The Blood of Olympus
Para visualizar o forum é necessário estar cadastrado, por favor registre-se no rpg ou entre em sua conta. É necessário estar cadastrado para ver as informações contidas no forum. Lembre-se de usar nome e sobrenome, não se cadastrar usando nomes geralmente utilizados por Hacker. Exemplo: "Barum" "Hakye" e por ai vai. Bem vindos.

MvP de Chase Warsowski vs Leucrocota

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

MvP de Chase Warsowski vs Leucrocota

Mensagem por Asclépio em Dom Jul 17, 2016 10:48 pm

Era noite no acampamento, o céu se encontrava nublado nem mesmo um fiapo de luz provinda de Selene iluminava o local. Todos do acampamento se encontravam em sono profundo embalados por Morfeu, mas uma meio sangue se encontrava acordada, ao que parecia a insônia a acometera. Chase vagava por seu chalé enquanto as horas passavam, mas algo chamara sua atenção, não uma coisa mais sim uma sensação, a filha do ceifador de Hades podia sentir que alguém morrera a pouco tempo ali próximo é isso lhe deixara curiosa.

Depois de recolher suas armas a mesma decidira ir ate onde aquele sentimento a impelia estar, ao chegar em uma clareira no meio da floresta e mesma pode ver o que parecia ser o corpo de um campista. Ao se aproximar do mesmo Chase pode notar que se tratava de uma garota, que não deveria possuir mais do que uns treze anos, a mesma estava em um estado horrível.

Sua barriga estava completamente dilacerada como se algo tivesse acabado de se alimentar dela, no entanto com a falta de iluminação ficava difícil encontrar qualquer rastro da criatura que fizera isso. A não ser por um baixo rosnado que pode ser ouvido pelo local, mas não era o suficiente para encontrar a fonte que o originara.

Um vento gélido bateu no corpo da menina, a fazendo tremer de leve, mas não por conta do frio e sim pelo horrível odor de putrefação que o mesmo trouxera ate as narinas da filha da morte, a mesma percebera então que não estava sozinha ali, que algo a espreitava das sombras, mas onde exatamente se encontrava a tal criatura, de onde viria seu ataque.

Leucrocota:
Leucrocota

A leucrocota, ou crocota, é uma critura mamífera com origens mitológicas ligadas à Etiópia, na África. Provavelmente, foi criada a partir de um experimento de Hécate, onde a deusa cruzou um lobo e uma hiena, acrescentando características mágicas ao canino rebento. Semelhante à uma hiena do tamanho de uma zebra ou asno, a crocota possui uma boca descomunal, que se estica de orelha à orelha. Essa expressão medonha faz parecer que o animal está sempre sorrindo diabolicamente. Leucrocotas podem destruir qualquer material com seus dentes, e podem digerir qualquer coisa em seus estômagos indestrutíveis. A criatura sempre ataca pelas costas, e se esconde nos arbustos ou matas, esperando que suas vítimas estejam vulneráveis ou distraídas. Curiosamente, o animal nunca pode olhar por cima de seu próprio ombro, e se for obrigado a fazer isso, desmaia em instantes.


Poderes Passivos:

► Dentes Indestrutíveis: Os dentes de um crocota podem destruir qualquer coisa.

► Resistência à Venenos: Leucrocotas alimentam-se de carniça e materiais podres altamente nocivos à outros seres vivos. Dessa forma, possuem em seus organismos bactérias que os tornam resistentes à maioria dos venenos existentes.


Poderes Ativos

► Espreita: Crocotas são capazes de ocultar o próprio cheiro e permanecer em tocaia por horas sem se cansar da vítima. Também são impossíveis de serem ouvidos por alguém de audição normal. Apenas semideuses com sentido de caça apurado podem identificar a presença de tais criaturas.

► Camuflagem: Leucrocotas podem mesclar-se ao ambiente com sua pelagem cor de terra. As sombras também os auxiliam levemente durante a noite, por influência de Hécate.


Status base: 110 hp/ 110 mp
Nívem mínimo: 3
Taxa de variação: Aumento de 5 HP/MP por nível.

Regras:
Post de no minimo 5 linhas.
Prazo de 7 dias a cada postagem minha.
Qualquer duvida sobre o post sera respondida por mp.
Poderes e armas em spoiler no final do post.
Desejo-lhe sorte
avatar
Asclépio
Deuses Menores
Deuses Menores

Mensagens : 33

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: MvP de Chase Warsowski vs Leucrocota

Mensagem por Chase Warsowski em Seg Jul 18, 2016 3:02 am

words: 610
notes: MvP
location: floresta
song: none
FIRST ACT; ravenous leucrocota
Como de praxe seus olhos se mantinham abertos mesmo que na calada da noite. Diferentemente de alguns outros meio irmãos que enfim se renderam ao sono, fora os que assim como ela preferiam quebrar a regra do toque de recolher, mantinha-se inerte na cama. Observava os detalhes do teto como se aquela fosse sua atividade favorita, o que de certo modo não se tratava de uma inverdade. Qualquer coisa além de sentir cada terminação nervosa pulsar diante do ócio já lhe caberia como uma tarefa agradável. Contudo, bastou um milésimo de segundo para que o corpo fosse inundado por uma onda de adrenalina de tal forma que todos os pelos de seus braços se eriçaram. Conseguia sentir a morte na ponta de seus dedos, movendo-os contra os lençóis de sua cama de maneira inquieta, seu interior suplicando para que fosse atrás de uma resposta.

Amarrou o manto da morte sobre os ombros, deixando que o mesmo pendesse ali como água escorrendo pelas costas, a foice recém tomada em mãos não demorou a ser descansar sobre o coldre também posicionado em suas costas; estava mais do que decidida de compreender o que novamente havia lhe deixado tão inquieta numa noite tão silenciosa como a em questão. Rumou em passadas leves, ainda que decididas a respeito de para onde a levariam. Irrompeu boa parte daquela floresta num tempo consideravelmente baixo, as sombras como sempre lhe sendo muito convenientes quanto o de costume. Os fios negros balançavam rebeldes contra o vendo gélido, por vezes teimando em cobrir-lhe os olhos mesmo que por breves instantes. Sequer aparentava qualquer sinal de hesitação, olhando por cima do ombro apenas quando lhe era conveniente. Estava próxima, ou ao menos de acordo com os sinais emitidos por seu corpo a cada passo que dava floresta a dentro.

Os olhos caíram sobre o corpo desfalecido daquela campista no momento em que se aproximou da clareira, a adrenalina aumentando quanto a intensidade, seus olhos verdes emitindo um brilho sem igual ao se aproximar do corpo, desta vez mantendo a atenção completamente voltada para a semideusa. Aparentemente jovem, bem mais jovem do que Chase quando esta chegou ao acampamento. Observou-a da cabeça aos pés, dando enfoque na região abdominal, totalmente dilacerada ainda que tal cena não se equiparasse com o sangue frio da filha de Thanatos. A polonesa franziu o cenho, forçando sua mente ainda mais para raciocinar o que de havia acontecido com aquela garota. No entanto, o que novamente despertou seus instintos fora nada além do que um ruído baixo, mas ainda assim alto o suficiente para que sua destra vacilasse rumo a foice em suas costas.

Muito embora não pudesse sondar de onde o barulho havia se originado, o olhar pairou novamente sobre o corpo pálido, e naquele momento rendeu-se a necessidade de tocar em seu pulso sem vida. Tão gelada quanto a filha de Thanatos, mesmo que a herdeira da morte ainda provesse de vida. Esperava que com aquele toque alguma parte do cenário se revelasse, a exemplo do que a cercava naquele momento. O cheiro era sem dúvidas mais intenso do que o de um cão infernal, sabia disso exatamente por seu corpo reagir ao odor por meio de um calafrio que lhe atingira da cabeça aos pés. Precisava descobrir mais sobre aquela criatura, mesmo que suas intensões fossem claras. Apertou ainda mais o pulso da campista, sua mente sendo bombardeada com imagens um tanto enevoadas de momentos antes de sua morte, bastava que alguma daquelas imagens revelasse a localização da besta. Uma das mãos, todavia, localizava-se próxima da foice caso fosse surpreendida por alguma investida, mesmo que não soubesse ao certo de onde pudesse vir.


itens:
A Foice Lendária: Uma réplica da foice carregada pelo próprio Thanatos. A arma, apesar de uma cópia, é tão mortal quando a original, sendo feita de ferro estígio e o cabo de um material indefinido, negro e indestrutível. Cada vez que um oponente morrer por um golpe dado por esse arma, seu portador é curado em 5 HP. Semideuses que não tiverem o sangue de Thanatos e tocarem na foice terão a palma da mão queimada imediatamente. Se transforma num colar com um pingente de foice quando não está sendo usado.

Capa da Morte: Uma capa que pode cobrir o corpo todo do filho de Thanatos. Ao usá-la, o mesmo se torna invisível pelo tempo que a usar, mas note que a mesma não camufla seus passos, nem oferece proteção alguma, sendo feita de uma espécie de seda tão lisa que desliza como água por entre os dedos.
habilidades passivas:
Cheiro de Morte I: Os filhos de Thanatos conseguem saber quando alguém morreu recentemente (até 1 hora), numa espécie de "intuição" que aponta para o local. Esse morto deve estar por perto (até 5km pra cada direção).

Déja Vu I: Ao tocarem no corpo de alguém morto, o semideus tem um vislumbre de cenas que aconteceram até 5 minutos antes do morto perder a vida.
habilidades ativas:


WARSOWSKI
avatar
Chase Warsowski
Demônios de Nyx
Demônios de Nyx

Mensagens : 14
Idade : 20

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: MvP de Chase Warsowski vs Leucrocota

Mensagem por Asclépio em Qua Jul 20, 2016 9:21 pm

A cada momento que passava a noite ia ficando cada vez mais escura, era como se o céu estivesse entristecido pela morte da jovem meio sangue. A filha de Thanatos tinha se ajoelhado próximo do corpo da jovem criança, mas sem não antes sacar sua foice de suas costas, uma arma e tanto, logo em seguida Chase tocara o pulso da garota, provida de seus poderes para saber o que atacara a outra menina, mesmo sabendo que algo a espreitava.

Logo que tocara a fria pele da morta, imagens logo apareceram em sua mente, as mesmas estavam um pouco enevoadas por conta do ocorrido, mas ainda sim era possível se ver o que a menina tinha visto em seus últimos momentos, mas não só ver Chase podia sentir o que a pequena sentia naquele momento, não só emocional, mas físico também. Era como se ela estivesse no lugar da garota, e ao aguçar sua visão para tentar ver melhor, notou que via não como uma observadora em terceira pessoa, mas estava no próprio corpo da menina.

A garota corria cada vez mais para dentro da floresta, uma grande quantidade de medo podia ser sentido na pequena enquanto a mesma se perdia cada vez mais naquele lugar, até que por descuido ou simples azar a garota tropeçara em uma galho de arvore, a mesma rolara ao ir de encontro ao chão, o que lhe causou dores pelo corpo.

O som de risadas tinha se intensificado, era como se a coisa que a vinha perseguindo estivesse muito próxima, mas o que a mesma não sabia era que a criatura já se encontrava em suas costas, apenas esperando o momento certo para dilacerar sua presa. Chase via tudo como se fosse ela própria a estar vivenciando aquela cena, mas a garota sabia que aquilo era apenas as recordações de uma morta.

A meio sangue se concentrara mais nas imagens que via para tentar entender melhor, pela visão da morta ela via a sua frente a clareira em que se encontrava, é quando a pequena olhara para traz pode vislumbrar dois pontos vermelhos, que a mesma reconhecera como olhos, a mesma em um momento de pânico criara uma pequena esfera de luz na palma de sua mão, o orbe era pequeno mas era o suficiente, a garota lançou o orbe em direção aquele ponto o que iluminou o grande animal que a perseguia, assustada ela se forçara a levantar e quando conseguiu correu para o meio da clareira, mas não fora longe o suficiente, a criatura investiu contra a mesma o que a levou ao chão, a única coisa que pode fazer foi se virar de barriga para cima e no mesmo momento uma dor lancinante foi sentida em seu abdômen, a dor fora tão aguda que até mesmo a filha de Thanatos pode sentir aquilo como se fosse nela.

Enquanto a meio sangue via as memorias póstumas da garota, o Leocrocota pode se aproximar, por ser um ser de boa furtividade ele pode chegar em uma distância sem que ela percebesse sua aproximação. Não demorou para que o monstro avançasse contra o corpo da meio sangue que não teve o que fazer, a criatura pulara em seu ombro, onde cravou os dentes, e logo em seguida puxou a morena para longe do corpo da loira, o que tirou a semideusa de seu estado anterior e pode até arrancar baixou grito de dor ou raiva que provinha da mesma.

As últimas coisas que Chase pode ver naquela memoria antese de sentir uma dor horrível em seu braço fora um grande corpo de um animal que parecia um lobo, mas era muito maior que esse, possuía o que parecia ser um largo sorriso em sua boca, que ia de uma orelha até a outra. Assim que pode ver o que a atacara, a garota foi arremessada contra a arvore mais próxima, o que a deixara sua visão um pouco embaçada, mas nada prejudicial o que permitiu ela ver o grande animal que antes matara a loira e que agora queria matá-la.

Leucrocota:
Leucrocota

A leucrocota, ou crocota, é uma critura mamífera com origens mitológicas ligadas à Etiópia, na África. Provavelmente, foi criada a partir de um experimento de Hécate, onde a deusa cruzou um lobo e uma hiena, acrescentando características mágicas ao canino rebento. Semelhante à uma hiena do tamanho de uma zebra ou asno, a crocota possui uma boca descomunal, que se estica de orelha à orelha. Essa expressão medonha faz parecer que o animal está sempre sorrindo diabolicamente. Leucrocotas podem destruir qualquer material com seus dentes, e podem digerir qualquer coisa em seus estômagos indestrutíveis. A criatura sempre ataca pelas costas, e se esconde nos arbustos ou matas, esperando que suas vítimas estejam vulneráveis ou distraídas. Curiosamente, o animal nunca pode olhar por cima de seu próprio ombro, e se for obrigado a fazer isso, desmaia em instantes.


Poderes Passivos:

► Dentes Indestrutíveis: Os dentes de um crocota podem destruir qualquer coisa.

► Resistência à Venenos: Leucrocotas alimentam-se de carniça e materiais podres altamente nocivos à outros seres vivos. Dessa forma, possuem em seus organismos bactérias que os tornam resistentes à maioria dos venenos existentes.


Poderes Ativos

► Espreita: Crocotas são capazes de ocultar o próprio cheiro e permanecer em tocaia por horas sem se cansar da vítima. Também são impossíveis de serem ouvidos por alguém de audição normal. Apenas semideuses com sentido de caça apurado podem identificar a presença de tais criaturas.

► Camuflagem: Leucrocotas podem mesclar-se ao ambiente com sua pelagem cor de terra. As sombras também os auxiliam levemente durante a noite, por influência de Hécate.


Status base: 110 hp/ 110 mp
Nívem mínimo: 3
Taxa de variação: Aumento de 5 HP/MP por nível.

Regras:
Post de no minimo 5 linhas.
Prazo de 7 dias a cada postagem minha.
Qualquer duvida sobre o post sera respondida por mp.
Poderes e armas em spoiler no final do post.
Desejo-lhe sorte
avatar
Asclépio
Deuses Menores
Deuses Menores

Mensagens : 33

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: MvP de Chase Warsowski vs Leucrocota

Mensagem por Chase Warsowski em Qua Jul 20, 2016 11:20 pm

words: 635
notes: MvP
location: floresta
song: if i had a heart
FIRST ACT; ravenous leucrocota
As imagens eram nítidas em sua mente, ou melhor dizendo, em seus olhos. Era a primeira vez que enxergara algo tão vívido daquele modo, e tudo graças a sua afinidade com assuntos relacionados a tais. Naquele momento não era Chase, e sim a menina, a menina que por um descuido decretou o próprio destino: morte. Permanecia imóvel, os olhos vagos perante as imagens que uma a uma recriavam o cenário de horror vivenciado pela criança, o mesmo cenário que agora se obrigara a vivenciar por conta própria a fim de reter o máximo de informações possíveis. Que os ctônicos tivessem piedade daquela alma, afinal.

Mesmo que de olhos abertos tudo o que conseguia enxergar era através dos olhos da outra campista que jazia morta ao seu lado, assumindo todos os sentimentos da jovem. Pânico, um pânico indescritível que pessoalmente jamais sentiria. Ela corria floresta a dentro movida pelo medo, muito embora não soubesse o que de fato a perseguia. Aflição, o nó estava feito em sua garganta e nada no mundo parecia fazê-lo sumir. Risadas e rosnados se intensificavam atrás de seu corpo, algo selvagem o suficiente para não ser percebido de primeira, principalmente por uma novata. Principalmente diante de tanto medo. Quando enfim se virou não foi difícil notar fendas avermelhadas em sua direção, e infelizmente a cria de Thanatos sabia o que aconteceria na sequência. A orbe iluminou toda a extensão da besta que lhe lançara no chão e posteriormente lhe arrancara as vísceras até que sua presa perdesse a consciência, e consequentemente a vida.

Todavia não tinha sido uma sensação ruim na boca de seu estômago que a despertou, mas sim uma dor exorbitante em seu ombro esquerdo. Gritou, porém mesmo que a dor fosse irritante o suficiente, seu grito era devido a raiva que sentia de ter aberto a guarda daquela maneira. A única reação tomada por si foi erguer os olhos claros na direção da fera que lhe observava com um sorriso sádico proveniente de sua criação. O problema não era o sorriso, longe disso, e sim a maneira com que o animal usara de seu peso para impulsionar seu corpo de forma que as costas se chocassem contra uma árvore. Grunhiu tal qual havia o feito antes no momento que ouviu o baque surdo de seu corpo, naquele momento amaldiçoando aquele animal estúpido. — E depois me perguntam porque eu sou uma pessoa de felinos. — resmungou, a foice mesmo diante de todos os acontecimentos ainda jazia firmemente em sua mão, Chase não tardando em utiliza-la para se levantar rapidamente do chão.

Sua postura fora modificada no momento em que postou-se de pé, a aura sendo tomada por algo ameaçador. Fazia questão de observá-lo fixamente, permitindo que seus olhos externassem toda a imponência que possuía em qualquer uma das ocasiões. Assim como ele, a jovem também possuía um sorriso divertido, ansioso por desafiar a morte daquela maneira, principalmente ao desprover qualquer sentimento relacionado a medo. — Eu odeio cachorros, você sabia? — a cabeça meneava, o cabo de sua foice bem posicionado numa diagonal em frente ao corpo para que pudesse reagir diante de outra investida da besta. O ferimento em seu ombro fazia todo seu braço latejar, mas mesmo assim deixava os traços de seu rosto o mais suaves possíveis apenas para sustentar a apatia em sua expressão. — Você é esperto, um predador solitário. Mas a pergunta é, você é bom o bastante pra me fazer de presa, amiguinho? — a cabeça pendeu para o lado, ela não hesitando em guiar lâmina de sua foice na direção do mesmo. A primeira rumo seus olhos num corte horizontal, a segunda viria numa das patas dianteiras, ambos movimentos rápidos certeiros, digno de um filho de Thanatos, e a terceira seria um movimento que visaria o torso da criatura caso a mesma investisse em mais um ataque.


itens:
A Foice Lendária: Uma réplica da foice carregada pelo próprio Thanatos. A arma, apesar de uma cópia, é tão mortal quando a original, sendo feita de ferro estígio e o cabo de um material indefinido, negro e indestrutível. Cada vez que um oponente morrer por um golpe dado por esse arma, seu portador é curado em 5 HP. Semideuses que não tiverem o sangue de Thanatos e tocarem na foice terão a palma da mão queimada imediatamente. Se transforma num colar com um pingente de foice quando não está sendo usado.

Capa da Morte: Uma capa que pode cobrir o corpo todo do filho de Thanatos. Ao usá-la, o mesmo se torna invisível pelo tempo que a usar, mas note que a mesma não camufla seus passos, nem oferece proteção alguma, sendo feita de uma espécie de seda tão lisa que desliza como água por entre os dedos.
habilidades passivas:
A Arma do Fim I: Sendo filhos do ceifador-mestre, os semideuses tem um dom nato no manuseio da foice, e conseguem fazer movimentos com a arma que poucos, se não nenhum outro semideus, conseguiria fazer.

Imponência Mortal I: O medo da morte está tão entranhado em qualquer ser humano, que todo mortal fraco que olha para esse semideus não consegue sustentar o olhar mais do que alguns segundos. (Inimigos abaixo do nível 3 ou monstros fracos)
habilidades ativas:
Combo da Morte I: O semideus ataca com sua foice rapidamente, dando três ataques em sequência. Cada ataque tira 5 de HP. (5 MP)


WARSOWSKI
avatar
Chase Warsowski
Demônios de Nyx
Demônios de Nyx

Mensagens : 14
Idade : 20

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: MvP de Chase Warsowski vs Leucrocota

Mensagem por Asclépio em Qui Jul 21, 2016 9:39 pm

A criatura parecia se divertir com o olhar da cria da morte, o Leocrocota possuía o tamanho de um asno, e a cabeça de uma Hiena o que mais chamava a atenção era a boca da coisa, ela ia de uma orelha a outra, literalmente era como se o monstro não possuisse bochechas, e isso para ele era ate uma vantagem. O monstro estava a observar sua vitima, sem entender o que a mesma dizia, seu cérebro era pequeno o que o impedia de entender o que era dito, aquilo estava entediante para a criatura que se encontrava com fome é por isso decidiu atacar a mesma é acabar com tudo aquilo.

A criatura correu em direção a garota, que parecia ter um plano em mente para aquilo, e assim que o monstro entrou em sua área de ataque ela o pós em pratica com uma pequena diferença.

A criatura era rápida então o primeiro ataque de Chase fora direcionado em seu flanco, o fio da foice o atingira de raspão, mas ainda sim fora capas de retirar sangue do monstro, que se afastou alguns passos, o que a chance que a mesma precisava para continuar seu ataque, que dessa vez fora direcionado as patas dianteiras do monstro. O ataque atingira a cocha direita do mesmo arrancando um pouco mais de sangue que o ultimo, e isso deixara ele com raiva.

A garota confiante de sua habilidade tentou o terceiro e ultimo ataque, que poderia lhe garantir sua vitória, mas ela no contava com o que viria a seguir. Prevendo o ataque da garota de alguma forma o Leocrocota pode desviar no ultimo momento e ainda abocanhar o cabo da foice e assim com sua força ele arrancou a arma das mãos da garota, e a jogara para longe, agora a filha de Thanatos estava desarmada enquanto seu adversário avançava contra a mesma. A criatura fechara parte de sua boca entorno da cocha da semideusa, como se fosse uma retribuição pelo golpe anterior da mesma, e com a perna dela em sua boca, ele começara a apertar cada vez mais o que levara a mesma soltar gritos de dor é ódio.

Chase Warsowski
HP: 105/120
MP: 115/120

Leucrocota
HP: 100/110
MP: 110/110

Ps. Peço desculpas pelo erro que cometi, ao não colocar a vida dos dois no inicio, espero que isso não seja um problema.
avatar
Asclépio
Deuses Menores
Deuses Menores

Mensagens : 33

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: MvP de Chase Warsowski vs Leucrocota

Mensagem por Chase Warsowski em Sex Jul 22, 2016 2:06 am

words: 542
notes: MvP
location: floresta
song: pacife her
FIRST ACT; ravenous leucrocota
Estava dando seu máximo para não se envolver muito em situações de perigo desnecessárias, entretanto após seu último golpe não se concretizar e ter sua foice tirada de suas mãos num movimento rápido por parte da adversária, a única saída era finalmente deixar a arrogância de lado e de fato fazer algo bom o bastante para não lhe render maiores sequelas. Mesmo de mãos vazias se manteve numa posição ofensiva, ambas as mãos em frente ao corpo, ainda que não fosse apta a conter os dentes da besta perfurando sua coxa sem qualquer cerimônia. A pressão era sem dúvidas massacrante o bastante para sua face se retorcer numa careta de dor, lhe rendendo um grito rasgado de dor, o ódio crescente já visível nos olhos da jovem que não demorou muito a reagir. Se não conseguiria por meio da persuasão, era dada a hora de agir como uma guerreira de verdade.

Longe de se guiar pela lógica ferida, aproveitou-se da proximidade de ambos ao espalmar sua destra na cabeça da criatura, uma pequena quantidade de sombras rondando a mesma com o comando mudo da filha de Thanatos. Era um monstro, mas ainda assim um ser mortal e definitivamente possuidor de um coração. Com aquele toque daria a leucrocota uma sensação de seu coração parar, e dessa forma a força aplicada em sua coxa diminuiria o suficiente, ainda que por breves segundos, para que se desvencilhar-se das presas e rolar o corpo para longe dali, exatamente na mesma direção em que sua foice fora arremessada. As sombras abaixo da criatura serviriam como contenções, verdadeiras armadilhas, prendendo suas patas no chão como ganchos por tempo suficiente para que a semideusa recuperasse sua foice e novamente partisse para mais um contra-ataque. Os olhos verdes vibravam em fúria, maldito fosse aquele animal bizarro que ousou despertar a ira da jovem. — Que Ares me conceda essa maldita como caça hoje. — murmurou, respirando fundo para tentar ignorar o quão doloridos eram aqueles machucados; mais cicatrizes, afinal de contas.

Não satisfeita em aprisionar o monstro por aquele curto período de tempo, ergueu a mão livre de maneira que por um momento seus olhos tornaram-se completamente brancos, transformando o corpo morto daquela garota num verdadeiro fantoche oco. Nem mesmo o buraco causado pela falta dos órgãos seria um empecilho para que a semideusa usasse-a como bem entendesse. Em dada altura do campeonato, girou a foice em mãos, esperando que o zumbi recém criado tomasse a dianteira ao menos como uma distração e desta forma ela tivesse melhores condições de ataca-lo. Novamente desferiu três golpes: o primeiro rumou na direção da pata dianteira já comprometida do animal no corte mais profundo que pode, fazendo questão de repetir o movimento no sentido contrário, intensificando o machucado o máximo possível para reduzir sua agilidade de asno. Em seguida girou o corpo no sentido horário, os braços girando a foice de forma que a velocidade fosse suficientemente rápida para o último golpe, este direcionado aos olhos novamente. A campista morta, nesse meio tempo durante o primeiro e o segundo corte da foice, se jogaria sobre a criatura, forçando a cabeça da mesma para uma das laterais como maneira de facilitar o êxito da morena ao acertar os olhos da leucrocota corretamente.


itens:
A Foice Lendária: Uma réplica da foice carregada pelo próprio Thanatos. A arma, apesar de uma cópia, é tão mortal quando a original, sendo feita de ferro estígio e o cabo de um material indefinido, negro e indestrutível. Cada vez que um oponente morrer por um golpe dado por esse arma, seu portador é curado em 5 HP. Semideuses que não tiverem o sangue de Thanatos e tocarem na foice terão a palma da mão queimada imediatamente. Se transforma num colar com um pingente de foice quando não está sendo usado.

Capa da Morte: Uma capa que pode cobrir o corpo todo do filho de Thanatos. Ao usá-la, o mesmo se torna invisível pelo tempo que a usar, mas note que a mesma não camufla seus passos, nem oferece proteção alguma, sendo feita de uma espécie de seda tão lisa que desliza como água por entre os dedos.
habilidades passivas:
A Arma do Fim I: Sendo filhos do ceifador-mestre, os semideuses tem um dom nato no manuseio da foice, e conseguem fazer movimentos com a arma que poucos, se não nenhum outro semideus, conseguiria fazer.

Toque mortífero: Ao tocar em algum outro semideus ou mortal, a pessoa tocada terá a impressão de que o coração parou de bater por breves milésimos, tirando a concentração do mesmo. Funciona uma vez na pessoa a cada 10 turnos.
habilidades ativas:
Umbracinese I: Os filhos de Thanatos podem controlar uma pequena quantidade de sombras ao seu redor. (5 de MP)

Ordem do Príncipe I: O semideus pode levantar um corpo morto próximo (até 100 metros pra qualquer lado) e ordená-lo a atacar o inimigo. Esse corpo, independente de ser um animal ou um semideus zumbi, terá 50 de HP. (10 de MP imediatamente + 5 enquanto o zumbi estiver vivo)

Combo da Morte I: O semideus ataca com sua foice rapidamente, dando três ataques em sequência. Cada ataque tira 5 de HP. (5 MP)


WARSOWSKI
avatar
Chase Warsowski
Demônios de Nyx
Demônios de Nyx

Mensagens : 14
Idade : 20

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: MvP de Chase Warsowski vs Leucrocota

Mensagem por Asclépio em Sab Jul 23, 2016 12:44 pm

Aquela luta parecia estar muito a favor do Leucrocota, o mesmo tinha desarmado a filha da morte, e agora possuía seus dentes cravados na carne da semideusa lhe causando uma dor muito forte, a garota gritava de dor é ódio seus olhos queimavam com a vontade de retalhar aquele ser.

A mesma tinha feito um plano, ate muito bom, ela bateu com a palma de sua mão sobre a cabeça do bicho usando de seu controle sobre as sombras, é de alguma forma fizera o monstro vacilar e assim afrouxar seus dentes o que deu a liberdade de que ela precisava, mas seu plano não terminara por ai. A mesma ainda usando de sua umbracinese queria prender as patas do monstro e assim o deixando imóvel, a mesma confiante de ter tido êxito na parte inicial de seu plano rumou para sua foice é ao mesmo tempo queria erguer o corpo sem vida da loira que jazia morta ali perto.

O corpo da semideusa se ergueu do chão mesmo sem suas vísceras e outros órgãos, era estranho ver aquela cena seria assustadora para muitos semideuses, mas não para a filha do ceifador divino. O Leucrota continuava imóvel não tinha se movido um centímetro se quer, a filha de Thanatos parecia ter agora toda a situação sobre a palma de suas mãos, mas nada na vida de um filho de um ser divino era algo simples, por mais que treinassem ate a exaustão de seus corpos ainda sim sempre teria algo para lhes atrapalhar.

E para Chase isso não era diferente, o plano da mesma ate então estava indo muito bem, mas por ironia das Moiras, as senhoras do destino de todos os seres. O ferimento na coxa estava começando a cobrar seu preço, a primeira coisa que dera errado fora a tentativa de prender o monstro, seu corpo poderia parecer estar bem mas o ferimento tinha sido pior do que o esperado, ele estava sangrando um pouco de mais o que fez suas forças fraquejarem rapidamente te fazendo a criatura ser solta o que permitiu ao monstro correr pra o meio das folhas e assim ficar a espreita da mesma, o que impediu que o zumbi cumpre-se seu papel, o segundo problema que o ferimento causara fora c com a visão da mesma que lhe enganara sobre a posição de sua arma, que estava mais distante do que ela pensava, a arma se encontrava próximo a saída da clareira que possuía cinco metros de uma ponta a outra, agora era esperar para ver o que a semideusa faria conseguir derrotar seu inimigo.

Chase Warsowski HP: 85/120 MP: 100/120
Leucrocota HP: 100/110 MP: 105/110

Regras:
Não afirme suas ações só o narrador pode fazer isso
Post de no minimo 5 linhas.
Prazo de 7 dias a cada postagem minha.
Qualquer duvida sobre o post sera respondida por mp.
Poderes e armas em spoiler no final do post.
Desejo-lhe sorte
avatar
Asclépio
Deuses Menores
Deuses Menores

Mensagens : 33

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: MvP de Chase Warsowski vs Leucrocota

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum