The Blood of Olympus
Para visualizar o forum é necessário estar cadastrado, por favor registre-se no rpg ou entre em sua conta. É necessário estar cadastrado para ver as informações contidas no forum. Lembre-se de usar nome e sobrenome, não se cadastrar usando nomes geralmente utilizados por Hacker. Exemplo: "Barum" "Hakye" e por ai vai. Bem vindos.

Tradição- Caça a Bandeira Lançado! O Jogo

Página 1 de 16 1, 2, 3 ... 8 ... 16  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Tradição- Caça a Bandeira Lançado! O Jogo

Mensagem por Zeus em Dom Nov 08, 2015 2:32 pm


Caça a Bandeira
Sexta feira à noite, o dia tão esperado por campistas ansiosos que se encontravam na floresta. Alguns dos irmãos apenas torciam ao observar o jogo, obviamente que tinham aqueles que nem se arriscavam a participar. Dois times formados, e a lua pendendo no céu, foi naquele momento que Quiron soou o gongo, dando inicio ao massacre.

Instruções e regras gerais, não deixem de ler:


-Mínimo de 10 linhas por postagem e sabemos que esse numero é insignificante.

-Prazo de 5 dias para postagem, até sexta feira dia 13/11 a meia noite (Sendo que sábado estarei fechando e postando no jogo).

-Ordem de postagem definida para cada integrante de cada time, assim evitando injustiças de alguém deixar para ultima hora ou aguardar a postagem de outro ganhando vantagem sobre este (A ordem será alternada a cada novo post e nenhuma delas será repetida)

-Cada função tem suas próprias regras e instruções definidas em seu post, siga as instruções do mesmo para execução da postagem.

-Se um membro da equipe não postar a equipe toda será prejudicada, no caso de substituição de membro (reservista por alguém da equipe), a pessoa terá que avisar ao narrador (Zeus), com no mínimo um dia de antecedência (quinta), caso contrario haverão punições severas.

-Evento atemporal, permitindo a postagem pelo acampamento, porem não poderão estar em missão, pvp, ou mvp também não podendo realizar treinos (Salvos eventos já realizados antes da postagem do jogo).

-Todos os campistas tem direito a uma única vez durante o jogo pedir prazo antecipadamente caso não consiga realizar a postagem, porem o pedido deve ser coerente e serio e não do tipo, não postei por ficar no chat. O prazo será dado ao único campista que pediu o mesmo (Ex: Derek pediu o prazo será dado só a ele e não valera para demais membros da equipe).

- Para definir determinados desafios e ações serão utilizados os dados (Numerados de 1 a 3). Cada um dos números sorteados representara um tipo de desafio ou salvação, sendo definidos como.
1- Sorte (A pessoa pode escapar sem ser visto de um ataque ou ficar a espreita na floresta, escapar de uma armadilha ativada e etc)
2- Azar (Ataque de monstro surpresa, podendo ser este escolhido pelo narrador, pode também ser pego em uma armadilha do time adversário, interceptado e etc.)
3- PvP ( Se um campista do time azul tira o numero 3 no dado, e um do vermelho também ambos estarão em pvp a partir do momento em que se encontrarem, e o que acertar o adversário 3 vezes vence a batalha)
Obs: O dado só deve ser lançado quando nas instruções estiverem escritas que devem ser lançados.

-Poderes e armas liberados, assim como bençãos e maldições que devem ser colocadas em spoiler ao fim do post.

-As ações de luta e etc não devem ser afirmadas de forma alguma, quem define o que deu ou não certo sou eu (Zeus) o narrador.

- O time só será declarado vencedor após a bandeira ter sido capturada e o atacante conseguir ultrapassar a barreira entrando no campo do próprio time podendo ser interceptado no processo por armadilhas, monstros e campistas do time adversário. (Atravessar o lago para o próprio campo)

- As postagens terão analise rigorosa, devem proceder com informações sem afirmativas e vastas de detalhes como irão analisar melhor daqui para frente.

ARMADILHEIRO

Responsáveis pelas armadilhas no campo de batalha. O campista encontra-se próximo a bandeira do seu time esperando o momento exato em que deve começar seu trabalho. Em mãos ambos os semideuses (Gena e Derek, proles de Hefesto/Vulcano) tem o necessário para fabricação de suas armadilhas e devem começar a realizar a postagem de acordo com as instruções abaixo. E ao ouvir o som do gongo é exatamente isso que devem fazer.

Instruções e Regras:

--A postagem deve conter no mínimo dez linhas, menos que isso não será aceito. Deve conter a introdução do ponto de partida, do soar do gongo e de como foram em direção ao campo, assim como a construção das armadilhas espalhadas pelo local.

-Não é necessário descrever como a armadilha funciona, nem sua localização exata, apenas descreva a construindo. (Tenho tudo na mp enviada, e as acionarei conforme as jogadas de dado que não devem ser lançados nessa rodada.)

-Essa postagem é única, sendo que a partir dos próximos as instruções mudarão.

-A ordem de postagem dessa rodada para armadilheiros é: Zeus, Gena e Derek, não podendo ser alterada. (Cada rodada a ordem muda para não tornar as coisas injustas para nenhum lado, todos os competidores terão sua própria ordem de postagem, sendo que um campista não deve prejudicar outro, e na falta de postagem desse até quinta feira o campista do time adversário poderá realizar a postagem, no entanto, o campista que quebrou a regra, será punido, prejudicando a si mesmo e a equipe inteira.) Ex: Gena não postou até quinta feira a meia noite, Derek pode realizar a postagem antes dela, porem Hazel será prejudicada, porque isso? Simples Hazel por ter a preferencia da primeira postagem pode muito bem escolher postar no ultimo minuto do prazo, prejudicando assim o campista do time adversário, o que não seria justo. Para não prejudicar nenhum dos dois a roda de postagem será alternada, sendo uma vez de cada postar antes.

-Duvidas MP

CAPITÃO E ATACANTE
A noite era fria no acampamento meio sangue, o vento gelado batendo contra o rosto de campistas astutos presentes no lago. Quatro ao todo encarando-se apenas a espera do ataque. Hazel, Elise, Paul e Mackenzie, proles escolhidas para se enfrentarem. Ao lado oeste do riacho o time azul encontra-se preparado, enquanto ao leste o vermelho também apenas aguarda o momento certo de atacar. O gongo soa minutos depois e duas escolhas tendem a ser feita. Atravessar o lago e correr para o campo inimigo, ou enfrentar logo de cara o atacante e capitão do time adversário. Lembrando que aqueles que escolherem por atacar o time oposto, podem ser interceptados antes mesmo de terem a chance de avançar no campo inimigo, ao escolher se ignorarem, ambos tem a chance de capturar a bandeira do time adversário.

Instruções e Regras:

-Caso procurem o mapa do acampamento meio sangue poderão constatar um riacho que divide a floresta, ao lado oeste o time azul se encontra (Punho de Zeus) e junto as margens do rio Hazel e Mackenzie esperam soar o gongo enquanto encaram de frente os integrantes do time adversário Paul e Elise, que encontram-se do lado leste, também aguardando o gongo.

-Mínimo de 10 linhas na postagem que deve conter a introdução de como chegaram as margens do lago, o encontro com o time oposto, e o gongo soando assim como a decisão escolhida por ambos do time (A dupla em si).

-Vocês tem duas escolhas a frente. 1- Enfrentem-se em pvp tendo a chance de eliminar a dupla ali mesmo, avançar contra o time adversário e capturar a bandeira (Lembrando que ainda terão de enfrentar três membros da equipe no campo oposto, monstros, e armadilhas), e ainda correm o risco de perderem logo de cara (opção arriscada). 2- Apenas se ignorem e corram para o campo oposto para avançar contra o que os esperam de fato, sem lutar logo de cara.

- A ordem de postagem dessa rodada para Capitães e Atacantes é: Zeus, Elise, Hazel, Paul, e Mackenzie, não podendo ser alterada. (Cada rodada a ordem muda para não tornar as coisas injustas para nenhum lado, todos os competidores terão sua própria ordem de postagem, sendo que um campista não deve prejudicar outro, e na falta de postagem desse até quinta feira o campista do time adversário poderá realizar a postagem, no entanto, o campista que quebrou a regra, será punido, prejudicando a si mesmo e a equipe inteira.) Ex: Elise não postou até quinta feira a meia noite, Hazel pode realizar a postagem antes dela, porem Elise será prejudicada, porque isso? Simples Elise por ter a preferencia da primeira postagem pode muito bem escolher postar no ultimo minuto do prazo, prejudicando assim o campista do time adversário, o que não seria justo. Para não prejudicar nenhum dos dois a roda de postagem será alternada, sendo uma vez de cada postar antes.


ESTRATEGISTA
Ao meio da floresta encontra-se o estrategista, de onde pode auxiliar ambos os lados de sua equipe, no caso de falha de um único membro. Dessa forma caso Derek seja eliminado, pode correr em auxilio da protetora, e no caso de falha de Paul e Elise, também ainda terá a chance de invadir o campo inimigo e capturar sua bandeira. Sua função é aguardar o momento certo em que deve atacar, podendo também interceptar o capitão e atacante do time adversário que irão invadir suas fronteiras, dando maior proteção ao time. Seu papel é fundamental por ser a carta coringa do jogo.

Instruções e Regras:

-Encontram-se bem no centro do próprio campo, entre o local da bandeira e o lago, mais precisamente deve encontrar uma maneira para que possa observar ambos os locais, sem ser visto, tendo assim chance de ataque e defesa no caso de falha dos amigos.

-Mínimo de 10 linhas por post devendo conter: Introdução de como colocou-se no campo de batalha, a descrição ao soar o gongo e afins. Podendo acrescentar também um plano de ataque ou defesa caso seja atacado.

- A ordem de postagem dessa rodada para estrategistas é: Zeus, Lohan e Lori, não podendo ser alterada. (Cada rodada a ordem muda para não tornar as coisas injustas para nenhum lado, todos os competidores terão sua própria ordem de postagem, sendo que um campista não deve prejudicar outro, e na falta de postagem desse até quinta feira o campista do time adversário poderá realizar a postagem, no entanto, o campista que quebrou a regra, será punido, prejudicando a si mesmo e a equipe inteira.) Ex: Lohan não postou até quinta feira a meia noite, Lori pode realizar a postagem antes dela, porem Elise será prejudicada, porque isso? Simples Lori por ter a preferencia da primeira postagem pode muito bem escolher postar no ultimo minuto do prazo, prejudicando assim o campista do time adversário, o que não seria justo. Para não prejudicar nenhum dos dois a roda de postagem será alternada, sendo uma vez de cada postar antes.

-Os estrategistas devem lançar o dado nomeado de “Caça a Bandeira”.


PROTETORES
Mais ao fundo do campo minado sendo castigado pela noite e o frio encontram-se os protetores, ambos de olho no premio de sua equipe que deverão defender a todo custo, seu papel é aguardar e proteger a bandeira, impedindo que qualquer um se aproxime dele. Sabem que não podem ficar mais de 1 metro próximo da bandeira de acordo com as regras do jogo, e ao soar o gongo devem preparar-se para os atacantes que tentarão se aproximar.

Instruções e Regras:

-Mínimo de 10 linhas por postagem sendo que o mesmo deve conter introdução, de como se colocaram diante a bandeira escondida, a preparação do local, onde colocaram a bandeira (O protetor leva a bandeira e a esconde do inicio do jogo, após isso deve colocar-se a um metro de distancia dessa), a soada do gongo e afins.

-Tessa encontra-se no punho de Zeus, e Arya na campina das Ninfas. Descrevam como pretendem proteger a bandeira, o que acontece ao redor e se alguém tentou se aproximar de vocês.

- A ordem de postagem dessa rodada para Protetores é: Zeus, Tessa e Arya, não podendo ser alterada. (Cada rodada a ordem muda para não tornar as coisas injustas para nenhum lado, todos os competidores terão sua própria ordem de postagem, sendo que um campista não deve prejudicar outro, e na falta de postagem desse até quinta feira o campista do time adversário poderá realizar a postagem, no entanto, o campista que quebrou a regra, será punido, prejudicando a si mesmo e a equipe inteira.) Ex: Tessa não postou até quinta feira a meia noite, Arya  pode realizar a postagem antes dela, porem Elise será prejudicada, porque isso? Simples Tessa por ter a preferencia da primeira postagem pode muito bem escolher postar no ultimo minuto do prazo, prejudicando assim o campista do time adversário, o que não seria justo. Para não prejudicar nenhum dos dois a roda de postagem será alternada, sendo uma vez de cada postar antes.

-Os protetores devem lançar o dado nomeado de “Caça a Bandeira”





Lorde Zeus
avatar
Zeus
Deuses Olimpianos
Deuses Olimpianos

Mensagens : 1199
Data de inscrição : 01/09/2014

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Tradição- Caça a Bandeira Lançado! O Jogo

Mensagem por Lise Kröss Holstein em Seg Nov 09, 2015 12:23 am


Caça á bandeira...
Era um dia comum no acampamento. Na verdade era final da tarde e os campistas já se moviam de um lado para o outro se preparando para o jantar. Eu estava atrasada como sempre, me olhava no espelho, meus olhos estavam bem escuros aquela noite, como dizem os olhos são o espelho da alma, quem olhasse podia dizer que eu estava aflita, sentia que algo iria acontecer. Meu cabelos estavam presos em um rabo de cavalo e realmente estava atrasada para o jantar, todas as minhas parceiras já haviam saído há algum tempo.

Me virei para sair do quarto e acabei esbarrando em um abajur que se despedaçou no chão. Dei um pulo ao ouvir o barulho e soltei um grito. - Que droga. - Disse e revirei os olhos. - Isso só acontece comigo e com certeza é para me atrasar ainda mais. - Caminhei até perto da janela pegando uma pá e uma vassoura para juntar os pedaços de vidro. Quando ouvi alguém correndo pelo corredor e gritando meu nome, um de meus irmãos disse que Quiron me esperava na floresta e que eu precisava levar minhas armas. Um treino? Poderia ser.

Observei minhas armas espalhadas pela cama,peguei minha mochila jogada no canto do quarto, vazia, suja, até um pouco velhinha, mas iria servir. Eu mal havia acabado de sair de uma enrrascada e já iria me enfiar em outra? Eu realmente não sabia dizer.Peguei as armas que julguei necessário e coloquei na mochila, jogando ela nas costas e saindo do chalé em seguida.

O céu já tomava uma coloração púrpura e não se via quase ninguém vagando pelo acampamento. Caminhei por longos minutos até chegar a floresta e ficar sabendo do caça a bandeira, me reuni com minha possivel equipe e logo cada membro seguiu para sua posição. Agora eu estava diante do rio ao lado de meu amigo Paul, filho de Hades. E a minha frente, na outra margem, uma de minhas meia irmã e uma garota que eu nunca tinha visto antes.Escuto um estrondo alto, como se fosse um gongo. Sabia que a caça tinha acabado de começar, mas eu ainda estava meio perdida. Para começar que decisão tomaria.. Ignorar ou Lutar? Olhei de relance para Paul, como se estivesse buscando seus olhos para tomarmos juntos aquela decisão.

Armas, Bençãos e Maldições:


*Espadas Espartanas: espadas de bronze banhadas no sangue de Phobos. A aura emitida pelas duas espadas é capaz de fazer os inimigos de quem as empunha relembrar seus mais intensos e obscuros medos. Pode ser unida, formando apenas uma arma.

*Armadura de Sangue: uma armadura vermelha banhada no sangue de espartanos. Faz com que todos ao redor do usuário relembrem de seus medos e se mantenham afastados se possível. Quando utilizada amplia a força física e a velocidade em 10 vezes.

Magnus -> Clava dupla. Se prende ao punho do dono. Toda feita em bronze celestial, com detalhes em diamantes e rubis. Transforma-se em um bracelete, no qual está gravado seu nome. Ao atingir o inimigo com essa arma, ele ficará atordoado por algum tempo, não conseguindo prestar muita atenção na luta. [Sempre volta para o dono].  

Dardos Negros [ Consiste em dardos de coloração esverdeada. Quando não esta em uso transforma-se em uma pulseira que possui como pingente uma pequena faca. Porém quando atinge o oponente, o dardo torna-se uma faca de arremesso, e espalha uma pequena quantidade de veneno paralisante. {Usado apenas 2 vezes por missão} ]

Sais Subterrânea (O portador terá o poder de banir uma alma ao mundo inferior, só pode banir a alma 1 vez a cada 2 missões) = 300 Dracmas ( Feita de Prata Celestial).

Essência de Afrodite : Um pequeno frasco que pode ser usado como pingente, contém apenas 5 ml , mas como foi feito pela própria Afrodite, tal perfume quando lançado em batalha, aumenta a defesa do portador em 700 e a defesa em 400 a cada dois turnos.

☬ Tônico de Wolfsbane: Uma poção que, se usada corretamente, irá durar pela vida inteira. Se tomada depois de voltar para a forma humana, o Lycan irá recuperar 40 de HP e MP. Caso contrário, a poção não tem efeito nenhum. Uma gota após a transformação é o suficiente.

☬ Perdição Lunar: Uma adaga de ferro estígio, que é normal durante o dia. Durante a noite, no entanto, o corte dessa adaga causa uma hemorragia extremamente forte. Caso a pessoa ferida sobreviva ao combate, ela será amaldiçoada com \"Medo Penetrante\" (caso não seja um Lycan).
~> Obs.: Medo Penetrante - Toda vez que esse semideus estiver frente a frente com um Lycan, ele sentirá um medo profundo, que o deixará extremamente mais lento e mais fraco. A maldição é removida caso tome o Tônico de Wolfsbane.




•Mísseis mágicos: Cria 3 dardos de energia mística de longo alcance (50m) que atingem o inimigo (apenas um oponente), burlando até mesmo proteções mágicas, que tem efeito apenas parcial contra este ataque. [Benção de Hécate]

Maldição do Retardo {Elise}: [ Consiste em uma maldição permanente, sendo nunca quebrada. Esta maldição é dada em função ao veneno de cobra que percorre a corrente sanguinia da jovem, recebido na missão “O Reerguer do Mal”. Seus movimentos tem um retardo de 5%, ou seja, toda vez que ela pensar em um plano de ataque, ela terá um retardo considerável para coloca-lo em pratica. ]

this code was designed by Doll for TPO


Lis Holstein
Son of Phobos-- Sexy and Cute -- Daughter of Fear -- Lycans
avatar
Lise Kröss Holstein
Lycans
Lycans

Mensagens : 285
Data de inscrição : 25/11/2014
Idade : 20

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Tradição- Caça a Bandeira Lançado! O Jogo

Mensagem por Gena Harden Fewan em Seg Nov 09, 2015 4:29 pm

Tunder, havia me dito que haviam algumas diferenças que se sobressaiam entre o acampamento meio-sangue e o acampamento Júpiter. De primeira, eu certamente havia pensado que muitas das coisas que ele havia dito eram apenas alguns exageros, como tudo o que Tunder costumava dizer. Se havia algo que Tunder adorava, era ser o centro das atenções não importando o quanto tivesse que se humilhar para isso. Mas de fato, ele não estava sendo um completo mentiroso em absoluto. A primeira coisa que estranhei ao adentrar aquele acampamento fora a falta do teste.

Nós, tínhamos de provar que éramos bons o suficiente para adentrar o acampamento enquanto os semideuses, ali eram aceitos de bom grado sem provar seu valor. Como diabos eles poderiam saber quem poderia ser útil em uma luta? Sim, era imensamente difícil conciliar o que eu sabia ao que eles pareciam fazer ali, sem contar é claro naquela extravagância denominada chalés, eu mesma recebera um quarto só meu no chalé destinado ao meu pai divino. A parte grega da família, parecia gostar bastante de tudo aquilo que poderia ser considerado luxo. Todavia, nada daquilo pareceu ter importância quando uma garota que se dizia ser prole de Phobos convidou-me a participar de seu time, em algo denominado Caça a Bandeira.

Segundo Hazel, uma estratégia era montada, e dois times contendo cinco integrantes cada competiriam entre si para conseguir agarrar a bandeira do time adversário. Minha tarefa, obviamente seria a de montar as armadilhas que ficariam de nosso lado do campo, isso claro se eu resolvesse que queria fazer parte do time. Hazel não era uma garota simpática, eu até mesmo poderia classifica-la como grosseira ainda assim, ela era uma pessoa objetiva e parecia bem centrada no que queria o que me fazia lembrar de casa e de como as coisas eram lá. Então, eu aceitara participar daquele caça e cuidadosamente estudara o campo antes de iniciar a montar uma estratégia para as armadilhas.

A pequena brincadeira se iniciaria naquele mesmo dia, portanto eu saíra do chalé de Hefesto pronta para armar minhas armadilhas e deixar a equipe a par de tudo aquilo que seria feito. Em passadas rápidas eu utilizava dos materiais que havia trazido comigo para montar as armadilhas, uma a uma. O campo aos poucos ia tomando a forma que eu queria, o conhecimento prévio do local aonde você iria trabalhar, poderia ser o que diferenciava uma derrota de uma vitória, e era exatamente essa colher de chá que eu queria e precisava obter para o meu time. Ao findar da montagem das armadilhas, fui em direção ao local que fora indicado para que eu permanecesse em posição para o inicio dos jogos.

O manto recaía sob meu corpo, o que possivelmente faria com que ele se mesclasse ao ambiente, o que impediria que meu corpo fosse facilmente descoberto em meio a toda aquela natureza.  Em minha mão, o canivete que facilmente se transformaria em uma arma para minha proteção em um único toque. Ouvidos atentos a qualquer som, e olhos bem treinados para procurar algo que não pertencesse aquele local. Eu me via pronta para aquilo que precisasse ser destruído por mim. Que a diversão tivesse inicio, e se havia algo que eu sabia era que eu me divertiria muito, talvez um pouco mais se Becka estivesse ali, no entanto não podemos ter tudo sempre.
Armas:
*Canivete Mágico: Um canivete que tem três opções: uma faca, uma chave de fenda ou um alicate. No canivete há um botão que quando pressionado pode transformar cada opção em uma arma de verdade ou até mesmo fazer a arma voltar a ser um canivete: a faca em um machado de madeira e metal de trinta centímetros com uma lâmina bem afiada, a chave de fenda em um taco de metal de um metro e o alicate em um tesourão de vinte centímetros feito de cobre.

*Manto protetor - o manto protetor faz com que a semideusa adquira intangibilidade media. O corpo da semideusa pode também mesclar-se ao ambiente não permitindo que as pessoas a reconheçam com facilidade.
avatar
Gena Harden Fewan
feiticeiros de Circe
feiticeiros de Circe

Mensagens : 142
Data de inscrição : 01/07/2013

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Tradição- Caça a Bandeira Lançado! O Jogo

Mensagem por Adam Köhler Bradshaw em Qua Nov 11, 2015 4:12 am


PESSIMISMO LEVA A FRAQUEZA
Otimismo ao poder

A estratégia já estava armada e como sempre, eu havia sido o membro esquecido do time. Estava colocado bem ao meio do campo de batalha. Um sorriso surgiu em meus lábios e meus olhos passaram a procurar ao meu derredor por uma árvore alta o suficiente para que pudesse observar tanto a bandeira, quanto a parte mais a frente aonde se localizava ambos os atacante de meu time. Avistei não muito longe dali uma das árvores que ainda estava no centro da floresta, escalando-a e se mantendo ereto ao chegar ao final olhando ambos os lados, além de olhar para baixo de aonde viria seus oponentes. Antes mesmo que qualquer um pudesse notar minha presença, utilizando de meus poderes iria buscar me camuflar em meio á árvore ajudando com os efeitos de meu manto protetor que viria ser de grande ajuda para mim, em seguida utilizando outro de meus poderes passaria a ser guiado pelas plantas que me informariam a chegada de intrusos, enquanto isto as plantas passavam a se multiplicar abaixo de mim e junto a isto, elas passavam a se tornar venenosas e quando uma de minhas oponentes. Ou até mesmo algum intruso ao qual não tivera conhecimento do mesmo, iria ser atacado pela mesma tentando feri-lo e, passar a infecta-lo com o veneno presente nas plantas. Após preparar o campo ao meu bel prazer, passei a dirigir a minha atenção para a parte mais distante, buscando com esforço observar os membros de meu time que estavam a atacar, torcendo para que eles conseguissem se virar sozinhos e passassem.

Poderes Passivos:
>Nível 4,Disfarce a Natureza: Se Iguala a natureza, ficando quase transparente junto as árvores, e outras plantas do mesmo tipo.

>Nível 6, Juntos são mais: Os proles tem um lado bom e um lado ruim, puxando os dois lados da mãe. Ele pode transformar flores belas em flores super venenosas, que tira 20% de Hp.

>Nível 6, Comunicação sensorial. Nesse nível os filhos de Perséfone, conseguem estabelecer um tipo de conexão com os os elementos e animais da natureza, ainda muito limitada, sendo estes somente os que habitam na primavera. Recebendo assim, a ajuda de alguns deles, eles te ouvem, mas ainda não te obedecem, ficando a vontade do narrador, decidir se eles te ajudarão ou não.

>Nível 3, Plantas Amigas: Onde os proles de Perséfone forem as plantas irão crescer mais e se multiplicarem pelo solo, mesmo se o solo, ou o tempo não estiver agradável. Além de conseguirei fazer isso eles podem fazer as plantas surgirem em qualquer lugar para ajuda-los a atacar.
Poderes ativos:

>Nível 3, Fúria de pétalas I. Combinando o poder que os possibilita a criação de flores a esse, o filho de Perséfone, pode usar as pétalas das mesmas como lâminas, as pétalas cortam como adagas de bronze celestial, em geral serem em grande quantidade, sendo assim dão vantagem em uma batalha de curta, média, ou longa distância.
Armas:

Lança Negra- Lamina curta e negra que pode ser utilizada para atacar, defender, prender, essa lança serve como receptor de energia escura, ou seja qualquer dom do mundo inferior, ou que não pertença ao mundo dos vivos pode ser absorvido deixando o oponente mais fraco pois possui dentro de si uma aura sugadora. Transforma-se em um anel de poder dourado que também conduz seu dom, não pode ser retirado do dedo ou roubado por um individuo qualquer, a não ser que seja dado por boa vontade o anel gruda em seu dedo de forma que nem mesmo o mais forte dos deuses é capaz de arranca-lo de si. - Em formato de anel em meu anelar direito.

-> Manto Protetor: Como o manto de Nyx, pode virar uma armadura completa quando precisares e lhe deixa invisível a noite podendo ser transformada em qualquer roupa como um disfarce.(Prêmio Caça a Bandeira) - Sobre meu corpo e em uso.

§ - Sword of the VACUUM - Uma espada com a lamina negra, que quando o jovem a utiliza, ela pode lançar uma rajada de vácuo, que ai invés de jogar o alvo para longe, faz com que o local acertado seja contraído/esmagado de certa forma (não esmaga completo, apenas causa grande dor). - Em minha mão direita.

§ - Glove of Darkness - Uma luva feita da escuridão, pelo próprio Érebus, a mesma contem \\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\"escuridão\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\" assim, sempre que o necromante do mesmo desejar escuridão sairá da mesma, para que ele controle tal coisa, podendo materializar e moldar como quiser. (Sempre que utilizar sente fortes dores de cabeça) -;Em uso

*Arco e flecha de rosas infernais: Um arco longo feito de madeira negra, que na verdade são caules de rosas negras, possui alguns espinhos espalhados por toda a sua extensão e dependendo da pericia do dono pode atirar até três flechas em direções diferentes. Vem com uma aljava com 25 flechas que tem o aspecto de uma rosa e um veneno forte nas pontas, sempre que acabam 25 novas aparecem. [Vira um colar negro com um pingente de escolha] - Em meu pescoço.
Template ♥ Nath


acquainted
baby you're no good cause they warned me bout your type girl, i've been ducking left and right. baby you're no good, think i fell for you. you got me puttin' time in, time in, nobody got me feeling this way. you probably think i'm lying, lying, i'm used to bitches comin' right 'way. you got me touchin' on your body, to say that we're in love is dangerous, but girl i'm so glad we're acquainted
avatar
Adam Köhler Bradshaw
V Coorte
V Coorte

Mensagens : 385
Data de inscrição : 02/05/2014
Idade : 20
Localização : P.P

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Tradição- Caça a Bandeira Lançado! O Jogo

Mensagem por Athena em Qua Nov 11, 2015 4:12 am

O membro 'Adam Köhler Bradshaw' realizou a seguinte ação: Lançar dados

'"Caça a Bandeira"' : 3
avatar
Athena
Deuses Olimpianos
Deuses Olimpianos

Mensagens : 7385
Data de inscrição : 26/05/2013
Idade : 22
Localização : Por ai

http://www.bloodolympus.org

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Tradição- Caça a Bandeira Lançado! O Jogo

Mensagem por Hazel C. Baümler em Qua Nov 11, 2015 6:30 pm


Caça a Bandeira
Aquela era uma manhã destinada a percas e ganhos, eu poderia sentir a excitação e o medo a quilômetros de distância do local aonde meu corpo se instalava. A caça a bandeira era um evento importante no acampamento meio-sangue, portanto quando conhecia de eu estar no local, eu resolvia participar de tal coisa. Nunca como capitã certamente. Ser parte do time era sempre melhor do que ter de lidera-lo, procurar pelas estratégias, e principalmente conseguir fazer com que as fraquezas do time deixassem de vir a toma. Todos tinham fraquezas, e essas eram as pontas do iceberg para se conseguir uma vitória.

Meus lábios esboçavam um sorriso sádico ao passo em que eu observava o time eu reunira. Todos muito bem apessoados, todos com tendência a não aceitar o fracasso. Até a recruta romana, me parecera melhor que a encomenda. Sendo eu, prole de Phobos os filhos de Hefesto não obtinham muita simpatia, meu pai afinal era apenas um dos muitos filhos ilegítimos que Afrodite tivera com Ares, uma constante prova de sua falta de desejo por seu marido de aparência falha. Quando Gena nos apresentara seu plano de ataque, fora unanime a surpresa de todos nós. A garota fora ágil em em demonstrar suas habilidades, assim como eu esperava que todos ali o fizessem.

Após nossa breve reunião onde todos os demais detalhes haviam sido decididos, nos preparamos para dar inicio aquele caça. Na linha de frente, tanto eu quanto Mackenzie observávamos as duas pessoas a nossa frente. Sabíamos o que fazer, já havíamos concordado a respeito daquilo em nossas reuniões. Meus olhos se focaram nos de Mackenzie e meus lábios se abriram em um sorriso assinalando o quão perto eu estava de fazer aquilo que eu mais gostava. Minha pistola seria retirada de minha cintura, ao passo em que eu a miraria na direção de minha meia-irmã. Minha mira poderia ou não ser certeira, no entanto aquela poderia ser minha chance, uma das únicas. Os disparos estariam sendo mirados em alguns de seus pontos fracos. O corpo humano obtinha alguns.

Eu dispararia exatos seis tiros, o que me deixaria com exatos sete tiros até que minha arma voltasse a se abastecer. A mira seria voltada primeiro para seus joelhos, tanto direito quanto esquerdo, posteriormente para seus cotovelos, direito e esquerdo e para finalizar suas canelas, direita e esquerda. Para proteger-me de possíveis ataques eu utilizaria de meus poderes para fazer um escudo de energia cinética protegendo meu corpo. Muitos cânticos tendiam a elaborar e a valorizar as guerras, o caça que ocorria no acampamento era como uma guerra, o vitorioso conquistava seu espaço e sua glória o perdedor ficava delegado aos cantos.
Armas e Poderes:
Lince Negra- O dom de manipular energia cinética permite-lhe o poder de descargas de cinética, afetando o inimigo de várias formas: ionizando, paralisando, ou só atingindo com rajadas, projéteis e explosões. capaz de absorver energia cósmica nas células de seu corpo e transformá-la em uma onda de plasma que queima o inimigo, o poder se concentra no braço esquerdo e serve como canhão para atirar as bolas de energia. Ainda tem o poder de controlar o tempo no momento que acontece, exemplo: A pessoa pode voltar cinco minutos no tempo através das células dessa forma podendo impedir um ataque, ainda é capaz de fazer as pessoas acreditarem no que diz carregando os cérebros alheios com uma quantidade ínfima de energia.
*The Colt: essa pistola é feita com um metal especial que lhe garante a indestrutibilidade, seu tambor possui capacidade para 13 balas [após os 13 disparos é necessário esperar 2 rodadas para reutilizar a arma que se recarregará sozinha]. As balas são de ferro sagrado e podem ferir tanto humanos como monstros.

Bastão de raios-  Aparenta ser um simples cabo de ferro, mas quando o aço entra em contato com o poder da semideusa, a lamina da arma surge: feita completamente de eletricidade, tem sua resistência extremamente elevada, seu corte tão afinado, que pode-se compará-lo ao de um diamante. A arma dispara descargas elétricas extremamente poderosas, sendo que a força dessas descargas, depende muito do poder do oponente, caso o mesmo seja fraco a descarga será falida, caso o mesmo seja forte a descarga será forte. Transforma-se em um anel de poder dourado que também conduz seu dom, não pode ser retirado do dedo ou roubado por um individuo qualquer, a não ser que seja dado por boa vontade o anel gruda em seu dedo de forma que nem mesmo o mais forte dos deuses é capaz de arranca-lo de si.
avatar
Hazel C. Baümler
Sem grupo
Sem grupo

Mensagens : 68
Data de inscrição : 24/01/2015

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Tradição- Caça a Bandeira Lançado! O Jogo

Mensagem por Derek Stefan Notte em Qua Nov 11, 2015 11:43 pm

Hora da Caça
Vamos atras daquela bandeira


O caça a bandeira, era o maior e mais antigo evento do acampamento, ate então eu não tinha participado, não me achava apto para tal coisa, eu só ficava em minha forja trabalhando, mas em um dia isso acabou por mudar.

Estava na forja revisando alguns dos mostruários, quando Elise entrou, na mesma hora fui para trás do balcão achando que ela faria um pedido, mas não ela veio me chamar para participar do caça que teria essa sexta, a garota falara que a equipe dela precisava de um armadilheiro, pensei por um tempo ate que com um suspiro decidi aceitar o pedido da garota.

Sexta feira tinha chegado, e com ela o dia do caça. Eu e meu grupo passamos um bom tempo discutindo nossa estratégia, alem da disposição das armadilhas. Eu tinha um tempo para montar as mesmas, então recolhi os instrumentos que eu precisaria e os materiais.

Cheguei a nosso campo e logo me pus a trabalhar, eu tinha uma pequena vantagem sobre a armadilheira adiversaria, que era eu conhecer a floresta, como muitas vezes eu corri por aquele lugar, eu acabei gravando o lugar, então dispus as armadilhas em pontos que poderiam impedir o avanço inimigo.
Assim que terminei já estava bem próximo, então fui recolher minhas armas e me posicionar, pois logo a diversão iria começar e eu estava animado e confiante de que tínhamos grandes chances de vencer.


Armas:
Extremix: Machado de lâmina dupla afiadíssima de adamantium com o final de seu cabo emborrachado, ao comando se torna um canivete suíço

* Phyruk :Espada média, com punho decorado feito de ouro, lâmina de titânio e bronze sagrado de início ondulado pode ficar incandescente sem que o material se danifique. Ao comando se torna um isqueiro prateado com labaredas estampadas.

Enae spear [Um lança de ouro imperial. Essa lança foi tirada da coluna de uma Dracaenae e por isso é mortal. Essa arma ao ferir alguém poderá fazer com que a pessoa atingida seja envenenada e assim perderá 10HP por turno, até que se cura ou morra. Lança inquebrável.]

*Chicote de Nero: O Chicote de Nero tem inicialmente um metro de comprimento, vermelho-sangue. Quando segurado pelo seu legítimo dono, escolhido por Phobos, o chicote instantaneamente pega fogo por toda a sua extensão, sem queimar o portador, mas incendiando qualquer coisa que tocar. Além disso, o chicote pode atingir até 5 metros de comprimento, caso o portador queira.

Poderes passivos e ativos:
Passivos:1-Perícia com Machados e Martelos: Meus filhos possuem grande maestria em manusear martelos e machados de diversos tamanhos, mesmo nunca tendo tocado em um antes. As armas bárbaras parecem mais leves em suas mãos... E mais pesadas para os oponentes.

2-Detalhista: Meus filhos são acostumados a lidar com engenhocas e peças, reparando em pequenos detalhes, por isso é mais difícil esconder algo deles - são observadores atentos.

3-Resistência ao calor: Por ficarem expostos ao calor, nunca se sentem incomodados. Assim nunca sofrem danos que sejam relacionados ao calor. Ou seja, quanto maior o calor, maior o poderio do meu filho. Enquanto alguns sucumbem pela alta temperatura, as minhas crias passam a executar seus golpes e movimentos com maior precisão e seus poderes tornam-se mais efetivos.

3-Perícia em armas criadas: Os meus filhos possuem uma certa pericia combativa com armas criadas e forjadas por eles mesmos, pois entendem muito bem seu mecanismo e forma de usa-la.

4-Pressentimento: Meus filhos são como detectores de metais. Não precisam olhar, eles apenas sentem quando há metal por perto e sentem também o local onde estão.

4-Força de vontade: Meus filhos são extremamente teimosos, assim quando o hp deles chegarem a 0 é possível recuperar 5% [Uma vez por batalha].

5-Visão espacial: Meus filhos são especialistas na montagem de coisas, portanto, possuem a visão lógica e espacial mais desenvolvida que outros semideuses sabem em que lugar colocar uma peça intuitivamente, e qual será o efeito, seja para consertar ou destruir um aparato mecânico-tecnológico. Esta noção espacial pode ser utilizada em outras situações quando chega a tal ponto de aprimoramento, podendo usá-la agora para descobrir a exatidão de distâncias e medidas utilizando somente o olhar. Podendo calcular distâncias entre corpos somente com uma rápida olhada.

6-Geek: Sua familiaridade com máquinas o torna apto a usar qualquer tipo de tecnologia e aprimorá-la, futuramente, em seus projetos. Além disso, não atrai monstros ao utilizar aparelhos mecânicos/ tecnológicos, como celulares e afins.

6-Comunicação com Codornas: Como as codornas são meus animais símbolo, meus filhos conseguirão se comunicar com elas. Essa habilidade é muito útil para tirar informações.

7-Roupas de aço: Todos os equipamentos de defesa usados por meus filhos irão adquirir maior resistência enquanto estiverem em seus corpos.

9-Armadilheiro – Eu sou bom no preparo e colocação de armadilhas, como fiz com Afrodite e Ares no passado. Meus filhos herdam esse dom, além disso, a maioria delas exige um componente mecânico - talento natural para eles.

10-Sentido mecânico: Meus filhos conseguem sentir a presença de componentes mecânicos por perto, sejam aparelhos, armadilhas ou autômatos

12-Resistência a impactos: Eu fui jogado do Olimpo e sobrevivi à queda, e meus filhos herdam essa resistência: quedas de até 25m não lhes causa dano, e acima disso causam sempre dano reduzido. Adicionalmente, o impacto dos filhos de meus filhos no solo provoca um tremor que afeta a todos que estiverem próximos, derrubando-os.

13-Imunidade à cegueira: Forjas são lugares cheios de fuligem e fumaça, portanto tais coisas fizeram os meus filhos desenvolverem capacidades visuais melhores, não sendo cegados por quaisquer efeitos.

14- McGayver: Você se especializou no improviso. Com materiais que outros não achariam adequados ou inúteis você é capaz de construir coisas improváveis pra outros semideuses. Um clipe de papel e um chiclete na sua mão podem ter utilidades mortais, e aquela tampa de garrafa pode se fazer de engrenagem...

16-Reparos rápidos: Filhos de Hefesto conseguem cosertar aparatos mecânicos rapidamente, gastanto metade do tempo que uma pessoa comum levaria para tal.

17- Man drive: Graças as suas habilidades tecnopatas, terão a capacidade de absorver com um simples contato dados de uma máquina que os armazene, por exemplo transferindo informações no formato de softwares de um computador para sua própria mente. A habilidade também inclui o processo inverso, podendo transferir dados de sua mente para um computador adequando-os a máquina.

18-Receptor Frequencial: Consegue interceptar ondas transmissoras, por exemplo, de celulares, rádios ou comunicadores. Isto permite bloquear comunicações ou mudar as rotas das ondas para que sejam transmitidas em outros lugares que não os intencionados. Tal capacidade também pode ser usada para que os filhos de Hefesto não sejam rastreados por monstros quando tentarem realizar ligações ou usar a internet.


Notas: Notas notas ou qualquer coisa.



avatar
Derek Stefan Notte
Filhos de Hefesto
Filhos de Hefesto

Mensagens : 262
Data de inscrição : 19/06/2013
Idade : 21

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Tradição- Caça a Bandeira Lançado! O Jogo

Mensagem por Tessa S. Henz em Qui Nov 12, 2015 11:42 am


Os sinos soavam sem cessar, ao passo em que a doce melodia dominava todos os cantos da igreja. O vestido esbranquiçado deixava a cor de pele da noiva ainda mais bonita, seus olhos verdes mar pareciam refletir toda sua alegria, ao seu lado o homem que ela escolhera, sorria com delicadeza para as duas crianças idênticas sentadas sob o banco de madeira. A mais nova das duas sacudia seus pés, demonstrando toda sua impaciência. Suas formas infantis, tornaram-se curvas de uma jovem. Curvas que eu conhecia com excelência. A garota parecia ser sacudida, assim como meu corpo. O que era estranho por que aquele corpo era meu corpo, aquela garota era eu.

Meus olhos se abriram em um rompante, ao passo em que eu arfava. A muito tempo eu não sonhava com aquele dia. O dia em que mamãe resolvera se casar com aquele canalha. Esfregando meus olhos, tentei me livrar da névoa que dominava meus pensamentos ao passo em que uma voz parecia incessante ao meu lado. Era impossível não identifica-la após meses ouvindo aquela voz de taquara rachada. -Okay Brian, já entendi! Eu não acordava, você ficou preocupado por que eu prometi participar do caça representando nosso chalé e resolveu me acordar, pode ficar em silencio agora- murmurei levantando-me da cama em um impeto e seguindo em direção ao banheiro, não antes de pegar uma muda de roupa para poder me trocar.

Cerca de trinta minutos mais tarde eu me retirava de meu chalé seguindo em direção a floresta. Hazel havia marcado uma reunião e se eu bem conhecia eu humor, um atraso seria algo digno de punição, não que eu me importasse com suas punições, no entanto eu havia me comprometido com aquela equipe, então eu me entregaria de corpo e quem sabe alma para aquela competição. Encontrei meu time em uma rodinha, discutindo os planos e passando entre algumas informações extremamente necessárias para que mantivéssemos nossa sintonia. Gena havia trabalhado bem naquilo que ficara responsável por fazer o que fazia com que nosso time tivesse algumas vantagens sob nosso campo.

Ao fim de nossa pequena reunião, o horário já era próximo ao qual o caça se iniciaria, sendo assim com a bandeira em minhas mãos segui em direção ao local em que havíamos decidido que a bandeira seria colocada. O que antes fora o Punho de Zeus e agora era apenas um amontoado disforme de pedras era o local perfeito para se colocar nossa derrota. A clareira era um local amplo, o que provavelmente impossibilitaria qualquer pessoa de conseguir adentrar o local passando despercebido. No entanto, eu ficara responsável por proteger a bandeira e derrotar todos aqueles que optassem por tentar rouba-la enquanto a mesma estivesse sob meu poder. Sendo assim, eu tocaria o tridente do meio de meu anel, o que faria com que meu corpo se tornasse invisível.

Como a regra era bastante clara, eu não poderia ficar a menos de um metro da bandeira, o que não era muito, no entanto o suficiente para que se obtivesse uma desvantagem. Da onde eu me encontrava ver os demais semideuses seria impossível portanto nem ao menos tentei realizar essa proeza. Para que eu pudesse ter um angulo perfeito da clareira, eu me sentaria ao meio, mantendo meus ouvidos e olhos bastante atentos. Caso necessário um ataque em fogo grego seria lançado em direção aos meus oponentes, bem como a desidratação se faria presente em seu corpo, o que o deixaria fraco e passível de meus ataques provindos da espada. Caso o anel, viesse a falhar a proteção viria a ser uma cúpula de água que manteria meu corpo seguro de ataques mentais.
Armas:
Invisible Heart- uma espada dilapidada em ferro estígio,  ao tocar na pele de um semideus faz com que veneno paralisante adentre sua pele. Além é claro das feridas normais. Em descanso, o objeto se transforma em um fino anel, com três pequenos tridentes. Ao toque do tridentes do meio, o corpo da semideusa se torna total e completamente invisível, tanto para monstros quanto para demais semideuses, o cheiro e o caminhar são camuflados pelos sons e cheiros do local aonde o semideus se encontra. Ao tocar os três tridentes, o anel se transforma na espada.
Poderes, Habilidades e Bençãos:
Fogo Grego 2
O semideus pode criar e controlar um pequena quantidade de Fogo Grego, equivalente a três tochas.
Desidratado - Um poder totalmente desleal em qualquer tipo de luta, mas às vezes na beira da morte, é necessária uma última cartada. Esse poder retira muita água de seu inimigo, deixando-o totalmente enfraquecido e à beira da morte.
Cúpula d’água – Você se envolve nesta cúpula e fica protegido contra qualquer ataque físico, mental,  sonoro, magico ou de veneno.  


Tessa Samantha Clarissa Henz
It's no rigth, but is okay!


avatar
Tessa S. Henz
Filhos de Poseidon
Filhos de Poseidon

Mensagens : 292
Data de inscrição : 21/06/2013

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Tradição- Caça a Bandeira Lançado! O Jogo

Mensagem por Athena em Qui Nov 12, 2015 11:42 am

O membro 'Tessa S. Henz' realizou a seguinte ação: Lançar dados

'"Caça a Bandeira"' : 1
avatar
Athena
Deuses Olimpianos
Deuses Olimpianos

Mensagens : 7385
Data de inscrição : 26/05/2013
Idade : 22
Localização : Por ai

http://www.bloodolympus.org

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Tradição- Caça a Bandeira Lançado! O Jogo

Mensagem por Lori T. Köller em Qui Nov 12, 2015 3:21 pm


Caça a Bandeira

A força da noite
Em um time de futebol, cada um dos membros da equipe tinha uma posição. Eu não entendia muita coisa de futebol, mas o que eu sabia era que um time não conseguiria trabalhar em harmonia se não houvesse confiança entre si. Aquela fora uma das primeiras coisas que papai falara quando fizera sua inútil tentativa de tentar me fazer sentir interesse por suas coisas chatas. Quando Hazel obtivera a ideia de formar um time para o caça a bandeira, aceitei meu convite quase que de primeira. O tédio começava a corroer meus instintos, quanto mais tempo eu passava parada mais agravantes eram meus pensamentos. Acordada após uma noite bem dormida, eu segui em direção ao local aonde seria aquilo que Hazel denominara como nossa reunião de equipe.

Apesar de prestar atenção em tudo o que elas falavam, era quase inconsciente minha vontade de parar com todo o blá blá blá e partir para a ação. Não que isso fosse acontecer tão cedo, segundo o que havia ficado decido minha posição era ao meio do campo, aonde eu teria de observar o que ocorria ao meu redor e proteger o campo caso algum de meus colegas de time no o fizesse com exito. Como eu obtinha a necessidade de permanecer em um local que me desse uma boa visão do que poderia estar ocorrendo, procurei por uma arvore que fosse segura de todas as formas para que eu pudesse subir sem precisar temer por minha vida.

Quando a arvore fosse encontrada, eu utilizaria de meus poderes sob a vegetação para fazer com que eles me erguessem até o topo da arvore, ao passo em que eu faria que uma quantidade media de névoa envolvesse aquela parte da floresta, o que impossibilitaria uma visualização de meu corpo logo de inicio. A minha volta, procurei por animais voadores, como corujas e pássaros que pudessem me informar dos movimentos a minha volta. Caso houvesse sucesso nessa busca eu manteria a comunicação com os animais para fazer com que esses ficassem a meu favor, informando-me de intrusos. Meu machado estaria em minha mão, pronto a ser utilizado em minha defesa, ou em defesa da bandeira que era protegida por Tessa.
Armas:
Machado de Guerra-O machado de batalha é a arma branca mais comum entre os machados, podendo ser utilizada em apenas uma mão tem duas extremidades extremamente afiadas, sendo a primeira capaz de transforma-se em escudo protegendo a semideusa do oponente e a segunda capaz de soltar pequenos dardos de veneno paralisando o inimigo, além disso tem a capacidade de ataque direto comum, podendo ser utilizada apenas como lamina de ataque. Transforma-se em um anel de poder dourado que também conduz seu dom, não pode ser retirado do dedo ou roubado por um individuo qualquer, a não ser que seja dado por boa vontade o anel gruda em seu dedo de forma que nem mesmo o mais forte dos deuses é capaz de arranca-lo de si.
Poderes e Habilidades:
Plowers I- A feiticeira consegue mover uma quantidade media de vegetação unicamente ao movimentar sua varinha, a vegetação continua no lugar aonde a feiticeira deseja por cerca de cinco minutos.
Comunicação Animal I- As feiticeiras podem comunicar-se com qualquer animal a sua volta, no entanto não consegue controla-lo.
Criker – Faz com que uma quantidade media de névoa envolva o inimigo confundindo-o sob sua localização. Também podendo ser usado para que a feiticeira se esconda em meio a névoa.


A queen of sun (...)


“I admit that I ain't no angel, I admit that I ain't no saint -- I'm selfish and I'm cruel and I'm blind. If I exorcise my devils, well, my angels may leave too. When they leave they're so hard to find...”
avatar
Lori T. Köller
feiticeiros de Circe
feiticeiros de Circe

Mensagens : 97
Data de inscrição : 01/12/2014

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Tradição- Caça a Bandeira Lançado! O Jogo

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 1 de 16 1, 2, 3 ... 8 ... 16  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum