The Blood of Olympus
Para visualizar o forum é necessário estar cadastrado, por favor registre-se no rpg ou entre em sua conta. É necessário estar cadastrado para ver as informações contidas no forum. Lembre-se de usar nome e sobrenome, não se cadastrar usando nomes geralmente utilizados por Hacker. Exemplo: "Barum" "Hakye" e por ai vai. Bem vindos.

Beach Party.

Página 8 de 8 Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Re: Beach Party.

Mensagem por Lauren L. Hill em Qui Out 06, 2016 12:00 am



beach party

Notei a ruiva ficar um pouco tonta, devia ser pelo efeito dos três shots de tequila e duas garrafas de cerveja que eu a ofereci. Ela mal havia experimentado a mistura maravilhosa dos dois ou dos meus drinks mais rigorosos, realmente precisava apresentar um pouco mais dessa minha experiência, e deixar seu estômago resistente a isso, o que levaria tempo mas eu faria questão. A ouvi concordar sobre os treinos, seu corpo magro mas disfarçadamente atlético demonstrava seu esforço.

Passei a me sentir mais analisada, seus olhos a todo instante fixos em mim e me deixando cada vez mais tentada a beijá-la. Com os meus pensamentos, balancei a cabeça negativamente ao mesmo tempo que ela disse suas incertezas sobre mim. — Eu certamente não sou o tipo de pessoa que chama desconhecidos de “camarada”. — umedeci os lábios rindo, sentindo um gostinho salgado e lembrando-se da onde estava assim que mais uma onda a atingia. — Eu poderia facilmente me passar por uma australiana, se já tivesse viajado pra lá e pego sotaque. Mas acho que não… — comentei, abaixando a cabeça e passando a mão no rosto, tentando tirar um pouco da água que ainda respingava do meu rosto e ajeitando minha regata, notando um olhar fixo em mim.

— Hm, Arizona? Me lembra o nome de uma personagem de uma série, já ouvi algumas lendas sobre. — riu, achando idiota seu comentário voltando a encará-la. A companhia de Samanta estava a deixando um pouco besta mas o álcool fazia tudo parecer mil vezes mais idiota. Estava achando engraçada aquela situação, não pensaria no início daquela noite que conversaria com uma novata do acampamento em meio as ondas calmas, mas não estava reclamando, muito pelo contrário, a companhia da ruiva estava a agradando e parecia que suas investidas deram certo. Sentiu a mesma aproximar-se mais e colocar as mãos em meus ombros, acompanhando seu movimento, sorriu.

Novamente, Samanta pareceu cambalear um pouco enquanto se aproxima depois que outra onda nos atingiu, mas era notável que pelo pouco que havia ingerido das bebidas já a deixava sem equilíbrio. Ri baixinho, prendendo o riso, não queria deixá-la envergonhada e por reflexo – mesmo que estivesse levemente apoiada em meus ombros – segurei em sua cintura quando a água bateu e ela pareceu tombar pro lado. Aquele momento, nossos corpos se colaram e eu pude sentir sua respiração bater na minha, tentei ingerir algumas informações. Poderia comentar sobre o beijo que haviam a roubado, mas recebi uma proposta que havia esperado desde que havia a puxado pra conversar, abri um sorriso mostrando os dentes, subindo uma mão até seu pescoço e acariciando a região olhando fixamente seus lábios e finalmente os selando aos meus, depositando um selinho longo segundos depois pedindo passagem com a língua e pressionando seu corpo contra mim.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Beach Party.

Mensagem por Samanta Sink em Qui Out 06, 2016 1:31 am

I kissed a girl...
A sua mão em minha cintura me deu suporte de uma forma que eu não achei que uma garota daquele tamanho fosse capaz. Era óbvio que seria possível, já que a semideusa era filha de Ares e a força estava em seu gene. Nossos corpos colados começavam a compartilhar calor humano e aquilo me esquentava. A sua respiração batendo em minha bochecha apenas me dava vontade de me aproximar.

- Opa... – Comentei em um sussurro enquanto a sua mão subia para a minha nuca, por baixo dos cabelos molhados. – Eu quase ca... – A filha de Ares me calou.

Os seus lábios tocaram os meus em um selinho longo e prensado. Eu observei o seu rosto, sua expressão serena enquanto ela sentia o que estava fazendo, mas quando sua língua pediu passagem por meus lábios eu não a privei daquilo, também provando de sua boca com curiosidade e desejo.

Meu braço esquerdo desceu para suas costas enquanto, com a mão direita, acariciei a sua nuca de forma carinhosa da mesma forma que ela fazia comigo. As línguas dançando sem pudor ou qualquer impedimento, provando uma da outra com sede e interesse. Os lábios que se amaçavam em sincronia.

- Desculpa... – Comentei ao nos afastar, ainda sentindo a boca formigar. – Eu acho que bati meus dentes de coelho nos seus. – Sorri abertamente e a entreguei um selinho rápido e casto. – Foi sem querer... falta de prática.

Mordi de leve o seu lábio inferior e voltei a beijá-la da mesma forma que antes, porém, sem forçar tanto a boca na sua, esperando que a sua língua também viesse ao encontro da minha, provando, agora, sem tanta curiosidade como antes, apenas interesse. Quando percebei que começava a precisar de ar, nos afastei, sentindo os lábios molhados. Os umedeci e dei um beijo na bochecha da garota, falando em seu ouvido na forma de um sussurro.

- Como foi esse último? – Puxei o lóbulo da sua orelha, o mordendo de leve para soltar em seguida.


You can make it to the Sunrise
avatar
Samanta Sink
Instrutor dos celestiais
Instrutor dos celestiais

Mensagens : 328
Data de inscrição : 20/04/2016
Idade : 17

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Beach Party.

Mensagem por Lauren L. Hill em Qui Out 06, 2016 9:42 pm



beach party

O beijo inicialmente pareceu um pouco desajeitado, mas soube conduzir muito bem a mais nova, tomando sua língua vagarosamente e sem selvageria, queria fazê-la guardar aquele momento em sua memória pra sempre como um bom momento. Segurou o cabelo da mesma em suas mãos, carinhosamente, o calor de seus corpos mesmo na água fria, parecia ficar cada vez maior. Provei dos seus lábios uma última vez, sentindo um leve gosto salgado e doce, algo que até então só tinha sentido ficar uma mistura incrível aquela noite. Nossos dentes levemente se chocaram, enquanto eu tentava disfarçar, ela se afastou e eu sorri, ainda de olhos fechados enquanto a ouvia pedir desculpas.

— Não se preocupe, eu não me importo… podemos melhorar isso. — pisquei, rindo baixo enquanto a olhava, recebendo um selinho casto. Ainda acariciava sua nuca num ato automático, a outra mão que pousava na sua cintura, desceu um pouco mais, pousando em seu bumbum inocentemente. E antes que pudesse reagir, seus lábios estavam nos meus novamente me dando o prazer de senti-los. O segundo beijo, querendo ou não, fora muito melhor do que o primeiro visto que Samanta parecia ter aprendido um mais.

Ficamos ali por um tempo razoável, sem desgrudar nossos corpos e muito menos nossas bocas até que nos faltou ar quando finalizei mordendo seu lábio inferior de leve e abrindo meus olhos para fitá-la, recebendo um beijo estalado na bochecha e me arrepiando ao sentir sua respiração batendo em meu ouvido. — Acho que precisa melhorar mais… — comentei, com um sorriso brincalhão e malicioso, apertando sua bunda quando em resposta quando a ruiva mordeu meu lóbulo. Ela sabia bem o que eu queria dizer com aquilo, sabia das minhas intenções e, no mesmo momento, me lembrei dela me oferecendo ajudar a chegar no chalé. — Mas, então, acho que agora quem precisa de ajuda pra chegar no chalé é você, hm? — desci uma trilha de beijos e mordidas pelo seu pescoço, sentindo as ondas batendo em nossa cintura e o gosto salgado da água que ainda não havia secado em seu corpo.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Beach Party.

Mensagem por Samanta Sink em Sex Out 07, 2016 1:58 am

And I liked it...
Senti minha bunda ser segurada com força e aquela sensação era novidade. Por mais que sentisse que a retaguarda fosse um local que eu não deveria deixar à mostra sempre, não era ruim e esse sentimento talvez fosse ruim. Uma terceira onde, neste meio tempo, nos acertou na cintura, empurrando nossos corpos um pouco para a direção oposta e, em seguida, a sua voz em meu ouvido me arrepiou.

- Mas, então, acho que agora quem precisa de ajuda pra chegar no chalé é você, hm?

Quando a pergunta foi finalizada comecei a sentir seu toque descer por minha pele até o pescoço que, inconscientemente, expus mais para a filha de Ares, entreabrindo os lábios de forma automática. A respiração pesava um pouco e secava a garganta enquanto a tontura me fazia parecer girar, além de sentir meu tato mais sensível do que costumava ser.

- Não, não, não, não... – Sorri e segurei uma grande quantidade de cabelos da garota, para não machucá-la, e a puxei para trás, encarando o seu rosto. – Você tá podre de bêbada... – A fala estava um pouco enrolada e eu me sentia leve, feliz. – Eu vou te levar pro chalé... pro seu chalé... por que o meu tem muita gente.

Ergui um pouco o seu queixo e a beijei novamente, provando de sua boca de forma rápida. A sua macies e calor me apeteciam de forma deliciosa e, ao final daquele contato rápido, nos separei com um estalinho, a presenteando com uma lambida no lábio inferior que terminou no superior.

- Acho que a gente tem que ir... – Segurei a sua mão que pousava em minha bunda e comecei a caminhar para fora do mar, sentindo o corpo completamente molhado.


You can make it to the Sunrise
avatar
Samanta Sink
Instrutor dos celestiais
Instrutor dos celestiais

Mensagens : 328
Data de inscrição : 20/04/2016
Idade : 17

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Beach Party.

Mensagem por Lauren L. Hill em Sex Out 07, 2016 1:49 pm



beach party

Não me restava dúvidas que o segundo beijo tinha trago consigo sensações melhores do que o primeiro e a ouvindo dizer o quanto eu estava bêbada, quando a situação era contrária, me fez rir contra seu pescoço. Com uma vontade cheia de segundas intenções senti meu cabelo sendo puxado levemente com cuidado e me fazendo parar o que estava fazendo, apenas para olhá-la e mudar o rumo do nosso futuro caminho para o meu chalé. Ri suspirando um pouco pesado logo depois de ser provocada.

— Acho que tem alguém um pouco ansiosa aqui… — comentei, assim que ela começou a me puxar pra fora do mar e eu senti aos poucos o nível do mar diminuir enquanto o mesmo batia contra nós. Foi questão de segundos quando assim que pisamos na areia, quase chegando na trilha para voltar aos chalés, eu a puxei pela mão e a fiz rodopiar em seus pés em minha direção, segurando novamente em sua cintura e depositando uma mordida breve em seus lábios. Sorri maliciosa. — Espero que não esteja cansada. — disse, próxima ao seu ouvido, aproveitando para morder seu lóbulo brevemente. Comecei a andar e depois de uma certa distância me virei, a observando um pouco distraída com o que eu havia feito.

— Vai ficar parada aí, Sink? — gritei o suficiente para ela ouvir, mordendo meu lábio, a provocando. Ri e a chamei com o dedo indicador, já pisando na grama da trilha. Já não me sentia mais bêbada, parece que os minutos que ficamos no mar fizeram esvair totalmente o álcool do meu organismo. Enfim aproveitei que tinha parado quando senti um leve incomodo da roupa grudada em meu corpo, sentindo minha roupa toda molhada, então tirei minha regata e meu shorts, ficando apenas de biquíni e dobrando as peças de roupas para tirar o excesso de líquido. Levantei novamente meu olhar para Sink que vinha em minha direção, olhando fixamente em meu corpo enquanto mordia os lábios. E quando a notei próxima suficiente, segurei em sua mão a puxando para os chalés, a encarando.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Beach Party.

Mensagem por Emmanuelle S. Henz em Sab Out 08, 2016 9:13 pm



Vamos fingir que sabemos amar, e quem sabe um dia poderemos aprender
Se eu sou uma espada, eu sou uma espada feita de vidro, e eu sinto que estou começando a estilhaçar

Fitar os olhos dela era o mesmo que ver o mar, calmo em dias de sol, e nublados em dias de tempestade, escuros e claros ao mesmo tempo, profundos e cheios de mistério. A sensação era confusa, ardia em seu peito, descia pelo estomago e a fazia sentir borboletas subindo na barriga, causando cocegas e frio ao mesmo tempo. As mãos da caçadora permaneciam sobre as bochechas da mais velha, mas em algum momento voltaram a descer pelos ombros, tocando a pele macia de forma delicada e gentil. Manu arfou ao toque da mais velha, as mãos firmes em sua cintura, e quando deu por si já estava completamente envolvida. Foi inevitável, ela fechou os olhos ao sentir a boca macia, calma da mais velha sobre os lábios, e pegou-se retribuindo seu beijo. As mãos tremulas sobre seus ombros subiram pela nuca, agarrando a região de maneira firme, os dedos enroscando-se nos cabelos escuros de Ariel. Manu sentia a pele formigar onde as mãos dela a tocavam, sentia os lábios urgentes e delicados contra os dela, um beijo profundo de reconhecimento, um pouco bagunçando pela falta de jeito da caçadora, mas ao mesmo tempo, era bom.

Quando se separaram - com as respirações alteradas, e o hálito quente batendo na face uma da outra – Manu se permitiu ficar ali, ainda entorpecida pelo gosto dos lábios da mais velha, sem qualquer tipo de reação negativa, ou positiva. O coração palpitava acelerado no peito, rápido como asas de um passarinho sobrevoando o vento cortante, e a sensação devastadora de que um momento tudo estava certo se recusava a deixa-la. A morena apertou os dedos contra a nuca da filha de Hades, mas não falou pelos minutos seguintes, temendo entregar-se tão facilmente. Era medrosa quando se tratava de coisas que não entendia, sentia-se vulnerável e com as barreiras rompidas, coisa que geralmente não acontecia nem mesmo em batalha. Manu abriu os olhos ao ouvir a voz, a voz doce e aveludada com a qual vinha se acostumando nos últimos dias, permitiu mergulhar no mar confuso com ondas profundas que eram seus olhos, e abriu a boca para responder, mas voltou a fecha-la no minuto seguinte.

Manu umedeceu os lábios, e subiu uma das mãos por suas bochechas tocando afetivamente a pele levemente avermelhada da região. – Ainda não encontrei a resposta – Limitou-se a responder, suspirando baixinho. Naquele momento, ali com ela sobre a luz do luar e as águas escuras do reino de seu pai, Manu se permitiu viver da maneira mais pura que os deuses já tinham deixado, ela permitiu-se sentir. Como uma fagulha acesa no peito, ainda confusa e levemente acesa, mas que se tornara uma tocha maior do que ela seria capaz de controlar. – Eu entendi, que por mais que eu queira não sei explicar o que é isso, a maneira com que me sinto em relação a você, ou porque me deixa tão nervosa – A garota franziu o cenho pensativa, e encarou-a de volta. – Mas, sei que quero descobrir, e por isso não posso permitir-me afastar de você, e ao mesmo tempo não quero, isso é tão confuso – Explicou, de maneira rápida e sucinta, mesmo que nem ela entendesse o que estava acontecendo.

Thanks Panda



Emmanuelle Sophie Henz
I'M A QUEEN OF DARKNESS!!!
avatar
Emmanuelle S. Henz
lider das caçadoras
lider das caçadoras

Mensagens : 700
Data de inscrição : 06/06/2013
Idade : 21
Localização : Seguindo em frente..

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Beach Party.

Mensagem por Ariel Sehn Kahlfels em Dom Out 09, 2016 1:15 pm

Know what you doing tonight
I wanna try something new, all night


A forma em como a lua banhava o corpo da semideusa em frente a Ariel era hipnótica. O azul das íris adquiriam um tom intenso, enquanto o silêncio se fazia presente entre as duas. Um beijo casto foi deixado na testa de Emmanuelle, longo, de olhos fechados, indicando o quão envolvida já estava para si mesma. Ao tocar seu queixo sutilmente com o polegar apoiado abaixo, o ergueu, procurando os orbes esverdeados da caçadora. — Acontece que algumas coisas não são possíveis de se explicar. O propósito é sentir. Se você já sente... É o suficiente. — Sentiu o coração palpitar em um ritmo diferente, descobrindo naquele momento que os olhos verdes pareciam ser o guia perfeito para as estrelas.
Estrelas particulares.

Com um suspiro raso, não preocupou-se em olhar para trás e tomar notas de que estavam sendo observadas ou algo do tipo. Sabia bem a fama de intocável daquela caçadora, e se ela estava ali em um lugar exposto e agindo da forma em como estava, é porque não se importava então também não deveria. O que deveria dizer agora? Estava tão mais confusa quanto Manu, apenas já estava mais ou menos ciente do que sentia, mesmo nunca tendo acontecido uma coisa parecida ou igual como. A caçadora, pelo que sabia, jamais havia se... — Manu? — Deuses! Se ela era mesmo intocável, quer dizer que.... — Esse... Esse foi o seu primeiro beijo? — com um tom de voz rouco e baixo, a prole de Hades questionou, quase certa de sua resposta. — O da floresta, no caso. — permitiu-se endireitar a postura, com as mãos ainda na cintura da meio sangue. Ariel aguardou alguns minutos, mas negou com a cabeça, tirando sua própria conclusão. Tinha sido a primeira...Não sou a melhor pessoa para que você possa descobrir esse tipo de coisa... Mas eu não quero que se afaste. Venho evitando isso a muito tempo, não sei se quero mais isso. Só... Quero descobrir junto com você. — erguendo a mão gelada pela temperatura da maré, acariciou o maxilar delicado da morena.
















Who said I was an angel? I'm no angel. When you look at me, what do you see? Open your eyes.
avatar
Ariel Sehn Kahlfels
Lider dos Mentalistas
Lider dos Mentalistas

Mensagens : 179
Data de inscrição : 01/09/2016
Idade : 21

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Beach Party.

Mensagem por Emmanuelle S. Henz em Seg Out 10, 2016 4:45 pm



Vamos fingir que sabemos amar, e quem sabe um dia poderemos aprender
Se eu sou uma espada, eu sou uma espada feita de vidro, e eu sinto que estou começando a estilhaçar

A sensação mais estranha de saber que pode ouvir tudo ao redor, é também descobrir que mesmo o mais singelo dos sons é capaz de ser captado, assim como o coração acelerado e rápido no peito de Ariel, como as asas de um passarinho, palpitando incansavelmente. Naquele momento, sobre o luar e a água fria, Manu sentiu o coração descer pela garganta, e instalar-se novamente de maneira confortável sobre o peito. Por um momento, um único momento, não se sentiu perdida, pois compartilhava da mesma confusão que a garota a frente, e isso de alguma maneira a fez sentir um pouco mais confiante. Manu se perdeu entre os pensamentos, enquanto mergulhava nos olhos profundos daquela garota, permitindo-se relaxar em seus braços. Era capaz de sentir a mão firme em seu quadril, a respiração próxima e as gotas de água deslizando entre as duas, afinal também deixara que o corpo molhasse, e não fizera qualquer coisa para impedir, não tinha controle no momento se quer para tentar.

A caçadora voltou a prestar atenção as suas palavras apenas quando ouviu seu nome ser pronunciado, suas bochechas coraram adquirindo tons rosados com a pergunta. – Sim... – Sussurrou ela. – Sim, foi a primeira, o primeiro beijo, me desculpe pela floresta, eu – Balançou a cabeça, incapaz de pronunciar-se de forma correta. Manu não considerava aquele um beijo, pois fora forçado, o da água, no entanto, tinha sido diferente, poderia ela inverter ambos? E esquecer-se do ataque? Não, não poderia, porque fora um ato que levara ao outro, e que preenchera as partículas de uma história ainda incompleta, mas fazia parte, e se tirasse, como ficaria?

A garota espantou os pensamentos para longe, não era o momento certo para entender aquilo, pensaria sozinha no calar da noite em sua barraca, onde era capaz de formular uma frase completa sem se perder no caminho. Manu ergueu o olhar contra o dela novamente, umedeceu os lábios, e abriu um sorriso pequeno. – Eu, bem, não sei o que vem evitando ao longo dos anos, não sei o que venho fazendo desde então também, uns dias atrás eu tinha todo o controle, de cada passo que daria daqui para frente, agora já não tenho assim tanta certeza, mas de qualquer maneira, está ficando tarde, é melhor você voltar, e eu voltar também – A caçadora explicou. Afastou-se, e a puxou pela mão em direção a floresta, e assim encobriu-se pela noite junto a filha de Hades. O percurso era longo, mas ela estava disposta a percorre-lo, desde que fosse ao lado de Ariel.

Postagens encerradas, continha no próximo episodio...


Thanks Panda



Emmanuelle Sophie Henz
I'M A QUEEN OF DARKNESS!!!
avatar
Emmanuelle S. Henz
lider das caçadoras
lider das caçadoras

Mensagens : 700
Data de inscrição : 06/06/2013
Idade : 21
Localização : Seguindo em frente..

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Beach Party.

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 8 de 8 Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum