The Blood of Olympus
Para visualizar o forum é necessário estar cadastrado, por favor registre-se no rpg ou entre em sua conta. É necessário estar cadastrado para ver as informações contidas no forum. Lembre-se de usar nome e sobrenome, não se cadastrar usando nomes geralmente utilizados por Hacker. Exemplo: "Barum" "Hakye" e por ai vai. Bem vindos.

Lies

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Lies

Mensagem por James Lane em Qui Dez 03, 2015 3:34 pm



The Lies















All my life...
Have been a Lie



Última edição por James Lane em Dom Dez 27, 2015 7:31 pm, editado 2 vez(es)
avatar
James Lane
Necromantes de erebus
Necromantes de erebus

Mensagens : 89
Data de inscrição : 05/12/2014
Idade : 18

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Lies

Mensagem por James Lane em Qua Dez 16, 2015 8:00 pm

James Arthus Lane
In the end, as we fade into the night, who will tell the sotry of your life?
19
- Age -
Filho de Hécate
- membergroup -
Necromante de Érebus
- Occupation -
Solteiro 4ever
- relationship status -
Secret
- playby -
Appearance
James Lane é um garoto magro, tem cerca de 1,75m de altura. Seus olhos naturais são verdes, mas devido a sua ascendência divina, seus olhos mudam de cor conforme o humor do mesmo, assim como a orbe mágica de seu cajado. James é forte e tem o corpo definido, mas nada exagerado. Tem braços, pernas e dedos longos.

A Principal característica de James é seu cabelo ruivo, que anda sempre desarrumado e cumprido, contrastando com os olhos verdes do garoto.

James demonstra ser um jovem calmo, bastante alegre e às vezes até mesmo, infantil. Dentre seus gostos o seu favorito é ler. Também ama ouvir música, principalmente Rock, embora seja bastante eclético, gosta de ficar sozinho e estudar também. Quando está sozinho, geralmente se sente deprimido e com raiva de tudo, mas tenta ao máximo não deixar outras pessoas verem esse seu lado. Sente certa atração pela morte, o que o levou a pensar em ser um dos ceifadores de Thanatos, mas não tem muita atração por ser um dos seguidores desse deus. Tem um lado sombrio para o qual nunca se virou, mas se sente cada vez mais atraído por ele, além de ter se tornado, nos últimos anos após a morte de seu pai, bastante vingativo.

Curiosidades
Ω - Entrou para os necromantes de Érebus com o objetivo de ganhar poder para se vingar da dracaena que matou seu pai
Ω - Se autodenomina Feiticeiro Escarlate, pois é a cor que todas as suas magias tomam
Strengths
Lealdade.
Weaknesses
Vingativo.
Era uma noite fria em Falls Church, Virginia. Quando Etienne Lane conheceu Hecate, a deusa da magia, que se apresentou como Hecate Underwood, uma mortal que estava de visita à Falls Church, por trabalho. Etienne se apaixonou assim que a viu. Os dois ficaram juntos por cerca de um mês, até que Hecate foi embora, deixando um Etienne arrasado para trás. Após nove meses, Etienne recebeu a visita de Hecate, que lhe contou a verdade sobre si e entregou o menino para o pai cria-lo dando um aviso de que aos onze anos o garoto deveria ser levado para Long Island que estariam esperando por ele.

James cresceu tendo uma infância longe de ser normal. Por ser filho da deusa da magia, além de semideus, sua aura mágica era bastante influente em pequenos objetos, como livros, chaves, comida, etc. Sempre que se irritava com alguma coisa alguns desses objetivos voavam se jogando de onde estavam, contra parede. Conforme foi crescendo, James foi ficando com um temperamento mais calmo e controlado, de modo que ele se tornava quase um garoto normal, isso até completar 11 anos e ser quase morto por um lobo cego.  Atrás da propriedade dos Lane, havia um bosque, onde James costumava ir muito para andar sozinho. O dia em que as coisas mudaram, era apenas mais um dia normal e James estava fazendo sua caminhada que se tornara quase diária pela floresta. Não estava muito longe de casa, quando um rosnado o fez congelar no local. Virando-se lentamente, ele viu um lobo para, farejando o ar à frente. Seus olhos estavam abertos, mas era bastante claro que estava cego, por suas pupilas estarem brancas. Suas orelhas se mexiam levemente, ficando de pé. Jay estava com medo, sem saber o que fazer. Começando a pensar, percebeu que o lobo se orientava pelo som então se abaixou devagar e pegou algumas pedras, jogou-as para o lado do lobo enquanto uma brisa suave começava a assoprar. Esse foi seu erro. O lobo ouvindo aquilo avançou em direção à sua presa, saltando e parando bem a frente dele, farejando uma última vez. Um último rosnado e de repente, os sons na floresta aumentam exponencialmente, deixando o lobo confuso, o que deu tempo para um James assustado sair correndo, enquanto o lobo rosnava e uivava de frustração.

Mais tarde, James saiu com seu pai para viajarem. Seu pai não lhe contou que o destino era Long Island, até chegar à metade do caminho. Horas depois, estavam parados em um bar, onde não havia muitas pessoas, apenas uma mulher em uma mesa e um bêbado dormindo em outra.  Etienne olhava para as portas a cada instante, esperando por quem viria buscar seu filho. Logo a porta se abre e um garoto de mais ou menos 18 anos entra no recinto mancando e caminha em direção aos dois que o esperavam.

-Sou Pietro Young – apresenta-se o jovem recém-chegado para Etienne e James, cumprimentando-os com um aperto de mãos – Não devemos demorar aqui, estamos em má companhia.

Diz Pietro que era um sátiro e por isso conseguia farejar monstros, descobrindo assim que a mulher no bar era uma dracaena. Infelizmente, o monstro também conseguiu sentir o cheiro do sátiro e começou a se levantar encaminhando-se para a mesa deles.
Pietro pressentindo o perigo se levanta e puxa os dois com ele, empurrando James na frente.
-Devemos sair, Agora!

A dracaena, não feliz com a situação, chama-os.

-Já vão senhores? Fiquem um pouco mais, lhes pago uma bebida.

Pietro e os três apenas ignoram e James e Pietro saem pela porta, mas Etienne é pego pela mulher, que gira seu pescoço com força e larga-o no chão caído.
Do lado de fora do estabelecimento, Pietro tranca James no carro, que bate na porta e no vidro, para voltar com seu pai, mas Pietro apenas ignora e liga o carro, pisando fundo no acelerador. Pode-se dizer que era como se um bode estivesse dirigindo o carro, o que na verdade não era totalmente mentira.

Cansado, James fica chorando no banco de trás, até pegar no sono.

Ao acordar mais tarde em um quarto escuro e com uma temperatura fria, que era bastante convidativa para voltar a dormir, James se levanta, sentindo sua cabeça latejar. Era um quarto normal, sem nada de especial, a não ser a temperatura mais fria, uma estante de livros vazia e uma janela com as cortinas fechadas, mas havia algo de desconcertante ali, para o jovem garoto. Ele se sentia protegido, como não havia jamais se sentido, era algo diferente. Saindo do quarto, ele observou ao redor o resto do local onde estava.

Havia uma lareira e uma mesa, onde algumas pessoas se reuniam. James ficou pensando se os que estavam ali eram parentes, pois possuíam alguma semelhança entre si. Além disso, havia uma grande estatua de uma mulher com uma tocha onde ardia um fogo verde. “Hecate” Sussurrou o inconsciente do garoto. “Bem-vindo filho” sussurrou uma voz de mulher na mente do garoto, que apenas olhava a tudo desconcertado.

Logo os filhos de Hecate notaram o garoto confuso ali e começaram a dar-lhes as boas vindas, até que o monitor do chalé veio conversar com ele e leva-lo ao Quíron.
Daí ele foi apresentado ao seu verdadeiro mundo, onde magia e monstros existiam e onde ele estaria sempre correndo risco de vida.

Nessa mesma noite, quando se levantou para ir até a fogueira, fazer sua oferenda a Hecate, que todos diziam ser sua mãe, James viu um brilho roxo no chão, ao seu redor e olhando para cima, viu que bem acima de sua cabeça, um símbolo purpuro brilhava fortemente. O símbolo da deusa tríplice: três luas, uma lua cheia, com uma lua minguante em seu lado direito e uma lua crescente em seu lado esquerdo, como se as duas outras luas estivessem de costas para a mesma, confirmando assim que James realmente era um filho de Hecate.

Bruno
- Player -
UTC-02:00
- Timezone -
contact info
- contact -




A criança perdida na escuridão agora implora por sua alma que estará em chamas. Não se pode fazer mais nada; as trevas a espera, pois ela já esta no circulo. O demônio irá possuí-la e não haverá nada que conseguirá salvá-la daquilo que já esta previsto!

avatar
James Lane
Necromantes de erebus
Necromantes de erebus

Mensagens : 89
Data de inscrição : 05/12/2014
Idade : 18

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum