The Blood of Olympus
Para visualizar o forum é necessário estar cadastrado, por favor registre-se no rpg ou entre em sua conta. É necessário estar cadastrado para ver as informações contidas no forum. Lembre-se de usar nome e sobrenome, não se cadastrar usando nomes geralmente utilizados por Hacker. Exemplo: "Barum" "Hakye" e por ai vai. Bem vindos.

Blake Eldrige Falkenrath VS Aava, A Mascote do Rei de Marfim

Página 1 de 2 1, 2  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Blake Eldrige Falkenrath VS Aava, A Mascote do Rei de Marfim

Mensagem por Apolo em Sex Nov 25, 2016 11:53 pm


A noite havia chegado resoluta no Acampamento, como todas as outras. As estrelas pontilhavam o céu com todas as inúmeras constelações enquanto Blake as observava da janela de seu quarto, deitado em sua cama.

O filho de Quione não tinha sono, o que era bastante estranho, já que o dia de treinamentos havia sido árduo. A lua cheia banhava sua pele através da janela aberta e o frio que arrastava as finas cortinas de seu quarto lhe era agradável, como um chamado de sua mãe. O semideus nunca havia se encontrado com ela e sempre se perguntou como a deusa da Neve se apresentaria se fosse com ele.

— Boa noite, meu filho. — A voz soara grave, por mais que o timbre fosse agudo, de uma mulher. Era como uma avalanche. Baixa e retumbante.

Blake se assustou com o aparecimento inesperado da mulher que lhe chamara de filho. Em sua cabeça um único pensamento surgiu enquanto ele observava os traços finos e angelicais da mulher pálida de cabelos tão negros quanto piche.

”Mãe...

Os olhos cinzentos da deusa pousaram gélidos em Blake, assim como o seu sorriso. A deusa em pouco lembrava o calor de algo humano, se mostrando extremamente calculista e frígida. Talvez o desempenho de seu mais promissor filho tenha atraído sua atenção. Ele não sabia dizer, mas para que a própria deusa tivesse aparecido ali ela precisava de um favor. Em pouco tempo no Acampamento ele sabia que uma aparição daquela magnitude só podia significar um favor.


— Eu nunca fui boa com reuniões familiares... — Ela se aproximou, levitando, da cama. Até mesmo Blake sentiu frio ao ficar próximo da deusa. — Mas a antiga entidade celeste tenta se reerguer perante meu pai... seu avô. — Ela paralisou. — Ela já mandou o seu campeão para o Palácio de Bóreas, trancafiando o Deus do Vento Norte em sua torre. — Ela pausou e fechou os olhos, sabendo que o seu filho, talvez, a odiaria por fazer aquilo. — Vou lhe dar 5 minutos para preparar suas coisas, desistir não é uma opção.

Assim que Blake preparou todo o seu armamento e se apresentou perante Quione, a deusa lhe sorriu fria e sem sentimentos para, logo depois, abraçar o menino. O frio e a escuridão envolveram o corpo do descendente de Ares e, em menos de dois segundos, foi solto em um chão de pedras grossas e geladas. O gelo e a neve se acumulava em todas as direções e uma forte nevasca caía. Nada além do esperado do palácio do grande deus do vento norte: Bóreas.

Não foi difícil para Blake enxergar através da névoa gélida que se estendia ali, soprada com violência pelo vento. Notou que aquele era um corredor que fazia uma leve curva para a sua direita e se estendia por 50 metros (Duas ações e meia). Do outro lado, à frente da porta, pôde ver um sacerdote com vestes estranhas e brancas. Em volta de si uma barreira luminosa o protegia do frio de -89ºC. Caso contrário congelaria instantaneamente. Seria aquele o campeão da entidade primitiva?

Blake Eldridge Falkenrath
Status base: 230 HP / 230 MP

Sistema:
Este MvP será um pouco diferente dos demais, pois considerarei muita lógica de combate com movimentações por turno.
- Você pode executar 3 ações por turno.
- Executar QUALQUER ataque custa 1 ação.
- Executar DEFESA ou ESQUIVA também custa 1 ação.
- Executar DESLOCAMENTO de ATÉ 20 metros também custa 1 ação.
- Ataques a distância podem ser lançados em até 2 ações de distância, isto é, 40 metros.
- Boa sorte semideus, e que os deuses dos ventos estejam com você.


Última edição por Apolo em Sab Nov 26, 2016 5:33 pm, editado 4 vez(es)
avatar
Apolo
Deuses Estagiários
Deuses Estagiários

Mensagens : 150
Data de inscrição : 12/07/2013

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Blake Eldrige Falkenrath VS Aava, A Mascote do Rei de Marfim

Mensagem por Blake "Sirius" Falkenrath em Sab Nov 26, 2016 10:39 am

Slavery
Estava jogado na cama do chalé dos Escolhidos sem conseguir pregar os olhos. Algo pesava dentro do meu peito, a ansiedade atacava outra vez. Sabia que aquela não seria outra noite comum, os ventos gélidos que arrepiavam meu braço entregavam isso. E então de repente uma voz fria e feminina invadiu o quarto.

— Boa noite, meu filho. — Havia visto minha mãe apenas uma vez em um sonho lúcido, e não podia acreditar que ela estava ali. Era óbvio que precisava de mim para algo, os deuses são assim, só aparecem quando necessitam de algo. E dessa vez não seria diferente, tenho certeza.


– Oi, mãe...? – Ainda estava confuso com a repentina aparição da deusa do gelo. – Acho que não preciso questionar sua aparição, não, é mesmo? – Dei alguns passos em sua direção e o frio que sentia continuava a crescer exponencialmente.

— Eu nunca fui boa com reuniões familiares... – Dava para perceber, podia ter trazido pelo menos um presente. Sorri com o pensamento, o que deve ter sido desrespeitoso à deusa. — Mas a antiga entidade celeste tenta se reerguer perante meu pai... seu avô. – Puxei o ar gélido pelo nariz e senti queimar meus pulmões antes de soltá-lo lentamente. — Ela já mandou o seu campeão para o Palácio de Bóreas, trancafiando o Deus do Vento Norte em sua torre. – Forcei a mandíbula contra o maxilar, contraindo os músculos do rosto. Era isso que significava ser um Escolhido? Ter sua mãe aparecendo no meio da noite para lhe pedir para derrotar algo?  — Vou lhe dar 5 minutos para preparar suas coisas, desistir não é uma opção.

- Não iria desistir... É meu papel servir os deuses. – Enfim dei as costas à Quione.

Não muito longe da minha cama estava meu armário, grande e branco, e no compartimento da direita guardava todos meus equipamentos. Abri as portas com cuidado, analisando tudo ali dentro, desde os braceletes até a espada solar.  Peguei os acessórios azul celeste, a espada solar, a adaga lunar e o Ice, meu arco de cristal.

Com tudo pronto e o arco enviesado no peito, voltei a me aproximar da mulher morena que aguardava quieta ao lado da cama. Ela abriu um sorriso, mas não sentia nada vir dali, era como o sorriso de alguém que levava uma pessoa à possível morte. Seus braços envolviam meu corpo e a escuridão tomou conta de tudo, só para, em seguida, aparecer em outro lugar.

Um vento forte soprava, mas o frio havia passado, quero dizer para mim havia passado. Olhei aos arredores e era como se estivesse na muralha da China, nada para os lados só uma queda livre perigosa. Em frente algo parecido com um sacerdote em vestes brancas, protegido por uma luz clara em círculo em volta de seu corpo. Atrás dele uma porta que poderia servir de abrigo para aqueles não acostumados à nevasca.

Corri até metade do caminho, reparando nos possíveis movimentos do ser à frente. Não sabia o que era capaz, mas tinha certeza de que não era um amigo. Peguei o arco e puxei a corda, mas antes iria congelar até a nuca do inimigo, para que não se mexesse e viesse de gracinha para cima de mim. Disparei uma flecha contra a cabeça dele para mata-lo de uma vez e caso não funcionasse a primeira vez, dispararia outra, corrigindo o trajeto de acordo com a força dos ventos.

Guardei o arco à medida que caminhava em sua direção, sacando a Espada Solar. A girei entre os dedos, pegando firme em seu cabo, em seguida. Caso o sacerdote ainda estivesse vivo e aprisionado, iria perfurar seu cérebro. Assim que morresse, levaria seu corpo para dentro da pequena divisa da muralha para procurar algum bilhete de seu mestre. Tinha certeza que haveriam mais do que apenas um monstro aqui, uma única pessoa não pode dominar um castelo sozinha.

Caso, ele não seja congelado, usaria meu teleporte para aparecer atrás do monstro e penetraria seu peito com a espada. O processo de procurar o corpo do defunto seria o mesmo, preciso de informações do que vou enfrentar e de quantos outros esperam por mim.


Equipamentos:
Ice:Um arco todo feito de cristal gelado, inquebrável, e a corda é de um material transparente. As flechas são infinitas, e, quando em contato com a pele do inimigo, começa a congelá-lo - se não matá-lo com o tiro, matará congelado. Transformam-se em duas pulseiras também de cristal.

Braceletes Condutores - Os braceletes originalmente pertencentes à Lâmia Original são responsáveis por conceder à criatura suas capacidades elétricas. Com estes equipamentos, o seu portador tem a capacidade de reproduzir alguns dos poderes elétricos de Zeus, como Flash, Bola de Energia, Estática (Nível II e Nível VIII), Electric Punch e Ira de Zeus I. Custos em MP iguais aos dos poderes dos filhos de Zeus.

Espada Solar -> Uma espada que parece mudar de tom entre o prata e o laranja. Sua lâmina é fria ao toque, mas ao se aproximar de um inimigo ela se torna incandescente, cortando facilmente carnes e ossos. Caso seja segurada por alguém que não seja um escolhido, ela irá encolher até sumir, voltando para a mão do Escolhido.

Adaga Lunar -> Uma adaga que brilha nitidamente a luz da lua. O fio é tão fino quanto o fio de cabelo de um recém-nascido, cortando facilmente qualquer coisa simplesmente por tocar. Um corte dessa adaga congelará a área imediatamente, impedindo o sangue de circular e iniciando uma necrose na região do corte. Caso seja segurada por alguém que não seja um escolhido, ela irá encolher até sumir, voltando para a mão do Escolhido.

Passivos Ares:
1 - Espirito Ancestral - A violência percorre o seio da humanidade desde o seu inicio, e antes disto em todos os seres vivos. Sendo essa a mais primitiva razão da realização de guerras, como filho de Ares você possui os instintos da própria violência em seu corpo, sendo que sempre luta com objetivo de ferir seu oponente. Essa agressividade natural acaba fazendo com que todos os golpes físicos da prole do deus da guerra, causem 50% a mais de dano do que golpes elaborados por outros semideuses.

2 - Velocidade atlética: Um bom combatente sempre está preparado físicamente para os futuros combates, sendo que as proles do deus da guerra evam a sério seus treinamentos rígidos, buscando sempre serem melhores. Devido a condição física e biológica natural do semideus, e de seu empenho nos treinamentos, são quase tão rápidos e ágeis quanto filhos de Hermes, conseguindo correr longas metragens sem se cansarem. Movimentos de finta, esquiva e outros que requeiram velocidade/agilidade, sempre possuem 50% mais chances de funcionar contra inimigos mais lentos, além de perderem em uma corrida apenas para seres tão velozes quanto filhos do deus mensageiro.

Passivos Escolhidos:
Bênção Estelar III -> As estrelas estão sempre nos céus, apesar de brilharem apenas a noite. Neste nível, a força e velocidade do Escolhido durante o dia é triplicada, enquanto a noite seus movimentos são vistos apenas como borrões, e sua força é a mesma do que um trem em alta velocidade.

Brilho Estelar III -> O brilho do Escolhido é muito grande, e consegue iluminar uma grande distância. Esse brilho pode ser visto por semideuses até três quilometros de distância. Semideuses e monstros abaixo do nível do escolhido não conseguirão olhar diretamente para ele.

Fulgor III -> Qualquer espada, adaga ou arco tocado por um Escolhido se torna abençoada. Contra semideuses, essa arma infligirá +30 de dano, enquanto que contra monstros causará +50 de dano. A arma agora terá o dano de uma arma qualquer contra deuses ou titãs, mas virará pó após o primeiro golpe ser dado contra essas entidades.

Escudo Estelar II -> Uma força mística circunda os Escolhidos. Qualquer ataque mágico ou projétil sofrerá uma perda de potência ao se aproximar. Nesse nível, o dano sofrido por poderes ou projéteis será reduzido em 50%.

Passivos de Quione:
Senhores da Neve IV ~> Filhos de Quione ficam mais fortes ao entrar em contato com a neve. Além dos bônus dos níveis anteriores, seus ataques ou suas habilidades congelam a área atingida.

Senhores da Neve III ~> Filhos de Quione ficam mais fortes ao entrar em contato com a neve. Além dos bônus dos níveis anteriores, seus ataques infligem queimaduras de gelo, que tiram 10 HP do adversário por turno, durante três turnos.

Senhores da Neve II ~> Filhos de Quione ficam mais fortes ao entrar em contato com a neve. Além do bônus do nível anterior, suas habilidades custam -10 MP para serem usadas.

Senhores da Neve I ~> Filhos de Quione ficam mais fortes ao entrar em contato com a neve e enxergam perfeitamente bem em meio a ela. Suas habilidades causam +10 de dano ao oponente enquanto em contato com a neve.

Armadura de Diamante III ~> Ao se sentirem ameaçados ou entrar em combate, uma espécie de armadura de gelo puro e indestrutível se forma pelo corpo dos filhos de Quione, dando a impressão que o mesmo é feito de diamante. Todo o dano recebido pelo semideus é reduzido em 60%.

Cristalização IV ~> Filhos de Quione tem a capacidade de cristalizar a água, condensando a mesma. Neste nível, o semideus consegue criar tanto neve quanto gelo puro do ar, usando as moléculas de hidrogênio presentes no ambiente, podendo modelar gelo ou a neve da forma que quiser. Prender o oponente em gelo, usando o ar dentro da barreira dele, se possível.

Ativos Escolhidos:
Buraco de Minhoca I -> Girando seu corpo em 360º, o Escolhido desaparece em pleno ar e pode aparecer em qualquer lugar dentro de dois quilômetros, seja no ar ou no chão, em questão de um segundo. [5 MP] Zerado pelo "Senhores da Neve II".
avatar
Blake "Sirius" Falkenrath
Filhos de Quione
Filhos de Quione

Mensagens : 167
Data de inscrição : 04/10/2016
Idade : 18

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Blake Eldrige Falkenrath VS Aava, A Mascote do Rei de Marfim

Mensagem por Apolo em Sab Nov 26, 2016 3:31 pm



Blake mirou com olhos ávidos o sacerdote ajoelhado, do outro lado do corredor aberto. Seus cabelos dourados chicoteavam sua cabeça com a agressividade que a nevasca o atingia, porém, gelo algum se fixava em sua pele ou em seus fios. Sua resistência divina contra o frio, proveniente de Quione, o protegia. Ele poderia, até mesmo, se livrar de suas roupas que não faria diferença.

Em um pique acelerado o semideus venceu rapidamente a distância de 30 metros, o que não levou nem um segundo. Era como um borrão na noite sem estrelas, devido à grande quantidade de nuvens que encobriam o céu. A escuridão imperava profunda e a única coisa que brilhava intensamente, como as labaredas de uma fogueira, era uma barreira cônica que circundava o corpo daquele que seria o campeão.

Retirou o arco e esticou a corda, enviesando todo o corpo da arma e, das moléculas do ar, uma flecha de puro gelo cristalizado se materializou ali. O braço tremia com a força e, em sua cabeça, Blake sabia que aquele primeiro disparo seria apenas para poder calcular a velocidade do vento.

Ainda mirando, o filho de Quione conjurou um de seus poderes de herança divina. O chão congelou em volta do sacerdote e, quando ia trespassar a barreira luminosa dourada para prendê-lo, mudou o trajeto, subindo na barreira como se ela fosse vítrea. Sólida. De cenho franzido, em confusão, Blake notou que aquilo era um desencarnado. Um homem morto renascido, trazido do reino de Hades. Não apenas isto, mas o semideus também notou que ele possuía diversos pedaços de pano pendurados em suas roupas e eles sequer se moviam com a nevasca.

Os dedos folgaram e a flecha zuniu, fazendo uma curva para a direita, exatamente como o herói previra e, agora, compensando o seu primeiro disparo, armou a segunda flecha de gelo cristalizado e, quando a soltou, sua ponta afiada e perfurante deveria encontrar o rosto daquele sacerdote revivido, porém, se estilhaçou tal qual vidro na barreira. Com um suspiro frustrado, o semideus guardou o arco enviesado no peito e sacou sua espada solar. O metal tiniu na bainha e, na escuridão, brilhava como se estivesse em brasa.

O vento uivou e, de repente, surgindo por cima do uivo agudo e tenebroso um rugido alto e retumbante ganhou proporções astronômicas. Era como estar de frente para uma caixa de som com os graves estourando na máxima amplitude. Foi neste momento que Blake notou que aquele não era o verdadeiro Campeão da Entidade Primordial. Seus olhos subiram para o alto da torre de vigília, onde arqueiros poderiam, facilmente, emboscar inimigos, algo pulou, fazendo as estruturas racharem com o peso.

Em um movimento mágico e instantâneo, Blake se materializou para longe, atrás, se afastando do real perigo. Ele já se preparava para surpreender o sacerdote, se teleportando para suas costas, mas com a nova ameaça, sua primeira reação foi tomar distância.

O solo onde antes o filho de Quione pisava, a cerca de 20 metros dali (1 ação “normal” de distância) cedeu levemente com o impacto do salto de seja lá o que quer que fosse aquilo. Um rugido estrondoso, semelhante ao de felinos de grande porte, se fez ouvir, incomodando os ouvidos do semideus que, instintivamente, levou as mãos a eles para se proteger. Mas Blake não podia ver o monstro, ele estava invisível.

— CONTEMPLE AAVA! — A voz do sacerdote soou imponente e clara, tal qual um mensageiro de reis deve ser. — A MASCOTE DO ANTIGO REI! — O herói não sabia do que o morto falava, mas talvez ele devesse se preocupar com isto.

Blake Eldridge Falkenrath
Status base: 230 HP / 230 MP

Aava, A Mascote do Rei
Status base: ??.??? / ??.??? MP

Sistema:
Este MvP será um pouco diferente dos demais, pois considerarei muita lógica de combate com movimentações por turno.
- Você pode executar 3 ações por turno.
- Executar QUALQUER ataque custa 1 ação.
- Executar DEFESA ou ESQUIVA também custa 1 ação.
- Executar DESLOCAMENTO de ATÉ 20 metros também custa 1 ação.
- Ataques a distância podem ser lançados em até 2 ações de distância, isto é, 40 metros.
- Boa sorte semideus, e que os deuses dos ventos estejam com você.


Última edição por Apolo em Dom Nov 27, 2016 1:51 pm, editado 1 vez(es)
avatar
Apolo
Deuses Estagiários
Deuses Estagiários

Mensagens : 150
Data de inscrição : 12/07/2013

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Blake Eldrige Falkenrath VS Aava, A Mascote do Rei de Marfim

Mensagem por Blake "Sirius" Falkenrath em Sab Nov 26, 2016 4:47 pm

Slavery
As coisas se tornaram um tanto quanto confusas depois que a segunda flecha acertou o sacerdote em vestes brancas. Um rugido forte como o mais forte trovão retumbou por toda a muralha, parecia que sacudia a estrutura firme do castelo. E como se não bastasse, algo pesado o bastante para rachar o chão com seu peso, caiu entre eu e o meu oponente. Digo, meu antigo oponente, afinal, o que quer que tenha caído, provavelmente se tratava do meu real inimigo.


— CONTEMPLE AAVA! — Vou te fazer contemplar a lâmina da minha espada. Cara, tenho que parar de andar com o Derek, estou começando a ser babaca também. — A MASCOTE DO ANTIGO REI! - Ergui o polegar para o zumbi.

Imediatamente girei e reapareci vários metros longe de lá, mantendo a distância da criatura invisível. Olhava o chão em busca de marcas do que quer que espreitava pelo corredor, mas a neve caía depressa demais tapando suas pegadas antes que pudesse as perceber. Nunca imaginei que odiaria ter tanta neve me cercando, não acreditava que pudesse vir a ser um problema de novo.

Corria perigo enquanto não soubesse o que enfrentaria e como seria capaz de enxerga-lo. Deixei que a eletricidade fluísse pelos braceletes azuis e na palma de minhas mãos uma bola de luz branca cresceu até estourar em um clarão poderoso.


Puff

Com outro simples giro, desapareci como se virasse um ponto ínfimo e reapareci atrás do sacerdote, colocando a ponta da minha espada em sua nuca. Ou pelo menos tentaria isso.

– O que é isso? Como o vejo? – Pressionaria com mais força o pescoço do morto-vivo.

Até diria que dependendo da resposta do homem, o deixaria viver, mas se trata de um morto-vivo, portanto irei exterminá-lo de qualquer forma. O que está morto deve permanecer morto. Claro, tudo isso se eu conseguir penetrar sua barreira mágica.


Equipamentos:
Ice:Um arco todo feito de cristal gelado, inquebrável, e a corda é de um material transparente. As flechas são infinitas, e, quando em contato com a pele do inimigo, começa a congelá-lo - se não matá-lo com o tiro, matará congelado. Transformam-se em duas pulseiras também de cristal.

Braceletes Condutores - Os braceletes originalmente pertencentes à Lâmia Original são responsáveis por conceder à criatura suas capacidades elétricas. Com estes equipamentos, o seu portador tem a capacidade de reproduzir alguns dos poderes elétricos de Zeus, como Flash, Bola de Energia, Estática (Nível II e Nível VIII), Electric Punch e Ira de Zeus I. Custos em MP iguais aos dos poderes dos filhos de Zeus.

Espada Solar -> Uma espada que parece mudar de tom entre o prata e o laranja. Sua lâmina é fria ao toque, mas ao se aproximar de um inimigo ela se torna incandescente, cortando facilmente carnes e ossos. Caso seja segurada por alguém que não seja um escolhido, ela irá encolher até sumir, voltando para a mão do Escolhido.

Adaga Lunar -> Uma adaga que brilha nitidamente a luz da lua. O fio é tão fino quanto o fio de cabelo de um recém-nascido, cortando facilmente qualquer coisa simplesmente por tocar. Um corte dessa adaga congelará a área imediatamente, impedindo o sangue de circular e iniciando uma necrose na região do corte. Caso seja segurada por alguém que não seja um escolhido, ela irá encolher até sumir, voltando para a mão do Escolhido.

Passivos Escolhidos:
Bênção Estelar III -> As estrelas estão sempre nos céus, apesar de brilharem apenas a noite. Neste nível, a força e velocidade do Escolhido durante o dia é triplicada, enquanto a noite seus movimentos são vistos apenas como borrões, e sua força é a mesma do que um trem em alta velocidade.

Brilho Estelar III -> O brilho do Escolhido é muito grande, e consegue iluminar uma grande distância. Esse brilho pode ser visto por semideuses até três quilometros de distância. Semideuses e monstros abaixo do nível do escolhido não conseguirão olhar diretamente para ele.

Escudo Estelar II -> Uma força mística circunda os Escolhidos. Qualquer ataque mágico ou projétil sofrerá uma perda de potência ao se aproximar. Nesse nível, o dano sofrido por poderes ou projéteis será reduzido em 50%.

Passivos de Quione:
Senhores da Neve IV ~> Filhos de Quione ficam mais fortes ao entrar em contato com a neve. Além dos bônus dos níveis anteriores, seus ataques ou suas habilidades congelam a área atingida.

Senhores da Neve III ~> Filhos de Quione ficam mais fortes ao entrar em contato com a neve. Além dos bônus dos níveis anteriores, seus ataques infligem queimaduras de gelo, que tiram 10 HP do adversário por turno, durante três turnos.

Senhores da Neve II ~> Filhos de Quione ficam mais fortes ao entrar em contato com a neve. Além do bônus do nível anterior, suas habilidades custam -10 MP para serem usadas.

Senhores da Neve I ~> Filhos de Quione ficam mais fortes ao entrar em contato com a neve e enxergam perfeitamente bem em meio a ela. Suas habilidades causam +10 de dano ao oponente enquanto em contato com a neve.

Armadura de Diamante III ~> Ao se sentirem ameaçados ou entrar em combate, uma espécie de armadura de gelo puro e indestrutível se forma pelo corpo dos filhos de Quione, dando a impressão que o mesmo é feito de diamante. Todo o dano recebido pelo semideus é reduzido em 60%.

Ativos Escolhidos:
Buraco de Minhoca I -> Girando seu corpo em 360º, o Escolhido desaparece em pleno ar e pode aparecer em qualquer lugar dentro de dois quilômetros, seja no ar ou no chão, em questão de um segundo. [5 MP] Zerado pelo "Senhores da Neve II".

Ativo do Bracelete:
Flash: Nas mãos do filho de Zeus uma bola branca se forma, a mesma pode cegar qualquer um que a olho por mais de três segundos. Gasto: 5 de MP Duração: Um turno.Mesma coisa de todas as outras skills, MP gasto zerado.
avatar
Blake "Sirius" Falkenrath
Filhos de Quione
Filhos de Quione

Mensagens : 167
Data de inscrição : 04/10/2016
Idade : 18

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Blake Eldrige Falkenrath VS Aava, A Mascote do Rei de Marfim

Mensagem por Apolo em Sab Nov 26, 2016 5:32 pm


O flash brilhou na noite turbulenta e cheia de horrores. O castelo de Bóreas não era um lugar amistoso e todos os deuses do Olimpo sabiam daquilo. A entidade era tão antiga quanto próprio Zeus, Poseidon ou Hades, e seu domínio ficava no extremo norte do planeta, onde os ventos eram gelados e violentos. Sequer os três grandes poderiam invadir tal fortaleza. As magias daquele local eram fortes e densas. O flash da habilidade elétrica do filho de Quione foi abafado pela névoa gelada que passava corrente por ali.

Por alguns segundos Blake sentiu um alento silencioso, no momento em que adentrava outra dimensão para sair novamente em sua própria, em um salto pelo espaço. Ali o vento constante e gelado, praticamente cortante, não testava suas resistências frígidas e a sua ausência o fazia notar quão bom era não estar no castelo de seu avô apenas ao sair de lá.

Menos de um segundo depois o semideus ressurgiu atrás do sacerdote. Havia urgência em sua voz, clamando por explicações de um inimigo que nada tinha a perder.

— O que é isso? Como o vejo? — A lâmina incandescente do semideus trespassava a barreira mágica, fazendo-o concluir que ela protegia apenas contra o frio.

O sacerdote zumbi se mantinha na mesma posição de antes e, enquanto o filho de Quione observava o chão à procura de pegadas que denunciariam o seu real problema, notou algo azul e tênue brilhar na mão daquele mago. Um belíssimo anel e, então, recebeu um forte soco no peito vindo de lugar nenhum.


Suas costas bateram contra a parede e o ar deixou os seus pulmões.

Seu corpo desceu deslizando rapidamente pela parede até que seu quadril se chocasse contra o chão. Quando voltou a abrir os olhos teve tempo apenas de erguer os braços, em um reflexo instintivo, para proteger o rosto dos projéteis de cristal de gelo que vinham em sua direção. Um, dois, três, quatro, cinco foi a contagem mental que o semideus fizera.

O mago se mantinha ajoelhado na frente do filho de Quione e não parecia inclinado a responder o semideus.

Blake Eldridge Falkenrath
Status base: 199 HP / 230 MP
(80 * 0,5) *0,6 = - 16 HP Por Ira dos Deuses (Sacerdote)
[(25 * 5) * 0,5] * 0,6 = - 25 HP por Cristais de Gelo Teleguiados (Aava)

Aava, A Mascote do Rei
Status base: ??.??? / ??.??? MP

Cristais de Gelo Teleguiados: Aava se distancia a uma distância de de um turno do atacante e ruge, conjurando cinco Gristais de gelo que são lançados na próxima ação ou na seguinte. Perseguem o alvo com probabilidades de acerto:
1 ação de distância = 60%
2 ações de distância = 40%
3 ações de distância = 20%
OBS.: Porcentagens acima válidas apenas para o caso do jogador não ter tomado Stager.
Dano: 25 HP por cristal atingido
Custo: 50 MP

Sistema:
Este MvP será um pouco diferente dos demais, pois considerarei muita lógica de combate com movimentações por turno.
- Você pode executar 3 ações por turno.
- Executar QUALQUER ataque custa 1 ação.
- Executar DEFESA ou ESQUIVA também custa 1 ação.
- Executar DESLOCAMENTO de ATÉ 20 metros também custa 1 ação.
- Ataques a distância podem ser lançados em até 2 ações de distância, isto é, 40 metros.
- Boa sorte semideus, e que os deuses dos ventos estejam com você.


Última edição por Apolo em Dom Nov 27, 2016 1:51 pm, editado 1 vez(es)
avatar
Apolo
Deuses Estagiários
Deuses Estagiários

Mensagens : 150
Data de inscrição : 12/07/2013

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Blake Eldrige Falkenrath VS Aava, A Mascote do Rei de Marfim

Mensagem por Blake "Sirius" Falkenrath em Sab Nov 26, 2016 6:19 pm

Slavery
A lâmina começava a rasgar a pele esverdeada do morto-vivo e ele nem sequer havia aberto a boca. Foi só quando uma forte luz saiu do corpo dele que percebi que havia me ferrado. O poder cresceu rápido, atingindo meu corpo forte e sem piedade. As roupas cristalizadas pelo frio foram completamente desfeitas tamanha fora a força da habilidade usado pelo sacerdote. Estava completamente nu, não que isso mudasse alguma coisa, todos meus membros continuavam iguais, o frio não me afetava. Sem contar que a barreira de cristal em volta do meu corpo escondia qualquer coisa.

Voei rápido contra a parede mais próxima, atingindo-a com as costas, arrancando todo ar que mantinha preso. Sentado, ainda atordoado, apenas vi um agrupamento de fragmentos de gelo vindo em minha direção, se não fossem minhas defesas poderosas, estaria morto agora. Os projéteis se estilhaçaram ao encontraram a dura camada cristalina em meu corpo.

– Cansei. – Outra vez usei meu teleporte para me aproximar rápido dele e criei uma parede de cristal entre ele e o que quer que tivesse a mais na muralha.

Com um golpe rápido, iria decapitar o morto-vivo para que não usasse aquele campo de força novamente e me atirasse, dessa vez, para fora daquela arena. Aproveitaria que a barreira me protegeria de qualquer outro possível golpe e iria roubar o anel do sacerdote, talvez me desse a capacidade de enxergar o monstro. Não só isso como iria vasculhar seu corpo em busca de qualquer informação ou objeto que me ajude na batalha.


Equipamentos:
Ice:Um arco todo feito de cristal gelado, inquebrável, e a corda é de um material transparente. As flechas são infinitas, e, quando em contato com a pele do inimigo, começa a congelá-lo - se não matá-lo com o tiro, matará congelado. Transformam-se em duas pulseiras também de cristal.

Braceletes Condutores - Os braceletes originalmente pertencentes à Lâmia Original são responsáveis por conceder à criatura suas capacidades elétricas. Com estes equipamentos, o seu portador tem a capacidade de reproduzir alguns dos poderes elétricos de Zeus, como Flash, Bola de Energia, Estática (Nível II e Nível VIII), Electric Punch e Ira de Zeus I. Custos em MP iguais aos dos poderes dos filhos de Zeus.

Espada Solar -> Uma espada que parece mudar de tom entre o prata e o laranja. Sua lâmina é fria ao toque, mas ao se aproximar de um inimigo ela se torna incandescente, cortando facilmente carnes e ossos. Caso seja segurada por alguém que não seja um escolhido, ela irá encolher até sumir, voltando para a mão do Escolhido.

Adaga Lunar -> Uma adaga que brilha nitidamente a luz da lua. O fio é tão fino quanto o fio de cabelo de um recém-nascido, cortando facilmente qualquer coisa simplesmente por tocar. Um corte dessa adaga congelará a área imediatamente, impedindo o sangue de circular e iniciando uma necrose na região do corte. Caso seja segurada por alguém que não seja um escolhido, ela irá encolher até sumir, voltando para a mão do Escolhido.

Passivos Escolhidos:
Bênção Estelar III -> As estrelas estão sempre nos céus, apesar de brilharem apenas a noite. Neste nível, a força e velocidade do Escolhido durante o dia é triplicada, enquanto a noite seus movimentos são vistos apenas como borrões, e sua força é a mesma do que um trem em alta velocidade.

Brilho Estelar III -> O brilho do Escolhido é muito grande, e consegue iluminar uma grande distância. Esse brilho pode ser visto por semideuses até três quilometros de distância. Semideuses e monstros abaixo do nível do escolhido não conseguirão olhar diretamente para ele.

Escudo Estelar II -> Uma força mística circunda os Escolhidos. Qualquer ataque mágico ou projétil sofrerá uma perda de potência ao se aproximar. Nesse nível, o dano sofrido por poderes ou projéteis será reduzido em 50%.

Passivos de Quione:
Senhores da Neve IV ~> Filhos de Quione ficam mais fortes ao entrar em contato com a neve. Além dos bônus dos níveis anteriores, seus ataques ou suas habilidades congelam a área atingida.

Senhores da Neve III ~> Filhos de Quione ficam mais fortes ao entrar em contato com a neve. Além dos bônus dos níveis anteriores, seus ataques infligem queimaduras de gelo, que tiram 10 HP do adversário por turno, durante três turnos.

Senhores da Neve II ~> Filhos de Quione ficam mais fortes ao entrar em contato com a neve. Além do bônus do nível anterior, suas habilidades custam -10 MP para serem usadas.

Senhores da Neve I ~> Filhos de Quione ficam mais fortes ao entrar em contato com a neve e enxergam perfeitamente bem em meio a ela. Suas habilidades causam +10 de dano ao oponente enquanto em contato com a neve.

Armadura de Diamante III ~> Ao se sentirem ameaçados ou entrar em combate, uma espécie de armadura de gelo puro e indestrutível se forma pelo corpo dos filhos de Quione, dando a impressão que o mesmo é feito de diamante. Todo o dano recebido pelo semideus é reduzido em 60%.

Ativos Escolhidos:
Buraco de Minhoca I -> Girando seu corpo em 360º, o Escolhido desaparece em pleno ar e pode aparecer em qualquer lugar dentro de dois quilômetros, seja no ar ou no chão, em questão de um segundo. [5 MP] Zerado pelo "Senhores da Neve II".

Ativos Quione:
Barreira de Cristal I ~> O filho de Quione pode condensar os átomos de hidrogênio ao seu redor de forma ainda maior do que o normal, criando uma barreira tão resistente quanto ferro estígio, impedindo passagem de inimigos ou interceptando ataques por um turno. Custo cai para 10 de MP graças a fabulosa passiva "Senhores da Neve II".
avatar
Blake "Sirius" Falkenrath
Filhos de Quione
Filhos de Quione

Mensagens : 167
Data de inscrição : 04/10/2016
Idade : 18

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Blake Eldrige Falkenrath VS Aava, A Mascote do Rei de Marfim

Mensagem por Apolo em Sab Nov 26, 2016 7:15 pm


O filho de Quione retomou sua consciência abalada a em poucos segundos, usando o joelho direito para se reerguer como um apoio sólido. Tão sólido quanto a muralha intransponível que envolvia a sua pele. Os golpes haviam sido fortes o suficiente para esfarelar as finas, porém resistentes, superfícies de diferentes ângulos que protegiam seu peito. Os dois poderes, em sequência, fizeram o semideus precisar recapar a sua armadura diamantada.

— Cansei. — As palavras foram abafadas pelo vento uivante, mas ninguém mais precisava ouvir.

Mais uma vez o momento de silêncio, o olho do furacão, que antecede a ventania e, num piscar de olhos, Blake ressurgia atrás do sacerdote. Na frente deste uma parede de cristais de gelo se ergueu com velocidade assombrosa, bloqueando também o vento com a neve que vinha da sua direita.

Sem perder mais um segundo sequer, o filho de Quione descreveu um golpe de baixo para cima no braço direito do sacerdote, que já se levantava para conjurar mais um feitiço potente. A investida interceptou a magia e, logo depois, em menos de um segundo, o corte foi direcionado ao pescoço do zumbi. A cabeça rolou pelo ar e foi arrastada pelo forte vento, para longe da muralha.

Um clarão saiu do corpo do cadáver e envolveu o de Blake, borrando sua visão por alguns segundos e, logo que voltou a focar, teve o vislumbre de um tigre do tamanho de um tanque de guerra, no meio de um pulo. As garras destruíram a parede de gelo como se esta fosse um castelo de areia. Blake sentiu as unhas lhe golpearem a pele e o impacto o arremessar para o lado.

Seu corpo girou algumas vezes e bateu com força contra a amurada de pedra sólida e maciça. Em um momento de tontura o semideus observou as pedras rolarem abismo abaixo e sumirem na névoa acinzentada.

Agora o semideus podia ver o tigre e sentia uma tremenda pré-disposição para enfrentar aquela criatura divina.

Blake Eldridge Falkenrath
Status base: 142 HP / 220 MP
(120 * 0,6) = - 47 HP Por Golpe corporal (Aava)

Poder Passivo ganho:
Olhos do Oráculo: Poder concedido àqueles escolhidos pelos deuses para que os olhos mortais possam enxergar além da mentira. Nada entrega o portador deste poder, com exceção de que este não é enganado por magias ilusórias como Névoa, tampouco itens que permitam invisibilidade.

Itens ganhos:
Anel Límpido Azul: Anel de ouro adornado com uma safira triangular em sua face. Possui a característica de anular todo tempo de conjuração de qualquer poder ativo. O poder conjurado é lançado instantaneamente, tornando a ação de lançar o poder neutra, assim como a iniciativa de lançar poderes é do portador deste anel.

Aava, A Mascote do Rei de Marfim

Status base: 20.000 HP / 19.950 MP

PODERES PASSIVOS:
Pelagem grossa: A pele resistente de Aava fornece a ela uma resistência de 90% contra ataques que envolvam o frio. A natureza presenteou-a com esta dádiva, principalmente por esta ser uma criatura habitante de terras extremamente frígidas

Invisibilidade: Aqueles que não forem dignos dos deuses não podem ver a imponência deste animal sagrado, a menos que ele permita que você o enxergue. Oráculos podem vê-lo mesmo sem sua permissão.

Fôlego Divino: Aava não tem problemas de respirar onde o ar é rarefeito e muito frio, podendo deslocar-se rapidamente de um lugar para o outro.

PODERES ATIVOS:
Cristais de Gelo Teleguiados: Aava se distancia a uma distância de de um turno do atacante e ruge, conjurando cinco Gristais de gelo que são lançados na próxima ação ou na seguinte. Perseguem o alvo com probabilidades de acerto:
1 ação de distância = 60%
2 ações de distância = 40%
3 ações de distância = 20%
Dano: 20 HP por cristal atingido
Custo: 50 MP

Quebra de Gelo: Aava é capaz de golpear o chão com a sua pata e fazer uma trilha de estalagmites de gelo, em linha reta, surgir, um a um, sendo capaz de atingir o inimigo de baixo. O golpe interrompe ao atingir o alvo.
1 ação de distância = 40%
2 ações de distância = 20%
3 ações de distância = 10%
Dano: 35 HP
Custo: 50 MP

Explosão de Vento: Após duas ações de carga Aava libera sua energia, lançando o inimigo a uma distância de 3 ações.
Zona segura: 1 ação de distância. (De modo que se pode golpear Aava uma vez)
Dano: 15 HP
Custo: 50 MP

Dano padrão: 100 HP

Sistema:
Este MvP será um pouco diferente dos demais, pois considerarei muita lógica de combate com movimentações por turno.
- Você pode executar 3 ações por turno.
- Executar QUALQUER ataque custa 1 ação.
- Executar DEFESA ou ESQUIVA também custa 1 ação.
- Executar DESLOCAMENTO de ATÉ 20 metros também custa 1 ação.
- Ataques a distância podem ser lançados em até 2 ações de distância, isto é, 40 metros.
- Boa sorte semideus, e que os deuses dos ventos estejam com você.


Última edição por Apolo em Dom Nov 27, 2016 2:37 pm, editado 2 vez(es)
avatar
Apolo
Deuses Estagiários
Deuses Estagiários

Mensagens : 150
Data de inscrição : 12/07/2013

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Blake Eldrige Falkenrath VS Aava, A Mascote do Rei de Marfim

Mensagem por Blake "Sirius" Falkenrath em Sab Nov 26, 2016 8:26 pm

Slavery
A lâmina passou pelo pescoço do monstro em um corte rápido e limpo, a lançando para cima. Não tive nem tempo de acompanha-la cair no chão, os ventos já a tinham levado para longe, fazendo com que sumisse na densa névoa que se formava ao redor do lugar.

Uma forte explosão de luz aconteceu quando o corpo fora decapitado, cegando-me por alguns instantes. Entretanto, assim que minha visão voltou ao normal, um enorme, quando digo enorme É DO TAMANHO DE UM TANQUE DE GUERRA, tigre estava à minha frente. Imponente e aterrorizador.

Com um rugido tão forte que fez meu corpo tremer, o animal saltou com suas garras prostradas em minha direção, porém apenas atacara a barreira. Apenas, não. Aquilo supostamente segurava qualquer coisa, centenas de raios do Derek, meus golpes mais fortes, tudo.

Estava ali, paralisado ao ver o felino gélido destruir minhas barreiras sem dó. E o monstro não parou ali, se aproveitou do meu espanto e saltou em minha direção, descendo sua enorme pata no meu peito. Só parei quando encontrei uma das paredes da muralha, rachando sua estrutura.

Passei a mão no peitoral e pude sentir o sangue antes quente cristalizar. Aava havia conseguido destruir algo indestrutível... O quão poderosas eram suas garras? Fechei os olhos por um instante, recriando minhas barreiras cristalinas. A visão ainda estava um pouco embaçada, mas não abalei, apoiei a mão na perna esquerda e me pus de pé, analisando o tigre caminhar calmamente de um lado para o outro, esperando o momento certo para atacar outra vez.

Meus olhos piscaram uma vez e a gravidade em volta do animal fora aumentada. A princípio aquilo seria o suficiente para fazê-lo ficar imóvel por um tempo, talvez o suficiente para lhe entregar um bom golpe. Saltei e com um mortal desapareci do chão e iria ressurgir acima do monstro, muito acima, para usar a energia potencial gravitacional para lhe entregar um golpe poderosíssimo.

– AAAAAAAAAAAAAHHHHHHHHHHHHHH! – Gritei em quanto girava como um peão, empunhando a espada com uma pegada invertida. Ao em vez de apontar para frente, apontava para minhas costas. Usaria tudo o que tinha naquele corte.


Equipamentos:
Ice:Um arco todo feito de cristal gelado, inquebrável, e a corda é de um material transparente. As flechas são infinitas, e, quando em contato com a pele do inimigo, começa a congelá-lo - se não matá-lo com o tiro, matará congelado. Transformam-se em duas pulseiras também de cristal.

Braceletes Condutores - Os braceletes originalmente pertencentes à Lâmia Original são responsáveis por conceder à criatura suas capacidades elétricas. Com estes equipamentos, o seu portador tem a capacidade de reproduzir alguns dos poderes elétricos de Zeus, como Flash, Bola de Energia, Estática (Nível II e Nível VIII), Electric Punch e Ira de Zeus I. Custos em MP iguais aos dos poderes dos filhos de Zeus.

Espada Solar -> Uma espada que parece mudar de tom entre o prata e o laranja. Sua lâmina é fria ao toque, mas ao se aproximar de um inimigo ela se torna incandescente, cortando facilmente carnes e ossos. Caso seja segurada por alguém que não seja um escolhido, ela irá encolher até sumir, voltando para a mão do Escolhido.

Adaga Lunar -> Uma adaga que brilha nitidamente a luz da lua. O fio é tão fino quanto o fio de cabelo de um recém-nascido, cortando facilmente qualquer coisa simplesmente por tocar. Um corte dessa adaga congelará a área imediatamente, impedindo o sangue de circular e iniciando uma necrose na região do corte. Caso seja segurada por alguém que não seja um escolhido, ela irá encolher até sumir, voltando para a mão do Escolhido.

Passivos Ares:
1 - Espirito Ancestral - A violência percorre o seio da humanidade desde o seu inicio, e antes disto em todos os seres vivos. Sendo essa a mais primitiva razão da realização de guerras, como filho de Ares você possui os instintos da própria violência em seu corpo, sendo que sempre luta com objetivo de ferir seu oponente. Essa agressividade natural acaba fazendo com que todos os golpes físicos da prole do deus da guerra, causem 50% a mais de dano do que golpes elaborados por outros semideuses.

3 - Força I: A força é sem dúvida alguma a principal arma de um guerreiro,que o faz vencer seus inimigos mesmo que precise utilizar apenas seus punhos. Independente do porte físico do filho de Ares e da sua idade, o semideus terá a força de um atleta de MMA profissional, sendo capaz de carregar até cinquenta quilos e desferir poderosos golpes desarmados capazes de causar danos internos sobre o corpo de monstros e humanos.


2 - Velocidade atlética: Um bom combatente sempre está preparado físicamente para os futuros combates, sendo que as proles do deus da guerra evam a sério seus treinamentos rígidos, buscando sempre serem melhores. Devido a condição física e biológica natural do semideus, e de seu empenho nos treinamentos, são quase tão rápidos e ágeis quanto filhos de Hermes, conseguindo correr longas metragens sem se cansarem. Movimentos de finta, esquiva e outros que requeiram velocidade/agilidade, sempre possuem 50% mais chances de funcionar contra inimigos mais lentos, além de perderem em uma corrida apenas para seres tão velozes quanto filhos do deus mensageiro.

Passivos Escolhidos:
Bênção Estelar III -> As estrelas estão sempre nos céus, apesar de brilharem apenas a noite. Neste nível, a força e velocidade do Escolhido durante o dia é triplicada, enquanto a noite seus movimentos são vistos apenas como borrões, e sua força é a mesma do que um trem em alta velocidade.

Brilho Estelar III -> O brilho do Escolhido é muito grande, e consegue iluminar uma grande distância. Esse brilho pode ser visto por semideuses até três quilometros de distância. Semideuses e monstros abaixo do nível do escolhido não conseguirão olhar diretamente para ele.

Fulgor III -> Qualquer espada, adaga ou arco tocado por um Escolhido se torna abençoada. Contra semideuses, essa arma infligirá +30 de dano, enquanto que contra monstros causará +50 de dano. A arma agora terá o dano de uma arma qualquer contra deuses ou titãs, mas virará pó após o primeiro golpe ser dado contra essas entidades.

Escudo Estelar II -> Uma força mística circunda os Escolhidos. Qualquer ataque mágico ou projétil sofrerá uma perda de potência ao se aproximar. Nesse nível, o dano sofrido por poderes ou projéteis será reduzido em 50%.

Campo Gravítico III -> O Escolhido agora pode tanto fazer a gravidade ao redor chegar a zero quanto aumentar a mesma sobre um alvo, de tal forma que o inimigo ficará completamente fincado no chão, sem conseguir se mover, por um turno inteiro. [1 vez a cada 3 turnos]

Passivos de Quione:
Senhores da Neve IV ~> Filhos de Quione ficam mais fortes ao entrar em contato com a neve. Além dos bônus dos níveis anteriores, seus ataques ou suas habilidades congelam a área atingida.

Senhores da Neve III ~> Filhos de Quione ficam mais fortes ao entrar em contato com a neve. Além dos bônus dos níveis anteriores, seus ataques infligem queimaduras de gelo, que tiram 10 HP do adversário por turno, durante três turnos.

Senhores da Neve II ~> Filhos de Quione ficam mais fortes ao entrar em contato com a neve. Além do bônus do nível anterior, suas habilidades custam -10 MP para serem usadas.

Senhores da Neve I ~> Filhos de Quione ficam mais fortes ao entrar em contato com a neve e enxergam perfeitamente bem em meio a ela. Suas habilidades causam +10 de dano ao oponente enquanto em contato com a neve.

Armadura de Diamante IV ~> Ao se sentirem ameaçados ou entrar em combate, uma espécie de armadura de gelo puro e indestrutível se forma pelo corpo dos filhos de Quione, dando a impressão que o mesmo é feito de diamante. Todo o dano recebido pelo semideus é reduzido em 80%.

Ativos Escolhidos:
Buraco de Minhoca I -> Girando seu corpo em 360º, o Escolhido desaparece em pleno ar e pode aparecer em qualquer lugar dentro de dois quilômetros, seja no ar ou no chão, em questão de um segundo. [5 MP] Zerado pelo "Senhores da Neve II".

Ativos Ares:
1 –Carga de Poder - O filho de Ares poderá dar um poderoso golpe, armado ou desarmado, cuja intensidade será 10 vezes maior que um golpe normal. Este golpe parecerá uma simples mancha no ar para todos que o verem, sendo um tanto quanto dificil se defender.

Dano do golpe:
Não considerei a força extra por entrar em contato com a neve, nem a força de Ares, nem o dano de fogo da espada.

Enfim o cálculo é: [(Dano da arma+ Bônus dos escolhidos(Fulgor III))*Carga de Poder*Espírito Ancestral*Bênção Estelar III.

Númerico: [(20+50)*10*1,5*4,5= Calcula e veja...


Última edição por Blake "Sirius" Falkenrath em Dom Nov 27, 2016 2:01 pm, editado 1 vez(es)
avatar
Blake "Sirius" Falkenrath
Filhos de Quione
Filhos de Quione

Mensagens : 167
Data de inscrição : 04/10/2016
Idade : 18

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Blake Eldrige Falkenrath VS Aava, A Mascote do Rei de Marfim

Mensagem por Athena em Sab Nov 26, 2016 8:26 pm

O membro 'Blake "Sirius" Falkenrath' realizou a seguinte ação: Lançar dados


'Dano Crítico' : 42
avatar
Athena
Deuses Olimpianos
Deuses Olimpianos

Mensagens : 6519
Data de inscrição : 26/05/2013
Idade : 22
Localização : Por ai

http://www.bloodolympus.org

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Blake Eldrige Falkenrath VS Aava, A Mascote do Rei de Marfim

Mensagem por Apolo em Dom Nov 27, 2016 2:39 pm



Blake sentia a dor lacerante em seu peito, e dava graças à sua mãe por tê-lo presenteado com sua resistência elevada ao frio, assim como a segunda pele cristalina altamente rija, capaz de parar golpes de força ao nível de deuses. A adrenalina não permitia que o semideus sentisse a dor real do ferimento, assim como o sangue descendente do Deus da Guerra, então ele voltou os olhos para a criatura, que caminhava pela linha de sua circunferência, tal qual um caçador que analisa a sua presa.

Cada músculo de Blake se apertou com raiva e o vento forte da tempestade lhe parecia extremamente distante. Ela não importava mais, principalmente por ele estar, agora, isolado. A sensação que o Campeão de Bóreas tinha em seu peito era a de que pequenos cacos se partiam sobre sua pele enquanto a defesa era refeita, ainda mais forte do que antes.

O anel em seu dedo aqueceu de forma confortável e o herói sabia que estava fazendo algum efeito. Quando sua mente mentalizou o que precisava ser feito, Blake notou que o animal sagrado fraquejou as pernas e parou seus movimentos, se concentrando apenas em se manter de pé. Mais uma pontada assolou a cabeça do filho da Neve, não uma dolorida, mas levemente incômoda, e o chão sob as patas do Dentes-de-Sabre rachou com o seu peso. Não demorou para o animal deitar e ser espremido contra a muralha.

“ROOOOOOOOOOOOOOOOOOAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAR”

Mais uma vez o som trovejante do seu rugido reverberou na caixa torácica de Blake, mas este não se intimidou. Executou os movimentos necessários para o seu corpo sair do chão e girar sobre o próprio eixo. E desapareceu.

Observou a fenda no espaço tempo se abrir e engoli-lo por completo. O seu corpo flutuou, suspenso em gravidade zero por alguns metros de, ponta cabeça, se é que no espaço, entre as estrelas, havia um sentido fixo. À sua frente, então, outra garganta se abriu, findando o seu transporte incomum. A gravidade o puxou para baixo enquanto seus dedos apertavam o cabo da espada.

— AAAAAAAAAAAAAHHHHHHHHHHHHHH! — O coração disparava em seu peito, enraivecido por conta das injúrias que havia sofrido. Sentia a força centrípeta assolar o seu resistente corpo e, então...

BOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOM

“ROOOOOOOOOOOOOOOOOOAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAR”

O animal gritou de dor enquanto Blake sentiu o sangue escarlate jorrar da ferida aberta. Sua mão empapou com a vitae do Tigre Sagrado, assim como ele sentia o calor da carne de seu inimigo. Seu braço estava enterrado no corpo de Aava até a altura do cotovelo. O cheiro de queimado que emanava dali era nauseante, mas mais uma vez ele agradecia por ter o sangue de Ares correndo por suas veias. A Mascote do Rei de Marfim não conseguia se mover, ainda.

Blake Eldridge Falkenrath
Status base: 142 HP / 220 MP

Poder Passivo ganho:
Olhos do Oráculo: Poder concedido àqueles escolhidos pelos deuses para que os olhos mortais possam enxergar além da mentira. Nada entrega o portador deste poder, com exceção de que este não é enganado por magias ilusórias como Névoa, tampouco itens que permitam invisibilidade.

Itens ganhos:
Anel Límpido Azul: Anel de ouro adornado com uma safira triangular em sua face. Possui a característica de anular todo tempo de conjuração de qualquer poder ativo. O poder conjurado é lançado instantaneamente, tornando a ação de lançar o poder neutra, assim como a iniciativa de lançar poderes é do portador deste anel.

Aava, A Mascote do Rei de Marfim

Status base: 13.250 HP / 19.950 MP

PODERES PASSIVOS:
Pelagem grossa: A pele resistente de Aava fornece a ela uma resistência de 90% contra ataques que envolvam o frio. A natureza presenteou-a com esta dádiva, principalmente por esta ser uma criatura habitante de terras extremamente frígidas

Invisibilidade: Aqueles que não forem dignos dos deuses não podem ver a imponência deste animal sagrado, a menos que ele permita que você o enxergue. Oráculos podem vê-lo mesmo sem sua permissão.

Fôlego Divino: Aava não tem problemas de respirar onde o ar é rarefeito e muito frio, podendo deslocar-se rapidamente de um lugar para o outro.

PODERES ATIVOS:
Cristais de Gelo Teleguiados: Aava se distancia a uma distância de de um turno do atacante e ruge, conjurando cinco Cristais de gelo que são lançados na próxima ação ou na seguinte. Perseguem o alvo com probabilidades de acerto:
1 ação de distância = 60%
2 ações de distância = 40%
3 ações de distância = 20%
Dano: 20 HP por cristal atingido
Custo: 50 MP

Quebra de Gelo: Aava é capaz de golpear o chão com a sua pata e fazer uma trilha de estalagmites de gelo, em linha reta, surgir, um a um, sendo capaz de atingir o inimigo de baixo. O golpe interrompe ao atingir o alvo.
1 ação de distância = 40%
2 ações de distância = 20%
3 ações de distância = 10%
Dano: 35 HP
Custo: 50 MP

Explosão de Vento: Após duas ações de carga Aava libera sua energia, lançando o inimigo a uma distância de 3 ações.
Zona segura: 1 ação de distância. (De modo que se pode golpear Aava uma vez)
Dano: 15 HP
Custo: 50 MP

Dano padrão: 100 HP

Sistema:
Este MvP será um pouco diferente dos demais, pois considerarei muita lógica de combate com movimentações por turno.
- Você pode executar 3 ações por turno.
- Executar QUALQUER ataque custa 1 ação.
- Executar DEFESA ou ESQUIVA também custa 1 ação.
- Executar DESLOCAMENTO de ATÉ 20 metros também custa 1 ação.
- Ataques a distância podem ser lançados em até 2 ações de distância, isto é, 40 metros.
- Boa sorte semideus, e que os deuses dos ventos estejam com você.
avatar
Apolo
Deuses Estagiários
Deuses Estagiários

Mensagens : 150
Data de inscrição : 12/07/2013

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Blake Eldrige Falkenrath VS Aava, A Mascote do Rei de Marfim

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 1 de 2 1, 2  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum