The Blood of Olympus
Para visualizar o forum é necessário estar cadastrado, por favor registre-se no rpg ou entre em sua conta. É necessário estar cadastrado para ver as informações contidas no forum. Lembre-se de usar nome e sobrenome, não se cadastrar usando nomes geralmente utilizados por Hacker. Exemplo: "Barum" "Hakye" e por ai vai. Bem vindos.

Aqueles que foram mortos - Missão teste para Lauren Hill

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Aqueles que foram mortos - Missão teste para Lauren Hill

Mensagem por Athena em Qua Nov 02, 2016 2:09 pm


Aqueles que foram mortos
Outro corpo foi encontrado na madrugada de hoje. Aparentemente as marcas são as mesmas, e suas mãos foram removidas. O corpo não pode ser identificado, e suas digitais são impossíveis de ler, além disso tudo, não é possível dizer se é homem ou mulher...

As notícias nos jornais de Nova York encontram-se a cada dia mais perturbadoras. No último ano foram registradas 10 mortes, entre mulheres e homens. Todos os corpos eram descritos da mesma maneira, sem as mãos, ou pés, cobertos por marcas estranhas e com partes mutiladas por laminas finas. Todos foram deixados largados em algum beco, e encontrados na manhã seguinte. É impossível ler suas digitais, e os humanos não são capazes de perceber... Quiron enviou dois outros campistas para resolver o problema. Dentre ele uma das gêmeas de Hecate, e um filho de Poseidon chamado Nyu, nenhum deles voltou, e não se sabe se ainda estão vivos. Porém, ambos enviaram relatórios estranhos antes de seu desaparecimento, e agora Quiron ficou ainda mais desconfiado.

Nyu descrevia os locais como carregados por uma aura maligna, e dizia que as marcas encontradas eram semelhantes às que desenhavam nas paredes do chalé de Nyx. Por sua vez Felícia, a prole de Hecate, desconfiava que se tratava de magia de necromancia, e que aquilo claramente era um feitiço de invocação. Aparentemente alguém estava tentando ressuscitar os mortos por meio de corpos humanos, mas ainda não tinha conseguido realizar o feito. Lauren Hill fora a nova escalada. Pelos feitos realizados na casa dos 12 a garota tornou-se um ícone para os deuses, e suas artimanhas foram bem vistas pelo velho centauro. Nada melhor do que uma semideusa famosa para realizar um mistério.


Instruções:

- Aparentemente é um mistério sem solução, no qual todas as informações, características e enredo serão dados por você. Sua missão é simples, solucionar o problema dos corpos deixados acima, descobrir quem eram os mortos, encontrar os dois campistas desaparecidos – vivos ou não, ficará a seu critério – e descobrir o vilão. De preferência deve pega-lo.

Perguntas as quais você deverá encontrar as respostas nessa missão.
• Quem é o culpado e o que o levou a cometer os assassinatos? Ou seja, qual o motivo que o levou a matar tantas pessoas?
• Onde estão os dois campistas que desapareceram, e porque eles não voltaram?
• Como você desvendou o mistério dos corpos, e o que te levou a chegar a essa conclusão?

As perguntas devem ser respondidas por meio de uma narração ampla e detalhada, mas eu devo encontrar as respostas para elas em seu texto.

- Você tem permissão para levar consigo um único outro campista, de sua escolha – pode ser um NPC ou um amigo muito querido que tenha conta no fórum – as ações desse campista, falas e etc devem ser todas descritas por você mesma. Esse campista se for NPC pode, ou não, retornar com vida. No caso de campista criado, que existe no fórum, ele obrigatoriamente deve retornar com vida, pois estará sendo usado em uma missão, e não por vontade própria.

Regras:

-Mínimo de 40 linhas e sabemos que esse numero é insignificante.

-Por ser uma missão ampla, e que exige tempo e criatividade você terá 3 semanas para responder a mesma. Sendo que se após o prazo ter passado a missão será movida para o baú, e você perdera a oportunidade de realizar a mesma. O prazo poderá ser estendido para casos extremos (morte de um parente, doença grave que necessite de internação ou repouso, outros assuntos pessoais semelhantes, ou não). Data final: 09/01/2017

-Duvidas procurar-me via MP, ou chatbox.

-As recompensas ainda não foram definidas (salvo exceção em relação a liderança dos demônios de Nyx). Elas serão de acordo com sua postagem.

- Sua postagem deve conter as informações já inseridas previamente.

-Boa sorte.



Palas Athena...
Sometimes the power must bow to wisdom. You can be strong, may have power, but if you are wise, you are all well. And more than that, yes you can defeat them. Once warned that to save the world destruiri you-your friends, maybe I was wrong.
avatar
Athena
Deuses Olimpianos
Deuses Olimpianos

Mensagens : 6599
Data de inscrição : 26/05/2013
Idade : 22
Localização : Por ai

http://www.bloodolympus.org

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Aqueles que foram mortos - Missão teste para Lauren Hill

Mensagem por Lauren L. Hill em Seg Dez 19, 2016 3:13 pm

wasted away
It feels like we're living too fast to fall
Era
noite e Lauren ouvia o pequeno rádio no criado mudo ao lado da sua cama enquanto permanecia deitada, os pés esticados, o destro por cima do canhoto e suas mãos em movimento jogando uma bolinha azul para cima como forma de passar o tempo daquele dia cinzento e monótono.

“Outro corpo foi encontrado na madrugada de hoje. Aparentemente as marcas são as mesmas, e suas mãos foram removidas. O corpo não pode ser identificado, e suas digitais são impossíveis de ler, além disso tudo, não é possível dizer se é homem ou mulher...” se levantou bruscamente ao ouvir a voz do locutor deixando a pequena bola de lado e pegando o rádio em mãos, arqueando uma sobrancelha, escutando o resto da notícia do dia com atenção e os olhos cravados no pequeno objeto falante. Naquele momento era a única no chalé, estava sozinha e ao lado de sua cama, um esquema enorme sobre aquele caso estava montado.

Se levantou e observou tudo que havia anotado, essa não era a primeira, não era a segunda e muito menos a terceira morte, mas sim a décima e se tudo ocorresse bem seguindo os planos de Lauren, a décima e última morte. Todos tinham a mesma descrição de local aonde foram deixados: becos; todos eram deixados largados sem algum tipo de membro e cheios de marcas. Para a população normal, eram vistos como magia negra ou qualquer coisa do tipo, para o acampamento: possíveis marcas de magia feitas por necromantes ou, que possivelmente fossem marcas do chalé dos demônios. Seus olhos passaram por toda a extensão do painel e a cada foto que via, lembranças dos noticiários passavam em sua mente.

— Eu não deveria me arriscar, mas não posso deixar meus colegas para trás… — Murmurou baixo ao lembrar-se do filho de Poseidon e uma das gêmeas de Hecate, fechou os olhos com força, procurando coragem dentro de si o suficiente para não voltar atrás. Lauren foi até a sua mochila e pegou o que fosse necessário, desde armamentos à mantimentos, poderia não voltar tão cedo. Ou poderia não voltar. Fora a escolhida pela Casa Grande e não se mostraria covarde à essa altura. — Nem uma morte a mais. — Prometeu a si mesma, rezando ao seu pai divino e à sua fiel escudeira: Nyx. Pedindo bênção às duas pessoas quem mais admirava. Saiu do chalé com o pé direito, uma mania que tinha, e colocou sobre si a Capa da Noite esperando que nada e nem ninguém a visse. Não queria dar satisfações, mesmo que tenha sido requisitada. Ambos os colares que havia ganho de Pandora, sua melhor amiga (um pingente cujo continha uma alma presa e me protegeria nos momentos que eu me sentisse em perigo) e outro de Skylar, seu amor, que usava como proteção contra monstros. Aqueles itens sem dúvidas lhe dava um certo alívio.

[…]


“Locais com aura maligna...” riu ao pensar sobre enquanto folheava seu caderno de anotações, retirou o capuz da cabeça assim que percebeu o quão perto de Nova Iorque estava, admirando a paisagem de Manhattan ao nascer do sol, distante em poucos quilômetros de si. Lauren decidiu partir para aquela missão sozinha, não colocaria a vida de mais ninguém em risco quando já estava colocando a própria. Desceu do ônibus e andou em direção ao centro da cidade, primeiro tentaria o modo mais convencional e simples: sairia com a boca perguntando sobre os olimpianos à todos que fossem possível. — Ei garota...— Alguém a chamou enquanto a mesma comia um lanche, fez questão de virar-se rapidamente, dando de cara com um homem jovem e curioso. — Seus amigos? — Ele perguntou apontando para ambos. — Sim, por que? — Fez uma cara confusa. — Eu os vi há poucas horas entrando em um beco a duas quadras daqui. — Ela arqueou a sobrancelha, deixando o lanche sem terminar em cima da pequena mesa, colocando a mochila nas costas e correndo em direção ao lugar que o homem apontou.

— Espero que não sej… — Levou um soco no rosto assim que virou para entrar no suposto beco, beijando o chão logo em seguida. — Filho da put… — Proferiu rangindo os dentes e cuspindo o sangue ao se arrastar para a parede. — O que pensa que está fazendo, prole de Ares? — O homem mais bruto e alto falou com a demônio, chutando-a no abdome de maneira bruta, a fazendo cuspir mais um pouco de sangue. A alma demoníaca saiu do pingente de Panda instantaneamente ao perceber a agonia e o perigo que Lauren corria, indo diretamente no homem que atacava a prole de Ares, apertando seu rosto e afundando ambos os dedos polegares em seus olhos. O grito do homem era alto e absurdamente incomodo.

— Quem é você? — Lauren questionou tossindo e se levantando, a adaga que carregava consigo em mãos, se aproximando do velho. — Onde estão Nyu e Felícia? — Perguntou, estava claro que ambos os homens – o outro tinha corrido para longe com as calças cheias de merda depois do que vira – eram obra do assassino que o Olimpo estava a procura, assim como a polícia de Nova Iorque. — Você está enganada se vou facilitar tanto assi- — A alma empurrou mais ainda os olhos do rapaz para o fundo, um novo grito grave saindo de sua garganta em desespero. — Eu acho bom facilitar. — A alma demoníaca voltou para o pingente, visto que Lauren agora não teria maiores problemas enquanto o homem agonizava com as mãos nos olhos na tentativa de tentar enxergar novamente. — Onde você faria a sua magia e onde torturaria pessoas? Em um beco que não seria. — O velho falou de um jeito arrogante e Lauren fez um corte inclinado da testa até a maçã do rosto enrugado. — Na próxima brincadeirinha eu arranco seu olho. — Murmurou agachando-se, próxima ao ouvido do mesmo, pressionando a adaga com aura negra na têmpora do homem. — Eu a levarei até lá, mas não lhe garanto que eles ainda estarão vivos. — Lauren trincou o maxilar e rangiu os dentes quando ajudou o homem a levantar-se e entraram mais a fundo no beco, o lugar cada vez mais escuro sem dar a possibilidade de enxergar totalmente.

[…]


Aparentemente, o lugar parecia um bueiro, era úmido e uma corrente passava por baixo de uma enorme porta de cobre com alumínio. — Ora, ora, quem eu mais esperava ver, chegou. — Observou a grande porta abrir-se parcialmente e uma figura de terno ridiculamente mau vestido, seu jeito de andar tropicando, torto, me fazendo gargalhar instantaneamente. — Ah não, o assassino é um sátiro? Que piada, cara! — Lauren não poderia acreditar na incrível cena cômica que estava presenciando, o homem que a trouxe até ali ainda com as mãos nos olhos e reclamando vez ou outra, a fazendo dar uma chave de braço e torcer seu pescoço, vendo-o beijar o chão instantes depois. O Sátiro a olhava com uma expressão de frustração e, ao mesmo tempo, indignação, mas a sua pose dava a deixa de que tinha muito poder em mãos. Sua expressão mudou em poucos segundos de divertida para séria, seu andar calmo e paciente adentrando ao grande bueiro, estava meio exitante mas ao mesmo tempo curiosa. O que o levou a matar tantas pessoas? — Por que quis chamar atenção desse modo, Sátiro? — Lauren perguntou e ao mesmo tempo sentiu seu corpo enfraquecer no primeiro passo que deu após a porta. — Merda! — Uma pontada forte em todas as partes do seu corpo a fazendo agachar-se e cair para trás, tossiu algumas vezes sentindo falta de ar por conta das sensações. — O que você tá fazendo, porra? — Perguntou se encolhendo, seu corpo começando a ficar úmido por ter caído no pequeno rio. — Não achou que iria entrar aqui e sair cem por cento, não é Lauren? Você pareceu espertinha na casa dos 12, mas aqui não é nada. — O Sátiro disse próximo da menina, cuspindo na mesma.

A prole de Ares grunhiu de dor e raiva, e com dificuldades conseguiu se erguer novamente, um pouco atordoada pelas dores que ainda sentia em um grau imensurável, mas estava de pé e não deixaria nada daquilo barato. Mas nada daquilo não passava de atuação, o Sátiro a viu levantar-se com tanta facilidade que se assustou, o sorriso travesso nos lábios da olimpiana brotou e ela se aproximou lentamente. — Acha que vai ficar barato, perna de pau? — Perguntou, a Rage em mãos passando o anel Arsenal na arma curta de bronze celestial. — Cadê Nyu e a Felícia? — Ergueu a arma com o maxilar trincado chegando próxima o suficiente dele para colocá-lo contra uma parede úmida e pressionar superficialmente a arma contra sua garganta. O Sátiro era centímetros mais baixo que Lauren, o que de certa forma ajudava ao mesmo tempo que podia a prejudicar. — Nyu morreu por ser fraco demais e Felícia… deveria olhar pro lado… — Ele disse com certa dificuldade por Lauren estar fazendo tanta pressão sobre sua garganta e quando a morena olhou para a sua esquerda, viu Felícia com as mãos amarradas por uma corda de bambu que pendia do teto e ambos os pés estava presos da mesma forma. Seu rosto estava sujo de sangue seco e seu corpo úmido, totalmente fraco.

A boca de Lauren entreabriu chocada, ver Felícia naquele estado a fez pressionar mais ainda a Adaga na garganta do Sátiro, fazendo-o tossir e sem querer, sua pele ser superficialmente cortada e algumas gotículas de sangue rolarem por seu pescoço. — Por que fez isso? Por que eles e por que tanta gente inocente? — Perguntou com a voz fraca, embargada, não era da sua natureza ser emocional ou sentimentalista, por isso engoliu o nó na garganta e socou o abdome do Sátiro traidor. — Pelo visto não ficou sabendo do que aconteceu… — O Sátiro falou irônico e riu mais irônico ainda. — Eu fui expulso Lauren, por sua causa, por causa da merda da casa dos doze. — Lauren riu jogando a cabeça para trás, parando-a logo depois. — Você está falando daquela prova? — A demônio perguntou com um sorriso no canto dos lábios totalmente irônico, como ele ainda poderia guardar rancor daquela prova. A cada segundo que passava a garota ia apertando mais ainda a arma contra a garganta do Sátiro. — Então por que não foi logo atrás de mim? Mas já que não o fez… isso é por Nyu e Felícia. — Proferiu, ao ver os olhos do Sátiro escurecerem como a noite e seu corpo tremer em resposta, Lauren estava o envenenando em apenas um toque e toda a sua energia negativa começou a corroer a alma do traidor do olimpo. — Até nunca mais. — Murmurou ao cortar a garganta em um ato final. Cortou-lhe bem em cima da jugular, sua cabeça caindo antes ao lado do corpo e o sangue jorrando no rosto de Lauren e a mesma apenas o soltou deixando-o cair sobre seus pés como se não passasse de um boneco.

Ao sair do transe, Lauren com a arma na mão destra cortou os bambus grossos, livrando ambos os membros de Nyu e a pegando no colo, saindo do local. Tudo o que passou por sua cabeça fora a personalidade do Sátiro durante a casa dos doze e como nunca desconfiou de tudo o que aquele maldito havia feito para si, mas que graças à sua inteligência, conseguiu dar a volta por cima com maestria.

[…]


As garotas chegaram em frente a Casa Grande e todos se alertaram ao verem as figuras conhecidas, correndo instantaneamente para socorrer principalmente à Felícia que estava extremamente machucada e fraca, Lauren não estava diferente mas com certeza encontrava-se melhor que a olimpiana filha de Hécate. — Céus, finalmente em casa. — Disse baixinho e riu, tossindo por estar severamente machucada, suspirou ao sentir o braço de Ariel enlaçar sua cintura. Quíron observou chegar a olimpiana com um olhar terno de gratidão e Lauren sorriu em resposta educadamente, piscando para o mesmo. Sua missão estava cumprida e sentia um alívio no peito, assim como parecia que a demônio de Nyx havia retirado um peso das costas; finalmente poderia dormir com a consciência limpa.


Itens:

Adaga demoníaca: A arma curta - feita de uma mistura de ferro estígio e aço comum - é tão letal para homens quanto para monstros. Envolta em energia negra, a adaga, tem a habilidade de causar pequenas dores a mais e uma sensação de desnorteamento em seu alvo. Além do mais, pode se facilmente arremessada, já que esta volta para seu dono em apenas um turno. Quando não utilizada transformasse em um anel negro com pequenos pontinhos brilhantes. - Indestrutível - {By Tay}

Capa da Noite: A capa de seda negra, extremamente leve e confortável, pode parecer apenas uma questão de vaidade... Mas a roupa, abençoada por Nyx, possui a propriedade de armadura, podendo reduzir até 50% do dano total causado em seu usuário, além de tornar o demônio praticamente invisível de noite. (Para a invisibilidade o portador deve deixar bem claro que usa essa habilidade, mas dependerá também do narrador - em casos de missão, PvP ou MvP -  se sentir convencido de que você está usando direito o presente. Caso esteja, poderá se esconder até seu próximo ataque ou até o narrador achar que falhou com sua descrição)  - Só pode ser retirada pelo dono - {By Tay}

Rage [Espada longa, com cerca de um metro de comprimento e largura consideravelmente grande. A lâmina é feita de bronze celestial, tão afiada que um mero toque é capaz de causar ferimentos, possuindo setenta centímetros da ponta à base. Abaixo da base, a guarda da arma é o entalhe da cabeça de um javali, feita em ferro e com dois rubis em seus olhos, aparentemente foscos e apagados. O punho é feito de madeira, e seu design permite que a espada seja segurada com uma ou duas mãos – embora a força exigida seja bem maior caso seja empunhada com apenas uma. Quando o dono da espada entra em combate, as joias do javali começam a brilhar em um tom intenso de vermelho. Sempre que a espada causa dano em um inimigo, ela suga parte da vida retirada – 25% - e passa para o portador, caso este esteja ferido, restaurando assim parte da sua vida.]

Arsenal [Anel brilhante feito em aço polido, com uma pedra preciosa esbranquiçada minúscula em seu centro. Possui o efeito de alterar uma arma, mudando assim sua forma, detalhes, e qualquer outra coisa que o portador desejar, desde que as alterações sejam apenas físicas. Ou seja, utilizando o efeito do anel, é possível transformar uma lança em uma espada ou faca, ou qualquer outro item de ataque. Um escudo circular pode ser transformado em um broquel, ou um escudo de corpo. Os materiais dos itens podem ser alterados, mas seus efeitos sempre serão os mesmos (exemplo: uma espada elétrica ainda causaria dano por eletricidade se transformada em uma lança).]

Amuleto de Proteção: um colar com um pequeno frasco pendurado como pingente, onde dentro há uma pena rosa mágica que protege o semideus contra alguns tipos de monstros.

Colar Demoníaco: um colar com um pingente de panda que contém uma alma demoníaca, sairá do pingente toda vez que o dono estiver em perigo.
Passivos:
NYX
(Lv6) Imunidade perfeita - Os demônios  de Nyx são imunes a qualquer habilidade mágica, ou psíquica, desde que o adversário seja de um nível inferior ou igual ao seu.
(Lv13) Estrela da Morte - A presença de um demônio pode ser muito incomoda para alguns, que ao terem contato com essa aura específica começam a entristecer ou sentir raiva, conforme deseje o afilhado de Nyx.
Ativos:
NYX
(Lv10) Anjo de Traição - Ao tocar seu oponente, uma energia escura e carregada de forças negativas o invadirá, e começará a corroer sua alma, envenenando-a. O adversário sentirá uma dor enorme, que só cessará caso o toque se rompa. - Gasto de 30Mp -







HUMAN
Don't ask me to lie

avatar
Lauren L. Hill
Líder dos Celestiais
Líder dos Celestiais

Mensagens : 351
Data de inscrição : 04/09/2016
Idade : 19
Localização : Lotus Home.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Aqueles que foram mortos - Missão teste para Lauren Hill

Mensagem por Vênus em Seg Dez 19, 2016 5:28 pm


Conclusão

Semideusa aceita como líder do chale dos demônios de Nyx.
Recompensas da missão: 1.500 xp x 2 pelo monstrinho azul = 3.000xp
+ 2.000 Dracmas




Vênus, love's lady
..
diva, déesse de l'amour et de la beauté
avatar
Vênus
Deuses Olimpianos
Deuses Olimpianos

Mensagens : 1259
Data de inscrição : 16/05/2014

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Aqueles que foram mortos - Missão teste para Lauren Hill

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum