The Blood of Olympus
Para visualizar o forum é necessário estar cadastrado, por favor registre-se no rpg ou entre em sua conta. É necessário estar cadastrado para ver as informações contidas no forum. Lembre-se de usar nome e sobrenome, não se cadastrar usando nomes geralmente utilizados por Hacker. Exemplo: "Barum" "Hakye" e por ai vai. Bem vindos.

Evento Relâmpago - Batalha de Summer, Hell, James e Emmanuelle.

Página 1 de 2 1, 2  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Evento Relâmpago - Batalha de Summer, Hell, James e Emmanuelle.

Mensagem por Hades em Seg Dez 12, 2016 3:27 am


A defesa se rompeu...
A noite havia caído, no entanto algo estranho estava a acontecer à medida que o tempo avançava: parecia que a noite estava drenando as energias dos semideuses, deixando-os mais lentos e, infelizmente, àquela hora do dia parecia a mais propicia para ocorrer um ataque. Já que durante o dia as fronteiras da praia haviam se mantido estáveis. Com a ocorrência de poucos monstros. O grupo que cuidava das fronteiras do acampamento estava espalhado ao longo da praia, possivelmente para que pudessem observar todo o perímetro com precisão, ainda que provavelmente a prole de Poseidon pudesse sentir caso algo se aproximasse pelo mar – como havia ocorrido nas outras vezes.

E, daquela não fora diferente, assim que a noite atingiu seu auge uma cobra gigantesca, denominada de Jormungand pelos antigos. Sua pele era composta por uma espécie rara de metal, que impediam qualquer tipo de corte, junto a um veneno potente que seria capaz de deixar uma divindade doente. Era uma criatura puramente maligna e de poderes desconhecidos ao que tudo indicava. Sendo que seu corpo permitia mobilidade tanto em água quanto em solo. Sem esperar que os semideuses o notassem, Jormungand investiu contra a prole de Hades que encontrava-se próxima, pretendendo engolir a ruiva por inteiro.

OBS::
Movimentação de cada um de vocês está -15%. Por conta da noite.

STATUS escreveu:

Summer Stemførd-Grähl
HP - 320/320
MP - 320/320


Hell Dähl Scrimgeour
HP - 180/180
MP - 180/180


James Graig Ostegärd
HP - 310/310
MP - 310/310

Emmanuelle S. Henz
HP - 610/610
MP - 610/610

Jormungand
HP - ????/????
MP - ????/????

Informações e regras:

• É obrigatório a identificação dos poderes utilizados, assim como as armas, através do spoiler. Caso algo não seja constado a arma/poder não terá sido utilizado.
• A MP e HP de cada um será contado de acordo com o nível de cada um, por exemplo, a HP de alguém pertencente ao nível dois (2) será igual a 110.
• Mascotes são PROIBIDOS.
• Proibido o uso de qualquer item que seja igual ou superior a velocidade do som.
• Tenham plena ciência de que mortes poderão ocorrer, de forma que, caso você poste algum turno e não poste os demais sem alguma justificativa plausível poderá ser considerado morto.
• O narrador sou eu (Hades), portanto tenho plenos direitos de decidir qual é a melhor interpretação. Alguns dos poderes tem ampla interpretação e não informam gasto de MP, por exemplo, reclamar informando que sua interpretação é a correta não irá leva-lo a lugar algum.
• Qualquer reclamação e afins a minha caixa de MP está aberta, assim como a do Athena.
• Edições nos posts só serão toleradas até as quatro (16 horas) da tarde do dia 12/12/2016 no horário de Brasília.
• Em tal turno, ao iniciar o ataque, vocês deverão fazer APENAS três ações. Por exemplo, corri até ciclano, dei uma rasteira e pulei para trás. Mais do que isso as ações serão desconsideradas. O USO DE PODER ATIVO CONTA COMO AÇÃO.
• O mínimo de linhas é igual a cinco (5).
• Vocês terão até as doze (12) horas do dia 13/12/2016 para postar, lembrando que estamos no horário de Brasília. Não se atrasem.

• AS POSTAGENS SÓ ESTARÃO LIBERADAS PARA VOCÊS PUBLICAREM AS 12:00 (MEIO DIA) DESSE MESMO DIA, ESTOU POSTANDO ANTES POR QUESTÕES PESSOAIS.


Ἅιδης
avatar
Hades
Deuses Olimpianos
Deuses Olimpianos

Mensagens : 480
Data de inscrição : 25/06/2013
Localização : Importa? A morte ainda será capaz de te achar.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Evento Relâmpago - Batalha de Summer, Hell, James e Emmanuelle.

Mensagem por Summer Ehlert Nordberg em Seg Dez 12, 2016 12:01 pm



O acampamento estava em perigo, e aquela situação parecia longe de terminar.

Após enfrentar a criatura autônoma que ameaçara a entrada do acampamento, Summer passou um longo tempo na enfermaria. Não sabia o atual estado de seu corpo, mas se sentia bem o suficiente para mais uma rodada. O acampamento precisava dela, precisava de cada semideus que ali residia. Ela não se daria ao luxo de perder tempo com repouso, as crias de Apolo que a desculpassem.

O dia tinha sido passado fúnebre. Alguns campistas haviam perecido com o ataque em massa, o que desestabilizou um pouco a todos. Não havia ânimo entre ninguém e, naquele pequeno grupo que patrulhava a praia do acampamento não era diferente, ao menos para a ruiva, que evitava qualquer comentário com os colegas, analisando a área em silêncio. Não tinha tirado algum momento para parabenizar Hell pelos golpes desferidos no oponente de mais cedo, ou agradecer James pela ajuda ao proteger o lugar que sequer era sua casa. Até mesmo quando Emmanuelle, alguém que respeitava parte pela guerreira que era, parte por ser namorada de sua irmã, chegou, se limitou a um simples aceno de cabeça.

Já se passava um bom tempo que estavam na praia. Cansada de forçar sua visão noturna, a jovem parou em um ponto próximo das águas, escuras pela noite, no intuito de um rápido descanso. Nesse meio tempo, aproveitou para se concentrar em uma prece. Orou para seu pai, deus do Submundo, que ele a abençoasse e fizesse com que a escuridão daquele momento lhe ajudasse como uma velha amiga. Orou para Ares, deus da guerra, para que qualquer batalha que acontecesse fosse a favor daqueles semideuses. E, por último, e talvez mais importante, orou para sua patrona, Lady Héstia, que protegesse novamente ela e seus amigos, e que fortalecesse os laços de todos os campistas, para que cooperassem diante dos amigos e, assim, triunfassem.

Distraída com suas orações, não imaginou que, ao aproximar-se da água, poderia ser alvo de algum ataque. Seus olhos estavam abertos, mas não atentos, o que facilitou para que a grande cobra se aproximasse, cautelosa e silenciosamente. — Estranho. — Sussurrou ao sentir os pelos de seu corpo se eriçando, como se tentassem repelir alguma coisa, ou, talvez, avisar a jovem que algo estava prestes a acontecer. Desconfiada com tal sentimento, a ruiva olhou ao seu redor, procurando por alguma coisa que explicasse a sensação ruim.

O que encontrou, para seu desagrado, foram duas presas que brilhavam em abundancia, ainda que não houvesse luz no céu para criar o efeito.

O grito de pavor ficou sufocado em sua garganta, e seus reflexos divinos trataram de agir mais rápido. No mesmo instante que a cobra esgueirou-se para lhe atacar, a cria de Hades convocou ao seu favor a escuridão da noite, manipulando-a para se tornar uma barreira que a protegesse contra a investida, uma grossa barreira, no qual grandes espinhos saiam de sua superfície no intuito de reiterar ainda mais a ideia de manter a criatura longe.

Summer buscou esquivar-se para trás o mais rápido que pode, segurando sua espada de ferro estígio com força, exasperada com a situação. Sabendo que algo parecia drenar sua energia desde mais cedo, tratou de tentar proteger-se caso não conseguisse se afastar o suficiente; era possível enxergar seu corpo sendo circulado por energia negra, que se tornava cada vez mais densa, até que, por fim, tomasse a forma de uma armadura, moldando seu corpo por inteiro.

ESTAMOS SENDO ATACADOS! — Gritou, caso as circunstancias não fossem tão óbvias para todos. — POR ZEUS, É UMA COBRA GIGANTE!

Habilidades:

HADES. [ATIVAS]

Level 11: Umbracinese III: Você dominou completamente sua técnica com sombras, e agora pode manipula-las e usa-las da forma como bem entender, incluindo criar uma prisão sombria, da qual seu oponente dificilmente escapara. Consegue mantê-la por até três rodadas: Consome 15 MP por turno usado.

Level 6: Armadura Sombria: O semideus é capaz de circular o corpo com energia escura, permitindo que crie uma armadura ao redor, nesse nível a armadura só aguenta dois turnos, não pode ser penetrada ou quebrada, poderes mentais não o protegem, apenas físicos. Gasta 15 MP por turno usado.

Equipamento:
Espada de Ferro Estígio: Nas mãos de um filho de Hades é perfeita em precisão e dano. A cada golpe feito em monstros a espada converte o dano do monstro em energia e vida para quem a usa.

Manto: Uma tatuagem em forma de labaredas de fogo, que protege de todas as investidas do inimigo, seja ela de magia ou de espada. Os ataques de magia são repelidos e transformados em energia para a vestal, podendo ser utilizada como ataque sem que se desconte MP, no momento em que o ataque esta sendo repelido um aura vermelha envolve o corpo do vestal.

Arsenal: Anel brilhante feito em aço polido, com uma pedra preciosa esbranquiçada minúscula em seu centro. Possui o efeito de alterar uma arma, mudando assim sua forma, detalhes, e qualquer outra coisa que o portador desejar, desde que as alterações sejam apenas físicas. Ou seja, utilizando o efeito do anel, é possível transformar uma lança em uma espada ou faca, ou qualquer outro item de ataque. Um escudo circular pode ser transformado em um broquel, ou um escudo de corpo. Os materiais dos itens podem ser alterados, mas seus efeitos sempre serão os mesmos (exemplo: uma espada elétrica ainda causaria dano por eletricidade se transformada em uma lança).
avatar
Summer Ehlert Nordberg
Sem grupo
Sem grupo

Mensagens : 121
Data de inscrição : 04/04/2015
Idade : 18
Localização : Camp half-blood

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Evento Relâmpago - Batalha de Summer, Hell, James e Emmanuelle.

Mensagem por Emmanuelle S. Henz em Seg Dez 12, 2016 9:45 pm



Se eu sou uma espada, eu sou uma espada feita de vidro, e eu sinto que estou começando a estilhaçar
Vamos fingir que sabemos amar e quem sabe um dia poderemos aprender

Existe certo deleite em observar a lua banhando o oceano. O reflexo ondulante sobre as ondas que quebram na praia, enquanto uma garota qualquer caminha pesarosamente sobre a areia. Mais cedo naquele dia, aquela mesma garota era apenas uma sombra oculta pelas arvores da floresta, caminhando ruidosamente sobre o solo para chegar a tempo no acampamento. Seu antigo lar tinha sido atacado, mas os semideuses que ali residiam tinham resistido bem, lutado e ganhado a primeira das brigas. Nem todos sobreviveram, mas para um semideus a morte é apenas consequência de uma guerra entre deuses e monstros, de inimigos conquistados ao longo dos anos, não pode ser evitada para sempre.

Manu sabia disso, assim como sabia se mover pela floresta, cortar galhos ou caçar coelhos, era algo que simplesmente fazia parte de sua vida pacata como filha de Poseidon, e seguidora de Lady Artémis. Quantas companheiras já não tinha perdido em batalha? Mais do que era capaz de se lembrar nos três anos que se seguiram a sua estadia como caçadora. Era apenas curioso observar o ciclo da vida, enquanto ela passava diante de seus olhos, e não envelhecer nem mesmo um segundo.

A garota cutucou a areia com a ponta dos tênis, e ergue o olhar uma segunda vez. Junto a ela outros três campistas faziam a ronda da noite, as barreiras tinham se rompido e Quiron convocara os campistas – e algumas poucas caçadoras, junto a ela – para fazer rondas no turno da noite, e impedir os possíveis ataques. Eles estavam um passo à frente naquele momento, e numa batalha isso é simplesmente crucial, pois pode significar a diferença entre a vida e a morte. Emmanuelle estava atenta, os ruídos da floresta, o piar das corujas na calada da noite, as ondas quebrando na praia, e os pequenos animais que saiam para caçar na calada da madrugada. Tudo isso lhe despertara a atenção, a fazendo ficar atenta mais do que o aconselhado.

Manu prendeu os dedos ao redor do pingente no pescoço, o ar tinha mudado, tornara-se pesado, e aquela peça esquentara a ponto de queimar sua pele, fazendo uma ardência desconfortável tingir o corpo da semideusa. Uma careta lhe cobriu a face, Manu sempre sentira a presença dos monstros, mesmo antes de vê-los, e não tinha sido diferente com aquela serpente, mas infelizmente para os presentes em campo a coisa não funcionava da mesma maneira. Aquele território dava vantagens aos filhos de Poseidon, a água sempre fora uma amiga perfeita, lhe curava as feridas e aumentava-lhe os poderes, porém em contrapartida, não tinha o mesmo efeito sobre os outros.

Seus olhos reluziram sobre o mar, verdes como esmeraldas banhadas pela lua brilhante, e foram em direção aquela criatura, mas seu corpo não se moveu. A filha de Poseidon observara a cobra ir em direção a Summer, e não teve escolha se não agir. Sabendo que não poderia prejudicar a garota, tentaria então afastar o monstro dela, usando o mar como um bom amigo, e aliado para puxar a cobra para longe da garota. Tentaria moldar a água, a fazendo tomar a forma de duas mãos gigantescas – esquerda e direita – e fechar ambas ao redor do corpo da cobra, solidificando como gelo. Usaria a força da maré, e da água, para puxar a cobra para dentro, e depois congelaria de vez as mãos gigantes ao redor do corpo do monstro, tornando assim aquele par de mãos uma prisão muito bem-feita. Ela torcia para que sua jogada desse certo, mas se não desse, era ter paciência.

Manu ainda cobriria o corpo com a cúpula de água, enquanto torcia para que os dois garotos na praia – os quais não gostava pelo simples fato de desprezar qualquer presença do sexo masculino – fizessem algo para ajudá-la. James era filho de Zeus, podia causar grande estrago, e Hell, bem ele devia saber pensar o suficiente para articular um plano e conseguir se livrar daquilo tudo. Não lhe parecia uma má ideia, e se funcionasse, teriam mais uma vez defendido aquele ambiente pitoresco.
Armas:
*Espada Marinha:Espada de dois gumes com o fio em perfeito estado (sempre se restaurando na água) , tem 1m cumprimento e 10cm de largura de lâmina. 15cm de cabo. Lâmina toda revestida com prata e bronze celestial, nunca enferruja e encrustada no meio dos metais há um pedaço de alga marinha na cor verde. Seu cabo é prata revestida com madeira, musgo e couro de cavalo, dando flexibilidade apenas para filhos de Poseidon/Netuno. Em descanso toma a forma de um cordão de couro com um pequeno pingente prata na forma de peixe. Sempre retorna ao pescoço do dono.

*-Faca de Caça Lunar - Uma faca, medindo 30cm, com punho de couro, serra e pontuda também. É feita de bronze sagrado banhada em prata, abençoada por Ártêmis. Tem várias utilidades e tem a pequena vantagem de que, quando atingir um monstro, o deixa 20% mais lento, já que a faca tem a benção da Deusa da Caça. Acompanha bainha de couro de veado.

♛Weapon Blood♛: Trata-se de um arco de material avermelhado, indestrutível. Este possui entalhes de flocos de neve por toda a sua extensão. A aljava da arma é de couro e suas flechas são realmente poderosas. Suas pontas possuem um veneno que faz com que o local afetado por esta perca mais sangue do que perderia em um ataque comum. No topo do arco encontra-se um pequeno topázio roxo, dentro dele esta escrito: Emmanuele.

Adaga de Ares - Uma adaga banhada nos mais nobres sangues de todas as guerras, que quando usada pelo semi-deus aumenta em 50% sua força

> Manto Protetor: Como o manto de Nyx, pode virar uma armadura completa quando precisares e lhe deixa invisível a noite podendo ser transformada em qualquer roupa como um disfarce.

Cinto Magico: Um cinto resistente de couro revestido em prata, com um fecho de ouro e um grande e desajeitado paralelepípedo de metal do lado oposto. Pouco maior que um palmo, com cinco gemas roxas em baixo relevo enfeitando. Ao ser examinada com cuidado, é possível destacar o objeto do cinto, e ele é praticamente indestrutível. Ao falar a palavra de comando Zimios, o usuário se teleporta para o lugar em que estiver seu foco, o cinto permite tele transporte apenas por duas rodadas em missão ou luta, caso tente usa-lo outra vez além dessas o semideus irá parar em um local aleatório podendo facilmente tornar-se a vitima em vez do agressor. Além disso tem um compartimento secreto que lhe permite retirar objetos pequenos de dentro, pode ser útil para guardar coisas que ache necessária, esse compartimento é embutido, não pode ser visto, ao ativar a fivela de paralelepípedo uma pequena caixa surge, e dentro desses ficam os objetos.

* Flechas Estrelares : Uma aljava contendo flechas infinitas, onde cada flecha que acerta o inimigo, retira MP do mesmo, transferindo para a portadora. Poderá sugar no máximo 50 de MP, dependendo do narrador.
Poderes Passivos de Artemis:
Nível 2: Como devotas da deusa da caça, assim como sua patrona, as caçadoras recebem a habilidade de rastrear monstros, seguir pegadas e também seguir o seu cheiro, com um pouco mais de experiência. Nesse nível, as caçadoras só conseguiriam rastrear e/ou sentir o cheiro de determinados monstros.

Nível 3-Audição aguçada: Por passarem muito tempo na floresta caçando, as caçadoras desenvolvem uma audição aguçada, podendo ouvir pequenos sons a metros de distancias.

Nível 5: Instinto Selvagem: As caçadoras possuem sentidos muito aguçados, podendo ouvir e sentir o perigo se aproximar muito antes do que qualquer um.

Nível 6: Agilidade: Depois de mais experiência, as caçadoras desenvolvem sua agilidade para combater seu inimigos com maior precisão. As Caçadoras conseguem ser tão ágeis quanto um filho de Hermes. Conseguem fazer movimentos incríveis sem quebrar um único osso. Tendo um reflexo muito forte, ela pode conseguir desviar-se de alguns ataques, mas nãos erão muitos, já que é apenas uma iniciante.

Nível 7: Resistência: As caçadoras, por terem que lutar por toda eternidade com Ártemis, não se cansam tão facilmente, e assim conseguem passar por mais desafios com facilidade.

Nível 10: Velocidade : Mais experientes, as caçadoras tem sua velocidade, mira e reflexos melhorados, tornando-as mais rápidas e evasivas. Dificilmente são atingidas quando estão atentas.

Nível 12: Sensibilidade lunar: Enquanto estiver sob o brilho da Lua, sua HP e sua Energia serão restaurados lentamente. 5 de HP e Energia são restaurados por rodada
Poderes Ativos de Artemis:

Nenhum
Poderes Passivos de Poseidon:

Nível 12
Cura II – O semideus passa a adquirir uma habilidade de cura um pouco maior em contato com a água. Agora além de recuperar 50 HP, em eventos, missões ou batalhas, ele ainda pode se curar de ferimentos de grande porte e expelir venenos de qualquer tipo de seus corpos.
Poderes Ativos de Poseidon:

Hydrokinesis- O semideus passa a poder controlar a água em estado liquido. Podendo levita-la, ou apenas movê-la. Quanto maior for o nível do semideus maior a quantidade de água que ele poderá controlar.

Nível 6
Cúpula d’água – Você se envolve nesta cúpula e fica protegido contra qualquer ataque físico, mental, sonoro, magico ou de veneno.
Benção:
Cartas de dominação: Como campeã do campeonato realizado pela deusa do gelo, a semideusa adquiriu uma nova arma. Trata-se de três cartas que dão a menina o poder de dominar o gelo, podendo transforma-lo em arma ou usa-lo de outra forma. A primeira carta é a utilizada para que se transforme o gelo em arma. A segunda é a dominação do gelo, podendo esculpi-lo no que se bem desejar. A terceira e mais poderosa é a que da ao portador a habilidade de se tornar um semi rei do gelo, fazendo com que o mesmo domine todas as formas de tal elemento.
Thanks Panda



Emmanuelle Sophie Henz
I'M A QUEEN OF DARKNESS!!!
avatar
Emmanuelle S. Henz
lider das caçadoras
lider das caçadoras

Mensagens : 587
Data de inscrição : 06/06/2013
Idade : 21
Localização : Seguindo em frente..

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Evento Relâmpago - Batalha de Summer, Hell, James e Emmanuelle.

Mensagem por James Graig Ostegärd em Ter Dez 13, 2016 6:42 am



Cuidado!
Estamos sob ataque.
Ainda que os pés teimassem em querer avançar, James não ousou se mover. Queria salva-la, claro que sim. Queria toma-la para si e escondê-la em algum lugar antes de começar a lutar. Os cabelos cor de fogo não mereciam mais tanta violência, aquela pele branca e leitosa não precisava mais de tanta guerra e tanta dor. Parecia injusto que acontecesse justo com Summer. O moreno a tinha visto na enfermaria por todo o tempo que esteve lá. Tomara pancadas feias do monstro das forjas e, ainda que com uma recuperação incrível, pareceu ser colocada momentaneamente em observação. Por que sempre ela?

Enquanto olhava para a menina, tentando pensar em alguma coisa, reviveu as últimas horas que tinha em sua memória. Todo o processo de colocar suas coisas em uma dimensão paralela com a ajuda de sua tatuagem, de trocar-se e realistar-se outra vez. Focou em seu próprio sorriso ao saber que ficaria novamente com Summer. Summer e o pequeno recém-chegado. Os dois, James e uma menina que não achou conhecer. Ao primeiro olhar, pareceu ótima oportunidade.  Uma pena, porém, dar no que deu.

Caminharam pesarosamente pela praia, banharam-se em um silêncio quase absoluto. Absorveram tanto da melancolia do lugar que, enquanto se lamentavam por perdas, distraíram-se por demais, não vendo o monstro que avançava na calada. Raio de Sol, que parecia estar um pouco mais próxima da água, foi prontamente escolhida como vítima pela enorme criatura que vinha do fundo do mar, sendo a primeira a receber sua investida, gritando como criança. Ainda que os pés teimassem em querer avançar, James não ousou se mover. Queria salva-la, claro que sim. Queria toma-la para si e escondê-la em algum lugar antes de começar a lutar. Mas não o fez.

Caso se aproximasse, não teria a menor chance de enfrentar a criatura sem causar algum problema para ambos. Perto demais, machucaria a ruivinha. Longe demais, não se conseguiria ajudar. Sentia-se tão perdido! Teve sorte de ter Emmanuelle por ali. Mais experiente, menos envolvida com as outras partes ao ponto de conseguir decidir como reagir. Ela se utilizava dos poderes dos mares.... Para não ficar para trás, Graig decidiu focar mais em seu pai. Tentou pensar ainda melhor. ”Droga.... O que fazer para realmente funcionar?” Questionou para si, mantendo o silêncio quase absoluto no  ar. Um bicho daquele realmente merecia algo quase super efetivo para ser neutralizado. Buscou, com olhos atentos, algo que pudesse usar.

Se esqueceu, porém, do que estava ao redor. Tanta água... Tanto sal... Ficaria mais fácil quando a caçadora terminasse de conter a fera, claro, mas não tinha tempo para depender de planos. Tocando pouco acima da virilha, convocou sua armadura a envolver-lhe o corpo. Clamou também pelos sai’s duplos e pelo anel Arsenal. Primeiro, apontaria suas armas aos céus, pedindo a benção de Júpiter para si. Depois, usando o anel consideravelmente novo, trocaria a pedra do objeto com a mão esquerda, esperando transformar as lâminas já tão conhecidas em um arco e uma aljava de flechas, respectivamente.

Isso facilitaria no alcance e, caso conseguisse, uma flecha que acertasse teria a mesma função do X que deixava inscrito na pele de seu oponente em quase todas as lutas: marca-lo como um para raio para uma área consideravelmente gigantesca. Com isso, poderia chamar uma pequena tempestade de raios, fazendo com que a cobra fosse a única a se atingir. Só então apontaria sua arma para o autômato, convocando um dos raios de seu pai. Caso não funcionasse a transformação, por ser a primeira vez que usava Arsenal, simplesmente manteria o par de sai’s. Tomaria apenas o último como boa ideia, repetindo-o mais de uma vez para aproveitar a chance que tinha.


Armas :
ϟ The Knight –  Uma tatuagem de um pequeno pássaro negro que se encontra um pouco acima da virilha de seu dono. Essa tatuagem foi encantada para permitir ao seu usuário usar a habilidade "reequipar" que consiste em permitir ao usuário guardar uma quantidade ilimitada de armas em uma dimensão paralela e quando quiser podendo a equipar em seu corpo    Essa tatuagem já vem com uma armadura chamada "Roda Celeste" que consiste em uma armadura prateada que cobre o corpo todo do semideus e vem com quatro espadas de ouro celestial que se movem conforme a vontade de seu dono.

ϟ Mark Ray – Um par de Sai's, um completamente negro feito de ferro estígio e um completamente dourado feito de ouro imperial. No cabo dessas armas se encontra uma pequena pedra de Amerício 241 que ajuda o semideus a atrair raios para si e o usar para se curar. A habilidade dessas armas é que conforme a vontade de seu dono, ao golpear um oponente ele pode o marcar com a imagem de um pequeno raio azul, essa imagem age como um para raios, que atrairá qualquer ataque elétrico em um raio de 100 metros para o corpo de quem a possuir por dois turnos.

Arsenal: [Anel brilhante feito em aço polido, com uma pedra preciosa esbranquiçada minúscula em seu centro. Possui o efeito de alterar uma arma, mudando assim sua forma, detalhes, e qualquer outra coisa que o portador desejar, desde que as alterações sejam apenas físicas. Ou seja, utilizando o efeito do anel, é possível transformar uma lança em uma espada ou faca, ou qualquer outro item de ataque. Um escudo circular pode ser transformado em um broquel, ou um escudo de corpo. Os materiais dos itens podem ser alterados, mas seus efeitos sempre serão os mesmos (exemplo: uma espada elétrica ainda causaria dano por eletricidade se transformada em uma lança).]

*Capacete de Fúria: [Um capacete em que o elmo tem a forma de um tigre com a boca aberta. A viseira com o formato de um rosto humano a se contorcer em fúria. Além da intimidação na natural que a máscara causa pela expressão detalhada no rosto da viseira o Capacete de Fúria possuí a habilidade de aumentar o dano do portador em +5 HP. Ela também pode causar ilusões de terror na cabeça do adversário, durando 2 turnos e precisando carregar por mais dois.]

Passivas Gladiadores:
- Olhos da besta [iniciante]- Você pode enxergar perfeitamente, no escuro absoluto e seus olhos são vermelho sangue o que intimida inimigos com menos hp que você.

- Amigo da morte - O protegido de lupa é uma ameaça a vida das pessoas próximas a ele e é protegido pela própria morte, encantando qualquer que seja sua armadura com as propriedades da noite.

Passivas Júpiter:
Pericia em batalha: Qualquer arma se encaixa perfeitamente na mão do filho de Zeus, espadas, adagas, lanças, arcos, não importa, ele consegue usá-la e lutar facilmente. Para o caso de a transformação em arco funcionar, visto que James nunca o usou.

Rapidez: Em batalha o filho de Zeus é rápido e veloz, podendo desviar facilmente de qualquer golpe contra seu corpo e podendo correr atravessando o campo de batalha com suas armas.

Forte como Touro – Literalmente, filhos de Zeus são fortes como touros, sendo esse um dos símbolos de seu pai. Também sob forte pressão ou em situações de fúria, o filho de Zeus fica ainda mais forte. Porém, é claro, a sua força não é comparada aos filhos de Ares.

Benção do Raio I – Levantando a sua espada para o céu e dando seu grito de guerra, um raio de lá desce até sua arma, deixando-a assim mais forte (por um turno). Esse poder extra na espada também deixa (caso tenha algum) todos os seus aliados motivados e mais fortes para a batalha.

Ativos de Júpiter:
Tempestade: O filho de Zeus pode atrair uma tempestade pequena, deixando o local fechado e com alguns poucos raios. Gasto: 10 de MP Duração: Dois turnos. Caso a transformação para arco e aljava funcione e a propriedade de marcação seja válida para um acerto de flecha.

Rei Furioso III – O raio agora pode liquidar o seu oponente, dependendo, claro, da resistência do mesmo.




:: James Ostegärd ::: Júpiter ::: Gladiador ::
avatar
James Graig Ostegärd
Sem grupo
Sem grupo

Mensagens : 156
Data de inscrição : 02/08/2015

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Evento Relâmpago - Batalha de Summer, Hell, James e Emmanuelle.

Mensagem por Lysander Eion Fitzsgerald em Ter Dez 13, 2016 11:42 am



A prole de Athena era um ser naturalmente atraído pela luz do sol, e pela calma que a sensação da pele queimar sob o calor do dia trazia. Ele era constantemente ativo, constantemente animado e empolgado por tudo. A vida, na concepção dele, era tão grande e ampla, imprevisível e bela, que simplesmente não conseguia encarar certas coisas com calma. Tinha uma personalidade vibrante e alegre, mas algumas vezes também altamente orgulhosa e irritadiça. No entanto, até uma pessoa como ele tinha que admitir a beleza do frio e da noite, mesmo que estes fossem o motivo por ele se encontrar em tão fatídica situação.

Já fazia algumas horas desde que tudo havia acontecido e não se lembrava muito bem de todos os detalhes, ou talvez não quisesse se lembrar. A vitória da batalha travada contra o autômato tinha um gosto azedume em decorrência das perdas sofridas naquele dia. Não houve comemorações e muito menos parabenizações, apenas mortalhas a ser prestadas. Tudo parte da tão caótica vida de um semi-deus. O franzino e inexperiente herdeiro de Athena não sabia como reagir àquilo.

O vento salino batia em suas vestes, por vezes colando a camiseta laranja em seu corpo e bagunçando ainda mais seus fios revoltos. Então a postos se encontravam ali mais uma vez. Apesar do clima de luto, se sentia confortável em ter Summer e o filho de Júpiter ao seu lado de novo. Poderia não conhecer o outro rapaz tão bem, mas conhecia a amiga, por isso nem se quer tentara a convencer do contrário quando a mesma se apresentou para fazer parte da ronda noturna, alegando que não havia motivos para descansar. Se pudesse prever o que os esperavam, provavelmente teria tentando a convencer. E claro, havia a outra garota, a que, apesar de bela, recebera o concelho para não se aproximar.

As pálpebras cobriram as íris de coloração acastanhada, cansadas de todo aquele caos, porém todos os outros sentidos do moreno se encontravam alerta e fora assim que ele percebeu que algo estava errado. Os barulhos presentes na floresta pareciam estranhamente ter silenciado, dando espaço apenas para a maré calma e traiçoeira, em conjunto com a respiração de seus companheiros. Talvez para uma pessoa normal aquele fosse um ambiente relaxante, mas o peito de Hell começava a descer e subir cada vez mais rápido, demonstrando sua ansiedade com o acréscimo de adrenalina em seu corpo, sintomas antecedentes de uma luta. Algo estava realmente errado — mais até que o normal — porém já era tarde demais quando decidiu alertar os outros. Escutou o som estrondoso de algo irromper a água e um segundo depois um grito que reconheceu com facilidade.

— Merda...De novo não. — Sibilou baixinho, se deparando do que teriam que defender o acampamento dessa vez. Era uma serpente enorme, com escamas que refletiam sobre a luz do luar — facilmente identificou como sendo algum tipo de metal — e estava querendo abocanhar sua amiga. Obviamente que seu primeiro instinto foi querer ajudar a ruiva, mas sabia que dentre os presentes era o menos indicado para isso. Duvidava também que pudesse usar a mesma tática que usara contra o autômato, então teria que pensar em algo rápido.

Por puro instinto retirou o surrado boné do bolso, colocando este sobre sua cabeça e tendo a famigerada sensação de sumir aos olhos desatentos. O polegar da destra passou pelo anelar, encontrando o anel de aço e imediatamente desejou que sua adaga, presa a outra mão, se transformasse numa lança. Seu intuito era simples, sabia que sem conhecer a criatura seus ataques teriam 50% de chance de dar certo e os outros 50%...bem, preferia não pensar neles, por isso tentaria uma aproximação arredia, onde pudesse ver com mais clareza o que estava enfrentando e se possível entrar alguma brecha que o ajudasse e aos seus amigos. Afinal, aprendera de uma das piores formas possíveis o ensinamento de Sun Tzu, que somente conhecendo o inimigo é que se pode dominá-lo.  


Armas:
* Boné de invisibilidade - Um boné tecido com fios sagrados e abençoados pela deusa da sabedoria, sendo uma réplica exata a uma de suas maiores filhas. O boné é capaz de absorver as partículas de luz do local, desviando-as e tornando o usuário invisível a olho nu por três turnos.

*Adaga de Coruja - Adaga feita de bronze celestial, é leve e maleável e possui uma lâmina curta extremamente afiada, o punho é decorado com uma coruja e ela sempre retorna a mão do usuário.

Arsenal [Anel brilhante feito em aço polido, com uma pedra preciosa esbranquiçada minúscula em seu centro. Possui o efeito de alterar uma arma, mudando assim sua forma, detalhes, e qualquer outra coisa que o portador desejar, desde que as alterações sejam apenas físicas. Ou seja, utilizando o efeito do anel, é possível transformar uma lança em uma espada ou faca, ou qualquer outro item de ataque. Um escudo circular pode ser transformado em um broquel, ou um escudo de corpo. Os materiais dos itens podem ser alterados, mas seus efeitos sempre serão os mesmos (exemplo: uma espada elétrica ainda causaria dano por eletricidade se transformada em uma lança).]
Poderes Passivos de Ares:
4 – Sexto sentido - Em meio a um campo de batalha, descansar não é opção e os filhos de Ares sempre estão atentos. Além de conseguirem notar com mais precisão e facilidade sinais de aproximação (sons, cheiro e etc), esses semideuses possuem uma espécie de sexto sentido, de modo que ao serem alvo de um ataque direta ou indiretamente, pressentirão o perigo, podendo se prepararem melhor para o combate e evitarem serem emboscados.
Poderes Passivos Atena:
• Visão Remota - observar um local sem o uso dos olhos físicos. Consegue "sentir" tudo o que está ao seu redor, consegue saber por alto o que se passa em um ambiente, mesmo de olhos fechados.

•Conhecimento de monstros - Duas vezes por evento o filho de Athena pode solicitar ao narrador que indique algo sobre o monstro que possa ajudar na batalha. As dicas dependem do Narrador.


Fixation or psychosis? Devoted to neurosis now endless romantic stories. You never could control me.
avatar
Lysander Eion Fitzsgerald
Filhos de Athena
Filhos de Athena

Mensagens : 96
Data de inscrição : 29/09/2016
Localização : Não é obvio?

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Evento Relâmpago - Batalha de Summer, Hell, James e Emmanuelle.

Mensagem por Hades em Ter Dez 13, 2016 12:58 pm


A defesa se rompeu...
A cobra, apesar do corpo revestido de metal, possuía um sistema vivo e orgânico. Entretanto não existia possibilidade dos semideuses presentes simplesmente descobrissem o fato a julgar pela aparência não natural. Aquele monstro marinho também era dotado da benção de Poseidon e da Noite, de maneira que quebrou as barreiras das duas semideusas sem esforços, erguendo uma quantidade absurda de água ao movimentar-se, não tardando a receber um raio que haviam o deixando imobilizado por dois segundos. Entretanto aquela cobra não seria facilmente derrotada.

Dotado de raiva Jormungand levantou uma quantidade absurda de água enquanto se aproveitava da distração da água para bater a “causa” contra Summer e Emmanuelle, enviado as garotas para longe. Ainda restava saber quais eram os poderes daquela criatura.

OBS:
Movimentação de cada um de vocês está -15%. Por conta da noite.

STATUS escreveu:

Summer Stemførd-Grähl
HP - 290/320 - 30 (ataque a cobra)
MP - 290/320
- 30 (poderes ativos)


Hell Dähl Scrimgeour
HP - 180/180
MP - 180/180


James Graig Ostegärd
HP - 310/310
MP - 250/310
- 10 + 50 = 60 (uso dos ativos em ordem)

Emmanuelle S. Henz
HP - 590/610 - 20 (ataque a cobra, 30 - 10 por conta da cúpula = 20)
MP - 560/610
- 20 + 30 = 50 (uso dos ativos em ordem)

Jormungand
HP - ????/???? - 50 do Raio.
MP - ????/????

Informações e regras:

• É obrigatório a identificação dos poderes utilizados, assim como as armas, através do spoiler. Caso algo não seja constado a arma/poder não terá sido utilizado.
• A MP e HP de cada um será contado de acordo com o nível de cada um, por exemplo, a HP de alguém pertencente ao nível dois (2) será igual a 110.
• Mascotes são PROIBIDOS.
• Proibido o uso de qualquer item que seja igual ou superior a velocidade do som.
• Tenham plena ciência de que mortes poderão ocorrer, de forma que, caso você poste algum turno e não poste os demais sem alguma justificativa plausível poderá ser considerado morto.
• O narrador sou eu (Hades), portanto tenho plenos direitos de decidir qual é a melhor interpretação. Alguns dos poderes tem ampla interpretação e não informam gasto de MP, por exemplo, reclamar informando que sua interpretação é a correta não irá leva-lo a lugar algum.
• Qualquer reclamação e afins a minha caixa de MP está aberta, assim como a do Athena.
• Edições nos posts só serão toleradas até as quatro (16 horas) da tarde do dia 12/12/2016 no horário de Brasília.
• Em tal turno, ao iniciar o ataque, vocês deverão fazer APENAS três ações. Por exemplo, corri até ciclano, dei uma rasteira e pulei para trás. Mais do que isso as ações serão desconsideradas. O USO DE PODER ATIVO CONTA COMO AÇÃO.
• O mínimo de linhas é igual a cinco (5).
• Vocês terão até as doze (12) horas do dia 13/12/2016 para postar, lembrando que estamos no horário de Brasília. Não se atrasem.


Ἅιδης
avatar
Hades
Deuses Olimpianos
Deuses Olimpianos

Mensagens : 480
Data de inscrição : 25/06/2013
Localização : Importa? A morte ainda será capaz de te achar.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Evento Relâmpago - Batalha de Summer, Hell, James e Emmanuelle.

Mensagem por Emmanuelle S. Henz em Ter Dez 13, 2016 9:19 pm



Se eu sou uma espada, eu sou uma espada feita de vidro, e eu sinto que estou começando a estilhaçar
Vamos fingir que sabemos amar e quem sabe um dia poderemos aprender

A filha de Poseidon soube que algo dera tremendamente errado ao sentir o impacto. Colidira com a fera em algum momento, a consequência fora ser jogada para longe, com sorte, Manu possuía asas e podia recuperar o equilíbrio com uma tremenda perfeição. A garota sentiu as asas se expandirem, brancas e brilhantes como as de um anjo, rasgando as costas e o tecido da camisa, mas nada disso importou. Manu rodopiou a poucos metros do chão, e deixou que as asas se expandissem até estar flutuando para cima, e cada vez mais se ergueu entre o céu escuro da madrugada, até que pode ver o monstro de cima. Daquele ângulo a serpente não parecia assim tão ameaçadora, era quase como se... pudesse ver um estranho emaranhado de roxas a se formar pelo mar, curioso, mas nada bom.

Manu sabia que a criatura ainda estava presente, mas nos poucos minutos que perdeu se recompondo deixou que a mente viajasse, enquanto observava a silhueta angulosa da serpente, a forma com que se movia e atacava. Era apenas rotina, caçadoras tem essa estranha mania de analisar todos os seus oponentes, e a partir disso tentar atacar. Claro que nem sempre elas conseguiam descobrir o ponto fraco, ou como e onde atacar, mas servia como uma lição extra de aprendizado, e podia ser considerado algo valioso. Manu calculou a distância em que se encontrava, acima da criatura, e esfregou uma mão sobre a outra, se conseguisse acumular energia suficiente poderia causar um estrago e tanto. E ali, banhada pela lua de Lady Ártemis, ela se sentia confiante para isso.

A luz da lua sempre a deixou mais forte, a floresta, o mar, tinha tanto a seu favor naquele momento... o cenário em si contribuía para que a semideusa pudesse causar um grande desastre, mas tinha outras coisas em jogo, outras pessoas. Pegou-se levando o olhar em direção aos três campistas em movimentos, não os conhecia, mas tão pouco queria mata-los com seus pequenos deslizes, não ali, e não naquele momento. Suspirou, sabia que não podia hesitar diante a batalha, teria que confiar que eles escapariam ilesos enquanto ela atirava filetes de poder em direção a cobra gigante, e confiaria. Manu concentrou o poder em mãos, estava em cima da cobra naquele momento, e baixou-se devagar – apenas o suficiente – para poder acerta-la com mais precisão, bem de cima.

As palmas encontravam-se viradas para baixo, de forma que o ataque fosse direto para a parte central do corpo do monstro, e se estendesse pelo restante. Com essa preparação Manu pretendia lançar filetes de energia, 20 ao todo, contra o corpo do monstro, na tentativa de perfurar a camada mais grossa – a que protegia a cobra – e deixa-la vulnerável aos ataques dos demais. Não tinha certeza se aquilo podia dar certo, mas naquele momento, sua melhor defesa era o ataque. Ao mesmo tempo, Manu tentaria manter o corpo no alto – usando as asas para se manter a distância dos ataques do monstro – enquanto envolvia o corpo com a cúpula de água uma segunda vez, para prevenir-se de ataques aos quais ainda não estava preparada para enfrentar enquanto estudava a criatura em questão.

Armas:
*Espada Marinha:Espada de dois gumes com o fio em perfeito estado (sempre se restaurando na água) , tem 1m cumprimento e 10cm de largura de lâmina. 15cm de cabo. Lâmina toda revestida com prata e bronze celestial, nunca enferruja e encrustada no meio dos metais há um pedaço de alga marinha na cor verde. Seu cabo é prata revestida com madeira, musgo e couro de cavalo, dando flexibilidade apenas para filhos de Poseidon/Netuno. Em descanso toma a forma de um cordão de couro com um pequeno pingente prata na forma de peixe. Sempre retorna ao pescoço do dono.

*-Faca de Caça Lunar - Uma faca, medindo 30cm, com punho de couro, serra e pontuda também. É feita de bronze sagrado banhada em prata, abençoada por Ártêmis. Tem várias utilidades e tem a pequena vantagem de que, quando atingir um monstro, o deixa 20% mais lento, já que a faca tem a benção da Deusa da Caça. Acompanha bainha de couro de veado.

♛Weapon Blood♛: Trata-se de um arco de material avermelhado, indestrutível. Este possui entalhes de flocos de neve por toda a sua extensão. A aljava da arma é de couro e suas flechas são realmente poderosas. Suas pontas possuem um veneno que faz com que o local afetado por esta perca mais sangue do que perderia em um ataque comum. No topo do arco encontra-se um pequeno topázio roxo, dentro dele esta escrito: Emmanuele.

Adaga de Ares  - Uma adaga banhada nos mais nobres sangues de todas as guerras, que quando usada pelo semi-deus  aumenta em 50% sua força

> Manto Protetor: Como o manto de Nyx, pode virar uma armadura completa quando precisares e lhe deixa invisível a noite podendo ser transformada em qualquer roupa como um disfarce.

Cinto Magico: Um cinto resistente de couro revestido em prata, com um fecho de ouro e um grande e desajeitado paralelepípedo de metal do lado oposto. Pouco maior que um palmo, com cinco gemas roxas em baixo relevo enfeitando. Ao ser examinada com cuidado, é possível destacar o objeto do cinto, e ele é praticamente indestrutível. Ao falar a palavra de comando Zimios, o usuário se teleporta para o lugar em que estiver seu foco, o cinto permite tele transporte apenas por duas rodadas em missão ou luta, caso tente usa-lo outra vez além dessas o semideus irá parar em um local aleatório podendo facilmente tornar-se a vitima em vez do agressor. Além disso tem um compartimento secreto que lhe permite retirar objetos pequenos de dentro, pode ser útil para guardar coisas que ache necessária, esse compartimento é embutido, não pode ser visto, ao ativar a fivela de paralelepípedo uma pequena caixa surge, e dentro desses ficam os objetos.

* Flechas Estrelares : Uma aljava contendo flechas infinitas, onde cada flecha que acerta o inimigo, retira MP do mesmo, transferindo para a portadora. Poderá sugar no máximo 50 de MP, dependendo do narrador.
Poderes Passivos de Artemis:
Nível 2: Como devotas da deusa da caça, assim como sua patrona, as caçadoras recebem a habilidade de rastrear monstros, seguir pegadas e também seguir o seu cheiro, com um pouco mais de experiência. Nesse nível, as caçadoras só conseguiriam rastrear e/ou sentir o cheiro de determinados monstros.

Nível 3-Audição aguçada: Por passarem muito tempo na floresta caçando, as caçadoras desenvolvem uma audição aguçada, podendo ouvir pequenos sons a metros de distancias.

Nível 5: Instinto Selvagem: As caçadoras possuem sentidos muito aguçados, podendo ouvir e sentir o perigo se aproximar muito antes do que qualquer um.

Nível 6: Agilidade: Depois de mais experiência, as caçadoras desenvolvem sua agilidade para combater seu inimigos com maior precisão. As Caçadoras conseguem ser tão ágeis quanto um filho de Hermes. Conseguem fazer movimentos incríveis sem quebrar um único osso. Tendo um reflexo muito forte, ela pode conseguir desviar-se de alguns ataques, mas nãos erão muitos, já que é apenas uma iniciante.

Nível 7: Resistência: As caçadoras, por terem que lutar por toda eternidade com Ártemis, não se cansam tão facilmente, e assim conseguem passar por mais desafios com facilidade.

Nível 10: Velocidade : Mais experientes, as caçadoras tem sua velocidade, mira e reflexos melhorados, tornando-as mais rápidas e evasivas. Dificilmente são atingidas quando estão atentas.

Nível 12:  Sensibilidade lunar: Enquanto estiver sob o brilho da Lua, sua HP e sua Energia serão restaurados lentamente. 5 de HP e Energia são restaurados por rodada
Poderes Ativos de Artemis:

Nenhum
Poderes Passivos de Poseidon:

Nível 12
Cura II – O semideus passa a adquirir uma habilidade de cura um pouco maior em contato com a água. Agora além de recuperar 50 HP, em eventos, missões ou batalhas, ele ainda pode se curar de ferimentos de grande porte e expelir venenos de qualquer tipo de seus corpos.
Poderes Ativos de Poseidon:

Nível 6
Cúpula d’água – Você se envolve nesta cúpula e fica protegido contra qualquer ataque físico, mental,  sonoro, magico ou de veneno.
Benção:
-> Greatest Caution - O semideus concentra a própria energia em suas mãos, disparando 20 filetes de energia, que atingem o inimigo, causando perfurações com 20 de dano CADA UMA e uma poderosa onda de choque no local, que causa 50 de dano a qualquer inimigo próximo. Uma vez por evento. [30 MP]

O poder do anjo branco: A caçadora de Artemis não se importou em momento algum em morrer por sua irmã se colocando em risco ao enfrentar um titã ou jogar-se em frente de uma arma mortal para salvar a vida de uma deusa, ela provou sua lealdade a sua família e aos deuses do olimpo, sua bravura também despertou a lealdade de uma das pedras, a tornando a terceira dos quatro guardiões de delfos. Suas asas porem são brancas, como as de um verdadeiro anjo, emitem um brilho azulado quando são libertadas, fazendo os inimigos temerem seu poder, são longas e afiadas, podendo resistir a tudo ao seu redor, porem o poder não poderá ser usado por mais de 24 horas se assim ele abusar do poder as asas desaparecerão falhando para com ela, são muito poderosas.
Thanks Panda



Emmanuelle Sophie Henz
I'M A QUEEN OF DARKNESS!!!
avatar
Emmanuelle S. Henz
lider das caçadoras
lider das caçadoras

Mensagens : 587
Data de inscrição : 06/06/2013
Idade : 21
Localização : Seguindo em frente..

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Evento Relâmpago - Batalha de Summer, Hell, James e Emmanuelle.

Mensagem por Summer Ehlert Nordberg em Qua Dez 14, 2016 10:54 am



A jovem viu sua barreira ser facilmente quebrada e, em seguida, uma grande onda vir em sua direção. Não teve tempo de pensar em qualquer plano de defesa, algo rígido e dotado de extrema força bateu violentamente contra si, a jogando alguns metros de distância pelos ares. Entretanto, antes que pudesse estatelar-se no chão, a cria de Hades permitiu que em suas costas crescessem asas plúmeas, quais usou num primeiro momento para restringir a velocidade e evitar sua eminente queda e, posteriormente, para alçar voo aos céus, se distanciando da praia.

Uma vez estável, percebeu que não era a única que poderia manter-se no ar; Emmanuelle também exibia um grande par de asas emplumadas. Voou até a companheira de batalha, postando-se ao seu lado. Primeiro, reforçou sua armadura sombria e, subsquentemente, seus olhos buscaram a criatura nas águas e, naquela posição superior, pode averiguar o seu tamanho e o brilho metálico de sua pele, um péssimo sinal para todos.

Ainda que a cobra fosse muito bem visível, James era uma pequena silhueta na areia e sequer era possível enxergar Hell. Concluiu, receosa, que permanecer no céu fosse menos perigoso do que na praia, visto que o terreno facilitava os ataques diretos da criatura. Mas, embora o romano pudesse voar graças ao seu pai, Hell não tinha habilidade para tal. E o momento não permitia o luxo de alguém simplesmente carregá-lo e ficar rescindido de fazer algum ataque.

Sendo assim, permitiu desperdiçar meros segundos para se concentrar em si mesma. Sentiu algo que poderia ser comparado a um leve pulsar, mas que vinha de dentro. No instante seguinte, num ato que fazia parecer que se dividia em duas pessoas, Summer criou uma cópia perfeita de si, que carregava os mesmo itens e era atingida pela mesma benção, a permitindo voar, também.

Desça até a praia, ache a prole de Athena, a pegue e volte para cá. Não chegue perto da serpente”, exigiu mentalmente, observando a cópia mergulhar na direção da praia, tomando uma distância segura da criatura. Suas ordens eram absolutas; tinha em mente que sua projeção não voltaria, se não com Hell em seus braços.

Seu próximo passo foi desviar sua atenção para Emmanuelle, buscando entender o ataque que a loira faria para que pudesse integralizar num ataque em conjunto. Entretanto, naquele instante um alarme apitou em sua cabeça: não tinha nenhum ataque direto que fosse útil contra a cobra. Habilidades de fogo não funcionavam por motivos óbvios e umbracinece se mostrou inválido quando a usou. Praguejou baixinho, odiando aquele momento. Se ao menos pudesse imobilizar a cobra para que o ataque da caçadora fosse certeiro... Bem, na verdade, ela poderia tentar.

Respirou fundo, fechando seus olhos. Suas mãos estavam na altura de seu abdome, de palmas para cima, como se sustentasse algo. Concentrou-se na terra abaixo de si, abaixo água da praia e, mais importante, abaixo da serpente. O líquido poderia deixar a areia mais pesada, mas não seria isso que a impediria de tentar a manipulação do elemento.

Abriu os olhos claros bruscamente, erguendo os membros superiores. A sensação era de que carregava quilos do mais pesado metal encontrado em terra em seus braços. Mas sua determinação era como as chamas que corriam por seu corpo, interminável, e assim, ela se concentrou ainda mais em manipular a areia para cima, na forma retangular de tiras,com a intenção de prender a serpente e apertá-la até que com sorte, a força exercida detonasse a carcaça metálica, sem que seu ato obstruísse o ataque de Emmanuelle, que se mostrou ser disparos de energia pura.

Habilidades:
HADES. [PASSIVAS]
Nível 4: Visionário das sombras:
O filho de Hades enxerga perfeitamente bem não importando o nível de escuridão.

VESTAIS DE HÉSTIA [PASSIVAS]
Nível 20: Projeção III:
As Vestais conhecem e amam a si mesmas, sendo esse laço algo constante. Com isso, elas podem criar uma projeção delas mesmas, como um clone, que seguirá os comandos mentais da sua criadora. A projeção tem a mesma quantidade de vida e MP que sua criadora, e tem acesso a todas as habilidades e itens correspondentes ao nível de sua criadora, EXCETO pelas habilidades "Projeção" e "Explosão". A projeção tem o dobro de vida e MP do que sua criadora, com o dano normal.

HADES [ATIVAS]
Nível 16: Geocinese avançado:
Agora você controla Rochas tão bem, podendo levitar Rochas gigantes criando formas de animais maiores. Porém o peso vai influenciar na velocidade.

Nível 6: Armadura Sombria: O semideus é capaz de circular o corpo com energia escura, permitindo que crie uma armadura ao redor, nesse nível a armadura só aguenta dois turnos, não pode ser penetrada ou quebrada, poderes mentais não o protegem, apenas físicos. Gasta 15 MP por turno usado.

Benção:
Asas Douradas: Minie é uma fadinha voadora do reino da imaginação, mas suas asas outrora coloridas quando colocadas em premio se assemelham a asas de anjos. Longas, brancas, e com detalhes em dourados, as asas são naturais, permitem ao semideus voar livremente, ou formar um escudo ao redor de si mesmo, basta colocar as asas para frente e fecha-las como um casulo. Por serem asas suportadas por energia natural, como um dom ou poder, acabam sugando a energia do semideus para se sustentar, portanto após 48 horas de uso direto, elas podem fazer o semideus desmaiar, e desaparecerem naturalmente, como se precisassem de bateria.

Equipamento:
Espada de Ferro Estígio: Nas mãos de um filho de Hades é perfeita em precisão e dano. A cada golpe feito em monstros a espada converte o dano do monstro em energia e vida para quem a usa.

Manto: Uma tatuagem em forma de labaredas de fogo, que protege de todas as investidas do inimigo, seja ela de magia ou de espada. Os ataques de magia são repelidos e transformados em energia para a vestal, podendo ser utilizada como ataque sem que se desconte MP, no momento em que o ataque esta sendo repelido um aura vermelha envolve o corpo do vestal.

Arsenal: Anel brilhante feito em aço polido, com uma pedra preciosa esbranquiçada minúscula em seu centro. Possui o efeito de alterar uma arma, mudando assim sua forma, detalhes, e qualquer outra coisa que o portador desejar, desde que as alterações sejam apenas físicas. Ou seja, utilizando o efeito do anel, é possível transformar uma lança em uma espada ou faca, ou qualquer outro item de ataque. Um escudo circular pode ser transformado em um broquel, ou um escudo de corpo. Os materiais dos itens podem ser alterados, mas seus efeitos sempre serão os mesmos (exemplo: uma espada elétrica ainda causaria dano por eletricidade se transformada em uma lança).

avatar
Summer Ehlert Nordberg
Sem grupo
Sem grupo

Mensagens : 121
Data de inscrição : 04/04/2015
Idade : 18
Localização : Camp half-blood

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Evento Relâmpago - Batalha de Summer, Hell, James e Emmanuelle.

Mensagem por James Graig Ostegärd em Qua Dez 14, 2016 11:03 am



Cuidado!
Estamos sob ataque.

Apesar de não ter sido um total fracasso, o primeiro ataque do menino de Zeus não foi assim tão efetivo. James não sabia dizer se o corpo de metal funcionava pelos mesmos princípios da gaiola de ferro ao contato com a energia, sendo atingido no primeiro momento mas impedindo a passagem da eletricidade para o interior. Nunca tivera qualquer contato com um monstro como aqueles e tudo o que conhecia era o que podia ver. Presas brilhantes e traiçoeiras, produzindo o próprio brilho, o corpo alongado de serpente todo de metal, o gigantismo tornando a espécime bastante bizarra ao olhar. Uma enorme víbora. Uma enorme víbora de metal que não parecia nem mesmo perto de se preocupar com a água. Precisavam pensar rápido caso não quisessem todos virar comida de cobra. Summer e a outra companheira de ronda, por exemplo, já tinham sido atingidas.

Com os olhos semi arregalados, fixou as orbes azuladas no animal. Será que não tinha qualquer fraqueza? A água não o incomodava, o choque o atordoava apenas por breves instantes. Era duro por fora, metálico. Tinha presas enorme e o escuro não parecia o incomodar. Suspirou baixo, pensando em como seria ter um dia normal. Por que raios sempre acabava em confusão? Precisou de muito esforço para focar-se na batalha ao invés de considerar a possibilidade de terem uma nova mascote assassina pela baia do acampamento grego. Limpando sua mente dos pensamentos boçais e procurando avaliar melhor a situação, procurou, desesperadamente, por tudo o que Lupa o ensinara.

Tentou, mesmo de longe, ouvir as engrenagens da criatura para encontrar seu ponto principal, enxergar um pouco mais profundamente a superfície dura do exterior para procurar alguma brecha que não tivesse visto à olho nu. Seria uma busca interessante para o rapaz, ainda mais em tempo tão reduzido. Não esperava gastar mais do que alguns minutos ali, pois em sua cabeça já borbulhava um plano. Se funcionasse, a cria dos mares não seria a única a tomar vantagens pelo mar... Mas precisava, antes de tentar qualquer coisa, avisar aos outros que estavam em sua equipe.

Foi com decisão de ferro que pendurou o arco nos ombros, juntamente com a aljava, e lançou-se aos ares, tomando espaço no céu enquanto voava até Summer. Foi a primeira pessoa em que pensou ao notar que precisava de ajuda e, felizmente, um clone da menina voava perto de si, ela poderia passar a informação para a original. — Vamos precisar de proteção! Acho que posso causar uma explosão considerável por aqui, mas para isso, preciso que crie algo parecido com um recipiente, que separe a água da praia e o resto do mar. Consegue cuidar disso? — Berrou em plenos pulmões, esperando que os outros dois campista também pudessem ouvir. — Vamos precisar de uma distância segura! Também de uma boa proteção! Filha de Poseidon, pode nos ajudar? — Gritou, apenas para ter certeza de que ela ouviria.

Aproveitando a aproximação que tinha com o oponente, e também para dar a eles alguns segundos de vantagem para saírem dali caso a outra concordasse, concentrou toda a energia de seu corpo nos punhos, esperando que, como da última vez, um ataque elétrico atordoasse a criatura por pelo menos alguns segundos. Fazendo o gesto de alguém que socava o ar, esperou conseguir projetar a eletricidade em forma de raios para acertar a criatura.

Armas :
ϟ The Knight –  Uma tatuagem de um pequeno pássaro negro que se encontra um pouco acima da virilha de seu dono. Essa tatuagem foi encantada para permitir ao seu usuário usar a habilidade "reequipar" que consiste em permitir ao usuário guardar uma quantidade ilimitada de armas em uma dimensão paralela e quando quiser podendo a equipar em seu corpo    Essa tatuagem já vem com uma armadura chamada "Roda Celeste" que consiste em uma armadura prateada que cobre o corpo todo do semideus e vem com quatro espadas de ouro celestial que se movem conforme a vontade de seu dono.

ϟ Mark Ray – Um par de Sai's, um completamente negro feito de ferro estígio e um completamente dourado feito de ouro imperial. No cabo dessas armas se encontra uma pequena pedra de Amerício 241 que ajuda o semideus a atrair raios para si e o usar para se curar. A habilidade dessas armas é que conforme a vontade de seu dono, ao golpear um oponente ele pode o marcar com a imagem de um pequeno raio azul, essa imagem age como um para raios, que atrairá qualquer ataque elétrico em um raio de 100 metros para o corpo de quem a possuir por dois turnos. Atualmente transformados em um arco e uma aljava de flechas.

Arsenal: [Anel brilhante feito em aço polido, com uma pedra preciosa esbranquiçada minúscula em seu centro. Possui o efeito de alterar uma arma, mudando assim sua forma, detalhes, e qualquer outra coisa que o portador desejar, desde que as alterações sejam apenas físicas. Ou seja, utilizando o efeito do anel, é possível transformar uma lança em uma espada ou faca, ou qualquer outro item de ataque. Um escudo circular pode ser transformado em um broquel, ou um escudo de corpo. Os materiais dos itens podem ser alterados, mas seus efeitos sempre serão os mesmos (exemplo: uma espada elétrica ainda causaria dano por eletricidade se transformada em uma lança).]

*Capacete de Fúria: [Um capacete em que o elmo tem a forma de um tigre com a boca aberta. A viseira com o formato de um rosto humano a se contorcer em fúria. Além da intimidação na natural que a máscara causa pela expressão detalhada no rosto da viseira o Capacete de Fúria possuí a habilidade de aumentar o dano do portador em +5 HP. Ela também pode causar ilusões de terror na cabeça do adversário, durando 2 turnos e precisando carregar por mais dois.]

Passivas Gladiadores:
- Olhos da besta [iniciante]- Você pode enxergar perfeitamente, no escuro absoluto e seus olhos são vermelho sangue o que intimida inimigos com menos hp que você.

- Instinto[iniciante] - Você tem uma intuição sobrenatural na batalha, o que faz você mais ágil e forte durante uma luta.

- Sentidos do lobo[iniciante] - Sua audição e olfato se tornam mais apurados fazendo com que você descubra facilmente quando alguma coisa se aproxima, e te deixa reconhecer o cheiro de amigos e inimigos.

- Amigo da morte - O protegido de lupa é uma ameaça a vida das pessoas próximas a ele e é protegido pela própria morte, encantando qualquer que seja sua armadura com as propriedades da noite.

- Olhos da besta[avançado] - Agora você pode enxergar o fluxo de sangue do inimigo, achando ferimentos ocultos e seus olhos tem um brilho sinistro que intimida oponentes com ate 1.5x do seu hp.

Passivas Júpiter:
Pericia em batalha: Qualquer arma se encaixa perfeitamente na mão do filho de Zeus, espadas, adagas, lanças, arcos, não importa, ele consegue usá-la e lutar facilmente. Para o caso de a transformação em arco funcionar, visto que James nunca o usou.

Rapidez: Em batalha o filho de Zeus é rápido e veloz, podendo desviar facilmente de qualquer golpe contra seu corpo e podendo correr atravessando o campo de batalha com suas armas.

Forte como Touro – Literalmente, filhos de Zeus são fortes como touros, sendo esse um dos símbolos de seu pai. Também sob forte pressão ou em situações de fúria, o filho de Zeus fica ainda mais forte. Porém, é claro, a sua força não é comparada aos filhos de Ares.

Ativos de Júpiter:
Ira de Zeus III – Uma quantidade impressionante de energia elétrica é convertida para seus punhos. Deles, você pode lançar raios elétricos que podem causar queimaduras leves no seu oponente. Além disso, sua velocidade aumenta drasticamente, podendo se mover com extrema velocidade.




:: James Ostegärd ::: Júpiter ::: Gladiador ::
avatar
James Graig Ostegärd
Sem grupo
Sem grupo

Mensagens : 156
Data de inscrição : 02/08/2015

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Evento Relâmpago - Batalha de Summer, Hell, James e Emmanuelle.

Mensagem por Lysander Eion Fitzsgerald em Qua Dez 14, 2016 11:59 am




Parecia que nada estava a seu favor aquele dia, o que era algo irônico considerando que a vida de um semi-deus nunca era uma leva de boa sorte, porém se pudesse eleger um dia do azar, com certeza aquele seria o seu. Observou pasmo os ataques de três experientes campistas nem se quer fazerem cócegas naquela monstruosidade, se perguntando então como alguém como ele poderia ajudar? Apesar disso, aprendera recentemente que não devia subjugar as próprias habilidades e sabia que qualquer ajuda seria muito bem vinda, pois aquilo estava longe de acabar.

Estava distante de mais da criatura para que pudesse ser atingido pela onda enorme que ele causara ao atacar Summer e a outra garota. Ainda assim retrocedera alguns passos, retirando o boné da cabeça para dar aos outros a garantia de que se encontrava vivo e bem. Sua mente ainda trabalhava rapidamente tentando achar alguma fraqueza da qual pudessem se aproveitar, mas todas a ideias que lhe percorriam colocariam ele e aos outros em risco, sem contar que tinha certeza que um ataque direto não seria nada eficiente. Foi quando ouviu o sim tipo de asas pesadas movimentando o ar e ao argue a cabeça se deparou com Summer a sua frente, erguida a poucos centímetros do chão. Obviamente que o filho de Atena ficara um pouco confuso, pois a poucos segundos vira a amiga lado a lado com os outros companheiros de ronda que também tinham a habilidade de flutuar nos ares, porém ainda era esperto o suficiente para saber que não deveria fazer pergunte e saber exatamente o que a ruiva, ou o clone dela desejava.

— Ok, lá vamos nós outra vez. — Mesmo um pouco resignado, ergueu os braços para que fosse levado junto aos outros. Para Hell que não era muito fã de altura, aquela era uma experiência que tinha a esperança de não repetir tão cedo. Sua lança, no entanto, tinha outro destino. Uma distração para ajudar os outos, mas que esperava que desse certo. Concentrado nesta, o neto do deus da guerra desejou que ela fosse lançada com toda a velocidade contra a boca cheia de dentes da serpente, a foçando para dentro até que encontrasse seu fim ou que se desfizesse.

Armas:
* Boné de invisibilidade - Um boné tecido com fios sagrados e abençoados pela deusa da sabedoria, sendo uma réplica exata a uma de suas maiores filhas. O boné é capaz de absorver as partículas de luz do local, desviando-as e tornando o usuário invisível a olho nu por três turnos.

*Adaga de Coruja - Adaga feita de bronze celestial, é leve e maleável e possui uma lâmina curta extremamente afiada, o punho é decorado com uma coruja e ela sempre retorna a mão do usuário. Transformada em lança.

Arsenal [Anel brilhante feito em aço polido, com uma pedra preciosa esbranquiçada minúscula em seu centro. Possui o efeito de alterar uma arma, mudando assim sua forma, detalhes, e qualquer outra coisa que o portador desejar, desde que as alterações sejam apenas físicas. Ou seja, utilizando o efeito do anel, é possível transformar uma lança em uma espada ou faca, ou qualquer outro item de ataque. Um escudo circular pode ser transformado em um broquel, ou um escudo de corpo. Os materiais dos itens podem ser alterados, mas seus efeitos sempre serão os mesmos (exemplo: uma espada elétrica ainda causaria dano por eletricidade se transformada em uma lança).]
Poderes Passivos de Ares:
Sexto sentido - Em meio a um campo de batalha, descansar não é opção e os filhos de Ares sempre estão atentos. Além de conseguirem notar com mais precisão e facilidade sinais de aproximação (sons, cheiro e etc), esses semideuses possuem uma espécie de sexto sentido, de modo que ao serem alvo de um ataque direta ou indiretamente, pressentirão o perigo, podendo se prepararem melhor para o combate e evitarem serem emboscados.

Velocidade atlética: Um bom combatente sempre está preparado físicamente para os futuros combates, sendo que as proles do deus da guerra evam a sério seus treinamentos rígidos, buscando sempre serem melhores. Devido a condição física e biológica natural do semideus, e de seu empenho nos treinamentos, são quase tão rápidos e ágeis quanto filhos de Hermes, conseguindo correr longas metragens sem se cansarem. Movimentos de finta, esquiva e outros que requeiram velocidade/agilidade, sempre possuem 50% mais chances de funcionar contra inimigos mais lentos, além de perderem em uma corrida apenas para seres tão velozes quanto filhos do deus mensageiro.

Espirito Ancestral - A violência percorre o seio da humanidade desde o seu inicio, e antes disto em todos os seres vivos. Sendo essa a mais primitiva razão da realização de guerras, como filho de Ares você possui os instintos da própria violência em seu corpo, sendo que sempre luta com objetivo de ferir seu oponente. Essa agressividade natural acaba fazendo com que todos os golpes físicos da prole do deus da guerra, causem 50% a mais de dano do que golpes elaborados por outros semideuses.
Poderes Passivos Atena:
Visão Remota - observar um local sem o uso dos olhos físicos. Consegue "sentir" tudo o que está ao seu redor, consegue saber por alto o que se passa em um ambiente, mesmo de olhos fechados.

Fôlego - Você aprende a respirar melhor e sofre menos com o cansaço.

Conhecimento de monstros - Duas vezes por evento o filho de Athena pode solicitar ao narrador que indique algo sobre o monstro que possa ajudar na batalha. As dicas dependem do Narrador.
Poderes Ativos de Ares:
Arma fantasma: Concentrando-se em uma de suas armas, os filhos de Ares podem fazer com que ela se movimente sozinha, como se estivesse sendo comtrolada por uma réplica fantasma de si mesmo. O efeito dura até que o semideus seja ferido, de modo que enquanto perdurar, poderá lutar e controlar a arma fantasma ao mesmo tempo.


Fixation or psychosis? Devoted to neurosis now endless romantic stories. You never could control me.
avatar
Lysander Eion Fitzsgerald
Filhos de Athena
Filhos de Athena

Mensagens : 96
Data de inscrição : 29/09/2016
Localização : Não é obvio?

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Evento Relâmpago - Batalha de Summer, Hell, James e Emmanuelle.

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 1 de 2 1, 2  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum