The Blood of Olympus
Para visualizar o forum é necessário estar cadastrado, por favor registre-se no rpg ou entre em sua conta. É necessário estar cadastrado para ver as informações contidas no forum. Lembre-se de usar nome e sobrenome, não se cadastrar usando nomes geralmente utilizados por Hacker. Exemplo: "Barum" "Hakye" e por ai vai. Bem vindos.

O Senado

Ir em baixo

O Senado  Empty O Senado

Mensagem por Poseidon em Qui Mar 20, 2014 9:32 pm


Senado
O Senado é um corpo civil, mas oficiais da legião geralmente ocupam posições importantes no senado. Todos os negócios oficiais são decididos na Casa do Senado, onde os representantes eleitos da legião vem juntos votar e a discutir assuntos importantes. Normalmente dois consuls comandam o senado, e cada consul tem poder de veto sobre o outro, o que gera motivos de muitas brigas neste local.  Aqui acontecerão as reuniões sobre assuntos importantes  do Senado, somente pessoas que fazem parte do senado poderão posta. Caso aconteça uma reunião importante. Um dos senadores deverão mandar MP aos outros, convocando-lhes para a reunião.

Poseidon
Poseidon
Deuses Olimpianos
Deuses Olimpianos


Voltar ao Topo Ir em baixo

O Senado  Empty Re: O Senado

Mensagem por Eleonor Moonlight em Seg Abr 30, 2018 12:22 am

Miss Polaris.
Filha de Hefesto | Legado de Athena | Grega | Embaixadora

Os senadores e centuriões estavam inquietos, discutindo sobre os acontecimentos recentes. A Seita havia sequestrado um grupo de semideuses, em que eu me incluía, e Sun Hee morrera no resgate do que ficaram para trás e destruição da base. Não posso negar que me sentia um pouco culpada por sua morte já que eu havia sido uma das que ficaram para trás, entretanto agora não havia espaços para sentimentalismos e aquela falta de foco que estava notando na reunião de hoje. Limpei a garganta e dei um passo a frente, atraindo a atenção deles antes de proferir com a voz calma.

Entendo a preocupação dos senhores em relação a morte de Sun Hee, entretanto precisamos lidar com questões mais urgentes nesse momento. – Minha voz soava calma e séria, enquanto eu cruzei os braços abaixo dos seios e retomei minha fala com a atenção dos romanos presentes em mim. Alguns deles se remexeram nos assentos enquanto me escutavam, incomodados com minha presença ali. Era totalmente compreensível, afinal antigos preconceitos demoravam a morrer.

Todos estão emocionalmente abalados e uma nova pretora precisa ser escolhida, porém os Acampamentos precisam também repensar suas defesas e intensificar as medidas de segurança.

Um senador ia falar algo, mais ergui a mão pedindo que esperasse que eu concluísse minha fala antes de dizer quaisquer coisas. Meus olhos se focaram em Becka, a pretora ainda viva, antes de completar. Precisava de todo o talento de diplomacia e dicção que herdara de minha avó para tornar aquilo possível e sabia que, apesar de coerente, minha jogada agora era arriscada - entretanto era preciso que eu ao menos sugerisse e tentasse devido ao meu trabalho como embaixadora grega ali.

Mais do que nunca, senhores, os Acampamentos precisam se unir. Precisamos trabalhar juntos e de maior integração entre nossos guerreiros. Vocês são fortes e disciplinados, sendo essa última uma qualidade que muito admiro e sinto falta no Meio-Sangue, entretanto mesmo assim precisamos ser realistas. Ainda há muito o que ambos os Acampamentos precisam melhorar e podemos nos ajudar com isso.

Ouvia cochichos entre os senadores, mas em geral estavam prestando atenção em minhas palavras conforme expunha o que tinha em mente. Era claro que as ideias de fazer mudanças ali era complicado, porém era preciso relembra-los que havíamos sido levados da segurança dos Acampamentos e isso exigia que aumentássemos os cuidados.

Não há semideuses realmente especializados em arquitetura aqui, porém tenho certeza que o chalé de Athena ficaria feliz em auxiliar em maiores e melhores construções defensivas ao redor de Nova Roma e talvez do Acampamento em si. Precisamos também de maiores e melhores rotas de fuga, para remoção rápida de doentes, feridos e incapazes. Em um combate real, mante-los aqui seria um problema para todos nós. Porém apenas isso não é o suficiente para garantir uma maior tranquilidade e segurança.

Fiz uma pausa dramática para recuperar o ar, deixando que eles assimilassem minhas palavras antes de tirar o cabelo que caia em meus olhos. Apesar de tentar não transparecer, estava nervosa e preocupada com os resultados.

Temos que reforçar as patrulhas em todas as entradas e saídas. Caso os senhores aceitem as sugestões dessa humilde embaixadora que vos fala, também seria útil melhorar sistema de comunicação entre sentinelas e quem está aqui dentro. Conseguiram entrar uma vez para nos levar e podem fazer de novo ou tentar. Acham que estamos fracos, meus senhores, e é quando precisamos estar mais fortes.

Minha lógica fazia sentido para eles e começava a aumentar a aparência concordância com minhas ideias entre os presentes. Tentei parecer o mais neutra possível e aproveitei aquela situação de exito para dar continuidade.

Nos darão uma sensação de segurança antes de nos atacarem com mais força e aqui, onde julgamos estarmos protegidos. Não podemos deixar que nos vençam, ou o sacrificio de todos aqueles que morreram até então para nos dar uma chance de vencer essa guerra estupida. Os humanos deviam ser nossos aliados, não nossos inimigos, no entanto não compreendem isso ainda.

Era algo que concordavam mais uma vez e a lembrança de todos os semideuses que havia se sacrificado, sido torturados e mortos dava forças para eles. As perdas eram claras em seus rostos e o desejo de vingar seus mortos também. Era quase cruel usar isso ao meu favor, mas meu trabalho exigia a ausência de emotividade as vezes.

Juntos, somos mais fortes que eles e vimos durante o resgate que a união de ambos os Acampamentos é tão poderosa que supera até mesmo a desvantagem numérica. Desde já, temos que treinar nossos semideuses não só para combater monstros mas também humanos. Precisamos ensinar a nova geração de heróis que o trabalho em conjunto mesmo com os gregos aumentará nossas chances de sucesso não apenas contra esse inimigo comum dos Acampamentos, mas contra qualquer inimigo que venha a se erguer contra nós.

Terminado meus discurso, fiz uma pequena mesura e dei um passo atrás, retornando depois para meu acento para ouvir os debates e discussões que seguiram-se a minha "motivadora" fala. Por dentro, um sorriso marcava minha vitória. Desde já, tínhamos que melhorar a segurança e proteção ali, superar quaisquer preconceitos ainda existentes a partir dos semideuses mais novos. A sugestão de melhorar trabalho em conjunto com os gregos era uma forma sutil de dizer para estimularem mais o intercambio para nos conhecermos melhor.

Quando a reunião foi dada como encerrada, ao menos por hoje, me levantei cansada e com a pele ligeiramente úmida de suor pelo calor do dia. De repente, ir à Casa de Banho para relaxar me pareceu uma ótima ideia, já que toda aquela discussão me deixara bastante cansada.


"Triunfam aqueles que sabem quando lutar e quando esperar."


thank you secret from TPO.


Eleonor Moonlight
Eleonor Moonlight
Filhos de Hefesto
Filhos de Hefesto

Idade : 17
Localização : Por ai

Voltar ao Topo Ir em baixo

O Senado  Empty Re: O Senado

Mensagem por Daron A. Herzl em Qua Mar 13, 2019 6:38 pm


Arquivo


O presidente do Senado estava garantindo que Daron se sentisse punido por seu erro após seu retorno à casa legislativa. Ao voltar, havia sido rebaixado. Estava inelegível para a mesa diretora e estava sendo observado. Era como se, ao ingressar em um novo emprego, estivesse em um período avaliativo.

Naquela manhã, fora escalado para cuidar e organizar da sala de documentos. Ali estavam arquivados todos os relatórios de missões, propostas legislativas, históricos de legionários e cidadãos de Nova Roma. Quando algum senador precisava acessar algum daqueles documentos, precisava ir até ali e retirá-lo, como em uma biblioteca. O senador teria algum tempo para devolver o documento intacto e seria responsabilizado caso alguma coisa desse acontecesse com o arquivo.

▬  Daron, uma centuriã chamou, entrando na sala para retirar algum documento. ▬ Preciso do relatório da missão 01452.

Com a solicitação, o filho de Marte assentiu e foi em busca daquele papel. Cada estante tinha uma funcionalidade: um conjunto de cinco estantes formava a área de documentos dos romanos. Certidões de nascimento, cartas de recomendação, certidões de casamento, escrituras residenciais, todas estavam ali, organizadas em ordem alfabética. Outro setor de prateleiras continha os documentos referentes ao Acampamento Júpiter e sua administração. O terceiro setor, ao lado do anterior, era formado pelos relatórios de missões e ocasiões.

Caminhando entre os corredores do setor de relatórios, foi em ordem crescente até o número indicado pela centuriã. Retirou a pasta da prateleira e registrou a retirada daquele documento do Arquivo do Senado.

▬  Por quanto tempo precisa desde relatório?

▬ Irei devolvê-lo em dois dias, ela informou.

Herzl registrou aquela informação em uma ficha, onde era feito o controle do que entrava ou saía daquela sala. Tudo era rigidamente administrado ali, e não poderia faltar nenhuma informação naquele formulário.

▬ Assine aqui, por favor, ele orientou.

A líder de coorte assinou robustamente no final da folha, em uma caligrafia delicada. A seguir, tomou a pasta em mãos com os documentos solicitados. Daron arquivou aquele fomulário cuidadosamente junto aos outros, indicando que era um documento que havia sido retirado do Arquivo.

▬ Você não deveria estar no plenário?, ela perguntou curiosa.

Enquanto Daron estava ali, todos os demais senadores estavam em reunião discutindo assuntos relevantes para Nova Roma e para os legionários da Duodécima. Mas, como ainda estava em seu castigo, Daron não estava participando da sessão para que trabalhasse na sala de documentos legislativos.

▬  Precisavam de alguém para cuidar do Arquivo hoje, Daron disse simplesmente, sem ser rude com a pergunta indiscreta da centuriã.

Ela deu de ombros e logo deixou a sala, despedindo-se do senador e agradecendo pela ajuda.

E aquele foi o ponto alto da manhã. Nas horas seguintes, ninguém mais entrou no Arquivo para retirar ou devolver qualquer documento. Era apenas Daron e as traças que passeavam entre os papéis.






Daron A. Herzl
רעם על ירושלים
Daron A. Herzl
Daron A. Herzl
Senadores
Senadores

Idade : 20
Localização : Nova Roma

Voltar ao Topo Ir em baixo

O Senado  Empty Re: O Senado

Mensagem por Daron A. Herzl em Seg Abr 22, 2019 4:03 pm


Senado


▬ Senador!, a recepcionista do local chamou.

Herzl havia passado de imediato pela entrada, rumando em direção ao seu escritório com uma preocupação visível no olhar. Ele havia acabado de deixar o dormitório da I Coorte e não havia conseguido compreender o que estava acontecendo com um dos semideuses alojados ali. Há alguns dias ele estava imerso em um estado de sonolência e inércia ao qual não se encontrava uma explicação.

▬ Sim?, ele retornou, visivelmente distraído.

Ele mal havia escutado a estagiária da recepção o chamar pela primeira vez quando entrou no Senado. Sua mente estava pairando sobre aquela inexplicável situação, tentando raciocinar uma solução para aquele semideus. Seu objetivo ao entrar no Senado era apenas o de pesquisar ocasiões similares àquela nos arquivos e compreender o que poderia estar acontecendo. No entanto, não preciso chegar àquele ponto.

▬ O embaixador do Acampamento Meio-Sangue enviou um documento. Há semideuses em estado de hibernação na enfermaria grega, ela informou, atraindo a total atenção do filho de Marte.

Ele se aproximou da bancada e tomou o relatório em mãos. Outros seis semideuses e uma criatura mitológica também se encontravam em sono profundo há pelo menos três dias e estavam sendo mantidos vivos na enfermaria do local. Tal como acontecera com o filho de Ares que estava abrigado na I Coorte e também fora deslocado para a enfermaria.

Além da informação, o documento trazia também uma explicação para aquilo. De acordo com o embaixador, filhos de Morfeu haviam averiguado a situação e afirmado que tratava-se de uma prisão no reino dos sonhos. Não havia uma maneira simples de retirar os meio-sangues daquele estado de hibernação. A única possibilidade era adentrar os sonhos e realizar o resgate do prisioneiro, assim ele acordaria.

Tendo aquela informação, o senador retornaria ao acampamento em busca de um filho de Somnia para ajudá-lo. Precisava confirmar se era o mesmo que acontecia com Bruce Johnson e, em caso afirmativo, precisaria do semideus para fazê-lo entrar no reino dos sonhos e resgatar o filho de Ares.

▬ Muito obrigado. Repasse aos outros senadores, por favor, e avise que estou cuidando da situação com Bruce, ele pediu.







Daron A. Herzl
רעם על ירושלים
Daron A. Herzl
Daron A. Herzl
Senadores
Senadores

Idade : 20
Localização : Nova Roma

Voltar ao Topo Ir em baixo

O Senado  Empty Re: O Senado

Mensagem por Daron A. Herzl em Qui Jun 13, 2019 2:44 pm


A Mesa Diretora


Após uma semana de intensas atividades no Senado Romano, os parlamentares se reuniam para uma importante decisão. Em poucos minutos, começaria a eleição para a Mesa Diretora, que seriam os senadores que estariam administrando alguma seção de Nova Roma. Seria escolhido o novo presidente do Senado, que estaria à frente das sessões no próximo biênio, bem como os secretários que estariam responsáveis por alguma pasta municipal, como saúde, educação, cultura e economia.

▬ Eu gostaria de me candidatar para a Secretaria de Saúde, tendo em vista a minha formação em Medicina e o meu interesse em cuidar dos cidadãos, o legionário disse no momento apropriado. Após ter retornado há alguns meses ao Senado, estava novamente elegível para um cargo da Mesa Diretora.

Outros senadores já haviam manifestado interesse em outras secretarias e, tal como eles, Herzl teria que defender a sua relevância para o cargo. No caso da Saúde, era uma pasta subestimada. Os parlamentares entendiam que, devido aos fatores de cura dos semideuses e a presença dos curandeiros, não era necessário dar muita atenção àquela área. No entanto, o que Daron havia estudado e visto no Hospital de Asclépio provavam o contrário.

▬ E como você pretende ser útil neste cargo?, questionou o atual presidente do parlamento. ▬ Afinal, ficamos sem ninguém neste cargo por um bom tempo.

O filho de Marte já esperava por um questionamento como aquele e sabia o que dizer. Após um breve suspiro, ele se pronunciou.

▬ Normalmente, vamos às enfermarias ou ao Hospital apenas quando precisamos de um atendimento emergencial. Temos curandeiros, filhos de Apolo, médicos formados pela Universidade. Mas a Secretaria não é necessária apenas para gerenciar atendimentos médicos e cuidar de tratamentos, ele iniciou.

Aquelas poucas palavras já haviam atraído certa atenção dos demais senadores, despertando certa curiosidade para saber a conclusão daqueles dizeres. Enquanto fazia uma breve pausa, Herzl separava alguns documentos que havia reunido, oriundos das enfermarias e do Hospital de Asclépio.

▬ Precisamos da Secretaria de Saúde ativa para fiscalizar e prevenir certas enfermidades. Afinal, os semideuses são mais resistentes, mas não imunes ou inatingíveis, alegou.

A seguir, ele indicou entre os documentos alguns atendimentos médicos que teriam sido desnecessários caso a Secretaria estivesse ativa antes. Por falta de vigilância em saúde, alguns semideuses foram afetados por uma bactéria alojada em alguma refeição e ficaram alguns dias internados nas enfermarias. Ele também tinha outros boletins de atendimento que indicavam a necessidade de um acompanhamento médico, além da necessidade de cuidados com as crianças residentes em Nova Roma.

Com esses argumentos, o senador fez os demais políticos compreenderem a relevância da Secretaria Romana da Saúde e mostrou-se capacitado para assumir o importante cargo.







Daron A. Herzl
רעם על ירושלים
Daron A. Herzl
Daron A. Herzl
Senadores
Senadores

Idade : 20
Localização : Nova Roma

Voltar ao Topo Ir em baixo

O Senado  Empty Re: O Senado

Mensagem por Daron A. Herzl em Qui Jun 13, 2019 2:46 pm


O Senado


Gabinete de Senador

A ponta da caneta batia freneticamente contra o caderno. O semideus ainda não sabia como organizar as primeiras informações recebidas em um relatório claro e conciso. E, a partir do documento, iniciar estratégias na Secretaria Romana da Saúde para prestar um serviço melhor à cidade e prevenir possíveis problemas no futuro.

Após sua punição trimestral, Herzl tornou-se apto a assumir alguma função administrativa no Senado e responsabilizar-se por alguma pasta municipal. Eleito para a área da Saúde, tinha pela frente alguns desafios. O primeiro deles era responder: o que os romanos precisam desta área da administração pública? Que problemas há para resolver? Que problemas poderiam ser evitados no futuro?

Com a ajuda de alguns assessores, ele tinha em mãos alguns documentos que ajudavam a elucidar aquelas questões. Por algum tempo, a Saúde havia ficado sem nenhum responsável e sem ações que direcionassem o eixo de trabalho em Nova Roma. Então era necessário reorganizar a estrutura a fim de garantir acesso à assistência para todos, assegurar a prestação de serviços na cidade, além de ações de promoção, prevenção e vigilância à saúde. Basicamente, as necessidades que qualquer município comum teria no âmbito da Saúde, adaptadas à realidade da vida semidivina.

Após a leitura e o tempo que havia dedicado àquilo, sua mente havia se dispersado. Afinal, também sofria com o transtorno do déficit de atenção e hiperatividade e sua concentração tornava-se ínfima após algum tempo de intensa absorção. Embora quisesse concluir a atividade, a agitação de seu corpo não permitia.

Daron inclinou-se para trás na cadeira, respirando pesadamente e levando uma mão ao rosto. O semideus esfregou os olhos, sentindo-os cansados após todo aquele tempo, bem como sentia uma dose de estresse se acumulando. Então o filho de Marte se levantou e se dirigiu até a grande janela que havia no gabinete, de onde era possível visualizar a movimentação na cidade.

Nova Roma poderia ser considerada uma cidade pacata em comparação aos grandes centros urbanos, mas Herzl enxergava facilmente a exuberância daquele lugar. A cidade existia como um refúgio, onde semideuses encontravam paz após anos em missões, onde podiam viver como pessoas normais. Era o único lugar onde se via pequenos semideuses e legados correndo tranquilamente pela praça, preocupadas apenas em brincar e sem temer a aparição de qualquer monstro.

O senador apoiou o braço contra a borda da janela, para então apoiar a testa contra o antebraço enquanto assistia àquela cena. Ele amava a cidade e o simples ato de assisti-la através da janela lhe trazia tranquilidade.








Daron A. Herzl
רעם על ירושלים
Daron A. Herzl
Daron A. Herzl
Senadores
Senadores

Idade : 20
Localização : Nova Roma

Voltar ao Topo Ir em baixo

O Senado  Empty Re: O Senado

Mensagem por Elena C. García em Qui Jun 13, 2019 8:21 pm




Senator


O novo estoque da Ferreli & García Mode et Style trazia uma coleção atualizada para as próximas estações, com novas cores e texturas. A aquisição foi possível graças aos contatos que conquistava como CEO da Amazon e a rede de relações que conseguia formar. Então aquela tarde foi dedicada exclusivamente à organização dos produtos e decoração da vitrine, o que consumiu praticamente o turno inteiro.

— Preciso de mais uma dose de café! - exclamei dramaticamente quando terminamos tudo, jogando-me em uma poltrona. Uma das atendentes da loja riu da encenação, mas logo se prontificou a buscar uma xícara para mim.

Meu corpo estava exausto depois de uma manhã de reuniões na Amazon, de carregar caixas até o estoque da loja e reorganizar todas as araras de roupas durante a tarde. Muito mais que um cansaço físico, era um esgotamento mental, porque eu tinha a percepção de que ainda não estava conseguindo dar conta de todas as minhas responsabilidades.

Respirei fundo e fechei os olhos, tentando dissipar aqueles pensamentos… O estresse não valia a pena. Tudo se resolveria, mas eu não iria me exaurir para isso.

Era improvável tirar um dia de folga de qualquer uma das minhas atribuições, mas era possível me desvencilhar por uma ou duas horas e esquecer delas. Então, ao abrir os olhos novamente, já havia decidido para onde iria.

— Podem fechar a loja e ir mais cedo para casa, meninas - avisei as atendentes, enquanto me levantava e juntava minhas coisas para deixar o estabelecimento.

— Mas Elena, o seu café! - a garota avisou, enquanto me via sair da loja. Mas já era tarde.

• • •「♡」• • •


Daron não percebeu a minha chegada, pois estava distraído olhando através da janela, de modo que estava de costas para a porta. Podia notar que ele estava absorto em seus pensamentos, sua aura indicava certo nível de estresse e os papéis desorganizados sobre a mesa mostravam que ele estava em meio a algum trabalho inacabado.

Hesitei por um instante, perguntando-me se aquele era o momento adequado para aparecer ali sem nenhum aviso. Afinal, sabia que a política romana podia ser cheia de intempéries e que administrar Nova Roma devia ser extenuante às vezes. E foi quando me questionei quantas vezes Daron havia ficado naquele estado, pensativo enquanto observava pela janela, sem que eu estivesse por perto ao menos para lhe oferecer companhia e ajudá-lo a aliviar a tensão.

Sem fazer qualquer barulho, fechei a porta após mim e me aproximei com o objetivo de não ser notada. O tapete que protegia o chão facilitava aquilo, abafando o ruído dos meus passos até que eu alcançasse Daron. E, parando atrás dele, envolvi-o em um abraço repentino.

Meu braços o envolveram firmemente, pois sabia que poderia assustá-lo no primeiro segundo, pegando-o totalmente desprevenido. Mas logo seus músculos relaxaram quando ele percebeu que era apenas eu, mas me mantive sem dizer nada até então. O abraço parecia ser a única coisa que ele precisava no momento.







Elena Castillo García

Filha de Afrodite ⋆ Legado de Marte ⋆ Rainha das Amazonas
Elena C. García
Elena C. García
rainha das amazonas
rainha das amazonas

Idade : 24

Voltar ao Topo Ir em baixo

O Senado  Empty Re: O Senado

Mensagem por Daron A. Herzl em Sex Jun 14, 2019 12:23 pm


O Senado


Gabinete de Senador

Através da janela, Daron assistia a uma pequena partida de futebol que acontecia entre algumas crianças. Eles estavam em uma área plana da Praça dos Legionários e haviam definido algumas árvores como limites das goleiras. A habilidade dos jogadores talvez não chamasse a atenção de qualquer perito no esporte, mas era agradável acompanhar a diversão dos pequenos em cada instante da partida, mesmo com os chutes errados e as quedas cômicas em campo.

Em determinado momento, uma das crianças atingiu a bola em cheio com um chute bem aplicado. O problema é que a esfera de borracha foi na direção errada e estava indo de encontro a uma semideusa com uma criança pequena que dava seus primeiros passos. O senador acompanhou a cena com certa preocupação, mas uma moça loira estendeu as mãos em tempo e fez a bola parar no ar antes de atingir o pequeno legado. Após uma bronca, as crianças recolheram a bola e suspenderam o jogo, logo destinando as energias para outra brincadeira.

O filho de Marte continou observando a criança em seus primeiros passos. De um lado, a mãe semideusa a incentivava a manter-se em pé e ir em frente, onde o pai aguardava e chamava por ele. Assim, o menino ensaiou os primeiros passos e, percebendo que estava se saindo bem, apressou-se em continuar. No entanto, isso provocou seu desequilíbrio, mas o pai logo se aproximou para apanhá-lo nos braços.

Herzl esboçou um sorriso observando aquelas cenas corriqueiras de um final de tarde em Nova Roma. Ficava contente em assistir as crianças brincando, as atividades familiares, os jovens casais tudo que fazia de Nova Roma ser especial. E, no fundo, ainda almejava viver algo semelhante.

Antes que o semideus pudesse respirar fundo e retornar ao seu trabalho, sentiu-se repentinamente envolvido pelos braços de alguém. Estaria prestes a se desvencilhar e assumir uma postura defensiva, mas logo seu olfato reconheceu o aroma do perfume de Elena. Aquilo o tranquilizou e fez com que esboçasse um sorriso.

Daron virou-se em sua direção, soltando-se do abraço para que pudesse dar um beijo em seus lábios. Sua mão passou pela lateral do rosto de Elena, percorrendo-o até o queixo em uma carície. Sua aparição repentina era uma surpresa muito agradável.

▬ Está tudo bem? Você parece cansada, ele disse, mantendo a mão em seu rosto e a proximidade de seus lábios.






Daron A. Herzl
רעם על ירושלים
Daron A. Herzl
Daron A. Herzl
Senadores
Senadores

Idade : 20
Localização : Nova Roma

Voltar ao Topo Ir em baixo

O Senado  Empty Re: O Senado

Mensagem por Elena C. García Ontem à(s) 2:33 pm




Senator


Por breves segundos, pude vislumbrar um pouco do cenário que havia atraído a atenção de Daron por tanto tempo. Sua janela oferecia uma vista fantástica da cidade de Nova Roma, de onde se enxergava a Praça dos Legionários a certa distância. Como era fim de tarde e o sol ainda iluminava o lugar, várias crianças aproveitavam para brincar, alguns casais passeavam pelo local e famílias desfrutavam o entardecer por ali. Eu sabia que Daron amava a cidade e era fácil perceber o motivo.

Logo ele se virou em minha direção para me receber com um beijo, enquanto as pontas de seus dedos delineavam meu rosto em um afago. Era um gesto simples, mas no qual eu percebia o seu carinho e também satisfação com aquela surpresa. Assim como eu, sabia que ele estava com saudades.

Há dias não nos víamos, em função das rotinas complicadas de cada um. Como líder das amazonas e CEO de uma empresa multinacional, eu permanecia a maior parte do tempo em Seattle, Washington, onde localiza-se a sede da Amazon e a grande maioria das minhas atividades. Ia aos acampamentos poucas vezes ao mês para ministrar aulas e verificar como estava a minha loja com Kyra, que funcionava em Nova Roma. E, nas poucas vezes que estava ali, sabia que Daron estaria atarefado no Senado. Como de fato estava assim que apareci ali... Eu não costumava admitir, mas sentia falta dele.

— Estou exausta - concordei dramaticamente após um longo suspiro. A seguir, me distanciei um pouco para escorar o quadril contra o tablado da sua mesa, de modo que pudesse apoiar parte do peso ali e relaxar parcialmente os músculos das pernas. As mãos também se apoiaram sobre a mesa, de cada lado do corpo, com o mesmo objetivo.

Sem me prolongar muito, contei ao senador sobre todas as atividades que tive naquele dia. Desde as reuniões com fornecedores e investidores pela manhã até a organização da nova coleção da loja. Apenas isso não dissipava a sensação de cansaço e esgotamento mental, mas dividir aquilo com Daron parecia tornar tudo mais leve. Eu sabia que o filho de Marte não podia resolver meus problemas, mas tê-lo como confidente já parecia melhorar tudo.

— Por isso resolvi vir aqui - comentei ao concluir tudo, erguendo os ombros e desviando o olhar de maneira infantil ao fingir um tom inocente mesclado com uma pequena insinuação. — Precisava fugir um pouco de tudo…








Elena Castillo García

Filha de Afrodite ⋆ Legado de Marte ⋆ Rainha das Amazonas
Elena C. García
Elena C. García
rainha das amazonas
rainha das amazonas

Idade : 24

Voltar ao Topo Ir em baixo

O Senado  Empty Re: O Senado

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum