The Blood of Olympus
Para visualizar o forum é necessário estar cadastrado, por favor registre-se no rpg ou entre em sua conta. É necessário estar cadastrado para ver as informações contidas no forum. Lembre-se de usar nome e sobrenome, não se cadastrar usando nomes geralmente utilizados por Hacker. Exemplo: "Barum" "Hakye" e por ai vai. Bem vindos.

Beach Party.

Página 2 de 8 Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Re: Beach Party.

Mensagem por Calíope Böhr Wingërkaroff em Ter Set 20, 2016 3:18 pm



One Two Three, One Two Three. Drink!

Calíope já estava acostumada com a agitação do chalé de Dionísio, a garota havia se adaptado facilmente aos novos irmãos e suas loucuras, pois isso era o que eles tinham em comum, a loucura e o apetite voraz por festas e vinhos. Seus olhos focalizaram o espelho e ela deu os últimos retoques na maquiagem que passara os últimos 15 minutos aplicando em sua face, não que ela demorasse tanto para se arrumar, mas hoje era diferente, afinal, hoje era dia festa. Seu cabelo ondulado caía por suas costas destacando-se por sobre sua pele morena e ela sorriu enquanto passava seu fiel batom vermelho. Estava pronta para arrasar.

Calíope havia decidido ir bem básica, trajava um maiô vermelho com aberturas na frente e nas costas, delineando seu corpo e um short jeans desfiado nas pontas e coturno para finalizar o look, não era nada exuberante, mas ela não se importava, sequer duvidava que voltasse vestida para o chalé. Antes de sair, ela pegou uma garrafa de vinho e uma bolsa com conteúdo ilícito, a mãe de Calíope era neta de uma hippie e Cali não negava a sua herança “paz e amor” herdando de seus pais a arte de comercializar as “ervas” dada pela natureza. No caminho para a praia, ela já havia aberto a garrafa de vinho e dava longos goles do conteúdo sentindo o gosto doce do vinho antigo.

Uma festa na praia, pós-fogueira, ela riu da situação e ergueu as mãos para o ar rebolando seu corpo já ouvindo o som baixo de Give Me Everything enquanto se aproximava cada vez mais da praia. Ao longe ela avistou sua irmã romana, Layla, recebendo o pessoal com colares de flores e outras coisas que de longe ela não conseguiu distinguir e sorriu olhando a decoração calorosa do lugar e andou mais rapidamente. – Lay! – ela saudou a meia-irmã e dei um beijo caloroso em seu rosto. – A festa está espetacular, meia mana! Aprovei! Avisa ao pessoal me procurar caso queira "aquilo". – Calíope murmurou rindo e esperou Layla colocar a travessa de flores em sua cabeça. – Estarei com as outras, é só seguir a fumaça que você vai me achar... – ela murmurou e virou o rosto para a movimentação avistando Ariel com outra garota a seu lado, da qual nunca havia sido apresentada. A filha de Dionísio havia chegado a pouco tempo no acampamento, mas já cultivara algumas amizades e sorriu acenando para a filha de Hades. Ela andou até elas finalizando com um último gole sua garrafa de vinho e não pensou duas vezes em pegar outra, disposta em uma mesa próxima. – Hey meninas! – ela falou ao se aproximar e saudou Ariel com um beijo na bochecha, como havia feito com Layla e acenou para a outra garota que estava com ela. – A festa está um arraso! – ela murmurou e olhou para as duas. – Bem, posso não ser uma filha de Deméter, mas... Entendo das ervas, quem vai querer? – Calíope murmurou sorrindo e ergueu uma bolsa de tricô de aparência nativa. – Os produtos são bons, garantia minha. – Ela entregou a bolsa a Ariel e sorriu. – Preciso falar com uma pessoa, segura aí que eu já volto e se aparecer gente pedindo, você só entrega esses saquinhos, esses já estão prontos. – Ela gritou enquanto rumava em direção a pista de dança. Assim que ela conseguiu atravessar a multidão, avistou logo Natasha rebolando entre as pessoas exibindo seus passos graciosos, a filha de Ares havia sido uma das pessoas que Calíope mais havia se relacionado bem no acampamento, ela era alto-astral e muito divertida. – Natasha! – Cah murmurou ao se aproximar e depositou um selinho nos lábios da amiga sorrindo logo em seguida. – Trouxe as “ervas”, depois vai lá, estarei com a Ariel. – murmurei e comecei a caminhar de volta para perto da Ariel e de sua amiga, da qual ainda não conhecia.

Party girls don't get hurt. Can't feel anything.


Calíope Ekaterina-Siënna Böhr Wingërkaroff
I live my day as if it was the last; Live my day as if there was no past; Doing it all night, all summer; Do it the way I wanna; Yeah I'mma dance my heart out 'til the dawn; But I won't be done when morning comes; Doing it all night, all summer; Gonna spend it like no other. It was a crush, It was.
avatar
Calíope Böhr Wingërkaroff
Filhos de Dionisio
Filhos de Dionisio

Mensagens : 53
Idade : 19
Localização : Onde tem bebida, eu to

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Beach Party.

Mensagem por Natasha Gorbatchev em Ter Set 20, 2016 5:31 pm


Beach Party
A música envolvia meu corpo, entre um gole ou outro do vinho que estava em minhas mãos eu olhava ao redor, observando as pessoas que chegavam, o clima de festa trazia uma aura de leveza a todos ali presentes. Meu corpo se movia, enquanto eu me entregava a uma de minhas paixões: a dança. A noite prometia muitas coisas, e eu queria cobrar cada uma dessas promessas.
Vi ao longe Manu chegar, ela não chegou a me ver, meus olhos foram a pessoa com ela, mordi o lábio inferior. Era um belo espécime masculino aquele, a camisa moldava o corpo e pelos deuses.... Meus olhos o analisaram com calma, aproveitando a multidão que estava por ali e que ele não veria que eu o olhava.
Estava prestes a ir até ele quando vi a silhueta de Cah, uma amiga que chegara a pouco no campo, mas que já se mostrava mais que familiarizada com tudo, em um ato rápido nossos lábios se tocaram num cuprimento intimo que havíamos adquirido no pouco tempo de convivência – Cah... –eu disse alto a abraçando e logo rindo a fazendo dançar por breves momentos comigo enquanto falava das “ervas”, sorri animada com a noticia, era lógico que eu iria querer. -Com certeza vou querer... - Ela não me deu muito tempo de dizer algo logo voltando para perto das meninas, a olhei se afastar balançando a cabeça. Enquanto a acompanhava vi o rapaz que a pouco eu olhava perto da mesa das bebidas olhando ao redor.
Pode dizer que sou louca, mas eu fui até ele com minha garrafa, e me desviando de alguns corpos que dançavam, ainda me movendo no ritmo da música e parei na frente dele com um sorriso nos lábios – Ir a uma festa para ficar parado? Não vejo a lógica disso –disse rindo e pisquei um olho  pegando na mão dele –Vem dançar comigo... –disse o puxando de volta para onde as pessoas dançavam, me movendo no ritmo da música enquanto andávamos. Quando chegamos a certa altura, me virei de frente para ele começando a mover meu corpo, próximo ao dele, mantendo o ritmo da música.



Filha de Ares✖️ Legado de Afrodite ✖️ Namorando

All girls wanna be like that
avatar
Natasha Gorbatchev
Feiticeiras de Circe
Feiticeiras de Circe

Mensagens : 112
Idade : 18

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Beach Party.

Mensagem por Layla Klasfox La'Fontaine em Ter Set 20, 2016 5:53 pm

A noite é uma criança.




Um enorme sorriso estava estampado nos lábios da romana. Tudo estava conforme o planejado. A diversão lhe consumia gradativamente e o vinho não parava de descer-lhe pela garganta, deixando-a ainda mais contente. A filha de Baco cumprimentava com entusiasmo todos que ali chegavam e não parava de movimentar o quadril o conforme a música.
Klasfox ergueu a garrafa em direção as garotas de Ares e a filha de Hades. Depois recebeu de maneira calorosa sua meia irmã. A surpresa lhe abateu ao avistar a silhueta pálida que estava a sua frente. – Ludwig! – Ela falou, entregando um cordão de flores ao filho de Hades. – Não acredito que você está aqui! – Afirmou, ainda surpresa. Realmente não esperava que o rapaz frequentasse festas escondidas no Acampamento. – Que milagre foi esse?
Então a música que acabara de começar chamou a atenção de La’Fontaine. Duele el corazon iniciara e a jovem não deixaria de dançar. Passou o braço esquerdo por cima do ombro de Axertag, pousando a mão na nuca do outro. Colou os corpos subitamente, deixando que seu perfume natural fosse capaz de fazer a prole de Hades aceitar o convite. – Dance comigo.  


L
ayla Klasfox
La'Fontaine
Everyone has only one life, so I'm going crazy now!
avatar
Layla Klasfox La'Fontaine
V Coorte
V Coorte

Mensagens : 89
Localização : Desconhecida

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Beach Party.

Mensagem por Poseidon em Ter Set 20, 2016 6:19 pm

"I am the water that no one sees."❝ Lari ❞
O deus bebericava tranquilo o Whisky. Os olhos cor-de-mar divagavam por entre os corpos agitados. O pé direito movia-se ao som da música, estava absorto em seus próprios pensamentos que nem percebeu que alguém se aproximava.
- Ir a uma festa para ficar parado? Não vejo a lógica disso. – Falou a morena, segurando a mão do homem. – Vem dançar comigo... – Ela literalmente o arrastou para a pista de dança. Poseidon estava surpreso demais para contestar. Passaram por entre vários corpos que moviam-se agitados, até que, por fim, pararam e a moça virou de frente para ele.
As írises do deus percorreram o corpo da menor, observando com cautela seu traje. Ficou tão perdido com aquela visão que se esqueceu de começar a dançar. Piscou algumas vezes, tirando o foco da bela semideusa. Então começou a balançar o corpo sem muito sucesso. Afinal, fazia tempo que não participava de uma festa, os afazeres estavam cada vez piores. Não é tão simples administrar um Reino.
- Qual o nome dessa corajosa moça que resolveu me tirar da inércia? – Indagou o deus, aproximando os lábios da orelha da morena, curioso.  

Lord Poseidon.



Lord Poseidon ☣️
The King ☣️ God of sea ☣️ Lord of horses ☣️ Sexy ☣️ Hot ☣️ Dangerous ☣️
Maay ₢

avatar
Poseidon
Deuses Olimpianos
Deuses Olimpianos

Mensagens : 147

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Beach Party.

Mensagem por Gregory Cotton Clark em Ter Set 20, 2016 9:29 pm



Eu gosto
quando você dança...
Dizem que a morte vem de diversas formas, algumas de modo lento e outras dolorosas, mas o que se sabe é que ela vem para todos isso é o fato que ninguém pode negar. A noite estava quase em seu ápice total, céu estrelado perfeito para as criaturas noturnas saírem e liberarem suas feras. Quando um humano estiver sexualmente ativo ele libera uma substancia no ar que atrai suas presas para si, alguns dizem que é o aroma de sexo e era esse aroma que a praia do acampamento meio sangue situado em Long Island emanava naquela noite estrelada

Uma certeza os campistas poderiam ter: Eros sexual estava realmente satisfeito com o que estava sendo servido ali. Corpos descendo até o chão ao som de musicas ritmadas, bebidas alcoólicas sendo derramadas sobre o corpo seminus e línguas percorrendo todo o caminho feito pela bebida até chegar aos lábios da bancada de bebida humana. O loiro alto caminhava entre as pessoas olhando cada uma delas dançando arregaçadamente, ele sorriu de canto, sua camiseta branca balançava ao vento suave da praia, seus lábios eram molhados pelo liquido quente e energizado, uma mistura de Sky Vodka, tequila e energético, Gregory sentia seu corpo não aderir tão fácil a bebida fortificada de álcool, essa era a desvantagem de estar semimorto você não ficar bêbado para aproveitar a festa como os demais companheiros, porém, não era isso que iria impedir do rapaz de dançar a noite toda.

A musica era rápida e gostosa, ele movimentava seu corpo no ritmo da musica, ele viu um grupo de garotas e se aproximou com seu sorriso sedutor de ceifador, para que você não diga que o moço não tem um Q sombrio ele é filho da Deusa da magia Hécate e isso o deixava ainda mais bonito a noite, deste modo o moço cumprimentou as garotas.

– Boa noite meninas, como vocês estão? – Ele tomou mais um gole da bebida. – Essa porra não faz nem cocegas em meu organismo, me chamo Gregory, alguém esta a fim de dançar até o chão toda arregaçada? – Ele sorriu e começou a movimentar seu corpo como se fosse um boneco de posto de gasolina.





Quando acordei hoje de manhã, eu sabia quem eu era, mas acho que já mudei muitas vezes desde então.



Pray for their souls
Sacrilege
avatar
Gregory Cotton Clark
Ceifadores de Thanatos/Leto
Ceifadores de Thanatos/Leto

Mensagens : 67
Localização : Difícil saber de onde vem tanta coragem pra se locomover.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Beach Party.

Mensagem por Emmanuelle S. Henz em Ter Set 20, 2016 9:43 pm



Vamos fingir que sabemos amar, e quem sabe um dia poderemos aprender
Se eu sou uma espada, eu sou uma espada feita de vidro, e eu sinto que estou começando a estilhaçar

A floresta tinha se tornando incomoda naquela noite, e nem mesmo o lago outrora passivo parecia lhe acalmar naquele momento. Aparentemente algo grande estava acontecendo, as caçadoras estavam inquietas sobre o acampamento improvisado no meio sangue, pareciam confusas e perdidas. Manu não estava lá muito diferente enquanto encarava o penhasco, por não se misturar com os campistas também não era capaz de seguir o curso da maré. – O que está acontecendo afinal? – Ailee lhe questionou em dado momento. A tenente a encarou tão perdida quanto ela, e a música soou mais alto em seus ouvidos. A desvantagem de ser caçadora é que naturalmente seus sentidos são todos ampliados, e qualquer mínimo sinal de vida – mesmo a quilômetros de distância – é simplesmente incomoda, não há como não notar.

Manu tomou a frente, ainda vestida com o short branco com o qual passara a tarde, e o top de ginastica colado ao corpo, roupas as quais usava para correr quando não era capaz de suportar o calor da mata. – Não sei – Respondeu encarando a melhor amiga. – Também não quero verificar o que está acontecendo, é música, não estamos entrando em guerra – A morena revirou os olhos levemente irritada com a situação. – Pois deveria, você anda muito chata ultimamente, talvez uma dose de tequila faça bem para os seus nervos, minhas pernas estão cheias de hematomas do seu treinamento exagerado – A mais nova deu a língua para ela enquanto lhe respondia de maneira acida. Manu, ainda chocada pelos comentários da coreana apenas estreitou os olhos. – Ailee! – Limitou-se a dizer, mas a coreana já tinha se afastado para longe, e mesmo que a filha de Poseidon soubesse que ela era capaz de lhe ouvir acreditava que a mesma tinha optado por lhe ignorar.

Bufando irritada a semideusa girou nos calcanhares e retornou a barraca. Puxou da mala ao canto uma camiseta preta qualquer e enfiou sobre a cabeça, feito isso mexeu com os dedos nos cabelos até arrumar os fios escuros e embaraçados. Não se sentia à vontade para interromper o que quer que fosse, e ao mesmo tempo não queria pegar ninguém fazendo o que não devia tão tarde da noite, mas de alguma forma fora atraída diretamente pelo barulho. Manu encarou os tênis por um momento, e sem muitas escolhas sobre o que fazer acabou seguindo pela trilha em direção à praia. Com as mãos sobre o bolso e os ouvidos atentos a semideusa esgueirou-se pela trilha pelo que lhe pareceram longos minutos. O local outrora aparentemente tranquilo e sem vida agora parecia vivo, com a música ecoando alto e risadas de campistas entoando pelo local. Era uma sensação estranha estar em meio a tudo aquilo, e ao deixar a mata e ver os corpos se movendo no ritmo da dança ficou um tanto pior.

Manu quis girar nos calcanhares, dar meia volta e sair correndo ao entender a proporção e o sentido da bagunça, a semideusa não era lá muito fã de festar, tão pouco comparecia em festividades sem que fosse forçada. Em choque, parou por um momento onde a praia começava e a trilha chegava ao fim, e ali entre as arvores passou a observar os diversos campistas que rodeavam o local. Podia reconhecer alguns deles, era capaz de dizer seus nomes, mas a maioria não passava de rostos estranhos a se misturar pela multidão. O vento soprou forte trazendo o cheiro de bebida tropical e perfume feminino, mas outras coisas se misturavam aos odores conhecidos, frutas, madeira, areia da praia, a agua do mar, o suor dos corpos se movendo e das pessoas risonhas. Suspirando, e sem saber exatamente o que estava fazendo Manu se infiltrou entre as pessoas, internamente torcia para não ser reconhecida. A garota não sabia exatamente o que a impulsionara a fazer aquilo, e seus instintos mais primitivos gritavam para parar, se afastar e correr de volta, dizer que estava tudo bem e continuassem com as patrulhas da noite. Mas, as caçadoras, assim como ela mesma, mereciam um descanso, ao menos por uma noite.

Em algum momento Manu parou de prestar atenção nas pessoas, concentrou-se no som da música que lhe despertara e a fizera caminhar até ali, no cheiro distinto do local e nas estranhas bebidas distribuídas entre os adolescentes. Tudo aquilo a fazia pensar em como aquela noite terminaria, no que era diversão. Em outro tempo teria respondido que nada daquilo o era, que fazer parte de uma comemoração na verdade não passava de uma grande perda de tempo, naquela noite queria apenas aproveitar o tempo que restara para fazer algo novo. Abrira os horizontes e estava tentando dar uma chance as novas oportunidades que o destino lhe apresentava. A semideusa aproximou-se da mesa de bebidas e virou um jarro com um tipo de licor amarelado em um copo de vidro, deixou a jarra sobre a mesa e virou-se para o mar, o vento soprou mais forte, a música ficou mais alta. Ela não se moveu pelo que pareceu um longo tempo, incerta do que fazer, ou como fazer, optou por ficar parada e com os olhos percorrendo a multidão, se buscava algo ainda não tinha encontrado, mas no fundo sabia exatamente o que procurava, ou melhor, quem procurava


Thanks Panda



Emmanuelle Sophie Henz
I'M A QUEEN OF DARKNESS!!!
avatar
Emmanuelle S. Henz
lider das caçadoras
lider das caçadoras

Mensagens : 762
Idade : 21
Localização : Seguindo em frente..

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Beach Party.

Mensagem por Ludwig Axetarg em Ter Set 20, 2016 9:53 pm


HEY!
LET'S PARTY!
- O que eu faço aqui? Esse é meu acampamento - disse, fugindo a pergunta do milagre - Eu sou grego, lembra? - Coloco as flores em meu pescoço e sentindo um pouco bobo sorri com menos entusiasmo,  pelas cores da flores atípicas, deixando meu branco e preto, ou laranja e preto para trás na situação atual.
=x=

Nunca imaginei que chegasse a dançar qualquer música, pelo menos não com uma garota qualquer. Eu tinha um plano que eu tinha feito um dia qualquer. Parecia um boneco com um braço faltando enquanto amarra os cadarços fazendo twerk, a dança que fazia junto dela.
Mas não importava! O cheiro dela me deixava hipnotizado, e cada vez que o sorriso dela me atingia era um dia de sol ensolarado e assim percebi que era um homem de muita sorte... Eu dancei um pouco, gravando o ritmo da música para não tropeçar ou pisar em algum pé.
-Ao menos poderia saber de seus planos - dei um sorriso de leve - A festa foi ideia sua? Bem sua cara fazer algo do tipo. Sem ofensas - Soltei as mãos em gesto de rendição mas voltei a dança.

A Lua brilhava alto no céu estrelado...



Ludwig James Axetarg


The man has no power over anything as fear death. And who is not afraid of death has everything.

avatar
Ludwig Axetarg
Filhos de Hades
Filhos de Hades

Mensagens : 159
Idade : 21
Localização : Na Terra, dãh!

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Beach Party.

Mensagem por Natasha Gorbatchev em Ter Set 20, 2016 11:02 pm


Beach Party
Eu havia reparado na surpresa dele com minha atitude, mas não quis me prender ao fato, então apenas dançava com o corpo próximo ao dele, deixando que a música e o álcool que aos poucos entravam em meu organismo fizessem seu efeito. O olhar dele me fez morder  o lábio inferior,  a forma como se perdeu e por um breve momento antes de se mexer ao ritmo da música me fazendo achar graça e ao mesmo tempo um sentimento de que eu de fato era  poderosa.  Minha deusa interior provavelmente estava se deliciando com a situação.
Os olhos dele de um azul perfeito com certeza chamavam a atenção, e eu mse pegava os olhando vez ou outra enquanto dançava. Ele não parecia dançar a algum tempo, mas tudo bem, afinal, estávamos ali apenas para dançar, apenas para nos divertir em uma noite qualquer.
A proximidade dele quando falou em meu ouvido me fez ter dois pensamentos simultâneos, o primeiro era como a voz dele parecia ter um timbre quase de poder, e a segunda como o perfume dele era interessante, algo como o mar talvez. Aproximei o lábio do ouvido dele para fazer-me ouvir-me devido a música que tocava alta –Natasha... mas pode me chamar de Nat. –respondi ainda próxima a ele, o que me obrigou a apoiar no ombro dele, tentando estar na altura dele. –E você, como devo chamá-lo? –Após falar acabei por manter-me mais próxima a ele ainda dançando, afinal só assim poderíamos manter algum dialogo. Levei a garrafa aos lábios dando um gole e a baixando em seguida.




Filha de Ares✖️ Legado de Afrodite ✖️ Namorando

All girls wanna be like that
avatar
Natasha Gorbatchev
Feiticeiras de Circe
Feiticeiras de Circe

Mensagens : 112
Idade : 18

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Beach Party.

Mensagem por Ariel Sehn Kahlfels em Ter Set 20, 2016 11:24 pm

Know what you doing tonight
I wanna try something new, all night


De repente, haviam mais campistas do que poderia contar. A festa estava se tornando um completo sucesso, por mais que não estivesse sendo do conhecimento de todos os outros semideuses além dos que haviam sido discretamente convidados. O beijo de Lauren em minha bochecha havia sido o ponto alfa para me tirar do devaneio, passando a me dar conta do verdadeiro movimento. A partir daquele momento, o perigo era realmente verídico, já que não só algum Deus revoltado poderia comparecer e acabar com o momento. — Eu estou aproveitando, acredite. Só de estar fora do chalé fazendo algo que não seja unicamente voltado para aulas já é grande coisa. — passo um braço por cima do ombro dela, rindo com a diferença de altura que sempre fora algo presente entre nós, agora, encaixava-se a mesma coisa para Natasha. Tentei situar a filha de Ares mais baixa, que já havia se distanciado de mim e minha melhor amiga - sua irmã, para constar - e já fazia por onde para cumprir o desafio lançado. Arqueei uma sobrancelha, abrindo um sorrisinho tranquilo. — Vamos ver como essa noite vai terminar para vocês duas. Olha lá, sua irmã está na frente, isso vai ficar assim? — provoco de forma divertida, movimentando o corpo ao ritmo de Billionaire, combinando perfeitamente com o embalo praiano da noite. — Quanta gente! — me inclinei para soltar a taça em cima da mesa de bebidas, sofrendo a primeira abordagem da noite. A figura tratava-se de ninguém mais e ninguém menos que Calíope, a filha de Dionísio pela qual todos mantinham os olhos bem abertos. — Cah! — cumprimento, inclinando o rosto para receber o beijo, retribuindo-o com outro. Fiz certa careta para a bolsa com as ervas, assentindo para as instruções, vendo-a ir em direção de Natasha para lhe dar um oi. Olhei para Lauren, prendendo o riso, tendo uma ideia.

A chegada de mais um campista somou-se ao grupo de garotas, fazendo-me perguntar se havia alguma chama que atraísse os convidados para aquele ponto, ou se era apenas o fato de que um pequeno agrupado de meninas bonitas estava fazendo o movimento daquela parte. Quase me engasgando com sua fala partida de um repertório conhecido, estico a mão para apertar o ombro do garoto, mas a prole de Dionísio tinha novamente chegado perto, e ao olhar para o lado, a ideia que havia tido momentos antes apenas aguardava para ser executada. — Então, Cah. Esta é Lauren, filha de Ares. Estou sabendo que ela estava um tanto que ansiosa, esperando para conhecê-la. — jogo o verde, dando um passo mais para trás, de forma que podia segurar em um braço de cada, fazendo-as permanecerem frente a frente, separadas por uma distância razoável. Pisco o olho para minha melhor amiga, sabendo que seria xingada até a última geração, afastando-me para me concentrar no rapaz recém chegado. — Uma dança não faz mal a ninguém, de acordo? — arqueio uma sobrancelha, puxando-o para mais perto do mar, do outro lado da mesa de bebidas, deixando um certo espaço para Lauren e Calíope, enquanto dava uma breve olhada para Natasha, vendo-a próxima demais de um homem que não me era - de um todo estranho - tendo como válido o início do desafio que havia lançado para elas. Ao chegarmos do outro lado, Circus começava a tocar, e tive que me conter para não soltar um gritinho animado. — Conhece essa? — começo a circular o rapaz, conhecendo-o por Gregory, um dos ceifeiros. A beleza do rapaz era intrigante, e até poderia considerar que formaríamos um belo par naquela noite, se meus interesses não fossem em outra pessoa - e os dele, em outros tipos de público. Mordi o lábio inferior, parando em sua frente, seguindo a batida enquanto movia os quadris para os lados, completamente contagiada, seguindo com ele por mais duas ou três músicas. — Okay, vou te deixar pegar uma bebida! — pisco-lhe um olho, prestigiando o espaço que tinha naquele ponto. O vento batia constantemente em nossos corpos, eliminando a possibilidade de manter um suor penetrar a pele de forma incomoda tanto para nós, como para os outros, mantendo o cheiro do perfume - ou da pele - de nós dois.

We found love tocava tão alto, que sentia cada batida pulsar em minhas veias. Fechei os olhos, ouvindo as ondas quebrarem perto demais, e um aroma diferente cortar o meu raciocínio. De imediato, senti que deveria encarar o que é que estivesse ali, e não tardei em fazê-lo, encontrando a figura da líder das caçadoras bem de frente para a moradia de seu pai. Peguei uma das pequenas garrafas de água em cima da mesa, tirando a tampa, ingerindo um longo gole enquanto me aproximava do corpo não tão distante. — Não é um combate, mas parece que nos esbarramos outra vez. — murmuro, sem ter de gritar, parando ao lado da semideusa, lembrando de uma certa despedida. Escondia um pequeno sorriso, apesar de ter mantido um tom completamente neutro para falar com ela. — O barulho interrompeu algo? — questiono, escondendo um quê de preocupação para com algum tipo de problema que pudesse ter sido causado para as caçadoras, devido o som alto. Desta vez, sua presença não havia deixado-me tão tensa, e aproveitei para dar outro gole, aguardando por ela.
















Who said I was an angel? I'm no angel. When you look at me, what do you see? Open your eyes.
avatar
Ariel Sehn Kahlfels
Lider dos Mentalistas
Lider dos Mentalistas

Mensagens : 184
Idade : 22

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Beach Party.

Mensagem por Lauren L. Hill em Qua Set 21, 2016 1:02 am



Beach Party

Depois daquela festa, eu tinha certeza que teria muito pra contar da noite por conta dos desafios e de tudo que ainda estava por vir. E apesar de ver Ariel animada, sentia que ela não estava totalmente entregue, estava tensa e eu sabia por quê. Sorri sem mostrar os dentes, mas alegre, e terminei a garrafa de vinho, a deixando sobre uma mesa próxima antes dela enlaçar um de seus braços sobre meu ombro onde eu pude me sentir segura com a minha melhor amiga ali. — Eu tenho certeza que vai terminar muito bem pra mim, pode ter certeza. — pisquei safada e abri um largo sorriso, me desvencilhando do seu braço e indo buscar um copo na mesa de bebidas, depositando mais vodka do que cerveja no recipiente. Pra muitos aquela mistura poderia parecer estranha, mas depois que experimentei em um pub com certeza era um dos drinks mais deliciosos que eu já havia tomado. Quando estava voltando, olhava ao redor mesmo enquanto passava com dificuldade e cuidado entre as pessoas pra não desperdiçar nenhuma gota da bebida, notando uma silhueta morena de cabelos negros que me chamou atenção.

Ariel me puxou para mais perto de si quando me aproximei da onde estávamos e eu percebi a garota que parecia filha de Dionísio vir em nossa direção com uma bolsa, beberiquei o copo quando a mesma cumprimentou minha melhor amiga, me limitei apenas em sorrir simpática ao vê-la e admirar seu corpo dos pés a cabeça, observei a bolsa que ela havia deixado conosco assim que saiu brevemente, de forma curiosa, mordendo o lábio e logo em seguida encarando Ariel que me olhava como quem não quer nada, mesmo assim com segundas intenções. — Sehn Kahlfels, você nem pense em fazer algo, entendeu? — semicerrei meus olhos a olhando séria, prendendo depois minha atenção ao som da música Ghost Thown e dançando – por enquanto – timidamente de acordo com a batida enquanto observava Natasha se envolver com um homem desconhecido por mim, ri conformada com a situação e balancei a cabeça negativamente. — Até que demorou muito pra Nat envolver alguém por conta com curvas graciosas. — comentei brincalhona com Ariel, sabendo que não era verdade e que ela havia feito um "ataque" perfeito.

Até então, eu só sabia o apelido da morena, amiga de Ariel e por mais que não quisesse nada naquela noite algo me instigava a tentar algo com a semideusa filha de Dionísio. A observei ir cumprimentar minha meia-irmã e depois de alguns goles de vodka com cerveja, meu corpo já começava a ficar quente e parar de se arrepiar com a brisa fria que vinha do mar, quando "Cah" estava voltando, meu olhar automaticamente se prendeu na mesma, observando seu andar confiante e seu quadril mexendo graciosamente a cada passo que dava. Ariel fez questão de nos apresentar, já que minutos antes eu mal tive a chance de fazê-lo e brevemente a encarando, pude perceber o motivo do riso preso anteriormente. Ao final da nossa apresentação, não pude deixar de rolar os olhos ao ouvir da boca da minha melhor amiga que eu estava ansiosa para conhecê-la e pra não demonstrar que havia ficado realmente putx com minha melhor amiga – mesmo ela estando ciente de que no outro dia ouviria um monte –, puxei firme a morena pela sua cintura, dando um beijo próximo ao canto da sua boca e me afastando lentamente. — Prazer, Ca...? Desculpe, por enquanto só sei seu primeiro nome, filha de Dionísio. — disse, sorrindo sutilmente enquanto fitava sua boca carnuda por segundos breves. Naquele meio tempo, mal havia percebido que Ariel não estava ao meu lado e pensei em esgana-la sutilmente, mas a amava demais pra isso e mesmo estando com um pouco de raiva, estava a agradecendo desde já por me apresentar a semideusa morena. — Já experimentou algo? Aceita? — ergui meu copo, esperando alguma resposta da mesma, não deixando de descer e subir meu olhar várias vezes discretamente pelo seu corpo de pele morena.





Última edição por Lauren L. Hill em Qua Set 21, 2016 9:19 pm, editado 2 vez(es)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Beach Party.

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 2 de 8 Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum