perdendo sua arma, o obrigando a utilizar apenas seus punhos para sobreviver. Sendo peritos em combates desarmados, os filhos de Ares sabem técnicas marciais de todas as artes marciais existentes, mesmo que nunca tenha feito uma aula se quer. As técnicas podem ser utilizadas para a elaboração de movimentos complexos, como mortais, piruetas, ataques acrobáticos e golpes que requeiram uma grande elásticidade.

2 – Espírito de Guerra: Ares é o deus da guerra, profundo amante de combates e um dos principais deuses amantes da morte. Seus filhos possuem um espírito parecido com o do deus, de modo que todos os conhecimentos referentes a guerra (Como sinais de comunicação, técnicas de sobrevivência básica, manuseio de armas e tudo mais o que tiver ligação direta com guerra), surgem naturalmente na mente do semideus, mesmo que ele jamais tenha passado por alguma situação de dificuldade.

2 - Velocidade atlética: Um bom combatente sempre está preparado físicamente para os futuros combates, sendo que as proles do deus da guerra evam a sério seus treinamentos rígidos, buscando sempre serem melhores. Devido a condição física e biológica natural do semideus, e de seu empenho nos treinamentos, são quase tão rápidos e ágeis quanto filhos de Hermes, conseguindo correr longas metragens sem se cansarem. Movimentos de finta, esquiva e outros que requeiram velocidade/agilidade, sempre possuem 50% mais chances de funcionar contra inimigos mais lentos, além de perderem em uma corrida apenas para seres tão velozes quanto filhos do deus mensageiro.

2 - Mãos trocadas: Graças a natural facilidade no manuseio de armas, as proles do deus da guerra conseguem manusear com extrema perícia duas armas ao mesmo tempo, sendo ambidestros por natureza. Seus golpes são potentes independente de com qual mão esteja segurando a arma, além de conseguir utilizar armamentos pesados de duas mãos utilizando apenas uma, como espadas montantes, machados de guerra, lanças e etc.

3 - Força I: A força é sem dúvida alguma a principal arma de um guerreiro,que o faz vencer seus inimigos mesmo que precise utilizar apenas seus punhos. Independente do porte físico do filho de Ares e da sua idade, o semideus terá a força de um atleta de MMA profissional, sendo capaz de carregar até cinquenta quilos e desferir poderosos golpes desarmados capazes de causar danos internos sobre o corpo de monstros e humanos.

3 – Deboche: Guerras não são travas apenas pelo uso de força bruta, mas também utilizando estratégias para enfraquecer o psicológico dos inimigos, como aconteceu a Napoleão Bonaparte e o exército Nazista ao tentarem invadir a Rússia. Assim como o deus da guerra, os filhos do deus sabem utilizar bem de palavras sarcásticas para debochar de seus adversários, fazendo com que eles fiquem fúriosos. Oponentes vítimas de deboche, passam a lutar "ás cegas", golpeando o filho de Ares sem utilizar estratégias ou pensar, ficando mais vulneráveis e deixando seus pontos fracos desprotegidos.

4 - Arma em Punhos - As proles de Ares aprendem desde cedo a importância de suas armas, não as deixando ou arriscando perde-las, não importa o que aconteça. Nenhum golpe pode tirar uma arma das mãos de um filho de Ares durante o combate, estes vão segurar suas armas com força e elas apenas irão poder serem removidas caso o semideus não esteja as segurando, ou caso morra.

4 – Sexo sentido - Em meio a um campo de batalha, descansar não é opção e os filhos de Ares sempre estão atentos. Além de conseguirem notar com mais precisão e facilidade sinais de aproximação (sons, cheiro e etc), esses semideuses possuem uma espécie de sexto sentido, de modo que ao serem alvo de um ataque direta ou indiretamente, pressentirão o perigo, podendo se prepararem melhor para o combate e evitarem serem emboscados.

5 - Regeneração Gradual I: Ferimentos não são algo que pode incomodar um verdadeiro guerreiro. Os filhos de Ares ao estarem em combate, sentem uma benção natural em torno de seu corpo, de modo que seus ferimentos aos poucos são regenerados e sua vida recuperada. Nesse nível é recuperado apenas 2 HP por turno que o semideus estiver em combate.

5 – Disciplina: Os campistas do chalé 5 são os mais disciplinados e focados. Com isso, sua resistência a poderes/habilidades que envolvam alterações emocionais ou na personalidade do campista é bastante forte. Poderes mentais possuem no máximo 50% de seu efeito sobre os filhos de Ares, assim como dificilmente o semideus irá deixar que distrações tirem de si o foco em sua missão.

6 - Ignorando a dor I: A dor é um estado psicológico e biológico, tida como uma auto defesa do corpo humano. Contudo, os filhos de Ares possuem a capacidade de ignorarem a dor de ferimentos, podendo lutar normalmente mesmo se estiverem coma luxação ou dedo quebrado. Nesse nível apenas é possível ignorar a dor de golpes que não causem ferimentos profundos, ou que incapacite um membro do semideus.

6 – Grito de Guerra- Um bom guerreiro sempre é respeitado pelos demais, sendo muitas vezes escolhido como líder ou ao menos serve como inspiração aos demais. Ao esbravejar um grito de incentivo em meio ao campo de batalha, o filho de Ares é capaz de fazer com que todos os inimigos percam sua coragem por algum momento, exitando em atacar. O grito ainda faz com que seus aliados fiquem mais motivados e encorajados, de modo que poderes referentes ao medo são anulados durante a rodada posterior.

7- Guerra e amor: Apesar de Afrodite ser casada com Hefesto, o lord das forjas, com seu jeito rude de ser, Ares foi quem tomou o coração da deusa para si, tornando-se seu amante. Seus filhos possuem também uma certa adoração pelas filhas de Afrodite (ou pelos filhos, a depender da opção sexual e sexo da prole do deus da guerra), de modo que quando lutam ao lado de uma delas, seus movimentos são mais precisos e seus poderes mais potentes, aumentando em 50% todas as suas capacidades físicas, habilidades e estratégia. Apenas é válido quando os semideuses lutam juntos e ao mesmo tempo contra o mesmo oponente.

7 - Aprendizado rápido: Em meio a uma batalha, Ares precisa de reinventar seu modo de lutar as vezes, para que não seja surpreendido e consiga derrotar os mais diversos oponentes. Os filhos do deus da guerra possuem uma mente aguçada, capaz de aprenderem rápidamente os movimentos efetuados para o desferimento de um golpe. Ao verem um oponente ou aliado efetuar um golpe físico (Apenas golpes que não sejam mágicos ou elementares), o semideus conseguirá copiar o mesmo movimento com perfeição, seja ele executado apenas com armas ou por utilização de poderes ativos.
poderes Ativos:
1 –Carga de Poder - O filho de Ares poderá dar um poderoso golpe, armado ou desarmado, cuja intensidade será 10 vezes maior que um golpe normal. Este golpe parecerá uma simples mancha no ar para todos que o verem, sendo um tanto quanto dificil se defender.

2 – Dardo de guerra: Fazendo uma breve prece á Ares, os filhos do deus da guerra invocam em uma de suas mãos, um dardo feito de bronze celestial. A arma possui um metro de comprimento, podendo ser apenas arremessada em direção a um oponente.

3 – Olhos da Morte: Este é uns dos mais poderosos golpes dos filhos de Ares. Quando estiverem em batalha, seja com qualquer tipo de oponente, osolhos do semideus irão adquirir uma tonalidade avermelhada, e ao entrar em contato visual com seu oponente, começará a sugar a MP e HP do oponente, sendo um total de 15% de ambos a cada rodada. A energia sugada não irá para o filho do deus da guerra, porém deixará seu inimigo um tanto quanto mais fraco. Ahabilidade perde efeito após o contato visual ser interrompido.

4 – Esquiva perfeita: Graças ao grande treinamento óbtido através de seu esforço, o filho de Ares consegue evitar um ataque o qual tenha percebido. Esquivando utilizando sua agilidade, pode evitar ser acertado por dois golpes simultâneos, sejam eles socos e chutes, um ataque mágico/elemental, ou de algum projétil lançado contra si. Pode ser utilizado uma vez a cada cinco turnos.

5 – Voz do Pânico: Os filhos de Ares possuem nesse nível a capacidade de tornarem sua voz rouca e densa, mesmo que seja do sexo feminino. O timbre vocal amedronta todos os inimigos que estiverem em um raio de 50 metros, os fazendo recuar. Caso os oponentes sejam de mesmo nível ou mais poderosos que o semideus, apenas irão ficar uma rodada sem conseguirem se mover, e caso sejam de nível inferior, não irão atacar ou se aproximar até que vejam o filho de Ares ou algum aliado do semideus, de modo que pode ser utilizado também como distração.



Guilherme Rietmann
 
Os legionários não morrem, eles se reagrupam no além para atormentar o inimigo 
avatar
Guilherme R. Mckinnon
I Coorte
I Coorte

Mensagens : 35
Data de inscrição : 27/08/2016
Idade : 17
Localização : BAY Area

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Evento Relâmpago - Time vermelho

Mensagem por Ares em Ter Dez 13, 2016 12:11 pm

Adam criava as mais diversas coisas no campo de batalha, desde escuridão a flores. A estratégia do rapaz seria ótima se estivesse sozinho ou se seu companheiro pudesse ver diante da escuridão.

Guilherme evocou um dardo de batalha, reuniu todas suas energias para jogar sua lança contra a criatura, entretanto, como iria acertar quando não tinha visão do monstro? Tudo era absoluto breu. Por sorte o rapaz não acertou seu próprio amigo, o matando sem querer, teria que cuidar suas ações.

O minotauro sentiu suas pernas serem presas pelos tentáculos de Adam e seus lábios se desdobraram em um sorriso, que para quem via parecia ser, arrogante. Seus olhos brilharam escarlate e com um movimento simples e rápido de braço lançou sua espada contra o filho de Marte. O monstro possuía uma força descomunal, a arma deveria pesar pelo menos 10 quilos e o lançou como se fosse um simples arpão.

A lâmina trespassou o ombro de Guilherme, rompendo todos os tendões, vasos sanguíneos, rasgando a carne, quebrando parte da clavícula. O braço direito do garoto estava inutilizado.

As folhas de cerejeira rasgavam de leve o couro resistente do monstro, mal causando cortes, porém a vantagem estava do lado dos garotos, tinha o animal imobilizado pelos tentáculos de Adam.



Adam Köhler Bradshaw
HP - 290/290
MP - 240/290


Guilherme R. Mckinnon
HP - 60/160
MP - 100/160



Minotauro
HP - 605/800 - 160 de HP da habilidade Juntos são mais.
- 35 da Fúria de pétalas

MP - ???/???

Obs.:
Guilherme cuidado com o número de ações.

Informações e regras:

• É obrigatório a identificação dos poderes utilizados, assim como as armas, através do spoiler. Caso algo não seja constado a arma/poder não terá sido utilizado.
• A MP e HP de cada um será contado de acordo com o nível de cada um, por exemplo, a HP de alguém pertencente ao nível dois (2) será igual a 110.
• Mascotes são PROIBIDOS.
• Proibido o uso de qualquer item que seja igual ou superior a velocidade do som.
• Tenham plena ciência de que mortes poderão ocorrer, de forma que, caso você poste algum turno e não poste os demais sem alguma justificativa plausível poderá ser considerado morto.
• O narrador sou eu (Ares), portanto tenho plenos direitos de decidir qual é a melhor interpretação. Alguns dos poderes tem ampla interpretação e não informam gasto de MP, por exemplo, reclamar informando que sua interpretação é a correta não irá leva-lo a lugar algum.
• Qualquer reclamação e afins a minha caixa de MP está aberta, assim como a do Athena.
• Edições nos posts só serão toleradas até as onze (23 horas) da noite do dia 13/12/2016 no horário de Brasília.
• Em tal turno, ao iniciar o ataque, vocês deverão fazer APENAS três ações. Por exemplo, corri até ciclano, dei uma rasteira e pulei para trás. Mais do que isso as ações serão desconsideradas. O USO DE PODER ATIVO CONTA COMO AÇÃO.
• O mínimo de linhas é igual a cinco (5).
• Vocês terão até as onze (11) horas do dia 14/12/2016 para postar, lembrando que estamos no horário de Brasília. Não se atrasem.


Obs.: Editei, pois haviam dois erros. Um no dano que vocês deram e as infos que copiei de Hades, hehehe.


Última edição por Ares em Qua Dez 14, 2016 11:00 am, editado 1 vez(es)
avatar
Ares
Deuses Estagiários
Deuses Estagiários

Mensagens : 484
Data de inscrição : 30/05/2013
Localização : Olimpo

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Evento Relâmpago - Time vermelho

Mensagem por Adam Köhler Bradshaw em Ter Dez 13, 2016 9:00 pm


 
A estratégia que o mesmo havia bolado em grande parte havia dado certo, ocorrendo apenas um fato de certa forma inusitado ao qual ele esquecerá por segundos. Erro de certa forma amador por parte do jovem que viu a enorme arma ser arremessada contra o desprotegido companheiro e antes que pudesse fazer algo para ajudar já via o estrago que a arma havia feito no campista que urrou de dor ao ter a arma trespassando pelo seu braço direito. O semideus semicerrou os olhos entortando os lábios ao imaginar a dor que ele estava a sentir, por um momento balançando a cabeça de um lado ao outro voltando a atenção para o campo de batalha, mas ao notar o monstro imóvel devido aos tentáculos já começando a segunda parte de seu plano. A visão de seu oponente era totalmente limitada por conta da escuridão que tomava conta do pequeno tibre tornando o lugar perfeito para o moreno que sentia-se a vontade em meio aquilo, sabendo que aquele era seu paraíso pessoal e que mais orgulhava-se.

Ele olhou o pulso pressionando o botão ao qual ativará a principal habilidade de seu relógio lhe dando certa percepção sobre o campo que se encontrava, e antes que começa-se a movimentar-se em direção ao monstro deveria tomar todo o cuidado possível para que o seu aliado não sofresse novamente com um ataque surpresa vinda por parte da besta que parecia enfurecida e completamente desarmada naquela altura, logo através da sua umbracinese movendo as tachinhas para cinco metros de onde Guilherme encontrava-se, fazendo em seguida cinco réplicas do mesmo surgissem com espadas quase tão afiadas quanto a que o necromante portava em suas mãos dividindo-os, sendo que; dois moveriam-se para proteger o aliado de qualquer ataque enquanto os outros três criariam uma distração para que o seu "criador" tivesse tempo para seguir com o próximo passo de sua estratégia, sendo que uma das réplicas buscaria decepar o monstro enquanto as outras duas tentariam inutilizar um dos braços da criatura tentando o cortar fora.

Poderia mostrar-se uma estratégia ousada por parte do filho da rainha do submundo que naquele momento sabia que encontrava-se parcialmente sozinho diante aquela amedrontadora criatura que demonstrava mais força bruta que inteligência, algo ao qual ele buscava explorar se mantendo invisível aos olhos da mesma que não saberia como acha-lo por pouco se mover e quando fazia, todo cuidado era mantido por parte do jovem que voltou a moldar a escuridão a seu bel prazer e a transformando em uma espada do mesmo porte a que ele portava e arremessando-a em direção ao monstro, buscando decepa-lo com aquela arma que era tão afiada quanto uma espada qualquer. Não tardou para que ele esconde-se a arma criada por sua escuridão em meio a escuridão inutilizando novamente a visão de seu oponente. Adam, sorriu esperando que aquele fosse o final do monstro mas nem por um momento confiando que aquele era realmente o final da criatura horrenda montando a sua própria defesa após armado a defesa de seu aliado ao qual estaria seguro na tutela de seus subordinados que eram controlados pelo necromante que mantinha contato com os espíritos que estavam a sua volta e os moveria em caso de ataque por parte do inimigo para contê-lo parcialmente, enquanto ele manteve-se atento para que pudesse utilizar seu reflexo ao qual era um orgulho por parte do necromante, assim vindo a repetir qualquer movimento do minotauro para repeli-lo e contra-ataca-lo da mesma forma, ao final gritando. — Não avance! — alertou o moreno esperando que ele acatasse a ordem naquele momento.

Observações Importantes:

1. Gostaria de deixar claro que as ações foram com base na TENTATIVA, ou seja, não quero afirmar que consegui fazer tal coisa.
2. Vale lembrar que ativei a minha habilidade Perícia Ajustável no post anterior e está a se manter.
3. E que também o local está envolvido por sombras ao qual criei e também encontra-se escuro por conta do horário.
4. Eu movi as tachinhas que antes estavam a minha frente com a Umbracinese para que ela ficasse a frente do Guilherme que encontra-se ferido e dois de minhas réplicas que estão a ser orientadas por mim e meus espíritos moveriam-se em caso de ataque ao mesmo para defende-lo.
5. Os necromantes enxergam bem na escuridão mesmo sem a habilidade, mas resolvi ativa-lá para poder enxergar ainda melhor que antes.
6. Como explícito no final de meu post, comecei a me comunicar com qualquer espírito que irá auxiliar-me durante o ataque e a defesa, tanto minha quanto a do Guilherme.  
Poderes Utilizados:
PASSIVOS;

> Nível 9, Perícia ajustável. Nesse nível, os filhos de Perséfone, conseguem se camuflar em regiões de extrema escuridão, ou até mesmo em campos ou locais em que reine a natureza e a primavera. Ao fazerem isso, não podem ser encontrados por nenhum monstro ou semideus, sendo visíveis apenas aos Deuses.

> Nível 7, Estratégia – Sempre tem uma boa estratégia em mente, e estas dificilmente falham. São estratégias dignas de Athena, mas não se comparam a um filho de Athena, do mesmo nível.

> Nível 3, Escuridão – Meus necros são capazes de criar escuridão, a sua vontade.

>Nível 4,Reflexo Divino: Eles possuem um reflexo sem comparações. Todos os movimentos que alguém faz pode ser voltado contra ele [dependendo se o prole quer repetir ou não] e volta com o dobro de força.

> Nível 2, Trajetória sombria - O necromante de Érebus é capaz de lançar qualquer coisa, como flechas e objetos, fazendo com que o mesmo percorra o caminho das sombras. ( Somente onde há. Deverá ser decidido pelo narrador. )

> Nível 3, Mediunidade – Você tem a capacidade de se comunicar com qualquer espírito, e enxergá-los.

> Nível 4, Emoções – Os Necromantes de Érebus não podem ser controlados por habilidades que mexam com
emoções, pois eles possuem um excelente controle sobre suas emoções, só podem ser tirados do sério se quiserem, são duros e calmos, devido a sua personalidade natural.

> Nível 1, Visão – Você é capaz de enxergar tão bem no escuro, quanto enxerga no claro.


ATIVOS;

> Nível 7, Tentáculos – Tentáculos feitos de escuridão irrompem do chão, e se enroscam no inimigo, prendendo-o. - Assim como as Tachinhas este manteve-se da outra rodada

> Nível 10, Umbracinese (Intermediário) – Agora você já tem a capacidade intensificar a escuridão, podendo realizar golpes mais experientes, com a escuridão. Ativo nessa rodada

> Nível 13, Duplicação (Intermediário) – Neste nível, você já pode criar no máximo 5 clones. Os clones tem mais resistência, neste nível, do que antes. Eles usam uma catana ( facão ) de escuridão. Ativo nessa rodada

> Nível 10, Tachinhas – Você pode criar pequenas tachinhas, feitas de sombra, no chão, impedindo a movimentação do inimigo. A habilidade ‘’ Escuridão ‘’ é uma boa camuflagem para esta habilidade. As Tachinhas se mantêm desde a outra rodada, apenas foi movida para outro lugar. Logo não entra na contagem dessa rodada como ação de "Poder Ativo".
Benção Usada:
❀ Benção da Sorte: Deméter contente por ter sua filha de volta ao reino dos vivos achou que as flores laranjas deveriam trazer sorte à quem carregava. (Suas ações poderá ter um toque de sorte o favorecendo. Valido por 1 post on)
Armas:
§ - Sword of the VACUUM - Uma espada com a lamina negra, que quando o jovem a utiliza, ela pode lançar uma rajada de vácuo, que ai invés de jogar o alvo para longe, faz com que o local acertado seja contraído/esmagado de certa forma (não esmaga completo, apenas causa grande dor).

§ - Glove of Darkness - Uma luva feita da escuridão, pelo próprio Érebus, a mesma contem \\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\"escuridão\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\" assim, sempre que o necromante do mesmo desejar escuridão sairá da mesma, para que ele controle tal coisa, podendo materializar e moldar como quiser. (Sempre que utilizar sente fortes dores de cabeça)

✖ Lança Negra - Lamina curta e negra que pode ser utilizada para  atacar, defender, prender,  essa lança serve como receptor de energia escura, ou seja qualquer dom do mundo inferior, ou que não pertença ao mundo dos vivos pode ser absorvido deixando o oponente mais fraco pois possui dentro de si uma aura sugadora.  Transforma-se em um anel de poder dourado que também conduz seu dom, não pode ser retirado do dedo ou roubado por um individuo qualquer, a não ser que seja dado por boa vontade o anel gruda em seu dedo de forma que nem mesmo o mais forte dos deuses é capaz de arranca-lo de si.

✖ Relógio Tic Tac: Feito de bronze e aparentemente banhado por ouro celestial o relógio funciona conforme qualquer um dos mortais marcando horas, minutos e até mesmo segundos. Porém ao se apertar o botão ao canto direito ao do meio torna-se mais rápido em sua percepção.
 


acquainted
baby you're no good cause they warned me bout your type girl, i've been ducking left and right. baby you're no good, think i fell for you. you got me puttin' time in, time in, nobody got me feeling this way. you probably think i'm lying, lying, i'm used to bitches comin' right 'way. you got me touchin' on your body, to say that we're in love is dangerous, but girl i'm so glad we're acquainted
avatar
Adam Köhler Bradshaw
V Coorte
V Coorte

Mensagens : 385
Data de inscrição : 02/05/2014
Idade : 20
Localização : P.P

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Evento Relâmpago - Time vermelho

Mensagem por Guilherme R. Mckinnon em Ter Dez 13, 2016 11:08 pm

Guilherme R. Mckinnon escreveu:

Pela Legião

Por uma fração de segundo vi minha vó berrando em meus ouvidos `` Escute-o ele Sabe oque diz, você é apenas um novato´´ ela vestia algo que mais parecia uma capa de plasma.

Eu estava lá de joelhos na imensidão de trevas, meus olhos estavam quase fechados e eu sentia aquela lamina gigantesca cravada em meu ombro, não tive força para locomover meu braço na qual ela estava nem o sentia mais. Mas o braço que me sobrou foi o bastante para pedir para meu pai que concedesse força ao Campista que estava a me salvar, força para que ele lutasse pelo acampamento todo, e apenas algo ecoou em minha cabeça uma lembrança, do dia no qual cheguei a toca do lobo, do dia em que descobri onde era meu lugar.

— Adam ? è Adam não é ... Mate esse Bovino alimentado a TOD, não por minha vida nem pela sua mas pelo Bem dos inocentes que vivem atrás de nossas defesa, Não tente Honrar seu progenitor Honre Sua nova família a LEGIÃO!!!

Berrei o mais alto que pude escondendo minha dor atrás de um grito encorajador, mas eu sentia minha pele queimar, sentia cada osso dos quais foram retirados do lugar, e por um segundo senti minha visão turva, mas lembrei de algo que Lupa dissera uma vez a mim, `` Da guerra você vem, e dela você encontra certa cura `` filhos de marte possuem certa recuperação em batalha e isso que eu esperava que acontecesse com meu braço quase destruído.

— Vaquinha evoluída me contaram que estava ... ah nem xingar consigo !!!

Eu estava sem força para falar, guardei minha energia para o necessário apenas evoquei meus pecados gêmeos, eu Segurava minha espada com a mão que ainda estava boa ou quase isso pois ela já fraquejava e eu já sentia frio, o único calor era derivado do sangue que saia de meu braço e percorria meu tórax, mas eu me mantive imóvel obedecendo as ordens de meu companheiro, mas em proteção ergui minha lamina e escutei bater de asas e logo cinco abutres voavam e minha volta longe das defesas de Adam assim dando proteção a mim.
e logo percebi que Adam precisaria de uma distração para desferir o próximo golpe e com a voz rouca berrei o mais alto que pude.

— VAMOS LHE MATAR VAQUINHA DO TOD !!!

ao termino de meu grito sorri de canto escondendo oque realmente sentia, e me preparei para futuras esquivas debilitadas.




Armas:
Double Breaking– Um grande machado duplo com o cabo feito de uma mistura de ouro imperial com prata e a lamina feita de uma mistura de ferro estígio com titânio, Esse machado foi abençoado por Marte para que desse seus filhos uma força quase tão grande como a de Héracles, podendo facilmente ser usado para cortar grandes rochas ao meio, além disso esse machado também possui a habilidade de sempre que o filho de Marte o lançar voltar para ele como um bumerangue, ou caso a arma seja tirada da mão do semideus, ele retorna com um simples gesto.

Pecados negros – Um par de espadas gêmeas de aproximadamente sessenta centímetros feitas de uma mistura de ouro imperial com ferro estígio, as laminas dessas espadas foram banhadas no sangue de uma cobra rara e venenosa as tornando assim além de extremamente afiadas, muito venenosas, essa espada possui duas habilidades únicas, sendo que a primeira é ser guardada em uma dimensão paralela de onde pode ser tirada sempre que quiser e a segunda é a de conforme a vontade de seu dono ter sua lamina aumentada de tamanho até mais trinta centímetros ou diminuir até o tamanho de uma adaga. O veneno dessa lamina é único, que mesmo que o oponente sobreviva a luta contra o filho de Marte, sem o antidoto (Que se encontra escondido no cabo da espada) ele começara a perder a capacidade de mover seu corpo por dois dias, após quatro horas depois de infectado.
Faca de Bronze celestial.

♈ Panic [Couraça de armadura feita em ferro, de modo a proteger todo o peitoral, barriga, e costas do usuário(não acompanha outras peças de armadura). Possui espinhos longos nos ombros, e o desenho de um rosto em fúria no peitoral, além de um design bárbaro e acabamento bruto. Seu efeito é o de causar medo em qualquer semideus inimigo dentro de um raio de quinze metros, tornando-os hesitantes em combate. Dessa maneira, nenhum inimigo será capaz de atacar o usuário dessa armadura, a não ser que este seja atacado primeiro. Desse modo, a iniciativa do combate será sempre do portador do item.]
Poderes Passivos :
1 - Espirito Ancestral - A violência percorre o seio da humanidade desde o seu inicio, e antes disto em todos os seres vivos. Sendo essa a mais primitiva razão da realização de guerras, como filho de Ares você possui os instintos da própria violência em seu corpo, sendo que sempre luta com objetivo de ferir seu oponente. Essa agressividade natural acaba fazendo com que todos os golpes físicos da prole do deus da guerra, causem 50% a mais de dano do que golpes elaborados por outros semideuses.


2 - Velocidade atlética: Um bom combatente sempre está preparado físicamente para os futuros combates, sendo que as proles do deus da guerra evam a sério seus treinamentos rígidos, buscando sempre serem melhores. Devido a condição física e biológica natural do semideus, e de seu empenho nos treinamentos, são quase tão rápidos e ágeis quanto filhos de Hermes, conseguindo correr longas metragens sem se cansarem. Movimentos de finta, esquiva e outros que requeiram velocidade/agilidade, sempre possuem 50% mais chances de funcionar contra inimigos mais lentos, além de perderem em uma corrida apenas para seres tão velozes quanto filhos do deus mensageiro.

2 - Mãos trocadas: Graças a natural facilidade no manuseio de armas, as proles do deus da guerra conseguem manusear com extrema perícia duas armas ao mesmo tempo, sendo ambidestros por natureza. Seus golpes são potentes independente de com qual mão esteja segurando a arma, além de conseguir utilizar armamentos pesados de duas mãos utilizando apenas uma, como espadas montantes, machados de guerra, lanças e etc.

3 - Força I: A força é sem dúvida alguma a principal arma de um guerreiro,que o faz vencer seus inimigos mesmo que precise utilizar apenas seus punhos. Independente do porte físico do filho de Ares e da sua idade, o semideus terá a força de um atleta de MMA profissional, sendo capaz de carregar até cinquenta quilos e desferir poderosos golpes desarmados capazes de causar danos internos sobre o corpo de monstros e humanos.

3 – Deboche: Guerras não são travas apenas pelo uso de força bruta, mas também utilizando estratégias para enfraquecer o psicológico dos inimigos, como aconteceu a Napoleão Bonaparte e o exército Nazista ao tentarem invadir a Rússia. Assim como o deus da guerra, os filhos do deus sabem utilizar bem de palavras sarcásticas para debochar de seus adversários, fazendo com que eles fiquem fúriosos. Oponentes vítimas de deboche, passam a lutar "ás cegas", golpeando o filho de Ares sem utilizar estratégias ou pensar, ficando mais vulneráveis e deixando seus pontos fracos desprotegidos.

4 - Arma em Punhos - As proles de Ares aprendem desde cedo a importância de suas armas, não as deixando ou arriscando perde-las, não importa o que aconteça. Nenhum golpe pode tirar uma arma das mãos de um filho de Ares durante o combate, estes vão segurar suas armas com força e elas apenas irão poder serem removidas caso o semideus não esteja as segurando, ou caso morra.



5 - Regeneração Gradual I: Ferimentos não são algo que pode incomodar um verdadeiro guerreiro. Os filhos de Ares ao estarem em combate, sentem uma benção natural em torno de seu corpo, de modo que seus ferimentos aos poucos são regenerados e sua vida recuperada. Nesse nível é recuperado apenas 2 HP por turno que o semideus estiver em combate.



6 – Grito de Guerra- Um bom guerreiro sempre é respeitado pelos demais, sendo muitas vezes escolhido como líder ou ao menos serve como inspiração aos demais. Ao esbravejar um grito de incentivo em meio ao campo de batalha, o filho de Ares é capaz de fazer com que todos os inimigos percam sua coragem por algum momento, exitando em atacar. O grito ainda faz com que seus aliados fiquem mais motivados e encorajados, de modo que poderes referentes ao medo são anulados durante a rodada posterior.

poderes Ativos:


4 – Esquiva perfeita: Graças ao grande treinamento óbtido através de seu esforço, o filho de Ares consegue evitar um ataque o qual tenha percebido. Esquivando utilizando sua agilidade, pode evitar ser acertado por dois golpes simultâneos, sejam eles socos e chutes, um ataque mágico/elemental, ou de algum projétil lançado contra si. Pode ser utilizado uma vez a cada cinco turnos.

5 – Voz do Pânico: Os filhos de Ares possuem nesse nível a capacidade de tornarem sua voz rouca e densa, mesmo que seja do sexo feminino. O timbre vocal amedronta todos os inimigos que estiverem em um raio de 50 metros, os fazendo recuar. Caso os oponentes sejam de mesmo nível ou mais poderosos que o semideus, apenas irão ficar uma rodada sem conseguirem se mover, e caso sejam de nível inferior, não irão atacar ou se aproximar até que vejam o filho de Ares ou algum aliado do semideus, de modo que pode ser utilizado também como distração.
6 - Nuvem de abutres: O abutre é um dos simbolos de Ares, o pássaro carniceiro que degusta os restos mortais de animais e humanos falecidos. Os filhos do deus da guerra podem erguer uma de suas armas em direção aos céus, e cinco abutres completamente negros irão aparecer, sobrevoando em círculos a prole de Ares. Cada um desses animais possui 25 HP, podem atacar os oponentes com bicadas e arranhões e principalmente agirem como distração. Pode ser usado duas vezes por missão.



Guilherme Rietmann
 
Os legionários não morrem, eles se reagrupam no além para atormentar o inimigo 
avatar
Guilherme R. Mckinnon
I Coorte
I Coorte

Mensagens : 35
Data de inscrição : 27/08/2016
Idade : 17
Localização : BAY Area

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Evento Relâmpago - Time vermelho

Mensagem por Ares em Qua Dez 14, 2016 11:49 am

O garoto filho de Perséfone movera as tachinhas¹ de lugar para proteger seu amigo, e gastou mais de sua energia para tentar prender o monstro em seus tentáculos². As mãos da criatura agarraram as sombras e seus músculos retesaram, exibindo grossas veias dilatando, e romperam os tentáculos sombrios de Adam, o livrando do que o prendia.

O filho de Perséfone criou outros cinco dele mesmo³ e ativou suas capacidades de dilatação temporal, o permitindo perceber as ações do monstro mais rápido. Seus clones avançavam em direção à criatura que marchava diante das tachinhas sem qualquer dificuldade, e quando dois dos Adams vieram perturbar o minotauro, ambos tiveram suas cabeças esmagadas juntas pelos punhos do monstro.

Entretanto, o rapaz fora sagaz e evocara uma montante tão grande quanto a que destruíra o braço de seu companheiro e jogara contra o animal (Ação apenas aceita pelo fato de usar a bênção da sorte).  Mais uma vez ambos puderam ver o brilho escarlate nos olhos dele, queimando como fogo e antes que a lâmina penetrasse o peito da criatura, a mesma lançou o corpo para o lado. Entretanto, não fora rápido o suficiente para se livrar de todo o dano, um corte profundo fora feito em seu peitoral e como se não fosse suficiente, cinco pássaros desceram furiosos e bicaram o corpo musculoso e rubro.

Os sorrisos vitoriosos apareciam nos rostos dos jovens, na verdade só de Adam que podia enxergar no escuro e ver a cena. Entretanto, o mesmo desapareceu quando sua espada de sombras fora agarrada no fim de seu percurso pelo touro-humano, um feito inumano, considerado impossível por mortais comuns e até mesmo para os semideuses mais poderosos. O terceiro clone fora cortado ao meio sem dificuldade, deixando sobrar apenas outros dois que protegiam Guilherme.

Porém, Adam percebeu algo diferente nos passos do monstro. Ele marchava mais devagar, bem mais devagar.



Adam Köhler Bradshaw
HP - 290/290
MP - 120/290


Guilherme R. Mckinnon
HP - 60/160
MP - 80/160



Minotauro
HP - 340/800 - 160 de HP da habilidade Juntos são mais.
- 80 do corte no peito.
- 25 pelas bicadas.

MP - ???/???

Obs.:
Adam cuidado com o número de ações.

Informações e regras:

• É obrigatório a identificação dos poderes utilizados, assim como as armas, através do spoiler. Caso algo não seja constado a arma/poder não terá sido utilizado.
• A MP e HP de cada um será contado de acordo com o nível de cada um, por exemplo, a HP de alguém pertencente ao nível dois (2) será igual a 110.
• Mascotes são PROIBIDOS.
• Proibido o uso de qualquer item que seja igual ou superior a velocidade do som.
• Tenham plena ciência de que mortes poderão ocorrer, de forma que, caso você poste algum turno e não poste os demais sem alguma justificativa plausível poderá ser considerado morto.
• O narrador sou eu (Ares), portanto tenho plenos direitos de decidir qual é a melhor interpretação. Alguns dos poderes tem ampla interpretação e não informam gasto de MP, por exemplo, reclamar informando que sua interpretação é a correta não irá leva-lo a lugar algum.
• Qualquer reclamação e afins a minha caixa de MP está aberta, assim como a do Athena.
• Edições nos posts só serão toleradas até as onze (23 horas) da noite do dia 14/12/2016 no horário de Brasília.
• Em tal turno, ao iniciar o ataque, vocês deverão fazer APENAS três ações. Por exemplo, corri até ciclano, dei uma rasteira e pulei para trás. Mais do que isso as ações serão desconsideradas. O USO DE PODER ATIVO CONTA COMO AÇÃO.
• O mínimo de linhas é igual a cinco (5).
• Vocês terão até as onze (11) horas do dia 15/12/2016 para postar, lembrando que estamos no horário de Brasília. Não se atrasem.
avatar
Ares
Deuses Estagiários
Deuses Estagiários

Mensagens : 484
Data de inscrição : 30/05/2013
Localização : Olimpo

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Evento Relâmpago - Time vermelho

Mensagem por Adam Köhler Bradshaw em Qua Dez 14, 2016 8:23 pm


 
— Prepare-se! Irei necessitar de você agora, meu caro amiguinho. Fique atento que irei abrir uma brecha para que você ataque-o, prole de Marte. — alertou o necromante ciente do quanto estava a exigir do próprio corpo além de ajudar na proteção do garoto buscar meios de derrotar a criatura que já havia sido vista algumas vezes pelo moreno, mas nunca se deparado frente a frente com uma em um combate ao qual a vida estava em jogo. Em meio a escuridão tanto da noite quanto a que ele próprio produzia sentia-se em casa conseguindo ver cada movimento da criatura que mesmo após aqueles ataques ainda sim se mantinha firme, apenas com um dano mais profundo e com a arma que o próprio necromante havia moldado para seu ataque anterior. A criatura demonstrava-se disposta a matar ambos, e um pequeno fato chamou a atenção por parte do semideus ao notar a marcha dele diminuir a velocidade lhe retirando um pequeno sorriso dos lábios ousados da jovem prole de Persefone.

Sem demora, o jovem fez com que quatro estacas surgissem da escuridão sendo que: uma buscaria acertar o exato lugar ao qual o monstro já havia sido acertado, visando causar ainda mais dor ao monstro, uma surgiria buscando o abdômen da criatura enquanto as duas últimas surgiriam nas costas do oponente, assim criando além de um ataque direto a distração ao qual o jovem necessitário para finalmente criar uma brecha em meio aquela densa escuridão que fazia, permitindo que o aliado descobrisse a localização de seu oponente e no momento a voz do necromante se fez presente. — É a sua hora para ataca-lo! — Indagou o mesmo apenas dando uma pequena dica ao campista novato. — Seu machado, utilize! O jogue com a força que ainda lhe resta, eu farei o resto. — esperou que a prole de Marte fizesse o que lhe fora ordenado naquele momento em que aos poucos a escuridão voltava a tomar conta do lugar, dando inicio a ultima parte do plano do garoto que teria como intenção esconder a arma do aliado em meio a escuridão com o seu poder Trajetória Sombria, mantendo-se camuflado no local um tanto que distante da criatura, voltando a utilizar-se da sua capacidade de manipular a arma criada para tentar criar uma corrente de escuridão que prende-se as mãos do monstro. Logo deixando que o outro aliado - espírito - o mantivesse por dentro da situação sobre o campista, buscaria alerta-lo caso o monstro viesse a sobreviver do ataque e se aproximar muito do campista ferido, para que assim, o necromante viesse a se colocar na trajetória da criatura antes mesmo que o minotauro se aproximasse o suficiente para o golpear, assim intervindo e utilizando de seu reflexo para que esquivasse além de utilizar da sua boa pericia espadas para repetir o movimento do minotauro e tentar golpear a criatura de forma a feri-lá em algum ponto vital.


Observações Importantes:

1. Gostaria de deixar claro que as ações foram com base na TENTATIVA, ou seja, não quero afirmar que consegui fazer tal coisa.
2. Vale lembrar que ativei a minha habilidade Perícia Ajustável está a se manter.
3. O único ataque que realmente fiz em meu post por minha parte, foi a criação de estacas que tentariam perfurar o monstro, além de roubar-lhe a atenção para que eu pudesse abrir para o Guilherme uma brecha em meio a escuridão, assim permitindo ele que visse a localização da criatura.
4. O meu poder passivo apenas será utilizado se realmente o Guilherme arremessar a arma dele em direção a criatura visando acerta-lá, caso do contrário não irá entrar em ação.
5. Por se tratar de um molde feito de escuridão, presumo, ao menos eu; talvez seja capaz eu molda-lá para a forma de uma corrente a espada ao qual a criatura portava, assim, vindo a tentar prender as mãos e caso está viesse a se mover, expandindo-a para os pés e impossibilitando que ela sai-se da direção do ataque.
6. Caso a criatura voltasse a marchar em direção ao campista ferido - Guilherme -, eu viria a ser avisado pelo espírito, assim me colocando na trajetória e ativando a habilidade passiva: Reflexo Divino e em seguida Perícia com Espadas, para que pudesse defender-se do ataque da criatura e ao mesmo tempo, repetir o movimento de volta contra ele. 
Poderes Utilizados:
PASSIVOS;

> Nível 9, Perícia ajustável. Nesse nível, os filhos de Perséfone, conseguem se camuflar em regiões de extrema escuridão, ou até mesmo em campos ou locais em que reine a natureza e a primavera. Ao fazerem isso, não podem ser encontrados por nenhum monstro ou semideus, sendo visíveis apenas aos Deuses.

> Nível 7, Estratégia – Sempre tem uma boa estratégia em mente, e estas dificilmente falham. São estratégias dignas de Athena, mas não se comparam a um filho de Athena, do mesmo nível.

> Nível 3, Escuridão – Meus necros são capazes de criar escuridão, a sua vontade.

>Nível 4,Reflexo Divino: Eles possuem um reflexo sem comparações. Todos os movimentos que alguém faz pode ser voltado contra ele [dependendo se o prole quer repetir ou não] e volta com o dobro de força.

> Nível 2, Trajetória sombria - O necromante de Érebus é capaz de lançar qualquer coisa, como flechas e objetos, fazendo com que o mesmo percorra o caminho das sombras. ( Somente onde há. Deverá ser decidido pelo narrador. )

> Nível 3, Mediunidade – Você tem a capacidade de se comunicar com qualquer espírito, e enxergá-los.

> Nível 4, Emoções – Os Necromantes de Érebus não podem ser controlados por habilidades que mexam com
emoções, pois eles possuem um excelente controle sobre suas emoções, só podem ser tirados do sério se quiserem, são duros e calmos, devido a sua personalidade natural.

> Nível 1, Visão – Você é capaz de enxergar tão bem no escuro, quanto enxerga no claro.

> Nível 2, Perícias com Espadas [Iniciante]: Já sabe manusear bem o cajado, e agora sabe fazer um bom uso da espada também, aumentando a força e o estilo de luta, tirando 15% de Hp do oponente com o ataque perfeito.



ATIVOS;

> Nível 10, Umbracinese (Intermediário) – Agora você já tem a capacidade intensificar a escuridão, podendo realizar golpes mais experientes, com a escuridão.

> Nível 13, Duplicação (Intermediário) – Neste nível, você já pode criar no máximo 5 clones. Os clones tem mais resistência, neste nível, do que antes. Eles usam uma catana ( facão ) de escuridão.
Armas:
§ - Sword of the VACUUM - Uma espada com a lamina negra, que quando o jovem a utiliza, ela pode lançar uma rajada de vácuo, que ai invés de jogar o alvo para longe, faz com que o local acertado seja contraído/esmagado de certa forma (não esmaga completo, apenas causa grande dor).

§ - Glove of Darkness - Uma luva feita da escuridão, pelo próprio Érebus, a mesma contem \\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\"escuridão\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\" assim, sempre que o necromante do mesmo desejar escuridão sairá da mesma, para que ele controle tal coisa, podendo materializar e moldar como quiser. (Sempre que utilizar sente fortes dores de cabeça)

✖ Lança Negra - Lamina curta e negra que pode ser utilizada para  atacar, defender, prender,  essa lança serve como receptor de energia escura, ou seja qualquer dom do mundo inferior, ou que não pertença ao mundo dos vivos pode ser absorvido deixando o oponente mais fraco pois possui dentro de si uma aura sugadora.  Transforma-se em um anel de poder dourado que também conduz seu dom, não pode ser retirado do dedo ou roubado por um individuo qualquer, a não ser que seja dado por boa vontade o anel gruda em seu dedo de forma que nem mesmo o mais forte dos deuses é capaz de arranca-lo de si.

✖ Relógio Tic Tac: Feito de bronze e aparentemente banhado por ouro celestial o relógio funciona conforme qualquer um dos mortais marcando horas, minutos e até mesmo segundos. Porém ao se apertar o botão ao canto direito ao do meio torna-se mais rápido em sua percepção.
 


acquainted
baby you're no good cause they warned me bout your type girl, i've been ducking left and right. baby you're no good, think i fell for you. you got me puttin' time in, time in, nobody got me feeling this way. you probably think i'm lying, lying, i'm used to bitches comin' right 'way. you got me touchin' on your body, to say that we're in love is dangerous, but girl i'm so glad we're acquainted
avatar
Adam Köhler Bradshaw
V Coorte
V Coorte

Mensagens : 385
Data de inscrição : 02/05/2014
Idade : 20
Localização : P.P

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Evento Relâmpago - Time vermelho

Mensagem por Guilherme R. Mckinnon em Qui Dez 15, 2016 10:11 am



Pela Legião

Escutei as palavras de Adam e me preparei, retirei meu machado das costas e cravei minha espada contra a terra ao meu lado, senti a magia de minha arma fazer efeito amplificando minha força e então a brandi levando a para trás em um movimento de meia lua pus toda minha força no punho a qual o segurava.
Meu sorriso fino e escarnio mostrava-se presente no momento em que eu percebi que as trevas se abriram a minha frente e momentaneamente escutei o comando de lançar minha arma.

A lancei, o machado percorreu a volta de meu braço junto com meu punho então voando em direção a besta, ele girava no ar em alta velocidade eu usara toda minha força física naquele ataque e momentaneamente rezei para que minha mira fosse certeira.

— Pela legião

Fraquejei ao terminar minha frase e ao observar as trevas voltarem a se fechar, logo ordenei em voz alta para que meus abutres se mantivessem no ataque, meu braço ferido já estava em brasa, queimava, minha força estava reduzindo pouco a pouco, eu sentia no fundo de minha animus que morreria, eu pedia para venus mentalmente para que eu tivesse tempo de dizer eu te amo para minha amada, para que eu sobrevivesse, e se isso acontecesse eu me declararia no dia seguinte, pus minha mão no punho de minha espada novamente e tentei evocar mais abutres mas não tinha certeza que iria surtir efeito pois eu já me encontrava debilitado




Armas:
Double Breaking– Um grande machado duplo com o cabo feito de uma mistura de ouro imperial com prata e a lamina feita de uma mistura de ferro estígio com titânio, Esse machado foi abençoado por Marte para que desse seus filhos uma força quase tão grande como a de Héracles, podendo facilmente ser usado para cortar grandes rochas ao meio, além disso esse machado também possui a habilidade de sempre que o filho de Marte o lançar voltar para ele como um bumerangue, ou caso a arma seja tirada da mão do semideus, ele retorna com um simples gesto.

Pecados negros – Um par de espadas gêmeas de aproximadamente sessenta centímetros feitas de uma mistura de ouro imperial com ferro estígio, as laminas dessas espadas foram banhadas no sangue de uma cobra rara e venenosa as tornando assim além de extremamente afiadas, muito venenosas, essa espada possui duas habilidades únicas, sendo que a primeira é ser guardada em uma dimensão paralela de onde pode ser tirada sempre que quiser e a segunda é a de conforme a vontade de seu dono ter sua lamina aumentada de tamanho até mais trinta centímetros ou diminuir até o tamanho de uma adaga. O veneno dessa lamina é único, que mesmo que o oponente sobreviva a luta contra o filho de Marte, sem o antidoto (Que se encontra escondido no cabo da espada) ele começara a perder a capacidade de mover seu corpo por dois dias, após quatro horas depois de infectado.
Faca de Bronze celestial.

♈ Panic [Couraça de armadura feita em ferro, de modo a proteger todo o peitoral, barriga, e costas do usuário(não acompanha outras peças de armadura). Possui espinhos longos nos ombros, e o desenho de um rosto em fúria no peitoral, além de um design bárbaro e acabamento bruto. Seu efeito é o de causar medo em qualquer semideus inimigo dentro de um raio de quinze metros, tornando-os hesitantes em combate. Dessa maneira, nenhum inimigo será capaz de atacar o usuário dessa armadura, a não ser que este seja atacado primeiro. Desse modo, a iniciativa do combate será sempre do portador do item.]
Poderes Passivos :
1 - Espirito Ancestral - A violência percorre o seio da humanidade desde o seu inicio, e antes disto em todos os seres vivos. Sendo essa a mais primitiva razão da realização de guerras, como filho de Ares você possui os instintos da própria violência em seu corpo, sendo que sempre luta com objetivo de ferir seu oponente. Essa agressividade natural acaba fazendo com que todos os golpes físicos da prole do deus da guerra, causem 50% a mais de dano do que golpes elaborados por outros semideuses.


2 - Velocidade atlética: Um bom combatente sempre está preparado físicamente para os futuros combates, sendo que as proles do deus da guerra evam a sério seus treinamentos rígidos, buscando sempre serem melhores. Devido a condição física e biológica natural do semideus, e de seu empenho nos treinamentos, são quase tão rápidos e ágeis quanto filhos de Hermes, conseguindo correr longas metragens sem se cansarem. Movimentos de finta, esquiva e outros que requeiram velocidade/agilidade, sempre possuem 50% mais chances de funcionar contra inimigos mais lentos, além de perderem em uma corrida apenas para seres tão velozes quanto filhos do deus mensageiro.

2 - Mãos trocadas: Graças a natural facilidade no manuseio de armas, as proles do deus da guerra conseguem manusear com extrema perícia duas armas ao mesmo tempo, sendo ambidestros por natureza. Seus golpes são potentes independente de com qual mão esteja segurando a arma, além de conseguir utilizar armamentos pesados de duas mãos utilizando apenas uma, como espadas montantes, machados de guerra, lanças e etc.

3 - Força I: A força é sem dúvida alguma a principal arma de um guerreiro,que o faz vencer seus inimigos mesmo que precise utilizar apenas seus punhos. Independente do porte físico do filho de Ares e da sua idade, o semideus terá a força de um atleta de MMA profissional, sendo capaz de carregar até cinquenta quilos e desferir poderosos golpes desarmados capazes de causar danos internos sobre o corpo de monstros e humanos.

3 – Deboche: Guerras não são travas apenas pelo uso de força bruta, mas também utilizando estratégias para enfraquecer o psicológico dos inimigos, como aconteceu a Napoleão Bonaparte e o exército Nazista ao tentarem invadir a Rússia. Assim como o deus da guerra, os filhos do deus sabem utilizar bem de palavras sarcásticas para debochar de seus adversários, fazendo com que eles fiquem fúriosos. Oponentes vítimas de deboche, passam a lutar "ás cegas", golpeando o filho de Ares sem utilizar estratégias ou pensar, ficando mais vulneráveis e deixando seus pontos fracos desprotegidos.

4 - Arma em Punhos - As proles de Ares aprendem desde cedo a importância de suas armas, não as deixando ou arriscando perde-las, não importa o que aconteça. Nenhum golpe pode tirar uma arma das mãos de um filho de Ares durante o combate, estes vão segurar suas armas com força e elas apenas irão poder serem removidas caso o semideus não esteja as segurando, ou caso morra.



5 - Regeneração Gradual I: Ferimentos não são algo que pode incomodar um verdadeiro guerreiro. Os filhos de Ares ao estarem em combate, sentem uma benção natural em torno de seu corpo, de modo que seus ferimentos aos poucos são regenerados e sua vida recuperada. Nesse nível é recuperado apenas 2 HP por turno que o semideus estiver em combate.



6 – Grito de Guerra- Um bom guerreiro sempre é respeitado pelos demais, sendo muitas vezes escolhido como líder ou ao menos serve como inspiração aos demais. Ao esbravejar um grito de incentivo em meio ao campo de batalha, o filho de Ares é capaz de fazer com que todos os inimigos percam sua coragem por algum momento, exitando em atacar. O grito ainda faz com que seus aliados fiquem mais motivados e encorajados, de modo que poderes referentes ao medo são anulados durante a rodada posterior.

poderes Ativos:


1 –Carga de Poder - O filho de Ares poderá dar um poderoso golpe, armado ou desarmado, cuja intensidade será 10 vezes maior que um golpe normal. Este golpe parecerá uma simples mancha no ar para todos que o verem, sendo um tanto quanto dificil se defender.

4 – Esquiva perfeita: Graças ao grande treinamento óbtido através de seu esforço, o filho de Ares consegue evitar um ataque o qual tenha percebido. Esquivando utilizando sua agilidade, pode evitar ser acertado por dois golpes simultâneos, sejam eles socos e chutes, um ataque mágico/elemental, ou de algum projétil lançado contra si. Pode ser utilizado uma vez a cada cinco turnos.


6 - Nuvem de abutres: O abutre é um dos simbolos de Ares, o pássaro carniceiro que degusta os restos mortais de animais e humanos falecidos. Os filhos do deus da guerra podem erguer uma de suas armas em direção aos céus, e cinco abutres completamente negros irão aparecer, sobrevoando em círculos a prole de Ares. Cada um desses animais possui 25 HP, podem atacar os oponentes com bicadas e arranhões e principalmente agirem como distração. Pode ser usado duas vezes por missão.




Guilherme Rietmann
 
Os legionários não morrem, eles se reagrupam no além para atormentar o inimigo 
avatar
Guilherme R. Mckinnon
I Coorte
I Coorte

Mensagens : 35
Data de inscrição : 27/08/2016
Idade : 17
Localização : BAY Area

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Evento Relâmpago - Time vermelho

Mensagem por Ares em Qui Dez 15, 2016 1:23 pm

Adam arquitetara todo o plano para finalizar o monstro, usava sua cabeça como um filho de Atena, quase. Comunicara Guilherme que abriria uma brecha na escuridão para que esse pudesse lançar sua arma contra o corpo musculoso do monstro. Não só isso, como evocou diversas estacas, impedindo a movimentação da criatura que se continuasse avançando, iria matar os dois semideuses com as mãos vazias.

Num flash, a escuridão se abriu e o filho de Marte fora cegado pela luz repentina que surgiu do meio da escuridão. Entretanto, o menino não precisou enxergar o minotauro para lançar sua arma, a jogou num golpe de sorte, muita sorte, porém houvera um custo. Seu braço direito descolou de seu corpo com o esforço exercido, o rapaz não aguentou a dor e acabou cedendo à inconsciência.

Seu pai provavelmente o abençoara naquele instante, pois continuou vivo e finalizou o monstro, encerrando aquela batalha sangrenta. E novamente, os dois semideuses haviam saído vitoriosos.

Obs.:
Guilherme, você perdeu o braço direito, não poderá mais usá-lo nas narrações.

Avaliação será postada em breve.

avatar
Ares
Deuses Estagiários
Deuses Estagiários

Mensagens : 484
Data de inscrição : 30/05/2013
Localização : Olimpo

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Evento Relâmpago - Time vermelho

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 1 de 2 1, 2  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum